Você está na página 1de 11

APRENDIZAGENS ESSENCIAIS | ARTICULAÇÃO COM O PERFIL DOS ALUNOS AGOSTO 2018

10.º ANO | ENSINO SECUNDÁRIO

PORTUGUÊS
INTRODUÇÃO

A definição do objeto e dos objetivos para o ensino e a aprendizagem da língua portuguesa ao longo dos doze anos de
escolaridade obrigatória tem em conta a realidade vasta e complexa que é uma língua e incorpora o conjunto das
competências que são fundamentais para a realização pessoal e social de cada um e para o exercício de uma cidadania
consciente e interventiva, em conformidade com o Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória. Assumir o português
como objeto de estudo implica entender a língua como fator de realização, de comunicação, de fruição estética, de educação
literária, de resolução de problemas e de pensamento crítico. É na interseção de diversas áreas que o ensino e a aprendizagem
APRENDIZAGENS ESSENCIAIS | ARTICULAÇÃO COM O PERFIL DOS ALUNOS 10.º ANO | SECUNDÁRIO | PORTUGUÊS

do português se constroem: produção e receção de textos (orais, escritos, multimodais), educação literária, conhecimento
explícito da língua (estrutura e funcionamento). Cada uma delas, por si e em complementaridade, concorre para competências
específicas associadas ao desenvolvimento de uma literacia mais compreensiva e inclusiva: uma participação segura nos «jogos
de linguagem» que os falantes realizam ativando saberes de uma pluralidade de géneros textuais, em contextos que o digital
tem vindo a ampliar; uma correta e adequada produção e uma apurada e crítica interpretação de textos; um conhecimento e
uma fruição plena dos textos literários do património português e de literaturas de língua portuguesa, a formação consolidada
de leitores, um adequado desenvolvimento da consciência linguística e um conhecimento explícito da estrutura, das regras e
dos usos da língua portuguesa. Do todo daqui resultante emergem as aprendizagens essenciais da disciplina de Português.

Estas aprendizagens são essenciais para ler na íntegra uma obra literária, para compreender uma decisão jurídica, um poema
épico ou um ensaio filosófico, para interpretar um discurso político, para inferir a intencionalidade comunicativa de um texto
argumentativo, para mobilizar conscientemente regras linguísticas apropriadas a cada discurso que se produza, para conhecer
explicitamente elementos, estruturas e princípios de funcionamento da própria língua, para rever e melhorar um texto
produzido por si próprio ou por um colega, para preparar adequadamente uma intervenção num debate, para apresentar uma
comunicação sobre uma questão científica ou tecnológica, para intervir com propriedade em qualquer discussão de ideias, para
comunicar conhecimento e defender ideias, para ler e para escrever o seu mundo interior e o mundo em que os alunos se
movimentam.

Ao longo do ensino secundário, a disciplina de Português permitirá aos alunos não só consolidar as aprendizagens realizadas ao
longo do ensino básico, mas também aprofundar os conhecimentos para um nível elevado de desempenho em domínios
específicos como: a compreensão do oral, a expressão oral, a leitura, a educação literária, a expressão escrita e o
conhecimento explícito sobre a língua. No final deste nível de ensino, no domínio da oralidade, os alunos deverão estar aptos a
compreender textos orais de elevada complexidade, interpretando a intenção comunicativa subjacente e avaliando a sua

PÁG. 2
APRENDIZAGENS ESSENCIAIS | ARTICULAÇÃO COM O PERFIL DOS ALUNOS 10.º ANO | SECUNDÁRIO | PORTUGUÊS

eficácia comunicativa, a utilizar uma expressão oral correta, fluente e adequada a diversas situações de comunicação e a
produzir textos orais de géneros específicos. No domínio da leitura, pretende-se que os alunos tenham adquirido desenvoltura
nos processos de leitura e de interpretação de textos escritos de diversos géneros de complexidade considerável, apreciando
criticamente o seu conteúdo e desenvolvendo a consciência reflexiva das suas funcionalidades. No domínio da educação
literária, pretende-se capacitar os alunos para a leitura, a compreensão e a fruição de textos literários portugueses e
estrangeiros, de diferentes géneros. Neste âmbito, é ainda fundamental que os alunos tenham atingido a capacidade de
apreciar criticamente a dimensão estética dos textos literários e o modo como manifestam experiências e valores. Estas
aprendizagens repercutir-se-ão no desenvolvimento do projeto de leitura que deve ter por referência as obras indicadas no
Plano Nacional de Leitura. No domínio da escrita, é esperado que, no final do ensino secundário, os alunos tenham atingido
níveis elevados de domínio de processos, estratégias, capacidades e conhecimentos para a escrita de textos de diversos
géneros com vista a uma diversidade de objetivos comunicativos. No domínio gramatical, no final deste nível de ensino, os
alunos deverão revelar um conhecimento metalinguístico seguro dos aspetos de estrutura e de funcionamento da língua
considerados essenciais ao longo da escolaridade obrigatória.

Em concreto, no 10.º ano de escolaridade, a aula de Português estará orientada para o desenvolvimento da:

- competência da oralidade (compreensão e expressão) com base em textos/discursos de géneros adequados a propósitos
comunicativos como informar com base numa perspetiva crítica em relação ao mundo atual, explicar e argumentar em
situações de debate e de confronto de perspetivas;
- competência da leitura centrada predominantemente em textos próprios do relato (relato de viagem), da transmissão
de conhecimento (exposição) e da crítica (apreciação crítica e cartoon).
- educação literária não só para conhecimento, leitura e apreciação estética de obras portuguesas que constituíram um
marco do pensamento e da literatura portugueses entre os séculos XII e XVI, mas também para desenvolvimento de

PÁG. 3
APRENDIZAGENS ESSENCIAIS | ARTICULAÇÃO COM O PERFIL DOS ALUNOS 10.º ANO | SECUNDÁRIO | PORTUGUÊS

hábitos de leitura;
- competência da escrita que inclua obrigatoriamente saber escrever sínteses, exposições sobre um tema e apreciações
críticas;
- competência gramatical por meio de um conhecimento explícito sistematizado sobre aspetos essenciais dos diversos
planos (fonológico, morfológico, das classes de palavras, sintático, semântico e textual-discursivo) da língua.

ÁREAS DE

do corpo
comunicação

artística
Sensibilidade estética e
Pensamento crítico e

pessoal e autonomia
Desenvolvimento

Consciência e domínio
pensamento criativo
Informação e

COMPETÊNCIAS A C E G I
DO PERFIL DOS
ALUNOS (ACPA)
Raciocínio e resolução

técnico e tecnológico
Linguagens e textos

Bem-estar, saúde e

Saber científico,
Relacionamento
de problemas

interpessoal

ambiente
B D F H J

PÁG. 4
APRENDIZAGENS ESSENCIAIS | ARTICULAÇÃO COM O PERFIL DOS ALUNOS 10.º ANO | SECUNDÁRIO | PORTUGUÊS

OPERACIONALIZAÇÃO DAS APRENDIZAGENS ESSENCIAIS (AE)

ORGANIZADOR AE: CONHECIMENTOS, CAPACIDADES E ATITUDES AÇÕES ESTRATÉGICAS DE ENSINO ORIENTADAS DESCRITORES
Domínio O aluno deve ficar capaz de: PARA O PERFIL DOS ALUNOS DO PERFIL DOS
(Exemplos de ações a desenvolver na disciplina) ALUNOS

ORALIDADE Compreensão Expressão Promover estratégias que envolvam: Comunicador


- compreensão de textos em diferentes suportes (A, B, D, E, H)
Interpretar textos orais Produzir textos adequados audiovisuais para
o observação de regularidades associadas a géneros Conhecedor/
dos géneros à situação de comunicação, sabedor/ culto/
textuais;
reportagem e com correção e propriedade o identificação de informação explícita e dedução informado
documentário, lexical. de informação implícita a partir de pistas (A, B, G, I, J)
textuais;
evidenciando o seleção e registo de informação relevante para Sistematizador/
Exprimir, com
perspetiva crítica e um determinado objetivo; organizador
fundamentação, pontos de o avaliação de discursos tendo em conta a (A, B, C, I, J)
criativa.
vista suscitados por leituras adequação à situação de comunicação;
- produção de discursos preparados para apresentação Respeitador da
Sintetizar o discurso diversas. diferença/ do outro
a um público restrito (à turma ou a colegas de outras
escutado a partir do turmas) com diferentes finalidades: (A, B, E, F, H)
Fazer exposições orais para
registo de informação o fazer apreciações críticas de livros para, por
apresentação de leituras exemplo, recomendar um livro aos colegas; Participativo/
relevante quanto ao o narrar situações vividas para fundamentar uma colaborador
(apreciação crítica de
tema e à estrutura. opinião ou uma apreciação; (B, C, D, E, F)
obras, partes de obras ou o expor trabalhos relacionados com temas
textos com temas disciplinares e interdisciplinares, realizados
relevantes), de sínteses e individualmente ou em grupo;
o utilizar o resumo, o relato, o reconto em
de temas escolhidos apresentações orais sobre obras, partes de obras,
autonomamente ou livros ou textos sobre temas, por exemplo;
- compreensão e expressão oral baseadas em textos de
requeridos por outros. diferentes géneros textuais sobre temas
interdisciplinares.
Utilizar adequadamente
recursos verbais e não-

PÁG. 5
APRENDIZAGENS ESSENCIAIS | ARTICULAÇÃO COM O PERFIL DOS ALUNOS 10.º ANO | SECUNDÁRIO | PORTUGUÊS

ORGANIZADOR AE: CONHECIMENTOS, CAPACIDADES E ATITUDES AÇÕES ESTRATÉGICAS DE ENSINO ORIENTADAS DESCRITORES
Domínio O aluno deve ficar capaz de: PARA O PERFIL DOS ALUNOS DO PERFIL DOS
(Exemplos de ações a desenvolver na disciplina) ALUNOS

verbais para aumentar a


eficácia das apresentações
orais.
Utilizar de modo apropriado
processos como retoma,
resumo e explicitação no
uso da palavra em
contextos formais.
Recorrer a processos de
planificação e de avaliação
de textos para melhoria dos
discursos orais a realizar.

LEITURA Ler em suportes variados textos de diferentes graus Promover estratégias que envolvam: Conhecedor/
de complexidade dos géneros seguintes: relato de  manipulação de unidades de sentido através de sabedor/ culto/
atividades que impliquem informado
viagem, exposição sobre um tema, apreciação (A, B, G, I, J)
crítica e cartoon. o sublinhar, parafrasear, resumir segmentos de
texto relevantes para a construção do sentido; Sistematizador/
Realizar leitura crítica e autónoma. o estabelecer relações entre as diversas unidades organizador
de sentido; (A, B, C, I, J)
Analisar a organização interna e externa do texto.
 realização de diferentes modos de ler e diferentes
Clarificar tema(s), ideias principais, pontos de tipos de leitura; Leitor
(A, B, C, D, F, H, I)
vista.  compreensão e interpretação de textos através de
atividades que impliquem
Analisar os recursos utilizados para a construção do
o mobilizar experiências e saberes como ativação
sentido do texto. de conhecimento prévio;

PÁG. 6
APRENDIZAGENS ESSENCIAIS | ARTICULAÇÃO COM O PERFIL DOS ALUNOS 10.º ANO | SECUNDÁRIO | PORTUGUÊS

ORGANIZADOR AE: CONHECIMENTOS, CAPACIDADES E ATITUDES AÇÕES ESTRATÉGICAS DE ENSINO ORIENTADAS DESCRITORES
Domínio O aluno deve ficar capaz de: PARA O PERFIL DOS ALUNOS DO PERFIL DOS
(Exemplos de ações a desenvolver na disciplina) ALUNOS

Interpretar o sentido global do texto e a o colocar questões a partir de elementos


intencionalidade comunicativa com base em paratextuais e textuais (verbais e não verbais);
inferências devidamente justificadas. o sugerir hipóteses a partir de deduções extraídas
da informação textual;
Utilizar métodos de trabalho científico no registo e o inferir informação a partir do texto;
tratamento da informação. o avaliar o texto (conteúdo e forma) tendo em
conta a intencionalidade do autor e a situação de
comunicação;
o estabelecer ligações entre o tema desenvolvido
no texto e a realidade vivida pelo aluno;
o expandir e aprofundar conhecimentos adquiridos
no processo de leitura-compreensão do texto;
- elaboração de pequenos projetos de estudo e de
pesquisa, sobre temas disciplinares e
interdisciplinares, que incluam, entre outros aspetos,
o recurso a mapas de ideias, esquemas, listas de
palavras;
- compreensão de texto em atividades interdisciplinares,
designadamente no que diz respeito ao trabalho sobre
diferentes géneros textuais.

EDUCAÇÃO Interpretar textos literários portugueses de Promover estratégias que envolvam: Conhecedor/
LITERÁRIA diferentes autores e géneros, produzidos entre os - consolidação de conhecimento e saberes (noções de sabedor/ culto/
versificação, modos literários, estrutura interna e informado
séculos XII e XVI (ver Anexo 1). (A, B, G, I, J)
externa do texto dramático e do texto narrativo,
Contextualizar textos literários portugueses recursos expressivos);
- aquisição de saberes relacionados com a lírica Indagador/
anteriores ao século XVII em função de marcos trovadoresca, a Crónica de D. João I, de Fernão Investigador
históricos e culturais. Lopes, a obra literária camoniana e vicentina; (C, D, F, H, I)
- compreensão dos textos literários com base num
percurso de leitura que implique Criativo
o fazer antecipações do desenvolvimento do tema, (A, C, D, J)
Relacionar características formais do texto poético
Responsável/

PÁG. 7
APRENDIZAGENS ESSENCIAIS | ARTICULAÇÃO COM O PERFIL DOS ALUNOS 10.º ANO | SECUNDÁRIO | PORTUGUÊS

ORGANIZADOR AE: CONHECIMENTOS, CAPACIDADES E ATITUDES AÇÕES ESTRATÉGICAS DE ENSINO ORIENTADAS DESCRITORES
Domínio O aluno deve ficar capaz de: PARA O PERFIL DOS ALUNOS DO PERFIL DOS
(Exemplos de ações a desenvolver na disciplina) ALUNOS

com a construção do sentido. do enredo, das circunstâncias, entre outros autónomo


aspetos; (C, D, E, F, G, I, J)
Analisar o valor de recursos expressivos para a o mobilizar conhecimentos sobre a língua e sobre o
construção do sentido do texto, designadamente: mundo para interpretar expressões e segmentos Comunicador
alegoria, interrogação retórica, metonímia, textuais; (A, B, D, E, H)
o analisar o modo como o(s) tema(s), as
aliteração, apóstrofe, anástrofe. experiências e os valores são representados Leitor
Comparar textos em função de temas, ideias e pelo(s) autor(es) do texto; (A, B, C, D, F, H, I)
o justificar, de modo fundamentado, as
valores. interpretações; Crítico/Analítico
- valorização da leitura e consolidação do hábito de ler (A, B, C, D, G)
Reconhecer valores culturais, éticos e estéticos
através de atividades que impliquem, entre outras
presentes nos textos. possibilidades, Cuidador de si e do
o apresentar e defender perante o professor e a outro
Expressar, oralmente ou por escrito, pontos de vista turma um projeto de leitura (indicando, por (B, E, F, G)
fundamentados, suscitados pelas obras e seus exemplo, os seus objetivos pessoais como leitor
autores. para um determinado intervalo de tempo);
o selecionar os livros a ler em função do seu
Desenvolver um projeto de leitura que revele projeto de leitura;
pensamento crítico e criativo, a apresentar o desenvolver e gerir o percurso de leitor realizado,
publicamente em suportes variados. que inclua auto e heteroavaliação tendo em conta
o grau de consecução dos objetivos definidos
inicialmente;
o apresentar em público (por exemplo, à turma, a
outras turmas, à escola, à comunidade) o
percurso pessoal de leitor, que pode incluir
dramatização, recitação, leitura expressiva,
reconto de histórias, recriação, expressão de
reações subjetivas de leitor, persuasão de colegas
para a leitura de livros;
- exploração e aprofundamento de temas
interdisciplinares suscitados pelas obras literárias em
estudo.

PÁG. 8
APRENDIZAGENS ESSENCIAIS | ARTICULAÇÃO COM O PERFIL DOS ALUNOS 10.º ANO | SECUNDÁRIO | PORTUGUÊS

ORGANIZADOR AE: CONHECIMENTOS, CAPACIDADES E ATITUDES AÇÕES ESTRATÉGICAS DE ENSINO ORIENTADAS DESCRITORES
Domínio O aluno deve ficar capaz de: PARA O PERFIL DOS ALUNOS DO PERFIL DOS
(Exemplos de ações a desenvolver na disciplina) ALUNOS

ESCRITA Escrever sínteses, exposições sobre um tema e Promover estratégias que envolvam: Conhecedor/
apreciações críticas, respeitando as marcas de  aquisição de conhecimento relacionado com as sabedor/ culto/
propriedades de um texto (progressão temática, informado
género. (A, B, G, I, J)
coerência e coesão) e com os diferentes modos de
Planificar o texto a escrever, após pesquisa e organizar um texto, tendo em conta a finalidade, o Indagador/
seleção de informação pertinente. destinatário e a situação de comunicação; Investigador
Redigir o texto com domínio seguro da organização  manipulação de textos fazendo variações quanto à (C, D, F, H, I)
extensão de frases ou segmentos textuais ou da
em parágrafos e dos mecanismos de coerência e de Sistematizador/
modificação do ponto de vista, por exemplo;
coesão textual. organizador
 planificação do que se vai escrever através de
(A, B, C, I, J)
Editar os textos escritos, em diferentes suportes, procedimentos que impliquem, por exemplo, decidir o
após revisão, individual ou em grupo, tendo em tema e a situação de escrita, definir o objetivo da Criativo
conta a adequação, a propriedade vocabular e a escrita; decidir o destinatário do texto, conhecer as (A, C, D, J)
correção linguística características do género textual que se pretende
escrever; Comunicador
Respeitar os princípios do trabalho intelectual:  elaboração de um texto prévio;
(A, B, D, E, H)
identificação das fontes utilizadas, cumprimento  textualização individual a partir do texto prévio, o Responsável/
das normas de citação, uso de notas de rodapé e que implica reformulação do conteúdo à medida que autónomo
referenciação bibliográfica. se vai escrevendo; (C, D, E, F, G, I, J)
 revisão (em função dos objetivos iniciais e da
coerência e coesão do texto) e aperfeiçoamento
textual, o que implica reler, avaliar (com recurso a
auto e a heteroavaliação) e corrigir;
 apreciação de textos produzidos pelo próprio aluno ou
por colegas justificando o juízo de valor sustentado;
 preparação da versão final;
 expressão escrita em interdisciplinaridade com outras
disciplinas, designadamente no que diz respeito ao
trabalho sobre diferentes géneros textuais.

PÁG. 9
APRENDIZAGENS ESSENCIAIS | ARTICULAÇÃO COM O PERFIL DOS ALUNOS 10.º ANO | SECUNDÁRIO | PORTUGUÊS

ORGANIZADOR AE: CONHECIMENTOS, CAPACIDADES E ATITUDES AÇÕES ESTRATÉGICAS DE ENSINO ORIENTADAS DESCRITORES
Domínio O aluno deve ficar capaz de: PARA O PERFIL DOS ALUNOS DO PERFIL DOS
(Exemplos de ações a desenvolver na disciplina) ALUNOS

GRAMÁTICA Conhecer a origem, a evolução e a distribuição Promover estratégias que envolvam: Questionador
geográfica do Português no mundo. – análise de construções frásicas e textuais em que (A, F, G, I, J)
seja possível
Reconhecer processos fonológicos que ocorrem no Conhecedor/
o questionar, exercitar, modificar, fazer variar e
português (na evolução e no uso). sabedor/ culto/
registar alterações; informado
o explicitar procedimentos; (A, B, G, I, J)
Analisar com segurança frases simples e complexas
o sistematizar regras;
(identificação de constituintes e das respetivas
– explicitação de valores semânticos das palavras, Sistematizador/
funções sintáticas, incluindo complemento do nome organizador
tendo em conta os seus contextos de ocorrência no
e do adjetivo, divisão e classificação de orações, plano diacrónico; (A, B, C, I, J)
incluindo orações subordinadas substantivas – sistematização do conhecimento sobre constituintes
relativas). da frase e funções sintáticas, na frase simples e na
Reconhecer valores semânticos de palavras frase complexa;
considerando o respetivo étimo. – exercitação, no modo oral e escrito, de processos
discursivos e textuais que tornem possível analisar
Explicitar o significado das palavras com base na o propriedades configuradoras da textualidade
análise dos processos de formação. (progressão temática, coerência, coesão);
o modalidades de reprodução do discurso no
Usar de modo intencional diferentes valores modais
discurso;
atendendo à situação comunicativa (epistémicos, – explicitação de formas de expressão que traduzam
deônticos e apreciativos). diferentes valores modais tendo em conta a situação
Reconhecer a anáfora como mecanismo de coesão e comunicativa;
de progressão do texto. – identificação de processos de referenciação anafórica
em enunciados orais e escritos.
Relacionar situações de comunicação,
interlocutores e registos de língua (grau de
formalidade, relação hierárquica entre os
participantes, modo oral ou escrito da interação),
tendo em conta os diversos atos de fala.

PÁG. 10
APRENDIZAGENS ESSENCIAIS | ARTICULAÇÃO COM O PERFIL DOS ALUNOS 10.º ANO | SECUNDÁRIO | PORTUGUÊS

ANEXO 1

LISTA DE OBRAS E TEXTOS PARA EDUCAÇÃO LITERÁRIA – 10.º ANO

POESIA TROVADORESCA

Cantigas de amigo (escolher quatro cantigas de amigo)


Cantigas de amor (escolher duas cantigas de amor)
Cantigas de escárnio e (escolher uma cantiga de escárnio e maldizer)
maldizer

AUTORES E OBRAS

Fernão Lopes Crónica de D. João I (excertos da 1.ª parte: capítulo 11 e capítulo 115 ou 148)

Gil Vicente Farsa de Inês Pereira (leitura integral) OU Auto da Feira (leitura integral)

Luís de Camões Rimas (escolher quatro redondilhas e oito sonetos)

Luís de Camões Os Lusíadas (reflexões do Poeta – três de entre as seguintes: canto I, ests. 105 e 106; canto V,
ests. 92 a 100; canto VII, ests. 78 a 87; canto VIII, ests. 96 a 99; canto IX, ests. 88 a 95; canto X,
ests. 145 a 156)

PÁG. 11