Você está na página 1de 24

MOTOR DE INDUÇÃO

TRIFÁSICO
Campo Magnético Girante

MÁQUINAS ELÉTRICAS II
ROBERLAM GONÇALVES DE MENDONÇA, Dr
Prof. Titular do IFG
• Campo Magnético Girante
• Análise de um Solenoide
• Tomando-se um Enrolamento Monofásico, como parte inicial da
análise de um enrolamento trifásico de um motor de indução,
tem-se a seguinte distribuição de Fmm:
• Matematicamente, tem-se:
• Como a corrente Ia é alternada, tem-se:

E a Fmax é dada por


Como a FMM possui uma distribuição espacial fixa e amplitude
variável no tempo com a frequência ω, podemos observar este
comportamento em três instantes distintos, a seguir.

Desta forma, o campo


magnético produzido por um
enrolamento monofásico é
definido como Campo
Magnético Pulsante.
Fazendo-se a decomposição de Fa1, utilizando relações
trigonométricas, tem-se:
Campos de sequência positiva e negativa
Nota:

Em máquinas monofásicas, apenas o campo de sequência positiva


(gira no mesmo sentido que o rotor) produz um torque útil, o campo
de sequência negativa produz um torque frenante.
• Para um Enrolamento Trifásico

Cada um dos enrolamentos produz uma campo magnético


pulsante, que pode ser decomposto em dois campos girantes.
Devido ao defasamento espacial dos campos de cada fase
(dado pelo deslocamento espacial de 120 graus entre os
enrolamentos) e deslocamento temporal (dado pela defasagem
entre de 120 graus elétricos entre as correntes), a soma dos
campos inversos dos enrolamentos é zero em todos os instantes de
tempo. Por outro lado, a soma dos campos diretos produz um
campo magnético girante resultante que percorre o estator. Desta
forma, só existirá campo girante num sentido.
Representação esquemática do arranjo dos enrolamentos trifásicos de
máquinas de corrente alternada
A FMM resultante no entreferro da máquina, para um enrolamento
trifásico percorrido por correntes defasadas de 120°, é dada por:
Sabendo-se que:
O campo resultante se desloca no entreferro à uma velocidade
angular ω, diretamente proporcional a frequência de alimentação

A velocidade mecânica do rotor se relaciona com a velocidade do


campo girante da seguinte forma:

Ou,
Agora uma análise da representação do enrolamento.
Campo criado por cada fase.
Análise Gráfica.

Instante t=0
Instante t=1
Instante t=2
Análise do campo em 6 instantes distintos
• Rearranjando 3 eletroímãs e alimentados em CA, tem-se:
Distribuição de campo criado pelas 3 fases.