Você está na página 1de 21

As novas

Tendências
Educacionais

compartilhe www.agendakidsdigital.com 1
INTRODUÇÃO
Como você enxerga a educação hoje? Moldada para um tempo que
já passou? No ensino tradicional, nos deparamos com modelos de
aprendizagem criados para atender demandas que não existem
mais - ou foram ampliadas pelo desenvolvimento da sociedade. Por
ser pasteurizado, esse ensino acaba se tornando impessoal, o que
subestima a capacidade de criar desde o contato inicial com a escola,
na primeira infância.

Precisamos, então, repensar as consequências disso e remodelar o


padrão. O que está em jogo aqui? Estratégias de ensino mais flexíveis,
que deem conta da complexidade das pessoas. Claro, os testes e
as repetições que encontramos no ensino tradicional conseguem
preparar um aluno para o vestibular, por exemplo. Mas falta uma
formação integral e, como resultado disso, competências que
poderiam ser exploradas em cada pessoa acabam ficando para trás. E
essas competências talvez fossem fundamentais para que aquele ser

compartilhe www.agendakidsdigital.com 2
humano soubesse conduzir suas ações de modo saudável, apaixonado
e bem sucedido.

Para norteá-lo quanto aos rumos da educação, preparamos esse


e-book que você começa a ler agora. Nele, você conhecerá alguns
dados que tentam exprimir o cenário educacional atual do país.
Também apresentaremos duas das principais tendências na educação:
a personalização e as competências socioemocionais. Além disso,
falaremos sobre como a aplicação de tecnologias pode se tornar um
diferencial competitivo nesse panorama, assim como pode aumentar a
proximidade entre pais e escolas.

Vamos lá? Prepare-se para as mudanças - e boa leitura!

compartilhe www.agendakidsdigital.com 3
Qual é o cenário
educacional atual
do país?

compartilhe www.agendakidsdigital.com 4
// Qual é o cenário educacional atual do país?

Setembro de 2014. O Brasil ficou em penúltimo lugar no ranking


que mostra o investimento de 34 países desenvolvidos e outros 10
em desenvolvimento na educação por aluno. O resultado está no
relatório “Education at a Glance”, da Organização para a Cooperação
e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Nosso país gasta apenas
um terço do valor investido por países ricos em cada um de seus
estudantes. Apesar disso, o Brasil destina mais do seu Produto Interno
Bruto (PIB) à educação do que esses mesmos países desenvolvidos. A
conta parece não fechar, certo? Vamos, então, entender melhor esse
cenário.

Na reportagem “Brasil dá mais do PIB para educação que países


ricos, mas gasto por aluno é pequeno”, há uma explicação para isso:
o Brasil tem muitos alunos e o investimento em educação, dividido
pelo número total de estudantes, acaba se diluindo. Os especialistas
ouvidos na matéria afirmam que os índices altos de repetência e de
evasão escolar também inflam esse número. O problema, aliado a
baixa qualidade de ensino, acaba sobrecarregando o sistema.

compartilhe www.agendakidsdigital.com 5
// Qual é o cenário educacional atual do país?

Ou seja, podemos dizer que, sim, a educação recebe uma atenção


grande por parte do governo brasileiro, considerando os gastos
públicos. De acordo com o relatório, no ano de 2011, de 100% desses
gastos, 19% foram destinados à educação. Nos países membros
da OCDE, a média ficou em 13%. Na reportagem que citamos
anteriormente, Francisco Aparecido Cordão, do Conselho Nacional de
Educação, é afirmativo ao dizer que o Brasil precisa investir mais do
que os países desenvolvidos na área educacional, pois eles “já fizeram
o dever de casa”.

Através dos dados de outro relatório da OCDE, “Perspectivas


Econômicas para a América Latina 2015”, divulgado em dezembro de
2014, podemos afirmar que para combater a desaceleração econômica
deve-se melhorar o padrão da educação, ampliar a formação de mão
de obra e incentivar a inovação.

Essas conclusões estão na matéria publicada pelo Portal Brasil,


“Educação é a saída para crescimento da economia latina”. No texto,

compartilhe www.agendakidsdigital.com 6
// Qual é o cenário educacional atual do país?

são destacados os problemas que o país precisa enfrentar para


melhorar a qualidade educacional: ainda temos muita desigualdade no
acesso ao ensino, que é 15% menor entre os pobres; e a evasão é alta,
chegando a 46% na educação primária e a 26% na secundária.
Como mudar esse cenário? O que pode ser feito para melhorar o
modelo de ensino no país? No próximo capítulo, tentaremos responder
a esses questionamentos explicando algumas das principais tendências
educacionais de hoje e como elas, aliadas à tecnologia, podem
beneficiar nosso ensino.

compartilhe www.agendakidsdigital.com 7
Principais
tendências
educacionais
de hoje

compartilhe www.agendakidsdigital.com 8
// Principais tendências educacionais de hoje

Vamos começar o capítulo falando de um aspecto importante citado


na introdução desse e-book: a reversão do modelo pasteurizado
da educação. Para modificar esse padrão, uma tendência vem se
mostrando bastante forte. Você já ouviu falar da personalização do
ensino?

O ensino personalizado prioriza o aluno, suas habilidades e


dificuldades. Ou seja, valoriza as competências de cada indivíduo.
Nesse método, o estudante deve ganhar autonomia para construir
seu design de aprendizado. É ele quem decide o que vai estudar,
como fará isso, que ferramentas utilizará para atingir seus objetivos e
com que grupo irá trabalhar em sala. Para mensurar desempenhos, a
personalização dá preferência a avaliações baseadas em conteúdos ou
áreas que são dominadas pelo aluno.

Na personalização, o professor é visto como um facilitador. Mas


existem alguns estágios para chegar até esse nível. Barbara Bray,
pesquisadora que trabalha com tecnologias educacionais desde a

compartilhe www.agendakidsdigital.com 9
// Principais tendências educacionais de hoje

década de 90, compilou em seu site - o Rethinking Learning - o passo


a passo da personalização. A primeira etapa é ainda centrada no
professor, que encoraja e ouve a voz e as escolhas do aluno. Depois, o
aluno toma o centro e com a ajuda do professor desenha seu processo
de aprendizado. Por fim, o estudante ganha autonomia e o professor é
seu parceiro nessa caminhada.

Outra tendência que se une à personalização para tornar a educação


mais humana e conectada ao nosso presente é a atenção ao
desenvolvimento de competências socioemocionais. Mas o que
podemos entender desse conceito? É simplesmente a prática de boas
atitudes, como o controle das emoções, a manutenção de relações
sociais positivas e a tomada de decisões com responsabilidade.

Isso não quer dizer que o trabalho com as competências cognitivas


deva ser deixado de lado na educação. Interpretar e refletir, por
exemplo, são capacidades tão importantes quanto as socioemocionais.
O desenvolvimento de uma não afeta o de outra. Pelo contrário,

compartilhe www.agendakidsdigital.com 10
// Principais tendências educacionais de hoje

melhora. Segundo o “Especial Socioemocionais”, do portal Porvir,


existem pesquisas que afirmam: alunos com desenvolvimento de
competências socioemocionais apresentam mais facilidade em
aprender conteúdos acadêmicos.

Agora você já está apresentado às tendências que, esperamos, tenham


vindo para ficar na nossa maneira de educar. Falta falarmos da grande
aliada desses movimentos, a tecnologia.

compartilhe www.agendakidsdigital.com 11
Aplicação da
tecnologia
como diferencial
competitivo
na educação

compartilhe www.agendakidsdigital.com 12
// Aplicação da tecnologia como diferencial competitivo na educação

Seus benefícios vão de uma ponta a outra da educação. Abrangem os


sistemas de gestão escolar; a comunicação entre escola, alunos, pais e
professores; o desempenho dos estudantes. A tecnologia está aí para
facilitar todos esses aspectos, por isso, vamos conhecer como ela age
em cada um deles.

A tecnologia
na melhora do
desempenho
dos alunos
// Aplicação da tecnologia como diferencial competitivo na educação

A reportagem é do UOL Educação e foi publicada em 2013, com


a manchete: “Uso de tecnologia no ensino melhora em 32%
rendimento em matemática e física, aponta estudo”. No texto, estão
expostos os resultados de uma pesquisa desenvolvida pelo núcleo de
ensino da Universidade Estadual Paulista com 400 alunos de ensino
médio. Para a análise, que durou dois anos, as aulas foram divididas
em dois tipos. Um era o modelo expositivo tradicional. O outro,
atividades que contavam com recursos tecnológicos de interação
com o conteúdo, como games e animações. O veredicto? Alunos com
menor desempenho melhoraram em 51% nas disciplinas de física e
matemática. Aqueles com média acima de 5 conseguiram um ganho de
13%.

Mas temos mais exemplos para contar. Dessa vez, a história saiu
no jornal El País com o título “O game over da escola analógica”. A
reportagem destaca uma experiência desenvolvida no Peru, onde
um videogame foi criado para que alunos de uma escola pública
aprendessem história. O game, chamado “1814: A Rebelião de Cusco”,

compartilhe www.agendakidsdigital.com 14
// Aplicação da tecnologia como diferencial competitivo na educação

conseguiu motivar e melhorar o desempenho dos estudantes. A


combinação de jogo com aula convencional foi a campeã de resultados.
Em segundo lugar, ficou o grupo que aprendeu somente com o uso
do game. E em terceiro, os alunos que só tiveram aulas convencionais.
Como conclusão, o teste demonstrou a importância de uma grande
aliança: professor e tecnologia.

A tecnologia na melhora
da comunicação entre
alunos e professores
Na relação entre aluno e professor, a tecnologia também demonstra
sua utilidade. Ela amplia as formas de interação entre ambos, dando
mais espaço para o diálogo e para que o tempo da aula não fique

compartilhe www.agendakidsdigital.com 15
// Aplicação da tecnologia como diferencial competitivo na educação

restrito ao do ambiente escolar. Como? Professores podem criar blogs


com postagens curiosas que complementem algum assunto tratado
em aula. Grupos no Facebook mediados pelos professores podem
ser ótimos meios de movimentar a turma e criar conversas. Com a
mobilidade trazida pela tecnologia e a abertura do professor para
esses novos canais de comunicação, o aluno poderá se sentir mais
conectado com a escola e motivado a participar e tirar suas dúvidas.

A tecnologia na melhora
da gestão escolar
Além de beneficiar o processo de aprendizagem, a tecnologia pode
ajudar na gestão das escolas. Planilhas, fichas escritas à mão, cálculos
para fechamento financeiro... Todas essas atividades burocráticas
são simplificadas e agilizadas através de softwares específicos. Dessa

compartilhe www.agendakidsdigital.com 16
// Aplicação da tecnologia como diferencial competitivo na educação

maneira, os gestores ganham mais tempo livre para voltar sua atenção
ao mais importante do trabalho: traçar objetivos, inovar e criar
condições para a melhora pedagógica da escola. Ao unificar os diversos
setores da instituição de ensino em um só sistema, fica mais fácil gerar
relatórios e visualizar dados que podem fazer a diferença nas ações
que a escola toma.

A tecnologia na melhora
da proximidade entre
escolas e pais
O bom relacionamento entre a escola e os pais dos alunos é
fundamental para o processo de aprendizagem. Assim como as
ferramentas de comunicação trazidas pela tecnologia estreitam o

compartilhe www.agendakidsdigital.com 17
// Aplicação da tecnologia como diferencial competitivo na educação

contato entre estudantes e professores, elas também melhoram a


relação dos pais e escolas. E-mails, página da instituição em redes
sociais e aplicativos são bons meios para que a troca de informações
entre essas duas pontas aconteça de forma dinâmica e simultânea.
Da mesma maneira, os softwares de gestão escolar trazem outras
possibilidades de comunicação entre a instituição de ensino e os pais.
Através desses sistemas, os responsáveis podem acompanhar de perto
o desempenho dos filhos, fazer o pagamento das mensalidades, entrar
em contato com a secretaria sem precisar ir até a escola, conferir os
conteúdos ministrados nas aulas... São vantagens que quase não dá
para listar.

compartilhe www.agendakidsdigital.com 18
CONCLUSÃO
Chegamos ao fim desse e-book esperando ter cumprido nossa
proposta: trazer um panorama atual da educação no Brasil e
apresentar a você que nos lê dois aspectos chaves para a mudança
necessária na área, as tendências educacionais mais humanizadas e
a tecnologia. Juntos, esses movimentos podem fazer a diferença na
maneira como formamos pessoas hoje em dia. O mundo precisa de
jovens com mais abertura e competências para inovar e melhorar
o lugar onde vivemos. E a educação mais flexível e conectada pode
ajudá-los na preparação para esse desafio.

compartilhe www.agendakidsdigital.com 19
Comunicados, aviso de eventos, troca de mensagens, plano de aula,
resumo do dia, mural de fotos das crianças durante a aula. Todas essas
funcionalidades em uma ferramenta multiplataforma criada para
simplificar a comunicação entre pais e escolas. Essa é a AgendaKids.
Desenvolvida para ser utilizada em qualquer dispositivo móvel,
a ferramenta proporciona o alcance da vida escolar das crianças
a um clique das mãos de seus pais. Com a agenda digital, tudo
fica armazenado na nuvem e pode ser acessado a qualquer
momento, reduzindo custos de impressão ou xerox e aumentando a
sustentabilidade.

Que pai não gostaria de receber fotos do seu filho durante as aulas?
Que mãe não gostaria de enviar recados com facilidade para a escola,
avisando, por exemplo, quem buscará o filho em determinado dia?
Estreitar e facilitar a relação dos pais com as instituições de ensino,
para isso criamos a AgendaKids.
Esperamos que tenha gostado da leitura! Se nosso e-book o inspirou
a repensar as possibilidades da educação, entre em contato conosco
para saber mais. Não deixe também de acompanhar nosso blog para
continuar por dentro de assuntos como tecnologia e comunicação na
área educacional.

Vamos conversar?

Ir para o AgendaKids

85 3034.3030