Você está na página 1de 31

QUESTIONÁRIO

1)

2)

3)

4)

5)

6)

7)

8)

A FORÇA QUE ATUA NUM AVIÃO

E

d)

LEME DE PROFUNDIDADE

 

NEUTRALIZA A AÇÃO DO PESO É:

 

9)

COMANDANDO-SE O AILERON DIREITO

a)

A

TRAÇÃO

PARA BAIXO, A ASA DIREITA:

b)

O

ARRASTO

a)

SOBE E O AVIÃO DESCE

 

c)

O

EMPUXO

b)

DESCE E O AVIÃO SOBE

d)

A SUSTENTAÇÃO

 

c)

DESCE E A ESQUERDA SOBE

A MOVIMENTAÇÃO DO AR EM TORNO DE

 

d)

SOBE E A ESQUERDA DESCE

UMA ASA, PRODUZ UMA FORÇA QUE EMPURRA A ASA PARA:

10)

OS AVIÕES TERRESTRES SÃO AQUELES

a)

CIMA

 

QUE:

b)

TRÁS

a)

POUSAM NA ÁGUA

c)

TRÁS E CIMA

b)

POUSAM SOMENTE NA TERRA

 

d)

CIMA E PARA FRENTE

 

c)

POUSAM NA ÁGUA E NA TERRA

OS AEROFÓLIOS TEM COMO FINALIDADE, PRODUZIREM:

 

d)

POUSAM NA ÁGUA, NA TERRA OU EM

a)

PESO E TRAÇÃO

 

11)

PORTA AVIÕES CHAMAMOS ENVERGADURA A DISTÂNCIA:

 

b)

PESO E ARRASTO

 

a)

DA RAIZ A PONTA DA ASA

c)

REAÇÕES AERODINÂMICAS ÚTEIS

 

b)

DE UMA PONTA A OUTRA DA ASA

d)

APENAS O

ARRASTO

OU

c)

DO NARIZ A CAUDA DO AVIÃO

RESISTÊNCIA AO AVANÇO

 

d)

DO BORDO DE ATAQUE AO BORDO DE

EIXO LATERAL OU TRANSVERSAL DE UM AVIÃO É AQUELE QUE:

12)

FUGA DA ASA A FORÇA DE TRAÇÃO DE UM AVIÃO É

a)

É

PARALELO AO EIXO VERTICAL

 

FORNECIDA PELO/A:

b)

VAI DO NARIZ À CAUDA DE UM AVIÃO

 

a)

ASA

c)

É

PERPENDICULAR

 

AO

VENTO

b)

GRUPO MOTO-PROPULSOR

 

RELATIVO

 

c)

ESTABILIZADORES

d)

VAI DE UMA PONTA À OUTRA DA ASA

 

d)

SUPERFÍCIES DE COMANDO

 

QUAIS AS DENOMINAÇÕES DAS PARTES DE UMA ASA?

13)

TODA A AERODINÂMICA QUE PRODUZ UMA REAÇÃO ÚTIL QUANDO SE DESLOCANDO

a)

BORDO

DE

ATAQUE

E

BORDO

DE

NO AR, CHAMA-SE:

FUGA

 

a)

AERÓDINO

b)

DORSO OU EXTRADORSO E VENTRE

 

b)

AERÓSTATO

OU INTRADORSO

c)

AEROFÓLIO

c)

BORDO DE ATAQUE, BORDO DE FUGA

E

BORDO DE ATAQUE, BORDO DE

INTRADORSO

d)

AILERON

d)

14)

OS TIPOS DE MOTORES EMPREGADOS NOS AVIÕES SÃO:

FUGA,DORSO E INTRADORSO

a)

FLAPS

a)

CONVENCIONAIS, JATO E PISTÃO

 

QUAL A SUPERFÍCIE DE COMANDO QUE PRODUZ A INCLINAÇÃO LATERAL OU

b)

ELÉTRICOS, JATO E TURBOHÉLICE

c)

CONVENCIONAIS,

TURBOHÉLICE

E

MOVIMENTO DE ROLAMENTO EM, TORNO DO EIXO LONGITUDINAL?

d)

JATO

CONVENCIONAIS, TURBOHÉLICE E

HÉLICE

b)

AILERONS

 

15)

QUAL A POSIÇÃO DO PROFUNDOR DE UM

c)

LEME DE DIREÇÃO

AVIÃO EM ATITUDE DE NARIZ PARA CIMA?

d)

NA

LEME DE PROFUNDIDADE

EMPENAGEM

DE

UM

ENCONTRAMOS:

AVIÃO,

a)

b)

FLAPS, LEMES E AILERONS

AILERONS, LEME DE DIREÇÃO E LEME DE PROFUNDIDADE

a)

b)

c)

d)

NEUTRO

PARA CIMA

PARA BAIXO

INDIFERENTE

16) A MOVIMENTAÇÃO DE PASSAGEIROS E TRIPULANTES DENTRO DO AVIÃO BEM

c)

FLAPS,

AILERONS,

LEMES,

COMO A DISTRIBUIÇÃO DE PESO NA

ESTABILIZADORES

 

E

COMPENSADORES

 

CABINE OU NOS PORÕES E O CONSUMO DE COMBUSTÍVEL, FAZ VARIAR O:

d)

ESTABILIZADORES VERTICAIS E

 

a)

DIEDRO

HORIZONTAIS, LEMES DE DIREÇÃO E

b)

ENFLEXAMENTO

PROFUNDIDADE E COMPENSADORES QUAL A SUPERFÍCIE DE COMANDO QUE

c)

ÂNGULO DE INCIDÊNCIA

 

PERMITE O AVIÃO GIRAR EM TORNO DO SEU EIXO TRANSVERSAL?

d)

CENTRO DE GRAVIDADE

a) FLAPS

b) AILERONS

17)

OS TRÊS EIXOS DE UM AVIÃO EM TORNO

DO QUAL SÃO EXERCIDAS TODAS AS SUAS

25)

QUANTO

MAIS

VOLÁTIL

FOR

O

MANOBRAS SÃO:

COMBUSTÍVEL, MAIS

RÁPIDA

SERÁ

A

a)

TRAÇÃO, ROTAÇÃO E PLANEIO

b)

TRAÇÃO, DE SIMETRIA E VERTICAL

c)

LATERAL, TRANSVERSAL E VERTICAL

d)

TRANSVERSAL, LONGITUDINAL E

VERTICAL 18) MOVIMENTO DE GUINADA SE PROCESSA EM TORNO DO EIXO:

a)

LATERAL

b)

PARALELO

c)

VERTICAL

d)

LONGITUDINAL

19) O QUE ACONTECE COM O VENTO RELATIVO QUANDO O AVIÃO DESCE COM UM ÂNGULO DE 30°?

a)

É VERTICAL

b)

É HORIZONTAL

c)

SOBE COM ÂNGULO DE 30°

d)

DESCE COM ÂNGULO DE 30°

20)

OS AVIÕES QUE VOAM COM VELOCIDADE SUPERIOR A DO SOM SÃO CHAMADOS:

a)

SÔNICOS

b)

SUBSÔNICOS

c)

SUPERSÔNICOS

d)

HIPERSÔNICOS

21) O COMBUSTÍVEL DE AVIAÇÃO É UM LÍQUIDO CONTENDO ENERGIA QUÍMICA, QUE NA COMBUSTÃO É CONVERTIDO EM ENERGIA TÉRMICA E APÓS EM ENERGIA:

22)

a)

b)

c)

d)

EÓLICA

MECÂNICA

ELÉTRICA

FÍSICA

PARA MELHORAR A PERFORMANCE NO MOTOR ADICIONAMOS NA GASOLINA:

a)

ENXOFRE

b)

HIDROCARBONO

c)

CHUMBO TETRAETIL

d)

NITROMETANO

23) A MEDIDA DA TENDÊNCIA, DE UMA SUBSTÂNCIA LÍQUIDA VAPORIZAR-SE SOB UMA DADA CONDIÇÃO CHAMA-SE:

a)

b)

c)

d)

DESTILAÇÃO

VOLATILIDADE

VISCOSIDADE

EBULIÇÃO

24) A VAPORIZAÇÃO DA GASOLINA NAS LINHAS DE COMBUSTÍVEL, RESULTA EM UM SUPRIMENTO REDUZIDO DE GASOLINA PARA O MOTOR. ESSE FENÔMENO CHAMA- SE:

EXTRAÇÃO DE CALOR, E HAVERÁ RISCO DE:

a)

CONGELAR OS TANQUES

b)

ENTUPIR AS MANGUEIRAS COM GELO

c)

FORMAR GELO NO CARBURADOR

d)

CONGELAR O ÓLEO DO MOTOR

26) APÓS 30MIN, CADA VAZAMENTO SERÁ CLASSIFICADO DENTRO DE UMA DAS QUATRO CLASSES; O VAZAMENTO QUE MOLHA UMA ÁREA DE ¾ A 1 ½” É CLASSIFICADO COMO:

 

a)

INFILTRAÇÃO

 

b)

INFILTRAÇÃO LENTA

c)

INFILTRAÇÃO PESADA

d)

VAZAMENTO CORRIDO

27)

O TANQUE CHAMADO DE ASA MOLHADA, É O DO TIPO:

a)

INTEGRAL

b)

AÇO SOLDADO

 

c)

BORRACHA

d)

SUBALAR

28)

EM

RELAÇÃO

A

GASOLINA

100/130,

INDIQUE A ALTERNATIVA INCORRETA:

 

a)

O GRAU 100 É PARA MISTURA POBRE

b)

O GRAU 130 É PARA MISTURA RICA

 

c)

SUA COR É AZUL

 

d)

SUA COR É VERDE

29)

UM

FILTRO

MICRÔNICO

QUE

RETÉM

PARTÍCULAS

SÓLIDAS

ACIMA

DE

10

MICRONS, RETÉM APENAS SEDIMENTOS:

a)

FINOS

b)

MÉDIOS

c)

RAZOÁVEIS

d)

GROSSEIROS

30) A LUBRIFICAÇÃO DA BOMBA DE COMBUSTÍVEL ACIONADA PELO MOTOR É REALIZADA:

a)

PELO ÓLEO DO MOTOR

b)

NÃO TEM LUBRIFICAÇÃO

c)

POR ÓLEO HIDRÁULICO

d)

PELO PRÓPRIO COMBUSTÍVEL

31)

O INDICADOR DE COMBUSTÍVEL MAIS SIMPLES, É O DO TIPO:

a)

ELÉTRICO

b)

BAIONETA

c)

VISOR DE VIDRO

d)

BÓIA MECÂNICA

32) O INDICADOR DE COMBUSTÍVEL QUE INDICA O PESO DO COMBUSTÍVEL AO INVÉS DE SEU VOLUME, É O DO TIPO:

a)

CALÇO VAPOR

a)

ELÉTRICO

b)

VOLATILIDADE

b)

ELETRÔNICO

c)

VISCOSIDADE

c)

LUCITE

d)

CALÇO HIDRÁULICO

d)

MECÂNICO

QUESTIONÁRIO

33) O SISTEMA DE COMBUSTÍVEL DE UMA AERONAVE MULTIMOTORA QUE UNE TODOS OS TANQUES E DIRECIONA O COMBUSTÍVEL DE ACORDO COM A VONTADE DO OPERADOR É CHAMADO:

a)

BY PASS

b)

UNIDIRECIONAL

c)

ALIMENTAÇÃO CRUZADA

d)

ALIMENTAÇÃO DIFERENCIADA

34) QUAL O PRODUTO DO PETRÓLEO CRU É SEMPRE DEIXADO NO PROCESSO DE FABRICAÇÃO?

35)

a)

ENXOFRE

b)

TEL

c)

CHUMBO TEL

d)

FLUORCARBONO

QUAL A NECESSIDADE DE ABASTECERMOS OS TANQUES DA AERONAVE COMPLETAMENTE ANTES DE RECOLHÊ-LA PARA O HANGAR?

a)

EVITAR FUNGOS

 

b)

EVITAR

CONDENSAÇÃO

NOS

TANQUES

c)

DEIXAR

ABASTECIDA

PARA

EMERGÊNCIA

d)

POR DETERMINAÇÃO DA PETROBRÁS

36) O QUE PODE SER ENCONTRADO NA COR VERMELHA E PRETA E RESPECTIVAMENTE AMAGNÉTICA E MAGNÉTICA?

a)

FERRUGEM

b)

AZINHAVRE

c)

CORROSÃO DO ALUMÍNIO

d)

CORROSÃO DO LATÃO

37) OS SEGUIMENTOS OU CONTAMINAÇÃO SÓLIDA PODEM SER DIVIDIDOS EM DUAS CATEGORIAS:

a)

SEDIMENTOS GROSSOS E FINOS

b)

GROSSEIROS E NÃO GROSSEIROS

c)

SEDIMENTOS VISÍVEIS E INVISÍVEIS

d)

SEDIMENTOS GROSSEIROS E

38)

SEDIMENTOS FINOS UMA BOMBA INGETORA MANUAL FORNECE UMA QUANTIDADE ADICIONAL DE COMBUSTÍVEL REQUERIDO PARA O MOTOR, ELA RECEBE O NOME DE:

a)

BOOSTER

b)

PRIMER

c)

PUMP

d)

TODAS ACIMA

39) OS MOTORES DE ALTA POTÊNCIA REQUEREM UM SISTEMA DE COMBUSTÍVEL QUE FORNEÇA O COMBUSTÍVEL AO CARBURADOR, DE QUE FORMA?

a)

POR GRAVIDADE

b)

PRESSÃO NEGATIVA

c)

PRESSÃO POSITIVA

d)

PRESSÃO CRUZADA

40)

UMA NUVEM DENTRO DA GASOLINA INDICA NORMALMENTE:

a)

FUNGOS

b)

POEIRA

c)

VAPORES

d)

ÁGUA EM SUSPENSÃO

41)

QUAIS OS VALORES DE UM RESISTOR DE 50K , POSSUINDO EM SEU CORPO A FAIXA

DE NÚMERO 4 NA COR OURO?

a)

55K

E 45.000

b)

52,5K

E 47,5K

c)

60.000

E 40.000

d)

VERDE, PRETO, PRETO, OURO

42)

A EXPANSÃO DO CAMPO DE FORÇA EM UM CONDUTOR É PROPORCIONAL A(O) DO(A)

a)

RESISTÊNCIA, BOBINA

b)

INTENSIDADE, CORRENTE

c)

FLUXO, MAGNETISMO

d)

TENSÃ

O, CORRENTE

43)

, PODEMOS AFIRMAR QUE A CORRENTE É INDICADA PELA DIREÇÃO EM QUE O

AO UTILIZARMOS A REGRA DA MÃO

a)

DIREITA, DEDO INDICADOR APONTA

b)

ESQUERDA, SETA APONTA

c)

DIREITA, SETA APONTA

d)

ESQUERDA, POLEGAR APONTA

44)

COMO DETERMINAMOS O VALOR DE UM RESISTOR “BODY-END-DOT”?

a)

1ª, 2ª, 3ª E 4ª FAIXA

b)

END TO CENTER BAND

c)

CORPO EXTREMIDADE E PONTO

d)

DEPENDE DAS CORES DAS FAIXAS

45)

COMO SE CHAMA A PROPRIEDADE DE UM CONDUTOR DE ELETRICIDADE EM LIMITAR OU RESTRINGIR O FLUXO DE CORRENTE ELÉTRICA.

a)

CORRENTE

b)

TENSÃO

c)

POTÊNCIA

d)

RESISTÊNCIA

46)

DADO UM

CIRCUITO EM PARALELO, O

QUAL POSSUI OS VALORES: R1=50 , R2=25 , R3=200 , R4=12,5 , R5=100 , R6=0,2K E=250V. DETERMINE: “RT”, “I”,”P”.

a)

RT=5000 , I=5A, P=20

b)

RT=589,5 , I=0,42A, P=250V

c)

RT=6,25 , I=40A, P=10KV

d)

RT=12,5 , I=20A, P=5KW

47)

DE

QUE

MANEIRA

PODEMOS

PRODUZIR

ELETRICIDADE ESTÁTICA?

a)

CONTATO, CONDUÇÃO, INDUÇÃO

b)

CONTRATO, CONDUÇÃO, INDUÇÃO

c)

CONTATO, CONDIÇÃO, INDUÇÃO

d)

CONTATO, CONDUÇÃO, DEDUÇÃO

48)

DOS

FATORES

QUE

AFETAM

A

RESISTÊNCIA PODEMOS AFIRMAR QUE

QUANTO

CONDUTOR MAIOR A RESISTÊNCIA.

a) MAIOR, COMPRIMENTO

DO

O

b) MAIOR, DIÂMETRO

c) MAIOR, SEÇÃO TRANSVERSAL

d) MENOR, COMPRIMENTO

49) O POTENCIÔMETRO É UM

QUE

DEVE SER USADO PARA VARIAR A

, DIFERENTE DO REOSTATO QUE

VARIA A

 

a)

OBJETO, CORRENTE, TENSÃO

b)

INSTRUMENTO, TENSÃO, D. D. P.

c)

RESISTOR

VARIÁVEL,

CORRENTE,

 

TENSÃO

 

d)

RESISTOR

VARIÁVEL,

TENSÃO,

50)

AMPERAGEM O QUE SIGNIFICA A SIGLA MIL-PÉS

a)

SEÇÃO

TRANSVERSAL

E

 

COMPRIMENTO

 
 

b)

DIÂMETRO E SEÇÃO TRANSVERSAL

c)

COMPRIMENTO E POLEGADAS

d)

POLEGADAS E SEÇÃO TRANSVERSAL

51) OS DIVISORES DE VOLTAGEM SÃO DISPOSITIVOS QUE POSSIBILITAM OBTER DE UMA VOLTAGEM EM

UM(A)

a)

MAIS, BOBINA

b)

MENOS, BOBINA

c)

MAIS, ÚNICA FONTE DE FORÇA

d)

MENOS, ÚNICA FONTE DE FORÇA

52) PARA SE PROTEGER UM INSTRUMENTO DAS LINHAS DE FORÇA OU FLUXO

DE

MAGNÉTICO, UTILIZAMOS UM(A)

a)

BLINDAGEM, FERRO AMAGNÉTICO

b)

RESISTOR, FERRO-DOCE

c)

FERRO AMAGNÉTICO, ESCUDO

d)

BLINDAGEM, FERRO-DOCE

53) QUAIS OS ELEMENTOS QUE NÃO MUDAM EM UM CIRCUITO EM PARALELO E EM UM CIRCUITO EM SÉRIE RESPECTIVAMENTE, INDEPENDENTE DAS CARGAS QUE ESTEJAM CONECTADAS?

 

a)

RESISTÊNCIA E TENSÃO

 

b)

CORRENTE E TENSÃO

c)

INTENSIDADE E CORRENTE

 

d)

TENSÃO E INTENSIDADE

 

54)

QUAIS

OS

VALORES

DAS

TOLERÂNCIAS

OURO,

SEM

COR

E

PRATA

RESPECTIVAMENTE?

 

a)

10%, 5% E 20%

b)

10%, 0% E 20%

c)

5%, 20% E 10%

d)

5%, 10% E 20%

55)

QUAL

A CARGA ELÉTRICA DO PRÓTON,

ELÉTRON

 

E

NÊUTRON

RESPECTIVAMENTE?

 

a)

NEGATIVA, POSITIVA E NEUTRA

b)

NEUTRA, POSITIVA E NEGATIVA

c)

POSITIVA, NEGATIVA E NEUTRA

d)

TODAS ESTÃO ERRADAS

 

56) QUAL O ISOLADOR CONHECIDO PARA O FLUXO MAGNÉTICO OU LINHAS DE FORÇA?

a)

METAIS DOCES

b)

METAIS FERRO MAGNÉTICOS

c)

TODAS ESTÃO CORRETAS

d)

TODAS ESTÃO ERRADAS

57) QUAL O SENTIDO REAL DA CORRENTE ELÉTRICA DE ACORDO COM A REGRA DA MÃO ESQUERDA?

a)

ESQUERDA PARA A DIREITA

b)

NEGATIVO PARA O POSITIVO

c)

DIREITA PARA A ESQUERDA

d)

POSITIVO PARA O POSITIVO

58) SE FOR INTRODUZIDO UMA BARRA DE FERRO DOCE NO INTERIOR DE UMA BOBINA, O EFEITO DAS LINHAS DE FORÇA NESTE METAL INDICA UM(A)

59)

a)

RESISTÊNCIA

b)

ELETROÍMÃ

c)

RESISTOR VARIÁVEL

d)

POTENCIÔMETRO

SOMANDO

1,2K +800 +2000 + 1000000M

OS

RESISTORES

a)

TODOS ESTÃO ERRADOS

b)

1000400

c)

5K

d)

1002801,2

60) TODAS AS PARTES DA AERONAVE SÃO PROJETADAS PARA SUPORTAR AS CARGAS QUE LHE SÃO IMPOSTAS. A DETERMINAÇÃO DESTAS CARGAS É CHAMADA DE:

a)

ANÁLISE DE TOLERÂNCIA AO DANO

b)

ANÁLISE DE ESTRESSE

c)

ANÁLISE DE VIDA ÚTIL

d)

ANÁLISE NÃO DESTRUTIVA

61)

PARA

CARGA,CONTROLES,ACESSÓRIOS, PASSAGEIROS E OUTROS EQUIPAMENTOS. EM AERONAVES MONOMOTORAS, TAMBÉM ABRIGA O MOTOR:

A

PROVÊ

ESPAÇO

a)

CHARUTO

b)

FUSELAGEM

c)

EMPENAGEM

d)

ASA

62) UMA FUSELAGEM CONSTRUÍDA COM TUBOS DE AÇO SOLDADO, RECEBE O NOME DE?

63)

a)

MONOCOQUE

b)

CANTILEVER

c)

TRELIÇA

d)

SEMI-CANTILEVER

BASEIA

LARGAMENTE NA RESISTÊNCIA DO REVESTIMENTO PARA SUPORTAR OS ESTRESSES PRIMÁRIOS É DO TIPO?

A

FUSELAGEM

QUE

SE

a)

MONOCOQUE

b)

SEMI-MONOCOQUE

c)

CANTILEVER

d)

SEMI-CANTILEVER

QUESTIONÁRIO

64)

EM

ADIÇÃO

AOS

PERFIS,

CAVERNAS

E

PAREDES,

A

CONSTRUÇÃO

 

POSSUI

MEMBROS

LONGITUDINAIS

QUE

REFORÇAM

O

REVESTIMENTO

a)

MONOCOQUE

b)

SEMI-MONOCOQUE

c)

CANTILEVER

d)

SEMI-CANTILEVER

65) AS ASAS DA MAIORIA DAS AERONAVES

OU

SEJA, ELAS SÃO CONSTRUÍDAS SEM NENHUM TIPO DE ESCORAMENTO EXTERNO

ATUAIS SÕ

DO TIPO

;

66)

67)

68)

a)

MONOCOQUE

b)

SEMI-MONOCOQUE

c)

CANTILEVER

d)

SEMI-CANTILEVER

O QUE É USADO PARA DAR O CONTORNO AERODINÂMICO NA ASAS?

a)

LONGARINA

b)

ESTAIS

c)

SPOILERS

d)

NERVURAS

AS PRINCIPAIS PARTES ESTRUTURAIS DE UMA ASA SÃO AS ?

a)

LONGARINAS

b)

ESTAIS

c)

SPOILERS

d)

NERVURAS

AS

AERODINÂMICOS USADAS EM AERONAVES MULTIMOTORAS COM A FINALIDADE DE ALOJAR OS MOTORES:

COMPARTIMENTOS

SÃO

a)

CABINES

b)

POLAINAS

c)

NACELES

d)

FUSELAGENS

69)

A

NACELE

TAMBÉM

CONTÉM

UMA

 

QUE

SEPARA

O

COMPARTIMENTO DO MOTOR DO RESTO

DA AERONAVE:

 

a)

CABINES

b)

POLAINAS

c)

NACELES

d)

PAREDE-DE-FOGO

70)

A

TAMBÉM

É CONHECIDA

COMO SEÇÃO DE CAUDA E NA MAIORIA DAS AERONAVES CONSISTE DE UM CONE DE CAUDA,SUPERFÍCIES FIXAS E MÓVEIS:

a)

b)

c)

d)

EMPENAGEM

DEPENÁGEM

SACANAGEM

ENTELÁGEM

71)

OS AILERONS EXTERNOS, CONSISTEM DE UMA LONGARINA DE NARIZ E DE NERVURAS, RECOBERTAS COM PAINÉIS

80)

d)

SUPERFÍCIES

HIPERSUSTENTADORAS QUAL A FERRAMENTA QUE É MEDIDA PELO

DE

DE

ALUMÍNIO:

 

PESO DA CABEÇA SEM O CABO?

a)

NERVURAS

a)

MACETE

 

b)

LONGARINAS

b)

TALHADEIRA

c)

COLMÉIA

c)

MARTELO

d)

CAIXAS

d)

ALICATE

72)

O QUE SUPORTA O PESO DA AERONAVE DURANTE O POUSO?

 

81)

QUAL O ÂNGULO FORMADO PELA BOCA DE UMA CHAVE EM RELAÇÃO À HASTE?

a)

PNEU

a)

15°

b)

TREM DE POUSO

b)

50°

c)

CONE DE CAUDA

c)

17°

d)

AMORTECEDOR

d)

60°

73)

QUAL

SUPERFÍCIE

AUMENTA

A

82)

CURVATURA

DA

ASA

QUANDO

 

FEITAS DE

SÃO FERRAMENTAS DE CORTE, E SEU ÂNGULO

DEFLEXIONADA?

 

DE CORTE É DE

 

a)

FLAPE

a)

LIMAS; AÇO; 60 A 70°

b)

LIFT DUMPER

b)

TALHADEIRAS; METAL DURO; 60 A70°

c)

PROFUNDOR

c)

ALARGADORES; AÇO; 50 A 60°

 

d)

ELEVATOR

d)

LIMAS; METAL DURO; 40 A 50°

74)

O QUE ENCONTRAMOS NO CONE DE CAUDA DO HELICÓPTERO?

83)

QUAIS AS FERRAMENTAS FEITAS DE ALTO TEOR DE CARBONO E TAMBÉM CHAMADAS

a)

MOTOR

DE AÇO RÁPIDO?

b)

ROTOR PRINCIPAL

a)

BROCAS

 

c)

CAIXA DE 45º

b)

MÁQUINS DE FURAR

d)

TANQUE DE COMBUSTÍVEL

 

c)

LIMAS

75)

O QUE COMANDAMOS NUM HELICÓPTERO

a)

MANHE

 

d)

CHAVES DE FENDA

PARA REALIZARMOS MOVIMENTOS NO EIXO TRANSVERSAL OU LATERAL?:

84) USAM LÂMINAS COM OS DENTES APONTADOS PARA FRENTE E RETIRAM MATERIAL QUANDO APLICADO SOBRE UMA

b)

PEDAIS

SUPERFICIE:

c)

COLETIVO

a)

ARCO DE SERRA

 

d)

CÍCLICO

b)

ALARGADOR

76)

QUAL TIPO DE LONGARINA QUE PODE SER

 

c)

TALHADEIRA

USADA COMO ALOJAMENTO PARA

d)

MARTELO

TANQUES DE COMBUSTÍVEL?

85)

LIMAS TÊM ÂNGULO DE CORTE “SIMPLES”

a)

À PROVA DE FALHA

DE:

b)

EM CAIXA

a)

45 A 65°

 

c)

INTEGRAL

b)

35 A 55°

d)

DUPLA

c)

65 A 85°

77)

QUAL O NOME DAS SUPEFÍCIES MÓVEIS

 

d)

65 A 75°

PELO

LOCALIZADAS NO BORDO DE FUGA DAS

86)

SÃO

MEDIDOS

DIÂMETRO

DA

SUPERFÍCIES PRIMÁRIAS?

CABEÇA:

 

a)

FLAPES

a)

PHILIPS

 

b)

AILERONS

b)

PUNÇÕES

c)

COMPENSADORES

c)

RISCADORES

d)

ELEVATORS

d)

MACETES

78)

QUAL A PEÇA QUE SUSTENTA O MOTOR EM UMA AERONAVE MONOMOTORA?

87)

SÃO FEITAS DE AÇO, RÍGIDAS OU FLEXÍVEIS E NÃO PODEM SER

a)

PYLON

DOBRADAS.

b)

NACELE

a)

RÉGUAS

 

c)

BERÇO

b)

BROCAS

d)

CARENÁGEM

c)

TALHADEIRAS

79)

O FLAPE DE BORDO DE ATAQUE, O FLAPE

 

d)

LIMAS

DE BORDO DE FUGA, OS SLATS, OS

88)

O ÂNGULO DE UM ESCAREADOR PADRÃO

 

É DE

E É FEITO DE

 

FREIOS AERODINÂMICOS E OS SPOILERS SÃO CLASSIFICADOS COMO:

a)

b)

c)

SUPERFÍCIES PRIMÁRIAS

SUPERFÍCIES SECUNDÁRIAS

SUPERFÍCIES AUXILIARES

a)

b)

c)

d)

50°; ALTO TEOR DE CARBONO

100°; AÇO CARBONO

100°; METAL DURO

50°; METAL DRO

 

89)

INDICADO PARA RISCAR MATERIAIS COMO SE FOSSE UM LÁPIS OU CANETA:

a)

RISCADOR

b)

ALARGADOR

 

c)

ESCAREADOR

d)

ARCO DE SERRA

90)

EXISTEM 3 TIPOS DE CORTE: RETO, ESQUERDO E DIREITO:

a)

ARCO DE SERRA

 

b)

TESOURAS MANUAIS

c)

TALHADEIRA

d)

ESCAREADOR

91)

OS

ALARGADORES

SÃO

FERRAMENTAS

USADAS PARA:

 

a)

FAZER FUROS DE 1/4 ABAIXO

 

b)

ALARGAR

FUROS

FEITOS

PELAS

 

BROCAS

 

c)

CORTAR EM FORMA CÔNICA

 

d)

RISCAR MATERIAIS

92)

AS

TÊM UM MORDENTE FIXO

E UM AJUSTÁVEL E FUNCIONA COMO UMA

CHAVE DE BOCA.

 

a)

CHAVES COLARES

b)

CHAVES AJUSTÁVEIS

c)

CHAVES ESPECIAIS

d)

CHAVES SÓLIDAS

93)

SÃO USADOS PARA MARCAR CENTROS DE DESENHOS, MARCAR FURAÇÃO, INICIAR FUROS, TRANSFERIR FUROS PARA GABARITO, REMOVER PINOS, REBITES E PARAFUSOS:

a)

PUNÇÕES

b)

ALICATES

c)

RISCADORES

 

d)

ESCAREADORES

94)

COMO SE CHAMA A TALHADEIRA PARA CORTE EM ESQUADRO?

a)

PUNÇÃO

b)

ENCONTRADOR

 

c)

PLAINA DE 90

d)

BEDAME CHATO

95)

TAMBÉM CALIBRE DE VERVIER.

CONHECIDO

COMO

a)

RÉGUA

b)

PAQUÍMETRO

 

c)

MICROMETRO

d)

TODAS ESTÃO ERRADAS

 

96)

QUAL O NOME DADO À FERRAMENTA PARA ABRIR ROSCAS INTERNAS?

a)

DESANDADORES

 

b)

COSSINETES

c)

DESANDADORES

d)

MACHOS

97)

UMA CHAVE DE FENDA DEVE DE FENDA COMUM DEVE PREENCHER PELO MENOS

% DA FENDA DO PARAFUSO

a)

b)

c)

60 A 70

75

70 A 80

QUESTIONÁRIO

98)

d) 85

QUAIS

MICRÔMETRO?

AS

PARTES

MÓVEIS

DE

UM

a)

ENCOSTO, BAINHA, ENCOSTO

b)

HASTE, TAMBOR

c)

BAINHA, ENCOSTO, TAMBOR

d)

HASTE, ENCOSTO

99)

QUE

COSSINETE E DESANDADOR?

AO

NOME

SE

CONJUNTO

a)

TARRACHA

b)

ALARGADOR

c)

MACHO

d)

TODAS ESTÃO ERRADAS

100) UMA CÂMARA DE EXPANSÃO FEITA DE NEOPRENE, REFORÇADA COM TECIDO, COM UM BICO METÁLICO, POR ONDE O FLUIDO ENTRA E SAI DA CÂMARA. TUDO ISSO SE REFERE A UM(A) SISTEMA DE(O) ?

a)

AMORTECEDOR

b)

FREIO

c)

PNEU

d)

RODA

101) UM INTERRUPTOR DE SEGURANÇA DO TREM DE POUSO, NO CIRCUITO DE SEGURANÇA, É USUALMENTE MONTADO EM UMA BRAÇADEIRA FIXADA MA PERNA DE FORÇA PRINCIPAL E ATUADO POR LIGAÇÕES MECÂNICAS ATRAVÉS DA (O):

a)

PRESSÃO HIDRÁULICA

b)

TESOURAS DO TREM DE POUSO

c)

TRAVAS DO TREM DE POUSO

d)

SENSORES DE MERCÚRIO

102) QUANDO NECESSITAMOS DE DESMONTAR UM PNEU DE UMA RODA, QUAL O PRIMEIRO PROCEDIMENTO DEVEMOS TOMAR ?

a)

VERIFICAR O AJUSTE DA PRESSÃO

b)

ESVAZIAR TOTALMENTE

c)

ENCHER TOTALMENTE

d)

LEVA-LO PRA DENTRO DE UMA

GAIOLA DE SEGURANÇA 103) QUANDO A LUZ DE AVISO DO TREM DE POUSO ESTÁ ACESA E APARECEM TRÊS AVISOS VISUAIS COM A DIAGONAL VERMELHA E LISTAS FLUORESCENTES, ISSO SIGNIFICA QUE O TREM DE POUSO ESTÁ?

a)

EM CIMA E TRAVADO

b)

EM BAIXO E TRAVADO

c)

EM TRANSITO E DESTRAVADO

d)

EM PANE, SEM PRESSÃO

HIDRÁULICA, PARA SUA OPERAÇÃO 104) QUAL O TIPO DE CILINDRO MESTRE QUE INCORPORA UM RESERVATÓRIO, UMA CÂMARA DE PRESSÃO E DISPOSITIVOS DE COMPENSAÇÃO EM UMA ÚNICA CARCAÇA?

a)

WARNER

b)

PIRELLI

c)

GOODYEAR

d)

BF GOODRICH

105) PARA INSPECIONAR VÁLVULAS QUANTO A VAZAMENTOS COLOCA-SE ALGUMAS GOTAS DE ÁGUA NO BICO DE ENCHIMENTO. SE APARECEREM BOLHAS, QUAL O PROCEDIMENTO A SER REALIZADO?

a)

TROCA-SE A CÂMARA DE AR

b)

TROCA-SE O MIOLO DA VÁLVULA

c)

TROCA-SE O CONJUNTO DA VÁLVULA

d)

TROCA-SE CONJUNTO DA VÁLVULA E

106) OS

CÂMARA DE AR SÃO PARA TRABALHO PESADO,

ESPECIALMENTE PARA SISTEMAS HIDRÁULICOS DE ALTA PRESSÃO. USAM VÁLVULAS DE CONTROLE DE FORÇA, CILINDROS MESTRE DE REFORÇO DE FORÇA E É MUITO SEMELHANTE AO :

a)

ROTOR DE SEGUIMENTO/MÚLTIPLOS DISCOS

b)

DUPLO DISCO/MONO DISCO

 

c)

MÚLTIPLOS

DISCOS/FREIOS

POR

GRAVIDADE

d)

ROTOR DE SEGUIMENTO/DISCO

DUPLO 107) O VAZAMENTO DE AR, DO PNEU SEM CÂMARA, ATRAVÉS DAS SUPERFÍCIES DAS METADES DAS RODAS BIPARTIDAS É

MONTADO NA

SUPERFÍCIE DE CONTATO, NA METADE

EVITADO POR UM (A)

EXTERNA DA RODA.

a)

VEDADOR DE BORRACHA

b)

“V” RING

c)

FITA VEDADORA

d)

PASTA DE VEDAÇÃO

108) O SISTEMA PNEUMÁTICO QUE É FEITO PARA SUSTENTAR ALTAS VELOCIDADES E PESADÍSSIMAS CARGAS ESTÁTICAS E DINÂMICAS CHAMA-SE:

a)

AMORTECEDOR

b)

PNEU

c)

TREM DE POUSO

d)

MONTANTE DE ARRASTO

109) O PERÍODO DE SOBREINFLAÇÃO, APÓS REALIZADO PODE FICAR ATÉ QUANTO TEMPO:

a)

30 MINUTOS

b)

1 HORA

c)

12 HORAS

d)

48 HORAS

110) O FREIO DE

UM FREIO DE

BAIXA PRESSÃO, COM 360º DE SUPERFÍCIE

É

DE FRENAGEM, É UM FREIO DE POUCO PESO E TEM POUCAS PEÇAS MÓVEIS E PODE SER USADO EM PEQUENAS E GRANDES AERONAVES:

a)

CÂMARA DE EXPANSÃO

b)

MONO DISCO

c)

DUPLO DISCO

d)

MÚLTIPLOS DISCOS

111) NOS PNEUS, COMO SE CHAMA A PARTE DE COBERTURA SOBRE AS LATERAIS DOS CORDONÉIS DO CORPO PARA PROTEGÊ- LOS DE DANOS A LUZ CALOR E FRIO:

a)

UNHA DO TALÃO

b)

ANTIFRICÇÃO

c)

CALCANHAR DO TALÃO

d)

COSTADO

112) EM ALGUNS SISTEMA DE VÁLVULAS DE

SÃO

USADOS(AS) EM CONJUNTO COM AS VÁLVULAS DE CONTROLE DE FREIO, GERALMENTE USADOS(AS) COM SISTEMA HIDRÁULICOS DE ALTA PRESSÃO E FREIOS DE BAIXA PRESSÃO E É MONTADO(A) NO AMORTECEDOR DA PERNA DE FORÇA, NA LINHA ENTRE A VÁLVULA DE CONTROLE E OS FREIOS:

CONTROLE DE FORÇA,

a)

CILINDRO REDUTOR

b)

CILINDRO MEDIDOR

c)

VÁLVULAS DE ALÍVIO

d)

VÁLVULA BY-PASS

113) DURANTE

A

EXPANSÃO

DO

TREM

DE

POUSO, É CORRETO AFIRMAR QUE:

a)

O ÓLEO É COMPRIMIDO NA CÂMARA SUPERIOR, EMPURRANDO O AR PARA A CÂMARA INFERIOR.

b)

O AR COMPRIMIDO EMPURRA O FLUIDO PARA A CÂMARA SUPERIOR

c)

O AR PASSA DA CÂMARA SUPERIOR PARA A INFERIOR ATRAVÉS DE UM ORIFÍCIO

d)

O ÓLEO NÃO PASSA DA CÂMARA

SUPERIOR PARA A CÂMARA INFERIOR ATRAVÉS DE UM ORIFÍCIO 114) COMO SE CHAMAM AS UNIDADES QUE USAM CILINDROS DE ATUAÇÃO, VÁLVULAS SELETORAS, TRAVAS SUPERIORES E INFERIORES, VÁLVULAS DE SEQÜÊNCIA E OUTROS COMPONENTES HIDRÁULICOS CONVENCIONAIS?

a)

SISTEMA DE RETRAÇÃO DO TREM DE POUSO

b)

SISTEMA DE DIREÇÃO DA RODA DO NARIZ

c)

SISTEMA

DE FREIO COM REFORÇO

DE FORÇA

d)

SISTEMA

DE

HASTES

DE

NEUTRALIZAÇÃO DO TREM DE POUSO 115) COMO É CONTROLADO O FREIO DA RODA DO NARIZ?

CILINDROS

a)

ATRAVÉS

DE

LIGAÇÕES

REDUTORES

b)

ATRAVÉS DE DIFERENCIAIS DE FREIO

LIGAÇÕES

c)

VÁLVULA

DE

CONTROLE

TIPO

CARRETEL

d)

ATRAVÉS DE VÁLVULA DE CONTROLE TIPO ESFERA

116) AS AERONAVES PARADAS DESENVOLVEM MARCAS DE ACHATAMENTO NOS PNEUS, PORÉM PODEM SER REMODELADOS COM UMA SOBREINFLAÇÃO DE:

a)

10 A 25 %

b)

15 A 30 %

c)

25 A 50%

d)

30 A 50%

117) AMORTECEDORES SEM BRAÇO DE TORQUE TEM A CABEÇA DO PISTÃO E DO CILINDRO RANHURADOS COM A FINALIDADE DE:

a)

EVITAR VAZAMENTOS

b)

EVIATAR DESALINHA MENTOS

c)

PROVER MAIOR VEDAÇÃO

d)

PROVER MENOR VIBRAÇÃO

118) ALGUNS CONJUNTOS DE AMORTECEDORES POSSUEM DISPOSITIVOS DO TIPO PISTÃO E PALHETA PARA A INSTALAÇÃO NA PERNA DE FORÇA DO TREM DE POUSO DO NARIZ, TEM UMA FINALIDADE BÁSICA QUE É DE:

a)

EVITAR VIBRAÇÃO DURANTE O TÁXI, POUSOS E DECOLAGENS.

b)

EVITAR

QUE

A

RODA

ESTEJA

DESALINHADA NO RECOLHIMENTO DO TREM

c)

EVITAR PERDA DE PRESSÃO, MANTENDO UM RECALQUE NA LINHA.

d)

EVITAR AUMENTO DE PRESSÃO,

REDUZINDO O FLUXO DE FLUIDO PARA O CONTROLE DO FREIO DO TREM DE NARIZ. 119) ALGUMAS RODAS DE AERONAVES, TEM UM DISPOSITIVO QUE SE DESTINA A SENTIR TEMPERATURAS ELEVADAS, E BAIXAR A PRESSÃO DE AR PARA EVITAR QUE O PNEU ESTOURE OU AGARRE NA RODA, ESSE DISPOSITIVO É O (A);

a)

FUSÍVEL TÉRMICO

b)

VÁLVULA TERMOS TÁTICA

c)

DISJUNTOR COM VÁLVULA DE ALÍVIO TÉRMICO

d)

VÁLVULA TÉRMICA DE ALÍVIO

120) QUAL O TIPO DE TREM DE POUSO EM QUE AS PERNAS DO TREM DE POUSO PRINCIPAL SE LOCALIZAM ATRÁZ DO CENTRO DE GRAVIDADE?

a)

TRICÍCLO

b)

BEQUILHA

c)

NOSE GEAR

d)

CONVENCIONAL

QUESTIONÁRIO

121) QUAL O TIPO DE TREM DE POUSO QUE QUANDO RECOLHIDO, NÃO PERMITE QUE AS RODAS FIQUEM APARECENDO, ESTE USA PORTAS OU COMPORTAS PARA TAL ?

a)

CONVENCIONAL

b)

TRICICLO

c)

RETRÁTIL

d)

ESCAMOTEÁVEL

122) A

CÂMARA

INFERIOR POSSUEM VÁLVULAS INTERCAMBIÁVEIS, PORÉM COM FINALIDADES DIFERENTES, E É CORRETO AFIRMAR QUE

CÂMARA

SUPERIOR

E

A

a)

5/8 É A DE AR E 3/4 É A DE ÓLEO

b)

3/4 É A DE AR E 5/8 É A DE ÓLEO

c)

3/8 É A DE AR E 1/4 É A DE ÓLEO

d)

1/4 É A DE AR E 3/8 É A DE ÓLEO

123) DURANTE A COMPRESSÃO DO TREM DE POUSO, É INCORRETO AFIRMAR QUE:

a)

O

ÓLEO

NÃO

É

COMPRIMIDO

NA

CÂMARA SUPERIOR

 

b)

O

NITROGÊNIO

NÃO

PODE

COMPRIMIDO NA CÂMARA INFERIOR

c)

O

AR

NÃO

PASSA

DA CÂMARA

SUPERIOR PARA A INFERIOR ATRAVÉS DE UM ORIFÍCIO

d)

O ÓLEO NÃO PASSA DA CÂMARA

INFERIOR PARA A CÂMARA SUPERIOR ATRAVÉS DE UM ORIFÍCIO 124) ALGUNS AMORTECEDORES POSSUEM DISPOSITIVOS PARA A INSTALAÇÃO DE UM ELIMINADOR EXTERNO DE VIBRAÇÃO, CHAMADO DE SHIMMY, PORÉM ELES PODEM SER DO TIPO:

a)

PISTÃO E RESSALTO

b)

PALHETA E MOLA

c)

PISTÃO E PALHETA

d)

RESSALTO E MOLA

125) EM QUAL CILINDRO MESTRE, O FLUIDO É FORNECIDO DE UM RESERVATÓRIO EXTERNO, POR GRAVIDADE, PARA O USO:

a)

WARNER

 

b)

PIRELLI

c)

GOODYEAR

 

d)

BF GOODRICH

126) QUAL

É

O

TIPO

DO

ROLAMENTO

RODAS?

 

a)

ROLETES ESFÉRICOS

b)

ROLETES CÔNICOS

 

c)

ESFERAS CÚBICAS

d)

ESFERAS CÔNICAS

DAS

127) QUANDO OS PNEUS SÃO INFLADOS SOBRE EFEITO DE UMA CARGA, A PRESSÃO DEVE SER INCREMENTADA A:

a)

b)

c)

d)

4 %

5 %

10 %

25 %

128) NA REALIZAÇÃO DE QUALQUER REPARO, CERTAS REGRAS FUNDAMENTAIS SÃO

OBSERVADAS, CASO A RESISTÊNCIA ORIGINAL DEVE SER?

a)

MANTIDA

b)

REFORÇADA

c)

DOBRADA

d)

MONTADA COM RELAÇÃO AO PESO EXTRA PARA A AERONAVE

129) SE UMA LIGA 2024-T FOSSE SUBSTITUÍDA POR UMA LIGA 2024-T80, O MATERIAL

, A MENOS QUE A REDUÇÃO NA RESISTÊNCIA A COMPRESSÃO SEJA SABIAMENTE ACEITÁVEL ?

SUBSTITUÍDO DEVERIA SER DE

a)

MENOR ESPESSURA

b)

CLADEADA

c)

MAIOR ESPESSURA

d)

CEMENTADA

130) ALÉM DA OBSERVAÇÃO DOS REBITES JÁ EXISTENTES NA ESTRUTURA, QUAL SERIA OUTRO MÉTODO DE SE DETERMINAR O TAMANHO DOS REBITES A SEREM USADOS?

a)

MULTIPLICAR

O

DIÂMETRO

DO

REBITE POR 3 E UTILIZAR O REBITE

LOGO

ACIMA

DO

VALOR

ENCONTRADO.

b)

MULTIPLICAR A ESPESSURA DO DE UMA DAS CHAPAS POR 3 E UTILIZAR O REBITE LOGO ACIMA DO VALOR ENCONTRADO.

c)

MULTIPLICAR A ESPESSURA DO REVESTIMENTO POR 3 E UTILIZAR O REBITE LOGO ACIMA DO VALOR ENCONTRADO.

d)

MULTIPLICAR O DIÂMETRO DO

REVESTIMENTO POR 3 E UTILIZAR O REBITE LOGO ACIMA DO VALOR ENCONTRADO. 131) NA FÓRMULA CXEX75000, INDIQUE A ALTERNATIVA INCORRETA:

S OU A

a)

C É O COMPRIMENTO DO DANO

b)

E É A ESPESSURA DO MATERIAL

c)

75000 É DADO EM LBS/FT

d)

S

É

A RESISTÊNCIA AO

CISALHAMENTO

132) O PASSO DOS REBITES É A DISTÂNCIA ENTRE OS CENTROS DOS REBITES ADJACENTES EM UMA MESMA FILEIRA. O MENOR PASSO DE REBITES PERMISSÍVEL

É IGUAL A

VEZES O(A)

:

a)

3 / ESPESSURA DA CHAPA

b)

5 A 7/ DIÂMETRO DO REBITE

c)

5 A 7/ ESPESSURA DA CHAPA

d)

3 / DIÂMETRO DO REBITE

133) O REPARO OU REMENDO EM REPAROS INTERNAMENTE REBITADOS OU APARAFUSADOS; É NORMALMENTE FEITO DO MESMO MATERIAL DA ÁREA DANIFICADA, PORÉM DE UMA MEDIDA:

a)

MAIS ESPESSA

b)

MAIS DURA

c)

MAIS FINA

d)

MAIS MACIA

134) O PASSO TRANSVERSAL É A DISTÂNCIA PERPENDICULAR ENTRE AS FILEIRAS DE REBITES; É GERALMENTE IGUAL A DO PASSO DO REBITE:

a)

75%

b)

3 VEZES

c)

90%

d)

10 VEZES

135) O

É OPERADO MANUALMENTE,

CONSISTE DE TRÊS ROLOS, DOIS APOIOS, UMA BASE E UMA MANIVELA. A MANIVELA GIRA OS DOIS ROLOS DIANTEIROS ATRAVÉS DE UM TREM DE EMGRENÁGENS:

a)

VIRADEIRA

b)

ESTICADOR

c)

AMOLGADRO

d)

LAMINADOR

136) A DOBRAGEM, O PREGUEAMENTO, OU CORRUGAMENTO DE UMA PEÇA DE CHAPA DE METAL, DE FORMA A ENCURTA-LA, É CHAMADO DE:

a)

GOLPEAMENTO

b)

CONTRAÇÃO

c)

AMOLGAMENTO

d)

ESTREITAMENTO

137) EVITAM A FORMAÇÃO DE PONTOS DE FADIGA NAS INTERCESSÕES DAS LINHAS DE TANGÊNCIA DE DOBRA, O QUE FARIA COM QUE O MATERIAL RACHASSE; ESTAMOS FALANDO DE:

a)

BORDAS REDONDAS

b)

ANTIFRICÇÃO

c)

FUROS DE ALÍVIO

d)

MATERIAIS BEM RECOZIDOS

138) CASO A CURVA DO ÂNGULO MOLDADO DEVA SER AGUDA, OU SE OS FLANGES DO ÂNGULO FOREM LARGOS O MÉTODO DO BLOCO DE CONTRAÇÃO DEVERÁ SER USADO. NESTE CASO, O FLANGE QUE FORMARÁ A PARTE INTERNA DA CURVA É:

a)

AMOLGADO

b)

ESRURADO

c)

CONTRAÍDO

d)

ESTREITADO

139) O

SOBRE

UM

BLOCO

DE

MOLDAGEM

OU

UM

PUNÇÃO,

E

O

SOBRE

DOIS

UM SACO DE AREIA, SÃO

COMUNS

OS

PRATICADOS?

TIPOS

MAIS

a)

AMOLGAMENTO / GOLPEAMENTO

b)

AMOLGAMENTO / AMOLGAMENTO

c)

GOLPEAMENTO / GOLPEAMENTO

d) GOLPEAMENTO / AMOLGAMENTO

140) NA

FURAÇÃO

DE

AÇO

INOXIDÁVEL

USAMOS

VELOCIDADE, RETIFICADA EM ÂNGULO DE:

UMA

BROCA

DE

ALTA

a)

b)

c)

d)

90º

100º

118º

140º

141) PARA

A

VELOCIDADE DA FURADEIRA É MANTIDA

NA METADE NECESSÁRIA PARA FURAR

NUNCA

AÇO

EXCEDENDO RPM:

FURAR

DOCE,

AÇO

INOXIDÁVEL,

MAS

a)

b)

c)

d)

350

750

1000

1500

142) O TIPO DE CABEÇA É DETERMINADO PELA LOCALIZAÇÃO NA AERONAVE. ONDE SE REQUER UMA SUPERFÍCIE AERODINAMICAMENTE LISA, DEVEMOS USAR UM REBITE DE CABEÇA:

a)

ESCAREADA

b)

CHATA

c)

LENTILHA

d)

UNIVERSAL

143) QUANDO OS REBITES DEVEM TRANSPASSAR COMPLETAMENTE

MEMBROS TUBULARES, SELECIONAMOS UM DIÂMETRO EQUIVALENTE A PELO

MENOS

DO DIÂMETRO EXTERNO DO

TUBO:

a)

b)

c)

d)

3 VEZES

75%

1/8

3/32

144) UMA

UMA

FERRAMENTA QUE É APOIADA CONTRA A

EXTREMIDADE DO CORPO DO REBITE, ENQUANTO A CABEÇA DE FIXAÇÃO É AMASSADA OU MARTELADA:

É

a)

PONTEIRA

b)

BARRA DE APOIO

c)

BOBRADORA

d)

PISTOLA PNEUMÁTICA

145) O

É UMA FERRAMENTA QUE

FAZ UMA DEPRESSÃO EM FORMA DE CONE AO REDOR DO FURO DO REBITE, PARA PERMITIR QUE A CABEÇA FIQUE ALINHADA COM A SUPERFÍCIE DA CHAPA:

a)

PUNÇÃO

b)

AMOLGADOR

c)

ESCAREADOR

d)

EXTRURADOR

146) O PRENDEDOR DE CHAPA DE METAL MAIS

,

PRENDER CHAPAS DE PERFURADAS JUNTAS?

ELE É USADO PARA

COMUM É O

a)

b)

CLECO

CHERRY

QUESTIONÁRIO

c)

d)

SARGENTO

TIE-RAP

147) QUAL MÁQUINA É USADA PARA CORTAR CHAPAS DE METAL AO CARBONO ATÉ A MEDIDA 10?

a)

VAZADOR ROTATIVO

b)

TESOURÃO SEM PESCOÇO

c)

GUILHOTINA

d)

SERRA ELÉTRICA KETTS

148) NA REALIZAÇÃO DE QUALQUER REPARO, CERTAS REGRAS FUNDAMENTAIS SÃO OBSERVADAS, ENTÃO É CORRETO AFIRMAR QUER?

a)

A

CHAPA DO REPARO DEVE TER UMA

SEÇÃO LONGITUDINAL MENOR QUE A SEÇÃO ORIGINAL DANIFICADA.

b)

A

CHAPA DO REPARO DEVE TER UMA

SEÇÃO LONGITUDINAL MAIOR OU IGUAL OU QUE A SEÇÃO ORIGINAL DANIFICADA.

c)

A

CHAPA DO REPARO DEVE TER UMA

SEÇÃO TRANSVERSAL MENOR OU IGUAL QUE A SEÇÃO ORIGINAL DANIFICADA.

d)

A

CHAPA DO REPARO DEVE TER UMA

SEÇÃO TRANSVERSAL MAIOR QUE A SEÇÃO ORIGINAL DANIFICADA. 149) SE FOR NECESSÁRIO SUBSTITUIR POR UMA LIGA MAIS FRACA QUE A ORIGINAL, UTILIZAMOS UM MATERIAL DE MAIOR ESPESSURA, DE FORMA QUE A RESISTÊNCIA NA SEÇÃO TRANSVERSAL SEJA EQUIVALENTE. MAS NUNCA PODEMOS :

a)

SUBSTITUIR O MATERIAL ORIGINAL POR UM MATERIAL MENOS RESISTENTE E DE MAIOR ESPESSURA

b)

SUBSTITUIR O MATERIAL ORIGINAL

POR UM MATERIAL MAIS RESISTENTE

E

DE MENOR ESPESSURA

c)

SUBSTITUIR O MATERIAL ORIGINAL

POR UM MATERIAL MAIS RESISTENTE

E

DE MAIOR ESPESSURA

d)

SUBSTITUIR O MATERIAL ORIGINAL

POR UM MATERIAL MAIS RESISTENTE

E DE MESMAR ESPESSURA

150) NA

FÓRMULA

CXEX75000,

ALTERNATIVA CORRETA:

S OU A

INDIQUE

A

a)

C

É O COMPRIMENTO DO REBITE

b)

E

É A ESPESSURA DO DANO

c)

75000 É 60000 PSI MAIS 25% I

d)

S

É A RESISTÊNCIA AO APOIO

151) A DISTANCIA

ENTRE OS

EM

CENTROS

UMA

DOS

MESMA

REBITES

FILEIRA, É CHAMADA (O) DE :

ADJACENTES

a)

PASSO TRANSVERSAL

b)

PASO DO REBITE

c)

PASSO DE CARVAÇÃO

d)

COMPASSO DO REBITE

152) QUANDO SEÇÕES DO REVESTIMENTO SÃO SUBSTITUÍDAS POR NOVAS, OS FUROS DA NOVA CHAPA DEVEM COINCIDIR COM OS FUROS JÁ EXISTENTES NA ESTRUTURA. ESSES FUROS PODEM SER FEITOS COM UM:

a)

CLECO

b)

GRAMPOS “C”

c)

DUPLICADOR

d)

VAZADOR

153) O PASSO TRANSVERSAL É A DISTÂNCIA PERPENDICULAR ENTRE AS FILEIRAS DE REBITES; O MENOR PASSO TRANSVERSAL

O DIÂMETRO DO

PERMITIDO É DE REBITE:

a)

75%

b)

3 VEZES

c)

90%

d)

2,5 VEZES

154) A DISTANCIA DA LINHA DE TOLERÂNCIA DA DOBRA ATE O PONTO DE MOLDE CHAMA- SE:

a)

LINHA DE MOLDE

 

b)

LINHA DE DOBRA

c)

RECUO

 

d)

RAIO

155) OS

FURO

SÃO

FEITOS

EM

NERVURAS,

CAVERNAS

E

OUTRAS

PARTES

ESTRUTURAIS COM O INTUITO DE :

a)

CRIAR BORDAS REDONDAS

b)

REDUZIR PESO

c)

FUROS PARA ALÍVIO

d)

BARATEAR A MÃO DE OBRA

156) QUAL EQUIPAMENTO É USADO NAS OFICINAS DE REPARO DE CÉLULA PARA FAZER FUROS EM PARTES METÁLICAS E ESTA MÁQUINA PODE SER USADO PARA FAZER CORTES CIRCULARES EM ARESTAS, PARA FAZER ARRUELAS E PARA MUITOS OUTROS SERVIÇOS?

a)

FURADEIRA DE BANCADA

b)

TESOURÃO SEM PESCOÇO

c)

VAZADOR ROTATIVO

d)

TESOURÃO MANUAL

157) O POLIMENTO DE UMA SUPERFÍCIE ATRAVÉS DO ATRITO COM OUTRA LISA E MAIS DURA, ONDE GERALMENTE NÃO HÁ DESLOCAMENTO OU REMOÇÃO DO METAL, RECEBE O NOME DE:

a)

EROSÃO

b)

BRUNIDURA

c)

INCLUSÃO

d)

ROÇAMENTO

158) A FERRAMENTA DE CORTE COM UM GRANDE NÚMERO DE ARESTAS CORTANTES, ARRANJADA DE FORMA QUE QUANDO GATAM, SE PARTEM ORIGINANDO NOVAS ARESTAS, É A:

a) RODA DO ESMERIL

b)

SERRA KETTS

c) VAZADOR ROTATIVO

d) EXTRURADOR

159) PARA REDUZIR A POSSIBILIDADE DE RACHADURAS QUE SE INICIAM NAS ARESTAS DOS CORTES, TENTAMOS FAZER:

a)

FUROS DE ALÍVIO

 

b)

CORTES EM ÂNGULO RETO

 

c)

CORTES CIRCULARES OU OVAIS

d)

CORTES SEM ARESTAS

 

160) NA

DETERMINAÇÃO

DO

COMPRIMENTO

TOTAL

DO

REBITE,

O

QUE

DEVEMOS

CONHECER?

 

a)

LIGA DO REBITE

 

b)

PASO DO REBITE

c)

DIÂMETRO DO REBITE

 

d)

ESPESSURA DO MATERIAL A SER

UNIDO 161) A QUANTIDADE DE MATERIAL GASTO NUMA CURVA RECEBE O NOME DE:

a)

TOLERÂNCIA DE DOBRA

 

b)

FLANGE

 

c)

LINHA DE MOLDE

 

d)

ÂNGULO ABERTO

162) NA

FÓRMULA

CXEX75000,

INDIQUE

A