Você está na página 1de 6

PLANO DE ENSINO

1 IDENTIFICAÇÃO

Curso: Engenharia de Redes de Comunicação Período: 6º


Disciplina: LABORATÓRIO DE ARQUITETURA E PROTOCOLOS Código: 167495
DE REDES
Semestre/Ano: 1º /2015 Turma: A
Professor: Flavio Elias de Deus
Monitor

2 OBJETIVO GERAL

Ensinar aos alunos os fundamentos teóricos e práticos dos principais protocolos e


tecnologias utilizados para interconexão de redes de computadores em ambientes de redes
locais (LAN) e de redes de longa distância (WAN)
Apresentar novas tecnologias de interconexão de redes, permitindo aos alunos
familiarização com os principais conceitos teóricos e práticos e com as situações usuais de
aplicação desses conceitos.

3 CONTEÚDO

Nesta seção apresenta-se a descrição dos experimentos a serem desenvolvidos durante


o semestre.

3.1 INTRODUÇÃO AOS EQUIPAMENTOS DE REDE

Teoria: Hub, switch e roteador: semelhanças e diferenças.


Prática: analisar os equipamentos de rede. Acessar e configurar o roteador.

3.2 ANALISADORES DE PROTOCOLOS

11/03/2015 1
Teoria: arquitetura de protocolos. Analisadores de Protocolos.
Prática: instalação, configuração e análises simples com o analisador de protocolo Ethereal
(Wireshark).

3.3 IP E INTER-REDE

Teoria: nível de rede. Endereços IP. Sub-redes. Protocolo IP. ICMP. Aplicativos: ping
e traceroute.
Prática: política de endereçamento de uma inter-rede corporativa (sub-redes).
Configuração de gateways com rotas estáticas.

3.4 ROTEAMENTO RIP

Teoria: tabelas de roteamento. Algoritmos e protocolos de roteamento do tipo vetor de


distância. Métrica de número de saltos.
Prática: implementação de inter-rede. Disseminação de tabelas de roteamento pelo
protocolo RIP (Zebra). Verificação de rotas cíclicas resultantes da convergência lenta em
redes usando algoritmos de vetor de distância.

3.5 ROTEAMENTO OSPF

Teoria: algoritmos e protocolos de roteamento do tipo estado de enlace. OSPF.


Prática: implementação de inter-redes. Planejamento do roteamento: zonas e
backbone. Sumarização de rotas entre zonas. Estabelecimento de adjacências e vizinhanças.
DR e BDR. Implementação de serviço de roteamento OSPF (Zebra).

3.6 ROTEAMENTO BGP

Teoria: Sistemas Autônomos. Algoritmos e protocolos de roteamento BGP.


Prática: implementação de roteamento interdomínio com a utilização do protocolo
BGP. Implementação de inter-rede. Implementação de serviço de roteamento BGP (Zebra).
Construção de cenário de interconexão de redes equivalente a interligação entre AS

11/03/2015 2
diferentes. Utilização do parâmetro MED e a configuração de rotas locais preferenciais pela
utilização do parâmetro LOCAL_PREF.

3.7 IP MULTICASTING

Teoria: multicast em redes de difusão. Multicast em redes comutadas. Multicast em


TCP/IP. Protocolos de roteamento Multicast.
Prática: implementação de MBone (backbone IP multicasting), formação de grupos
multicasting IGMP) e utilização do protocolo de roteamento multicasting PIM-DM.

3.8 CAMADA DE TRANSPORTE

Teoria: camada de Transporte: TCP e UDP. Sockets: portas e serviços.


Estabelecimento/encerramento de conexões. Controle de fluxo. Aplicativo: Netstat.
Prática: verificação de conexões. Monitoração de tráfego. Scanning de portas abertas.

3.9 PROGRAMAÇÃO COM API SOCKET

Teoria: API Socket. Modos de comunicação datagrama e stream. Primitivas da API


socket. Uso de programação multithread para servidores multi-solicitação não blocantes.
Prática: implementação de aplicação cliente/servidor usando API socket em modo
datagrama e em modo stream.

3.10 CAMADA DE APLICAÇÃO

Teoria: aplicações TCP/IP: DNS, WWW, correio eletrônico, terminal remoto e


transferência de arquivos.
Prática: ativação e configuração de servidores de aplicação e teste de funcionamento.

4 PROGRAMA DAS ATIVIDADES

Os grupos serão formados por 02 (dois) alunos.

11/03/2015 3
 Cada grupo entregará seu relatório via moodle < http://aprender.unb.br >.
 Os arquivos eletrônicos deverão ter o formato PDF.
 A realização dos experimentos e entrega dos relatórios seguirá o calendário a seguir.

Exp. Descrição Data de Realização Data Limite para Entrega


- Apresentação da Disciplina 1ª aula
01 Introdução aos dispositivos de rede 2ª aula próxima aula
02 Analisadores de Protocolos 3ª aula próxima aula
03 IP, Inter-Rede e roteamento estático 4ª e 5ª aulas próxima aula (6ª)
04 Roteamento RIP 6ª aula próxima aula
05 Roteamento OSPF 7ª e 8ª aulas próxima aula (9ª)
06 Roteamento BGP 9ª e 10ª aulas próxima aula
07 IP Multicasting 11ª aula próxima aula
08 Camada de Transporte 12ª aula próxima aula
09 Programação com API Socket 13ª aula próxima aula
10 Camada de Aplicação 14ª aula próxima aula
- Revisão de Notas 15ª aula

5 AVALIAÇÃO

O curso consiste em uma série de experimentos. A avaliação baseia-se nos relatórios


dos experimentos, onde:
 Relatório dos Experimentos (E1, E2, E3 ... En)
Media dos Experimentos (ME) = (E1+E2+E n) / n
O atraso na entrega resultará em penalização na nota do experimento.
 Trabalho em grupo de 02 alunos:
Nota Individual da Apresentação Oral e Conceitual do Trabalho = APO
Nota do Trabalho Escrito = TE
Média do trabalho MT = (0,5 x APO) + (0,5 x TE)
 A média final (MF) será dada por:
MF = 0,8×ME + 0,2×MT
 Critério de Aprovação:
Para ser aprovado, o aluno necessita ter:
MF maior ou igual a 5,0; e
* percentual de freqüência maior ou igual a 75%.

11/03/2015 4
5.1 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO E CORREÇÃO DOS RELATÓRIOS

 Descrição dos objetivos (0,5 ponto);


 Introdução Teórica (2,0 pontos);
 Descrição dos Procedimentos (2,0 pontos);
 Análise de Resultados (2,0 pontos);
 Conclusões (1,0 ponto);
 Bibliografia (0,5 ponto);
 Apresentação / Organização / Linguagem (2,0 pontos).

6 AULAS, RELATÓRIOS, TRABALHOS E FALTAS

 Aulas teóricas com apoio de slides e aulas práticas com a realização de experimentos
em laboratório.
 Teremos 32 aulas, conforme calendário que será disponibilizado na pagina do curso.
 De acordo com as normas da Universidade de Brasília, cada aluno pode faltar no
máximo 25% (8 aulas).
 Os relatórios deverão ser apresentados em formato digital, conforme modelo
disponível na pagina do curso.
 Relatórios que possuírem copia da Internet ou de outros colegas serão
desconsiderados.
 Os alunos que, por ventura não comparecerem aos experimentos, poderão realizar
experimento em horário a definir ou ao final do curso, desde que apresentem atestados
médicos ou justificativas plausíveis.
 Todos os relatórios e trabalhos terão suas datas de entregas marcadas de acordo com o
calendário da UnB.
 Não serão aceitos relatórios fora do prazo de entrega.
 No fim da disciplina é recomendável elaborar um texto com sua opinião para os
próximos semestres para que a disciplina fique cada vez mais adequada à necessidade
dos alunos.

11/03/2015 5
7 BIBLIOGRAFIA

 Material distribuído no decorrer do curso.


 J. F. KUROSE and K. W. ROSS. Computer Networking: a Top-Down Approach.
Pearson Addison-Wesley. 5th Ed. 2009.
 Computer Networking : Principles, Protocols and Practice
http://inl.info.ucl.ac.be/CNP3
 Experimento 10:
http://fontededados.com.br

7.1 COMUNICAÇÃO PROFESSOR – ALUNO

Fora dos horários de aula, a comunicação entre professor e aluno poderá será feita pelo
e-mail: flavioelias@unb.br.
As listas de exercícios e notas, assim como os avisos em geral, serão disponibilizadas
na Pagina do curso (no http://aprender.unb.br) no decorrer do semestre. Essa pagina deve ser
visitada com freqüência pelos alunos.

11/03/2015 6