Você está na página 1de 4

DT - Documento TécnicoÁrea: Saúde OcupacionalDepto: Requisitos LegaisDoc ID: 5421Versão: 1.

01
Análise Preliminar de Risco de Higiene Ocupacional / Relatório Conclusivo para Empresas Contratadas

GHE: 1
Descrição do GHE: Operador de Máquinas Pesadas I
Site da Ternium – Área Operacional - Os serviços são realizados de acordo com a solicitação da contratante. As atividades são realizadas em área a céu aberto, no entanto a máquina é cabinada, climatizada (ar
Descrição do Setor:
condicionado) e com iluminação artificial ou natural.
Opera máquina em escavações, carregamento de caçambas e terraplenagem em solos. Verifica condições dos acessórios e funcionamento do sistema hidráulico e elétrico. Cumprir normas de segurança, saúde, meio
Descrição das Atividades:
ambiente e qualidade.
Descrição do Processo: Escavação mecanizada conforme planejado pela contratante. Controlam as medidas de segurança em locais e equipamentos.
Processo Processo Exposições
Local predominante de Agentes Forma de Tipo Estim. Metodologia de
Aréa/Setor Secundário Terciário Cargos Nº de Trab. Turno relevantes a serem
atuação identificados avaliação de LEO incursões avaliação
ou Depto ou Setor avaliadas
NHO 01 - NR 15 -
Ruído Dosimetria de Ruído Quantitativa TWA 1
Anexo 01
Operador de Máquinas Vibração de Corpo NHO 09 - NR 15 -
Site/Ternium - - 1 Diurno Site/Ternium Vibração Quantitativa NR 15 1
Pesadas I Inteiro Anexo 08
Poeira Respirável + NR 15 / NR 15 - NIOSH
Poeira Quantitativa 1
Sílica ACGIH 7602
Observação:
Informações fornecidas pelo gestor do GHE
Entrevista Representante do GHE:
Nº Revisão: 0 Nº Revisão: 0 Cód. GHE 1 ELABORAÇÃO ASSINATURAS
Lider Imediato: Vagner Duarte Gonçalves Entrevistado Michel Mota Fonseca Silva Eladorador: Rosani Paula Soares Data Elab.: 27/12/2018
Matricula 3245 Matricula 4336 Revisor Rayane Paula da Rocha Data Rev.: 27/12/2018
Cargo Supervisor de Operações Cargo Operador de Máquinas Pesadas I Aprovador: Rodrigo Bertolace Data Aprov.: 27/12/2018

Detalhamento da Atividade:
ATIVIDADES PERIGOS CATEGORIA DE RISCO MEDIDAS DE CONTROLE EXISTENTE
1 e 2 - Risco aceitável
Descrição:
Duração Freq. Meio de Substância, Energia ou Ag. Biológico 3 e 4 - Risco aceitável Critério
Agentes ADM: Administrativo
Seq

Tarefas e recursos Local (minutos ou (vezes por Fontes Propagação e ( Número CAS ou Caracteristica da energia ) com restrição QUALIT
Ambientais EPC: Equipto de Proteção Coletiva
horas) período) Absorção Efeito Potencial para a Saude 6 e 9 - Risco QUANT
EPI: Equipto de Proteção Individual
inaceitável

1 Participa do DDS 15 min. 1X ao dia NA NA NA NA NA NA NA NA

2 Verificação do check list da máquina. 45 min 1X ao dia NA NA NA NA NA NA NA NA


Canteiro

3 Aguarda a liberação da APR/PT 01 hora 1X ao dia NA NA NA NA NA NA NA NA

Motores de Difusa /
Disacusia e hipocusia, trauma acústico, aumento da
Ruído máquinas e Ondas 1 - R.A QUANT Utilizar protetor auricular EPI
pressão arterial, estresse físico e mental, outros.
equipamentos Sonoras

Trepidação do
Equipamento na Condução corporal Perda de equilíbrio, gastrites a ulcerações e
Vibração de
Em todo o Site da atividade de Sistema distúrbios visuais, alterações neuro-vasculares e 2 - R.A QUANT Realizar o monitoramento Ambiental ADM
4 Escavação mecanizada 03 hora 2 x ao dia Corpo Inteiro
Térnium escavação e Osteomolecular articulares
remoção do solo.

Movimentação de Utilizar Respirador purificador de ar


máquinas e PFF2 em ambiente externo. Realizar
Poeira Inalação / Aérea Alergias e doenças respiratórias 1 - R.A QUANT EPI
equipamentos e exames de espirometria e raio - x de
ação do vento tórax periodicamente

Cópias impressas não são controladas – Utilização somente como referência Página: 1/1
DT - Documento TécnicoÁrea: Saúde OcupacionalDepto: Requisitos LegaisDoc ID: 5421Versão: 1.01
Análise Preliminar de Risco de Higiene Ocupacional / Relatório Conclusivo para Empresas Contratadas

Classificação de Riscos
A classificação do RISCO de cada um dos perigos identificados conforme a metodologia anteriormente descrita, deverá observar as tabelas de
classificação abaixo (P= Probalidade; G= Gravidade; R= Riscos, com abragencias em higiene Ocupacional):

CRITÉRIO PROBABILIDADE - HIGIENE OCUPACIONAL

Probabilidade Critério Pontuação

1.   O agente foi identificado mas é quantitativamente desprezível frente aos critérios técnicos;

2.   O agente se encontra sob controle técnico e abaixo do nível de ação;

3.   O agente foi identificado mas o tempo de permanência encontra-se abaixo do estabelecido pelo critério técnico
Baixa 1
4.   A exposição ao agente identificado é eventual

5.   Não há queixas médicas sistematizadas aparentemente relacionadas com o agente;


6.   O agente não possui limite de exposição do tipo teto e o valor de limite de exposição do tipo média ponderada é
consideravelmente alto (centenas de ppm).
1.   O agente foi identificado e encontra-se acima do nível de ação, porém abaixo do limite de tolerância;

2.   A exposição se encontra sob controle técnico e acima do nível de ação, porém abaixo do limite de tolerância.

Média 3.   As práticas operacionais e/ou as condições industriais indicam aparente descontrole de exposição. 2

4.   Não há proteção cutânea específica no manuseio de substâncias com notação pele.
5.   O agente possui limite de exposição do tipo valor teto ou quando possui limite de exposição do tipo média ponderada
muito baixo (alguns ppm).
1.   O agente foi identificado e encontra-se acima do limite de tolerância;

2.   A exposição não se encontra sob controle técnico, está acima do limite de exposição do tipo média ponderada,
porém abaixo do valor máximo ou valor teto;
Alta 3.   A exposição não se encontra sob controle técnico e está acima do valor teto/ valor máximo. 3

4.   Nas situações aparentes de risco grave e iminente

5.   O agente possui efeitos agudos, baixos limites de exposição e IPVS (concentração imediatamente perigosa a vida e
a saúde)

CRITÉRIO GRAVIDADE - HIGIENE OCUPACIONAL

Gravidade Critério Pontuação


1.   O agente e/ou as condições de trabalho não representam risco potencial de dano à saúde nas condições usuais
industriais, descritas em literatura;
Baixa 2.   O agente pode representar apenas um aspecto de desconforto e não de risco. 1
3.   O agente representa um risco moderado à saúde, nas condições usuais industriais descritas na literatura, não
causando efeitos agudos..
1.   O agente pode causar efeitos agudos
2.   O agente pode causar doença ocupacional com incapacidade temporária para o trabalho
Média 2
3.   Há possibilidade de deficiência de oxigênio.
4.   Há queixas sistematizadas específicas e indicadores biológicos de exposição excedidos (vide PCMSO).
1.   Pode Causar doenças ocupacionais sérias ou morte
2.   Afastamento definitivo do trabalho,
3.   Envolve exposição a carcinogênicos, teratogênico ou mutagênico para seres humanos
Alta 3
4.   Efeitos irreversíveis sobre a saúde dos seres humanos
5.   As queixas são específicas e freqüentes, com indicadores biológicos de exposição excedidos.
6.   Há exposição cutânea severa a substâncias com notação pele.

CR - MATRIZ DE CLASSIFICAÇÃO DE RISCOS

GRAVIDADE DO EFEITO
- (CONSEQUÊNCIA) +

-
EQUENCIA ( TEMPO EXPOSIÇÃO ,
ZES, NÚMERO DE PESSOAS

Cópias impressas não são controladas – Utilização somente como referência Página: 1/2
DT - Documento TécnicoÁrea: Saúde OcupacionalDepto: Requisitos LegaisDoc ID: 5421Versão: 1.01
Análise Preliminar de Risco de Higiene Ocupacional / Relatório Conclusivo para Empresas Contratadas

CR - MATRIZ DE CLASSIFICAÇÃO DE RISCOS

GRAVIDADE DO EFEITO
- (CONSEQUÊNCIA) +

Baixa 1 Média 2 Alta 3


PROBALIDADE / FREQUENCIA ( TEMPO EXPOSIÇÃO ,

RISCO
QUANTIDADE DEVEZES, NÚMERO DE PESSOAS

ACEITAVEL RISCO
RISCO
Alta 3 COM INACEITAVEL
INACEITAVEL 9
RESTRIÇÃO 6
3
RISCO
ACEITAVEL
RISCO RISCO
Média 2 COM
ACEITAVEL 2 INACEITAVEL 6
RESTRIÇÃO
4
RISCO
RISCO RISCO ACEITAVEL
Baixa 1
ACEITAVEL 1 ACEITAVEL 2 COM
+ RESTRIÇÃO 3

CLASSIFICAÇÃO DOS RISCOS - NíVEIS DE IMPORTÂNCIA

Para os valores obtidos na matriz de classificação do risco serão atribuídos níveis de importância, os quais deverão ser tratados como a seguir:

Nível de
Ação Recomendada
Importância
Nenhuma ação é requerida, não é necessário manter registros de documentos.
ACEITAVEL Não são requeridos controles adicionais. Considerações podem ser feitas para uma solução de custo mais eficaz ou melhorias que
empenham uma carga de custos adicionais. É requerido monitoramento para garantir que os controles são mantidos.
Devem ser feitos esforços para reduzir o risco, mas custos de prevenção devem ser cuidadosamente medidos e limitados. As medidas
ACEITAVEL COM para a redução dos riscos devem ser implementadas dentro de um período de tempo definido. Quando o risco moderado estIver
RESTIÇÃO associado a conseqüências extremas de dano, alem da avaliação pode ser necessário estabelecer mais precisamente a probabilidade
do dano, como base para determinar a necessidade para melhora das medidas de controle
O trabalho não deve ser iniciado até que o risco tenha sido reduzido. Recursos consideráveis podem ter que ser alocados para reduzir
INACEITAVEL o risco. Quando o risco envolve trabalho em desenvolvimento, deve ser tomada uma ação urgente.
Se não é possível reduzir o risco, mesmo com recursos limitados, o trabalhado tem que permanecer proibido.

Cópias impressas não são controladas – Utilização somente como referência Página: 2/2
DT - Documento TécnicoÁrea: Saúde OcupacionalDepto: Requisitos LegaisDoc ID: 5421Versão: 1.01
Análise Preliminar de Risco de Higiene Ocupacional / Relatório Conclusivo para Empresas Contratadas

1 - IDENTIFICAÇÃO

CÓDIGO DO GHE: 1 AGENTE AMBIENTAL: Ruído / Vibração / Poeira

PROCESSO SECUNDÁRIO: PROCESSO PRIMÁRIO: Operacional

FUNÇÕES DO GHE: Operador de Máquinas Pesadas I

2 - METODOLOGIA (Critperio legal - NR 15):

GHE não avaliado

3 - CONSOLIDAÇÃO DOS RESULTADOS:

GHE não avaliado

4 - MEDIDAS DE CONTROLE PARA O AGENTE AVALIADO:

GHE não avaliado

5 - PARECER TÉCNICO CONCLUSIVO:

GHE não avaliado

6 - RESPONSABILIDADES:

ROSANI PAULA SOARES VAGNER DUARTE GONÇALVES RODRIGO BERTOLACE

Cópias impressas não são controladas – Utilização somente como referência Página: 1/1