Você está na página 1de 12

PROJUDI - Processo: 0013646-07.2018.8.16.0170 - Ref. mov. 14.

1 - Assinado digitalmente por Celmei da Rosa Dantas Página 1


03/12/2018: EXPEDIÇÃO DE CITAÇÃO. Arq: Citação

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO PARANÁ
COMARCA DE TOLEDO
JUIZADO ESPECIAL CÍVEL DE TOLEDO - PROJUDI
Rua Almirante Barroso, 3202 - Toledo/PR - CEP: 85.905-010 - Fone: (45) 3277-4809

CARTA DE CITAÇÃO DE YURI MACEDO YONEYA

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJDL3 B5WWK VZWEQ TVXJ3


Processo: 0013646-07.2018.8.16.0170
Classe Processual: Procedimento do Juizado Especial Cível
Assunto Principal: Rescisão do contrato e devolução do dinheiro
Valor da Causa: R$18.000,00
Polo Ativo(s):
JEAN CARLO SMIT TURATTO (RG: 88658612 SSP/PR e CPF/CNPJ: 047.170.729-52)
Rua Bento Munhoz da Rocha Neto, 3059 esquina com Rua das Orquideas - Jardim La Salle - TOLEDO/PR - CEP: 85.902-000 -
Telefone: 45999441586

Polo Passivo(s):
Pracial Comercio Sob Consignacao de Veiculos (CPF/CNPJ: 28.462.537/0001-92)
Rua Historiador Werneck da Silva, 235 Bloco 2, Apto 408 - Recreio dos Bandeirantes - RIO DE JANEIRO/RJ - CEP: 22.790-832

YURI MACEDO YONEYA (CPF/CNPJ: 335.011.078-97)


Rua Emiliano Pedro Gonçalves, 195 CASA - Cidade das Flores - OSASCO/SP - CEP: 06.184-000 - E-mail:
relacionamento@piazentincontabil.com.br - Telefone: 011970338827

DATA / HORÁRIO / LOCAL DA AUDIÊNCIA: 04 de fevereiro de 2019 às 15:30 horas


Rua Almirante Barroso, 3202 - Toledo/PR - CEP: 85.905-010 - Fone: (45) 3277-4809
Através da presente, dou ciência à parte promovida supra qualificada, dos termos do pedido do promovente e do que por ele foi alegado, ficando sua
CITAÇÃO efetivada nos termos da lei.
Foi designada uma audiência especificamente para fins de conciliação (vide acima), sendo sua presença indispensável para a discussão da questão,
pois em caso de não comparecimento, serão considerados verdadeiros os fatos alegados na inicial, decretando-se sua REVELIA (art. 20 da Lei n°
9.099/95) e proferindo-se o julgamento de plano, com início da fase de execução, com penhora de bens e quaisquer outras medidas necessárias para
garantir o recebimento do valor da condenação.
Comparecendo a parte promovida (ré), e não obtida a conciliação, poderá a ação ser julgada antecipadamente, se for o caso, ou se proceder à audiência
de instrução e julgamento. Por fim, em sendo reputada à causa, relação de consumo, fica invertido o ônus da prova, conforme art. 6º, VIII do CDC.
Com relação à resposta da parte promovida através do oferecimento de contestação, esta acontecerá posteriormente, em prazo determinado na
audiência de conciliação. Destaca-se que nas causas de valor superior a 20 salários mínimos, a presença de advogado é obrigatória a partir da
audiência de instrução, e em se tratando de pessoa jurídica, o preposto deverá apresentar no ato da audiência, a respectiva a carta de preposição, sob
pena de revelia.
Por fim, fica o destinatário desta correspondência advertido do inteiro teor do art. 19, §2° da Lei n° 9.099/95, onde está dito que a parte fica obrigada
desde logo a informar ao Juízo qualquer mudança de endereço, reputando-se eficazes as intimações enviadas ao local anteriormente indicado na
ausência de comunicação.
OBSERVAÇÃO: Este processo tramita através do sistema computacional E-CNJ (PROJUDI), cujo endereço na web é https://www.tjpr.jus.br/projudi/.
O acesso ao sistema pelos advogados depende de prévio cadastramento, o qual é obrigatório, devendo efetuar seu cadastramento previamente (a
OAB-PR centralizou o atendimento referente ao PROJUDI, e por isso orientamos aos advogados que necessitam de ajuda para se cadastrar e utilizar o
sistema, que entrem em contato através do email projudi@oabpr.org.br ou através dos telefones (41) 3250-5737 ou (41) 3250-5738). Documentos
(procurações, cartas de preposição, contestações) devem ser trazidos ao juízo em formato digital (PDF) em arquivos com no máximo 2MB cada .
HORÁRIO DE ATENDIMENTO: das 12:00 às 18:00 horas.

Toledo, 03 de dezembro de 2018.

Guilherme Alchapar da Silva


Técnico Judiciário
PROJUDI - Processo: 0013646-07.2018.8.16.0170 - Ref. mov. 1.1 - Assinado digitalmente por Lenir Smit Laurindo:48348619968 Página 2
09/11/2018: JUNTADA DE PETIÇÃO DE INICIAL. Arq: Petição Inicial

LENIR SMIT LAURINDO – ADVOCACIA

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
OAB/PR nº 89.120
Rua Almirante Barroso - 1713 - 1º Andar - Sala 02
Centro – CEP 85900-020 – Toledo – Paraná
(45) 3277-1177 (45) 99981-1963 advoglenirlaurindo@gmail.com Lenir Smit Laurindo

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DO


JUIZADO ESPECIAL CÍVEL A COMARCA DE TOLEDO, ESTADO DO
PARANÁ.

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJYDS L8CM4 M27XA 7D3NY


JEAN CARLO SMIT TURATTO, brasileiro,
solteiro, maior, capaz, corretor imobiliário, Cédula de Identidade
RG nº 8.865.861-2-SSP/PR e CPF nº 047.170.729-52, residente
e domiciliado na Rua Bento Munhoz da Rocha Neto, 3059, Jardim
La Salle, Município de Toledo, Estado do Paraná, por sua
procuradora devidamente constituída LENIR SMIT LAURINDO,
brasileira, casada, capaz, advogada inscrita na OAB/PR, sob nº
89120, RG. nº 3.473.768-1/SESP/PR e CPF/MF nº
483.486.199-68, com endereço profissional Rua Almirante
Barroso, 1713, Sala 02-A, Centro, em Toledo-PR (Doc. 02), onde
recebe as intimações, vem respeitosamente à presença de
Vossa Excelência, propor a presente

COBRANÇA POR DESCUMPRIMENTO DE CONTRATO,


RESTITUIÇÃO DE QUANTIA PAGA OU ENTREGA DE COISA CERTA,
C/C REPARAÇÃO DE DANOS MORAIS E MATERIAIS

Em desfavor de:

1
PRACIAL –COMÉRCIO SOBRE
CONSIGNAÇÃO DE VEÍCULOS EIRELLI - ME, CNPJ
28.462.537/0001-92, Matriz com sede na Rua Werneck da
Silva Historiador, nº 235, Bloco C, Apartamento 408,
Bairro Recreio dos Bandeirantes, CEP. 22790-832,
Município do Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro,
empresa a ser citada na pessoa que se apresenta publicamente
como proprietário NELSON PRACIAL (nelsonpracial@gmail.com
e telefone (21)99570-2323, e,

10
PROJUDI - Processo: 0013646-07.2018.8.16.0170 - Ref. mov. 1.1 - Assinado digitalmente por Lenir Smit Laurindo:48348619968 Página 3
09/11/2018: JUNTADA DE PETIÇÃO DE INICIAL. Arq: Petição Inicial

LENIR SMIT LAURINDO – ADVOCACIA

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
OAB/PR nº 89.120
Rua Almirante Barroso - 1713 - 1º Andar - Sala 02
Centro – CEP 85900-020 – Toledo – Paraná
(45) 3277-1177 (45) 99981-1963 advoglenirlaurindo@gmail.com Lenir Smit Laurindo

2 - YURI MACEDO YONEYA, brasileiro,


representante comercial, casado civilmente com WILMA
NÓBREGA DA SILVA YONEYA, inscrito no CPF/MF sob nº

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJYDS L8CM4 M27XA 7D3NY


335.011.078-97, com endereço profissional/residencial na Rua
Emiliano Pedro Gonçalves, nº 195, Cidade das Flores, CEP
06184-000, Município de Osasco, Estado de São Paulo,
pelos fatos a seguir expostos:

O Autor, inicialmente vem requerer a Vossa


Excelência os benefícios da JUSTIÇA GRATUITA, assegurada pela
Lei 1060/50 e o Artigo 98, e seguintes do CPC/2015, tendo em
vista não reunir condições para arcar com as despesas
processuais, assim como honorários advocatícios (Doc. 03).

I - DOS FATOS:

Em meados de junho do ano em curso, o Autor


acessou e se cadastrou no grupo de whatsapp, disponibilizado
na página da empresa PRACIAL REPASSES - (PRACIAL COMÉRCIO
SOBRE CONSIGNAÇÃO DE VEÍCULOS EIRELLI – ME), em cujos
grupos as negociações se dão através de seus representantes
espalhados por vários estados brasileiros. O Autor foi
direcionado no grupo, com o representante YURY MACEDO
YONEYA, número (011)97033-8827.

Com já dito, após as tratativas, o Autor fechou


negócio na aquisição de um veículo GM CORSA, Placas NWS-
2086, ano 2010/2011, tendo sido depositado o valor de R$
12.800,00 (doze mil e oitocentos reais), na conta bancária
junto ao Banco Itaú S/A, agência 1268, conta nº 29645-4,
em data de 29/06/2018, em nome do representante YURI, o
qual, conforme resposta via whatssap, acusou recebimento
(Documento incluso).

Desde o início das tratativas, ficou


estabelecido de que a entrega do veículo seria efetivada para,
no máximo 30 (trinta) dias contados do correspondente
pagamento do preço, por ser essa a norma da empresa de
repasses, mas, até o presente momento o autor não recebeu o
produto da compra, nem tampouco a devolução do valor pago,
pagamento esse, feito em 29/06/2018.

10
PROJUDI - Processo: 0013646-07.2018.8.16.0170 - Ref. mov. 1.1 - Assinado digitalmente por Lenir Smit Laurindo:48348619968 Página 4
09/11/2018: JUNTADA DE PETIÇÃO DE INICIAL. Arq: Petição Inicial

LENIR SMIT LAURINDO – ADVOCACIA

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
OAB/PR nº 89.120
Rua Almirante Barroso - 1713 - 1º Andar - Sala 02
Centro – CEP 85900-020 – Toledo – Paraná
(45) 3277-1177 (45) 99981-1963 advoglenirlaurindo@gmail.com Lenir Smit Laurindo
Inicialmente o Requerido YURI, se dispunha a
dar desculpas das mais diversas, até que, passou a não mais
atender as ligações do Autor, levando a entender, com essa

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJYDS L8CM4 M27XA 7D3NY


atitude, sua intenção de apropriar-se do valor recebido. O Autor,
diante disso, fez lavrar um Boletim de Ocorrências na 20ª
Subdivisão Policial desta cidade, sob nº 2018/1107032, em
data de 28/09/2018 (documento anexo).

Também foram infrutíferos os contatos


mantidos via telefone e e-mail com a empresa PRACIAL
REPASSES, ou com seu “proprietário”, NELSON PRACIAL. Exceto
quando a advogada que esta subscreve, relatou na página da
empresa que, faria publicar abertamente na página principal da
empresa, no campo dos comentários/reclamações, todo o
ocorrido, o que certamente não seria de interesse da referida
empresa PRACIAL REPASSES, quando houve a manifestação:

“... Mensagem no dia 02/10/2018 – às 09:34 horas.


É de praxe não responder aos
questionamentos? A intenção não era essa,
mas diante do silêncio, vamos publicar a
reclamação... “

“...Resposta da Pracial (através do site)– Olá,


desculpe a demora em lhe responder, pois nesses
casos preciso encaminhar para o jurídico,
gerencio a página para outros fins. Resposta da
Pracial (através do site)– Então Vou lhe passar o
número do nosso advogado e peço que entre
em contato com o mesmo, ele lhe ajudará com
as informações que necessita. 2199680-5479
Bruno Fontenele.

O retorno do advogado da empresa foi


imediato. Dr. Bruno Fontenelle, manteve contato,
confirmando que Yuri fazia parte do quadro de
representantes, mas foi excluído por conta desse
problema com o Autor. Tudo nos termos da anexa Ata
Notarial, com trechos aqui transcritos, com grifos nossos:

“...Mensagem tipo escrita, no whatsapp - originada


do telefone da advogada Lenir Smit Laurindo - 45-
99981-1963, para o telefone 55-21-99680-5479 –
de Fontenelle advogados & associados – como
sendo de Bruno Fontenelle - às 10:05 horas, do dia
02/10/2018 – Bom dia... Seu escritório foi indicado

10
PROJUDI - Processo: 0013646-07.2018.8.16.0170 - Ref. mov. 1.1 - Assinado digitalmente por Lenir Smit Laurindo:48348619968 Página 5
09/11/2018: JUNTADA DE PETIÇÃO DE INICIAL. Arq: Petição Inicial

LENIR SMIT LAURINDO – ADVOCACIA

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
OAB/PR nº 89.120
Rua Almirante Barroso - 1713 - 1º Andar - Sala 02
Centro – CEP 85900-020 – Toledo – Paraná
(45) 3277-1177 (45) 99981-1963 advoglenirlaurindo@gmail.com Lenir Smit Laurindo
pela PRACIAL, através de contatos via msn. Nosso
cliente reclama a devolução de R$ 12.800,00,
depositados em 29/06 do ano em curso, para

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJYDS L8CM4 M27XA 7D3NY


aquisição de veículo. As tratativas e o negócio
foram efetivados por Yuri Macedo Yoneya,
conhecido representante da PRACIAL, vinculado ao
Sr. Nelson. Essa empresa e pessoas já
intermediaram outras vendas nesta cidade, razão
pela qual nosso cliente fez os contatos. Até o
momento nosso cliente não recebeu o veículo,
nem a devolução do numerário. Estamos em vias
de ajuizar a competente ação cível, pois ele já
lavrou o BO. Entretanto, em havendo composição,
com a devolução do valor pago, nosso cliente se
dá por satisfeito e encerra essa questão. No
aguardo de manifestação Att. Lenir Smit Laurindo.
OAB/PR 89120.

“... Mensagem tipo áudio, originada do


telefone 55-21-99680-5479 – de Fontenelle
advogados & associados – às 10:07, do dia
02/10/2018, com duração de 1:16 minutos – para
o telefone da advogada Lenir Smit Laurindo - 45-
99981-1963 - Bom dia meu amigo. Deixa eu te
falar uma coisa... O Yuri, inclusive já fez um BO
também, por causa do... Desse problema aí, por
causa deste problema aí ... Deste problema
que ele arrumou, entende? Ééééé ... esse carro
nunca entrou na Pracial, tá, esse carro nunca foi da
Pracial, nunca foi fornecido ou oferecido pela
Pracial, tá ...o Yuri é um representante
independente, é um representante autônomo,
ele representa a Pracial, como outras diversas
repasses de carro. Não só a Pracial... ... Vocês
tem que ir atrás do Yuri, inclusive ele nem
representa mais, porque, entendeu, por
causa desse problema, tá? Mas inclusive eu vou
ver o que posso te ajudar. Fora isso não tem muito
que te dizer, não. Tá bom? ...”

As palavras do advogado da empresa


Requerida deixam claro que o também Demandado, Yuri, era, ou
ainda é, sim, representante daquela empresa de repasse de
veículos, em especial no período em que o Autor fez os contatos
iniciais, a aquisição e pagamento do preço do veículo. Foram
esclarecedoras as colocações de que por causa dos
problemas com o Autor, Yuri foi desligado da empresa.

10
PROJUDI - Processo: 0013646-07.2018.8.16.0170 - Ref. mov. 1.1 - Assinado digitalmente por Lenir Smit Laurindo:48348619968 Página 6
09/11/2018: JUNTADA DE PETIÇÃO DE INICIAL. Arq: Petição Inicial

LENIR SMIT LAURINDO – ADVOCACIA

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
OAB/PR nº 89.120
Rua Almirante Barroso - 1713 - 1º Andar - Sala 02
Centro – CEP 85900-020 – Toledo – Paraná
(45) 3277-1177 (45) 99981-1963 advoglenirlaurindo@gmail.com Lenir Smit Laurindo

Restou demonstrado também, que a empresa


Pracial, tem conhecimento de todo o ocorrido, inclusive por ter

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJYDS L8CM4 M27XA 7D3NY


informado de que, supostamente, Yuri teria feito um Boletim de
ocorrências e tudo por causa da situação criada para com o
Autor.

O Autor relata ter percebido que desde os seus


primeiros contatos/acessos à página da Empresa Requerida
(Pracial), foi alterado significativamente o layout e inseridas
regras que antes não constavam.

Entretanto, como se pode depreender da


resposta da empresa requerida PRACIAL COMÉRCIO SOBRE
CONSIGNAÇÃO DE VEÍCULOS EIRELLI – ME, assim como o
Requerido YURI MACEDO YONEYA, demonstram promover
manobras para se esquivar da responsabilidade que lhes cabe.

Não resta dúvida que é responsabilidade do


empregador ou do que se faz representar, como é o caso em
apreço, pois cabe a quem entrega a outrem sua marca para
representar, a obrigação de verificar a idoneidade e capacidade
do contratado. Não poderia ser de outra forma, senão, a
empresa representada somente seria beneficiada com o lucro,
os benefícios e o bônus, enquanto os lesados arcariam com o
prejuízo e a dor.

Recente julgado neste sentido vem corroborar


a afirmação antes colocada, enquanto que:

“Nos termos dos arts. 932, III e 933, do Código


Civil, o empregador é responsável pelos atos
praticados por seus empregados, serviçais e
prepostos, no exercício do trabalho que lhes
competir, ou em razão dele, ainda que não haja
culpa de sua parte. Trata-se, pois, de
responsabilidade objetiva que, como tal, incide
mesmo ante a inexistência de culpa do
empregador, bastando a prova de que o ilícito do
qual decorreu o dano foi praticado por alguém sob
seu comando em decorrência de laço jurídico
específico. (TRT-1 - RO: 00014355520115010071,
Relator: Antonio Carlos de Azevedo Rodrigues,
Data de Julgamento: 25/04/2017, Nona Turma,
Data de Publicação: 18/05/2017)”. (Grifo nosso).

10
PROJUDI - Processo: 0013646-07.2018.8.16.0170 - Ref. mov. 1.1 - Assinado digitalmente por Lenir Smit Laurindo:48348619968 Página 7
09/11/2018: JUNTADA DE PETIÇÃO DE INICIAL. Arq: Petição Inicial

LENIR SMIT LAURINDO – ADVOCACIA

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
OAB/PR nº 89.120
Rua Almirante Barroso - 1713 - 1º Andar - Sala 02
Centro – CEP 85900-020 – Toledo – Paraná
(45) 3277-1177 (45) 99981-1963 advoglenirlaurindo@gmail.com Lenir Smit Laurindo
COMPRA E VENDA. AÇÃO DE COBRANÇA. VEÍCULO
ENTREGUE EM CONSIGNAÇÃO. VENDA REALIZADA,
SEM O REPASSE AO CONSIGNANTE DO VALOR

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJYDS L8CM4 M27XA 7D3NY


RESPECTIVO. ALEGAÇÃO DE QUE O CONTRATO
ESTIMATÓRIO FOI FIRMADO COM VENDEDOR SEM
VÍNCULO COM A LOJA. COMPROVAÇÃO SUFICIENTE
DE QUE, AO MENOS DE FATO, O VENDEDOR ATUAVA
COMO REPRESENTANTE DA LOJA. ELEVAÇÃO DA
VERBA HONORÁRIA SUCUMBENCIAL. RECURSO
IMPROVIDO, COM OBSERVAÇÃO. 1. O autor entregou
o veículo ao vendedor da loja ré, estabelecendo-se entre
as partes um contrato estimatório. O fato de esse
vendedor não possuir vínculo formal com o
estabelecimento não afasta a responsabilidade
da ré pelo ressarcimento dos danos apontados na
petição inicial, à luz da teoria da aparência. Daí
advém o reconhecimento da legitimidade passiva dessa
demandada, a quem cabe responder pelas obrigações
decorrentes do negócio. 2. Diante desse resultado e nos
termos do artigo 85, § 11, do CPC, eleva-se o valor da
verba honorária de responsabilidade da ré a 15% do
valor da condenação. (TJ-SP 10014124620148260005
SP 1001412-46.2014.8.26.0005, Relator: Antonio
Rigolin, Data de Julgamento: 07/11/2017, 31ª Câmara
de Direito Privado, Data de Publicação: 07/11/2017).
(Grifo nosso).

Aplicando o contido no Código de Defesa do


Consumidor e a entrega do nome da empresa para terceiros
agirem em seu nome, temos:

“APELAÇÃO. CONSUMIDOR. COMPRA E VENDA DE


MÓVEIS PLANEJADOS. AÇÃO INDENIZAÇÃO DE
DANOS MATERIAIS E MORAL INADIMPLEMENTO DO
CONTRATO. CADEIRA DE RODAS NÃO ENTREGUE.
DANO MORAL CONFIGURADO. VALOR DA
INDENIZAÇÃO RAZOÁVEL. DESNECESSIDADE DE
ALTERAÇÃO. RECURSO IMPROVIDO. 1.- Patente a
configuração do dano moral suportado pela
autora, violada a sua justa expectativa de ter a
cadeira de rodas, imprescindível ao seu bem estar
e dignidade, sobretudo considerando ser
acometida de esclerose múltipla e as dificuldades
que certamente teve na viagem programada, já
que não pode contar com a cadeira de rodas
comprada com esse propósito. Isso gerou
verdadeira intranquilidade na consumidora que
não foi poupada pelos desgastes,

10
PROJUDI - Processo: 0013646-07.2018.8.16.0170 - Ref. mov. 1.1 - Assinado digitalmente por Lenir Smit Laurindo:48348619968 Página 8
09/11/2018: JUNTADA DE PETIÇÃO DE INICIAL. Arq: Petição Inicial

LENIR SMIT LAURINDO – ADVOCACIA

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
OAB/PR nº 89.120
Rua Almirante Barroso - 1713 - 1º Andar - Sala 02
Centro – CEP 85900-020 – Toledo – Paraná
(45) 3277-1177 (45) 99981-1963 advoglenirlaurindo@gmail.com Lenir Smit Laurindo
desentendimentos e frustração na solução do
problema (que se arrastou por meses sem
conclusão), evidenciando-se que o fato extrapolou

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJYDS L8CM4 M27XA 7D3NY


a normalidade e o mero inadimplemento
contratual. 2.- A indenização por dano moral tem
caráter dúplice: serve de consolo ao sofrimento
experimentado pelo ofendido e tem cunho
educativo ao causador do dano, com a finalidade
de que aja de modo a evitar novas vítimas e
ocorrências semelhantes . Não pode ser fonte de
enriquecimento de um, mas também não pode ser
tão irrisória que não provoque qualquer esforço
aos devedores para adimpli-lo. ...cumpre ressaltar
que a regra do art. 34 do CDC é clara sobre a
responsabilidade solidária que tem o fornecedor
com seus representantes, a saber: Art. 34. O
fornecedor do produto ou serviço é
solidariamente responsável pelos atos de
seus prepostos ou representantes
autônomos. Essa hipótese pode se caracterizar
entre a produtora e a vendedora dos produtos,
pois desempenham conjuntamente uma atividade
econômica para inserir no mercado (frise-se,
especializado) os produtos daquela. ... Embora a
apelante insista que não tem representante e
negue qualquer relação comercial com a corré,
afirmou contraditoriamente em sua contestação
que há algum tempo não mantém relações
comerciais com ela (fl. 48), podendo-se dessumir
que a corré é ou pelo menos já foi - empresa
credenciada para revender seus produtos. Em
virtude dessas considerações, não há como
sustentar a inexistência de vínculo de
representatividade comercial entre as empresas
requeridas e a solidariedade de ambas na
reparação dos danos causados à consumidora ,
repelindo-se, pois, a alegação de ilegitimidade
passiva. (REsp 1077911/SP, Rel. Ministra NANCY
ANDRIGHI, Terceira Turma, julgado em
04/10/2011, DJe 14/10/2011).” (Grifo e destaque
nosso).

Por não restar mais esperanças em resolver o


impasse de forma amigável e diante da ocorrência de prejuízo
real, não restou alternativa ao Autor a não ser se socorrer do
judiciário a fim de ver os seus direitos restabelecidos, com
reparação de danos que vem sofrendo há meses, por culpa
exclusiva dos Requeridos.

10
PROJUDI - Processo: 0013646-07.2018.8.16.0170 - Ref. mov. 1.1 - Assinado digitalmente por Lenir Smit Laurindo:48348619968 Página 9
09/11/2018: JUNTADA DE PETIÇÃO DE INICIAL. Arq: Petição Inicial

LENIR SMIT LAURINDO – ADVOCACIA

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
OAB/PR nº 89.120
Rua Almirante Barroso - 1713 - 1º Andar - Sala 02
Centro – CEP 85900-020 – Toledo – Paraná
(45) 3277-1177 (45) 99981-1963 advoglenirlaurindo@gmail.com Lenir Smit Laurindo

II - DO DIREITO:

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJYDS L8CM4 M27XA 7D3NY


Ante o acima resumidamente exposto, ao
Autor cabe o direito líquido e certo, da devolução do valor pago,
ou seja, R$ 12.800,00 (doze mil e oitocentos reais),
devidamente corrigido até a data do efetivo pagamento, a ser
feito em conta bancária em nome de JEAN CARLO SMIT
TURATTO, BANCO INTER S/A – 077, AGÊNCIA 0001-9, CONTA
1104391-1.

Alternativamente, satisfaz o direito do Autor,


que seja feita a entrega do veículo, conforme pactuado em
meados de junho do ano em curso, ou, na impossibilidade, que
venha a ser substituído por outro, nas mesmas condições,
especificações e garantias.

Além da restituição do valor ou do bem em


apreço, pretende o Autor a reparação dos danos pelos fatos
então mencionados, de modo que seja compensado pelos
prejuízos que lhe foram e estão sendo causados.

Os danos a que se refere, residem tanto na


situação de penúria em que se encontra o Autor, pois eram
essas suas únicas economias, bem como por se sentir
envergonhado por ter caído em um fato dessa natureza e pelas
inúmeras vezes que perdeu literalmente seu tempo, tentando
convencer os Requeridos a lhe devolver o dinheiro que não lhes
pertence. O Autor está amargando dias de muita angústia,
noites sem dormir, com sintomas típicos de depressão, profunda
tristeza, por se sentir ludibriado pelos Requeridos de uma forma
tão cruel.

Por outro lado, os danos materiais são


igualmente cabíveis, pois que, tendo o Autor aplicado as suas
economias na aquisição do veículo já descrito, sem receber o
objeto da compra e nem tampouco o dinheiro de volta, ficou
literalmente privado de desempenhar suas atividades
profissionais e de rotina. A profissão do Autor requer constantes

10
PROJUDI - Processo: 0013646-07.2018.8.16.0170 - Ref. mov. 1.1 - Assinado digitalmente por Lenir Smit Laurindo:48348619968 Página 10
09/11/2018: JUNTADA DE PETIÇÃO DE INICIAL. Arq: Petição Inicial

LENIR SMIT LAURINDO – ADVOCACIA

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
OAB/PR nº 89.120
Rua Almirante Barroso - 1713 - 1º Andar - Sala 02
Centro – CEP 85900-020 – Toledo – Paraná
(45) 3277-1177 (45) 99981-1963 advoglenirlaurindo@gmail.com Lenir Smit Laurindo
deslocamentos de um ponto a outro da cidade e interior. Nestas
ocasiões se obriga emprestar ou locar veículos, ou ainda,
utilizar-se de táxi ou de veículo dos próprios clientes, sendo essa

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJYDS L8CM4 M27XA 7D3NY


também uma forma dispendiosa e vexatória.

Maria Helena Diniz assim se expressa a


respeito do dano moral:

“é a lesão de interesses não patrimoniais de


pessoa física ou jurídica, provocada pelo fato
lesivo” (DINIZ, Maria Helena. Curso de Direito Civil
Brasileiro – Responsabilidade Civil. V.7. 17.ed. São
Paulo: Saraiva, 2003. p. 84).

Quanto à necessidade de demonstração do


dano, eis o entendimento do SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA:

Conforme entendimento firmado nesta Corte, não


há falar em prova de dano moral, mas, sim,
na prova do fato que gerou a dor, o
sofrimento, sentimentos íntimos que o ensejam.
Precedentes: REsps. nºs: 261.028/RJ;
294.561/RJ;661.960/PB. (STJ - REsp nº 702872/MS
- Rel.Min. Jorge Scartezzini - 4ª Turma – DJU
01/07/2005 - p. 557). Diante da possibilidade de
reparação do dano moral e referente ao quantum
da indenização se não deve ser exagerado, mas
certamente, não poderá ser arbitrada como
indulgência a quem causou malefício a outrem.

Sob tal visão, o TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO


PAULO, pela 2ª Câmara Cível, tem decidido no sentido de que:

A indenização por dano moral é arbitrável,


mediante estimativa prudencial que leve em
conta a necessidade de, com a quantia, satisfazer
a dor da vítima e dissuadir de novo atentado, o
autor da ofensa. (TJ-SP – Apelação Cível nº

10
PROJUDI - Processo: 0013646-07.2018.8.16.0170 - Ref. mov. 1.1 - Assinado digitalmente por Lenir Smit Laurindo:48348619968 Página 11
09/11/2018: JUNTADA DE PETIÇÃO DE INICIAL. Arq: Petição Inicial

LENIR SMIT LAURINDO – ADVOCACIA

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
OAB/PR nº 89.120
Rua Almirante Barroso - 1713 - 1º Andar - Sala 02
Centro – CEP 85900-020 – Toledo – Paraná
(45) 3277-1177 (45) 99981-1963 advoglenirlaurindo@gmail.com Lenir Smit Laurindo

198.117 - 2ª Câmara - em 21.12.93 - Rel. Des.


Cezar Peluso - RT nº 706, Ago/11, pág. 67.

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJYDS L8CM4 M27XA 7D3NY


III - DO PEDIDO:

Diante todo o exposto pelo Autor, o mesmo


requer:

a) A citação dos Requeridos, incialmente por


via postal, não descartando outras formas legalmente previstas,
na medida em que se tornarem necessárias, nos endereços
mencionados, para querendo, comparecerem à Audiência de
Conciliação e apresentarem respostas no momento devido, sob
pena de arcar com os efeitos inerentes a revelia, nos termos do
art. 20, parágrafo 2º, da lei 9.099/95.

b) A inversão do ônus da prova, conforme


preceitua o Código de Defesa do Consumidor.

c) Que não havendo composição, a decisão


seja pela procedência integral do pedido, com a
condenação dos Requeridos à devolução do valor de R$
12.800,00 (doze mil e oitocentos reais), devidamente corrigidos
até a data do efetivo pagamento, cujo valor deverá ser
depositado na conta junto ao BANCO INTER S/A – 077, AGÊNCIA
0001-9, CONTA 1104391-1, em nome do Autor.

d) Alternativamente, a decisão seja pela


procedência integral do pedido, com a condenação dos
Requeridos à entrega de um veículo compatível com o
originariamente adquirido, devidamente entregue no domicílio
do Autor, no prazo de trinta dias contados da r. sentença a ser
proferida por esse Juízo.

e) Requer, ainda, que os Requeridos sejam


condenados a indenizar o Autor por danos morais e materiais,
na razão de 20% sobre o valor principal, acrescido do percentual
de atualização, a partir de 29/06/2018.

f) O Deferimento dos benefícios da Justiça


Gratuita, no termos do art. 98 da lei 13.105/15/CPC/15 e lei

10
PROJUDI - Processo: 0013646-07.2018.8.16.0170 - Ref. mov. 1.1 - Assinado digitalmente por Lenir Smit Laurindo:48348619968 Página 12
09/11/2018: JUNTADA DE PETIÇÃO DE INICIAL. Arq: Petição Inicial

LENIR SMIT LAURINDO – ADVOCACIA

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
OAB/PR nº 89.120
Rua Almirante Barroso - 1713 - 1º Andar - Sala 02
Centro – CEP 85900-020 – Toledo – Paraná
(45) 3277-1177 (45) 99981-1963 advoglenirlaurindo@gmail.com Lenir Smit Laurindo
1.060/50, pelos fatos aduzidos no início e da declaração de
hipossuficiência anexa.

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJYDS L8CM4 M27XA 7D3NY


g) Protesta provar o alegado por todos os
meios de provas juridicamente admitidas, em especial pela
juntada ulterior de documentos, depoimento pessoal dos
demandados, sob pena de confissão e oitiva de testemunhas.

h) Requer ainda, a condenação dos Requeridos


em custas, despesas judiciais e processuais e honorários
advocatícios, no percentual de 20% incidente sobre o valor da
causa, ou arbitrados por Vossa Excelência, em valor que julgar
adequado.

Atribui-se a causa o valor de R$ 18.000,00


(dezoito mil reais).

Nestes Termos
Pede deferimento

Toledo, 31 de outubro de 2018.

Lenir Smit Laurindo


OAB/PR nº 89.120

10

Você também pode gostar