Você está na página 1de 9

LEI DE ACESSO A INFORMAÇÃO 12527/2011 05 - Para os efeitos da Lei n.ₒ 12.

527/2011, primariedade
consiste na
01 - Acerca da Lei nº 12.527/2011 (Lei de Acesso à A.qualidade da informação não modificada, inclusive quanto
Informação), assinale a assertiva correta. à origem, ao trânsito e ao destino.
A.Considera-se informação a unidade de registro de B.qualidade da informação que tenha sido produzida,
informações, qualquer que seja o suporte ou formato. expedida, recebida ou modificada por determinado indivíduo,
B.É dever do Estado garantir o direito de acesso à equipamento ou sistema.
informação, que será franqueada, mediante procedimentos C.qualidade da informação que pode ser conhecida e
subjetivos. utilizada por indivíduos, equipamentos ou sistemas
C.Considera-se informação sigilosa aquela relacionada à autorizados.
pessoa natural identificada ou identificável. D.qualidade da informação coletada na fonte, com o máximo
D.Tratamento da informação é o conjunto de ações de detalhamento possível, sem modificações.
referentes à produção, recepção, classificação, utilização, E.informação relacionada à pessoa natural identificada ou
acesso, reprodução, transporte, transmissão, distribuição, identificável.
arquivamento, armazenamento, eliminação, avaliação,
destinação ou controle da informação. 06 - Segundo o que dispõe a Lei nº 12.527/2011 (Lei de
E.No caso de indeferimento de acesso a informações ou às Acesso à Informação), órgão ou entidade pública deverá
razões da negativa do acesso, poderá o interessado interpor autorizar ou conceder o acesso imediato à informação
recurso contra a decisão no prazo de 05 (cinco) dias a disponível. Não sendo possível conceder o referido
contar da sua ciência. acesso imediato, o órgão ou entidade que receber o
pedido deverá:
02 - De acordo com a Lei n° 12.527/2011 − Lei de Acesso “I – comunicar a data, local e modo para se realizar a
à Informação – assinale a alternativa correta. consulta, efetuar a reprodução ou obter a certidão;
A.Essa Lei prevê o fornecimento gratuito de informação, II – indicar as razões de fato ou de direito da recusa, total ou
ficando proibida qualquer cobrança pelo custo dos serviços parcial, do acesso pretendido; ou
e dos materiais utilizados. III – comunicar que não possui a informação, indicar, se for
B.Subordinam-se a essa Lei apenas os Poderes Executivo e do seu conhecimento, o órgão ou a entidade que a detém,
Legislativo, bem como toda a Administração Pública direta e ou, ainda, remeter o requerimento a esse órgão ou entidade,
indireta das esferas federal, estadual, distrital e municipal. cientificando o interessado da remessa de seu pedido de
C.As informações que puderem colocar em risco a informação”, no prazo não superior a __________ dias, o
segurança do Presidente e do Vice-Presidente da República qual poderá ser prorrogado por mais _____ dias, mediante
e respectivos cônjuges e filhos(as) serão classificadas como justificativa expressa, da qual será cientificado o requerente.
“secretas”. Assinale a alternativa que preenche, correta e
D.Não se faz necessário que o Requerente diga por que e respectivamente, as lacunas do trecho acima.
para que deseja a informação requerida. A.60 (sessenta) – 30 (trinta)
E.O prazo máximo de restrição de acesso a uma informação B.30 (trinta) –10 (dez)
considerada secreta é de 10 (dez) anos. C.20 (vinte) –10 (dez)
D.30 (trinta) –20 (vinte)
03 - A respeito da Lei n.º 12.527/2011, assinale a E.20 (vinte) –20 (vinte)
alternativa correta.
A.No caso de indeferimento de acesso a informações ou a 07 - O art. 6º da Lei de Acesso a Informação prevê no
razões da negativa do acesso, poderá o interessado interpor inciso “VI - informação pertinente à administração do
recurso contra a decisão no prazo de cinco dias, a contar da patrimônio público, utilização de recursos públicos,
sua ciência. licitação, contratos administrativos”. Isso significa que
B.O recurso será dirigido à autoridade hierarquicamente o Ouvidor Municipal
superior à que exarou a decisão impugnada, que deverá se A.deve requisitar ao órgão em questão, mas este, não tem
manifestar no prazo de cinco dias. obrigação de repassar à ouvidoria as informações
C.Negado o acesso à informação não classificada como solicitadas, dada a divisão de atribuições de cada órgão.
sigilosa pelos órgãos ou entidades do Poder Executivo B.deve, somente com o aval do Prefeito Municipal, autorizar
Federal, o requerente poderá recorrer à Controladoria‐Geral ou não o repasse e divulgação desses dados e informações.
da União, que deliberará no prazo de dez dias. C.pode divulgar anualmente ao TCE informações relativas à
D.Não sendo possível autorizar ou conceder o acesso utilização dos recursos públicos pelo Município.
imediato, o órgão ou a entidade que receber o pedido D.pode ter acesso a documentos, dados e demais
deverá, em prazo não superior a dez dias, indicar as razões informações da atuação dos órgãos da estrutura municipal,
de fato ou de direito da recusa, total ou parcial, do acesso para respaldar seu trabalho.
pretendido.
E.O serviço de busca e fornecimento da informação é 08 - O art. 6º da Lei de Acesso a Informação, em seu
gratuito, inclusive nas hipóteses de reprodução de inciso II assim dispõe: “II - proteção da informação,
documentos pelo órgão ou pela entidade pública consultada. garantindo-se sua disponibilidade, autenticidade e
integridade”. Assim, cabe ao Ouvidor Municipal:
04 - Para os efeitos da Lei n.ₒ 12.527/2011, primariedade A.Criar mecanismos internos de recepção, processamento,
consiste na verificação da procedência ou não da demanda recebida,
A.qualidade da informação não modificada, inclusive quanto visando garantir sua relevância e interesse social para o
à origem, ao trânsito e ao destino. demandante e, de forma geral, para todos os cidadãos que
B.qualidade da informação não modificada, inclusive quanto usufruem do mesmo serviço público.
à origem, ao trânsito e ao destino. B.Não divulgar a informação, pois é sigilosa e pessoal e
C.qualidade da informação não modificada, inclusive quanto interessa apenas ao cidadão demandante.
à origem, ao trânsito e ao destino. C.Divulgar a demanda recebida apenas no relatório anual da
D.qualidade da informação coletada na fonte, com o máximo Ouvidoria Municipal.
de detalhamento possível, sem modificações. D.Consultar os demais órgãos internos se aprovam ou não a
E.informação relacionada à pessoa natural identificada ou divulgação das demandas dos cidadãos.
identificável.
09 - A Lei de Acesso a Informação, em seu inciso V do
art. 3º, prevê: “V - desenvolvimento do controle social da
administração pública.” Isso significa que o Ouvidor ( ) Unidade de registro de informações, qualquer que seja
Municipal deve o suporte ou formato.
A.antes de instituir formas e mecanismo de ( ) Qualidade da informação que pode ser conhecida e
acompanhamento e avaliação da gestão pública municipal, utilizada por indivíduos, equipamentos ou sistemas
consultar o interesse do cidadão. autorizados.
B.instituir formas e mecanismos de acompanhamento, ( ) Dados, processados ou não, que podem ser utilizados
avaliação e proposição de sugestões pelo munícipe quanto para produção e transmissão de conhecimento, contidos em
às políticas públicas e serviços prestados pelo município. qualquer meio, suporte ou formato.
C.cuidar de resolver as queixas recebidas, pois cabe à ( ) Qualidade da informação não modificada, inclusive
ouvidoria o controle social da administração pública. quanto a origem, trânsito e destino.
D.encaminhar as queixas e denúncias para apreciação dos ( ) Qualidade da informação que tenha sido produzida,
órgãos corregedores. expedida, recebida ou modificada por determinado indivíduo,
equipamento ou sistema.
10 - A Lei no 12.527/2011 regula o acesso à informação A ordem correta de preenchimento dos parênteses, de cima
na Administração Pública e dispõe sobre os para baixo, é:
procedimentos a serem observados pela Administração A.3 – 2 – 1 – 5 – 4.
Pública direta e indireta. Assinale a alternativa que B.3 – 4 – 1 – 2 – 5.
contém, nos termos dessa lei, conduta(s) ilícita(s) que C.2 – 1 – 5 – 4 – 3.
enseja(m) responsabilidade do agente público. D.2 – 3 – 1 – 5 – 4.
A.Agir prudentemente na análise das solicitações de acesso E.1 – 3 – 2 – 4 – 5.
à informação.
B.Assegurar a gestão transparente da informação, 14 - A Lei de Acesso à Informação estabelece que:
propiciando amplo acesso a ela e sua divulgação. A.qualquer interessado poderá apresentar pedido de acesso
C.Assegurar a proteção da informação, garantindo-se sua a informações de interesse público, desde que contenha a
disponibilidade, autenticidade e integridade. identificação do requerente e os motivos determinantes da
D.Informar sobre a tramitação de documentos na sua solicitação.
respectiva unidade. B.é dever do órgão ou entidade pública autorizar ou
E.Recusar-se a fornecer informação requerida nos termos conceder o acesso imediato à informação disponível.
da lei, retardar deliberadamente o seu fornecimento ou C.não são passíveis de divulgação as informações
fornecê-la intencionalmente de forma incorreta, incompleta resultantes de auditorias realizadas por órgãos de controle
ou imprecisa. interno e controle externo.
D.os projetos de pesquisa e desenvolvimento científicos ou
11 - Sobre o pedido de acesso à informação previsto na tecnológicos imprescindíveis à sociedade e ao Estado não
Lei n°. 12.527/2011, é CORRETO afirmar: são passíveis de divulgação.
A.Em casos de informações de acesso irrestrito, admite-se E.esclarecimento sobre interpretação de legislação podem
pedido de informação anônimo, via correio eletrônico sem ser requeridas aos órgãos, desde que se faça referência
identificação. expressa a pedido anterior de informação feito a, no
B.O pedido de acesso à informação deve conter justificativa máximo, 90 dias.
do requerente, demonstrando interesse legítimo nas
informações a serem prestadas. 15 - Considerando a Lei nº 12.527, de Acesso à
C.A informação armazenada em formato digital deve ser Informação, preencha os parênteses com (V) para
fornecida ao requerente em via impressa. verdadeiro ou (F) para falso. Constitui conduta ilícita
D.Quando os órgãos e entidades do poder público que enseja responsabilidade do agente público:
dispuserem de sítios oficiais na internet, não poderão ( ) recusar-se a fornecer informação requerida nos termos
restringir que os pedidos de acesso à informação sejam desta Lei; retardar deliberadamente o seu fornecimento; ou
feitos somente por meio de via escrita protocolada. fornecer informação de forma correta, completa ou precisa.
E.O serviço de busca e fornecimento da informação é ( ) agir sem dolo ou com boa-fé na análise das solicitações
gratuito, inclusive nas hipóteses de reprodução de de acesso à informação.
documentos pelo órgão ou pela entidade pública consultada. ( ) divulgar ou permitir a divulgação ou acessar ou permitir
acesso indevido à informação sigilosa ou informação
12 - A Lei n. 12.527, de 18 de Novembro de 2011, que pessoal.
regulamenta o acesso à informação pública, dispõe que ( ) impor sigilo à informação para obter proveito pessoal ou
as informações pessoais relativas à intimidade, vida de terceiro, ou para fins de ocultação de ato ilegal cometido
privada, honra e imagem terão seu acesso restrito, por si ou por outrem.
independente de classificação de sigilo, a agentes ( ) destruir ou subtrair, por qualquer meio, documentos
públicos legalmente autorizados e à pessoa a que elas concernentes a possíveis violações de direitos humanos por
se referirem. De acordo com essa lei, esse tipo de parte de agentes do Estado.
informação terá seu acesso restrito pelo prazo máximo Assinale a alternativa que preenche corretamente os
de parênteses, na ordem em que se apresentam.
A.100 anos, a contar da sua data de produção. A.F, F, V, V, V.
B.75 anos, a contar da sua data de produção. B.F, V, F, F, V.
C.50 anos, a contar da sua data de produção. C.V, F, V, V, F.
D.35 anos, a contar da sua data de produção. D.F, V, F, V, F.
E.V, F, F, F, V.
13 - Relativamente aos conceitos trazidos pela Lei de
Acesso à Informação (Lei nº 12.527/2011), relacione a 16 - De acordo com a Lei de Acesso à Informação, o
Coluna 1 à Coluna 2. acesso a informações pessoais será restrito à pessoa a
Coluna 1 que elas se referirem e aos agentes públicos legalmente
1. Informação. autorizados, independentemente de classificação de
2. Documento. sigilo, pelo prazo máximo de
3. Disponibilidade. A.quinze anos.
4. Autenticidade. B.vinte e cinco anos.
5. Integridade. C.cinquenta anos.
Coluna 2 D.cem anos.
E.cinco anos. observada a sua disponibilidade, integridade e eventual
restrição de acesso.
17 - A Lei n° 12.527/2011 dispõe sobre os procedimentos E.A Lei prevê que o interessado deverá constituir advogado
a serem observados pela União, Estados, Distrito para ter acesso a informações de cunho sigiloso.
Federal e Municípios, com o fim de garantir o acesso a
informações. Considerando o que prevê a referida Lei, 21 - De acordo com a Lei no 12.527/2011, que regula o
analise as afirmativas a seguir. acesso a informações previsto na Constituição Federal
I ^ Considera-se disponibilidade a qualidade da informação de 1988, é correto afirmar que:
que pode ser conhecida e utilizada por indivíduos, A.não se subordinam ao regime dessa lei os órgãos públicos
equipamentos ou sistemas autorizados. integrantes da administração direta do Poder Executivo.
II ^ Integridade da informação é a qualidade da informação B.para o acesso a informações de interesse público, a
não modificada, inclusive quanto à origem, ao trânsito e ao identificação do requerente pode conter exigências que
destino. inviabilizem a solicitação.
III ^ Primariedade é a qualidade da informação que tenha C.o órgão ou entidade pública não é obrigado a autorizar o
sido produzida, expedida, recebida ou modificada por acesso imediato à informação disponível.
determinado indivíduo, equipamento ou sistema. D.podem ser estabelecidas exigências relativas aos motivos
IV ^ Informação pessoal é aquela relacionada à pessoa determinantes da solicitação de informações de interesse
natural ou jurídica identificada ou identificável. público.
Está(ão) correta(s) E.subordinam-se ao regime dessa lei as autarquias, as
A.apenas IV. fundações públicas, as empresas públicas, as sociedades
B.apenas I e II. de economia mista e demais entidades controladas direta ou
C.apenas II e III. indiretamente pela União, Estados, Distrito Federal e
D.apenas III e IV. Municípios.
E.I, II, III e IV.
22 - Conforme dispõe a Lei nº 12.527/11, o órgão ou
18 - A legislação brasileira sobre transparência no setor entidade pública deverá autorizar ou conceder o acesso
público apresentou consideráveis avanços desde a imediato à informação disponível. Analise as seguintes
aprovação da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), afirmativas sobre o tema.
culminando com a Lei de Acesso à Informação (LAI). I. O serviço de busca e fornecimento da informação é
Entre as disposições da LAI para afeiçoamento das gratuito, salvo nas hipóteses de reprodução de documentos
práticas de transparência está o(a): pelo órgão ou entidade pública consultada, situação em que
A.definição de sigilo como exceção às regras de poderá ser cobrado exclusivamente o valor necessário ao
transparência; ressarcimento do custo dos serviços e dos materiais
B.exigência de divulgação de informações sobre a execução utilizados. Estará isento de ressarcir tais custos todo aquele
orçamentária em tempo real; cuja situação econômica não lhe permita fazê-lo sem
C.estabelecimento de prazo máximo de dez dias úteis para prejuízo do sustento próprio ou da família, declarada nos
fornecimento de informações requeridas; termos da Lei nº 7.115/83.
D.fixação de modelos de layout para portais eletrônicos dos II. Quando se tratar de acesso à informação contida em
órgãos públicos; documento cuja manipulação possa prejudicar sua
E.obrigatoriedade de realização e divulgação de audiências integridade, deverá ser oferecida a consulta de cópia, com
públicas. certificação de que esta confere com o original. Na
impossibilidade de obtenção de cópias, o interessado
19 - A Lei nº 12.527, de 18 de novembro de 2011, em seu poderá solicitar que, a suas expensas e sob supervisão de
artigo 4º, regula o acesso à informação e apresenta servidor público, a reprodução seja feita por outro meio que
alguns conceitos. A respeito desses conceitos, dadas as não ponha em risco a conservação do documento original.
afirmativas, III. É direito do requerente obter o inteiro teor de decisão de
I. Autenticidade refere-se à qualidade da informação que negativa de acesso, por certidão ou cópia.
tenha sido produzida, expedida, recebida ou modificada por Está correto o que se afirma em:
determinado indivíduo, equipamento ou sistema. A.todas.
II. Informação pessoal é aquela submetida temporariamente B.I e II, somente.
à restrição de acesso público em razão de sua C.II e III, somente.
pessoalidade, sendo disponibilizada após autorização. D.I e III, somente.
III. Disponibilidade refere-se à qualidade da informação que E.I e III, somente.
pode ser conhecida e utilizada por indivíduos, equipamentos
ou sistemas autorizados. 23 - Nos termos da Lei nº 12.527/11 (acesso à
verifica-se que está(ão) correta(s) informação), qualquer interessado poderá apresentar
A.II, apenas. pedido de acesso a informações a órgãos e entidades
B.III, apenas. referidos nessa lei, por qualquer meio legítimo, devendo
C.I e II, apenas. o pedido conter a identificação do requerente e a
D.I e III, apenas. especificação da informação requerida. Relativamente
E.I, II e III. ao tema, avalie as seguintes afirmativas.
I. Para o acesso a informações de interesse público, a
20 - Em relação à Lei nº 12.527, de 18 de novembro de identificação do requerente não pode conter exigências que
2011, que regula o acesso à informação, é CORRETO inviabilizem a solicitação.
afirmar: II. Os órgãos e as entidades do poder público devem
A.Não se aplica aos Estados e Municípios, visto que é uma viabilizar alternativa de encaminhamento de pedidos de
lei Federal. acesso por meio de seus sítios oficiais na internet.
B.Foi criada para proteger informações sigilosas que III. São vedadas quaisquer exigências relativas aos motivos
colocam em risco a soberania nacional. determinantes da solicitação de informações de interesse
C.Informações sigilosas são aquelas submetidas por tempo público.
indeterminado à restrição de acesso público. Está correto o que se afirma em:
D.Os órgãos e entidades do poder público devem assegurar A.todas.
a proteção da informação sigilosa e da informação pessoal, B.I e II, somente.
C.II e III, somente.
D.I e III, somente. C.A administração dispõe, em regra, de prazo mínimo e
E.nenhuma. considerável para garantir o acesso à informação pública
disponível em órgão da administração federal.
24 - Com relação às normas de acesso, classificação e D.Autêntico é o documento sobre cuja autoria não há
preservação das informações, estabelecidas pelo dúvidas.
Decreto nº 7.724/12 que regulamenta a Lei nº 12.527/11 E.Entidades privadas sem fins lucrativos que recebam
(que dispõe sobre o acesso a informações), julgue as recursos para a realização de ações de interesse público
seguintes afirmativas.
I. As informações classificadas no grau ultrassecreto ou no 28 - somente estão submetidas à publicidade na parcela
secreto serão definitivamente preservadas, nos termos da relativa aos recursos públicos recebidos e à sua
Lei nº 8.159/91, observados os procedimentos de restrição destinação.
de acesso enquanto vigorar o prazo da classificação. O §3º do Art. 8º da Lei nº 12.527/11, regulamenta
II. As informações classificadas como documentos de requisitos aos sítios oficiais disponíveis na rede
guarda permanente que forem objeto de desclassificação mundial de computadores (internet) quanto à divulgação
serão encaminhadas ao Arquivo Nacional, ao arquivo de informações. São requisitos regulamentados,
permanente do órgão público, da entidade pública ou da EXCETO:
instituição de caráter público, para fins de organização, A.Divulgar em detalhes os formatos utilizados para
preservação e acesso. estruturação da informação.
III. As informações sobre condutas que impliquem violação B.Indicar local e instruções que permitam ao interessado
dos direitos humanos praticada por agentes públicos ou a comunicar-se, por via eletrônica ou telefônica, com órgão ou
mando de autoridades públicas não poderão ser objeto de entidade detentora do sítio.
classificação em qualquer grau de sigilo nem ter seu acesso C.Impossibilite a gravação de relatórios em diversos
negado. formatos eletrônicos, inclusive abertos e não proprietários,
IV. Não poderá ser negado acesso às informações tais como planilhas e texto.
necessárias à tutela judicial ou administrativa de direitos D.Garantir a autenticidade e a integridade das informações
fundamentais. O requerente deverá apresentar razões que disponíveis para acesso.
demonstrem a existência de nexo entre as informações
requeridas e o direito que se pretende proteger. 29 - O Inciso I do §1º do Art. 31 da Lei 12.527/11,
Pode-se afirmar que: estabelece prazo máximo para acesso restrito a
A.todas estão corretas. informações pessoais a partir da sua data de produção,
B.somente uma está correta. a agentes públicos legalmente autorizados e à pessoa a
C.somente duas estão corretas. que elas se referirem. O prazo máximo é de:
D.somente três estão corretas. A.100 anos.
E.todas estão incorretas. B.20 anos.
C.10 anos.
25 - A Lei n.° 12.527/2011, que regula o acesso às D.50 anos.
informações públicas, determina que
A.existe a possibilidade de o requerente ter sua solicitação 30 - O §2º do Art. 24 da Lei 12.527/11, classifica as
de acesso negada, por se tratar de informação total ou informações que puderem colocar em risco a segurança do
parcialmente sigilosa. Presidente e Vice-Presidente da República e respectivos
B.as informações prestadas ao requerente serão sempre cônjuges e filhos(as) como:
fornecidas em formato digital, em obediência ao princípio da A.Secreta.
economicidade da Administração Pública. B.Normal.
C.qualquer interessado poderá apresentar pedido de acesso C.Ultrassecreta.
a informações aos órgãos e entidades públicas, desde que D.Reservada.
respeitado o limite de 05 (cinco) solicitações por exercício.
D.Como não há previsão legal para interposição de recursos 31 - O Art. 24 da Lei nº 12.527/11, regulamenta a
contra decisões que indeferem o acesso a informações ou classificação como ultrassecreta, secreta e reservada,
às razões da negativa do acesso, caberá ao requerente as informações em poder dos órgãos e entidades
optar pela via judicial. públicas, observado o seu teor e em razão da sua
imprescindibilidade à segurança da sociedade ou do
26 - A Lei Federal n.º 12.527/11 considera estado. O §1º do Art. 24 da mesma Lei, define os prazos
imprescindíveis à segurança da sociedade ou do Estado máximos de restrição de acesso à informação. Referente
e, portanto, passíveis de classificação, as informações a estes prazos, é correto afirmar:
A.produzidas, expedidas, recebidas ou modificadas por A.Informações reservadas possuem o prazo máximo de
determinado indivíduo, equipamento ou sistema. restrição de 3 (três) anos.
B.cuja divulgação ou acesso irrestrito possam pôr em risco a B.Informações secretas possuem o prazo máximo de
vida, a segurança ou a saúde da população. restrição de 5 (cinco) anos.
C.coletadas na fonte, com o máximo de detalhamento C.Informações ultrassecretas possuem o prazo máximo de
possível, sem modificações. restrição de 15 (cinco) anos.
D.em registros ou documentos, produzidos ou acumulados D.Informações reservadas possuem o prazo máximo de
por seus órgãos ou entidades, em arquivo público. restrição de 5 (cinco) anos.
E.que possam ser utilizadas para produção e transmissão
de conhecimento, contidas em qualquer meio, suporte ou 32 - Complete a frase referente ao Art. 8º da Lei nº
formato. 12.527/11:
Art. 8º É dever dos __________ e entidades ________
27 - Assinale a opção correta de acordo com o disposto promover, independentemente de __________, a
na Lei n.º 12.527/2011. __________ em locais de fácil acesso, no âmbito de
A.Documento é a retratação de fato realizada suas competências, de informações de interesse
necessariamente por escrito. ________ ou geral por eles _________ ou __________.
B.Resultados de auditorias não se incluem entre as A.Órgãos, públicas, requerimentos, divulgação, coletivo,
informações franqueadas à coletividade em geral, por produzidas, custodiadas.
subsidiarem investigações em curso. B.Órgãos, privadas, requerimentos, divulgação, coletivo,
produzidas, custodiadas.
C.Cidadãos, privadas, requerimentos, divulgação, coletivo, E. o interessado poderá ter acesso direto ao documento
produzidas, custodiadas. que contém a informação, sem qualquer restrição, mas não
D.Cidadãos, públicas, requerimentos, divulgação, coletivo, poderá obter cópia.
produzidas, custodiadas.
37 - José, servidor público civil de determinado órgão
33 - O §5º do Art. 7º da Lei nº 12.527/11 diz que se público, impôs sigilo à informação de interesse público
extraviado a informação solicitada, poderá o interessado para obter proveito pessoal. Nos termos da Lei n.º
requerer à autoridade competente a imediata abertura de 12.527/2011, a conduta de José pode, em tese, ensejar
sindicância para apurar o desaparecimento da A. infração criminal, mas não administrativa.
respectiva comunicação. No §6º do mesmo artigo e Lei, B. infração administrativa apenada, no mínimo, com
é estabelecido um prazo para que o responsável pela advertência.
guarda da informação extraviada justifique o fato e C. infração administrativa apenada, no mínimo, com
indique testemunhas que comprovem a sua alegação. suspensão, podendo José responder, também, por
Identifique abaixo a alternativa que apresenta o prazo improbidade administrativa.
correto: D. infração administrativa apenada com censura ou
A.10 (dez) dias. demissão, segundo os critérios legais.
B.30 (trinta) dias. E. improbidade administrativa, o que exclui, nessa
C.15 (quinze) dias. hipótese, a responsabilidade por infração administrativa.
D.30 (trinta) dias.
38 - Ana, servidora pública de determinado órgão
34 - Referente ao Art. 4º da Lei nº 12.527 de 18 de público, analisou dois pedidos distintos de acesso a
novembro de 2011, relacione a primeira coluna informações de interesse público. O primeiro pedido foi
(superior) com a segunda coluna (inferior): indeferido por Ana em virtude de não conter a
A- Documento identificação do requerente. O segundo, que continha a
B- Informação pessoal identificação do requerente, também foi indeferido por
C- Disponibilidade Ana em virtude de não conter os motivos determinantes
D- Autenticidade da solicitação de informações. Diante do disposto na Lei
E- Primariedade n.º 12.527/2011, é possível afirmar que a decisão de Ana
( ) Qualidade da informação que tenha sido produzida, A. foi correta quanto a ambos os pedidos, uma vez que a
expedida, recebida ou modificada por determinado indivíduo, lei exige que o pedido de acesso a informações dirigido a
equipamento ou sistema. órgãos públicos contenha identificação do requerente e os
( ) Unidade de registro de informações, qualquer que seja motivos determinantes da solicitação.
o suporte ou formato. B. foi correta quanto ao primeiro pedido, mas equivocada
( ) Qualidade da informação que pode ser conhecida e quanto ao segundo, uma vez que a lei exige que o pedido de
utilizada por indivíduos, equipamentos ou sistemas acesso a informações dirigido a órgãos públicos contenha
autorizados. identificação do requerente, mas não os motivos
( ) Qualidade da informação coletada na fonte, com o determinantes da solicitação.
máximo de detalhamento possível, sem modificações. C. foi equivocada quanto ao primeiro pedido, mas correta
( ) Aquela relacionada à pessoa natural identificada ou quanto ao segundo, uma vez que a lei exige que o pedido de
identificável. acesso a informações dirigido a órgãos públicos contenha os
A alternativa correta é: motivos determinantes da solicitação, mas não a
A.D, A, C, E, B. identificação do requerente.
B.C, A, D, E, B. D. foi equivocada quanto a ambos os pedidos, uma vez
C.D, A, E, C, B. que a lei não exige que o pedido de acesso a informações
D.E, A, C, D, B. dirigido a órgãos públicos contenha identificação do
requerente ou os motivos determinantes da solicitação.
35 - Conforme o Art. 7º da Lei nº 12.527 de 18 de E. foi equivocada quanto a ambos os pedidos, pois a lei
novembro de 2011, entre outras informações, é direito não permite o indeferimento, por agentes públicos, de
de obter: pedidos de acesso a informações de interesse público
A.Informação produzida ou custodiada por pessoa física ou dirigido a órgãos públicos.
entidade privada decorrente de qualquer vínculo com seus 39 - Nos termos do que prescreve a Lei n.º 12.527/2011,
órgãos ou entidades, desde que esse vínculo não tenha o agente público que ocultar da revisão de autoridade
cessado. superior competente informação sigilosa para beneficiar
B.Informação secundária, íntegra, autêntica e atualizada. a si ou a outrem, ou em prejuízo de terceiros,
C.Informação pertinente à administração pública, utilização A.não estará cometendo uma conduta ilícita.
de recursos públicos, licitação, exceto contratos B.não poderá sofrer nenhuma pena de suspensão,
administrativos. advertência ou multa.
D.Informação sobre atividades exercidas pelos órgãos e C.poderá sofrer a pena de, no mínimo, suspensão, e poderá
entidades, inclusive as relativas à sua política, organização e responder, também, por improbidade administrativa.
serviços. D.não poderá responder por improbidade administrativa.
E.poderá sofrer a pena de, no máximo, advertência
36 - Nos termos do que dispõe a Lei Federal n.º cumulada com a pena de multa, mas não poderá responder
12.527/2011 (Lei de Acesso à Informação), quando se por improbidade administrativa.
tratar de acesso à informação contida em documento
cuja manipulação possa prejudicar sua integridade, 40 - A pretexto de regulamentar a chamada “Lei de
A. o interessado deverá obter decisão judicial que lhe Acesso à Informação” (Lei federal n. 12.527/2011), o
autorize o acesso. Presidente da República edita decreto por meio do qual,
B. o próprio interessado poderá extrair cópia do expressamente, exclui das mulheres o direito de
documento, as suas próprias expensas e sob sua apresentar pedido de informações a órgãos públicos.
responsabilidade, devendo assinar declaração de que Diante desse Ato Normativo, poderá ser ajuizada(o)
restituirá o documento em perfeitas condições. A. Ação Direta de Inconstitucionalidade.
C. deverá ser negado o acesso ao interessado. B. Ação Direta Interventiva.
D. deverá ser oferecida a consulta de cópia, com C. Mandado de Segurança.
certificação de que esta confere com o original. D. Habeas Data.
E. Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental. A.Os bens das empresas públicas prestadoras de serviços
públicos se sujeitam à penhora, desde que eles não estejam
41 - Considerando a Lei Federal nº 12.527/2011 e Decreto diretamente ligados à prestação de serviços e desde que a
Estadual 58052/2012, a classificação do sigilo de penhora não comprometa a execução dessa atividade.
informações no âmbito da administração pública federal é de B.No tocante aos bens das empresas estatais exploradoras
competência, no grau de ultrassecreto, das de atividades econômicas, seus bens gozam de todas as
autoridades, exceto: garantias conferidas aos bens públicos.
A. Chefes de autarquias, fundações ou empresas públicas C.Os bens públicos estão sujeitos a usucapião, contanto que
e sociedades de economia mista. sejam de uso especial.
B. Vice-Presidente da República. D.São bens públicos os dominicais, tais como rios, mares,
C. Ministros de Estado e autoridades com as mesmas estradas, ruas e praças.
prerrogativas. E.Incluem-se entre os bens dos Estadosmembros, dentre
D. Presidente da República. outros, os potenciais de energia hidráulica.

42 - “É dever __________ garantir o direito de acesso à 05 - Tendo em vista a legislação, a doutrina e a


informação, que será __________ , mediante jurisprudência de Direito Administrativo, assinale a
procedimentos objetivos e ágeis, de forma __________ , alternativa correta.
clara e em linguagem de fácil __________ .” A.O poder de polícia do Estado, as cláusulas exorbitantes
Assinale a alternativa cujo conteúdo preenche, correta e presentes nos contratos administrativos e a definição de
respectivamente, o texto do dispositivo supra da Lei n.º privilégios tributários para as pessoas jurídicas de direito
12.527/2011 (lei de Acesso à Informação). público são prerrogativas conferidas à Administração Pública
A. da sociedade … franqueada … objetiva … entendimento em decorrência do princípio da indisponibilidade do
B. da Administração … disponibilizada … franca … leitura interesse público.
C. do Estado … disponibilizada … transparente … B.Consoante a doutrina, são exceções constitucionais ao
compreensão princípio da legalidade a edição de medidas provisórias e as
D. do Estado … franqueada … inteligente … leitura situações de estado de defesa e estado de sítio.
E. do Estado … franqueada … transparente … C.Consubstanciam-se em bens de uso comum do povo os
compreensão bens que a Administração Pública mantém para o uso
normal da população, de uso livre ou gratuito, sendo vedada
BENS PÚBLICOS a cobrança de taxas pelo seu uso.
D.São características dos bens públicos a
01 - Autarquia estadual foi condenada em ação impenhorabilidade, a imprescritibilidade e a onerabilidade.
trabalhista movida por seus empregados públicos. O E.A conveniência e a oportunidade são consideradas
advogado dos referidos empregados pleiteou, em elementos nucleares do poder vinculado.
execução, a penhora de dois imóveis da entidade para
fazer frente à dívida. O pedido é 06 - Para grande parte da doutrina, os bens públicos
A.inadmissível, por se tratar de bens pertencentes à pessoa podem ser considerados como aqueles pertencentes às
jurídica de direito público, insuscetíveis de penhora. pessoas jurídicas de direito público e são classificados
B.admissível, por se tratar de débito para com servidores tendo-se em vista a sua destinação. Acerca de bens
públicos, hipótese em que ocorre a automática desafetação públicos, assinale a afirmativa INCORRETA.
dos referidos bens. A.Os bens públicos de uso comum do povo, os de uso
C.inadmissível, por se tratar de bens do patrimônio especial e os dominicais são inalienáveis, enquanto
indisponível de pessoa jurídica integrante da Administração conservarem a sua qualificação.
indireta, sujeita a regime jurídico de direito privado. B.São bens públicos de uso especial os afetados a uma
D.admissível, por se tratar de crédito alimentar e de bens prestação de serviço público. Como exemplos temos os
pertencentes à Administração pública indireta, sujeitos a edifícios ou terrenos destinados a serviço ou
regime privado. estabelecimento da administração federal, estadual,
E.admissível, por se tratar de bens do patrimônio disponível territorial ou municipal, inclusive os de suas autarquias.
da entidade, não afetos à finalidade pública. C.São bens públicos de uso comum do povo os destinados
à utilização pela população, em igualdade de condições.
02 - Durante o inventário de bens patrimoniais na sede Sua utilização é gratuita ou retribuída, conforme for
de um órgão da administração pública, constatou-se estabelecido legalmente pela entidade cuja administração
que algumas cadeiras de escritório do setor de compras pertencerem. Rios, mares, estradas, ruas e praças são
haviam sido levadas para a sala de reuniões da diretoria. indicados como parte desta classificação.
Considerando-se que os diretores tenham decidido D.São bens públicos dominicais os que constituem o
manter referidas cadeiras na sala de reuniões, o recurso patrimônio das pessoas jurídicas de direito público, como
administrativo a ser utilizado para regularizar a objeto de direito pessoal, ou real, de cada uma dessas
ocorrência descrita nessa situação hipotética será entidades, que não estejam sendo utilizados para a
A.a transferência. prestação de serviços públicos. De maneira supletiva, os
B.a cessão. que não são de uso comum e os que não são bens de uso
C.a permuta. especial.
D.a alienação.
E.o desfazimento. 07 - Uma empresa pública é proprietária de dois galpões
onde armazenava o maquinário utilizado nas obras que
03 - Assinale a alternativa que corretamente apresenta realizava. Esse maquinário, com o passar do tempo, foi
apenas exemplos de bens dominicais: substituído por itens mais modernos, de forma que a
A.prédios públicos desativados e terras devolutas. empresa se desfez desses bens. Os galpões, dessa
B.rios e mares. forma, ficaram vazios, o que levou a direção da empresa
C.avenidas e ruas. a decidir alienar os imóveis para investimento do
D.parques e museus. capital. Enquanto tramitava o processo interno para
E.universidades e praças. autorização da alienação, os referidos bens foram
questão não resolvida penhorados em ações judiciais que tramitavam para
04 - Referente aos bens públicos, assinale a alternativa recebimento de dívidas não pagas. A empresa
correta.
A.pode impor ao juízo a impenhorabilidade de seus bens, E.alienar todos os bens para outros entes públicos, sem a
tendo em vista que se trata de empresa pública integrante realização de licitação, prescindindo, nesse caso, em razão
da Administração direta e, como tal, prestante ao do notório interesse público e da gratuidade do ato, de
desempenho de serviços públicos. procedimento de dispensa de licitação.
B.pode prosseguir com o processo de autorização da
alienação, tendo em vista que, em razão da 10 - Considere que a prefeitura municipal de uma cidade
impenhorabilidade de seus bens, a penhora lavrada é nula e possui um estádio de futebol, sem necessidade de
não produz efeitos. reformas, e pretende deixá-lo sob a exploração da
C.não possui fundamento para alegar a impenhorabilidade iniciativa privada. Nesse caso, poderá ser celebrado um
de seus bens, em face de se tratar de pessoa jurídica de Contrato de
direito privado e dos galpões estarem sem qualquer A.Gestão.
afetação à prestação de serviços públicos. B.Serviço.
D.tem personalidade jurídica de direito privado, mas seus C.Concessão de Uso.
bens sujeitam-se a regime jurídico de direito público, como D.Concessão de Obra Pública.
forma de tutelar o erário público, tendo em vista que o ente E.Concessão de Serviço Público.
público criador da empresa é seu acionista majoritário.
E.tem personalidade jurídica de direito público, mas seus 11 - Considere que uma pessoa, física ou jurídica, que
bens sujeitam-se a regime jurídico híbrido, de forma que são esteja em débito com a prefeitura municipal, efetue o
impenhoráveis quando afetados à prestação de serviços pagamento por meio da transferência de um bem. Essa
públicos ou a alguma outra atividade de interesse público. forma de aquisição de bens pelo poder público é
denominada
08 - Em razão da crise financeira derivada, dentre outros A.Doação.
fatores, da sensível queda de arrecadação, determinado B.Permuta.
município colocou em execução programa de alienação C.Adjudicação.
de imóveis que não estavam efetivamente destinados a D.Desapropriação.
finalidades públicas. Em se tratando de bens dominicais E.Dação em pagamento.
e estando devidamente justificada a medida,
A.inexiste vedação legal à alienação, observada a 12 - NÃO é bem público de uso comum do povo:
necessidade de lei autorizativa para as vendas, bem como A.Os rios.
prévia avaliação, vedada a destinação da receita obtida com B.As sedes dos Municípios.
os negócios jurídicos para custeio de despesas correntes. C.As ruas.
B.é viável o programa, mediante previsão legal autorizando D.As praças.
a alienação onerosa dos bens, desde que o seja pelo valor
de mercado e que a receita da venda se destine a 13 - Os bens públicos afetados são prestigiados pelo
investimentos ou, excepcionalmente, a despesas de pessoal regime jurídico público, ou seja, pelas cláusulas de
no caso de já configurada mora do ente. inalienabilidade, imprescritibilidade, impenhorabilidade
C.admite-se a alienação dos bens exclusivamente para e pela não-oneração. Desse modo, analise as afirmativas
outros entes públicos, em razão da impenhorabilidade, abaixo e assinale a alternativa correta.
imprescritibilidade e inalienabilidade que grava o patrimônio I. Os bens públicos de uso comum do povo e os de uso
público imobiliário, o que ficaria preservado na titularidade especial são inalienáveis, enquanto conservarem a sua
de outra pessoa jurídica de direito público. qualificação, na forma que a lei determinar. Já os bens
D.não guarda fundamento legal a medida proposta, tendo públicos dominicais submetem-se ao regime jurídico privado;
em vista que não é permitido o emprego da receita de assim, podem ser alienados, observadas as exigências da
alienação de imóveis em despesas correntes ou lei.
previdenciárias, o que descontrói a motivação do ato II. Os bens públicos de quaisquer categorias são
pretendido. imprescritíveis. Não são passíveis, portanto, de aquisição
E.estabelece-se escala de preferências para emprego da por usucapião. Essa proteção não alcança só os bens
receita de capital oriunda da venda dos imóveis, sendo imóveis, mas também os móveis.
prioridade o pagamento da folha de pessoal, ativos e III. a impenhorabilidade não é mais suficiente para
inativos, bem como a aplicação em novos investimentos. resguardar os bens públicos. Por essa razão é que o
moderno processo de execução contra as pessoas jurídicas
09 - Diante da pretensão de um órgão público de direito público é idêntico ao processo para a execução
consistente em unidade de despesa, de alienar bens contra as pessoas jurídicas de direito.
imóveis que não mais servem aos fins da Administração Estão corretas as afirmativas:
pública e, portanto, não mais se prestam ao atendimento A.I e II, apenas
do interesse público, bem como bem móveis que não se B.II e III , apenas
mostram mais aproveitáveis, pode C.I e III , apenas
A.licitar a alienação dos referidos bens, utilizando-se para D.I, II e III
tanto, respectivamente, das modalidades concorrência e
leilão. 14 - Em relação às noções de bens públicos, é exemplo
B.realizar pregão presencial para alienação de todos os de bem de uso especial do Estado:
bens, desde que os lances possam ser individuais, ou seja, A.Rios e lagos.
por item. B.Vias públicas.
C.realizar leilão presencial ou eletrônico para alienação de C.Hospital público.
todos os bens, independentemente da origem da aquisição, D.Terreno público sem destinação.
uma vez que se mostram inservíveis, observando a
necessidade de que os lances sejam feitos por lotes e cada 15 - É CORRETO afirmar sobre os bens públicos:
lote corresponda a um bem. A.Os bens de uso comum do povo constituem o patrimônio
D.licitar a alienação de todos os bens sob a modalidade de das pessoas jurídicas de direito público.
concorrência, reduzindo, no entanto, os prazos legalmente B.Os bens de uso especial são os rios, mares, estradas,
previstos, para simplificação do procedimento, para os bens ruas e praças.
que forem comprovadamente inservíveis e não apresentem C.Os bens dominicais são os edifícios ou terrenos aplicados
liquidez de mercado. a serviço ou estabelecimento da administração federal,
estadual ou municipal, inclusive as autarquias.
D.Nenhuma das alternativas. 23 - Quanto aos bens públicos, é correto afirmar dentre
as proposições abaixo, EXCETO:
16 - A respeito da Administração Pública, assinale a A. São bens públicos os de uso comum do povo, tais
alternativa CORRETA: como rios, mares, estradas, ruas e praças; os de
A.A Administração Pública é formada apenas e unicamente uso especial, os edifícios ou terrenos destinados a
pela Administração Pública Direta, constituída pelos órgãos serviço ou estabelecimento da administração
públicos. federal, estadual, territorial ou municipal, inclusive
B.De nenhum modo o estrangeiro, mesmo que naturalizado, os de suas autarquias e as sociedades de
poderá ser servidor público. economia mista.
C.Os bens públicos dominicais estão sujeitos à usucapião. B. Não dispondo a lei em sentido contrário,
D.São espécies de bens públicos os de uso comum do povo; consideram-se dominicais os bens pertencentes às
os de uso especial e os dominicais. pessoas jurídicas de direito público a que se tenha
dado estrutura de direito privado.
17 - Os bens públicos são todas as coisas corpóreas e C. Os bens públicos de uso comum do povo e os de
incorpóreas, móveis ou imóveis, que pertençam, sob uso especial são inalienáveis, enquanto
qualquer título, às entidades públicas. Sendo assim, não conservarem a sua qualificação, na forma que a lei
podem ser livremente vendidos pelo administrador determinar; os bens públicos dominicais podem ser
público, que não tem livre disponibilidade sobre eles, ao alienados, observadas as exigências da lei.
contrário do que ocorre com o proprietário de bens D. Os bens públicos não estão sujeitos a usucapião e
privados, que, como regra geral, tem poderes amplos o seu uso comum pode ser gratuito ou retribuído,
para dispor dos próprios bens. conforme for estabelecido legalmente pela entidade
Considerando essas informações, é correto afirmar que a cuja administração pertencerem.
essa descrição apresenta a característica dos bens 24 -
públicos denominada
A.inalienabilidade.
B.indisponibilidade
C.imprescritibilidade.
D.impenhorabilidade.
E.não onerabilidade.

18 - Uma área pertencente ao Município do Rio de


Janeiro na qual não haja qualquer serviço administrativo
é considerada bem público:
A.desafetado
B.afetado
C.parcialmente afetado
D.de uso especial

19 - O termo “Alienação de Bens” tem como significado,


no setor público:
A. Garantia fiduciária;
B. dado em garantia de dívida;
A. 2/3/2/2/1
C. Venda de bens públicos;
B. 2/3/2/2/3
D. Compra de bens públicos;
C. 2/2/1/1/3
E. Nenhuma das anteriores.
D. 3/2/1/1/2
E. 2/3/1/1/3
20 - A venda à sociedade, em geral, de bens móveis
inservíveis à administração pública, poderá ser realizada
25 - Considerando-se a destinação ou o objetivo a que
pela(s) seguinte(s) modalidade(s) de licitação:
se destinam, os bens públicos recebem classificações
A. Concorrência Pública;
diferentes. Uma delas é a de “bens de uso especial”.
B. Leilão;
Estão incluídos nessa classificação:
C. Pregão;
A. aqueles que se destinam à utilização geral pelos
D. As alternativas “a” e “b” estão corretas;
indivíduos.
E. Nenhuma das anteriores.
B. os que constituem o aparelhamento material da
Administração.
21 - Os bens públicos, considerando a sua destinação,
C. as terras sem destinação pública, os prédios
recebem uma classificação. Assim, os bens que visam à
públicos desativados, os bens móveis inservíveis e
execução de serviços administrativos e dos serviços
a dívida ativa.
públicos em geral recebem a seguinte classificação:
D. os mares, os rios, as estradas, as praças e os
A. Bens de uso comum do povo.
logradouros públicos.
B. Bens de uso especial.
E. os bens móveis e os imóveis pertencentes à
C. Bens dominicais.
União.
D. Bens indisponíveis.
E. Bens patrimoniais públicos.
26 - Considerando bens públicos, todas as al-ternativas
estão corretas, exceto a:
22 - Todas as coisas, físicas ou não, que têm valor ou
A.Os bens públicos de uso especial são aqueles que
importância jurídica, imóveis, móveis e semoventes,
constituem o aparelhamento mate-rial da Administração
créditos, direitos e ações, que de qualquer forma
Pública para execução dos serviços administrativos e
pertençam ao município é o conceito de:
serviços públicos em geral, podendo ser móveis ou imóveis.
A. bem público.
B.Em relação ao regime jurídico, os precei-tos básicos que
B. instalações.
norteiam os bens públicos de uso comum do povo e os
C. serviços públicos.
dominicais são: inalie-nabilidade, impenhorabilidade,
D. propriedade.
imprescritibilida-de e não-onerosidade.
E. patrimônio.
C.Os bens públicos dominicais constituem o patrimônio das A.Ocupação temporária.
pessoas jurídicas de Direito Pú-blico, como objeto de direito B.Desapropriação.
real ou pessoal de cada entidade. C.Requisição administrativa.
D.A acessão por aluvião é um exemplo de aquisição D.Limitação administrativa.
originária de bem público. E.Servidão administrativa.
E.Afetação é o fato administrativo através do qual se atribui
ao bem público uma destinação pública específica de 02 - Assinale a alternativa que não contempla uma
interesse direto ou indireto da Administração. hipótese de verificação da requisição administrativa.
A.Estado de guerra
27 - Sobre os bens públicos, é correto afirmar: B.Proteção da saúde de comunidades
A. A Administração pode alienar qualquer bem de uso C.Proteção do meio ambiente ante possível degradação
comum ou de uso especial, mesmo que afetados. D.Inundação de grandes proporções
B. A afetação não pode ser feita por ato E.Epidemia
administrativo, só por lei.
C. Os bens dominiais, ou dominicais, são bens 03 - Acerca da aquisição de bens pela administração,
afetados, porque têm uma destinação. analise as afirmativas abaixo e assinale a alternativa
D. A afetação é a atribuição de uma destinação a um correta.
bem. I. A desapropriação é procedimento administrativo pelo qual
E. Os bens destinados à execução dos serviços o Poder Público ou delegatário autorizado visa alcançar a
públicos são bens de uso comum. transferência compulsória da propriedade de alguém,
mediante prévia e justa indenização, paga em dinheiro,
28 - São bens da União, na sua totalidade, de acordo salvo os casos que a própria Constituição enumera, em que
com a Constituição Federal, exceto: o pagamento é feito com títulos da dívida pública ou da
A.as ilhas costeiras; dívida agrária.
B.as cavidades naturais subterrâneas; II. A desapropriação é forma originária de aquisição de
C.as terras tradicionalmente ocupadas pelos índios; propriedade, sendo capaz de gerar o título constitutivo de
D.os terrenos da marinha e seus acrescidos; propriedade por força própria, ou seja, independentemente
E.o mar territorial. de título jurídico anterior. Mesmo na desapropriação
amigável tem-se igual entendimento, dado que, neste caso,
29 - As frases abaixo dizem respeito ao conceito, à o expropriante e o expropriado ajustam seus interesses
natureza e aos fins da administração pública. apenas em relação à indenização, às condições de
I. Administração pública é a gestão de bens e interesses pagamento e à transferência do bem.
qualificados da comunidade no âmbito federal, estadual ou III. Na desapropriação indireta, também chamada de
municipal, segundo os preceitos do direito e da moral. apossamento administrativo, o Estado apropria-se de um
II. Administração pública é o conjunto de órgãos e serviços bem imóvel particular, e sua consequente integração ao
do Estado e objetivamente é a expressão do Estado agindo patrimônio público, sem a observância das formalidades do
"in concreto" para satisfação de seus fins de conservação, procedimento expropriatório previsto na legislação de
de bem estar individual dos cidadãos e de progresso social. regência.
III. A natureza da administração pública é a de um múnus Estão corretas as afirmativas:
público para quem a exerce, isto é, a de um encargo de A.I e II, apenas
defesa, conservação e aprimoramento dos bens, serviços e B.II e III , apenas
interesses da coletividade. C.I e III , apenas
IV. Os fins da administração pública resumem-se num único D.I, II e III
objetivo: o bem comum da coletividade administrada.
Assinale a opção que indica apenas todas as frases corretas 04 - São características da servidão administrativa,
acima: exceto:
A.I, III, IV. A. Direito real.
B.II, III, IV. B. Provisoriedade.
C.III e IV. C. Incide sobre bem imóvel.
D.I, II, III, IV. D. Indenização condicionada à existência de prejuízo.
E. Inexistência de autoexecutoriedade.
30 - De acordo com a classificação dos bens públicos, o
imóvel que abriga e pertence à Prefeitura de Manaus é 05 - A requisição administrativa de uma propriedade
considerado ocupada por família com histórico de posse de drogas
A. de uso especial. ocorrerá
B. de uso comum do povo. A. mediante indenização independentemente da
C. dominial. ocorrência de dano à propriedade.
D. regular de serviço. B. mediante indenização em títulos da dívida agrária
E. de uso disponível. no prazo de vinte anos.
C. caso se comprove o cultivo de psicotrópicos na
31 - A desafetação de bem público decorre de: propriedade.
A. ato jurídico ou de lei D. em caso de iminente perigo público.
B. lei formal, exclusivamente E. mediante prévia indenização.
C. ato jurídico, necessariamente
D. lei, de ato jurídico ou de fato jurígeno

INTERVENÇÃO DO ESTADO NA PROPRIEDADE


PRIVADA

01 - O Poder Público estabelece, de modo unilateral e


em favor de um serviço público, ônus real sobre um
bem imóvel pertencente ao cidadão, com base em uma
lei. Estamos diante do caso de:

Você também pode gostar