Você está na página 1de 3

ORGANIZAÇÃO MILITAR JAPONESA NA 2ª GUERRA MUNDIAL

ORGANIZAÇÃO MILITAR JAPONESA NA 2ª GUERRA MUNDIAL


Por Reinaldo V. Theodoro

O Japão foi o único país que entrou na 2ª Guerra tacadas, uma divisão que teria de 19.000 a
Mundial preparado para ela. Todos os outros, de 21.000 homens podia ser engajada com um efeti-
um modo ou de outro, foram apanhados mais ou vo de 14.000 a 28.000 homens, incluindo outro
menos de surpresa por ela (inclusive a Alemanha, regimento de artilharia e tanques.
que não esperava a guerra antes de 1945). O
motivo mais óbvio para isso é que o Japão já • Divisão de Infantaria "Quadrada" – A divisão
estava em guerra havia muitos anos quando ele "quadrada" era composta por duas brigadas, cada
atacou Pearl Harbor. O Exército japonês combatia brigada contando 2 regimentos a 3 batalhões.
na China desde de 1931 e os japoneses "se es- Como na triangular, cada regimento tinha uma
tranharam" com os soviéticos em 1939 na frontei- companhia anti-tanque e uma de canhões de
ra da Manchúria. Assim, em dezembro de 1941, o campanha. A artilharia, a cavalaria e o transporte
Japão estava mais do que afiado e essa vanta- tinham a mesma composição da triangular. Essa
gem foi explorada ao máximo nos primeiros seis organização estava sendo abandonada em 1941,
meses da guerra do Pacífico. Porém, a sua pre- mas certamente foi usada na China na maior
cariedade industrial, se comparada com os EUA, parte da Guerra Sino-japonesa. Essas divisões
não lhe permitia sustentar uma guerra longa e o deveriam contar com um efetivo de 25.000 ho-
tempo era o maior inimigo dos nipônicos. Já em mens, mas, esse número, com unidades anexa-
junho de 1942, em Midway, a vantagem japonesa das ou destacadas, podia variar entre 17.000 e
ia para o espaço e daí em diante a balança pen- 32.000 homens. No processo de conversão para
deu sempre cada vez mais para os aliados. o padrão triangular, um Q.G. de brigada e um
O Japão é uma ilha e, portanto, sua principal regimento de infantaria, com as correspondentes
força militar tinha que ser a Marinha. Porém, um unidades de apoio, normalmente eram retirados e
grande exército foi constituído para a campanha tornados independentes.
chinesa e lá ele se transformou numa força capaz
e experiente. Contudo, a campanha do Pacífico • Divisão de Brigada – no transcorrer da Guerra
seria predominantemente naval, com poucas do Pacífico, os japoneses decidiram criar um
batalhas que empenhassem forças maiores que novo tipo de divisão, composta por duas brigadas
uma divisão (como Singapura, Guadalcanal e de infantaria, com unidades de serviço e enge-
Leyte). Em Luzon, porém, um grande exército foi nharia muito reduzidos. Pretendiam eles com isso
formado para defender a ilha em 1944. poupar seu potencial humano, mantendo o poder
de fogo da divisão. A 62ª DI, que lutou em Oki-
• Divisão de Infantaria "Triangular" - Embora a nawa, não tinha nem artilharia de campanha.
divisão fosse também a base da organização
militar japonesa, a composição delas podia variar • Brigada de Infantaria – Como era de se espe-
tremendamente em função de sua tarefa. No rar, uma unidade importante no exército japonês
papel, havia dois tipos de divisões de infantaria, a durante a Guerra do Pacífico foi a brigada e, por-
"triangular" e a "quadrada". A triangular, como é tanto, é necessário mencioná-la aqui. Uma briga-
fácil imaginar, era composta por 3 regimentos de da de infantaria era composta por 4 ou 5 bata-
3 batalhões de infantaria. Cada regimento conta- lhões de infantaria e 1 grupo de artilharia (75
va ainda com uma companhia anti-tanque e uma mm), além de destacamentos de engenharia,
de canhões de campanha. A divisão tinha ainda 1 comunicações e saúde. O efetivo teórico de uma
regimento de cavalaria (com 2 companhias de brigada era de 6.200 homens.
cavalaria, 1 de metralhadoras e 1 anti-tanque) e 1
regimento de artilharia (com 4 grupos de artilhari- • Divisão de Cavalaria – A divisão de cavalaria
a, sendo 3 de 75 mm e 1 de 105 mm). Um regi- japonesa era composta por 2 brigadas de cavala-
mento de infantaria teria 3.030 homens e o de ria. Cada brigada era composta por 2 regimentos
cavalaria, uns 500 (mas isso também variava de cavalaria, cada um composto simplesmente
demais). Havia um regimento de apoio e transpor- por 2 companhias de cavalaria, 1 de metralhado-
te na divisão, que consumia um considerável ras e 1 anti-tanque. A brigada tinha ainda 1 regi-
efetivo (cerca de 4.000 homens). Um detalhe mento de artilharia, 1 companhia de engenharia e
curioso é que a divisão japonesa tinha, subordi- destacamentos de transporte e saúde. Algumas
nado ao seu comandante, um comandante de brigadas tinham ainda uma companhia com 10
infantaria e um de artilharia (igualzinho à nossa tanques leves. Nenhuma dessas, porém, lutou no
FEB). Contudo, com unidades anexadas ou des- Pacífico.

©Clube SOMNIUM – 2003


Página 1 de 3
ORGANIZAÇÃO MILITAR JAPONESA NA 2ª GUERRA MUNDIAL

• Divisão de Tanques - Apenas no verão de na 2ª Guerra Mundial. Praticamente todos os


1942 o Japão decidiu criar suas duas primeiras outros exércitos do mundo se basearam em al-
divisões de tanques (1ª e 2ª DT), ambas na Man- gum dos descritos nessa série. Os exércitos da
chúria. Em março de 1943, a 1ª DT era composta, Comunidade Britânica e suas colônias (Canadá,
teoricamente, por duas brigadas de tanques (ca- Austrália, Índia, Nova Zelândia, etc.) eram organi-
da uma com 2 regimentos de tanques), 1 regi- zados com base no Exército britânico. Os exérci-
mento de infantaria mecanizada, 1 regimento de tos da Europa oriental tiveram que adaptar suas
artilharia mecanizada, 1 batalhão anti-tanque e organizações em função do exército alemão ou
unidades de artilharia AA, reconhecimento, enge- mantiveram a influência francesa que predominou
nheiros e transporte. A mais conhecida é a 2ª no período inter-guerras. A China sofreu influên-
Divisão de Tanques, que tinha uma formação cias de meio mundo, pois na primeira metade do
idêntica, porém, um regimento de tanques e as século ela teve que se valer de consultores milita-
unidades de reconhecimento e de artilharia AA se res de várias potências (Alemanha, Itália, URSS,
separaram da divisão e não lutaram em Luzon, EUA, etc.). O exército brasileiro manteve em seu
nas Filipinas, onde ela acabou destruída pelos território uma organização semelhante à francesa
americanos. A 3ª foi criada na Mongólia e lutou (incluindo batalhões de caçadores, copiado dos
na China (exceto um regimento de tanques, envi- "chasseurs" franceses), mas enviou para a guerra
ado para a Nova Bretanha em 1942). A 4ª e últi- uma divisão de padrão americano.
ma foi criada no Japão, mas nunca possuiu efeti- Evidentemente, o estudo de ordens de batalha de
vos completos (tinha 3 regimentos de tanques, exércitos em campanha deve ser orientado para
mas nenhuma infantaria e nenhuma artilharia). seus objetivos. Se o objetivo for a confecção de
um wargame, o detalhamento das informações
• Divisão Pára-Quedista – Não existem muitas deve chegar até o nível desejado. De nada vale
informações sobre a divisão pára-quedista japo- conhecer detalhadamente os batalhões de um
nesa. É certo que ela nunca foi empenhada como exército se o jogo é de nível divisão. Da mesma
divisão, mas somente com destacamentos isola- forma, fazer um jogo de nível batalhão dispondo
dos. Ela seria composta por 2 regimentos de pá- apenas das divisões engajadas é perigoso (quan-
ra-quedistas, 1 de aviões de transporte e 1 de tas vezes eu quebrei a cara!). Confiar demais nas
apoio logístico. Não tinha artilharia. Além disso, designações das unidades também é perigoso,
cada regimento tinha efetivo real de batalhão pois um "regimento" pode ter efetivo de batalhão
(cerca de 640 homens). e uma "brigada" pode ser maior que uma divisão
ou do tamanho de um batalhão. Da mesma for-
• Força Naval Especial de Desembarque – Já ma, uma divisão "de infantaria motorizada" pode
que a Guerra do Pacífico caracterizou-se pelo ter mais e melhores tanques que uma divisão
combate em ilhas, as forças de desembarque "blindada". Um exemplo disso está na batalha de
tiveram um papel destacado. Essas forças foram Kursk, onde as 3 divisões da SS eram designa-
criadas em fins dos anos 20, tencionando consti- das de "Panzergrenadier", mas tinham mais tan-
tuir corpos de infantaria naval que guarneceriam ques que as divisões panzer do exército e ainda
as principais bases e proveriam destacamentos tinham uma companhia de tanques Tigre I, o que
de tropas embarcadas. As Forças Navais Especi- aquelas não tinham. Na campanha de Luzon, nas
ais de Desembarque (chamadas pelos japoneses Filipinas, havia a 2ª Divisão de Tanques japone-
de Rikusentai) foram identificadas conforme a sua sa, mas as unidades blindadas americanas eram
base: Kure, Maizuru, Sasebo e Yokosuka. A 2ª de tamanho batalhão. Ainda assim, eu sou mais o
Rikusentai de Maizuru participou dos desembar- batalhão americano, equipado com Shermans
ques em Wake e a 2ª Rikusentai de Yokosuka (canhão de 75 mm) e com fartura de abasteci-
teria desembarcado em Midway se a operação mento, contra as porcarias de tanques japoneses
não tivesse terminado em desastre total para os (canhão de 47 mm) mal abastecidos. Da mesma
japoneses. O destacamento embarcado tomava o forma, todas as divisões de infantaria americanas
nome do navio. O efetivo delas podia variar muito, eram plenamente motorizadas, mas nenhuma
entre 3 e 6 companhias de infantaria, 1 ou 2 com- recebeu essa designação.
panhias de artilharia (70 ou 75 mm) e destaca- Se o objetivo é descrever alguma ação militar, é
mentos de artilharia AA e engenharia, totalizando importante ter em mente que o tamanho das uni-
um efetivo de 700 a 1.800 homens. Algumas das dades a serem descritas é proporcional à sua
forças de Yokosuka foram treinadas como pára- importância na ação. Imagine alguém tentando
quedistas. descrever a "Barbarossa" (a invasão da URSS
pela Alemanha) batalhão por batalhão e você
Com isso, encerro a série de matérias sobre a entenderá do que eu estou falando. Da mesma
organização dos principais exércitos envolvidos forma, seria absurdo alguém tentar relatar a cam-

©Clube SOMNIUM – 2003


Página 2 de 3
ORGANIZAÇÃO MILITAR JAPONESA NA 2ª GUERRA MUNDIAL

panha da FEB na Itália ou a batalha de Iwo Jima


sem descer a um nível abaixo de divisão (de pre-
ferência batalhão). O pesquisador tem que ter
essa sensibilidade.

©Clube SOMNIUM – 2003


Página 3 de 3