Você está na página 1de 155

LÍNGUA PORTUGUESA

LÍNGUA PORTUGUESA 1º ANO


I UNIDADE – 1º ANO
Campo da Vida Cotidiana: Brincadeiras Populares (comandos), Lista, Convite.
Eixos
Itens Oralidade, Leitura e Produção de Textos. Análise linguística/Semiótica

 Saber usar a língua falada em diferentes  Reconhecer que o sistema da escrita é formado por
situações sociais. palavras que são constituídas por letras e sílabas.
 Valorizar os textos de tradição oral,  Apropriar-se da língua escrita como objeto sócio-cultural, e
reconhecendo-os como manifestações de aspectos presentes nas práticas sociais da escrita.
culturais.  Relacionar fala e escrita, tendo em vista a
 Praticar a leitura de textos literários orais e apropriação do sistema de escrita, as variantes
Competência escritos para reflexão e apreciação. linguísticas e os diferentes gêneros textuais.
 Analisar a pertinência e a consciência de texto oral,
considerando a finalidade e característica do gênero
Brincadeira Popular.
 Desenvolver a cultura digital para acompanhar
a nova realidade do mundo na “Era da
Tecnologia e Informação”.
 Ler e produzir textos escritos, ainda que não
convencionalmente.
 Interagir com os diversos gêneros textuais em
situações reais.
 Reconhecer seu nome completo escrito, sabendo
identifica-lo nas diversas situações do cotidiano.
 Produzir textos de diferentes gêneros com
autonomia, atendendo a diferentes finalidades.
 Refletir e ampliar conhecimentos sobre como a
escrita funciona, assim como compreender as
relações, intencionalidades e funções sociais de
cada evento em que a linguagem escrita está
presente.
 Aprimorar as técnicas composicionais da
linguagem escrita reconhecendo a importância
de escrever, reler, revisar e reescrever textos,
considerando critérios discursivos, linguísticos,
gramaticais e as condições de produção.

• Planejar e produzir, em colaboração com os • Confeccionar crachá, identificando a grafia do


colegas e com a ajuda do professor, lista e próprio nome e dos colegas.
convite, dentre outros gêneros do campo da • Associar palavra escrita ao seu respectivo
vida cotidiana por meio de ferramentas digitais, desenho.
em áudio ou vídeo, considerando a situação • Organizar em ordem alfabética palavras
comunicativa e o tema/assunto/finalidade do trabalhadas.
texto. • Registrar nomes próprios que rimem com nomes
• Participar de interações orais em sala, de objetos.
Habilidades questionando, sugerindo, argumentando e • Distinguir letras, números e outros símbolos
respeitando momentos de escuta e fala. gráficos em gêneros diversos.
• Expressar sentimentos, preferências e opiniões • Empregar as letras do próprio nome em diferentes
nas situações do uso oral da língua. contextos;
• Expressar-se oralmente na produção coletiva • Reconhecer que retirar ou acrescentar letras/
de textos. sílabas em uma palavra altera o seu sentido.
• Participar de conversação espontânea • Reconhecer sons iniciais, mediais e finais a partir
reconhecendo sua vez de falar e de escutar, do padrão CV (Consoante e Vogal).
respeitando os turnos de fala e utilizando • Identificar nas listas temáticas que os nomes
fórmulas de cortesia (cumprimentos e podem se modificar quanto aos gêneros masculino
expressões como “por favor”, “obrigado(a)”, e feminino.
“com licença” etc.), quando necessário. • Estabelecer relações entre unidades sonoras e
• Escutar, com atenção e compreensão, suas representações gráficas.
instruções orais, acordos e combinados que • Reconhecer a função dos sinais de pontuação:
organizam a convivência em sala de aula. ponto fila, interrogação e exclamação.
• Identificar aspectos não linguísticos  Conhecer o gênero convite digital.
(paralinguísticos) presentes no ato de fala
(tom da voz e movimentos corporais) como parte
do significado do que é dito.
• Falar sobre situações nas quais se utiliza um
convite, descrevendo verbalmente
características do gênero.
• Identificar finalidades da interação oral em
diferentes contextos comunicativos (solicitar
informações, apresentar opiniões, informar e
relatar experiências).
• Ler textos conhecidos, tais como: listas, crachá
e convite.
• Ler e compreender em colaboração com os
colegas e com a ajuda do professor listas,
convites (digitais ou impressos), dentre outros
gêneros da vida cotidiana, considerando a
situação comunicativa relacionando sua forma
de organização à sua finalidade.
• Relacionar texto com ilustrações e outros
recursos gráficos.
• Localizar informações explícitas no texto.
• Identificar as estruturas gráficas de gênero que
compõem os textos.
• Realizar inferências em textos de diferentes
gêneros e temáticas.
• Reconhecer a finalidade do texto trabalhado.
• Relacionar textos verbais e não verbais
construindo sentido.
• Diferenciar letras de outros sinais gráficos.
• Ler as letras do alfabeto.
• Ler para a classe, com apoio do professor,
fazendo a correspondência sonora.
• Apontar a letra inicial do seu nome e dos seus
colegas na lista trabalhada.
• Ler listas construídas coletivamente.
• Identificar seu nome em fichas e crachás,
comparando aos dos colegas, em relação à
letra inicial, final e quantidade de letras.
• Reconhecer, em textos versificados, rimas,
sonoridades, jogos de palavras, expressões,
comparações, relacionando-as com sensações
e associações.
• Ouvir, com atenção e interesse, a leitura de
textos literários de gêneros e autores variados,
feita pelo professor, e conversar com os
colegas sobre o que acharam do texto.
• Selecionar livros da biblioteca e/ou do cantinho
de leitura da sala de aula para leitura individual,
na escola ou em casa, explicando os motivos
de sua escolha.
• Reconhecer o significado de palavras
conhecidos em texto.
• Reconhecer que os textos são lidos e escritos
da esquerda para a direita e de cima para baixo
da página.
• Escrever palavras em listas temáticas, a partir
do contexto em estudo.
• Planejar e produzir em colaboração com os
colegas e com a ajuda do professor convite,
dentre outros obedecendo à estrutura do
gênero e a finalidade.
• Escrever seu nome e o dos colegas.
• Escrever palavras ditadas.
• Reconhecer, diferenciar e relacionar letras em
formato imprensa e cursiva, maiúscula e
minúscula.
• Localizar a letra inicial das palavras e escrever
outras com a mesma letra.
• Identificar letras do alfabeto.
• Conhecer as direções da escrita.
• Identificar vogais nas palavras (V).
• Identificar as letras que compõem o próprio
nome.
• Completar palavras ou nomes próprios com
vogais e encontros vocálicos.
• Produzir o convite digital coletivamente.

• Escuta atenta. • Codificação e decodificação.


• Características da conversação espontânea. • Reflexão sobre o léxico do texto.
• Procedimentos de escuta de textos. • Construção do sistema alfabético.
Objeto do • Relato oral. • Pontuação.
Conhecimento • Protocolos de leitura. • Alfabeto
• Decodificação/fluência de leitura.
• Estratégia de leitura.
• Compreensão em leitura.
• Localização de informações em textos.
• Reconhecimento do alfabético.
• Formação de leitor.
• Convenções direcionais da escrita (de cima
para baixo, da esquerda para direita).
• Estruturação do gênero e finalidade.
• Utilização de tecnologia digital.
• Reconstrução das condições de produção e
recepção de textos.
• Produção e revisão de texto.
• Segmentar oralmente palavras em sílabas.
• Segmentar palavras em frases.
LÍNGUA PORTUGUESA 1º ANO

II UNIDADE – 1º ANO
Campo Artístico-Literário: Cantigas de roda, Quadrinhas e Emoctions.
Eixos
Itens Oralidade, leitura e Produção Textual Análise linguística/Semiótica

 Expressar ideias com clareza, demonstrando  Compreender o sistema de escrita no texto, a partir
tentativas de organização de pensamento. da reflexão e analise: quantas letras, quais letras e
 Praticar a leitura de textos literários orais e em que ordem aparece.
escritos para reflexão e apreciação.  Reconhecer que o sistema da escrita é formado por
 Saber usar a língua falada em diferentes palavras que são constituídas por letras e sílabas.
situações sociais.  Apropriar-se da língua escrita como objeto sócio-
 Valorizar os textos de tradição oral, cultural, e de aspectos presentes nas práticas
reconhecendo-os como manifestações sociais da escrita.
culturais.  Relacionar fala e escrita, tendo em vista a
Competência  Praticar a leitura de textos literários orais e apropriação do sistema de escrita, as variantes
escritos para reflexão e apreciação. linguísticas e os diferentes gêneros textuais.
 Analisar a pertinência e a consciência de texto
oral, considerando a finalidade e característica
do gênero Cantigas de Roda.
 Desenvolver a cultura digital para acompanhar
a nova realidade do mundo na “Era da
Tecnologia e Informação”.
 Ler e produzir textos escritos, ainda que não
convencionalmente.
 Interagir com os diversos gêneros textuais em
situações reais.
 Produzir textos de diferentes gêneros com
autonomia, atendendo a diferentes finalidades.
 Refletir e ampliar conhecimentos sobre como a
escrita funciona, assim como compreender as
relações, intencionalidades e funções sociais de
cada evento em que a linguagem escrita está
presente.
 Aprimorar as técnicas composicionais da
linguagem escrita reconhecendo a importância
de escrever, reler, revisar e reescrever textos,
considerando critérios discursivos, linguísticos,
gramaticais e as condições de produção.

 Identificar o efeito de sentido produzido pelo  Relacionar elementos sonoros (sílabas, fonemas,
uso de recursos expressivos gráfico-visuais em partes de palavras) com a sua representação
textos multissemióticos. escrita.
 Localizar informações explícitas em textos.  Comparar palavras, identificando semelhanças e
 Identificar a função social de textos que diferenças entre sons de sílabas, iniciais, mediais e
circulam em campos da vida social dos quais finais.
participa cotidianamente (a casa, a rua, a  Nomear as letras do alfabeto e recitá-lo na ordem
Habilidades comunidade a escola) e nas mídias impressa e das letras.
digital.  Reconhecer a função dos sinais de pontuação:
 Apreciar textos versificados, observando rima ponto final, interrogação, exclamação e
sonoridade, jogos de palavras, reconhecendo travessão nos textos.
seu pertencimento ao mundo imaginário e sua  Reconhecer a formação de sílabas a partir do
dimensão de encantamento, jogo e fruição. padrão CV (Consoante e Vogal), CVC (ex. tex-
 Escutar, com atenção, falas de professores e to, ve-ri-fi-car) e CCV (ex. pa-la-vra).
colegas, formulando perguntas pertinentes ao  Formar palavras com as letras T e D; G e C; R e
tema e solicitando esclarecimentos sempre que RR;F e V, percebendo os sons diferentes que
necessário. eles representam na escrita das palavras.
 Identificar a finalidade da interação oral em
diferentes contextos comunicativo.
 Relacionar texto com ilustrações e outros
recursos gráficos.
 Ler cantigas de roda e quadrinha, fazendo a
correspondência sonora.
 Ler textos de memória, obedecendo à direção
da escrita.
 Recontar oralmente com ou sem o apoio de
imagens textos literário lidos pelo professor.
 Realizar inferências em textos de diferentes
gêneros e temáticas, lido pelo professor ou
outro leitor experiente.
 Identificar características dos gêneros
em estudo.
 Reconhecer a finalidade dos gêneros em
estudo.
 Ler pequenos textos, apoiando-se em pistas
gráficas e semânticas.
 Ler, em textos, palavras conhecidas via
memoria ou relacionadas à sua experiência
pessoal (nomes próprios, nomes dos dias do
ano, da semana, marcas de produtos, etc).
 Relacionar os objetivos de leitura de textos lidos
na escola aos seus próprios objetivos de leitura
fora da escola.
 Identificar aspectos não linguísticos
(paralinguísticos) presentes no ato de fala(tom
da voz e movimento corporais ) como parte do
significado do que é dito.
 Identificar a função sociocomunicativa de textos
que circulam em esferas da vida social das
quais participa, reconhecendo para que tais
textos foram produzidos, onde circulam, quem
produziu, a quem se destinam.
 Reconhecer o significado de palavras
conhecidas em texto.
 Ouvir, com atenção e interesse, a leitura de
textos literários de gêneros e autores variados,
feita pelo professor, e conversar com os
colegas sobre o que acharam do texto.
 Explorar os recursos multisemióticos
disponíveis.
 Identificar as finalidades da interação oral em
diferentes contextos comunicativo.
 Formar palavras a partir de uma silaba dada.
 Forma novas palavras a partir de palavra.
 Reescrever quadrinhas e cantiga de roda.
 Completar espaços lacunados de texto em
estudo.
 Planejar e produzir em colaboração com os
colegas e com a ajuda do professor textos,
obedecendo à estrutura do gênero e a
finalidade.
 Escrever palavras ditadas, demonstrando
conhecer o princípio alfabético.
 Listar significados de emoctions (palavra).
 Formar frases.
 Copiar textos breves mantendo suas
características. (Espaçamento entre as
palavras, escrita das palavras e pontuação).
• Procedimentos de escuta de textos oral.  Reflexão sobre o conteúdo temático do texto.
• Relato oral.  Reflexão sobre o léxico do texto.
• Contagem de história.  Construção do sistema alfabético e da ortografia.
• Autodomínio do processo de leitura (elementos  Construção do sistema alfabético/Estabelecimento
para textuais). de relações anafóricas na referenciação e
• Formação do leitor literário. construção da coesão.
• Localização de informações em textos.  Palavras escritas com T e D, G e C.
• Seleção de informações.  Palavras escritas com R e RR.
Objeto do • Linguagem, interlocução e finalidade.  Palavras escritas com F e V.
Conhecimento • Decodificação (leitura de pequenos textos).  Sinais de pontuação: ponto final,
• Reconstrução das condições de produção e interrogação, exclamação e travessão
recepção de textos. (introdução).
• Utilização de tecnologia digital.  Consoantes e vogais na formação de
• Conhecimento do alfabeto. palavras.
• Estruturação do gênero.
• Formação de palavras e frases.
• Produção e revisão de texto.
LÍNGUA PORTUGUESA 1º ANO

III UNIDADE – 1º ANO


Campo das Práticas de Estudo e Pesquisa: Roda de Conversa, tabela e Calendário.
Eixos
Itens Oralidade, leitura e Produção Textual Análise linguística/Semiótica
 Expressar ideias com clareza, demonstrando • Compreender o sistema de escrita no texto, a partir da
tentativas de organização de pensamento. reflexão e analise: quantas letras, quais letras e em que
 Praticar a leitura de textos literários orais e ordem aparece.
escritos para reflexão e apreciação. • Estabelecer relações entre unidades sonoras e suas
representações gráficas.
 Expressar-se oralmente com clareza e objetividade
na transmissão de uma informação.  Dominar as correspondências entre letras ou grupos de letras
 Saber usar a língua falada em diferentes e seu valor sonoro, de modo a escrever palavras e textos.
situações sociais.  Apropriar-se da língua escrita como objeto sócio-
 Valorizar os textos de tradição oral, cultural, e de aspectos presentes nas práticas sociais
Competência reconhecendo-os como manifestações da escrita.
culturais.  Relacionar fala e escrita, tendo em vista a apropriação
 Praticar a leitura de textos literários orais e do sistema de escrita, as variantes linguísticas e os
escritos para reflexão e apreciação. diferentes gêneros textuais.
 Analisar a pertinência e a consciência de texto
oral, considerando a finalidade e característica
do gênero Roda de conversa.
 Desenvolver a cultura digital para acompanhar
a nova realidade do mundo na “Era da
Tecnologia e Informação”.
 Interagir com os diversos gêneros textuais em
situações reais.
 Produzir textos de diferentes gêneros com
autonomia, atendendo a diferentes finalidades.
 Refletir e ampliar conhecimentos sobre como a
escrita funciona, assim como compreender as
relações, intencionalidades e funções sociais de
cada evento em que a linguagem escrita está
presente.
 Aprimorar as técnicas composicionais da
linguagem escrita reconhecendo a importância
de escrever, reler, revisar e reescrever textos,
considerando critérios discursivos, linguísticos,
gramaticais e as condições de produção.

• Participar de interações orais em sala de aula,  Planejar e produzir, em colaboração com os colegas e
questionando, sugerindo, argumentando e com a ajuda do professor, curiosidades, relato de
respeitando os momentos de escuta e fala. experimentos, dentre outros gêneros do campo
• Utilizar elementos não verbais, gestos, postura investigativo, que possam ser repassados oralmente
corporal como complementação da fala. por meio de ferramentas digitais, em áudio ou vídeo,
• Expressar-se demonstrando respeito aos considerando a situação comunicativa e o
Habilidades diferentes posicionamentos levantados pelos tema/assunto/finalidade do texto.
colegas.  Utilizar vocabulário diversificado e adequado ao gênero
 Buscar, selecionar e ler, com mediação do e as finalidades propostas.
professor (leitura compartilhada), textos que  Identificar letras do alfabeto.
circulam em meios impressos ou digitais, de  Identificar a quantidade de letras que formam o nome.
acordo com as necessidades e interesses.  Reconhecer que as palavras são formadas por letras
• Dialogar sobre a função social dos textos digitais. e sílabas.
 Identificar que a troca de letras muda o sentido da
• Identificar a finalidade do gênero textual em palavra.
estudo.  Identificar sílabas no início, meio e fim das palavras
• Reconhecer a linguagem verbal e não verbal. (CV, CCV, CVC, V e VC).
• Acompanhar a leitura de textos.  Identificar palavras no texto a partir da quantidade de
• Localizar palavras em um texto. letras e sílabas;
 Ler e produzir tabela, ainda que não  Reconhecer que retirar ou acrescentar letras/sílabas
convencionalmente. em uma palavra altera o seu sentido.
 Ler e compreender, em colaboração com os  Identificar que os nomes podem se modificar quanto
colegas e com a ajuda do professor enunciado ao gênero ( masculino e feminino) e número.
de tarefas escolares, curiosidades, pequenos  Reconhecer os diferentes tipos de grafia.
relatos de experimentos, entre outros gêneros  Segmentar palavra em frases, marcando os espaços
do campo investigativos, considerando a em branco.
situação comunicativa e o tema/assunto do  Apontar a letra H em diferentes posições nas palavras.
texto.  Identificar a letra R nas diferentes posições em que
 Localizar informações explicita no texto. aparece na palavra.
 Realizar inferências em textos de diferentes  Identificar as letras CH, LH, NH, nas palavras em que
gêneros e temáticas. ocorrem.
 Selecionar livros da biblioteca e/ou do cantinho  Reconhecer a função dos sinais de pontuação: ponto
de leitura da sala de aula para leitura individual, final, interrogação, exclamação e travessão nos textos.
na escola ou em casa, explicando os motivos  Identificar e reproduzir, em enunciados de tarefas
de sua escolha. escolares, curiosidades, digitais ou impressos, a
 Ler palavras novas com precisão na formatação e diagramação.
decodificação, no caso de palavras de uso
frequente, ler globalmente, por memorização.
 Substituir desenhos por palavras nos textos.
 Produzir coletivamente tabela.
 Ordenar texto obedecendo à sequência lógica dos
fatos.
 Reescrever palavras ditadas com autonomia.
 Produzir frases a partir de imagens.
 Copiar textos breves mantendo suas
características. (Espaçamento entre as
palavras, escrita das palavras e pontuação).
 Formar palavras com diversas composições de
silabas.

• Planejamento de texto oral • Forma de composição dos textos/Adequação do texto


• Exposição oral. às normas de escrita.
• Produção de texto. • Construção do sistema alfabético e da ortografia.
• Revisão de texto. • Conhecimento do alfabeto.
• Compreensão em leitura. • Construção do sistema alfabético
• Reflexão sobre o conteúdo temático do texto. • Emprego da letra H nas palavras.
• Procedimentos de escuta de textos oral. • Emprego do R em diferentes posições.
• Relato oral. • Emprego do CH, LH e NH nas palavras.
Objeto do • Formação do leitor literário. • Sistema de escrita: quais letras, quantas letras, em que
Conhecimento • Autodomínio do processo de leitura ( elementos ordem.
para textuais). • Reflexão sobre o léxico do texto.
• Localização de informações em textos.
• Seleção de informações.
• Linguagem, interlocução e finalidade.
• Decodificação (leitura de pequenos textos)
/fluência de leitura.
• Formação de palavras e frases.
• Reconstrução das condições de produção e
recepção de textos.
• Utilização de tecnologia digital.

LÍNGUA PORTUGUESA 1º ANO

IV UNIDADE – 1º ANO
Campo da Vida Pública: Manchete, Placas de advertência e de trânsito e Cruzadinha.
Eixos
Itens Oralidade, leitura e Produção Textual Análise linguística/Semiótica

Competência  Expressar ideias com clareza, demonstrando • Compreender o sistema de escrita no texto, a partir
tentativas de organização de pensamento. da reflexão e analise: quantas letras, quais letras e
 Praticar a leitura de textos orais e escritos para em que ordem aparece.
reflexão e apreciação.  Estabelecer relações entre unidades sonoras e
 Expressar-se oralmente com clareza e objetividade suas representações gráficas.
na transmissão de uma informação.  Reconhecimento da palavra como unidade gráfica.
 Saber usar a língua falada em diferentes
situações sociais.
 Valorizar os textos de tradição oral,
reconhecendo-os como manifestações
culturais.
 Praticar a leitura de textos literários orais e
escritos para reflexão e apreciação.
 Desenvolver a cultura digital para acompanhar
a nova realidade do mundo na “Era da
Tecnologia e Informação”.
 Interagir com os diversos gêneros textuais em
situações reais.
 Produzir textos de diferentes gêneros com
autonomia, atendendo a diferentes finalidades.
 Refletir e ampliar conhecimentos sobre como a
escrita funciona, assim como compreender as
relações, intencionalidades e funções sociais de
cada evento em que a linguagem escrita está
presente.
 Aprimorar as técnicas composicionais da
linguagem escrita reconhecendo a importância
de escrever, reler, revisar e reescrever textos,
considerando critérios discursivos, linguísticos,
gramaticais e as condições de produção.

• Identificar o tema ou assunto desenvolvido nos • Utilizar vocabulário diversificado e adequado ao


textos. gênero e as finalidades propostas.
• Inferir informações em manchete, através da  Identificar letras do alfabeto.
leitura relacionando à produção escrita.  Reconhecer que as palavras são formadas por
• Inferir o sentido de uma palavra ou expressão em letras e sílabas.
textos informativos.  Identificar que a troca de letras muda o sentido da
Habilidades • Reconhecer as característica e função social. palavra.
 Identificar o número de palavras de uma frase,  Identificar sílabas no início, meio e fim das
tendo em vista os espaços em branco entre palavras (CV, CCV, CVC, V e VC).
elas.  Reconhecer que as sílabas variam quanto as suas
 Identificar o número de palavras em um composições.
pequeno texto (parlendas, quadrinhas,  Conhecer e fazer uso das grafias de palavras com
adivinhas), com até 20 palavras, tendo em vista correspondências regulares diretas entre letras e
os espaços em branco entre elas. fonemas (P, B,T,D,F,V)
 Contar número de sílabas de palavras  Identificar palavras no texto a partir da quantidade
dissílabas. de letras e sílabas;
 Utilizar vocabulário diversificado e adequado ao  Reconhecer que retirar ou acrescentar
gênero e as finalidades propostas. letras/sílabas em uma palavra altera o seu sentido.
 Identificar letras do alfabeto.  Identificar que os nomes podem se modificar
 Reconhecer os diferentes tipos de grafia. quanto ao gênero (masculino e feminino) e número.
 Segmentar palavra em frases, marcando os  Reconhecer a função dos sinais de pontuação: ponto
espaços em branco. final, interrogação, exclamação e travessão nos textos.
 Reconhecer os diferentes tipos de grafia.
 Segmentar palavra em frases, marcando os
espaços em branco.
 Planejar e produzir, em colaboração com os
colegas e com a ajuda do professor,
curiosidades, relato de experimentos, dentre
outros gêneros do campo investigativo, que
possam ser repassados oralmente por meio de
ferramentas digitais, em áudio ou vídeo,
considerando a situação comunicativa e o
tema/assunto/finalidade do texto.
 Ordenar texto obedecendo à sequência lógica
dos fatos.
 Reescrever palavras ditadas com autonomia.
 Copiar textos breves mantendo suas
características. (Espaçamento entre as palavras,
escrita das palavras e pontuação).
 Revisar e reelaborar os textos produzidos,
segundo critérios adequados aos objetivos, ao
público alvo e ao contexto de circulação.

• Procedimentos de escuta de textos oral.  Palavra com a mesma letra inicia.l


• Relato oral.  Letra inicial e letra final nas palavras.
• Formação do leitor literário.  Formação de palavras.
• Autodomínio do processo de leitura.  Relação de letras/ palavras/ texto.
• Localização de informações em textos.  Alfabeto e ordem alfabética.
• Seleção de informações.  Nomes próprios/ letra maiúscula
• Compreensão em leitura.  Correspondência letra/ som
• Linguagem, interlocução e finalidade.  Palavras de sentidos semelhantes: sinônimos
• Forma de composição de textos/adequação do  Sons iniciais, mediais e finais
Objeto do texto às normas de escrita.  Segmentação de palavras em frases
Conhecimento • Revisão de texto.
 Palavras com acento agudo e circunflexo
• Produção de texto.
 Gêneros masculino e feminino
• Utilização de tecnologia digital.
 Palavras escritas com CR, CL, PR, PL, BR, etc.
• Construção do sistema alfabético e da
ortografia.  A letra L no começo e no final de sílabas.
• Conhecimento do alfabeto.  Palavras terminadas em ão, em, im, um.
• Construção do sistema alfabético  Aquisição da consciência fonológica
• Formação de frases  Decodificação (leitura de pequenos textos).
• Escrita de palavras a partir de outras.  Reconstrução das condições de produção e
recepção de textos.
 Reflexão sobre o conteúdo temático do texto.
 Reflexão sobre o léxico do texto.
LÍNGUA PORTUGUES- 2º ANO

I UNIDADE
Campo da Vida Cotidiana: Recado, Agenda escolar e Bilhete

Itens Oralidade, Leitura e Produção de Texto Análise linguística/Semiótica

• Saber usar a língua falada em diferentes • Desenvolver a capacidade de identificar


situações sociais. marcas linguísticas específicas da fala e da
• Utilizar ao transmitir um recado, expressões que escrita e as relações entre elas.
marquem a passagem do tempo (antes, depois, • Utilizar vocabulário diversificado e adequado ao
ontem, hoje, amanhã, outro dia, antigamente, há gênero e às finalidades propostas.
muito tempo, etc.) e o nível de informatividade • Refletir e ampliar conhecimentos sobre como a
necessário.
escrita funciona, assim como compreender as
• Transmitir recado com autonomia e coerência.
relações, intencionalidades e funções sociais de
• Expressar-se oralmente com clareza e
cada evento em que a linguagem escrita está
objetividade na transmissão de uma informação. presente.
Competência • Compreender e produzir textos orais e escritos de • Reconhecer a função dos sinais de pontuação a
diferentes gêneros, veiculados em suportes acentuação como recursos linguísticos
textuais diversos, e para atender a diferentes importantes na organização e na construção de
propósitos comunicativos, considerando as sentido dos textos.
condições em que os discursos são criados. • Apropriar-se da linguagem escrita,
• Dialogar sobre temas dos gêneros textuais em reconhecendo-a como forma de interação nos
estudo, alternando momentos de fala e escuta. diferentes campos de atuação e utilizando-a
para ampliar suas possibilidades de participar da
• Expor ideias sobre o gênero que será estudado.
cultura letrada, de construir conhecimentos.
• Alargar o hábito da leitura, por meio da busca de
informações, nos gêneros textuais trabalhados,
para a promoção da ampliação da visão de
mundo e para a convivência diária enquanto
seres eminentemente sociais.
• Interagir com os diversos gêneros textuais em
situações reais.
• Ler, escutar e produzir textos orais, escritos e
multissemióticos que circulam em diferentes
campos de atuação e mídias com compreensão,
autonomia, fluência e criticidade, de modo a se
expressar e partilhar informações, experiências,
ideias e sentimentos.
• Aprimorar as técnicas composicionais da
linguagem escrita reconhecendo a importância
de escrever, reler, revisar e reescrever textos,
considerando critérios discursivos, linguísticos
gramaticais e as condições de produção.
• Analisar textos de ambientes virtuais
reconhecendo marcadores, estratégias e
recursos discursivos pertinentes aos gêneros
digitais, refletindo sobre eles, em especial o
Bilhete digital: a linguagem, o propósito
comunicativo e a interação entre os
interlocutores.
• Compreender e produzir textos destinados à
organização e socialização do saber escolar.
(Agenda escolar).
• Mobilizar práticas da cultura digital, diferentes
linguagens, mídias e ferramentas digitais para
expandir as formas de produzir sentidos (nos
processos de compreensão e produção),
aprender e refletir sobre o mundo e realizar
diferentes projetos autorais.
• Apropriar-se da linguagem escrita,
reconhecendo-a como forma de interação nos
diferentes campos de atuação da vida social e
utilizando-a para ampliar suas possibilidades de
participar da cultura letrada, de construir
conhecimentos (inclusive escolares) e de se
envolver com maior autonomia e protagonismo
na vida social.

• Escutar, com atenção, falas de professores e


colegas, formulando perguntas pertinentes ao  Copiar textos breves mantendo suas
tema e solicitando esclarecimentos sempre que características e voltando para o texto sempre
necessário. que tiver dúvidas sobre a sua distribuição
• Reconhecer características da conversação gráfica, espaçamento entre as palavras, escrita
Habilidades espontânea presencial, respeitando os turnos de das palavras e pontuação.
fala, selecionando e utilizando, durante a  Perceber o princípio acrofônico que opera nos
conversação, forma de tratamento adequado, de nomes das letras do alfabeto.
acordo com a situação e a posição do
interlocutor.  Ler e escrever corretamente palavras com
• Atribuir significado a aspectos não linguísticos sílabas CV, V, CVC, CCV, identificando que
(paralinguísticos) observados na fala, como existem vogais em todas as sílabas.
direção do olhar, risos, gestos, movimentos da  Segmentar palavras em sílabas e remover e
cabeça (de concordância ou discordância), substituir sílabas iniciais, mediais ou finais para
expressão corporal, tom de voz. criar novas palavras.
• Identificar finalidades da interação oral em  Relacionar elementos sonoros(sílabas, fonemas,
diferentes contextos comunicativos partes de palavras) com sua representação
(solicitar informações, apresentar opiniões, escrita.
informar, relatar experiências etc.).  Escrever palavras, frases, textos curtos nas
formas de bastão e cursiva.
• Planejar e produzir em colaboração com os  Identificar os sinais de pontuação como: ponto
colegas e com a ajuda do professor, recado, final, de interrogação e exclamação e seus
bilhete, que possam ser repassados oralmente efeitos de entonação.
por meio de ferramentas digitais, em áudio ou  Utilizar o acento agudo e circunflexo quando
vídeo, considerando a situação comunicativa e necessário.
o tema/assunto/finalidade do texto.  Memorizar a grafia de palavras de uso frequente
• Antecipar sentidos e ativar conhecimentos nas quais as relações fonema-grafema são
prévios relativos aos textos a serem lido pelo irregulares.
professor ou pelas crianças.
• Localizar, informação explícitas em textos, lidos
pelo professor e/ou com autonomia.
• Inferir o sentido de uma palavra ou expressão a
partir do contexto.
• Identificar o efeito de sentido produzido pelo uso
de recursos expressivos gráfico-visuais em
textos multissemióticos.
• Ler palavras com estrutura silábica simples
(canônica).
• Ler palavras com estrutura silábica complexa
(não canônica).
• Identificar a função social de textos que circulam
em campos da vida social dos quais participa
cotidianamente, nas mídias impressas, e massa
digital, reconhecendo para que foram
produzidos, onde circulam, quem os produziu e a
quem se destinam.
• Localizar palavras em um texto.
• Realizar inferência a partir da leitura de textos
verbais.
• Buscar, selecionar e ler, com a mediação do
professor (leitura compartilhada), textos que
circulem em meios impressos ou digitais.
• Estabelecer expectativas em relação ao texto
que vai ler (pressuposições antecipadoras dos
sentidos, da forma e da função social do texto),
apoiando-se em seus conhecimentos prévios
sobre as condições de produção e recepção
desse texto, o gênero, o suporte e o universo
temático, bem como sobre saliências textuais,
recursos gráficos, imagens, dados da própria
obra (índice, prefácio, etc.), confirmando
antecipações e inferências realizadas antes e
durante a leitura de textos, checando a
adequação das hipóteses realizadas.
• Ler e compreender, em colaboração com os
colegas e com a ajuda do professor ou já com
certa autonomia, recado, agenda escolar e
bilhete (digitais ou impressos), considerando a
situação comunicativa e o tema/assunto do texto
e relacionando sua forma de organização à sua
finalidade.
• Acompanhar a leitura de textos.
• Reconhecer a finalidade do gênero textual em
estudo.
• Ler para a classe, com apoio do
professor, fazendo a correspondência
sonora.
• Compreender textos lidos por outras pessoas, de
diferentes gêneros e com diferentes propósitos.
• Reconhecer que o sistema da escrita é formado
por palavras que são constituídas por letras e
sílabas.
•Escrever palavras ditadas pelo professor.
•Produzir textos coletivamente.
•Escrever coletivamente e com autonomia a
agenda do dia, obedecendo à estrutura do
gênero.
•Reescrever textos trabalhados com ajuda do
professor e/ou com autonomia.
• Ordenar palavras formando frases.
• Completar espaços lacunados com palavras.
• Organizar palavras trabalhadas em ordem
alfabética.
• Planejar e produzir a escrita de textos,
adequando a linguagem à intenção
comunicativa (para quem escrevo, por
que/para quê escrevo e como escrevo), ao
contexto e aos interlocutores (quem
escreve/para quem escreve), como também
considerando o suporte (qual é o portador do
texto); organização e formação do texto e seu
tema, pesquisando em que meios impressos
ou digital, sempre que for preciso, informações
necessárias á produção do texto, organizando
em tópicos os dados e as fontes pesquisadas.
• Reler e revisar o texto produzido com a ajuda
do professor, com a colaboração dos colegas e
com autonomia, para corrigi-lo e aprimorá-lo,
fazendo cortes, acréscimos, reformulações,
correções de ortografia e pontuação.
• Editar a versão final dos textos, em
colaboração com os colegas, com a ajuda do
professor e com autonomia, ilustrando, quando
for o caso, em suporte adequado, manual ou
digital.
• Utilizar software, inclusive programas de
edição de texto, para editar e publicar os textos
produzidos, explorando os recursos
multissemióticos disponíveis.
• Planejar e produzir recado, agenda escolar,
bilhete por meio impresso e/ou digital,
mantendo as características do gênero do
campo da vida cotidiana, considerando a
situação comunicativa e o
tema/assunto/finalidade do texto.
• Escrever frases encadeadas e pequenos textos
por meio de gravuras.
• Escrever bilhete obedecendo à estrutura e
características do gênero.
• Aplicar conhecimento de contextos e estrutura
de bilhetes, para escrever palavras que faltam
num bilhete.
• Estruturar o texto de acordo com as
especificidades do gênero.

 Escuta atenta
• Características da conversação espontânea.  Construção do sistema alfabético e da ortografia./
• Aspectos não linguísticos (paralinguísticos) no ato Estabelecimento de relações anafóricas na
da fala. referenciação e construção da coesão.
• Relato oral/Registro formal e informal.  Ordem alfabética.
• Produção de texto oral.  Conhecimento das diversas grafias do alfabeto/.
• Expressar com clareza um recado;  Palavras com E e I.
• Estratégia de leitura.  Forma de composição do texto.
• Reconstrução das condições de produção e  Acentuar a palavras.
recepção de textos.  Sinais de pontuação.
•Identificar letras do alfabeto.
 Inferência de irregularidades ortográficas.
• Reconhecer que retirar ou acrescentar letras/
 Separação entre as palavras (segmentação).
Objeto do sílabas em uma palavra altera o seu sentido.
•Segmentar palavras em frases.
 Escrita de palavras a partir de outras.
Conhecimento
•Formação de leitor.  Sistema de escrita: quais letras, quantas letras,
•Compreensão em leitura. em que ordem.
• Produzir textosFormação de palavras.  Correspondência letra/ som.
• Alfabeto e ordem alfabética.  Sons iniciais, mediais e finais.
• Escrita de palavras a partir de outras.  Nomes próprios/ letra maiúscula.
• Planejamento de texto.  Palavras com acentos agudos e circunflexos.
• Revisão de texto.
• Edição de textos.
• Utilização de tecnologia digital.
• Sistema de escrita: quais letras, quantas
letras, em que ordem.
• Escrita autônoma e compartilhada.
LÍNGUA PORTUGUES- 3º ANO
IUNIDADE – 3º ANO
Campo da Vida Cotidiana: Regra de Jogo, Cardápio e Receita Culinária.
Eixos
Itens Oralidade, Leitura e Produção de Texto Análise linguística/Semiótica
(Ortografização)
Competência Oralidade Análise Linguística
 Saber usar a língua falada em diferentes  Desenvolver a capacidade de identificar marcas
situações sociais. linguísticas específicas da fala e da escrita e as
 Valorizar os textos de tradição oral, relações entre elas.
reconhecendo-os como manifestações culturais.  Utilizar vocabulário diversificado e adequado ao
 Praticar a leitura de textos literários orais e gênero e as finalidades propostas.
escritos para reflexão e apreciação.  Refletir e ampliar conhecimentos sobre como a
 Interagir com os diversos gêneros textuais em escrita funciona, assim como compreender as
situações reais. relações, intencionalidades e funções sociais de
 Reconhecer as características da oralidade e da cada evento em que a linguagem escrita está
escrita na perspectiva do contínuo, em que fala e presente.
escrita são interativas, complementares e não  Reconhecer a função dos sinais de pontuação e
dicotômicas. acentuação como recursos linguísticos importantes
 Compreender e produzir textos orais e escritos na organização e na construção de sentido dos
de diferentes gêneros, veiculados em suportes textos.
textuais diversos, e para atender a diferentes  Apropriar-se da linguagem escrita, reconhecendo-a
propósitos comunicativos, considerando as como forma de interação nos diferentes campos de
condições em que os discursos são criados. atuação e utilizando-a para ampliar suas
 Dialogar sobre temas dos gêneros textuais em possibilidades de participar da cultura letrada, de
estudo alternando momentos de fala e escuta. construir conhecimentos.
 Expor ideias sobre o gênero que será estudado.  Apropriar-se da língua escrita como objeto sócio-
cultural, e de aspectos presentes nas práticas
sociais da escrita.
Leitura  Analisar a pertinência e a consciência de texto oral,
 Ler, escutar e produzir textos orais, escritos considerando a finalidade e característica dos
e multissemióticos que circulam em gêneros em estudo.
diferentes campos de atuação e mídias,  Relacionar fala e escrita, tendo em vista a
com compreensão, autonomia, fluência e apropriação do sistema de escrita, as variantes
criticidade, de modo a se expressar e linguísticas e os diferentes gêneros textuais.
partilhar informações, experiências, ideias e  Adequar o uso padrão ou não padrão dos sinais de
sentimentos, e continuar aprendendo. pontuação, uso de maiúscula e minúscula e acentos
 Selecionar textos e livros para leitura em um texto ou sequência textual, considerando a
integral de acordo com os objetivos, situação comunicativa e o gênero em estudo.
interesses e projetos pessoais (estudo, 
formação pessoal, entretenimento,
pesquisa, trabalho, etc.)
 Alargar o hábito da leitura por meio da
busca de informações, nos gêneros textuais
trabalhados, para a promoção da ampliação
da visão de mundo e para a convivência
diária enquanto seres eminentes sociais.
 Interagir com os diversos gêneros textuais
em situações reais.

 Produção Textual
 Produzir textos de diferentes gêneros com
autonomia, atendendo a diferentes finalidades.
 Desenvolver a cultura digital para acompanhar a
nova realidade do mundo na “Era da Tecnologia
e Informação”.
 Refletir e ampliar conhecimentos sobre como a
escrita funciona, assim como compreender as
relações, intencionalidades e funções sociais de
cada evento em que a linguagem escrita está
presente.
 Apropriar-se da linguagem escrita,
reconhecendo-a como forma de interação nos
diferentes campos de atuação da vida social e
utilizando-a para ampliar suas possibilidades de
participar da cultura letrada, de construir
conhecimentos (inclusive escolares) e de se
envolver com maior autonomia e protagonismo
na vida social.
 Apropriar as técnicas composicionais da
linguagem escrita reconhecendo a importância
de escrever, reler, revisar e reescrever textos,
considerando os critérios discursivos, linguísticos
gramaticais e as condições de produção.
 Analisar textos de ambientes virtuais
reconhecendo marcadores estratégias e
recursos discursivos pertinentes aos gêneros
digitais, refletindo sobre eles, em especial
cardápio: a linguagem, o proposito comunicativo,
e a interação entre os interlocutores.
 Mobilizar práticas da cultura digital diferentes
linguagens, mídias e ferramentas digitais para
expandir as formas de produzir sentidos (nos
processos de compreensão e produção),
aprender e refletir sobre o mundo e realizar
diferentes projetos autorais.
Habilidades oralidade  Recorrer ao dicionário para esclarecer dúvida
 Expressar-se em situações de intercambio sobre a escrita de palavras, especialmente no
oral com clareza, preocupando-se em ser caso de palavras com relações irregulares
compreendido pelo interlocutor e usando a fonema-grafema.
palavra com tom de voz audível, boa  Ler e escrever corretamente palavras com
articulação e ritmo adequado. sílabas CV, V, CVC, CCV, VC, VV, CVV,
 Escutar, com atenção, falas de professores e identificando que existem vogais em todas as
colegas, formulando perguntas pertinentes ao sílabas.
tema e solicitando esclarecimentos sempre  Memorizar a grafia de palavras de uso
que necessário. frequente nas quais as relações fonema-
 Reconhecer características da conversação grafema são irregulares e com h inicial que não
espontânea presencial, respeitando os turnos representa fonema.
de fala, selecionando e utilizando, durante a  Ler e escrever corretamente palavras com
conversação, formas de tratamento dígrafos.
adequadas, de acordo com a situação e a  Identificar e produzir em textos injuntivos
posição do interlocutor. instrucionais (regra de jogo, receita culinária
 Atribuir significado a aspectos não instrução de montagem digitais ou impressos),
linguísticos (para linguísticos) observados na a formatação própria desses textos (verbos
fala, como direção de olhar, riso, gestos, imperativos, indicação de passos a ser
movimentos da cabeça (de concordância ou seguidos) e a diagramação específicas dos
discordância), expressão corporal, tom de textos desses gêneros (lista de ingredientes ou
voz. materiais e instruções de execução – “modo de
 Assistir, em vídeo digital, a programa de fazer”).
culinária infantil e, a partir dele, planejar e  Identificar e diferenciar, em textos, substantivos
produzir receitas em áudio ou vídeo. e verbos e suas funções na oração: agente,
 Dialogar sobre os temas nos gêneros ação, objeto da ação.
textuais em estudo, alternando  Usar acento gráfico (agudo ou circunflexo) em
momentos de escuta e fala. monossílabos tônicos terminados em a, e, o e
 Dialogar sobre as antecipações do texto em palavras oxítonas terminadas em a, e, o,
(Imagens, autoria, tema e finalidade). seguidas ou não de s.
 Utilizar linguagem adequada em  Identificar o número de sílabas de palavras,
diferentes situações de comunicação. classificando-as em monossílabas, dissílabas,
trissílabas e polissílabas.
LEITURA  Identificar a sílaba tônica em palavras,
 Construir o sentido dos gêneros classificando-as em oxítonas, paroxítonas e
cardápio e receita culinária, proparoxítonas.
relacionando imagens e palavras e  Identificar a função na leitura e usar na escrita
interpretando os recursos gráficos. ponto final, ponto de interrogação, ponto de
 Compreender, com autonomia, exclamação e, em diálogos (discurso direto),
regra de jogo com expressão de dois-pontos e travessão.
sentimentos e opiniões, dentre  Identificar, em textos, adjetivos e sua função de
outros gêneros do campo da vida atribuição de propriedades aos substantivos.
cotidiana de acordo com as  Identificar em textos e usar na produção textual
convenções do gênero regra de pronomes pessoais, possessivos e
jogo, considerando a situação demonstrativos, como recurso coesivo
comunicativa/assunto do texto. anafórico.
 Identificar a função social de textos que  Reconhecer prefixos e sufixos produtivos na
circulam em campos da vida social dos quais formação de palavras derivadas de
participa cotidianamente (a casa, a rua, a substantivos, de adjetivos e de verbos,
comunidade, a escola) e nas mídias utilizando-os para compreender palavras e para
impressa, de massa e digital, reconhecendo formar novas palavras.
para que foram produzidos, onde circulam,
quem os produziu e a quem se destinam.
 Estabelecer expectativas em relação ao texto
que vai ler (pressuposições antecipadoras
dos sentidos, da forma e da função social do
texto), apoiando-se em seus conhecimentos
prévios sobre as condições de produção e
recepção desse texto, o gênero, o suporte e
o universo temático, bem como sobre
saliências textuais, recursos gráficos,
imagens, dados da própria obra (índice,
prefácio etc.), confirmando antecipações e
inferências realizadas antes e durante a
leitura de textos, checando a adequação das
hipóteses realizadas.
 Localizar informações explícitas em textos.
 Identificar o efeito de sentido produzido pelo
uso de recursos expressivos gráfico-visuais
em textos multissemióticos.
 Ler e compreender, silenciosamente e, em
seguida, em voz alta, com autonomia e
fluência, textos curtos com nível de
textualidade adequado.
 Ler e compreender, com autonomia, textos
injuntivos instrucionais (receitas, instruções
de montagem etc.), com a estrutura própria
desses textos (verbo imperativos, indicação
de passos a ser seguidos) e mesclando
palavras, imagens e recursos gráficos
visuais, considerando a situação
comunicativa e o tema/assunto do texto.
 Selecionar livros da biblioteca e/ou do
cantinho de leitura da sala de aula e/ou
disponíveis em meios digitais para leitura
individual, justificando a escolha e
compartilhando com os colegas sua opinião,
após a leitura.
 Identificar a ideia central do texto,
demonstrando compreensão global.
 Inferir informações implícitas nos textos lidos.
 Inferir o sentido de palavras ou expressões
desconhecidas em textos, com base no
contexto da frase ou do texto.
 Reconhecer as marcas linguísticas típicas de
cada gênero.
 Identificar as estruturas gráficas e de
gênero que compõe os textos.
 Reconhecer a finalidade do texto.
 Ler corretamente, palavras com sílabas VV e
CVV em casos nos quais a combinação VV
(ditongo) é reduzida na língua oral (ai, ei, ou).

PRODUÇÃO

 Planejar, com a ajuda do professor, o texto


que será produzido, considerando a situação
comunicativa, os interlocutores (quem
escreve/para quem escreve); a finalidade ou
o propósito (escrever para quê); a circulação
(onde o texto vai circular); o suporte (qual é o
portador do texto); a linguagem, organização
e forma do texto e seu tema, pesquisando
em meios impressos ou digitais, sempre que
for preciso, informações necessárias à
produção do texto, organizando em tópicos
os dados e as fontes pesquisadas.
 Reler e revisar o texto produzido com a ajuda
do professor e a colaboração dos colegas,
para corrigi-lo e aprimorá-lo, fazendo cortes,
acréscimos, reformulações, correções de
ortografia e pontuação.
 Editar a versão final do texto, em
colaboração com os colegas e com a ajuda
do professor, ilustrando, quando for o caso,
em suporte adequado, manual ou digital.
 Utilizar software, inclusive programas de
edição de texto, para editar e publicar os
textos produzidos, explorando os recursos
multissemióticos disponíveis.
 Utilizar, ao produzir um texto, conhecimentos
linguísticos e gramaticais, tais como
ortografia, regras básicas de concordância
nominal e verbal, pontuação (ponto final,
ponto de exclamação, ponto de interrogação,
vírgulas em enumerações) e pontuação do
discurso direto, quando for o caso.
 Planejar e produzir textos informativos, com a
estrutura própria desse texto) e mesclando
imagens e recursos gráfico-visuais,
considerando a situação comunicativa do
texto.
 Planejar e produzir, regra de jogo com
expressão de sentimentos e opiniões, dentre
outros gêneros do campo da vida cotidiana
de acordo com as convenções do gênero
regra de jogo, considerando a situação
comunicativa/assunto do texto.
 Reescrever texto coletivamente com
atividades de sinais de pontuação.
 Escrever corretamente palavras com
dígrafos.
 Escrever, corretamente, palavras com sílabas
VV e CVV em casos nos quais a combinação
VV (ditongo) é reduzida na língua oral (ai, ei,
ou).

ORALIDADE • Construção do sistema alfabético e da ortografia.


Objeto do  Oralidade pública/Intercâmbio conversacional • Forma de composição do texto.
Conhecimento em sala de aula. • Morfossintaxe.
 Escuta atenta. • Conhecimento das diversas grafias do
 Características da conversação espontânea. alfabeto/Acentuação.
 Aspectos não linguísticos (paralinguísticos) no • Segmentação de palavras/Classificação de palavras
ato da fala. por número de sílabas.
 Relato oral/Registro formal e informal. • Construção do sistema alfabético.
 Produção de texto oral. • Sinais de pontuação.
• Morfologia.
LElTURA • Dígrafos.

 Compreensão em leitura.
 Reconstrução das condições de produção e
recepção de textos.
 Estratégia de leitura.
 Leitura de imagens.
 Decodificação/Fluência de leitura.
 Formação de leitor.
 Compreensão em leitura.
 Estratégia de leitura.

PRODUÇÃO

 Planejamento de texto.
 Escrita colaborativa.
 Revisão de textos.
 Edição de textos.
 Utilização de tecnologia digital.
 Construção do sistema alfabético/Convenções
da escrita.
 Condições de produção: Linguagem,
interlocução, finalidade, estrutura e suporte do
gênero.
LÍNGUA PORTUGUES- 3º ANO
II UNIDADE – 3º ANO
Campo Artístico-Literário: Letra de Canção, Fábulas, Curta-metragem.
Eixos
Itens Oralidade, Leitura e Produção de Texto Análise linguística/Semiótica
Competência Oralidade
 Desenvolver a capacidade de
 Saber usar a língua falada em identificar marcas linguísticas
diferentes situações sociais. especificas da fala e da escrita e as
 Valorizar os textos de tradição oral, relações entre elas.
reconhecendo-os como manifestações  Utilizar vocabulário diversificado e
culturais. adequado ao gênero e as finalidades
 Praticar a leitura de textos literários propostas.
orais e escritos para reflexão e  Refletir e ampliar conhecimentos
apreciação. sobre como a escrita funciona, assim
 Interagir com os diversos gêneros como compreender as relações,
textuais em situações reais. intencionalidades e funções sociais de
 Reconhecer as características da cada evento em que a linguagem
oralidade e da escrita na perspectiva escrita está presente.
do contínuo, em que fala e escrita são  Reconhecer a função dos sinais de
interativas, complementares e não pontuação e acentuação como
dicotômicas. recursos linguísticos importantes na
 Compreender e produzir textos orais e organização e na construção de
escritos de diferentes gêneros, sentido dos textos.
veiculados em suportes textuais  Apropriar-se da linguagem escrita,
diversos, e para atender a diferentes reconhecendo-a como forma de
propósitos comunicativos, interação nos diferentes campos de
considerando as condições em que os atuação e utilizando-a para ampliar
discursos são criados. suas possibilidades de participar da
 Dialogar sobre temas dos gêneros cultura letrada, de construir
textuais em estudo alternando conhecimentos.
momentos de fala e escuta.  Apropriar-se da língua escrita como
 Expor ideias sobre o gênero que será objeto sócio-cultural, e de aspectos
estudado. presentes nas práticas sociais da
Leitura escrita.
 Analisar a pertinência e a consciência
 Ler, escutar e produzir textos de texto oral, considerando a
orais, escritos e multissemióticos finalidade e característica dos gêneros
que circulam em diferentes em estudo.
campos de atuação e mídias,  Relacionar fala e escrita, tendo em
com compreensão, autonomia, vista a apropriação do sistema de
fluência e criticidade, de modo a escrita, as variantes linguísticas e os
se expressar e partilhar diferentes gêneros textuais.
informações, experiências, ideias  Adequar o uso padrão ou não padrão
e sentimentos, e continuar dos sinais de pontuação, uso de
aprendendo. maiúscula e minúscula e acentos em
 Selecionar textos e livros para um texto ou sequência textual,
leitura integral de acordo com os considerando a situação comunicativa
objetivos, interesses e projetos e o gênero em estudo.
pessoais (estudo, formação
pessoal, entretenimento,
pesquisa, trabalho, etc.)
 Alargar o hábito da leitura por
meio da busca de informações,
nos gêneros textuais
trabalhados, para a promoção da
ampliação da visão de mundo e
para a convivência diária
enquanto seres eminentes
sociais.
 Interagir com os diversos
gêneros textuais em situações
reais.

Produção
 Produzir textos de diferentes gêneros
com autonomia, atendendo a
diferentes finalidades.
 Desenvolver a cultura digital para
acompanhar a nova realidade do
mundo na “Era da Tecnologia e
Informação”.
 Refletir e ampliar conhecimentos
sobre como a escrita funciona, assim
como compreender as relações,
intencionalidades e funções sociais de
cada evento em que a linguagem
escrita está presente.
 Apropriar-se da linguagem escrita,
reconhecendo-a como forma de
interação nos diferentes campos de
atuação da vida social e utilizando-a
para ampliar suas possibilidades de
participar da cultura letrada, de
construir conhecimentos (inclusive
escolares) e de se envolver com maior
autonomia e protagonismo na vida
social.
 Apropriar as técnicas composicionais
da linguagem escrita reconhecendo a
importância de escrever, reler, revisar
e reescrever textos, considerando os
critérios discursivos, linguísticos
gramaticais e as condições de
produção.
 Analisar textos de ambientes virtuais
reconhecendo marcadores estratégias
e recursos discursivos pertinentes aos
gêneros digitais, refletindo sobre eles,
em especial cardápio: a linguagem, o
proposito comunicativo, e a interação
entre os interlocutores.
 Mobilizar práticas da cultura digital
diferentes linguagens, mídias e
ferramentas digitais para expandir as
formas de produzir sentidos (nos
processos de compreensão e
produção), aprender e refletir sobre o
mundo e realizar diferentes projetos
autorais.

 Oralidade  Identificar em narrativas, cenário,


Habilidades  Cantar o gênero letra de canção, personagem central, conflito
observando as rimas e gerador, resolução e ponto de
obedecendo ao ritmo e à melodia. vista com base no qual histórias
 Ouvir gravações, canções, textos são narradas, diferenciando
falados em diferentes variedades narrativas em primeira e terceira
linguísticas, identificando pessoas.
características regionais, urbanas  Diferenciar discurso indireto e
e rurais da fala e respeitando as discurso direto, determinando o
diversas variedades linguísticas efeito de sentido de verbos de
como características do uso da enunciação e explicando o uso de
língua por diferentes grupos variedades linguísticas no discurso
regionais ou diferentes culturas direto, quando for o caso.
locais, rejeitando preconceitos  Identificar, em textos versificados,
linguísticos. efeitos de sentido decorrentes do
 Recontar oralmente, com e sem uso de recursos rítmicos e
apoio de imagem, textos literários sonoros e de metáforas.
lido pelo professor.  Recorrer ao dicionário para
 Expressar-se em situações de esclarecer dúvida sobre a escrita
intercambio oral com clareza, de palavras, especialmente no
preocupando-se em ser caso de palavras com relações
compreendido pelo interlocutor e irregulares fonema-grafema.
usando a palavra com tom de voz  Ler e escrever palavras com
audível, boa articulação e ritmo correspondências regulares
adequado. contextuais entre grafemas e
 Escutar, com atenção, falas de fonemas – c/qu; g/gu; r/rr; s/ss o (e
professores e colegas, formulando não u) e e (e não i) em sílaba
perguntas pertinentes ao tema e átona em final de palavra – e com
solicitando esclarecimentos marcas de nasalidade.
sempre que necessário.  Ler e escrever corretamente
 Reconhecer características da palavras com sílabas CV, V, CVC,
conversação espontânea CCV, VC, VV, CVV, identificando
presencial, respeitando os turnos que existem vogais em todas as
de fala, selecionando e utilizando, sílabas.
durante a conversação, formas de  Memorizar a grafia de palavras de
tratamento adequadas, de acordo uso frequente nas quais as
com a situação e a posição do relações fonema-grafema são
interlocutor. irregulares e com h inicial que não
 Atribuir significado a aspectos não representa fonema.
linguísticos ( para linguísticos)  Identificar e diferenciar, em textos,
observados na fala, como direção substantivos e verbos e suas
de olhar, riso, gestos, movimentos funções na oração: agente, ação,
da cabeça (de concordância ou objeto da ação.
discordância), expressão corporal,  Usar acento gráfico (agudo ou
tom de voz. circunflexo) em monossílabos
 Dialogar sobre os temas nos tônicos terminados em a, e, o e
gêneros textuais em estudo, em palavras oxítonas terminadas
alternando momentos de em a, e, o, seguidas ou não de s.
escuta e fala.  Identificar o número de sílabas de
 Dialogar sobre as antecipações palavras, classificando-as em
do texto (Imagens, autoria, monossílabas, dissílabas,
tema e finalidade). trissílabas e polissílabas.
 Utilizar linguagem  Identificar a sílaba tônica em
adequada em diferentes palavras, classificando-as em
situações de comunicação. oxítonas, paroxítonas e
 Ouvir gravações, canções, textos proparoxítonas.
falados em diferentes variedades  Identificar a função na leitura e
linguísticas identificando usar na escrita ponto final, ponto
características regionais urbanas de interrogação, ponto de
e rurais da fala e respeitando as exclamação e, em diálogos
diversas variedades linguísticas (discurso direto), dois-pontos e
como características do uso da travessão.
língua por diferentes grupos  Identificar, em textos, adjetivos e
regionais ou diferentes culturas sua função de atribuição de
locais, rejeitando preconceitos propriedades aos substantivos.
linguísticos.  Identificar em textos e usar na
Leitura produção textual pronomes
pessoais, possessivos e
 Reconhecer que os textos litrarios demonstrativos, como recurso
fazem parte do mundo do coesivo anafórico.
imaginário e apresentam uma  Reconhecer prefixos e sufixos
dimensão lúdica de encantamento produtivos na formação de
valorizando-os em sua diversidade palavras derivadas de
cultural, como patrimônio artístico substantivos, de adjetivos e de
da humanidade. verbos, utilizando-os para
 Ler e compreender, em compreender palavras e para
colaboração com os colegas e formar novas palavras.
com a ajuda do professor e, mais  Reconhecer que a letra M
tarde, de maneira autônoma, aparece sempre depois do P e
textos narrativos de maior porte B e ampliar esse conhecimento
como fábula e contos. à escrita de palavras.
 Ler e compreender, de forma  Distinguir substantivo comum
autônoma, textos literários de de próprio, refletindo sobre o
diferentes gêneros e extensões, uso da letra maiúscula em
inclusive aqueles sem ilustrações substantivos próprios.
estabelecendo preferencias por  Reconhecer e identificar
gêneros, temas, autores. palavras com L e U no final,
 Perceber diálogos em textos observando o seu contexto de
narrativos, observando o efeito de uso.
sentido de verbos de enunciação 
e, se for o caso, o uso de
variedades linguísticas no discurso
direto.
 Identificar funções do texto
dramático (escrito para ser
encenado) e sua organização por
meio de diálogos entre
personagens e marcadores das
falas dos personagens e de cena.
 Identificar a função social de
textos que circulam em campos da
vida social dos quais participa
cotidianamente (a casa, a rua, a
comunidade, a escola) e nas
mídias impressa, de massa e
digital, reconhecendo para que
foram produzidos, onde circulam,
quem os produziu e a quem se
destinam.
 Estabelecer expectativas em
relação ao texto que vai ler
(pressuposições antecipadoras
dos sentidos, da forma e da
função social do texto), apoiando-
se em seus conhecimentos
prévios sobre as condições de
produção e recepção desse texto,
o gênero, o suporte e o universo
temático, bem como sobre
saliências textuais, recursos
gráficos, imagens, dados da
própria obra (índice, prefácio etc.),
confirmando antecipações e
inferências realizadas antes e
durante a leitura de textos,
checando a adequação das
hipóteses realizadas.
 Localizar informações explícitas
em textos.
 Identificar o efeito de sentido
produzido pelo uso de recursos
expressivos gráfico-visuais em
textos multissemióticos.
 Recuperar relações entre partes
de um texto, identificando
substituições lexicais (de
substantivos por sinônimos) ou
pronominais (uso de pronomes
anafóricos – pessoais,
possessivos, demonstrativos) que
contribuem para a continuidade do
texto.
 Ler e compreender,
silenciosamente e, em seguida,
em voz alta, com autonomia e
fluência, textos curtos com nível
de textualidade adequado.
 Selecionar livros da biblioteca e/ou
do cantinho de leitura da sala de
aula e/ou disponíveis em meios
digitais para leitura individual,
justificando a escolha e
compartilhando com os colegas
sua opinião, após a leitura.
 Identificar a ideia central do texto,
demonstrando compreensão
global.
 Inferir informações implícitas nos
textos lidos.
 Inferir o sentido de palavras ou
expressões desconhecidas em
textos, com base no contexto da
frase ou do texto.
 Reconhecer no texto, o
sentido decorrente do
emprego intencional e
repetido de palavras ou
expressões.
 Compreender, com
autonomia, letra de
canção com expressão
de sentimentos e
opiniões, dentre outros
gêneros do campo da
vida cotidiana de acordo
com as convenções do
gênero letra de canção,
considerando a situação
comunicativa/assunto do
texto.
 Envolver-se em práticas
de leitura literária que
possibilitem o
desenvolvimento do
senso estético para
fruição, valorizando a
literatura e outras
manifestações artístico-
culturais como formas de
acesso às dimensões
lúdicas de imaginário e
encantamento,
reconhecendo o potencial
transformados e
humanizador da
experiência com a
literatura.

PRODUÇÃO
 Criar narrativas ficcionais, com
certa autonomia, utilizando
detalhes descritivos, sequencias
de eventos e imagens apropriadas
para sustentar o sentido do texto,
e marcadores de tempo, espaço e
de fala de personagens.
 Ler e compreender, com certa
autonomia, narrativas ficcionais
que apresentem cenários e
personagens, observando os
elementos da estrutura narrativa:
enredo, tempo, espaço,
personagens, narrador e a
construção do discurso indireto e
discurso direto.
 Utilizar, ao produzir um texto,
recursos de referenciação (por
substituição lexical ou por
pronomes pessoais, possessivos
e demonstrativos), vocabulário
apropriado ao gênero, recursos de
coesão pronominal (pronomes
anafóricos) e articuladores de
relações de sentido (tempo,
causa, oposição, conclusão,
comparação), com nível suficiente
de informatividade.
 Organizar o texto em unidades de
sentido dividindo-o em parágrafos
segundo as normas gráficas e de
acordo com as características do
gênero textual.
 Utilizar, ao produzir um texto,
conhecimentos linguísticos e
gramaticais, tais como ortografia,
regras básicas de concordância
nominal e verbal, pontuação
(ponto final, ponto de exclamação,
ponto de interrogação, vírgulas
em enumerações) e pontuação do
discurso direto, quando for o caso.
 Planejar e produzir, curta
metragem com expressão de
sentimentos e opiniões, dentre
outros gêneros do campo da vida
cotidiana de acordo com as
convenções do gênero curta
metragem, considerando a
situação comunicativa/assunto do
texto.
 Escrever palavras com
correspondências regulares
contextuais entre grafemas e
fonemas – c/qu; g/gu; r/rr; s/ss; o
(e não u) e e (e não i) em sílaba
átona em final de palavra – e com
marcas de nasalidade (til, m, n).
 Grafar palavras utilizando regras
de correspondência fonema-
grafema regulares diretas e
contextuais.
 Grafar palavras utilizando regras
de correspondência fonema-
grafema regulares, contextuais e
morfológicas e palavras de uso
frequente com correspondências
irregulares.

 Oralidade
• Formas de composição de narrativas.
 Contagem de histórias.
• Discurso direto e indireto.
 Performances orais.
• Forma de composição de textos
 Oralidade pública/intercâmbio poéticos.
conversacional em sala de • Construção do sistema alfabético e da
aula. ortografia.
Objeto do Conhecimento  Escuta atenta. • Forma de composição do texto.
 Aspectos não linguísticos • Morfossintaxe.
(paralinguísticos) no ato da • Conhecimento das diversas grafias do
fala. alfabeto/Acentuação.
 Variação linguística. • Segmentação de palavras/Classificação
de palavras por número de sílabas.
Leitura • Construção do sistema alfabético.
• Sinais de pontuação.
 Formação do leitor • Morfologia.
literário/Leitura multissemiótica. • Emprego do L/U no final das palavras.
• Emprego dos dígrafos.
 Leitura colaborativa e • Emprego e pronúncia do P e B
autônoma. • Uso do substantivo (próprio x comum).
 Textos narrativos.
 Compreensão.
 Reconstrução das condições
de produção e recepção de
texto.
 Estratégia de leitura.
 Decodificação/fluência de
leitura.

Produção textual
 Escrita autônoma.
 Escrita compartilhada.
 Construção do sistema
alfabético/estabelecimento de
relações anafóricas na
referenciação e construção da
coesão.
 Planejamento de texto.
 Planejamento de
texto/progressão temática e
paragrafação.
 Revisão de textos.
 Edição de texto.
 Construção do sistema
alfabético/Convenções da
escrita.
 Escrita colaborativa.
LÍNGUA PORTUGUES- 3º ANO
III UNIDADE – 3º ANO
Campo das Práticas de Estudo e Pesquisa: Debate, Quadro-resumo, Vlog.
Eixos
Itens Oralidade, Leitura e Produção de Texto. Análise linguística/Semiótica
 Desenvolver a capacidade de
ORALIDADE identificar marcas linguísticas
específicas da fala e da escrita e as
 Saber usar a língua falada em relações entre elas.
diferentes situações sociais.  Utilizar vocabulário diversificado e
 Valorizar os textos de tradição oral, adequado ao gênero e as finalidades
reconhecendo-os como manifestações propostas.
culturais.  Refletir e ampliar conhecimentos
 Praticar a leitura de textos literários sobre como a escrita funciona, assim
orais e escritos para reflexão e como compreender as relações,
Competência apreciação. intencionalidades e funções sociais de
 Interagir com os diversos gêneros cada evento em que a linguagem
textuais em situações reais. escrita está presente.
 Reconhecer as características da  Reconhecer a função dos sinais de
oralidade e da escrita na perspectiva do pontuação e acentuação como
contínuo, em que fala e escrita são recursos linguísticos importantes na
interativas, complementares e não organização e na construção de
dicotômicas. sentido dos textos.
 Compreender e produzir textos orais e  Apropriar-se da linguagem escrita,
escritos de diferentes gêneros, reconhecendo-a como forma de
veiculados em suportes textuais interação nos diferentes campos de
diversos, e para atender a diferentes atuação e utilizando-a para ampliar
propósitos comunicativos, considerando suas possibilidades de participar da
as condições em que os discursos são cultura letrada, de construir
criados. conhecimentos.
 Dialogar sobre temas dos gêneros  Apropriar-se da língua escrita como
textuais em estudo alternando objeto sócio-cultural, e de aspectos
momentos de fala e escuta. presentes nas práticas sociais da
 Expor ideias sobre o gênero que será escrita.
estudado.  Analisar a pertinência e a consciência
de texto oral, considerando a
LEITURA finalidade e característica dos gêneros
 Ler, escutar e produzir textos orais, em estudo.
escritos e multissemióticos que  Relacionar fala e escrita, tendo em
circulam em diferentes campos de vista a apropriação do sistema de
atuação e mídias, com compreensão, escrita, as variantes linguísticas e os
autonomia, fluência e criticidade, de diferentes gêneros textuais.
modo a se expressar e partilhar  Adequar o uso padrão ou não padrão
informações, experiências, ideias e dos sinais de pontuação, uso de
sentimentos, e continuar aprendendo. maiúscula e minúscula e acentos em
 Selecionar textos e livros para leitura um texto ou sequência textual,
integral de acordo com os objetivos, considerando a situação comunicativa
interesses e projetos pessoais e o gênero em estudo.
(estudo, formação pessoal,
entretenimento, pesquisa, trabalho,
etc.).
 Alargar o hábito da leitura por meio da
busca de informações, nos gêneros
textuais trabalhados, para a promoção
da ampliação da visão de mundo e
para a convivência diária enquanto
seres eminentes sociais.
 Interagir com os diversos gêneros
textuais em situações reais.

PRODUÇÃO
 Produzir textos de diferentes gêneros
com autonomia, atendendo a diferentes
finalidades.
 Desenvolver a cultura digital para
acompanhar a nova realidade do
mundo na “Era da Tecnologia e
Informação”.
 Refletir e ampliar conhecimentos sobre
como a escrita funciona, assim como
compreender as relações,
intencionalidades e funções sociais de
cada evento em que a linguagem
escrita está presente.
 Apropriar-se da linguagem escrita,
reconhecendo-a como forma de
interação nos diferentes campos de
atuação da vida social e utilizando-a
para ampliar suas possibilidades de
participar da cultura letrada, de
construir conhecimentos (inclusive
escolares) e de se envolver com maior
autonomia e protagonismo na vida
social.
 Apropriar as técnicas composicionais
da linguagem escrita reconhecendo a
importância de escrever, reler, revisar e
reescrever textos, considerando os
critérios discursivos, linguísticos
gramaticais e as condições de
produção.
 Analisar textos de ambientes virtuais
reconhecendo marcadores estratégias
e recursos discursivos pertinentes aos
gêneros digitais, refletindo sobre eles,
em especial cardápio: a linguagem, o
proposito comunicativo, e a interação
entre os interlocutores.
 Mobilizar práticas da cultura digital
diferentes linguagens, mídias e
ferramentas digitais para expandir as
formas de produzir sentidos (nos
processos de compreensão e
produção), aprender e refletir sobre o
mundo e realizar diferentes projetos
autorais.

 ORALIDADE  Identificar e produzir, em relatórios


de observação e pesquisa a
 Escutar, com atenção, formatação e diagramação
apresentações de trabalhos específica desses gêneros
Habilidades realizadas por colegas formulando (passos, ou listas de itens,
perguntas pertinentes ao tema e tabelas, ilustrações, gráficos,
solicitando esclarecimentos sempre resumo dos resultados), inclusive
que necessário. em suas versões orais.
 Recuperar as ideias principais em  Recorrer ao dicionário para
situações formais de escuta de esclarecer dúvida sobre a escrita
exposições, apresentações e de palavras, especialmente no
palestras. caso de palavras com relações
 Expor trabalhos ou pesquisas irregulares fonema-grafema.
escolares, em sala de aula, com  Ler e escrever palavras com
apoio de recursos multissemuóticos correspondências regulares
(imagens, diagrama, tabelas etc.), contextuais entre grafemas e
orientando-se por roteiro escrito, fonemas – c/qu; g/gu; r/rr; s/ss o (e
planejando o tempo de fala e não u) e e (e não i) em sílaba
adequando a linguagem à situação átona em final de palavra – e com
comunicativa. marcas de nasalidade.
 Identificar finalidades da interação  Ler e escrever corretamente
oral em diferentes contextos palavras com sílabas CV, V, CVC,
comunicativos (solicitar CCV, VC, VV, CVV, identificando
informações, apresentar opiniões, que existem vogais em todas as
informar, relatar experiências, etc.) sílabas.
 Reconhecer características da  Memorizar a grafia de palavras de
conversação espontânea uso frequente nas quais as
presencial, respeitando os turnos de relações fonema-grafema são
fala, selecionando e utilizando, irregulares e com h inicial que não
durante a conversação, formas de representa fonema.
tratamento adequadas, de acordo  Usar acento gráfico (agudo ou
com a situação e a posição do circunflexo) em monossílabos
interlocutor. tônicos terminados em a, e, o e
 Escutar, com atenção, falas de em palavras oxítonas terminadas
professores e colegas, formulando em a, e, o, seguidas ou não de s.
perguntas pertinentes ao tema e  Identificar a sílaba tônica em
solicitando esclarecimentos sempre palavras, classificando-as em
que necessário. oxítonas, paroxítonas e
 Expressar-se em situações de proparoxítonas.
intercambio oral com clareza,  Identificar a função na leitura e
preocupando-se em ser usar na escrita ponto final, ponto
compreendido pelo interlocutor e de interrogação, ponto de
usando a palavra com tom de voz exclamação e, em diálogos
audível, boa articulação e ritmo (discurso direto), dois-pontos e
adequado. travessão.
 Dialogar sobre os temas nos  Identificar em textos e usar na
gêneros textuais em estudo, produção textual pronomes
alternando momentos de escuta pessoais, possessivos e
e fala. demonstrativos, como recurso
 Dialogar sobre as antecipações coesivo anafórico.
do texto (Imagens, autoria, tema  Reconhecer prefixos e sufixos
e finalidade). produtivos na formação de
 Utilizar linguagem adequada palavras derivadas de
em diferentes situações de substantivos, de adjetivos e de
comunicação. verbos, utilizando-os para
 Identificar gêneros do discurso oral, compreender palavras e para
utilizados em diferentes situações e formar novas palavras.
contextos comunicativos, e suas  Identificar palavras com as
características linguístico- terminações ÃO e AM,
expressivas e composicionais observando o seu contexto de
(conversação espontânea, uso.
conversação telefônica, entrevistas
pessoais, entrevistas no rádio ou na
TV, debate, noticiário de rádio e TV,
narração de jogos esportivos no
rádio e TV, aula, debate, etc.)
 Leitura

 Ler/ouvir e compreender, com


autonomia, relatos de observações
e pesquisas em fontes de
informações, considerando a
situação comunicativa e ao
tema/assunto do texto.
 Buscar e selecionar, com apoio do
professor, informações de interesse
sobre fenômenos sociais e naturais
em textos que circulam em meios
impressos ou digitais.
 Identificar a função social de textos
que circulam em campos da vida
social dos quais participa
cotidianamente (a casa, a rua, a
comunidade, a escola) e nas mídias
impressa, de massa e digital,
reconhecendo para que foram
produzidos, onde circulam, quem os
produziu e a quem se destinam.
 Estabelecer expectativas em
relação ao texto que vai ler
(pressuposições antecipadoras dos
sentidos, da forma e da função
social do texto), apoiando-se em
seus conhecimentos prévios sobre
as condições de produção e
recepção desse texto, o gênero, o
suporte e o universo temático, bem
como sobre saliências textuais,
recursos gráficos, imagens, dados
da própria obra (índice, prefácio
etc.), confirmando antecipações e
inferências realizadas antes e
durante a leitura de textos,
checando a adequação das
hipóteses realizadas.
 Localizar informações explícitas em
textos.
 Identificar o efeito de sentido
produzido pelo uso de recursos
expressivos gráfico-visuais em
textos multissemióticos.
 Ler e compreender,
silenciosamente e, em seguida, em
voz alta, com autonomia e fluência,
textos curtos com nível de
textualidade adequado.
 Selecionar livros da biblioteca e/ou
do cantinho de leitura da sala de
aula e/ou disponíveis em meios
digitais para leitura individual,
justificando a escolha e
compartilhando com os colegas sua
opinião, após a leitura.
 Identificar a ideia central do texto,
demonstrando compreensão global.
 Inferir informações implícitas nos
textos lidos.
 Inferir o sentido de palavras ou
expressões desconhecidas em
textos, com base no contexto da
frase ou do texto.
 Identificar gêneros do discurso oral,
utilizados em diferentes situações e
contextos comunicativos, e suas
características linguístico-
expressivas e composicionais
(conversação espontânea,
conversação telefônica, entrevistas
pessoais, entrevistas no rádio ou na
TV, debate, noticiário de rádio e TV,
narração de jogos esportivos no
rádio e TV, aula, debate etc.).
 Identificar finalidades da interação
oral em diferentes contextos
comunicativos (solicitar informações
apresentar opiniões, informar,
relatar experiências, etc).

PRODUÇÃO
 Planejar e produzir textos para
apresentar resultados de
observações e de pesquisas em
fontes de informações, incluindo,
quando pertinente, imagens,
diagramas, e gráficos ou tabelas
simples, considerando a situação
comunicativa e o tema/assunto do
texto.
 Utilizar, ao produzir um texto,
conhecimentos linguísticos e
gramaticais, tais como ortografia,
regras básicas de concordância
nominal e verbal, pontuação (ponto
final, ponto de exclamação, ponto
de interrogação, vírgulas em
enumerações) e pontuação do
discurso direto, quando for o caso.
 Planejar e produzir, debate com
expressão de sentimentos e
opiniões, dentre outros gêneros do
campo da vida cotidiana de acordo
com as convenções do gênero
debate, considerando a situação
comunicativa/assunto do texto.
 Grafar palavras utilizando regras de
correspondência fonema-grafema
regulares diretas e contextuais.
 Grafar palavras utilizando regras de
correspondência fonema-grafema
regulares, contextuais e
morfológicas e palavras de uso
frequente com correspondências
irregulares.
 Organizar o texto em unidades de
sentido, dividindo-o em parágrafos
segundo as normas gráficas e de
acordo com as características do
gênero textual.
Oralidade
Objeto do Conhecimento
• Forma de composição dos textos.
 Escuta de textos orais.
• Adequação do texto às normas de
 Compreensão de textos orais.
escrita.
 Planejamento de textos orais.
• Construção do sistema alfabético e da
 Exposição oral.
ortografia.
 Forma de composição de gêneros • Forma de composição do texto.
orais. • Conhecimento das diversas grafias do
 Oralidade pública/intercâmbio alfabeto/Acentuação.
conversacional em sala de aula. • Segmentação de palavras/Classificação
 Escuta atenta. de palavras por número de sílabas.
 Características da conversação • Construção do sistema alfabético.
espontânea. • Sinais de pontuação.
 Relato oral/registro formal e • Morfologia.
informal. • Emprego do ÃO/AM.
• Emprego dos dígrafos
• Uso do substantivo (próprio x comum).
LEITURA

 Compreensão em leitura.
 Reconstrução das condições de
produção e recepção de textos.
 Estratégia de leitura.
 Decodificação/fluência de leitura.
 Formação de leitor.

PRODUÇÃO
 Produção de textos.
 Planejamento de texto.
 Revisão de textos.
 Edição de textos.
 Construção do sistema
alfabético/Convenções da escrita.
 Planejamento de texto/progressão
temática e paragrafação.
 Escrita colaborativa.

LÍNGUA PORTUGUES- 3º ANO


IV UNIDADE – 3º ANO
Campo da Vida Pública: Anuncio Publicitário, Propaganda, Hastag.
Eixos
Itens Oralidade, Leitura e Produção de Texto Análise linguística/Semiótica
 Desenvolver a capacidade de
Oralidade identificar marcas linguísticas
 Saber usar a língua falada em específicas da fala e da escrita e as
diferentes situações sociais. relações entre elas.
 Valorizar os textos de tradição oral,  Utilizar vocabulário diversificado e
reconhecendo-os como manifestações adequado ao gênero e as finalidades
Competência culturais. propostas.
 Praticar a leitura de textos literários  Refletir e ampliar conhecimentos
orais e escritos para reflexão e sobre como a escrita funciona, assim
apreciação. como compreender as relações,
 Interagir com os diversos gêneros intencionalidades e funções sociais de
textuais em situações reais. cada evento em que a linguagem
 Reconhecer as características da escrita está presente.
oralidade e da escrita na perspectiva  Reconhecer a função dos sinais de
do contínuo, em que fala e escrita são pontuação e acentuação como
interativas, complementares e não recursos linguísticos importantes na
dicotômicas. organização e na construção de
 Compreender e produzir textos orais e sentido dos textos.
escritos de diferentes gêneros,  Apropriar-se da linguagem escrita,
veiculados em suportes textuais reconhecendo-a como forma de
diversos, e para atender a diferentes interação nos diferentes campos de
propósitos comunicativos, atuação e utilizando-a para ampliar
considerando as condições em que os suas possibilidades de participar da
discursos são criados. cultura letrada, de construir
 Dialogar sobre temas dos gêneros conhecimentos.
textuais em estudo alternando  Apropriar-se da língua escrita como
momentos de fala e escuta. objeto sócio-cultural, e de aspectos
 Expor ideias sobre o gênero que será presentes nas práticas sociais da
estudado. escrita.
 Analisar a pertinência e a consciência
Leitura de texto oral, considerando a
 Ler, escutar e produzir textos finalidade e característica dos gêneros
orais, escritos e multissemióticos em estudo.
que circulam em diferentes  Relacionar fala e escrita, tendo em
campos de atuação e mídias, vista a apropriação do sistema de
com compreensão, autonomia, escrita, as variantes linguísticas e os
fluência e criticidade, de modo a diferentes gêneros textuais.
se expressar e partilhar  Adequar o uso padrão ou não padrão
informações, experiências, ideias dos sinais de pontuação, uso de
e sentimentos, e continuar maiúscula e minúscula e acentos em
aprendendo. um texto ou sequência textual,
 Selecionar textos e livros para considerando a situação comunicativa
leitura integral de acordo com os e o gênero em estudo.
objetivos, interesses e projetos
pessoais (estudo, formação
pessoal, entretenimento,
pesquisa, trabalho, etc.)
 Alargar o hábito da leitura por
meio da busca de informações,
nos gêneros textuais
trabalhados, para a promoção da
ampliação da visão de mundo e
para a convivência diária
enquanto seres eminentes
sociais.
 Interagir com os diversos
gêneros textuais em situações
reais.

Produção textual

 Produzir textos de diferentes gêneros


com autonomia, atendendo a
diferentes finalidades.
 Desenvolver a cultura digital para
acompanhar a nova realidade do
mundo na “Era da Tecnologia e
Informação”.
 Refletir e ampliar conhecimentos
sobre como a escrita funciona, assim
como compreender as relações,
intencionalidades e funções sociais de
cada evento em que a linguagem
escrita está presente.
 Apropriar-se da linguagem escrita,
reconhecendo-a como forma de
interação nos diferentes campos de
atuação da vida social e utilizando-a
para ampliar suas possibilidades de
participar da cultura letrada, de
construir conhecimentos (inclusive
escolares) e de se envolver com maior
autonomia e protagonismo na vida
social.
 Apropriar as técnicas composicionais
da linguagem escrita reconhecendo a
importância de escrever, reler, revisar
e reescrever textos, considerando os
critérios discursivos, linguísticos
gramaticais e as condições de
produção.
 Analisar textos de ambientes virtuais
reconhecendo marcadores estratégias
e recursos discursivos pertinentes aos
gêneros digitais, refletindo sobre eles,
em especial cardápio: a linguagem, o
proposito comunicativo, e a interação
entre os interlocutores.
 Mobilizar práticas da cultura digital
diferentes linguagens, mídias e
ferramentas digitais para expandir as
formas de produzir sentidos (nos
processos de compreensão e
produção), aprender e refletir sobre o
mundo e realizar diferentes projetos
autorais.
ORALIDADE  Identificar e produzir, em
Habilidades  Produzir oralmente anúncio anúncios, hastag e propagandas
publicitário destinado à campanha para o público infantil digitais ou
de conscientização ao público impressos a formatação e
infantil, observando os recursos de diagramação especifica de cada
persuasão. um desses gêneros inclusive, em
 Planejar e produzir, em suas versões orais.
colaboração com os colegas  Analisar o uso de adjetivos em
propagando para o publico infantil, propaganda dirigida a veículos da
que possa ser repassado mídia impressa ou digital.
oralmente ou em meio digital, em  Recorrer ao dicionário para
áudio ou vídeo, considerando a esclarecer dúvida sobre a escrita
situação comunicativa, a de palavras, especialmente no
organização específica da fala do caso de palavras com relações
gênero em estudo e o irregulares fonema-grafema.
tema/assunto/finalidade do texto.  Ler e escrever palavras com
 Expressar-se em situações de correspondências regulares
intercambio oral com clareza, contextuais entre grafemas e
preocupando-se em ser fonemas – c/qu; g/gu; r/rr; s/ss o (e
compreendido pelo interlocutor e não u) e e (e não i) em sílaba
usando a palavra com tom de voz átona em final de palavra – e com
audível, boa articulação e ritmo marcas de nasalidade.
adequado.  Ler e escrever corretamente
 Escutar, com atenção, falas de palavras com sílabas CV, V, CVC,
professores e colegas, formulando CCV, VC, VV, CVV, identificando
perguntas pertinentes ao tema e que existem vogais em todas as
solicitando esclarecimentos sílabas.
sempre que necessário.  Memorizar a grafia de palavras de
 Reconhecer características da uso frequente nas quais as
conversação espontânea relações fonema-grafema são
presencial, respeitando os turnos irregulares e com h inicial que não
de fala, selecionando e utilizando, representa fonema.
durante a conversação, formas de  Usar acento gráfico (agudo ou
tratamento adequadas, de acordo circunflexo) em monossílabos
com a situação e a posição do tônicos terminados em a, e, o e
interlocutor. em palavras oxítonas terminadas
 Atribuir significado a aspectos não em a, e, o, seguidas ou não de s.
linguísticos (para linguísticos)  Identificar a função na leitura e
observados na fala, como direção usar na escrita ponto final, ponto
de olhar, riso, gestos, movimentos de interrogação, ponto de
da cabeça (de concordância ou exclamação e, em diálogos
discordância), expressão corporal, (discurso direto), dois-pontos e
tom de voz. travessão.
 Dialogar sobre os temas nos  Identificar, em textos, adjetivos e
gêneros textuais em estudo, sua função de atribuição de
alternando momentos de propriedades aos substantivos.
escuta e fala.  Identificar em textos e usar na
 Dialogar sobre as antecipações produção textual pronomes
do texto (Imagens, autoria, pessoais, possessivos e
tema e finalidade). demonstrativos, como recurso
 Utilizar linguagem coesivo anafórico.
adequada em diferentes  Reconhecer prefixos e sufixos
situações de comunicação. produtivos na formação de
 Identificar gêneros do discurso palavras derivadas de
oral, utilizados em diferentes substantivos, de adjetivos e de
situações e contextos verbos, utilizando-os para
comunicativos, e suas compreender palavras e para
características linguístico- formar novas palavras.
expressivas e composicionais
(conversação espontânea,
conversação telefônica,
entrevistas pessoais, entrevistas
no rádio ou na TV, debate,
noticiário de rádio e TV, narração
de jogos esportivos no rádio e TV,
aula, debate, etc.)

LEITURA
 Identificar e discutir o proposito do
uso de recursos de persuasão
(cores, imagens, escolha de
palavras, jogo de palavras,
tamanho de letras) em textos
publicitários e de propaganda,
como elementos de
convencimento.
 Ler e compreender com
autonomia, anúncio publicitário,
propagando dentre outros gêneros
do campo jornalístico, de acordo
com as convenções do gênero,
considerando a situação
comunicativa e o tema/assunto do
texto.
 Identificar a função social de
textos que circulam em campos da
vida social dos quais participa
cotidianamente (a casa, a rua, a
comunidade, a escola) e nas
mídias impressa, de massa e
digital, reconhecendo para que
foram produzidos, onde circulam,
quem os produziu e a quem se
destinam.
 Estabelecer expectativas em
relação ao texto que vai ler
(pressuposições antecipadoras
dos sentidos, da forma e da
função social do texto), apoiando-
se em seus conhecimentos
prévios sobre as condições de
produção e recepção desse texto,
o gênero, o suporte e o universo
temático, bem como sobre
saliências textuais, recursos
gráficos, imagens, dados da
própria obra (índice, prefácio etc.),
confirmando antecipações e
inferências realizadas antes e
durante a leitura de textos,
checando a adequação das
hipóteses realizadas.
 Localizar informações explícitas
em textos.
 Identificar o efeito de sentido
produzido pelo uso de recursos
expressivos gráfico-visuais em
textos multissemióticos.
 Recuperar relações entre partes
de um texto, identificando
substituições lexicais (de
substantivos por sinônimos) ou
pronominais (uso de pronomes
anafóricos – pessoais,
possessivos, demonstrativos) que
contribuem para a continuidade do
texto.
 Ler e compreender,
silenciosamente e, em seguida,
em voz alta, com autonomia e
fluência, textos curtos com nível
de textualidade adequado.
 Selecionar livros da biblioteca e/ou
do cantinho de leitura da sala de
aula e/ou disponíveis em meios
digitais para leitura individual,
justificando a escolha e
compartilhando com os colegas
sua opinião, após a leitura.
 Identificar a ideia central do texto,
demonstrando compreensão
global.
 Inferir informações implícitas nos
textos lidos.
 Inferir o sentido de palavras ou
expressões desconhecidas em
textos, com base no contexto da
frase ou do texto.
 Reconhecer no texto, o
sentido decorrente do
emprego intencional e
repetido de palavras ou
expressões.
 Compreender, com
autonomia, anúncio com
expressão de
sentimentos e opiniões,
dentre outros gêneros do
campo da vida cotidiana
de acordo com as
convenções do gênero
anúncio, considerando a
situação
comunicativa/assunto do
texto.

PRODUÇÃO TEXTUAIL
 Produzir propaganda, textos de
campanha de campanhas de
conscientização destinados ao
público infantil, observando os
recursos de persuasão utilizados
nos textos publicitários e de
propaganda (cores, imagens,
slogan, escolha de palavras, jogo
de palavras, tamanhos e tipo de
letra, diagramação).
 Produzir propaganda dirigidas a
veículos de mídia impressa ou
digital, dentre outros gêneros do
campo da vida pública de acordo
com as convenções e
considerando a situação
comunicativa e o tema/assunto do
texto.
 Opinar e defender ponto de vista
sobre tema relacionado a
situações vivenciadas na escola
e/ou na comunidade, utilizando
registro formal e estrutura
adequada à argumentação,
considerando a situação
comunicativa/assunto do texto.
 Utilizar, ao produzir um texto,
recursos de referenciação (por
substituição lexical ou por
pronomes pessoais, possessivos
e demonstrativos), vocabulário
apropriado ao gênero, recursos de
coesão pronominal (pronomes
anafóricos) e articuladores de
relações de sentido (tempo,
causa, oposição, conclusão,
comparação), com nível suficiente
de informatividade.
 Organizar o texto em unidades de
sentido dividindo-o em parágrafos
segundo as normas gráficas e de
acordo com as características do
gênero textual.
 Utilizar, ao produzir um texto,
conhecimentos linguísticos e
gramaticais, tais como ortografia,
regras básicas de concordância
nominal e verbal, pontuação
(ponto final, ponto de exclamação,
ponto de interrogação, vírgulas
em enumerações) e pontuação do
discurso direto, quando for o caso.
 Planejar e produzir, hastag com
expressão de sentimentos e
opiniões, dentre outros gêneros do
campo da vida cotidiana de acordo
com as convenções do gênero
hastag, considerando a situação
comunicativa/assunto do texto.
 Escrever palavras com
correspondências regulares
contextuais entre grafemas e
fonemas – c/qu; g/gu; r/rr; s/ss; o
(e não u) e e (e não i) em sílaba
átona em final de palavra – e com
marcas de nasalidade (til, m, n).
 Grafar palavras utilizando regras
de correspondência fonema-
grafema regulares diretas e
contextuais.
 Grafar palavras utilizando regras
de correspondência fonema-
grafema regulares, contextuais e
morfológicas e palavras de uso
frequente com correspondências
irregulares.

 Oralidade
Objeto do Conhecimento
 Planejamento e produção de • Construção do sistema alfabético e da
texto. ortografia.
 Produção de texto oral. • Forma de composição do texto.
 Forma de composição de • Morfossintaxe.
gêneros orais. • Conhecimento das diversas grafias do
 Escuta atenta. alfabeto/Acentuação.
• Sinais de pontuação.
 Oralidade pública/intercambio
• Morfologia.
conversacional em sala de
• Regularidades ortográficas.
aula.
• Emprego do N/M.
 Características da conversação • Emprego dos dígrafos.
espontânea. • Uso do substantivo (próprio x comum).
 Aspectos não linguísticos
(paralinguísticos) no ato da
fala.

Leitura
 Reconstrução das condições
de produção e recepção do
texto.
 Estratégia de leitura.
 Decodificação/fluência de
leitura
 Formação de leitor.
 Compreensão em leitura.

Produção textual
 Planejamento de texto.
 Revisão de texto.
 Edição de textos.
 Construção do sistema
alfabético/estabelecimento de
relações anafóricas na
referenciação e construção da
coesão.
 Planejamento de
texto/progressão temática e
paragrafação.
 Construção do sistema
alfabético/Convenções da
escrita.
 Escrita colaborativa.
LINGUA PORTUGUESA 4º ANO

I UNIDADE 4º ANO
• Campo da Vida Cotidiana: Aviso, Carta Pessoal e Bate-papo.
Eixos
Itens Oralidade, Leitura e Produção de Textos Análise Linguística
• Habilitar-se a fazer uso da língua materna, • Habilitar-se a fazer uso da língua materna, levando em
levando em consideração as modalidades: oral, consideração a modalidade análise linguística, bem como refletir
Competências leitura e produção de texto, bem como refletir criticamente sobre o que e como fala, ouve, lê e/ou escreve.
criticamente sobre o que e como fala, ouve, lê
e/ou escreve. • Aperfeiçoar-se nas estruturas linguística e gramatical, nas normas
ortográficas, contextualizando-as no desenvolvimento da leitura e da
• Ler, escutar e produzir textos orais, escritos e escrita.
multissemióticos que circulam em diferentes
campos de atuação e mídias, com compreensão, • Reconhecer a função dos sinais de pontuação e a acentuação como
recursos linguísticos importantes na organização e na construção de
autonomia, fluência e criticidade, de modo a se
sentido dos textos.
expressar e partilhar informações, experiências,
ideias e sentimentos, e continuar aprendendo.
• Refletir sobre como a escrita funciona e ampliar conhecimentos
• Compreender o fenômeno da variação sobre a ortografia, assim como compreender as relações,
linguística, demonstrando atitude respeitosa intencionalidades e funções sociais de cada evento em que a
linguagem escrita está presente.
diante de variedades linguísticas e rejeitando
preconceitos linguísticos.
• Focalizar a língua e seus usos, bem como os fenômenos
discursivos, textuais e gramaticais.
• Compreender e expandir a capacidade de ler e
de produzir textos que circulam no campo da vida
cotidiana, como: Aviso, Carta Pessoal e Bate-
papo, considerando as suas partes
estruturantes, os interlocutores, o suporte, a
variação linguística e os objetivos comunicativos.

• Compor gêneros orais para o aprimoramento da


dicção, da entonação, da pausa, do ritmo, da
postura, das hesitações, das expressões faciais
e corporais; para o desenvolvimento da
criatividade, do interesse e do espírito crítico;
para a promoção da desenvoltura e da
integração da classe.

• Reconhecer os gêneros específicos da fala e


elaborar planos de trabalho para produção oral,
necessários para o momento da exposição.

• Alargar o hábito da leitura, por meio da busca


de informações, nos gêneros textuais
trabalhados, para a promoção da ampliação da
visão de mundo e para a convivência diária
enquanto seres eminentemente sociais.

• Aprimorar as técnicas composicionais da


linguagem escrita, reconhecendo a importância
de escrever, reler, revisar e reescrever textos,
considerando critérios discursivos, linguísticos,
gramaticais e as condições de produção.

• Analisar textos de ambientes virtuais


reconhecendo marcadores, estratégias e
recursos discursivos pertinentes aos gêneros
digitais, refletindo sobre os eles, em especial, o
Bate papo digital: a linguagem (o “internetês”), o
propósito comunicativo e a interação entre os
interlocutores, etc.

• Mobilizar práticas da cultura digital, diferentes


linguagens, mídias e ferramentas digitais para
expandir as formas de produzir sentidos (nos
processos de compreensão e produção),
aprender e refletir sobre o mundo e realizar
diferentes projetos autorais.

• Identificar o Aviso, a Carta Pessoal e o Bate- • Selecionar, cuidadosamente as palavras, articulando bem as
papo, como gêneros, bem como dialogar e fazer ideias, de modo a distribuí-las em períodos curtos e adequando-as à
Habilidades análise sobre a linguagem utilizada, a modalidade textual, tendo em vista a intencionalidade comunicativa
organização (gráfica e composicional) de cada ora em questão.
um, a função social deles no campo da vida
• Grafar palavras, utilizando regras de correspondência fonema-
cotidiana e na mídia digital, reconhecendo onde
grafema, regulares e contextuais.
circulam, quem os produziu e a quem se
destinam. • Ler e escrever, corretamente, palavras com sílabas VV e CVV em
casos nos quais a combinação VV (ditongo) é reduzida na língua
oral (ai, ei, ou).
• Transmitir o Aviso com autonomia, coerência,
usando a palavra com tom audível, com boa • Memorizar a grafia de palavras de uso frequente nas quais as
articulação, com ritmo adequado, expressando- relações fonema - grafema são irregulares e com h inicial que não
se de forma clara e ordenada, assim como representa fonema para escrever corretamente.
adequando a fala a diferentes situações de
comunicação. • Fazer inferência de regras das regularidades ortográficas.

• Escutar com atenção falas de professores e • Reconhecer o til (~) como indicador de som nasal e não
colegas, formulando perguntas pertinentes ao apenas como acento.
tema e solicitando esclarecimentos sempre que
necessário. • Escrever corretamente palavras com M e N, como marcas
de nasalização e palavras com LH e U.
• Grafar corretamente palavras com letras G e J.
• Identificar finalidades da interação oral em
diferentes contextos comunicativos (solicitar
informações, apresentar opiniões, informar, • Empregar a letra maiúscula em início de texto, depois do
relatar experiências etc.). ponto final (continuativo), em nomes próprios e em títulos.
• Identificar efeito de sentido decorrente do emprego de artigo.
• Identificar artigo, sua classificação e utilização.
• Ouvir textos falados e ler textos escritos em • Utilizar os substantivos (coletivos, primitivos e derivados) em
diferentes variedades linguísticas, identificando
características regionais, urbanas e rurais da fala situações comunicativas diversas.
e respeitando as diversas variedades linguísticas • Fazer uso do conhecimento sobre os adjetivos pátrios para
como características do uso da língua por escrever palavras com ES e ESA.
diferentes grupos regionais ou diferentes culturas • Identificar a função dos substantivos, adjetivos, locuções
locais, rejeitando preconceitos linguísticos. adjetivas e pronomes pessoais nos textos.
• Definir verbo e identificar a função dele nos textos.
• Identificar a função social de textos que • Fazer uso – progressivamente correto - da acentuação
circulam em campos da vida social dos quais gráfica nas palavras (acento agudo e circunflexo).
participa cotidianamente (a casa, a rua, a • Empregar corretamente os sinais de pontuação: ponto final,
comunidade, a escola) e nas mídias impressa, de dois pontos, travessão, ponto de exclamação e ponto de
massa e digital, reconhecendo para que foram interrogação.
produzidos, onde circulam, quem os produziu e a
quem se destinam. • Analisar a pontuação dos textos considerando-os elementos que
garantem coesão.
• Estabelecer expectativas em relação ao texto
que vai ler (pressuposições antecipadoras dos
sentidos, da forma e da função social do texto),
apoiando-se em seus conhecimentos prévios
sobre as condições de produção e recepção
desse texto, o gênero, o suporte e o universo
temático, bem como sobre saliências textuais (o
que se destaca, sobressai, como: subtítulos,
aspas, negrito, formatação especial de letra,
notas de rodapé etc), recursos gráficos, imagens,
dados da própria obra (índice, prefácio etc.),
confirmando antecipações e inferências
realizadas antes e durante a leitura de textos,
checando a adequação das hipóteses realizadas.

• Localizar informações explícitas em textos.

• Inferir informações implícitas em textos lidos.


• Inferir o sentido de palavras ou expressões
desconhecidas em texto relacionando-a ao
conteúdo contextual.

• Estabelecer relações entre partes de um texto,


identificando repetições ou substituições que
contribuem para a continuidade de um texto.

• Estabelecer relações lógico-discursivas


presentes no texto, marcadas por conjunções,
advérbios, etc.

• Identificar e interpretar o efeito de sentido


produzido pelo uso de recursos expressivos
gráfico-visuais em textos multissemióticos
(palavras, imagens e recursos gráfico-visuais).

• Buscar, selecionar e ler, com a mediação do


professor, bate-papos no WhatsApp, de acordo
com as necessidades e interesses.

•Selecionar livros da biblioteca e/ou do cantinho


de leitura da sala de aula e/ou disponíveis em
meios digitais para leitura individual, justificando
a escolha e compartilhando com os colegas sua
opinião, após a leitura.

• Identificar o tema de um texto, demonstrando


compreensão global.

• Reconhecer diferentes formas de tratar uma


informação na comparação de textos que tratam
do mesmo tema, em função das condições em
que ele foi produzido e daquelas em que será
recebido.

• Identificar as marcas linguísticas que


evidenciam o locutor e interlocutor nos gêneros
trabalhados (marcas fonéticas, expressão típica).

• Planejar e produzir a escrita de textos,


adequando a linguagem à intenção comunicativa
(para quem escrevo, por que / para quê escrevo
e como escrevo), ao contexto e aos interlocutores
(quem escreve / para quem escreve), como
também considerando o suporte (qual é o
portador do texto); organização e forma do texto
e seu tema, pesquisando em meios impressos ou
digitais, sempre que for preciso, informações
necessárias à produção do texto, organizando
em tópicos os dados e as fontes pesquisadas.

• Reler e revisar o texto produzido com a ajuda


do professor, com a colaboração dos colegas e
com autonomia, para corrigi-lo e aprimorá-lo,
fazendo cortes, acréscimos, reformulações; para
detectar e consertar possíveis falhas ortográficas,
gramaticais e de pontuação.

• Editar a versão final do texto em colaboração


com os colegas, com a ajuda do professor e com
autonomia, ilustrando, quando for o caso, em
suporte adequado, manual ou digital.

• Utilizar software, inclusive programas de edição


de texto, para editar e publicar os textos
produzidos, explorando os recursos
multissemióticos disponíveis.

• Utilizar, ao produzir um texto, conhecimentos


linguísticos e gramaticais, tais como ortografia,
regras básicas de concordância nominal e verbal,
pontuação (ponto final, ponto de exclamação,
ponto de interrogação, vírgulas em enumerações)
e pontuação do discurso direto, quando for o
caso.

• Utilizar, ao produzir um texto, recursos de


referenciação (por substituição lexical ou por
pronomes pessoais, possessivos e
demonstrativos), vocabulário apropriado ao
gênero, recursos de coesão pronominal
(pronomes anafóricos) e articuladores de
relações de sentido (tempo, causa, oposição,
conclusão, comparação), com nível suficiente de
informatividade.

• Organizar o texto em unidades de sentido,


dividindo-o em parágrafos segundo as normas
gráficas e de acordo com as características do
gênero textual.

• Consciência Grafofonêmica.
• Linguagem, interlocução, finalidade, estrutura e
Objetos do suporte dos gêneros. • Inferência de regras das regularidades ortográficas.

Conhecimento • Produção de texto oral. • Emprego do til (~), M, N, depois de consoantes.

• Emprego do LH e U.
• Escuta atenta.
• Emprego do G e J.
• Relato oral / Registro formal e informal. • Letras maiúsculas.

• Variação linguística. • Artigo (definido e indefinido).

• Reconstrução das condições de produção e • Substantivos (coletivos das palavras, primitivos e derivados).
recepção de textos.
• Uso de adjetivos, locução adjetiva e pronomes pessoais.
• Estratégia de leitura.
• Acentuação das palavras (acento agudo e circunflexo).
• Leitura de imagens em mídias digitais (Bate-
papo X Emoctions). • Uso de verbos (definição e função).

• Compreensão. • Sinais de pontuação: ponto final, dois pontos, travessão, ponto de


exclamação e ponto de interrogação.
• Formação de leitor.

• Variação Linguística.

• Planejamento de texto.

• Produção de texto.

• Revisão de texto.

• Edição de texto.

• Utilização de tecnologia digital.

• Construção do sistema alfabético / Convenções


da escrita.

• Construção do sistema alfabético /


Estabelecimento de relações anafóricas na
referenciação e construção da coesão.
• Planejamento de texto / Progressão temática e
paragrafação.

LÍNGUA PORTUGUESA 4º ANO

II UNIDADE – 4º ANO
 Campo Artístico-literário: Paródia, Lendas e Meme.
Eixos
Itens Oralidade, Leitura e Produção de Textos Análise Linguística
• Habilitar-se a fazer uso da língua materna, • Habilitar-se a fazer uso da língua materna, levando em consideração a
levando em consideração as modalidades: oral, modalidade análise linguística, bem como refletir criticamente sobre o que
Competências leitura e produção de texto, bem como refletir e como fala, ouve, lê e/ou escreve.
criticamente sobre o que e como fala, ouve, lê
e/ou escreve. • Aperfeiçoar-se nas estruturas linguística e gramatical, nas normas
ortográficas, contextualizando-as no desenvolvimento da leitura e da
• Ler, escutar e produzir textos orais, escritos e escrita.
multissemióticos que circulam em diferentes
campos de atuação e mídias, com compreensão, • Reconhecer a função dos sinais de pontuação e a acentuação como recursos
autonomia, fluência e criticidade, de modo a se linguísticos importantes na organização e na construção de sentido dos textos.
expressar e partilhar informações, experiências,
ideias e sentimentos, e continuar aprendendo.
• Refletir e ampliar conhecimentos sobre como a escrita funciona, assim
• Compreender o fenômeno da variação como compreender as relações, intencionalidades e funções sociais de
cada evento em que a linguagem escrita está presente.
linguística, demonstrando atitude respeitosa diante
de variedades linguísticas e rejeitando
preconceitos linguísticos. • Focalizar a língua e seus usos, bem como os fenômenos discursivos,
textuais e gramaticais.
• Compreender e expandir a capacidade de ler e de
produzir textos que circulam no campo artístico-
literário, como: Paródia, Lendas e Meme,
considerando as suas partes estruturantes, os
interlocutores, o suporte, a variação linguística e
os objetivos comunicativos.

• Compor gêneros orais para o aprimoramento da


dicção, da entonação, da pausa, do ritmo, da
postura, das hesitações, das expressões faciais e
corporais; para o desenvolvimento da criatividade,
do interesse e do espírito crítico; para a promoção
da desenvoltura e da integração da classe.

• Reconhecer os gêneros específicos da fala e


elaborar planos de trabalho para produção oral,
necessários para o momento da exposição.

• Envolver-se em práticas de leitura literária que


possibilitem o desenvolvimento do senso estético
para fruição, valorizando a literatura e outras
manifestações artístico-culturais como formas de
acesso às dimensões lúdicas, de imaginário e
encantamento, reconhecendo o potencial
transformador e humanizador da experiência com
a literatura.

• Alargar o hábito da leitura, por meio da busca de


informações, nos gêneros textuais trabalhados,
para a promoção da ampliação da visão de
mundo e para a convivência diária enquanto seres
eminentemente sociais.

• Valorizar a literatura e outras manifestações


culturais como formas de compreensão do mundo
e de si mesmo.

• Aprimorar as técnicas composicionais da


linguagem escrita, reconhecendo a importância de
escrever, reler, revisar e reescrever textos,
considerando critérios discursivos, linguísticos,
gramaticais e as condições de produção.

• Analisar textos de ambientes virtuais


reconhecendo marcadores, estratégias e recursos
discursivos pertinentes aos gêneros digitais,
refletindo sobre eles, em especial, o Meme: a
linguagem (o “internetês”), o propósito
comunicativo e a interação entre os interlocutores,
etc.

• Mobilizar práticas da cultura digital, diferentes


linguagens, mídias e ferramentas digitais para
expandir as formas de produzir sentidos (nos
processos de compreensão e produção), aprender
e refletir sobre o mundo e realizar diferentes
projetos autorais.

•Identificar a Paródia, as Lendas e o Meme, como • Localizar palavras no dicionário para esclarecer significados,
gêneros, bem como dialogar e fazer análise sobre reconhecendo o significado mais plausível para o contexto que deu origem
Habilidades à consulta.
a linguagem utilizada, a organização (gráfica e
composicional) de cada um, a função social deles
no campo artístico-literário e na mídia digital, • Identificar o processo de formação das palavras.
reconhecendo onde circulam, quem os produziu e
a quem se destinam. • Compreender a lógica da formação das palavras.

• Reconhecer e grafar, corretamente, palavras derivadas com os prefixos


• Ouvir gravações, canções, textos falados e ler terminados em vogal e em consoante e palavras iniciadas por h.
textos escritos em diferentes variedades
linguísticas, identificando características regionais, • Reconhecer e grafar, corretamente, palavras derivadas com os sufixos -
urbanas e rurais da fala e respeitando as diversas agem, -oso, -eza, -izar/-isar.
variedades linguísticas como características do
uso da língua por diferentes grupos regionais ou • Analisar o emprego da letra S com som de Z, percebendo que a
pronúncia difere da escrita.
diferentes culturas locais, rejeitando preconceitos
• Empregar corretamente E, I, EI, SS, C, Ç, em palavras,
linguísticos para planejar e produzir paródias em
confrontando esses grafemas.
áudio, vídeo, etc.
• Fazer uso adequado da acentuação gráfica nas palavras dentro dos
• Expressar-se em situações de intercâmbio oral textos (acentos agudo e circunflexo).
com clareza, preocupando-se em ser
compreendido pelo interlocutor e usando a palavra • Classificar as palavras quanto à tonicidade.
com tom de voz audível, boa articulação e ritmo
adequado. • Aplicar o acordo ortográfico vigente nos ditongos abertos em
palavras paroxítonas EI, OI, bem como nas palavras oxítonas e nas
•Expor ideias próprias, para a promoção e paroxítonas em Í e Ú.
socialização do conhecimento.
• Empregar corretamente os sinais de pontuação: ponto final, dois
• Escutar com atenção apresentações de trabalhos pontos, travessão, ponto de exclamação, ponto de interrogação e
por colegas. hífen.

• Atribuir significado a aspectos não linguísticos • Conhecer as diferenças de efeitos de sentido no uso da vírgula.
(paralinguísticos) observados na fala, como
direção do olhar, riso, gestos, movimentos da • Analisar os sinais de pontuação nos textos, considerando-os
cabeça (de concordância ou discordância), elementos que garantem a coesão.
expressão corporal, tom de voz.

• Identificar a função social de textos que circulam • Identificar o uso adequado de pronomes demonstrativos e
em campos da vida social dos quais participa possessivos, de acordo com o conceito construído, como também
cotidianamente (a casa, a rua, a comunidade, a reconhecer suas funções.
escola) e nas mídias impressa, de massa e digital,
reconhecendo para que foram produzidos, onde • Identificar em textos e usar na produção textual pronomes anafóricos
circulam, quem os produziu e a quem se destinam. (pessoais, possessivos e demonstrativos) como recurso coesivo.

• Estabelecer expectativas em relação ao texto que • Empregar os numerais cardinais e ordinais de acordo com a função
vai ler (pressuposições antecipadoras dos que desempenham no contexto.
sentidos, da forma e da função social do texto),
apoiando-se em seus conhecimentos prévios • Identificar, em gêneros textuais, os verbos e suas flexões de tempo,
sobre as condições de produção e recepção desse número e pessoa, percebendo a funcionalidade que exercem nos
textos.
texto, o gênero, o suporte e o universo temático,
bem como sobre saliências textuais (o que se
destaca, sobressai, como: subtítulos, aspas,
negrito, formatação especial de letra, notas de
rodapé etc), recursos gráficos, imagens, dados da
própria obra (índice, prefácio etc.), confirmando
antecipações e inferências realizadas antes e
durante a leitura de textos, checando a adequação
das hipóteses realizadas.

• Identificar o efeito de sentido decorrente do uso


da pontuação e de outras notações.

• Localizar informações explícitas em um texto.

• Inferir uma informação implícita em um texto.

• Inferir o sentido de palavras ou expressões


desconhecidas em textos, com base no contexto
da frase ou do texto.

• Construir o sentido no gênero digital Meme,


relacionando imagens e palavras e interpretando
recursos gráficos (tipos de balões, de letras,
onomatopeias, etc).

• Reconhecer a linguagem verbal e não verbal.


• Ler e compreender, silenciosamente e, em
seguida, em voz alta, com autonomia e fluência,
textos curtos com nível de textualidade adequado.

• Selecionar livros da biblioteca e/ou do cantinho de


leitura da sala de aula e/ou disponíveis em meios
digitais para leitura individual, justificando a
escolha e compartilhando com os colegas sua
opinião, após a leitura.

• Ler e compreender, de forma autônoma, textos


literários de diferentes gêneros e extensões,
inclusive aqueles sem ilustrações, estabelecendo
preferências por gêneros, temas, autores.

• Perceber diálogos em textos narrativos,


observando o efeito de sentido de verbos de
enunciação e, se for o caso, o uso de variedades
linguísticas no discurso direto.

• Identificar o tema de um texto, demonstrando


compreensão global.

• Identificar o conflito gerador do enredo e os


elementos que constroem a narrativa.

• Inferir o sentido de uma palavra ou expressão no


texto, relacionando-a ao conteúdo contextual.

• Identificar efeitos de ironia ou humor em textos


variados.

• Reconhecer diferentes formas de tratar uma


informação na comparação de textos que tratam
do mesmo tema, em função das condições em
que ele foi produzido e daquelas em que será
recebido.

• Identificar as marcas linguísticas que evidenciam o


locutor e interlocutor nos gêneros trabalhados.

• Estabelecer relações entre partes de um texto,


identificando repetições ou substituições que
contribuem para a continuidade de um texto.

• Estabelecer relações lógico-discursivas presentes


no texto, marcadas por conjunções, advérbios, etc.

• Estabelecer relação causa / consequência entre


partes e elementos do texto.

• Planejar e produzir a escrita de textos, adequando


a linguagem à intenção comunicativa (para quem
escrevo, por que / para quê escrevo e como
escrevo), ao contexto e aos interlocutores (quem
escreve / para quem escreve), como também
considerando o suporte (qual é o portador do
texto); organização e forma do texto e seu tema,
pesquisando em meios impressos ou digitais,
sempre que for preciso, informações necessárias
à produção do texto, organizando em tópicos os
dados e as fontes pesquisadas.

• Criar narrativas ficcionais, com certa autonomia,


utilizando detalhes descritivos, sequências de
eventos e imagens apropriadas para sustentar o
sentido do texto, e marcadores de tempo, espaço
e de fala de personagens.
• Produzir paródias, coletivamente e em grupo, com
temáticas abordadas em sala de aula.

• Despertar a capacidade do improviso, a partir de


paródias.

• Recriar um meme,

• Criar memes, a partir da temática, do contexto


empregado neles e atendendo a intencionalidade
dos mesmos.

• Reler e revisar o texto produzido com a ajuda do


professor, com a colaboração dos colegas e com
autonomia, para corrigi-lo e aprimorá-lo, fazendo
cortes, acréscimos, reformulações; para detectar e
consertar possíveis falhas ortográficas,
gramaticais e de pontuação.

• Editar a versão final do texto em colaboração com


os colegas, com a ajuda do professor e com
autonomia, ilustrando, quando for o caso, em
suporte adequado, manual ou digital.

• Utilizar software, inclusive programas de edição de


texto, para editar e publicar os textos produzidos,
explorando os recursos multissemióticos
disponíveis.

• Utilizar, ao produzir um texto, conhecimentos


linguísticos e gramaticais, tais como ortografia,
regras básicas de concordância nominal e verbal,
pontuação (ponto final, ponto de exclamação,
ponto de interrogação, vírgulas em enumerações)
e pontuação do discurso direto, quando for o caso.
• Utilizar, ao produzir um texto, recursos de
referenciação (por substituição lexical ou por
pronomes pessoais, possessivos e
demonstrativos), vocabulário apropriado ao
gênero, recursos de coesão pronominal (pronomes
anafóricos) e articuladores de relações de sentido
(tempo, causa, oposição, conclusão, comparação),
com nível suficiente de informatividade.

• Organizar o texto em unidades de sentido,


dividindo-o em parágrafos segundo as normas
gráficas e de acordo com as características do
gênero textual.

• Linguagem, interlocução, finalidade, estrutura e • Uso do dicionário.


suporte dos gêneros.
• Formação de palavras a partir dos textos estudados (regularidades
contextuais).
• Produção de texto oral.
• Prefixo terminado em vogal e em consoante e palavras iniciadas por h.
• Variação linguística.
Objetos do • Derivação sufixal.
Conhecimento • Oralidade pública / Intercâmbio conversacional em • Emprego de palavras com S som de Z.
sala de aula.
• Emprego de palavras com E, I, EI, SS, Ç, C, S.
• Escuta atenta.
• Acentuação das palavras de acordo com a necessidade escrita:
acentos agudo e circunflexo.
• Aspectos não linguísticos (paralinguísticos) no ato
da fala. • Classificação de palavras quanto à tonicidade.

• Reconstrução das condições de produção e • Ditongos abertos em palavras paroxítonas (EI, OI).
recepção de textos. • Í e Ú em palavras oxítonas e paroxítonas.

• Uso de sinais de pontuação: ponto final, dois pontos, travessão, ponto de


• Estratégia de leitura. exclamação, ponto de interrogação e hífen.

• Noções de vírgula.
• Leitura de imagens em narrativas visuais.
• Pronomes (demonstrativos e possessivos).
• Decodificação / Fluência de leitura.
• Processos de coesão.
• Formação do leitor literário.
• Numerais cardinais e ordinais.
• Formação do leitor.
• Verbos (flexões de tempo, de número e de pessoa).
• Formação do leitor literário.

• Formação do leitor literário / Leitura


multissemiótica.

• Apreciação estética / Estilo.

• Textos dramáticos.

• Compreensão.

• Planejamento de texto.

• Produção de texto.

• Revisão de texto;

• Edição de texto;

• Utilização de tecnologia digital;

• Construção do sistema alfabético / Convenções da


escrita;

• Construção do sistema alfabético /


Estabelecimento de relações anafóricas na
referenciação e construção da coesão;

• Planejamento de texto / Progressão temática e


paragrafação;

• Escrita autônoma e compartilhada.

LÍNGUA PORTUGUESA 4º ANO

III UNIDADE

 Campo das Práticas de Estudo e Pesquisa: Relato Científico, Resumo de Textos Expositivos e Folheto Informativo.
Eixos
Itens Oralidade, Leitura e Produção de Textos Análise Linguística
• Habilitar-se a fazer uso da língua materna, • Habilitar-se a fazer uso da língua materna, levando
levando em consideração as modalidades: oral, em consideração a modalidade análise linguística,
Competências leitura e produção de texto, bem como refletir bem como refletir criticamente sobre o que e como
criticamente sobre o que e como fala, ouve, lê fala, ouve, lê e/ou escreve.
e/ou escreve.
• Aperfeiçoar-se nas estruturas linguística e
• Ler, escutar e produzir textos orais, escritos e gramatical, nas normas ortográficas,
multissemióticos que circulam em diferentes contextualizando-as no desenvolvimento da leitura e
campos de atuação e mídias, com compreensão, da escrita.
autonomia, fluência e criticidade, de modo a se
expressar e partilhar informações, experiências, • Reconhecer a função dos sinais de pontuação como
ideias e sentimentos, e continuar aprendendo. recursos linguísticos importantes na organização e na
construção de sentido dos textos.
• Compreender o fenômeno da variação
linguística, demonstrando atitude respeitosa
diante de variedades linguísticas e rejeitando • Refletir e ampliar conhecimentos sobre como a
preconceitos linguísticos. escrita funciona, assim como compreender as
relações, intencionalidades e funções sociais de
cada evento em que a linguagem escrita está
• Compreender e expandir a capacidade de ler e presente.
de produzir textos que circulam no campo Práticas
de Estudo e Pesquisa: Relato Científico, Resumo
de Textos Expositivos e Folheto Informativo, • Focalizar a língua e seus usos, bem como os
considerando as suas partes estruturantes, os fenômenos discursivos, textuais e gramaticais.
interlocutores, o suporte, a variação linguística e
os objetivos comunicativos.

• Compor gêneros orais para o aprimoramento da


dicção, da entonação, da pausa, do ritmo, da
postura, das hesitações, das expressões faciais
e corporais; para o desenvolvimento da
criatividade, do interesse e do espírito crítico;
para a promoção da desenvoltura e da
integração da classe.

• Reconhecer os gêneros específicos da fala e


elaborar planos de trabalho para produção oral,
necessários para o momento da exposição.

• Alargar o hábito da leitura, por meio da busca


de informações, nos gêneros textuais
trabalhados, para a promoção da ampliação da
visão de mundo e para a convivência diária
enquanto seres eminentemente sociais.
• Aprimorar as técnicas composicionais da
linguagem escrita, reconhecendo a importância
de escrever, reler, revisar e reescrever textos,
considerando critérios discursivos, linguísticos,
gramaticais e as condições de produção.

• Analisar textos de ambientes virtuais


reconhecendo marcadores, estratégias e
recursos discursivos pertinentes aos gêneros
digitais, refletindo sobre eles, em especial, o
Folheto Informativo: a linguagem, o propósito
comunicativo e a interação entre os
interlocutores, etc.

• Mobilizar práticas da cultura digital, diferentes


linguagens, mídias e ferramentas digitais para
expandir as formas de produzir sentidos (nos
processos de compreensão e produção),
aprender e refletir sobre o mundo e realizar
diferentes projetos autorais.

• Identificar Relato Científico, Resumo de Textos • Memorizar a grafia de palavras de uso frequente nas
Expositivos e Folheto Informativo, como gêneros, quais as relações fonema - grafema são irregulares
Habilidades bem como dialogar e fazer análise sobre a e com h inicial que não representa fonema para
linguagem utilizada, a organização (gráfica e escrever corretamente.
composicional) de cada um, a função social deles
no campo de práticas de estudo e pesquisa e na
• Identificar os recursos utilizados pelo autor
mídia digital, reconhecendo onde circulam, quem
para obter determinados efeitos de sentido.
os produziu e a quem se destinam.
• Localizar palavras no dicionário para esclarecer
• Planejar e expor oralmente o Relato Científico, significados, reconhecendo o significado mais
com objetividade e com propriedade, tendo, plausível para o contexto que deu origem à
como apoio, recursos multissemióticos (imagens, consulta.
diagrama, tabelas etc.), orientando-se por roteiro
escrito, planejando o tempo de fala e adequando
a linguagem à situação comunicativa para a • Identificar efeito de sentido decorrente da
promoção e socialização do conhecimento. escolha da palavra de uma mesma classe
gramatical.
• Expressar-se em situações de intercâmbio oral
com clareza, com adequação da fala a diferentes • Reconhecer substantivo, adjetivo, verbo e
contextos comunicativos, preocupando-se em ser artigo como classes de palavras.
compreendido pelo interlocutor e usando a
• Classificar palavras, de acordo com conceito
palavra com tom de voz audível, boa articulação
construído.
e ritmo adequado.
• Identificar utilização de substantivo, adjetivo,
• Escutar com atenção os locutores e as
apresentações de trabalhos por colegas, verbo e artigo.
formulando perguntas importantes ao tema e
solicitando esclarecimentos, sempre que • Identificar as semelhanças na pronúncia das
necessário, sobre dados apresentados em letras E e I em finais de palavras e perceber as
imagens, tabelas, textos. diferenças na escrita.

• Identificar gêneros do discurso oral, utilizados • Caracterizar os vários contextos dos sons das
em diferentes situações e contextos letras (SS, Ç, C, e S com som de Z).
comunicativos, e suas características linguístico-
• Realizar a separação das sílabas na
expressivas e composicionais (conversação
passagem de uma linha para outra ao
espontânea, conversação telefônica, entrevistas
escrever, atentando-se para o dígrafo SS.
pessoais, entrevistas no rádio ou na TV, debate,
noticiário de rádio e TV, narração de jogos • Identificar, em gêneros textuais, os verbos, seus
esportivos no rádio e TV, aula, debate etc.). tempos e modos verbais, percebendo a
funcionalidade que exercem nos textos.
• Recuperar as ideias principais em situações
formais de escuta de exposições, apresentações • Saber que o advérbio modifica um verbo, um
e palestras. adjetivo ou outro advérbio numa situação
comunicativa.
• Expor trabalhos ou pesquisas escolares, em
sala de aula, com apoio de recursos
multissemióticos (imagens, diagrama, tabelas • Identificar em textos e usar na produção textual
etc.), orientando-se por roteiro escrito, planejando pronomes anafóricos (pessoais, possessivos e
o tempo de fala e adequando a linguagem à demonstrativos) como recurso coesivo.
situação comunicativa.
• Reconhecer e analisar o uso de sinais de
• Simular jornais radiofônicos ou televisivos e pontuação em situações diversas: ponto e
entrevistas jornalísticas veiculadas em rádio, TV vírgula, reticências, aspas e parênteses.
e na internet, orientando-se por roteiro ou texto
e demonstrando conhecimento dos gêneros
textuais, relato científico e resumo de textos
expositivos ancorados no escrito.

• Identificar a função social de textos que


circulam em campos da vida social dos quais
participa cotidianamente (a casa, a rua, a
comunidade, a escola) e nas mídias impressa,
de massa e digital, reconhecendo para que
foram produzidos, onde circulam, quem os
produziu e a quem se destinam.

• Estabelecer expectativas em relação ao texto


que vai ler (pressuposições antecipadoras dos
sentidos, da forma e da função social do texto),
apoiando-se em seus conhecimentos prévios
sobre as condições de produção e recepção
desse texto, o gênero, o suporte e o universo
temático, bem como sobre saliências textuais (o
que se destaca, sobressai, como: subtítulos,
aspas, negrito, formatação especial de letra,
notas de rodapé etc), recursos gráficos, imagens,
dados da própria obra (índice, prefácio etc.),
confirmando antecipações e inferências
realizadas antes e durante a leitura de textos,
checando a adequação das hipóteses realizadas.

• Identificar o efeito de sentido decorrente do uso


da pontuação e de outras notações.

• Localizar informações explícitas em um texto.

• Inferir uma informação implícita em um texto.

• Identificar e interpretar o efeito de sentido


produzido pelo uso de recursos expressivos
gráfico-visuais em textos multissemióticos.

• Reconhecer a linguagem verbal e não verbal.

• Estabelecer relações entre partes de um texto,


identificando repetições ou substituições que
contribuem para a continuidade de um texto.

• Estabelecer relações lógico-discursivas


presentes no texto, marcadas por conjunções,
advérbios, etc.

• Ler e compreender, silenciosamente e, em


seguida, em voz alta, com autonomia e fluência,
textos curtos com nível de textualidade
adequado.

• Selecionar livros da biblioteca e/ou do cantinho


de leitura da sala de aula e/ou disponíveis em
meios digitais para leitura individual, justificando
a escolha e compartilhando com os colegas sua
opinião, após a leitura.

• Identificara ideia central do texto,


demonstrando compreensão global.

• Ler e compreender textos expositivos de


divulgação científica para crianças, considerando
a situação comunicativa e o tema/ assunto do
texto.

• Reconhecer diferentes formas de tratar uma


informação na comparação de textos que tratam
do mesmo tema, em função das condições em
que ele foi produzido e daquelas em que será
recebido.

• Distinguir fatos de opiniões/sugestões em


textos (informativos, jornalísticos, publicitários,
etc.).

• Reconhecer a função de gráficos, diagramas e


tabelas em textos, como forma de apresentação
de dados e informações.

• Buscar e selecionar, com o apoio do professor,


informações de interesse sobre fenômenos
sociais e naturais, em textos que circulam em
meios impressos ou digitais.

• Identificar as marcas linguísticas que


evidenciam o locutor e interlocutor nos gêneros
trabalhados.
• Planejar e produzir a escrita de textos,
adequando a linguagem à intenção comunicativa
(para quem escrevo, por que / para quê escrevo
e como escrevo), ao contexto e aos interlocutores
(quem escreve / para quem escreve), como
também considerando o suporte (qual é o
portador do texto); organização e forma do texto
e seu tema, pesquisando em meios impressos ou
digitais, sempre que for preciso, informações
necessárias à produção do texto, organizando em
tópicos os dados e as fontes pesquisadas.

• Planejar e produzir textos sobre temas de


interesse, com base em resultados de
observações e pesquisas em fontes de
informações impressas ou eletrônicas, incluindo,
quando pertinente, imagens e gráficos ou tabelas
simples, considerando a situação comunicativa e
o tema/assunto do texto.

• Reler e revisar o texto produzido com a ajuda


do professor, com a colaboração dos colegas e
com autonomia, para corrigi-lo e aprimorá-lo,
fazendo cortes, acréscimos, reformulações; para
detectar e consertar possíveis falhas ortográficas,
gramaticais e de pontuação.

• Editar a versão final do texto em colaboração


com os colegas, com a ajuda do professor e com
autonomia, ilustrando, quando for o caso, em
suporte adequado, manual ou digital.

• Utilizar software, inclusive programas de edição


de texto, para editar e publicar os textos
produzidos, explorando os recursos
multissemióticos disponíveis.

• Utilizar, ao produzir um texto, conhecimentos


linguísticos e gramaticais, tais como ortografia,
regras básicas de concordância nominal e verbal,
pontuação (ponto final, ponto de exclamação,
ponto de interrogação, vírgulas em enumerações)
e pontuação do discurso direto, quando for o
caso.

• Utilizar, ao produzir um texto, recursos de


referenciação (por substituição lexical ou por
pronomes pessoais, possessivos e
demonstrativos), vocabulário apropriado ao
gênero, recursos de coesão pronominal
(pronomes anafóricos) e articuladores de
relações de sentido (tempo, causa, oposição,
conclusão, comparação), com nível suficiente de
informatividade.

• Organizar o texto em unidades de sentido,


dividindo-o em parágrafos segundo as normas
gráficas e de acordo com as características do
gênero textual.

• Linguagem, interlocução, finalidade, estrutura e • Irregularidades ortográficas e uso do H inicial;


Objeto do Conhecimento suporte dos gêneros.
• Identificação de palavras significativas,
• Planejamento de texto oral / Produção de texto observando a grafia;
oral / Exposição oral.
• Estudo do vocabulário no contexto
• Oralidade pública / Intercâmbio conversacional trabalhado;
em sala de aula.
• Classes de palavras.
• Escuta de textos orais.
• Estudos das letras E e I em finais de palavras;
• Forma de composição de gêneros orais.
• Emprego de palavras, SS, C, Ç e S com som
• Compreensão de textos orais. de Z;

• Reconstrução das condições de produção e • Verbos (flexões de tempo e de modo);


recepção de textos.

• Estratégia de leitura. • Advérbio (conceito e classificação);

• Leitura de imagens em folhetos informativos • Processos de coesão.


digitais.
• Uso dos sinais de pontuação: ponto e vírgula,
• Decodificação / Fluência de leitura. reticências, aspas e parênteses.

• Formação de leitor.

• Compreensão em leitura.

• Imagens analíticas em textos.

• Pesquisa.

• Variação Linguística.

• Planejamento de texto.

• Produção de textos.

• Revisão de texto.
• Edição de texto.

• Utilização de tecnologia digital.

• Construção do sistema alfabético / Convenções


da escrita.

• Construção do sistema alfabético /


Estabelecimento de relações anafóricas na
referenciação e construção da coesão.

• Planejamento de texto / Progressão temática e


paragrafação.

LÍNGUA PORTUGUESA 4º ANO

IV UNIDADE
 Campo da Vida Pública, como: Discurso de defesa e de acusação, Texto de Opinião e E-mail.
Eixos
Itens Oralidade, Leitura e Produção de Textos Análise Linguística
• Habilitar-se a fazer uso da língua materna, • Habilitar-se a fazer uso da língua materna,
levando em consideração as modalidades: oral, levando em consideração a modalidade análise
Competências leitura e produção de texto, bem como refletir linguística, bem como refletir criticamente sobre o
criticamente sobre o que e como fala, ouve, lê que e como fala, ouve, lê e/ou escreve.
e/ou escreve.
• Aperfeiçoar-se nas estruturas linguística e
• Ler, escutar e produzir textos orais, escritos e gramatical, nas normas ortográficas,
multissemióticos que circulam em diferentes contextualizando-as no desenvolvimento da
campos de atuação e mídias, com compreensão, leitura e da escrita.
autonomia, fluência e criticidade, de modo a se
expressar e partilhar informações, experiências, • Reconhecer a função dos sinais de pontuação e a
ideias e sentimentos, e continuar aprendendo. acentuação como recursos linguísticos importantes
na organização e na construção de sentido dos textos.
• Compreender o fenômeno da variação linguística,
demonstrando atitude respeitosa diante de • Refletir e ampliar conhecimentos sobre como a
variedades linguísticas e rejeitando preconceitos escrita funciona, assim como compreender as
relações, intencionalidades e funções sociais de
linguísticos.
cada evento em que a linguagem escrita está
presente.
• Compreender e expandir a capacidade de ler e de
• Focalizar a língua e seus usos, bem como os
produzir textos que circulam no campo da vida
fenômenos discursivos, textuais e gramaticais.
pública, como: Discurso de defesa e de acusação,
.
Texto de Opinião e E-mail, considerando as suas
partes estruturantes, os interlocutores, o suporte, a
variação linguística e os objetivos comunicativos.

• Compor gêneros orais para o aprimoramento da


dicção, da entonação, da pausa, do ritmo, da
postura, das hesitações, das expressões faciais e
corporais, estimulando a participação com
liberdade e respeito aos interlocutores para
resolver conflitos e criar soluções.

• Reconhecer os gêneros específicos da fala e


elaborar planos de trabalho para produção oral,
necessários para o momento da exposição, para o
desenvolvimento da criatividade, do interesse, do
espírito crítico e para a promoção da desenvoltura
e da integração da classe.

• Alargar o hábito da leitura, por meio da busca de


informações, nos gêneros textuais trabalhados,
para a promoção da ampliação da visão de
mundo e para a convivência diária enquanto seres
eminentemente sociais.

• Aprimorar as técnicas composicionais da


linguagem escrita, reconhecendo a importância
de escrever, reler, revisar e reescrever textos,
considerando critérios discursivos, linguísticos,
gramaticais e as condições de produção.

• Analisar textos de ambientes virtuais


reconhecendo marcadores, estratégias e
recursos discursivos pertinentes aos gêneros
digitais, refletindo sobre os eles, em especial, o
E-mail: a linguagem (o “internetês”), o propósito
comunicativo e a interação entre os
interlocutores, etc.

• Mobilizar práticas da cultura digital, diferentes


linguagens, mídias e ferramentas digitais para
expandir as formas de produzir sentidos (nos
processos de compreensão e produção),
aprender e refletir sobre o mundo e realizar
diferentes projetos autorais.
• Identificar o Discurso de defesa e de acusação, o
Texto de Opinião e o E-mail, como gêneros, bem
Habilidades como dialogar e fazer análise sobre a linguagem
utilizada, a organização (gráfica e composicional)
de cada um, a função social deles no campo da
vida cotidiana e na mídia digital, reconhecendo
onde circulam, quem os produziu e a quem se
destinam.

• Assistir, em vídeo digital, a julgamentos públicos


com temáticas de interesse da turma e possível
para a faixa etária, planejar e produzir discursos
de defesa e de acusação em áudio ou vídeo.
• Utilizar, ao produzir o texto, conhecimentos
linguísticos e gramaticais: regras sintáticas de
• Expressar-se em situações de intercâmbio oral concordância nominal e verbal, pontuação (ponto
com clareza, com adequação da fala a diferentes e vírgula, aspas, reticências e parênteses,
contextos comunicativos, preocupando-se em ser entre outros), regras ortográficas.
compreendido pelo interlocutor e usando a
palavra com tom de voz audível, boa articulação e
• Fazer inferência de regras das regularidades
ritmo adequado.
ortográficas.
• Argumentar, com cordialidade, a pontos de vista
diferentes, sobre tema polêmico relacionado a • Memorizar a grafia de palavras de uso frequente
situações vivenciadas na escola e sobre nas quais as relações fonema - grafema são
acontecimentos de interesse social, com base em irregulares e com h inicial que não representa
conhecimentos acerca de fatos divulgados em TV, fonema para escrever corretamente.
rádio, mídia impressa e digital.
• Estudar o vocabulário no contexto trabalhado,

• Escutar com atenção os locutores e as reconhecendo o uso do X e CH.


apresentações de trabalhos por colegas,
formulando perguntas importantes ao tema e • Observar e analisar a representação da letra G
solicitando esclarecimentos, sempre que em diferentes posições de palavras e o emprego
necessário, sobre dados apresentados em do gui e qui.
imagens, tabelas, textos.
• Distinguir o uso dos porquês em situações
diferentes da língua.
• Atribuir significado a aspectos não linguísticos
(paralinguísticos) observados na fala, como • Identificar nos textos em estudo a grafia de
direção do olhar, riso, gestos, movimentos da palavras significativas.
cabeça (de concordância ou discordância),
• Localizar palavras no dicionário para esclarecer
expressão corporal, tom de voz.
significados, reconhecendo o significado mais
plausível para o contexto que deu origem à
• Identificar finalidades da interação oral em consulta.
diferentes contextos comunicativos (solicitar
informações, apresentar opiniões, informar, relatar
experiências etc.). • Reconhecer a relação entre o substantivo e o
• Respeitar, em situações informais e formais, as adjetivo.
características dos turnos da conversação
(alternância de participantes), considerando o • Identificar em textos e usar na produção textual
contexto e as características dos interlocutores pronomes pessoais, possessivos e
(status profissional, idade etc.). demonstrativos, numerais e advérbios, como
recursos coesivos.
• Identificar a função social de textos que circulam
em campos da vida social dos quais participa • Empregar corretamente os sinais de pontuação:
cotidianamente (a casa, a rua, a comunidade, a ponto e vírgula, aspas, reticências e parênteses.
escola) e nas mídias impressa, de massa e digital,
• Identificar, em gêneros textuais, os verbos, seus
reconhecendo para que foram produzidos, onde
tempos e modos verbais, percebendo a
circulam, quem os produziu e a quem se
funcionalidade que exercem nos textos.
destinam.
• Reconhecer os recursos linguísticos (modos
• Estabelecer expectativas em relação ao texto
verbais) utilizados nos textos.
que vai ler (pressuposições antecipadoras dos
sentidos, da forma e da função social do texto), • Conhecer e compreender as possibilidades de
apoiando-se em seus conhecimentos prévios uso da Concordância Verbal e Nominal, conforme
sobre as condições de produção e recepção a situação de comunicação em que o locutor e os
desse texto, o gênero, o suporte e o universo interlocutor estejam envolvidos, sejam na fala ou
temático, bem como sobre saliências textuais (o na escrita.
que se destaca, sobressai, como: subtítulos,
aspas, negrito, formatação especial de letra, notas • Identificar em textos e usar na produção textual a
de rodapé etc), recursos gráficos, imagens, dados concordância entre artigo, substantivo e adjetivo
da própria obra (índice, prefácio etc.), confirmando (concordância no grupo nominal).
antecipações e inferências realizadas antes e
durante a leitura de textos, checando a • Identificar a função na leitura e usar,
adequação das hipóteses realizadas. adequadamente, na escrita, ponto final, de
interrogação, de exclamação em diálogos
• Identificar o efeito de sentido decorrente do uso (discurso direto), vírgula em enumerações e em
da pontuação e de outras notações. separação de vocativo e de aposto.
• Enfatizar a pronúncia, no vocativo e no aposto,
• Localizar informações explícitas em um texto. pontuando dentro do texto.
• Inferir uma informação implícita em um texto. • Conhecer e identificar o aposto e o vocativo nos
gêneros trabalhados.
• Inferir o sentido de palavras ou expressões
desconhecidas em textos, com base no contexto
da frase ou do texto.

• Recuperar relações entre partes de um texto,


identificando substituições lexicais (de
substantivos por sinônimos) ou pronominais (uso
de pronomes anafóricos – pessoais, possessivos,
demonstrativos) que contribuem para a
continuidade do texto.

• Identificar e interpretar o efeito de sentido


produzido pelo uso de recursos expressivos
gráfico-visuais em textos multissemióticos.

• Reconhecer diferentes formas de tratar uma


informação na comparação de textos que tratam
do mesmo tema, em função das condições em
que ele foi produzido e daquelas em que será
recebido.

• Estabelecer relações lógico-discursivas


presentes no texto, marcadas por conjunções,
advérbios, etc.

• Ler e compreender, silenciosamente e, em


seguida, em voz alta, com autonomia e fluência,
textos curtos com nível de textualidade adequado.

• Identificara ideia central do texto,


demonstrando compreensão global.

• Buscar e selecionar informações sobre temas de


interesse pessoal ou escolar em textos que • Estudar o vocabulário no contexto
circulam em meios digitais e/ou impressos. trabalhado, reconhecendo o uso do X e
CH.
• Distinguir fatos de opiniões/sugestões em textos
(informativos, jornalísticos, publicitários, etc.). • Reconhecer a relação entre o substantivo
e o adjetivo.
• Identificar as marcas linguísticas que evidenciam
o locutor e o interlocutor de um texto. • Observar e analisar a representação da
letra G em diferentes posições de
palavras e o emprego do gui e qui.
• Planejar e produzir a escrita de textos,
adequando a linguagem à intenção comunicativa
(para quem escrevo, por que / para quê escrevo e • Distinguir o uso dos porquês em
situações diferentes da língua.
como escrevo), ao contexto e aos interlocutores
(quem escreve / para quem escreve), como
também considerando o suporte (qual é o • Empregar corretamente os sinais de
portador do texto); organização e forma do texto e pontuação: ponto e vírgula, aspas,
seu tema, pesquisando em meios impressos ou reticências e parênteses.
digitais, sempre que for preciso, informações
necessárias à produção do texto, organizando em
tópicos os dados e as fontes pesquisadas. • Identificar, em gêneros textuais, os
verbos e seus modos verbais,
• Planejar e produzir textos sobre temas de percebendo a funcionalidade que
exercem nos textos.
interesse, com base em resultados de
observações e pesquisas em fontes de
informações impressas ou eletrônicas, incluindo, • Reconhecer os recursos linguísticos
quando pertinente, imagens e gráficos ou tabelas (modos verbais) utilizados nos textos
simples, considerando a situação comunicativa e
o tema/assunto do texto.

• Produzir texto com o intuito de opinar e defender


ponto de vista sobre tema polêmico relacionado a
situações vivenciadas na escola e sobre
acontecimentos de interesse social, com base em
conhecimentos acerca de fatos divulgados em TV,
rádio, mídia impressa e digital, utilizando registro
formal e estrutura adequada à argumentação,
considerando a situação comunicativa e o
tema/assunto do texto.

• Reler e revisar o texto produzido com a ajuda do


professor, com a colaboração dos colegas e com
autonomia, para corrigi-lo e aprimorá-lo, fazendo
cortes, acréscimos, reformulações; para detectar
e consertar possíveis falhas ortográficas,
gramaticais e de pontuação.

• Editar a versão final do texto em colaboração


com os colegas, com a ajuda do professor e com
autonomia, ilustrando, quando for o caso, em
suporte adequado, manual ou digital.

• Utilizar software, inclusive programas de edição


de texto, para editar e publicar os textos
produzidos, explorando os recursos
multissemióticos disponíveis.

• Utilizar, ao produzir um texto, conhecimentos


linguísticos e gramaticais, tais como ortografia,
regras básicas de concordância nominal e verbal,
pontuação (ponto final, ponto de exclamação,
ponto de interrogação, vírgulas em enumerações)
e pontuação do discurso direto, quando for o
caso.

• Utilizar, ao produzir um texto, recursos de


referenciação (por substituição lexical ou por
pronomes pessoais, possessivos e
demonstrativos), vocabulário apropriado ao
gênero, recursos de coesão pronominal
(pronomes anafóricos) e articuladores de relações
de sentido (tempo, causa, oposição, conclusão,
comparação), com nível suficiente de
informatividade.

• Organizar o texto em unidades de sentido,


dividindo-o em parágrafos segundo as normas
gráficas e de acordo com as características do
gênero textual.

• Oralidade pública / Intercâmbio conversacional


• Formulação de palavras, regularidades
em sala de aula.
Objeto do Conhecimento contextuais e irregularidades ortográficas.
• Escuta atenta. • Emprego do X e CH.

• Aspectos não linguísticos (paralinguísticos) no • Emprego do gui e qui.


ato da fala.
• Uso dos porquês.
• Relato oral / Registro formal e informal.

• Forma de composição de gêneros orais. • Grafiade palavras, estudo do vocabulário, do


contexto e uso do dicionário.
• Variação linguística.
• A relação entre substantivo X adjetivo.
• Planejamento e produção de texto.
• Processos de coesão / Forma de composição dos
• Reconstrução das condições de produção e textos: Coesão e articuladores.
recepção de textos.
• Uso dos sinais de pontuação: ponto e vírgula,
• Estratégia de leitura. aspas, reticências e parênteses.
• Decodificação / Fluência de leitura.
• Revisão de verbos (flexões de tempo e de
modo).
• Compreensão em leitura.
• Concordâncias verbal e nominal.
• Variação Linguística.
• Aposto e Vocativo.
• Planejamento de texto.

• Produção de texto.

• Revisão de texto.

• Edição de texto.

• Utilização de tecnologia digital.

• Construção do sistema alfabético/ Convenções


da escrita.

• Construção do sistema alfabético /


Estabelecimento de relações anafóricas na
referenciação e construção da coesão.
LÍNGUA PORTUGUESA 5º ANO

I UNIDADE

 Campo da Vida Cotidiana: Telefonema, Relato de experiências e Diário Digital.

Eixos
Itens Oralidade, Leitura e Produção de Textos Análise Linguística
• Habilitar-se a fazer uso da língua materna, • Habilitar-se a fazer uso da língua materna,
levando em consideração as modalidades: oral, levando em consideração a modalidade análise
leitura e produção de texto, bem como refletir linguística, bem como refletir criticamente sobre o
criticamente sobre o que e como fala, ouve, lê que e como fala, ouve, lê e/ou escreve.
e/ou escreve.
• Aperfeiçoar-se nas estruturas linguística e
• Ler, escutar e produzir textos orais, escritos e gramatical, nas normas ortográficas,
multissemióticos que circulam em diferentes contextualizando-as no desenvolvimento da
campos de atuação e mídias, com compreensão, leitura e da escrita.
autonomia, fluência e criticidade, de modo a se
• Reconhecer a função dos sinais de pontuação e a
expressar e partilhar informações, experiências, acentuação como recursos linguísticos importantes
Competências ideias e sentimentos, e continuar aprendendo. na organização e na construção de sentido dos textos.

• Compreender o fenômeno da variação


linguística, demonstrando atitude respeitosa • Refletir e ampliar conhecimentos sobre como a
diante de variedades linguísticas e rejeitando escrita funciona, assim como compreender as
preconceitos linguísticos. relações, intencionalidades e funções sociais de
cada evento em que a linguagem escrita está
presente.
• Compreender e expandir a capacidade de ler e
de produzir textos que circulam no campo da vida
cotidiana, como: Telefonema, Relato de • Focalizar a língua e seus usos, bem como os
experiências e Diário Digital considerando as fenômenos discursivos, textuais e gramaticais.
suas partes estruturantes, os interlocutores, o
suporte, a variação linguística e os objetivos
comunicativos.
• Compor gêneros orais para o aprimoramento da
dicção, da entonação, da pausa, do ritmo, da
postura, das hesitações, das expressões faciais e
corporais; para o desenvolvimento da
criatividade, do interesse e do espírito crítico;
para a promoção da desenvoltura e da integração
da classe.

• Reconhecer os gêneros específicos da fala e


elaborar planos de trabalho para produção oral,
necessários para o momento da exposição.

• Alargar o hábito da leitura, por meio da busca de


informações, nos gêneros textuais trabalhados,
para a promoção da ampliação da visão de
mundo e para a convivência diária enquanto
seres eminentemente sociais.

• Aprimorar as técnicas composicionais da


linguagem escrita, reconhecendo a importância
de escrever, reler, revisar e reescrever textos,
considerando critérios discursivos, linguísticos,
gramaticais e as condições de produção.

• Analisar textos de ambientes virtuais


reconhecendo marcadores, estratégias e
recursos discursivos pertinentes aos gêneros
digitais, refletindo sobre eles, em especial, o
Diário Digital: a linguagem, o propósito
comunicativo e a interação entre os
interlocutores, etc.
• Mobilizar práticas da cultura digital, diferentes
linguagens, mídias e ferramentas digitais para
expandir as formas de produzir sentidos (nos
processos de compreensão e produção),
aprender e refletir sobre o mundo e realizar
diferentes projetos autorais.

• Identificar o Telefonema, o Relato de • Identificar o processo de formação das palavras.


experiências e o Diário Digital, como gêneros,
• Compreender a lógica da formação das
bem como dialogar e fazer análise sobre a
palavras.
linguagem utilizada, a organização (gráfica e
composicional) de cada um, a função social deles
no campo da vida cotidiana e na mídia digital, • Grafar palavras, utilizando regras de
reconhecendo onde circulam, quem os produziu e correspondência fonema-grafema, regulares e
a quem se destinam. contextuais.

• Fazer inferência de regras das regularidades


• Comunicar-se, por meio de um Telefonema, com ortográficas.
autonomia, coerência, usando a palavra com tom
Habilidades audível, com boa articulação, com ritmo • Classificar as palavras quanto à tonicidade.
adequado, expressando-se de forma clara e
ordenada, assim como adequando a fala a • Escrever corretamente palavras com til, M, N,
diferentes situações de comunicação. como marcas de nasalização e palavras com LH
e U.
• Identificar gêneros do discurso oral, utilizados • Grafar corretamente palavras com letras G e J.
em diferentes situações e contextos
comunicativos, e suas características linguístico- • Identificar a função dos adjetivos e pronomes
expressivas e composicionais (conversação pessoais nos textos.
espontânea, conversação telefônica, entrevistas
pessoais, entrevistas no rádio ou na TV, debate, • Empregar adequadamente o adjetivo,
noticiário de rádio e TV, narração de jogos flexionando-o em gênero e número, de acordo
esportivos no rádio e TV, aula, debate etc.). com o substantivo a que se refere.

• Identificar a função dos adjetivos, das


• Escutar com atenção falas de professores e
colegas, formulando perguntas pertinentes ao locuções adjetivas nos textos.
tema e solicitando esclarecimentos sempre que
necessário. • Conhecer o contexto de uso do adjetivo pátrio e
• Identificar finalidades da interação oral em fazer uso do conhecimento sobre eles para
diferentes contextos comunicativos (solicitar escrever palavras com ES e ESA.
informações, apresentar opiniões, informar, relatar
experiências etc.). • Reconhecer a função dos sinais de pontuação
na organização dos textos.

• Ouvir gravações, canções, textos falados e • Analisar os sinais de pontuação nos textos,
escritos em diferentes variedades linguísticas, considerando-os elementos que garantem a
identificando características regionais, urbanas e coesão.
rurais da fala e respeitando as diversas
• Conhecer as diferenças de efeitos de sentido no
variedades linguísticas como características do
uso da vírgula na marcação da inversão do nome
uso da língua por diferentes grupos regionais ou
de lugar anteposto às datas e na separação de
diferentes culturas locais, rejeitando preconceitos
elementos coordenados - dispostos em
linguísticos.
enumeração.
• Identificar a função social de textos que circulam
• Reconhecer a função dos verbos em frases.
em campos da vida social dos quais participa
cotidianamente (a casa, a rua, a comunidade, a • Identificar a expressão de presente, passado e
escola) e nas mídias impressa, de massa e digital, futuro em tempos verbais do modo indicativo.
reconhecendo para que foram produzidos, onde
circulam, quem os produziu e a quem se • Conhecer e compreender as possibilidades de
destinam. uso da Concordância Verbal e Nominal, conforme
a situação de comunicação em que o locutor e o
• Estabelecer expectativas em relação ao texto interlocutor estejam envolvidos, sejam na fala ou
que vai ler (pressuposições antecipadoras dos na escrita.
sentidos, da forma e da função social do texto),
apoiando-se em seus conhecimentos prévios • Identificar em textos e usar na produção textual
sobre as condições de produção e recepção a concordância entre artigo, substantivo e
desse texto, o gênero, o suporte e o universo adjetivo (concordância no grupo nominal).
temático, bem como sobre saliências textuais (o
que se destaca, sobressai, como: subtítulos, • Flexionar, adequadamente, na escrita e na
aspas, negrito, formatação especial de letra, notas oralidade, os verbos em concordância com
de rodapé etc), recursos gráficos, imagens, dados pronomes pessoais/nomes sujeitos da oração.
da própria obra (índice, prefácio etc.), confirmando
antecipações e inferências realizadas antes e
durante a leitura de textos, checando a
adequação das hipóteses realizadas.

• Identificar o efeito de sentido decorrente do uso


da pontuação e de outras notações.

• Localizar informações explícitas em um texto.

• Identificar e interpretar o efeito de sentido


produzido pelo uso de recursos expressivos
gráfico-visuais em textos multissemióticos.

• Inferir informações implícitas em textos lidos.

• Inferir o sentido de palavras ou expressões


desconhecidas em textos, com base no contexto
da frase ou do texto.

• Recuperar relações entre partes de um texto,


identificando substituições lexicais (de
substantivos por sinônimos) ou pronominais (uso
de pronomes anafóricos – pessoais,
possessivos, demonstrativos) que contribuem
para a continuidade do texto.

• Estabelecer relação causa / consequência entre


partes e elementos do texto.

• Estabelecer relações lógico-discursivas


presentes no texto, marcadas por conjunções,
advérbios, etc.

• Ler e compreender, silenciosamente e, em


seguida, em voz alta, com autonomia e fluência,
textos curtos com nível de textualidade adequado.

•Selecionar livros da biblioteca e/ou do cantinho


de leitura da sala de aula e/ou disponíveis em
meios digitais para leitura individual, justificando a
escolha e compartilhando com os colegas sua
opinião, após a leitura.

• Identificar a ideia central do texto, demonstrando


compreensão global.

• Distinguir um fato da opinião relativa a esse fato.

• Identificar as marcas linguísticas que evidenciam


o locutor e interlocutor nos gêneros trabalhados
(marcas fonéticas, expressão típica).

• Planejar e produzir a escrita de textos,


adequando a linguagem à intenção comunicativa
(para quem escrevo, por que / para quê escrevo e
como escrevo), ao contexto e aos interlocutores
(quem escreve / para quem escreve), como
também considerando o suporte (qual é o
portador do texto); organização e forma do texto e
seu tema, pesquisando em meios impressos ou
digitais, sempre que for preciso, informações
necessárias à produção do texto, organizando em
tópicos os dados e as fontes pesquisadas.

• Reler e revisar o texto produzido com a ajuda do


professor, com a colaboração dos colegas e com
autonomia, para corrigi-lo e aprimorá-lo, fazendo
cortes, acréscimos, reformulações; para detectar
e consertar possíveis falhas ortográficas,
gramaticais e de pontuação.

• Editar a versão final do texto em colaboração


com os colegas, com a ajuda do professor e com
autonomia, ilustrando, quando for o caso, em
suporte adequado, manual ou digital.

• Utilizar software, inclusive programas de edição


de texto, para editar e publicar os textos
produzidos, explorando os recursos
multissemióticos disponíveis.

• Utilizar, ao produzir um texto, conhecimentos


linguísticos e gramaticais, tais como ortografia,
regras básicas de concordância nominal e verbal,
pontuação (ponto final, ponto de exclamação,
ponto de interrogação, vírgulas em enumerações)
e pontuação do discurso direto, quando for o
caso.

• Utilizar, ao produzir um texto, recursos de


referenciação (por substituição lexical ou por
pronomes pessoais, possessivos e
demonstrativos), vocabulário apropriado ao
gênero, recursos de coesão pronominal
(pronomes anafóricos) e articuladores de relações
de sentido (tempo, causa, oposição, conclusão,
comparação), com nível suficiente de
informatividade.

• Organizar o texto em unidades de sentido,


dividindo-o em parágrafos segundo as normas
gráficas e de acordo com as características do
gênero textual.

• Linguagem, interlocução, finalidade, estrutura e • Formação de palavras a partir dos textos


suporte dos gêneros. estudados;

• Produção de texto oral. • Consciência grafofonêmica;

• Escuta atenta. • Inferência de regras das regularidades


ortográficas;
• Relato oral / Registro formal e informal.
• Classificação de palavras quanto à tonicidade;
• Forma de composição de gêneros orais
Objeto do Conhecimento • Emprego do til, M, N, depois das consoantes;
• Variação linguística.
• Emprego do LH e U;
• Reconstrução das condições de produção e
recepção de textos. • Emprego do G e J;

• Estratégia de leitura. • Uso


de adjetivos, locuções adjetivas e pronomes
pessoais;
• Leitura de imagens em mídias digitais (Diário
digital). • Usode sinais de pontuação (ponto final, dois
pontos, travessão, ponto de interrogação, ponto
• Decodificação / Fluência de leitura. de exclamação);
• Formação de leitor. • Noçõesde vírgula (para marcar inversão do nome
de lugar anteposto às datas e para separar entre
si elementos coordenados - dispostos em
• Compreensão. enumeração);

• Variação Linguística. • Uso


de verbos (definição, função, flexões de
número e de pessoa).
• Planejamento de texto.
• Concordâncias verbal e nominal.
• Produção de texto.

• Revisão de texto.

• Edição de texto.

• Utilização de tecnologia digital.

• Construção do sistema alfabético / Convenções


da escrita.

• Construção do sistema alfabético /


Estabelecimento de relações anafóricas na
referenciação e construção da coesão.

• Planejamento de texto / Progressão temática e


paragrafação.

LÍNGUA PORTUGUESA 5º ANO


II UNIDADE
• Campo Artístico-literário: Depoimento, Crônicas e Charge.

Eixos
Itens Oralidade, Leitura e Produção de Textos Análise Linguística
• Habilitar-se a fazer uso da língua materna, • Habilitar-se a fazer uso da língua materna,
levando em consideração as modalidades: oral, levando em consideração a modalidade análise
leitura e produção de texto, bem como refletir linguística, bem como refletir criticamente sobre o
criticamente sobre o que e como fala, ouve, lê que e como fala, ouve, lê e/ou escreve.
e/ou escreve.
• Aperfeiçoar-se nas estruturas linguística e
• Ler, escutar e produzir textos orais, escritos e gramatical, nas normas ortográficas,
multissemióticos que circulam em diferentes contextualizando-as no desenvolvimento da
campos de atuação e mídias, com compreensão, leitura e da escrita.
autonomia, fluência e criticidade, de modo a se
expressar e partilhar informações, experiências, • Reconhecer a função dos sinais de pontuação e a
ideias e sentimentos, e continuar aprendendo. acentuação como recursos linguísticos importantes
Competências
na organização e na construção de sentido dos textos.
• Compreender o fenômeno da variação
linguística, demonstrando atitude respeitosa
diante de variedades linguísticas e rejeitando • Refletir e ampliar conhecimentos sobre como a
preconceitos linguísticos. escrita funciona, assim como compreender as
relações, intencionalidades e funções sociais de
cada evento em que a linguagem escrita está
• Compreender e expandir a capacidade de ler e de presente.
produzir textos que circulam no campo artístico-
literário, como: Depoimento, Crônicas e Charge,
considerando as suas partes estruturantes, os • Focalizar a língua e seus usos, bem como os
interlocutores, o suporte, a variação linguística e fenômenos discursivos, textuais e gramaticais.
os objetivos comunicativos.

• Compor gêneros orais para o aprimoramento da


dicção, da entonação, da pausa, do ritmo, da
postura, das hesitações, das expressões faciais e
corporais; para o desenvolvimento da
criatividade, do interesse e do espírito crítico;
para a promoção da desenvoltura e da integração
da classe.

• Reconhecer os gêneros específicos da fala e


elaborar planos de trabalho para produção oral,
necessários para o momento da exposição.

• Envolver-se em práticas de leitura literária que


possibilitem o desenvolvimento do senso estético
para fruição, valorizando a literatura e outras
manifestações artístico-culturais como formas de
acesso às dimensões lúdicas, de imaginário e
encantamento, reconhecendo o potencial
transformador e humanizador da experiência com
a literatura.

• Alargar o hábito da leitura, por meio da busca de


informações, nos gêneros textuais trabalhados,
para a promoção da ampliação da visão de
mundo e para a convivência diária enquanto
seres eminentemente sociais.

• Valorizar a literatura e outras manifestações


culturais como formas de compreensão do
mundo e de si mesmo.

• Aprimorar as técnicas composicionais da


linguagem escrita, reconhecendo a importância
de escrever, reler, revisar e reescrever textos,
considerando critérios discursivos, linguísticos,
gramaticais e as condições de produção.
• Analisar textos de ambientes virtuais
reconhecendo marcadores, estratégias e
recursos discursivos pertinentes aos gêneros
digitais, refletindo sobre eles, em especial, a
Charge: a linguagem (o “internetês”), o propósito
comunicativo e a interação entre os
interlocutores, etc.

• Mobilizar práticas da cultura digital, diferentes


linguagens, mídias e ferramentas digitais para
expandir as formas de produzir sentidos (nos
processos de compreensão e produção), aprender
e refletir sobre o mundo e realizar diferentes
projetos autorais.

• Identificar Depoimento, Crônicas e Charge, como • Identificar o processo de formação das palavras.
gêneros, bem como dialogar e fazer análise
sobre a linguagem utilizada, a organização • Compreender a lógica da formação das
palavras.
(gráfica e composicional) de cada um, a função
social deles no campo artístico-literário e na
mídia digital, reconhecendo onde circulam, quem • Memorizar a grafia de palavras de uso frequente
os produziu e a quem se destinam. nas quais as relações fonema - grafema são
irregulares
Habilidades • Transmitir o Depoimento, usando a palavra com
tom audível, com boa articulação e com ritmo
adequado. • Fazer inferência de regras das regularidades
ortográficas.
• Expressar-se de forma clara, coerente e
ordenada, preocupando-se em ser compreendido • Grafar corretamente palavras com letras LH, LI,
pelo interlocutor e, assim como, adequando a SS, Ç, C, S, O, U, OU, L.
fala a diferentes situações de comunicação.
• Empregar, corretamente, o hífen com prefixos
• Recontar oralmente textos literários. nas palavras.

• Escutar com atenção apresentações de • Reconhecer que a classificação das palavras em


trabalhos por colegas. oxítonas, paroxítonas e proparoxítonas depende
da posição em que a sílaba tônica se encontra.
• Atribuir significado a aspectos não linguísticos
(paralinguísticos) observados na fala, como • Aplicar o acordo ortográfico vigente nos ditongos
direção do olhar, riso, gestos, movimentos da abertos em palavras paroxítonas EI, OI, bem
cabeça (de concordância ou discordância), como nas palavras oxítonas e nas paroxítonas
expressão corporal, tom de voz. em Í e Ú.

• Ouvir gravações textos falados e ler textos • Reconhecer que as palavras terminadas em oo
escritos em diferentes variedades linguísticas, (s) e eem não são acentuadas.
identificando características regionais, urbanas e
rurais da fala e respeitando as diversas • Identificar e conceituar as onomatopeias.
variedades linguísticas como características do
• Reconhecer algumas interjeições presentes nas
uso da língua por diferentes grupos regionais ou
diferentes culturas locais, rejeitando preconceitos charges e o que elas expressam.
linguísticos.
• Utilizar os sinais de pontuação: ponto final, dois
• Identificar a função social de textos que circulam pontos, travessão, ponto de interrogação, ponto
em campos da vida social dos quais participa de exclamação, parênteses, ponto e vírgula,
cotidianamente (a casa, a rua, a comunidade, a aspas e reticências,
escola) e nas mídias impressa, de massa e
• Reconhecer o efeito de sentido da pontuação
digital, reconhecendo para que foram
nos textos com elementos que garantem a
produzidos, onde circulam, quem os produziu e a
coesão.
quem se destinam.
• Conhecer as diferenças de efeitos de sentido no
• Estabelecer expectativas em relação ao texto
uso da vírgula na enunciação de aposto e
que vai ler (pressuposições antecipadoras dos
vocativo.
sentidos, da forma e da função social do texto),
apoiando-se em seus conhecimentos prévios • Diferenciar discurso indireto e discurso direto,
sobre as condições de produção e recepção determinando o efeito de sentido de verbos de
desse texto, o gênero, o suporte e o universo enunciação e explicando o uso de variedades
temático, bem como sobre saliências textuais (o linguísticas no discurso direto, quando for o caso.
que se destaca, sobressai, como: subtítulos,
aspas, negrito, formatação especial de letra,
• Identificar a função dos pronomes
notas de rodapé etc), recursos gráficos, imagens,
dados da própria obra (índice, prefácio etc.), demonstrativos e possessivos nos textos.
confirmando antecipações e inferências
• Identificar, em gêneros textuais, os verbos e
realizadas antes e durante a leitura de textos,
suas flexões de tempo, número, pessoa e modo,
checando a adequação das hipóteses realizadas.
o verbo auxiliar e o principal, percebendo a
• Identificar o efeito de sentido decorrente do uso funcionalidade que exercem nos textos.
da pontuação e de outras notações.
• Reconhecer que o advérbio modifica um verbo,
• Localizar informações explícitas em um texto. um adjetivo ou outro advérbio numa situação
comunicativa.

• Inferir uma informação implícita em um texto. • Identificar, nos gêneros textuais, as preposições,
compreendendo a sua importância para a ligação
• Inferir o sentido de palavras ou expressões dos termos.
desconhecidas em textos, com base no contexto
da frase ou do texto.

• Recuperar relações entre partes de um texto,


identificando substituições lexicais (de
substantivos por sinônimos) ou pronominais (uso
de pronomes anafóricos – pessoais,
possessivos, demonstrativos) que contribuem
para a continuidade do texto.

• Estabelecer relações lógico-discursivas


presentes no texto, marcadas por conjunções,
advérbios, etc.

• Ler e compreender, em colaboração com os


colegas e com a ajuda do professor e, mais
tarde, de maneira autônoma, textos narrativos de
maior porte como crônicas.

• Construir o sentido no gênero Charge,


relacionando imagens e palavras e interpretando
recursos gráficos (tipos de balões, de letras,
onomatopeias, etc).

• Identificar o efeito de sentido produzido pelo uso


de recursos expressivos gráfico-visuais em
textos multissemióticos.

• Reconhecer a linguagem verbal e não verbal.

• Ler e compreender, silenciosamente e, em


seguida, em voz alta, com autonomia e fluência,
textos curtos com nível de textualidade
adequado.

• Reconhecer que os textos literários fazem parte


do mundo do imaginário e apresentam uma
dimensão lúdica, de encantamento, valorizando-
os, em sua diversidade cultural, como patrimônio
artístico da humanidade.

• Selecionar livros da biblioteca e/ou do cantinho


de leitura da sala de aula e/ou disponíveis em
meios digitais para leitura individual, justificando
a escolha e compartilhando com os colegas sua
opinião, após a leitura.

• Perceber diálogos em textos narrativos,


observando o efeito de sentido de verbos de
enunciação e, se for o caso, o uso de variedades
linguísticas no discurso direto.
• Identificar o tema de um texto, demonstrando
compreensão global.

• Identificar efeitos de ironia ou humor em textos


variados.

• Diferenciar fatos de opiniões em textos


informativos.

• Planejar e produzir a escrita de textos,


adequando a linguagem à intenção comunicativa
(para quem escrevo, por que / para quê escrevo
e como escrevo), ao contexto e aos
interlocutores (quem escreve / para quem
escreve), como também considerando o suporte
(qual é o portador do texto); organização e forma
do texto e seu tema, pesquisando em meios
impressos ou digitais, sempre que for preciso,
informações necessárias à produção do texto,
organizando em tópicos os dados e as fontes
pesquisadas.

• Criar narrativas ficcionais, com certa autonomia,


utilizando detalhes descritivos, sequências de
eventos e imagens apropriadas para sustentar o
sentido do texto, e marcadores de tempo, espaço
e de fala de personagens.

• Recriar uma charge.

• Criar charges, a partir da temática, do contexto


empregado neles e atendendo a
intencionalidade dos mesmos.

• Reler e revisar o texto produzido com a ajuda do


professor, com a colaboração dos colegas e com
autonomia, para corrigi-lo e aprimorá-lo, fazendo
cortes, acréscimos, reformulações; para detectar
e consertar possíveis falhas ortográficas,
gramaticais e de pontuação.

• Editar a versão final do texto em colaboração


com os colegas, com a ajuda do professor e com
autonomia, ilustrando, quando for o caso, em
suporte adequado, manual ou digital.

• Utilizar software, inclusive programas de edição


de texto, para editar e publicar os textos
produzidos, explorando os recursos
multissemióticos disponíveis.

• Utilizar, ao produzir um texto, conhecimentos


linguísticos e gramaticais, tais como ortografia,
regras básicas de concordância nominal e
verbal, pontuação (ponto final, ponto de
exclamação, ponto de interrogação, vírgulas em
enumerações) e pontuação do discurso direto,
quando for o caso.

• Utilizar, ao produzir um texto, recursos de


referenciação (por substituição lexical ou por
pronomes pessoais, possessivos e
demonstrativos), vocabulário apropriado ao
gênero, recursos de coesão pronominal
(pronomes anafóricos) e articuladores de
relações de sentido (tempo, causa, oposição,
conclusão, comparação), com nível suficiente de
informatividade.
• Organizar o texto em unidades de sentido,
dividindo-o em parágrafos segundo as normas
gráficas e de acordo com as características do
gênero textual.

• Linguagem, interlocução, finalidade, estrutura e


suporte dos gêneros. • Formação de palavras a partir de textos
estudados;
• Produção de texto oral.
• Inferência de regularidade ortográfica;
• Oralidade pública / Intercâmbio conversacional
em sala de aula. • Emprego de palavras com LH, LI, SS, Ç, C, S,
OU, U, O, L, S com som de Z;
• Contagem de histórias.
• Emprego do hífen com prefixos;
• Escuta atenta.
• Classificação das palavras quanto à tonicidade;
• Aspectos não linguísticos (paralinguísticos) no
ato da fala. • Ditongos abertos em palavras paroxítonas
(EI, OI);
Objeto do Conhecimento • Variação linguística. • Í e Ú em palavras oxítonas e paroxítonas;
• Palavras terminadas em: oo (s) / eem;
• Reconstrução das condições de produção e
recepção de textos. • Onomatopeias e interjeições;

• Estratégia de leitura. • Uso dos sinais de pontuação (ponto final, dois


pontos, travessão, ponto de interrogação, ponto
• Leitura colaborativa e autônoma. de exclamação, aspas, reticências, parênteses,
ponto e vírgula);
• Leitura de imagens em narrativas visuais
(Charge). • Noções de vírgula (para isolar o aposto e o
vocativo);
• Decodificação / Fluência de leitura.
• Discurso direto e indireto;
• Formação do leitor.
• Formação do leitor literário. • Pronomes (demonstrativos e possessivos);
• Formação do leitor literário / Leitura • Uso de verbo (tempos e modos verbais);
multissemiótica.
• Uso de advérbios;
• Compreensão.
• Uso de preposições.
• Planejamento de texto.

• Produção de textos.

• Revisão de texto.

• Edição de texto.

• Utilização de tecnologia digital.

• Construção do sistema alfabético / Convenções


da escrita.

• Construção do sistema alfabético /


Estabelecimento de relações anafóricas na
referenciação e construção da coesão.

• Planejamento de texto / Progressão temática e


paragrafação.

• Escrita autônoma e compartilhada.

LÍNGUA PORTUGUESA 5º ANO

III UNIDADE
 Campo das Práticas de Estudo e Pesquisa: Seminário, Texto de divulgação científica e Vídeo Tutorial.
Eixos
Itens Oralidade, Leitura e Produção de Textos Análise Linguística
• Habilitar-se a fazer uso da língua materna, • Habilitar-se a fazer uso da língua materna,
levando em consideração as modalidades: oral, levando em consideração a modalidade análise
Competências leitura e produção de texto, bem como refletir linguística, bem como refletir criticamente sobre o
criticamente sobre o que e como fala, ouve, lê que e como fala, ouve, lê e/ou escreve.
e/ou escreve.
• Aperfeiçoar-se nas estruturas linguística e
• Ler, escutar e produzir textos orais, escritos e gramatical, nas normas ortográficas,
multissemióticos que circulam em diferentes contextualizando-as no desenvolvimento da
campos de atuação e mídias, com compreensão, leitura e da escrita.
autonomia, fluência e criticidade, de modo a se
expressar e partilhar informações, experiências, • Reconhecer a função dos sinais de pontuação como
ideias e sentimentos, e continuar aprendendo. recursos linguísticos importantes na organização e na
construção de sentido dos textos.
• Compreender o fenômeno da variação
linguística, demonstrando atitude respeitosa
diante de variedades linguísticas e rejeitando • Refletir e ampliar conhecimentos sobre como a
preconceitos linguísticos. escrita funciona, assim como compreender as
relações, intencionalidades e funções sociais de
• Compreender e expandir a capacidade de ler e cada evento em que a linguagem escrita está
de produzir textos que circulam no campo das presente.
Práticas de Estudo e Pesquisa: Seminário, Texto
de divulgação científica e Vídeo Tutorial,
considerando as suas partes estruturantes, os • Focalizar a língua e seus usos, bem como os
interlocutores, o suporte, a variação linguística e fenômenos discursivos, textuais e gramaticais.
os objetivos comunicativos.

• Compor gêneros orais para o aprimoramento da


dicção, da entonação, da pausa, do ritmo, da
postura, das hesitações, das expressões faciais e
corporais; para o desenvolvimento da
criatividade, do interesse e do espírito crítico;
para a promoção da desenvoltura e da integração
da classe.
• Reconhecer os gêneros específicos da fala e
elaborar planos de trabalho para produção oral,
necessários para o momento da exposição.

• Envolver-se em práticas de leitura literária que


possibilitem o desenvolvimento do senso estético
para fruição, valorizando a literatura e outras
manifestações artístico-culturais como formas de
acesso às dimensões lúdicas, de imaginário e
encantamento, reconhecendo o potencial
transformador e humanizador da experiência com
a literatura.

• Alargar o hábito da leitura, por meio da busca de


informações, nos gêneros textuais trabalhados,
para a promoção da ampliação da visão de
mundo e para a convivência diária enquanto
seres eminentemente sociais.

• Valorizar a literatura e outras manifestações


culturais como formas de compreensão do
mundo e de si mesmo.

• Aprimorar as técnicas composicionais da


linguagem escrita, reconhecendo a importância
de escrever, reler, revisar e reescrever textos,
considerando critérios discursivos, linguísticos,
gramaticais e as condições de produção.

• Analisar textos de ambientes virtuais


reconhecendo marcadores, estratégias e
recursos discursivos pertinentes aos gêneros
digitais, refletindo sobre eles, em especial, o
Vídeo Tutorial: a linguagem (o “internetês”), o
propósito comunicativo e a interação entre os
interlocutores, etc.

• Mobilizar práticas da cultura digital, diferentes


linguagens, mídias e ferramentas digitais para
expandir as formas de produzir sentidos (nos
processos de compreensão e produção),
aprender e refletir sobre o mundo e realizar
diferentes projetos autorais.

•Identificar Seminário, Texto de divulgação •Relacionar palavra a seu significado, identificando


científica e Vídeo Tutorial, como gêneros, bem a sua grafia para adequá-los ao contexto em que
Habilidades como dialogar e fazer análise sobre a linguagem eles foram inseridos.
utilizada, a organização (gráfica e composicional)
de cada um, a função social deles no campo de • Empregar corretamente N e M nas palavras dos
práticas de estudo e pesquisa e na mídia digital, textos estudados.
reconhecendo onde circulam, quem os produziu e
• Grafar palavras com X e CH
a quem se destinam.
corretamente.
•Planejar e expor oralmente o Relato Científico,
• Reconhecer que as letras X e CH podem
com objetividade e com propriedade, tendo, como
representar o mesmo fonema. Distinguir os sons
apoio, recursos multissemióticos (imagens,
AM e ÃO e o tempo verbal que cada um
diagrama, tabelas etc.), orientando-se por roteiro
representa, pretérito e futuro.
escrito, planejando o tempo de fala e adequando
a linguagem à situação comunicativa para a • Diferenciarpalavras primitivas, derivadas e
promoção e socialização do conhecimento. compostas, e derivadas por adição de prefixo e de
sufixo.
• Expressar-se em situações de intercâmbio oral
com clareza, com adequação da fala a diferentes • Identificaro caráter polissêmico das palavras
contextos comunicativos, preocupando-se em ser (uma mesma palavra com diferentes significados,
compreendido pelo interlocutor e usando a de acordo com o contexto de uso), comparando o
palavra com tom de voz audível, boa articulação e significado de determinados termos utilizados nas
ritmo adequado. áreas científicas com esses mesmos termos
• Escutar com atenção os locutores e as utilizados na linguagem usual.
apresentações de trabalhos por colegas,
formulando perguntas importantes ao tema e • Analisar a pontuação dos textos com elementos
solicitando esclarecimentos, sempre que que garantam a coesão do gênero textual.
necessário, sobre dados apresentados em
imagens, tabelas, textos. • Diferenciar, na leitura de textos, vírgula, ponto e
vírgula, ponto de interrogação e exclamação, dois-
• Atribuir significado a aspectos não linguísticos pontos e reconhecer, na leitura de textos, o efeito
(paralinguísticos) observados na fala, como de sentido que decorre do uso de reticências,
direção do olhar, riso, gestos, movimentos da aspas, parênteses.
cabeça (de concordância ou discordância),
• Utilizar os sinais de pontuação: ponto final, dois
expressão corporal, tom de voz.
pontos, travessão, ponto de interrogação e
• Recuperar as ideias principais em situações exclamação, parênteses, ponto e vírgula, vírgula
formais de escuta de exposições, apresentações (para marcar inversão do nome de lugar anteposto
e palestras. às datas e para separar entre si elementos
coordenados - dispostos em enumeração), aspas
• Expor trabalhos ou pesquisas escolares, em e reticências.
sala de aula, com apoio de recursos
multissemióticos (imagens, diagrama, tabelas • Identificar, em gêneros textuais, os verbos e suas
etc.), orientando-se por roteiro escrito, planejando flexões de tempo, número, pessoa e modo,
o tempo de fala e adequando a linguagem à percebendo a funcionalidade que exercem nos
situação comunicativa. (Obs.: Caso desmembre textos.
os conteúdos Planejamento de texto oral /
• Identificar a função do verbo auxiliar e do
Produção de texto oral / Exposição oral.)
principal, como também empregá-los
• Identificar a função social de textos que corretamente.
circulam em campos da vida social dos quais
participa cotidianamente (a casa, a rua, a
comunidade, a escola) e nas mídias impressa, de
massa e digital, reconhecendo para que foram
produzidos, onde circulam, quem os produziu e a
quem se destinam.
• Estabelecer expectativas em relação ao texto
que vai ler (pressuposições antecipadoras dos
sentidos, da forma e da função social do texto),
apoiando-se em seus conhecimentos prévios
sobre as condições de produção e recepção
desse texto, o gênero, o suporte e o universo
temático, bem como sobre saliências textuais (o
que se destaca, sobressai, como: subtítulos,
aspas, negrito, formatação especial de letra, notas
de rodapé etc), recursos gráficos, imagens, dados
da própria obra (índice, prefácio etc.), confirmando
antecipações e inferências realizadas antes e
durante a leitura de textos, checando a
adequação das hipóteses realizadas.

• Identificar o efeito de sentido decorrente do uso


da pontuação e de outras notações.

• Localizar informações explícitas em um texto.

• Inferir uma informação implícita em um texto.

• Identificar e interpretar o efeito de sentido


produzido pelo uso de recursos expressivos
gráfico-visuais em textos multissemióticos.

• Reconhecer a linguagem verbal e não verbal.

• Estabelecer relações entre partes de um texto,


identificando repetições ou substituições que
contribuem para a continuidade de um texto.
• Estabelecer relações lógico-discursivas
presentes no texto, marcadas por conjunções,
advérbios, etc.
• Ler e compreender, silenciosamente e, em
seguida, em voz alta, com autonomia e fluência,
textos curtos com nível de textualidade adequado.

• Selecionar livros da biblioteca e/ou do cantinho


de leitura da sala de aula e/ou disponíveis em
meios digitais para leitura individual, justificando a
escolha e compartilhando com os colegas sua
opinião, após a leitura.

• Identificara ideia central do texto,


demonstrando compreensão global.

• Reconhecer diferentes formas de tratar uma


informação na comparação de textos que tratam
do mesmo tema, em função das condições em
que ele foi produzido e daquelas em que será
recebido.

• Diferenciar fatos de opiniões em textos


informativos.

• Comparar informações apresentadas em


gráficos ou tabelas.

• Buscar e selecionar, com o apoio do professor,


informações de interesse sobre fenômenos
sociais e naturais, em textos que circulam em
meios impressos ou digitais.

• Identificaras marcas linguísticas que


evidenciam o locutor e interlocutor nos gêneros
trabalhados.
• Planejar e produzir a escrita de textos,
adequando a linguagem à intenção comunicativa
(para quem escrevo, por que / para quê escrevo e
como escrevo), ao contexto e aos interlocutores
(quem escreve / para quem escreve), como
também considerando o suporte (qual é o
portador do texto); organização e forma do texto e
seu tema, pesquisando em meios impressos ou
digitais, sempre que for preciso, informações
necessárias à produção do texto, organizando em
tópicos os dados e as fontes pesquisadas.

• Planejar e produzir textos sobre temas de


interesse, com base em resultados de
observações e pesquisas em fontes de
informações impressas ou eletrônicas, incluindo,
quando pertinente, imagens e gráficos ou tabelas
simples, considerando a situação comunicativa e
o tema/assunto do texto.

• Roteirizar, produzir e editar Vídeo Tutorial sobre


assuntos de interesse específico da turma, com
base em pesquisas / conhecimentos sobre eles e
de acordo com as convenções do gênero digital,
considerando a situação comunicativa, o
interlocutor e o tema/assunto/ finalidade do texto.
Reler e revisar o texto produzido com a ajuda do
professor, com a colaboração dos colegas e com
autonomia, para corrigi-lo e aprimorá-lo, fazendo
cortes, acréscimos, reformulações; para detectar
e consertar possíveis falhas ortográficas,
gramaticais e de pontuação.

• Editar a versão final do texto em colaboração


com os colegas, com a ajuda do professor e com
autonomia, ilustrando, quando for o caso, em
suporte adequado, manual ou digital.

• Utilizar software, inclusive programas de edição


de texto, para editar e publicar os textos
produzidos, explorando os recursos
multissemióticos disponíveis.

• Utilizar, ao produzir um texto, conhecimentos


linguísticos e gramaticais, tais como ortografia,
regras básicas de concordância nominal e verbal,
pontuação (ponto final, ponto de exclamação,
ponto de interrogação, vírgulas em enumerações)
e pontuação do discurso direto, quando for o
caso.

• Utilizar, ao produzir um texto, recursos de


referenciação (por substituição lexical ou por
pronomes pessoais, possessivos e
demonstrativos), vocabulário apropriado ao
gênero, recursos de coesão pronominal
(pronomes anafóricos) e articuladores de relações
de sentido (tempo, causa, oposição, conclusão,
comparação), com nível suficiente de
informatividade.

• Organizar o texto em unidades de sentido,


dividindo-o em parágrafos segundo as normas
gráficas e de acordo com as características do
gênero textual.

• Linguagem, interlocução, finalidade, estrutura e • Aspectos notacionais, considerando a


suporte dos gêneros. produção de texto, a finalidade e as
características do gênero.
• Planejamento de texto oral / Produção de texto
oral / Exposição oral. • Inferência de regularidade ortográfica: Emprego
do X / CH, AM / ÃO, N/M em palavras dos
• Oralidade pública / Intercâmbio conversacional textos estudados;
em sala de aula.
• Notações ortográficas e gráficas (tem, têm;
• Escuta de textos orais. vem, vêm; trás, traz);

• Aspectos não linguísticos (paralinguísticos) no • Palavras primitivas, derivadas e compostas, e


ato da fala. derivadas por adição de prefixo e de sufixo;

Objeto do Conhecimento • Compreensão de textos orais. • Polissemia;

• Reconstrução das condições de produção e • Uso de sinais de pontuação: ponto final, dois
recepção de textos. pontos, travessão, ponto de interrogação,
• Estratégia de leitura. ponto de exclamação, ponto e vírgula, vírgula
(para enunciação de aposto e vocativo), aspas e
• Leitura de imagens em mídias digitais (Vídeo reticências;
Tutorial).
• Uso de verbo (tempos e modos verbais);
• Decodificação / Fluência de leitura.
• Função e emprego do verbo auxiliar e do
• Formação de leitor. verbo principal.

• Compreensão.

• Imagens analíticas em textos.


• Pesquisa.

• Variação Linguística.

• Planejamento e produção de texto oral.

• Revisão de texto.

• Edição de texto.

• Utilização de tecnologia digital.

• Construção do sistema alfabético / Convenções


da escrita.

• Construção do sistema alfabético /


Estabelecimento de relações anafóricas na
referenciação e construção da coesão.

• Planejamento de texto / Progressão temática e


paragrafação.
LÍNGUA PORTUGUESA 5º ANO

IV UNIDADE

 Campo da Vida Pública, como: Jornal falado, Cartaz Publicitário e Post.

Eixos
Itens Oralidade, Leitura e Produção de Textos Análise Linguística
• Habilitar-se a fazer uso da língua materna, • Habilitar-se a fazer uso da língua materna,
levando em consideração as modalidades: oral, levando em consideração a modalidade análise
leitura e produção de texto, bem como refletir linguística, bem como refletir criticamente sobre o
criticamente sobre o que e como fala, ouve, lê que e como fala, ouve, lê e/ou escreve.
e/ou escreve.
• Aperfeiçoar-se nas estruturas linguística e
• Ler, escutar e produzir textos orais, escritos e gramatical, nas normas ortográficas,
multissemióticos que circulam em diferentes contextualizando-as no desenvolvimento da
campos de atuação e mídias, com compreensão, leitura e da escrita.
autonomia, fluência e criticidade, de modo a se
expressar e partilhar informações, experiências, • Reconhecer a função dos sinais de pontuação e a
ideias e sentimentos, e continuar aprendendo. acentuação como recursos linguísticos importantes
na organização e na construção de sentido dos textos.
• Compreender o fenômeno da variação
linguística, demonstrando atitude respeitosa
diante de variedades linguísticas e rejeitando • Refletir e ampliar conhecimentos sobre como a
Competência
preconceitos linguísticos. escrita funciona, assim como compreender as
relações, intencionalidades e funções sociais de
• Compreender e expandir a capacidade de ler e de cada evento em que a linguagem escrita está
produzir textos que circulam no campo da vida presente.
pública, como: Jornal falado, Cartaz Publicitário e
Post, considerando as suas partes estruturantes,
os interlocutores, o suporte, a variação linguística • Focalizar a língua e seus usos, bem como os
fenômenos discursivos, textuais e gramaticais.
e os objetivos comunicativos.

• Compor gêneros orais para o aprimoramento da


dicção, da entonação, da pausa, do ritmo, da
postura, das hesitações, das expressões faciais e
corporais, estimulando a participação com
liberdade e respeito aos interlocutores para
resolver conflitos e criar soluções.

• Reconhecer os gêneros específicos da fala e


elaborar planos de trabalho para produção oral,
necessários para o momento da exposição, para
o desenvolvimento da criatividade, do interesse,
do espírito crítico e para a promoção da
desenvoltura e da integração da classe.

• Alargar o hábito da leitura, por meio da busca de


informações, nos gêneros textuais trabalhados,
para a promoção da ampliação da visão de
mundo e para a convivência diária enquanto seres
eminentemente sociais.

• Aprimorar as técnicas composicionais da


linguagem escrita, reconhecendo a importância
de escrever, reler, revisar e reescrever textos,
considerando critérios discursivos, linguísticos,
gramaticais e as condições de produção.

• Analisar textos de ambientes virtuais


reconhecendo marcadores, estratégias e
recursos discursivos pertinentes aos gêneros
digitais, refletindo sobre os eles, em especial, o
Post, a linguagem (o “internetês”), o propósito
comunicativo e a interação entre os
interlocutores, etc.
• Mobilizar práticas da cultura digital, diferentes
linguagens, mídias e ferramentas digitais para
expandir as formas de produzir sentidos (nos
processos de compreensão e produção),
aprender e refletir sobre o mundo e realizar
diferentes projetos autorais.

• Identificar o Jornal falado, Cartaz Publicitário e • Relacionar palavra a seu significado,


Post, como gêneros, bem como dialogar e fazer identificando A sua grafia para adequá-los ao
análise sobre a linguagem utilizada, a contexto em que eles foram inseridos.
organização (gráfica e composicional) de cada
um, a função social deles no campo da vida • Analisar a validade e força de argumentos em
cotidiana e na mídia digital, reconhecendo onde argumentações sobre produtos de mídia para
circulam, quem os produziu e a quem se público infantil (cartazes publicitários, posts etc.),
destinam. com base em conhecimentos sobre os mesmos.

• Expressar-se em situações de intercâmbio oral • Escrever corretamente, compreendendo o


com clareza, com adequação da fala a diferentes significado das palavras tem, têm, vem e vêm,
contextos comunicativos, preocupando-se em traz e trás.
Habilidades ser compreendido pelo interlocutor e usando a
• Identificar a pronúncia de algumas palavras
palavra com tom de voz audível, boa articulação
quanto a sua escrita (S/Z).
e ritmo adequado.
• Empregar corretamente: E, I, EI, nas
• Argumentar oralmente sobre acontecimentos de
palavras.
interesse social, com base em conhecimentos
sobre fatos divulgados em TV, rádio, mídia •Utilizar os sinais de pontuação: ponto final, dois
impressa e digital, respeitando pontos de vista pontos, travessão, ponto de interrogação, ponto
diferentes. de exclamação, parênteses, ponto e vírgula,
aspas e reticências,
• Escutar com atenção os locutores e as
apresentações de trabalhos por colegas,
• Identificar a vírgula em enumerações e em
formulando perguntas importantes ao tema e
solicitando esclarecimentos, sempre que separação de vocativo e de aposto.
necessário, sobre dados apresentados em
• Estabelecer relação entre o sentido e os sinais de
imagens, tabelas, textos. pontuação estudados e empregados no texto.

•Identificar a função das conjunções nos textos


• Atribuir significado a aspectos não linguísticos
estudados.
(paralinguísticos) observados na fala, como
direção do olhar, riso, gestos, movimentos da •Identificar os elementos coesivos presentes no
cabeça (de concordância ou discordância), texto: as preposições, os pronomes, as
expressão corporal, tom de voz. conjunções e os advérbios.
• Identificar finalidades da interação oral em • Utilizar, ao produzir o texto, recursos de coesão
diferentes contextos comunicativos (solicitar pronominal (pronomes anafóricos) e articuladores
informações, apresentar opiniões, informar, de relações de sentido (tempo, causa, oposição,
relatar experiências etc.). conclusão, comparação), com nível adequado de
informatividade.
• Identificar a função social de textos que circulam
em campos da vida social dos quais participa
cotidianamente (a casa, a rua, a comunidade, a
escola) e nas mídias impressa, de massa e
digital, reconhecendo para que foram
produzidos, onde circulam, quem os produziu e a
quem se destinam.

• Estabelecer expectativas em relação ao texto


que vai ler (pressuposições antecipadoras dos
sentidos, da forma e da função social do texto),
apoiando-se em seus conhecimentos prévios
sobre as condições de produção e recepção
desse texto, o gênero, o suporte e o universo
temático, bem como sobre saliências textuais (o
que se destaca, sobressai, como: subtítulos,
aspas, negrito, formatação especial de letra,
notas de rodapé etc), recursos gráficos, imagens,
dados da própria obra (índice, prefácio etc.),
confirmando antecipações e inferências
realizadas antes e durante a leitura de textos,
checando a adequação das hipóteses realizadas.

• Identificar o efeito de sentido decorrente do uso


da pontuação e de outras notações.

• Localizar informações explícitas em um texto.

• Inferir uma informação implícita em um texto.

• Inferir o sentido de palavras ou expressões


desconhecidas em textos, com base no contexto
da frase ou do texto.

• Recuperar relações entre partes de um texto,


identificando substituições lexicais (de
substantivos por sinônimos) ou pronominais (uso
de pronomes anafóricos – pessoais,
possessivos, demonstrativos) que contribuem
para a continuidade do texto.

• Identificar e interpretar o efeito de sentido


produzido pelo uso de recursos expressivos
gráfico-visuais em textos multissemióticos.

• Estabelecer relações lógico-discursivas


presentes no texto, marcadas por conjunções,
advérbios, etc.

• Reconhecer diferentes formas de tratar uma


informação na comparação de textos que tratam
do mesmo tema, em função das condições em
que ele foi produzido e daquelas em que será
recebido.
• Ler e compreender, silenciosamente e, em
seguida, em voz alta, com autonomia e fluência,
textos curtos com nível de textualidade
adequado.

• Identificar a ideia central do texto, demonstrando


compreensão global.

• Buscar e selecionar informações sobre temas de


interesse pessoal ou escolar em textos que
circulam em meios digitais e/ou impressos.

• Distinguir fatos de opiniões/sugestões em textos


(informativos, jornalísticos, publicitários, etc.).

• Identificar as marcas linguísticas que


evidenciam o locutor e o interlocutor de um
texto.

• Planejar e produzir a escrita de textos,


adequando a linguagem à intenção comunicativa
(para quem escrevo, por que / para quê escrevo e
como escrevo), ao contexto e aos interlocutores
(quem escreve / para quem escreve), como
também considerando o suporte (qual é o
portador do texto); organização e forma do texto e
seu tema, pesquisando em meios impressos ou
digitais, sempre que for preciso, informações
necessárias à produção do texto, organizando em
tópicos os dados e as fontes pesquisadas.

• Planejar e produzir textos sobre temas de


interesse, com base em resultados de
observações e pesquisas em fontes de
informações impressas ou eletrônicas, incluindo,
quando pertinente, imagens e gráficos ou tabelas
simples, considerando a situação comunicativa e
o tema/assunto do texto.

• Produzir texto com o intuito de opinar e defender


ponto de vista sobre tema polêmico relacionado a
situações vivenciadas na escola e sobre
acontecimentos de interesse social, com base em
conhecimentos acerca de fatos divulgados em TV,
rádio, mídia impressa e digital, utilizando registro
formal e estrutura adequada à argumentação,
considerando a situação comunicativa e o
tema/assunto do texto.

• Reler e revisar o texto produzido com a ajuda do


professor, com a colaboração dos colegas e com
autonomia, para corrigi-lo e aprimorá-lo, fazendo
cortes, acréscimos, reformulações; para detectar
e consertar possíveis falhas ortográficas,
gramaticais e de pontuação.

• Editar a versão final do texto em colaboração


com os colegas, com a ajuda do professor e com
autonomia, ilustrando, quando for o caso, em
suporte adequado, manual ou digital.

• Utilizar software, inclusive programas de edição


de texto, para editar e publicar os textos
produzidos, explorando os recursos
multissemióticos disponíveis.
• Utilizar, ao produzir um texto, conhecimentos
linguísticos e gramaticais, tais como ortografia,
regras básicas de concordância nominal e verbal,
pontuação (ponto final, ponto de exclamação,
ponto de interrogação, vírgulas em enumerações)
e pontuação do discurso direto, quando for o
caso.

• Utilizar, ao produzir um texto, recursos de


referenciação (por substituição lexical ou por
pronomes pessoais, possessivos e
demonstrativos), vocabulário apropriado ao
gênero, recursos de coesão pronominal
(pronomes anafóricos) e articuladores de relações
de sentido (tempo, causa, oposição, conclusão,
comparação), com nível suficiente de
informatividade.
• Linguagem, interlocução, finalidade, estrutura e
• Aspectos notacionais, considerando a
suporte dos gêneros.
produção do texto, a finalidade e as
• Produção de texto oral. características do gênero.
• Oralidade pública / Intercâmbio conversacional
• Forma de Composição dos textos.
em sala de aula.
• Dificuldades no uso do S/Z na formação
• Escuta atenta. de palavras.
• Aspectos não linguísticos (paralinguísticos) no • Dificuldades ortográficas: E/I/EI.
ato da fala. • Uso de sinais de pontuação: ponto final, dois

• Relato oral / Registro formal e informal. pontos, travessão, ponto de interrogação,


ponto de exclamação, parênteses, ponto e
• Reconstrução das condições de produção e
vírgula, aspas e reticências.
recepção de textos.
• Noções de vírgula (para marcar inversão do
• Estratégia de leitura. nome de lugar anteposto às datas e para separar
entre si elementos coordenados - dispostos em
Objeto do Conhecimento • Decodificação / Fluência de leitura. enumeração e para enunciação de aposto e
vocativo ).
• Compreensão.
• Relação entre o sentido e os sinais de
• Variação Línguística.
pontuação estudados.
Planejamento de texto.
• Conjunção.
• Produção de textos. • Recursos coesivos: preposições, pronomes,
conjunções, advérbios.
• Revisão de texto.

• Edição de texto.
• Utilização de tecnologia digital.

• Construção do sistema alfabético / Convenções


da escrita.

• Construção do sistema alfabético /


Estabelecimento de relações anafóricas na
referenciação e construção da coesão.