Você está na página 1de 4

COMUNIDADE EVANGÉLICA SARA NOSSA TERRA - SEDE

INSTITUTO DE VENCEDORES – IV
MÓDULO I
PROFª: PASTORA CAMILLA GUEDES PROCÓPIO
ALUNA: PATRICIA AGUIAR DE OLIVEIRA

SENHOR, AJUDA-ME A CRER – ROBSON RODOVALHO


Resenha Crítica

JOÃO PESSOA-PB
SETEMBRO 2018
Resenha do livro de Robson Lemos Rodovalho, Senhor, Ajuda-me a Crer, 3ª Edição,
Reino Editorial. (São Paulo, 2005) 105p.

OLIVEIRA, Patricia Aguiar1

O livro “Senhor, Ajuda-me a Crer”, do Reino Editorial, escrito por Robson


Rodovalho tem uma linguagem bastante acessível, e através da frase em destaque
na capa “Ninguém o Poderá Derrotar, Só Você Mesmo” o autor nos direciona a
entender que não devemos sucumbir aos revezes da vida e perceber que estamos
sendo moldados para sermos mais que vencedores dia após dia.

Através de doze curtos capítulos, o Bispo Rodovalho nos mostra uma forma de
exercermos nossa fé de maneiras que, essa prática nos leve a acreditar nos
milagres que Deus executa todos os dias. Vivemos em uma era que valoriza mais
o ter do que o ser e está tendência se reflete também dentro de algumas igrejas,
nos levando a querer achar uma explicação coerente e científica para coisas
incompreensíveis, gerando dúvidas sobre se determinados testemunhos são
verdades.

O autor começa nos mostrando o caráter da obra no próprio prefácio, que,


segundo ele, vai bem além da proposta de crescimento pessoal e mostra-se capaz
de transmitir de forma simpática e despretensiosa como a fé é a trajetória mais
importante da existência. Por isso o livro é feito para pessoas que não tem fé (mas
gostariam de crer em algo sobrenatural) e para aquelas que tem fé, mas não
percebem os milagres ao seu redor.

No decorrer dos capítulos vemos alguns milagres de Jesus com perspectivas


diferentes dos escritores bíblicos. As vezes do ponto de vista de quem recebeu a
graça, ou de alguém do público que estava assistindo a tudo ou do próprio Jesus.
Em uma narrativa simples e objetiva com toques de humor.

1 Aluna do IV Módulo I
Os milagres relatados são: Jesus cura um paralitico em Lucas 5.17-26; Jesus
manda lançar novamente as redes em Lucas 5.1-11; Jesus ressuscita a filha de
Jairo em Lucas 8.40-55; e no meio do caminho Jesus cura a mulher com fluxo de
sangue em Lucas 8.43-47. Todos eles nos mostram que “Deus não tem um padrão
de manifestação... pois Ele age no momento em que há necessidade” p.51. Além
disso, todos milagres descritos estão no Evangelho Segundo Lucas, que era
médico (de acordo com Colossenses 4.14) possivelmente formado pela escola
grega-romana. Como cita Rodovalho, Lucas era “Alguém que não se influenciava
com qualquer coisa” p. 11 e “foi confrontado pelos casos cientificamente
inexplicáveis, que o fizeram analisar e estudar criteriosamente cada fato ou
acontecimento que ocorria” p.12. Ainda assim Lucas disse: “E o poder do Senhor
estava com Ele para curar” Lc 5.17b

Em seu oitavo capítulo “O Deus que restaura” Rodovalho descreve como Deus
mostrou ao profeta Jeremias que somos barro e Ele é o oleiro celestial que nos
molda quando somos quebrados, nos refazendo novamente. O autor nos lembra
que “Jesus cravou na cruz nossas dívidas, nos libertou e nos redimiu” p.64, por
isso, para vencer o diabo, precisamos saber: Como nos vemos; Como o diabo nos
vê e Como Deus nos vê. Dessa forma, entendemos que “a fé vem pelo ouvir e o
ouvir da Palavra de Deus... Você é a mensagem que você ouve” p.67.

O livro enfatiza constantemente que nos tornemos mais fortes e mais dignos, que
deixemos de arrumar desculpas para não crermos nos milagres a nossa volta. Faz
isso à medida que mostra que somos irremediavelmente moldados por Deus,
buscando despertar a consciência de que Deus é o Senhor de nosso destino.

O apóstolo Paulo em sua Primeira Carta aos Coríntios, nos exorta em seu capítulo
6 versículo 12 que: “Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas me convêm;
todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma”. O que não
me convêm é o que não agrada a Deus, e o que não O agrada não me agrada
também, pois o Espírito Santo habita em mim, e eu sou LIVRE para escolher isso.
Com isso devemos entender que somos livres, graças ao meu Senhor Jesus Cristo,
que morreu na cruz para que tivéssemos LIVRE acesso ao Pai.
É uma obra que pode ser recomendada para clérigos, seminaristas e estudantes,
a fim de que seja feita uma análise crítica de seu conteúdo que dialoga com as
Sagradas Escrituras, pois não usa linguagem cansativa e rebuscada explicando
claramente todos os termos utilizados, se tornando uma ótima ferramenta de
consulta e aprendizado sobre a fé e a prática cristã.

Robson Rodovalho é PhD em Física Quântica e Espiritualidade pela UCF. Foi


professor durante 15 anos. É Bacharel em Teologia e especialista em Filosofia e
Nutrição, Naturologia e Ciência em Saúde Natural. Fundou e preside a
Comunidade Evangélica Sara Nossa Terra, na qual é Bispo. É autor de diversos
livros sobre: batalha espiritual; gestão da vida pessoal e empresarial; leis da física
quântica aplicadas ao conceito de liderança, entre os quais: Ciência e Fé – O
Reencontro pela Física Quântica (2013) e Conhecendo a Glória de Deus (2005).