Você está na página 1de 6

EXERCÍCIOS DE APOIO PARA FORMAÇÃO EM COACHING SUPLENO

AUTOCOACHING

1. Noções Iniciais.

1.1. OBJETIVOS:
Você aprenderá a fazer autocoaching para utilizar as poderosas técnicas do coaching em sua vida, em
sua carreira e em seu negócio. E com isso superar bloqueios, atingir objetivos, resolver problemas, promover
mudanças e obter muito mais resultados.

1.2. CONTEÚDO:

– O QUE É AUTOCOACHING;
– AS DIMENSÕES DO AUTOCHING E COMO ELAS PODEM AJUDÁ-LO;
– COMO FAZER AUTOCOACHING;
– TÉCNICAS DE AUTOCOACHING PARA ATINGIR OBJETIVOS;

1.3. BENEFÍCIOS:

Inúmeros estudos e pesquisas realizados com quem já fez coaching comprovam que está é uma das
práticas mais eficazes para:
– AUMENTAR A PERFOMANCE;
– DESENVOLVER COMPETÊNCIAS E HABILIDADES;
– TER MAIS RESULTADOS E MAIS SUCESSO PESSOAL E PROFISSIONAL;
– SER MAIS PRÓSPERO E TER MAIS QUALIDADE DE VIDA;
– CONQUISTAR TUDO AQUILO QUE VOCÊ DESEJA;

Imagine agora se você mesmo pudesse usar as técnicas do coaching para atingir tudo isso. Ao fazer
autocoaching você estará desenhando o seu próprio mapa do sucesso. Você tem o que e necessário para:
– REALIZAR GRANDES CONQUISTAS;
– TER MAIS PRAZER, FELICIDADE E REALIZAÇÃO;
– TRANFOMAR SEUS SONHOS EM REALIDADE E CONSTRUIR A VIDA QUE VOCÊ SEMPRE QUIS
TER;

Para isso, porém, você precisa das ferramentas certas para desbloquear seu potencial e traças a melhor
rota para chegar rapidamente aonde você quer ir. Você encontrará essas ferramentas no autocoaching, aprenda
a usá-las agora mesmo.

MENSAGEM DA COACH: Olá eu sou a sua coach, irei acompanhá-lo ao longo deste curso. Juntos faremos
dele uma experiência transformadora. E já que estamos falando em transformação, começo com uma pergunta.
O que você quer mudar em sua vida? O que você quer mudar ou melhorar?

Você vai conhecer um processo extremamente poderoso para fazer as mudanças necessária: O
AUTOCOACHING. Mas para que ele funcione, ele precisa ter um foco e quem define esse foco é você. Quer
definir um incrível segredo para definir o foco? Preencha agora o roteiro de objetivos. É rapidinho e os
resultados compensam, você vai começar agora a definir o foco que o conduzirá a grandes realizações.
1
EXERCÍCIOS DE APOIO PARA FORMAÇÃO EM COACHING SUPLENO

MEUS OBJETIVOS: CONSEGUIR FAZER O AUTOCOACHING E LARGAR DE VEZ AS MANIAS


IMPRODUTIVAS.

2. CONCEITOS.

2.1. O que é.

É um processo por meio do qual você aprende a aplicar em si mesmo as poderosas e transformadoras
técnicas do coaching.
Com isso, você desenvolve muito mais autonomia e eficácia para

→ Resolver os problemas do dia-a-dia;


→ Definir e atingir objetivos;
→ Ter relacionamentos saudáveis e satisfatórios;
→ Superar bloqueios;
→ Lidar com a ansiedade e a insegurança;
→ Acelerar sua evolução profissional;
→ Conquistar tudo aquilo que você sempre sonhou.

Tudo isso é possível porque as técnicas do autocoaching trabalham três aspectos fundamentais para
atingir o equilíbrio, a felicidade e o sucesso. Esses aspectos consistem em:
– Formular e estruturar pensamentos e raciocínios positivos;
– Lidar de modo mais produtivo com suas emoções;
– Descobrir, desenvolver e utilizar todo o seu potencial;

2.2. Como se faz.

Você, quando trabalha consigo mesmo nestas sete dimensões;

→ AUTORREFLEXÃO: Trata-se de usar perguntas poderosas para gerar reflexão, ação e soluções. Muitas
vezes nos fazemos perguntas que visam apenas confirmar uma crença negativa e justificar uma suposta
limitação. Ao fazer autocoaching, porém fazemos perguntas que expandem nossas opções e induzem à ação.
Por exemplo:

Pergunta errada: O QUE VOU FAZER PARA GANHAR UMA CASA, SE EU NUNCA VOU GANHAR
MAIS?
Pergunta correta: O QUE POSSO FAZER PARA GANHAR MAIS, GASTAR MENOS E COMPRAR UMA
CASA?

→ AUTOSSUGESTÃO: Esse processo começou a ser desenvolvido pelo farmacêutico Francês Émile coué
no século 19. Ele percebeu que, quando os clientes recebiam uma mensagem positiva junto com os remédios,
sua melhorar era muito mais rápida e efetiva do que a dos clientes que tomava medicamente, mas não recebiam
a mensagem. O autocoachgin trabalha este princípio, utilizando afirmações positivas como forma de
autossugestão. Exemplo:

Pensamento errado: Não vai dar certo, não vou conseguir;


2
EXERCÍCIOS DE APOIO PARA FORMAÇÃO EM COACHING SUPLENO

Pensamento correto: Sou persistente e determinado, confio na minha competência para resolver isso.

→ AUTOACONSELHAMENTO: Antes de tomar uma decisão, costumamos consultar nossa voz interior.
Contudo, se essa voz for muito crítica, acabamos ficando inseguros e ansiosos em vez de nos sentirmos
confiante e determinados. O autocoaching nos ajuda a equilibrar essa voz crítica – necessária para pensarmos
as consequências de nossos atos, com outras vozes mais afirmativas e incentivadoras. Observe esta situação:

Pergunta: Fui promovido, mas as cobranças aumentaram, será que eu dou conta?
CAPETINHA: Sei não, às vezes você vacila quando é pressionado.
ANJINHO: Você foi promovido porque é capaz Use essa capacidade para dar conta das novas
responsabilidades.

→ AUTOENCORAJAMENTO: O autocoaching fornece a chave para acessarmos nossos “arquivos mentais””


e extrairmos todos os nossos “tesouros”: As lembranças de momentos de vitória e realização que reafirmar
nossa capacidade e nos dão forças para superar obstáculos;

Exemplo: Essa meta é mesmo desafiadora. Mas no mês passado eu bati minha meta em tempo recorde. Eu sei
que eu posso fazer outra vez.

→ AUTOCOMUNICAÇÃO: Refere-se à comunicação intrapessoal, isto é, ao modo como nos comunicarmos


com nós mesmos. Esse monólogo interno tem um efeito dramático e radical em nosso estado de espírito. O
autocoachgin contribui para tornar a autocomunicaão mais estimulante ao colocar o foco nas coisas positivas
que você já tem em sua vida.

Exemplo: Tenho uma família fantástico, amigos que me amam, um trabalho que eu adoro e a ainda fico me
queixando por ninharia? Tenho certeza que vou dar um jeito nisso.

→ AUTOINSPIRAÇÃO: O autocoaching nos condiciona a tirar inspiração de tudo o que nos rodeia. Leituras,
conversas, filmes, músicas etc. Há sempre algo a se aprendido quando nos propomos a enxergar.
Exemplo: Puxa! Esse cara virou campeão depois de ter siso desenganado. Como isso pode me ajudar a superar
esse momento pelo qual estou passando?

→ AUTORREGULAÇÃO: É a capacidade de alterar o modo como você responde a determinada situação, a


fim de obter o resultado desejado. O autocoaching contribui para que você desenvolva a habilidade de
administrar emoções, atitudes e comportamentos a fim de fortalecer seu autocontrole e seu poder de decisão
Exemplo: O que eu ganho perdendo a cabeça? Melhor me acalmar senão... Adeus promoção.

2.3. É preciso ser coach para fazer.

Não é necessário se coaching para fazer o autocoaching. Qualquer pessoa pode se beneficiar desse
processo. Para isso, basta;
– Conhecer as técnicas de autocoaching;
– Ter disposição para usá-las;
– Ter persistência.
3
EXERCÍCIOS DE APOIO PARA FORMAÇÃO EM COACHING SUPLENO

Quanto mais você fizer o autocoaching, mais você dominará as ferramente e mais você irá se
beneficiar.

2.4. O autocoaching substitui o coaching profissional.

O autocoaching e o coaching ministrado por um profissional são processos complementares. Você


pode usar o autocoaching para:

– Reforçar suas sessões do coaching;


– Cuidar da manutenção quando o processo do coaching acabar.

E, se você ainda não dez coaching, essa é um ótima maneira de começar a conhecer os benefícios dessa
prática.

MENSAGEM DE SUA COACH: Responda com sinceridade. Até que ponto você está disposto a se
responsabilizar pelos resultados que você deseja obter? Uma coisa é dizer que querermos isso ou aquilo. Outra
coisa é assumir a responsabilidade de agir para obter o que queremos. E é disso que o autocoaching se trata:
De assumir a responsabilidade de atingir o que queremos. De que modo assumimos essa responsabilidade?
– Preparando-nos para isso;
– Investtindo em nosso desenvolvimento;
– Aparando as arestas e alavancando nosso potencial.

Dá trabalha? É claro que dá. Mas isso també vai lhe dar algo incrível. O poder de conquistar tudo o que você
sempre sonhou.

3. Técnicas.

O autocoaching pode ser utilizado para várias finalidades, mas todas começam com a definição de
objetivos. É isso que aprenderemos a fazer agora. Conheça os 7 passos para aquisição de competência:

PASSO 1 – IDENTIFIQUE SEUS OBJETIVOS:


Comece perguntando-se: Porque estou fazendo autocoaching? Aonde quero chegar? Qual é o meu
principal objetivo?

PASSO 2 – LIVRE-SE DO EXCESSO:


Nosso pensamentos nem sempre seguem uma sequência lógica. Ao tentar focar em algo, nosso mente
traz uma enxurrada de pensamentos, memórias, sentimentos, sensações… É exatamente isso que acontecerá
no momento em que você começar a definir seus objetivos.

Por exemplo: Queria um corte que me fizesse parecer jovem, mas não imaturo, moderno, mas com um toque
clássico, confiante, mas ligeiramente vulnerável. Que tal aparar as pontas?

Para manter o foco, você de PRIORIZAR. Pergunte-se: Qual dos meus objetivos que, se for realizado
primeiro, irá alavancar a realização dos outros?

4
EXERCÍCIOS DE APOIO PARA FORMAÇÃO EM COACHING SUPLENO

PASSO 3 – MOTIVE-SE:

É a motivação que estimula a ação. Para motivar-se, faça o seguinte questionamento:


– O que eu ganho se atingir esse objetivo?
– O que eu perco se eu não atingir?
Uma boa dica é voltar a conferir as 7 dimensões do autocoaching. Use as técnicas para criar energia
positivas e manter a motivação em alta.

PASSO 4 – CRIE UM PLANO DE AÇÃO POR PRIORIDADES:

Agora que você já saber os motivos que o trouxeram até aqui, é hora de criar um plano de ações para
por seus objetivos em prática.
→ Quais são as ações necessárias para atingir os seus objetivos? Escreva uma lista.
→ Quais sãos os bloqueios que podem dificultar ou impedir essas ações? Como eles podem ser superados?
Faça um Brainstorm para descobrir novas opções e caminhos.
→ Confira as ideias que surgiram a partir do Brainstrom e selecione. Quais são as mais viáveis? Quais delas
podem gerar os melhores resultados?
→ Organize as ações que você selecionou, numa sequência lógica e estabeleça metas a serem atingidas por
meio dessas ações.

PASSO 5 – ESTIPULE DATAS PARA SUAS AÇÕES:

Com o caminho traçado, você deve estipular prazos para cumprir cada passo de seu plano de ação até
atingir o objetivo final. Prazos farão com que você encontre a motivação e o senso de urgência necessários.
Assim, você não ira “empurrar com a barriga” decisões que, como vimos, pode estar sendo postergadas há
muito tempo.
Estipule prazos viáveis. Lembre-se: é você quem está criando seus crongoramas. Tire vantagem dessa
oportunidade sem se pressionar com prazos muitos curtos ou relaxar com prazos muito longos.

PASSO 6 – CONFIRME SE O PLANO É VIÁVEL:

Seu plano de ações está pronto. Examine-o cuidadosamente e responda: Ele é viável? É possível de
ser cumprido? Avalie cuidadosamente os prós e os contras de cada ação.
Se você notar conflitos irreconciliáveis com sua vida cotidiana, refaça seu plano. Lembre-se se o plano
não for viável, ele nunca vai sair do papel.

PASSP 7 – IMPLEMENTE E MONITORE:

Depois de seguir todos os passos anteriores, comece a agir imediatamente. Monitore os resultados de
suas ações e faça os ajustes necessários. E continue fazendo autocoaching sempre que você precisar:
– Manter-se motivado;
– Manter o foco;
– Superar algum bloqueio;
– Reajustas partes de seu plano.

5
EXERCÍCIOS DE APOIO PARA FORMAÇÃO EM COACHING SUPLENO

Uma orientação importante do BCI – Behavioral Coaching Institute para monitoras seu autocoaching é
mantenha um diário, use-o para acompanhar e registrar os resultados, Assim, seu progresso de autocoaching
será muto mais eficaz

MENSAGEM DE SUA COACH: Você está motivado? Está pronto para aplicar as técnicas de autocoaching.
O grande desafio está no fato de que, no autocoaching, o ritmo da ações depende inteiramente de você. Dessa
vez você não contará com um coach acompanhado sua evolução constantemente. Você será seu próprio coach.
Mas vale a pena encarar esse desafio. Você vai ganhar muito mais confiança e autonomia. E não haverá limites
para o que você pode realizar.

4. Dicas – Domando seus pensamentos.

Quando estamos pensando, o cérebro funciona como um filme, emitindo imagens, sons e sensações.
Há um detalhe curioso nisso. O cérebro reflete as emoções que sentimentos no momento em que estamos
pensando.
Se estamos preocupados, inseguros ou ansiosos, é comum que imagens negativas venham a nossa
mente. Porém, isso tudo pode mudar, você pode tornar-se o diretor desse filem, em vez de ser apenas o
personagem. Basta pensar em coisas positivas para gerar pensamentos positivos. É simples assim.
Um bom exemplo de afirmações positivas aplicadas com sucesso é do velocista norte-americano
Michael Hohson, vencedor de quatro medalhas de ouro em jogos olímpicos
Antes das provas, ele dizia para si mesmo frases como: “fique calmo, alivia nas curcas e muitas outras.” Isso
lhe dava segurança suficiente para deixar seus temores para trás, ressaltar suas competências e render o
máximo nas provas.

Quando você estiver diante de um novo desafio, siga o exemplo de grandes atletas e faça o
autocoaching. Diga a você mesmo o quanto você é capaz de superar seus desafios. Cada um tem uma maneira
de se automotivar. Escolha as palavras certas para você, aquelas que o tocam mais fundo. O truque é não
formular frases muito longas, use porucas palavras, que vão direto ao ponto, como o exemplo de Michael
Johnson.

O importante é praticar sempre, se os pensamentos refletirem os medos ou ansiedades do momento,


reassuma o controle de sua mente. Todo mundo fica ansioso ou inseguro de vez em quando. O segredo é não
deixar que esses sentimentos controlem você.

MENSAGEM DE SUA COACH: Vamos praticar agora mesmo? Pegue papel e cante e faça uma lista de frases
ou afirmações que melhor funcionam para você. Já saber quais são? Ótimo. Se ainda não sabe, tire um tempo
para pensar sobre isso.
REFLITA: O que você gostaria de ouvir de alguém, e que o deixara realmente motivado? Que frases você lei
ou ouviu que o fizeram sentir-se inspirado? Esse é um exercício simples, mas que renderá excelentes resultados
em que termos de autoconhecimento e automotivação. E se você está pensamento que isso não funciona,
proponho um desafio. Durante essa semana, repita várias veze por dia as suas frases motivacionais –
principalmente quando se sentir chateado ou com baixo-astral Combine com você mesmo algum sinal para
lembrar-se de repetir essas frases.
Por exemplo, escreva em sua agenda ou deixa avisos no celular, faça o exercício com seriedade e
determinação. Eu garanto: depois de uma semana, você já vai sentir a diferenças.