Você está na página 1de 14

BIBLIOGRAFIA SELETA

1. HISTÓRIAS DA LITERATURA BRASILEIRA*


(ou de apenas alguns gêneros ou estilos de época)

Bandeira, Manuel, Apresentação da Poe- Sargaços. São Paulo, Martins, 1944


sia Brasileira. Rio, Casa do Estudante (cap. sobre a literatura dita colonial).
do Brasil, 1946. Miguel Pereira, Lúcia, Prosa de Ficção (de
Bosi, Alfredo, História Concisa da Lite- 1870 a 1920). Rio, José Olyrnpio, 1950;
ratura Brasileira. São Paulo, Cultrix, 2~ ed., 1957.
1970. Moisés,Massaud, O Simbolismo (1893-1902).
Candido, Antonio (A. C. de Mello e Sou- São Paulo, Cultrix, 1966.
za), Formação da Literatura Brasileira Murici, Andrade, Panorama do Movi-
(Momentos Decisivos). São Paulo, Mar- mento Simbolista Brasileiro. Rio, Inst.
tins, 1959 (2 vols.); 2~ ed., 1964. Nacional do Livro, 1952 (3 vols.).
- Literatura e Sociedade. São Paulo, Cia. Romero, Sílvio, História da Literatura
Ed. Nacional, 1965 (cap. sobre a litera- Brasileira. Rio, Garnier, 1888 (2 vols.);
tura de 1900 a 1945). 3~ ed., Rio, José Olympio, 1943 (5
Cortes de Lacerda, Virgínia, Unidades Li- vols.).
terárias - História da Literatura Bra- Sodré, Nelson Werneck, História da Li-
sileira. São Paulo, Cia. Ed. Nacional, teratura Brasileira - Seus Fundamen-
1944. tos Econômicos; 3~ ed., Rio, José Olyrn-
Coutinho, Afrânio et al, A Literatura no pio, 1960.
Brasil (direção de A. Coutinho), Rio, Stegagno Picchio, Luciana, La Letteratura
Editorial Sul Americana, 1955-59; 2~ Brasiliana. Florença e Milão, ed. San-
ed. Rio, 1968-71 (6 vols.). soni e Academia, 1972.
Lima, Alceu Amoroso, Introdução à Li- Veríssimo, José, História de Literatura
teratura Brasileira. Rio, Agir, 1956. Brasileira. Rio, Francisco Alves, 1916;
Magaldi, Sábato, Panorama do Teatro 3~ ed., Rio, José Olympio, 1954.
Brasileiro. São Paulo, Difusão Européia BIBLIOGRAFIAS- Além da relaciona-
do Livro, 1962. da ao longo da LB dirigida por A. Cou-
Martins, Wilson, O Modernismo. São tinho, v. Carpeaux, Otto Maria, Peque-
Paulo, Cultrix, 1965. na Bibliografia da Literatura Brasilei-
Meio Franco, Afonso Arinos de, Mar de ra, 3~ ed., Rio, Letras e Artes, 1964.

* Os títulos das obras relacionadas nesta primeira parte da bibliografia figuram na


segunda parte abreviados, logo após o nome do autor ou organizador; ex.: M. Ban-
deira, Apr.; L. Miguel Pereira, P. de F.; A. Candido, Form. LB corresponde a Litera-
tura no Brasil, organizada por A. Coutinho.

273
2. EDIÇÕES MODERNAS DAS OBRAS MAIS IMPORTANTES
COM OS RESPECTIVOS ESTUDOS PRINCIPAIS* BASÍLIO DA GAMA - Obras Poéticas
(por ordem de aparecimento no texto) G. D., São Paulo, Depto, de Cultura,
ed. por José Veríssimo, Rio de Janeiro, 1940 (trad. do alemão); Josué Montei-
1902; ed. do Uraguai por Afrânio Pei- 10, GD - Ensaio Bibliográfico, Rio de
ANCHIETA - ed. das Poesias por Ma- hoje em Obra Crítica, Vol. 2, Rio de Ja- xoto, ABL, Rio de Janeiro, 1941. Eugê-
ria de Lourdes de Paula Martins, São neiro, Casa de Rui Barbosa, 1960; Se- Janeiro, ABL, 1942; M. Bandeira, in-
nio Gomes, Visões e Revisões, cit.; A. trod. à ed. cit.; Cassiano Ricardo, "GD
Paulo, Comissão do IV Centenário, gismundo Spina, "G.De M'; LB, Vol. Candido, Form., Vol. 1 e Vários Escri-
1954. Serafim Leite, S. J., História da 1; Eugênio Gomes, Visões e Revisões, e o indianismo", in LB, Vol. 2; Othon
tos, São Paulo, Duas Cidades, 1970. Moacyr Garcia, Luz e Fogo no Lirismo
Companhia de Jesus no Brasil, Lisboa- Rio de Janeiro, Livraria São José, 1958;
Rio de Janeiro, 1938-50 (10 vols.); Ca- SANTARITA DURÃO - Caramuru, ed. de G. D., Livraria S. José, 1956; Eugê-
Mário Faustino, "G. de M.", SDJB, 7,
pistrano de Abreu, Ensaios e Estudos, 14 e 21 set. 1961. pela casa Garnier, Rio de Janeiro, [s/d]. nio Gomes, Visões e Revisões, cit.; A
3 ~ série, Sociedade C. de Abreu, Rio, BENTOTEIXEIRA- ed. da Prosopopéia A. Candido, Form., Vol. 1 e in Litera- Candido, Form., Vol. 2; Antônio
1938; Sábato Magaldi, Panorama; Se- por Celso Cunha e Carlos Duval, Rio tura e Sociedade, São Paulo, Cia. Edi- Houaiss, Seis Poetas e um Problema,
gismundo Spina, Da Idade Média e Ou- de Janeiro, INL, 1972. tora Nacional, 1967. cit.; S. Magaldi, Panorama; Décio de
tras Idades, São Paulo, 1964; Richard BOTELHODE OLIVEIRA - ed. da Mú- SOUSA CALDAS- Não há ed. moder- Almeida Prado, "Leonor de Mendon-
Preto-Rodas, "Anchieta and Vieira; dra- sica do Parnasso por Antenor Nascen- na; Obras Poéticas em 2 vols. (incluí- ça", SLESP, 7 e 14 novo 1964; sobre a
ma as sermon, sermon as drama'; LBR, tes, Rio de Janeiro, INL, 1953 (2 vols.). das as traduções dos Salmos), Paris, "Canção do Exílio", v.: Aires da Mata
Vol. VII, n? 2, dez. 1970. Eugênio Gomes, LB, Vol. 1. Rougeron, 1820-21. A. Candido, Fonn., Machado Filho, Crítica de Estilos, Rio
VIEIRA- ed. dos Sermões em 16 vols. pe- NUNO MARQUES PEREIRA - ed. do Vol. 1; Alexandre Eulálio, RL, n? 25, de Janeiro, Agir, 1956; Aurélio Buarque
lo Pe. Augusto Magne, São Paulo, Compêndio Narrativo do Peregrino da mar. 1964. de Holanda, Território Lírico, Rio de
1943-45 (fac-símile da ed. original, Lis- América pela ABL, Rio de Janeiro, 1939 JOÃO FRANCISCOLISBOA- Obras es- Janeiro, O Cruzeiro, 1958; J. G. Mer-
boa, 1679-1748); antologias: Sermões, (2 vols.), com estudos de Varnhagen, colhidas ed. por Otávio Tarquínio de
São Paulo, Cia. Editora Nacional, 1957; Leite de Vasconcelos, Afrânio Peixoto, quior, Razão do Poema, Rio de Janei-
Sousa, Rio de Janeiro, Americ., 1946. ro, Civilização Brasileira, 1965; David
NC, 1957. João Lúcio de Azevedo, His- Rodolfo Garcia e Pedro Calmon. Eugê- Álvaro Lins, in A Glória de César e o
tória de A. v., 2~ ed., Lisboa, 1931 (2 nio Gomes, LB, Vol. 1. SalIes, "Do Sabiá na Palmeira", SLMG,
Punhal de Brutus, Rio de Janeiro, Ci- 11 out. 1969; J. G. Merquior, "De vol-
vols.); Jarnil Almansur Haddad, "V. e o CLÁUDIO MANUEL, DA COSTA- ed.
vilização Brasileira, 1963; Franklin de ta à C. do Exílio", SLMG, 4 abro 1970;
barroco brasileiro", na antologia da Cia. das Obras Poéticas por João Ribeiro,
Oliveira, in Revista Civilização Brasilei- Cesare Segre, Os Signos e a Crítica,
Editora Nacional, cit.; Raymond CanteI, Rio de Janeiro, Garnier, 1903 (2 vols.).
Les Sermons de V. - étude du style, e Waltensir Dutra "C. M. da C.", LB, Vol. ra, Rio de Janeiro, n? 2, 1965; Joâo Ale- Perspectiva, São Paulo, 1974.
Prophétisme et Messianisme dans I'Oeu- 1; Antonio Candido, Form., Vol. 1. xandre Barbosa, introd. à ed. antológí- MANuEL ANTÔNIODE ALMEIDA- As
vre d:4. v., ambos publ. em Paris pelas GONZAGA- ed. crítica das obras com- ca da NC, 1967; Luís Costa Lima, LB, Memórias de um Sargento de Milícias
Vol. 1.
Ediciones Hispano Americanas, respec- pletas por M. Rodrigues Lapa, Rio de possuem várias ed. modernas; V. a IO~
tivamente em 1959 e 1960; Antônio José Janeiro, INL, 1957 (2 vols.). M. Rodri- MONTE ALVERNE- não existe ed. mo- ed., São Paulo, Martins, 1941. Marques
Saraiva "Les quatre sources du discours gues Lapa, estudos relacionados na su- derna das Obras Oratórias (4 vols., Rio Rebelo, Vida e Obra de M A. de A., Rio
ingénieuxdanslessermonsduPe. A. v.'; pracit. ed.; Eugênio Gomes, Visões e de Janeiro, Laemmert, 1854). A. Can- de Janeiro, INL, 1943; Mário de Andra-
in Bulletin des Études Portugaises, Revisões, cit.; A. Candido, Form., Vol. dido, Form., Vol. 1; Luís Costa Lima, de, Aspectos da Literatura Brasileira
XXXI, 1970; Richard Preto-Rodas, ':4n- 1. LB, Vol. 1.
(1943), São Paulo, Martins, [s/d]; As-
chieta and Vieira", cito SILVAALVARENGA- ed. da Glaura por MARTINSPENA - Teatro de M P. (Vol. trojildo Pereira, Interpretações, cit.;
GREGÓRIO DE MATOS- ed. das poe- Afonso Arinos de MeIo Franco, Rio de 1, Comédias; Vol. 2 Dramas) ed. por Eduardo Frieiro, inKriterion, n~s 27-28,
sias, Salvador, ed. Janaína, 1969 (7 Janeiro, INL, 1943. Waltensir Dutra, Darcy Damasceno, Rio de Janeiro, INL, Belo Horizonte, 1954; Eugênio Gomes,
vols.), org, por James Amado sob o tí- LB. Vol. 1; A. Candido, Form., Vol. 1; 1957. Décio de Almeida Prado, LB, Vol.
tulo de Crônica do Viver Baiano Seis- Antônio Houaiss, Seis Poetas e um Pro- Aspectos do Romance Brasileiro, Salva-
6; Sábato Magaldi, Panorama, cito dor, Progresso, 1958; A. Candido, "Dia-
centista. Araripe Jr., G. de M (1894), blema, Rio de Janeiro, MEC, 1960. MACEDO - A Moreninha tem várias lética da Malandragem", in Revista do
edições modernas p. ex. Rio de Janei- Instituto de Estudos Brasileiros, n~ 8,
ro, Zélio Valverde, 1945. Falta uma ed. USP, São Paulo, 1970.
* Abreviaturas usadas: completa da obra de M. Astrojildo Pe- ÁLVARESDE AZEVEDO- Obras Com-
ABL Academia Brasileira de Letras. .
AL "Autores e Livros", suplemento literário de A Manhã, Rio de Janeiro, 1941-45. reira, Interpretações, Rio de Janeiro, pletas, ed. crítica de Homero Pires, São
CB Cadernos Brasileiros, Rio de Janeiro .. Casa do Estudante do Brasil, 1944; He- Paulo, Cia. Editora Nacional, 1942. Má-
INL Instituto Nacional do Livro, Ministério da Educação e Cultura .. ron de Alencar, LB, Vol. 2; A. Candi- rio de Andrade, O Aleijadinho e Alva-
LA "Letras e Artes", suplemento literário de A Manhã, Rio de Janeiro, 1947-53. do, Form., Vol. 2; S. Magaldi, Panora- res de Azevedo, Rio de Janeiro, Acadê-
LBR Luso-Brazilian Review, University of Wisconsin. ma.
NC "Nossos Clássicos", Rio de Janeiro, ed. Agir. mica, 1935; M. Bandeira, Apr.; Eugê-
GONÇALVESDIAS - Obras Poéticas, nio Gomes, LB, Vol. 2; id., Visões e Re-
R.L Revista do Livro, Rio de Janeiro, INL.
ed. crítica, por Manuel Bandeira, São visões; A. Candido, Form., Vol. 2.
SDJB Suplemento Dominical do Jornal do Brasil, Rio d~ Janeiro, 1957-61.
Paulo, Cia. Editora Nacional, 1944 (2 BERNARDOGUIMARÃES- Obras, ed.
SLESP Suplemento Literário d'O Estado de S. Paulo, S~o Paulo.
SLMG Suplemento Literário do Minas Gerais, Belo HOrizonte. vols.); Rio de Janeiro, Aguilar, 1959. por M. Nogueira da Silva, Rio de Ja-
Fritz Ackermann, A Obra Poética de A. neiro, Briguiet, 1941 (13 vols.). Heron

274
275
de Alencar, LB, Vol. 2; A. Candido, CASTRO ALVES - Obra Completa, ed. SÍLVIO ROMERO - 5~ ed. da Hist6ria da vraria José Olympio Editora, 1946. Olí-
Form., Vol. 2; Norwood Andrews, Jr., por Eugênio Gomes, Rio de Janeiro, Literatura Brasileira, Rio de Janeiro, Li- vio Montenegro, O Romance Brasilei-
in "Modern c1assification of BG's pro- Aguilar, 1960. Mário de Andrade, As- vraria José Olympio Editora, 1954 (5 ro, cit.; L. Miguel Pereira, P. de F.; Sér-
se narratives". LBR, Vol. Ill, n? 2, dez. pectos da Lit. Brasileira, cit.; M. Ban- vols.). Carlos Süssekind de Mendonça, gio Buarque de Holanda, "I. de S." in
1966. deira, Apr.; Roger Bastide, "C. A. e o S. R., sua Formação Intelectual, São O Romance Brasileiro de 1752 a 1930,
CASIMIRO DE ABREU - Obras Comple- romantismo social", LA, 9 mar. 1947; Paulo, Cia. Editora Nacional, 1938; Síl- Vol. org. por Aurélio Buarque de Ho-
tas, ed. crítica de Sousa da Silveira, São Joel Pontes, C. A., Recife, Diretoria de vio Rabelo, Itinerário de S. R., Rio de landa, Rio de Janeiro, O Cruzeiro, 1952;
Paulo, Cia. Editora Nacional, 1940. Má- Documentação e Cultura da Prefeitura Janeiro, Livraria José Olympio Edito- Rodrigo Otávio Filho, I de S., ABL,
rio de Andrade, O Aleijadinho e Álva- Municipal, 1948; Candido Jucá F?, "A ra, 1944; Antonio Candido, Introdução 1955.
res de Azevedo, cit.; Sousa da Silveira, estrutura sonora do verso em C. A.", in ao Método Crítico de S. R., São Paulo, ADOLFO CAMINHA - ed. de A Norma-
introd. à ed. cit.; Carlos Drummond de Cadernos, n~ 19, Rio de Janeiro, 1949; Revista dos Tribunais, 1945; Wilson lista, São Paulo, Fagundes, 1936; ed. do
Jamil A. Haddad, Revisão de C. A., São Martins, Interpretações, Rio de Janei-
Andrade, Confissões de Minas (1945), Bom Crioulo, id., 1940. L. Miguel Pe-
Paulo, 1953 (3 vols.); Fausto Cunha, LB, ro, Livraria José Olyrnpio Editora, 1946;
hoje in Obra Completa de CDA, 2~ ed., reira, P. de F.; Valdemar Cavalcanti, "A.
Vol. 2; Hans Juergen Horch, "c. A., Roberto Alvim Correia, Anteu e a Crí-
Rio de Janeiro, Aguilar, 1967; M. Ban- C.", in O Romance Brasileiro de 1752
Sklavendichtung und Abolition"; Ham- tica, Rio de Janeiro, Livraria José Olym-
deira, Apr.; Waltensir Dutra, LB, Vol. a 1930, cit.; Brito Broca, Horas de Lei-
burgo, Romanistische Studien, Vol. 26, pio Editora, 1948.
2; A. Candido, Form., Vol. 2. tura, cito
1958; M. Cavalcanti Proença, Augusto
ALENCAR - Obra Completa, Rio de Ja- JOSÉ VERÍSSIMO - 5~ ed. da Hist6ria DOMINGOS OLÍMPIO - ed. de Luzia-
dos Anjos e Outros Ensaios, Rio de Ja-
neiro, Aguilar, 1958-60 (4 vols.); ed. do da Literatura Brasileira, Rio de Janei- Homem, São Paulo, 1959. L. Miguel Pe-
neiro, J. Olympio 1959; A. Candido,
centenário de Iracema, Rio de Janeiro, ro, Livraria José Olympio Editora, 1969; reira, P. de F.; Miécio Táti, Estudos e
Form., Vol. 2; E. Gomes, estudo críti-
J. Olympio, 1965; Machado de Assis, ed. das 6 séries dos Estudos de Litera- Notas Críticas, Rio de Janeiro, INL,
co na ed. cit.; J. G. Merquior, "O Na-
"Iracema" (1866), hoje no Vol. 3 das tura Brasileira, Rio de Janeiro, Garnier, 1958.
vio Negreiro", CB, n? 35, mai-jun. 1966.
Obras de M. de A., Rio de Janeiro, 1901-07. Álvaro Lins, Jornal de Críti- OLIVEIRA P AlVA - ed. póstuma da Ín-
SOUSÂNDRADE - ed. antológica por
Aguilar, 1959; Araripe Jr., "J. de A." ca, 3 ~ série, Rio de Janeiro, Livraria Jo- tegra de Dona Guidinha do Poço por
Augusto e Haroldo de Campos, Re-
(1882), hoje em Obra Crítica, Vol. 1, Rio visão de S., São Paulo, 1964. Fausto Cu- sé Olympio Editora, 1944; Manuel Ban- L. Miguel Pereira, São Paulo, 1952. L.
de Janeiro, Casa de Rui Barbosa, 1958; nha, LB, Vol. 2; A. Candido, Form. Vol. deira, LA, 12 jun. 1949; Otto Maria Miguel Pereira, P. de F.; Braga Monte-
Nelson Werneck Sodré, introd. ao Vol. 2; A. e H. de Campos, in Revisão, cit.; Carpeaux, LA, 4 de dez. 1949; Olívio negro, LBR, n? lI, 2, 1965.
11 da ed. José Olympio, Rio de Janei- Luís Costa Lima, in Revista de Cultura Montenegro, introd. à antologia de crí- QORPO SANTO - As Relações Naturais
ro, 1951; Gladstone Chaves de Meio, in- da Universidade do Recife, n? 2, out.- tica da J. V. na NC, 1958. e Outras Comédias, fixação do texto, es-
trod. ao Vol. 10 da mesma ed.; José dez. 1962 e in SLESP, 6 e 13 mar. 1965. CAPISTRANO DE ABREU - 3 ~ ed. dos tudo crítico e notas por Guilhermino
Aderaldo Castelo, A Polêmica sobre '~ JOAQUIM FELÍCIO DOS SANTOS - 3~ Capítulos da Hist6ria Colonial, Rio de César, ed. pela Faculd. de Filosofia da
Confederação dos Tamoios", Faculda- ed. de Mem6rias do Distrito Diaman- Janeiro, Soco C. de A., 1934; Ensaios e UFRGS, Porto Alegre, 1969; Fred Hi-
de de Letras da USP, 1953; Gilberto tino org. por Alexandre Eulálio, Rio de Estudos, Rio de Janeiro, Soco C. de A., nes: "Q. S. e o segundo ser", SLMG,
Freyre, Janeiro, O Cruzeiro, 1956. Brito Broca, 1931-38 (4 vols.). José Honório Rodri- 14 JUI. 1973.
Reinterpretação de J. de A., Rio de Janei- Horas de Leitura, Rio de Janeiro, INL, gues, "C. de A.", in Revista do Brasil, ALBERTO DE OLIVEIRA - Não há ed.
ro, MEC, 1955; Heron de Alencar, LB, 1957; A. Eulálio, estudo (sobre a ficção) 3~ fase, n? U/9, Rio de Janeiro, mar. moderna das poesias completas; anto-
Vol. 2; Eugênio Gomes, Aspectos do na ed. cito 1939; Hélio Viana, C. de A., Rio de Ja- logia org. por Geir Campos, Rio de Ja-
Romance Brasileiro, cit.; A. Candido, FRANKLIN TÁVORA - faltam edições neiro, MEC, 1955; Afrânio Coutinho, neiro, NC, 1959. M. Bandeira, Apr.; P.
Form., Vol. 2; S. Magaldi, Panorama; modernas de sua ficção; ed. de O Ca- Euclides, Capistrano e Araripe, Rio de E. da Silva Ramos, LB, Vol. 3; Eugê-
Augusto Meyer, A Chave e a Máscara, beleira, Rio de Janeiro, Jornal do Bra- Janeiro, Livraria São José, 1959. nio Gomes, Visões e Revisões, cit.
Rio de Janeiro, O Cruzeiro, 1965; Jo- sil, 1928. L. Miguel Pereira, P. de F.; He- AWÍSIO AZEVEDO - Obras Completas, RAIMUNDO CORREIA - Poesia Com-
sué Montello, Santos de Casa, Fortale- ron de Alencar, LB, Vol. 2; A. Candi- .em 12 vols., São Paulo, Martins, pleta e Prosa, Rio de Janeiro, Aguilar,
za, 1966; M. Cavalcanti Proença, "J. de do, Form., Vol. 2. 1959-61. Olívio Montenegro, O Roman- 1961. Agripino Grieco, Evolução da
A.", in Literatura Brasileira, Rio de Ja- TAUNAY - Inocência. 17~ ed., São Pau- ce Brasileiro, Rio de Janeiro, Livraria Poesia Brasileira, 1932 (3~ ed., Rio de
neiro, 1966. lo, Melhoramentos, 1927, com sucessi- José Olympio Editora, 1938; Álvaro Janeiro, Livraria José Olympio Edito-
V ARELA - Poesias Completas, ed. de vas reimpressões. L. Miguel Pereira, P. Lins, Jornal de Crítica, 2 ~ série, Rio de ra, 1947); M. Bandeira, Apr.; P. E. da
Miécio Táti e E. Carrera Guerra, São de F.; Roberto Alvim Correia, O MIm Janeiro, Livraria José Olyrnpio Edito- Silva Ramos, LB, Vol. 3; Ledo lvo, in-
Paulo, Cia. Editora Nacional, 1957 (2 de Prometeu, Rio de Janeiro, Agir, 1957; ra, 1943; L. Miguel Pereira, P. de F.; Jo- trod. à antologia NC, Rio de Janeiro,
vols.). Sérgio Buarque de Holanda, Co- Phocion Serpa, Vise. de Taunay, Rio ti sué Montello, LB, Vol. 3; Eugênio Go- 1958; Waldir Ribeiro do VaI, Vida e
bra de Vidro, São Paulo, Martins, 1944; Janeiro, ABL, 1952; Heron de Alcnc 11, mes, Aspectos do Romance Brasileiro, Obra de R. C, Rio de Janeiro, lNL,
C. Drummond de Andrade, Confissões LB, Vol. 2; Brito Broca, Horas de I / cit.; Massaud Moisés, RL, n? 16, dez. 1960.
de Minas, cit.; M. Bandeira, Apr.; Wal- tura, cit.; Machado de Assis e a Polfll 1959. OLAVO BILAC - 30~ ed. das Poesias,
tensir Dutra, LB, Vol. 2; A. Candido, ca e Outros Estudos, Rio de Janeiro, • I INGL~S DE SOUSA - Só há ed. moder- Rio de Janeiro, Francisco Alves, 1970.
Form., Vol. 2. mões, 1957; A. Candido, Form., Vul I na de O Missionário, Rio de Janeiro, Li- Afonso Arinos de Meio Franco, Idéia

276 277
e Tempo, São Paulo, Cultura Moderna, ALPHONSUS DE GUIMARAENS - Obra Barreto Filho, Introdução a M de A., id., Visões e Revisões, cit.; Maria Luísa
1939; M. Bandeira, Apr.; P. E. da Silva Completa, Rio de Janeiro, 1960. Afon- Rio de Janeiro, Agir, 1947; id., LB, Vol. Ramos, Psicologia e Estética da R. P.,
Ramos, LB, Vol. 3; Eugênio Gomes, Vi- so Arinos de Meio Franco, Espelho de 3; Wolfgang Kayser, Fundamentos da tese, Belo Horizonte,
sões e Revisões, cit. Três Faces, São Paulo, 1937; Manuel Interpretação e da Análise Literária,
Luís DELFINO - Vários volumes de ver- Bandeira, ''A. de G.", in Revista do Bra- UFMG, 1958; Lêdo Ivo, O Universo Poé-
Vol. 1, Coimbra, A. Amado, 1948; R. tico de R. P., Rio de Janeiro, Livraria
sos publ. postumamente pela ed. Pon- sil, 1-2 ago. 1938; id., Apr.; Henriqueta Magalhães Jr., M de A., Desconheci-
getti, Rio de Janeiro, entre 1935 e 1941. Lisboa, A. de G., Rio de Janeiro, 1945; São José, 1963; Roberto Schwarz, A Se-
do, Rio de Janeiro, Civilização Brasilei- reia e o Descorifiado, Rio de Janeiro, Ci-
M. Bandeira, Apr.; Eugênio Gomes, Andrade Murici, Panorama; Gladstone
ra, 1955; Brito Broca, M deA. e a Po- vilização Brasileira, 1965; Silviano San-
Prata de Casa, Rio de Janeiro, A Noi- Chaves de Meio, introd. à Poesia de A.
lítica e Outros Estudos, cit.; RL de 11 set. tiago, "O Ateneu; contradições e per-
te, 1952; Nereu Correia, Temas do Nos- de G., Rio de Janeiro, Agir, 1958;
1958, com vários estudos inéditos, des- quirições", LBR, Vol. IV, n? 2, 1967.
so Tempo, Rio de Janeiro, A Noite, Eduardo Portella, introd. à Q C. supra-
tacando-se os de A. Meyer, L. Miguel ARARIPE JÚNIOR - Obra Critica, ed.
1953. cit.; Massaud Moisés, Simbolismo; n?
Pereira, B. Broca, Franklin de Oliveira, por Afrânio Coutinho, Rio de Janeiro,
RUI BARBOSA - Obras Completas, Rio comemorativo do SLMG em 26 de dez.
Cavalcanti Proença e J. Galante de Sou- Casa de Rui Barbosa, 1958-66 (4 vols.).
de Janeiro, Casa de Rui Barbosa, des- 1970, 2 e 9 jan. 1971.
sa; Dirce Cortes Riedel, O Tempo no Afrânio Coutinho, Euclides, Capistra-
de 1943. Luís Viana Filho, Rui & Na- MACHADO DE ASSIS - Obras Comple-
buco, Rio de Janeiro, Livraria José tas (mas não na parte de conto e crôni- Romance Machadiano, Rio de Janeiro, no e A., cito
Olympio Editora, 1949; Gladstone Cha- ca), Rio de Janeiro, Aguiar, 1959 (3 Livraria São José, 1959; S. Magaldi, Pa- EUCLIDES DA CUNHA - Obra Comple-
ves de Meio, A Língua e o Estilo de R. vols.); está em curso de publicação a ed. norama; Joaquim Matoso Câmara, En- ta, Rio de Janeiro, Aguilar, 1966 (2
B., Rio de Janeiro, Simões, 1950; Amé- crítica das Obras Completas, Rio de Ja- saios Machadianos - Língua e Estilo, vols.). Gilberto Freyre, Perfil de E. e Ou-
rico Jacobina Lacombe, Formação Li- neiro, INL, 1960 (até agora saíram Brás Rio de Janeiro, Livraria São José, 1962; tros Perfis, Rio de Janeiro, Livraria José
terária de R. B., Universidade de Coim- Cubas, Quincas Borba e Dom Casmur- Hélcio Martins, "Sobre o realismo de Olympio Editora, 1944; Afonso Arinos
bra, 1954; Hermes Lima, Idéias e Figu- ro). J. Veríssimo, História da Literatu- M. de A.", LBR, Vol. I1I, n? 2, 1966; de Meio Franco, Homens e Ternas do
ras, Rio de Janeiro, MEC, 1958; Luís ra Brasileira; João Ribeiro, Crítica - Maria Nazaré Lins Soares, M de A. e Brasil, Rio de Janeiro, Zélio Valverde,
Delgado, LB, Vol. 3; Eugênio Gomes, Clássicos e Românticos Brasileiros, Rio a Análise da Expressão, INL, Rio de Ja- 1944; Augusto Meyer, Preto & Branco,
Visões e Revisões, cit.; Bosi, História de Janeiro, ABL, 1952; Graça Aranha, neiro, 1968; Jean-Michel Massa, La Jeu- 2? ed., Rio de Janeiro, Grifo-INL, 1971;
Concisa. M de A. e 1. Nabuco, 2~ ed., Rio de nesse de M de A. (1839-1870) - Essai Eugênio Gomes, Visões e Revisões, cit.;
B. LOPES - Obras, ed. por Andrade Janeiro, Briguiet, 1942; Mário Casas- de biographie intellectuelle, tese, Univer- Franklin de Oliveira, LB, Vol. 3; Gui-
Murici, Rio de Janeiro, Zélio Vai verde, santa, M de A. e o Tédio à Controvér- sidade de Poitiers, 1969; Antonio Cân- Ihennino César, ''A visão perspectiva de
1945 (4 vols.). João Ribeiro, "Poeta Es- sia, Belo Horizonte, Os Amigos do Li- dido, Vários Escritos, cit.; Alexandre E. da C.", in E. da c., obra coletiva, Fa-
quecido", in Jornal do Brasil, 17,20 e vro, 1934; Augusto Meyer, M de A., Eulálio, "Esaü e Jacó" de M. de A.; culdade de Filosofia da UFRGS, Porto
22 de jul. 1927; Agripino Grieco, evo- 1935-58, Rio de Janeiro, Livraria São "Narratore e personaggi davanti alio Alegre, 1966; Fábio Lucas, Intérpretes
lução da poesia Brasileira, cit.; Roger José 1958; id., A Chave e a Máscara, specchio", in Annali di Cà Foscari, Vol. da Vida Social, Belo Horizonte, Impren-
Bastide, Poesia Afro-Brasileira, São cit.; Teixeira Soares, M de A. - Ensaio X, 1971, fase 1-2; J. G. Merquior, "Gê- sa e Publicações do governo de Minas
Paulo, Martins, 1943; Andrade Murici, de Interpretação, Rio de Janeiro, Gui- nero e estilo das Mémorias Póstumas de Gerais, 1968.
introd. à ed. cit.; id., introdução à an- do, 1936; L. Miguel Pereira, M de A., Brás Cubas'; in Colóquio/Letras, n? 8, GRAÇA ARANHA - Obra Completa,
tologia NC, Rio de Janeiro, 1963; Me- 3~ ed., São Paulo, Cia. Editora Nacio- Lisboa, jul. 1972; Dieter Woll, M de A., Rio de Janeiro, Aguilar, 1969. Nestor
Io Nóbrega, Evocação de B. Lopes, Rio nal, 1946; id., P. de F.; Olívio Monte- die Entwicklung seines erzaehlerischen Vítor, A Crítica de Ontem, Rio de Ja-
de Janeiro, Livraria São José, 1959. negro, O Romance Brasileiro, cit.; Cân- Werkes, Braunschweig, Westermann, neiro, Leite Ribeiro, 1919; Andrade Mu-
CRUZ E SOUSA - Obra Completa, Rio dido Jucá Filho, O Pensamento e a Ex- 1972.
rici, O Suave Convívio, Rio de Janei-
de Janeiro, Aguilar, 1961. Nestor Vítor, pressão em M de A., Rio de Janeiro, NABUCO - Obras Completas, ed. por
C. e S., Rio de Janeiro, 1899; Roger Bas- Fernandes, 1939; Eugênio Gomes, Es- ro, Anuário do Brasil, 1922; Ronald
Celso Cunha, São Paulo, Ipê, 1947-49 de Carvalho, Estudos Brasileiros, 2~
tide, Poesia Afro-Brasileira, cit.; Andra- pelho contra Espelho, cit.; id., Prata de (14 vols.). Graça Aranha, Machado de série, Rio de Janeiro, Briguiet, 1931;
de Murici, introd. às Obras Poéticas (2 Casa, cit.; id., M de A., Rio de Janei- Assis e J. N., cit.; Giberto Freyre, 1. N., Odilo Costa, filho, Graça Aranha e
vols.), Rio de Janeiro, 1945; id., Pano- ro, Livraria São José, 1958; Mário Ma- Rio de Janeiro, Livraria José Olympio Outros Ensaios, Rio de Janeiro, Sel-
rama; introd. à supra-citada O. C; An- tos, M de A. o Homem e a Obra, Sã Editora, 1948; Luís Viana Filho, Rui & ma, 1934; Tristão de Athayde, Estu-
tônio de Pádua Cunha, À Margem do Paulo, Cia. Editora Nacional, 1939; AR· Nabuco, cit.; id., LB, Vol. 3. dos, 5~ série, Rio de Janeiro, Civiliza-
Estilo de C. e S., Rio de Janeiro, 1946; trojildo Pereira, M de A., Rio de Jan I RAUL POMPÉlA - 11~ ed. de O Ateneu, ção Brasileira, 1935; Olívio Montene-
M. Bandeira, Apr.; C;r!os Dante de ro, Livraria São José, 1959; Afrânk: Rio de Janeiro, Francisco Alves, 1968. gro, O Romance Brasileiro, cit.; L. Mi-
Morais, Três Fases da Poesia, Rio de J a- Coutinho, A Filosofia de M de A., Riu Araripe Jr., Obra Crítica, Vol. 2, cit,;
neiro, 1960; Eduardo Portella, Nota pré- guel Pereira" P. de F.; Otto Maria Car-
de Janeiro, Vecchi, 1940; Mário de Ali Mário de Andrade, Aspectos da Litera- peaux, Presenças, Rio de Janeiro, INL,
via a C. e S., Anuário da Literatura Bra- drade, Aspectos da Literatura Brasll/" tura Brasileira, cit.; L. Miguel Pereira, 1958; Xavier Placer, LB, Vol. 4; Ro-
sileira, Rio de Janeiro, [s/d]; Massaud ra, cit.; Sérgio Buarque de Holanda, (I
P. de F.; Eugênio Gomes, LB, vol. 3; id., . berto Schwarz, A Sereia e o Descon-
Moisés, Simbolismo. bra de Vidro, cit.; M. Bandeira, Apl" Aspectos do Romance Brasileiro, cit., fiado, cito

278 279
1520 excomunhão de - 90 florescimento da arte
QUADRO CRONOLÓGICO* Lutero maneirista (Pontor-
mo, Michelângelo 11,
Palladio, Tintoretto,
Giambologna,
Brueghel, El Greco)

1521 D. João Ill, rei de viagem de Sá de Miranda


Portugal à Itália: introd. da lit. re-
nascentista em Portugal

1500 descoberta do Bra- - 10 pintura de Giorgione 1525 batalha de Pavia:


sil hegemonia espa-
nhola na Itália
1502 Bramante: S. Pietro in Cortez conquista o
Montorio (arquit. da Alta México
Renascença)
1526 S. Cabot explora o
1503 pontificado de Rio da Prata
Júlio II
1504 Sannazzaro: Arcadia 1527 saque de Roma

1508 Amadis de Gaula 1530 Confissão de Augs- - 75 maturidade da obra


Michelângelo começa a burgo (luteranis- de Ticiano
decorar o teto da Capo Sis- mo)
tina
Erasmo: Elogio da Loucu- 1532 Pizarro conquista o Rabelais: Pantagruel
1509
ra Peru
Rafael começa a decorar início da coloniza-
as Stanze do Vaticano ção do Brasil

1513 pontificado de 1534 Cartier explora o Bíblia de Lutero


Leão X São Lourenço
capitanias hereditá-
1515 sistemade Copérnico
rias no Brasil
1516 Ariosto: Orlando Furioso
- 18 Gil Vicente: trilogia 1536 Instituição da Reli-
1517 gião Cristã (calvi-
das Barcas
nismo)
1519 Carlos V, rei da Es-
panha, é eleito im- 1540 criação da Compa-
perador da Alema- nhia de Jesus
nha
viagem de circuna- 1542 os portugueses no
vegação de Maga- Japão
lhães
1545- 63 Concílio de
Trento
* A primeira coluna registra marcos importantes na história política e social (8
e do Brasil), na evolução ideológica e no desenvolvimento das ciências e da técnl • I, 1548 governo-geral no
a segunda relaciona grandes obras da literatura ocidental, com uma ou outra ref r 1\ Brasil
cia às outras artes; a terceira diz respeito à literatura brasileira.

280 281
Défense et IIIustration de 1579 revolta holandesa
1549 contra a Espanha
Ia languefrançaise (Pléia-
de)
1580 Filipe 11, rei de Tasso: Gerusalemme Libe-
Ronsard: Amours Portual e Espanha rata
1552
João de Barros:Décadas (I) início das Bandei-
ras
1553 Nóbrega provincial
dos jesuítas no Bra- 1588 Marlowe: Faust
sil conclusão dos Essais de
Montaigne
1554 fundação de São
1589 Henrique IV, rei de
Paulo
França
1556 abdicação de Car- 1590 Guarini: Pastor Fido
los V; Filipe 11, rei
- 10 pintura de Caravaggio
da Espanha
1598 fim das guerras de
1557 D. Sebastião, rei de religião na França
Portugal Nóbrega: Diálogo sobre a
Conversão do Gentio
1599 Alemán: Guzmân de Alfa-
rache
1558 Elisabete, rainha da
Inglaterra 1600 Malherbe: Odes

1559 Montemayor: Diana 1601 Shakespeare: Hamlet B. Teixeira: Prosopopéia


Amyot: trad. de Plutarco
1605 Cervantes: D. Quixote (1?
1562 início das guerras Santa Teresa: Camino de parte) .
de religião na Fran- Ia Perfección
ça 1606 Shakespeare: Macbeth
Ben Jonson: Volpone
1565 fundação do Rio
de Janeiro 1607 colonização da Vir- d'Urfé: Astrée
gínia Monteverdi: Orfeo
1567 Anchieta: Auto da Prega-
ção Universal 1609 Kepler: leis dos
movimentos dos
planetas
1571 derrota dos turcos
em Lepanto
1610 Quevedo: Visiones
1572 Camões: Os Lusíadas
1611 Shakespeare: The Tempest

1575- 1650 prosperidade 1613 Góngora: Soledades


da lavoura cana-
vieira no Brasil 1614 Peregrinação de F. Men-
des Pinto (+ 1583)
1576 Gandavo: Hist. da Provo
de Santa Cruz 1615 - 75 plástica do alto bar-
roco: Rubens, Berni-
ni, Velásquez, Pous-
1578 o Cardeal D. Hen-
sin, Rembrandt, Bor-
rique sobe ao trono
romini, Vermeer
de Portugal

282 283
A. F. Brandão: Diálogo (Cromwell)
1618 guerra dos 30 anos
das Grandezas do Brasil 1648 Paz de Vestfália
I? batalha de Gua-
rarapes
1620 os puritanos do
revolta de Bequi-
Afayj70werfundarn
mão no Maranhão
a Nova Inglaterra

Marino: Adone 1651 Hobbes: Leviatã


1623
1660 restauração dos
1624 Richelieu ministros
Stuarts
de Luís XII
cálculo diferencial
os holandeses na (Leibniz e Newton)
Bahia
1661 governo pessoal de
1625 Grotius: Direito da
Luíz XIV
Guerra e da Paz
Spinoza: Ética
1627 Góngora: Sonetos
1664 Moliere: Tartuffe
La Rochefoucauld:
1628 Harvey descobre a Réj7exions
circulação do san-
gue 1665 Newton: leis da
Tirso: EI Burlador de Se- gravitação univer-
1630 conquista holande-
vil/a sal
sa de Pemambuco

Calderón: La Vida es Sue- 1667 Milton: Paradise Lost


1631 Racine: Andromaque
fio
1668 La Fontaine: Fables
1632 Galileu: Diálogos
sobre os Dois Gran- Bossuet: Oraison Funêbre
1670
des Sistemas do d'Henriette d'Angleterre
Afundo.
Donne: Poems Pascal: Penséses
1633
Corneille: Le Cid 1674 Boileau: Art Poétique
1636
1677 Racine: Phêdre
1637 Descartes: Discur-
so sobre o Método
1678 Mme. de La Fayette: La
Princesse de Clêves
1640 Restauração bra-
Bunyan: Pilgrim's Pro-
gantina em
gress
Portugal
1679 Vieira: Sermões
1641 máquina de calcu-
lar de Pascal
1680 fundação da Colô-
Gracián: Agudeza y Arte nia do Sacramento
1642
de Ingenio
1681 fundação da Pen- Gregório de Matos volta à
silvânia Bahia
1643 Fronda na França
1688 Glorious Revolution La Bruyére: Caractêres
1644 revolução puritana

284 285
1720 revolta de Filipe
1690 Locke: Ensaio so- dos Santos em Mi-
bre o Entendimen- nas Gerais
to Humano
1721- 42 2? gabinete Wal- Montesquieu: Lettres Per-
1695- 07 Bayle: Dicion.
pole: os whigs no sanes
Hist. e Crítico
poder
1697 Perrault: Contes
1724 Metastasio: Dido
1699 Fenelon: Télémaque
1725 Vico: Scienza Nuova
1701 a Prússia é elevada
1726 Swift: Gulliver's Travels
a reino

1703 Pedro o Grande 1728


N. Marques Pereira: Pere-
funda São Peters- grino da América.
burgo
tratado de Me- 1730 Marivaux: Jeu de I'Amour Rocha Pita: Hist. da Amé-
thuen: Portugal et du Hasard rica Portuguesa
economicamente
sujeito à Inglaterra. 1733 Pope: Essay on Man

1705 Botelho de Oliveira: 1734 Voltaire: Lettres St.-Simon redige as Mé-


Música do Parnaso Philosophiques moires

1706 Bernardes: Nova Floresta 1737 Antônio José: Guerras do


Alecrim e Manjerona; As
1707- 09 guerra dos Em- Variedades de Proteu
boadas
1740- 86 Frederico 11 da
1709 Pedro o Grande Prússia
derrota os suecos
em Poltava 1741 Richardson: Pamela
1710 guerra dos Masca- - 75 arte rococó:
1742 Young: Nights
tes Watteau, Boucher, Tiepo-
10, Guardi
1746 Verney: Verdadeiro
- 50 música de Bach
Método de Estudar
1711 Addison & Steele: The Antonil: Cultura e Opu-
lência do Brasil por suas 1747 Swedenborg: Arca-
Spectator
Drogas e Minas nos Celestes

1748 Montesquieu: O Klopstock: Messias


1713 tratado de Utrecht Espírito das Leis
Hume: Investiga-
1714 Leibniz: Monado- ção sobre o Enten-
logia dimento Humano
termômetro ~ de
Fahrenheit
1749 Buffon: Hist. Na- Fielding: Tom Jones
tural
1715 morte de Luís XIV;
Regência
1750- 77 Pombal
Tratado de Madri
1719 Defoe: Robinson Crusoe

286 287
1766 Lessing: Laokoon
- 60 apogeu da ex- Goldsmith: Vicar cf Wa-
ploração das kefield
minas no Bra-
sil 1768 Cláudio M. da Costa:
Obras
1751-72 Enciclopédia Gray: Elegy written in a
Francesa (Diderot, Country Churchyard
1769 Basílio da Gama: O Ura-
etc.) guai
1752 pára-raios de Fran- 1772 Lessing: Emilia Galotti
klin
1774 Priestley isola o Goethe: Werther
1753 Goldoni: La Locandiera
oxigênio
1754 Rousseau: Discurso 1775 Beaumarchais: Barbier de
sobre a Desigual- Seville
dade - 91 maturidade de Mo-
zart
1755 terremoto de Lis-
boa 1776 independência dos
Arcádia Lusitana E. Unidos
1756 guerra dos sete A. Smith: A Rique-
anos; duelo franco- za das Nações
inglês na América e Gibbon: Declínio e
na Ásia Queda do Império
Romano
1759 expulsão da Com-
panhia de Jesus de 1780 Lessing: Educação Johnson: Lives of the
Portugal do Gênero Huma- Poets
Voltaire: Candide no
09- Lavoisier funda
a química moderna
1760 emergência da arte
neoc1ássica
1781 Kant: Crit. da Ra- Rousseau: Confessions Durão: Caramuru
Macpherson: Ossian
Sterne: Tristram Shandy zão Pura

1782 Lac1os: Liaisons Dange-


1761 Rousseau: La Nouvelle
reuses
Héloise
1783 balão aerostático
1762 expulsão da C. de Rousseau: Emile
Diderot: Neveu de Ra- de Montgolfier
Jesus da França
- 96 Catarina II da meau
1784 Herder: Idéias pa-
Rússia ra a Filos. da Hist.
Rousseau: Con- da Humanidade
trato Social
1785 tem mecânico de
1764 Voltaire: Dicion.
Cartwright
Filosófico Walt aperfeiçoa sua
máquina a vapor
1765-90 José II da Áus-
tria
1787 Schiller: D. Carlos

288 289
Goethe: Iphigénie
1801 - 02 hinos de Hôlderlin Silva Alvarenga: Glaura
(classicismo de Weimar)
B. de St. Pierre: Paul et
1802 Chateaubriand: Génie du
Virginie Christianisme
(contendo Rene)
1789 Revolução France-
sa 1803 os E. Unidos com-
Inconfidência Mi- piam à França a
neira Luisiana: navio a
vapor de Fulton
1790 Blake: Marriage of Hea-
ven and Hell 1804 império napoleôni-
Nova Arcádia em Portu-
co
gal
- 1828 pintura de Goya
1805 batalha de Trafal- - 25 obra madura de Bee-
Gonzaga: Marüia gar thoven
1792 1~ República Fran- Napoleão derrota a aparecimento do melodra-
cesa Áustria e a Rússia ma
Prússia e Áustria em Austerlitz
contra a França
1806 Napoleão esmaga a Goethe: Fausto I
1793 o Terror Prússia em Iena
1~ coalizão anti-
francesa 1807 Hegel: Fenomeno-
logia do Espírito
1794 queda de Robes-. Jean-Paul: Hesperus
pierre 1808 ocupação francesa
da península ibéri- - 22 Hipólito J. da Costa:
1795 Condorcet: Esboço ca Correio Brasi/iense
de um Quadro o Príncipe Regente
Hist. dos Progres- D. João no Brasil
sos do Espírito Hu- abertura dos portos
mano brasileiros às na-
ções amigas
1796 Goethe: Anos de Aprendi-
zagem de W. Meister 1809 batalha de Wa-
gram; apogeu do
1797 Fichte: Doutrina romantismo de Iena: os ir- império napoleôni-
da Ciência mãos Schlegel co

Wordsworth & Coleridge: Caldas Barbosa: Viola de 1810 tratado comercial Kleist: Michael Kohlhaas
1798
Lyrical Ballads Lereno entre D. João e a Mme, de Staél: De I'Alle-
Inglaterra magne
1799 Bonaparte no po- Fried. Schlegel: Lucinde - 24 independência
der Schleierma- Bocage: Rimas das colônias
cher: Discurso so- espanholas da
bre a Religião América

Novalis: Hinos à Noite 1811 prensa mecânica de


1800 Schelling: Sist. do Kõnig
Idealismo Trans-
cendental 1812 Grimm: Contos
pilha elétrica de Byron: Childe Harold
Volta

291
290
J. Austen: Pride and Pre- 1827 Hugo: prefácio de Crom- Evaristo da Veiga:
1813 well Aurora Fluminense
judice
Heine: Buch der Lieder
1814 Restauração bour- 1828 Wõhler lança os
bônica Hoffmann: O Vasode Ou-
fundamentos da
Congresso de Vie- ro química orgânica
na; W. Scott: Waverley
sistema de Metter- 1829 Hugo: Orientales
nich locomotiva a
vapor de Stephen- 1830 revolução de julho
son na França Hugo: Hernani
nos anos 30, o ca- Stendhal: Le Rouge et le
1815 Waterloo - 24 pintura de Géricault fé se torna o prin- Noir
elevação do Brasil a cipal produto de - 70 arte de Daumier
reino unido exportação brasi-
leiro
1816 B. Constant: Adolphe Monte Alverne pregador
na Capela Real . 1831 abdicação de
Pedro I;
1817 Ricardo: Princípios Regência
de Econ. Política
Revolução pernam- 1833 monarquia consti-
bucana tucional em Portu- Michelet: Hist. de. France
gal
1819 Schopenhauer: O Shelley: Ode to the West eletrólise (Faraday) Thierry: Récits des T. Mé-
Mundo como Von- Wind rovingiens
tade e Representa-
ção
1834 Ato Adicional à Gauthier: prefácio à Mlle.
1820 agitação das Cortes Lamartine: Méditations Constituição do de Maupin
Poétiques Império Balzac: Pêre Goriot
em Lisboa
odes de Keats
1835 guerra dos Farra- Musset: Nuits
Hoffmann: Contos de Sousa Caldas: pos (até 1840)
1821 Hegel: Filosofia do Tocqueville:Démo-
Direito Serapião Obras Poéticas
Manzoni: I Promessi cratie en Amérique
J. de Maistre: Soi-
rées de São Peters- Sposi montagem do Prín-
1836 Büchner redige a revista Niterói lança o
burgo cipe de Homburg de Kleist
Woyzeck romantismo brasileiro.
1822 Independência do 1837 queda de Feijó Dickens: Pickwick Papers
Brasil telégrafo de Morse

1824 Confederação do 1838 A. Herculano: A Harpa Martins Pena: O Juiz de


Equador do Crente Paz na Roça
Pedro I outorga a
constituição do Im- 1839-42 auge da agitação Stendhal: Chartreuse de
pério cartista na Ingl. Parme
Niepce inventa sa vulcanização da
fotografia borracha (Good-
year)
1825 guerra da Cisplati- Garret: Camões Comte: Curso de
- 63 pintura de Delacroix Filos. Positiva
na
1840 Lei de Interpreta- Longfellow:Ballads; lieder
1826 Leopardi: Operette Morali

292 293
ção do Ato Adicio- de Schumann 1852 2? Império francês Leconte de Lisle: Poêmes A. de Azevedo: Lira dos
nal Maioridade de Carlye: Os Heróis Antiques Vinte Anos
Pedro II J. F. Lisboa: Jornal de Ti-
Prudhon: Que é a mon
Propriedade?
1853 Garrett: Folhas Caídas
1841 Emerson: Ensaios Hugo: Les Chãtiments
Wagner: Ring
1842 Gogol: Almas Mortas
Balzac: Comédie Humaine 1854 guerra da Criméia Nerval: Chimêres
Keller: Henrique o Verde
1843 Kierkegaard: Aut Vigny: La Mort du Loup Thoreau: Walden
Aut
1855 fim da pol. de con- Whitman: Leaves of Grass M. A. de Almeida: Me-
1844 Zorilla: D. Juan Macedo: A Moreninha ciliação do 2? Rei- mórias de um Sargento de
A. Herculano: Eurico nado Milícias
Vigny: La Maison du Ber-
ger 1856 Flaubert: Mme. Bovary
Dumas: Les 3 Mousque- Hugo: Les Contempla-
taires tions

1846 Garrett: Viagens na Mi- 1857 Baudelaire: Fleurs du Mal Alencar: O Guarani
nha 'Ierra
1858 Gontcharov: Oblomov
1847 Amiel: Journal Gonçalves Dias: Primeiros
E. Brontê: Wuthering Cantos 1859 Darwin: Origem Wagner: Tristão e Isolda Casimiro de Abreu: Pri-
Heights das Espécies maveras
Thackeray: Vanity Fair I? poço de petróleo
na Pensilvãnia
1848 revolução de feve-
reiro na França; 2~ Dumas fils: Dames aux 1860 presidência de George Eliot: Silas Mar-
Rep. Camélias Lincoln ner
Primavera dos Po- Spencer: Primeiros
vos Princípios
Manifesto Comu-
nista de Marx e En- 1861 Reino da Itália
gels guerra de Secessão
revolução praieira nos E. Unidos
em Pernambuco abolição da servi-
dão na Rússia
1849 Dickens: David Copper-
field 1862 Bismarck no poder Hugo: Les Misérables
ocupação francesa Flaubert: Salammbô
1850 abolição do tráfico Chateaubriand: Mémoires do México Turgueniev: Pais e Filhos
de escravos d'Outre-tombe
- 65 impulsos de Tennyson: In Memoriam 1863 Questão Christie Camilo: Amor de Perdi-
industrialização no Hawthorne: The Scarlet Renan: Vida de ção
Brasil (Mauá) ~ Letter Jesus Taine: Hist. de IaLitt. An-
- 70 pintura de Courbet glaise

1851 guerra contra Ro- Sainte-Beuve: Causeries Gonçalves Dias: Últimos 1864 guerra do império Tolstoi: Guerra e Paz
sas du Lundi Cantos contra Aguirre
Melville: Moby Dick pasteurização

294 295
1865- 70 guerra do Para- naissance
guai Arnold: Essays in Criti- Alencar: Iracema 1874 gabinete Disraeli B. d'Aurevilly Les Diabo-
medicina experi- cism F. Varela: Cantos e Fanta- liques
mental de Cl. Ber- L. Carroll: Alice in Won- sias exposição da pintura im-
nard derland pressionista
leis da hereditarie- E. & J. de Goncourt: Ger-
dade (Mendel) minie Lacerteux 1875 cromossomas Eça de Queirós: O Crime B. Guimarães: A Escrava
(Strassburger & do Pe. Amaro Isaura
1866 exposição universal Parnasse Contemporain A. Porto Alegre: Colom- Fleming) Machado de Assis: Ame-
de Paris Swinburne: Poems and bo ricanas
Ballads
Dostoievski: Crime e Cas- 1876 telefone (Bell) Mallarmé: Aprés-midi Fr. Távora: O Cabeleira
tigo d'un Faune
M. Twain: Tom Sawyer
1867 Juárez expulsa os 1. Dinis: As Pupilas do Se- Inglês de Sousa: O Cel.
1877 Vitória feita impe- Tolstoi: Ana Karenina
franceses do Méxi- nhor Reitor Carducci: Odi Barbare Sangrado
ratriz das Índias
co fonógrafo (Edison) Zola: L'Assommoir
Marx: O Capital
dinamite (Nobel) 1878 E. de Queirós: O Primo M. de Assis: laiá Garcia
máquima de escre- Basilio
ver
1879 lâmpada de Edison Dostoiévski: Irmãos Kara-
1868 início da era Meiji locomotiva elétrica mazov
no Japão Baudelaire: Art Romanti- Castro Alves declama o de Siemens Ibsen: Casa de Bonecas
queda do gabinete que "Navio Negreiro"
Zacarias Dostoiévski: O Idiota Sousândrade: Guesa Er- 1880 Verlaine: Sagesse Guimarães Jr.: Sonetos e
Browning: Dramatis rante (l ? e 2? Cantos) Zola: Le Roman Experi- Rimas
Personae mental

Inglês de Sousa: Um Ca- 1881 Ibsen: Os Espectros M. de Assis: Memórias


1869 classificação dos Flaubert: Education Sen- Põst. de B Cubas
samento no Arrabalde Verga: I Malavoglia
elementos quími- timentale T. Barreto: Estudos Ale-
A. France: Sylvestre Bon-
cos de Mendeleiev Verlaine: Fêtes Galantes mães
nard
canal de Suez Lautréamont: Maldoror A. Azevedo: O Mulato
- 20 era da imigra- João de Deus: Flores do
ção nos E. Unidos Campo 1882 bacilo de Koch M. de Assis: Papéis Avul-
I? transporte de sos
1870 guerra franco- Dostoiévski: Os Demônios Alencar: O Gaúcho energia elétrica a
alemã: 3 ~ Rep. longa distância
francesa
celulóide, o 1? 1883 Nietzsche: Zaratus-
plástico sintético tra V. de I'Isle-Adam: Contes R. Correia: Sinfonias
Dilthey: Introd. às Cruels
1871 fundação do Reich Rimbaud: Lettre du Vo- Ciênc. do Espírito
alemão yant I? arranha-céus
lei do ventre livre de Sanctis: Storia della automóvel a gaso-
- 75 gabinete Para- Lett./tal. lina
nhos transformo elétrico
linotipia
1872 S. Butler: Erewhon làunay: Inocência
B. Guimarães: O Semina- 1884 reforma eleitoral na Ibsen: O Pato Selvagem M. de Assis: Hist. sem
rista Grã-Bretanha Huysmans: A Rebours Data
início da ditadura A. Azevedo: Casa de Pen-
1873 Rimbaud: Une Saison en de P. Díaz no são
Enfer México Alb. de Oliveira: Meridio-
Pater: Studies in the Re- nais

296 297
1885 Zola: Germinal Alb. de Oliveira: Sonetos 1896 radioatividade do M. de Assis: Várias Hist.
G. Junqueiro: Velhice do e Poemas urânio (Becquere1) Rui Barbosa: Cartas de
Padre Eterno Inglaterra

1897-00 alffaire Dreyfus Gide: Nourritures Terres- Oliveira Paiva: D. Guidi-


1886 Tchecov: Contos
vitaminas tres nha do Poço
A. de Quental: Sonetos
1898 guerra entre a Es-
1887 ondas eletromag- O Livro de Cesário Verde A. Azevedo: O Homem panha e os E. Uni- Mallarmé: Poésies
néticas de Hertz Journal dos Goncourt R. Correia: Versos e Ver- dos Strindberg: No Caminho
sões presidência Cam- de Damasco
pos Sales
1888 abolição da escra- E. de Queirós: Os Maias Inglês de Sousa: O Missio- os Curie descobrem
vatura no Brasil R. Darío: Azur nário o radium
Strindberg: Srta. Júlia O. Bilac: Poesias
Jarry: Ubu Roi S. Romero: Hist. da Lit. 1899 telégrafo sem fio de Tchecov: Tio Vânia Nabuco: Um Estadista do
Brasileira Marconi Império
crítica de Araripe Jr.
1900 Planck: teoria dos Conrad: Lord Jim M. de Assis: D. Casmur-
quanta ro
1889 proclamação da genética de Mor- Nabubo: Minha Forma-
Rep. no Brasil M. de Assis: Páginas Re-
gan ção
colhidas
Freud: A Interpre-
J. Veríssimo: Estudos Bra- tação dos Sonhos
sileiros

1890 demissão de Bis- Ibsen: Hedda Gabler 1901-09 presidências de


marck Brunetiere: L'Evolution Theodore E. de Queirós: A Cidade
pneumáticos des Genres Roosevelt e as Serras
Dunlop O. Wilde: Dorian Gray fundação da U. S.
Frazer: O Ramo de Steel
Ouro
1902 vôo de Santos Du- Croce: Estética Euc1ides da Cunha: Os
mont Gide: L'Immoraliste Sertões
1891 encíclica Rerum
Graça Aranha: Canaã
M. de Assis: Quincas reflexos condicio-
Novarum (Leão
Borba nados de Pavlov
XIII)
I? de maio, dia do 1903 fundação da fábri- H. James: The Ambassa- D. Olímpio: Luzia-Ho-
trabalho ca Ford dors mem
legislação traba-
1892 G. Junqueiro: Os Simples A. Caminha: A Normalista lhista no Uruguai

1893-94 revoltas monar- Barres: Du Sang, de Ia Vo- Cruz e Sousa: Broquéis 1904-05 guerra russo-ja- Claudel: Cinq Grandes M. de Assis: Esaú e Jacó
quistas no Brasil lupté et de Ia Mort ponesa Odes Rui: Réplica
Maeterlinck: Pelléas et
1905 revolução russa
Mélisande
Einstein: teoria res-
trita da relatividade
1894 presidência Pru-
dente de Morais 1906 exposição de Cézanne
Durkhein: Regras -
do Método Socio- 1907 fundação da Shell surgimento do cubismo Capistrano de Abreu: Ca-
lógico Bergson: A Evolu- pftulos da Hist. Colonial.
ção Criadora
1895 Cinematógrafo Vernhaeren: Villes Tenta- A. Caminha: Bom Crioulo
(Lumiere) culaires B. Lopes: Brasões 1908 Gorki: Mãe M. de Assis: Memorial de
raio X (Roentgen) A ires

298 299

Interesses relacionados