Você está na página 1de 6

CURSO: Engenharia Mecatrônica

DISCIPLINA: Engenharia de Materiais


DOCENTE: Selmo Almeida

( X ) 1ª AVALIAÇÃO NOTA ALCANÇADA:


( ) 2ª AVALIAÇÃO
( ) 2ª CHAMADA
DADOS DA ( ) TRABALHO EM GRUPO
UNIDADE SALVADOR AVALIAÇÃO ( ) PROVA FINAL
TURMA:
DATA: 03/04/2017

DISCENTE:

1. Avaliação é individual;
2. A avaliação deverá ser respondida à caneta preta ou azul;
3. Questões rasuradas serão invalidadas;
4. A avaliação vale de 0,0 a 20,0 pontos.
5. Será considerado, na correção da avaliação, o uso adequado da linguagem escrita - correção
gramatical e ortográfica, coesão e coerência da linguagem escrita.
ATENÇÃO 6. A avaliação contém 05 questões sendo 02 questões objetivas e 03 questões subjetivas.
7. A consulta não é permitida.
8. O uso de tabelas não é permitida.
9. O uso de calculadora é permitido.
10. O uso de computador não é permitido.
11. O tempo destinado para realização da avaliação é 150 minutos.

1ª QUESTÃO (4 pontos)
Responda as perguntas abaixo de acordo com a classificação: cerâmicas, polímeros, compósitos, materiais
avançados, semicondutores e metais.

a) Concreto, compensado e fibra de vidro são classificados como?

Compósitos

b) Coletes a prova de bala, corda, xícaras e roupas são classificados como?

Polímeros;

c) Utilizados em fibras ópticas, telas de computador e automóveis são classificados como?

Cerâmicas (Vidros).

d) Material que pode haver dissolução ou alteração quando são expostos a um solvente líquido, a radiação
eletromagnética e ao calor?

Polímeros.

2ª QUESTÃO (5 pontos)
De acordo com as imperfeições cristalinas, responda as questões abaixo:

A) (2 pontos) Sabendo que uma liga que contem 65g de chumbo e 98g de estanho, os quais formam
uma solução sólida, determine a sua composição, em porcentagem atômica.
C'Pb = 27,5%at

B) (2 pontos) Quais os fatores que influenciam na formação de soluções sólidas?

Raio atômico

Estrutura Cristalina

Eletronegatividade

Valência
C) (1 ponto) A introdução de átomos de soluto em solução sólida no reticulado solvente-átomo
invariavelmente produz uma liga com maior dureza que o metal puro. Existem dois tipos de solução
sólida. Se os átomos do soluto e do solvente são aproximadamente do mesmo tamanho, os átomos
do soluto irão ocupar posições no reticulado cristalino do solvente. É a chamada solução sólida
substitucional. Se os átomos do soluto são muito menores que os átomos do solvente, eles ocupam
a posição intersticial no reticulado. Baseado no texto, assinale a opção correta.

a) Para solubilidade completa em toda a faixa de composições, o soluto e o solvente têm que
possuir a mesma estrutura cristalina.

b) Se a diferença entre o tamanho dos átomos do soluto e do solvente for maior que 15%, o fator
tamanho favorece a formação da solução sólida.

c) Metais que possuem forte afinidade química entre si tendem a formar solução sólida.

d) Metais muito próximos na série de eletronegatividade formam compostos intermetálicos.

e) A solubilidade de um metal em um solvente com maior valência é maior que em um solvente com
menor valência.

3ª QUESTÃO (9 pontos)
De acordo com a estrutura cristalina dos sólidos, responda:
A) (2 pontos) A massa específica do potássio (K), que tem estrutura CCC, é de 0,855 g/cm3. Sabendo
que seu peso atômico é 39,09 g/mol, calcule:

a) O parâmetro de rede em nm;


b) O raio atômico do potássio em nm.

d= (noatm/célula)x(massa de cada átomo)

(volume da célula unitária)x(Nº Avogradro)

massa atômica do K = 39,09

CCC

a0 = (4 x raio atômico)/raiz de 3

Vcubo = [(4x raio atômico)/raiz de 3]3

2 átomos

KCCC

dKCCC = (2x39,09)/(ao)3x6,02x1023 = 0,855 g/cm3 = 78,18/(ao)3x6,02x1023 = 0,855 g/cm3

ao3 = 78,18/5,1471 x1023

ao = 78,18/5,1471 x1023 = (1,519 x 10-22)1/3


ao = 5,33 x 10-08 cm = 0,533 x 10-07 cm = 0,533 nm

ao = 4R/3-1/2 = 4xR/3-1/2 = 0,533

R = (0,533 x 3-1/2) / 4 = 0,231 nm


B) (7 pontos) Determine os índices de Miller para as direções (Figura 1) e para os planos (Figura 2).

Figura 1 Figura 2

Direções

A) [00-1] B) [1-20] C) [-111] D) [2-1-1]

Índices de Miller dos Planos

A) (1-11) B) (030) C) (10-2)

C) (2 pontos) Esboce a direção [1-21] e o plano (-210) dentro de uma célula unitária cúbica:
4ª QUESTÃO (2 pontos)
As imperfeições ou “erros” no arranjo periódico dos átomos em um cristal são chamados de defeitos na
estrutura cristalina Podem envolver irregularidades na posição dos átomos ou na natureza dos mesmos. O
tipo e a quantidade de defeitos dependem do material, do meio ambiente e das circunstâncias sob as quais o
material é processado.PADILHA, F. A. Materiais de engenharia microestrutura e propriedades, Ed. Humus,
2000.
A classificação dos defeitos cristalinos podem ser: em puntiformes (lacunas ou vacâncias, substitucionais e
intersticiais), lineares (discordâncias ou deslocações) e bidimensionais (defeitos de empilhamento, contornos
de macla, contornos de sub-grão, contornos de grão, contornos de antifase e interfaces entre fases
diferentes). Com base nas características dos defeitos, avalie as seguintes afirmações.

I. Os defeitos puntiformes mencionados acima causam distorções na rede cristalina e influenciam as


propriedades do material.
II. Ao contrário dos sólidos iônicos, os metais têm sua neutralidade elétrica alterada pela presença de defeitos
cristalinos.
III. Os átomos de soluto dissolvidos no metal não desempenham um papel importante na deformação
plástica, causando o endurecimento por solução sólida.
IV. Denomina-se lacuna ou vacância uma posição desocupada do reticulado. Ela desempenha papel muito
importante na difusão.
V. Os defeitos Frenkel e Schottky são intersticiais e ocorrem somente em materiais cerâmicos.

É correto apenas o que se afirma em:


a) I, II e IV
b) I, III e V
c) I, IV e V
d) II, III e IV
e) III, IV e V

5ª QUESTÃO (2 pontos extras):


Sabendo que o raio atômico do Níquel na estrutura CFC é 0,125nm, calcule quantas células unitárias estão
presentes em 1 cm3.

CFC: a = 4R√2
raio atomico = 0,125x10-7 cm

Volume da celula = a3

Volume da celula = (4x(0,125x10-7 cm )x√2)3

Volume da celula = 0,0441x10-21 cm3

Quantidade de células unitárias = 1 cm3/0,0441x10-21 cm3

Quantidade de células unitárias = 2,2675 x1022

1 célula unitária - 0,0441x10-21 cm3


X - 1 cm3

X = 2,2675 x1022 células unitárias