Você está na página 1de 8

Jornal da Associação de Moradores do Bairro Social da Pasteleira

I Edição
Fevereiro 2019

O Canarinho é um jornal concebido


em finais 2018, por iniciativa da
Associação de Moradores do Bairro
Social da Pasteleira. A AMBSP
pretende trazer até aos seus atuais
sócios e novos moradores do bairro
mais atividades, cultura e diversão.
Este jornal servirá como método
informativo de todas as dinâmicas
realizadas pela associação. Com
isto, será esperado dinamizar
a intervenção social junto dos
moradores, bem como conseguir
alcançar novos membros, tornando
a vida comunitária mais interativa e
envolvente para todos os membros
do bairro social da Pasteleira.

Este ano queremos ir mais longe e alcançar


novos objetivos!
Entrevista com o Presidente José Manuel Ferreira.
I Edição Cortejo de S. Bartolomeu

Personalidades vestidas a “papel”


Trouxemos o mundo artistico à Foz do Douro!
No dia 26 de Agosto, a cidade do Porto acordou
para celebrar o dia de S. Bartolomeu, com o
cortejo do traje de papel.
O desfile começou pouco depois da hora
marcada (10:00h) com a participação das
várias coletividades e foram diversos os temas
escolhidos.
O cortejo abriu com a lenda da fonte trazida
pela Associação de Moradores do Bairro de
Aldoar.
A seguir veio a Associação de Moradores
do Bairro Social da Pasteleira que apostaram
nas personalidades do mundo artístico. Desde Quanto à música, tivemos o carismático
a literatura até à Sétima Arte e passando pela Freedie Mercury que animou a cerimónia ao
música, foram vários os ícones que passearam fazer dela uma Bohemian Rhapsody, mesmo
com trajes de papel pelo cortejo. Na literatura, com os ABBA a mostrar que somos Chiquititas
a Associação trouxe escritores portugueses, e Fernandos muitas vezes sem Money Money
alguns deles naturais do Porto/Foz do Douro. Money. Porém, Michael Jackson estava mesmo
Os poetas Eugénio de Andrade, António Nobre, atrás para nos lembrar de que a vida é um Thriller
Florbela Espanca e Fernando Pessoa, deixaram- e que o importante vem sempre Amanhã de
nos a suspirar com poemas de amor e saudade. Já Manhã e que podemos contar com a ajuda de Ali
os escritores Sophia de Mello Breyner e Camilo Babá e das Doce.
Castelo Branco, mostraram como o Cavaleiro
Seguiu-se o Orfeão da Foz do Douro, que nos
da Dinamarca viveu o seu Amor de Perdição,
presenteou com uma réplica da Festa da Flor da
e foi com o Padre Rui Osório que encontrou a
Madeira, usando trajes cheios de cor.
compreensão de Deus.
Por fim tivemos a União de Freguesias de
Na Sétima Arte, recuaram até ao cinema
Aldoar, Foz do Douro e Nevogilde que, este
mudo dos anos 30 com Charlie Chaplin e a sua
ano, homenageou o Porto ao representar um
personagem Charlot, que se encantou ao ver
importante acontecimento da história da cidade:
a sensual Marilyn Monroe. Pelo meio, ainda
a 2ª invasão francesa de 1809, onde teve lugar a
assistiu-se à tentativa dos Irmãos Metralha de
tragédia da Ponte das Barcas.
roubar a caixa forte do Tio Patinhas, enquanto os
seus sobrinhos faziam traquinices. O desfile terminou com o habitual banho dos
participantes no mar.

Artigo por Carla Carvalho | Fotos por Sofia Abreu 2


Fala-me ao ouvido: Rui Veloso

O freak da Cantareira
Músicas que contam histórias!
“Fala-me ao ouvido”, uma iniciativa que visa No decorrer do espetáculo, o artista recordou
expandir a cultura Portuguesa trouxe à Associação com nostalgia as vivências da sua infância e
de Moradores do Bairro Social da Pasteleira adolescência passadas na Foz do Douro e os seus
um concerto intimista de um dos nomes mais primeiros passos na sua carreira musical.
incontornáveis da música Portuguesa, Rui Veloso. No final da noite, era visível a emoção sentida
O cantor, compositor e guitarrista brindou os pelo público que se deixou envolver na forte
presentes com uma atuação memorável e, perto carga emocional que o cantor transpareceu nos
das 21:30h, o silêncio instalou-se para dar inicio à seus temas. Dado o sucesso desta noite, Rui
atuação do rei do rock Português. Veloso deixou no ar a possibilidade de voltar a
Esta performance marca o regresso do artista atuar neste espaço onde foi tão carinhosamente
conhecido pelos emblemáticos temas “Chico recebido.
Fininho” e “Não Há Estrelas no Céu” às suas É através desta colaboração com a “Cultura
raízes nortenhas pois, embora tenha nascido em em Expansão” que são realizados diversos
Lisboa, o cantor não esconde o carinho que sente espetáculos, que têm como objetivo envolver a
pela cidade Invicta, onde foi criado desde os três comunidade em eventos culturais gratuitos e
meses de idade. abertos ao público.

Artigo por Inês Pereira | Foto cedida por Renato Cruz / CM Porto 3
I Edição Entrevista a José Manuel Ferreira

“Dinamizar a AMBSP é o nosso ponto de


viragem”
José Manuel Ferreira, de 56 anos, natural da Foz Quando assumiu a presidência, qual era o
do Douro, é o atual presidente da Associação de seu objetivo inicial?
Moradores do Bairro Social da Pasteleira (AMBSP). Principalmente, tinha a intenção de melhorar
Até à data tem vindo a desenvolver variadas as condições de relação com a Câmara e a
dinâmicas em prol da intervenção social junto dos União de Freguesias, tirando benefícios para
moradores e familiares, promovendo a integração a Associação para intervenções estéticas e
de todos os habitantes do bairro numa vida mais estruturais dos edifícios.
ativa.
Assumir a responsabilidade de uma
Em conversa, José Manuel confidenciou alguns
Associação traz muitos encargos e possíveis
dos seus segredos para o sucesso desta casa, que
complicações. Qual foi a maior dificuldade que
tem vindo a liderar com o apoio de toda a direção.
enfrentou no começo?
Como surgiu a oportunidade de ser É sempre a mesma coisa... captar sócios e
Presidente da AMBSP? moradores que adiram aos nossos espetáculos
Eu já era diretor há 6 anos numa mesma culturais, como a Cultura em Expansão, que
direção durante 3 mandatos seguidos! Não era será este o 6º ano consecutivo que colaboramos
presidente mas era diretor e como queriam que com esta iniciativa. Outro desses exemplos são
fosse uma pessoa “mais jovem” a assumir o cargo, os Fados, onde temos um maior número de
sendo eu o mais novo, acabei por ficar com a associados a participar. Tirando isso? Qualquer
posição. Trouxe para a minha direção membros outro espetáculo ou atividade realizados conta
da equipa anterior e estou agora a incluir malta apenas com cerca de 20 ou 30% de sócios, para
mais jovem, para a área da comunicação. ser razoável, e os outros 70% são visitantes de
Quando deu início ao seu cargo como fora, ou seja, não sócios.
presidente da Associação? Quais foram então as primeiras ações
O primeiro mandato teve início em Maio de realizadas?
2016. Agora, em Maio de 2018, fui reeleito como Comecei por, no primeiro mandato,
Presidente da Associação, dando início ao meu requalificar a sala de convívio com soalho
segundo mandato. flutuante e colocar uma televisão 4K na altura
do Euro para dar mais condições aos nossos
sócios. Depois renovamos também o salão
de jogos com tijoleira, pois a que lá estava já
se encontrava obsoleta e fizemos também
obras no bar.
De seguida, quais são os próximos
passos na renovação das instalações da
Associação?
Agora com o segundo mandato,
estamos numa fase de análise para
fazer obras no edifício sede. Os
únicos entraves de momento são
as condições atmosféricas que
complicam as intervenções,
maioritariamente uma vez que
pretendemos pintar a sede, mas
a nível orçamental estamos
prontos a começar! Outra ideia
é requalificar o ringue para

Entrevista por Filipa -Zarro| Fotos por Sofia Abreu 4


tentar trazer novas atividades físicas, como já
tivemos. Na altura, estávamos vocacionados para
o futsal mas isso não implica que seja a única
modalidade. A intenção será mesmo trazer novas
modalidades até à Associação.
A população do bairro também se nota
mais envelhecida nos últimos anos. Considera
que isso possa afetar a adesão às atividades
anunciadas?
Sim, esse é um dos grandes desafios! Os
espetáculos da Cultura em Expansão, por
exemplo, existem mesmo para trazer grandes
atuações para perto de pessoas com dificuldades
em dirigir-se a salas de espetáculo, como ao do bairro mas, essencialmente, para familiares e
Coliseu. Nomes como Rui Veloso, Mário Laginha amigos dos mesmos que não têm possibilidade
e Diogo Infante já atuaram no pavilhão da AMBSP de ver os cartazes afixados com a informação
e mesmo assim vê-se que os próprios moradores das nossas atividades. Outra intencionalidade
e sócios não aderem a estes espetáculos. é alcançar novos moradores do bairro para os
aproximar da Associação e apresentar todas as
Poderá essa falta de adesão dever-se à falta suas ações perante a comunidade.
de comunicação?
Existem outros meios de comunicação
Não se podem queixar da falta de comunicação,
que ponderem utilizar para chegar até aos
pois todas as atividades são divulgadas. Através
moradores mais jovens?
da colocação de cartazes em todos os prédios, no
bar da sede ou até mesmo no pavilhão, todas as Tendo em conta as faixas etárias mais
nossas intervenções são expostas ao público em constantes no bairro, os cartazes continuam a ser
geral. o nosso método mais eficaz. Porém, estamos a
começar a ser mais ativos nas redes sociais como
Durante o seu primeiro mandato quais foram o Facebook para que o nosso trabalho chegue
as atividades que geraram maior impacto? mais longe. Para além de assegurar o presente da
Acabam por ser os espetáculos da Cultura em AMBSP, pensar no futuro é um objetivo fulcral.
Expansão e as noites de Fados que trazem mais
Quais são os próximos passos de maior
sócios e amigos até ao pavilhão. No mês de Março,
relevância?
temos o aniversário da Associação que é o mês
em que mais atividades promovemos. Contamos Continuar a evidenciar os projetos atualmente
com a participação de outras coletividades em vigor, fazendo as melhorias necessárias para
vizinhas que vêm festejar connosco e marcar que, a cada ano, possamos fazer mais e melhor.
presença nas comemorações. Contudo, até os Tal como já referi, a requalificação do ringue é
torneios internos de sueca e snooker, a cada ano um dos nossos principais objetivos. Aliás, os
que passam, contam com menos inscritos do que primeiros passos já foram dados: já instalamos
o habitual, face aos anos anteriores. É importante luz e caldeiras nos balneários, para dar todas as
também referir que as festividades do São João condições aos desportistas. Para além de todos
atraem também muita gente para a sardinhada os eventos preparados para este ano, a nossa
que se realiza no nosso pavilhão. meta final é atingir uma maior adesão do público
e obter mais sócios para a Associação. Dinamizar
Até à data, qual foi ou quais foram os eventos
a AMBSP é o nosso ponto de viragem e este
de maior magnitude?
ano queremos ir mais longe e alcançar novos
Por exemplo, por norma imposta por objetivos!
esta direção, no Cortejo de São Bartolomeu
oferecemos, a todos os participantes e respetivos
colaboradores, um almoço após o final deste Torne-se sócio da AMBSP
evento tão característico da Foz do Douro.
Pretendemos com esta iniciativa aliciar mais
moradores e amigos a participarem neste cortejo Apenas 1€ por mês.
emblemático.
O Canarinho é a nova aposta da Associação. Mais informações em
Com que finalidade foi criado este jornal? ambsp.torres@gmail.com ou 933 079 496.
O intuito foi pensado para todos os moradores

5
I Edição Espetáculo de Natal

Natal a miúdos
Música e dança espalham a magia do Natal!
No âmbito dos festejos da quadra natalícia, interpretações o já conhecido tema “We Wish You
a Associação de Moradores do Bairro Social da a Merry Christmas”, e terminando assim com três
Pasteleira, no Porto, organizou um evento no dia graciosas bailarinas com uma dança expressiva
14 de dezembro, que contou com a presença da do tema clássico “Praeludium”.
Academia de Música e Artes de Rio Tinto para No final do Sarau deu-se uma troca de
um breve Sarau de abertura que teve início um prendas, que foram oferecidas de forma anónima,
pouco depois das 21:30h. e que foi decidida por um sorteio, no qual cada
Como entidade artística, a AMART presenteou- elemento por parte da Associação e um por
nos com atividades relacionadas com Poesia, parte da Academia, retiraram um papel que tinha
Dança, Canto e Música: o grupo de Dança um número nele escrito e que correspondia ao
Moderna subiu ao palco por duas vezes para nos número na embalagem do seu presente.
mostrar duas das suas coreografias de Natal, os Para finalizar este evento houve ainda
pequenitos de Formação Musical iluminaram o um lanchinho e um convívio entre todos os
palco com a sua energia contagiante, enquanto participantes, espectadores e respectivo pessoal
tocavam flauta, dançavam e cantavam a animada da Associação, que em conjunto contribuíram
“Feliz Navidad” dos BoneyM, seguidos de três para a realização do mesmo.
números de guitarra e canto, sendo uma das suas

Artigo por Mariana Antunes | Foto por Mariana Antunes 6


AMBSP: Todos a Mexer!
No âmbito da prevenção do risco de queda O programa consiste em diversos exercícios
nos idosos, surgiu, em 2018, um programa de que pretendem reduzir o impacto de todas
exercícios específicos para a redução dos fatores estas alterações, atuando no fortalecimento dos
de risco de queda, “VIVA O MO(vi)MENTO” músculos, na melhoria da mobilidade, da postura,
realizado por fisioterapeutas da Escola Superior do equilíbrio e da marcha, com o objetivo final de
de Saúde do Instituto Politécnico do Porto. reduzir o risco de queda.
Por outro lado, sabemos que com o
envelhecimento ocorre uma redução da
capacidade de atenção, da memória, do
raciocínio e de execução de tarefas complexas
e, em associação com estas alterações, verifica-
se um maior isolamento, solidão e depressão.
Desta forma, o programa além de proporcionar
um momento de interação social integra também
exercícios para treino cognitivo, melhorando as
aptidões do adulto mais velho.
Venha experimentar uma aula, todas as terças
e sextas às 14:00h.

A Zumba é uma modalidade do Fitness que


combina coreografias de vários tipos de dança
com exercícios básicos de Fitness de treino
cardiovascular. Uma combinação explosiva
com gasto calórico garantido, com recurso à
resistência aeróbia e muita diversão à mistura.
Baseadas em algo que quase todos gostam de
fazer – dançar –, as aulas de Zumba combinam
fitness e ritmos mundiais com coreografias fáceis
de seguir por qualquer pessoa. As aulas de Zumba são uma ótima atividade
Para fazer Zumba não tem que saber dançar, para todas as idades, géneros e níveis de
só tem que querer divertir-se! Apesar de ser um capacidade física sendo que o principal objetivo
exercício aeróbico, o bom desta modalidade é é Dançar e Diversão.
que cada praticante pode adaptar a intensidade Por isso, convido todas as pessoas a vir
à sua medida. Ou seja, consegue fazer com mais experimentar todas as quartas feiras às 21:30h,
energia, faz, se precisa moderar um pouco o 1h de pura magia e diversão!
ritmo, modera.

Venha ter connosco, todos os primeiros sábados de cada mês, estamos à sua
espera na Praça do Império, esquina do mercado, até às 8:45h para o transportar
ao Ipo-Porto a tentar Dar Sangue. Tendo alguma dúvida contacte o 913 717 208.

Se é saudável e de maior idade, venha connosco, vença a indiferença, ponha a sua


Solidariedade em evidência neste sentido.

Estamos presentes no Facebook com o nome de “AMBSP”.


Faça “gosto” na nossa página para estar a par dos nossos eventos e aceder à galeria de fotos.
facebook.com/associacao.ambsp
A AMBSP está sempre à procura de novos colaboradores para as mais diversas atividades
desenvolvidas, se quiseres fazer parte da equipa manda email para o ambsp.torres@gmail.com

7
Editor Design
Ana Catarina Ferreira Valéria Magalhães
Jornalistas Fotografia
Carla Carvalho, Inês Pereira, Sofia Abreu, Mariana Antunes,
Filipa Zarro, Mariana Antunes Renato Cruz
Ilustração Revisor
Víctor Gaio Pedro Teixeira

Programação 44º Aniversário AMBSP*


2 de março 16 de março
Hastear das Bandeiras Grande Noite de Fados
10:30h Pavilhão 21:30h Pavilhão

3 de março 24 de março
Missa em Homenagem aos Sócios Falecidos Concerto de Abertura “Cultura em Expansão”
11:00h Igreja Pasteleira 21:30h Pavilhão

6 de março 30 de março
Início dos torneios internos de sueca e bilhar Cerimónia de Encerramento e Entrega de Prémios
21:00h Salão de Jogos 21:30h Sala de Convívio

8 de março *A programação pode estar sujeita a alterações.


Sessão Solene
21:30h Sala de Convívio Com o apoio de:

10 de março
Tarde Musical
16:00h Pavilhão