Você está na página 1de 4

A E R O S TAÇ ÃO

Pioneiro da aeronáutica brasileira, deputado


chegou a Paris em 1901 disposto a ganhar o
prêmio Deutsch, mas foi superado por Santos
Dumont. Seu dirigível, o Pax, só voaria no ano
seguinte. Por pouco tempo
por Rodrigo Moura Visoni

A
ugusto Severo de Albuquer- companheira, Natália Silveira Cassini,
que Maranhão, cujo nasci- e dois filhos. Logo no dia seguinte ao
mento, em 11 de janeiro de desembarque na capital francesa, ele
1864, acaba de completar 150 anos, encomendou o Pax à Casa Lacham- Um dos testes
cativos do Pax,
chegou a Paris no dia 5 de outubro bre, famosa fabricante de balões. De-
realizado em
de 1901, levando consigo os planos pois, ele realizou a façanha de fazer maio de 1902,
de uma aeronave revolucionária: o subir em menos de duas semanas, em Paris, na
França: só
Pax, um formidável dirigível semirrí- no bairro de Vaugirard, um galpão de para encher o
gido que deveria resolver simultane- 35 metros de comprimento por 17 dirigível com
amente os problemas de manobra- de altura e 15 de largura. hidrogênio
foram
bilidade e estabilidade dos balões. Em 15 de outubro de 1901, pas- necessários
Com esse veículo, ele pretendia con- sados apenas dez dias de sua chega- cinco dias
correr a um prêmio de 100 mil fran- da à França, Severo foi entrevistado
cos (US$ 20 mil), o Grande Prêmio do no hotel em que estava hospedado
Aeroclube da França, criado em 15 com a família por um repórter do
de abril de 1900 e destinado àquele Petit Phare, de Nantes, que tivera a in-
que criasse a primeira máquina voa-
dora eficiente.
Segundo o regulamento do con-
curso – chamado pela imprensa de
formação de que ele era um impor-
tante deputado brasileiro:
– Desde quando se ocupa o sr.
deputado de balões?
O último
“prêmio Deutsch” numa referência – Oh! Sou um matreiro do ar. Des-
ao nome do fundador, o empresário de 1894, época em que mandei cons-
francês Henri Deutsch de la Meur- truir um grande balão de 52 metros de
the –, o prêmio seria entregue ao comprimento. Foi Lachambre quem o
piloto que, num voo sem escalas, fez. Logo que ficou pronto mandei-o
supervisionado por uma comissão para o Brasil. (...) Durante uma ascen- balão. Preciso esse ponto por ser de im-
do Aeroclube da França, partisse e são, a minha barquinha de madeira, portância capital. (...)
retornasse ao Parque de Aerostação que era realmente muito volumosa, Encomendei (este ano) ao sr. La-
de Paris no tempo máximo de meia quebrou-se pelo meio e tive uma que- chambre o meu segundo balão. Dei-
hora, cumprindo um trajeto preesta- da. A coisa não passou, porém, de um -lhe o nome de Pax. Se não receasse cair
HISTÓRIA VIVA

belecido de 11 quilômetros, tendo a grande susto. Peço-lhe para observar na ênfase, lhe diria que já estou vendo
Torre Eiffel no meio desse percurso. que já nessa época eu mandara colo- o meu aeróstato vencedor do vento,
Com Augusto Severo, viajara a sua car as minhas hélices na proa do meu vencedor das tempestades, pairando

54 www.historiaviva.com.br
LIBRARY OF CONGRESS
de novembro (de 1901).
Severo, nessa entrevista, se referiu
ao Bartholomeu de Gusmão, dirigível
que o inventor projetara em 1892 e
levantou voo dois anos depois, mas
cujas estruturas, feitas em bambu,
não suportaram o esforço. O acerto
de suas concepções, no entanto, o
animaram a um novo projeto, o Pax.
Enquanto o Pax era manufatura-
do, Severo, que devia ser ele mesmo
o piloto da aeronave, fez três ascen-
sões em balões esféricos como trei-
no: a primeira, sob a direção de Emi-
le Carton, no dia 28 de outubro de

Augusto Severo:
vocação para a
engenharia
e homem público
com reputação
de competência

o voo de
Augusto Severo
sobre o mundo como um sinal de paz
universal. Mas saibamos esperar. (...)
MUSÉE DE L’AIR ET DE L’ESPACE

Devo fazer antes algumas experiências


para familiarizar os meus amigos Álva-
ro Reis e Pacheco com o ar; esses bons
amigos nunca subiram em balão. Ten-
tarei depois a grande experiência, que
se realizará a 15 ou ao mais tardar a 20
A E R O S TAÇ ÃO

O Pax fora 1901, em companhia do filho Otávio


do hangar, e do amigo Álvaro Pereira Reis; a se-
observado por
curiosos, gunda, em 18 de novembro, com
em 7 de maio Natália e o construtor do Pax, Henri
de 1902: Paris se
impressionou
Lachambre; e a terceira, em 28 de no-
com as vembro, na qualidade de piloto, com
dimensões da Reis e Antônio Pacheco da Silva.
aeronave
Severo já havia então perdido o

MUSÉE DE L’AIR ET DE L’ESPACE/ LE BOURGET


prêmio Deutsch: em 4 de novembro
de 1901, após uma prova muito con-
testada realizada no dia 19 do mês
anterior com o dirigível Nº 6, o Aero-
clube da França resolvera conceder
o prêmio a Alberto Santos Dumont,
um experiente balonista brasileiro
que desde 1898 vinha fazendo ani-
madoras experiências de condução
com balões alongados dotados de Temos tido muito desgosto com a dois motores a petróleo, da marca
lemes, hélices e motores a gasolina. imprensa do Brasil, quando a da Euro- Buchet: um de 24 cv à traseira e o ou-
Nos meses consecutivos, a cons- pa, em mais de quatrocentos artigos, tro de 16 cv à dianteira, os quais lhe
trução do Pax prosseguiu a passos só tem elogiado os trabalhos e planos davam uma potência total de 40 cv.
lentos. Se Severo havia encontrado de Augusto, sendo que o seu retrato Era dotado de sete hélices: uma tra-
excelentes operários como auxilia- tem sido dado em muitos jornais. tora, na proa, duas propulsoras (uma
res, o mesmo não se podia dizer dos Por estes dias, entre outras, Augusto na popa e outra na barquinha) e
seus fornecedores, que o serviam receberá a visita de E. Zola.” quatro laterais, destinadas a propor-
mal. Rara era a peça do balão que Ao contrário das expectativas, só cionarem os movimentos de esquer-
não exigia substituição ou reparação, em abril de 1902 o Pax ficou pron- da e direita do aeróstato, à guisa de
e muitas vezes, quando pensava po- to. Custou ao todo 150 mil francos, leme de direção.
der fazer a primeira ascensão, tinha quando talvez não custasse mais de Uma estrutura de bambu sus-
de adiar o evento em semanas. Tais 100 mil, se não houvessem sido ne- tentava as hélices da popa e da proa
inconvenientes acarretavam despe- cessários tantos reparos e substitui- exatamente nas extremidades do
sas consideráveis. ções de peças. eixo longitudinal do balão, em vez
Uma carta de Natália à sobrinha O enchimento com hidrogênio de na barquinha, como era usual-
Alice Duarte, escrita em 13 de de- durou cinco dias e terminou em mente feito, evitando assim que a
zembro de 1901, revela um pouco 1º de maio. Uma vez cheio o balão, atuação de duas forças em sentido
do cotidiano da família e dos proble- iniciou-se uma verdadeira peregri- contrário – a tração e o arrasto – em
mas enfrentados: nação ao hangar do inventor, onde pontos não diametralmente opostos
“Nós vamos bem, mas eu tenho a aeronave impressionava, com seu da aeronave, gerassem perturbações
saído muito pouco porque Augus- porte majestoso. O número de vi- prejudiciais ao equilíbrio e à marcha.
to está todo o dia no balão, que tem sitantes era tal que foi necessário Tal problema era conhecido como
dado um trabalho... e tem custado estabelecer-se um serviço de ordem “tangagem” e até então não havia
HISTÓRIA VIVA

mais do que ele pensava. dirigido pela polícia. tido uma solução prática.
O trabalho está adiantado, mas O Pax tinha 2.334 metros de Severo fez duas ascensões cativas
parece que só no fim do mês estará cubagem, 30 de comprimento, 20 (com o balão preso por cordas) em
concluído. de altura e 13 de diâmetro. Possuía maio para se familiarizar com o ma-

56 www.historiaviva.com.br
nejo do dirigível: a primeira no dia 12 de maio. Às 5h30min desse dia, o
4 e a segunda no dia 7. Ambos os balão, ovacionado por uma pequena
testes deram excelentes resultados. multidão, deixou o solo. A aeronave
O balão obedecia com facilidade ao levava Severo e o mecânico francês
impulso das hélices e demonstrava Georges Saché, que havia trabalhado
equilíbrio perfeito. Severo parecia fa- com Buchet, o fabricante dos moto-
zer jus à antonomásia que ganhara, res do Pax. A ele coube a regulagem
o “vencedor dos ventos”; mas o Pax dos engenhos.
estava mantido pela corda, o que A experiência, à primeira vista,
favorecia a estabilidade. Teria o diri- anunciava sucesso. O balão parecia
gível a mesma estabilidade quando obedecer docilmente às mãos do
livre e entregue às correntes aéreas? condutor e evoluía com facilidade.
Essa era a grande questão e só uma A 100 metros de altura, contudo, a
ascensão livre poderia elucidá-la. grande hélice traseira deixou de girar
O voo inaugural foi marcado para a contento. Severo, provavelmente a
fim de atingir altitudes superiores em
Augusto Severo,
MUSEU AEROESPACIAL busca de correntes aéreas favoráveis, e a mulher,
começou a jogar lastro fora. Natália, com o
De repente, a cerca de 400 me- fabricante Henri
Lachambre no
tros de altura, os espectadores viram cesto do balão
um clarão surgir na altura da nacela. La Lorraine, em
Quase no mesmo instante, uma ex- 18 de novembro
de 1901:
plosão tremenda foi ouvida. O balão preparação para
havia se incendiado e estourado! o voo do Pax
Sem a sustentação proporcio-
nada pelo hidrogênio, os restos só-
lidos do aparelho tombaram com
uma rapidez vertiginosa no meio
da avenue du Maine; por puro aca-
so, ninguém foi atingido. Outro fato
impressionante: conquanto bastante
prejudicada pelo choque extraordi-
nário, a estrutura não chegou a se
desmontar. Sob os escombros e o
entrelaçamento do que havia sido a
barquinha, encontraram-se os cadá-
veres dos dois aeronautas.
As causas do acidente nunca fo-
ram estabelecidas com certeza. Pio-
neiro mundial dos dirigíveis semirrí-
gidos, Severo também foi o primeiro
HISTÓRIA VIVA

mártir da aeronáutica brasileira.


RODRIGO MOURA VISONI é primeiro-tenente
arquivista do Quadro Complementar
da Aeronáutica

www.historiaviva.com.br 57

Você também pode gostar