Você está na página 1de 4

TEXTO 1 - REFEIÇÃO EM FAMÍLIA

Os meios de comunicação, devidamente apoiados por informações científicas, dizem que alimentação é uma
questão de saúde. Programas de TV ensinam a comer bem para manter o corpo magro e saudável, livros
oferecem cardápios de populações com alto índice de longevidade, alimentos ganham adjetivos como
“funcionais”. Temos dietas para cardíacos, para hipertensos, para gestantes, para obesos, para idosos.

Cada vez menos a família se reúne em torno da mesa para compartilhar a refeição e se encontrar, trocar ideias,
saber uns dos outros. Será falta de tempo? Talvez as pessoas tenham escolhido outras prioridades: numa
pesquisa recente sobre as refeições, 69% dos entrevistados no Brasil relataram o hábito de assistir à TV
enquanto se alimentam.
[....]
O horário das refeições é o melhor pretexto para reunir a família porque ocorre com regularidade e de modo
informal. E, nessa hora, os pais podem expressar e atualizar seus afetos pelos filhos de modo mais natural.

Rosely Sayão (adaptado)

QUESTÃO 1. Na estruturação do texto 1, o segundo parágrafo, em relação ao primeiro, estabelece uma


relação de:

(A) explicação;
(B) consequência;
(C) oposição;
(D) exemplificação;
(E) causa.

QUESTÃO 2. O texto 1 é representante do gênero informativo; sobre esse gênero textual, tendo por base o
texto 1, a única característica inadequada é:

(A) o direcionamento do texto para um receptor específico;


(B) o predomínio da objetividade sobre a subjetividade;
(C) a utilização de uma linguagem adequada ao meio;
(D) a preocupação com a precisão do conteúdo veiculado;
(E) certa preocupação com o socialmente correto.

QUESTÃO 3. Se enquadrado na categoria dos textos argumentativos, a tese do texto 1 estaria perfeitamente
identificada do seguinte modo:

(A) a alimentação saudável é condição básica para uma boa saúde;


(B) toda a população deveria seguir a orientação dos médicos sobre adotar uma alimentação saudável;
(C) a sociedade precisa discutir nas refeições em família a qualidade de sua alimentação;
(D) as famílias deveriam aproveitar melhor o momento das refeições para o estreitamento de seus laços;
(E) pais e mães precisam manifestar seu afeto pelos filhos nos momentos das refeições em família.

QUESTÃO 4. Ainda que predominantemente dissertativo, o texto 1 mostra elementos descritivos; o termo
sublinhado abaixo que NÃO possui caráter objetivo, mas subjetivo, é:

(A) ...informações científicas;


(B) ...corpo magro;
(C) ...alto índice;
(D) ...pesquisa recente;
(E) ...modo mais natural.

QUESTÃO 5. “pesquisa recente sobre as refeições, 69% dos entrevistados no Brasil relataram o hábito de
assistir à TV enquanto se alimentam”; com esse segmento do texto 1, o autor tenta mostrar:

(A) o descuido da população com a alimentação saudável;


(B) o aparecimento de novas prioridades sociais;
(C) a necessidade premente de atualização informativa;
(D) o desprezo mútuo dos familiares;
(E) a presença agressiva da TV no meio familiar.

QUESTÃO 6. “Cada vez menos a família se reúne em torno da mesa para compartilhar a refeição e se
encontrar, trocar ideias, saber uns dos outros. Será falta de tempo?” A pergunta colocada ao final desse
segmento do texto 1 mostra:
(A) o interesse do autor em dialogar com seus leitores;
(B) a presença de uma reflexão sobre o tema;
(C) a indicação de uma opinião alheia;
(D) uma acusação a certas situações sociais;
(E) o destaque de um argumento falso.

QUESTÃO 7. “Temos dietas para cardíacos, para hipertensos, para gestantes, para obesos, para idosos”. A
relação vocabular adequada nos itens abaixo é:

(A) cardíacos / coração;


(B) hipertensos / temperatura corpórea;
(C) gestantes / descontrole hormonal;
(D) obesos / sistema respiratório;
(E) idosos / depressão psicológica.

QUESTÃO 8. “Programas de TV ensinam a comer bem para manter o corpo magro e saudável, livros oferecem
cardápios de populações com alto índice de longevidade, alimentos ganham adjetivos como ‘funcionais”. A
afirmação adequada sobre o que é lido nesse segmento do texto 1 é:

(A) o corpo magro é obrigatoriamente saudável;


(B) os adjetivos “magro” e “saudável” são sinônimos no texto;
(C) as populações citadas são exemplos a serem copiados;
(D) os alimentos adquiriram valor moral;
(E) os conselhos da TV não devem ser seguidos.

QUESTÃO 9. “Programas de TV ensinam a comer bem para manter o corpo magro e saudável”; a substituição
adequada do segmento do texto 1 sublinhado é:

(A) para que se mantenha o corpo magro e saudável;


(B) a fim de que se mantivesse o corpo magro e saudável;
(C) para que a magreza e a saúde do corpo fosse mantida;
(D) para a manutenção da magreza no corpo saudável;
(E) para que se mantesse o corpo magro e saudável.

QUESTÃO 10. “Programas de TV ensinam a comer bem para manter o corpo magro e saudável”; a frase
abaixo que mostra o vocábulo “bem” na mesma classe gramatical e no mesmo valor semântico é:

(A) Ele está bem magro;


(B) Ela sabe costurar bem;
(C) Nem bem saiu, ele voltou;
(D) Bem saudável ele ficou após a dieta;
(E) As frutas estão bem caras.

QUESTÃO 11. A palavra abaixo, retirada do texto 1, que mostra processo de formação diferente dos demais é:

(A) comunicação;
(B) devidamente;
(C) saudável;
(D) hipertensos;
(E) científicas.

QUESTÃO 12. “Programas de TV ensinam a comer bem para manter o corpo magro e saudável, livros
oferecem cardápios de populações com alto índice de longevidade”. Sobre o período e as orações que o
constituem (texto 1), é correto afirmar que:

(A) o período é composto por duas orações;


(B) o período apresenta orações do tipo coordenado e subordinado;
(C) todas as orações do período são subordinadas;
(D) todas as orações do período são coordenadas;
(E) o período mostra mais orações coordenadas que subordinadas.

QUESTÃO 13. No período - “Torna-se, portanto, imperativa uma reunião tão completa que seja capaz de
reorganizar todos os setores tecnológicos ligados à sociedade moderna em nível empresarial. ” - a oração
grifada traduz:
(A) concessão;
(B) consequência;
(C) comparação;
(D) condição;
(E) proporção.

QUESTÃO 14. Assinale o período em que ocorre a mesma relação de sentido existente entre os termos
grifados em: “a atividade científica é tão importante quanto qualquer outra atividade econômica”:

(A) O rapaz era tão aplicado, que em pouco tempo foi promovido;
(B) Quanto mais estuda, menos aprende;
(C) A ordem foi tão bem elaborada que deveria ser repetida;
(D) Sabia a lição tão bem como eu;
(E) Todos estavam exaustos, tanto que se recolheram logo.

TEXTO 2 - REFEIÇÃO EM FAMÍLIA

Filme de abertura do É Tudo Verdade em São Paulo, Cidade de Fantasmas, de Matthew Heineman, mostra o
horror contemporâneo em uma de suas faces mais explícitas - a do Estado Islâmico. A cidade de que fala o
título é Raqqa, na Síria, descrita como aprazível até a chegada em 2014 do EI, que a transforma em sua
"capital" e instaura regime de terror em que opositores são fuzilados ou degolados em praça pública, para
exemplo dos demais. Como forma de resistência, um grupo de jornalistas locais formou uma associação, o
RBSS (Raqqa is Being Slaughtered Silently, "Raqqa está sendo massacrada em silêncio"). Alojados no exterior,
os ativistas travam uma luta midiática com o EI que não se limita ao embate de ideias, ou de imagens. Mesmo
operando no exílio, a atividade é muito arriscada. Um dos mentores, Naji Jerf, foi assassinado na Turquia em
2015, quando as filmagens de Cidade de Fantasmas já tinham começado. Os outros membros são
constantemente ameaçados e precisam tomar medidas de segurança extremas. (...) Em sua passagem por São
Paulo, o grande crítico e documentarista Jean-Louis Comolli falava justamente das técnicas de filmagens de
atrocidades praticadas pelo

QUESTÃO 15. A coesão textual é responsável por estabelecer relações entre as partes do texto. Considerando
o trecho "Mesmo operando no exílio, a atividade é muito arriscada.", verifica-se que ele estabelece com
a oração seguinte uma relação de

(A) condição, visto que estar no exílio é condição necessária para se evitar o risco da atividade
(B) finalidade, pois, para a atividade não ser arriscada, é necessário manter a situação de exílio.
(C) oposição, uma vez que a ideia de operar no exílio é contrária à de vivenciar uma atividade arriscada.
(D) concessão, porque estar em uma situação de exílio não é garantia de a atividade não ser arriscada.
(E) proporcionalidade, já que o risco da atividade aumenta à medida que a descoberta do exílio se torna
iminente.

QUESTÃO 15. Considerando o trecho "Mesmo operando no exílio, a atividade é muito arriscada.",
assinale a alternativa que apresenta uma conjunção com o mesmo valor semântico:

(A) Portanto, seria possível realizar qualquer tipo de tarefa.


(B) Considero os encontros artísticos tão importantes quanto os científicos
(C) Deveria aprender ciências a qualquer custo, ainda que fosse um poeta.
(D) Conforme os especialistas, não valeria a pena estudar somente música.
(E) A preguiça gasta a vida como a ferrugem consome o ferro.

QUESTÃO 16. Procurando se ater ao código ora exposto, relacione a segunda coluna de acordo com a
primeira:

(1) oração subordinada adverbial causal


(2) oração subordinada adverbial final
(3) oração subordinada adverbial condicional
(4) oração subordinada adverbial conformativa
(5) oração subordinada adverbial comparativa

( ) A aula aconteceu conforme o professor havia planejado.


( ) As vítimas eram civis, já que nenhuma das cidades era militar.
( ) Estudou muito para que não houvessem falhas na apresentação.
( ) Ele teria ganhado se o outro time não tivesse trapaceado.
( ) A bomba fez Hiroshima sumir, como se fosse de brinquedo.

Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA da segunda coluna:


(A) 4, 2, 1, 3, 5.
(B) 2, 1, 4, 3, 5.
(C) 3, 5, 2, 4, 1.
(D) 2, 1, 4, 5, 3.
(E) 4, 1, 2, 3, 5.

QUESTÃO 17. “A segunda conclusão é que parte da capacidade que tiveram os países mais ricos de descasar
relativamente seu crescimento dessas bases materiais deriva não só de avanço científico e tecnológico, mas
também do fato de que suas indústrias mais sujas e pesadas foram transferidas para nações mais pobres. ”
Assinale a alternativa em que as orações estabeleçam entre si a mesma relação lógico-semântica que a do par
conjuntivo destacado nesse trecho.

(A) Teresa e Antônio se reencontraram após um longo tempo, porém não se reconheceram.
(B) Fale imediatamente com o médico, pois o acidente foi grave.
(C) Ora pensa em cursar jornalismo no Brasil, ora quer estudar no exterior.
(D) Dormi mal esta noite: não tive, pois, um bom desempenho no concurso.
(E) O professor indicou a tarefa, e os alunos iniciaram, em seguida, o que foi proposto.

QUESTÃO 18. Numere as palavras da primeira coluna conforme os processos de formação numerados à
direita. Em seguida, marque a alternativa que corresponde à sequência numérica encontrada:

( ) aguardente 1) justaposição
( ) casamento 2) aglutinação
( ) portuário 3) parassíntese
( ) pontapé 4) derivação sufixal
( ) os contras 5) derivação imprópria
( ) submarino 6) derivação prefixal
( ) hipótese

(A) 1, 4, 3, 2, 5, 6, 1
(B) 4, 1, 4, 1, 5, 3, 6
(C) 1, 4, 4, 1, 5, 6, 6
(D) 2, 3, 4, 1, 5, 3, 6
(E) 2, 4, 4, 1, 5, 3, 6

QUESTÃO 19. Há substantivos que têm um só gênero gramatical para designar pessoas de ambos os sexos.
Uma das alternativas seguintes constituída de três substantivos desta espécie é:

(A) A criança, a vítima, o selvagem.


(B) A criança, a testemunha, o agente.
(C) A vítima, a jovem, o parente.
(D) A criança, a vítima, o cônjuge.
(E) A testemunha, a patroa, o mestre.

QUESTÃO 20. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e em relação às classes de palavras,
assinale a alternativa que apresenta, respectivamente, no trecho, a classificação correta dos vocábulos
destacados.

“Ninguém (1) sabe exatamente como se desenvolve o processo (2) da artrite, mas (3) sabemos que há
pessoas mais suscetíveis (4).

a) 1. substantivo/ 2. adjetivo/ 3. preposição/ 4. adjetivo


b) 1. pronome indefinido/ 2. substantivo/ 3. conjunção/ 4. adjetivo
c) 1. pronome indefinido/ 2. adjetivo/ 3. preposição/ 4. substantivo
d) 1. pronome indefinido/ 2. substantivo/ 3. conjunção/ 4. substantivo
e) 1. substantivo/ 2. adjetivo/ 3. conjunção/ 4. substantivo