Você está na página 1de 194

CAD/TQS®

Projeto Estrutural de Edifícios de


Concreto Armado, Protendido, Pré-moldados
e Alvenaria Estrutural

CAD/Alvest
Visão Geral e Exemplo Completo

v19
As informações contidas neste documento, incluindo links, telas e funcionamento de
comandos estão sujeitos a alterações sem aviso prévio.
Nenhuma parte deste documento, ou qualquer outro documento/texto que
acompanhe este software pode ser reproduzida ou transmitida de qualquer forma ou
por qualquer meio (eletrônico, fotocópia, gravação etc.) ou para qualquer finalidade
sem a permissão expressa, por escrito, da TQS Informática Ltda.
O software CAD/TQS®, seus subsistemas e programas e seus manuais são de autoria
da TQS Informática Ltda. e são protegidos pela legislação de direitos autorais do
Brasil, tratados internacionais e demais leis aplicáveis.
Todas as outras marcas comerciais pertencem a seus respectivos proprietários.
SUMÁRIO I

CAD/Alvest®
Visão Geral e Lançamento
Sumário

1. INTRODUÇÃO ...................................................................................................... 1
1.1. Pré-requisitos................................................................................................. 1
2. APRESENTAÇÃO DO EXEMPLO ......................................................................... 3
2.1. Principais Características do Exemplo......................................................... 3
3. CHAMANDO O SISTEMA CAD/TQS®................................................................... 5
4. EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO ..................................................... 7
4.1. Primeiro Passo: Definir os Dados do Edifício ............................................... 7
4.2. Segundo Passo: Preparar os Desenhos de Arquitetura ............................. 14
4.3. Terceiro Passo: Desenho de alvenaria em planta – Pavimento Superior . 26
4.3.1. Inserir o desenho da arquitetura como referência externa ........................ 26
4.3.2. Distribuir e modular os blocos em planta ................................................... 28
4.3.3. Distribuir as aberturas de portas e janelas ................................................ 37
4.3.4. Aplicar os grautes nos blocos em planta ..................................................... 41
4.3.5. Definir as cercas de paredes ........................................................................ 44
4.3.6. Definir geometria e carregamentos das lajes ............................................. 49
4.3.7. Definir as subestruturas para cargas verticais .......................................... 53
4.3.8. Definir as subestruturas para cargas horizontais .....................................57
4.4. Quarto Passo: Cópia de Entrada Gráfica - Pavimento - Térreo ................ 65
4.4.1. Mudar o editor gráfico do pavimento Superior para o pavimento Térreo .65
4.4.2. Copiar a entrada gráfica do pavimento Superior para o pavimento Térreo
................................................................................................................................ 65
4.4.3. Inserir arquitetura do pavimento térreo como referência externa ............ 67
4.4.4. Substituir uma abertura de portas por uma abertura de janela ............... 69
4.4.5. Apagar e renumerar as lajes e definir as cargas na região da escada ......70
4.5. Quinto Passo: Concluir a entrada gráfica - Pavimento - CxDágua .......... 74
4.5.1. Mudar o editor gráfico do pavimento Térreo para o pavimento CxDágua 74
4.5.2. Copiar a entrada gráfica para o pavimento CxDágua ............................... 74
4.5.3. Inserir arquitetura como referência externa para o pavimento CxDágua 76
4.5.4. Apagar elementos gráficos portas, janelas, lajes, cercas e identificadores
................................................................................................................................ 77
4.5.5. Definir paredes, porta, laje e subestrutura do pavimento CxDágua ......... 81
4.6. Sexto passo – Configuração dos Critérios de Projeto ............................... 100
4.6.1. Critérios de desenhos específico do pavimento CxDágua ........................ 100
4.6.2. Critérios de porta e janelas específico do pavimento CxDágua ............... 103
4.6.3. Critérios de cálculo .................................................................................... 105

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
II CAD/Alvest - Manual II - Visão Geral e Exemplo Completo

4.6.4. Critérios de projeto do edifício .................................................................. 107


4.7. Sétimo Passo: Processamento Localizado no Pavimento CxDágua ......... 108
4.8. Oitavo Passo: Processamento Global do Edifício ...................................... 116
4.9. Nono Passo: Visualizar Listagens, Gráficos de Resultados e Paredes .... 118
4.9.1. Visualizar listagens dos resultados .......................................................... 118
4.9.2. Visualizar gráficos de resultados .............................................................. 120
4.9.3. Editar para ajustar detalhes nos desenhos de alvenaria em elevação ... 122
4.9.3.1. Ajuste do detalhe  ................................................................................... 124
4.9.3.2. Ajuste do detalhe  ................................................................................... 126
4.9.4. Editar para finalizar os desenhos de alvenaria em elevação .................. 130
5. PLOTAGEM EM PLOTTER ............................................................................... 135
5.1. Aspectos Gerais da Plotagem no CAD/TQS® ............................................ 135
5.2. O Gerenciador de penas e plotagem .......................................................... 137
5.2.1. Funcionamento .......................................................................................... 139
5.2.1.1. Seleção do desenho padrão ........................................................................ 139
5.2.1.2. Seleção do dispositivo de saída.................................................................. 140
5.2.1.3. Selecione o elemento gráfico a ser editado ................................................ 140
5.2.1.4. Edição do modo de plotagem de um elemento gráfico .............................. 141
5.2.1.5. Edição de cor .............................................................................................. 142
5.2.1.6. Edição da espessura da linha .................................................................... 142
5.2.1.7. Edição do estilo da linha............................................................................ 142
5.2.1.8. Edição da fonte de texto ............................................................................ 143
5.2.1.9. Visualização do modo de plotagem............................................................ 143
5.2.2. Tabelas de penas e de plotagem ............................................................... 144
5.3. Configuração do Driver da Impressora/Plotter ........................................ 144
5.3.1. Utilizando um driver existente no Windows® .......................................... 145
5.3.2. Utilizando a "Plotagem Especial TQS HPGL2" ....................................... 148
5.4. Fluxograma para plotagem de uma planta .............................................. 151
5.4.1. O que é uma planta no CAD/TQS® ........................................................... 151
5.4.2. Fluxograma para a plotagem de uma planta ........................................... 151
5.5. Criação / Edição da Moldura e Carimbo ................................................... 152
5.5.1. Arquivo de critérios de geração de plantas .............................................. 154
5.5.1.1. Formatos de molduras ............................................................................... 154
5.5.1.2. Dimensões do carimbo ............................................................................... 156
5.5.1.3. Controle de emissão de plantas ................................................................. 156
5.6. Nomenclatura das Plantas ........................................................................ 157
5.7. Edição de Plantas ....................................................................................... 160
5.7.1. Seleção dos desenhos ................................................................................. 161
5.7.2. Inserção de uma moldura .......................................................................... 163
5.7.3. Distribuição de desenhos .......................................................................... 164
5.7.3.1. Distribuição manual .................................................................................. 164
5.7.3.2. Distribuição automática ............................................................................ 168

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
SUMÁRIO III

5.7.3.3. Acertos na distribuição .............................................................................. 168


5.7.4. Atribuição de nomes às plantas ................................................................ 168
5.7.5. Atribuição de revisão às plantas ............................................................... 171
5.7.6. Preenchimento dos carimbos .....................................................................172
5.7.7. Criação das tabelas de ferros ....................................................................174
5.7.8. Visualização de plotagem .......................................................................... 175
5.8. Plotagem .................................................................................................... 177
5.9. Controle de Emissão de Plantas – CEP ................................................... 178
5.9.1. Relatório de revisões emitidas ..................................................................181
5.10. Finalizando a Plotagem........................................................................... 182
5.11. Observações Finais .................................................................................. 182
6. SALVAR – RESTAURAR – COMPACTAR ......................................................... 183

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
IV CAD/Alvest - Manual II - Visão Geral e Exemplo Completo

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
INTRODUÇÃO 1

1. INTRODUÇÃO
O CAD/Alvest® é um sistema de entrada de informações geométricas e de
carregamentos de edificações de alvenaria estrutural ou de alvenaria de vedação. O
CAD/Alvest® agrega programas de análise de esforços, desenho, edição gráfica e
análise de geometria.
Este manual descreve um pequeno exemplo, porém, será um exemplo com as
características básicas de projeto desenvolvido em alvenaria estrutural.
O objetivo do exemplo a seguir será, principalmente, apresentar os recursos, as
funções e os comandos, tanto do gerenciador como dos editores gráficos.

1.1. Pré-requisitos
Uma vez que a edição do desenho de Alvenaria em planta é baseada no EAG – Editor
de Aplicações Gráficas, o conhecimento dos recursos deste editor é essencial para a
execução do exemplo descrito neste manual.
A utilização deste manual possibilitará ao usuário conhecer os principais recursos do
EAG, porém para desfrutar completamente de todos os recursos dos editores gráficos
será necessária a leitura dos manuais “CAD/TQS: EAG – Editor de Aplicações
Gráficas” e “CAD/Alvest - Manual 4 - Edição gráfica de paredes”.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
2 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
APRESENTAÇÃO DO EXEMPLO 3

2. APRESENTAÇÃO DO EXEMPLO
Iremos desenvolver um projeto, caracterizando fases:
■ Primeira fase: Definição dos dados do edifício e configuração dos critérios de
projeto;
■ Segunda fase: Desenho de arquitetura que será utilizado como base para
lançamento dos blocos/tijolos, aberturas de portas e janelas, geometria e
cargas em lajes etc.;
■ Terceira fase: Edição do desenho de alvenaria em planta;
■ Quarta fase: Processamento do cálculo e da geração dos desenhos de alvenaria
em elevação e dos gráficos para análises;
■ Quinta fase: Visualização das listagens e dos gráficos resultantes da fase de
processamento.
■ Sexta fase: Transferência dos carregamentos do edifício de alvenaria
estrutural para a estrutura de concreto armado.

2.1. Principais Características do Exemplo


Edifício com três pavimentos (Térreo, Superior e Platibanda), com pé-direito
constante, sendo que no pavimento platibanda existem paredes com diferentes
alturas:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
4 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Desenho de arquitetura que será utilizado como base para lançamento dos dados de
alvenaria em planta:

Desenho de alvenaria em planta do pavimento Superior:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
CHAMANDO O SISTEMA CAD/TQS® 5

3. CHAMANDO O SISTEMA CAD/TQS®


O gerenciador CAD/TQS pode ser chamado através de um ícone na área de trabalho
ou do menu iniciar.

O gerenciador apresenta uma tela como esta:

 Menu principal
 Barra de ferramentas
 Lista de desenho da pasta atual
 Painel esquerdo – Navegação na árvore de edifícios
 Área de mensagens
 Menu lateral
 Painel direito – Desenho da pasta atual ou Noticias do Web-Site CAD/TQS
 Pasta atual

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
6 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 7

4. EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A


PASSO
A execução deste exemplo será dividida em seis fases. A execução das fases 2 a 6
estará diretamente relacionada com o sucesso da execução da fase anterior, ou seja,
você não poderá iniciar a segunda fase sem antes ter concluído com sucesso a
primeira.

4.1. Primeiro Passo: Definir os Dados do Edifício


No gerenciador do CAD/TQS,  com o ícone do CAD/Alvest acionado,  acione a
sequência de comandos: “Arquivo” – “Edifício” –“Novo”, no menu superior ou 
clicando no ícone “Novo Edifício”:

Na janela “Nome do novo edifício”,  defina o nome “Alv-Exemplo1” e  clique no


botão OK:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
8 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Então será acionada a janela “Dados do edifício: Projeto ALV-Exemplo1”, a guia


“Gerais” já estará acionada,  defina o tipo de estrutura “Alvenaria Estrutural”.
Note que a Norma NBR 15961 já foi escolhida automaticamente,  defina o Título
do projeto,  defina o Título do cliente, acione a guia “Pavimentos”:

Acionada a definição dos dados dos pavimentos, insira o pavimento “Térreo”, 


Clique no botão “Inserir acima”,  Defina o título do pavimento: “Térreo”,  Defina o
pé-direito “2,8” (m),  Defina a Classe “Primeiro”:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 9

Para o próximo pavimento,  clique no botão “Inserir acima”,  defina o pavimento


“Superior”,  defina o pé-direito “2,8” (m) e  defina a Classe “Cobertura”:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
10 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Para o último pavimento,  clique no botão “Inserir acima”,  defina o pavimento


“CxDágua”,  defina o pé-direito “2” (m),  defina a Classe “Ático” e  finalmente
clique na guia “Cargas”:

Na definição dos dados da guia “Cargas”,  acione a guia “Vento”, clique no botão
“Calcular CAs”, clique para definir a altura da edificação, defina as Larguras do
edifício,  clique no botão: “Calcular”,  clique no botão “OK”,  defina a velocidade
do vento em 35 m/s e  acione a guia “Alvenaria”:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 11

Na guia Alvenaria,  clique no botão “Desenho” e em “Sim” para salvar os dados do


edifício,  selecione o fabricante “Concreto”,  selecione a guia
“Armaduras/Grautes”.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
12 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Então,  clique no botão “Cintas”,  clique no botão “Adicionar”,  defina a cinta 2


na fiada 14,  clique no botão “OK” e, novamente,  clique no botão “OK”.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 13

Em seguida,  clique em “Critérios de cálculo”,  selecione a guia “Cargas


Horizontais”,  selecione a opção de Cálculo e transferência por: “Pórtico Espacial”,
 Escolha o pavimento 02 Superior para Piso Topo e  Escolha o pavimento 01
Térreo para Piso Base, clique em “OK”  clique no botão “OK” e para finalizar a
criação dos edifício  clique novamente no botão “OK”:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
14 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

4.2. Segundo Passo: Preparar os Desenhos de


Arquitetura
Primeiramente, deve-se mudar a extensão do desenho de arquitetura que será
utilizado como referência externa de, DWG-ACAD para DWG-TQS. Para isso, no
gerenciador do CAD/TQS siga os passos abaixo.

 Clique na guia “Plotagem”,  clique no botão “Converter” e  clique em DWG-


ACAD para DWG-TQS.
A seguinte janela será aberta:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 15

 Clique em "Adicionar",  selecione a pasta C:\TQSW\USUARIO\TESTE que


contém o desenho ARQALV1.DWG, selecione-o e  clique em "Abrir".

 Clique em "Converter DWGs ACAD em DWGs TQS”.


Na janela "EDITW" que aparecerá, clique em "Fechar" no canto superior direito da
tela.
Depois de convertidos os desenhos, pode-se fechar o "Conversor" clicando em
"Fechar" no canto superior direito da tela. O arquivo convertido encontra-se na
mesma pasta do arquivo ARQALV1.DWG.
De volta ao gerenciador do CAD/TQS, selecione a pasta onde está guardado o
desenho de arquitetura em formato DWG, que, em geral, é o formato de integração
entre os editores gráficos. Conforme a ilustração a seguir,  clique na aba “Edifício”,
 “Árvore de Edifícios”  “Escolher pasta...”, e  selecione a pasta “Teste”
(C:\TQSW\USUARIO\TESTE) e  clique no botão “OK”:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
16 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

 clique para abrir a caixa de listagem, e selecione o arquivo ARQALV1.DWG, 


clique no botão “Edição Gráfica”:

Será acionado o Editor Gráfico EAG.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 17

Inicialmente, é preciso verificar se o desenho de arquitetura está em escala correta.


Neste exemplo, sabemos que a espessura da parede lateral externa é de 15
centímetros. Veja a seguir como aferir este dado e acertar a escala do desenho.
Para fazer melhor a visualização, pode-se aproximar com zoom a região na qual será
medida a espessura da parede:
 Clique no comando “Exibir – Janela por 2 pontos” ou tecle <F8>,  clique no
primeiro ponto da janela,  clique no segundo ponto da janela.

Agora vamos medir o tamanho da parede:


 Clique no comando “Exibir – Listar – Distância” ou tecle <SHIFT+F9>,  clique
para definir o primeiro ponto onde a distância será medida,  clique para definir o
segundo ponto onde a distância será medida.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
18 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Após a execução do comando, na janela de mensagem inferior será mostrada uma


lista de valores; observe que a distância Dy medida entre os dois pontos foi de 0.150:

O Modelador Estrutural trabalha com a unidade centímetros. Como a distância real


é de 15 cm, será necessário acertar a escala do desenho de arquitetura. Para isto,
execute “Modificar – Escalar”:

 Acesse o comando “Modificar – Escalar”,  digite <W> no ponto indicado,  clique


no ponto indicado,  digite <100> e tecle <ENTER>,  clique sobre o ponto indicado
e  digite <S>.
Digite <SHIFT+F8> até que seja possível visualizar todo o desenho.
Se for utilizado novamente o comando “Exibir – Listar – Distância” no mesmo ponto
anterior, perceba que a distância Dy medida agora é de 15.

O desenho deve estar um pouco afastado da coordenada 0,0 para que não atrapalhe
nas próximas modificações. Portanto, utilize o comando “Modificar – Mover – Mover
Elemento”:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 19

 Acesse o comando “Modificar – Mover – Mover Elemento”,  digite <W> no ponto


indicado,  clique no ponto indicado,  digite <F>  clique sobre o ponto indicado e
 tecle <500,500>.
Digite <SHIFT+F8> até que seja possível visualizar todo o desenho e utilize o
comando “Arquivo – Salvar” para que essas alterações sejam salvas no desenho.
A ilustração a seguir mostra a sequência de comandos que deverá ser executada para
preparar o desenho de arquitetura do pavimento “TERREO”.
 Acione o comando “Arquivo – Salvar como”,  defina o nome do arquivo
“Arquitetura”,  acione a caixa de listagem e selecione a pasta
“C:\TQS\Alv_Exemplo1\GERAIS” e  clique no botão “Salvar”:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
20 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Execute o comando “Modificar – Mover – Mover elemento”:

Comando: “Modificar – Mover – Mover elemento”


PT 1 - Selecione o primeiro ponto: W no Pt1
PT 2 - Selecione o segundo ponto: B1 no Pt2
Digite: F
Digite: M
TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 21

PT 1 - Selecione o primeiro ponto: B1 no Pt3


PT 2 - Selecione o segundo ponto: B1 no Pt4
Digite: 0,0 <Enter>
OK
Digite: F11
Execute agora o comando “Apagar”, ficando apenas com a arquitetura do Térreo:

Comando: “Modificar – Apagar – Apagar Elemento”


PT 1 - Selecione o primeiro ponto: W no Pt1
PT 2 - Selecione o segundo ponto: B1 no Pt2
OK

Para ajustar a janela de visualização:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
22 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Digite: <Shift> F8
Digite: <Shift> F8
Digite: F11
OK

Para salvar o desenho da arquitetura apenas com os elementos gráficos referentes ao


pavimento térreo:

Comando: “Arquivo – Salvar como”


Digite o nome: Arq-Térreo
Clique no botão: Salvar
OK

O primeiro desenho de arquitetura já esta pronto. Feche o desenho “Arq-


Térreo.DWG” clicando no canto superior direito do editor gráfico:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 23

De volta ao gerenciador do Sistema CAD/TQS,  na árvore de edifícios,  selecione a


pasta “Gerais”  abra a lista de desenho,  selecione novamente o desenho
“Arquitetura” e  clique no botão ”Edição gráfica”:

Execute o comando “Modificar – Mover – Mover elemento”:

Comando: “Modificar – Mover – Mover elemento”


PT 1: Selecione o primeiro ponto W no Pt1
PT 2: Selecione o segundo ponto B1 no Pt2
Digite: F
Digite: M
TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
24 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

PT 1: Selecione o primeiro ponto B1 no Pt3


PT 2: Selecione o segundo ponto B1 no Pt4
Digite: 0,0 <Enter>
OK
Digite: F11
Execute agora o comando “Apagar”, ficando apenas com a arquitetura do Superior:

Comando: “Modificar - Apagar - Apagar elemento”


PT 1: Selecione o primeiro ponto W no Pt1
PT 2: Selecione o segundo ponto B1 no Pt2
OK

Para ajustar a janela de visualização:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 25

Digite: <Shift> F8
Digite: <Shift> F8
Digite: F11
OK

Para salvar o desenho da arquitetura apenas com os elementos gráficos referentes ao


pavimento Superior:

Comando: “Arquivo – Salvar como”


Digite o nome: Arq-Superior
Clique no botão: Salvar
OK

O segundo desenho de arquitetura já esta pronto. Feche o desenho “Arq-


Superior.DWG” clicando no canto superior direito do editor gráfico:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
26 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Repita estes mesmos procedimentos para salvar o desenho de arquitetura do


pavimento “Cobertura”.

4.3. Terceiro Passo: Desenho de alvenaria em planta


– Pavimento Superior
A edição do desenho de alvenaria em planta compreende:
■ Inserir o desenho da arquitetura como referência externa;
■ Distribuir e modular os blocos em planta;
■ Distribuir as aberturas de portas e janelas;
■ Aplicar os grautes nos blocos em planta;
■ Definir as paredes das quais se deseja obter os desenhos de Alvenaria em
elevação, identificando quais destas paredes terão função estrutural;
■ Definir geometria e carregamentos das lajes.
■ Definir os grupos de paredes, formando as subestruturas que irão suportar os
esforços verticais;
■ Definir os grupos de paredes, formando as subestruturas que irão suportar os
esforços horizontais.

4.3.1. Inserir o desenho da arquitetura como referência


externa
Os desenhos de arquiteturas serão utilizados como referências externas,  Selecione
o pavimento Superior e  clique no botão “Edição gráfica”:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 27

Já no editor gráfico de alvenaria em planta, acione o comando “Blocos – Referências


externas” ou então clique no ícone “Referências externas”:

 Comando: “Referências externas”


 Desmarque as opções: Selecionáveis e Cores Originais
 Clique no botão: “Inserir nova”
 Clique para abrir a caixa de listagem

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
28 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

 Selecione a pasta: “C:\TQS\Alv_Exemplo1\Gerais”


 Selecione o desenho: “Arq-Superior”
 Clique no botão: “Abrir”
 Digite as coordenadas: 0,0
Pressione <Enter>
 Digite <Shift> F8
 Digite <Shift> F8

4.3.2. Distribuir e modular os blocos em planta


Com a arquitetura inserida como referência externa, será fácil iniciar a distribuição
dos blocos em planta.

Comando: Definir janela por dois pontos: Tecle <F8> no pto 1


Para fechar a janela: “Botão 1 no pto 2”
OK.

Inicie a distribuição dos blocos em planta, confirmando a escolha do fabricante


“CONCRETO”.  Execute a seqüência de comandos “Geral” –
“Fabricante/Família/Bloco”,  Escolha a Família 40x15 e clique no botão “OK”:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 29

O primeiro bloco que será distribuído neste exemplo é um bloco “L”, usado para
resolver as situações de vértice de paredes com geometria em “L”.  Clique para
abrir a caixa de listagem e  selecione o bloco “P3515 – Bloco L 34x14x19”:

Execute o comando “Alvenarias” – “Inserir bloco/tijolo”, ou clique no ícone “Inserir


bloco/tijolo”, note que um bloco com as dimensões em planta de (34x14) ficará “preso”
ao cursor do mouse, pronto para ser inserido. Veja na sequência como posicioná-lo
estrategicamente na arquitetura:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
30 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Comando: “Inserir bloco/tijolo”


Posicione o bloco ou <G> ou <R> ou <F2>..<F7>: <R>
Recobrimento /revestimento (cm): 0.5
Posicione o bloco ou <G> ou <R> ou <F2>..<F7> “clique <F4>”
Posicione o bloco ou <G> ou <R> ou <F2>..<F7> “clique <F2> 5 vezes”
Posicione o bloco ou <G> ou <R> ou <F2>..<F7> Botão 1 no pto 1
OK

O próximo bloco que será distribuído neste exemplo é um bloco “Inteiro”.  Clique
para abrir a caixa de listagem e  selecione o bloco “P4015 – Bloco inteiro
39x14x19”:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 31

Os próximos blocos serão inseridos usando o primeiro como bloco de referência.


Execute o comando “Alvenarias” – “Inserir bloco/Referência”, ou clique no ícone
“Inserir bloco/referência”

Comando: “Alvenarias” – “Inserir Bloco/Referência”


Bloco de referência no desenho “Botão 1 no pto 1”
Para girar 90 graus <F4>
Pt 1 ou <G> ou <U> ou <F2> “Botão 1 no pto 2: 7 vezes”
Para concluir tecle “Botão 2 do mouse” ou <ESC>

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
32 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

O próximo bloco deve resolver a modulação da região de cruzamento em “T” de duas


paredes, portanto, agora o bloco a ser inserido é um bloco “T”.  Clique para abrir a
caixa de listagem e  selecione o bloco “P5515 – Bloco T 54x14x19”:

Execute novamente o comando “Alvenarias” – “Inserir bloco/Referência”, ou clique no


ícone “Inserir bloco/Referência”

Comando: “Alvenarias” – “Inserir Bloco/Referência”


Bloco de referência no desenho “Botão 1 no pto 1”
Para substituir o bloco <F5> 2 vezes>
Pt 1 ou <G> ou <U> ou <F2> “Botão 1 no pto 2: 4 vezes”
Para concluir tecle “Botão 2 do mouse” ou <ESC>

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 33

Execute novamente o comando “Alvenarias” – “Inserir bloco/Referência”, ou clique no


ícone “Inserir bloco/referência”

Comando: “Alvenarias” – “Inserir Bloco/Referência”


Bloco de referência no desenho “Botão 1 no pto 1”
Pt 1 ou <G> ou <U> ou <F2> “Botão 1 no pto 2”
Para concluir tecle “Botão 2 do mouse” ou <ESC>

Até agora um bom volume de trabalho já foi realizado, é interessante executar o


comando “Arquivo – Salvar”, evitando a possibilidade de perder os trabalhos
realizados:

Selecione o bloco inteiro “P4015 – Bloco inteiro 39x14x19” para continuar a


modulação das paredes do pavimento “Superior” do edifício “Alv_Exemplo01”.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
34 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Para continuar a distribuição e a modulação dos blocos da parede lateral esquerda da


“SALA”, execute comando “Alvenarias” – “Inserir bloco/Referência”, ou clique no
ícone “Inserir bloco/referência”

Comando: “Alvenarias” – “Inserir Bloco/referência”


Bloco de referência no desenho “Botão 1 no pto 1”
Pt 1 ou <G> ou <U> ou <F2> “Botão 1 no pto 2: 7 vezes”
Para concluir tecle “Botão 2 do mouse” ou <ESC>

Selecione um bloco “L”, que deve ser usado para resolver a modulação para a
situação de vértice de paredes com geometria em “L”,  Clique para abrir a caixa de
listagem e  selecione o bloco “P3515 – Bloco L 34x14x19”:

Execute comando “Alvenaria” – “Inserir bloco/referência”, ou clique no ícone “Inserir


bloco/referência”

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 35

Comando: “Alvenaria” – “Inserir Bloco/referência”


Bloco de referência no desenho “Botão 1 no pto 1”
Para girar 45 graus <F4> 3 vezes
Pt 1 ou <G> ou <U> ou <F2> “Botão 1 no pto2”

Antes de concluir é possível distribuir os blocos inteiros:

Para substituir o bloco <F5> 3 vezes


Pt 1 ou <G> ou <U> ou <F2> “Botão 1 no pto 3: 7 vezes”
TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
36 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Para concluir, tecle “Botão 2 do mouse” ou <ESC>

Veja a seguir o desenho da entrada gráfica de alvenaria em planta do pavimento


superior com todos os blocos distribuídos:

Note, na ilustração acima, que na sala da direita, uma das dimensões não é múltipla
de 20 cm, ideal para a modulação 14x39 cm que estamos utilizando. A seguir, veja
que foi necessária a utilização de dois blocos P3515 - 34x14 fora da posição “padrão”,
evitando, assim, a utilização de blocos compensadores ou pastilhas.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 37

Utilize os recursos que já foram ilustrados para concluir a distribuição dos blocos em
planta do pavimento superior.

4.3.3. Distribuir as aberturas de portas e janelas


Para começar a distribuição das portas e janelas, seguindo a orientação da
arquitetura, faça uma janela de desenho aproximando a região da janela, na região
da escada:

Comando: Definir janela por dois pontos: <F8> no pto 1


Para fechar a janela: “Botão 1 no pto 2”
OK.

Para inserir a janela da região da escada,  selecione a barra de ferramentas de


portas e janelas, e  execute o comando “Inserir janela”:

Posicione a janela selecionando os vértices dos dois blocos centrais e, na sequência,


posicione o título da janela:

Comando: “Inserir janela”


Inserindo o bloco [$JJj80]: pressione "F4" para girar, caso necessário

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
38 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Clique <M> Ponto médio


Primeiro ponto de 3: “Botão 1 no pto 1”
Segundo ponto de 3: “Botão 1 no pto 2”
Inserindo o bloco [$IdNJAN]: pressione "F4" para girar, caso necessário
Terceiro ponto de 3: “Botão 1 no pto 3”
OK.

Agora será necessário  confirmar a seleção da porta P80 e, na sequência, posicionar


a porta da P80 da sala da esquerda,  utilizando o comando “Inserir porta”:

Comando: “Inserir porta”


Para girar o bloco: Tecle “F4”
Inserindo o bloco [$PPp80]: Tecle “B” no pto 1
Para girar o bloco: Tecle “F4”
Inserindo o bloco [$IDnPRT]: Tecle “J” no pto 2
OK.

Repita este mesmo procedimento para inserir a porta “P80” da sala da direita:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 39

A próxima porta a ser inserida é uma porta que serve de acesso da sala para a
sacada, tanto da sala da esquerda, quanto da sala da direita.
Ao tentar selecionar a Porta p160, irá perceber que esta porta não existe. Desta
maneira, será necessário criar esta porta. Então  clique no botão ou execute o
comando: “Porta/Janela – Editar dados de portas e janelas...”,  clique no botão
“Nova” da seção “Dados de portas”,  marque a opção nova e  clique no botão OK:

São sete as principais variáveis que determinam as ilustrações das portas e a


geometria das portas.  Preencha os campos conforme a ilustração a seguir, 
marque a opção de Lintel Composto, então  e  clique no botão “OK”

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
40 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Com a porta p160 criada, confirme a seleção desta porta e posicione a p160 na
entrada gráfica de alvenaria em planta:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 41

Comando: “Inserir porta”


Para girar o bloco: Tecle “F4”
Inserindo o bloco [$PPp160]: Tecle “B” no pto 1
Para girar o bloco: Tecle “F4”
Inserindo o bloco [$IDnPRT]: Tecle “J” no pto 2
OK.

Repita este mesmo procedimento para inserir a porta “P160” da sala da direita:

4.3.4. Aplicar os grautes nos blocos em planta


Usualmente, são aplicados grautes verticais nas paredes de alvenaria, inicialmente
com função de enrijecimento, travamento e proteção à flambagem.
Consequentemente, os grautes incorporados às paredes aumentam a área efetiva,
redistribuindo as tensões verificadas.
Para aplicar os grautes nos cruzamentos de paredes e nas adjacências de portas e
janelas, comece realizando uma janela de desenho aproximando do canto superior
esquerdo da planta de arquitetura:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
42 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Comando: Definir janela por dois pontos: <F8> no pto 1


Para fechar a janela: “Botão 1 no pto 2”
OK.

Para aplicar o grauteamento começando pelo bloco “L”, posicione no cruzamento


entre as paredes do canto superior esquerdo da sala da esquerda, acione o ícone
“Grautear Bloco(s)”, aponte para o bloco que será grauteado e conclua o comando
selecionando o tipo de graute escolhido:

Comando: “Alvenarias” – “Grautear bloco(s)/tijolo(s)”


Bloco(s) para grautear <B1> no PT1
Escolha Bolo/tijolo P3515G2
OK

Repita o comando “Grautear Bloco(s)” para grautear o furo central do bloco “T”
posicionado no cruzamento entre as paredes, conforme a ilustração a seguir:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 43

Comando: “Alvenarias” – “Grautear Bloco(s)/tijolo(s)”


Bloco(s) para grautear <B1> no PT1
Escolha Bolo/tijolo P5515G1
OK

Execute o comando “Grautear Bloco(s)”, para grautear um dos furos do bloco


“Inteiro” posicionado junto à porta P80, conforme a ilustração a seguir:

Em algumas situações, será necessário “girar” a posição bloco para que o furo
grauteado seja o furo desejado. Esta situação poderá ocorrer ou não, dependendo de
como foram lançados os blocos da primeira fiada.
Para girar um bloco em planta, alterando o posicionamento do furo grauteado,
execute o comando “Inverter bloco/tijolos”:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
44 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Repita estes procedimentos para grautear todos os furos dos cruzamentos entre
paredes e as adjacências de portas e janelas:
Ao concluir, digite <SHIFT+F8> até que seja possível visualizar todo o desenho:

4.3.5. Definir as cercas de paredes


Continuando no editor gráfico de alvenaria em planta, após ter executado a
distribuição e modulação dos blocos de primeira fiada, a distribuição das aberturas e
o grauteamento, inicie a definição das paredes das quais se desejam obter os
desenhos de alvenaria em elevação, assim como as quais serão as paredes com
função estrutural.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 45

Para definir a primeira parede, confirme a seleção da barra de ferramentas “Barras


de paredes”:

Confirme,  clicando no ícone que está disponível no canto inferior direito da tela
gráfica, o modo ortogonal ligado e também  o modo de captura automático
desligado:

Então execute o comando “Paredes – Retângulo/parede”:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
46 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Comando: “Paredes” – “Retângulo/Parede”


Clique no botão “Sim”
PT 1 Retang B1 no PT1
PT 2 B1 no PT2
Posicione o bloco ou <G> ou <F2>..<F7> B1 no PT3
OK

Veja que a cerca que define a parede “Par1”, cerca, além dos
blocos na posição horizontal, os primeiros blocos verticais de
cada uma das paredes perpendiculares adjacentes (somente o
primeiro bloco de cada parede perpendicular).

Este tipo de definição vai fazer com que ocorra a amarração das paredes, impedindo
a formação de juntas prumo. Note também que o vértice superior do triângulo que
envolve o título da parede “Par1” está contido no retângulo.
Veja que, além do retângulo e do título que identifica a parede, também foi inserida a
linha de carga sobre os blocos da parede Par1.
Fique atento: para cada parede deverá existir uma única linha de carga. Caso tenha
que apagar uma cerca de parede, não se esqueça de apagar também a linha de carga.
Novamente, acione os comandos de “Paredes – Retângulo/parede” para definir a
parede “Par2”.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 47

Comando: “Paredes” – “Retângulo/Parede”


Clique no botão “Sim”
PT 1 Retang B1 no PT1

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
48 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

PT 2 B1 no PT2
Para girar o identificar F4
Para girar o identificar F4
Posicione o bloco ou <G> ou <F2>..<F7>) B1 no PT3
OK

Sempre tomando o cuidado de executar os retângulos envolvendo, além dos blocos da


parede identificada, o primeiro bloco de cada parede perpendicular adjacente.
Posicionando o vértice do triângulo do identificador conforme o ponto de vista
desejado de cada parede, conclua a definição de todas as paredes do pavimento.
Ao concluir, digite <SHIFT+F8> até que seja possível visualizar todo o desenho:

Note que todas as paredes deverão ser identificadas de cima para baixo e da
esquerda para a direita sequencialmente de Par1 até Par8.
Novamente é interessante executar o comando “Arquivo – Salvar”, evitando a
possibilidade de perder os trabalhos realizados:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 49

4.3.6. Definir geometria e carregamentos das lajes


Para iniciar a definição das lajes, selecione a barra de ferramentas de lajes:

Note que alguns elementos gráficos desapareceram. Porém, ainda continuará a


representação dos principais elementos gráficos, como as linhas de cargas e os
indicadores das paredes, e também o desenho de arquitetura.
Serão definidas cinco lajes, sendo duas sobre as duas salas, uma na região da escada
e outras duas nas sacadas em balanço.
Faça uma janela para aproximar do canto inferior esquerdo da arquitetura:

Comando: Definir janela por dois pontos: <F8> no pto 1


Para fechar a janela: “Botão 1 no pto 2”
OK.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
50 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Para definir as lajes das sacadas, será necessário completar o contorno que limitará
cada uma destas lajes.
Inicialmente, clique nos ícones que estão disponíveis no canto inferior direito da tela
gráfica para ligar o modo ortogonal e ligar o modo de captura:

Agora, execute o comando “Lajes – Condições de contorno – Contorno auxiliar”:

Comando: “Contorno auxiliar”


Linha múltipla – Ponto 1 B1 no PT1
Linha múltipla – Ponto 2 Tecle <A>
Entre com o ponto auxiliar B1 no PT2
Aponte o mouse para cima e digite 7.5
<Enter>
Linha múltipla – Ponto 3 B1 no PT3
<Enter>
OK

Repita o comando “Contorno auxiliar” para completar o contorno da laje do outro


balanço.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 51

Neste projeto será usada laje maciça com nove centímetros de espessura. Sendo
assim, antes de inserir as lajes, será necessário preencher as variáveis de geometria
e cargas. Faça uma janela total e acione o comando “Lajes – Dados – Dados da laje
atual”,  defina a altura de 9 cm,  clique no botão “Alterar”,  defina a “Carga
permanente”,  defina a “Carga acidental”,  clique no botão “OK” e  clique no
botão “OK”:

Execute o comando “Inserir uma laje no desenho” e clique com o mouse na região
central de cada uma das cinco lajes:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
52 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Comando: “Inserir uma laje no desenho”


Entre com um ponto no meio da laje B1 no PT1
Posicione o texto B1 no PT1
OK

Repita o comando “Inserir uma laje no desenho” para inserir as outras quatro lajes:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 53

4.3.7. Definir as subestruturas para cargas verticais


A cerca de subestrutura delimita os conjuntos de trechos de parede, em planta, que
compõem um conjunto estrutural ou um “Grupo de paredes” resistente a esforços de
compressão (vertical).
Para definir a primeira subestrutura deste exemplo, acione a barra de ferramentas
de subestruturas:

Confirme,  clicando no ícone que está disponível no canto inferior da tela gráfica, o
modo ortogonal ligado e também  o modo de captura automático desligado:

Execute a sequência de comandos “Subestruturas” – “Cerca/subestrutura”:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
54 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Comando: “Subestruturas” – “Cerca/subestrutura”


Ponto 1: (1º pto. da poligonal) B1 no PT1
Ponto 2: (2º pto. da poligonal) B1 no PT2
Ponto 3: (3º pto. da poligonal) B1 no PT3
Ponto 4: (4º pto. da poligonal) B1 no PT4
Ponto 5: (5º pto. da poligonal) B1 no PT5
Ponto 6: (6º pto. da poligonal) B1 no PT6
Ponto 7: (7º pto. da poligonal) B1 no PT7
Ponto 8: (8º pto. da poligonal) B1 no PT8
Ponto 9: Tecla “C”: < C > (Fecha a poligonal)
Posicione o bloco ou <G> ou <F2>..<F7> B1 no PT10

Para definir a subestrutura S2 envolvendo trechos das paredes Par1, Par8 e Par3,
execute o comando “Subestruturas” – “Cerca/subestrutura”:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 55

Comando: “Subestruturas” – “Cerca/subestrutura”


Ponto 1: (1º pto. da poligonal) B1 no PT1
Ponto 2: (2º pto. da poligonal) B1 no PT2
Ponto 3: (3º pto. da poligonal) B1 no PT3
Ponto 4: (4º pto. da poligonal) B1 no PT4
Ponto 5: (5º pto. da poligonal) B1 no PT5
Ponto 6: (6º pto. da poligonal) B1 no PT6
Ponto 7: (7º pto. da poligonal) B1 no PT7
Ponto 8: (8º pto. da poligonal) B1 no PT8
Ponto 9: Tecla “C”: < C > (Fecha a poligonal)
Posicione o bloco ou <G> ou <F2>..<F7> B1 no PT10

Para concluir as cercar de cargas verticais, execute o comando “Subestruturas” –


“Cerca/subestrutura” e defina a subestrutura S3, envolvendo trechos das paredes
Par2, Par6, Par4, Par7 e Par3:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
56 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Comando: “Subestruturas” – “Cerca/subestrutura”


Ponto 1: (1º pto. da poligonal) B1 no PT1
Ponto 2: (2º pto. da poligonal) B1 no PT2
Ponto 3: (3º pto. da poligonal) B1 no PT3
Ponto 4: (4º pto. da poligonal) B1 no PT4
Ponto 5: (5º pto. da poligonal) B1 no PT5
Ponto 6: (6º pto. da poligonal) B1 no PT6
Ponto 7: (7º pto. da poligonal) B1 no PT7
Ponto 8: (8º pto. da poligonal) B1 no PT8
Ponto 9: (9º pto. da poligonal) B1 no PT9
Ponto 19: (10º pto. da poligonal) B1 no PT10
Ponto 11: (11º pto. da poligonal) B1 no PT11
Ponto 12: (12º pto. da poligonal) B1 no PT12
Ponto 13: (13º pto. da poligonal) B1 no PT13
Ponto 14: (14º pto. da poligonal) B1 no PT14
Ponto 15: (15º pto. da poligonal) B1 no PT15
Ponto 16: (16º pto. da poligonal) B1 no PT16
Ponto 17: Tecla “C”: < C > (Fecha a poligonal)
Posicione o bloco ou <G> ou <F2>..<F7> B1 no PT18

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 57

Ao concluir, digite <SHIFT+F8> até que seja possível visualizar todo o desenho:

4.3.8. Definir as subestruturas para cargas horizontais


A cerca de subconjuntos para cargas horizontais delimita os conjuntos de trechos de
parede, em planta, que compõem um subconjunto estrutural ou um “Grupo de
paredes”.
Confirme,  clicando no ícone que está disponível no canto inferior da tela gráfica, o
modo ortogonal ligado e também  o modo de captura automático desligado:

Para que o desenho não fique muito sobrecarregado,  acione o comando


“Filtro/Controles do desenho”,  desmarque a opção “Lajes”,  desmarque a opção
“Subestruturas” e  clique no botão “OK”.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
58 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Execute a sequência de comandos “Subestruturas” – “Cerca/subestrutura” para


delimitar o primeiro trecho de subestrutura resistente aos esforços resultantes da
componente dos carregamentos de vento na direção X (global):

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 59

Comando: “Subestruturas” – “Cerca/subestrutura”


Clique com o mouse para selecionar: Vento/flexão X
Ponto 1: (1º pto. da poligonal) B1 no PT1
Ponto 2: (2º pto. da poligonal) B1 no PT2
Ponto 3: (3º pto. da poligonal) B1 no PT3
Ponto 4: (4º pto. da poligonal) B1 no PT4
Ponto 5: (5º pto. da poligonal) B1 no PT5
Ponto 6: (6º pto. da poligonal) B1 no PT6
Ponto 7: Tecla “C”: < C > (Fecha a poligonal)
OK

Execute novamente a sequência de comandos “Subestruturas” –


“Cerca/subestrutura” para delimitar o segundo trecho de subestrutura resistente aos
esforços resultantes da componente dos carregamentos de vento na direção X
(global):

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
60 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Comando: “Subestruturas” – “Cerca/subestrutura”


Clique com o mouse para selecionar: Vento/flexão X
Ponto 1: (1º pto. da poligonal) B1 no PT1
Ponto 2: (2º pto. da poligonal) B1 no PT2
Ponto 3: (3º pto. da poligonal) B1 no PT3
Ponto 4: (4º pto. da poligonal) B1 no PT4
Ponto 5: (5º pto. da poligonal) B1 no PT5
Ponto 6: (6º pto. da poligonal) B1 no PT6
Ponto 7: Tecla “C”: < C > (Fecha a poligonal)
OK

Conclua o lançamento de cada uma das subestruturas resistentes aos esforços


resultantes da componente dos carregamentos de vento na direção X (global). Ao
concluir, digite <SHIFT+F8> até que seja possível visualizar todo o desenho:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 61

Para que o desenho não volte a ficar sobrecarregado de elementos gráficos,  acione
o comando “Filtro/Controles do desenho”,  desmarque a opção “Vento X” e  clique
no botão “OK”.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
62 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Execute a sequência de comandos “Subestruturas” – “Cerca/subestrutura” para


delimitar o primeiro trechos de subestrutura resistente aos esforços resultantes da
componente dos carregamentos de vento na direção Y (global):

Comando: “Subestruturas” – “Cerca/subestrutura”


Clique com o mouse para selecionar: Vento/flexão Y
Ponto 1: (1º pto. da poligonal) B1 no PT1
Ponto 2: (2º pto. da poligonal) B1 no PT2
Ponto 3: (3º pto. da poligonal) B1 no PT3
Ponto 4: (4º pto. da poligonal) B1 no PT4
Ponto 5: (5º pto. da poligonal) B1 no PT5
Ponto 6: (6º pto. da poligonal) B1 no PT6
Ponto 7: (7º pto. da poligonal) B1 no PT7
Ponto 8: (8º pto. da poligonal) B1 no PT8
Ponto 9: Tecla “C”: < C > (Fecha a poligonal)
OK

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 63

Execute novamente a sequência de comandos “Subestruturas” –


“Cerca/subestrutura” para delimitar o segundo trecho de subestrutura resistente aos
esforços resultantes da componente dos carregamentos de vento na direção Y
(global):

Comando: “Subestruturas” – “Cerca/subestrutura”


Clique com o mouse para selecionar: Vento/flexão Y
Ponto 1: (1º pto. da poligonal) B1 no PT1
Ponto 2: (2º pto. da poligonal) B1 no PT2
Ponto 3: (3º pto. da poligonal) B1 no PT3
Ponto 4: (4º pto. da poligonal) B1 no PT4
Ponto 5: (5º pto. da poligonal) B1 no PT5
Ponto 6: (6º pto. da poligonal) B1 no PT6
Ponto 7: Tecla “C”: < C > (Fecha a poligonal)
OK

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
64 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Conclua o lançamento de cada uma das subestruturas resistentes aos esforços


resultantes da componente dos carregamentos de vento na direção Y (global). Ao
concluir, digite <SHIFT+F8> até que seja possível visualizar todo o desenho:

A entrada gráfica de alvenaria em planta do pavimento “Superior” está concluída.


Para verificar se foi cometido algum erro,  execute o comando “Consistência e verif.
de erros”,  clique em subestruturas  note que será necessário confirmar a
operação que salvará o desenho de entrada gráfica,  fique atento ao rodapé da tela
para certificar que não existem erros:

Poderá ser emitida a mensagem de aviso:


(1) *** Cerca p/ Vento X, mas com predominância em Y.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 65

4.4. Quarto Passo: Cópia de Entrada Gráfica -


Pavimento - Térreo
O quarto passo será o desenvolvimento da entrada gráfica do pavimento térreo:
■ Mudar o editor gráfico do pavimento Superior para o pavimento Térreo;
■ Copiar a entrada gráfica do pavimento Superior para o pavimento Térreo;
■ Inserir o desenho da arquitetura como referência externa;
■ Substituir uma abertura de portas por uma abertura de janela;
■ Apagar e renumerar as lajes e definir as cargas da escada.

4.4.1. Mudar o editor gráfico do pavimento Superior para o


pavimento Térreo
Para mudar de pavimento e dar continuidade na entrada de cada um dos
pavimentos,  clique na caixa de listagem e  selecione o pavimento Térreo:

A tela do editor gráfico será apresentada completamente limpa, sem nenhum


elemento gráfico.

4.4.2. Copiar a entrada gráfica do pavimento Superior para o


pavimento Térreo
Será possível aproveitar praticamente toda a entrada Gráfica realizada no
pavimento “Superior”. Sendo assim,  execute o comando “Copiar Entrada gráfica”,
 selecione o pavimento “Superior”,  clique no botão “OK” e  confirme com um
clique no botão “Sim”:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
66 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Note que a arquitetura utilizada como referência externa no pavimento “Superior”


também foi copiada. Apague a referência “Superior” para futuramente inserir a
arquitetura do pavimento “Térreo”:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 67

Comando: “Modificar” – “Apagar”


Apagar os elementos selecionados B1 no PT1 ou F5 no PT1
OK

4.4.3. Inserir arquitetura do pavimento térreo como referência


externa
Para obter condições de comparar e identificar as diferenças entre o pavimento atual
“Térreo” e o pavimento copiado, acione o comando “Referências externas”, selecione e
insira o desenho de arquitetura do pavimento “Térreo”, como desenho de referência
externa:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
68 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

 Comando: “Referências externas”


 Desmarque as opções: Selecionáveis e Cores Originais
 Clique no botão: “Inserir nova”
 Clique para abrir a caixa de listagem
 Selecione a pasta: “C:\TQS\Alv_Exemplo1\Gerais”
 Selecione o desenho: “Arq-Térreo”
 Clique no botão: “Abrir”
 Digite as coordenadas: 0,0

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 69

4.4.4. Substituir uma abertura de portas por uma abertura de


janela
Selecione a barra de ferramenta “Porta/Janela”:

Note que a única diferença entre os pavimentos “Superior” e “Térreo” é uma janela
no lugar de uma porta na sala da direita. Execute o comando “Apagar” para apagar
todos os elementos gráficos que representam a porta “p160”:

Comando: “Modificar” – “Apagar”


Apagar os elementos selecionados Digite a tecla “N”
Seleção de “n” elementos B1 no PT1, no PT2 e no PT3
Digite <Enter> para concluir o comando
OK

Para inserir uma janela “j160”  clique na caixa de listagem,  selecione a janela
“j160” e  execute o comando “Inserir janela”:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
70 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Comando: “Inserir janela”


Inserindo o bloco [$JJj160]: “clique “B” no pto 1”
Inserindo o bloco [$IdNJAN]: “Botão 1 no pto 2”
OK.

4.4.5. Apagar e renumerar as lajes e definir as cargas na


região da escada
Por simplificação, neste exemplo, apenas os carregamentos da escada serão
considerados e esta não será dimensionada.
Sendo assim, acione a barra de ferramentas de lajes:

Execute o comando “Apagar” para apagar a laje L3. Primeiro selecione o texto, repita
o comando e selecione a linha que representa o contorno interno da laje:

Comando: “Apagar”
Apagar os elementos selecionados: “Botão 1 no pto 1”
OK.
Comando: “Apagar”
Apagar os elementos selecionados: “Botão 1 no pto 2”
OK.

Para arrumar a numeração sequencial das quatro lajes que restaram,  acione o
comando “Renumerar todas as lajes” e  clique no botão “OK”.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 71

Para definir as cargas de reação da escada nas paredes de apoio, acione a barra de
ferramentas de paredes:

De forma aproximada, defina uma carga de 1.1 tf/m sobre as paredes que servirão de
apoio para cada um dos lados da escada. Para tanto, primeiro será necessário definir
o valor da carga:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
72 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Com o valor da carga definido, acione o comando “Inserir carga distribuída”

Comando: “Inserir carga distribuída”


Primeiro ponto de aplicação B1 no PT1
Segundo ponto B1 no PT2
OK

Repita o comando “Inserir carga distribuída” para a outra parede de apoio:

Comando: “Inserir carga distribuída”


Primeiro ponto de aplicação B1 no PT1
Segundo ponto B1 no PT2
OK

Repita novamente o comando “Inserir carga distribuída” para inserir a carga da


escada que apoia na sobre os trechos de paredes Par 6 e Par 7:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 73

Para verificar se foi cometido algum erro,  execute o comando “Consistência e verif.
de erros”,  clique em Paredes  note que será necessário confirma a operação que
salvará o desenho de entrada gráfica,  fique atento ao rodapé da tela para certificar
que não existem erros:

Poderá ser emitida a mensagem de aviso:


(1) *** Cerca p/ Vento X, mas com predominância em Y.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
74 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

4.5. Quinto Passo: Concluir a entrada gráfica -


Pavimento - CxDágua
O quarto passo será o desenvolvimento da entrada gráfica do pavimento CxDágua e
a conclusão da entrada gráfica de alvenaria em planta:
■ Mudar o editor gráfico do pavimento Térreo para o pavimento CxDágua;
■ Copiar a entrada gráfica do pavimento Superior para o pavimento CxDágua;
■ Inserir o desenho da arquitetura como referência externa;
■ Apagar elementos gráficos portas, janelas, lajes, cercas e identificadores;
■ Definir paredes, porta, laje e subestruturas.

4.5.1. Mudar o editor gráfico do pavimento Térreo para o


pavimento CxDágua
Para mudar de pavimento e dar continuidade na entrada de cada um dos
pavimentos,  clique na caixa de listagem e  selecione o pavimento CxDágua:

A tela do editor gráfico será apresentada completamente limpa, sem nenhum


elemento gráfico.

4.5.2. Copiar a entrada gráfica para o pavimento CxDágua


Não será possível aproveitar muito da entrada Gráfica realizada no pavimento
“Superior”. Mesmo assim,  execute o comando “Copiar Entrada gráfica”, 
selecione o pavimento “Superior”,  clique no botão “OK” e  confirme com um
clique no botão “Sim”:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 75

Note que a arquitetura utilizada como referência externa no pavimento “Superior”


também foi copiada. Apague a referência “Superior” para futuramente inserir a
arquitetura do pavimento “Cobertura”:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
76 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Comando: “Modificar” – “Apagar”


Apagar os elementos selecionados B1 no PT1
OK

4.5.3. Inserir arquitetura como referência externa para o


pavimento CxDágua
Para obter condições de comparar e identificar as diferenças entre o pavimento atual
“CxDágua” e o pavimento copiado, acione o comando “Referências externas”,
selecione e insira o desenho de arquitetura do pavimento “Cobertura” como desenho
de referência externa:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 77

 Comando: “Referências externas”


 Desmarque as opções: Selecionáveis e Cores Originais
 Clique no botão: “Inserir nova”
 Clique para abrir a caixa de listagem
 Selecione a pasta: “C:\TQS\Alv_Exemplo1\Gerais”
 Selecione o desenho: “Arq-Cobertura”
 Clique no botão: “Abrir”
 Digite as coordenadas: 0,0

4.5.4. Apagar elementos gráficos portas, janelas, lajes, cercas


e identificadores
Note, na ilustração abaixo, que existe platibanda de cinco fiadas no contorno externo
do pavimento CxDágua. Além da platibanda, o reservatório superior está confinado
em um quarto com pé-direito de dois metros (dez fiadas) e coberto por laje maciça de
concreto armando com nove centímetros de espessura.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
78 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Será necessário apagar vários elementos gráficos que não serão utilizados e também
vários elementos gráficos que deverão ser reposicionados. Execute o comando “Geral
– Filtro/controles do desenho”, na janela que será apresentada, clique com o mouse
seguindo exatamente as ilustrações seqüenciadas de 1 a 7:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 79

A entrada gráfica de alvenaria em planta será apresentada na tela, ilustrando todos


os elementos gráficos que foram selecionados. Desta maneira, será possível apagar
com uma janela de seleção envolvendo todo o desenho, sendo que somente os
elementos que tiveram o filtro de seleção ativado serão apagados:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
80 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Comando: “Modificar - Apagar - Apagar elemento”


PT 1: Selecione o primeiro ponto W no Pt1
PT 2: Selecione o segundo ponto B1 no Pt2
OK

Ainda restarão alguns blocos distribuídos na primeira fiada que deverão ser
apagados. Novamente, utilize o comando “Apagar”, mas desta vez clique no
“cadeado” que fica no canto inferior direito da tela gráfica para destravar os níveis do
filtro ativado:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 81

Comando: “Nível destravado”


OK
Comando: “Modificar - Apagar - Apagar elemento”
PT 1: Selecione o primeiro ponto W no Pt1
PT 2: Selecione o segundo ponto B1 no Pt2
OK

4.5.5. Definir paredes, porta, laje e subestrutura do pavimento


CxDágua
Utilize o comando “Alvenarias - Inserir bloco/Referência” para completar a
distribuição dos blocos da primeira fiada do pavimento CxDágua:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
82 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Utilize o comando “Alvenarias – Grautear bloco(s)/tijolo(s)” para grautear alguns


blocos do pavimento CxDágua:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 83

Para a nova modulação já grauteada, definida no pavimento CxDágua, também será


necessário definir as cercas de paredes para que as elevações das paredes possam ser
geradas futuramente e também definir as linhas de cargas, necessárias para que as
cargas destas paredes sejam consideradas.
Confirme,  clicando no ícone que esta disponível no canto inferior direito da tela
gráfica, o modo ortogonal ligado e também  o modo de captura automático
desligado:

Para definir as cercas de paredes, os símbolos indicadores e também as linhas de


cargas,  acione a barra de ferramentas de paredes e  acione o comando
“Retângulo de parede”:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
84 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Comando: “Paredes” – “Retângulo/Parede”


Clique no botão “Sim”
PT 1 Retang B1 no PT1
PT 2 B1 no PT2
Posicione o bloco ou <G> ou <F2>..<F7> B1 no PT3
OK

Novamente, acione o de comandos “Paredes – Retângulo/parede”, para definir a


parede “Par2”.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 85

Novamente, acione o de comandos “Paredes – Retângulo/parede”, para definir a


parede “Par3”.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
86 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Novamente, acione o de comandos “Paredes – Retângulo/parede”, para definir a


parede “Par4”.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 87

Comando: “Parede” – “Retângulo/Parede”


Clique no botão “Sim”
PT 1 Retang B1 no PT1
PT 2 B1 no PT2
Para girar o identificador F4
Para girar o identificador F4
Posicione o bloco ou <G> ou <F2>..<F7> B1 no PT3
TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
88 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

OK

Sempre tomando o cuidado de executar os retângulos envolvendo, além dos blocos da


parede identificada, o primeiro bloco de cada parede perpendicular adjacente, e,
posicionando vértice do triângulo do identificador conforme o ponto de vista desejado
de cada parede, conclua a definição de todas as paredes do pavimento.
Ao concluir, faça uma janela para que o desenho seja apresentado por inteiro na tela:
execute o comando “Exibir – Janela total”:

Note que todas as paredes deverão ser identificadas de cima para baixo e da
esquerda para a direita seqüencialmente de Par1 até Par9. O comando “Paredes –
Renumerar Paredes” poderá ser executado para adequar a numeração das paredes a
esta sequência.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 89

Veja que a cerca que define a parede “Par1”, cerca, além dos
blocos na posição horizontal, os primeiros blocos verticais de
cada uma das paredes perpendiculares adjacentes (somente o
primeiro bloco de cada parede perpendicular).

Este tipo de definição vai fazer com que ocorra a amarração das paredes, impedindo
a formação de juntas prumo. Note, também, que o vértice superior do triangulo que
envolve o título da parede “Par1” está contido no retângulo.
Veja que, além do retângulo e do título que identifica a parede, também foi inserida a
linha de carga sobre os blocos da parede Par1.
Fique atento: para cara parede, deverá existir uma única linha de carga. Caso tenha
que apagar uma cerca de parede, não se esqueça de apagar também a linha de carga.
Ainda sobre a definição das linhas de cargas, talvez seja necessário ajustar as
definições das linhas de cargas V1, V2 e V3.
Para iniciar este ajuste,  <SHIFT+F8> até que seja possível visualizar todo o
desenho,  confirme clicando no ícone que esta disponível no canto inferior direito da
tela gráfica, o modo ortogonal ligado e também  o modo de captura automático
ligado:

As linhas de cargas precisam delimitar o contorno limite das lajes. Sendo assim,
talvez seja necessário ajustar a linha de carga da parede Par2 com a linha de carga
da parede Par7.
Execute o comando “Ajuste linha carga x linha carga” selecionando os extremos das
linhas de cargas das Par2 e Par7:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
90 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Comando: “Ajuste linha carga x linha carga”


PT 1 B1 no PT1
PT 2 B1 no PT2
OK

Especificamente neste pavimento, as paredes da platibanda possuem altura


diferenciada, com um metro (cinco fiadas) abaixo das paredes do reservatório
superior, que está confinado em um quarto com pé-direito de dois metros (dez
fiadas).
Para diferenciar estas paredes, é necessário  acionar o comando “Editar dados de
parede”,  remover a fiada 14 ficando apenas com a fiada 5,  definir 100 cm para a
altura de parede,  definir cinco fiadas e  clique no botão “OK” e  posicione o
texto dentro da poligonal da parede “Par1”.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 91

Execute sequencialmente o comando “Inserir dados de parede” e posicione o “Texto”


dentro das poligonais das paredes Par 3, Par5, Par 6 e Pa9:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
92 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

A qualquer momento o parâmetro de visualização pode ser acionado para habilitar a


visualização de algum elemento gráfico como, por exemplo, os furos dos blocos da
primeira fiada:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 93

Neste momento é interessante executar o comando “Arquivo – Salvar”, evitando a


possibilidade de perder os trabalhos realizados:

Para inserir a porta do compartimento que irá abrigar o reservatório superior, 


selecione a barra de ferramentas de porta/janela e execute o comando  “Inserir
porta” para inserir a porta “p80”:

Comando: “Inserir porta”


Inserindo o bloco [$PPp80]: pressione "F4" para girar, caso necessário
Tecle “B” no pto 1
Inserindo o bloco [$IDnPRT]: pressione "F4" para girar, caso necessário
“Botão 1 no pto 2”
OK.

Existe uma laje sobre o cômodo que abriga o reservatório de água. Para inserir esta
laje,  selecione a barra de ferramentas de lajes,  acione o comando “Dados

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
94 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

atuais”,  confirme o número da laje,  o tipo e a altura,  e  as sobrecargas,


finalmente  e  clique nos botões OK:

Execute o comando “Inserir uma laje no desenho” e clique com o mouse na região
central da laje:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 95

Comando: “Inserir uma laje no desenho”


Entre com um ponto no meio da laje B1 no PT1
Posicione o texto B1 no PT1
OK

Acione a barra de ferramentas de Subestruturas, para inserir as cercas de


subestruturas do pavimento “CxDágua” use o comando que insere, a partir de um
único comando, todas as cercas de subestruturas:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
96 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Comando: “Subestruturas” – “Cerca Automáticas de Subestruturas e subconjuntos...”


Confirme clicando no botão “Sim”

Sempre que acionamos o comando de definição de Cercas Automáticas, devemos na


sequencia executar o comando de consistência e verificação de erros:

Comando: “Consistência e verif. De erros...”


Clique em Subestrutura
Confirme clicando no botão “Sim”

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 97

Dois erros são apontados, indicando a interferência/sobreposição de cercas de


subestruturas, para corrigir:

Comando: “Captura Ligada”:


Repita o comando <F6> ajustando os quatro vértices das cercas:
TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
98 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Comando: “F6” com o mouse na posição indicada e B1 no ponto PT1:


Comando: “F6” com o mouse na posição indicada e B1 no ponto PT1:
Comando: “F6” com o mouse na posição indicada e B1 no ponto PT1:
Comando: “F6” com o mouse na posição indicada e B1 no ponto PT1:

Para verificar se ainda existe algum erro algum erro,  execute o comando
“Consistência e verif. de erros”,  Clique em subestrutura  note que será
necessário confirmar a operação que salvará o desenho de entrada gráfica,  fique
atento ao rodapé da tela para certificar que não existem erros:

Neste caso, será emitido apenas um aviso de verificação:

Pode-se verificar, porém, que a porta não está contida ou incorporada a cerca de
subestrutura. Logo, o desenho está correto.
Com a entrada de dados de alvenaria em planta concluída, será necessário sair do
editor gráfico e retornar automaticamente para o gerenciador do Sistema CAD/TQS.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 99

Para sair do Editor de Alvenarias,  clique no “X” no canto superior direito da tela
ou selecione os comandos “Arquivo” – “Sair”.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
100 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

4.6. Sexto passo – Configuração dos Critérios de


Projeto
Os critérios de projeto governam o processamento, os cálculos e a geração dos
desenhos. A configuração dos critérios de projeto possibilita personalizar os cálculos
e os desenhos gerados.

4.6.1. Critérios de desenhos específico do pavimento


CxDágua
Para editar os critérios de desenhos específico do pavimento CxDágua,  confirme a
seleção do pavimento “CxDágua”,  execute o comando “Editar - Critérios”,  clique
no botão “Fabricante/Desenho”, clique no botão “Inicializar” Especifico deste
pavimento,  clique no botão “Sim” e  clique no botão “OK”:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 101

Na janela apresentada,  selecione a guia “Paredes (Elevações)”,  defina a opção


“Por número de fiadas”,  defina o número de dez fiadas e  selecione a guia
“Armaduras / Grautes”:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
102 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Com a guia “Armaduras / Grautes” selecionada,  clique no botão “Cintas”,  Defina


as cintas para a quinta e para a décima fiada,  e  clique nos botões “OK”:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 103

4.6.2. Critérios de porta e janelas específico do pavimento


CxDágua
Também será necessário iniciar os critérios de porta e janela específico do pavimento
CxDágua para diferenciar a altura da porta P80. Então  confirme a seleção o
pavimento CxDágua,  execute o comando “Editar – Critérios”,  clique no botão
“Portas e Janelas”,  clique no botão “Inicializar”,  clique no botão “Sim” e  clique
no botão “OK”:

Na janela apresentada,  selecione a janela “p80”,  clique no botão “Editar”, 


redefina a descrição, ,  e  altere dados conforme a ilustração,  escolha a opção
de lintel composto,  e  clique nos botões “OK”:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
104 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 105

4.6.3. Critérios de cálculo


Para editar os critérios de cálculo,  execute o comando “Editar - Critérios”,  clique
no botão “Critérios de cálculo” e  clique no botão “OK”:

Na janela apresentada,  selecione a guia “Cargas horizontais”,  marque a opção


“Pórtico espacial”,  e  confirme os pavimentos limites do pórtico a ser
discretizadao  clique no botão “OK”.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
106 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 107

4.6.4. Critérios de projeto do edifício


Para editar os critérios de projeto do edifício  acione o comando “Editar –
Critérios”,  clique no botão “Critério de projeto do edifício”,  clique no botão “OK”:

Na seqüência,  defina o valor 728 tf/m² para “fp” de referência,  selecione a opção
“Média”,  selecione a opção “Média”,  confirme o valor 728 tf/m² para cada um dos
pavimentos,  finalmente clique no botão “OK”:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
108 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

4.7. Sétimo Passo: Processamento Localizado no


Pavimento CxDágua
No caso especificamente do processamento deste projeto, será executado o
processamento localizado no pavimento CxDágua. Isto se faz necessário em função
do posicionamento da parede Par4, que tem apoio sobre a laje do pavimento
imediatamente abaixo.
O critério “Adicionar cargas de paredes que nascem em lajes automaticamente”, dos
critérios de Edição Gráfica de Alvenaria, guia “Outros Controles”, determina que o
programa distribua automaticamente a carga linear referente a uma parede na laje
sobre a qual está apoiada. Como este critério está ativado (valor de Referência) e o
programa faria esta distribuição automaticamente, esta será feita manualmente
apenas como exemplo.
Para iniciar o processamento,  confirme a seleção o pavimento CxDágua,  execute
o Processar – Extração gráfica e  confirme o botão “OK” com as três opções de
processamentos ticados:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 109

Na sequência execute o comando: “Processar – Processamento estrutural”:

Execute o comando: “Processar – Geração de desenhos”, sempre com todas as opções


de processamentos selecionadas.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
110 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Para identificar as cargas a serem distribuídas,  confirme a seleção do pavimento


“CxDágua”,  Clique no botão “Verificações” e  selecione o desenho “DesAcm01”, 
note que o valor da carga vertical na região da Caixa d’água é de (.78 tf/m) e na
região da platibanda é de (.25 tf/m):

O valor identificado de (.78 tf/m) deverá ser definido como carga linear distribuída na
entrada gráfica do pavimento chamado de “Superior”.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 111

Sendo assim,  selecione o pavimento “Superior”,  acione o Editor Gráfico de


Alvenaria em Planta” com um duplo clique no painel central sobre “Alvenaria em
planta”:

Para aplicar a carga linear distribuída sobre a laje “L3”, selecione a barra de
ferramentas de lajes:

Faça uma janela de desenho aproximando a região central entre as paredes “Par 6” e
“Par7”:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
112 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Comando: “Janela por 2 pontos”


Para abrir a janela: “Botão 1 no pto 1”
Para fechar a janela: “Botão 1 no pto 2”
OK.

Será necessário definir o valor da carga distribuída linear:  execute o comando


“Valor de carga distribuída linear”,  defina o valor .78 tf/m e  clique no botão
“OK”:

Para posicionar a carga distribuída, clique nos ícones que estão disponíveis no canto
inferior direito da tela gráfica para ligar o modo ortogonal e ligar o modo de captura:

Execute o comando “Carga distribuída linear”:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 113

Comando: “Carga distribuída linear”


Primeiro ponto de aplicação: “Botão 1 no pto 1”
PT 2: “Botão 1 no pto 2”
OK.

Para aplicar a carga linear distribuída sobre a laje “L4”, faça uma janela de desenho
aproximando a região desta laje:

Comando: “Janela por 2 pontos”


Para abrir a janela: “Botão 1 no pto 1”
Para fechar a janela: “Botão 1 no pto 2”
OK.

Será necessário definir o valor da carga distribuída linear:  execute o comando


“Valor de carga distribuída linear”,  defina o valor (0.25 tf/m) e  clique no botão
“OK”:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
114 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Para posicionar a carga distribuída, clique nos ícones que estão disponíveis no canto
inferior direito da tela gráfica para ligar o modo ortogonal e ligar o modo de captura:

Execute o comando “Carga distribuída linear”:

Comando: “Carga distribuída linear”


Primeiro ponto de aplicação: “Botão 1 no pto 1”
PT 2: “Botão 1 no pto 2”
OK.

Repita o mesmo comando nos contornos e laje que não são apoiados em alvenaria,
tanto na laje “L4” quanto na laje “L5”.
Finalmente, a entrada gráfica de alvenaria em planta do pavimento “Superior” está
concluída, assim como a entrada gráfica de todos os pavimentos do edifício.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 115

Para verificar se foi cometido algum erro,  execute o comando “Consistência e verif.
de erros”,  selecione paredes  note que será necessário confirmar a operação que
salvará o desenho de entrada gráfica,  fique atento ao rodapé da tela para certificar
que não existem erros:

Novamente, poderá ser emitido o seguinte aviso:


(1) *** Cerca p/ Vento X, mas com predominancia em Y.
Com a entrada de dados de alvenaria em planta concluída, será necessário sair do
editor gráfico e retornar automaticamente para o gerenciador do Sistema CAD/TQS.

Para sair do Editor de Alvenarias,  clique no “X” no canto superior direito da tela
ou selecione os comandos “Arquivo” – “Sair”.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
116 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

4.8. Oitavo Passo: Processamento Global do Edifício


A execução do processamento global é o mais simples e eficiente dos comandos, pois o
próprio CAD/Alvest realiza as operações necessárias de forma automática.
Execute o comando “Processar – Processamento Global” e confirme todas as opções
selecionadas conforme a ilustração abaixo e clique no botão “OK”.

Aguarde alguns minutos e, ao final do processamento será emitida uma janela com
os avisos e erros ocorridos,  acione o comando “Avisos e erros”,  selecione
“Pavimentos”,  clique no ícone,  e  clique no “X” para fechar o visualizador de
avisos e erros e a janela de mensagens.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 117

Caso ocorra algum erro grave na Edição Gráfica, volte na edição do desenho de
alvenaria em planta, e tente concertar os erros que serão apontados.
Caso não encontre soluções para os erros apresentados, você poderá ligar para o
suporte técnico da TQS Informática Ltda. ou descompactar o arquivo do edifício
“Alv_Exemplo1.TQS” que está na pasta de programa
“C:\TQSW\USUARIO\TESTE”.
Se não ocorrer nenhuma mensagem de erro grave, continue a execução deste
exemplo a partir do próximo capítulo “Nono Passo”.
Para descompactar o projeto “Alv_Exemplo1.TQS”, que, apesar de não processado, já
está com toda a entrada de dados executada e com todos os critérios de projeto já
configurados,  execute o comando “Compactar/Restaurar”,  selecione a opção
“RESTAURAR um edifício”,  selecione a opção “Selecionar”,  selecione a pasta
“C:\TQSW\USUARIO\TESTE”, selecione o arquivo “Alv_Exemplo1.TQS” e
finalmente  clique no botão “Abrir”

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
118 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

4.9. Nono Passo: Visualizar Listagens, Gráficos de


Resultados e Paredes
Terminada a fase de processamento, será possível a visualização das listagens
geradas na ocasião do processamento global, assim como a visualização os desenhos
com os gráficos de resultados. Também será possível editar os desenhos de 1a e 2a
Fiadas e editar para ajustar alguns detalhes nos desenhos de alvenaria em elevação.

4.9.1. Visualizar listagens dos resultados


Para visualizar as listagens que contêm as cargas verticais que incidem nos trechos
que formam as paredes,  confirme a seleção do pavimento “Superior”,  execute a
seqüência de comandos “Visualizar – Relatórios de Verificação” e  clique no botão
“Cargas verticais nas paredes”:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 119

Clique no botão “OK” para confirme a visualização da listagem referente ao caso de


carregamento número 1. Será acionado o editor de textos “EDITW”, que apresentará
listagem com os resultados. Para fechar a edição do arquivo, clique no botão
“Fechar”:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
120 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

4.9.2. Visualizar gráficos de resultados


Para visualizar os gráficos de resultados que contêm as cargas verticais acumuladas
que incidem nos trechos que formam as paredes,  confirme a seleção do pavimento
“Superior”,  execute o comando “Visualizar – Desenho de verificação”,  selecione
“Cargas verticais”,  escolha o desenho “DesAcm01” e  clique no botão “OK”:

O editor gráfico é acionado, visualize o desenho e para abandonar clique em


“Fechar”:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 121

Utilize os recursos implementado na V17 para visualizar o gráfico com os diagramas


de envoltória de prismas,  posicione o mouse sobre o painel central e com um duplo
clique Edite o desenho “DesFp002”.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
122 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

O editor gráfico é acionado, visualize o desenho e para abandonar clique em


“Fechar”:

4.9.3. Editar para ajustar detalhes nos desenhos de alvenaria


em elevação
Assim como os desenhos de 1a e 2a Fiadas, os desenhos de elevação das paredes de
alvenaria são desenhos gerados automaticamente. Porém, para que estes desenhos
fiquem prontos para serem plotados e enviados para a obra, será necessário editá-
los, eliminando possíveis interferências gráficas entre os elementos do desenho.
Para editar os desenhos das paredes em elevação,  confirme a seleção do pavimento
“Superior” e  clique no botão “Elevações”,  execute um duplo clique para
selecionar e editar o desenho “Par1”

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 123

O editor gráfico é acionado.  Clique na caixa de listagem selecione o desenho “Par1”


e  execute o comando “Exibir - Janela por 2 pontos”:

Comando: “Janela por 2 pts”


Para abrir a janela: “Botão 1 no pto 1”
Para fechar a janela: “Botão 1 no pto 2”
TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
124 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

OK.

Veja na aproximação os detalhes  e . No detalhe , o desarranjo na região da


canaleta na 5ª fiada e no detalhe  o desarranjo dos blocos das fiadas pares. Clique
no botão “Fechar” e siga as próximas orientações para corrigir estes dois detalhes.

4.9.3.1. Ajuste do detalhe 


Para ajustar os detalhes  será necessário editar os dados do fabricante “Concreto”
para criar a canaleta de 34 cm de comprimento e realizar o novo processamento para
a geração dos desenhos de elevação das paredes.
No gerenciador do Sistema CAD/TQS,  acione o comando “Editar – Fabricantes”, 
clique em “OK” e, em seguida,  clique no botão “Editar”:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 125

Será acionada a janela de edição “Dados de Blocos do Fabricante”.  Clique na barra


de rolagem,  selecione o bloco “PCN4015”,  clique no botão “Novo”,  selecione a
opção “Criar novo bloco copiando dados de outro” e  clique no botão “OK”:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
126 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Será necessário alterar os dados conforme a ilustração a seguir:  PCN3515,  34


cm,  PCN3515L,  PCN3515T,  Bloco canaleta (35x15)  defina o tipo de bloco,
 clique no botão “OK” e em “Sim”,  clique no botão “Redefinir todos” e em “Sim”
para que os desenhos do novo bloco sejam gerados e depois em  “OK”:

4.9.3.2. Ajuste do detalhe 


Será necessário editar os desenhos de entrada gráfica de paredes, impor o
posicionamento de blocos de segunda fiada e realizar o novo processamento para a
geração dos desenhos de elevação das paredes.
De volta ao gerenciador do Sistema CAD/TQS,  confirme a seleção do pavimento
“Superior” e  execute a seqüência de comandos “Editar – Alvenaria em planta”:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 127

Será acionado o editor gráfico de alvenaria em planta.  Selecione a barra de


ferramentas “Barras de Paredes”,  clique no ícone “Filtro / Controles do desenho...”,
 selecione a opção “Não” para preenchimento de cerca,  selecione a visualização
da “Fiada par”,  selecione a visualização de “Furos de blocos”,  clique no botão
“OK”:

Faça uma janela de desenho aproximando da região destacada na ilustração a


seguir:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
128 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Comando: Definir janela por dois pontos: <F8> no pto 1


Para fechar a janela: “Botão 1 no pto 2”
OK.

Para impor o posicionamento de dois blocos “P3515” na segunda fiada  clique no


ícone “Parâmetros do projeto...”,  selecione a opção “Parâmetros gerais”, 
selecione a opção “Par” e clique em “OK”,  selecione o bloco P3515,  execute o
comando “Inserir bloco/tijolo” e posicione o mouse exatamente para o vértice do bloco
da primeira fiada:

Comando: “Inserir bloco/tijolo”


Posicione o bloco / tijolo: <F2>
Posicione o bloco / tijolo: <F2>
Posicione o bloco <G> ou <R>: “Botão 1 no pto 1”
OK

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 129

Será necessário distribuir os três últimos blocos, então  execute o comando “Inserir
bloco/ref.” e aponte exatamente para a face do primeiro bloco da segunda fiada já
posicionado:

Comando: Inserir bloco/Referência [^W]


Selecione o Bloco de referência “Botão 1 no pto 1”
Pt 1 ou <G> ou <U> ou <F2>: “Botão 1 no pto 2”
Pt 1 ou <G> ou <U> ou <F2>: “Botão 1 no pto 3”
Pt 1 ou <G> ou <U> ou <F2>: <Enter>
OK

Concluída a definição dos blocos de segunda fiada, clique no “X” no canto superior
direito para fechar o editor gráfico e, para salvar os dados, clique no botão “Sim”:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
130 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Será necessário executar o processamento localizado do pavimento Superior para que


as alterações realizadas para ajustar os detalhes  e  sejam concretizadas.
De volta ao gerenciador, execute os comandos “Processar – Extração gráfica” e
“Processar – Geração de desenhos” e verifique novamente o desenho de elevação da
parede:

4.9.4. Editar para finalizar os desenhos de alvenaria em


elevação
Após realizar ajustes na configuração dos critérios de desenhos e também na entrada
gráfica de alvenaria em planta, os desenhos de elevação das paredes de alvenaria
que foram regerados ainda são passivos de novos ajustes gráficos para que
finalmente estejam prontos para serem plotados e enviados para a obra.
Para editar os desenhos das paredes em elevação,  confirme a seleção do pavimento
“Superior”,  execute o comando “Desenhos de verificação”,  selecione a opção
“Elevações de paredes”,  selecione o desenho “Par1” e  clique no botão “OK”:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 131

Em muitos casos, não será necessário nenhuma edição gráfica, porém, várias são as
edições possíveis em cada um dos desenhos. Uma delas é a criação de uma tabela
individual da lista de materiais.
Para gerar uma tabela da lista de materiais da parede “Par1”, execute o comando
“Geral – Lista de materiais”:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
132 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Comando: “Lista de materiais”


Inseri bloco: Clique no Botão “OK”
Posicione o bloco: “Botão 1 no pto 1”
OK

Para abandonar a edição do desenho de elevação da parede “Par1”  clique no “X” no


canto superior direito para fechar o editor gráfico  e, para salvar os dados, clique no
botão “Sim”:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
EXECUÇÃO DO EXEMPLO PASSO A PASSO 133

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
134 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
PLOTAGEM EM PLOTTER 135

5. PLOTAGEM EM PLOTTER
A impressão/plotagem de desenhos dentro do CAD/TQS® é feita de um modo simples
e direto, onde todos os elementos (espessuras, hachuras, estilos de linhas etc.) podem
ser editáveis.
A plotagem dos desenhos pode ser feita através de qualquer impressora (considera-se
até formato A3) ou plotter (acima do formato A3).
Além da plotagem em si, o sistema CAD/TQS® possui um programa que controla a
nomenclatura e emissão das plantas. Seu uso não é obrigatório, mas serve como uma
ótima ferramenta para utilização no dia-a-dia e para o controle das plantas que são
plotadas e entregues ao cliente.
Nesta parte do manual iremos demonstrar como é feita a plotagem de uma folha e
sua posterior revisão com o auxílio do programa de Controle de Emissão de Planta. A
plotagem será feita em um arquivo .PLT. Para saber como plotar sem a utilização
deste programa ou para obter maiores informações sobre a plotagem, acesse o
manual ‘CAD/TQS® – Manual de Plantas e Plotagem’.

5.1. Aspectos Gerais da Plotagem no CAD/TQS®


Ao contrário do AutoCAD®, que faz a plotagem baseado nas cores dos níveis/layers, o
CAD/TQS® utiliza os próprios níveis para determinar as características de sua
plotagem. Ou seja, todas as linhas e/ou textos escritos em um determinado nível
serão desenhados com as mesmas propriedades.

Lembre-se: a definição das características de plotagem das


linhas é feita com base nos níveis de desenho.

Cada nível de desenho possui as seguintes características de plotagem:


■ Pena e peso: controla a espessura e cor da linha;
■ Estilo: tipo de linha (contínua, tracejada, etc.);
■ Hachura: formato de preenchimento das poligonais fechadas;
■ Fonte: fonte que será utilizada.
Para cada uma destas características há uma tabela, onde são determinados os
estilos existentes e um índice, que posteriormente será utilizado para associação com
os níveis de desenho.
Desta forma, a plotagem pelos Sistemas CAD/TQS® está baseada em quatro
elementos:
■ Arquivo de desenho DWG e seus níveis de desenho;
TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
136 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

■ Tabelas de estilos (penas, estilos de linhas, hachuras, fontes etc.);


■ Tabelas de associação de níveis de desenho às características de plotagem;
■ Driver do plotter com a tabela de penas associada.
Conhecendo estes quatro elementos e suas interligações você poderá facilmente
configurar e modificar todos os parâmetros de plotagem
■ Arquivo de desenho DWG e seus níveis de desenho;
Os arquivos de desenhos do CAD/TQS® possuem a extensão .DWG, que, apesar de
ser a mesma extensão dos desenhos do AutoCAD®, não é compatível com os software
da AutoDesk®.
Após todo o detalhamento e edição nos editores de armaduras, os desenhos dos
elementos estruturais são gerados. Além disso, com o auxílio do EAG – Editor de
Aplicações Gráficas é possível criar novos desenhos (detalhes, legendas etc.) para
serem incluídos nas folhas de plotagem.

Quando utilizar o EAG para fazer desenhos quaisquer,


lembre-se de determinar a escala com que este desenho será
plotado. Para isto, dentro do EAG, acione o comando
"Arquivo" – "Propriedades".

■ Tabelas de estilos (penas, estilos de linhas, hachuras, fontes etc.);


Estas tabelas controlam a quantidade de formatos diferentes existentes para as
linhas, hachuras, fontes etc.
As propriedades controladas por estas tabelas são:
■ Pena / cor;
■ Estilo;
■ Hachura;
■ Fonte.
Como citado anteriormente, para cada uma destas características há uma tabela,
onde são determinados os tipos existentes e um índice, que posteriormente será
utilizado para associação com os níveis de desenho.
■ Driver do plotter com a tabela de penas associada.
O driver do plotter controla as informações da impressora/plotter (hardware), o
tamanho do papel, se a plotagem será feita em arquivo ou diretamente no plotter etc.
O driver é um elemento fundamental para a plotagem.
■ Gerenciador de penas e plotagem;

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
PLOTAGEM EM PLOTTER 137

De modo a facilitar a configuração da plotagem e ajudar o usuário na definição de


espessuras e cores das linhas de um desenho foi criada uma nova ferramenta para
configuração de penas e plotagem.
Este novo gerenciador foi especificamente desenvolvido para que usuários não
acostumados com as tabelas de plotagem e níveis do CAD/TQS® pudessem fazer as
alterações desejadas para a apresentação final dos desenhos.
Além de usuários novos e pouco habituados com o sistema, esta ferramenta fará com
que boa parte das configurações de plotagem, penas e espessuras sejam feitas de um
modo muito mais intuitivo e rápido.
Com este funcionamento, o usuário não precisará mais saber antecipadamente em
que nível uma determinada linha está desenhada, quais as tabelas de penas
disponíveis ou tabelas de plotagem associadas a cada desenho, podendo visualizar e
modificar o que desejar sem a necessidade de conhecer profundamente todo o
sistema de plotagem.
Todas as configurações são feitas para todos os desenhos principais gerados
automaticamente pelo sistema CAD/TQS®.

5.2. O Gerenciador de penas e plotagem


Para acessar o "Gerenciador de penas e plotagem", no Gerenciador, execute
"Plotagem" - "Critérios" - "Gerenciador de penas e plotagem".

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
138 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

A janela principal deste gerenciador é dividida nas seguintes áreas:


■ (1) Seleção de desenho padrão;
■ (2) Visualização do desenho padrão;
■ (3) Tabela com níveis de desenho utilizados;
■ (4) Configuração de plotagem.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
PLOTAGEM EM PLOTTER 139

Estes quatro itens serão abordados mais profundamente no decorrer do texto.

5.2.1. Funcionamento

5.2.1.1. Seleção do desenho padrão


O primeiro passo é selecionar qual será o tipo de elemento estrutural que será
analisado e terá suas configurações editadas.

(1) Selecione o desenho a ser editado.

Na primeira versão do "Gerenciador de penas e plotagem" os seguintes desenhos


padrão estão disponíveis:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
140 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

■ Armação de vigas:
■ Viga simples;
■ Furo em viga;
■ Armação de pilares;
■ Armação de lajes;
■ Armação de blocos e sapatas;
■ Formas
■ Alvest:
■ Elevação;
■ Primeira fiada;
■ Segunda fiada;
■ Moldura/Carimbo;
■ Tabela de Ferros.
O usuário poderá selecionar qualquer um destes desenhos padrão para a edição.

5.2.1.2. Seleção do dispositivo de saída


Antes da edição do modo como uma linha será plotada, é necessário que o usuário
defina qual será o dispositivo de saída da plotagem. Basicamente, existem três
opções para saída dos desenhos:
■ Impressora: para plotagem em impressoras;
■ Plotter: para plotagem em plotters e em PLTs;
■ TQS-HPGL2: para PLTs com TQS-HPGL.

(1) Selecione o dispositivo de saída das plotagens

5.2.1.3. Selecione o elemento gráfico a ser editado


Para selecionar o elemento gráfico que será editado existem duas maneiras:
■ Através da visualização do desenho;
■ Através da tabela de níveis e descrições.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
PLOTAGEM EM PLOTTER 141

Passando o mouse pelo desenho, todos os elementos que estão no mesmo nível
apareceram destacados, o mesmo acontecerá quando a descrição do nível for
selecionada, na lista à direita.

(1) Selecione um dos elementos graficamente ou através da tabela.

Ao lado direito, há uma lista com os níveis que estão presentes no desenho e o
número da pena que está associada a este nível.

5.2.1.4. Edição do modo de plotagem de um elemento gráfico


Após estas seleções, é possível definir como o elemento seleciona será plotado. É
possível alterar as seguintes características:
■ Cor;
■ Espessura da linha;
■ Estilo da linha;
■ Fonte dos textos.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
142 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

5.2.1.5. Edição de cor

(1) Abra a lista de cores disponíveis;


(2) Selecione a cor desejada

5.2.1.6. Edição da espessura da linha

(1) Abra a lista de espessuras disponíveis;


(2) Selecione uma espessura disponível ou digite no campo.

5.2.1.7. Edição do estilo da linha

(1) Clique no botão "Estilo";


(2) Selecione o estilo desejado para a linha;
(3) Clique no botão "OK".

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
PLOTAGEM EM PLOTTER 143

5.2.1.8. Edição da fonte de texto

(1) Clique no botão "Fonte";


(2) Selecione uma das fontes catalogadas;
(3) Clique no botão "OK".

5.2.1.9. Visualização do modo de plotagem


Após as edições é possível visualizar como o desenho padrão selecionado seria
plotado com as configurações atuais. Isto permite ao usuário a percepção se
determinada linha está muito grossa, o texto adequado, as cores corretas, etc.

(1) Ative a opção "Visualização do modelo de plotagem".

Na área de visualização de desenho será apresentado o desenho padrão da viga do


modo que ele será plotado, isto inclui espessuras de linhas, fontes e estilos:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
144 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

5.2.2. Tabelas de penas e de plotagem


Para os usuários que já conhecem o sistema de plotagem do CAD/TQS ®, a tabela de
penas que está configurada para cada dispositivo é automaticamente lida e mostrada
na tela, assim como os dispositivos de plotagem. O mesmo ocorre com as tabelas de
plotagem, que são atualizadas para edição de acordo com o desenho que estiver
aberto.
Para os usuários não habituados ao sistema de plotagem, não há necessidade de se
preocupar com as tabelas de penas e plotagens, uma vez que o controle destes
elementos é feito automaticamente pelo gerenciador.

5.3. Configuração do Driver da Impressora/Plotter


O CAD/TQS® pode utilizar os dispositivos de impressão previamente instalados no
sistema operacional para a impressão das plantas. O plotter é uma impressora de
grandes dimensões, portanto, os conceitos aplicados para impressora e plotter são os
mesmos.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
PLOTAGEM EM PLOTTER 145

O sistema operacional é responsável pela interface do driver de impressão com o


CAD/TQS®. O responsável pelo controle do plotter ou da impressora é o driver do
equipamento, que deve ser fornecido pelo fabricante do dispositivo.
Caso você ainda não tenha uma impressora/plotter instalada em seu computador,
você poderá instalá-la ou utilizar o driver TQS-HPGL2. Para saber como é feita a
instalação de um novo dispositivo de impressão, acesse a documentação (ou help) do
seu sistema operacional.
Uma alternativa à instalação de um dispositivo de impressão é a utilização do driver
"TQS-HPGL2" que já vem instalado juntamente com o CAD/TQS®. Este driver é
compatível com todos os modelos de plotter existentes no mercado e pode ser
utilizado para geração de arquivo .PLT, que posteriormente podem ser impressos
diretamente no plotter.

Se você não tem um plotter ligado a seu computador, utilize


o driver TQS-HPGL2. Além de evitar problemas de
compatibilidade entre drivers plotter, o TQS-HPGL2 é muito
rápido na criação de arquivos .PLT.
O grande problema deste driver é que ele não aceita fontes
quaisquer, sendo necessário a utilização das fontes presentes
no sistema CAD/TQS®.

5.3.1. Utilizando um driver existente no Windows®


Após a instalação do dispositivo de impressão, devemos informar aos CAD/TQS ® qual
o driver de plotter que será utilizado, não só para a plotagem em plotter, mas
também para outros recursos como a visualização prévia de plantas etc.
Primeiramente, deveremos informar ao CAD/TQS® que será utilizado um driver do
Windows®. Para isto, no Gerenciador, acesse o comando "Arquivo" – "Configurações"
– "Gerenciador":

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
146 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

(1) Clique na pasta "Plotter";


(2) Selecione a primeira opção: "Usar controlador de plotagem baseado no
Windows...";
(3) Clique em "OK".

Após isso, devemos indicar ao CAD/TQS® qual driver deverá ser utilizado, uma vez
que no seu computador poderá existir mais de uma impressora/plotter instalados.
Para isto, no Gerenciador, acesse o comando "Plotagem" – "Critérios" –
"Configuração de impressoras". A configuração da impressora, além de ser utilizada
para impressão em formatos pequenos (até A3) também é utilizada para a
visualização de plotagem, onde podemos observar como o desenho será plotado, com
espessuras das linhas e cores.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
PLOTAGEM EM PLOTTER 147

(1) Clique em "Configurar".

Na próxima janela, "Configurar impressão", deverão ser escolhidos a impressora,


tamanho do papel e sua orientação:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
148 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

(1) Selecione a impressora/plotter que deverá ser utilizada.


(2) Clique em "OK".

Para finalizar, clique no botão "OK" da janela "Configuração de impressora/plotter".


Depois disto, repita o processo com o comando "Plotagem" – "Critérios" –
"Configuração de plotters", indicando qual driver será utilizado quando fizermos
uma plotagem em um formato grande (acima do A3).

5.3.2. Utilizando a "Plotagem Especial TQS HPGL2"


Apesar do sistema CAD/TQS® permitir que o usuário utilize qualquer tipo de
dispositivo de impressão que esteja instalado em seu computador, para este exemplo
iremos utilizar o driver TQS-HPGL2 e gerar arquivos .PLT.
A utilização deste driver deve ser considerada como o padrão do sistema. Para a
maioria dos usuários, que não tem plotter, a utilização do driver TQS-HPGL2 será
uma rotina comum no dia-a-dia.
Caso o usuário queira mais informações sobre como fazer a impressão em
impressoras comum (formatos pequenos etc.) ou conectadas diretamente ao
computador, acesse o manual ‘CAD/TQS® – Manual de Edição de Plantas e
Plotagem’.
Para indicarmos ao CAD/TQS® que iremos utilizar o driver TQS-HPGL2.
Primeiramente, deveremos, no Gerenciador, acessar o comando "Arquivo" –
"Configurações" – "Gerenciador":

(1) Clique na pasta "Plotter";


(1) Selecione a primeira opção: "Usar o driver de plotagem TQS-HPGL2...";

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
PLOTAGEM EM PLOTTER 149

(3) Clique em "OK".

A seguir, devemos configurar a impressora, que é utilizada para a impressão de


formatos pequenos (até A3) e para visualização de plotagem (modo de visualização
com as espessuras de linhas que serão obtidas depois da impressão). Para isso, no
Gerenciador, acesse o comando "Plotagem" – "Critérios" – "Configuração de
impressoras":

(1) Clique em "Configurar".

Na próxima janela, "Configurar impressão", deverão ser escolhidos a impressora,


tamanho do papel e sua orientação:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
150 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

(1) Selecione a impressora/plotter que deverá ser utilizada.


(2) Clique em "OK".

Finalmente, clique no botão "OK" da janela "Configuração de impressora/plotter".


Por último, devemos fazer a configuração do plotter (neste caso, o driver TQS-
HPGL2). Para isto, no Gerenciador, utilize o comando "Plotagem" – "Critérios" –
"Configuração de plotters" e clique no botão “OK”:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
PLOTAGEM EM PLOTTER 151

Para a grande maioria dos usuários, os itens desta janela não precisam ser editados.
Assim, clique no botão "OK" para fechá-la.

5.4. Fluxograma para plotagem de uma planta

5.4.1. O que é uma planta no CAD/TQS®


Dentro do CAD/TQS® define-se que uma planta é um conjunto de desenhos, formados
por:
■ Moldura;
■ Carimbo;
■ Desenhos gerais (armações, formas, detalhes etc.);
■ Tabelas e ferros (caso exista);
■ Tabela de revisões (caso esteja separada do carimbo).
Ou seja, a planta representa exatamente uma folha plotada, com todos os seus
elementos, mas em formato digital. Desta forma, todos estes elementos devem ser
juntados e organizados para que consigamos fazer a plotagem.

5.4.2. Fluxograma para a plotagem de uma planta


Além dos desenhos, precisamos definir as configurações das Tabelas de Formatos e
Tabelas de plotagem. O CAD/TQS® já é instalado com todas as tabelas pré-definidas,
com valores razoáveis para a maioria dos projetos, mas é de grande importância que
o engenheiro verifique se são estes os valores que ele deseja utilizar.
Outro item de fundamental importância é a nomenclatura das plantas. A partir dela
é que serão gerados os nomes dos arquivos .PLT e outros associados a uma planta.
Assim, o fluxograma abaixo indica as etapas necessárias para a montagem das
plantas no CAD/TQS®

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
152 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

5.5. Criação / Edição da Moldura e Carimbo


No CAD/TQS®, a moldura e o carimbo das folhas fazem parte de um mesmo desenho.
Podemos inserir outros itens neste desenho, como observações de construção,
detalhes construtivos etc. ou ainda a tabela de revisões da folha.
Os arquivos de molduras, em geral, ficam guardados dentro da pasta
\\TQSW\SUPORTE\NGE\MOLDURAS que é copiada durante a instalação do
sistema CAD/TQS®.
Estes desenhos devem estar na escala 1:1 e seu canto inferior esquerdo na
coordenada 0,0.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
PLOTAGEM EM PLOTTER 153

Para este exemplo, iremos utilizar o arquivo FL-A1-CEP.DWG. Abaixo podemos


visualizar o desenho da moldura e carimbo:

Vejamos o detalhe do carimbo desta folha:

Observe que, no carimbo, existem alguns textos que iniciam com o caractere "%".
Estes textos são chamados de "Campos pré-definidos" e são atualizados
automaticamente durante o preenchimento do carimbo.
Por exemplo, na posição do Campo pré-definido "%PECASDET" serão listados
automaticamente os elementos estruturais que estiverem detalhados na planta. No
TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
154 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Campo pré-definido "%ESCALA" será apresentada a escala dos desenhos da planta


e, caso haja mais de uma escala, será utilizado o texto "Indicada". E assim por
diante. Mais à frente, teremos a oportunidade de visualizar estes campos após o
preenchimento automático.

5.5.1. Arquivo de critérios de geração de plantas


Agora devemos indicar ao sistema CAD/TQS® que queremos utilizar este desenho
como moldura/carimbo deste projeto. Além disso, devemos definir os valores de
dimensões das molduras, do carimbo e que iremos utilizar o Controle de Emissão de
Plantas.
Para isso devemos editar o "Arquivo de Critérios de Geração de Plantas", através do
comando "Plotagem" – "Critérios" – "Geração de planta". Será aberta uma tela da
"Edição de Arquivo de Critérios":

(1) Observe que iremos alterar um arquivo de critérios válido para todos os
pavimentos deste edifício;
(2) Observe também que este arquivo se encontra na pasta do edifício;
(3) Clique no botão "OK".

5.5.1.1. Formatos de molduras


Na pasta "Formatos" é possível definir quais as molduras que estarão disponíveis
para este edifício. Devemos identificar o nome do formato, suas dimensões e o
arquivo digital que contém a moldura e o carimbo.
Por padrão, o CAD/TQS® já vem instalado com 3 formatos diferentes de molduras:
A0, A1 e A1L (A1 alongada).
TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
PLOTAGEM EM PLOTTER 155

Neste exemplo iremos apenas alterar o arquivo que contém a moldura:

(1) Clique na linha do formato A0, na coluna "Arq. de moldura";


(2) Clique no botão "...";
(3) Selecione o arquivo FL-A0-CEP.DWG;
(4) Clique no botão "Abrir".

Repita este processo para as linhas do formato A1 e A1L, selecionando os arquivo


FL-A1-CEP.DWG e FL-A1L-CEP.DWG, respectivamente.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
156 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

5.5.1.2. Dimensões do carimbo


Apesar do carimbo já estar desenhado e definido no arquivo da moldura, devemos
indicar suas dimensões no arquivo de critérios, para que, durante a distribuição dos
desenhos na folha, possamos identificar a posição exata do carimbo:

(1) Clique na pasta "Carimbo e moldura";


(2) Ative o item "Plotagem automática de moldura;
(3) Ative o item "Preenchimento de carimbo"
(4) Digite o valor da altura do carimbo: 15 cm

5.5.1.3. Controle de emissão de plantas


Por fim, iremos ativar a utilização do programa de controle de emissão de plantas:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
PLOTAGEM EM PLOTTER 157

(1) Clique na pasta "Emissão de plantas";


(2) Verifique se todos os itens estão ativados.

Este programa é muito útil para a padronização dos nomes das plantas, facilitando a
identificação de seu conteúdo e a comunicação com o cliente e, também, para o
controle automático de revisões, que evita equívoco durante o processo de plotagem.
Com isto, terminamos as edições necessárias no arquivo de "Critérios de Geração de
Plantas". Para salvar as edições clique no botão "OK" desta janela.

5.6. Nomenclatura das Plantas


Antes de montarmos as plantas, é necessário definirmos com que nomenclatura elas
serão geradas. No Gerenciador, utilize o comando "Plotagem" – "Edição de plantas" –
"CEP Controle de Emissão de Plantas" ou utilize o botão :

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
158 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

(1) Clique no botão "Nomenclatura de planta".

Na janela "Editor de Nomenclatura de Planta" podemos determinar qual o nome das


plantas que serão montadas. Para isto, pode-se utilizar:
■ Pré-definidos: referem-se às características do edifício, pavimento e plantas;
■ Variáveis: referem-se às características da construção, como setor, fases,
localização etc.;
■ Fixos: valores de separação dos demais campos.
Os botões "Utilizar" fazem com que o campo selecionado seja incorporado ao nome
padrão, que aparece na parte superior da janela (Padrão utilizado para o edifício). O
botão "Excluir" elimina o campo selecionado do nome padrão.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
PLOTAGEM EM PLOTTER 159

Neste exemplo iremos utilizar o padrão de nomenclatura padrão do sistema


CAD/TQS®: CODPROJ – CODPAV – CODELEM – NUMPLA – RREVISAO.
Estes campos têm o seguinte significado:
■ CODPROJ: código do projeto, definido nos dados do edifício;
■ CODPAV: código do pavimento, definido nos dados do edifício;
■ CODELEM: tipo de elementos da planta, editável na montagem da planta;
■ NUMPLA: número da planta;
■ RREVISAO: número da revisão desta planta.
O funcionamento da nomenclatura é simples: cada um dos campos acima será
substituído pelos valores presentes nos dados do edifício ou ainda dos elementos
estruturais presentes na folha. A numeração e a revisão serão substituídas
automaticamente, de forma incremental.
Um exemplo de nome de arquivo .PLT, que poderíamos ter com este padrão de
nomenclatura seria:
143-TER-VIG-012-R01.PLT
ou seja:
■ CODPROJ: 143;
■ CODPAV: TER
■ CODELEM: VIG
■ NUMPLA: 012
■ RREVISAO: R01
Onde esta folha representaria a revisão 01 da folha 012 das vigas do térreo, do
projeto 143.
Outro exemplo de nome de arquivo possível com este mesmo padrão de nomenclatura
seria:
143-COB-FOR-004-R00.PLT
ou seja:
■ CODPROJ: 143;
■ CODPAV: COB
■ CODELEM: FOR
■ NUMPLA: 004
■ RREVISAO: R00
onde esta folha representaria a revisão 00 da folha 004 da forma da cobertura, do
projeto 143.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
160 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

A adoção de uma nomenclatura padrão para todo o projeto,


apesar de parecer trabalhosa, torna o processo a partir deste
ponto quase que totalmente automático. Não será necessário
alterar extensão de arquivos, nomes ou revisões uma vez que
todo este controle é feito pelo próprio sistema CAD/TQS®.

Neste exemplo iremos manter a nomenclatura padrão que é carregada com a


instalação do CAD/TQS® e que utiliza códigos de três caracteres para a montagem
do nome da planta.
Para sair desta janela clique no botão "OK".
Para maiores informações sobre o funcionamento da nomenclatura das plantas,
acesse o manual ‘CAD/TQS® – Edição de Plantas e Plotagem’.

5.7. Edição de Plantas


Depois que definimos como as plantas serão nomeadas, podemos iniciar a montagem
das plantas.
Toda vez que vamos montar as plantas, devemos, antes, selecionar em que pasta os
arquivos .PLT/.DWG/.DXF devem ser criados. Neste exemplo vamos montar as
plantas da elevação das paredes do pavimento Superior na pasta Plantas. Portanto,
é necessário que a pasta “Plantas” seja selecionada:

(1) Clique na pasta "Plantas" do edifício.

Agora, podemos acessar o Editor de Plantas. Para isso, no Gerenciador, utilize o


comando "Plotagem" – "Edição de plantas" – "Editar Plantas". A janela do Editor de
Plantas será aberta.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
PLOTAGEM EM PLOTTER 161

O funcionamento deste Editor é simples:


■ Selecionam-se os desenhos que estarão na planta;
■ Inseri-se uma moldura;
■ Distribuem-se os desenhos sobre a folha;
■ Atribui-se um nome e revisão as plantas;
■ Preenchem-se os carimbos;
■ Gera-se a tabela de ferros, caso exista.

5.7.1. Seleção dos desenhos


Para selecionar os desenhos que serão utilizados na montagem das plantas devemos

utilizar o comando "Desenhos" – "Selecionar desenhos" ou clicar no botão , na


barra de ferramentas:
Na janela "Seleção de desenhos" é apresentada uma árvore do edifício atual, onde
são organizados os desenhos existentes em todas as pastas do edifício.
Durante a seleção, para a montagem de uma planta, é possível escolher desenhos de
diferentes pastas.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
162 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

A utilização de desenhos para detalhes e legenda é muito


comum em projetos de estruturas. O CAD/TQS® permite que
eles sejam inseridos em várias plantas. Para isso, guarde o
desenho em uma pasta do edifício (pode-se utilizar a pasta
"Gerais" para isto) e depois selecione o desenho a cada planta
que seja montada.
Outra maneira de incluir detalhes e legendas é diretamente
na moldura/carimbo.

Neste exemplo, iremos montar as plantas apenas com os desenhos de elevações de


paredes do superior:

(1) Observe que a pasta atual é a do pavimento "Superior"


(2) Clique em Par1 e depois em Par8 com o <Shift> pressionado;
(3) Clique no botão "Adicionar" para carregar o quadro "Seleção atual" (direita) e
depois em "OK" para confirmar a seleção no quadro.

Ao voltarmos para a janela do Editor de Plantas, podemos observar que os desenhos


que foram selecionados aparecem na caixa de seleção da barra de ferramentas:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
PLOTAGEM EM PLOTTER 163

5.7.2. Inserção de uma moldura


Agora devemos determinar a moldura que será utilizada para esta planta.
Primeiramente devemos definir qual o formato de moldura que será utilizado.
Lembre-se que definimos anteriormente três formatos: A0, A1 e A1L. Para
selecionarmos o formato atual, devemos acessar o comando "Plantas" – "Formato
atual":

(1) Selecione o formato A1;


(2) Clique no botão "OK".

Agora iremos inserir uma moldura. Para isto, acesse o comando "Plantas" – "Inserir

uma" ou clique no botão :

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
164 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

(1) Clique no comando "Inserir uma planta";


(2) Clique em um ponto da tela.

Observe, após a inserção, que o desenho apresentado é apenas esquemático: indica o


formato da planta e a posição do carimbo. Além disso, também é apresentada a
posição da tabela de ferros. Este tipo de informação é útil para evitar que desenhos
sejam colocados por cima do carimbo ou da tabela de ferros, gerando interferências
após a plotagem.

5.7.3. Distribuição de desenhos

5.7.3.1. Distribuição manual


Agora iremos selecionar os desenhos que serão incluídos nesta planta.
Primeiramente iremos inserir o desenho da parede 2:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
PLOTAGEM EM PLOTTER 165

(1) Selecione a parede 2, na caixa de seleção;

Para completar o comando, posicione o desenho da Par2 próximo a margem da


planta:

(1) Clique próximo a margem da planta.

Agora devemos repetir este processo para as paredes 4, 6 e 8. No fim, teremos e


seguinte resultado:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
166 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

O Editor de Plantas possui uma série de comando para a ordenação de desenhos em


planta. Primeiramente iremos verificar os critérios de ordenação. Para isso, utilize o

comando "Distrib" – "Parâmetros de distribuição" ou clique no botão :

(1) Clique na opção "Título" na caixa "Ordenação";


(2) Aumente o espaçamento entre o desenho e a borda para: 0.5 cm ;
(3) Clique no botão "OK".

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
PLOTAGEM EM PLOTTER 167

Agora iremos acessar o comando "Distrib" – "Distribuir numa planta" ou apertar o

botão :

(1) Clique em um ponto qualquer da planta.

Após o comando, os desenhos são rearranjados e o resultado é:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
168 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

5.7.3.2. Distribuição automática


Uma opção à utilização da distribuição manual dos desenhos e da moldura é utilizar
a distribuição automática de plantas. Através deste comando, os desenhos que ainda
estão na caixa de seleção são distribuídos automaticamente na quantidade de
plantas que forem necessárias.
De modo geral, é interessante que a distribuição automática seja feita
primeiramente, e depois sejam "ajeitados" os desenhos, caso seja necessário.
Para as demais paredes, iremos utilizar a distribuição automática de desenhos. Para

isto, utilize o comando "Distrib" – "Distribuição automática" ou o botão . Após o


comando, teremos o seguinte resultado:

5.7.3.3. Acertos na distribuição


Pode ocorrer em determinados projetos a necessidade de rearranjar os desenhos. Por
exemplo, um elemento pode estar muito próximo do carimbo. Para alterar esta
situação, basta posicionar o mouse sobre o desenho e apertar <F4>, escolher a nova
posição e clicar <B1>.

5.7.4. Atribuição de nomes às plantas


Para atribuirmos a nomenclatura das plantas, devemos acessar o comando "Plantas"

– "Atribuir nomes às plantas criadas" ou clicar no botão .

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
PLOTAGEM EM PLOTTER 169

(1) Observe que parte da nomenclatura já é carregada automaticamente;


(2) Selecione o número da primeira planta: 1 ;
(3) Clique no botão "Alterar";

Será apresentada a janela "Nome para a planta", onde podemos selecionar os valores
dos campos pré-definidos que escolhemos anteriormente. Neste caso, o COD.PAV.
será "SUP" (de Superior) e o TIP.ELEM. será "ALV" (de alvenaria). Observe que o
programa já os inseriu automaticamente. Observe nesta janela que também são
indicadas as posições do número da planta e da revisão, que serão incorporadas ao
nome da planta posteriormente.

(1) Selecione o Cód.Pav.: "Superior";


(2) Selecione o Tipo Elem.: "ALV";
(3) Clique no botão "OK".

Por fim, podemos fechar a janela "Nome para as plantas" clicando em "OK". Com
isso, são apresentados os nomes nas plantas, como podemos observar abaixo:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
170 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Vamos observar um detalhe:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
PLOTAGEM EM PLOTTER 171

Podemos observar o texto "PL ‘ALV-SUP-ALV-001’” que quer dizer ‘planta com o
nome ALV-SUP-ALV-001, onde "001" é a numeração da planta. O valor da revisão é
incorporado durante o processo de plotagem.

5.7.5. Atribuição de revisão às plantas


Agora iremos preencher os dados de revisão das plantas. Para isso utilizaremos o

comando "Plantas" – "Edição de nome, revisão e título" ou clique no botão :

(1) Ative o comando "Plantas" - "Edição de nome, revisão e título";


(2) Clique sobre o nome da planta 001.

Na janela que aparece podemos determinar os dados da revisão desta planta:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
172 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

(1) Observe que estamos editando a planta 001;


(2) Defina o nome do projetista: TQS Informática Ltda. ;
(3) Defina a data da revisão: 03-03-2012 ;
(4) Defina o autor da revisão: TQS ;
(5) Defina o título da revisão: Emissão Inicial ;
(6) Clique no botão "OK".

Agora repita este processo para as demais plantas.

5.7.6. Preenchimento dos carimbos


Para finalizar a planta, devemos preencher o carimbo. Para isso, utilize o comando

"Plantas" – "Preencher carimbo", ou clique no botão .

(1) Ative o comando "Plantas" - "Preencher carimbo";


(2) Clique sobre o nome da planta 001.

Aparecerá a janela "Preenchimento de carimbo/selo", onde poderemos observar os


dados existentes no carimbo. Esta janela possui duas revisões:
■ Campos pré-definidos: com dados que são carregados automaticamente;
■ Campos da máscara do carimbo: itens que devem ser preenchidos pelo
engenheiro.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
PLOTAGEM EM PLOTTER 173

(1) Digite o valor de "TITULO_L1": ALVENARIA EM ELEVAÇÃO ;


(2) Digite o valor de "TITULO_L2": SUPERIOR ;
(3) Clique no botão "OK".

Será apresentado o desenho da moldura e do carimbo com seus dados preenchidos.


Um detalhe do carimbo pode ser observado abaixo. Nele podemos observar que todos
os campos foram preenchidos:

Para fechar o desenho do carimbo e voltar à edição de plantas devemos utilizar o


comando "Arquivo" - "Fechar", salvando as alterações.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
174 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Devemos repetir este processo para as demais plantas. Como resultado final,
teremos:

5.7.7. Criação das tabelas de ferros


Por último, devemos gerar as tabelas de ferros das folhas. Para isso, utilizaremos o

comando "Tabelas" - "Extrair tabela" ou o botão .


Logo após um breve processamento, será apresentado um relatório com a tabela de
ferros. Para fechá-lo, utilize o comando "Arquivo" - "Sair".
Na janela de Edição de Plantas poderemos visualizar todos os elementos da planta:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
PLOTAGEM EM PLOTTER 175

5.7.8. Visualização de plotagem


Para visualizarmos uma das plantas que será plotada, podemos acessar o comando

"Plantas" - "Visualização de plantas" ou acionar o botão :

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
176 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

(1) Ative o comando "Plantas" - "Visualização de plantas";


(2) Clique sobre o nome da planta 001.

Será apresentado apenas o conteúdo de plotagem da plantas, sem as linhas


auxiliares. Para visualizarmos o mesmo desenho com as espessuras de plotagem e
hachuras, podemos acessar o comando "Arquivo" - "Modo de visualização de
plotagem". O desenho perderá as cores e as linhas apresentaram suas espessuras e
hachuras:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
PLOTAGEM EM PLOTTER 177

Agora podemos sair do Editor de Plantas através do comando "Arquivo" - "Sair",


salvando a edição das plantas.

5.8. Plotagem
Existem três tipos de arquivos que poderiam ser utilizados para a plotagem das
plantas: .PLT, .DXF ou .DWG. Neste exemplo, como comentamos anteriormente,
iremos fazer a plotagem das três folhas em arquivo .PLT.
Para a plotagem, devemos acessar o comando "Plotagem" - "Plotagem" - "Em plotter".
Será apresentada a janela "Seleção de desenhos", onde os arquivos que podem ser
selecionados têm extensão .CPL (que é o arquivo que contém os dados de cada uma
das plantas):

(1) Clique no botão "Todos" para selecionar todos os arquivo .CPL;


(2) Clique no botão "OK".

Após o processamento, os arquivo .PLT são criados na pasta "Plantas", a mesma dos
arquivos .CPL. São estes arquivos que devem ser utilizados para a plotagem em
papel em um plotter ou enviados para as construtoras/gráficas.
Podemos observar que, na lista de desenhos da pasta vigas, agora existe os arquivos
.PLT das plantas que tínhamos editado:

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
178 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

(1) Selecione a plotagem da planta 001;


(2) Clique no botão "Edição gráfica de desenho".

Será possível observar o desenho que será plotado, com as linhas sem espessuras,
apenas para uma conferência geral. Após uma verificação, feche este desenho
através do comando "Arquivo" – "Sair", sem salvar as alterações.
Com isso terminamos a plotagem. Falta apenas fazermos o controle de emissão da
planta, para que possamos controlar as revisões que são liberadas de um projeto.

5.9. Controle de Emissão de Plantas – CEP


Para iniciarmos a emissão das plantas devemos, no Gerenciador, acessar o comando
"Plotagem" – "Edição de plantas" – "CEP - Controle de emissão de plantas" ou clicar
no botão :

(1) Clique no botão "Gerenciamento de Emissão de Plantas".

Será aberta a janela "CAD/TQS® – CEP", que é o programa que controla a emissão
de plantas.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
PLOTAGEM EM PLOTTER 179

Para adicionarmos plantas para a emissão, devemos acessar o comando "Emissão de


Planta".

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
180 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

(1) Acesse a pasta "Plantas" do edifício;


(2) Clique no botão "Todos" para selecionar todos os arquivos .CPL;
(3) Clique no botão "OK".

Após a importação dos dados, podemos observar que os três arquivos .CPL fazem
parte da lista de plantas emitidas.
Para cada uma destas plantas, são apresentados detalhes, informando a data e hora
da emissão e outros dados que podem ser editáveis, para controle próprio do
engenheiro responsável.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
PLOTAGEM EM PLOTTER 181

(1) Clique na planta 001;


(2) Observe que os dados da revisão da planta são carregados automaticamente;
(3) Digite um nome para o Remetente: TQS ;
(4) Digite um nome para o Destinatário: Construtora ;
(5) Digite uma observação qualquer: Enviado por email ;
(6) Clique no botão "Salvar Modificações.

5.9.1. Relatório de revisões emitidas


Para acessarmos um relatório de quais revisões já foram emitidas, podemos acessar
o comando "Listagem de revisões".

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
182 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Nesta listagem podemos visualizar todos os arquivos emitidos. Pode ser salvo em
diversos formatos ou ser impresso diretamente em uma impressora instalada no
computador.
Para sair do relatório, basta clicar no botão "Fechar".
Para fechar a janela do CAD/TQS® - CEP utilize o botão "OK" no canto inferior
direito.

5.10. Finalizando a Plotagem


Agora que já fizemos a plotagem e cadastramos a emissão das plantas, podemos
enviar os arquivo .PLT para o cliente ou para a plotter.
Observe que, apesar da quantidade de passos que envolvem a plotagem dentro do
CAD/TQS®, estes passos são bem simples e contínuos, sendo facilmente
reproduzíveis quando necessário.

5.11. Observações Finais


Com isso, finalizamos nosso exemplo. É claro que não foram analisados todos os
pontos necessários para afirmarmos que este projeto é viável. Esta etapa deve ser
sempre verificada pelo engenheiro.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
SALVAR – RESTAURAR – COMPACTAR 183

6. SALVAR – RESTAURAR – COMPACTAR


Juntamente com o CAD/TQS® existe um programa que permite compactar ou
restaurar os dados de um edifício. Trata-se de uma ótima opção para criação de um
backup ou arquivos para envio por email ou pen-drive.

Este programa é específico para compactar ou restaurar um


edifício gerado no TQS. Não se trata de um compactador
geral. A extensão do arquivo deverá ser sempre TQS. Ex:
PROJ-PLE.TQS

Para inicializar o programa, basta selecionar a árvore do edifício no Gerenciador e


executar o comando "Arquivo" - "Utilidades" - "Salvar / Restaurar / Compactar" ou no
botão .

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
184 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

Note que, na janela aberta existem várias opções de seleção de arquivos. A primeira
opção, "Otimizada" (inclui configuração mínima de um edifício), é a default, isto é,
toda vez que o programa de compactação é inicializado, a seleção “Otimizada” é
automaticamente restaurada.
Para compactar o edifício, defina o nome para o backup (com extensão TQS) e clique
no botão "Compactar", conforme mostra a figura a seguir.

(1) Defina o nome do backup com extensão .TQS;


(2) Clique no botão "Compactar".

Já, para restaurar um edifício compactado, siga as instruções indicadas na figura a


seguir.

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
SALVAR – RESTAURAR – COMPACTAR 185

(1) Clique no item "Restaurar"


(2) Selecione o arquivo de backup com extensão TQS
(3) Defina onde o edifício será extraído
(4) Clique no botão "Restaurar"

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
186 CAD/Alvest - Manual II – Visão Geral e Exemplo Completo

TQS Informática Ltda. - Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - 05422-001 - São Paulo/SP - Tel.: (011) 3883-2722 - Fax: (011) 3083-2798
Anotações

______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________

TQS Informática Ltda.


Rua dos Pinheiros 706 / casa 2 - São Paulo / SP - 05422-001
Tel. (011) 3883-2722 - Fax (011) 3083-2798
tqs@tqs.com.br - www.tqs.com.br