Você está na página 1de 3

Conceitos, comando e praticas com GIT.

Git é um sistema distribuído de repositório,


o que significa que estará todo o código em todas as máquinas.

Após instalar o git, temos que configurar o git na máquina.


Para configurar segue o passo a passo a baixo.

1 - git config --global user.name 'leonardo campos'


2 - git config --global user.email 'ljcjleonardo@gmail.com'
3 - git init (c:/projeto/angular) = criar um repositorio local no caminho
específico
4 - clear = para limpar o console(tela).
5 - git status = verifica se tem algo para ser comitar ou confirmado.

PAREI na aula Curso de Git para iniciantes - Aula 2

1 - git add . - adiciona todos os arquivos


git add *.txt - adiciona todos os arquivos com a extensão .txt
git add *.cs - adiciona todos os arquivos com a extensão .cs

2 - git commit -m 'mensagem'' => faz um comiti local(para o servidor utilizar o


push)

2.1 - git commit -a -m 'comentário' - Esse comando faz o get add(-a) e depois o git
commit mais a mensagem(-m)

2.2 - criar arquivo .gitignore e colocar os nomes dos pasta ou arquivos, imagens, e
outras coisas que
vc não quer que o git controle/versone/ingnorar.

7 - git diff - ver tudo que foi modificado/alterado(antes do git add) nos
arquivos.

8 - git diff --staged - ver tudo que foi modificado/alterado(depois do git add) nos
arquivos.

9 - git log - mostra todos os commit do inicio ao fim

10 - gitk - Ferramenta visual para ver o relatório/log de alterações.

11 - git commit --amend - m 'mensagem' - comando para editar o ultimo commit.

12 - git log --pretty=oneline - comando par visualizar algumas linhas de log

13 - git reset HEAD nomeDoArquivo.extensão - comando para resetar/remover da stage


area,
quando você fizer um commit de um arquivo que não podia comitar.

14 - git checkout -- nomeDoArquivo.extensao - Reverte(undo) o que foi feito no


arquivo

15 - git tag a- v0.0 -m 'Versão 1.0' (melhor usar as branch)


15.1 - git show => mostra as informações da tag criada
15.2 - git checkout v0.0 => pega a tag criada
15.3 - git tag -d v0.0 => deleta uma tag
16 - git branch teste ou master
16.1 - git checkout teste ou git checkout -b teste (cria a branch e faz o checkout)
16.2 - por padrão o git cria uma branch MASTER.

17 - git marge teste(se vc estiver no master e vice e versa)


17.1 - o comando acima faz o seguinte: master faz um merge com o teste(o master
será o código mais atualizado)
17.2 - git branch -d teste

Criando ambiente de DESENVOLVIMENTO / HOMOLOGAÇÃO / PRODUÇÃO


Simulando uma ambiente de TRABALHO REAL do dia a dia de um programador na
empresa.
Assista essa aula para fazer o testes => https://www.youtube.com/watch?
v=fRQrnWqDLn0&index=5&list=PLInBAd9OZCzzHBJjLFZzRl6DgUmOeG3H0

18 - git init --bare (no servidor) - git init é para criar um repositório local,
apenas.
Utilizando o GIT INIT --BARE no servidor, permite que o código seja acessivel
para todo o time de desenvolvimento.
Fazendo GIT INIT não será acessível para o time de desenvolvimento, pois é
para criar um repositório local, quem está fora "não vê o código" ou não consegui
fazer um push ou uma branch.

O que é: Ao incializar um repositório como bare não será permitido editar


arquivos (git add) e commitar mudanças (git commit), já que o mesmo não possui uma
working tree. Você deve atualizar um repositório bare utilizando git push.

Quando é usado: Você inicializa um repositório como bare quando deseja que
ele seja o respositório central(no caso a master).

19 - git clone file:////nomeDoServidor/pastaDoCódgioFonte/ProjetoComCodigoFonte =>


obtém uma cópia do código fonte

20 - git push (origin master) => envia o comite (local) para o servidor(remoto)
20.1 - git remote para imptime na tela o nome do servidor, que no caso é origin,
remote.
Por padrão o git cria o nome do servidor como origin.

21 - git pull (origin master) => Busca/pucha os arquivos/projeto do servidor para


sua máquina.
Caso ocorra conflito, ele faz um merge entre os arquivos locais e
remotos(puchados).

22 - git fetch (origin master) => Faz o mesmo que o git pull, mas sua diferência é
que ele não
faz merge automatico.

6 - git rebase

====================================================================

Trabalhando com o git hub

1 - primeiro faça um cadastro no git hub

2 - Abra o git bash(terminal de comandos git).


Digite a chave ssh-keygen e aberte o entre
Antes de terminar o processo, você pode digitar uma senha para a segurança
da chave.
Mas a cada push será solicitado a senha.

3 - Após isso acesse o github em settings => SSH keys => New SSH keys e copie e
cole a chave gerada no campo.
A chave gerada vai estar geralmente no caminho C:\Users\ljcam\.ssh\id_rsa.pub

4 - Depois digite no git bash o comando git clone e o endereço do github


repositorio remoto.
Exemplo: $ git clone https://github.com/leleomaster/Estudos_Git_e_Github.git
githubClone1(esse é o nome da pasta local)