Você está na página 1de 1

A concorr�ncia com jogos de cartas colecion�veis levou a um decl�nio no setor.

Com
problemas financeiros, a l�der do mercado, TSR, Inc., que sofreu contratempos
financeiros pela superprodu��o, sendo comprada pela Wizards of the Coast.[14] Para
melhor lidar com a economia dos jogos de RPG, eles introduziram um novo regime na
forma da System Reference Document, abreviadamente SRD, sob a Open Game License, em
um movimento encabe�ado por Ryan Dancey. [15]� comumente utilizada com a licen�a
d20 para permitir que indiv�duos, empresas profissionais e amadores e grupos de
publicar o SRD e trabalhos derivados sob a marca registrada do sistema d20. Tamb�m
tem sido usado para licen�a de conte�do n�o relacionado com o Sistema d20 e/ou com
a SRD.[16][17]

Esses indiv�duos, grupos e editoras que licenciam suas obras sob a OGL, por vezes,
s�o referidos coletivamente como o "movimento open gaming.[18][19] Enquanto isso,
as comunidades auto-definidas de "RPGs indies ou independentes" surgiram na
Internet.[20]

A partir da d�cada de 2010, houve um significante aumento no interesse em RPGs de


mesa, chamado pelo The New Yorker como a "Renascen�a do Dungeons and Dragons". Um
dos motivos mais importantes � o surgimento do Crowdsourcing leva possibilidade de
facilmente financiar a produ��o de novos RPGs independentes fez o hobby a voltar
ser lucrativo para escritores, outros motivos citados s�otamb�m lan�amento da
Quinta Edi��o de Dungeons & Dragons que voltou a atrair aten��o de novos jogadores,
webs�ries onde o jogo � a principal atra��o como Critical Role e HarmonQuest que
atraem um p�blico casual, e por �ltimo novas ferramentas virtuais que auxiliam o
jogo de RPGs de mesa pela internet como o Roll20. [21]