Você está na página 1de 204

ENFERMAGEM

QUESTÕES
DE CONCURSOS
1 - (HU-UFS/EBSERH/Instituto AOCP/2014) Sobre a Lei do Exercício Profissional, assinale a alternativa correta.

a) A Lei aponta que a Enfermagem é exercida privativamente pelo Enfermeiro e Técnico de Enfermagem, respeitados os respectivos
graus de habilitação.
b) Quando necessário e sob supervisão do Enfermeiro, o Técnico de Enfermagem poderá realizar Consulta de Enfermagem.
c) Cabe ao Auxiliar de Enfermagem prestar cuidados de enfermagem diretos a pacientes graves e com risco de vida.
d) A Lei 7.498/86 extingue, da categoria dos profissionais de enfermagem, a Parteira.
e) É privativo do Enfermeiro a consultoria, auditoria e emissão de parecer sobre matéria de Enfermagem.

2. (HU-UFMS/EBSERH/Instituto AOCP/2014) Sobre o Decreto n° 94.406/87 que regulamenta a Lei n° 7.498/86, que dispõe sobre o
exercício da Enfermagem, assinale a alternativa INCORRETA.

a) Cabe privativamente ao enfermeiro a organização e direção dos serviços de Enfermagem e de suas atividades técnicas e auxiliares
nas empresas prestadoras desses serviços.
b) Cabe ao enfermeiro como integrante da equipe de saúde a prevenção e controle sistemática da infecção hospitalar, inclusive
como membro das respectivas comissões.
c) Cabe aos profissionais titulares do diploma de Obstetriz à prestação de assistência à parturiente e ao parto cesárea.
d) Ao técnico de enfermagem cabe assistir ao enfermeiro no planejamento, programação, orientação e supervisão das atividades de
assistência de Enfermagem.
e) O auxiliar de enfermagem executa as atividades auxiliares de nível médio atribuídas à equipe de Enfermagem, cabendo-lhe
preparar o paciente para consultas, exames e tratamentos.

3. (HUJM-UFMT/EBSERH/Instituto AOCP/2014) De acordo com a Lei nº. 7.498/1986, regulamentada pelo Decreto no. 94.406/1987, o
Auxiliar de Enfermagem executa as atividades auxiliares, de nível médio, atribuídas à equipe de Enfermagem, o que NÃO inclui

a) emitir parecer sobre matéria de enfermagem.


b) aplicar oxigenioterapia, nebulização, enteroclisma, enema e calor ou frio.
c) executar tarefas referentes à conservação e aplicação de vacinas.
d) realizar testes e proceder a sua leitura, para subsídio de diagnóstico.
e) ministrar medicamentos por via oral e parenteral.

4. (HULW-UFPB/EBSERH/Instituto AOCP/2014) De acordo com o Decreto-Lei n° 94.406/87, são enfermeiros, EXCETO

a) o titular do diploma ou certificado de Obstetriz ou de Enfermeira Obstétrica, conferidos nos termos da lei.
b) o titular do diploma de Enfermeiro conferido por instituição de ensino, nos termos da lei.
c) o titular de certificado de Enfermeiro Prático ou Prático de Enfermagem, expedido até 1964 pelo Serviço Nacional de Fiscalização
da Medicina e Farmácia, do Ministério da Saúde, ou por órgão congênere da Secretaria de Saúde nas Unidades da Federação, nos
termos do Decreto-lei nº 23.774, de 22 de janeiro de 1934, do Decreto-lei nº 8.778, de 22 de janeiro de 1946, e da Lei nº 3.640, de
10 de outubro de 1959.
d) aqueles que, não abrangidos pelos incisos anteriores, obtiveram título de Enfermeira conforme o disposto na letra ““d”” do Art.
3º do Decreto-lei nº 50.387, de 28 de março de 1961.
e) o titular do diploma ou certificado de Enfermeira e a titular do diploma ou certificado de Enfermeira Obstétrica ou de Obstetriz,
ou equivalente, conferido por escola estrangeira segundo as respectivas leis, registrado em virtude de acordo de intercâmbio
cultural ou revalidado no Brasil como diploma de Enfermeiro, de Enfermeira Obstétrica ou de Obstetriz.

5. (HULW-UFPB/EBSERH/Instituto AOCP/2014) O Técnico de Enfermagem exerce as atividades auxiliares, de nível médio técnico,
atribuídas à equipe de Enfermagem, cabendo-lhe assistir ao enfermeiro

a) na direção do órgão de Enfermagem integrante da estrutura básica da instituição de saúde, pública ou privada, e chefia de serviço
e de unidade de Enfermagem.
b) na consultoria, auditoria e emissão de parecer sobre matéria de Enfermagem.
c) na consulta de Enfermagem. d) na prescrição da assistência de Enfermagem.
e) na prestação de cuidados diretos de Enfermagem a pacientes em estado grave.
6. (HULW-UFPB/EBSERH/Instituto AOCP/2014) De acordo com o Decreto-Lei n° 94.406/87, ao enfermeiro incumbe como integrante
da equipe de saúde

a) prestação de assistência de enfermagem à gestante, parturiente, puérpera e ao recém-nascido.


b) consultoria, auditoria e emissão de parecer sobre matéria de Enfermagem.
c) planejamento, organização, coordenação, execução e avaliação dos serviços da assistência de Enfermagem.
d) cuidados de Enfermagem de maior complexidade técnica e que exijam conhecimentos científicos adequados e capacidade de
tomar decisões imediatas.
e) cuidados diretos de Enfermagem a pacientes graves com risco de vida.

7 - (MEAC e HUWC UFC/EBSERH/Instituto AOCP/2014) Segundo a Lei n° 7.498/1986 ao enfermeiro incumbe como integrante da
equipe de saúde, EXCETO

a) participação na elaboração de medidas de prevenção e controle sistemático de danos que possam ser causados aos pacientes
durante a assistência médica.
b) participação nos programas de higiene e segurança do trabalho e de prevenção de acidentes e de doenças profissionais e do
trabalho.
c) participação na elaboração e na operacionalização do sistema de referência e contra-referência do paciente nos diferentes níveis
de atenção à saúde.
d) participação no desenvolvimento de tecnologia apropriada à assistência de saúde.
e) participação em bancas examinadoras, em matérias específicas de Enfermagem, nos concursos para provimento de cargo ou
contratação de Enfermeiro ou pessoal Técnico e Auxiliar de Enfermagem.

8 - (MEAC e HUWC UFC/EBSERH/Instituto AOCP/2014) Segundo a Lei n° 7.498/1986 ao enfermeiro incumbe, privativamente,

a) organização e direção dos serviços de higiene e de suas atividades técnicas e auxiliares nas empresas prestadoras desses serviços.
b) consultoria, auditoria e emissão de parecer sobre matéria bioquímica.
c) prescrição da assistência médica.
d) cuidados diretos de Enfermagem a pacientes graves com risco de vida com prescrição de medicações.
e) cuidados de Enfermagem de maior complexidade técnica e que exijam conhecimentos científicos adequados e capacidade de
tomar decisões imediatas.

9 - (HU-UFMS/EBSERH/Instituto AOCP/2014) Assinale a alternativa que descreve algumas das atividades do Enfermeiro contidas na
Regulamentação da Lei do Exercício Profissional (Lei 7.498/86), em seu artigo oitavo.

a) Participar da programação da assistência de enfermagem; participar da orientação e supervisão do trabalho de enfermeiro em


grau auxiliar; orientar os agentes comunitários de saúde.
b) Observar, reconhecer e descrever sinais e sintomas; executar ações de tratamento; prescrever medicamentos de uso contínuo.
c) Como integrante da equipe de saúde: participar no planejamento, execução e avaliação da programação de saúde; assistência de
enfermagem à gestante, parturiente e puérpera; execução de parto sem distócia.
d) Participar da programação da assistência de enfermagem; executar ações assistenciais de enfermagem, exceto as privativas do
enfermeiro, observado o disposto no parágrafo único do art. II, da Lei do exercício Profissional.
e) Observar, reconhecer e descrever sinais e sintomas; executar ações de tratamento simples; prestar cuidados de higiene e
conforto ao paciente e participar da equipe de saúde, realizar exames de imagem.

10 - (HU-UFGD/EBSERH/Instituto AOCP/2014) De acordo com o Decreto N°. 94.406/87, que regulamenta a Lei N°. 7.498/86, que
dispõe sobre o exercício da Enfermagem, é atividade privativa do enfermeiro

a) realizar testes e proceder à sua leitura, para subsídio de diagnóstico.


b) identificar as distócias obstétricas e tomar providências até a chegada do médico.
c) emitir parecer sobre matéria de enfermagem.
d) efetuar o controle de pacientes e de comunicantes em doenças transmissíveis.
e) realizar controle hídrico.
11 - (HC-UFMG/EBSERH/Instituto AOCP/2014) De acordo com o Decreto-Lei n°. 94.406/87, o Auxiliar de Enfermagem executa as
atividades auxiliares, de nível médio atribuídas à equipe de Enfermagem, o que não inclui a atividade desenvolvida na seguinte
situação:
a) auxiliar de enfermagem da Pediatria coletou amostra de fezes de acordo com a requisição de exames preenchida pelo médico,
para realização de coprocultura.
b) auxiliar de enfermagem da Clínica Cirúrgica, de acordo com a rotina do setor, orientou a paciente antes de transportá-lo ao
Centro Cirúrgico, para retirar os brincos e a aliança.
c) auxiliar de enfermagem do Centro Cirúrgico instrumentou a cirurgia de varizes de membros inferiores.
d) auxiliar de enfermagem do setor de Ginecologia e Obstetrícia trocou o curativo da incisão cirúrgica de puérpera que realizou
parto cesáreo de acordo com a prescrição de enfermagem.
e) auxiliar de enfermagem da Clínica Médica, devido a problemas frequentes de vazamento na vulcanização de bolsas coletoras de
sistema fechado para drenagem de urina, emitiu parecer técnico desfavorável sobre o produto, para substituição das mesmas na
instituição.

12 - (COREN-SC/AOCP/2013) Assinale a alternativa correta.

a) A lei 7498/86 extingue a profissão de Parteira que era até então prevista no Art. 1° do Decretolei 8778/46.
b) Ao técnico de enfermagem, pode ser concedido em algumas situações a direção de órgão de enfermagem e chefia de serviços e
unidade de enfermagem.
c) O Enfermeiro pode realizar prescrição de medicamentos estabelecidos em programas de saúde pública e em rotina aprovada pela
instituição de saúde.
d) Ao Enfermeiro cabe a Assistência de enfermagem à gestante, parturiente e puérpera, assim como a realização de parto com
distócia.
e) O Auxiliar de Enfermagem realiza ações de nível médio podendo realizar cuidados diretos de Enfermagem a pacientes graves com
risco de vida.

13 - (COREN-SC/AOCP/2013) Em relação à Lei que regulamenta o exercício de enfermagem, informe se é verdadeiro (V) ou falso (F) o
que se afirma a seguir e assinale a alternativa com a sequência correta.

( ) O exercício da atividade de Enfermagem é privativo de Enfermeiro, Técnico de Enfermagem, Auxiliar de Enfermagem e Parteiro e
só será permitido ao profissional inscrito no Conselho Regional de Enfermagem da respectiva região.
( ) O Técnico de Enfermagem exerce as atividades auxiliares, de nível médio técnico, atribuídas à equipe de Enfermagem, cabendo-
lhe a realização da consulta de Enfermagem.
( ) Uma das atribuições do auxiliar de enfermagem consiste em observar, reconhecer e descrever sinais e sintomas, ao nível de sua
qualificação.
( ) Não compete aos auxiliares de enfermagem a aplicação de oxigenoterapia, nebulização, enteroclisma, enema e calor ou frio.

a) V – V – F – F. b) F – F – V – F. c) V – F – V – F. d) V – F – F – V. e) F – V – V – F.

14 - (COREN-SC/AOCP/2013) Relacione as colunas e assinale a alternativa com a sequência correta.


Atividades privativas do enfermeiro. 2. Atividades pertencentes aos auxiliares e técnicos de enfermagem.
( ) Prestar cuidados de higiene e conforto ao paciente.
( ) Prescrição da assistência de enfermagem.
( ) Prestar cuidados diretos de enfermagem a pacientes graves com risco de vida.
( ) Executar ações de tratamento simples.

a) 1 – 2 – 1 – 2. b) 2 – 1 – 1 – 1. c) 1 – 1 – 1 – 2. d) 2 – 2 – 1 – 2. e) 2 – 1 – 1 – 2.

15 - (CNEN/IDECAN/2014) A Resolução COFEN nº 311/2007 aprova a reformulação do Código de Ética dos Profissionais de
Enfermagem. São considerados princípios fundamentais mediante essa lei, EXCETO:

a) A enfermagem é uma profissão comprometida com a saúde e a qualidade de vida da pessoa, família e coletividade.
b) O profissional de enfermagem deve respeitar a vida, a dignidade e os direitos humanos, em todas as suas dimensões.
c) O profissional de enfermagem deve atuar na promoção, prevenção, recuperação e reabilitação da saúde, com autonomia e em
consonância com os preceitos éticos e legais.
d) O profissional de enfermagem deve exercer suas atividades com competência para a promoção do ser humano na sua
integralidade, de acordo com os princípios da ética e da bioética.
e) O enfermeiro, quando designado para exercer a função de responsável pela elaboração e implementação do PGRSS, deverá
apresentar o Certificado de Responsabilidade Técnica – CRT, emitido pelo Conselho Regional de Enfermagem ao qual está
jurisdicionado.

16 - (Assembleia Legislativa de Minas Gerais/FUMARC/2014) De acordo com o Código de Ética, no capítulo referente às relações
profissionais, pode-se afirmar, EXCETO:

a) O profissional de enfermagem deve exercer a profissão com justiça, compromisso, equidade, resolutividade, dignidade,
competência, responsabilidade, honestidade e lealdade.
b) O profissional de enfermagem deve comunicar ao COREN e aos órgãos competentes fatos que infrinjam dispositivos legais e que
possam prejudicar o exercício profissional.
c) O profissional de enfermagem deve fundamentar suas relações no direito, na prudência, no respeito, na solidariedade e na
diversidade de opinião e posição ideológica.
d) O profissional de enfermagem deve submeter-se a avaliações de desempenho periódicas pela chefia imediata e/ou COREN, de
modo a aferir sua competência relacional.

17 - (Instituto Federal do Sertão de Pernambuco/MSCONCURSO/2014) À luz do Código de Ética de Enfermagem, no Capítulo I – DAS
RELAÇÕES PROFISSIONAIS, analise as afirmativas:

I- Obter desagravo público por ofensa que atinja a profissão, por meio do Conselho Regional de Enfermagem é um DIREITO.
II- Exercer a enfermagem com liberdade, autonomia e ser tratado segundo os pressupostos e princípios legais, éticos e dos direitos
humanos é uma RESPONSABILIDADE.
III- Apoiar as iniciativas que visem ao aprimoramento profissional e à defesa dos direitos e interesses da categoria e da sociedade é
um DIREITO.
- da e tar a rela e o d re to a r d ncia, no respeito, na solidariedade e na diversidade de opinião e posição
ideológica é uma PROIBIÇÃO.
V- Aprimorar seus conhecimentos técnicos, científicos e culturais que dão sustentação a sua prática profissional é um DIREITO. Estão
corretas somente as afirmativas:
a) I, III e V. b) III e V. c) II, III e IV. d) II e IV. e) I e V.

18 - (Instituto Federal do Sertão de Pernambuco/MSCONCURSO/2014) No Capítulo I – Seção I – Das Relações com a Pessoa, Família
e Coletividade, são Responsabilidades e deveres, EXCETO:

a A al ar r ter o a e te a o et ncia técnica, científica, ética e legal e somente aceitar encargos ou atribuições, quando capaz
de desempenho seguro para si e para outrem.
b) Prescrever medicamentos e praticar ato cirúrgico, exceto nos casos re to a le la o e te e e t a o de e er ncia.
re tar a t ncia de enfermagem sem discriminação de qualquer natureza.
d) Garantir a continuidade da assistência de enfermagem em condições que ofereçam segurança, mesmo em caso de suspensão das
atividades profissionais decorrentes de movimentos reivindicatórios da categoria.
e) Encaminhar a pessoa, família e coletividade aos serviços de defesa do cidadão, nos termos da lei.

19 – (Prefeitura de São Pedro do Ivaí-PR/PROSPERITY/2014) A Enfermagem é uma profissão comprometida com a saúde e qualidade
de vida da pessoa, família e coletividade. Com base no Código de Ética Deontológica da Enfermagem em relação com os
trabalhadores de Enfermagem, saúde e outros direitos é de responsabilidade e dever do Enfermeiro. Assinale a alternativa
INCORRETA:

a) Responsabilizar-se por falta cometida em suas atividades profissionais, independente de ter sido praticada individualmente ou em
equipe.
b) Assinar as ações de Enfermagem que não executou, bem como permitir que suas ações sejam assinadas por outro profissional.
c) Prestar informações, escritas e verbais, completas e fidedignas necessárias para assegurar a continuidade da assistência.
d) Somente a alternativa B está incorreta.

20 – (Prefeitura de Macau-RN/CONPASS/2014) Ainda de acordo com Código de Ética dos Profissionais de enfermagem assinale a
alternativa que não se refere a uma proibição, no capítulo que trata das relações com as organizações da categoria:
a) Executar e determinar a execução de atos contrários ao Código de Ética e às demais normas que regulam o exercício da
Enfermagem.
b) Trabalhar, colaborar ou acumpliciar-se com pessoas físicas ou jurídicas que desrespeitem princípios e normas que regulam o
exercício profissional de enfermagem.
c) Aceitar cargo, função ou emprego vago em decorrência de fatos que envolvam recusa ou demissão de cargo, função ou emprego
motivado pela necessidade do profissional em cumprir o presente código e a legislação do exercício profissional.
d) Realizar ou facilitar ações que causem prejuízo ao patrimônio ou comprometam a finalidade para a qual foram instituídas as
organizações da categoria.
e) Negar, omitir informações ou emitir falsas declarações sobre o exercício profissional quando solicitado pelo Conselho Regional de
Enfermagem.

21 - (HU-UFMG/EBSERH/Instituto AOCP/2014) De acordo com a Resolução COFEN n°. 311/2007, na Seção IV – Das relações com as
organizações empregadoras, é direito do profissional de enfermagem, EXCETO

a) exercer cargos de direção, gestão e coordenação na área de seu exercício profissional e do setor saúde.
b) receber salários ou honorários compatíveis com o nível de formação, a jornada de trabalho, a complexidade das ações e a
responsabilidade pelo exercício profissional.
c) suspender suas atividades, individual ou coletivamente, quando a instituição pública ou privada para a qual trabalhe não oferecer
condições dignas para o exercício profissional ou que desrespeite a legislação do setor saúde, ressalvadas as situações de urgência e
emergência, devendo comunicar imediatamente por escrito sua decisão ao Conselho Regional de Enfermagem.
d) desenvolver atividades profissionais na falta de material ou equipamentos de proteção individual e coletiva definidos na
legislação específica.
e) ser informado sobre as políticas da instituição e do serviço de enfermagem, bem como participar de sua elaboração.

22 - (Assembleia Legislativa do Amazonas-AM/FGV/2013) No que se refere ao sigilo profissional, de acordo com o Código de Ética
dos Profissionais de Enfermagem, é direito do profissional de enfermagem

a) divulgar ou fazer referência a casos, situações ou fatos de forma que os envolvidos possam ser identificados.
b) abster-se de revelar informações confidenciais de que tenha conhecimento em razão de seu exercício profissional a pessoas ou
entidades que não estejam obrigadas ao sigilo.
c) manter segredo sobre fato sigiloso de que tenha conhecimento em razão de sua atividade profissional, exceto casos previstos em
lei, ordem judicial, ou com o consentimento escrito da pessoa envolvida ou de seu representante legal.
d) comparecer perante a autoridade, quando intimado como testemunha e, se for o caso, declarar seu impedimento de revelar o
segredo.
e) franquear o acesso a informações e documentos a pessoas que não estão diretamente envolvidas na prestação da assistência,
exceto nos casos previstos na legislação vigente ou por ordem judicial.

23 - (Buaru-SP/ILSL/IBFC/2012) De acordo com Art. 81 do Código de Ética dos Profissionais de Saúde, no que se refere ao sigilo
profissional, assinale alternativa correta:

a) O Enfermeiro tem o direito de abster-se de revelar informações confidenciais de que tenha conhecimento em razão de seu
exercício profissional a pessoas ou entidades que não estejam obrigadas ao sigilo.
b) O Enfermeiro tem o dever de manter segredo sobre fato sigiloso de que tenha conhecimento em razão de sua atividade
profissional, mesmo em casos previstos em lei, ordem judicial, ou com o consentimento escrito da pessoa envolvida ou de seu
representante legal.
c) O Enfermeiro tem o direito de manter o segredo profissional referente ao menor de idade, exceto quando a revelação seja
solicitada por pais ou responsáveis.
d) Quando se tratar de pesquisa, o Enfermeiro poderá publicar trabalho com elementos que identifiquem o sujeito participante do
estudo sem sua autorização.

24 - (MCO-UFBA/EBSERH/IADES/2014) De acordo com o Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem e no que diz respeito ao
ensino, à pesquisa e à produção técnico-científica, é correto afirmar que é dever e responsabilidade do profissional de enfermagem

a) atender às normas vigentes para a pesquisa envolvendo seres humanos, segundo as normas gerais da legislação.
b) manter a pesquisa na presença de qualquer perigo à vida e à integridade da pessoa.
c) respeitar os princípios da honestidade e fidedignidade, bem como os direitos autorais no processo de pesquisa, exceto na
divulgação de seus resultados. d) disponibilizar os resultados da pesquisa somente à comunidade científica.
e) promover a defesa e o respeito aos princípios éticos e legais da profissão no ensino, na pesquisa e nas produções técnico-
científicas.

25 - (MCO-UFBA/EBSERH/IADES/2014) De acordo com o Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem, assinale a alternativa que
apresenta uma das proibições previstas no capítulo que descreve a publicidade.

a) Divulgar informação verídica a respeito do assunto de sua área profissional.


b) Anunciar a prestação de serviços voluntários ou propor honorários que caracterizem concorrência desleal.
c) Anunciar título ou qualificação que possa comprovar.
d) Omitir, em proveito de terceiros, referência a pessoas ou instituições.
e) Inserir imagens ou informações que possam identificar pessoas e instituições sem sua prévia autorização.

26 - (Rômulo Passos) A pena de Cassação do Direito ao Exercício Profissional da Enfermagem é aplicável nos casos das seguintes
infrações, exceto:

a) Praticar e/ou ser conivente com crime, contravenção penal ou qualquer outro ato, que infrinja postulados éticos e legais; não
assegurar à pessoa, família e coletividade assistência de Enfermagem livre de danos decorrentes de imperícia, negligência ou
imprudência.
b) Negar Assistência de Enfermagem em qualquer situação que se caracterize como urgência ou emergência; povocar aborto, ou
cooperar em prática destinada a interromper a gestação.
c) Receber vantagens de instituição, empresa, pessoa, família e coletividade, além do que lhe é devido, como forma de garantir
Assistência de Enfermagem diferenciada ou benefícios de qualquer natureza para si ou para outrem; promover a eutanásia ou
participar em prática destinada a antecipar a morte do cliente.
d) Utilizar, de forma abusiva, o poder que lhe confere a posição ou cargo, para impor ordens, opiniões, atentar contra o puder,
assediar sexual ou moralmente, inferiorizar pessoas ou dificultar o exercício profissional.
e) Apropriar-se de dinheiro, valor, bem móvel ou imóvel, público ou particular de que tenha posse em razão do cargo, ou desviá-lo
em proveito próprio ou de outrem.

27 - (Prefeitura de Campinas-SP/CAIPIMES/2013) Duas vítimas de um acidente grave, e pertencentes a uma mesma família, chegam
ao pronto-socorro para receberem atendimento. Para MS foi prescrito o medicamento Dopamina e para MSC transfusão sanguínea.
O técnico de enfermagem de plantão, na pressa, inverteu as prescrições dos dois pacientes, administrando a Dopamina para MSC e
a transfusão sanguínea para MS. O paciente MS que recebeu a transfusão sanguínea erroneamente apresentou reação
transfusional. Considerando o código de ética dos profissionais de Enfermagem, o profissional cometeu:
a) imperícia. b) negligência. c) imprudência. d) crime doloso.

28 - (HU-UFMS/EBSERH/Instituto AOCP/2014) De acordo com o Código de Ética dos profissionais de Enfermagem, com base nas
relações com a pessoa, família e coletividade, se constitui em direito do profissional

a) respeitar o pudor, a privacidade e a intimidade do ser humano, em todo seu ciclo vital, inclusive nas situações de morte e pós-
morte.
b) colaborar com a equipe de saúde no esclarecimento da pessoa, família e coletividade a respeito dos direitos, riscos, benefícios e
intercorrências acerca de seu estado de saúde e tratamento.
c) proteger a pessoa, família e coletividade contra danos decorrentes de imperícia, negligência ou imprudência por parte de
qualquer membro da equipe de saúde.
d) disponibilizar seus serviços profissionais à comunidade em casos de emergência, epidemia e catástrofe, sem pleitear vantagens
pessoais.
e) recusar-se a executar atividades que não sejam de sua competência técnica, científica, ética e legal ou que não ofereçam
segurança ao profissional, à pessoa, família e coletividade.

29 - (HC-UFMG/EBSERH/Instituto AOCP/2014) De acordo com a Resolução COFEN n°. 311/2007, na Seção IV – Das relações com as
organizações empregadoras, é direito do profissional de enfermagem, EXCETO

a) exercer cargos de direção, gestão e coordenação na área de seu exercício profissional e do setor saúde.
b) receber salários ou honorários compatíveis com o nível de formação, a jornada de trabalho, a complexidade das ações e a
responsabilidade pelo exercício profissional.
c) suspender suas atividades, individual ou coletivamente, quando a instituição pública ou privada para a qual trabalhe não oferecer
condições dignas para o exercício profissional ou que desrespeite a legislação do setor saúde, ressalvadas as situações de urgência e
emergência, devendo comunicar imediatamente por escrito sua decisão ao Conselho Regional de Enfermagem.
d) desenvolver atividades profissionais na falta de material ou equipamentos de proteção individual e coletiva definidos na
legislação específica.
e) ser informado sobre as políticas da instituição e do serviço de enfermagem, bem como participar de sua elaboração.

30 - (HUJM-UFMT/EBSERH/Instituto AOCP/2014) De acordo com a Resolução COFEN n°. 311/2007, na Seção I - das relações com a
pessoa, família e coletividade, constitui direito do profissional de enfermagem

a) assegurar à pessoa, família e coletividade assistência de enfermagem livre de danos decorrentes de imperícia, negligência ou
imprudência.
b) aprimorar os conhecimentos técnicos, científicos, éticos e culturais, em benefício da pessoa, família e coletividade e do
desenvolvimento da profissão.
c) recusar a execução de atividades que não sejam de sua competência técnica, científica, ética e legal ou que não ofereçam
segurança ao profissional, à pessoa, família e coletividade.
d) encaminhar a pessoa, família e coletividade aos serviços de defesa do cidadão, nos termos da lei.
e) participar da prática multiprofissional e interdisciplinar com responsabilidade, autonomia e liberdade.

31 - (HULW-UFPB/EBSERH/Instituto AOCP/2014) De acordo com a Resolução COFEN 311/2007, na Seção III, constitui-se em direito
do profissional de enfermagem

a) cumprir e fazer os preceitos é ticos e legais da profissão.


b) comunicar ao Conselho Regional de Enfermagem fatos que firam preceitos do presente Código e da legislaçãõ o do exercício
profissional.
c) participar da prática multiprofissional e interdisciplinar com responsabilidade, autonomia e liberdade.
d) recusar-se a executar prescrição medicamentosa e terapêutica, na qual não conste a assinatura e o número de registro do
profissional, exceto em situações de urgência e emergência.
e) requerer, ao Conselho Regional de Enfermagem, medidas cabíveis para obtenção de desagravo público em decorrência de ofensa
sofrida no exercício profissional.

32. (HU-UFS/EBSERH/Instituto AOCP/2014) As infrações que provoquem perigo de vida, debilidade temporária de membro, sentido
ou função de qualquer pessoa são consideradas
a) leves. b) moderadas. c) graves. d) gravíssimas. e) agravantes.

33 - (HU-UFS/EBSERH/Instituto AOCP/2014) O Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem, no caso de uma Infração, considera
para a graduação da Penalidade e respectiva imposição, os critérios citados a seguir, EXCETO
a) a maior ou menor gravidade da infração.
b) as circunstâncias agravantes e atenuantes da infração.
c) o dano causado e suas consequências.
d) o tempo de trabalho e o cargo do profissional infrator.
e) os antecedentes do infrator.

34 - (HULW-UFPB/EBSERH/Instituto AOCP/2014) De acordo com a Resolução COFEN 311/2007, as penalidades a serem impostas
pelos Conselhos Federal e Regional de Enfermagem, conforme o que determina o art. 18, da Lei n° 5.905, de 12 de julho de 1973,
são as seguintes:

a) advertência verbal, advertência por escrito, censura, suspensão do exercício profissional e cassação do direito ao exercício
profissional.
b) advertência verbal, advertência por escrito, multa, censura, suspensão do exercício profissional e cassação do direito ao exercício
profissional.
c) advertência verbal, multa, suspensão do exercício profissional e cassação do direito ao exercício profissional.
d) advertência verbal, advertência por escrito, multa, suspensão do exercício profissional e cassação do direito ao exercício
profissional.
e) advertência verbal, multa, censura, suspensão do exercício profissional e cassação do direito ao exercício profissional.

35 - (HUSM-UFSM/EBSERH/Instituto AOCP/2014) A pena de cassação do direito ao exercício profissional é aplicável no caso de qual
infração apresentada a seguir?

a) Realizar ou facilitar ações que causem prejuízo ao patrimônio ou comprometam a finalidade para a qual foram instituídas as
organizações da categoria.
b) Executar e determinar a execução de atos contrários ao Código de Ética e às demais normas que regulam o exercício da
Enfermagem.
c) Colaborar, direta ou indiretamente, com outros profissionais de saúde, no descumprimento da legislação referente aos
transplantes de órgãos, tecidos, esterilização humana, fecundação artificial e manipulação genética.
d) Apropriar-se de dinheiro, valor, bem móvel ou imóvel, público ou particular de que tenha posse em razão do cargo, ou desviá-lo
em proveito próprio ou de outrem.
e) Assinar as ações de enfermagem que não executou, bem como permitir que suas ações sejam assinadas por outro profissional.

36. (Intituto INES/AOCP/2012) Com base no Código de Ética dos profissionais de Enfermagem entre as alternativas a seguir, assinale
aquela que representa um Dever do profissional de enfermagem.

a) Recusar-se a executar atividades que não sejam de sua competência técnica, científica, ética e legal ou que não ofereçam
segurança ao profissional, à pessoa, família e coletividade.
b) Comunicar ao Conselho Regional de Enfermagem e aos órgãos competentes, fatos que infrinjam dispositivos legais que possam
prejudicar o exercício profissional.
c) Apoiar as iniciativas que visem ao aprimoramento profissional e à defesa dos direitos e interesses da categoria e da sociedade.
d) Executar ou participar da assistência à saúde sem o consentimento da pessoa ou de seu representante legal, exceto em iminente
risco de morte.
e) Abster-se de revelar informações confidenciais de que tenha conhecimento em razão de seu exercício profissional a pessoas ou
entidades que não estejam obrigadas ao sigilo.

37. (Prefeitura de Juazeiro-BA/AOCP/2012) Em relação às penalidades impostas pelo Código de Ética dos profissionais de
Enfermagem, assinale a alternativa correta.

a) A cassação é de alçada da Associação Brasileira de Enfermagem e consiste na perda do direito ao exercício da Enfermagem e será
divulgada em jornais de grande circulação.
b) A advertência verbal consiste na admoestação ao infrator, de forma reservada, que será registrada no Prontuário do mesmo, na
presença de quatro testemunhas e divulgada em jornais de grande circulação.
c) A suspensão consiste na proibição do exercício profissional da Enfermagem por um período não superior a 09 (nove) dias e serão
divulgados nas publicações oficiais dos Conselhos Federal e Regional de Enfermagem.
d) As penalidades, referentes à advertência verbal, multa, censura e suspensão do exercício profissional, são da alçada do Conselho
Regional de Enfermagem, devendo ser registradas no prontuário do profissional de Enfermagem.
e) São consideradas infrações leves as que ofendam a integridade física, mental ou moral de qualquer pessoa, e por serem
consideradas leves não estão sujeitas as penalidades do Conselho Regional de Enfermagem.

38. (Prefeitura de Ibiporã-PR/AOCP/2011) De acordo com o código de ética dos profissionais de enfermagem, as infrações serão
consideradas leves, graves ou gravíssimas, conforme a natureza do ato e a circunstância de cada caso. Sobre as consideradas
circunstâncias atenuantes analise as assertivas e assinale a alternativa que aponta as corretas.
I. Cometer infração dolosamente.
II. Realizar atos sob coação e/ou intimidação.
III. Cometer a infração com abuso de autoridade ou violação do dever inerente ao cargo ou função.
IV. Ter o infrator procurado, logo após a infração, por sua espontânea vontade e com eficiência, evitar ou minorar as consequências
do seu ato.
Apenas
a) I, II e III. b) Apenas II e III. c) I, II, III e IV. d) Apenas I, II e IV. e) Apenas II e IV.

39 - (Instituto INES/AOCP/2012) Cometendo o profissional de enfermagem uma Infração ao seu Código de Ética, para a graduação
da penalidade e respectiva imposição, considera-se
a) o ato praticado individualmente ou em equipe.
b) o cargo ocupado pelo infrator dentro da instituição.
c) a idade do infrator.
d) a categoria profissional do infrator.
e) o dano causado e suas consequências.

1 - (EBSERH Nacional/Instituto AOCP/2015) Cuidados diretos de Enfermagem a pacientes graves e com risco de vida, prescrição da
assistência de enfermagem e consulta de enfermagem são
a) todas atribuições privativas do Enfermeiro.
b) atribuições que competem a toda a equipe de saúde.
c) atribuições que competem ao Enfermeiro e ao Técnico de Enfermagem.
d) atribuições que competem ao Médico e ao Enfermeiro.
e) em parte atribuições que competem ao Auxiliar de Enfermagem.

2. (EBSERH Nacional/Instituto AOCP/2015) Um Enfermeiro líder de uma Equipe explica a um Auxiliar de Enfermagem, sob sua
supervisão, quais são as atribuições que cabem especialmente ao Auxiliar de Enfermagem no exercício de sua profissão e cita como
exemplo
a) executar parto sem distocia.
b) executar e avaliar os serviços de assistência de Enfermagem.
c) emitir o parecer sobre a matéria de Enfermagem.
d) observar, reconhecer e descrever sinais e sintomas.
e) realizar episiotomia e episiorrafia.

3. (EBSERH Nacional/Instituto AOCP/2015) Durante consulta de Enfermagem, um adolescente de 15 anos revela ao Enfermeiro um
fato e pede sigilo sobre ele. Observando que o menor tem capacidade de discernimento e que o fato não acarretará danos ou riscos
a esse adolescente, o Enfermeiro:
a) tem o dever de manter sigilo sobre o fato.
b) tem o dever de comunicar os pais ou responsáveis, pois se trata de menor de idade.
c) tem o direito de revelar aos que convivem com o adolescente o fato ocorrido.
d) tem o dever de revelar o fato somente se solicitado pelo Conselho Tutelar.
e) tem o direito de revelar o fato, se solicitado por alguma autoridade.

7. (EBSERH Nacional/Instituto AOCP/2015) Diagnosticar e tratar correta e prontamente os casos de Tuberculose Pulmonar são as
principais medidas para o controle da doença. A pesquisa bacteriológica é de importância fundamental em adultos, tanto para o
diagnóstico quanto para o controle de tratamento, sendo o método mais utilizado:

a) o raio X de tórax. b) a ressonância magnética. c) a prova tuberculínica. d) a baciloscopia direta do escarro. e) a


imunofluorescência.

8. (EBSERH Nacional/Instituto AOCP/2015) Após o início do tratamento correto para Tuberculose, quando o paciente não tem
história de tratamento anterior nem outros riscos conhecidos de resistência e havendo melhora clínica, pode-se considerar que após
quantos dias de tratamento o paciente pode ser considerado não infectante?

a) 04 dias. b) 06 dias. c) 07 dias. d) 12 dias. e) 15 dias.


9. (EBSERH Nacional/Instituto/AOCP2015) O M. leprae é um bacilo álcool-ácido resistente e gram-positivo, em forma de Bastonete,
causador da Hanseníase. É um parasita intracelular, sendo a única espécie de micobactéria que infecta ervos periféricos,
especificamente

a) as células de Schwann. b) as células de Langerhans. c) as células de Purkinge. d) as células de Leydig. e) as células de Setoli.

10. (EBSERH Nacional/Instituto AOCP/2015) É um dos componentes da Rede de Atenção às Urgências e tem como objetivo chegar
precocemente à vítima, após ter ocorrido um agravo à sua saúde que possa levar a sofrimento, sequelas ou mesmo à morte, sendo
necessário, garantir atendimento e/ou transporte adequado para um serviço de saúde devidamente hierarquizado e integrado ao
SUS. O enunciado refere-se

a) à sala de estabilização. b) à unidade de pronto atendimento. c) ao serviço móvel de urgência. d) à atenção hospitalar. e) à atenção
em traumatologia.

11. (EBSERH Nacional/Instituto AOCP/2015) Sobre a profilaxia da Raiva Humana, são corretas as afirmativas a seguir, EXCETO
a) a profilaxia contra a raiva deve ser iniciada o mais precocemente possível.
b) sempre que houver indicação, é necessário tratar o paciente em qualquer momento, independentemente do tempo transcorrido
entre a exposição e o acesso à unidade de saúde.
c) havendo abandono do esquema profilático, é necessário completar as doses da vacina prescritas anteriormente e não iniciar nova
série.
d) recomenda-se que o paciente evite esforços físicos excessivos e bebidas alcoólicas durante e logo após a profilaxia da raiva
humana.
e) a história vacinal do animal agressor constitui elemento fundamental para a dispensa ou indicação do esquema profilático da
raiva humana.

12. (EBSERH Nacional/Instituto AOCP/2015) O soro heterólogo para Raiva é uma solução concentrada e purificada de anticorpos,
preparada em equídeos imunizados contra o vírus da raiva. Após receber o soro, o paciente deverá ser observado pelo prazo de

a) 10 minutos. b) 20 minutos. c) 30 minutos. d) 50 minutos. e) 02 horas.

13. (EBSERH Nacional/Instituto AOCP/2015) Dentre as neoplasias malignas, o câncer do colo do útero está entre as que mais
acometem as mulheres, sendo que grande parte das lesões precursoras ou malignas do colo do útero se originam.

a) no corpo do útero. b) na parede vaginal. c) na zona de transformação. d) em cistos de naboth. e) no endométrio.

14. (EBSERH Nacional/Instituto AOCP/2015) O câncer de mama, assim como outras neoplasias malignas, resulta de uma proliferação
incontrolável de células anormais, que surgem em função de alterações genéticas, sejam elas hereditárias ou adquiridas por
exposição a fatores ambientais ou fisiológicos. São fatores de risco para o câncer de mama os citados a seguir, EXCETO:

a) terapia de reposição hormonal, principalmente se prolongada por mais de 05 anos.


b) obesidade.
c) mulheres com histórico familiar de câncer de mama masculino.
d) primeira gravidez antes dos 25 anos.
e) idade da primeira menstruação menor que 12 anos.

15. (EBSERH Nacional/Instituto AOCP/2015) Considerando o conceito da distanásia (morte com sofrimento que poderia ser evitado),
os profissionais devem reconhecer os limites da medicina e evitar o excesso de tratamento ou tratamento não adequado, seguindo
os princípios citados a seguir, EXCETO:

a) respeito pela autonomia.


b) a beneficência.
c) a não maleficência.
d) a justiça.
e) a imprudência.
16. (EBSERH Nacional/Instituto AOCP/2015) A atuação da equipe de enfermagem frente à Síndrome Coronária Aguda deve estar
embasada no conhecimento terapêutico de urgência, com o objetivo de minimizar possíveis sequelas do sistema cardiovascular e
demais sistemas orgânicos. O infarto agudo do miocárdio possui como uma de suas principais características:

a) o acometimento principalmente de homens com menos de 45 anos.


b) a elevação rapidamente das enzimas hepáticas.
c) a dor leve e com menos de 10 minutos de duração.
d) o fato de a pressão diastólica sempre se elevar a níveis superiores a 180 mmHg.
e) a existência de oclusão de uma artéria ou ramo de coronária.

17. (EBSERH Nacional/Instituto AOCP/2015) É uma emergência endocrinológica decorrente da deficiência absoluta ou relativa de
insulina, potencialmente letal, com mortalidade em torno de 5%. Ocorre principalmente em pacientes com Diabetes Mellitus tipo 1,
sendo, diversas vezes, a primeira manifestação da doença. O enunciado refere-se à:

a) hipoglicemia.
b) hiperglicemia (glicemia capilar menor que 250 mg/dl).
c) cetoacidose.
d) síndrome hiperosmolar não cetótica.
e) dislipidemia.

18. (EBSERH Nacional/Instituto AOCP/2015) Reflete os níveis médios de glicemia, ocorridos nos últimos dois a três meses, e é
recomendado que seja utilizado como um exame de acompanhamento e de estratificação do controle metabólico de indivíduos
diabéticos. O enunciado refere-se à:

a) glicemia de jejum. b) glicemia calar. c) glicemiapi pós-prandial. d) hemoglobina glicada. e) hemoaglutinação de glicose livre.

19. (EBSERH Nacional/Instituto AOCP/2015) No processo anestésico cirúrgico, a hipertermia maligna (HM) configura-se como uma
desordem farmacogenética potencialmente fatal, sendo comum nos primeiros sintomas o paciente apresentar:

a) diplopia. b) anorexia. c) hipotermia. d) perda de tônus muscular. e) taquicardia.

20. (EBSERH Nacional/Instituto AOCP2015) Embora as Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) sejam causadas por muitos
microorganismos diferentes, estes apenas determinam um número limitado de síndromes. Dentre as alternativas citadas a seguir,
assinale aquela que apresenta uma doença que causa Úlcera genital.

a) Sífilis. b) Tricomoníase. c) Vaginose bacteriana. d) Ureoplasma. e) Infecção por clamídia.

21. (EBSERH Nacional/Instituto AOCP/2015) Na AIDS, a duração do período entre a infecção pelo HIV até a primeira detecção de
anticorpos anti-HIV, a qual inclui a fase aguda e a fase eclipse (aguda + eclipse), é conhecida como:
a) período de incubação. b) janela de soroconversão. c) infecção crônica. d) imunoensaio. e) imunidade inata.

22. (EBSERH Nacional/InstitutoAOCP/2015) São fatores de risco para Hipertensão Arterial Sistêmica, os citados a seguir, EXCETO

a) mulheres com idade menor que 40 anos.


b) ingestão excessiva de sódio.
c) excesso de peso corporal e obesidade.
d) sedentarismo.
e) ingestão de álcool por períodos prolongados.

23. (EBSERH Nacional/Instituto AOCP/2015) Destaca-se como estratégia tecnológica de cuidado importante e resolutiva, respaldada
por lei, privativa do enfermeiro, que oferece inúmeras vantagens na assistência prestada, facilitando a promoção da saúde, o
diagnóstico e o tratamento precoces, além da prevenção de situações evitáveis. O enunciado refere-se

a) aos cuidados de enfermagem. b) à triagem na enfermagem. c) à classificação de risco. d) à consulta de enfermagem. e) à


estratificação de risco
24. (EBSERH Nacional/Instituto AOCP/2015) As quedas estão entre os principais eventos adversos a serem prevenidos em
instituições de saúde. Entre os pacientes idosos hospitalizados ou em cuidados domiciliares, as quedas estão entre as causas mais
comuns de injúrias, provocando traumas teciduais, fraturas e até mesmo a morte. A respeito do assunto, assinale a alternativa
correta.

a) As quedas diminuem o tempo de hospitalização e os gastos nos serviços de saúde.


b) As condições do ambiente, como uso de piso antiderrapante e grades nos leitos, contribuem para a ocorrência de quedas.
c) Um adequado quadro de pessoal de enfermagem tem influência positiva para a redução das taxas de quedas entre pacientes
hospitalizados.
d) O índice de quedas de pacientes em um serviço de saúde não faz parte dos chamados indicadores de segurança do paciente.
e) A equipe de enfermagem não tem um papel importante na vigilância dos pacientes e na identificação de fatores de risco dos
pacientes e do ambiente que contribuem para a ocorrência de quedas.

25. (EBSERH Nacional/Instituto AOCP/2015) Ao presenciar uma Parada Cardiorrespiratória (PCR) extra-hospitalar e havendo um
Desfibrilador Externo Automático (DEA) prontamente disponível no local, recomenda-se que o socorrista:

a) inicie a manobra para abertura de vias aéreas, seguida pelo uso do DEA.
b) inicie com o procedimento ver, ouvir e sentir se há respiração e só utilizar o DEA com a chegada do Suporte Avançado de Vida.
c) inicie a reanimação cardiopulmonar com compressões torácicas e use o DEA o quanto antes.
d) inicie a reanimação cardiopulmonar com 02 ventilações de resgate, seguidas de 30 compressões torácicas e não utilize o DEA.
e) inicie utilizando a manobra de posicionamento com 05 ventilações e 15 compressões torácicas, aguardando 03 ciclos para o uso
do DEA.

Gabarito:
1. A 2. D 3. A 4. B 5. B 6. A 7. D 8. E 9. A 10. C 11. E 12. E 13. C 14. D 15. E 16. E 17. C 18. D 19. E 20. A 21. B 22. A 23. D 24. C

1 - (CNEN/IDECAN/2014) A Resolução COFEN nº 311/2007 aprova a reformulação do Código de Ética dos Profissionais de
Enfermagem. São considerados princípios fundamentais mediante essa lei, EXCETO:

a) A enfermagem é uma profissão comprometida com a saúde e a qualidade de vida da pessoa, família e coletividade.
b) O profissional de enfermagem deve respeitar a vida, a dignidade e os direitos humanos, em todas as suas dimensões.
c) O profissional de enfermagem deve atuar na promoção, prevenção, recuperação e reabilitação da saúde, com autonomia e em
consonância com os preceitos éticos e legais.
d) O profissional de enfermagem deve exercer suas atividades com competência para a promoção do ser humano na sua
integralidade, de acordo com os princípios da ética e da bioética.
e) O enfermeiro, quando designado para exercer a função de responsável pela elaboração e implementação do PGRSS, deverá
apresentar o Certificado de Responsabilidade Técnica – CRT, emitido pelo Conselho Regional de Enfermagem ao qual está
jurisdicionado.

2. (Assembleia Legislativa de Minas Gerais/FUMARC/2014) De acordo com o Código de Ética, no capítulo referente às relações
profissionais, pode-se afirmar, EXCETO:
a) O profissional de enfermagem deve exercer a profissão com justiça, compromisso, equidade, resolutividade, dignidade,
competência, responsabilidade, honestidade e lealdade.
b) O profissional de enfermagem deve comunicar ao COREN e aos órgãos competentes fatos que infrinjam dispositivos legais e que
possam prejudicar o exercício profissional.
c) O profissional de enfermagem deve fundamentar suas relações no direito, na prudência, no respeito, na solidariedade e na
diversidade de opinião e posição ideológica.
d) O profissional de enfermagem deve submeter-se a avaliações de desempenho periódicas pela chefia imediata e/ou COREN, de
modo a aferir sua competência relacional.

3. (Instituto Federal do Sertão de Pernambuco/MSCONCURSO/2014) À luz do Código de Ética de Enfermagem, no Capítulo I – DAS
RELAÇÕES PROFISSIONAIS, analise as afirmativas:
I- Obter desagravo público por ofensa que atinja a profissão, por meio do Conselho Regional de Enfermagem é um DIREITO.
II- Exercer a enfermagem com liberdade, autonomia e ser tratado segundo os pressupostos e princípios legais, éticos e dos direitos
humanos é uma RESPONSABILIDADE.
III- Apoiar as iniciativas que visem ao aprimoramento profissional e à defesa dos direitos e interesses da categoria e da sociedade é
um DIREITO.
IV- Aprimorar seus conhecimentos técnicos, científicos e culturais que dão sustentação a sua prática profissional é um DIREITO.
Estão corretas somente as afirmativas:

a) I, III e IV. b) III e IV. c) II, III e IV. d) II e IV. e) I e IV.

4. (Instituto Federal do Sertão de Pernambuco/MSCONCURSO/2014) NO CAPÍTULO I – SEÇÃO I – DAS RELAÇÕES COM A PESSOA,
FAMÍLIA E COLETIVIDADE, são RESPONSABILIDADES E DEVERES, exceto:

a)encargos ou atribuições, quando capaz de desempenho seguro para si e para outrem.


b) Prescrever medicamentos e praticar ato cirúrgico, exceto nos casos previst
d) Garantir a continuidade da assistência de enfermagem em condições que ofereçam segurança, mesmo em caso de suspensão das
atividades profissionais decorrentes de movimentos reivindicatórios da categoria.
e) Encaminhar a pessoa, família e coletividade aos serviços de defesa do cidadão, nos termos da lei.

5. (HU-UFMS/EBSERH/Instituto AOCP/2014) De acordo com o Código de Ética dos profissionais de Enfermagem, com base nas
relações com a pessoa, família e coletividade, se constitui em direito do profissional:

a) respeitar o pudor, a privacidade e a intimidade do ser humano, em todo seu ciclo vital, inclusive nas situações de morte e pós-
morte.
b) colaborar com a equipe de saúde no esclarecimento da pessoa, família e coletividade a respeito dos direitos, riscos, benefícios e
intercorrências acerca de seu estado de saúde e tratamento.
c) proteger a pessoa, família e coletividade contra danos decorrentes de imperícia, negligência ou imprudência por parte de
qualquer membro da equipe de saúde.
d) disponibilizar seus serviços profissionais à comunidade em casos de emergência, epidemia e catástrofe, sem pleitear vantagens
pessoais.
e) recusar-se a executar atividades que não sejam de sua competência técnica, científica, ética e legal ou que não ofereçam
segurança ao profissional, à pessoa, família e coletividade.

6. (HUJM-UFMT/EBSERH/Instituto AOCP/2014) De acordo com a Resolução COFEN n°. 311/2007, na Seção I - das relações com a
pessoa, família e coletividade, constitui direito do profissional de enfermagem:

a) assegurar à pessoa, família e coletividade assistência de enfermagem livre de danos decorrentes de imperícia, negligência ou
imprudência.
b) aprimorar os conhecimentos técnicos, científicos, éticos e culturais, em benefício da pessoa, família e coletividade e do
desenvolvimento da profissão.
c) recusar a execução de atividades que não sejam de sua competência técnica, científica, ética e legal ou que não ofereçam
segurança ao profissional, à pessoa, família e coletividade.
d) encaminhar a pessoa, família e coletividade aos serviços de defesa do cidadão, nos termos da lei.
e) participar da prática multiprofissional e interdisciplinar com responsabilidade, autonomia e liberdade.

7. (Prefeitura de São Pedro do Ivaí-PR/PROSPERITY/2014) A Enfermagem é uma profissão comprometida com a saúde e qualidade
de vida da pessoa, família e coletividade. Com base no Código de Ética Deontológica da Enfermagem em relação com os
trabalhadores de Enfermagem, saúde e outros direitos é de responsabilidade e dever do Enfermeiro. Assinale a alternativa incorreta:
a) Responsabilizar-se por falta cometida em suas atividades profissionais, independente de ter sido praticada individualmente ou em
equipe.
b) Assinar as ações de Enfermagem que não executou, bem como permitir que suas ações sejam assinadas por outro profissional.
c) Prestar informações, escritas e verbais, completas e fidedignas necessárias para assegurar a continuidade da assistência.
d) Somente a alternativa B está incorreta.

8. (Prefeitura de Macau-RN/CONPASS/2014) De acordo com Código de Ética dos Profissionais de enfermagem assinale a alternativa
que não se refere a uma proibição, no capítulo que trata das relações com as organizações da categoria:

a) Executar e determinar a execução de atos contrários ao Código de Ética e às demais normas que regulam o exercício da
Enfermagem.
b) Trabalhar, colaborar ou acumpliciar-se com pessoas físicas ou jurídicas que desrespeitem princípios e normas que regulam o
exercício profissional de enfermagem.
c) Aceitar cargo, função ou emprego vago em decorrência de fatos que envolvam recusa ou demissão de cargo, função ou emprego
motivado pela necessidade do profissional em cumprir o presente código e a legislação do exercício profissional.
d) Realizar ou facilitar ações que causem prejuízo ao patrimônio ou comprometam a finalidade para a qual foram instituídas as
organizações da categoria.
e) Negar, omitir informações ou emitir falsas declarações sobre o exercício profissional quando solicitado pelo Conselho Regional de
Enfermagem.

9. (HU-UFMG/EBSERH/Instituto AOCP/2014) De acordo com a Resolução COFEN n°. 311/2007, na Seção IV – Das relações com as
organizações empregadoras, é direito do profissional de enfermagem, EXCETO:
a) exercer cargos de direção, gestão e coordenação na área de seu exercício profissional e do setor saúde.
b) receber salários ou honorários compatíveis com o nível de formação, a jornada de trabalho, a complexidade das ações e a
responsabilidade pelo exercício profissional.
c) suspender suas atividades, individual ou coletivamente, quando a instituição pública ou privada para a qual trabalhe não oferecer
condições dignas para o exercício profissional ou que desrespeite a legislação do setor saúde, ressalvadas as situações de urgência e
emergência, devendo comunicar imediatamente por escrito sua decisão ao Conselho Regional de Enfermagem. d) desenvolver
atividades profissionais na falta de material ou equipamentos de proteção individual e coletiva definidos na legislação específica.
e) ser informado sobre as políticas da instituição e do serviço de enfermagem, bem como participar de sua elaboração.

10. (Assembleia Legislativa do Amazonas-AM/FGV/2013) No que se refere ao sigilo profissional, de acordo com o Código de Ética dos
Profissionais de Enfermagem, é direito do profissional de enfermagem:

a) divulgar ou fazer referência a casos, situações ou fatos de forma que os envolvidos possam ser identificados.
b) abster-se de revelar informações confidenciais de que tenha conhecimento em razão de seu exercício profissional a pessoas ou
entidades que não estejam obrigadas ao sigilo.
c) manter segredo sobre fato sigiloso de que tenha conhecimento em razão de sua atividade profissional, exceto casos previstos em
lei, ordem judicial, ou com o consentimento escrito da pessoa envolvida ou de seu representante legal.
d) comparecer perante a autoridade, quando intimado como testemunha e, se for o caso, declarar seu impedimento de revelar o
segredo.
e) franquear o acesso a informações e documentos a pessoas que não estão diretamente envolvidas na prestação da assistência,
exceto nos casos previstos na legislação vigente ou por ordem judicial.

11. (Buaru-SP/ILSL/IBFC/2012) De acordo com Art. 81 do Código de Ética dos Profissionais de Saúde, no que se refere ao sigilo
profissional, assinale alternativa correta:
a) O Enfermeiro tem o direito de abster-se de revelar informações confidenciais de que tenha conhecimento em razão de seu
exercício profissional a pessoas ou entidades que não estejam obrigadas ao sigilo.
b) O Enfermeiro tem o dever de manter segredo sobre fato sigiloso de que tenha conhecimento em razão de sua atividade
profissional, mesmo em casos previstos em lei, ordem judicial, ou com o consentimento escrito da pessoa envolvida ou de seu
representante legal.
c) O Enfermeiro tem o direito de manter o segredo profissional referente ao menor de idade, exceto quando a revelação seja
solicitada por pais ou responsáveis.
d) Quando se tratar de pesquisa, o Enfermeiro poderá publicar trabalho com elementos que identifiquem o sujeito participante do
estudo sem sua autorização.

12. (MCO-UFBA/EBSERH/IADES/2014) De acordo com o Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem e no que diz respeito ao
ensino, à pesquisa e à produção técnico-científica, é correto afirmar que é dever e responsabilidade do profissional de enfermagem:
a) atender às normas vigentes para a pesquisa envolvendo seres humanos, segundo as normas gerais da legislação.
b) manter a pesquisa na presença de qualquer perigo à vida e à integridade da pessoa.
c) respeitar os princípios da honestidade e fidedignidade, bem como os direitos autorais no processo de pesquisa, exceto na
divulgação de seus resultados.
d) disponibilizar os resultados da pesquisa somente à comunidade científica.
e) promover a defesa e o respeito aos princípios éticos e legais da profissão no ensino, na pesquisa e nas produções técnico-
científicas.
13 - (MCO-UFBA/EBSERH/IADES/2014) De acordo com o Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem, assinale a alternativa que
apresenta uma das proibições previstas no capítulo que descreve a publicidade.
a) Divulgar informação verídica a respeito do assunto de sua área profissional.
b) Anunciar a prestação de serviços voluntários ou propor honorários que caracterizem concorrência desleal.
c) Anunciar título ou qualificação que possa comprovar.
d) Omitir, em proveito de terceiros, referência a pessoas ou instituições.
e) Inserir imagens ou informações que possam identificar pessoas e instituições sem sua prévia autorização.

14. (HULW-UFPB/EBSERH/Instituto AOCP/2014) De acordo com a Resolução COFEN 311/2007, as penalidades a serem impostas
pelos Conselhos Federal e Regional de Enfermagem:

a) advertência verbal, advertência por escrito, censura, suspensão do exercício profissional e cassação do direito ao exercício
profissional.
b) advertência verbal, advertência por escrito, multa, censura, suspensão do exercício profissional e cassação do direito ao exercício
profissional.
c) advertência verbal, multa, suspensão do exercício profissional e cassação do direito ao exercício profissional.
d) advertência verbal, advertência por escrito, multa, suspensão do exercício profissional e cassação do direito ao exercício
profissional.
e) advertência verbal, multa, censura, suspensão do exercício profissional e cassação do direito ao exercício profissional.

15. (HU-UFS/EBSERH/Instituto AOCP/2014) As infrações que provoquem perigo de vida, debilidade temporária de membro, sentido
ou função de qualquer pessoa são consideradas:
a) leves. b) moderadas. c) graves. d) gravíssimas. e) agravantes.

16. (Instituto INES/AOCP/2012) Cometendo o profissional de enfermagem uma Infração ao seu Código de Ética, para a graduação da
penalidade e respectiva imposição, considera-se:

a) o ato praticado individualmente ou em equipe.


b) o cargo ocupado pelo infrator dentro da instituição.
c) a idade do infrator.
d) a categoria profissional do infrator.
e) o dano causado e suas consequências.

17. (HU-UFS/EBSERH/Instituto AOCP/2014) O Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem, no caso de uma Infração, considera
para a graduação da Penalidade e respectiva imposição, os critérios citados a seguir, EXCETO:

a) a maior ou menor gravidade da infração.


b) as circunstâncias agravantes e atenuantes da infração.
c) o dano causado e suas consequências.
d) o tempo de trabalho e o cargo do profissional infrator.
e) os antecedentes do infrator.

18. A pena de Cassação do Direito ao Exercício Profissional da Enfermagem é aplicável nos casos das seguintes infrações, exceto:
a) Praticar e/ou ser conivente com crime, contravenção penal ou qualquer outro ato, que infrinja postulados éticos e legais; não
assegurar à pessoa, família e coletividade assistência de Enfermagem livre de danos decorrentes de imperícia, negligência ou
imprudência.
b) Negar Assistência de Enfermagem em qualquer situação que se caracterize como urgência ou emergência; povocar aborto, ou
cooperar em prática destinada a interromper a gestação.
c) Receber vantagens de instituição, empresa, pessoa, família e coletividade, além do que lhe é devido, como forma de garantir
Assistência de Enfermagem diferenciada ou benefícios de qualquer natureza para si ou para outrem; promover a eutanásia ou
participar em prática destinada a antecipar a morte do cliente.
d) Utilizar, de forma abusiva, o poder que lhe confere a posição ou cargo, para impor ordens, opiniões, atentar contra o puder,
assediar sexual ou moralmente, inferiorizar pessoas ou dificultar o exercício profissional.
e) Apropriar-se de dinheiro, valor, bem móvel ou imóvel, público ou particular de que tenha posse em razão do cargo, ou desviá-lo
em proveito próprio ou de outrem.
19. (HUSM-UFSM/EBSERH/Instituto AOCP/2014) A pena de cassação do direito ao exercício profissional é aplicável no caso de qual
infração apresentada a seguir?
a) Realizar ou facilitar ações que causem prejuízo ao patrimônio ou comprometam a finalidade para a qual foram instituídas as
organizações da categoria.
b) Executar e determinar a execução de atos contrários ao Código de Ética e às demais normas que regulam o exercício da
Enfermagem.
c) Colaborar, direta ou indiretamente, com outros profissionais de saúde, no descumprimento da legislação referente aos
transplantes de órgãos, tecidos, esterilização humana, fecundação artificial e manipulação genética.
d) Apropriar-se de dinheiro, valor, bem móvel ou imóvel, público ou particular de que tenha posse em razão do cargo, ou desviá-lo
em proveito próprio ou de outrem.
e) Assinar as ações de enfermagem que não executou, bem como permitir que suas ações sejam assinadas por outro profissional.

20. (Prefeitura de Campinas-SP/CAIPIMES/2013) Duas vítimas de um acidente grave, e pertencentes a uma mesma família, chegam
ao pronto-socorro para receberem atendimento. Para MS foi prescrito o medicamento Dopamina e para MSC transfusão sanguínea.
O técnico de enfermagem de plantão, na pressa, inverteu as prescrições dos dois pacientes, administrando a Dopamina para MSC e
a transfusão sanguínea para MS. O paciente MS que recebeu a transfusão sanguínea erroneamente apresentou reação
transfusional. Considerando o código de ética dos profissionais de Enfermagem, o profissional cometeu:
a) imperícia. b) negligência. c) imprudência. d) crime doloso

21. (IF-Farroupilha/2014) O Código de Ética de Enfermagem aprovado pela Resolução COFEN nº 311/2007 de 08/02/2007, define os
direitos, responsabilidades, deveres e proibições, inerentes ao exercício profissional. Dentre as alternativas abaixo assinale V para as
verdadeiras e F para as falsas. Assinale a alternativa que possui a sequência correta.
( ) É direito recusar-se a executar atividades que não sejam de sua competência técnica, científica, ética e legal ou que não ofereçam
segurança ao profissional, à pessoa, família e coletividade.
( ) É dever executar ou participar da assistência à saúde sem o consentimento da pessoa ou de seu representante legal, exceto em
casos que ocorra iminente risco de morte.
( ) É responsabilidade e dever aprimorar os conhecimento técnicos, científicos, culturais, em benefício da pessoa, família e
coletividade e de desenvolvimento da profissão.
( ) É proibido promover a eutanásia ou participar em prática destinada a antecipar a morte da pessoa, porém é permitido cooperar
em prática destinada a interromper a gestação.
a) V - V - V – V b) V - V - V – F c) V - F - V – F d) V - F - F – F e) V - V - F – F

22. (Instituto Federal de Santa Catarina - IF-SC/IESES/2014) Segundo o Código de Ética do Profissional de Enfermagem, consta como
responsabilidades e deveres:
I. Avaliar criteriosamente sua competência técnica, científica, ética e legal e somente aceitar encargos ou atribuições, quando capaz
de desempenho seguro para si e para outrem.
II. Respeitar o pudor, a privacidade e a intimidade do ser humano, em todo seu ciclo vital, inclusive nas situações de morte e pós-
morte.
III. Provocar aborto, ou cooperar em prática destinada a interromper a gestação com consentimento familiar.
IV. Registrar no Prontuário do Paciente as informações inerentes e indispensáveis ao processo de cuidar.

É correto afirmar que:


a) Estão corretas apenas as alternativas I e II.
b) Estão corretas apenas as alternativas II e IV.
c) Nenhuma alternativa está correta.
d) Estão corretas apenas as alternativas I, II e IV.

23. (Prefeitura de Pedras Grandes-SC/FAEPESUL/2014) Em conformidade ao Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem são
considerados responsabilidades e deveres do profissional:
I – Avaliar criteriosamente sua competência técnica, cientifica, ética e legal e somente aceitar encargos e atribuições, quando capaz
de desempenhar atividades seguras para si e para os outros;
II – Garantir a continuidade da assistência de enfermagem em condições que ofereçam segurança mesmo em caso de suspensão das
atividades profissionais decorrentes de movimentos reivindicatórios da categoria;
III – Prescrever medicamentos e praticar ato cirúrgico, exceto nos casos previstos na legislação vigente e em situação de emergência;
IV – Encaminhar a pessoa, família e coletividade aos serviços de defesa do cidadão, nos termos da lei;
V – Ter acesso e compartilhar às informações, relacionadas à pessoa, família e coletividade,necessárias ao exercício profissional.
Estão corretas as alternativas
a) I, III e IV; b) I, II, III e IV; c) I, II e V; d) I, II e IV;

24. (Prefeitura de Bom Jesus do Sul-PR/FAUEL/2014) De acordo como Código de Ética dos profissionais de Enfermagem não é uma
proibição ao profissional enfermeiro:
a) Promover e ser conivente com a injúria, calúnia e difamação de membro da equipe de enfermagem, equipe de saúde e de
trabalhadores de outras áreas, de organizações da categoria ou instituições.
b) Recusar-se a executar atividades que não sejam de sua competência técnica, científica, ética e legal ou que não ofereçam
segurança ao profissional, à pessoa, família e coletividade.
c) Negar assistência de enfermagem em qualquer situação que se caracterize como urgência ou emergência.
d) Prestar serviços que por sua natureza competem a outro profissional, exceto em caso de emergência.

25. (Prefeitura de Vilhena-RO/IDECAN/2014) De acordo com o Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem, são deveres e
responsabilidades do profissional, EXCETO:

a) Posicionar‐se contra falta cometida durante o exercício profissional seja por imperícia, imprudência ou negligência.
b) Disponibilizar serviços profissionais à comunidade em casos de emergência, epidemia e catástrofe, pleiteando vantagens
pessoais.
c) Responsabilizar‐se por falta cometida nas atividades profissionais, independente de ter sido praticada individualmente ou em
equipe.
d) Aprimorar os conhecimentos técnicos, científicos, éticos e culturais, em benefício da pessoa, família, coletividade e
desenvolvimento da profissão.
e) Avaliar criteriosamente a competência técnica, científica, ética e legal e somente aceitar encargos ou atribuições quando capaz de
desempenho seguro para si e para outrem.

1. (Câmara de Vereadores de Linhares-ES/FUNCAB/2012) De acordo com a RDC ANVISA n° 306/04 e a Resolução CONAMA n°
358/05, os resíduos dos serviços de saúde são classificados em cinco grupos: A, B, C, D, e E. O Grupo A se refere a:
a) materiais perfurocortantes ou escarificantes, tais como lâminas de barbear, agulhas, ampolas de vidro, pontas diamantadas,
lâminas de bisturi, lancetas, espátulas e outros similares.
b) componentes com possível presença de agentes biológicos que, por suas características de maior virulência ou concentração,
podem apresentar risco de infecção.
c) substâncias químicas que podem apresentar risco à saúde pública ou ao meio ambiente, dependendo de suas características de
inflamabilidade, corrosividade, reatividade e toxicidade.
d) quaisquer materiais resultantes de atividades humanas que contenham radionuclídeos em quantidades superiores aos limites de
eliminação especificados nas normas da Comissão Nacional de Energia Nuclear.
e) resíduos que não apresentam risco biológico, químico ou radiológico à saúde ou ao meio ambiente, podendo ser equiparados aos
resíduos domiciliares.
2. (Prefeitura de Ibiporã-PR/AOCP/2011) O processo que destrói microrganismos, patogênicos ou não, dos artigos, com exceção
de esporos bacterianos, por meios físicos ou químicos é chamado de
a) Desinfecção. b) Limpeza. c) Detergente Enzimático.
d) Esterilização. e) Assepsia.

3. (CISMEPAR-PR/AOCP/2011) Qual das alternativas contempla corretamente os métodos e equipamentos de limpeza de


superfícies fixas utilizados para o combate da infecção hospitalar?
a) A limpeza manual molhada é realizada com a utilização de rodos, mops, panos ou esponjas umedecidos em solução detergente
com enxágue posterior com pano umedecido em água limpa.
b) A limpeza com vassoura só é aconselhável em áreas não críticas descobertas, como estacionamentos, pátios, etc. Já, nas áreas
não críticas cobertas, se for necessária a limpeza seca, esta deve ser feita com aspirador.
c) A limpeza seca é utilizada para limpeza de pisos com máquinas que possuem tanque para soluções de detergente que é dosado
diretamente para a escova o que diminui o esforço e risco para o trabalhador.
d) A limpeza com máquina de lavar tipo enceradeira a vácuo ou automática consiste na retirada de sujidade, pó ou poeira através de
vassoura (varredura seca) e/ou aspirador.
e) A limpeza manual úmida é o procedimento que consiste em espalhar uma solução de detergente no piso e esfregar com escova
ou esfregão, empurrar com rodo a solução suja para o ralo, enxaguar várias vezes com água limpa em sucessivas operações de
empurrar com o rodo para o ralo.

4. (CISMEPAR-PR/AOCP/2011) Em relação aos tipos de produtos químicos utilizados em limpeza de superfícies fixas, relacione as
colunas e, a seguir, assinale a alternativa com a sequência correta.
1. Produtos tensoativos e detergentes.
2. Produtos alvejantes.
3. Produtos desincrustantes e enzimáticos.
4. Produtos desinfetantes.
( ) Geralmente à base de cloro, buscam, além de algum efeito desinfetante, o clareamento de determinados pisos.
( ) Tem em sua formulação enzimas que facilitam a remoção de sujidades. São mais utilizados para a limpeza de artigos e não de
superfícies, pois os objetos precisam nele ficar submersos por um período de tempo.
( ) Utilizados na presença de matéria orgânica visível em qualquer superfície e em locais e instalações que possam constituir risco de
contaminação para pacientes e funcionários, devido presença frequente de descarga de excreta, secreção ou exsudação de material
orgânico.
( ) São os produtos que contêm necessariamente em sua formulação substâncias que têm a finalidade de limpar através da redução
da tensão superficial (umectação), dispersão e suspensão da sujeira.
a) 2 – 3 – 1 – 4.
b) 2 – 3 – 4 – 1.
c) 3 – 4 – 1 – 2.
d) 4 – 2 – 3 – 1.
e) 1 – 3 – 4 – 2.

5. (Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro-SE/AOCP/2011) Em relação aos tipos de produtos químicos utilizados em limpeza de
superfícies fixas, relacione as colunas e, em seguida, assinale a alternativa que apresenta a sequência correta.
1. Produtos tensoativos e detergentes.
2. Produtos alvejantes.
3. Produtos desincrustantes e enzimáticos.
4. Produtos desinfetantes.
( ) Tem em sua formulação enzimas que facilitam a remoção de sujidades. São mais utilizados para a limpeza de artigos e não de
superfícies, pois os objetos precisam nele ficar submersos por um período de tempo.
( ) Utilizados na presença de matéria orgânica visível em qualquer superfície e em locais e instalações que possam constituir risco de
contaminação para pacientes e funcionários, devido presença frequente de descarga de excreta, secreção ou exsudação de material
orgânico.
( ) Geralmente à base de cloro, buscam, além de algum efeito desinfetante, o clareamento de determinados pisos.
( ) São os produtos que contêm necessariamente em sua formulação tensoativos que têm a finalidade de limpar através da redução
da tensão superficial (umectação), dispersão e suspensão da sujeira.
a) 4 – 3 – 2 – 1. b) 3 – 4 – 1 – 2. c) 3 – 4 – 2 – 1. d) 2 – 3 – 4 – 1. e) 1 – 2 – 4 – 3.
6. (Instituto INES/AOCP/2012) Sobre os desinfetantes hospitalares, assinale a alternativa correta.
a) Quaternários de Amônia são responsáveis pela inativação do sistema enzimático e perda de metabólitos essenciais pela parede
celular.
b) Fenólicos são responsáveis pela inativação de enzimas produtoras de energia, desnaturação de proteínas celulares e ruptura de
membrana celular.
c) Compostos inorgânicos liberadores de sódio ativo são responsáveis pela inibição de reação enzimática básica da célula,
desnaturação de proteína e inativação de ácidos nucleicos.
d) O álcool induz à desnaturação de proteínas e à inibição da produção do metabolismo essencial para a rápida divisão celular.
e) Compostos inorgânicos liberadores de potássio ativo induzem à desnaturação de proteínas e à inibição da produção do
metabolismo essencial para a rápida divisão celular.

7. (Prefeitura de Paranavaí-PR/AOCP/2011) Sobre a biossegurança nos serviços de saúde hospitalares e os métodos de


desinfecção e esterilização de materiais, assinale a alternativa correta.
a) A desinfecção de baixo nível é um processo físico que destrói todos os micro-organismos de objetos inanimados e superfícies,
exceto um número elevado de esporos bacterianos.
b) A limpeza remove as sujidades, reduz a carga microbiana presente nos produtos para saúde de forma a tornar o produto seguro
para manuseio e preparado para desinfecção ou esterilização.
c) O desinfetante é uma substância química que apresenta atividade antimicrobiana, designada para uso em pele ou mucosa.
d) O processo de esterilização por calor seco é realizado em autoclaves, promovendo a morte bacteriana pela coagulação de suas
proteínas.
e) Os aldeídos e o ácido peracético são métodos físicos de esterilização e são muito utilizados nos serviços de saúde por terem baixo
custo e alta efetividade.

8. (Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro-SE/AOCP/2011) Em relação ao processo de desinfecção, informe se é (V) verdadeiro
ou (F) falso e, em seguida, assinale a alternativa que apresenta a sequência correta.
( ) O termo desinfecção deverá ser entendido como um processo de eliminação ou destruição de todos os microrganismos na forma
vegetativa, independente de serem patogênicos ou não, presentes nos artigos e objetos inanimados.
( ) A destruição de algumas bactérias na forma esporulada também pode acorrer, mas não se tem o controle e a garantia desse
resultado.
( ) No seu espectro de ação, a desinfecção de alto nível deve incluir a eliminação de alguns esporos, o bacilo da tuberculose, todas as
bactérias vegetativas, fungos e todos os vírus.
( ) Na desinfecção de nível intermediário é esperada ação sobre os esporos bacterianos e ação média sobre vírus não lipídicos,
eliminando a maioria dos fungos e atuando sobre todas as células vegetativas bacterianas.
a) V – V – F – F.
b) V – V – V – F.
c) F – F – V – V.
d) F – V – F – V.
e) V – F – V – F.

9. (Prefeitura de Vassouras-RJ/FUNCAB/2012) O glutaraldeído é utilizado na concentração de 2% por um período de exposição de


30 minutos, em metais, borrachas e em materiais, como endoscópios, para:
a) limpeza.
b) esterilização.
c) desinfecção.
d) antissepsia.
e) contaminação.

10. (Prefeitura de Mage-RJ/FUNCAB/2012) Formulações que têm em sua composição substâncias microbicidas e apresentam
efeito letal para micro-organismos não esporulados são denominadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA):
a) desinfetantes.
b) detergentes.
c) esterilizantes.
d) algicidas.
e) inseticidas.
11. (Prefeitura de Ibiporã-PR/AOCP/2011) Sobre o processo de Esterilização de materiais, assinale a alternativa correta.
a) O vapor saturado sob pressão é um dos métodos mais usados para esterilização de materiais médico-hospitalares do tipo crítico.
É não tóxico, de baixo custo e esporicida.
b) A esterilização em estufa é indicada para materiais termossensíveis, é um método que utiliza o calor seco para eliminar todos os
microorganismos contidos nos materiais, exceto os esporos bacterianos.
c) A esterilização por calor seco é a primeira escolha, tratando-se de esterilização por calor. Esta preferência se justifica por
preservar a estrutura dos instrumentos metálicos e de corte.
d) Os artigos termossensíveis devem sofrer autoclavagem, bem como os óleos, que permitem a penetração do vapor para um
processo eficiente de esterilização.
e) Todos os artigos críticos devem passar por processo de esterilização de vapor sob pressão, pois a autoclavação é o único meio
seguro de esterilização.

12. (IBC-RJ/AOCP/2013) É considerada Infecção Hospitalar


a) aquela constatada ou em incubação no ato de admissão do paciente e não relacionada com internação anterior no mesmo
hospital
b) a infecção em recém-nascido, cuja aquisição por via transplacentária é conhecida ou foi comprovada e que tornou-se evidente
logo após o nascimento
c) as infecções de recém-nascidos associadas com bolsa rota superior a 24 (vinte e quatro) horas.
d) associada com complicação ou extensão da infecção já presente na admissão a menos que haja troca de microorganismos com
sinais fortemente sugestivos da aquisição de nova infecção.
e) adquirida após a admissão do paciente e que se manifeste durante a internação ou após a alta, quando puder ser relacionada com
internação/procedimentos hospitalares.

13. (Prefeitura de Paranavaí-PR/AOCP/2011) Sobre Infecção Hospitalar, assinale a alternativa INCORRETA.


a) Os pacientes que já estão em uso de antimicrobianos têm risco aumentado de adquirir infecções por microorganismos
resistentes.
b) As infecções de recém-nascidos associadas com bolsa rota superior a vinte e quatro horas são consideradas Infecção hospitalar.
c) A higienização/lavagem das mãos é a medida individual mais simples e menos dispendiosa para prevenir a propagação das
infecções relacionadas à assistência à saúde.
d) Todos os dispositivos invasivos como sondas de alimentação ou cateter intravenoso criam uma porta de entrada adicional no
corpo do paciente, aumentando suas chances de desenvolver uma infecção.
e) Os micro-organismos patogênicos oportunistas podem causar infecções nos pacientes imunocomprometidos.

14. (Prefeitura de Paranavaí-PR/AOCP/2011) Quando se desconhecer o período de incubação do micro-organismo e não houver
evidência clínica e/ou dado laboratorial de infecção no momento da internação, convenciona-se infecção hospitalar toda
manifestação clínica de infecção que se apresentar a partir de quantas horas após a admissão?
a) 12 horas.
b) 24 horas.
c) 36 horas.
d) 48 horas.
e) 72 horas.

15. (Prefeitura de Vila Velha-ES/FUNCAB/2012) As medidas para controle de infecção hospitalar visam a reduzir a disseminação
de doenças infecciosas. Em relação a essas medidas, analise:
I. O sistema de nebulização (máscara, circuito e frasco) deve ser trocado a cada 48 horas.
II. Um importante mecanismo de defesa na prevenção da infecção do trato urinário é a manutenção do fluxo urinário desimpedido,
sem obstruções.
III. Os cateteres periféricos instalados em adultos devem ser trocados a cada cinco dias.
Com base na análise, marque a opção correta.
a) Somente a afirmativa I está correta.
b) Somente a afirmativa II está correta.
c) Somente a afirmativa III está correta.
d) Somente as afirmativas I e II estão corretas.
e) Somente as afirmativas II e III estão corretas.
16. (Prefeitura de Ibiporã-PR/AOCP/2011) Sobre a higienização/lavagem das mãos, informe se é (V) verdadeiro ou (F) falso o que
se afirma abaixo e, em seguida, assinale a alternativa que apresenta a sequência correta.
( ) A microbiota residente coloniza a camada mais superficial da pele, o que permite sua remoção mecânica pela higienização das
mãos com água e sabão, sendo eliminada com mais facilidade quando se utiliza uma solução anti-séptica.
( ) A higienização das mãos é a medida individual mais simples e menos dispendiosa para prevenir a propagação das infecções
relacionadas à assistência à saúde.
( ) As mãos constituem a principal via de transmissão de microrganismos durante a assistência prestada aos pacientes, pois a pele é
um possível reservatório de diversos microrganismos.
( ) Para evitar a contaminação do sabão líquido e do produto antisséptico, é recomendado no
caso dos recipientes de sabão líquido e antisséptico ou almotolias não serem descartáveis, deve-se proceder à limpeza destes com
água e sabão (não utilizar o sabão restante no recipiente) e secagem, seguida de desinfecção com álcool etílico a 70%, no mínimo
uma vez por semana.
a) V – V – F – F. b) F – V – V – V. c) F – F – V – V. d) V – F – V – F. e) V – F – F – V.

17. (Prefeitura de Ibiporã-PR/AOCP/2011) Para o procedimento de lavagem/higienização das mãos, os lavatórios ou pias devem
possuir torneiras ou comandos que dispensem o contato das mãos quando do fechamento da água e ainda esses lavatórios
devem ter fácil acesso e atender à proporção abaixo definida
a) quarto ou enfermaria: 1 (um) lavatório externo pode servir a, no máximo, 8 (oito) quartos ou 5 (cinco) enfermarias.
b) quarto ou enfermaria: 1 (um) lavatório externo pode servir a, no máximo, 2 (dois) quartos ou 3 (três) enfermarias.
c) quarto ou enfermaria: 1 (um) lavatório externo pode servir a, no máximo, 6 (seis) quartos ou 3 (três) enfermarias.
d) quarto ou enfermaria: 1 (um) lavatório externo pode servir a, no máximo, 4 (quatro) quartos ou 2 (duas) enfermarias.
e) quarto ou enfermaria: 1 (um) lavatório externo pode servir a, no máximo, 6 (seis) quartos ou 4 (quatro) enfermarias.

18. (Prefeitura de Paranavaí-PR/AOCP/2011) Sobre a Higienização/lavagem das mãos, é correto afirmar que
a) o uso de preparações alcoólicas para higienização das mãos é contra indicado nos serviços de saúde, pois causa ressecamento de
pele e mucosas aumentando o risco de infecção para os profissionais de saúde.
b) ao mudar de um sítio corporal contaminado para outro, limpo, durante o cuidado ao paciente não é necessário realizar a
higienização das mãos.
c) a eficácia da higienização das mãos depende da duração e da técnica empregada, a duração do procedimento deve ser de 40 a 60
segundos.
d) o uso de secadores elétricos para as mãos é mais indicado que o uso do papel toalha, por evitar contato e manter a pele seca sem
fricção.
e) o uso coletivo de toalhas de tecido é indicado em locais onde a circulação de pessoas for menor, considerando assim um menor
gasto para a instituição e uma melhor conservação do meio ambiente.

19. (CISMEPAR-PR/AOCP/2011) Sobre a lavagem/higienização básica das mãos, analise as assertativas e assinale a alternativa que
apresenta a(s) correta(s).
I. A microbiota residente nas mãos é constituída por microrganismos de alta virulência, como estafilococos, corinebactérias e
micrococos, muito associados às infecções veiculadas pelas mãos. É mais fácil de ser removida pela higienização das mãos com água
e sabão, uma vez que coloniza as camadas mais superficiais da pele.
II. A higienização das mãos apresenta as seguintes finalidades: Remoção de sujidade, suor, oleosidade, pêlos, células descamativas e
da microbiota da pele, interrompendo a transmissão de infecções veiculadas ao contato; prevenção e redução das infecções
causadas pelas transmissões cruzadas.
III. No processo de higienização das mãos, recentemente está sendo indicado o uso de secadores elétricos, uma vez que o tempo
necessário para a secagem das mãos é obedecido mais rigorosamente, além de haver facilidade no seu acionamento.
IV. A utilização de gel alcoólico a 70% ou de solução alcoólica a 70% com 1-3% de glicerina deve substituir a higienização com água e
sabão quando as mãos estiverem visivelmente sujas.
a) Apenas I, II e III.
b) Apenas I e IV.
c) Apenas II e III.
d) Apenas II.
e) Apenas I.

20. (UFSM-RS/2013) Quanto à higienização das mãos, e correto afirmar que


a) deve ser realizada com agentes antissépticos, antes e após ir ao banheiro.
b) a degermação da pele é indicada após procedimento cirúrgico.
c) as técnicas de higienização são duas: higienização simples e fricção antisséptica.
d) somente os profissionais que mantém contato direto com pacientes devem higienizá-las.
e) deve ser feita com preparações alcoólicas após exposição a fluidos corporais.

21. (Instituto INES/AOCP/2012) Possui menor risco de infecção, são ocupadas por pacientes que não exigem cuidados intensivos
ou de isolamento. Ex.: Enfermarias, Apartamentos e Ambulatórios. Essa área hospitalar pode ser classificada como área
a) não crítica.
b) crítica.
c) semicrítica.
d) ultra crítica.
e) acrítica.

22. (UFSM-RS/2013) Quanto à biossegurança na área hospitalar, e correto afirmar que


a) o Centro de Material e Esterilização, banco de sangue e área suja da lavanderia fazem parte das áreas não críticas.
b) as áreas semicriticas são as não ocupadas por pacientes e destinadas a exames de paciente, como setor de radiologia e
consultórios.
c) as áreas não críticas são ocupadas por pacientes com doenças infecciosas de baixa transmissibilidade e doenças não infecciosas.
d) nas áreas críticas, ha indicação de utilização de roupa privativa, gorro, máscara e luvas.
e) as áreas semicriticas oferecem risco potencial para aquisição de infecção, seja pelos procedimentos invasivos, seja pela presença
de pacientes suscetíveis as infecções.

23. (Prefeitura de Paranavaí-PR/AOCP/2011) Qual dos artigos abaixo deve, necessariamente, passar por processo de
Esterilização?
a) Endoscópio.
b) Termômetro.
c) Incubadora.
d) Cateteres vasculares.
e) Equipamentos de terapia respiratória.

24. (Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro-SE/AOCP/2011) Os artigos hospitalares são definidos de acordo com o grau de risco
de aquisição de infecções, nas seguintes categoriais: críticos, semicríticos e não críticos. Esta classificação irá nortear a escolha do
processo de desinfecção ou esterilização a ser utilizado. Com base no enunciado relacione as colunas e, em seguida, assinale a
alternativa correta.
1. Crítico
2. Semicrítico
3. Não crítico
( ) Termômetro
( ) Instrumental cirúrgico
( ) inaladores
( ) Cabo de laringoscópio
( ) Espéculos vaginais
a) 3 – 2 – 1 – 3 – 3.
b) 3 – 1 – 2 – 3 – 2.
c) 2 – 1 – 3 – 2 – 2.
d) 1 – 2 – 3 – 1 – 1.
e) 1 – 3 – 3 – 2 – 1.

25. (Câmara de Vereadores de Linhares-ES/FUNCAB/2012) Segundo o risco e o potencial de contaminação, os materiais utilizados
pelo Enfermeiro do Trabalho classificados em artigos críticos são os destinados aos procedimentos:
a) invasivos e requerem esterilização.
b) com pele ou mucosas íntegras e requerem esterilização.
c) invasivos e requerem desinfecção de médio ou de alto nível.
d) invasivos e requerem desinfecção de médio ou de alto nível ou esterilização.
e) com pele ou mucosas íntegras e requerem desinfecção de médio ou de alto nível.
26. (Prefeitura de Ibiporã-PR/AOCP/2011) Sobre as infecções de transmissão respiratória, relacione as colunas e, em seguida,
assinale a alternativa que apresenta a sequência correta.
Transmissão por:
1. Gotículas.
2. Aerossóis.
( ) Doença Meningocócica.
( ) Rubéola.
( ) Tuberculose.
( ) Varicela-zoster.
1 – 2 – 1 – 2. b) 2 – 2 – 1 – 1. c) 2 – 1 – 2 – 2. d) 1 – 1 – 1 – 2. e) 1 – 1 – 2 – 2.

27. (Prefeitura de Colatina-ES/FUNCAB/2012) Fazem parte das precauções padrão utilizadas em todos os ambientes hospitalares,
EXCETO:
a) higiene das mãos.
b) uso de luvas.
c) prevenção de punção por agulha.
d) prevenção de esguicho e respingo.
e) isolamento respiratório.

28. (UFSM-RS/2013) Preencha as lacunas, considerando a Norma Regulamentadora 6/2001, quanto às precauções e ao uso
correto de Equipamentos de Proteção Individual (EPI).
As precauções _________________________ devem ser aplicadas a todos os pacientes; as precauções
_________________________ tem ênfase nos cuidados de higienização das mãos e no uso de luvas e de avental. Nas precauções
_________________________, há preocupação em reduzir o risco de transmissão de agentes infecciosos pelo ar e, nas precauções
_________________________ ocorre a indicação de reduzir a transmissão de agentes infecciosos veiculados pelo ar com partículas
>5μ .
Assinale a sequencia que completa, corretamente, as lacunas.
a) aéreas; padrão; por gotículas; padrão
b) por gotículas; aéreas; padrão; por contato
c) padrão; por contato; aéreas; por gotículas
d) padrão; por gotículas; por contato; aéreas
e) por contato; padrão; por gotículas; aéreas

29. (Prefeitura de Gentil-RS/Fundatec/2013) Baseado no Manual de Biossegurança para serviços de saúde (Porto Alegre, 2003), os
equipamentos de proteção respiratória recomendado nos casos de tuberculose pulmonar bacilífera positiva são:
I. Máscara com filtro HEPA para os profissionais de saúde.
II. Máscara com filtro HEPA para os pacientes.
III. Máscara cirúrgica comum para os profissionais de saúde.
IV. Máscara cirúrgica comum para os pacientes.
V. Máscara cirúrgica comum protege os pacientes e profissionais da saúde contra tuberculose com segurança.
Quais estão corretas?
a) Apenas I e IV.
b) Apenas II e III.
c) Apenas I, III, IV e V.
d) Apenas II, III, IV e V.
e) I, II, III, IV e V.

30. (SEA-SC/FEPESE/2013) Ações de Biossegurança em saúde configuram-se como primordiais para o bem-estar e proteção à vida.
O objetivo básico da Biossegurança é:
a) Prevenir, dimensionar e tratar os riscos gerados em especial por agentes químicos, ou mesmo pela incorporação de novas
tecnologias e insumos que afetem direta e indiretamente os aspectos de saúde.
b) Prevenir, dimensionar e mitigar os riscos gerados em especial por agentes físicos, ou mesmo pela incorporação de novas
tecnologias e insumos que afetem diretamente os aspectos de saúde.
c) Prevenir, dimensionar e mitigar os riscos gerados em especial por agentes biológicos, ou mesmo pela incorporação de novas
tecnologias e insumos que afetem diretamente os aspectos de saúde.
d) Prevenir, dimensionar e mitigar os riscos gerados em especial por agentes perfurocortantes, ou mesmo pela incorporação de
novas tecnologias e insumos que afetem direta e indiretamente os aspectos de saúde.
e) Prevenir, dimensionar e tratar os riscos gerados em especial por agentes químicos e físicos, ou mesmo pela incorporação de novas
tecnologias e insumos que afetem diretamente os aspectos de saúde.

31. (Prefeitura de Mage-RJ/FUNCAB/2012) A exposição dos profissionais de saúde a micro-organismos patogênicos, em


ambientes fechados com ar condicionado, é denominada de risco:
a) físico.
b) químico.
c) laboratorial.
d) ergonômico
e) biológico.

32. (CISMEPAR-PR/AOCP/2011) Preencha as lacunas e assinale a alternativa correta.


A exposição ocupacional a agentes biológicos decorre da presença desses agentes no ambiente de trabalho, podendo-se distinguir
duas categorias de exposição:
“Ex o o der ada da at dade laboral q e l q e a t l za o o a la o do a e te b oló o q e onstitui o objeto
principal do trabalho. É conhecida também como ___________________ e a exposição que decorre da atividade laboral sem que
essa implique na manipulação direta do agente biológico como objeto principal do trabalho. Nesses casos a exposição é considerada
______________________”.
a) exposição com intenção deliberada/não-deliberada
b) exposição com intenção indeliberada/deliberada
c) exposição com intenção não-deliberada/deliberada
d) exposição com intenção extra-deliberada/intradeliberada
e) exposição com intenção intra-deliberada/extradeliberada

33. (CISMEPAR-PR/AOCP/2011) Quando um funcionário sofre um acidente com material biológico é necessário realizar a
avaliação da exposição com o material biológico envolvido. Em relação à quantidade de fluidos e tecidos, as exposições de maior
gravidade envolvem, EXCETO
a) lesões profundas provocadas por material cortante.
b) presença de sangue visível no instrumento.
c) acidentes com agulhas previamente utilizadas em veia ou artéria de paciente-fonte.
d) acidentes com agulhas de fino calibre.
e) agulhas com lúmen.

34. (CISMEPAR-PR/AOCP/2011) Em relação ao manejo frente ao acidente com material biológico, analise as assertivas e, em
seguida, assinale a alternativa correta.
I. Quando o paciente-fonte é HIV negativo: envolve a existência de documentação laboratorial disponível e recente (até 60 dias para
o HIV) ou no momento do acidente, através do teste convencional ou do teste rápido. Não está indicada a quimioprofilaxia anti-
retroviral.
II. Paciente-fonte com situação sorológica desconhecida: deve-se, sempre que possível, ser testado para o vírus HIV, depois de
obtido o seu consentimento; deve-se colher também sorologias para HBV e HCV.
III. Paciente-fonte HIV positivo: um paciente-fonte é considerado infectado pelo HIV quando há documentação de exames Anti-HIV
positivos ou o diagnóstico clínico de aids. Conduta: análise do acidente e indicação de quimioprofilaxia anti-retroviral
(ARV)/Profilaxia Pós-Exposição (PPE).

a) Apenas II e III estão corretas.


b) Apenas I e III estão corretas.
c) Apenas I e II estão corretas.
d) I, II e III estão incorretas.
e) I, II e III estão corretas.

35. (Prefeitura de Ibiporã-PR/AOCP/2011) Em relação aos acidentes com material biológico, analise as assertivas e assinale a
alternativa que aponta a(s) correta(s).
I. Sangue ou qualquer outro fluido contendo sangue são os materiais de maior risco para transmissão de HIV, vírus da Hepatite B e
Vírus da Hepatite C em acidentes ocupacionais.
II. Nos cuidados imediatos no local do ferimento é indicado o garroteamento do local para extravazamento de sangue.
III. O risco de transmissão do HIV em uma exposição percutânea a sangue é de 11%, enquanto do vírus da Hepatite B é de 0.3%.
a) Apenas I, II e III.
b) Apenas I e II.
c) Apenas I.
d) Apenas II e III.
e) Apenas III.

36. (Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro-SE/AOCP/2011) Em relação às condutas após acidente com material biológico,
assinale a alternativa INCORRETA.
a) Lavar o local exposto com água e sabão nos casos de exposição percutânea ou cutânea.
b) Nas exposições de mucosas, deve-se lavar exaustivamente com água ou solução salina fisiológica.
c) A utilização de soluções irritantes (éter, glutaraldeido, hipoclorito de sódio) está indicada.
d) Não devem ser realizados procedimentos que aumentem a área exposta, tais como cortes e injeções locais.
e) Não há evidência de que o uso de antissépticos ou a expressão do local do ferimento reduzam o risco de transmissão, entretanto,
o uso de antisséptico não é contraindicado.

37. (Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro-SE/AOCP/2011) Analise as assertivas e assinale a alternativa que aponta as corretas.
As orientações e aconselhamento a serem realizadas após acidente com material biológico ao acidentado, está relacionada:
I. Com relação ao risco do acidente.
II. Possível uso de quimioprofilaxia.
III. Consentimento para realização de exames sorológicos.
IV. Comprometer o acidentado com seu acompanhamento durante dois meses.
V. Prevenção da transmissão terciária.
a) Apenas II, III e IV estão corretas. b) Apenas I, II e IV estão corretas.
c) Apenas I, II e V estão corretas. d) Apenas I, II e III estão corretas.
e) Apenas II, III e V estão corretas.

38. (SESC-BA/FUNCAB/2013) O uso de Equipamentos de Proteção Individual e de Proteção Coletiva é uma prática de
biossegurança que deve estar presente nas organizações, especialmente as de saúde. Analise as opções abaixo e marque aquela
que apresenta exemplos de Equipamentos de Proteção Coletiva (EPC):
a) lava olhos e extintor de incêndio.
b) avental de chumbo e dosímetro.
c) óculos de proteção e luva de borracha.
d) capacete e máscara de carvão ativado.
e) luva descartável e máscara de proteção.

39. (SESC-BA/FUNCAB/2013) Em caso de acidente com material perfurocortante, após os procedimentos iniciais, o funcionário
deverá:
a) ficar em repouso e ser mantido em jejum caso seja necessário a realização de algum procedimento.
b) receber doses iniciais de antibiótico profilático para evitar um eventual alastramento da infecção pelo organismo.
c) ser encaminhado a um Centro de Referência no atendimento de acidentes ocupacionais com material biológico.
d) receber tratamento específico, incluindo a drenagem no local atingido ou sessões de pulsoterapia.
e) ser liberado por uma semana de suas obrigações profissionais, uma vez que este é um direito garantido por lei.

40. (SESC-BA/FUNCAB/2013) Qual é a conduta correta a ser seguida pelo profissional do Centro de Material e Esterilização da
empresa ao final do seu turno de trabalho?
a) Ir para casa com as vestimentas utilizadas em suas atividades.
b) Guardar suas luvas e máscaras no armário do vestiário para reutilizá-las.
c) Entregar ao profissional do próximo turno os EPI utilizados por ele.
d) Não deixar o local de trabalho com os equipamentos de proteção individual utilizados em suas atividades.
e) Não há conduta específica para os profissionais do Centro de Material e Esterilização.
Teorias da Administração

Teoria Científica (ênfase, especificação,repetição e padronização das tarefas)

Principal Teórico: Frederick Taylor


Proposta básica: Centrada nas tarefas, foi reflexo de um estudo realizado e aborda o reflexo da padronização.
Características
 Primeira introdução do conceito de qualidade, mas sem a utilização expressa do termo;
 Prezava pela ênfase nas tarefas, iniciando-se a especificação das tarefas executadas por operários específicos, assim como no
ramo da enfermagem existe especificidade das tarefas realizadas pelo enfermeiro em relação ao técnico e ao auxiliar de
enfermagem.
 Tal especificidade causava um certo cansaço nos operários por conta da repetição da tarefa executada, o que causou o surgimento
da Organização Racional do Trabalho (ORT).
Uma divisão de trabalhos muito forte.
A o ada ao ter o “Ho o E o o ”.
Valoriza o tempo de produção e do movimento dessa produção.
Obs: A Teoria Científica foi a teoria administrativa que mais influenciou a Enfermagem em sua formação, uma vez que esta surgiu
diante da criação de tarefas, uma vez que o Enfermeiro era o responsável pela delimitação de tarefas para determinadas pessoas.

Teoria Científica e a Enfermagem:

 Elaboração ou simples adoção de manuais de técnicas e procedimentos;


 Escalas diárias de divisão de atividades/fase mecanicista da administração;
 Assistência de enfermagem é fragmentada em atividades;
 O executor se distancia do todo (assistência de enfermagem/cuidado integral do paciente) e se fixa na parte (tarefa);
 Assistência de enfermagem integral ocorre somente nos pacientes graves;
 Busca melhorar a produtividade dos profissionais

Importante para a prova: Falou em Teoria Científica, deve-se pensar em: Padronização do processos, que vem da execução de
tarefas específicas, as quais vão levar a um aumento de produção, seja envolvendo lucratividade ou não. Uma pessoa que executa
tarefas frequentemente, torna-se especialista.

Teoria Clássica (Estrutura, ambiente de trabalho, Hierarquia = departamentalização, Divisão do Trabalho; Autoridade e
Responsabilidade; Disciplina; Unidade de Comando; Unidade de Direção; Subordinação dos Interesses Individuais aos Interesses
Gerais; Remuneração do Pessoal; Centralização; Ordem; Equidade (Justiça/Direitos Iguais); Estabilidade dos Funcionários;
Iniciativa; Espírito de Equipe.)

Principal Teórico: Henry Fayol


Proposta básica: Ênfase na estrutura e funções. Faz referência ao ambiente de trabalho. Defende que não adianta pensar em
produção se não se fornece uma estrutura adequada de trabalho para o funcionário.

Caracteristicas: Estabelece 6 funções Administrativas:


 Técnica: Departamento que cuida da parte técnica de uma organização;
 Comercial: Área ou Diretoria Comercial, na qual há as negociações e a troca de informações, bens e serviços com outras
organizações para que eu consiga manter o meu processo de sustentação de estrutura;
 Financeira: Realiza os pagamentos e cuida de tudo aquilo que precisa ser pago, seja como despesa ou receita, dessa organização;
 De Segurança: proporciona a segurança mínima para o funcionamento;
 Contábil: Cuida do balanço entre tudo o que entra e o que sai da organização, proporcionando equilíbrio a esta;
 Administrativa: Cuida dos aspectos diversos aos tratados pelas outras funções.

Importante para a prova:


 Estrutura Rígida e Hierarquizada (utilização de organogramas para representar a hierarquia)  Estrutura Estática e Limitada (não
muda por conta das funções abordadas)
 Preocupação exclusiva com a estrutura formal (estrutura de fato, local de trabalho etc.) da organização, não admitindo a existência
da estrutura informal (tudo o relacionado a pessoas), que é constituída pelas pessoas e suas relações.

Importante para a prova:


Reforçando, Teoria Científica enfatiza Tarefas e a Teoria Clássica a Estrutura.

Teoria das relações humanas

Principal Teórico: Elton Mayo


Proposta básica: Enfatiza a variável pessoas em lugar da estrutura

Caracteristicas:
Humanização e democratização na administração de pessoal
Fator psicológico interfere na produção mais que o fisiológico
Importância da cooperação, motivação humana, liderança, comunicação e dinâmica de grupo.
Na enfermagem: Chefe x Líder

Teoria burocrática

Principal Teórico : Weber


Proposta básica: Visa à eficiência organizacional

Caracteristicas:
Caráter racional e sistemática divisão de trabalho.
Impessoalidade nas relações humanas
Determinação de procedimentos e rotinas NA ENFERMAGEM:
- Falta de autonomia da Enfermagem
- Segue as normas da instituição
- Prática administrativa estanque com poucas perspectivas de mudanças.

Teoria comportamentalista

Principal Teórico : Maslow


Proposta básica: Teoria da Motivação
Caracteristicas: Atender as necessidades fisiológicas(primárias) e segurança Secundárias: sociais, estima e auto-realização dos
trabalhadores.
Teoria dos sistemas

Principal Teórico :
Proposta básica: Teoria recente e coerente com a visão estrutural funcionalista típica do sistema capitalista.
Caracteristicas: baseia- e o o e to de “ho e f o al” q e e ara ter za elo rela o a e to ter e oal o o tra
pessoas.

Na enfermagem: - As organizações são aceitas como subsistemas do sistema maior, o qual, no caso, é o sistema de saúde.
Administração de serviços de saúde

Subsídios básicos
PLANEJAMENTO
TOMADA DE DECISÃO
ESTRUTURA ORGANIZAÇÃO E MANUAIS
RECURSOS HUMANOS EM ENFERMAGEM
ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS FÍSICOS E MATERIAIS
SUPERVISÃO
LIDERANÇA
TRABALHO EM EQUIPE

Planejamento: Estratégia para sistematizar o trabalho, prever mudanças e adequar os recursos para atingir os objetivos propostos.
Fases: 1- Conhecer o Sistema como um todo: organizacional, social e técnico. 2) Determinação dos objetivos 3) Estabelecimento de
prioridades 4) Seleção de recursos disponíveis: físicos, financeiros, humanos e materiais 5) Estabelecimento do plano operacional
com prazos 6) Desenvolvimento do plano operacional: implementação 7) Avaliação e aperfeiçoamento

Tomada de decisão: É a escolha de determinada linha de ação.

Fases do processo decisório: 1) Percepção do problema 2) Definição do problema: causa x sintoma 3) Coleta de dados 4) Análise de
dados 5) Procura de soluções alternativas 6) Escolha ou decisão 7) Implementação e avaliação.

Obs: PROCESSO DE ENFERMAGEM: Coleta de dados  Diagnostico  Planejamento Implementação Avaliação.

Estrutura organizacional: Define as relações entre serviços e unidades


-FORMAL: Planejada e definida em organograma.
-INFORMAL: Emerge espontaneamente entre as pessoas e se define a partir dos relacionamentos entre os envolvidos.
Obs: Estrutura organizacional: define as relações entre serviços e unidades. - regimento - regulamentos – manuais.

Obs: Estrutura organizacional:


- Regimento: ato normativo que direciona o funcionamento dos serviços e esclarece a atuação da equipe na instituição.
- Missão e finalidade do serviço
- Estrutura administrativa
- Competência dos serviços
- Requisitos profissionais dos recursos humanos
- Atribuições de cada membro da equipe
- Informações de horários de trabalho

Obs: Estrutura organizacional:


- Regulamento: ato normativo de caráter estável, baixado pela administração superior, que regula e amplia o estatuto, para
caracterizar a organização nos seus aspectos fundamentais.
Contém as diretrizes básicas da organização de saúde:
-Entidade mantenedora
-Filosofia da organização
-Estrutura organizacional
-Objetivos e atividades das unidades administrativas
-Quadro de pessoal da organização

Obs: Estrutura organizacional:


-manuais de enfermagem: instrumento que reúne, de forma sistematizada, normas, rotinas, procedimentos e outras informações
necessárias para a execução das ações de enfermagem. - -Esclarece dúvidas
- Orienta a execução das ações de enfermagem
- Deve ser constantemente submetido à análise crítica.

Obs: Manuais:
- Normas: conjunto de regras para desenvolvimento das atividades. O QUE? COMO?
- Rotinas: descrição exata como as atividades devem ser realizadas. Deve esclarecer qual é o agente que executa, as ações
desenvolvidas e as normas inerentes àquela rotina. O QUE? QUEM? ONDE?

Administração de RH: dimensionamento de pessoal


- Primeira fase do processo de provimento de pessoal e estabelece o número necessário de profissionais por categoria para atender
as demandas de assistência de Enfermagem nos serviços.
- Resolução do COFEN 185/96: determina o grau de dependência dos pacientes e orienta como utilizá-los na determinação do
número de pessoas ideal para assistir os pacientes.
- Resolução COFEN 189/96: determina o número de horas mínimas por categoria de cuidados, bem como a distribuição percentual
dos profissionais de Enfermagem para cada categoria de pacientes.

Obs: Dimensionamento de pessoal

-INDEPENDENTE: paciente estável clinicamente e auto-suficiente para as necessidades humanas básicas.


- INTERMEDIÁRIOS: paciente estável, requerendo avaliações médicas e de enfermagem, com parcial dependência dos profissionais
de enfermagem para o atendimento das necessidades humanas básicas.
-SEMI-INTENSIVOS: paciente recuperável, sem risco iminente de morte, passíveis de instabilidade das funções vitais, requerendo
assistência permanente e especializada.
-INTENSIVOS: paciente grave e recuperável, com risco iminente de morte, sujeitos à instabilidade das funções vitais, requerendo
assistência permanente e especializada.

Obs: Escala diária de atividades


-Método de cuidado integral ao paciente – por paciente - Maior conhecimento das condições do paciente - Exige maior capacitação
dos profissionais
-Método funcional de atendimento – por tarefa - Fragmentação da assistência - Econômico,porém com menor satisfação do
profissional.
-Método por equipe: profissionais de formação limitada colaboram prestando assistência sob direção da enfermeira.

Obs: Dimensionamento
RESOLUÇÃO COFEN-293/2004

Art. 4º – Para efeito de cálculo, devem ser consideradas como horas de Enfermagem, por leito, nas 24 horas:

- 3,8 horas de Enfermagem, por cliente, na assistência mínima ou autocuidado;

- 5,6 horas de Enfermagem, por cliente, na assistência intermediária;

- 9,4 horas de Enfermagem, por cliente, na assistência semi-intensiva;

- 17,9 horas de Enfermagem, por cliente, na assistência intensiva.

§ 2º – O quantitativo de profissionais estabelecido deverá ser acrescido de um índice de segurança técnica (IST) não inferior a 15%
do total.

§ 7º – Para berçário e unidade de internação em pediatria, caso não tenha acompanhante, a criança menor de seis anos e o recém
nascido devem ser classificados com necessidades de cuidados intermediários

Obs: Recrutamento e seleção de pessoal

-Recrutamento: é o conjunto de técnicas e procedimentos que visa atrair candidatos potencialmente qualificados e capazes de
ocupar cargos na organização. Pode ser realizado dentro ou fora da instituição.
Ex: Lançamento de edital para concurso de enfermeiros da SES-DF.  FONTES DE

-Recrutamento - interno: promove ou transfere funcionários para outros setores


- Externo: candidatos que vem de fora. Ex: concurso.
-Seleção: processo que visa escolher, entre os candidatos recrutados, os mais qualificados ou os que se identificam com as
características da vaga (mais aptos), visando manter ou aumentar a eficiência e o desempenho do pessoal, bem como a eficiência da
organização.
Ex: prova

Administração de recursos físicos


- Devem seguir as determinações do ministério da saúde para sua construção, contidas no manual de normas e padrões de
construção e instalação de serviços de saúde (ms, 2006).

Administração de recursos materiais


-Objetiva coordenar as atividades que garatem o suprimento desses recursos para toda a instituição, com menor custo e
continuamente. Fases da administração dos recursos materiais: 1) compra 2) armazenamento 3) distribuição 4) controle

Administração de recursos materiais em enfermagem


-PREVISÃO : Levantamento das necessidades, quantidade e especificidade.
-PROVISÃO: Reposição dos materiais necessários para realização das atividades da unidade (solicitação)
- ORGANIZAÇÃO: Disposição dos materiais na unidade.
-CONTROLE: Controle do consumo (quantidade), qualidade, conservação e reparos, até a proteção contra roubos e extravios.

Supervisão em enfermagem: Caracterizada como uma função administrativa que envolve o processo de orientação contínua de
pessoal com a finalidade de desenvolvê- lo e capacitá-lo para o serviço.

Liderança em enfermagem
-TEORIA DO GRANDE HOMEM OU TEORIA DAS CARACTERÍSTICAS: Nascer para liderar e ser liderado.
-TEORIA DO COMPORTAMENTO: estilos de liderança.

Líder Autocrático (centralizador): mantém forte controle sobre o grupo, promove sensação de estabilidade, mas reduz a criatividade
e autonomia dos liderados.
Líder Democrático (autonomia): pessoas coordenadas por meio de sugestão e orientação. Promove autonomia e crescimento.
Líder Liberal: há pouco ou nenhum controle e coordenação sobre o grupo, pode haver apatia e desinteresse pelo grupo.
- TEORIA SITUACIONAL DE LIDERANÇA
O estilo de liderança varia de acordo com a situação ou com as pessoas envolvidas.
Capacidade do líder em identificar o nível de maturidade do liderado e a seguir adotar o estilo apropriado.
Líder do situacional:Para o estilo de liderança situacional, parte a convicção que não há um único estilo ou característica de liderança
válida para toda e qualquer situação, cada uma requer um estilo de liderança diferente para alcançar a eficácia no trabalho e
promover o desempenho satisfatório dos subordinados. Além de oferecer ao líder a possibilidade de se ajustar a um grupo com
características diferentes as suas convicções .

Obs: EDUCAÇÃO CONTINUADA: Processo permanente que se inicia após a formação básica e está destinado a atualizar e melhorar a
capacidade de pessoas ou grupo, frente às evoluções técnicas-científicas e às necessidades sociais.

Obs: EDUCAÇÃO EM SERVIÇO: Programas de treinamento oferecidos pela instituição em uma área específica, visando ao
desenvolvimento da prática profissional.

Obs: AUDITORIA EM ENFERMAGEM: Avaliação sistemática da qualidade da assistência de enfermagem, verificada através de
anotações de enfermagem no prontuário do paciente e/ou próprias condições clínicas deste.

AUDITORIA RETROSPECTIVA: Após alta do paciente, através do prontuário. - Até 50 altas/mês: todos os prontuários - Mais de 50
altas/mês: 10% dos prontuários - Todo prontuário de óbito deve constar na auditoria, fora os 10%.

AUDITORIA OPERACIONAL OU CONCORRENTE Feita enquanto o paciente está hospitalizado ou em atendimento ambulatorial. -
Exame do paciente e confronto com necessidades levantadas. - Entrevista com o próprio funcionário logo após a prestação do
cuidado. - Avaliação do paciente e de sua família. - Pesquisa junto à equipe médica.

- CLASSIFICAÇÃO DAS AUDITORIAS


QUANTO À FORMA DE INTERVENÇÃO:
- Interna: realizada por elementos da própria instituição.
- Externa: realizada por elemento não pertencente à instituição.

QUANTO À NATUREZA:

- Normal: Períodos determinados com objetivos regulares de comprovação.


- Específica: Atende a uma necessidade do momento.
-CLASSIFICAÇÃO DAS AUDITORIAS

QUANTO AO TEMPO:
- Contínua
- Periódica
QUANTO AO LIMITE:
- Total: Abrange todos os setores da instituição.
- Parcial: Limitada a alguns serviços.

OBS: LIMITAÇÕES DA AUDITORIA Não avalia a assistência total ao paciente, pois o cuidado inclui outros profissionais.
- Não tem finalidade punitiva, ela verifica o cuidado, detecta erros e os analisa quanto a sua natureza e significado.
-Não tem como objetivo primordial a melhoria dos registros de enfermagem, mas sim a melhoria da assistência.
-Não tem por finalidade avaliar o desempenho de um indivíduo ou de um grupo.

Exercício

1- A liderança pode ser considerada um processo de influência que o indivíduo utiliza sobre o outro, para o alcance dos objetivos
numa determinada situação. É através da liderança que o enfermeiro tenta conciliar as metas da organização com a do grupo de
enfermagem, geralmente envolve o conceito de poder e autoridade, abrangendo todas as maneiras pelas quais se introduzem
mudanças no comportamento de pessoas ou de um grupo de pessoas. Sobre os estilos de liderança em enfermagem assinale a
alternativa que refere-se a liderança autocrática:
a) Líder autocrata é aquele profissional que não se envolve nas atividades de sua área, deixa por conta os subordinados, exercendo
pouca influência sobre eles.
b) O líder autocrata favorece a centralização do poder, promovendo um comportamento dependente e submisso aos membros do
grupo, com sentimentos de tensão, frustração e sobre tudo apresenta manifestação de conflito entre membros da equipe.
c) O líder autocrata favorece a autonomia do grupo para decidir e implementar estratégias para resolução dos problemas, para
atingir metas, deixando o caráter do líder intervir apenas quando o grupo solicita e necessita de orientações técnicas.
d) O líder autocrata é convicto que não há um único estilo ou característica de liderança válida para toda e qualquer situação, cada
uma requer um estilo de liderança diferente para alcançar a eficácia no trabalho e promover o desempenho satisfatório dos
subordinados
e) O líder autocrata acredita que a grande desvantagem do estilo e que a descentralização do poder influencia a independência e o
descomprometimento dos membros do grupo com os objetivos e metas da organização.

2- A aplicação de tecnologias de micro-gestão dos serviços de saúde com o objetivo de prestar serviços efetivos segurando padrões
clínicos de excelência e diminuindo riscos para os usuários e profissionais refere-se a:

a) gestão da clínica
b) acolhimento
c) método clínico centrado na pessoa
d) integralidade

3 -Gestão de risco ou gerenciamento de risco foi incorporado ao setor de saúde há cerca de 30 anos nos Estados Unidos, em
decorrência da evolução e do alto grau de complexidade dos serviços de saúde. Com relação a esse tema, identifique as afirmativas
a seguir como verdadeiras (V) ou falsas (F):
( ) O ponto central da gestão de risco é a compra de um programa de seguros de uma instituição seguradora.
( ) A implementação de boas práticas profissionais faz parte da gestão de risco.
( ) Pode-se alcançar o risco zero com processos e rotinas bem planejadas nas instituições de saúde.
( ) O risco positivo pode ser definido como situação, procedimento, fato, condição que tenham efeitos favoráveis.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta, de cima para baixo.
a)V – F – F – V.
b)V – V – V – F.
c)F – V – F – V.
d)V – F – V – F.
e)F – V – V – V.

4 - A mudança na lógica do atendimento ao usuário do SUS, permitindo que o critério de priorização da atenção seja o agravo à
saúde e/ou grau de sofrimento e não mais a ordem de chegada, realizado por profissional da saúde que, utilizando protocolos
técnicos, identifica os pacientes que necessitam de tratamento imediato, considerando o potencial de risco, agravo à saúde ou grau
de sofrimento e providencia de forma ágil o atendimento adequado a cada caso. Esse texto descreve o atendimento baseado no(na):
a)Projeto de saúde da Política Nacional de Humanização (PNH).
b)Classificação de risco.
c)Grupo de trabalho de humanização.
d)Clínica ampliada.
e)Ambiência.

5 - Em um hospital, o gasto com material e mão de obra na preparação e administração de um medicamento é um custo:
a)direto.
b)indireto.
c)Fixo.
d)Intermediário.

6 - Considerando o dimensionamento de pessoal de enfermagem, a carga de trabalho está relacionada à(ao):

a)tempo efetivo de trabalho.


b) Índice de Segurança Técnica (IST).
c)quantidade média diária de pacientes assistidos e o tempo médio diário de cuidado, ambos segundo o grau de dependência da
equipe de enfermagem
d)quantitativo de ausências previstas e não previstas da equipe de enfermagem

7 - Considerando os parâmetros para o dimensionamento do quadro de profissionais de enfermagem nas unidades assistenciais das
instituições de saúde, analise as afirmativas a seguir.
I. A criança menor de seis anos e o recém-nascido devem ser classificados com necessidades de cuidados intermediários, caso
estejam sem acompanhante.
II. O quantitativo de profissionais estabelecido deverá ser acrescido de um Índice de Segurança Técnica (IST) não inferior a 15% do
total.
III. Para efeito de cálculo devem ser consideradas 5,6 horas de Enfermagem, por cliente, na assistência mínima ou autocuidado.
Assinale:
a)se somente a afirmativa I estiver correta.
b)se somente a afirmativa II estiver correta.
c)se somente a afirmativa III estiver correta.
d)se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.
e)se todas as afirmativas estiverem corretas.

8 - Determinada empresa adotou um estilo para negociação e solução de conflitos internos, que é confrontador e colaborativo ao
mesmo tempo; busca a solução para o problema em conjunto, de modo benéfico para ambas as partes. Requer tempo, esforço,
compromisso mútuo, comunicação franca e poderes de decisão compartilhados. Essas características, segundo Kurcgant, são
compatíveis com o estilo denominado:
a)colaborativo.
b)contestador.
c)da retirada.
d)taylorista.
e)da aceitação.
Obs: Negociação-Concurso
O contestador (negociação perde-ganha) com nível baixo de cooperação e alto de confronto;
O colaborativo (negociação ganha-ganha) com altos níveis de confronto e cooperação, com grande exigência de tempo e de
esforços;
O estilo da aceitação (negociação ganha-perde, ou então há uma concessão para se conseguir um crédito em ações futuras ou a
questão é muito importante para a outra parte envolvida) com alto nível de cooperação e baixo nível de confronto;
O da retirada (negociação onde não se enfrenta o conflito) com baixa cooperação e baixo confronto; e, enfim,
O estilo de compromisso (trocas de concessões) com níveis intermediários de cooperação e de confronto, onde nenhuma das partes
fica totalmente satisfeita com o resultado da solução dos conflitos.

9 - No gerenciamento em terapia intensiva, é considerada de suma importância a passagem de plantão, sendo um instrumento
muito usado e influenciado por vários fatores. De acordo com essa informação, o fator inerente que não influencia na passagem de
plantão é:

a) número de leito.
b)limpeza do local.
c)pontualidade da equipe.
d)tempo gasto na passagem.
e)complexidade dos pacientes.

10 - Considerando o contexto hospitalar, assinale a alternativa correta quanto à definição de manual de normas.

a)Atos normativos dotados de abstração, generalidade, impessoalidade, imperatividade e inovação.


b)Conjunto de regras estabelecidas por um grupo para regulamentar o seu funcionamento.
c)Instrumento administrativo caracterizado pelo conjunto de instruções para fixar procedimentos, métodos e organização.
d)Regulamento do funcionamento de uma pessoa jurídica, quer seja uma sociedade, uma associação ou uma fundação.
e)Atividades que sejam realizadas repetidamente tempo após tempo, como, por exemplo, no caso de manutenção preventiva.

11-Em determinado hospital, o quadro de supervisores de enfermagem é composto de profissionais que são especialistas e
trabalham em suas respectivas áreas de atuação. Nesse caso, qual é o tipo de estrutura organizacional?
a-Organograma comum em grandes hospitais.
b-Organograma com organização linha-assessoria.
c-Estrutura de organização linear.
d-Estrutura de organização funcional.
e-Estrutura de organização matricial.

12-Assinale a alternativa que apresenta o instrumento de gerência cuja finalidade é dar suporte aos cuidados prestados.

a-Indicadores de qualidade.
b-Indicadores quantitativos.
c-Protocolo assistencial.
d-Protocolo clínico.
e-Dados estatísticos.

13- O Planejamento Estratégico Situacional (KURCGANT, 2010) é composto por quatro momentos que se interrelacionam, a saber:

a-Momento demissional, momento decisório, momento estratégico e momento tático-operacional.


b-Momento explicativo, momento normativo, momento estratégico e momento tático-operacional.
c-Momento explicativo, momento narrativo, momento dialético e momento tático-operacional.
d-Momento decisório, momento narrativo, momento dialético e momento demissional.

Obs: Concurso: O PES (Planejamento estratégico Situacional) é composto por quatro momentos interrelacionados: momento
explicativo (como explicar a realidade?), momento normativo (como conceber o plano?), momento estratégico (como tornar viável o
plano?) e momento tático-operacional (como agir no cotidiano de forma planejada?).
14- Para promover mudanças e facilitar o fluxo dos processos decisórios, é necessário que os atores envolvidos em uma
determinada situação acumulem poder. Conforme Matus (1996) In: Kurcgant (2010), o poder pode adquirir as seguintes dimensões,
EXCETO:
a-Poder Discriminatório.
b-Poder Administrativo.
c-Poder Técnico.
d-Poder Político.

15- A liderança é uma habilidade necessária ao desenvolvimento das atividades do enfermeiro, porque gera e aplica energia nas
pessoas, proporcionando-lhes uma direção e sincronizando os seus esforços. Ao se adotar a Liderança Coaching, o enfermeiro
assume-se como líder:
a-autocrático.
b-educador.
c-democrático.
d-popular.
e-laissez faire.

Obs: Concurso: Liderança Coaching=Liderança educatica

16- Q al t o de e t o o ter o “ o- e t o” o “ e t o o art lhada” e t o rela o ado ?

a-Gestão verticalizada, onde as ordens vêm do grupo principal de administração do serviço.


b-Gestão realizada, por um único administrador, sem participação de colegiados.
c-Gestão horizontalizada – realizada pelos trabalhadores, gestores locais e governo.
d-Gestão dos serviços realizada pelos órgãos do governo.
e-Não há um grupo, necessariamente de gestão, a instituição se conduz de acordo com os acontecimentos.

17- Uma instituição de saúde, em situação hipotética, apresentava em suas emergências a superlotação na porta,
equipes insuficientes de trabalho, cujos os trabalhadores não se encontravam motivados, equipamentos obsoletos e
constantes reclamações dos usuários. Uma nova equipe de gestão foi instituída a fim de minimizar a curto prazo e eliminar em longo
prazo os problemas da instituição. Assinale a alternativa que apresenta a medida a ser tomada pela equipe de gestão, baseada nos
conceitos de gestão do Ministério da Saúde.
a-Mobilização dos coletivos existentes no hospital, em torno da construção de um projeto de qualificação da assistência, inclusive
com o grupo de enfermagem.
b-Implantação de uma grade, na porta, a fim de isolar os funcionários.
c-Fixação de placas, nas portas, com os nomes dos profissionais do plantão.
d-Instalação de sinalização para que os fluxos de atendimento se tornem mais claros.
e-Formação de colegiado gestor, somente com a direção do hospital, para que novas normas sejam instituídas de forma vertical,
com vistas à melhorias das condições.

18 -No que diz respeito ao gerenciamento de enfermagem e processo de seleção em serviços de saúde, julgue os itens que se
seguem.
O trabalho em saúde deve ser modificado para atender novas necessidades, seja por meio da transformação dos instrumentos, seja
da força de trabalho.
a)Certo
b)Errado

19- Para um adequado funcionamento do serviço de enfermagem, é fundamental que se tenha um regimento aprovado pela
administração de saúde, de caráter flexível e que contenha diretrizes básicas. NÃO são componentes de um regimento do serviço de
enfermagem:

a)A filosofia e os objetivos do serviço.


b)As atividades a serem desenvolvidas.
c)As competências de cada membro da equipe de enfermagem.
d)A posição do serviço na estrutura da organização, sem a descrição das linhas hierárquicas.
20- Em sua obra Introdução à teoria geral da administração, Chiavenato (2004) refere que Douglas McGregor desenvolveu uma
teoria segundo a qual cada administrador possui uma concepção a respeito da natureza das pessoas, e, com base nela, tende a
desenvolver determinados comportamentos em relação aos seus subordinados. Nesse contexto, segundo a Teoria X, o
administrador tende a:

a)dar margem à contribuição das pessoas e a delegar decisões, permitindo que trabalhem em grupos para resolver problemas
porque julga poder confiar nelas.
b)incentivar a participação na tomada de decisões em todos os níveis da hierarquia, porque considera que a responsabilidade final
no processo de trabalho é dos executores das tarefas.
c)impor regras e comandos claramente definidos, que nortearão as atividades das pessoas na organização, porque julga que as
pessoas precisam de um eixo norteador.
d)dirigir e controlar seus subordinados de maneira rígida e intensiva, fiscalizando seu trabalho, porque julga que são passivos,
indolentes e que não se pode confiar neles.

Obs: Concurso: Douglas McGregor distinguiu duas concepções antagônicas de administrar que em sua opinião são típicas da visão
gerencial dos funcionários: a teoria X (ou tradicional) e a Teoria Y (ou moderna).A teoria X, corresponde à teoria tradicional e
mecanicista da Administração Científica. Essa teoria parte do pressuposto errôneo da natureza humana, podendo ser sintetizado da
seguinte forma:
Para essa teoria, o homem é um indolente e preguiçoso por natureza.O homem não gosta de trabalhar e só trabalha pelo fator
econômico. Numa perspetiva defende que esse trabalhador precise ser dirigido e controlado.

21- A qualidade da assistência em saúde pode ser definida como a satisfação das necessidades do cliente. Existem sete pilares da
qualidade, segundo Donabedian. Nesta perspectiva, o pilar da equidade é definido como:
a)sinônimo de adaptação do cuidado aos desejos, expectativas e valores dos clientes e familiares.
b)o emprego da relação custo-benefício na assistência à saúde.
c)a capacidade de se produzir melhorias no setor da saúde.
d)o grau em que o cuidado, cuja qualidade está sendo avaliada, alça o nível de melhoria da saúde.
e)o princípio pelo qual se determina o que é justo ou razoável na distribuição do cuidado e de seus benefícios entre os membros de
uma população.

22- A identificação do paciente é prática indispensável para garantir a segurança deste em qualquer ambiente de cuidado à saúde.
Sendo assim, assinale a alternativa que não apresenta uma prática recomendada para garantir a correta identificação do paciente.

a-Incentivar o uso de, pelo menos, dois identificadores (ex.: nome e data de nascimento) para confirmar a identidade de um
paciente na admissão, transferência para outro hospital e antes da prestação de cuidados.
b-Em pediatria, além de nome e data de nascimento, é também indicada a utilização do nome da mãe da criança na identificação.
c-No caso de pacientes com o mesmo nome, deve-se utilizar dados como idade, sexo, diagnóstico, número do leito ou do quarto
para distingui-los.
d-Realizar a identificação dos frascos de amostra de exames na presença do paciente, com identificações que permaneçam nos
frascos durante todas as fases de análise (pré-analítica, analítica e pós-analítica).
e-Confirmar a identificação do paciente na pulseira, na prescrição médica e no rótulo do medicamento/ hemocomponente antes de
sua administração.

23- No Centro Cirúrgico de um hospital do litoral de São Paulo, o consumo de seringas de 20ml, nos últimos três meses, está
expresso na tabela abaixo. Admitindo um estoque de segurança de 20% e desconsiderando o tempo de reposição do estoque, a cota
mensal de seringas de 20ml para esta unidade, no mês de março, será de:
---
|| Dezembro - 500 || Janeiro - 490 || Fevereiro - 540 ||

a-510. b-102. c-600. d-612. e-512.

23- É usado para licitação e consiste em um diagnóstico situacional da unidade, em relação à quantidade e às especificidades.
Facilita o levantamento dos materiais necessários, ao adequado atendimento da clientela, que serão adquiridos, dentro de um
determinado período. A que função da gerência de materiais este conceito está relacionado?
a) Provisão. b) Previsão. c) Controle. d)Manutenção dos materiais. e) Organização.
24- É a medida que verifica a correta utilização dos recursos organizacionais. É a utilização dos recursos de forma racional. Possui
uma íntima relação com os custos organizacionais, porém a redução de custos não significa exclusivamente seu aumento, pois
algumas empresas reduzem custos mediante a diminuição da qualidade dos produtos ou serviços. O texto apresenta o conceito de:
a)eficiência. b)eficácia. c)efetividade. d)estabilidade. e)economicidade

25- Para uma boa comunicação em equipe, o enfermeiro deve tratar os colegas com respeito, ouvir as ideias de outros membros da
equipe sem interrompê-los, explorar a forma como os funcionários pensam, ser honesto e direto ao se comunicar. Tais atitudes
esperadas de um enfermeiro caracterizam uma comunicação
a-hierárquica b-aberta c- funcional d- sistemática e- assistencial

26- O dimensionamento de pessoal de enfermagem é uma preocupação constante dos enfermeiros, bem como dos próprios
administradores de serviços de saúde, por interferir diretamente na eficácia, na qualidade e no custo da assistência à saúde
(FUGULIN, GAIDZINSKI e CASTILHO, 2010). Nesse sentido, avalie as assertivas a seguir:

I. Conhecer a demanda do cliente, ou seja, estarciente da complexidade assistencial requerida para a realização dos cuidados.
II. Auxiliar a gerência na aplicação de um método capaz de sistematizar o inter-relacionamento e a mensuração das variáveis que
interferem na carga de trabalho da equipe de enfermagem.
III. Elaborar a divisão das atividades a seremrealizadas pelo trabalhador da enfermagem por turno de trabalho.
IV. Participar ativamente do processo de educação permanente dos trabalhadores de enfermagem sob seu comando.

Indicam CORRETAMENTE as responsabilidades de todos os enfermeiros:


Parte superior do formulário
Somente as assertivas II, III e IV.
b) Somente as assertivas I, II e IV
c) Todas as assertivas
d) Somente as assertivas I e II
e) Somente as assertivas I e IV.

27- O processo de avaliação de desempenho profissional dos trabalhadores é um importante recurso para dimensionar a qualidade
desse desempenho, o que possibilita a identificação das necessidades de capacitação para o alcance dos objetivos organizacionais.
Dessa forma, pode-se afirmar que a avaliação:

a) É de competência do setor de gestão de pessoas (recursos humanos).


b) Constitui-se em um instrumento diagnóstico gerencial que fundamenta decisões administrativas, por meio das quais é possível
estabelecer metas de desenvolvimento.
c) Tem por objetivo principal estimular a produção do trabalhador visando à promoção deste.
d) Deve fazer uso de técnicas gerenciais de treinamento e estimular o remanejamento dos trabalhadores nos setores.
e) Privilegia os profissionais que apresentam bom desempenho.

28- Na gestão do processo de trabalho, o enfermeiro faz uso de diversos meios e instrumentos gerenciais e/ou assistenciais, os quais
têm por objetivos:

I. Estabelecer diretrizes do serviço de enfermagem,bem como colaborar no alcance dos objetivos dainstituição de saúde.
II. Auxiliar na identificação dos problemas organizacionais do serviço de enfermagem visando a um processo de tomada de decisão
baseado em evidências.
III. Dar maior visibilidade ao trabalho da enfermagem.
IV. Utilizar os instrumentos que garantam a qualidade do cuidado de enfermagem e da assistência à saúde.
V. Planejar e implementar programas de educação continuada visando o desenvolvimento dos trabalhadores.

Estão CORRETOS os objetivos indicados:


a) Em todas as afirmativas.
b) Somente nas afirmativas I, II e IV
c) Somente nas afirmativas I, IV e V
d) Somente nas afirmativas I, III, IV e V
e) Somente nas afirmativas II, III, IV e V.
29- No que se refere às Teorias da Administração aplicadas na organização dos serviços de saúde e de enfermagem, associe a Teoria
aos seus pressupostos. TEORIA DA ADMINISTRAÇÃO PRESSUPOSTOS

1.Teoria científica ou Taylorismo


2. Teoria Clássica
3. Teoria das Relações Humanas
4. Teoria Comportamentalista

A - Ne a aborda e a reo a o o a “e tr t ra” tra fer - e ara o “ ro e o” e ara a “d â a or a za o al”. A


ênfase, entretanto, se mantém na variável pessoas.
B - Preocupa-se exclusivamente com a estrutura formal da organização. Nas instituições de saúde, essa Teoria é representada pela
estrutura rigidamente hierarquizada, com estabelecimento de um indivíduo a outro e de um serviço a outro.
C - O ponto mais crítico dessa teoria é seu aspecto mecanicista, considerando o homem como peça de uma engrenagem.
Predominam regras e diretrizes que padronizam e determinam o comportamento do trabalhador na organização
D - Os conceitos clássicos de autoridade, hierarquia e racionalização do trabalho, entre outros, passaram a ser contestados. Na
enfermagem, essa Teoria contribui com a proposição da liderança como estratégia de condução do grupo.
A alternativa que corresponde à associação CORRETA é:

A) 1B – 2C – 3D – 4A C) 1A – 2B – 3C – 4D
B) 1C – 2B – 3D – 4A D) 1C – 2D – 3A – 4B

30 - A aquisição de bens e serviços nos órgãos públicos é realizada por meio de licitação de acordo com as disposições da Lei
nº 8666/93. A modalidade de licitação para aquisições de valores médios, estabelecidos pela Lei, realizada entre
interessados devidamente cadastrados ou que atendem a todas as condições exigidas para o cadastramento, denomina-se:

a)concorrência. b) concurso. c) leilão. d) tomada de preço. e) convite

31 - Na gestão de qualidade, o enfermeiro dispõe da Comissão de Auditoria em Enfermagem como um instrumento que realiza a:
a) correlação entre a prescrição de enfermagem com a prescrição médica.
b) comparação entre a assistência prestada e os padrões de assistência considerados aceitáveis.
c) correlação entre a prescrição de enfermagem com o plano terapêutico estabelecido no momento da abertura do prontuário.
d) conferência entre as anotações sobre o cuidado prestado com as atividades exercidas pela equipe de enfermagem.
e) verificação de todos os cuidados prestados pela equipe multiprofissional com a assistência de enfermagem.

32- Um estabelecimento de saúde atende ao cumprimento dos requisitos básicos da qualidade assistencial quanto à habilitação do
corpo funcional, à segurança nas ações assistenciais, à estrutura básica adequada à demanda e ao perfil da instituição. De acordo
com o Manual Brasileiro de Acreditação Hospitalar, esse estabelecimento de saúde foi avaliado como :

a) nível 1.
b) nível 3.
c) nível 5.
d) complexidade zero.
e) complexidade básica.

33- Um dos instrumentos que o Serviço de Enfermagem dispõe para gestão da qualidade é a Comissão de Auditoria em
Enfermagem, que realiza a:

a) comparação entre a assistência prestada e os padrões de assistência considerados como aceitáveis.


b) correlação entre a prescrição de enfermagem com a prescrição médica.
c) correlação entre a prescrição de enfermagem com o plano terapêutico estabelecido, no momento da abertura do prontuário.
d) conferência entre as anotações sobre o cuidado prestado com as atividades exercidas pela equipe de enfermagem.
e) verificação de todos os cuidados prestados pela equipe multiprofissional com a assistência de enfermagem.

34- Para realizar a avaliação de qualidade da assistência, baseada no modelo de Donabedian, utilizam-se os atributos

a) eficácia, certificação e acreditação. b) certificação, acreditação e resultado.


c) estrutura, processo e resultado. d) efetividade, acreditação e estrutura.
e) eficiência, certificação e processo

35 - O Departamento Nacional de Auditoria do SUS, enquanto componente federal do Sistema Nacional de Auditoria, enfatiza a
necessidade de mudanças de paradigmas no que concerne à percepção do auditor em relação ao SUS, em sua responsabilidade de
apoiar a gestão, de manter uma conduta permanente de vigilância aos indicadores de saúde e aos resultados das ações. Desse
modo, estabelece como principais diretrizes:

a) centralização e integração para garantir atuação em todo o território nacional, com foco na qualidade de vida e na satisfação do
usuário.
b) participação nos outros órgão de estrutura do SUS para garantir planejamento, controle e avaliação na aplicação dos recursos.
c) organização das práticas de auditoria, na perspectiva do controle, supervisão e avaliação, incorporando saberes relativo à gestão
de processo e planejamento estratégico.
d) promoção da equidade do acesso, garantindo a integralidade da assistência e permitindo ajustar a oferta assistencial disponível às
necessidades imediatas do cidadão, de forma equânime, ordenada, oportuna e racional.
e)capilaridade, descentralização, integração com outros órgãos das estruturas gestoras do SUS e foco na qualidade das ações e
serviços e nas pessoas.

36-Considerando os conceitos preliminares do trabalho de auditoria estabelecidos pelo Ministério da Saúde, relacione as colunas:

(I) Controle
(II) Regulação
(III)Ação preventiva
(IV)Ação corretiva
(V)Fiscalização

( ) É a função de fortalecimento da capacidade de gestão que institui ao poder público o desenvolvimento de sua capacidade
sistemática em responder às demandas de saúde em seus diversos níveis e etapas do processo de assistência, de forma a integrá- la
às necessidades sociais e coletivas.
( ) Consiste em submeter à atenta vigilância a execução de atos e disposições da legislação pelo exercício da função fiscalizadora.
( ) Consiste no monitoramento de processos (normas e eventos) para verificar a conformidade dos padrões estabelecidos e detectar
situações de alarme que requeiram uma ação avaliativa, detalhada e profunda.
( ) É a atuação objetiva sobre uma não conformidade potencial, evitando sua ocorrência.
( ) É a eliminação da causa de uma não conformidade evitando sua recorrência.
A sequência correta, de cima para baixo é:
a) I; III; V; IV; II.
b) II; V; I; III; IV.
c) III, II, IV; V; I.
d) IV; I, II; V; III.
e) V; I; II; IV; III.

37 -Quanto à auditoria operacional, pode-se dizer que é um tipo de auditoria que:

a) avalia os sistemas de saúde, observados aspectos de eficiência, eficácia e efetividade.


b) examina a legalidade dos atos de gestão dos responsáveis sujeitos a sua jurisdição quanto aos aspectos assistencial, contábil,
financeiro, orçamentário e patrimonial.
c)presta serviços na área ambulatorial e hospitalar através de contratos, convênios, acordos, ajustes ou instrumentos similares
firmados pelas secretarias de saúde.
d)se estabelece pela forma de operacionalização e de acordo com a origem dos profissionais que nela atuam.
e)é realizada para apurar denúncias ou para atender a alguma demanda específica.

38- Em relação à Auditoria Operativa, é correta a afirmativa:

a) É a verificação dos fatos através da análise processual para apontar sugestões ou soluções criativas, inovadoras e eficazes para um
problema determinado.
b) É a identificação quantitativa e qualitativa dos resultados obtidos em relação aos objetivos fixados nos programas de saúde e na
adequação de parâmetros de qualidade, resolutividade, eficiência e eficácia estabelecidos pelos órgãos competentes.
c)Compreende a atividade desenvolvida na própria unidade onde as ações e os serviços são realizados, mediante a observação
direta dos controles internos, fatos, dados, documentos e situações encontradas.
d)É a atividade realizada, sob ação orientadora, sobre um produto final numa fase determinada de um processo ou projeto, visando
detectar falhas ou desvios.
e)Tem como objetivo prestar informações operacionais sobre determinada atividade ou procedimento técnico, utilizando-se de um
roteiro/protocolo contendo os passos a serem executados para o desenvolvimento do trabalho de campo, pertinentes ao caso.

39- Um dos objetivos da auditoria operativa é identificar distorções, promover correções e buscar um aperfeiçoamento do
atendimento médico hospitalar ou ambulatorial, procurando obter melhor relação custo/benefício na política de atendimento das
necessidades do paciente. Em hospitais que dispõem de serviço de atendimento de urgência em oftalmologia, cadastrados no SUS, o
auditor deverá atentar que NÃO poderá ser cobrado como procedimentos de urgência:

a) retirada de corpo estranho.


b) processos inflamatórios de aparecimento súbito.
c)queda repentina da acuidade visual.
d)teste de visão subnormal.
e)acidentes com lesões oculares.

40- Um enfermeiro auditor, quando verificava a prestação dos serviços de saúde, observou situação imprópria/irregular, como
procedimentos cobrados diferentes dos tratamentos realizados. Neste caso, ele deve sugerir a glosa do tipo:

a) total.
b) intermitente.
c) parcial.
d) administrativa.
e) irregular

41- De acordo com a Resolução COFEN nº 266/2001, que aprova as atividades do Enfermeiro Auditor, analise as afirmativas abaixo:

I. O enfermeiro auditor, segundo a autonomia legal, conferida pela Lei e Decretos que tratam do exercício profissional de
enfermagem, para exercer sua função, depende da presença de outros profissionais.
II. O enfermeiro auditor, para executar suas funções de auditoria, tem o direito de acesso ao prontuário do paciente e toda
documentação que se fizer necessária.
III. A competência do enfermeiro, na função de auditor, abrange todos os níveis em que há a presença da atuação de profissionais
de enfermagem.
IV. O enfermeiro auditor poderá interferir nos registros do prontuário do paciente com a finalidade de coibir qualquer prejuízo
relativo à assistência de enfermagem.

Estão corretas apenas as afirmativas:


a) I, II e IV.
b) II e III.
c) III e IV.
d) II, III e IV.
e) I e III.

42- Na auditoria em enfermagem, é ERRADO afirmar que a técnica de Delphi:

a) consiste em um tipo de avaliação prospectiva e consensual de tendências.


b) é indicada quando há inexistência de dados.
c) é indicada quando há necessidade de abordagem multidisciplinar.
d) é indicada quando há falta de consenso em um tema.
e) consiste em questionários alimentados pelas diversas técnicas cirúrgicas.
43- Dentre os instrumentos de que o Serviço de Enfermagem dispõe para a gestão da qualidade, não é considerado como
instrumento interno a:

a) Comissão de Auditoria em Enfermagem.


b) Acreditação Hospitalar.
c) Comissão de Gerenciamento de Riscos.
d) Comissão de Educação Continuada.

44- De acordo com a 10ª Conferência Nacional de Saúde realizada em setembro de 1996, foi decidida a implementação efetiva do
Sistema Nacional de Auditoria do SUS, com várias diretrizes. A respeito, assinale a opção correta

a) Descentralizar as auditorias, implantando os sistemas regional, estadual e municipal de auditoria, com controle central do
Ministério da Saúde.
b) Realizar inspeções anuais, ou quando existir denúncia ou solicitação específica ou relação dos prestadores públicos e privados de
saúde.
c) Avaliar a eficiência e eficácia da gestão no cumprimento das metas estabelecidas nos planos de saúde não é competência dos
auditores do SUS.
d) Não é de responsabilidade dos Conselhos de saúde exigir o acompanhamento dos auditores.
e) Organizar sistema de informação adequada para as ações de controle, avaliação e auditoria de saúde.

47- Acerca da auditoria dos serviços e assistência de enfermagem, assinale a assertiva incorreta.

a) A auditoria em enfermagem não avalia a assistência total ao paciente, pois, o cuidado total ao pacienteinclui a atuação de outros
profissionais nesse cuidado.
b) A auditoria não tem por finalidade avaliar o desempenho de um indivíduo ou de um grupo.
c) A auditoria não tem como objetivo primordial a melhoria dos registros de enfermagem, mas sim da assistência ao paciente.
d) A auditoria tem finalidade punitiva na medida em que verifica o cuidado e detecta os erros.
e) No que diz respeito à determinação dos critério na criação e desenvolvimento do processo de auditoria, não deve haver
participação do pessoal da enfermagem.
Parte inferior do formulário

48- Baseado na Resolução COFEN – Nº 266/2001, na qual aprova as atividades do enfermeiro auditor, estabelece a seguinte
Competência Privativa:

a) Atuar no planejamento, execução, e avaliação da programação de saúde.


b) Atuar na elaboração, execução e avaliação dos planos assistenciais de saúde.
c) Atuar na elaboração de programas e atividades da educação sanitária, visando a melhoria da saúde individuo, da família e da
população em geral.
d) Atuar na elaboração de medidas de prevenção e controle sistemático de dados que possam ser causados aos pacientes durante a
assistência de enfermagem.
e) Organizar, dirigir, planejar, coordenar e avaliar, prestar consultoria, auditoria e emissão de parecer sobre os serviços de auditoria
de enfermagem.

49 - Uma auditoria é um exame sistemático e oficial do registro, do processo, da estrutura, do ambiente ou da contabilidade para
avaliar o desempenho. Para tanto, nas organizações de saúde, a auditoria oferece aos administradores um meio de aplicação do
processo de controle para determinar a qualidade dos serviços prestados. Existem vários tipos de auditoria; em relação a Auditoria
de Resultados marque o correto:

a) Determina quais os resultados alcançados em consequências de intervenções específicas de enfermagem nos clientes,
pressupondo que o resultado demonstra, com precisão, a qualidade do cuidado oferecido.
b) Predeterminado de excelência que funciona como um modelo a ser seguido e praticado, possuindo características distintivas,
estabelecidos por uma autoridade e comunicados às pessoas influenciadas por eles, sendo aceitos pelos indivíduos.
c) Pressupõe a existência de uma relação entre cuidado de qualidade e estrutura apropriada, incluindo a aplicação de recursos,
como o ambiente em que é prestado o atendimento, além de todos aqueles elementos existentes antes da interação entre o cliente
e o profissional de saúde.
d) Um exemplo desse tipo de auditoria seria a verificação da existência de luzes de chamada ou da possibilidade de os pacientes
alcançarem as jarras de água no quarto; bem como os padrões referentes ao número de funcionários para garantir que recursos
adequados estejam disponíveis para satisfazer as necessidades dos pacientes.
e) Utilizada para medir o processo de cuidado e a forma como este foi realizado, bem como para pressupor a existência de uma
relação entre o processo empregado pelo enfermeiro e a qualidade do atendimento prestado. Esse tipo de auditoria costumam
voltar-se à tarefa e focalizar se o atendimento dos padrões de prática foi satisfeito ou não.

50- Na execução de suas atividades, o auditor deve apoiar-se em fatos e evidências que permitam o convencimento razoável da
realidade ou a veracidade dos fatos, documentos ou situações examinadas, permitindo a emissão de opinião em bases consistentes.
Essa norma relativa à pessoa do auditor é reconhecida como

a) imparcialidade
b) independência
c) objetividade
d) soberania
e) subjetividade

1b 2a 3c 4b 5a 6c 7d 8a 9b 10c 11-d 12c 13b 14a 15b 16c 17a 18a 19d 20d 21e 22c 23d 23b 24a 25b
26b 27b 28a 29b 30d 31b 32a 33a 34c 35c 36b 37d 38d 39e 40a 41b 42e 43b 44e 47d 48e 49a 50c

1) A complicação que tanto pode ocorrer durante um procedimento de intervenção coronária percutânea quanto após o
procedimento consiste em
a) sangramento retroperitoneal.
b) IM agudo.
c) fechamento abrupto da artéria coronária.
d) hematoma.
e) Vasospasmo da artéria coronária.

2) O desvio urinário continente que utiliza um segmento do íleo e ceco para formar um reservatório para a urina é denominado de
a) bolsa de indiana.
b) bolsa de Kock.
c) bolsa de charleston.
d) ureterostomia cutânea.
e) ureterossigmoidostomia.

3) A remoção cirúrgica de cerca de 80% do tecido tireOideo (tireoidectomia subtotal) resulta confiadamente em remissão
prolongada na maioria dos pacientes com bócio exoftálmico. Antes da cirurgia, administra-se o seguinte medicamento até o
desaparecimento dos sinais de hipertireoidismo:
a) metimazol.
b) iodeto de sódio.
c) propiltiouracila.
d) iodeto de potássio.
e) dexametasona.

4) Na hipotermia durante a anestesia, a temperatura do paciente pode cair. O metabolismo da glicose é reduzido e, como resultado,
pode desenvolver-se a
a) hiponatremia.
b) alcalose respiratória.
c) acidose respiratória.
d) alcalose metabólica.
e) acidose metabólica.

5) É essencial que a enfermeira tenha uma boa compreensão acerca dos materiais de sutura. Dentre os tipos de sutura não
absorvível está o
a) catgut.
b) poliglactina.
c) polidioxanona.
d) poliglecaprona.
e) polipropileno.

6) A lesão renal no período pós-operatório da cirurgia cardíaca caracteriza-se por diminuição abrupta das funções renais. Essa
complicação pode ser resultante de
a) uso de agentes vasopressores.
b) disfunção Ventricular Direita.
c) balanço sanguíneo negativo.
d) hipertensão Arterial durante a cirurgia.
e) tempo de Circulação extracorpórea acelerado.

7) A Diminuição do Débito Cardíaco é sempre uma ameaça ao paciente que se submeteu à cirurgia cardíaca. Esta alteração pode ser
causada por
a) hiperglicemia.
b) temperatura corporal elevada.
c) pressão Venosa Central diminuída.
d) variações da frequência cardíaca.
e) hipervolemia do ventrículo direito.

8) Dentre os procedimentos que podem evitar os sintomas desconfortáveis da Síndrome do Esvaziamento Rápido relacionados com
a alimentação por sonda, inclui-se
a) aumentar a velocidade da instilação da dieta.
b) administrar a alimentação por gotejamento contínuo.
c) administrar os alimentos levemente aquecidos.
d) manter o paciente na posição semi-Fowler, 1 hora antes da dieta.
e) instilar 50ml de água pela sonda, antes e após a dieta.

9) A exposição ao monóxido de carbono exige um tratamento imediato. Um dos sintomas de uma lesão cerebral permanente, pós-
reanimação é percebido por
a) agitação psicomotora.
b) episódios convulsivos.
c) paralisia espástica.
d) fraqueza muscular.
e) complicações isquêmicas.

10) Entre as complicações no pós- operatório, a que todos os pacientes estão sujeitos, aquele que se submete à cirurgia gástrica
possui risco potencial aumentado para
a) hemorragia.
b) desidratação.
c) retenção gástrica.
d) neutropenia.
e) peritonite.

11) Observe a seguinte gasometria arterial (pH = 7,2; PaCO2 = 52 e HCO3- = 13). O distúrbio acidobásico CORRETO é
a) acidose respiratória.
b) acidose metabólica e respiratória.
c) alcalose respiratória e metabólica.
d) acidose metabólica.
e) alcalose respiratória.

12) Independente de sua etiologia, algumas situações ocorrem comumente aos pacientes em estado de choque. São elas
a) hiperperfusão tecidual e hipermetabolismo.
b) ativação da resposta inflamatória e hiperperfusão tecidual.
c) hipometabolismo, hipoperfusão tecidual e ativação da resposta inflamatória.
d) hipermetabolismo, hipoperfusão tecidual e ativação da resposta inflamatória.
e) hipoperfusão tecidual e hipometabolismo.

13) São sinais/sintomas de insuficiência cardíaca direita:


a) ascite, ortopneia e oligúria.
b) dispneia paroxística noturna, ascite e ortopneia.
c) ascite, hepatomegalia e ganho de peso.
d) edema de membros inferiores, ortopneia e oligúria.
e) dispneia paroxística noturna, ortopneia e oligúria.

14) No ciclo de regulação de líquido no organismo, em casos de diminuição da pressão arterial, ocorrem mecanismos para o
aumento do volume vascular. O mecanismo CORRETO é
a) diminuição da Angiotensina I e II.
b) aumento da excreção urinária.
c) diminuição da descarga simpática.
d) estímulo aos barorreceptores.
e) aumento da excreção de sódio.

15) A enfermeira ajustou a velocidade de infusão de uma prescrição de 3,0L de solução salina a 0,9% em 250 mgts/min.
Considerando-se que não houve nenhuma intercorrência, esta solução terminará de ser infundida em
a) 8h e 30 min.
b) 12hs.
c) 12h e 30 min.
d) 18hs.
e) 24hs.

16) Para profilaxia de infecção no pós-operatório de cirurgia gastro-intestinal foram prescritas 60mg de gentamicina® via
intramuscular. Dispõe-se de ampolas de gentamicina® de 2 ml/80 mg (40 mg/ml). Para atender à prescrição, a enfermeira deverá
aspirar da ampola de gentamicina® em ml,
a) 1,5.
b) 1,0.
c) 2,0.
d) 0,5.
e) 0,6.

17) Dentre os fatores de risco para DPOC (Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica) o que se destaca por predispor as pessoas ao rápido
desenvolvimento do enfisema lobular é
a) tabagismo.
b) deficiência de alfa1-antitripsina.
c) poeira.
d) monóxido de carbono.
e) obesidade.

18) A destruição proposital das células musculares cardíacas, usualmente em uma tentativa de controlar arritmias, denomina-se
a) Automaticidade.
b) Desfibrilação.
c) Cardioversão.
d) Dromotropia.
e) Ablação.

19) Ao receber o plantão, a enfermeira observou que um de seus pacientes apresentava extra-sístoles. Ao analisar os exames
laboratoriais do referido paciente, constatou que o mesmo apresentava hipercalemia. A concentração sanguínea em mEq/L de
potássio deste paciente deverá ser
a) = 5,0
b) ˃ 5,0
c) = 3,5
d) ˂ 3,5
e) = 4

20) Choq e é def do o o “ o d o e q e a erf o te d al é adeq ada ara l berar ox o e tr e te ...”. A er a do


estados de choque, é CORRETO afirmar que
a) o choque neurogênico é resultante da perda do tônus parassimpático causando hipovolemia relativa.
b) a vasoconstricção e a ativação do hormônio antidiurético gerados no estágio compensatório do choque diminuem a pré-carga.
c) o choque cardiogênico ocorre diante de uma quantidade significativa de miocárdio ventricular direito afetado.
d) o choque séptico é definido por sintomas de sepse associado à hipotensão e à hipoperfusão, sem reposição volêmica adequada.
e) o choque hipovolêmico ocorre da redução de 15 a 25% do volume intravascular.

21) O fármaco lactulose 30ml/dia pela manhã foi prescrito para um cliente em tratamento para encefalopatia hepática. Ao
administrar esse fármaco, o enfermeiro deve saber que a indicação terapêutica é reduzir a concentração sanguínea do seguinte
componente:
a) Cálcio.
b) Potássio.
c) Amônia.
d) Sódio.
e) Albumina.

22) Cerca de 30% das mortes por traumas fechados são devido a lesões torácicas. O enfermeiro avalia, no serviço de emergência,
um cliente com traumatismo torácico após sofrer um acidente automobilístico. O achado, durante a inspeção, que indica a condição
clínica de tórax instável é o seguinte:
a) Diminuição da resposta vagal.
b) Movimentos torácicos paradoxais.
c) Sinal de Trousseau positivo.
d) Aumento da pressão venosa cervical.
e) Hiperexcitabilidade generalizada.

23) A úlcera arterial é um agravo de alta incidência no Brasil. Ao avaliar um cliente portador de uma lesão sugestiva de úlcera
arterial, o enfermeiro evidenciará a seguinte característica:
a) Pigmentação perilesional.
b) Área da lesão quente e rosada.
c) Edema gravitacional nos membros.
d) Área da lesão com tecido cruento.
e) Base da lesão fria e pálida.

24) Quanto ao protocolo de infusão endovenosa de insulina, é possível afirmar que a administração de insulina por bomba de
infusão EV contínua é o sistema mais eficiente, seguro e fácil para controlar os níveis glicêmicos de pacientes críticos. O tipo de
insulina indicada, neste, por esta via é
a) NPH.
b) Detemir.
c) Glargina.
d) Regular.
e) Protamina zíncica.

25) Durante a consulta de enfermagem, uma cliente idosa com queixa de ganho de peso, depressão e letargia irá iniciar o
tratamento com propiltiouracil na dose de 100mg. O enfermeiro, neste caso, deverá monitorar, prioritariamente,
a) o enfrentamento defensivo.
b) as respostas cardiovasculares.
c) a capacidade cognitiva.
d) as condições nutricionais.
e) o sono e o repouso.
26) É CORRETO afirmar que o tratamento da tuberculose deve ser desenvolvido em regime
a) ambulatorial, supervisionado nos dois primeiros meses.
b) hospitalar, supervisionado nos três primeiros meses.
c) ambulatorial, supervisionado até o final do tratamento.
d) domiciliar, supervisionado até o final do tratamento.
e) hospitalar, supervisionado nos dois primeiros meses.

27) A administração de vários agentes imunizantes num mesmo atendimento facilita a efetivação do esquema e permite vacinar
contra o maior número possível de doenças. A diferença entre a vacinação combinada e a vacinação simultânea ocorre porque:

a) na combinada, duas ou mais vacinas são administradas numa mesma preparação e, na simultânea, duas ou mais vacinas são
administradas em diferentes locais ou vias.
b) na combinada, duas ou mais vacinas, de laboratórios diferentes, são associadas no momento de aplicação e, na simultânea, dois
ou mais agentes são administrados em diferentes vias.
c) na simultânea, dois ou mais agentes são administrados associados e, na combinada, duas ou mais vacinas não são administradas
em diferentes locais.
d) na combinada, dois ou mais agentes são administrados numa mesma preparação e, na simultânea, duas ou mais vacinas são
administradas em diferentes locais ou vias.
e) na simultânea, dois ou mais agentes são administrados associados e, na combinada, duas ou mais vacinas não são associadas no
momento da aplicação.

28) O diabetes é uma doença relativamente comum entre idosos. A longo prazo, os efeitos do diabetes no sistema cardiovascular,
rins, retina e sistema nervoso periférico aumentam a morbidade e a mortalidade nesse grupo. Recomenda-se que todos os
indivíduos com mais de 45 anos de idade tenham a sua glicemia de jejum determinada a cada
a) dois anos.
b) três anos.
c) quatro anos.
d) cinco anos.
e) seis anos.

29) Recomenda-se, para prevenção de agravo no recém-nascido e proteção da gestante, a vacina


a) Dupla viral.
b) Hepatite B.
c) Tríplice viral.
d) Tríplice bacteriana.
e) Dupla bacteriana.

30) O acesso adequado a cuidados médicos e odontológicos, incluindo serviços preventivos, pode reduzir a morbidade e a morte
prematura dos indivíduos. As novas abordagens da Saúde Pública para o envelhecimento saudável visam a
a) prevenir o surgimento de doenças crônicas e retardar as incapacidades consequentes a estas doenças.
b) privar a ingestão diária de porções de verduras e frutas frescas em todas as idades.
c) identificar na população de idosos tabagistas o conhecimento de grupos sob maior risco.
d) mostrar alta prevalência das doenças cerebrovasculares e doenças coronarianas em adultos.
e) desencorajar a prática de atividades físicas e retardar as incapacidades consequentes das doenças crônicas.

31) Estudos etiológicos sugerem que os principais agentes de morte por pneumonia em crianças jovens são bacterianos
(especialmente os pneumococos e o Haemophilus influenzae do tipo b, ou Hib) e virais. O Programa Ampliado de Imunização no
Brasil (Ministério da Saúde, 2001) inclui, para menores de cinco anos, a vacina contra o Hib, em meses,
a) 2, 4, 6 e 15.
b) 2, 4 e 6.
c) 2, 4 e 15.
d) 9 e 15.
e) 12.
32) O tratamento da Tuberculose (TB) em indivíduos vivendo com HIV/AIDS exige maior atenção em virtude dos antirretrovirais
(ARV) e os medicamentos para TB ter reconhecida toxicidade. O início concomitante dos esquemas aumenta o risco de
a) intolerância medicamentosa e potencialização dos eventos adversos.
b) linfadenomegalia abdominal e linfadenomegalia no hilo pulmonar.
c) baciloscopia positiva para tuberculose até o fim do tratamento.
d) linfadenomegalia no hilo pulmonar, hepatomegalia e esplenomegalia.
e) desenvolvimento de nefropatias, em homens, e hepatopatias, em mulheres.

33) Na Visita Domiciliar ao paciente com Tuberculose Pulmonar realizada por agente comunitário de saúde ou qualquer outro
profissional de saúde, algumas recomendações devem ser observadas. Dentre elas, o uso
a) exclusivo de máscara cirúrgica.
b) concomitante de máscara cirúrgica e N95.
c) regular de máscara cirúrgica, N95 ou PFF2.
d) excepcional da máscara N95 ou PFF2.
e) constante da máscara N95 ou PFF2.

34) A principal transmissão do vírus da hepatite B (VHB) é a sexual, seguida da vertical (de mãe para filho), pelo contato com o
sangue, pelas vias parenterais e percutâneas, e fluídos corporais. O único anticorpo que confere imunidade ativa e passiva contra o
VHB é
a) HBsAg.
b) HBeAg.
c) Anti-HBs.
d) Anti-HBe.
e) Anti-HBc.

35) Pacientes que apresentam quadro clínico compatível com doença incluída na lista de notificação compulsória, ou algum agravo
inusitado, necessitam de atenção especial tanto da rede de assistência à saúde, quanto dos serviços de vigilância epidemiológica, os
quais devem ser prontamente disponibilizados. É INCORRETO afirmar que
a) a assistência médica ao paciente é a primeira providência a ser tomada.
b) as medidas de isolamento estão sendo adotadas, considerando a forma de transmissão da doença.
c) as Unidades de Saúde estão atendendo os casos, de acordo com as características clínicas da doença.
d) o tratamento não contribui para reduzir o risco de transmissão da doença pessoa a pessoa.
e) após a suspeita diagnóstica, as medidas de controle coletivo específicas são adotadas, para cada tipo de doença.

36) Em relação aos Sistemas de Informações em Saúde, importantes instrumentos utilizados pelas Secretarias de Vigilância em
Saúde, pode-se afirmar que
a) são entendidos como um gerador de incertezas, levando a execução de ações que pouco condiz à realidade e às transformações
necessárias.
b) utilizá-los independe do estabelecimento dos elementos da infraestrutura de informação e de avaliação da qualidade dos dados.
c) desenvolve técnicas e instrumentos de análise de situação de saúde, aplicáveis aos diferentes níveis do Sistema Único de Saúde
(SUS) e os difunde.
d) propõe seu uso a centralização de dados, levando a um planejamento e à execução de ações exclusivamente operacionais.
e) são alimentados unicamente para o cumprimento das finalidades técnico-operacionais.

37) Com base Lei nº 8.080, de 19 de setembro de 1990, considerando os princípios do Sistema Único de Saúde, é CORRETO afirmar
que
a) a Universalidade implica como condicionante ao usuário do sistema público colocar-se como trabalhador para ter acesso aos
serviços públicos no SUS.
b) o direito à informação é vedado, apenas, aos profissionais de saúde às pessoas assistidas sobre sua situação de saúde.
c) a equidade condiciona numa centralização da gestão do sistema e da transferência de poder de decisão sobre a política de saúde
dos Estados (SES) e Municípios (SMS) para o nível Federal (MS).
d) as ações de promoção, proteção e recuperação da saúde, a centralização político administrativa, com direção única em cada
esfera de governo e a participação da comunidade.
e) a integralidade de assistência é entendida como conjunto articulado e contínuo das ações e de serviços preventivos e curativos,
individuais e coletivos, exigidos para cada caso em todos os níveis de complexidade do sistema.
38) No Sistema Único de Saúde, o documento que estabelece a participação da comunidade na gestão do Sistema Único de Saúde
(SUS) e sobre as transferências intergovernamentais de recursos financeiros na área da saúde e outras providências se refere à
a) Portaria nº 2.488, de 21 de outubro de 2011.
b) Portaria nº 399/GM de 22 de fevereiro de 2006.
c) Lei nº 8.142, de 28 de dezembro de 1990.
d) Lei N. º 9.782, de 26 de Janeiro de 1999.
e) Norma Operacional da Assistência à Saúde / SUS - NOAS-SUS 01/02.

39) Analise as assertivas abaixo, quanto aos fundamentos e diretrizes da Política Nacional de Atenção Básica/2012 (PNAB).
I) Ter território adstrito sobre o mesmo, com impacto na situação, nos condicionantes e nos determinantes da saúde das
coletividades que constituem aquele território, sempre em consonância com o princípio da equidade.
II) A universalidade garantindo o acesso a todas as pessoas que declarem não possuir plano de saúde.
III) Estimular a participação dos usuários como forma de ampliar sua autonomia e capacidade na construção do cuidado à sua saúde
e das pessoas e coletividades do território.

De acordo com as afirmativas acima assinale a alternativa CORRETA:


a) I e II, apenas.
b) I e III, apenas.
c) I, apenas.
d) II e III, apenas.
e) I, II, III.

40) O Pacto pela Vida é o compromisso entre os gestores do SUS em torno de prioridades que apresentam impacto sobre a situação
de saúde da população brasileira. Entre as prioridades pactuadas estão
a) fortalecimento da atenção básica, saúde do Idoso e do nível hospitalar na atenção à saúde.
b) saúde do Idoso, controle do câncer de colo de útero e de mama, fortalecimento do nível hospitalar na atenção à saúde.
c) saúde do Idoso, controle do câncer de colo de útero e de mama, fortalecimento da Atenção Básica.
d) saúde do Idoso, controle do câncer de colo de útero e de mama, incentivo aos Programas de Controle da Hipertensão e Diabetes.
e) incentivo à Política Nacional de Medicina Natural e Práticas Complementares, fortalecimento da Atenção Básica, saúde do Idoso.

41) Sabe-se que os medicamentos psicoativos podem levar a intoxicações graves e até a morte. Dentre os psicoativos abaixo, aquele
cuja intoxicação se caracteriza por vômitos, dor abdominal, diarreia profusa, tremor severo, ataxia, coma e morte é
a) Lítio.
b) Haloperidol.
c) Diazepan.
d) Fluxetina.
e) Risperidona.

42) Série histórica das Taxas de incidência de Tuberculose no município do Rio de Janeiro 2011- 2012*
O gráfico acima revela que a Tuberculose continua sendo um problema de saúde pública no município do Rio de Janeiro, exigindo o
desenvolvimento de estratégias para o controle. A transmissão é plena enquanto o doente estiver eliminando bacilos, e não tiver
iniciado o tratamento. Nesse sentido, é fundamental o seguinte procedimento:
a) No caso dos contatos de pacientes bacilíferos não comparecerem à unidade de saúde para exame, a visitar domiciliar deve ser
descartada.
b) A indicação da prova Tuberculínica (PPD RT23), como método de diagnóstico, deve ser realizada em todos os indivíduos vacinados
com o BGC ou com suspeita de HIV.
c) A busca ativa de sintomático respiratório, isto é, de indivíduos com tosse por tempo igual ou superior a seis semanas, febre, perda
de peso e apetite, ou suspeito ao exame radiológico.
d) A baciloscopia direta do escarro deverá ser dada ênfase em pacientes que apresentam alterações pulmonares na radiografia de
tórax e nos contatos de tuberculose pulmonar bacilífero.
e) Frente a um caso suspeito de tuberculose pulmonar, deve-se, dentre outros, realizar a baciloscopia direta do escarro, no
momento da consulta e solicitação de nova amostra a ser colhida na próxima consulta.

43) Com base na Política Nacional de Atenção Básica/2012 (PNAB), é uma atribuição específica do Enfermeiro realizar
a) consulta de enfermagem, consultas clínicas, pequenos procedimentos cirúrgicos.
b) consulta de enfermagem e de diagnóstico com a finalidade de obter o perfil epidemiológico para a programação em saúde bucal.
c) supervisão técnica em saúde bucal (TSB) e indicação da necessidade de internação hospitalar ou domiciliar.
d) consulta de Enfermagem e remoção do biofilme, de acordo com a indicação técnica definida pelo cirurgião-dentista.
e) consulta de enfermagem e atividades programadas e de atenção à demanda espontânea.

44) Segundo a Lei 8.080/90, em seu Artigo 24º, a participação complementar da iniciativa privada ocorrerá
a) com a participação direta ou indireta de empresas ou de capitais estrangeiros na assistência à saúde e de entidades de
cooperação técnica.
b) com permissão e destinação de subvenções e auxílios às instituições prestadoras de serviços de saúde com finalidade lucrativa.
c) na formulação de políticas centralizadas e formação de recursos humanos em níveis de complexidade decrescente.
d) na formulação de políticas e na execução de ações de saneamento básico e a ordenação da formação de recursos humanos na
área de saúde.
e) quando as disponibilidades do Sistema Único de Saúde (SUS) forem insuficientes para garantir a cobertura assistencial à
população de uma determinada área.

45) A Rede Cegonha é uma estratégia do Ministério da Saúde, operacionalizada pelo SUS, fundamentada nos princípios da
humanização e da assistência. O projeto começou a ser organizado no Estado do Rio de Janeiro, em agosto de 2011, sendo
composta por quatro componentes – Pré-natal, Parto e nascimento, puerpério e Atenção Integral à Saúde da Criança e Sistema
logístico (transporte sanitário e regulação) –.
O indicador abaixo apresenta a porcentagem de Atenção Primária com Pré-Natal do Município do Rio de Janeiro/ 2011.

Fonte: SUBPAV/ Rio de Janeiro.


Com base nos indicadores, pode-se afirmar que os dados demonstram
a) o pouco se investimento na Atenção Primária no aprofundamento das discussões sobre as linhas de cuidado materno-infantil.
b) a ampliação de Atenção Primária com o Pré-Natal, a previsão de uma baixa adesão e baixo diagnóstico.
c) a ampliação do atendimento Pré- Natal na Atenção Primária, espera-se a criação de barreiras ao acesso, ao acolhimento e ao
aumento da mortalidade materna e neonatal.
d) a redução na ampliação do atendimento Pré- Natal na Atenção Primária, o que pode acarretar numa rede de cuidados
centralizada no atendimento hospitalar.
e) o aumento da Assistência Pré-Natal na Atenção Primária, o que permite visualizar a ampliação do acesso, do acolhimento e da
melhoria da qualidade do pré-natal.

46) A Política Nacional de Humanização (PNH), lançada em 2003, busca colocar em prática os princípios do SUS no cotidiano dos
serviços de saúde. O HumanizaSUS aposta em inovações em saúde, como por exemplo,
a) proposta de um trabalho centralizado para um SUS mais ágil com ênfase na resolutividade exclusiva pela esfera Federal.
b) compromisso com a articulação dos processos de formação, com os serviços e as práticas de saúde.
c) fomento da autonomia do profissional de saúde sobre os sujeitos.
d) defesa de um SUS que oferece distinção nas intervenções à saúde quanto à etnia e à orientação sexual.
e) luta por um SUS com diferença entre as classes sociais em relação aos seus serviços e com a saúde.

47) A discinesia tardia se caracteriza por movimentos bruscos da língua, movimentos laterais mastigatórios da mandíbula, contração
dos lábios, trejeitos faciais, movimentos dos dedos e fechamentos das mãos. Estes sintomas são característicos do efeito adverso do
seguinte grupo de medicamentos:
a) Antidepressivos
b) Ansiolíticos
c) Hipnóticos
d) Anticonvulsivantes
e) Antipsicóticos

48) A esquizofrenia é considerada a mais devastadora dentre os transtornos mentais, pois se inicia cedo na vida da pessoa e gera
prejuízo na vida familiar e social. Esta patologia possui sintomas positivos e negativos. Dentre os sintomas positivos, podem ser
citados
a) Acatisia, abulia e comportamentos bizarros
b) Delírios, alucinações e embotamento afetivo
c) Agitação psicomotora, apatia e logorreia
d) Alucinações, delírios e comportamentos bizarros
e) Abulia, isolamento social e embotamento afetivo

49) A abstinência alcoólica é uma síndrome consecutiva à cessação ou redução da ingestão prolongada e pesada de álcool. Espera-se
que ocorram os primeiros sintomas de abstinência do álcool
a) Dois a três dias após a última ingestão de álcool.
b) Algumas horas após a última ingestão de álcool.
c) Quatro a cinco dias após à última ingestão de álcool.
d) Seis a sete dias após a última ingestão de álcool.
e) Um mês após a última ingestão de álcool.

50) A ansiedade, um problema que atinge um número cada vez maior de pessoas em razão da rapidez em que mudanças estão
ocorrendo e a perda de valores familiares, pode ser definida como
a) um mecanismo de defesa do ego.
b) um sintoma característico dos clientes portadores de transtorno de humor.
c) um funcionamento apropriado do ego que se adapta adequadamente às pressões externas e internas.
d) uma sensação desagradável e de apreensão, acompanhada por uma ou mais sensações corporais, como taquicardia e sudorese.
e) uma sensação de pânico, sempre relacionada a algum fato ou situação real que poderá levar o indivíduo à morte.
1 C 14 D 27 D 40 C
2 A 15 B 28 B 41 A
3 C 16 A 29 E 42 D
4 E 17 B 30 A 43 E
5 E 18 E 31 B 44 E
6 A 19 B 32 A 45 E
7 D 20 NULO 33 D 46 B
8 B 21 C 34 C 47 E
9 C 22 B 35 D 48 D
10 A 23 E 36 C 49 B
11 B 24 D 37 E 50 D
12 D 25 B 38 C
13 C 26 C 39 B

1) Entre as propostas aprovadas na 14ª Conferência Nacional de Saúde de 2012, encontram-se:


I) Implementar piso salarial nacional para o Sistema Único de Saúde, definido para cada categoria profissional e nível de formação,
que seja reajustado anualmente.
II) Determinar que todos os cursos de formação de profissionais de saúde tenham incluídos em suas disciplinas ou módulos temas
sobre o Sistema Único de Saúde.
III) Implementar as capacitações para as áreas de urgência, emergência e hospitalar a partir das necessidades das diferentes
categorias de trabalhadores e dos serviços disponíveis e necessários.
IV) Implantar de forma plena a Política de Humanização do SUS, executando-a na interface com outras políticas e o Pacto pela
Saúde.
É(são) VERDADEIRA(S) a(s) proposta(s)
a) I, apenas.
b) I e III, apenas.
c) III e IV, apenas.
d) I, II e III, apenas.
e) I, II, III, IV.

2) A Constituição brasileira estabelece que a saúde é a) facultativo aos mais necessitados.


b) de competência da rede privada.
c) um direito das crianças e dos idosos.
d) responsabilidade de todos os cidadãos.
e) direito de todos e dever do Estado.

3) O órgão que atua na formulação de estratégias e no controle da execução da política de saúde na instância correspondente,
inclusive nos aspectos econômicos e financeiros é conhecido como
a) Conselho Nacional de Saúde do Trabalhador.
b) Conferência Paritária.
c) Ministério da Saúde.
d) Conselho de Saúde.
e) Associação de Classe.
4) Todos os cidadãos têm direito ao acesso aos serviços de saúde, em todos os níveis de assistência, independente de cor, raça,
religião, local de moradia, situação de emprego ou renda. Esta afirmativa baseia-se no princípio da
a) integralidade.
b) universalidade.
c) equidade.
d) igualdade.
e) fraternidade.

5) A Conferência de Saúde reúne-se a cada quatro anos com a representação dos vários segmentos sociais com o objetivo de:
a) estimular as atividades de ensino e de pesquisa.
b) definir as responsabilidades entre as três esferas de governo.
c) avaliar a situação de saúde e propor as diretrizes para a formulação da política de saúde nos níveis correspondentes.
d) promover a distribuição adequada de bens e serviços sociais entre os diferentes grupos sociais.
e) promover a aproximação entre as sociedades científicas e as entidades de classe.

6) A enfermeira, ao realizar o exame físico em um paciente com diagnóstico de Insuficiência cardíaca direita, deve atentar para
manifestações clínicas sistêmicas como
a) edema de membros inferiores, hepatomegalia, ascite.
b) edema de membros superiores, Esplenomegalia, panturrilhas empastadas.
c) ascite, tórax em tonel, bexigoma.
d) cianose de extremidades, dispnéia, disfagia.
e) dispnéia, esplenomegalia, cianose.

7) A enfermeira no pós-operatório de um paciente que está com as alças intestinais em protusão deverá realizar o seguinte cuidado
de enfermagem:
a) Fazer um curativo compressivo.
b) Aplicar creme emoliente aquecido.
c) Realizar limpeza da região com água e sabão.
d) Cobrir as alças com curativo estéril umedecido em soro fisiológico.
e) Aplicar curativos à base de carvão ativado.

8) São complicações da terapia de substituição renal continua


a) Hiperglicemia e hipertensão.
b) Hipertensão e hipertermia.
c) Hipotensão e hipertermia.
d) Hiperglicemia e hipotermia.
e) Hipoglicemia e hipotensão.

9) Quanto aos parâmetros hemodinâmicos obtidos por meio do cateter de artéria pulmonar (Swan-Ganz), observa-se que
a) um índice cardíaco (IC) de 3 l/min/m2 significa choque cardiogênico.
b) a redução da pós-carga diminui a resistência vascular sistêmica (RVS).
c) a pressão arterial pulmonar (PAP) diminui devido à insuficiência ventricular esquerda.
d) o débito cardíaco (DC) aumenta diante do aumento da resistência vascular pulmonar (RVP).
e) a pressão de cunha da artéria pulmonar (PCAP) deve ser medida ao final da inspiração.

10) O sangramento é uma importante complicação da cirurgia renal. Quando não é percebido de imediato, além do choque
hipovolêmico, o paciente pode evoluir para
a) Pneumonia.
b) Atelectasia.
c) Infarto Agudo do Miocárdio.
d) Equilíbrio hídrico positivo.
e) Trombose Venosa Profunda.

11) No tratamento da Pressão Intracraniana Aumentada, a cirurgia é indicada para


a) prevenir convulsões pós-traumáticas.
b) evitar a depressão respiratória.
c) manter o equilíbrio eletrolítico.
d) assegurar as trocas metabólicas teciduais.
e) remoção de coágulos sanguíneos.

12) A finalidade da sonda de descompressão nasoentérica, após uma cirurgia abdominal, é


a) prevenir hipersensibilidade de rebote.
b) manter equilíbrio hídrico.
c) prevenir distensão abdominal.
d) controlar sangramento.
e) prevenir ascite.

13) Conforme decreto Nº 7.508, de 28 de junho de 2011, para ser instituída, a Região de Saúde deve conter, no mínimo, as seguintes
ações e os seguintes serviços:
a) Atenção primária; educação permanente aos gestores; determinação dos limites geográficos.
b) Atenção ambulatorial especializada e hospitalar; população delimitada; critérios de acessibilidade.
c) Atenção primária; população delimitada; determinação dos limites geográficos.
d) Atenção primária; urgência e emergência; atenção psicossocial.
e) Atenção psicossocial; urgência e emergência; critérios de acessibilidade.

14) A Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (RENAME), contida no Decreto nº 7.508, de 28 de junho de 2011, compreende a
seleção e a padronização de medicamentos indicados para atendimento de doenças ou de agravos no âmbito do SUS. Para isso, foi
firmado que o Ministério da Saúde deverá consolidar e publicar as atualizações da RENAME, do respectivo Formulário Terapêutico
Nacional (FTN) e dos Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas, no seguinte período:
a) a cada quatro anos, o Ministério da Saúde consolidará e publicará as atualizações da RENAME, do respectivo FTN e dos Protocolos
Clínicos e Diretrizes Terapêuticas.
b) a cada três anos, o Ministério da Saúde consolidará e publicará as atualizações da RENAME, do respectivo FTN e dos Protocolos
Clínicos e Diretrizes Terapêuticas.
c) a cada dois anos, o Ministério da Saúde consolidará e publicará as atualizações da RENAME, do respectivo FTN e dos Protocolos
Clínicos e Diretrizes Terapêuticas.
d) anualmente, o Ministério da Saúde consolidará e publicará as atualizações da RENAME, do respectivo FTN e dos Protocolos
Clínicos e Diretrizes Terapêuticas.
e) semestralmente, o Ministério da Saúde consolidará e publicará as atualizações da RENAME, do respectivo FTN e dos Protocolos
Clínicos e Diretrizes Terapêuticas.

15) A Lei n. 8.080, de 19 de setembro de 1990 dispõe sobre as condições para promoção, proteção e recuperação da saúde,
organização e funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras providências. As atribuições comuns da União, dos Estados,
do Distrito Federal e dos Municípios, em seu âmbito administrativo, são
a) Determinação de comissões intersetoriais de âmbito nacional subordinadas ao poder legislativo como representativas da
sociedade civil.
b) Promoção à centralização dos serviços básicos de saúde por meio de política de integração, em cada esfera de sua atuação.
c) Fortalecimento de consórcios administrativos em conjunto com as ações e os serviços de saúde que lhes correspondam em cada
esfera organizativa.
d) Priorização da participação direta e indireta de empresas ou de capitais estrangeiros na assistência à saúde
e) Administração de recursos orçamentários e financeiros destinados, em cada ano, à saúde.

16) A Lei N° 8.142, de 28 de dezembro de 1990 dispõe sobre a participação da comunidade na gestão do Sistema Único de Saúde
(SUS) e sobre as transferências intergovernamentais de recursos financeiros na área da saúde e dá outras providências.
É CORRETO afirmar que a alocação dos recursos do Fundo Nacional de Saúde (FNS) baseia-se
a) Na cobertura das ações e dos serviços de saúde a serem implementados pelos Municípios, Estados e Distrito Federal.
b) Na apuração dos recursos mínimos estabelecidos, considerando prioritariamente as despesas com ações e serviços públicos
hospitalares.
c) No orçamento do ente, em consonância com o respectivo Plano de Saúde, aprovados exclusivamente pelos gestores locais.
d) Na cobertura assistencial de âmbito hospitalar programada pelos Municípios, Estados e Distrito Federal.
e) Nas despesas de custeio e de capital do setor privado, seus órgãos e entidades, na administração direta e indireta.

17) O Pacto pela Vida é o compromisso entre os gestores do SUS em torno de prioridades que apresentam impacto sobre a situação
de saúde da população brasileira. Os estados/região/município devem pactuar as ações necessárias para o alcance das metas e dos
objetivos propostos. Dentre as prioridades, destaca-se a Saúde do Idoso. Uma diretriz pactuada na Saúde do Idoso é
a) implementar o Plano de Contingência para atenção às pessoas idosas, elaborado e implantado nos municípios prioritários, em
2006.
b) realizar acolhimento preferencial em unidades de saúde, respeitado o critério de risco.
c) fortalecer a Política Nacional de Saúde da Pessoa Idosa exclusivo à profissionais de saúde e aos gestores do SUS.
d) dar enfase na promoção de cooperação internacional das experiências na atenção à saúde da pessoa idosa.
e) atingir o patamar de redução de riscos às DCNT à pessoa idosa por 10.000 habitantes em todos os municípios prioritários.

18) A Humanização visa a aumentar o grau de co-responsabilidade dos diferentes atores que constituem a rede SUS, na produção da
saúde, implicando em mudanças na cultura da atenção dos usuários e da gestão dos processos de trabalho. A Rede de Humanização
em Saúde é uma rede de construção permanente e solidária de laços de cidadania. Um princípio norteador da Política de
Humanização é
a) a gestão plena com co-participação dos profissionais de saúde e usuários.
b) a atuação centralizada, de modo cooperativo e solidário, em conformidade com as diretrizes do SUS.
c) a priorização das tecnologias duras na construção de autonomia e de protagonismo de sujeitos e coletivos.
d) a valorização da dimensão material em detrimento da subjetiva e social em todas as práticas de atenção e gestão.
e) o estímulo a processos comprometidos com a produção de saúde e com a produção de sujeitos.

19) Para correção de um quadro de hipoglicemia foi prescrito, 250 ml de solução glicosada a 25%. Tem-se na enfermaria frasco de
glicose 500 ml a 5% e ampolas de glicose 10 ml a 50%. Para atender à referida prescrição, a quantidade necessária, em ml, de cada
solução é, respectivamente,
a) 200 ml a 5% e 50 ml a 50%
b) 125 ml a 5% e 125 ml a 50%
c) 194,5 ml a 5% e 55,5 ml a 50%
d) 138 ml a 5% e 112 ml a 50%
e) 100 ml a 5% e 150 ml a 50%

20) O Relatório Final da 14ª Conferência Nacional de Saúde foi construído com base nas 343 propostas votadas e aprovadas nos
Grupos de Trabalho e na Plenária Final. Diretrizes e propostas debatidas durante a conferência resultaram em sugestões de
importantes mudanças no padrão de funcionamento do Sistema Único de Saúde. As propostas aprovadas na 14ª Conferência
Nacional de Saúde estão elencadas em
a) Fazer cumprir a Lei de Seguridade Social, valorizando os direitos constituídos, articular, intensificar e fortalecer as parcerias entre
a Previdência Social, a Saúde e a Assistência Social.
b) Garantir que o SUS se mantenha como Política de Saúde Pública, fortalecendo a participação do setor privado na gestão das
Instituições e de todos os seus serviços próprios.
c) Extinguir os Conselhos de Seguridade Social nas esferas municipal e estadual/DF, fortalecendo sua ação na esfera federal na
definição de estratégias e de responsabilidades.
d) Fortalecer a vinculação das Receitas da União (DRU), principalmente, quando incide sobre o orçamento da Saúde e de outras
políticas públicas.
e) Ampliar os canais de participação social na Política de Seguridade Social, e qualificá-los através de debates periódicos de políticas
públicas centralizadas no poder legislativo.

21) Nifedipina e diltiazem são utilizados no tratamento de algumas doenças cardíacas porque são exemplos de medicamentos do
tipo
a) analgésicos.
b) sedativos.
c) vasoconstrictores.
d) bloqueadores dos canais de cálcio.
e) diuréticos.

22) Foram prescritos 2000ml solução fisiológica a 0,9% a serem infundidos em 24hs. Para que a prescrição seja atendida, a
enfermeira deverá ajustar a velocidade de infusão em
a) 66ml/h.
b) 33ml/h.
c) 84ml/h.
d) 28ml/h.
e) 50ml/h.
23) Relacione a coluna 1 à 2.
Coluna 1 Coluna 2 ( ) Diurético de Alça
( 1 ) Heparina ( ) Diurético Tiazídico
( 2 ) Amilorida ( ) Beta-bloqueador
( 3 ) Aminofilina ( ) Broncodilatador
( 4 ) Atenolol ( ) Diurético poupador de Potássio
( 5 ) Hidroclorotiazida ( ) Anticoagulante
( 6 ) Furosemida
A sequência CORRETA é
a) 6-5-4-3-2-1
b) 2-3-4-5-1-6
c) 1-2-3-4-5-6
d) 3-5-1-2-4-6
e) 6-4-2-5-3-1

24) Diante de uma convulsão, o tratamento prioritário inicial ao cliente deve focar em
a) proteção de vias aéreas.
b) mudança de decúbito.
c) punção de acesso venoso.
d) elevação de cabeceira.
e) administração de hidratação.

25) Foram prescritos a um paciente em pós-operatório tardio de apendicectomia 400mg de Keflin ®. Dispõe-se na enfermaria de
frascos de Keflin® com 1gr e o mesmo foi diluído em 5ml. Dessa forma, para atender a esta prescrição, a enfermeira deverá aspirar
da solução
a) 1ml
b) 2ml
c) 3ml
d) 4ml
e) 5ml

26) O peptídeo natriurético cerebral (BNP) tem sido utilizado no diagnóstico médico de insuficiência cardíaca, podendo inferir
também no prognóstico. Essa possibilidade ocorre porque
a) a insuficiência do coração anula a disponibilização plasmática de BNP no cérebro.
b) diante da insuficiência cardíaca, o cérebro torna-se a principal fonte circulante de BNP.
c) a liberação plasmática sanguínea de BNP ocorre devido à hipotensão.
d) o nível de BNP diminui proporcionalmente quanto mais grave for a insuficiência cardíaca.
e) o BNP é liberado no plasma sanguíneo em resposta à expansão volumétrica dos ventrículos.
27) A sepse constitui entidade clínica que, diante da demora no diagnóstico e no tratamento, pode evoluir para a sepse grave, que é
definida por
a) ausência de resposta sistêmica do hospedeiro.
b) disfunção orgânica associada à sepse.
c) frequência cardíaca < 90 batimentos/min.
d) hipotensão refratária à reposição volêmica.
e) sepse ocorrida nas primeiras 48 horas.

28) Na gasometria arterial, além da avaliação do equilibro acidobasico e hidroeletrolítico, avalia-se, também, a presença de ânion
gap ou diferença iônica, por meio de fórmula que utiliza os seguintes elementos:
a) Na+, Ca++ e K+.
b) Ca++, Cl- e HCO3-.
c) Na+, K+ e HCO3-.
d) Na+ , Cl- e HCO3-.
e) pH, Na+ e K+.

29) As alterações eletrocardiográficas referentes ao infarto agudo do miocárdio de parede inferior serão visualizadas ao avaliarem as
seguintes derivações:
a) II, III e aVF.
b) I, II e V1.
c) V1, V2 e V3.
d) I, aVL, V5 e V6.
e) III, V1 e aVR.

30) Na Taxonomia NANDA (NANDA International - North American Nursing Diagnosis Association), o diagnóstico de Enfermagem
Déficit no autocuidado para se vestir pertence ao domínio
a) papéis e relacionamentos.
b) percepção cognição.
c) autocuidado.
d) controle da saúde.
e) atividade repouso.

31) Na Taxonomia NANDA (NANDA International - North American Nursing Diagnosis Association) os componentes estruturais dos
diagnósticos de enfermagem reais são, além do Enunciado diagnóstico, os seguintes:
a) tempo e evidencia semiológica.
b) localização e situação do diagnóstico.
c) fator de risco e características definidoras.
d) fator relacionado e características definidoras.
e) fator relacionado e sujeito do diagnóstico.

32) O cliente, na fase oligúrica da insuficiência renal, encontra-se em risco elevado de desenvolver
a) Hipocalcemia. b) Hipofosfatemia. c) Hipernatremia. d) Hipercalemia. e) Hipocalemia.
33) O cliente que apresenta afasia expressiva tem a seguinte região cerebral envolvida:
a) lobo temporal.
b) lobo frontal.
c) lobo parietal.
d) lobo occipital.
e) mesencéfalo.

34) Os angiomas em aranha são comumente encontrados nos clientes com cirrose hepática. Este sinal resulta de
a) shunt peritoniovenoso.
b) diminuição da albumina plasmática.
c) desequilíbrio entre estrogênio e androgênio.
d) fase ictérica da cirrose.
e) uso abusivo do álcool.

35) Na suspeita de inflamação peritoneal, o sinal que avalia a presença de dor, a descompressão abdominal, recebe o nome de
a) Sinal de Piparote.
b) Sinal do Rechaço.
c) Sinal de Tinel.
d) Sinal de Blumberg.
e) Sinal de Phalen.

36) A promoção de estratégias e de ações de redução de danos, voltadas para a saúde pública e para os direitos humanos, deve ser
realizada de forma articulada inter e intra-setorial. As estratégias de redução de danos, (Brasil, 2008), visam a
a) incluir a redução de danos na abordagem da promoção da saúde e prevenção, no ensino formal (fundamental, médio e superior).
b) implementar políticas que garantam as penas restritivas de liberdade para os usuários de drogas ilícitas.
c) assegurar que o seu acesso esteja disponível, apenas, para os jovens maiores de 18 anos.
d) garantir a abstinência total para os dependentes de álcool e para os usuários de drogas ilícitas.
e) promover a divulgação, a elaboração de material educativo e a sensibilização com a sociedade sobre a eliminação do uso e sobre
o abuso do álcool e de outras drogas.

37) O início do ro e o de Refor a q átr a o Bra l é o te orâ eo da e lo o do “ o e to a tár o” o anos 70, em


favor da mudança dos modelos de atenção e de gestão nas práticas de saúde. Com relação a este processo, a definição mais
adequada é a seguinte: (Ministério da Saúde, 2005)
a) O processo da Reforma Psiquiátrica ainda é carente de instrumentos de gestão que permitem as reduções e fechamentos de
leitos de hospitais psiquiátricos de forma gradual, pactuada e planejada.
b) O processo da Reforma Psiquiátrica é caracterizado por ações dos governos federal, estadual, municipal e dos movimentos
sociais, para efetivar a construção da transição de um modelo de assistência centrado no hospital psiquiátrico, para um modelo de
atenção comunitário.
c) O processo da Reforma Psiquiátrica conta com os Serviços Residenciais Terapêuticos, casas localizadas dentro ou fora dos espaços
hospitalares, constituídas para responder às necessidades de moradia de pessoas portadoras de transtornos mentais graves,
egressas de hospitais psiquiátricos ou não.
d) O processo da Reforma Psiquiátrica aprofundou suas estratégias através do Programa Anual de Reestruturação da Assistência
Hospitalar no SUS (PRH), cuja principal estratégia é promover a redução progressiva e pactuada de leitos a partir dos micro-hospitais
(menos de 240 leitos) para os hospitais de grande porte (com 240 a 600 leitos) psiquiátricos.
e) O processo da Reforma Psiquiátrica de desinstitucionalização se restringe a retirar os pacientes psiquiátricos dos hospitais.

38) Por meio de esforços e de investimentos intersetoriais, a legislação em saúde mental passa a garantir uma nova fronteira no
SUS. Tendo por base as Leis Federais, Decretos e Portarias em Saúde Mental, é CORRETO afirmar que (Brasil, 2010)
a) O Programa de Volta para Casa está disponível para os pacientes egressos de longas internações psiquiátricas, exceto em
hospitais de custódia e no interior do sistema penal. (PORTARIA No 595/GM Em 8 DE ABRIL DE 2004)
b) Considerando a urgência de diminuir os índices da infecção dos vírus HIV e Hepatites B e C entre usuários de drogas injetáveis, se
define a disponibilização de insumos (seringas, agulhas e cachimbos) de proteção à saúde e de prevenção ao HIV/Aids e Hepatites.
(PORTARIA No 1.059/GM DE 4 DE JULHO DE 2005)
c) Considerando as interfaces das políticas públicas, como ação social, direitos humanos, justiça, educação, cultura e outras institui-
se a política de atenção em saúde mental a crianças e a adolescentes. (PORTARIA No 1608/GM Em 3 DE AGOSTO DE 2004)
d) Considerando a expansão e a eficácia da rede de serviços de atenção em saúde mental, constituída por Centros de Atenção
Psicossocial (CAPS), define que o sistema de avaliação e de monitoramento da rede de saúde mental não será extensivo a estes
serviços. (PORTARIA No 678/GM DE 30 DE MARÇO DE 2006)
e) Quem adquirir, guardar, tiver em depósito, portar ou trouxer consigo, para consumo pessoal, drogas sem autorização ou em
desacordo com determinação legal ou regulamentar será submetido à pena restritiva de liberdade. (LEI No 11.343, DE 23 DE
AGOSTO DE 2006)

39) Os indivíduos que apresentam uma crise têm necessidade urgente de assistência. Na intervenção em crise o enfermeiro que
conduz a intervenção passa a fazer parte da situação de vida do indivíduo. Em relação à intervenção de enfermagem para uma
pessoa com diagnostico de ansiedade, de pânico relacionada à ameaça percebida à integridade biológica, é CORRETA a seguinte
conduta: (Townsend, 2011)
a) Estabelecer um horário estruturado para as necessidades excretoras.
b) Usar uma comunicação concreta para mostrar ao cliente o que se espera dele.
c) Permanecer com o cliente e fazer asseverações de segurança e de tranquilidade.
d) Prever a satisfazer a necessidade do cliente até que o padrão de comunicação retorne.
e) Com os membros da família, praticar respostas a comportamentos e a padrões de comportamento bizarros.

40) J l a a e tá o ho tal há 3 e a a . Ela te ado d aze a ara “a al ar o er o ” o últimos 15 anos. Ela foi internada
por seu psiquiatra para retirada segura da droga. Ela já passou pelos sintomas físicos de abstinência nesta ocasião, mas diz para a
e fer e ra: “N o e o q e o fazer e o d aze a q a do for ara a a já e to o e ando a ficar nervosa. Tenho muitos
roble a .” A re o ta a a ro r ada da e fer e ra ara a a e te J l a a é (Townsend, 2011)
a “De hoje e d a te o e e a o e ar e al a a e ra de l dar o e e roble a – coisas que você pode fazer para
d r a a edade e re orrer à dro a .”
b “ o a ter q e e a al ar. Todo do te roble a e e todo a dro a ara l dar o ele .”
“N o q ero falar obre to a ora. eja q e d a l do de ol. E tá l do lá fora. a o dar a olta.”
d “ o abe q e te q e arar de ar. o e tá de tr do a da”
e “ or q e o a ha q e te q e to ar dro a ara l dar o o e roble a?”

41) A lesão renal no período pós-operatório da cirurgia cardíaca caracteriza-se por diminuição abrupta das funções renais.Essa
complicação pode ser resultante de
a) tempo de circulação extracorpórea acelerado.
b) disfunção ventricular direita.
c) hipertensão durante a cirurgia.
d) múltiplas transfusões de sangue.
e) uso de agentes vasopressores.

42) A diminuição do Débito Cardíaco é sempre uma ameaça ao paciente que se submeteu à cirurgia cardíaca. Essa alteração pode
ser causada por
a) alterações na frequência cardíaca.
b) pressão venosa central diminuída.
c) temperatura corporal elevada.
d) hipervolemia do ventrículo direito.
e) hiperglicemia.

43) Entre os procedimentos que podem evitar os sintomas da Síndrome do Esvaziamento Rápido relacionado com a alimentação por
sonda inclui-se
a) manter o paciente na posição semi-Fowler, 1 hora antes da dieta.
b) instilar 30ml de água pela sonda antes e após a dieta.
c) administrar os alimentos levemente aquecidos.
d) aumentar a velocidade da instilação da dieta.
e) administrar a alimentação por gotejamento contínuo.

44) Entre as complicações no pós-operatório, os pacientes que se submetem à cirurgia gástrica possuem risco potencialmente
aumentado para
a) hemorragias.
b) retenção gástrica.
c) desidratação.
d) neutropenia.
e) peritonite.

45) Entre os fatores de risco para Atelectasia e Pneumonia relacionadas à cirurgia torácica inclui-se
a) alergias.
b) refluxo gástrico.
c) histórico de hemorragias.
d) doença pulmonar preexistente.
e) utilização de broncodilatadores.

46) Na administração dos serviços de Enfermagem, a utilização dos manuais orientam os profissionais como proceder nas mais
diversas situações. Segundo Kurgant (1991), o conjunto de regras ou instruções para fixar procedimentos, métodos, organização que
são utilizados no desenvolvimento das atividades, e podem ser traduzidos como as leis ou guias que definem as ações de
E fer a e q a to ao “q e” e “ o o” faz -las, é denominado
a) Procedimento.
b) Norma.
c) Regulamento.
d) Regimento.
e) Rotina.

47) De acordo com Kurgant (1991), são etapas para o desenvolvimento da função de Supervisão de Enfermagem
a) Planejamento, Organização e Avaliação.
b) Planejamento, Organização e Dimensionamento.
c) Planejamento, Execução e Avaliação.
d) Planejamento, Execução e Organização
e) Avaliação, Planejamento e Organização.

48) Kurgant (2005) afirma que os estabelecimentos de saúde podem ser avaliados de várias maneiras para cumprir as exigências
legais, as condições de classificação, segundo determinado critério, ou as condições de qualidade. A acreditação se trata de uma
categoria de avaliação no sistema brasileiro que consiste em:
a) avaliação executada pela autoridade sanitária jurisdicional, pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária ou por entidade delegada
para esse propósito.
b) classificação das unidades ambulatoriais ou de internação, de acordo com critérios determinados como grau de complexidade, de
prevenção de riscos, de especialidades médicas e de outros serviços.
c) procedimento de avaliação dos recursos institucionais, períodico e reservado para o reconhecimento da existência de padrões
previamente definidos na estrutura, no processo e no resultado.
d) método de monitoração como reuniões anátomo-patológicas, discussões de casos clínicos ou revisão de prontuários.
e) método de monitoração que considera critérios explícitos e aceitáveis de desempenho que são comparados com a atenção
oferecida na rede de serviços.

49) Nas organizações, os significados atribuídos à liderança, aos líderes e ao grupo refletem a filosofia da instituição, a política de
pessoal adotada e as propostas de trabalho desenvolvidas. A liderança que busca o desenvolvimento das habilidades e capacidades
de seus membros, a qualidade de desempenho e a interação dos indivíduos do grupo denomina-se
a) Pragmática.
b) Democrática.
c) Laissez-faire.
d) Autocrática.
e) Simbólica.

50) De acordo com Kurgant (1991), é a estrutura que se apresenta graficamente em forma de pirâmide, possui linhas formais de
comunicação e caracteriza-se pela centralização das decisões no topo da hierarquia, denominada:
a) Matricial.
b) Funcional.
c) Linha Staff.
d) Circular.
e) Linear.

Gabarito Preliminar
1 E 12 C 23 A 34 C 45 D
2 E 13 D 24 A 35 D 46 B
3 D 14 C 25 B 36 A 47 C
4 B 15 E 26 E 37 B 48 C
5 C 16 A 27 B 38 B 49 B
6 A 17 B 28 D 39 C 50 E
7 D 18 E 29 A 40 A
8 D 19 D 30 E 41 E
9 B 20 A 31 D 42 A
10 C 21 D 32 D 43 E
11 E 22 C 33 B 44 A

1) A Norma Operacional da Assistência à Saúde (NOAS-SUS 4) Segundo o Pacto de Gestão (2006), a regionalização
01/02), baseada nos objetivos de definição de prioridades de apresenta-se como
intervenção com as necessidades de saúde da população e a a) meta e estratégia gerencial.
garantia de acesso dos cidadãos a todos os níveis da atenção b) princípio e base protocolar.
determina como instrumento de ordenação da regionalização c) objetivo e linha de operacionalização.
da assistência em cada estado e no Distrito Federal. Este d) diretriz e eixo estruturante.
instrumento é conhecido como e) fundamento organizacional e financeiro.
a) PMS – Política Municipal de Saúde.
b) PDI – Programa Diretor de Investimento. 5) Segundo a regulamentação da Lei 8080/1990, pelo Decreto
c) PPA – Programação Pactuada e Ampliada. 7508/2011, o acesso universal e igualitário às ações e aos
d) PDR – Plano Diretor de Regionalização. serviços de saúde será ordenado
e) PES – Planejamento Estratégico Situacional. a) pelos Conselhos municipais de saúde.
b) pela Atenção primária.
2) No âmbito do Sistema Único de Saúde, o entendimento de c) pelas Comissões intergestoras de saúde.
que um conjunto de ações e serviços ambulatoriais e d) pelos Centros de regulação de vagas para internação.
hospitalares que visam a atender os principais problemas de e) pelas Unidades de pronto atendimento.
saúde da população, cuja prática clínica demande a
disponibilidade de profissionais especializados e a atualização
6) Considerando a Norma Operacional do SUS-01/1996.
de recursos tecnológicos de apoio diagnóstico e terapêutico,
Constitui-se um fórum de negociação e de integração entre
que não justifique a sua oferta em todos os municípios do
país, enquadra-se na definição da Atenção de os responsáveis dos sistemas municipais e o estadual de
saúde
a) Primária de saúde.
a) as Conferências estaduais de saúde.
b) Alta complexidade.
b) o Conselho municipal de saúde.
c) Média complexidade.
c) a Comissão intergestora bipartite.
d) Terciária em saúde.
d) o Conselho estadual de saúde.
e) Urgência e emergência.
e) a Comissão intergestora tripartite.
3) Em 2006, decorrente da análise da situação de saúde no
7) Pelo Decreto nº 7.508/11, o acordo de colaboração
Brasil, o Pacto pela Vida destacou com uma das prioridades
sanitárias firmado entre entes federativos com a finalidade de organizar
e de integrar as ações e os serviços de saúde na rede
a) a redistribuição de profissionais de saúde nas regiões norte
regionalizada e hierarquizada, com definição de
e nordeste do país.
responsabilidade, indicadores e metas, denomina-se
b) a conjugação das vacinas Sabin e anti-sarampo para
a) Contrato Organizativo da Ação Pública de Saúde.
crianças menores de um ano.
b) Programação Pactuada e Integrada.
c) a expansão da Estratégia de Saúde da Família para as
regiões urbanas. c) Regulamento da Agência Nacional de Saúde.
d) Contrato de Rede da Atenção à Saúde.
d) a interiorização das Unidades de Urgência e Emergência no
país. e) Convênio Distrital de Saúde.
e) o controle do câncer de colo de útero e de mama.
8) No Sistema Único de Saúde, a partir de 2011, há e fer e ro la to ta da e fer ar a: “Sr. Jo o 78 a o
documento que estabelece critérios para o diagnóstico da está internado em nossa enfermaria em pós-operatório de
doença ou do agravo, tratamento preconizado, uma laparotomia exploradora. Desde essa madrugada
medicamentos, posologias, acompanhamento e verificação começou a se queixar de falta de ar, instalamos uma
dos resultados a serem seguidos. Este documento é macronebulização à 6L/mim, elevamos a cabeceira do leito,
conhecido como realizamos nebulização com broncodilatadores, porém só
a) Protocolo clínico e diretriz terapêutica. obtivemos resposta momentânea. O paciente precisou ser
b) Resolução conjunta nº 8.142/11 dos conselhos intubado, logo, em seguida, e o trouxemos rapidamente para
profissionais em saúde. a UT ”.
c) Portarias nº 399 e 699/GM do Conselho Nacional de Saúde. Ao chegar à UTI, a enfermeira coletou a gasometria que,
d) Relação Nacional de Ações e Serviços de Saúde – RENASES dentre os resultados obtidos, destacam-se os seguintes:
e mapa da saúde. pH: 7.28 PCO2: 50 mmHg PO2: 88 mmHg HCO3: 27 mRq/L BE:
e) Relatório da Gestão Plena de Sistema Municipal – GPSM. +2
A partir deste resultado, conclui-se que o cliente está
9) Em conformidade com o Decreto nº 7508/11, afirma-se desenvolvendo desequilíbrio acido-base do tipo
que atenção primária, de urgência e emergência, atenção a) Acidose Metabólica.
psicossocial e especiais de acesso aberto são b) Alcalose Respiratória.
a) o critério para habilitação ao modelo de gestão municipal. c) Acidose Respiratória.
b) a porta de entrada na rede. d) Alcalose Metabólica.
c) a base para o financiamento das ações e de serviços. e) Distúrbio misto.
d) os elementos essenciais do sistema suplementar de saúde.
e) o sistema local de saúde. 13) O tétano é uma doença infecciosa, não contagiosa,
usualmente de início agudo, resultante da contaminação pelo
10) Considerando os princípios do Sistema Único de Saúde, é bacilo Clostridium tetani. Caracteriza-se por espasmos
correto afirmar que dolorosos, rigidez muscular e disautonomia, causados pela
a) a universalidade garante o acesso a todas as pessoas que tetanospasmina, potente neurotoxina bacilar. Na avaliação
declarem não possuir plano de saúde. semiológica do tônus muscular, o enfermeiro deverá
b) a integralidade corresponde a uma concepção holística da considerar a consistência pela palpação, assim como avaliar a
assistência à saúde. passividade do segmento examinado, em busca de sinais
c) o direito à informação é concedido, apenas, aos sugestivos da ação desta neurotoxina. Os sinais de tetania
profissionais com a finalidade de planejarem as ações e os podem ser secundários ao tétano ou a determinados
serviços de saúde. distúrbios hidroeletrolíticos. Dentre os sinais mais comuns
d) a epidemiologia se caracteriza como um recurso para está o espasmo carpal, conhecido pelo Hipônimo sinal de
estabelecer prioridades, alocação de recursos e de orientação a) Chevosteck.
programática. b) Trosseau.
e) a equidade constituiu uma estratégia do setor de saúde c) Brudizinski.
para o empoderamento do Ministério da Saúde no que tange d) Irritação Meníngea.
à direção única do Sistema Único de Saúde. e) Blumberg.

11) O choque é uma condição que afeta todos os sistemas 14) O Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem
corporais sendo consequência de uma agressão ao corpo que reformulado e aprovado pela Resolução COFEN 311/2007, no
resulta em má perfusão tecidual. O cuidado de enfermagem capítulo II, que fala do sigilo profissional diz que é direito do
nestas situações requer uma avaliação sistemática contínua. enfermeiro
Sendo assim, para os indivíduos que apresentem quadro de a) manter segredo profissional referente ao menor de idade,
choque neurogênico, dos achados semiológicos abaixo, mesmo quando a revelação seja solicitada por pais ou
aquele que melhor caracteriza o quadro e permite a responsáveis, desde que o menor tenha capacidade de
diferenciação clínica dos demais tipos de choque é discernimento.
a) taquicardia. b) manter segredo sobre o fato sigiloso de que tenha
b) pele fria e úmida. conhecimento em razão de sua atividade profissional.
c) bradicardia. c) franquear o acesso a informações e documentos para
d) hipotensão. pessoas que não estão diretamente envolvidas na prestação
e) estresse. de assistência, exceto nos casos previstos na legislação
vigente ou por ordem judicial.
12) Um paciente é recebido na Unidade de Terapia Intensiva
do Hospital Gaffrée e Guinle com o seguinte relato do
d) abster-se de revelar informações confidenciais de que c) salicilatos são os medicamentos de escolha e possui
tenha conhecimento em razão de seu exercício profissional a período de incubação de 2 a 20 dias.
pessoas ou entidades que não estejam obrigadas ao sigilo. d) miocardite é uma de suas complicações e possui período
e) revelar um fato sigiloso quando necessária a prestação da de incubação de 3 a 25 dias.
assistência, em atividade profissional. e) o ser humano é o reservatório vertebrado e possui período
de incubação de 2 a 10 dias.
15) Em uma prescrição médica para um cliente internado na
enfermaria do HUGG, observa-se para a infusão: O caso a seguir serve de base para responder às questões de
19 a 21.
1) SF 0,9% - 2000ml em 24h Sr. João, 78 anos, aposentado, deu entrada na Emergência do
2) KCl 10% - 10ml na I e III etapas de SF 0,9% Ho tal M al traz do ela e o a. Ela relata: “Me
3) NaCl 20% - 10ml na II e IV etapas de SF 0,9% marido foi dormir muito bem. Hoje pela manhã tentou se
levantar e caiu da cama! Estava com o lado direito todo
Considerando que existem na unidade hospitalar equipos de paralisado e não conseguia falar comigo, além de ter
gotas, frascos de 500ml de SF 0,9%, ampolas de 10ml de KCl e tortado a bo a!”. Ao r e ro exa e o e fer e ro er f a
10% e ampolas de 10ml de NaCl 20%, o gotejamento correto que o paciente estava hipertenso (180x110mmHg), eupneico
para infundir a primeira etapa de infusão é, em gotas/mim, e com ritmo cardíaco regular. Desvio de comissura labial para
igual a esquerda, hemiplegia flácida braquiocrural à direita. Ao
a) 85. tentar se comunicar com o paciente, notou que ele estava
b) 100. atento às suas perguntas, embora não conseguisse respondê-
c) 153. las.
d) 225.
e) 255. 19) Aparentemente, o quadro descrito acima pode ser
definido como
a) Choque séptico.
16) Clientes que, por ventura, tenham uma parada cardíaca, b) Infarto agudo do miocárdio.
seja qual for o motivo, tem-se como escolha uma gama de c) Acidente vascular encefálico.
medicamentos. Dentre eles o bicarbonato de sódio que, d) Coma.
quando utilizado em doses excessivas, pode levar, e) Meningite.
primariamente, a alteração do tipo
a) aumento do débito urinário. 20) A justificativa mais provável para o fato do Sr. João
b) acidose respiratória. apresentar desvio de comissura labial para esquerda com
c) aumento da pressão arterial. hemiplegia flácida braquiocrural à direita é
d) rebaixamento do nível de consciência. a) Comprometimento de território irrigado pela artéria
e) alcalose metabólica. cerebral posterior.
b) Lesão no hemisfério cerebral direito.
17) Sr. Antônio procurou o serviço de emergência com c) Comprometimento de territórios irrigados pela artéria
quadro clínico de dor torácica, febre vespertina, perda de cerebral anterior.
peso, sudorese noturna, tosse que perdura por 3 semanas ou d) Lesão no hemisfério cerebral esquerdo.
mais, dispneia e astenia. Este quadro é sugestivo de e) Lesão cerebelar.
a) Gripe suína.
b) Tuberculose pulmonar. 21) Com relação ao desvio de comissura labial para esquerda,
c) Síndrome da imunodeficiência adquirida. pode-se inferir que a lesão encefálica encontra-se ao nível de
d) Sarampo. emergência do seguinte par craniano:
e) Meningite. a) II par
b) III par
18) A dengue atualmente é a mais importante arboviroses c) VII par
que afeta o ser humano, constituindo um problema de saúde d) V par
pública no mundo. Ocorre e dissemina-se, especialmente, nos e) VI par
países tropicais pelo clima mais quente. Quanto a essa
patologia e seu período de incubação, é correto afirmar que 22) Sobre a gastrostomia, é INCORRETO afirmar que
a) causada por um vírus do gênero Flavivírus e possui período a) é indicada em todos os idosos que necessitem de nutrição
de incubação de 5 a 15 dias. enteral, pois apresenta um baixo risco de complicações.
b) tem como vetor o mosquito Aedes aegypty e possui b) disponibiliza a nutrição enteral e a administração de
período de incubação de 7 a 30 dias. medicamentos de forma mais adequada e segura.
c) candidatos a este procedimento são os pacientes com b) Teste de Rinne.
várias patologias que impedem a ingestão de dieta pela via c) Teste de Weber.
oral por tempo prolongado. d) Manobra de Piparote.
d) a oferta de nutrientes por esta via causa menor risco de e) Teste de Blumberg.
complicações sistêmicas frente à nutrição parenteral total.
e) o enfermeiro deverá estar atento a integridade da pele, ao
27) A hanseníase parece ser uma das mais antigas doenças
redor do óstio do cateter de gastronomia.
que acomete o homem. As referências mais remotas datam
de 600 a.C. e procedem da Ásia, que, juntamente com a
23) Sobre a tuberculose, é INCORRETO afirmar que
África, podem ser consideradas o berço da doença. A
a) o reservatório principal é o homem.
melhoria das condições de vida e o avanço do conhecimento
b) a contaminação se dá por via aérea. científico modificaram significativamente o quadro da
c) o Mycobacterium tuberculosis é o agente etiológico da hanseníase, que atualmente, tem tratamento e cura. No
doença. Brasil, cerca de 47.000 casos novos são detectados a cada
d) a transmissão é plena enquanto o doente estiver ano, sendo 8% deles em menores de 15 anos. Sobre a
eliminando bacilos e não tiver iniciado o tratamento. hanseníase, é INCORRETO afirmar que
e) a precaução respiratória que o profissional de enfermagem a) causada pelo Mycobacterium leprae.
deverá ter é a utilização de máscara cirúrgica. b) possui período médio de incubação de 2 a 7 anos.
c) a contaminação se dá por contato direto com as lesões.
24) O enfermeiro, ao realizar a avaliação semiológica frente a d) é classificada em paucibacilar e multibacilar.
um cliente com quadro de apendicite, nota que, ao realizar a
e) os clientes multibacilares constituem o grupo contagiante.
compressão do ponto de McBurney, no quadrante inferior
direito do abdômen, o doente refere dor aguda à
descompressão, característica própria de quadros de
apendicite. O nome da manobra utilizada pelo enfermeiro é
a) Manobra de McBurney.
28) Correlacione as colunas. A- má coordenação das
b) Manobra de Blumberg. I) Afasia palavras, ligada a uma lesão
c) Manobra de Lasègue. II) Disartria cerebral.
d) Manobra de Leopold. III) Disfasia B- dificuldade de pronunciar as
e) Manobra de Patrick. IV) Dislalia palavras por acometimento
orgânico ou distúrbio funcional
25) Sobre o eletrocardiograma, é CORRETO afirmar que dos órgãos da fonação.
a) Onda T: período refratário ou repolarização dos átrios. É C- dificuldade da fala em razão
uma onda positiva. de distúrbios motores dos
b) Onda P: representa a despolarização dos ventrículos. órgãos de fonação.
Atividade associada ao impulso gerado no nódulo sino atrial e D- ausência de fala.
sua passagem através dos átrios.
c) O intervalo PR: estende-se do começo da onda P até o A correlação CORRETA é
início do complexo QRS. Mede a duração da sístole a) I-D; IV-B; III- A; II- C
ventricular. b) I-D; IV-B; III- C; II- A
d) Complexo QRS: despolarização dos ventrículos. A onda Q é c) I-A; III-C; IV- D; II- B
uma deflexão antes da onda R, que é a única onda positiva do d) I-D; III-B; IV- D; II- C
complexo. A onda S é a deflexão que se segue à onda R. e) I-D; II-A; III- B; IV- C
e) Onda U: fisiológica, caracterizada pela despolarização dos
ventrículos.
29) A Escala de Coma de Glasgow é um método de avaliação
26) Os métodos mais utilizados para verificar a pressão do nível de consciência mais empregado. Baseia-se na
arterial são os não invasivos manuais e automatizados. O avaliação e quantificação de três variáveis conhecidas como
método invasivo está indicado em clientes graves para a) Abertura ocular, resposta verbal e resposta cognitiva.
controle do uso de drogas vasoativas e na coleta frequente b) Abertura ocular, resposta verbal e resposta motora.
de sangue arterial (por exemplo, para realização de c) Ritmo cardíaco, resposta motora e abertura ocular.
gasometrias). Os locais comuns de inserção do cateter são as d) Abertura ocular, estímulo de tosse e perfusão periférica.
artérias radial, braquial, femoral ou dorsal do pé. Para a e) Confusão mental, coma, abertura ocular.
inserção do cateter na artéria radial é necessário avaliar a
suplência da artéria ulnar. O teste utilizado para esta 30) Numa situação de parada cardiorespiratória em adultos, o
verificação é chamado de pulso mais indicado para ser verificado é o
a) Teste de Allen. a) Poplíteo.
b) Femural. d) ventilação; compressão torácica; abertura de via aérea.
c) Radial. e) abertura de via aérea; ventilação; avaliação de déficit
d) Cefálico. neurológico.
e) Carotídeo.
35) Para que as atividades do controle pré-natal sejam
efetivas, é necessário identificar riscos aos quais cada
31) Segundo a Lei No 7498/1986 que dispõe sobre a
gestante está exposta. É indispensável que essa identificação
regulamentação do exercício da Enfermagem, cabe ao
seja permanente, ou seja, aconteça em toda consulta. Em
enfermeiro exercer todas as atividades de enfermagem. Das
relação à idade da gestante, as faixas de maior risco
atividades abaixo aquela que NÃO se caracteriza como ação
encontram-se nos limites de idade menor do que
privada do enfermeiro é
a) 18 e maior do que 25 anos.
a) Direção do órgão de Enfermagem integrante da estrutura
b) 20 e maior do que 30 anos.
básica da instituição de saúde, pública e privada e chefia de
c) 15 e maior do que 35 anos.
serviço e de unidade de Enfermagem.
d) 25 e maior do que 35 anos.
b) Participação da programação da assistência de
Enfermagem. e) 18 e maior do que 28 anos.
c) Planejamento, organização, coordenação, execução e
avaliação dos serviços de assistência de Enfermagem. 36) A temperatura corporal é o resultado do balanço entre os
d) Execução do parto sem distócia. mecanismos de produção e de eliminação do calor. No
e) Consultoria, auditoria e emissão de parecer sobre matéria recém-nascido (RN), sobretudo no pré-termo, pode ocorrer
de Enfermagem. desequilíbrio desses mecanismos, com aumento nas perdas e
limitação na produção de calor. A hipotermia no RN é motivo
32) A Resolução COFEN No 293/2004 fixa e estabelece de grande preocupação. Além de ocorrer, frequentemente, é
parâmetros para o dimensionamento do quadro de fator de risco para pior prognóstico, aumentando a
profissionais de enfermagem nas unidades assistenciais das morbidade e a mortalidade neonatais. É importante saber
instituições de saúde e assemelhados. Considerando o que a faixa de normalidade da temperatura do RN é
disposto nesta resolução, para efeito de cálculo, nas 24 horas a) Entre 36,0 e 36,4°C.
devem ser consideradas como horas de enfermagem, por b) Entre 32,0 e 35,9°C.
cliente, na assistência intensiva por leito, c) menor que 31,0 e 32°C.
a) 20,2 horas. d) Entre 36,5 a 37°C.
b) 3,8 horas. e) maior que 39°C.
c) 5,6 horas.
d) 9,4 horas. 37) A úlcera péptica é uma escavação formada na parede do
e) 17,9 horas. estômago, do piloro, do duodeno ou do esôfago. Na maior
parte dos clientes acometidos por este quadro, a bactéria
33) A Sistematização da Assistência de Enfermagem e a Helicobacter Pylori é a grande responsável. Atualmente, a
implementação do Processo de Enfermagem em ambientes, terapia farmacológica para o tratamento destas úlceras é
públicos ou privados, em que ocorre o cuidado profissional feita com
de Enfermagem, é estabelecido pela Resolução COFEN No a) vasoconstrictores, antibióticos e inibidores dos canais de
358/2009. Sobre o Processo de Enfermagem, a etapa que cálcio.
corresponde à interpretação e ao agrupamento dos dados e b) antibióticos, agentes colinérgicos e inibidores de bomba de
que constitui a base para a seleção das ações ou intervenções prótons.
com as quais se objetiva alcançar os resultados esperados é c) antibióticos, antagonistas de receptores da histamina e
a) Avaliação de Enfermagem. Inibidores de bomba de prótons.
b) Planejamento de Enfermagem. d) agentes colinérgicos, inibidores dos canais de cálcio e
c) Registro de Enfermagem. vasodilatadores.
d) Coleta de dados de Enfermagem (ou Histórico de e) antibióticos, vasodilatadores e anti-inflamatórios não
Enfermagem). esteroides.
e) Diagnóstico de Enfermagem.
38) A concentração sérica de potássio inferior à normalidade,
34) A sequência de RCP, em adultos, segundo recomendações que pode ser observada em pacientes com períodos
da American Heart Association (AHA) de 2010, deve ser prolongados de vômitos, é conhecida como
a) compressão torácica; abertura de via aérea e ventilação. a) Hipocalemia.
b) avaliação de déficit neurológico, ventilação; compressão b) Hipocalcemia.
torácica. c) Calcemia.
c) abertura de via aérea; ventilação; compressão torácica. d) Hipercalemia.
e) Hiperpotassemia. d) Lassidão, náuseas, vômitos e azia.
e) Fadiga, indisposição, hipertensão, anorexia e náuseas.
39) A obstrução por litíase na Ampola (ou Papila) de Vater
leva o indivíduo a um quadro de 44) Uma das principais complicações agudas do diabetes é
a) Colecistite. cetoacidose diabética, cujos principais aspectos clínicos são
b) Pancreatite. a) Dor torácica e oligíria.
c) Gastrite. b) Disúria e oligofadia.
d) Hepatite. c) Oliguria e polassiúria.
e) Esplendite. d) Hiperglicemia e desidratação.
e) Taquicardia e coma.
40) Segundo recomendações da American Heart Association
(AHA) acerca do Suporte Básico de Vida para profissionais de 45) Um exemplo de medicamento hipnótico é
saúde, a relação entre compressões torácicas e ventilações a a) Fentanil.
serem aplicadas por um socorrista a uma vítima de PCR é b) Midazolan.
a) 15:1 c) Propofol.
b) 15:2 d) Codeína.
c) 30 compressões torácicas e) Clonazepam.
d) 30:1
e) 30:2 46) A estrutura cardíaca em que o impulso elétrico tem
origem é chamada de
41) A hepatite viral é uma infecção sistêmica em que a a) Nódulo atrioventricular.
necrose e a inflamação das células hepáticas produzem um b) Feixe de His.
grupo peculiar de alterações clínicas, bioquímicas e celulares. c) Nódulo sinusal.
Dentre os tipos de hepatites identificados até o momento d) Fibras de Purkinge.
aqueles que são transmitidos por via fecal-oral são e) Válvula mitral.
a) A e D
b) A e B 47) Pacientes em que a ventilação não invasiva está
c) D e E contraindicada são aqueles que apresentam quadros de
d) A e E a) Traumatismo craniano.
e) A e C b) Edema agudo de pulmão.
c) Insuficiência respiratória aguda.
42) A técnica de monitorização não invasiva que indica o d) Doença pulmonar obstrutiva crônica.
percentual de hemoglobina que se encontra saturada pelo e) Distúrbio respiratório relacionado com o sono.
oxigênio no momento da verificação é denominada
a) Eletrocardiograma. 48) O regimento de uma instituição de saúde é um
b) Oximetria de pulso. instrumento administrativo. Em relação a esse instrumento,
c) Eletroencefalograma. pode-se afirmar que
d) Oximetria de bulbo jugular. a) é um conjunto de regras para fixar um procedimento.
e) Mensuração de pressão arterial média. b) é um conjunto de elementos que especifica a maneira
exata pela qual as atividades são realizadas.
43) Digitálicos são medicamentos geralmente prescritos para c) é a descrição detalhada de como uma atividade deve ser
clientes com quadro de Insuficiência Cardíaca Congestiva. realizada.
Uma das complicações do uso destes fármacos é a d) é um ato normativo aprovado para a administração
intoxicação digitálica. Os sintomas iniciais desta intoxicação superior de caráter estável.
(são) e) é um ato normativo aprovado para a administração
a) Lipotímia, hipertensão, anorexia e azia. superior de caráter flexível.
b) Alteração eletrocardiográficas, hipotensão, náuseas.
c) Fadiga, depressão, indisposição, anorexia, náuseas e
vômitos.
Após leitura do caso abaixo, responda às questões 49 e 50.
Sra Silvia, de 39 anos, solteira, natural do município de Barra Mansa, trabalha como atendente em uma empresa. Procura a médica
relatando preocupação, pois seus amigos a alertaram que, como sua mãe e avó tiveram câncer de mama, ela também teria risco de
desenvolver a doença. Silvia nunca havia feito qualquer exame anteriormente e aparentemente está assintomática. Foi à médica,
apenas, para esclarecimentos sobre como deverá rastrear os sinais e sintomas da doença.

49) Com base nas orientações para o Controle do Câncer de Mama do Ministério da Saúde, a recomendação para a detecção
precoce no caso de Silvia é
a) Tomografia Computadorizada.
b) Exame clínico.
c) Mamografia.
d) Ressonância Magnética.
e) Ultrassonografia.

50) Por orientação médica, Silvia foi encaminhada para a sala de uma palestra educativa realizada por um grupo de enfermeiros
sobre o exame da mama. Sendo assim, o objetivo do exame da mama é
a) mapeamento da doença.
b) diminuição da incidência de casos semelhantes.
c) estimulo ao autocuidado.
d) diminuição à mortalidade.
e) detecção de nódulos.

1) Quanto à aplicabilidade do princípio da Integralidade em e) Por ser uma unidade de Ensino, o HU deve ter autonomia
um Hospital Universitário (HU) é CORRETO afirmar plena em relação à Rede Local de Atenção à Saúde.
a) Não se aplica, pois por definição o HU deve prover
assistência com alta densidade tecnológica. 2) Para a concretização da Educação Permanente em Saúde
b) O trabalho multiprofissional em HU, por sua característica no cotidiano do serviço de saúde:
assistencial, necessita ser verticalizado. I) A meta principal é definir os protocolos clínico-assistenciais.
c) No HU, cada serviço tem sua própria operacionalidade, o II) É condição primordial que os profissionais tenham
que dificulta uma assistência mais integrada. oportunidades de liberação para realização de cursos strictu e
d) A gestão do HU precisa ser centrada na adequação de latu sensu.
estrutura, aquisição e manutenção de equipamentos e III) A base é constituir um processo de democratização nas
implantação de protocolos. relações dentro do serviço.
IV) É preciso aceitar o desafio do fomento de uma cultura e) garantia da continuidade da assistência, ouvidoria e equipe
reflexiva na equipe sobre o processo de trabalho e do multiprofissional que tenha um horário pactuado para
cuidado prestado. receber a família e a rede social do paciente.

Das afirmativas acima está(ao) CORRETA(S): 7) Quanto à participação social no Sistema Único de Saúde
a) I, apenas. (SUS), pode-se afirmar que
b) I e II, apenas. a) o Conselho Nacional de Saúde é um fórum de participação
c) III e IV, apenas. direta.
d) I e III, apenas. b) o Controle Social na Saúde no Brasil tem caráter
e) IV, apenas. representativo.
c) os delegados para as Conferência Nacionais de Saúde são
3) Sobre Redes de Atenção à Saúde (RASs) no Brasil, é eleitos têm representação paritária, isto é, metade composta
CORRETO afirmar que por população e a outra metade por gestores e profissionais
a) se restringem à Atenção Primária em Saúde (APS). de saúde.
b) têm como diretriz garantir a internação psiquiátrica. d) o Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde
c) o sistema de governança das RASs, compõe o primeiro (CONASEMs) tem caráter essencialmente administrativo-
elemento constitutivo da rede. financeiro.
d) na construção de RASs, devem ser observados os conceitos e) as universidades e as instituições formadoras no país não
de integração horizontal e vertical. são consideradas atores políticos na saúde brasileira.
e) a definição do modelo de Atenção à Saúde, compõe o
primeiro momento de modelagem de RASs. 8) Analise as assertivas abaixo:
I) A assistência às pessoas por intermédio de ações de
4) Pode-se afirmar que a análise de Vulnerabilidade no promoção, proteção e recuperação da saúde, com a
campo da saúde realização integrada das ações assistenciais e das atividades
a) está focada na pobreza. preventivas.
b) tem íntima relação com a abordagem higienista. II) A formulação de política de saúde destinada a promover,
c) se constitui por meio da quantificação de resultados nos campos econômico e social.
positivos procedimentais. III) A consolidação de um sistema misto que incorpore a
d) é dada pelo conceito epidemiológico de risco. assistência privada como prestadora de serviços.
e) inclui componentes programáticos / institucionais. IV) A identificação e divulgação dos fatores condicionantes e
determinantes da saúde.
5) Ao trabalhar sobre a ótica do cuidado, o profissional de
saúde incorpora na sua prática cotidiana, várias Em relação aos objetivos do SUS, estão CORRETAS as
características. Aquela que NÃO se constitui uma dessas afirmativas:
características incorporadas: a) I, II, III e IV.
a) busca da autonomia do usuário. b) I, II e III, apenas.
b) vinculação. c) I, II e IV, apenas.
c) articulação de rede intersetorial. d) I e III, apenas.
d) inclusão do usuário na formulação do projeto terapêutico. e) II e IV, apenas.
e) liderança permanente nas decisões da equipe.
9) Em relação ao Contrato Organizativo de Ação Pública
(COAP), é CORRETO afirmar que
6) São recomendações do HumanizaSUS para as unidades a) não prevê a participação social.
hospitalares:
b) está focado nos municípios de pequeno porte.
a) garantia da continuidade da assistência, hierarquia médica
c) é um dispositivo para centralização na gestão da saúde.
e gestão técnica especializada.
d) pretende ser um acordo de colaboração entre entes
b) equipe multiprofissional que tenha um horário pactuado
federativos com a finalidade de organizar e de integrar,
para receber a família e a rede social do paciente, ouvidoria e
regionalmente, ações e serviços de saúde.
hierarquia médica.
e) tem favorecido o uso de recursos na saúde de forma
c) hierarquia Médica, garantia da continuidade da assistência
clientelista.
e ouvidoria.
d) garantia da continuidade da assistência, equipe
multiprofissional que tenha um horário pactuado para
receber a família e a rede social do paciente e gestão técnica
especializada.
10) Constituem-se elementos fundamentais no Pacto pela e) diminuição da dose matinal de insulina de ação longa,
Vida: mantendo o padrão de alimentação.
a) Atenção Integral à Saúde do Idoso, fortalecimento da
capacidade de resposta do sistema de saúde às doenças Edema agudo de Pulmão (EDA) é o acúmulo anormal de
emergentes e endemias e redução da mortalidade materna. líquido nos pulmões. É possível que o líquido se acumule
b) Redução da mortalidade por câncer de colo de útero, tanto nos espaços interticiais quanto nos alvéolos. Sobre esta
consolidação da Estratégia da Saúde da Família (ESF) como patologia, responda às questões 14 e 15.
modelo de atenção básica e como reordenadora das redes de
atenção no SUS e incentivo à produção de medicamentos 14) O tratamento medicamentoso aplicado é direcionado
controlados. para melhorar a capacidade de bombeamento do ventrículo
c) Promoção de Saúde com caráter educacional higienista, esquerdo e para melhorar a troca gasosa. Dentre os
redução da mortalidade por câncer de mama e constituição medicamentos utilizados a morfina, que pertence ao grupo
de polos de tratamento de Asma. dos opioides, pode ser utilizada para diminuir a resistência
d) Redução da mortalidade infantil por doenças diarreicas, periférica e o retorno venoso, além do efeito de diminuir a
qualificação da atenção no controle da Tuberculose e ansiedade. O cliente que recebe morfina pode sofrer uma
capacitação dos profissionais de saúde para a internação de depressão respiratória excessiva, hipotensão e vômitos. Uma
pessoas com distúrbios mentais. das ações do enfermeiro para o pronto atendimento no caso
e) Redução da mortalidade infantil por pneumonia, desses eventos é deixar disponível um antagonista da
priorização da assistência a pessoas com doenças renais morfina, conhecido como
crônicas e aumento do número de instituições de longa a) Ácido etacrínico.
permanência para idosos. b) Cloridrato Hidroclorotiazida.
c) Cloridrato de naloxona.
11) Dentre as várias ações do enfermeiro durante o pós d) Cloridrato de Metadona.
operatório de tireoidectomia, o procedimento mais e) Ácido acetilsalicílico.
adequado é posicionar o cliente em
a) Fowler sem apoio. 15) Outro tratamento medicamentoso utilizado no EAP são os
b) trendelemburg, na primeira hora após a cirurgia. diuréticos, necessários para aumentar a velocidade de
c) Fowler, nas primeiras 6 horas, após a cirurgia. produção da urina e para a retirada do excesso de líquido
d) semi-Fowler, com a cabeça elevada e apoiada por extracelular do corpo. Dentre as ações de enfermagem
travesseiros. descritas abaixo, aquela que NÃO é relativa à administração e
e) trendelemburg, nas primeiras 6 horas, após a cirurgia. à monitorização do tratamento com diuréticos é
a) Fornecer potássio suplementar com espironolactona,
12) O Diabetes Mellitus é uma doença cujos índices tem conforme prescrito, para repor a perda.
crescido nos últimos anos na população brasileira, segundo b) Verificar resultados laboratoriais para depleção eletrolítica,
os dados do CENSO-IBGE de 2010 ultrapassando os 12 especialmente de potássio magnésio e sódio.
milhões de diabéticos. Os sintomas apresentados pelo cliente c) Verificar os resultados laboratoriais para elevação
com diabetes são eletrolítica, especialmente do potássio com os agentes
a) Poliúria, polidipsia, polifagia e perda de peso. poupadores de potássio e cálcio com os tiazídicos.
b) Hematúria, cefaléia, polidipsia e polifagia. d) Monitorar para a intolerância à glicose em pacientes com
c) Prurido generalizado, poliúria, anorexia e cefaléia. ou sem diabetes mellitus que estejam recebendo diuréticos,
d) Poliúria, polidipsia, anorexia e colúria. como por exemplo, a hidroclorotiazida.
e) Poliúria, polidipsia, perda de peso e colúria. e) Prever a ototoxicidade potencial nos pacientes,
especialmente naqueles com insuficiência renal que estão
13) Uma das complicações do uso INCORRETO da terapia de recebendo um diurético de alça.
insulina é o Efeito Somogyi. Para que esta manifestação seja
minimizada, a orientação deve ser prestada pelo enfermeiro 16) A sequência das manobras de Ressuscitação
é Cardiopulmonar, para adultos, segundo recomendações da
a) aumento da dose noturna de insulina de ação longa, American Heart Association (AHA) de 2010 deve ser
mantendo o padrão de alimentação. a) abertura de via aérea; ventilação; compressão torácica.
b) diminuição da dose noturna de insulina de ação b) abertura de via aérea; ventilação; avaliação de déficit
intermediária ou aumento do lanche na hora de dormir. neurológico.
c) diminuição da dose noturna de insulina de ação longa e c) ventilação; compressão torácica; abertura de via aérea.
redução do lanche na hora de dormir. d) avaliação de déficit neurológico; ventilação; compressão
d) aumento da dose noturna de insulina de ação rápida, torácica.
mantendo o mesmo padrão de alimentação no período e) compressão torácica; abertura de via aérea; ventilação.
noturno.
17) Indivíduos que referem dor em região hipocondríaca b) Murphy positivo.
direita podem apresentar quadros de colecistite. A evidência c) Obturador positivo.
de dor à palpação com o polegar junto ao rebordo costal d) Blumberg negativo.
direito, mais especificamente no ponto cístico, quando o e) Murphy negativo.
indivíduo realiza uma respiração profunda denuncia sinal do
a) Blumberg positivo.

18) Associe as colunas I e II.

A associação CORRETA é
a) II-A; III-E; IV-D; I-B; V-C.
b) I-B; IV-C; II-A; III-D; V-E.
c) V-E; III-D; I-C; II-A; IV-B.
d) I-A; II-B; III-C; IV-D; V-E.
e) II-A; I-D; III-E; V-C; IV-B.

19) A encefalopatia hepática (EH) é uma das complicações c) tempo efetivo de trabalho do profissional, ausências
mais graves da doença hepática, podendo gerar, em um previstas por férias, ausências previstas por feriados e
estágio mais avançado, o coma hepático. A assertiva que ausências não previstas.
NÃO se adéqua ao tratamento da EH é d) carga de trabalho na unidade, tempo efetivo de trabalho
a) antibióticos são evitados por sobrecarregarem o fígado e do profissional e índice de segurança técnica.
aumentarem o dano cerebral. e) quantidade de leitos, taxa de ocupação de leito por mês e
b) a lactulose é administrada para reduzir os níveis séricos de tempo médio de assistência de enfermagem.
amônia.
c) evacuações amolecidas ao longo do dia são desejáveis. 21) Segundo as recomendações da American Heart
d) a ingestão proteica é restringida, caso ocorram os sinais Association (AHA) para o Suporte Básico de Vida, para os
clínicos de encefalopatia hepática e coma iminentes. socorristas leigos treinados, a relação entre compressões
e) o estado eletrolítico deve ser monitorado e corrigido, torácicas e ventilações a serem aplicadas a uma vítima de PCR
como anormal. é
a) 15:1.
20) O conceito mais utilizado no Brasil para o b) 15:2.
dimensionamento de profissionais de enfermagem foi c) 30:1.
proposto por Paulina Kurcgant et al. (1989) que o define d) 30:2.
como a etapa inicial do processo de provimento de pessoal. e) somente 30 compressões torácicas.
Com base nesta definição, Gaidzinski (1998), citada por
Kurcgant (2005), propôs um método de dimensionamento de 22) O enfermeiro, ao realizar a avaliação semiológica frente a
pessoal de enfermagem que possibilita a identificação das um cliente com quadro de apendicite nota que, ao realizar a
variáveis intervenientes neste processo. compressão do ponto de McBurney, no quadrante inferior
As variáveis intervenientes neste processo, bem como sua direito do abdômen o doente relata dor aguda a
análise, são descompressão, característica própria de quadros de
a) carga de trabalho na unidade, quantidade de pacientes e apendicite. O nome da manobra utilizada pelo enfermeiro é
tempo médio de assistência de enfermagem por cliente. manobra de
b) carga de trabalho na unidade, índice de segurança técnica a) Lasègue.
e ausências previstas por feriados. b) Leopold.
c) Blumberg. 28) O enfermeiro, ao avaliar o pulso da artéria radial do
d) McBurney. cliente, identifica 140 pulsações por minuto. Esta avaliação
e) Patrick. mostra um pulso
a) taquisfígmico.
23) A inserção de um catéter venoso central está b) taquicárdico.
contraindicada na seguinte situação: c) arritmico.
a) Presença de marca-passo. d) dicrótico.
b) Nutrição parenteral. e) filiforme.
c) Acesso para realização de hemodiálise.
d) Inviabilidade de punção periférica. 29) A infusão de concentrado de plaquetas para um indivíduo
e) Presença de catéter arterial. está indicada para
a) prevenção de infecção fúngica.
24) A hipotermia leve terapêutica é considerada, por vários b) prevenção de infecções bacterianas.
autores, como uma opção para neuroproteção ou para c) prevenção ou resolução de hemorragia em clientes com
controle da pressão intracraniana. A hipotermia é indicada trombocitopenia.
a) em clientes que estejam em coma antes de uma parada d) correção da deficiência dos fatores VII e VIII de coagulação.
cardíaca. e) restaurar a oxigenação somente do tecido cerebral, o
b) pós-parada cardíaca, se, após recuperação dos batimentos, principal nestes casos.
não houver retorno da consciência em 15 a 30 mim.
c) em casos de doenças terminais. 30) Sobre os distúrbios do trato urinário é CORRETO afirmar
d) em casos de coagulopatias e doenças terminais. em relação aos distúrbios do trato urinário que
e) em casos de hipotensão arterial por um período superior a a) são sinais de desequilíbrio ganho de peso, edema, sibilos e
30 minutos. estertores nos pulmões e edema palpebral pacientes com
alterações renais não apresentam distúrbios
25) A cardioversão é um procedimento utilizado para reverter hidroeletrolíticos.
arritmias mediante a administração de uma corrente elétrica b) são causadas pela presença de microorganismos
direta e sincronizada que despolariza o miocárdio. Este patogênicos com ou sem sintomas as infecções no trato
procedimento NÃO é indicado em casos de urinário. O local mais comum de infecção do trato urinário é
a) faquicardia supraventricular paroxística. o rim.
b) fibrilação ventricular. c) são manifestações clínicas da glomerulonefrite aguda:
c) flutter atrial. cefaleia, mal estar, edema facial, dor no flanco, hipertensão e
d) fibrilação atrial. sensibilidade no ângulo costovertebral.
e) faquicardia ventricular com pulso. d) A insuficiência renal e distúrbios intrarrenais decorrem de
problemas no fluxo sanguíneo. As situações comuns são
26) Em relação à pressão de Perfusão Cerebral, pode-se alterações no volume, vasodilatação e comprometimento da
afirmar que seu valor performance cardíaca.
a) normal é de 120 mmHg. e) Quando a taxa de filtrado glomerular é reduzida, há uma
b) é comparada com o valor de pressão intracraniana. excreção elevada de potássio
c) é calculado, de acordo com a fórmula de Monro-Kellie.
31) Lamentavelmente, temos visto na imprensa diversas
d) é calculada, reduzindo o valor da pressão arterial média e o
denúncias de erros atribuídos aos profissionais de
valor de pressão intracraniana.
enfermagem. Um dos instrumentos legais a que estes estão
e) é resultante da relação entre componente
submetidos é o Código de Ética dos Profissionais de
parenquimatoso, componente liquórico e componente
Enfermagem. Nele estão previstas penalidades que são
vascular.
graduadas, de acordo com as circunstâncias agravantes e
atenuantes da infração.
27) São complicações possíveis da ventilação mecânica
Das listadas abaixo, aquela que NÃO constitui o grupo das
invasiva, EXCETO:
circunstâncias agravantes são
a) Barotrauma.
a) Ser reincidente.
b) Pneumonia.
b) Causar danos irreparáveis.
c) Trabalho respiratório excessivo.
c) Cometer a infração por motivo fútil ou torpe.
d) Alterações hemodinâmicas.
d) Infração cometida no serviço público de saúde.
e) Atelectasia.
e) Facilitar ou assegurar a execução, a ocultação, a
impunidade ou a vantagem de outra infração.
32) A Resolução COFEN-311/2007 que aprovou a resultados. As dimensões do poder político, poder
reformulação do Código de Ética dos Profissionais de econômico, poder administrativo e poder técnico são
Enfermagem, no tocante às relações com as organizações elementos de análise da seguinte corrente de pensamento:
empregadoras indica como direitos dos profissionais de a) Planejamento tradicional.
enfermagem os itens abaixo, EXCETO b) Planejamento normativo.
a) Suspender suas atividades, individual ou coletivamente, c) Teoria Clássica da Administração.
quando a instituição pública ou privada para a qual trabalhe d) Planejamento estratégico situacional.
não oferecer condições dignas para o exercício profissional e) Divisão de tarefas entre os profissionais de enfermagem.
ou que desrespeite a legislação do setor saúde, ressalvadas as
situações de urgência e de emergência, devendo comunicar, 36) A Resolução COFEN n. 358, de 15 de outubro de 2009,
imediatamente, por escrito sua decisão ao Conselho Regional dispõe sobre a Sistematização da Assistência de Enfermagem
de Enfermagem. e implementação do processo de enfermagem em ambientes
b) Desenvolver suas atividades profissionais em condições de públicos ou privados. Com base nessa resolução, analise as
trabalho que promovam a própria segurança e a da pessoa, assertivas. A seguir, indique (V) verdadeiras, (F) falsas.
família e coletividade sob seus cuidados, e dispor de material ( ) O processo de enfermagem é um instrumento
e equipamentos de proteção individual e coletiva, segundo as metodológico que orienta o cuidado profissional de
normas vigentes. enfermagem e a documentação da prática profissional.
c) Recusar-se a desenvolver atividades profissionais na falta ( ) A Sistematização da Assistência de Enfermagem organiza o
de material ou equipamentos de proteção individual e trabalho profissional quanto ao método e instrumentos
coletiva, definidos na legislação específica. necessários, o que possibilita a operacionalização do processo
d) Participar de movimentos de defesa da dignidade de enfermagem.
profissional, do aprimoramento técnicocientífico, do exercício ( ) O processo de enfermagem deve estar baseado em um
da cidadania e das reivindicações por melhores condições de suporte teórico que oriente a coleta de dados, o
assistência, de trabalho e de remuneração. estabelecimento de diagnósticos de enfermagem, o
e) Registrar as informações inerentes e indispensáveis ao planejamento das intervenções de enfermagem e que
processo de cuidar de forma clara,objetiva e completa. forneça a base para a avaliação dos resultados de
enfermagem alcançados.
33) A Le 7498/86 q e “D e obre a re la e ta o do ( ) Ao enfermeiro, incumbe a liderança na execução e
exer í o da e fer a e e dá o tra ro d a” é avaliação do processo de enfermagem, cabendo-lhe
considerada um grande avanço para a definição das privativamente, o diagnóstico de enfermagem, enquanto as
competências dos membros da equipe de enfermagem. Para demais etapas são realizadas em conjunto com os demais
isso, define que cabe, privativamente, ao enfermeiro profissionais da equipe.
a) participação da programação da assistência de A sequência CORRETA das assertivas,
enfermagem. a) V – F – V – V
b) cuidados diretos de enfermagem a pacientes graves com b) V – F – F – F
risco de vida. c) V – V – V – F
c) participação da orientação e supervisão do trabalho de d) V – F – V – F
enfermagem em grau auxiliar. e) V – F – F – V
d) observação, reconhecimento e descrição dos sinais e dos
sintomas. 37) A Resolução COFEN-358/2009 dispõe sobre a
e) participação da equipe de saúde. Sistematização da Assistência de Enfermagem. Tendo como
base esta resolução, é INCORRETO afirmar que
34) Na Unidade de Intermediária, um paciente adulto jovem a) os ambientes de que se trata o caput deste artigo referem-
precisa da reposição de 500ml de solução fisiologia (NaCl se a instituições prestadoras de serviço de internação
0,9%), por via intravenosa, em 12 horas. O gotejamento deve hospitalar, prestadoras de saúde ambulatorial, escolas,
ser utilizado para esta situação é de domicílios, associações comunitárias, fábricas, entre outros.
a) 14 gotas por minuto. b) o processo de Enfermagem organiza-se em cinco etapas
b) 21 gotas por minuto. inter-relacionadas, independentes e recorrentes.
c) 24 gotas por minuto. c) o processo de enfermagem, quando realizado fora das
d) 33 gotas por minuto. instituições prestadoras de serviço de internação hospitalar
e) 42 gotas por minuto. corresponde ao denominado Consulta de Enfermagem.
d) o processo de Enfermagem deve ser realizado de modo
35) O planejamento é um instrumento fundamental do deliberado e sistemático em todos os ambientes, públicos ou
processo de trabalho gerencial em enfermagem. Assim, a privados, em que ocorre o cuidado profissional de
enfermagem vem buscando e aplicando metodologias para enfermagem.
diagnóstico e para aplicação de recursos e de avaliação de
e) o Técnico de Enfermagem e o Auxiliar de Enfermagem d) Estabelecer, junto à equipe, estratégias que possam
participam da execução do Processo de Enfermagem, naquilo favorecer a adesão (grupos de hipertensos e diabéticos).
que lhes couber, sob a supervisão e a orientação do e) Repetir a medicação de indivíduos controlados e sem
Enfermeiro. intercorrências.

38) Uma forma não invasiva de verificação da saturação de 41) Nem sempre os clientes dispõem de medidores para a
oxigênio pela hemoglobina, SaO2 é a oximetria capilar. Nela dosagem de medicamentos líquidos. Por isso, a equivalência
os valores normais estão entre de medidas caseiras pode ajudar neste cuidado.
a) 80 e 90%. Estabeleça as correspondências entre os valores da primeira
b) abaixo de 85%. coluna no sistema métrico com as medidas caseiras da
c) 95 e 100%. segunda.
d) entre 50 e 70%. a) 1 mL 1.( ) 1 colher de chá
e) 70 e 94%. b) 5mL 2.( ) 15 gotas
c) 30mL 3.( ) 1 copo
39) Após sete anos tramitando no Congresso, o Estatuto do d) 240mL 4.( ) 2 colheres de sopa
Idoso foi aprovado em setembro de 2003 e sancionado pelo
presidente da República no mês seguinte, ampliando os A associação CORRETA é expressa pela sequência:
direitos dos cidadãos com idade acima de 60 anos. Mais a) a-2/b-3/c-4/d-3.
abrangente que a Política Nacional do Idoso, a lei de 1994 b) a-3/b-4/c-2/d-1.
que dava garantias à terceira idade, o estatuto institui penas c) a-1/b-2/c-2/d-4.
severas para quem desrespeitar ou abandonar cidadãos da d) a-4/b-4/c-4/d-2.
terceira idade. O único direito que NÃO deve ser garantido e) a-2/b-1/c-4/d-3.
pelo profissional de saúde em sua atuação é
a) Ser informado que os planos de saúde podem reajustar as 42) O correto uso da insulina pode contribuir para a
mensalidades, de acordo com o critério da idade. qualidade de vida dos portadores de diabetes. Neste sentido,
b) Distribuir remédios aos idosos, principalmente, os de uso cabe ao enfermeiro tomar providências e orientar a clientela
continuado (hipertensão, diabetes etc.), deve ser gratuita, para o seu correto armazenamento, a fim de que sejam
assim como a de próteses e órteses. garantidas as suas propriedades farmacológicas. O
c) Verificar o atendimento preferencial no Sistema Único de procedimento INADEQUADO para a preservação da insulina é
Saúde (SUS). a) Os frascos de insulina devem ser congelados (temperatura
d) Que o idoso quando internado ou em observação, em abaixo de 2º).
qualquer unidade de saúde, tem direito a acompanhante, b) Evitar expor os frascos à luz do sol, pois a insulina pode
pelo tempo determinado pelo profissional de saúde que o sofrer degradação.
atende. c) Evitar deixar os frascos em locais muito quentes, como o
e) Ao idoso que esteja no domínio de suas faculdades porta-luvas do carro, perto do fogão ou forno elétrico, etc.
mentais é assegurado o direito de optar pelo tratamento de d) As insulinas devem ser armazenadas em geladeiras, na
saúde que lhe for reputado mais favorável. porta ou parte inferior.
e) A insulina que está em uso poderá ser mantida em
40) A Hipertensão Arterial e o Diabetes Mellitus constituem temperatura ambiente (15ºC a 30ºC), por até um mês. Nesse
os principais fatores de risco populacional para as doenças caso, deixar o frasco no lugar mais fresco da casa, como, por
cardiovasculares, motivo pelo qual representam agravos de exemplo, perto do filtro de água.
saúde pública, dos quais cerca de 60 a 80% dos casos podem
ser tratados na rede básica. (Brasil. Ministério da Saúde, 43) Dentre os fatores de risco para a gravidez atual, o
2001). Das atribuições do enfermeiro na equipe de saúde da Ministério da Saúde (2006) aponta entre características
família, aquela que NÃO se constitui em competência do individuais e condições sociodemográficas desfavoráveis as
profissional é apontadas abaixo EXCETO
a) Capacitar os auxiliares de enfermagem e os agentes a) Dependência de drogas lícitas ou ilícitas.
comunitários e supervisionar, de forma permanente, suas b) Ocupação: esforço físico excessivo, carga horária extensa,
atividades. rotatividade de horário, exposição a agentes físicos, químicos
b) Desenvolver atividades educativas de promoção de saúde e biológicos, estresse.
com todas as pessoas da comunidade, desenvolver atividades c) Idade menor que 15 e maior que 35 anos.
educativas individuais ou em grupo com os pacientes d) Peso menor que 45 kg ou maior que 75 kg.
hipertensos e diabéticos.
e) Intervalo interpartal menor que dois anos ou maior que
c) Delegar a consulta de enfermagem aos técnicos e dedicar- cinco anos.
se aos estudos epidemiológicos da comunidade e aos
aspectos administrativos da equipe.
44) A temperatura corporal é o resultado do balanço entre os b) o consumo de alimentos e bebidas nos postos de trabalho.
mecanismos de produção e de eliminação do calor. No c) a guarda de alimentos em locais não destinados para este
recém-nascido , sobretudo no pré-termo, pode ocorrer fim.
desequilíbrio desses mecanismos, com aumento nas perdas e d) a utilização de pias de trabalho para fins diversos dos
na limitação na produção de calor. A hipotermia no RN previstos.
prematuro é motivo de grande preocupação. Além de ocorrer e) o ato de fumar, o uso de adornos e o manuseio de lentes
frequentemente, é fator de risco para pior prognóstico, de contato nos postos de trabalho.
aumentando a morbidade e a mortalidade neonatais. Assim é
importante saber que a faixa de normalidade da temperatura 48) O procedimento INADEQUADO dentre os cuidados de
do RN é rotina, após a estabilização clínica do RN na sala de parto, é a
a) menor que 31,0 e 32°C. a) reanimação.
b) Entre 32,0 e 35,9°C. b) antropometria.
c) Entre 36,0 e 36,4°C. c) laqueadura do cordão umbilical.
d) Entre 36,5 a 37°C. d) prevenção da oftalmia gonocócica pelo método de Credé.
e) Maior que 38°C. e) prevenção do sangramento por deficiência de vitamina K.

45) Dada a composição da equipe de enfermagem, no 49) As convulsões febris são observadas, geralmente, entre
controle dos cânceres de colo de útero e da mama os 6 meses e os 6 anos de idade, com maior frequência entre
(MINISTÉRIO DA SAÚDE, 2006), qual das alternativas abaixo os 12 e 18 meses, incidindo em cerca de 3% da população
indica atividade a ser realizada tanto pelo enfermeiro quanto infantil. São geralmente de curta duração. Podem,
pelo técnico de enfermagem entretanto, ocorrer crises múltiplas e prolongadas,
a) Coletar de material para o exame citopatológico. circunstâncias em que a pesquisa de doença, especialmente,
b) Solicitar exames de acordo com os protocolos ou normas leva à diagnose de
técnicas estabelecidos pelo gestor local. a) Tracoma.
c) Examinar e avaliar pacientes com sinais e sintomas b) Parotidite.
relacionados aos cânceres do colo do útero e de mama. c) Ictrícia.
d) Avaliar resultados dos exames solicitados e coletados, e, de d) Dengue.
acordo com os protocolos e diretrizes clínicas, realizar o e) Meningite.
encaminhamento para os serviços de referência em
diagnóstico e/ou tratamento dos cânceres de mama e do colo 50) A história da enfermagem brasileira mostra vários
do útero. movimentos de institucionalização do cuidado no país. O
e) Realizar consulta de enfermagem e o exame clínico das marco da profissionalização é a criação da
mamas, de acordo com a faixa etária e quadro clínico da a) Escola Anna Nery.
usuária. b) Irmãs da Caridade.
c) Escola Profissional de Enfermeiros e Enfermeiras.
46) A pílula anticoncepcional de emergência é um método d) Escola de Enfermeiras da Cruz Vermelha Brasileira.
indicado para evitar uma gravidez indesejada após uma
e) Escola de Enfermeiras do Departamento Nacional de Saúde
relação sexual desprotegida e também nos casos de estupro.
Pública.
Contudo A pílula anticoncepcional de emergência não deve
ser usada como método anticoncepcional de rotina, ou seja,
substituindo um outro método anticoncepcional. Deve ser
usada, apenas, em situações emergenciais, porque a dose de
hormônios é grande. Para sua maior eficácia, a pílula deve ser
tomada no máximo até
a) 3 dias após a relação sexual desprotegida.
b) 5 dias após a relação sexual desprotegida.
c) 6 horas após a relação sexual desprotegida.
d) 7 dias após a relação sexual desprotegida.
e) 8 horas após a relação sexual desprotegida.

47) De acordo com a Norma Regulamentadora 32 - NR 32 -


SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO EM SERVIÇOS DE
SAÚDE, dentre as medidas a serem adotadas para a proteção
dos trabalhadores, aquela que NÃO se constitui medida de
vedação do empregador é
a) o uso de calçados fechados.
1 C 11 D 21 D 31 D 41 E
2 C 12 A 22 C 32 E 42 A
3 D 13 B 23 A 33 B 43 E
4 E 14 C 24 B 34 A 44 D
5 E 15 A 25 B 35 D 45 A
6 E 16 E 26 D 36 D 46 B
7 B 17 B 27 C 37 B 47 A
8 C 18 A 28 A 38 C 48 A
9 D 19 nulo 29 C 39 A 49 E
10 A 20 D 30 C 40 C 50 C

1) Em relação à atenção à saúde das pessoas com doenças crônicas, pode-se afirmar que
a) o foco fundamental está na atenção hospitalar.
b) a atenção básica não tem como ser resolutiva.
c) o autocuidado como fator protetor não se aplica ao contexto brasileiro.
d) os especialistas têm atribuição específica no cuidado dessas pessoas.
e) a participação social se faz necessária na qualificação da atenção.

2) Quanto às competências de um Hospital Universitário, pode-se elencar que


a) sua função é exclusivamente acadêmica.
b) deve ter plena autonomia em relação às redes de atenção.
c) a prevenção quaternária não se aplica à sua operacionalização.
d) acumula atenções do tipo primária, secundária, terciária e quaternária.
e) as linhas de cuidado devem ser desenvolvidas a partir de gestão participativa.

3) Na organização de ações em saúde (conformação de modelos de atenção) é CORRETO afirmar que


a) a conformação de protocolos terapêuticos deve descartar todos os saberes e as práticas populares.
b) a complexidade está sempre presente e necessita ser abordada de forma mais inclusiva.
c) a diversidade de propostas deve ser combatida, pois o diálogo entre estas não é produtivo.
d) a questão técnica é soberana, evitando-se qualquer caráter político.
e) deve ter a Epidemiologia como parâmetro exclusivo.

4) Do processo de trabalho em saúde, é válido afirmar que


a) deve ser centrado nos interesses profissionais.
b) a liderança é atribuição de uma única categoria.
c) atém-se à realização dos protocolos preconizados.
d) é um processo comunicativo, portanto, vivo em ato.
e) está indicada que sua administração seja similar ao modelo taylorista.

5) O exercício cotidiano da Educação Permanente em uma unidade de saúde é fortalecido a partir da/do
a) avaliação de metas estabelecidas.
b) pagamento por resultados atingidos.
c) capacitação técnica dos profissionais.
d) problematização coletiva do processo de trabalho.
e) liberação dos profissionais para realizarem pós-graduação.

6) Sobre a integralidade no ambiente hospitalar, é CORRETO afirmar que


a) é uma característica que não se aplica.
b) a visão do usuário não pode ser incluída.
c) só é possível em setores que mobilizam tecnologias menos duras.
d) se evidencia na construção permanente de gestão participativa.
e) deve ser centrada em profissionais que defendem a humanização da assistência.
7) As redes de atenção propostas pelo Ministério da Saúde têm características
a) transversais.
b) segmentadas.
c) autônomas.
d) piramidais.
e) estáticas.
8) Segundo a Constituição Brasileira vigente, no que tange à Saúde e à sua assistência, pode-se afirmar que
a) a destinação de recursos públicos para subvenção de instituições privadas é livre.
b) o SUS é coadjuvante na prestação da atenção médica no país.
c) o termo equidade é tomado como sinônimo de igualdade.
d) a saúde é conceituada na perspectiva biomédica.
e) a assistência é regulada pelo poder público.

9) A organização da XV Conferência Nacional de Saúde (2015) contou com as propostas contidas no relatório final da XIV (2012). São
temas defendidos neste, EXCETO
a) Investimento em Ciência, Tecnologia e Inovação no SUS.
b) Valorização do Trabalho e da Educação em Saúde.
c) Direito à Saúde.
d) Participação Social.
e) Focalização na Saúde.

10) No que tange à Saúde do Idoso, são recomendações presentes no Pacto pela Saúde (2006) com indicação para serem atualizadas
nos COAPs (Contratos de Ação Pública) EXCETO:
a) Implantação de serviços de atenção domiciliar.
b) Ampliação do número de unidades de longa permanência.
c) Estímulo às ações intersetoriais, visando à integralidade da atenção.
d) Formação e Educação Permanente dos profissionais de saúde do SUS na área da pessoa idosa.
e) Divulgação e informação sobre a Política Nacional de Saúde da Pessoa Idosa para profissionais de saúde,
gestores e usuários do SUS.

11) A manobra de palpação com o dedo polegar junto ao rebordo costal direito, mais especificamente no ponto cístico, quando o
indivíduo realiza uma respiração profunda, é conhecida como sinal de
a) Murphy.
b) Blumberg.
c) Obturador.
d) Blumberg.
e) Mingazzini.

12) A Pressão Intracraniana Aumentada (PIC) aumentada é uma síndrome que afeta muitos pacientes com condições neurológicas
agudas, porque as condições patológicas modificam a relação entre volume e pressão intracranianos. A ação de enfermagem que
está INADEQUADA para melhorar a perfusão do tecido cerebral em pacientes com PIC aumentada é a seguinte:
a) A flexão extrema do quadril deve ser evitada, devido ao aumento das pressões intra-abdominal e intra-torácica.
b) A manobra de Valsalva, que deve ser estimulada para minimizar o aumento da PIC.
c) A cabeça do paciente deve ser mantida em uma posição neutra (linha média).
d) A cabeça do paciente deve ser mantida com uma elevação discreta.
e) A rotação extrema e a flexão do pescoço devem ser evitadas.

13) Dos sinais abaixo aquele que NÃO é considerado de neuropatia periférica é
a) alterações da Marcha.
b) ausência de reflexo profundo.
c) branqueamento da pele quando elevada.
d) sensibilidade vibratória diminuída ou ausente.
e) perda de massa muscular dos membros inferiores.
14) Quanto à higiene dos clientes, o tipo de banho no qual existem vários panos de algodão macios de produtos não tecidos, pré-
umedecidos em uma solução tensoativa de limpeza e de hidratação que não necessita de enxágue é conhecido como banho de
a) saco. b) chuveiro. c) leito parcial. d) leito completo. e) esponja na pia.
15) A lavagem gástrica se constitui de aspiração do conteúdo gástrico e da lavagem do estômago por meio de uma sonda gástrica de
grosso calibre. É INCORRETO afirmar para esse procedimento que é
a) utilizado como diagnóstico de hemorragia gástrica.
b) utilizado para retirar substâncias danosas ingeridas.
c) contraindicado depois da ingestão de hidrocarbonetos.
d) recomendada a permanência do paciente em decúbito lateral direito.
e) utilizado para esvaziar o estômago antes do procedimento endoscópico.

16) Sobre a utilização de cateter com preservativo para a quantificação e a qualificação do débito urinário em homens, a afirmativa
INCORRETA é a seguinte:
a) A aplicação de solução de limpeza de pele ao pênis antes da colocação do preservativo é obrigatória.
b) A fita elástica deve ser enrolada em forma de espiral para prender o cateter com preservativo ao pênis.
c) A distância entre a extremidade do pênis e a ponta do preservativo deve ser de 2,5 a 5,0 cm.
d) Os pelos da base da haste peniana devem ser cortados, caso necessário.
e) As condições do pênis e do escroto devem ser avaliadas regularmente.

17) O procedimento de divisão cirúrgica das raízes espinhais, utilizado em pacientes com perspectiva de sobreviver por um período
prolongado, utilizado, por exemplo, para o controle da dor torácica grave em pacientes acometidos por tumor pulmonar e para
alívio da dor nas malignidades cranianas e cervicais é conhecido como
a) Cordotomia.
b) Rizotomia.
c) Craniotomia.
d) Colecistectomia.
e) Cirurgia transfenoidal.

18) O Sarcoma de Kaposi (SK) é a neoplasia maligna mais comum relacionada com o HIV. É INCORRETO afirmar que
a) as lesões cutâneas no SK podem ocorrer em qualquer parte do corpo e são de coloração rosa-acastanhada a púrpura intensa.
b) as lesões cutâneas no SK têm rápida evolução e causam extensa desfiguração.
c) o tratamento aplicado a clientes com SK deve ser com alfa-interferon (IFN-•).
d) as lesões no SK podem levar a estase venosa, linfedema e dor local.
e) a administração do alfa-interferon (IFN-•) deve ser exclusiva pela via intravenosa.

19) Sobre a insuficiência arterial é CORRETO afirmar que


a) apresenta edema moderado a grave.
b) quando se desenvolvem úlceras, as mesmas apresentam bordas irregulares.
c) quando se desenvolvem úlceras, são mais dolorosas quando comparadas a úlceras de origem venosa.
d) a pele se apresenta mais espessada e tensa do que as condições da mesma nas úlceras de origem venosa.
e) quanto à profundidade da úlcera, apresentam-se mais superficiais, quando comparamos as úlceras de origem venosa.

20) A síndrome compartimental é uma complicação que se desenvolve quando a perfusão tecidual nos músculos é inferior àquela
necessária para a viabilidade do tecido. Em geral, o paciente queixa-se de dor profunda, pulsátil e incessante, não controlada por
opioides. Em relação à síndrome compartimental, as ações de enfermagem empregadas, nestes casos, incluem as descritas abaixo,
EXCETO
a) elevação do membro afetado até o nível do coração.
b) restrição completa de movimentos do membro afetado.
c) imobilização do membro em tala em posição funcional, após a fasciotomia.
d) liberação de dispositivos que possam estar comprimindo o membro afetado.
e) cobertura do local com curativos umedecidos em soro fisiológico, quando o membro afetado tiver sido submetido à fasciotomia.

21) O ITB (Índice Tornozelo-Braquial) é um importante indicador de doença arterial, permitindo quantificar o grau de
estenose. A referência à maneira CORRETA de se calcular o ITB arterial é a seguinte:
a) A pressão do tornozelo direito dividida pela pressão no braço direito.
b) A pressão do braço esquerdo dividida pela pressão no tornozelo esquerdo.
c) A pressão do tornozelo esquerdo dividida pela pressão do braço esquerdo.
d) A pressão braquial mais elevada de cada braço dividida pela pressão mais elevada de cada tornozelo.
e) A pressão mais elevada no tornozelo para cada pé dividida pela pressão mais elevada dentre as pressões braquiais de cada braço.
22) Um enfermeiro programou um volume numa bomba infusora de 105ml/h, mediante a uma prescrição de 2500ml de soro
fisiológico a 0,9%. Sendo assim, o número de gotas, por minutos, que corresponde a este volume é de
a) 18.
b) 23.
c) 35.
d) 40.
e) 47.

23) Para atender a uma prescrição de 2.000U de heparina subcutânea, há disponível na enfermaria frascos de 5ml com 5.000U da
substância. Sendo assim, o volume a ser administrado é de
a) 0,3 ml. b) 0.7 ml. c) 0,8 ml. d) 1,0 ml e) 2,0 ml.

24) A policitemia é um desvio de saúde que produz alteração na coloração da pele. No exame físico de pacientes com este
acometimento, o enfermeiro deve atentar para
a) Palidez.
b) Eritema.
c) Icterícia.
d) Exoftalmia.
e) Cianose de extremidades.
25) Realizada com gestantes, a Manobra de Leopold possibilita ao enfermeiro obter as seguintes informações:
a) maturidade, tamanho e localização
b) situação do feto, localização e tamanho
c) posição, maturidade e situação do feto
d) situação do feto, apresentação e posição
e) maturidade, idade gestacional e situação do feto

26) A Nutrição Parenteral Total (NPT) possui algumas complicações potenciais que podem envolver
a) Sepse, hipoglicemia e alopecia.
b) Cefaleia, prurido e sobrecarga hídrica.
c) Diarreia, obstrução do cateter e prurido.
d) Sepse, embolia gasosa e pneumotórax.
e) Uremia, deslocamento do cateter e sepse.

27) O ferro é indispensável na formação


a) dos ossos.
b) dos dentes.
c) da cartilagem.
d) do hormônio da tireoide.
e) da hemoglobina no sangue.

28) A teoria das necessidades humanas básicas, de Wanda de Aguiar Horta, foi desenvolvida a partir da teoria
a) Holística, de Levine.
b) Sinergista, de Brodt.
c) Hosmeostática, de McDowell.
d) da Adaptação, de Cailista Roy.
e) da motivação humana, de Maslow.

29) Dentre os medicamentos abaixo, o inibidor da Enzima Conversora de Angiostensina é o


a) Losartam.
b) Captopril.
c) Cloridrato de clonidina.
d) Nitroprussiato de sódio.
e) Cloridrato de hidralazina.
30) Um exame gasométrico de um cliente intubado, que apresente uma secreção espeça que obstrui a ventilação adequada através
do tubo orotraqueal, apresenta o desequilíbrio ácido-base denominado
a) Distúrbio misto.
b) Acidose Metabólica.
c) Alcalose Metabólica.
d) Alcalose Respiratória.
e) Acidose Respiratória.
31) Quando todos os recursos terapêuticos foram aplicados sem resposta satisfatória e quando a evolução cursa com sofrimento e
dor, muitas vezes, o profissional de uma UTI se vê obrigado a optar pela adoção de cuidados paliativos a um paciente. Dentre as
condutas aplicadas na assistência de enfermagem nos cuidados paliativos, a opção INADEQUADA é:
a) Limitar os cuidados de higiene e de conforto.
b) Proporcionar, dentro do possível, um ambiente agradável para o paciente e sua família.
c) Permitir que os familiares e os amigos possam permanecer junto ao paciente, sempre que possível.
d) Garantir que os membros da equipe de saúde que prestam assistência direta estejam bem informados sobre cuidados paliativos a
serem prestados.
e) Coordenar as ações necessárias para a compreensão das medidas de cuidado paliativo e correto entendimento junto ao paciente,
família, médico do paciente e equipe de saúde.

32) A colocação de um paciente internado em UTI na posição prona é um procedimento barato e inofensivo. Entretanto, deve ser
realizado por equipe multiprofissional experiente. A posição prona é indicada na seguinte situação clínica:
a) Instabilidade hemodinâmica refratária ao uso de drogas vasoativas
b) Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo
c) Monitorização intracraniana
d) Trauma torácico
e) Lesão Medular

33) Com relação ao desvio de comissura labial para esquerda, pode-se inferir que a lesão encefálica encontra-se em nível de
emergência do seguinte par craniano:
a) II – nervo óptico
b) III – nervo oculomotor
c) V – nervo trigêmeo
d) VI – nervo abducente
e) VII – nervo facial

34) A Organização Mundial de Saúde (OMS), em 2014, divulgou Relatório Global sobre Álcool e Saúde, que traz informações sobre o
consumo de álcool no mundo e avalia as políticas do álcool desde a publicação das Estratégias Globais para Redução do Uso Nocivo
de Álcool, em 2010. No Brasil, o consumo per capita de álcool puro é equivalente a 8,7 litros por pessoa. O alcoolismo crônico causa
lesão hepática devido a desordens metabólicas, além de desnutrição, sendo a causa mais comum de
a) Câncer.
b) Pancreatite.
c) Cirrose Hepática.
d) Esplenomegalia.
e) Hepatite.

35) O dado o a ele do a e te d ra te o “ba ho o le to” obede e à re ra bá a de h e e, que devem ser


executadas com o objetivo de
a) ativar a circulação sanguínea e exercitar os membros superiores e inferiores.
b) remover excretas e microrganismos e facilitar a circulação sanguínea.
c) garantir segurança física e proporcionar o relaxamento muscular.
d) retirar o excesso de gorduras e movimentar o paciente.
e) promover o conforto e aliviar áreas de atrito.

36) A amebíase é uma doença causada por protozoários, sendo responsável por diversas complicações e acometendo,
primeiramente, o seguinte órgão:
a) Rim
b) Baço
c) Pulmão
d) Pâncreas
e) Intestino grosso

37) Uma das formas de se minimizar uma manifestação ocorrida pelo uso incorreto da terapia de insulina é diminuir a dose noturna
da insulina de ação intermediária ou aumentar o lanche do paciente na hora de dormir. Essa complicação é conhecida como
a) efeito Somogyi.
b) período de lua-de-mel.
c) fenômeno do amanhecer.
d) hiperglicemia de rebote.
e) hiperglicemia prolongada.

38) Diante de um paciente com retenção urinária, a primeira ação a ser feita pelo enfermeiro é
a) coletar hemograma completo.
b) comunicar ao médico o ocorrido.
c) realizar um cateterismo de alívio.
d) instalar um cateter vesical de demora.
e) colocar uma bolsa de água quente sobre região perineal.

39) A vacina que deve ser aplicada o mais precocemente possível no nascimento de um bebê, para que se evite a transmissão
vertical, é
a) tetra viral.
b) hepatite B.
c) tríplice viral.
d) pneumocócica.
e) tríplice bacteriana.

40) Em pacientes em situação de pós-operatório de cirurgia abdominal, uma complicação que pode advir do procedimento cirúrgico
é o choque hipovolêmico. Esse choque pode estar relacionado a(à)
a) efeitos de medicamentos anestésicos.
b) trombose venosa profunda.
c) embolia pulmonar.
d) íleo paralítico.
e) hemorragia.

41) Ta bé ha ado de “ hoq e de o ta” o ictus cordis é manifestado pelo fato de o coração tocar a parede torácica. Nem
sempre está associado a alterações cardíacas, pois pode ser observado em alguns indivíduos, sem sintomatologia de sofrimento
cardíaco. Em condições normais, o ictus cordis pode ser palpado no
a) 2º Espaço Intercostal (EI) Esquerdo.
b) 5º EI Esquerdo.
c) base do Apêndice Xifóide.
d) 2º EI Direito.
e) 5º EI Direito.

42) O Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem, aprovado pela Resolução COFEN nº 311, de 08/02/07 estabelece no capítulo
I “Da rela e rof o a ” d re to re o ab l dade e de ere e ro b e . U a da responsabilidades e um dos deveres dos
direitos dos profissionais são
a) Exercer a enfermagem com liberdade, autonomia e ser tratado, segundo os pressupostos e os princípios legais, éticos e dos
direitos humanos.
b) Apoiar as iniciativas que visem ao aprimoramento profissional e à defesa dos direitos e dos interesses da categoria e da
sociedade.
c) Exercer a profissão com justiça, compromisso, equidade, resolutividade, dignidade, competência, responsabilidade, honestidade e
lealdade.
d) Promover e ser conivente com a injúria, a calúnia e a difamação de membro da equipe de enfermagem, equipe de saúde e de
trabalhadores de outras áreas, de organizações da categoria ou das instituições.
e) Obter desagravo público por ofensa que atinja a profissão, por meio do Conselho Regional de Enfermagem.
43) A Lei nº 7.498, de 25/06/1986, determina que são incumbências privativas do enfermeiro a(o)
a) acompanhamento da evolução e do trabalho de parto, a coleta de material para exames laboratoriais, além de execução das
atividades de desinfecção e de esterilização.
b) prestação de cuidados de enfermagem pré e pós-operatórios, a circulação em salas de cirurgia de pequeno porte, bem como a
execução de atividades de desinfecção e de esterilização.
c) acompanhamento da evolução e do trabalho de parto, a preparação de pacientes para exames, as consultas e os tratamentos,
bem como a administração de medicamentos via oral e parenteral.
d) consulta e a prescrição da assistência de enfermagem e a prescrição de medicamentos previamente estabelecidos em programas
de saúde pública e em rotinas aprovadas pela instituição.
e) realização de curativos, a oxigenoterapia, a nebulização e o enteroclisma, além da coleta de material para exames laboratoriais.

44) À Unidade de saúde comparece uma criança acima de 1 ano de idade com febre, cefaleia intensa, vômitos em jato, rigidez da
nuca, convulsões e/ou manchas vermelhas no corpo. Estes dados levam a conjeturar um caso
a) suspeito de dengue. b) suspeito de parotidide. c) confirmado de sarampo. d) suspeito de meningite. e) confirmado de
criptococose.

45) A Classificação Taxonômica das Intervenções de Enfermagem (NIC) equivale à seguinte etapa do processo de enfermagem:
a) Avaliação b) Diagnósticos c) Planejamento d) Coleta de dados e) Implementação

46) Garantir a esterilidade deve ser preocupação de todos os profissionais envolvidos na manipulação dos materiais cirúrgicos. Um
princípio INCORRETO é o seguinte:
a) As rupturas no invólucro são insignificantes para a esterilidade do objeto estéril.
b) Um objeto esterilizado permanece estéril somente quando tocado por outro objeto estéril.
c) Somente objetos estéreis podem ser colocados sobre um campo estéril.
d) Um objeto estéril torna-se contaminado por exposição prolongada ao ar.
e) Um objeto esterilizado tocando contaminado torna-se contaminado.

47) A publicação da Norma Regulamentadora 32 (NR-32): Segurança e Saúde no Trabalho em Serviços de Saúde em 2005 é
considerado um grande avanço na regulamentação e na proteção da saúde dos trabalhadores. É importante que os profissionais
conheçam as diretrizes e as normas e exijam seu cumprimento. Com relação aos quimioterápicos antineoplásicos, compete ao
empregador as ações abaixo, EXCETO
a) sugerir aos trabalhadores a compra de avental confeccionado de material impermeável para uso durante seu preparo e sua
administração.
b) fornecer aos trabalhadores dispositivos de segurança que minimizem a geração de aerossóis e a ocorrência de acidentes durante
a manipulação e a administração.
c) proibir que os trabalhadores expostos realizem atividades com possibilidade de exposição aos agentes ionizantes.
d) proibir fumar, comer ou beber, bem como portar adornos ou se maquiar.
e) afastar das atividades as trabalhadoras gestantes e nutrizes.

48) A avaliação laboratorial de células sanguíneas é um importante indicador do tipo de infecção que pode acometer um paciente. O
tipo de células que tem sua contagem aumentada nas infecções bacterianas e virais crônicas, contudo diminuídas em casos de
sepse, são
a) Monócitos.
b) Eosinófilos.
c) Basófilos.
d) Linfócitos.
e) Neutrófilos.

49) Em uma consulta de enfermagem, foi preciso estabelecer a equivalência entre o sistema métrico e as medidas caseiras para a
administração de medicamentos para orientar a mãe de uma criança. Assim, para a administração de 5 ml de um medicamento
líquido, a mãe deve administrar a quantidade obtida em
a) uma tampinha de refrigerante.
b) uma colher de sobremesa.
c) uma colher de sopa.
d) uma colher de café.
e) uma colher de chá.
50) O cuidado de enfermagem é necessário quando o paciente é incapaz por ele próprio de dar conta de suas necessidades
biológicas, psicológicas, de desenvolvimento ou sociais. Este enunciado pertence à teoria de enfermagem formulada por
a) Florence Nightingale.
b) Dorothea Orem.
c) Virgínia Henderson.
d) Hildegard Peplau.
e) Madeleine Leininger.

Gabarito Definitivo
11. No posto de saúde de assistência estudantil, comparece um aluno relatando que estava passando por um descampado para
chegar à escola e foi vítima de acidente ofídico há, pelo menos, uma hora, e a cobra tinha desenhos semelhantes a um gancho
característico e cauda lisa. A enfermeira observou que na região calcânea direita, local da picada, apareciam sinais de inflamação
com eritema local. Levado imediatamente ao hospital mais próximo, realizou os exames laboratoriais e um deles mostrava que o
tempo de coagulação estava aumentado. Ficando em observação no setor da emergência, apresentou hemorragia com sinais de
choque, mas foi revertido pela ação da equipe; e, após 12 horas, apresentou bolhas, equimose e oligúria. Conforme descrição do
caso, qual o tipo de acidente ofídico que acometeu o discente. Assinale a alternativa CORRETA.
a) Elapídico.
b) Crotálico.
c) Laquético.
d) Botrópico.
e) Latrodectus.

12. Segundo Almeida Filho & Barreto (2012), a epidemiologia embasa o raciocínio e as técnicas tidas como fundamentais para o
êxito das ações de saúde e, em contrapartida, o êxito dessas ações muito contribuiu para o desenvolvimento da Epidemiologia.
Nesse sentido, sobre a concepção epidemiológica de risco, analise as afirmativas e assinale a alternativa que corresponde à resposta
CORRETA.
I. Risco em epidemiologia equivale a efeito, probabilidade de ocorrência de uma patologia em uma dada população, expresso pelo
indicador de incidência.
II. Para se indicar uma estimativa de risco, faz-se necessário observar a ocorrência de casos de doença ou de óbitos de determinada
doença, uma base populacional e uma base temporal.
III. O conceito de risco bem como a sua incorporação possibilitou à epidemiologia uma enorme ampliação de seu objeto de estudo,
apesar de não se aplicar às doenças não transmissíveis.
IV. Partindo da abordagem conceitual, pode-se, portanto, definir o risco em termos epidemiológicos, como "a probabilidade de um
e bro de a o la o def da de e ol er a dada doe a e eríodo de te o”.
V. O risco, na epidemiologia, também se articula às contínuas mudanças na sociedade, cujo conceito é assumido como condição de
suscetibilidade individual e não mais uma condição populacional.
Estão CORRETAS apenas
a) I, II e III.
b) I, II e IV.
c) I, IV e V.
d) II, IV e V.
e) III, IV e V.

13. A portaria 3.088/2011 instituiu a Rede de Atenção Psicossocial - RAPS -, cuja finalidade foi a criação, ampliação e articulação de
pontos de atenção à saúde para pessoas em sofrimento ou com transtorno mental, como também necessidades decorrentes do uso
de crack, álcool e outras drogas, no âmbito do Sistema Único de Saúde - SUS -. Assinale a alternativa que representa uma diretriz
para o funcionamento da rede psicossocial.
a) Garantia da articulação e integração dos pontos de atenção das redes de saúde no território, qualificando o cuidado por meio do
acolhimento, do acompanhamento contínuo e da atenção às urgências.
b) Promover cuidados em saúde, especialmente para grupos mais vulneráveis, como: criança, adolescente, jovens, moradores de rua
e populações indígenas.
c) Regular e organizar as demandas e os fluxos assistenciais da Rede de Atenção Psicossocial – RAPS-.
d) Promover a reabilitação e a reinserção das pessoas com transtorno mental e com necessidades decorrentes do uso de crack,
álcool e outras drogas na sociedade, por meio do acesso ao trabalho, renda e moradia solidária.
e) Enfatizar serviços de base territorial e comunitária, com participação e controle social dos usuários e de seus familiares.

14. De acordo com Ladeira (2015), a abordagem inicial ao paciente acometido de uma parada cardiorrespiratória - PCR - através da
ressuscitação cardiopulmonar - RCP -, está expressa na alternativa

a) A sequência de atendimento durante o suporte avançado na fibrilação ventricular - FV -/taquicardia ventricular - TV - sem pulso,
deve obedecer a seguinte ordem: RCP, por dois minutos - choque - checagem de ritmo - novo choque, se indicado - choque - RCP.

b) Quando a RCP é realizada pelos profissionais de saúde, recomenda-se fazer ciclos de 30 (trinta) compressões torácicas, seguidas
de 02 (duas) ventilações até a chegada do desfibrilador, se houver um socorrista, ou ainda, ciclos de 15 (quinze) compressões
torácicas, seguidas de 01 (uma) ventilação, se houver mais de um socorrista.
c) Nas manobras de suporte avançado de vida, a identificação do ritmo cardíaco é feita pela monitorização cardíaca, que evidencia
duas modalidades de PCR: ritmos que requerem desfibrilação imediata (Fibrilação ventricular, assistolia e taquicardia ventricular
sem pulso) e os ritmos que não requerem desfibrilação (assistolia, taquicardia ventricular sem pulso e atividade elétrica sem pulso).

d) No suporte avançado de vida, a via aérea avançada é obtida pela intubação orotraqueal - IOT-. Já a via supra-glótica (máscara
laríngea ou tubo laríngeo) está em desuso, em virtude da necessidade de uma boa visualização da glote, visto que sua colocação
requer a interrupção das compressões e, devido à complexidade que envolve a técnica, é de difícil treinamento.

e) As compressões torácicas devem ser iniciadas imediatamente, determinando uma boa pressão de perfusão cerebral e
coronariana, constituindo-se uma importante mudança no protocolo de RCP, que substitui a tradicional sequência A- B- C para C- A-
B (Compressões, vias aéreas e respiração), o que prioriza o efetivo suporte circulatório.

15. Nas últimas décadas a demanda de atendimentos da clientela, associada às necessidades de cuidados de enfermagem cada vez
mais complexos, tem imposto à equipe de enfermagem uma sobrecarga de trabalho, influenciando na qualidade da assistência
prestada. Portanto, o Conselho Federal de Enfermagem - COFEN - publicou a Resolução 293/2004, que estabelece os parâmetros de
dimensionamento de pessoal de enfermagem nos serviços de saúde. Em se tratando de dimensionamento de pessoal, assinale a
alternativa CORRETA.
a) O dimensionamento de pessoal constitui-se a etapa inicial do processo de provimento de pessoal, cuja finalidade é a previsão da
quantidade de funcionários por categoria, requerida para suprir as necessidades da assistência de enfermagem.

b A te át a “d e o a e to de e oal de e fer a e ” o t t -se, ao longo dos anos, foco de atenção dos enfermeiros e
administradores dos serviços de saúde, uma vez que interfere diretamente, com a eficácia, na qualidade e impacta muito pouco nos
custos da assistência à saúde.

c) O dimensionamento de pessoal, por estar atualmente definido em Resolução fundamentado em parâmetros consistentes,
constitui-se elemento de consenso entre profissionais de enfermagem e administradores de serviços de saúde, minimizando-se,
assim, os conflitos no que tange à gestão de recursos humanos.

d) O dimensionamento de pessoal é compreendido enquanto um processo sistemático que fundamenta o planejamento e avaliação
do quantitativo e qualitativo do pessoal de enfermagem necessário para prover a assistência, tornando-se, portanto, desnecessária
a avaliação da carga de trabalho.

e) Para determinar a quantidade média de usuários/clientes assistidos, a Resolução 293/2004 estabelece, enquanto parâmetro, o
Sistema de Classificação de Pacientes - SCP - por categorias ou grupos de cuidados, classificados em cuidados intensivos, cuidados
semi-intensivos, alta dependência, cuidados intermediários e cuidados mínimos.

16. A dor é um fenômeno frequente no pós-operatório, podendo resultar em sofrimento e riscos desnecessários ao paciente. Sobre
a conduta do enfermeiro, no alívio da dor no pós-operatório, analise as seguintes afirmativas e assinale a alternativa CORRETA.
I. A dor aguda deve ser avaliada pelo enfermeiro no momento da chegada do paciente na sala de recuperação pós-anestésica - SRPA
- e na unidade de internação. Seu controle eficaz inibe os reflexos nociceptivos, permitindo uma mobilização ativa, deambulação
precoce e nutrição oral eficaz.
II. A mensuração da dor, apesar de ser importante para o tratamento, quer seja através de autorrelato, quer seja através da
observação do comportamento, quer seja, ainda, através da avaliação de variáveis biológicas, não é importante no pós-operatório,
uma vez que tal quadro é inerente a qualquer intervenção cirúrgica e a terapêutica medicamentosa estará sempre presente.
III. O controle da dor, no pós-operatório, deve ser instituído antes da cirurgia com analgesia preemptiva ou preventiva,
independente do tipo e porte da cirurgia, somente através de fármacos, visando diminuir a sensibilização central e a intensidade da
dor no pós-operatório.
IV. No que se refere às intervenções farmacológicas para o controle da dor pós-operatória, a Organização Mundial da Saúde - OMS -
recomenda a utilização da escada de analgesia, onde se incluem anti-inflamatórios não hormonais - AINHs -, opióides, medicações
adjuvantes e analgesia controlada pelo paciente - ACP -.
V. As intervenções não farmacológicas visam reduzir a ansiedade, o estresse emocional e promovem conforto, incluindo: utilização
de práticas complementares, como a calatonia, aplicação de calor e frio e minimização de ruídos.
Estão CORRETAS apenas
a) II, III e V.
b) I, II e IV.
c) I, IV e V.
d) II, IV e V.
e) III, IV e V.

17. As Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde - IRAS - consistem em eventos adversos, ainda, persistentes nos serviços de
saúde. Sabe-se que a infecção leva à considerável elevação dos custos no cuidado do paciente, aumentando o tempo de internação,
a morbidade e a mortalidade nos serviços de saúde do país. De acordo com a ANVISA (2013), as pneumonias relacionadas à
assistência à saúde são responsáveis por 15% dessas infecções e aproximadamente 25% de todas as infecções adquiridas nas
unidades de terapia intensiva - UTI -, cabendo a implementação de medidas preventivas desses agravos. Assinale a alternativa em
que encontramos medidas específicas, fortemente recomendadas para a prevenção dessas pneumonias.
a) Higiene oral, com antissépticos (clorexidina veículo oral) e treinamento da equipe multiprofissional que presta assistência a
pacientes em ventilação mecânica.
b) Manter os pacientes com a cabeceira elevada entre 30 e 45º, avaliando diariamente a sedação e diminuindo sempre que possível.
c) Higienização das mãos e aspiração da secreção acima do balonete (subglótica).
d) Manter os pacientes com a cabeceira elevada entre 30 e 45º e traqueostomia precoce, em substituição à intubação orotraqueal.
e) Administração preventiva de antibióticos intravenosos e troca de inaladores a cada 72 horas.

18. Na RESOLUÇÃO DA DIRETORIA COLEGIADA - RDC Nº 306, DE 7 DE DEZEMBRO DE 2004, Art. 1º aprova o Regulamento Técnico
para o Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde e em seu CAPÍTULO II, trata da ABRANGÊNCIA , esclarecendo que o
Regulamento aplica-se a todos os geradores de Resíduos de Serviços de Saúde (RSS). Para efeito deste Regulamento Técnico,
definem-se como geradores de RSS, EXCETO:
a) Funerárias.
b) Laboratórios analíticos de produtos para saúde.
c) Fontes radioativas seladas.
d) Serviço de medicina legal.
e) Estabelecimento de ensino e pesquisa na área de saúde.

19. A análise da situação de saúde constitui um dos campos da Epidemiologia, fazendo interface entre a produção do conhecimento
e sua aplicação nos serviços de saúde. Neste sentido, a ocorrência de doenças e agravos à saúde da população denomina-se
a) prevalência.
b) letalidade.
c) mortalidade.
d) incidência.
e) morbidade.

20. A toxemia gravídica é um quadro multissistêmico que ocorre habitualmente no final da gravidez e caracteriza-se por
manifestações clínicas associadas à hipertensão, edema e proteinúria. Dentre suas complicações, a disfunção hepática mais grave é
a síndrome HELLP, que é caracterizada por
a) trombocitopenia, hipoglicemia e diminuição das enzimas hepáticas.
b) hemólise, uremia e trombocitose.
c) elevação das enzimas hepáticas, hipernatremia e hiperglicemia.
d) hemólise, elevação das enzimas hepáticas e trombocitopenia.
e) distúrbio hidroeletrolítico, redução das enzimas hepáticas e trombocitopenia.

21. As ações para a prevenção e controle do câncer do colo do útero e da mama constituem-se uma linha de atenção considerada
prioritária para o Ministério da Saúde, integrando, inclusive, uma das prioridades do Pacto pela Saúde (2006). Depois de analisar as
metas estabelecidas nas afirmativas seguintes, assinale a alternativa CORRETA.
I. Aumentar a cobertura de mamografia em mulheres entre 25 e 69 anos.
II. Ampliar a cobertura de exame citopatológico em mulheres de 35 a 55 anos.
III. Tratar 100% das mulheres com diagnóstico de lesões precursoras de câncer.
IV. Realizar a punção da mama em 100% dos casos necessários, conforme protocolo.
V. Incentivar a realização de cirurgia de alta frequência para lesões epiteliais de alto grau.
a) III, IV e V.
b) I, III e IV.
c) I, II e V.
d) II, III e IV.
e) I, IV e V.
Leia o TEXTO 05 para responder às questões de 22 a 25.
TEXTO 05
Paciente de 63 anos, sexo masculino, apresenta dor torácica súbita, início agudo, intensa, irradiando para a região cervical e
membro superior esquerdo em toda a sua extensão, associado a períodos eméticos e sudorese, esta por sua vez, discreta. Relata
que seu pai tem hipertensão e dislipidemia, sendo acometido de acidente vascular encefálico aos 60 anos. Sua mãe tem colelitíase e
diabetes, tratando esta com dieta e insulinoterapia. Ao exame mostrava-se consciente, orientado, afebril, perfusão periférica
lentificada. Dado vital: PA= 70x 35 mmHg. ECG solicitado mostrava-se compatível com IAM, identificando uma FC de 123 bpm, QRS
estreito, havendo uma relação de onda P para cada complexo QRS em todas as derivações, infradesnivelamento em V1 e V2. Trinta
minutos depois de ter sido assistido, faz fibrilação ventricular e entra em parada cárdio-respiratória.

22. Sabe-se que, nas manobras de reanimação, devemos completar ciclos de compressão e ventilação na proporção de 30:2. Tais
ventilações devem ser realizadas com que intervalo(s) de segundo(s) cada, a fim de promover a quantidade de ar suficiente para a
elevação do tórax. Assinale a alternativa CORRETA.
a) 1
b) 2
c) 4
d) 5
e) 6

23. A Síndrome Coronariana Aguda (SCA) pode ser dividida em dois grandes grupos: a SCA com supradesnível de segmento ST (quase
sempre um Infarto Agudo do Miocárdio com supradesnível de segmento ST) e a SCA sem supradesnível de segmento ST (que pode
também ser dividida em Angina Instável e Infarto Agudo do Miocárdio sem supradesnível de segmento ST). Observe as afirmações.
I. O infarto agudo do miocárdio é definido como um evento clínico, causado por isquemia miocárdica, no qual existe evidência de
injúria ou necrose miocárdica.
II. A dor torácica, sendo uma condição obrigatória para o diagnóstico de IAM, apresenta como característica dor opressiva ou tipo
peso, intensa, com irradiação para membro superior esquerdo, pescoço, dorso ou região do abdômen superior; pode vir associada
ou não a sudorese, tonturas e vômitos.
III. O eletrocardiograma (ECG) é uma ferramenta fundamental para o diagnóstico de uma SCA e deve ser realizado de forma precoce,
dentro dos primeiros 10 minutos de atendimento.
IV. A troponina é o marcador de necrose miocárdica de escolha para o diagnóstico de injúria miocárdica devido à sua especificidade
aumentada e melhor sensibilidade, quando comparada com a creatinofosfoquinase isoforma (CK-MB).
V. A angina instável é considerada, quando pacientes apresentam sintomas isquêmicos sugestivos de uma SCA, sem elevação dos
biomarcadores de necrose miocárdica, na presença ou não de alterações eletrocardiográficas indicativas de isquemia.
Estão CORRETAS
a) I, II e V.
b) II, III e V.
c) I, III, IV e V.
d) I, II, III e IV.
e) II e V.

24. Em pacientes, com quadro de Infarto Agudo do Miocárdio, pode-se administrar as medicações relacionadas a seguir.
I. Oxigênio.
II. Ácido Acetil Salicílico.
III. Isordil.
IV. Morfina.
V. Metalyse.

Para o caso descrito acima, é CORRETO afirmar que algumas destas medicações não devem ser administradas. Assinale a alternativa
correspondente.
a) II, III e IV.
b) I e II.
c) I, II e III.
d) III, IV e V.
e) I, III e IV.
25. Na Fibrilação Ventricular e/ou Taquicardia Ventricular Sem Pulso, devemos realizar os seguintes procedimentos:
I. Desfibrilação postergada com carga máxima de 200 J bifásico ou 360 J monofásico.
II. Afastar todos para a segurança do choque.
III. Desconectar as fontes de oxigênio.
IV. Desfibrilação imediata com carga máxima de 200 J bifásico ou 360 J monofásico.
V. Retomar imediatamente as compressões após o choque.

Assinale a alternativa que contempla os procedimentos a serem executados.


a) I, II, III e V.
b) II, III, IV e V.
c) I, II, III e IV.
d) I, II e III.
e) I e V.

26. Paciente A.M.S, de 41 anos, procura a Unidade de Saúde da Família, queixando-se de aparecimento de manchas na pele.
Durante o exame, a enfermeira detecta que as lesões são delimitadas (poucas), anestésicas e assimétricas, apresentando-se como
placas (lesão eritematosa). Observou também uma lesão neural precoce devido presença do lagoftalmo. Sabe-se que a Hanseníase é
uma doença crônica, causada pelo Mycobacterium leprae que possui diversas formas. De acordo com as características clínicas do
caso descrito, identifique a sua forma assinalando a alternativa CORRETA.
a) Virchowiana.
b) Tuberculóide.
c) Indeterminada.
d) Dimorfa.
e) Dimorfa e Virchowiana.

27. A Lei 7.498/86 dispõe sobre o exercício profissional da Enfermagem. O enfermeiro(a) exerce todas as atividades de enfermagem,
destacando-se que algumas delas são privativas somente desse profissional. Assinale a alternativa que apresenta tais atividades.
a) participação na elaboração, execução e avaliação dos planos assistenciais de saúde.
b) prescrição de medicamentos estabelecidos em programas de saúde pública e em rotina aprovada pela instituição de saúde.
c) execução do parto sem distócia.
d) participação na equipe de saúde.
e) cuidados diretos de Enfermagem a pacientes graves com risco de vida.

28. O tratamento adequado de resíduos, decorrentes da assistência à saúde é imprescindível para minimizar riscos à saúde, além de
preservar a sustentabilidade dos recursos naturais e qualidade de vida das pessoas. De acordo com a Resolução da Diretoria
Colegiada - RDC ANVISA Nº 306/04, os Resíduos de Serviços de Saúde - RSS - são classificados em 05 (cinco) grupos A,B,C,D e E,
conforme a sua natureza. Assinale a alternativa que apresenta os resíduos do Grupo B.
a) Bolsas transfusionais, contendo sangue ou hemocomponentes, rejeitadas por contaminação ou por má conservação, ou ainda
com prazo de validade vencido.
b) Filtros de ar e gases aspirados de área contaminada, membrana filtrante de equipamento médico-hospitalar e de pesquisa.
c) Resíduos de produtos ou de insumos farmacêuticos, saneantes, desinfetantes, desinfestantes; resíduos, contendo metais pesados;
reagentes para laboratório, inclusive os recipientes contaminados por estes.
d) Materiais pérfuro-cortantes ou escarificantes, tais como lâminas de barbear, agulhas, ampolas de vidro, pontas diamantadas,
lâminas de bisturi, lancetas, espátulas e outros similares.
e) Não apresenta risco biológico, químico ou radiológico à saúde ou ao meio ambiente, podendo ser equiparado aos resíduos
domiciliares, tendo, como exemplo, as sobras de alimentos e do seu preparo e os resíduos das áreas administrativas.

29. A Portaria MS/GM nº 252, de 19 de fevereiro de 2013, instituiu a Rede de Atenção às Pessoas com Doenças Crônicas. Na atenção
às condições crônicas, o Ministério da Saúde propõe identificar os grupos de pessoas com semelhantes necessidades, de acordo com
dois critérios: a severidade da condição crônica estabelecida e a capacidade de autocuidado (MENDES, 2012). A severidade da
condição crônica estabelecida é estratificada em graus que variam de 1 a 4. Assinale a alternativa que apresenta exemplos de
severidade das condições crônicas cardiovasculares Grau 4, que é condição crônica muito complexa ou de altíssimo risco -
complicação estabelecida com grande interferência na qualidade de vida.
a) Microalbuminúria/proteinúria, Insuficiência renal crônica, pé diabético/neuropatia periférica.
b) Sedentarismo, Hipertensão arterial acima da meta pressórica, retinopatia por diabetes mellitus.
c) Hipertrofia ventricular esquerda, diabetes mellitus. acima da meta glicêmica, excesso de peso.
d) AVC prévio, Cardiopatia isquêmica, Insuficiência renal crônica.
e) Uso de insulina, cardiopatia isquêmica, hipertensão arterial acima da meta pressórica.

30. Analise o texto abaixo e assinale a alternativa que representa os princípios doutrinários do SUS:
“Todo cidadão brasileiro deve ter acesso às ações e serviços de saúde oferecidos pelo SUS, independente de sua raça, posição social
ou crença... Deve ser atendido conforme suas necessidades, reconhecendo as diferenças entre as populações e trabalhar para ca da
necessidade, oferecendo mais a quem mais precisa, diminuindo, assim, as desigualdades existentes”.
a) Universalidade e equidade.
b) Integralidade e hierarquização/regionalização.
c) Universalidade e integralidade.
d) Equidade e Hierarquização.
e) Controle social e preservação da autonomia.

31. A consulta de enfermagem para o acompanhamento da pessoa, com diagnóstico de Hipertensão Arterial Sistêmica - HAS - é
realizada por meio da aplicação da Sistematização da Assistência de Enfermagem – SAE (BRASIL, 2013). Sobre a consulta de
enfermagem para pessoas com HAS, assinale a alternativa CORRETA.
a) A consulta de enfermagem deve focar o exame físico e o enfermeiro deverá solicitar exames laboratoriais que contribuirão para o
diagnóstico, a avaliação de risco para DCV e a decisão terapêutica.
b) A consulta de enfermagem deve focar a avaliação inicial de pessoas com diagnóstico de HAS, a fim de identificar outros fatores de
risco para doença cardiovascular - DCV - e avaliar a presença de lesões em órgãos-alvo - LOA -.
c) A consulta de enfermagem deve focar os fatores de risco que influenciam o controle da hipertensão, como por exemplo:
mudanças no estilo de vida e o incentivo à atividade física.
d) A consulta de enfermagem deve focar o exame físico e um dos aspectos a serem considerados no supracitado exame é o de fundo
de olho.
e) A consulta de enfermagem deve focar o exame físico e a implementação da terapêutica medicamentosa, que pode ser iniciada
com um diurético associado a um inibidor da enzima conversora de angiotensina.

32. As doenças crônico-degenerativas, inclusive o câncer, constituem-se uma importante causa de mortalidade. Os vários tipos de
câncer, ainda que tenham o mesmo mecanismo fisiopatogênico, diferem do ponto de vista clínico, do etiológico e do preventivo.
São doenças diferenciadas, sendo que a maioria é determinada ou está associada a fatores extrínsecos à pessoa (estilo de vida e
fatores ambientais) e, portanto, são potencialmente preveníveis. Dentre as alternativas abaixo, assinale a que corresponde a
prevenção secundária.
a) Educação, orientação e apoio psicossocial para os doentes.
b) Investir na pesquisa, principalmente naquela que promove o melhor conhecimento da carcinogênese.
c) Garantir maior segurança aos trabalhadores que manuseiam ou entram em contato com agentes carcinogênicos; proibir a
fabricação de produtos que expelem substâncias cancerígenas no meio ambiente.
d) Desenvolvimento de um sistema de busca ativa de casos.
e) Realizar exames em massa da população, priorizando os grupos de riscos.

33. O enfermeiro deve administrar 10mL de uma solução de glicose a 30%, porém na unidade, estão disponíveis ampolas de 20mL
de glicose hipertônica a 50%. O volume de glicose a ser aspirado é de
a) 12mL.
b) 4mL.
c) 10mL.
d) 6mL.
e) 12,5mL.

34. Na sala de estabilização, um paciente apresentava-se com insuficiência respiratória, paralisia ascendente e com relato de
fraqueza e adinamia. Ao observar o traçado eletrocardiográfico, no monitor multiparâmetro, o enfermeiro observou a onda T
apiculada e achatamento da onda P. Sabe-se que alterações eletrolíticas são frequentes em pacientes graves. Assinale a alternativa
em que se identifica a maior probabilidade de distúrbio eletrolítico neste estudo de caso.
a) Hipercalcemia.
b) Hipercalemia.
c) Hipernatremia.
d) Hiponatremia.
e) Hipocalemia.
35 De acordo com o Ministério da Saúde, toda mulher da área de abrangência da unidade de saúde e com história de atraso
menstrual de mais de 15 dias deverá ser orientada pela equipe de saúde a realizar o Teste Imunológico de Gravidez -TIG -, a fim de,
que caso se confirme a gravidez, deve-se iniciar precocemente o Pré-Natal. Alguns sinais e sintomas são observados e, de acordo
com a sua natureza, podem ser classificados, como sinais de presunção, sinais de probabilidade e sinais de certeza de gravidez.
Assinale a alternativa em que encontramos apenas sinais de probabilidade de gravidez.
a) Presença dos batimentos cardíacos fetais - BCF -, que são detectados pelo sonar, a partir de 12 semanas e pelo Pinard, a partir de
20 semanas.
b) Modificações anatômicas, tais como: aumento do volume das mamas, hipersensibilidade nos mamilos e saída de colostro pelo
mamilo, coloração violácea vulvar.
c) Positividade da fração beta do HCG, no soro materno, a partir do oitavo ou nono dia, após a fertilização.
d) Manifestações clínicas, tais como: náuseas, vômitos, tonturas, salivação excessiva, mudança de apetite, aumento da frequência
urinária.
e) Ultrassonografia, evidenciando o saco gestacional, observado por via transvaginal, com apenas 4 a 5 semanas gestacionais.

36. Um paciente chega ao pronto-socorro com agitação, confusão, coma ou mesmo com déficit neurológico localizatório, a
enfermagem deverá realizar um procedimento primordial, que será
a) verificar glicemia capilar.
b) realizar a Escala de coma de Glasgow.
c) solicitar Hemograma conforme protocolo institucional.
d) realizar escala de Ramsay.
e) realizar a escala de NIH.

37. A Re ol o CO EN 358/2009 d e obre a “S te at za o da A t a de E fer a e e a implementação do processo de


e fer a e e a b e te úbl o e r ado e q e o orre o dado de e fer a e ”. A ale a alter at a q e o te la a
fa e de o ada “A al a o de E fer a e ”.
a) Realização das ações ou intervenções determinadas no planejamento.
b) Processo deliberado, sistemático e contínuo de verificação das mudanças nas respostas da pessoa, família ou coletividade
humana, em um dado momento do processo saúde-doença, para determinar se as ações ou intervenções de enfermagem
alcançaram o resultado esperado.
c) Determinação dos resultados que se espera alcançar e das ações ou intervenções de enfermagem que serão realizadas face às
respostas da pessoa, família ou coletividade humana em um dado momento do processo saúde-doença.
d) Processo deliberado, sistemático e contínuo, com o auxílio de métodos e técnicas variadas, que tem por finalidade a obtenção de
informações sobre a pessoa, família ou coletividade e sobre suas respostas em um dado momento do processo saúde-doença.
e) Processo de interpretação e agrupamento de dados coletados, que culmina com a tomada de decisão, e que constituem a base
para a seleção das ações ou intervenções ou intervenções.

38. A esquizofrenia constitui um transtorno psicótico grave, de natureza crônica e idiopática, mas, segundo alguns autores, fatores
genéticos e ambientais parecem estar associados a um aumento no risco de desenvolvimento da doença. O tratamento
farmacológico constitui-se uma das modalidades terapêuticas e deve ser feito com o uso de antipsicóticos, também denominados
neurolépticos, que são classificados como típicos e atípicos. Assinale a alternativa em que encontramos apenas antipsicóticos
atípicos.
a) Clorpromazina, olanzapina, flufenazina.
b) Clozapina, haloperidol, flufenazina.
c) Clorpromazina, haloperidol, tioridazina.
d) Haloperidol, risperidona, quetiapina.
e) Clozapina, risperidona, olanzapina.

39. Os imunobiológicos deverão ser acondicionados em temperatura adequada com a finalidade de garantir a sua eficácia. Em
situações de emergência a geladeira pode deixar de funcionar por dois motivos: defeito técnico e corte de energia elétrica, porém
em ambos os casos, deverão ser tomadas providências para evitar a perda dos imunobiológicos. Em caso de defeito técnico, a
equipe de enfermagem deverá acondicioná-los em caixa térmica, onde eles poderão permanecer por um período específico.
Assinale a alternativa que identifica este período.
a) Os imunobiológicos deverão ser acondicionados em caixas térmicas, mantendo a temperatura recomendada de +2ºC a +8ºC, onde
poderão permanecer até 6 horas.
b) Os imunobiológicos deverão ser acondicionados em caixas térmicas, mantendo a temperatura recomendada de +2ºC a +8ºC,
onde poderão permanecer até 12 horas.
c) Os imunobiológicos deverão ser acondicionados em caixas térmicas, mantendo a temperatura recomendada de +2ºC a +8ºC, onde
poderão permanecer até 8 horas.
d) Os imunobiológicos deverão ser acondicionados em caixas térmicas, mantendo a temperatura recomendada de +2ºC a +8ºC,
onde poderão permanecer até 24 horas.
e) Os imunobiológicos deverão ser acondicionados em caixas térmicas, mantendo a temperatura recomendada de +2ºC a +8ºC,
onde poderão permanecer até 4 horas.

40. Relato 1: “Q ero j t a”, diz pai da menina que recebeu vaselina em vez de soro...
Relato 2: o ed ada e re ebe oro. “Se do a e ela te e elhora e ta a be . A éd a d e q e e erar a e a hora
dar a a o a e e ela o o ta e ter a alta” af r a a adra ta. Nesse período, segundo a família, uma enfermeira disse que
dar a o tro ed a e to à adole e te e ela e tar a l berada. “Lo o de o ela falo ara a e q e a lí a e ta a dor e te e
q e a orrer.”
Relatos destes tipo ouvimos frequentemente em noticiários. Com o objetivo de evitar estes acontecimentos trágicos, o Plano de
Segurança do Paciente (PSP) constitui- e e “do e to q e a o ta t a e de r o e de re e a e traté a e a e def da
pelo serviço de saúde para a gestão de risco, visando à prevenção e à mitigação dos incidentes, desde a admissão até a
tra fer a a alta o o ób to do a e te o er o de aúde” t t do a A e ara Se ra a do a e te adota do assim,
como escopo de atuação para os eventos associados à assistência à saúde, as Seis Metas da Organização Mundial da Saúde que
estão traduzidas em Protocolos de Segurança do Paciente. Marque a alternativa que NÃO corresponde as metas instituídas.
a) Melhorar a efetividade da comunicação entre os profissionais.
b) Identificar os pacientes corretamente e reduzir o risco de lesão decorrente de quedas.
c) Procrastinar a segurança de medicações de alta vigilância como o cloreto de potássio.
d) Assegurar cirurgia com local de intervenção correto, procedimento correto e paciente correto.
e) Reduzir o risco de infecções, associadas aos cuidados de saúde, por meio da higienização das mãos.

1. (UFPE-PE/2013) A higienização das mãos é uma preocupação constante, por tratar-se da medida mais simples e menos
dispendiosa para a prevenção das infecções hospitalares, e para a segurança do profissional de saúde. Sobre as recomendações para
realizar este procedimento, assinale a alternativa que não corresponde às orientações da ANVISA.
a) A preparação alcoólica substitui a lavagem das mãos, quando não houver sujidade aparente.
b) Deve-se evitar água muito quente ou muito fria na higienização das mãos, a fim de evitar o ressecamento da pele.
c) Após a higienização das mãos com água e sabão, deve-se fazer uso de uma preparação alcoólica.
d) Depois do uso da preparação alcoólica, deve-se deixar que as mãos sequem completamente, sem a utilização de papel-toalha.
e) Deve-se aplicar creme hidratante nas mãos diariamente, para evitar o ressecamento.
11. (UNIOESTE-2013) Com relação ao indivíduo diabético, pode-se afirmar que a Cetoacidose diabética é precipitada mais
comumente pela(o)
a) alimentação em excesso.
b) infecção.
c) esquecimento de uma dose de insulina.
d) estresse psicológico.
e) obstipação intestinal.

12. (Assembleia Legislativa do RN/FCC/2013) O hálito cetônico é uma manifestação clínica característica de
a) hipoglicemia.
b) retinopatia diabética.
c) cetoacidose diabética.
d) síndrome de baixa osmolaridade não cetótica.
e) glicação de proteína na presença de hipoglicemia.

13. (Prefeitura de São Caetano do SUL-SP/CAIPIMES/2011) São sintomas clássicos do Diabetes Mellitus inicial:
a) aumento do número de micção, urinar à noite, tontura, edema dos membros inferiores.
b) sede excessiva, aumento do volume urinário, fadiga, fraqueza.
c) perda de peso, visão borrada, aumento do apetite, exoftalmia.
d) sede excessiva, perda de peso, aumento do número de micção, hemoptise.

14. (Prefeitura de São Caetano do SUL-SP/CAIPIMES/2011) A Hipertensão Arterial é uma doença que necessita de constante
acompanhamento do paciente, pois no seu tratamento, incluem-se mudanças no estilo de vida. Assim, é correto afirmar que
a) obesidade, alta ingestão de sal e de álcool podem interferir no aparecimento da hipertensão arterial, mas não são considerados
fatores de risco.
b) o tratamento da hipertensão arterial deve ser, exclusivamente, medicamentoso, visto que alguns fatores de risco não podem ser
alterados.
c) a medida da pressão arterial pode ser influenciada pelo tamanho do manguito, sendo padronizados dois tamanhos: adulto e
criança.
d) a maioria dos casos de hipertensão arterial compõe-se daqueles de hipertensão denominada de essencial ou primária e de
etiologia desconhecida.

15. (Prefeitura de São Caetano do SUL-SP/CAIPIMES/2011) De acordo com o procedimento para medida da pressão arterial, leia as
afirmações abaixo e, em seguida, assinale a alternativa que contém a resposta correta.
I - Antes de verificar a pressão arterial deve-se explicar o procedimento ao paciente e certificar-se de que o mesmo encontra-se com
a bexiga vazia, não praticou atividades físicas, não ingeriu bebidas alcoólicas, cafés, alimentos ou fumou até 30 minutos antes do
procedimento a ser realizado.
II - Manter o braço do paciente acima do nível do coração e palpar a artéria radial para posicionamento do estetoscópio.
III - A pressão sistólica deve ser determinada no momento do aparecimento do primeiro som (fase I de Korotkoff).
IV - A pressão diastólica deve ser determinada no momento do aparecimento do último som (fase V de Korotkoff).
a) As afirmativas I, II, III e IV estão corretas.
b) Apenas as afirmativas I, III e IV estão corretas.
c) Apenas as afirmativas I e III estão corretas.
d) Apenas as afirmativas I e IV estão corretas.

16. (Prefeitura de São Caetano do SUL-SP/CAIPIMES/2011) Os fatores de risco para Hipertensão Arterial são:
a) obesidade, sedentarismo, dieta hipocalórica.
b) hereditariedade, idade, atividade física.
c) tabagismo, estresse, dieta hipossódica.
d) hereditariedade, raça, ingestão excessiva de sal.

17. (Prefeitura de São Caetano do SUL-SP/CAIPIMES/2011) Com relação à Pressão Arterial, é correto afirmar que
a) o tamanho do esfigmomanômetro depende da circunferência do braço a ser examinado, sendo que a bolsa inflável do manguito
deve ter uma largura que corresponda a 40% da circunferência do braço, e seu comprimento deve ser de 80%.
b) em crianças a pressão arterial é nitidamente mais alta do que em adultos.
c) durante o sono ocorre uma elevação na pressão arterial a cerca de 10% tanto na sistólica como na diastólica.
d) durante o exercício físico há diminuição da pressão arterial, devido ao aumento do débito cardíaco.

18. (TRT 6ª Região/FCC/2012) Ao trabalhador diabético de 50 anos, com queixa de cefaleia, mantendo a pressão arterial de 150×110
mmHg, o consenso das VI Diretrizes Brasileiras de Hipertensão recomenda como prioridade
a) mudar o estilo de vida e, na reavaliação após três meses, iniciar o tratamento medicamentoso se necessário.
b) encaminhar o paciente à nutricionista para reavaliar a ingesta de carboidratos para reduzir a pressão arterial.
c) iniciar o tratamento medicamentoso, mudar o estilo de vida, realizar exercícios físicos moderados e manter alimentação saudável.
d) instalar máscara de pressão positiva duas vezes ao dia, se o paciente apresentar ronco pulmonar.
e) reduzir a resistência à insulina com o uso de metformina e diurético tiazídico.

19. (Prefeitura de Piripiri-PI/LUDUS/2012) A doença pulmonar obstrutiva crônica descreve condições nas quais o fluxo aéreo no
interior dos pulmões encontra-se comprometido e ocorre redução da resistência à inspiração, de modo que a fase expiratória da
respiração é prolongada. De acordo com os principais sinais e sintomas apresentados no paciente com DPOC, analise as assertivas e
identifique a alternativa FALSA ocorrida no quadro clínico específico destes pacientes:
a) A bronquiectasia, a atelectasia, a bronquite crônica e o enfisema são classificados como doenças pulmonares obstrutivas crônicas;
e a asma é um distúrbio obstrutivo, mas muito mais agudo.
b) A bronquiectasia é caracterizada por infecção crônica e pela dilatação irreversível dos brônquios e dos bronquíolos; pode ter
como etiologia um tumor ou um corpo estranho, anomalias congênitas e exposição a gases tóxicos.
c) Os pacientes com bronquiectasia apresentam tosse crônica com expectoração de escarro purulento, mas sem presença de
hemoptise e os pacientes raramente apresentam perda de peso.
d) A atelectasia é o colapso do alvéolo e pode envolver uma pequena porção do alvéolo ou um lobo pulmonar inteiro; ocorre
secundária à aspiração de alimento ou de vômito e à presença de líquido ou de ar na cavidade torácica.
e) O enfisema é uma doença crônica caracterizada por distensão alveolar anormal e as paredes e os capilares alveolares
apresentam-se destruídos; a lesão pulmonar é em geral permanente. Trata-se da DPOC mais comum.

20. (Exército Brasileiro/EsFCEx/2011) À inflamação das vias respiratórias que provoca episódios de tosse, sibilo e dispnéia, que exige
avaliação adequada de enfermagem com medidas de intervenção para alívio imediato de sintomas respiratórios e de ansiedade,
como também intervenções para educação e manutenção da saúde, dá-se o nome de:
a) Sinusite
b) Anafilaxia
c) Rinite alérgica
d) Asma brônquica
e) Alergias alimentares

21. (Prefeitura de Goiana-PE/IPAD/2010) Doença inflamatória crônica, caracterizada por hiperresponsividade das vias aéreas
inferiores e por limitação variável ao fluxo aéreo, reversível espontaneamente ou com tratamento, manifestando-se clinicamente
por episódios recorrentes de sibilância, dispnéia, aperto no peito e tosse, particularmente à noite e pela manhã ao despertar.
Resulta de uma interação entre genética, exposição ambiental a alérgenos e irritantes, e outros fatores específicos que levam ao
desenvolvimento e manutenção dos sintomas. Essa descrição define que doença?
a) Asma.
b) Tuberculose.
c) Enfisema Pulmonar.
d) Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica
e) Aspergilose broncopulmonar alérgica.

22. (Prefeitura de Patos-PB/PagTCPB/2010) Qual a via preferida para a administração de drogas sintomáticas e profiláticas na asma
por reduzir os seus efeitos colaterais, além de propiciar maior rapidez de ação?
a) Oral.
b) Subcutânea.
c) Intra-muscular.
d) Retal.
e) Inalatória.

23. (Prefeitura de Patos-PB/PagTCPB/2010) Causas primárias da hipertensão pulmonar:


a) Vasculite, doença cardíaca primária.
b) Uso de contraceptivo oral, doença falciforme.
c) Doença pulmonar obstrutiva crônica, pneumonia intersticial.
d) Inalação de fumaça, cifoescoliose.
e) Obesidade, altitude elevada.

24. (Prefeitura de São Luís-MA/MOVENS/2007) Doença pulmonar obstrutiva crônica é uma terminologia ampla usada para
classificar diversos distúrbios, como bronquite crônica, bronquiectasias, enfisema pulmonar e asma brônquica. É uma condição
geralmente irreversível, associada à dispnéia, esforço e fluxo aéreo reduzido inexplicado por doença cardíaca ou pulmonar
infiltrativa específica. Com relação a esse assunto, nos itens a seguir, assinale Verdadeiro (V) ou Falso (F).

I. A bronquite crônica é definida como a presença de tosse seca, que perdura por pelo menos três meses a um ano, por dois anos
consecutivos.
II. A bronquiectasia é uma dilatação crônica dos brônquios e bronquíolos e pode ser causada por várias condições, incluindo as
infecções pulmonares, e obstrução de um brônquio.
III. Fumar cigarros constitui a principal causa de enfisema pulmonar.
IV. A asma manifesta-se por um estreitamento das vias aéreas, resultando em dispnéia, tosse e sibilos.
V. Quando a asma e a bronquite ocorrem ao mesmo tempo, a obstrução é composta e é chamada de bronquite asmática crônica.

A sequência correta é
a) F F F F V. b) V V F F V. c) F F V V F. d) F V V V V. e) V F F V V.

25. (Prefeitura de Vitória da Conquista-BA/AOCP/2013) A pena de cassação do Exercício Profissional é aplicável em qual dos
seguintes casos?
a) Deixar de exercer a profissão com justiça, compromisso, equidade, resolutividade, dignidade, competência, responsabilidade,
honestidade e lealdade.
b) Deixar de fundamentar suas relações no direito, na prudência, no respeito, na solidariedade e na diversidade de opinião e posição
ideológica.
c) Deixar de comunicar ao COREN e aos órgãos competentes, fatos que infrinjam dispositivos legais e que possam prejudicar o
exercício profissional.
d) Deixar de avaliar criteriosamente sua competência técnica, científica, ética e legal e somente aceitar encargos ou atribuições,
quando capaz de desempenho seguro para si e para outrem.
e) Deixar de praticar e/ou ser conivente com crime, contravenção penal ou qualquer outro ato, que infrinja postulados éticos e
legais.

26. (Prefeitura de Galinhos-RN/ACAPLAM/2011) Região especial do coração, que controla a frequência cardíaca. Localiza-se perto
da junção entre o átrio direito e a veia cava superior e é constituído por um aglomerado de células musculares especializadas:
a) Feixe de His
b) Nódulo sinoatrial
c) Sistema de Purkinge
d) Válvula tricúscpide
e) Válvula mitral

27. (UFG/2013) A insuficiência cardíaca (IC) é a insuficiência das câmaras esquerda e/ou direita do coração que resulta em um
débito insatisfatório para atender às necessidades tissulares provocando congestão vascular e cardíaca. Além de monitorar balanço
hídrico nas 24 horas, manter o paciente em posição de Fowler na fase aguda e monitorar a pressão arterial, as ações de enfermagem
para indivíduos acometidos por IC, quanto ao gerenciamento de líquidos, incluem a seguinte:
a) auscultar sons respiratórios.
b) administrar oxigênio.
c) administrar analgésico.
d) observar padrão intestinal.

28. (Prefeitura de Pontes de Lacerda-MT/FAPERP/2011) Na insuficiência cardíaca congestiva, a disfunção do músculo cardíaco
causa:
a) hipertrofia ventricular.
b) infarto agudo do miocárdio.
c) doenças degenerativas do miocárdio.
d) enfisema pulmonar.
29. (Prefeitura de Gramado-RS/FUNDATEC/2013) Sobre a prevenção clínica de doença cardiovascular, cerebrovascular e renal
crônica, leia as seguintes afirmativas:
I. A doença cardiovascular representa hoje, no Brasil, a maior causa de mortes.
II. Mais importante do que diagnosticar no indivíduo uma patologia isoladamente, seja diabetes, hipertensão ou a presença de
dislipidemia, é avaliá-lo em termos de seu risco cardiovascular, cerebrovascular e renal global.
III. Os principais grupos de risco para o desenvolvimento da doença renal crônica são diabete mellitus, hipertensão arterial e história
familiar.
Quais estão corretas?
a) Apenas I.
b) Apenas II.
c) Apenas I e III.
d) Apenas II e III.
e) I, II e III.

30. (Exército Brasileiro/EsFCEx/2011) Trata-se de um dos cuidados de enfermagem prioritário para paciente com o diagnóstico de
enfermagem de débito cardíaco diminuído:
a) controle de diurese.
b) realizar pulsoterapia.
c) realizar curva térmica.
d) orientar aumento da ingesta hídrica.
e) orientar sobre os cuidados com o uso de marcapasso.

31. (Prefeitura de Montes Claros-MG/ UNIMONTES/2010) Em relação aos distúrbios venosos agudos, podemos afirmar:
I. A tromboflebite superficial, via de regra, é um distúrbio de difícil diagnóstico: muitas vezes é iatrogênico, decorrente de introdução
descuidada de cateteres venosos ou má manutenção dos locais de manipulação endovenosa.
II. As veias e as válvulas, permanentemente lesadas pela trombose venosa profunda, diminuem o risco de outra trombose venosa
profunda, embolia pulmonar e úlceras venosas de estase.
III. A trombose venosa profunda é um distúrbio comum, mais entre as mulheres do que entre os homens, e mais em adultos do que
em crianças.
Marque a alternativa CORRETA.
a) Somente I e III estão corretas.
b) Somente I e II estão corretas.
c) Somente II e III estão corretas.
d) Somente III está correta.

32. (Prefeitura de Ibiporã-PR/AOCP/2011)


Relacione as colunas e, em seguida, assinale a
alternativa com a sequência correta. Tipo de
Angina Definição/sintomas
1. Angina Instável. ( ) Os sintomas acontecem com o paciente em
2. Angina Estável. repouso, sintomas com maior frequência e
3. Angina Refratária. duração.
4. Angina Variante. ( ) A dor acontece aos esforços e é aliviada
pelo repouso.
( ) Dor torácica grave e intratável.
( ) Dor em repouso com elevação reversível do
seguimento ST (também chamada de
Prinzmetal).

a) 2 – 1 – 4 – 3. b) 1 – 2 – 3 – 4. c) 1 – 2 – 4 – 3. d) 3 – 4 – 2 – 1. e) 4 – 3 – 1 – 2.

33. (Instituto Inês/AOCP/2012) A dor torácica é a apresentação clínica mais comum da isquemia miocárdica ocorrendo em
aproximadamente 80% dos casos. Sobre as características da dor torácica e sintomas associados, assinale a alternativa correta.
a) Uma das características básicas da angina estável típica é o desconforto difuso, retroesternal, não afetado por posição,
movimento ou palpação, podendo irradiar para ombros, braço esquerdo, braço direito, pescoço ou mandíbula.
b) A dor dos pacientes com SCA (síndrome coronariana aguda) tem características semelhantes à da angina estável, mas os episódios
são menos intensos e prolongados e, normalmente, ocorrem nos esforços.
c) Entre os pacientes que apresentam angina pectoris, há três apresentações principais que sugerem o surgimento de uma SCA uma
delas é a angina de repouso com geralmente menos de 20 minutos de duração.
d) A angina estável típica não é aliviada pelo repouso nem pelo uso de nitrato sublingual.
e) Angina em crescendo (maior frequência, maior duração ou ocorre com menor esforço que em eventos anginosos prévios)
descarta o aparecimento de uma SCA.

34. (Prefeitura de Paranavaí-PR/AOCP/2011) Sobre a síndrome coronariana aguda (SCA) informe se é verdadeiro (V) ou falso (F) o
que se afirma a seguir e assinale a alternativa com a sequência correta.
( ) São sintomas atípicos da SCA: Mal estar, indigestão, dor epigástrica e sudorese, principalmente em idosos e em portadores de
diabetes mellitus (DM).
( ) A dor é localizada na região do hipocôndrio direito.
( ) A dor geralmente não se altera por posição, movimento ou palpação.
( ) O início da dor geralmente se dá em repouso.
a) V – V – V – V.
b) F – F – V – V.
c) V – F – V – V.
d) V – F – F – F.
e) F – V – F – V.

33. (Instituto Inês/AOCP/2012) A dor torácica é a apresentação clínica mais comum da isquemia miocárdica ocorrendo em
aproximadamente 80% dos casos. Sobre as características da dor torácica e sintomas associados, assinale a alternativa correta.
a) Uma das características básicas da angina estável típica é o desconforto difuso, retroesternal, não afetado por posição,
movimento ou palpação, podendo irradiar para ombros, braço esquerdo, braço direito, pescoço ou mandíbula.
b) A dor dos pacientes com SCA (síndrome coronariana aguda) tem características semelhantes à da angina estável, mas os episódios
são menos intensos e prolongados e, normalmente, ocorrem nos esforços.
c) Entre os pacientes que apresentam angina pectoris, há três apresentações principais que sugerem o surgimento de uma SCA uma
delas é a angina de repouso com geralmente menos de 20 minutos de duração.
d) A angina estável típica não é aliviada pelo repouso nem pelo uso de nitrato sublingual.
e) Angina em crescendo (maior frequência, maior duração ou ocorre com menor esforço que em eventos anginosos prévios)
descarta o aparecimento de uma SCA.

34. (Prefeitura de Paranavaí-PR/AOCP/2011) Sobre a síndrome coronariana aguda (SCA) informe se é verdadeiro (V) ou falso (F) o
que se afirma a seguir e assinale a alternativa com a sequência correta.
( ) São sintomas atípicos da SCA: Mal estar, indigestão, dor epigástrica e sudorese, principalmente em idosos e em portadores de
diabetes mellitus (DM).
( ) A dor é localizada na região do hipocôndrio direito.
( ) A dor geralmente não se altera por posição, movimento ou palpação.
( ) O início da dor geralmente se dá em repouso.
a) V – V – V – V.
b) F – F – V – V.
c) V – F – V – V.
d) V – F – F – F.
e) F – V – F – V.

35. (Prefeitura de Machadinho D’Oeste-RO/FUNCAB/2012) Marque a alternativa de acordo com a correta classificação do tipo de
Angina de peito.
a) Angina estável: dor torácica intensa e incapacitante.
b) Angina intratável: dor previsível e consistente que ocorre sob esforço e é aliviada pelo repouso.
c) Angina variante: evidência objetiva de isquemia, mas o paciente não relata sintomas.
d) Angina refratária: dor em repouso com elevação reversível do segmento ST.
e) Angina instável: também chamada de angina pré-infarto, o limiar para dor é menor e a dor pode ocorrer em repouso.

36. (Assembleia Legislativa do Amazonas-MA/FGV/2013) A angina de peito é uma síndrome clínica comumente caracterizada por
episódios ou paroxismos de dor ou pressão na região anterior do tórax. Os sintomas variam de acordo com o tipo de angina,
podendo ir desde um desconforto até a dor agonizante. A dor em repouso, possivelmente causada pelo vasoespasmo da artéria
coronária, é característica da
a) angina estável.
b) angina instável.
c) angina refratária.
d) angina Prinzmetal.
e) isquemia silenciosa.

37. (Prefeitura de Patos-PB/PagTCPB/2010) Coloque (V) verdadeiro ou (F) falso e marque a alternativa correta. A endocardite
infecciosa é uma infecção microbiana da superfície endotelial do coração. São fatores de alto risco para endocardite infecciosa:
( ) Próteses valvulares cardíacas.
( ) Doença da válvula aórtica.
( ) Regurgitação mitral.
( ) Defeito septal ventricular.
( ) Coarctação da aorta.
Assinale a alternativa correta:
a) V V V F F. b) F F V V V. c) V V V V V. d) V V V V F. e) F F F F V.

38. (Prefeitura de Machadinho D’Oeste-RO/FUNCAB/2012) Entre os cuidados contidos na Prescrição de Enfermagem para o
paciente com Insuficiência Renal Crônica, deve-se:
a) alterar o horário dos medicamentos de modo que eles sejam administrados imediatamente antes das refeições.
b) incentivar lanches hipocalóricos e hipossódicos entre as refeições.
c) oferecer alimentos hiperprotéicos e ricos em potássio.
d) avaliar o estado hídrico: peso diário; balanço hídrico; turgor cutâneo e presença de edema.
e) oferecer hidratação oral sem restrição.

39. (Prefeitura de Goiana-PE/2010-IPAD) Se l e te o d a ó t o de e fer a e de “ex e o de ol e líq do


rela o ado ao déb to r ár o red z do e rete o de á a e al” e é ortador de f a re al crônica, são cuidados
essenciais:
a) avaliação de edema e administração de suplementos de vitamina D, conforme prescrito.
b) realização de ausculta cardíaca e estimulação da ingestão de sódio
c) a mensuração diária do peso e aferição da pressão arterial.
d) avaliação do ingurgitamento de veia jugular e monitoração da contagem de eritrócitos.
e) avaliação da frequência respiratória e administração de suplementos de ferro, conforme prescrição.

40. (UNIOESTE-2013) Sr. Josias tem problema renal a mais ou menos 3 anos, procurou o serviço de saúde onde identificou-se
hipertensão. As causas da hipertensão associadas com a insuficiência renal crônica incluem
a) hipoaldosteronismo.
b) sódio aumentado e retenção de água.
c) produção de renina diminuída.
d) produção de hormônio antidiurético diminuída.
e) hipotireoidismo.

41. (HCFMB–UNESP/CAIPIMES/2013) Referente à diálise peritoneal assinale a alternativa incorreta.


a) A diálise peritoneal é indicada em pacientes que realizaram cirurgia abdominal recente ou extensa, apresentam aderências
abdominais ou estejam em estado gravídico.
b) Na maioria das vezes, a diálise peritoneal é indicada para pacientes graves que necessitam de diálise, mas são incapazes de tolerar
as alterações hemodinâmicas associadas à hemodiálise.
c) A diálise peritoneal também pode ser realizada em uma unidade de terapia intensiva em pacientes que já faziam uso de diálise
peritoneal crônica e pacientes hospitalizados com doença aguda.
d) A diálise peritoneal é um tratamento mais lento e menos eficaz que a hemodiálise.

42. (UFSM/2013) O rim tem como principal função a regulação da composição hidroeletrolítica dos líquidos corporais e a remoção
dos produtos finais do metabolismo do sangue. É correto afirmar que a assistência de enfermagem a pacientes em diálise peritoneal
intermitente compreende
a) controlar a pressão arterial e o pulso a cada 60 minutos na primeira troca.
b) introduzir mais 5 cm o cateter no abdômen, se este não estiver permeável.
c) realizar a monitorização renal por meio do balanço hídrico e da pesagem diária.
d) adicionar os antibióticos somente no dialisador, no caso de peritonite.
e) aumentar a velocidade do influxo da diálise, no caso de dificuldade respiratória do paciente.

43. (HCFMB–UNESP/CAIPIMES/2013) Apesar de cada terapia dialítica apresentar características únicas, todas requerem
intervenções semelhantes. Assinale qual alternativa não se refere à intervenção protocolar em terapia dialítica.
a) Monitorização cuidadosa da pressão arterial e avaliação do estado de coagulação.
b) Débito urinário e débito cardíaco.
c) Pressão de preenchimento capilar arterial e venoso.
d) Gerenciamento preciso dos fluidos e monitoramento do peso.

44. (Prefeitura de Paranavaí-PR/AOCP/2012) Sobre a assistência de Enfermagem em pacientes com cálculo renal, assinale a
alternativa correta.
a) Como não existem complicações relacionadas ao paciente com cálculo renal, o objetivo da assistência é proporcionar o alívio da
dor e prevenção de recidiva dos cálculos renais.
b) Uma das prescrições de enfermagem para o paciente com cálculo renal é a dor relacionada à inflamação e obstrução do trato
urinário.
c) Os sinais vitais do paciente com cálculo renal não precisam ser monitorados, uma vez que o risco de infecção nestes pacientes é
muito baixo.
d) A ingestão hídrica aumentada deve ser encorajada para evitar desidratação e aumentar a pressão hidrostática dentro do trato
urinário, de modo a promover a passagem do cálculo.
e) A litotripsia deve ser realizada precocemente em todos os casos para evitar a eliminação espontânea do cálculo e obstrução da
uretra.

45. (Prefeitura de Piripiri-PI/LUDUS/2012) Sobre os distúrbios urinários, analise as alternativas abaixo e assinale com (V) as
afirmativas verdadeiras e com (F) as afirmativas falsas.
( ) As infecções do trato urinário (ITU) são causadas por micro-organismos patogênicos no trato urinário.
( ) As ITU são classificadas como infecções iatrogênicas que, em casos graves, podem ocasionar a morte do paciente.
( ) Entre os fatores de risco para as infecções do trato urinário estão: incapacidade ou falha em esvaziar por completo a bexiga;
obstrução do fluxo urinário; aumento excessivo do consumo de sódio; imunossupressão.
( ) A pielonefrite é uma infecção da pelve renal que pode ser causada por bactérias que alcançam a bexiga e ascendem ao rim, ou
que chegam ao rim por meio da circulação sanguínea.
( ) Como exemplo de infecções do trato urinário inferior temos a cistite, prostatite, uretrite e pielonefrite.
Marque a alternativa que apresenta a sequência
CORRETA, de cima para baixo.
a) V – F – F – V – F b) V – F – V – F – V d) V – V – F – V – F d) F – V – F – F – V e) F – V – V – V – F

46. (Secretaria Estadual de Saúde do Piauí-PI/NUCEPE/2012) A invasão bacteriana da próstata pode ter várias etiologias. Sobre este
assunto analise as afirmações a seguir.
1) pode ser decorrente de refluxo da urina infectada do canal ejaculatório.
2) é secundária a uretrite.
3) pode ser estimulada por instrumentação uretral ou exame retal de próstata.
4) è frequentemente causada por bactérias entéricas gram positivas e gram negativas.
Está(ão) correta(s).
a) 1 apenas
b) 2, e 4 apenas
c) 1 e 3 apenas
d) 2, 3 e 4 apenas
e) 1, 2, 3 e 4

47. (Município de Resende-RJ/CONSULPLAN/2010) O aumento acentuado de proteína na urina, a diminuição da albumina no


sangue, edema, elevação das lipoproteínas de baixa densidade e do colesterol, são características de:
a) Infecção urinária.
b) Insuficiência renal.
c) Síndrome nefrótica.
d) Diabetes mellitus.
e) Uretrite.

48. (Prefeitura de Patos-PB/ESF/2010-PagTCPB) A glomerulonefrite aguda é mais comum em crianças com mais de 2 anos de idade,
porém pode acontecer em todas as idades. São manifestações clínicas da glomerulonefrite aguda, EXCETO:
a) Hipotensão.
b) Edema.
c) Urina cor de coca-cola.
d) Cefaleia.
e) Mal-estar.

49. (TRT 11ª Região/FCC/2012) Uma das condutas recomendadas no tratamento da ascite é a
a) utilização de substitutos do cloreto de sódio por outros contendo hidrato de cloral.
b) paracentese.
c) postura ereta para ativação do sistema reninaangiotensina.
d) terapia osmótica com a sonda de Sengstaken Blakemore.
e) terapia com amônia.

50. (Prefeitura de São Luís-MA/MOVENS/2007) Um paciente chega à unidade de saúde e, durante a anamnese, queixa-se de falta
de apetite, náuseas, dor abdominal, fraqueza e emagrecimento. Ao ser examinado pelo enfermeiro, verifica-se que ele apresenta
ascite, edema de membros e icterícia. Refere ser etilista há 20 anos e também relata o aumento de peso progressivo. De acordo com
os sintomas apresentados, o enfermeiro pode suspeitar que este paciente provavelmente apresenta
a) esofagite.
b) gastrite.
c) cirrose hepática.
d) retocolite.
e) pancreatite.

51. (UFSM/2013) Quanto aos distúrbios e procedimentos biliares, pode-se afirmar que
a) coledocotomia é a presença de cálculos na vesícula biliar.
b) colelitiase é a remoção da vesícula biliar.
c) coledocolitotomia é a abertura e drenagem da vesícula biliar.
d) colecistite é a inflamação da vesícula biliar.
e) coledocoduodenostomia é a anastomose do colédoco ao jejuno.

52. (IBC/AOCP/2012) Assinale a alternativa que apresenta um diagnóstico de Enfermagem que pode estar relacionado a um cliente
com quadro de Anemia Falciforme.
a) Dor músculo-esquelética aguda.
b) Ingestão nutricional aumentada.
c) Controle da frequência respiratória e frequência cardíaca.
d) Orientar dieta rica em vitamina C.
e) Aplicar compressas mornas nas articulações.

53. (Prefeitura de São Gonçalo do Amarante-RN/ASPERHS/2011) Qual dos tipos de anemia é mais comum em indivíduos da raça
negra?
a) Anemia Aplástica.
b) Anemia Ferropriva.
c) Anemia Perniciosa.
d) Anemia Falciforme.
e) Anemia Malárica.

54. (Prefeitura de Galinhos-RN/ACAPLAM/2011) Assinale a alternativa em que o tipo de anemia está relacionado à deficiência da
vitamina B12?
a) Talassemia
b) Anemia aplásica
c) Anemia falciforme
d) Anemia perniciosa
e) Anemia ferropriva

55. (Prefeitura de Paranavaí-PR/AOCP/2012) Assinale a alternativa que melhor corresponde a um Diagnóstico de Enfermagem
para um paciente com distúrbio esofágico.
a) Depuração inadequada da via aérea relacionada à obstrução por muco.
b) Realizar troca de Sonda Nasogástrica a cada 15 dias, observar perfusão da sonda.
c) Risco de aspiração devido à dificuldade de deglutição e/ou sonda de alimentação.
d) Identificar risco de infecção observando sinais de calor, rubor.
e) Excesso de volume hídrico relacionado à velocidade de infusão de líquidos inadequada.

56. (SES-PI/NUCEPE/2012) Sobre o sistema endócrino é correto afirmar que:


a) a deficiência primária ocorre devido doença na própria glândula.
b) os pacientes costumam apresentar queixas específicas.
c) tireoidite de Hashimoto é uma doença aguda normalmente associada a vírus.
d) a síndrome de Cushing ocorre quando níveis plasmáticos de cortisol estão diminuídos.
e) diabetes insipidus é um distúrbio no metabolismo da glicose.

57. (Prefeitura de São Leopoldo-RS/CONSULPLAN/2010) A fácies do paciente deve ser avaliada durante o exame físico, e as
características encontradas podem decorrer de alterações orgânico-metabólicas ou por componentes psicológicos. O tipo de fácies
que é observado nos pacientes com uso crônico de corticoides e também em casos de síndrome por hiperfunção do córtex da
suprarrenal, é denominado:
a) Fácies cushingoide.
b) Fácies basedowiana.
c) Fácies miastênica.
d) Fácies pletórica.
e) Fácies acromegálica.

58. (Prefeitura de Goiana-PE/IPAD/2010) As manifestações da disfunção da tireoide podem indicar produção insuficiente ou
excessiva de hormônios. São sintomas da disfunção da tireoide exceto:
a) Sudorese profusa, exoftalmia, taquicardia, fadiga.
b) Ganho ou perda de peso, constipação, palidez, depressão.
c) Tremores, agitação, anorexia, intolerância ao calor.
d) Sudorese, pele fria e seca, endoftalmia.
e) Nervosismo, diplopia, irregularidade menstrual, constipação.

59. (Prefeitura de Goiana-PE/IPAD/2010) A desidratação ou déficit de volume hídrico refere-se à perda hídrica de 1% ou mais do
peso corporal. São sinais de desidratação todos os abaixo, exceto:
a) tontura, irritabilidade e delírio.
b) sede extrema, pele e mucosas secas, xerostomia.
c) turgor cutâneo adequado, anasarca.
d) aumento da frequência cardíaca, hipotensão.
e) turgor cutâneo deficiente

60. (Prefeitura de São Gonçalo do Amarante-RN/ASPERHS/2011) Um paciente com diagnóstico de Doença de Crohn deve ser
encaminhado para acompanhamento de qual especialidade médica?
a) Gastroenterologia
b) Dermatologia
c) Urologia
d) Ginecologia
e) Hematologia

61. (Prefeitura de Patos-PB/PagTCPB/2010) O comprometimento cutâneo traz sérias consequências na vida do individuo
acometido. Indique qual é a afecção cutânea de natureza auto-imune.
a) Erisipela. b) Impetigo. c) Tinea do pé. d) Pênfigo. e) Herpes-zóster.
62. (Prefeitura de Teresina-PI/NUCEPE/2011) Durante a consulta de enfermagem, atividade regulamentada pela Resolução COFEN
159/1993, o enfermeiro, ao avaliar os resultados de exames laboratoriais de um paciente deve considerar como alterado:
a) creatinina plasmática de 0,8mg/dl;
b) glicemia de jejum de 98 mg/dl;
c) potássio plasmático de 8 mEq;
d) LDL colesterol de 120 mg/dl;
e) HDL colesterol de 50 mg/dl.

63. (Prefeitura de Goiana-PE/IPAD/2010-Adaptada) Se do a Or a za o M d al de Saúde “C dado al at o o te a


assistência promovida por uma equipe multidisciplinar, ativa e integral a pacientes cuja doença não responde mais ao tratamento
curativo, sendo o principal objetivo a garantia da melhor qualidade de vida, tanto para o paciente quanto para seus familiares,
atra é do o trole da dor e de a to a e a d e e o o a e e r t a ”. Sobre o dado al at o analise
as afirmativas abaixo.
1. Os Cuidados Paliativos visam garantir melhor qualidade de vida, controle da dor e demais sintomas, além de facilitar a
desospitalização.
2. Os Cuidados Paliativos contribuir para reduzir a realização de exames complementares quando os resultados não mudam a
terapia e evitar o uso de terapias ineficazes e potencialmente danosas aos pacientes.
3. Os cuidados Paliativos enfatizar o tratamento domiciliar em detrimento do tratamento hospitalar, preparar os cuidadores para a
realização, em ambiente domiciliar, de cuidados antes restritos às instituições e estruturar o acesso à distribuição e à dispensação de
insumos e medicamentos necessários à manutenção do paciente no seu domicílio.
4. A instituição dos Cuidados Paliativos deve ser precoce, à época do diagnóstico de doença avançada, sem possibilidade de cura,
seguindo princípios éticos baseados no respeito à autonomia do paciente e requer habilidade de comunicação e uma abordagem
interdisciplinar.
Estão corretas:
a) 1, 2, 3 e 4.
b) 1, 2 e 3, apenas.
c) 2, 3 e 4, apenas.
d) 3 e 4, apenas
e) 1, 2 e 4, apenas

Gabarito definitivo
1-C

QUESTÃO 15 É direito da pessoa ter atendimento adequado, com qualidade, no tempo certo e com garantia de continuidade do
tratamento. Para tanto, devem ser asseguradas ao paciente informações claras e objetivas sobre seu estado de saúde, em especial
no que diz respeito a
A) possíveis diagnósticos.
B) diagnósticos confirmados e possíveis diagnósticos.
C) diagnósticos confirmados.
D) diagnósticos confirmados e possíveis diagnósticos, excetuando-se casos de neoplasias.

QUESTÃO 16 A Carta dos Direitos dos Usuários da Saúde caracteriza-se como uma importante ferramenta para que o cidadão
conheça seus direitos e deveres no momento de procurar atendimento de saúde. Assinale a alternativa que NÃO completa, de
forma adequada a sentença a seguir. A Carta dos Direitos dos Usuários da Saúde assegura ao cidadão o direito básico de
_________________________________________________________.
A) acesso ordenado e organizado aos sistemas de saúde.
B) atendimento que respeite a sua pessoa e seus valores.
C) atendimento livre de qualquer discriminação, inclusive garantindo um campo para se registrar o nome social, independentemente
do registro civil, sendo assegurado o uso do nome de preferência do usuário.
D) ingresso digno ao sistema de saúde público, não podendo legislar referente ao setor privado.

QUESTÃO 17 Segundo as terminologias adotadas em legislação nacional, e conforme o disposto no Regulamento Sanitário
ter a o al “a ra o” f a:
A) uma enfermidade ou estado clínico, independentemente de origem ou fonte, que represente ou possa representar um dano
significativo para os seres humanos.
B) um evento extraordinário que constitui risco para a saúde pública de outros países, devido à propagação internacional de
doenças, e que potencialmente requer uma resposta internacional coordenada.
C) qualquer dano à integridade física, mental e social dos indivíduos provocado por circunstâncias nocivas, como acidentes,
intoxicações, abuso de drogas e lesões auto ou heteroinfligidas.
D) qualquer manifestação de doença ou uma ocorrência que apresente potencial para causar doença.

QUESTÃO 18 Seguindo o Fluxograma do primeiro atendimento de caso positivo para Hanseníase, assinale a alternativa correta.
A) Orientar sobre a Hanseníase - Iniciar esquema terapêutico, notificar e preencher formulários - Agendar exames contato.
B) Iniciar esquema terapêutico - Orientar sobre a Hanseníase - Notificar e preencher formulários - Agendar exames contato.
C) Orientar sobre a Hanseníase - Agendar exames contato - Iniciar esquema terapêutico, notificar e preencher formulários.
D) Notificar e preencher formulários - Agendar exames contato - Orientar sobre a Hanseníase - Iniciar esquema terapêutico.

QUESTÃO 19 Os fatores de risco na prática da odontologia presentes no local de trabalho podem causar diretamente um problema
de saúde ou favorecer as reações fisiopatológicas que determinam seu aparecimento. Nesse sentido, considere os itens a seguir.
Inflexibilidade, alta intensidade do ritmo de trabalho, execução de grande quantidade de movimentos repetitivos, sobrecarga de
determinados grupos musculares, ausência de controle sobre o modo e ritmo de trabalho, ausência de pausas. Os itens acima
constituem:
A) Fatores de ordem física.
B) Fatores de ordem biológica.
C) Fatores de natureza química.
D) Fatores ligados à organização do trabalho.

QUESTÃO 20 Considerando os aspectos gerais do envelhecimento, além de alterações estruturais e funcionais, a composição
corporal sofre modificações importantes. Com relação a essas modificações, assinale a alternativa INCORRETA.
A) No tecido subcutâneo, ocorre a diminuição do tecido adiposo dos membros e aumento no tronco, caracterizando a chamada
gordura central.
B) A gordura corporal vai diminuindo com o avançar da idade.
C) A redução da albumina altera o transporte de diversas drogas no sangue.
D) O metabolismo basal diminui de 10% a 20% com o progredir da idade, o que deve ser levado em conta quando se calculam as
necessidades calóricas diárias do idoso.

QUESTÃO 21 A radioterapia é um método capaz de destruir células tumorais, empregando feixe de radiações ionizantes que, ao
interagirem com os tecidos, dão origem a elétrons rápidos que ionizam o meio e criam efeitos químicos como a hidrólise da água e a
ruptura das cadeias de DNA. Assinale a alternativa que NÃO expressa um fator relacionado à resposta dos tecidos à radiação.

A) Fonte de energia utilizada.


B) Sensibilidade do tumor à radiação.
C) Qualidade e a quantidade da radiação.
D) Tempo total em que a radiação é administrada.

QUESTÃO 22 Os termos Recém-nascido (RN) de risco e Recém-nascido (RN) de alto risco se referem àquele exposto a situações em
que há maior risco de evolução desfavorável, que devem ser prontamente reconhecidas pela equipe de saúde, pois demandam
atenção especial e prioritária. Assinale a alternativa que apresenta os critérios para identificação de Recém-nascido de alto risco.
A) Baixo nível socioeconômico; história de morte de criança menor de 5 anos na família.
B) Mãe adolescente (< 20 anos); Criança explicitamente indesejada.
C) RN com asfixia grave ao nascer (Apgar < 7 no 5º o minuto); RN < 35 semanas de idade gestacional.
D) RN com baixo peso ao nascer (< 2.500g); Mãe com baixa instrução (< 8 anos de estudo).

QUESTÃO 23 A Vigilância em saúde do recém-nascido (RN) começa antes de seu nascimento, com a atenção à saúde da mulher e da
gestante. Assinale a alternativa que NÃO apresenta ações de vigilância à saúde do RN.
A) Identificação da gestação de alto risco; visita domiciliar; busca ativa da gestante.
B) Continuidade da assistência até o final da gravidez e do parto; acolhimento imediato na maternidade.
C) Atenção qualificada ao parto; identificação do RN de risco.
D) Visita domiciliar um mês após o parto; primeira consulta na primeira semana de vida.

QUESTÃO 24 Associe os princípios assistenciais da linha de cuidado perinatal, apresentados na coluna da direita com suas ações,
apresentadas na coluna da esquerda.

( ) Proporcionar um atendimento para além das demandas colocadas.


( ) Todo RN e gestante com intercorrências e/ou em trabalho de parto devem ter prioridade no atendimento.
( ) Garantir que a atenção adequada - imediata e continuada - seja destinada a cada criança e mulher, sem perda de oportunidade
de ação da saúde.
( ) Assistência e desenvolvimento social para incremento das condições de vida da família.
( ) Estreitar as relações de confiança e de corresponsabilidade, incentivando o autocuidado e o reconhecimento de risco.

1. Promoção de vínculo entre o profissional e o usuário do sistema de saúde


2. Prática de ações de promoção integral da saúde e prevenção de agravos
3. Integração da rede de saúde e outros setores
4. Acolhimento
5. Abordagem de risco

Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta, de cima para baixo.

A) 3 – 4 – 1 – 5 – 2. B) 2 – 4 – 5 – 3 – 1. C) 4 – 5 – 2 – 1 – 3. D) 2 – 3 – 4 – 5 – 1.

QUESTÃO 25 A Organização Mundial de Saúde recomenda que o aleitamento materno seja iniciado

A) seis horas após o nascimento do bebê. B) três horas após o nascimento do bebê.
C) vinte e quatro horas após o nascimento do bebê. D) na primeira hora de vida do bebê.

QUESTÃO 26 Associe os achados comuns nos recém-nascidos, apresentados na coluna da esquerda, com suas características,
apresentadas na coluna da direita.
( ) Milium sebáceo
( ) Lanugo
( ) Vérnix caseoso
( ) Manchas mongólicas

1. Presente preferencialmente no dorso e nas regiões glútea e lombossacra, podendo ser disseminada, traduz imaturidade da pele
na migração dos melanócitos, relacionada a fatores raciais.
2. Manifesta-se por pequenos pontos brancos (menor que 1mm), localizados na base do nariz, queixo e fronte, devido à distensão e
obstrução das glândulas sebáceas, decorrentes da ação do estrógeno materno.
3. Denominação dada aos pelos finos que costumam recobrir a região do ombro e da escápula, encontrados de forma mais
abundante nos RN prematuros.
4. Material gorduroso e esbranquiçado que costuma recobrir os RN prematuros entre 34 a 36 semanas cujas funções primordiais são
a proteção da pele e o isolamento térmico.

Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta, de cima para baixo.


A) 2 – 3 – 4 – 1. B) 4 – 2 – 1 – 3. C) 1 – 2 – 4 – 3. D) 4 – 3 – 1 – 2.
QUESTÃO 27 Para qualquer atendimento a uma mulher com DST deve ser oferecido um conjunto de ações essenciais
complementares que incluem as seguintes medidas gerais, EXCETO:
A) Aconselhar e oferecer sorologias anti-HIV, VDRL, hepatite B e C se disponíveis.
B) Vacinar contra Papilonma Vírus Humano, se a idade for maior que 30 anos.
C) Orientar para que a pessoa conclua o tratamento, mesmo se os sintomas ou sinais tiverem desaparecido.
D) Informar quanto à necessidade de interromper as relações sexuais até a conclusão do tratamento e o desaparecimento dos
sintomas.

QUESTÃO 28 Assinale a alternativa que contenha doenças sexualmente transmissíveis causadas por bactérias.

A) Candidíase, sífilis, gonorreia e linfogranuloma venéreo.


B) Tricomoníase, donovanose, cancro mole e gonorreia.
C) Cancro mole, donovanose, clamídia e sífilis.
D) Cancro mole, clamídia, tricominíase e herpes.

QUESTÃO 29 Sobre o Estatuto do Idoso, marque, para as afirmativas abaixo, (V) Verdadeiras ou (F) Falsas.
( ) O Estatuto do Idoso, é destinado a regular os direitos assegurados às pessoas com idade igual ou superior a 65 (sessenta) anos.
( ) A garantia de prioridade compreende viabilização de formas alternativas de participação, ocupação e convívio do idoso com as
demais gerações.
( ) Ao idoso que esteja no domínio de suas faculdades mentais é assegurado o direito de optar pelo tratamento de saúde que lhe for
reputado mais favorável.
( ) A participação dos idosos em atividades culturais e de lazer será proporcionada mediante descontos de pelo menos 25% (vinte e
cinco por cento) nos ingressos. Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta, de cima para baixo.

A) F – V – V – F. B) V – V – F – V. C) F – F – V – V. D) V – F – V – V.

QUESTÃO 30 Nos termos do Estatuto da Criança e do Adolescente, são considerados criança, respectivamente, pessoas com idade
até
A) 12 anos e 17 anos. B) 12 anos e 18 anos. C) 10 anos e 17 anos. D) 11 anos e 18 anos.

QUESTÃO 31 Sobre as alterações orgânicas no período do climatério e suas respostas sexuais, considere as afirmativas abaixo.

I. As mulheres no climatério, mais frequentemente após a menopausa, podem apresentar uma lubrificação vaginal mais intensa e
menos demorada, sendo necessário, às vezes, um menor estímulo sexual.
II. O declínio da função hormonal ovariana no climatério determina modificações significativas nos órgãos genitais internos e
externos que podem influenciar a resposta sexual.
III. O maior efeito da deficiência progesterônica sobre a pelve é a diminuição do fluxo sanguíneo, que pode promover alterações no
aparelho genital.
IV. As modificações orgânicas que ocorrem na mulher durante o climatério não obrigatoriamente implicam diminuição do prazer,
mas podem influenciar a resposta sexual, que pode ser mais lenta.

É INCORRETO apenas o que se afirma em:


A) I e III. B) I, II e IV. C) II, III e IV. D) II e IV.

QUESTÃO 32 Estados e municípios, por meio das unidades integrantes de seu sistema de saúde, devem garantir atenção pré-natal e
puerperal realizada em conformidade com os parâmetros estabelecidos. Assinale a alternativa que NÃO apresenta um desses
parâmetros.
A) Realização de, no mínimo, seis consultas de pré-natal, sendo, preferencialmente, uma no primeiro trimestre, duas no segundo
trimestre e três no terceiro trimestre da gestação.
B) Captação precoce das gestantes com realização da primeira consulta de pré-natal até 180 dias da gestação.
C) Estímulo ao parto normal e resgate do parto como ato fisiológico.
D) Realização de exames laboratoriais, como ABO-Rh, hemoglobina/hematócrito, na primeira consulta.

QUESTÃO 33 Associe os nutrientes da coluna da esquerda com suas funções no organismo na coluna da direita.
( ) Age no crescimento ósseo e protege contra a perda de massa óssea, sendo também importante para a função neuronal e
cutânea.
( ) Regula o metabolismo do cálcio e a calcificação óssea normal. É também co-fator para o crescimento e a atividade neuronal.
( ) Atua na prevenção da anemia e fadiga, na sustentação da pele, na composição e qualidade das cartilagens.
( ) Diminui a degradação proteica e lipídica (potente antioxidante), reduzindo a ateromatose e fogachos.
( ) Sua deficiência pode estimular o aumento da pressão, arritmias e a fadiga. É essencial para o bom funcionamento do tecido
nervoso, muscular e ósseo.

I. Magnésio
II. Zinco
III. Vitamina E
IV. Vitamina D
V. Cobre
Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta, de cima para baixo.
A) IV – III – I – V – II. B) V – I – II – IV – III. C) II – IV – V – III – I. D) II – IV – III – I – V.

QUESTÃO 34 Associe o diagnóstico de enfermagem NANDA, apresentado na coluna da direita, com os respectivos fatores de risco,
apresentados na coluna da esquerda.

( ) Cirurgia cardíaca, hipovolemia, tamponamento cardíaco.


( ) Acidente vascular cerebral, tabagismo, insuficiência renal.
( ) Acidose metabólica, cirurgia cardíaca, necrose cortical bilateral.
( ) Embolia, endocardite infecciosa, estenose mitral.

I. Risco de perfusão renal ineficaz.


II. Risco de perfusão tissular cardíaca diminuída.
III. Risco de perfusão tissular cerebral ineficaz.
IV. Risco de perfusão tissular gastrointestinal ineficaz

Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta, de cima para baixo.


A) III – II – IV – I. B) I – III – II – IV. C) II – III – IV – I. D) II – IV – I – III.

QUESTÃO 35 Um paciente apresentou o diagnóstico de enfermagem da NANDA de Risco de desequilíbrio eletrolítico. Assinale a
alternativa que apresenta fatores de risco para esse diagnóstico.

A) Diarreia, vômito, disfunção endócrina.


B) Derrame pleural, oliguria, ortopneia.
C) Extremos de idade, ascite, queimaduras.
D) Pele seca, anasarca, mucosas desidratadas.

QUESTÃO 36 É de extrema importância o uso dos diagnósticos de enfermagem com objetivo de prestar uma assistência de
enfermagem baseada em evidências. Segundo a NANDA-International (NANDA-I/ 2009-2011), quando o enfermeiro estabelece, no
domínio de papeis e relacionamentos, o diagnóstico de “r o de í lo rej d ado” f a q e de tre o fatore de risco,
constam alterações como

A) mudanças em padrões, crise de desenvolvimento, troca de papeis na família.


B) abandono, raiva suprimida, solidão, vulnerabilidade.
C) culpar a si mesmo, abuso de álcool, hostilidade, insegurança.
D) ansiedade associada ao papel de pai/mãe, barreiras físicas, falta de privacidade, separação.

QUESTÃO 37 De acordo com o Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem, assinale a alternativa que corresponde a um direito
desses profissionais.
A) Manter-se atualizado, ampliando seus conhecimentos técnicos, científicos e culturais, em benefício da clientela, coletividade e do
desenvolvimento da profissão.
B) Prestar à clientela uma assistência de enfermagem livre dos riscos decorrentes de imperícia, negligência e imprudência.
C) Receber salários ou honorários pelo seu trabalho que deverão corresponder, no mínimo, ao fixado por legislação específica.
D) Colaborar com a equipe de saúde, na orientação do cliente ou responsável, sobre os riscos dos exames ou de outros
procedimentos aos quais se submeterá.
QUESTÃO 38 Foi prescrito ao paciente R.S.N. administração de soroterapia no volume total de 2500 ml em 12 horas. Qual será,
aproximadamente, o gotejamento, em gotas/minuto?
A) 69,5. B) 138,5. C) 208,5. D) 100,5.

QUESTÃO 39 Foram prescritos a uma paciente 8.000.000 UI de penicilina cristalina; tem-se disponível no posto de enfermagem
frasco-ampola de 10.000.000 UI e 6 ml de solvente. Quantos ml deverão ser administrados?
A) 4,8 ml. B) 8,0 ml. C) 10,0 ml. D) 6,0 ml.

QUESTÃO 40 De acordo com a quinta edição das Diretrizes Brasileiras de Hipertensão Arterial, a aferição de pressão deve ser
realizada em condições adequadas para favorecer a veracidade do resultado, respeitando recomendações, EXCETO:

A) Evitar bexiga vazia.


B) Repousar por pelo menos 5 minutos em ambiente calmo.
C) Não praticar exercícios físicos 60 a 90 minutos antes.
D) Não ingerir bebidas alcoólicas, café ou alimentos e não fumar 30 minutos antes.

QUESTÃO 41 Em uma consulta, o paciente apresentou valores de pressão arterial de 135 mmHg por 87 mmHg. Segundo as Diretrizes
Brasileiras de Hipertensão Arterial, em sua quinta edição, qual será a recomendação a ser dada a esse paciente?

A) Reavaliar em 1 ano; estimular mudanças no estilo de vida.


B) Confirmar a aferição em 2 meses.
C) Reavaliar em 6 meses; insistir em mudanças no estilo de vida.
D) Confirmar a aferição em 1 mês.

QUESTÃO 42 Assinale a alternativa que NÃO faz parte dos princípios e diretrizes da estruturação do Programa de Humanização no
Pré-natal e Nascimento.

A) Toda gestante tem direito ao acesso a atendimento digno e de qualidade no decorrer da gestação, no parto e puerpério.
B) Toda gestante tem direito de saber e ter assegurado o acesso à maternidade em que será atendida no momento do parto.
C) Toda gestante tem direito à assistência ao parto e ao puerpério e que esta seja realizada de forma humanizada e segura.
D) A autoridade sanitária do âmbito municipal é responsável pela garantia dos direitos estabelecidos neste Programa.

QUESTÃO 43 Associe o déficit dos eletrólitos, apresentados na coluna da direita, com os sinais e sintomas, apresentados na coluna
da esquerda.
( ) Irritabilidade muscular, insônia, alterações de humor.
( ) Dormência, formigamento nos dedos, tempo de coagulação comprometido.
( ) Câimbras musculares, letargia, aumento de pulso.
( ) Dor e dolorimento ósseos, miocardiopatia, nistagmo.
( ) Motilidade intestinal diminuída, assistolia ventricular, fraqueza.

I. Sódio
II. Potássio
III. Cálcio
IV. Magnésio
V. Fósforo

Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta, de cima para baixo.


A) I – V – IV – II – III. B) IV – I – V – II – III. C) IV – III – I – V – II. D) I – III – II – IV – V.

QUESTÃO 44 O distúrbio acidobásico caracterizado por pH baixo, bicarbonato baixo e a PaCO2 baixa ou normal é:
A) Acidose respiratória. B) Acidose metabólica. C) Alcalose metabólica. D) Alcalose respiratória.
QUESTÃO 45 São orientações para iniciar uma infusão intravenosa, EXCETO:
A) Quando o refluxo de sangue é visível, aumentar o ângulo entre a agulha e a pele e avançar a agulha.
B) Aplicar um torniquete a 10 a 15 cm acima do local e identificar uma veia adequada.
C) Com a mão livre, manter a estabilidade do braço do paciente e usar os dedos ou polegar para tracionar a pele para que ela fique
tensa sobre o vaso.
D) Soltar o torniquete, acoplar o equipo de infusão e abrir a pinça o suficiente para permitir o gotejamento.

QUESTÃO 46 A Escala de Coma de Glasgow é um instrumento para avaliar a resposta de um paciente a estímulos. Um paciente que
apresenta abertura dos olhos à dor, falando palavras inadequadas e obedecendo aos comandos, soma quantos pontos?
A) 12. B) 10. C) 13. D) 11.

QUESTÃO 47 O paciente J.K.L está internado em uma Unidade de Tratamento Intensivo e as pressões arterial (PA) e intracraniana
(PIC) estão sendo monitoradas initerruptamente Foi realizada a anotação dos valores e obteve-se PA de 150 mmHg por 90 mmHg e
PIC de 20 cmH2O. Quais são, respectivamente, os valores da Pressão Arterial Média e da Pressão de Perfusão Cerebral?

A) 195 mmHg e 90 mmHg. B) 210 mmHg e 100 mmHg.


C) 110 mmHg e 95 mmHg. D) 100 mmHg e 85 cmH2O.

QUESTÃO 48 Durante o exame físico do sistema cardiovascular, a enfermeira avalia quaisquer desvios da normalidade em relação
aos aspectos descritos, EXCETO.
A) O coração como uma bomba. B) Traçado eletrocardiográfico.
C) Pressões e volumes de enchimento atriais e ventriculares. D) Débito cardíaco.

QUESTÃO 49 A função cardíaca direita pode ser estimada observando-se as pulsações das veias jugulares do pescoço e a pressão
venosa central (PVC), que reflete a
A) pressão diastólica final no átrio esquerdo ou ventrículo esquerdo.
B) pressão sistólica final no átrio direito ou no ventrículo direito.
C) pressão sistólica final no átrio esquerdo ou ventrículo esquerdo.
D) pressão diastólica final no átrio direito ou no ventrículo direito.

QUESTÃO 50 Para fins de exame físico, o abdome pode ser dividido em nove partes. O fígado está localizado, predominantemente,
em quais regiões?
A) Epigástrica e hipocôndrio direito.
B) Epigástrica e lombar direita.
C) Hipocôndrio direito e lombar direita.
D) Lombar direita e inguinal direita.

15 B 16 D 17 C 18 A 19 D 20 B 21 A 22 C 23 D 24 B 25 D 26 A 27 B 28 C 29 Nulo 30 Nulo 31 A 32 B 33 C 34 D 35 A 36 D 37 C 38 A 39
B 40 A 41 C 42 D 43 C 44 B 45 A 46 D 47 C 48 B 49 D 50 A

1 O Pacto pela Vida é o compromisso entre os gestores do Sistema Único de Saúde (SUS) em torno de prioridades que apresentam
impacto sobre a situação de saúde da população brasileira. As prioridades pactuadas são seis:

(A) Saúde do Idoso; Controle do câncer do colo do útero e da mama; Redução da mortalidade infantil e materna; Fortalecimento da
capacidade de resposta às doenças emergentes e endemias, com ênfase na dengue, hanseníase, tuberculose, malária e influenza;
Promoção da Saúde; Fortalecimento da Atenção Básica.
(B) Saúde do Idoso; Controle do câncer de próstata; Redução da mortalidade infantil e materna; Fortalecimento da capacidade de
resposta às doenças emergentes e endemias, com ênfase na dengue, hanseníase, tuberculose, malária e influenza; Promoção da
Saúde; Fortalecimento da Atenção Básica e da vigilância sanitária.
(C) Saúde do Idoso; Controle do câncer do colo do útero e da mama; Redução da mortalidade infantil e materna; Fortalecimento da
capacidade de resposta às doenças emergentes e endemias, com ênfase na dengue, hanseníase, tuberculose, malária e influenza;
Controle do câncer de próstata; Fortalecimento da Rede Cegonha.
(D) Saúde do Idoso; Controle do câncer do colo do útero, da mama e de próstata; Redução da mortalidade infantil e materna;
Fortalecimento da capacidade de resposta às doenças emergentes e endemias, com ênfase na dengue, hanseníase, tuberculose,
malária e influenza; Promoção da Saúde; Fortalecimento da Atenção Básica.
(E) Saúde do Idoso e do Homem; Controle do câncer da mama e da próstata; Redução da mortalidade infantil e materna;
Fortalecimento da capacidade de resposta às doenças emergentes e endemias, com ênfase na dengue, hanseníase, tuberculose,
malária e influenza; Promoção da Saúde; Fortalecimento da Atenção Básica.

2 Um dos Princípios e Diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS) é o(a):

(A) Integralidade de assistência, entendida como o acesso aos serviços de saúde em todos os níveis de assistência.
(B) Universalidade, entendida como conjunto articulado e contínuo das ações e serviços curativos, coletivos, exigidos para cada caso
em todos os níveis de complexidade do sistema.
(C) Conselho de Saúde.
(D) Descentralização político-administrativa, com direção única em cada esfera de governo.
(E) Universalidade, entendida como igualdade da assistência à saúde sem preconceitos ou privilégios de qualquer espécie.

3 A Direção do Sistema Único de Saúde (SUS) é única, de acordo com o Inciso I do Art. 198 da Constituição Federal, sendo exercida,
no âmbito dos(da):

(A) União, Estado e Municípios, pelo Ministério da Saúde.


(B) Estados e do Distrito Federal, pela respectiva Secretaria de Saúde ou Órgão equivalente.
(C) Municípios, pela respectiva Secretaria de Saúde ou Órgão equivalente e Ministério Público.
(D) Estados e do Distrito Federal, pela respectiva Secretaria de Saúde ou Órgão equivalente e Controle Social.
(E) Estados, do Distrito Federal e do Município pelo Ministério da Saúde.

4 A Lei n° 8.142, de 28 de dezembro de 1990, dispõe sobre a participação da comunidade na gestão do Sistema Único de Saúde
(SUS), sobre as transferências intergovernamentais de recursos financeiros na área da saúde e dá outras providências. No Art. 4°,
reza que, para receberem os recursos de que trata em seu Art. 3°, os Municípios, os Estados e o Distrito Federal deverão contar com:

(A) Fundo de Saúde; Conselho de Saúde, com composição paritária de acordo com o Decreto n° 99.438, de 7de agosto de 1990;
plano de saúde; relatórios de gestão que permitam o controle de que trata o § 4° do art. 33 da Lei n° 8.080, de 19 de setembro de
1990; contrapartida de recursos para a saúde no respectivo orçamento; comissão de elaboração do Plano de Carreira, Cargos e
Salários (PCCS), previsto o prazo de dois anos para sua implantação.

(B) Fundo de Saúde; consórcio para execução de ações e serviços de saúde; contrapartida de recursos para a saúde no respectivo
orçamento; comissão de elaboração do Plano de Carreira, Cargos e Salários (PCCS), previsto o prazo de dois anos para sua
implantação.

(C) Conselho de Saúde, com composição paritária de acordo com o Decreto n° 99.438, de 7 de agosto de 1990; relatórios de gestão
que permitam o controle de que trata o § 4° do art. 33 da Lei n° 8.080, de 19 de setembro de 1990; contrapartida de recursos para a
saúde no respectivo orçamento; comissão de elaboração do Plano de Carreira, Cargos e Salários (PCCS), previsto o prazo de dois
anos para sua implantação.

(D) Fundo de Saúde; Conselho de Saúde, com composição paritária de acordo com o Decreto n° 99.438, de 7 de agosto de 1990;
plano de saúde; relatórios de gestão que permitam o controle de que trata o § 4° do Art. 33 da Lei n° 8.080, de 19 de setembro de
1990; contrapartida de recursos para a saúde no respectivo orçamento; comissão de elaboração do Plano de Carreira, Cargos e
Salários (PCCS), previsto o prazo de dois anos para sua implantação e Consórcio para execução de ações e serviços de saúde.

(E) Conselho de Saúde, com composição paritária de acordo com o Decreto n° 99.438, de 7 de agosto de 1990; plano de saúde;
relatórios de gestão que permitam o controle de que trata o § 4° do Art. 33 da Lei n° 8.080, de 19 de setembro de 1990;
contrapartida de recursos para a saúde no respectivo orçamento; comissão de elaboração do Plano de Carreira, Cargos e Salários
(PCCS), previsto o prazo de dois anos para sua implantação.

5 A Lei nº 8.142, de 28 de dezembro de 1990, institui que:

(A) a representação dos usuários nos Conselhos de Saúde e Conferências será indicada pelo Secretário de Saúde.
(B) as Conferências de Saúde e os Conselhos de Saúde terão sua organização e suas normas de funcionamento definidas em nível
Federal.
(C) o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e o Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde (Conasems)
terão representação no Conselho Nacional de Saúde.
(D) a Conferência de Saúde reunir-se-á a cada dois anos com a representação dos vários segmentos sociais, para avaliar a situação
de saúde e propor as diretrizes para a formulação da política de saúde nos níveis correspondentes, convocada pelo Poder Executivo
ou, extraordinariamente, por esta ou pelo Conselho de Saúde.
(E) o Conselho de Saúde, órgão colegiado composto por representantes do governo, prestadores de serviço, profissionais de saúde e
usuários, atua, em caráter permanente e não deliberativo, na formulação de estratégias e no controle da execução da política de
saúde na instância correspondente, inclusive nos aspectos econômicos e financeiros. As decisões desse Conselho serão
homologadas pelo chefe do poder legalmente constituído em cada esfera do governo.

6 Sobre o financiamento do Sistema Único de Saúde (SUS), é correto afirmar:

(A) É responsabilidade das três esferas de gestão: União, Estados e Municípios.


(B) O Bloco de financiamento da Assistência Farmacêutica organiza-se em dois componentes: Básico e Medicamentos de
Dispensação Excepcional.
(C) O PAB Variável é composto pelo financiamento das seguintes estratégias: Saúde da Família; Agentes Comunitários e Saúde;
Saúde Bucal.
(D) O Piso da Atenção Básica (PAB) consiste em um montante de recursos financeiros que agrega as estratégias destinadas ao
custeio de ações de Atenção Básica e à média complexidade de saúde.
(E) A Assistência Farmacêutica será financiada pelos dois gestores do SUS, devendo agregar a aquisição de medicamentos e insumos
e a organização das ações de assistência farmacêutica necessárias, de acordo com a organização dos serviços de saúde.

7 Com relação às atribuições comuns no âmbito administrativo, da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios
estabelecidas na Lei Orgânica de Saúde, é correto afirmar:

(A) Controlar e fiscalizar os procedimentos dos serviços privados de saúde.


(B) Participar das ações de controle e avaliar as condições e do ambiente de trabalho.
(C) Controlar as ações da Atenção Básica de saúde dos hospitais universitários e de ensino.
(D) Executar ações de vigilância sanitária e epidemiológica, utilizando serviços públicos e privados, quando necessário.
(E) Elaborar normas técnicas e estabelecer padrões de qualidade e parâmetros de custos que caracterizam a assistência à saúde.

8 E “Da D retr ze ara a Ge t o do SUS” q e e tabele e o a rof da e to do ro e o de descentralização, com ênfase na


descentralização compartilhada, são fixadas determinadas premissas, que devem orientar este processo. Sobre essas premissas, é
correto afirmar:

(A) Somente às Comissões Intergestoras Tripartites cabe deliberar.


(B) O PDR é o principal documento do processo de descentralização do Estado.
(C) Cabem ao Ministério da Saúde e ao Estado a proposição de políticas, participação no cofinanciamento, cooperação técnica,
avaliação, regulação, controle e fiscalização, além da mediação de conflitos.
(D) As Comissões Intergestoras Bipartite são instâncias de pactuação e deliberação para a realização dos pactos intraestaduais e para
a definição de modelos organizacionais, a partir de diretrizes e normas pactuadas nas Comissões Intergestoras Tripartites.
(E) A Comissões Intergestoras Bibartites e o Ministério da Saúde promoverão e apoiarão o processo de qualificação permanente
para as Comissões Intergestoras Tripartites.

9 Assinale a alternativa correta.

(A) A Participação Social no SUS é um princípio doutrinário e está assegurada na Constituição Federal e nas Leis Orgânicas da Saúde
(9.090/90 e 8.142/90).
(B) O Ministério da Saúde junto com os Estados devem formular diretrizes de cooperação técnica para a gestão do trabalho no SUS.
(C) As Secretarias Municipais e Estaduais de Saúde devem envidar esforços para a criação ou para o fortalecimento de estruturas de
recursos humanos, objetivando cumprir um papel indutor de mudanças, tanto no campo da gestão do trabalho quanto no campo da
educação na saúde.
(D) O Conselho Estadual de Saúde estabelecerá as diretrizes a serem observadas na elaboração dos planos de saúde, em função das
características demográficas da população.
(E) Os serviços de saúde dos hospitais universitários e dos de ensino servem exclusivamente para atender ao alunado.
10 Segundo aLei Orgânica de Saúde, nº8.080,de setembro de 1990, é competência da direção estadual:

(A) formar consórcios administrativos intermunicipais.


(B) gerir laboratórios públicos de saúde e hemocentros.
(C) promover a descentralização dos serviços e das ações de saúde para os Municípios.
(D) normatizar complementarmente as ações e serviços públicos de saúde no âmbito municipal.
(E) participar da execução, controle e avaliação das ações referentes às condições e aos ambientes de trabalho.

11 Segundo a Lei Orgânica de Saúde nº 8.080, de 19 de setembro de 1990, o conjunto de ações e serviços que constitui o Sistema
Único de Saúde:

(A) é exclusividade das instituições públicas federais.


(B) é exclusividade das instituições públicas estaduais e municipais.
(C) é exclusividade das instituições públicas estaduais e federais.
(D) inclui instituições públicas federais, estaduais, municipais e complementares ofertados pela iniciativa privada.
(E) é exclusividade das instituições públicas.

12 A Lei nº 8.080, de 19 de setembro de 1990, institui integralidade da assistência como um dos princípios do Sistema Único de
Saúde. De acordo com esta lei, a integralidade da assistência é entendida como:

(A) o acesso aos serviços de saúde em todos os níveis de assistência.


(B) igualdade da assistência à saúde, em todos os três níveis de atenção.
(C) a garantia de atenção à saúde por parte do sistema, a todo e qualquer cidadão.
(D) o princípio segundo o qual todo cidadão é igual perante o SUS e será atendido conforme suas necessidades até o limite do que o
sistema puder oferecer para todos.
(E) o conjunto articulado e contínuo das ações e serviços preventivos e curativos, individuais e coletivos, exigidos para cada caso, em
todos os níveis de complexidade do sistema.

13 O Pacto de Gestão, uma das três dimensões do Pacto pela Saúde 2006, tem como função:

(A) definir prioridades estabelecidas por meio de metas nacionais, estaduais, regionais ou municipais.
(B) elaborar e implementar uma Política de Promoção da Saúde, de responsabilidade dos três gestores.
(C) estabelecer diretrizes para a gestão do sistema nos aspectos da Descentralização; Regionalização; Financiamento; Planejamento;
Programação Pactuada e Integrada (PPI); Regulação; Participação e Controle Social; Gestão do Trabalho e Educação na Saúde.
(D) desenvolver e articular ações, no seu âmbito de competência e em conjunto com os demais gestores, que visem qualificar e
assegurar o Sistema Único de Saúde como política pública.
(E) expressar os compromissos entre os gestores do SUS com a consolidação da Reforma Sanitária Brasileira, explicitada na defesa
dos princípios do Sistema Único de Saúde estabelecidos na Constituição Federal.

14 A Regionalização, uma diretriz do Sistema Único de Saúde e um eixo estruturante do Pacto de Gestão, deve orientar a
descentralização das ações e serviços de saúde e os processos de negociação e pactuação entre os gestores. Seus principais
instrumentos de planejamento são: Plano Diretor de Regionalização (PDR); o Plano Diretor de Investimento (PDI) e a Programação
Pactuada e Integrada da Atenção à Saúde (PPI).Quanto ao assunto, é correto afirmar:

(A) O PDI deve expressar os recursos de investimentos para atender às necessidades pactuadas no processo de planejamento
regional e estadual.
(B) O PDR deve contemplar as necessidades da área da vigilância em saúde e ser desenvolvido de forma articulada com o processo
da PPI.
(C) O PDR e o PDI devem contemplar as necessidades da área da vigilância em saúde e ser desenvolvidos de forma articulada com o
processo da PPI.
(D) O PDI deve conter os desenhos das redes regionalizadas de atenção à saúde, organizadas dentro dos territórios das regiões e
macrorregiões de saúde, em articulação com o processo da Programação Pactuada e Integrada.
(E) O PDI deve expressar o desenho final do processo de identificação e reconhecimento das regiões de saúde, em suas diferentes
formas, em cada estado e no Distrito Federal, objetivando a garantia do acesso, a promoção da equidade, a garantia da
integralidade da atenção, a qualificação do processo de descentralização e a racionalização de gastos e otimização de recursos.
15 Com relação às ações do Pacto em Defesa do SUS, é correto afirmar que:

(A) Apoiar a elaboração de propostas de intervenção para a qualificação da atenção às doenças prevalentes.
(B) Ampliar e fortalecer as relações com os movimentos sociais, em especial os que lutam pelos direitos da saúde e cidadania.
(C) Garantir acesso, resolutividade e qualidade às ações e serviços de saúde cuja complexidade e contingente populacional
transcenda a escala local/municipal.
(D) Apoiar diferentes modos de organização e fortalecimento da Atenção Básica que considere os princípios da estratégia de Saúde à
Família, respeitando as especificidades loco-regionais.
(E) Garantir a infraestrutura necessária ao funcionamento das Unidades Básicas de Saúde, dotando-as de recursos materiais,
equipamentos e insumos suficientes para o conjunto de ações propostas para estes serviços.

16 A enfermagem perioperatória consiste em cuidados administrados antes (pré-operatório), durante (intraoperatório) e depois
(pós-operatório) da cirurgia. É um campo de ação de ritmo acelerado, em processo de mudança e desafiador, e se baseia na
compreensão do Enfermeiro acerca de diversos princípios importantes. A condição de risco em um paciente com história clínica de
doença respiratória crônica (enfisema, bronquite, asma) submetido a um procedimento cirúrgico é:

(A) aumento do risco de hemorragia durante e após a cirurgia.


(B) aumento da suscetibilidade à infecção e comprometimento da cicatrização da ferida devido à alteração do metabolismo da
glicose.
(C) frequentes elevações dos níveis de glicose sanguínea em decorrência do estresse provocado pela cirurgia.
(D) redução da função respiratória e aumento do risco de uma hipoventilação grave pelos agentes anestésicos.
(E) comprometimento do tempo de coagulação devido à alteração do metabolismo proteico.

17 Um paciente foi submetido à laparotomia exploradora. No 15° dia de pós-operatório, a ferida cirúrgica abdominal evoluiu com
deiscência de sutura na porção superior, com acometimento de tecido subcutâneo, drenagem de secreção purulenta em moderada
quantidade e bordas hiperemiadas, levando a uma extensão do número de dias de pós-operatório necessários para que ele inicie e
desempenhe as atividades que mantém a sua vida, a saúde e o seu bem-estar. O Diagnóstico de Enfermagem apropriado para a
condição em que o paciente se encontra é:

(A) Nutrição desequilibrada: menos do que as necessidades corporais.


(B) Risco de integridade da pele prejudicada.
(C) Recuperação cirúrgica retardada.
(D) Risco de lesão.
(E) Risco de infecção.

18 O paciente será submetido à Colecistectomia convencional. Sobre os procedimentos que fazem parte do Plano de Cuidados de
enfermagem, a serem adotados no dia da cirurgia, é INCORRETO afirmar:
(A) Encaminhar o paciente ao banho de aspersão, a fim de remover as secreções da pele.
(B) Orientar dieta zero.
(C) Oferecer ao paciente a roupa restritiva ao bloco cirúrgico.
(D) Remover todas as próteses do paciente, incluindo dentaduras completas ou parciais, membros artificiais, olhos artificiais e
aparelhos auditivos.
(E) Realizar tricotomia no local da cirurgia cinco horas antes do procedimento cirúrgico.

19 Isolamento é a separação e restrição de movimento da pessoa enferma com doenças contagiosas. Tipo de isolamento onde uma
criança acometida por caxumba deve ficar:

(A) Precauções por contato.


(B) Precauções por gotículas.
(C) Precauções com aerossóis.
(D) Ambiente protetor.
(E) Precauções padrão.

20 A cateterização da bexiga envolve a introdução de uma sonda de látex ou de plástico através da uretra e para o interior da
bexiga. Para cateterização intermitente, indica(m)-se:
(A) Alívio do desconforto da distensão da bexiga, medida de descompressão.
(B) Prevenção de obstrução uretral por coágulos após cirurgia genitourinária.
(C) Retenção urinária severa com episódios recorrentes de ITU.
(D) Medição do débito urinário em clientes em estado crítico.
(E) Irrigações contínuas da bexiga.

21 A nutrição enteral é realizada por meio do fornecimento de nutrientes no trato gastrointestinal. Dois possíveis resultados
adversos da nutrição enteral são a introdução acidental de uma sonda de alimentação nasoentérica no pulmão e a aspiração
pulmonar dos conteúdos gástricos. O método mais preciso para checar a localização da sonda enteral é:

(A) Aspirar o fluido da sonda de alimentação.


(B) Realizar o exame do pH do aspirado obtido da sonda de alimentação.
(C) Utilizar o método de auscultação.
(D) Realizar o exame de Raio X.
(E) Analisar o aspecto do fluido da sonda de alimentação.

22 Em 1º de abril de 2013, foi instituído o Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP) por meio da Portaria n° 529. NÃO é
objetivo específico desta portaria:

(A) Envolver pacientes e familiares em ações de segurança do paciente.


(B) Promover a implementação de iniciativas voltadas à segurança do paciente por meio da CCIH e de Núcleos de Vigilância
Epedimiológica, nos estabelecimentos de saúde.
(C) Ampliar o acesso da sociedade às informações relativas à segurança do paciente.
(D) Produzir, sistematizar e difundir conhecimentos sobre segurança do paciente.
(E) Fomentar a inclusão do tema segurança do paciente no ensino técnico e de graduação e pós-graduação na área da saúde.

23 Protocolo, guia ou manual voltado à segurança do paciente que NÃO é de competência do Comitê de Implementação do
Programa Nacional de Segurança do Paciente (CIPNSP) propor e validar:

(A) Processos de identificação de pacientes.


(B) Comunicação no ambiente dos serviços de saúde.
(C) Engenharia hospitalar.
(D) Transferência de pacientes entre pontos de cuidado.
(E) Uso seguro de equipamentos e materiais.

24 Na Europa, estudos realizados sobre a Qualidade da Atenção Hospitalar mostraram que um em cada dez pacientes nos hospitais
europeus sofre danos evitáveis e eventos adversos ocasionados durante a assistência recebida. Define-se como evento adverso:

(A) Evento ou circunstância que poderia ter resultado, ou resultou, em dano desnecessário ao paciente.
(B) Comprometimento da estrutura ou função do corpo e/ou qualquer efeito oriundo desse comprometimento.
(C) Redução, a um mínimo aceitável, do risco de dano desnecessário associado ao cuidado de saúde.
(D) Incidente que resulta em dano ao paciente.
(E) Aplicação sistêmica e contínua de iniciativas, procedimentos, condutas e recursos na avaliação e controle de riscos.

25 O novo diagnóstico de enfermagem apresentado nos anos de 2012 a 2014 e aprovado pelos membros da NANDA-I é
representado pelo(pela):

(A) Sentimento de impotência.


(B) Perfusão tissular periférica ineficaz.
(C) Disposição para autocontrole da saúde melhorado.
(D) Disposição para amamentação melhorada.
(E) Risco de resposta alérgica.

26 Os diagnósticos de enfermagem da NANDA-I são conceitos construídos por meio de um sistema multiaxial que consiste em eixos.
A NANDA-I exige o uso de dois de seus eixos como componentes essenciais de um diagnóstico de enfermagem. São eles:
(A) Foco do diagnóstico e sujeito do diagnóstico. (B) Foco do diagnóstico e julgamento.
(C) Julgamento e localização. (D) Localização e idade.
(E) Situação do diagnóstico e foco do diagnóstico.

27 Com base na Lei nº 7.498, de 25 de junho de 1986, NÃO são atribuições do Enfermeiro com formação generalista:

(A) Organização e direção dos serviços de enfermagem e de suas atividades técnicas e auxiliares nas empresas prestadoras desses
serviços.
(B) Realização de episiotomia, episiorrafia e aplicação de anestesia local, quando necessária
(C) Participação na elaboração, execução e avaliação dos planos assistenciais de saúde.
(D) Consultoria, auditoria e emissão de parecer sobre matéria de enfermagem.
(E) Prescrição de medicamentos estabelecidos em programas de saúde pública e em rotina aprovada pela instituição de saúde.

28 A regulamentação do exercício da enfermagem foi sancionada por meio da Lei nº 7.498, de 25 de junho de 1986. Sobre esta Lei,
analise os itens abaixo.

I. O planejamento e a programação das instituições e serviços de saúde incluem planejamento e programação de enfermagem.
II. A enfermagem e suas atividades auxiliares somente podem ser exercidas por pessoas legalmente habilitadas e inscritas no
Conselho Regional de Enfermagem, sem necessidade de jurisdição na área onde ocorre o exercício.
III. Os órgãos de pessoal da administração pública direta e indireta, federal, estadual, municipal, do Distrito Federal e dos Territórios
observarão, no provimento de cargos e funções e na contratação de pessoal de enfermagem, de todos os graus, os preceitos desta
lei.
IV. O pessoal que executa tarefas de enfermagem, em virtude de carência de recursos humanos de nível médio nessa área, sem
formação específica regulada em lei, será autorizado, pelo Conselho Federal de Enfermagem, a exercer atividades elementares de
enfermagem, observado o disposto no Art. 15 desta Lei, o qual afirma que as tarefas de enfermagem podem ser desempenhadas
sob orientação e supervisão de Enfermeiro.
Estão corretos
(A) I, II, III e IV. (B) II, III e IV, somente. (C) I,III e IV, somente. (D) I, II e III, somente. (E) II e IV, somente.

29 O Plano de ações estratégicas para o enfrentamento de Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT) propõe intervenções
efetivas para o controle dessas patologias em nível nacional, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), essas patologias são
consideradas mais custo-efetivas, e do al a dela a da o derada a “ elhore a o ta ”. O exer í o de a ter e e
NÃO promoverá o alcance da seguinte meta estabelecida pelo plano:

(A) Fortalecimento dos sistemas de saúde com investimento efetivo em tecnologias de ponta, de alta complexidade para evitar
óbitos advindos de DCNT .
(B) Terapia de ácido acetilsalicílico para infarto agudo do miocárdio.
(C) Aumento de impostos e preços sobre os produtos do tabaco.
(D) Substituição de gorduras trans em alimentos por gorduras poli-insaturadas.
(E) Restrições sobre o marketing de alimentos e bebidas com muito sal, gorduras e açúcar, especialmente para crianças.

30 Observe a figura abaixo.


O modelo de cuidado crônico possui componentes fundamentais no suporte ao autogerenciamento (aconselhamento, educação e
informação); ao sistema de saúde (equipes multidisciplinares); à decisão (guidelines baseados em evidências, treinamento dos
profissionais) e ao sistema de informação clínico (informações do portador). O ponto central desse modelo de acordo com a figura
apresentada, é:

(A “E odera e to do ár o”.
(B) Organização da Atenção à Saúde.
(C) Recursos e políticas públicas condizentes com as diretrizes do Plano de Ações Estratégicas para o enfretamento de Doenças
Crônicas Não Transmissíveis (DCNT).
(D) Produção de informações entre os serviços, a avaliação de portadores, o autogerenciamento, a otimização das terapias e o
seguimento.
(E) Realização de ações de promoção, vigilância em saúde, prevenção e assistência e acompanhamento longitudinal dos portadores
de DCNT, vinculando- se e responsabilizando-se pelos usuários.

31 Sobre o Plano de Ações Estratégicas para o Enfrentamento das Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT) no Brasil, 2011-2022,
analise os objetivos abaixo:

I. Reduzir a morbidade, incapacidade e mortalidade causadas pelas DCNT, por meio de um conjunto de ações preventivas e
promocionais de saúde.
II. Implementar políticas públicas efetivas, integradas, sustentáveis e baseadas em evidências para a prevenção e o controle das
DCNT e seus fatores de risco.
III. Fortalecer os serviços de saúde voltados à atenção aos portadores de doenças crônicas, com prioridade para doenças
musculosesqueléticas, devido à transição demográfica que o Brasil enfrenta, atualmente, com o aumento de idosos, assim como
com o aumento de transtornos neuropsiquiátricos como a depressão que também está relacionada ao estilo de vida das pessoas.
IV. Reordenar os serviços de saúde do Sistema Único de Saúde (SUS), tendo como ponto de partida a atenção primária e a
participação comunitária.
Estão corretos
(A) III e IV, somente. (B) I, II e III, somente. (C) I, II, III e IV. (D) I e III, somente. (E) I, II e IV, somente.

32 De acordo com a Portaria nº 1.498, de 19 de julho de 2013, a comprovação da vacinação será feita por meio o cartão ou
caderneta de vacinação, emitido pelas unidades de saúde públicas e privadas, devidamente credenciadas no âmbito do SUS. O
cartão ou a caderneta de vacinação devem conter as seguintes informações:

(A) Nome da vacina; data; unidade vacinadora; nome do vacinador.


(B) Nome da vacina; data; laboratório produtor; nome do vacinador; unidade vacinadora.
(C) Nome da vacina; número do lote; unidade vacinadora; data; nome do vacinador.
(D) Nome da vacina; data; número do lote; laboratório produtor; unidade vacinadora; nome do vacinador.
(E) Nome da vacina; número do lote; laboratório produtor; unidade vacinadora; nome do vacinador.

33 O Calendário Nacional de Imunização, disponibilizado como Anexo I da Portaria nº 1.498/13, indica as seguintes vacinas para
crianças de até 24 meses de idade:

(A) Difteria, tétano e pertussis; HepatiteB (recombinante); Febre amarela; Sarampo, caxumba e rubéola; Vacina poliomielite 1 2 e 3
inativada; Vacina pneumocócica 23-valente (polissacarídica); Vacina rotavírus humanoG1P1 [8] (atenuada); Vacina meningocócica C
(conjugada); BCG; Vacina adsorvida difteria, tétano, pertussis, hepatite B (recombinante) e Haemophilus influenzae B (conjugada).

(B) Hepatite B (recombinante); Febre amarela; Sarampo, caxumba e rubéola; Vacina poliomielite 1, 2 e 3 inativada; Vacina
Poliomielite 1, 2, 3 atenuada; Vacina adsorvida difteria, tétano, pertussis, hepatite B (recombinante) e Haemophilus influenzae B
(conjugada); Vacina pneumocócica10-valente (conjugada); Vacina rotavírus humanoG1P1 [8] (atenuada); Vacina meningocócica C
(conjugada); BCG; Difteria, tétano e pertussis.

(C) Vacina rotavírus humanoG1P1 [8] (atenuada); Hepatite B (recombinante); Febre amarela; Sarampo, caxumba e rubéola; Vacina
poliomielite 1, 2 e 3 inativada; Vacina Poliomielite 1, 2, 3 atenuada; Vacina adsorvida difteria, tétano, pertussis, hepatite B
(recombinante) e Haemophilus influenzae B (conjugada); Vacina pneumocócica10- valente (conjugada); Vacina meningocócica C
(conjugada); BCG.
(D) Vacina adsorvida difteria, tétano, pertussis, hepatite B (recombinante) e Haemophilus influenzae B (conjugada); Febre amarela;
Sarampo, caxumba e rubéola; Vacina poliomielite 1, 2 e 3 inativada; Vacina pneumocócica10- valente (conjugada); Vacina rotavírus
humanoG1P1 [8] (atenuada); Vacina meningocócica C (conjugada); BCG; Difteria, tétano e pertussis; Vacina Poliomielite 1, 2, 3
atenuada.

(E) BCG; Febre amarela; Sarampo, caxumba e rubéola; Vacina poliomielite 1, 2 e 3 inativada; Vacina adsorvida difteria, tétano,
pertussis, hepatite B (recombinante) e Haemophilus influenzae B (conjugada); Vacina pneumocócica 23-valente (polissacarídica);
Hepatite B recombinante; Vacina rotavírus humanoG1P1 [8] (atenuada); Vacina meningocócica C (conjugada); Difteria, tétano e
pertussis; Vacina Poliomielite 1, 2, 3 atenuada.

34 A avalição clínica realizada pelo Enfermeiro permite a identificação de problemas de enfermagem. Reune informações que
podem direcioná-lo sobre o que investigar no exame físico. A avaliação física é obtida através da utilização de métodos
propedêuticos como __________, __________, ______________ e __________________. A ___________ é utilizada,
principalmente, para delimitar órgãos, detectar coleções de líquidos ou ar e para perceber formações fibrosas teciduais. O som é
influenciado pela espessura da parede e pela natureza das estruturas subjacentes. O som________________ é obtido quando se
percutem regiões sólidas, desprovidas de ar; ______________ é o som produzido pela percussão de cavidades fechadas que contêm
ar; o som _______________ decorre de regiões relativamente densas, com quantidade restrita de ar (POSSO, 2003).
A sequência correta de palavras que completam o enunciado é:

(A) Inspeção; palpação; percussão; ausculta; inspeção; maciço; submaciço; timpânico.


(B) Palpação; inspeção; percussão; ausculta; percussão; submaciço; maciço; timpânico.
(C) Inspeção; palpação; percussão; ausculta; percussão; maciço; timpânico; submaciço.
(D) Inspeção; palpação; ausculta; percussão; percussão; timpânico; maciço; submaciço.
(E) Inspeção; palpação; percussão; ausculta; percussão; submaciço; timpânico; maciço.

35 A realização da avaliação vascular periférica em um usuário deverá ser integrada à avaliação da pele e dos sistemas
musculoesquelético e neurológico, comparando-se simetria bilateral. Quanto ao aspecto e temperatura da pele dos membros
superiores e inferiores, consideram-se como problemas de enfermagem:

(A) Claudicação intermitente; teste de Buerger positivo.


(B) Teste de Buerger negativo; frêmitos.
(C) Circulação colateral; adenite.
(D) Cornagem; claudicação intermitente; Teste de Buerger negativo.
(E) Teste de Buerger positivo; Epispadia.

36 A inspeção dinâmica do tórax fornece ao Enfermeiro subsídios para avaliar o parâmetro de normalidade do tipo de respiração,
ritmo e frequência respiratória. Sobre este assunto, é correto afirmar:

(A) Cheyne-Stokes é uma respiração caracterizada por amplas e rápidas inspirações interrompidas por curtos períodos de apnéia,
após as quais ocorrem respirações profundas e ruidosas.
(B) Taquipnéia caracteriza-se pela parada dos movimentos respiratórios.
(C) O tipo de respiração está relacionado à movimentação do tórax e abdome, caracterizando três tipos de respiração: torácica,
diafragmática e Kussmaul.
(D) Kussmaul é uma respiração cíclica, em três fases, com movimentos cada vez mais profundos atingindo amplitude máxima
seguidos de uma diminuição gradativa, chegando a apneia.
(E) Ritmo de Biot é uma respiração arrítmica com movimentos superficiais ou profundos e cessação destes movimentos por um
curto período.

37 O manuseio de materiais esterilizados é uma rotina em uma grande parte dos serviços realizados pelo Enfermeiro. O
procedimento que NÃO deve ser considerado para este manuseio é o seguinte:
(A) Em caso de dúvidas sobre as condições de esterilização, o material deve ser desprezado.
(B) O material, uma vez retirado do invólucro estéril, não deve ser recolocado no mesmo, ainda que não tenha sido contaminado.
(C) Verificar a data de esterilização do material.
(D) Deixar o material exposto, no máximo, por 30 minutos.
(E) Lavar as mãos antes de manipular o material esterilizado.
38 A avalição neurológica do usuário está dividida nos seguintes segmentos: função cerebral, nervos cranianos, sistema motor,
reflexos e percepção sensorial. O sistema motor é avaliado através da inspeção e palpação de músculos quanto às suas dimensões e
simetria do tônus, força muscular, coordenação, equilíbrio, marcha e postura. Algumas provas específicas são realizadas, por
exemplo, com o usuário em posição dorsal, fazer a flexão da cabeça; o usuário deverá manter os membros inferiores (MMII)
relaxados; fletir os MMII é indicativo de irritação meníngea (POSSO, 2003). A prova específica relatada no texto acima é de:

(A) Brudzinski. (B) Lewinson. (C) Romberg. (D) Lasègue. (E) Kerning.

39 A Atenção Básica (AB) é desenvolvida com o mais alto grau de descentralização e capilaridade, ocorrendo em local mais próximo
das pessoas. Deve ser o contato preferencial dos usuários, a principal porta de entrada e centro de comunicação com toda a Rede de
Atenção à Saúde. Os fundamentos e as diretrizes da Atenção Básica NÃO incluem:

(A) Ter território adstrito sobre o mesmo, de forma a permitir o planejamento, a programação descentralizada e o desenvolvimento
de ações setoriais e intersetoriais.
(B) Possibilitar o acesso universal e contínuo a serviços de saúde de qualidade e resolutivos, caracterizados como a porta de entrada
aberta e preferencial da rede de atenção.
(C) Adscrever os usuários e desenvolver relações de vínculo e responsabilização entre as equipes e a população adscrita, garantindo
a continuidade das ações de saúde e a longitudinalidade do cuidado.
(D) Coordenar a integralidade em seus vários aspectos, integrando as ações programáticas e demanda espontânea e articulando as
ações de promoção à saúde e prevenção de agravos.
(E) Restringir a participação dos usuários, como forma de evitar sua autonomia e capacidade na construção do cuidado à sua saúde,
e das pessoas e coletividades do território, no enfrentamento dos determinantes e condicionantes de saúde.

40 A Atenção Básica (AB) deve cumprir algumas funções para contribuir com o funcionamento das Redes de Atenção à Saúde (RAS).
No que se refere às suas funções , a AB resolutiva deve:

(A) ser a modalidade de atenção e de serviço de saúde com o mais elevado grau de descentralização e capilaridade, cuja participação
no cuidado se faz sempre necessária.
(B) identificar riscos, necessidades e demandas de saúde, utilizando e articulando diferentes tecnologias de cuidado individual e
coletivo.
(C) elaborar, acompanhar e gerir projetos terapêuticos singulares, bem como acompanhar e organizar o fluxo dos usuários entre os
pontos de atenção das RAS.
(D) reconhecer as necessidades de saúde da população sob sua responsabilidade, organizando-as em relação aos outros pontos de
atenção.
(E) atuar como o centro de comunicação entre os diversos pontos de atenção, responsabilizando-se pelo cuidado dos usuários por
meio de uma relação horizontal, contínua e integrada.

41 No que se refere às responsabilidades na Política Nacional de Atenção Básica, compete às Secretarias Municipais de Saúde:

(A) Pactuar, com a Comissão Intergestores Bipartite (CIB), por meio do Cosems, estratégias, diretrizes e normas de implementação
da Atenção Básica no Estado, mantidas as diretrizes e os princípios gerais regulamentados na Portaria Nacional de Atenção Básica.
(B) Pactuar, com a Comissão Intergestores Bipartite (CIB), estratégias, diretrizes e normas de implementação da Atenção Básica no
Estado, de forma complementar às existentes, desde que não haja restrições destas e que sejam respeitadas as diretrizes e os
princípios gerais regulamentados na Portaria Nacional de Atenção Básica.
(C) Definir e rever periodicamente, de forma pactuada, na Comissão Intergestores Tripartite (CIT), as diretrizes da Política Nacional
de Atenção Básica.
(D) Definir, de forma tripartite, estratégias de articulação com as gestões estaduais e municipais do SUS, com vistas à
institucionalização da avaliação e qualificação da Atenção Básica.
(E) Submeter à CIB, para resolução acerca das irregularidades constatadas na execução dos recursos do Bloco de Atenção Básica,
conforme regulamentação nacional.

42 O Enfermeiro, na Atenção Básica, tem como atribuição específica:

(A) Realizar consulta de enfermagem, pequenos procedimentos cirúrgicos, atividades em grupo na UBS e, quando indicado ou
necessário, atender em domicílio e /ou nos demais espaços comunitários.
(B) Realizar consulta de enfermagem, procedimentos clínicos da Atenção Básica em saúde bucal e instalação de próteses dentárias
elementares.
(C) Planejar, gerenciar e avaliar as ações desenvolvidas pelos Agentes Comunitários de Saúde em conjunto com os outros membros
da equipe.
(D) Cadastrar todas as pessoas de sua microárea e manter os cadastros atualizados.
(E) Coordenar a manutenção e a conservação dos equipamentos odontológicos.

43 A Estratégia Saúde da Família (ESF) visa à reorganização da Atenção Básica no País, de acordo com os preceitos do Sistema Único
de Saúde, por ampliar a resolutividade e o impacto na situação de saúde da coletividade. Quanto às especificidades da equipe de
saúde da família, é INCORRETO afirmar:

(A) A equipe multiprofissional é composta por, no mínimo, médico generalista ou especialista em Saúde da Família, enfermeiro
generalista ou especialista em Saúde da Família, auxiliar ou técnico de enfermagem e agentes comunitários de saúde.
(B) Cada equipe de Saúde da Família deve ser responsável por, no máximo, 4.000 pessoas, embora a média recomendada seja de
3.000 pessoas, respeitando critérios de equidade para essa definição.
(C) O cadastramento de cada profissional de saúde deve ser feito em apenas uma equipe de Saúde da Família, exceção feita
somente ao profissional médico.
(D) O número de ACS deve ser suficiente para cobrir 100% da população cadastrada, com o máximo de 650 pessoas por ACS e de 10
ACS por equipe de Saúde da Família.
(E) A carga horária é de 40 horas semanais para todos os profissionais de saúde membros da equipe de Saúde da Família, à exceção
do profissional médico.

44 No SUS, o documento que aprova a Política Nacional de Atenção Básica, estabelecendo a revisão de diretrizes e normas para a
organização da Atenção Básica, para a Estratégia Saúde da Família (ESF) e para o Programa de Agentes Comunitários de Saúde
(PACS), é a:
(A) Portaria MS/GM n° 529 de 2013.
(B) Portaria n° 1498 de 19 de julho de 2013.
(C) Lei n° 7.498 de 25 de junho de 1986.
(D) Portaria n° 978, de 16 de maio de 2011.
(E) Portaria n° 2.488, de 21 de outubro de 2011.

45 Sobre o Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), analise os itens abaixo.

I- A composição do Núcleo deve ser definida pelos gestores municipais e pelas equipes de Estratégia Saúde da Família (ESF),
mediante critérios de prioridades identificadas com base nas necessidades locais e conforme a disponibilidade de profissionais de
cada uma das diferentes ocupações.
II- Constitui porta de entrada do SUS para os usuários.
III- O NASF deve atuar de acordo com algumas diretrizes relativas à Atenção Primária à Saúde (APS), a saber: ação interdisciplinar e
intersetorial; educação permanente em saúde dos profissionais e da população; desenvolvimento da noção de território;
integralidade, participação social, educação popular; promoção da saúde e humanização.
IV- A organização e o desenvolvimento do processo de trabalho do NASF dependem de algumas ferramentas já amplamente
testadas na realidade brasileira, como o Apoio Matricial, a Clínica Ampliada, o Projeto Terapêutico Singular (PTS), o Projeto de Saúde
no Território (PST) e a Pactuação do Apoio.

Estão corretos
(A) I, II e III, somente. (B) I, II, III e IV. (C) II, III e IV, somente. (D) I, III e IV, somente. (E) II e III, somente.

46 A criação do NASF propicia a ampliação das ações de APS e, assim, aumenta o escopo de intervenções no processo saúde–
doença, favorece o cuidado da população e fortalece a Estratégia de Saúde da Família (ESF). Isso inclui ações de reabilitação. NÃO
são ações específicas para o fortalecimento da reabilitação no âmbito dos NASF:

(A) Ter agenda de reuniões periódicas e discussões conjuntas entre as equipes do NASF e as equipes de Saúde da Família,
favorecendo a mudança da lógica do encaminhamento verticalizado, compartimentalizado para a horizontalidade dos saberes nas
equipes de saúde.
(B) Favorecer a apropriação do conhecimento das abordagens e práticas grupais e oficinas (socioeducativas, focais, operativas,
terapêuticas, entre outras).
(C) Apoiar as equipes de Saúde da Família para evitar práticas de medicalização de situações individuais e sociais comuns à vida
cotidiana, valorizando outras opções de tratamento provenientes da medicina natural e práticas integrativas e complementares
(PIC) já normatizadas pelo Ministério da Saúde.
(D) Propiciar a educação permanente em serviço.
(E) Criar estratégias para a integração ensino-serviço-comunidade, estabelecendo novo cenário de prática para os profissionais da
reabilitação e favorecendo a mudança na formação acadêmica.

47 Em 03 de maio de 2006, foi instituída a Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC) no SUS, com
definição de objetivos e diretrizes gerais e específicos para cada grande área de atuação das práticas, a saber: _____________,
_____________________, ________________ e ____________________ . Estas práticas visam estimular os mecanismos naturais de
prevenção de agravos e recuperação da saúde por meio de tecnologias eficazes e seguras, com ênfase na escuta acolhedora, no
desenvolvimento do vínculo terapêutico e na integração do ser humano com o meio ambiente e a sociedade (BRASIL, 2010).
A sequência correta de palavras que completam o enunciado é:
(A) homeopatia; acupuntura; fitoterapia; bioenergologia.
(B) homeopatia; acupuntura; quiropraxia; crenoterapia.
(C) reflexologia; acupuntura; fitoterapia; crenoterapia.
(D) homeopatia; acupuntura; fitoterapia; iridologia.
(E) homeopatia, acupuntura; fitoterapia; crenoterapia

48 O Sistema Nacional de Auditoria (SNA) tem como uma de suas atividades no Sistema Único de Saúde (SUS):

(A) Definir instrumentos gerenciais para que municípios e estados superem o papel exclusivo de prestadores de serviços e assumam
seus respectivos papéis de gestores do SUS.
(B) Avaliar a estrutura, os processos aplicados e os resultados alcançados, para aferir sua adequação aos critérios e parâmetros
exigidos de eficiência, eficácia e efetividade.
(C) Organizar os mecanismos e fluxos de financiamento, reduzindo progressiva e continuamente a remuneração por produção de
serviços e ampliando as transferências de caráter global, fundo a fundo, com base em programações ascendentes, pactuadas e
integradas.
(D) Estabelecer o processo de regionalização como estratégia de hierarquização dos serviços de saúde e de busca de maior
equidade.
(E) Definir limites financeiros para a alta complexidade, com explicitação da parcela correspondente ao atendimento da população
do município onde está localizado o serviço e da parcela correspondente a referências de outros municípios.

49 O Plano de Ações Estratégicas para o Enfrentamento das Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT) no Brasil, 2011-2022,
propõe metas nacionais. NÃO é considerada meta desse plano:

(A) Tratar 50% das mulheres com diagnóstico de lesões precursoras de câncer.
(B) Reduzir a taxa de mortalidade prematura (<70 anos) por DCNT em 2% ao ano.
(C) Aumentar a cobertura de mamografia em mulheres de 50 a 69 anos de idade.
(D) Ampliar a cobertura de exame preventivo de câncer de colo uterino em mulheres de 25 a 64 anos de idade.
(E) Aumentar o consumo de frutas e hortaliças.

50 No Plano de Ações Estratégicas para o Enfrentamento das Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT), compreendendo-se a
importância das parcerias para superar os fatores determinantes do processo saúdedoença, foram definidas diferentes ações
envolvendo diversos ministérios, secretarias, organizações não governamentais, empresas e sociedade civil, com o objetivo de
viabilizar as intervenções que impactem positivamente na redução das DCNT e de seus fatores de risco, em especial populações em
situação de vulnerabilidade. Sobre as ações para o Envelhecimento Ativo estabelecidas no Plano de Ações, analise as estratégias
abaixo.

I- Incentivo aos idosos para a prática de atividade física regular no programa Academia da Saúde.
II- Capacitação das equipes de profissionais da média e alta complexidade para o atendimento aos idosos com DCNT.
III- Apoio à estratégia de promoção do envelhecimento ativo na saúde suplementar. IV- Criação de programas para formação do
cuidador de pessoa idosa e de pessoa com condições crônicas na comunidade.
Estão corretas
(A) I, II e IV, somente. (B) I, II, III, IV. (C) II, III e IV, somente. (D) I, III e IV, somente. (E) I, II e III, somente.
21. É responsabilidade e dever dos profissionais da Enfermagem registrar, no prontuário do paciente e em outros documentos
próprios da área, as informações inerentes ao processo de cuidar e ao gerenciamento dos processos de trabalho, necessárias para
assegura r a continuidade e a qualidade da assistência. (COFEN,2012). Em relação aos registros das ações dos profissionais de
enfermagem, leia as afirmações a seguir.

I No gerenciamento dos processos de trabalho, devem ser registradas as informações imprescindíveis sobre as condições de
recursos humanos e materiais, excluindo -se as de ordem ambiental, que são de competência da Direção Geral da instituição.
II O termo assinatura eletrônica refere-se a uma tecnologia que permite garantir a integridade e autenticidade de arquivos
eletrônicos, e que é tipicamente tratada como análoga à assinatura física em papel, com valor legal.
III Deve ser registrado, no prontuário do paciente, um resumo dos dados coletados sobre a pessoa, a família ou a coletividade
humana, em um dado momento do processo saúde e doença.
IV Caso a instituição ou o serviço de saúde adote o sistema de registro eletrônico, mas não tenha providenciado, em atenção às
normas de segurança, a assinatura digital dos profissionais, deve-se fazer a impressão dos documentos para guarda e manuseio por
quem de direito.
Das afirmações, estão corretas
A) I e IV. B) III e IV. C) I e II. D) II e III.

22. De acordo com o Ministério da Saúde, sobre os aspectos clínicos e/ou epidemiológicos da infecção pelo vírus Zica, é correto
afirmar:

A) O padrão da doença é caracterizado por febre alta (maior do que 38,5º C), acompanhada de exantema no primeiro ou segundo
dia, dor muscular leve e de grande intensidade nas articulações, edema de intensidade moderada nas articulações, prurido e
conjuntivite não purulenta em grande parte dos casos.
B) É impossível conhecer o número real de infecções, pois, em cerca de 80% d os casos, os infectados não vão manifestar sinais ou
sintomas da doença, e grande parte dos doentes não procurará serviços de saúde, dificultando ainda mais o conhecimento da
magnitude da Zica.
C) O tratamento específico para a infecção pelo vírus Zika consiste no uso de antivirais e de sintomáticos, como o acetaminofeno
(paracetamol) ou dipirona, para o controle da febre e o manejo da dor, além da ingestão de muito líquido.
D) Os sinais e os sintomas do vírus Zika, em comparação com a dengue e o chikun gunya, incluem um quadro exantemático menos
acentuado e hiperemia conjuntival, com alteração significativa na contagem de leucócitos e plaquetas.

23. De acordo com o Ministério da Saúde, a microcefalia relacionada ao vírus Zika é uma doença nova que está sendo descrita pela
primeira vez na história, com base no surto que está ocorrendo no Brasil. Em relação à microcefalia, é correto afirmar:

A) Dado o seu potencial de impacto em âmbito nacional, faz-se necessário que os casos suspeitos de microcefalia potencialmente
relacionada à infecção pelo vírus Zika sejam notificados, imediatamente, às autoridades de saúde.
B) É uma doença rara e transmissível, e sua ocorrência está relacionada à exposição a fatores biológicos, químicos, físicos e
genéticos.
C) Por si só, sua ocorrência acarreta, invariavelmente, alterações motoras e cognitivas de acordo com o grau de acometimento
cerebral.
D) De acordo com a Lista Nacional de Notificação Compulsória de doenças, agravos e eventos de saúde pública, a microcefalia
potencialmente relacionada à infecção pelo vírus Zika caracteriza-se como evento adverso grave pós infecção.
24. "O poder de polícia administrativa é uma atividade exclusiva da Administração Pública. Representa não só uma capacidade, mas
também um dever de restringir ou condicionar as liberdades ou a propriedade individual, ajustando-as aos interesses da
coletividade. Seu princípio básico é a supremacia do interesse público sobre o individual. No setor de saúde, esse poder incide
apenas sobre estabelecimentos (pessoas jurídicas)." (DE SETA, REIS, 2009)
A vigilância que detém o poder de polícia administrativa é a:

A) Vigilância Sanitária. B) Vigilância Epidemiológica. C) Vigilância Ambiental. D) Vigilância do trabalhador.

25. Sobre as mudanças no Calendário Nacional de Vacinação para 2016, propostas pelo Ministério da Saúde, considere as afirmações
a seguir.

I A oferta da vacina contra hepatite B será ampliada para a população independentemente da idade e da condição de
vulnerabilidade.
II No esquema da vacina contra poliomielite, sua terceira dose será substituída pela vacina inativada (VIP), sendo mantidas somente
as doses de reforço , aos 15 meses e 4 anos, com a vacina oral contra poliomielite (VOP).
III A vacina pneumocócia 10 valente teve o esquema modificado para três doses, e um reforço, de preferência, aos 12 meses ou até
os 4 anos de idade.
IV A vacina contra hepatite A deverá ser feita aos 12 ou 15 meses de idade, e o reforço, até os 4 anos de idade.
Das afirmações, estão corretas
A) II e III. B) I e II. C) I e IV. D) III e IV.

26. A Portaria nº 77, de 12 de janeiro de 2012, em seu artigo 1º, afirma que compete às equipes de Atenção Básica realizar testes
rápidos para o diagnóstico de HIV e detecção da sífilis, assim como para outros agravos, no âmbito da atenção ao pré-natal para
gestantes e suas parcerias sexuais. No artigo 2º, enfatiza que a realização desses testes é de competência de profissionais
devidamente capacitados, de acordo com as diretrizes estabelecidas pelo Departamento de DST, AIDS e Hepatites Virais. De acordo
com a Lei do Exercício Profissional de Enfermagem nº 7.498/86, e conforme exposto na referida portaria, o teste citado pode ser
realizado:

A) privativamente pelo técnico em enfermagem.


B) privativamente pelo enfermeiro.
C) exclusivamente pelos profissionais de nível médio de enfermagem.
D) exclusivamente pelo profissional de enfermagem devidamente treinado.

27. Co dere o tre ho re rod z do a e r re e te e do e to do M tér o da Saúde (2013 . “[...] re e a


centralidade no sujeito, considerando seus desejos e possibilidades, com uma abordagem em saúde menos normalizadora e
prescritiva, pois se evita ditar ou impor, a partir da autoridade profissional, quais seriam as escolhas e atitudes ade quadas ou não a
serem adotadas. Considerando especificamente a atenção aos problemas de álcool e outras drogas, a estratégia visa minimizar as
consequências adversas criadas pelo consumo de drogas, tanto na saúde quanto na vida econômica e social dos usuários e seus
familiares. Nessa perspectiva, postula intervenções singulares que podem envolver o uso protegido, a diminuição desse uso, a
b tt o or b tâ a q e a e e o roble a e até a ab t a da dro a q e r a roble a ao ár o .” O
referido documento propõe, como uma das ações, uma abordagem para lidar com os diversos agravos e condições de saúde, entre
os quais o uso de drogas.

Essa abordagem é conhecida como


A) Estratégia Saúde da Família. B) Projeto Terapêutico Singular. C) Estratégia de redução de danos.
D) Projeto Genograma e Ecomapa.

28. De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (2013), os erros de medicação são definidos como falhas no processo
do tratamento medicamentoso que têm o potencial de ocasionar danos no paciente. Assim, é importante identificar os fatores
causais de erros de medicação relacionados à redação da prescrição médica, visto que muitos deles são iniciados no processo de
prescrição. Para isso, propõem -se algumas estratégias consideradas favoráveis à prevenção desses erros, entre as quais:

A) prescrever medicamentos, exclusivamente, pela denominação comercial.


B) utilizar, de preferência, abreviaturas, principalmente no nome dos medicamentos, e símbolos nas prescrições, especialmente as
convencionais.
C) proporcionar informações ao paciente sobre o propósito de cada medicamento bem como sobre o nome, a dose, a frequência e o
uso adequado.
D) nunca realizar prescrições verbais, mesmo em situações de urgência e emergência.

29. De acordo com a Portaria nº 1.271/2014, do Ministério da Saúde, os casos de tentativa de suicídio e de violência sexual passam a
ser de notificação:

A) imediata e realizada somente pelo profissional de saúde que prestar o primeiro atendimento ao paciente, em até 48 (quarenta e
oito) horas após o atendimento, pelo meio mais rápido disponível.
B) semanal e realizada pelo profissional de saúde ou responsável pelo serviço assistencial que prestar o primeiro atendimento ao
paciente, em até 07(sete) dias após o atendimento, seguindo o fluxo de compartilhamento entre as esferas de gestão do SUS.
C) semanal e realizada pelo profissional de saúde ou pela autoridade de segurança pública acionada, em até 07(sete) dias após o
atendimento, seguindo o fluxo de compartilhamento entre as esferas de gestão do SUS.
D) imediata e realizada pelo profissional de saúde ou responsável pelo serviço assistencial que prestar o primeiro atendimento ao
paciente, em até 24 (vinte e quatro) horas após o atendimento, pelo meio mais rápido disponível.

30. De acordo com o Ministério da Saúde, paralelamente à notificação dos casos de violência doméstica, sexual e de outras
violências (incluindo as tentativas de suicídio), deve ser realizada a comunicação dessas ocorrências

A) aos Conselhos Tutelares ou à Vara da Infância e da Juventude, no caso de violências contra crianças e adolescentes em
conformidade com o ECA; ao Conselho do Idoso, ou ao Ministério Público ou à Delegacia do Idoso, no caso de violência contra
pessoas com 65 anos ou mais, de acordo com o Estatuto do Idoso e Lei nº 12.461/2011; e, no caso de violência contra mulher, deve-
se orientar a vítima a procurar qualquer delegacia.

B) aos Conselhos Tutelares, no caso de violências contra crianças e adolescentes em conformidade com o ECA; ao Conselho do
Idoso, ou ao Ministério Público ou à Delegacia do Idoso, no caso de violência contra pessoas com 65 anos ou mais, de acordo com o
Estatuto do Idoso e Lei nº 12.461/2011; e, no caso de violência contra mulher, deve -se orientar a vítima a procurar a qualquer
delegacia.

C) aos Conselhos Tutelares ou ao Ministério Público, no caso de violências contra crianças e adolescentes em conformidade com o
ECA; ao Conselho Tutelar ou à Delegacia do Idoso, no caso de violência contra pessoas com 60 anos ou mais, de acordo com o
Estatuto do Idoso e a Lei nº 12.461/2011; e, no caso de violência contra mulher, deve -se orientar a família a afastar imediatamente
a vítima do agressor.

D) aos Conselhos Tutelares, no caso de violências contra crianças e adolescentes em conformidade com o ECA; ao Conselho do
Idoso, ou ao Ministério Público ou à Delegacia do Idoso, no caso de violência contra pessoas com 60 anos ou mais de acordo com o
Estatuto do Idoso e Lei nº 12.461/2011 e, no caso de violência contra mulher, deve -se orientar à vítima a procurar a Delegacia de
Mulheres.

31. De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (2013), o termo infecção hospitalar tem sido substituído por Infecção
relacionada à Assistência à Saúde (IRAS), pois reflete melhor a causa de desenvolvimento desse tipo de evento adverso,
especialmente por não limitar a sua ocorrência ao ambiente dos hospitais. Sobre as IRAS, é correto afirmar:

A) As infecções em recém-nascido estão relacionadas à assistência, com exceção daquelas transmitidas de forma transplacentária ou
associadas à bolsa rota superior a 24 horas.
B) Quando os pacientes são provenientes de outro hospital e se internam com infecção, não são considerados portadores de IRAS.
C) As infecções manifestadas antes de 72 horas da assistência (com ou sem internação), quando associadas aos procedimentos
diagnósticos e terapêuticos realizados durante este período, não são caracterizadas como IRAS.
D) Quando for isolado um micro-organismo diferente, na mesma topografia em que foi diagnosticada uma infecção comunitária,
seguido do agravamento das condições clínicas do paciente, o caso não deverá ser considerado como IRAS.

32. Evento adverso pós-vacinação (EAPV) é qualquer ocorrência indesejada após a vacinação e que não necessariamente apresenta
uma relação causal com o uso de uma vacina ou outro imunobiológico (imunoglobulinas e soros heterólogos). Sobre os EAPV,
considere as afirmações a seguir.
I As vacinas não vivas geralmente são imunógenos potentes. Porém, a repetição exagerada do número de doses de algumas vacinas,
como tétano e difteria, pode provocar eventos adversos relacionados à deposição de imunocomplexos.
II Entre os possíveis eventos adversos inesperados, há os relativamente triviais, como febre, dor e edema local, ou os mais graves,
como convulsões febris, episódio hipotônico-hiporresponsivo, anafilaxia etc.
III Muitos dos eventos adversos são meramente associações temporais, não se devendo à aplicação das vacinas. Assim, quando eles
ocorrem, há necessidade de cuidadosa investigação, visando ao diagnóstico diferencial e ao possível tratamento.
IV Os eventos esperados são aqueles decorrentes de problemas lig ados à qualidade do produto, como, por exemplo, contaminação
de lotes que provocam abscessos locais ou teor indevido de endotoxina em certas vacinas, levando a reações febris e sintomatologia
semelhante à sépsis.
Das afirmações, estão corretas
A) III e IV. B) II e III. C) I e III. D) I e IV.

33. Sobre os principais instrumentos e as estratégias de prevenção e controle das doenças transmissíveis, é correto afirmar:

A) A esterilização da fonte de infecção representa uma medida que confere proteção imunológica mediante o aumento da
resistência do indivíduo contra uma doença infecciosa. Pode ser passiva, quando induzida por anticorpos específicos, ou ativa, se
obtida por meio de imunógenos.
B) A imunização consiste na administração de substâncias quím icas ou medicamentos para a prevenção do desenvolvimento de
uma infecção, de sua evolução para a forma ativa da doença e da ocorrência de novos casos, com objetivo de evitar casos de
transmissão do agente por um possível portador sadio.
C) A quimioprofilaxia consiste em ações de controle e de prevenção centradas no tratamento exclusivo dos indivíduos com o
objetivo de eliminar os agentes etiológicos dessas doenças por meio de gotículas ou aerossóis.
D) O combate vetorial demanda a articulação de várias tecnologias e atividades complementares que envolvem intervenções
ambientais de combate químico, físico e biológico bem como ações contínuas de educação e saúde ambiental.

34. Desde o início da epidemia de AIDS no Brasil, até junho de 2015, foram registrados, no país, 798.366 casos. Em relação às
pessoas vivendo com HIV/AIDS (PVHA), é correto afirmar:
A) Adultos e adolescentes que vivem com HIV não podem receber as vacinas do c alendário nacional, pois essa condição reduz a
possibilidade de resposta imunológica consistente, considerando-se ineficaz o uso de vacinas.
B) A infecção pelo HIV é identificada como o mais importante fator de risco para o desenvolvimento de tuberculose ativa em
indivíduos com tuberculose latente.
C) O quadro agudo da doença ocorre a partir das primeiras semanas da infecção pelo vírus até o aparecimento dos anticorpos anti-
HIV (soroconversão), que costuma ocorrer em torno da quarta semana após a infecção.
D) O aparecimento de infecções oportunistas e neoplasias é definidor do quadro de infecção por HIV. Nessa fase, a viremia
plasmática alcança os níveis mais baixos, e o individuo torna-se pouco infectante.

35. No Brasil, o controle da sífilis é uma prioridade, sobretudo na Atenção Básica e na Vigilância em Saúde. Para ampliar o
diagnóstico precoce e o tratamento da gestante/parceiro, foram implantados pelo Ministério da Saúde, respectivamente,

A) ampliação de unidades-sentinela e o tratamento no pré-natal, no parto e no puerpério.


B) ações de assistência ao parto e vigilância da sífilis no puerpério.
C) o teste rápido e o tratamento com penicilina nas unidades básicas de saúde (UBS).
D) o teste rápido e uma quarta droga no esquema terapêutico.

36. O Programa Nacional de Controle da Tuberculose recomenda a realização de cultura com teste de sensibilidade, principalmente
para populações consideradas de maior risco de albergarem o bacilo da tuberculose resistente. Assim, são consideradas populações
com esse risco:

A) pacientes em retratamento; pessoas que vivem com HIV/AIDS, contatos sintomáticos de pessoas com tuberculose em
tratamento.
B) pacientes com histórico de tratamento prévio; pessoas que vivem com HIV/AIDS, contatos sintomáticos de pessoas com
tuberculose resistente e populações consideradas especiais para o programa.
C) pacientes com histórico de doenças crônicas; pessoas com dependência química, contatos imunodeprimidos de pessoas com
tuberculose e populações consideradas especiais para o programa, como crianças.
D) pacientes com histórico de reinfecção; pessoas com dependência química, contatos sintomáticos de pessoas com tuberculose
resistente e populações consideradas especiais para o programa.
37. A percussão realizada durante um exame físico de um paciente permite observar não só o som obtido, mas também a resistência
oferecida pela região golpeada. Ao se percutir sobre os intestinos, sobre o espaço de Traube ou sobre qualquer área que contenha
ar recoberta por uma membrana flexível, o som obtido é o:

A) plano. C) timpânico. B) maciço. D) ressonante.

38. A Hemoterapia moderna desenvolveu-se baseada no preceito racional de transfundir-se somente o componente que o paciente
necessita, com base na avaliação clínica e/ou laboratorial, não havendo indicações de sangue total. Em relação à hemoterapia, leia
as afirmações a seguir.

I Os produtos gerados um a um, nos serviços de hemoterapia, a partir do sangue total, por meio de processos físicos (centrifugação,
congelamento), são denominados hemoderivados.
II O crioprecipitado é uma fração de plasma insolúvel em frio, obtida a partir do Plasma Fresco Congelado, rico em Glicoproteínas de
alto peso molecular.
III Com a finalidade de prevenir a doença do enxerto versus hospedeiro associada à transfusão, os concentrados de hemácias e de
plaquetas devem ser submetidos à irradiação gama (25Gy).
IV O plasma fresco congelado consiste na porção celular do sangue obtida por centrifugação do sangue total e congelado
completamente entre 12 e 24 horas, depois da coleta do sangue.
Das afirmações, estão corretas
A) I e II. C) II e III. B) I e IV. D) III e IV.

39. Para proporcionar uma terapia segura e conveniente aos pacientes que necessitam de líquidos endovenosos, é necessário que o
enfermeiro tenha conhecimento da solução prescrita. Em relação aos tipos de soluções intravenosas, leia as afirmações a seguir.
I A solução 5% de dextrose em água é hipotônica quando entra pela primeira vez na veia. A dextrose entra lentamente nas células,
deixando a água livre, que dilui o líquido extracelular. A maior parte da água, então, entrará nas células por difusão.
II O cloreto de sódio a 0,9% é uma solução isotônica, que não entra nas células e expande o volume do líquido extracelular (vascular
e intersticial).
III O Ringer Lactato é uma solução hipertônica. Contém sódio, potássio, cálcio, cloro e lactato, que o rim metaboliza em bicarbonato
(HCO3 - ). Penetra rapidamente nas células por osmose.
IV Aditivos como o cloreto de potássio são comuns em soluções intravenosas. A administração deverá ser lenta, pois a hipercalemia
pode causar arritmias cardíacas fatais. Sob nenhuma circunstância, deverá ser administrado via push intravenoso.
Das afirmações, estão corretas
A) II e IV. C) I e III. B) III e IV. D) I e II.

40. Maria, 50 anos de idade, foi atendida na Unidade de Pronto Atendimento, onde foi realizada uma gasometria arterial que
demonstrava pH,7,20; PaCO2, 25mmHg; PaO2, 92mmHg; HCO3- , 10,2 mEq/L. A enfermeira deve interpretar esses resultados como
uma:

A) acidose metabólica. C) alcalose metabólica. B) acidose respiratória. D) alcalose respiratória.

41. No pós-operatório de cirurgias ortopédicas, o enfermeiro deve estar atento aos sinais e sintomas da trombose venosa profunda
que, se não tratada, pode levar a:

A) hemorragia interna. C) síndrome do desuso. B) embolia pulmonar. D) infecção de sítio cirúrgico.

42. De acordo com a American Heart Association 2015, a posição de recuperação recomendada para uma pessoa enferma ou ferida,
que respire normalmente, sem suspeita de lesão da coluna, quadril ou pelve é:

A) fowler. B) sentada. C) supina. D) deitada lateralmente.

43. De acordo com a American Heart Association 2015, na Ressuscitação Cardiopulmonar (RCP) de qualidade, durante o suporte
básico de vida para adultos, os socorristas devem:
A) comprimir o tórax a uma profundidade de, pelo menos, 1,5 polegadas (3 cm).
B) limitar a interrupção das compressões torácicas a menos de 15 segundos.
C) realizar compressões torácicas a uma frequência de 100 a 120/min.
D) permitir o retorno parcial do tórax após a compressão, para favorecer o retorno venoso.
44. A Enfermagem como integrante da equipe multidisciplinar da UTI, participa ativamente das ações administrativas e assistenciais
que envolvem o suporte invasivo e não invasivo nos pacientes em Ventilação Mecânica. Leia as afirmações a seguir, relativas às
ações de enfermagem ao paciente em ventilação mecânica,

I Os dispositivos trocadores de umidade e calor devem ser trocados a cada 7 dias, desde que sejam mantidas a altura e a posição
adequadas do dispositivo em relação ao tubo endotraqueal. Em caso de sujidade, condensação ou dano, o filtro deve ser trocado.
II O balonete da prótese traqueal deve ter a pressão mantida entre 16 a 24 mmHg ou 30 a 35 cmH2O (cuffometro), visando evitar
vazamentos de ar sem compressão excessiva da mucosa traqueal.
III Para alimentação enteral em pacientes sob Ventilação Mecânica, utilizar as vias gástrica e pós-pilórica, reservando o
posicionamento pós-pilórico para pacientes com intolerância e/ou contra-indicação gástrica.
IV A cada 24 horas, deve-se realizar a higiene bucal do paciente, sem escovação (evitar náuseas), com água destilada ou filtrada e/ou
aromatizante bucal sem álcool.

Das afirmações, estão corretas


A) II e IV. C) II e III. B) I e IV. D) I e III.

45. A Sepse pode ser definida como a resposta sistêmica a uma doença infecciosa, seja ela causada por bactérias, vírus, fungos ou
protozoários. É a principal causa de morte em unidades de terapia intensiva (UTIs) não cardiológicas, com elevadas taxas de
letalidade. Em relação à sepse, leia as afirmações a seguir.

I A determinação do lactato sérico é obrigatória nos casos suspeitos de sepse por ser o melhor marcador de hipoperfusão disponível
à beira do leito.
II Em todos os pacientes, independente do foco infeccioso suspeito, devem ser colhidas hemoculturas, idealmente antes de
administrar a primeira dose do antibiótico.
III Nos casos graves, com hipotensão arterial ou hipolactatemia, deve-se administrar cristaloides (60mL/Kg) nas primeiras horas de
atendimento.
IV Conforme prescrição médica deve-se administrar antibiótico de espectro estreito, por via intravenosa, idealmente em até 2 horas
após o diagnóstico.

Das afirmações, estão corretas:


A) II e III. C) I e II. B) I e IV. D) III e IV.

46. Para ampliar a captação precoce das gestantes, o Ministério da Saúde, por intermédio da Rede Cegonha, incluiu o Teste
Imunológico de Gravidez (TIG) nos exames de rotina do pré- natal, o que acelera o processo necessário para a confirmação da
gravidez e o início do pré - natal. O TIG pode ser realizado em toda mulher cujo atraso menstrual é superior a:

A) 8 dias. C) 16 semanas. B) 15 dias. D) 20 semanas.

47. Placenta prévia é definida como a placenta que se implanta total ou parcialmente no segmento inferior do útero. O principal
fator de risco para placenta prévia é a:

A) Gemelaridade. C) Multiparidade. B) Cesariana anterior. D) Curetagem anterior

48. Os exames de triagem neonatal podem prevenir doenças e até mesmo detectar alguma alteração para evitar sequelas mais
graves nos recém-nascidos. Em relação aos testes de triagem realizados nos bebês, ao nascer, no Brasil, considere as afirmações a
seguir.

I O teste do olhinho, apesar de não ser obrigatório por Lei Federal no país, pode detectar a retinopatia da prematuridade, a catarata
congênita, o glaucoma, o retinoblastoma, as infecções e a cegueira.
II O teste da orelhinha, garantido por Lei federal, é realizado pelo exame Potencial Evocado Auditivo de Tronco Encefálico, em
neonatos e lactentes sem indicador de risco para perda auditiva.
III No teste do coraçãozinho, a aferição da oximetria de pulso deve ser realizada nos membros superiores do recém-nascido, a fim de
detectar, pela saturação do oxigênio, possível cardiopatia congênita.
IV No teste da linguinha, avalia-se o Frênulo da Língua em bebês recém-nascidos, uma vez que o diagnóstico precoce possibilita o
tratamento imediato e a prevenção dos problemas decorrentes da anquiloglossia.
Das afirmações, estão corretas
A) II e III. C) III e IV. B) I e II. D) I e IV.

49. O Ministério da Saúde do Brasil, em março de 2016, publicou nota em que esclarece a alteração do ponto de corte na medida do
perímetro cefálico (PC) dos recém -nascidos com 37 ou mais semanas de gestação, para o acompanhamento dos casos de
microcefalia. O novo ponto de corte do PC para meninos e meninas passa a ser, respectivamente,
A) igual ou inferior a 32 cm e igual ou inferior a 31,7 cm.
B) igual ou superior a 32 cm e igual ou superior a 31,7.
C) igual ou superior a 31,9 cm e igual ou superior a 31,5.
D) igual ou inferior a 31,9 cm e igual ou inferior a 31,5 cm.

50. Para atingir o objetivo geral de promover a melhoria das condições de saúde da população masculina no Brasil, a Política
Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem (PNAISH) tem como foco homens na faixa etária de:
A) 20 a 59 anos. B) 18 a 45 anos. C) 21 a 55 anos. D) 25 a 69 anos.

61 O esqueleto axial é constituído pelos seguintes ossos:


A) Tarso, metatarso e falanges.
B) Crânio, coluna vertebral e tórax.
C) Crânio, tórax e membros inferiores.
D) Crânio, ossos do quadril e membros inferiores. E) Ossos do quadril, membros superiores e membros inferiores.

62 “Re o de transição entre o esôfago inferior e o estômago, que também denomina-se esfíncter esofágico fer or (EE .” Trata-
se de

A) piloro. D) esôfago abdominal. B) cárdia. E) fundo do estômago. C) duodeno.


63 Cansaço, falta de ar, edema de membros inferiores, hepatomegalia, ascite, palpitação, palidez cutânea, sudorese fria, fadiga,
fraqueza e dispneia paroxística noturna, são sinais e sintomas da seguinte doença:

A) Asma. C) Pneumonia. D) Trombose venosa profunda. B) Angina. E) Insuficiência cardíaca congestiva.

64 A escolha do tamanho do manguito é um procedimento recomendado para aferição da pressão arterial (PA). Sabe-se que as
dimensões do manguito para aferição da PA em um recém-nascido, cuja circunferência do braço é ≤ 10 cm, é de 4 cm de largura e 8
de o r e to. “O ta a ho orreto de a to ara ad lto ja r fer a do bra o ar a de 27-34 cm, é
_______ de lar ra e _______ de o r e to.” A ale a alter at a q e o leta orreta e eq e ialmente a afirmativa
anterior.

A) 08 / 19 B) 10 / 21 C) 12 / 23 D) 14 / 25 E) 16 / 32

65 A pressão arterial é consequência da força que o sangue faz contra as paredes das artérias para conseguir circular pelo sistema
circulatório. A hipertensão arterial sistêmica (HAS) é uma condição clínica multifatorial caracterizada por níveis elevados e
sustentados de pressão arterial (PA). Nos adultos maiores de 18 anos, a pressão arterial pode ser classificada da seguinte forma:

A) Estágio 1 (leve), sistólica: 140 a 159 mmHg e diastólica de 90 a 99 mmHg. / Estágio 2 (moderada), sistólica: 160 a 179 mmHg e
diastólica de 100 a 109 mmHg. /Estágio 3 (grave), sistólica: 180 mmHg ou mais e diastólica de 110 mmHg ou mais.

B) Estágio 1 (leve), sistólica: 140 a 149 mmHg e diastólica de 80 a 89 mmHg. / Estágio 2 (moderada), sistólica: 150 a 169 mmHg e
diastólica de 100 a 109 mmHg. / Estágio 3 (grave), sistólica: 180 mmHg ou mais e diastólica de 110 mmHg ou mais.

C) Estágio 1 (leve), sistólica: 140 a 159 mmHg e diastólica de 90 a 99 mmHg. / Estágio 2 (moderada), sistólica: 160 a 179 mmHg e
diastólica de 100 a 109 mmHg. / Estágio 3 (grave), sistólica: 170 ou mais e diastólica de 110 ou mais.

D) Estágio 1 (leve), sistólica: 140 a 159 mmHg e diastólica de 90 a 99 mmHg. / Estágio 2 (moderada), sistólica: 160 a 179 mmHg e
diastólica de 100 a 119 mmHg. / Estágio 3 (grave), sistólica: 180 mmHg ou mais e diastólica de 120 mmHg ou mais.

E) Estágio 1 (leve), sistólica: 139 a 149 mmHg e diastólica de 89 a 99mmHg. / Estágio 2 (moderada), sistólica: 160 a 179 mmHg e
diastólica de 110 a 119mmHg. / Estágio 3 (grave), sistólica: 190 mmHg ou mais e diastólica de 120 mmHg ou mais.

66 A hipertensão arterial sistêmica secundária à síndrome de Cushing apresenta os principais sinais e sintomas, EXCETO:

A) Fraqueza muscular, cansaço fácil e hirsutismo.


B) Obesidade central, fáscies em lua cheia e pletora.
C) Inchaço das mãos, fraqueza muscular e macroglossia.
D) Estrias abdominais, aumento de peso e distúrbios emocionais.
E) Afilamento dos braços e das pernas, aumento de peso e fraqueza muscular.

67 “ a e te ad lto 50 a o de e trada o ro to-socorro após ter sofrido queimaduras elétricas de segundo e terceiro graus em
e bro er or e fer or total e q erdo e e tál a.” Se do a re ra do o e q al a orcentagem da extensão da
queimadura?

A) 9%. B) 13,5%. C) 18%. D) 28%. E) 30%.

68 “Í d e q e ede o ú ero de a o o o de a doe a e ód o o e e to a o la o de tro de eríodo def do


de te o.” Trata-se de

A) surto. B) letalidade. C) incidência. D) prevalência. E) mortalidade.

69 De acordo com o protocolo da American Heart Association (2010), todos os socorristas leigos treinados devem, no mínimo,
aplicar compressões torácicas em vítimas de PCR. Porém, o socorrista devidamente treinado poderá realizar ventilações de resgate,
sendo a relação de compressões e ventilações no adulto na proporção de:

A) 15 compressões para cada 1 ventilação.


B) 30 compressões para cada 1 ventilação.
C) 15 compressões para cada 2 ventilações.
D) 30 compressões para cada 2 ventilações.
E) 30 compressões sem aplicar ventilações.

70 As mudanças na legislação, instituídas pela Lei Orgânica da Saúde (Lei nº 8.080/90), propuseram ao setor de saúde uma
reorganização político-administrativa. Diante do exposto, é correto afirmar que:

A) O Ministério da Saúde estabeleceu diretrizes referentes à Humanização em 2001, a partir de regulamentação do Programa
Nacional de Humanização da Assistência Hospitalar/PNHAH e, em 2003, com a Política Nacional de
Humanização/PNH/HUMANIZASUS.
B) Submetem-se às disposições desta lei as pessoas jurídicas de direito privado que operam planos de assistência à saúde, sem
prejuízo do cumprimento da legislação específica que rege a sua atividade, adotando-se, para fins de aplicação das normas aqui
estabelecidas.
C) A Política Nacional das Relações de Consumo tem por objetivo o atendimento das necessidades dos consumidores, o respeito à
sua dignidade, saúde e segurança, a proteção de seus interesses econômicos, a melhoria da sua qualidade de vida, bem como a
transparência e harmonia das relações de consumo.
D) Essa lei adota um conceito ampliado de saúde, quando esclarece que a saúde tem como fatores determinantes e condicionantes,
entre outros, a alimentação, a moradia, o saneamento básico, o meio ambiente, o trabalho, a renda, a educação, o transporte, o
lazer e o acesso aos bens e serviços essenciais.
E) É criada a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), autarquia sob o regime especial, vinculada ao Ministério da Saúde,
prazo de duração indeterminado a atuação em todo território Nacional, como órgão de regulação, normatização, controle e
fiscalização das atividades que garantam a assistência suplementar à saúde.

71 “U a e te dá e trada o ro to-socorro com história de crise convulsiva em casa, rebaixamento do nível de consciência,
hipertenso e taquicárdico. No exame físico, o enfermeiro aplica a escala de coma de Glasgow, que mostra que o paciente
apresentava abertura ocular à dor, nenhuma resposta verbal e movime to de ret rada ao e tí lo doloro o.” Q a to ao o atór o
pode-se encontrar o seguinte valor:

A) 15 (normalidade).
B) 4 (estado de coma superficial).
C) 11 (estado de coma profundo).
D) 12 (estado de coma superficial).
E) 7 (estado de coma intermediário).

72 A triagem de Manchester originou-se na Inglaterra, na cidade de Manchester. No Brasil, foi utilizada pela primeira vez em 2008,
em Minas Gerais, como estratégia para reduzir a superlotação nas portas dos pronto-socorros e hospitais. Hoje, é acreditada pelo
Ministério da Saúde, Ordem dos Enfermeiros, Ordem dos Médicos e entendida como uma evolução no atendimento aos quem
recorrem a um serviço de urgência, sendo o enfermeiro responsável por este processo. Se o paciente que dá entrada no pronto-
socorro é la f ado elo e fer e ro o o ‘a arelo’ q al o te o áx o de e era de a ordo o o roto olo?

A) 10 minutos. B) 60 minutos. C) 120 minutos. D) 240 minutos. E) Imediatamente.

73 A hipertensão intracraniana, patologia neurológica conhecida por sua gravidade, poderá levar a uma tríade compensatória de
sintomas denominada tríade de Cushing. Assinale os sintomas referentes.

A) Hipotensão, taquicardia e bradipneia.


B) Hipertensão, taquicardia e taquipneia.
C) Hipotensão, bradicardia e alteração do ritmo respiratório.
D) Hipertensão, taquicardia e alteração do ritmo respiratório.
E) Hipertensão, bradicardia e alteração do ritmo respiratório.
74 ”De a ordo o a re r o éd a q e def e a ad tra o 1000 l de oro f ológico 0,9% em 6 horas, o resultado do
ál lo de oteja e to ara ota or to é de 55 5 ota / .” De a ordo o o ex o to al le o e o ol e e
tempo, a administração do soro fisiológico 0,9% em microgotas.

A) 111 microgotas/min. D) 210 microgotas/min. B) 166,5 microgotas/min. E) 222 microgotas/min. C) 187 microgotas/min.

75 Acerca dos sinais e sintomas de hiperglicemia, analise.


I. Polidpsia, xerostomia e hálito cetônico.
II. Poliúria, visão turva e ganho de peso.
III. Sonolência, prostração e fadiga.
IV. Xerostomia, púrpura e fadiga. Estão corretas as alternativas

A) I, II, III e IV. D) I, II e III, apenas. B) I e III, apenas. E) I, III e IV, apenas. C) II e IV, apenas.

76 Bolsa pressórica, transdutor de pressão e monitor cardíaco, são componentes de qual procedimento de monitorização
hemodinâmica?

A) ECG. B) PVC. C) Capnografia. D) Paracentese. E) Punção liquórica.

77 Em relação às vias de administração de medicamentos, assinale a alternativa INCORRETA.

A) Subcutânea ou via hipodérmica: os medicamentos são administrados no tecido subcutâneo.


B) Intramuscular: administração direta do medicamento na massa muscular (glúteo, deltoide).
C) Intradérmica: os medicamentos são aplicados na derme; o volume injetado é sempre muito pequeno.
D) Parenteral: utilizada quando se deseja uma ação mais imediata da droga ou quando outras vias não estão indicadas
(endovenosa).
E) Intrarraquídea: as medicações são aplicadas na pele e mucosas (nasal, brônquica, vagina, etc.), geralmente visando um efeito
local ou sistêmico.

78 As vacinas requerem cuidados especiais: temperatura adequada para sua conservação, precauções para não ocorrer
contaminação e conhecimentos para sua administração. A temperatura para sua conservação é, em média, +2° a +8°C. Diante dessas
informações, assinale a alternativa correta sobre o acondicionamento de vacinas.

A) Na primeira prateleira as vacinas contra vírus; na segunda, as vacinas contra bactérias e toxinas; e, na terceira, os soros.
B) Na primeira prateleira os soros; na segunda, as vacinas contra bactérias e toxinas; e, na terceira, as vacinas contra vírus.
C) Na primeira prateleira as vacinas contra bactérias e toxinas; na segunda, as vacinas contra vírus; e, na terceira, os soros.
D) Na primeira prateleira os soros; na segunda, as vacinas contra vírus; e, na terceira, as vacinas contra bactérias e toxinas.
E) Na primeira prateleira as vacinas contra vírus; na segunda, os soros; e, na terceira, as vacinas contra bactérias e toxinas.

79 “Co j to de a es capazes de eliminar, diminuir ou prevenir riscos à saúde e de intervir nos problemas sanitários decorrentes
do meio ambiente, da produção e circulação de bens e da prestação de serviços de interesse da saúde, abrangendo o controle de
bens de consumo que, direta ou indiretamente, se relacionem com a saúde, compreendidas todas as etapas e processos, da
rod o ao o o e o o trole da re ta o de er o q e e rela o a d reta o d reta e te o a aúde.” A afirmativa
anterior se refere a:

A) saúde pública. B) vigilância sanitária. C) auditoria hospitalar.


D) medicina preventiva. E) vigilância ambiental em saúde.

80 A vacina HPV (vírus do papiloma humano) ou vacina quadrivalente (6, 11, 16, 18) está indicada para meninos e meninas de 9 a 26
a o e tr do e . “A e da do e de e er fe ta ______ e e a ó a r e ra e a ter e ra do e _______________ a ó a
______________.” A ale a alter at a q e o leta orreta e eq e ialmente a afirmativa anterior.

A) 6 / 5 anos / primeira D) 2 / 6 meses / primeira B) 6 / 5 anos / segunda E) 3 / 6 meses / primeira C) 2 / 6 meses /segunda
81 O choque é definido como uma anormalidade circulatória, cuja perfusão orgânica e oxigenação tecidual estão inadequadas.
Deve-se reconhecer precocemente sua presença e identificar sua provável causa. São causas que podem levar ao choque
hipovolêmico, EXCETO:

A) Sangramentos volumosos (exteriorizados ou não).


B) Perda de líquido excessiva (diarreia, vômito, poliúria e febre).
C) Sequestro líquido – tecidos inflamados (peritonite, colite e pleuris).
D) Drenagem de grandes volumes de transudato (ascite e hidrotórax).
E) Tamponamento cardíaco relacionado ao ferimento penetrante no tórax.

82 No Brasil, o trauma é a principal causa de morte do indivíduo jovem. Mais de 120.000 brasileiros morrem por ano em
consequência de acidentes, e estima-se que 4 a 5 vítimas ficam com sequelas permanentes para cada óbito. Frente a essa realidade,
é fundamental que se desenvolvam serviços de atendimento pré-hospitalar eficazes. No exame primário, procede-se à identificação
e ao tratamento imediato das seguintes condições ameaçadoras de vida, EXCETO:

A) Imobilização cervical. D) Manutenção da via aérea e ventilação.


B) Controle da hemorragia. E) Colocação de cateter de PIC (pressão intracraniana).
C) Avaliação do estado neurológico.

83 O acidente vascular encefálico (AVE) consiste na perda súbita da função cerebral em decorrência da ruptura do aporte sanguíneo
para uma região do cérebro. As lesões são provocadas por um enfarte devido à isquemia ou à hemorragia, resultante do
comprometimento da função cerebral. Assinale, a seguir, as complicações mais comuns do AVE.

A) Paraplegia, angina e anemia.


B) Xantoma, hiperlipidemia e pneumonia aspirativa.
C) Tromboembolismo venoso, uremia e diverticulose.
D) Úlcera de decúbito, paraplegia e erupção cutânea.
E) Pneumonia aspirativa, úlcera de decúbito e tromboembolismo venoso.

84 O sinal de Babinski é produzido passando-se cuidadosamente, na parte lateral do pé, um objeto de ponta arredondada e
estendendo o estímulo discretamente para o aspecto medial através da área metatársica. A resposta positiva de Babinski, em
adultos, é indicada por:

A) Indiferente, não há resposta


B) Extensão dos dedos em leque indicando normalidade.
C) Extensão dos dedos em leque indicando lesão neurológica.
D) Flexão dos dedos do pé, curvando-se para baixo, indicando resposta normal.
E) Flexão dos dedos do pé, curvando-se para baixo, indicando lesão neurológica.

85 “ rolo a e to do e tado ra e do a e te e ro ó t o at fatór o e a todo to a a do orte rolo ada e


acompanhada de sofrimento, associando-se à ideia da manutenção da vida através de processos terapêut o de ro or o a .” A
afirmativa anterior se refere a:

A) tanásia. B) eutanásia. C) distanásia. D) mistanásia. E) ortotanásia.

86 De acordo com a Sociedade Brasileira de Climatério (SOBRAC), climatério é uma endocrinopatia caracterizada por alterações
funcionais, morfológicas e hormonais, sendo tal etapa dividida em três fases: pré-menopausa, perimenopausa e pós-menopausa. A
produção hormonal tende a oscilar significativamente, permanecendo, após a menopausa os seguintes hormônios:

A) Estrona, androstenediona e testosterona.


B) Androstenediona, testosterona e progesterona.
C) Testosterona, estradiol e hormônio luteinizante (LH).
D) Progesterona, hormônio folículo-estimulante (FSH) e estrona.
E) Estradiol, hormônio folículo-estimulante (FSH) e hormônio luteinizante (LH).
87 A Resolução COFEN nº 311/2007 aprova a reformulação do Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem. São considerados
princípios fundamentais mediante essa lei, EXCETO:
A) A enfermagem é uma profissão comprometida com a saúde e a qualidade de vida da pessoa, família e coletividade.
B) O profissional de enfermagem deve respeitar a vida, a dignidade e os direitos humanos, em todas as suas dimensões.
C) O profissional de enfermagem deve atuar na promoção, prevenção, recuperação e reabilitação da saúde, com autonomia e em
consonância com os preceitos éticos e legais.
D) O profissional de enfermagem deve exercer suas atividades com competência para a promoção do ser humano na sua
integralidade, de acordo com os princípios da ética e da bioética.
E) O enfermeiro, quando designado para exercer a função de responsável pela elaboração e implementação do PGRSS, deverá
apresentar o Certificado de Responsabilidade Técnica – CRT, emitido pelo Conselho Regional de Enfermagem ao qual está
jurisdicionado.

88 A assistência de enfermagem é garantida de forma legal através da normativa que dispõe sobre a regulamentação do exercício de
enfermagem e dá outras providências. A afirmativa anterior trata-se da:

A) Resolução COFEN nº 191/1996.


B) Resolução COFEN nº 239/2000.
C) Deliberação COREN-MG 65/00.
D) Lei nº 5.905, de 12 de julho de 1973.
E) Lei do Exercício Profissional nº 7.498/1986, sancionada por decreto aprovado em 1987.

89 O pós-operatório (PO) imediato de cirurgia cardíaca é um período complexo que exige da equipe assistencial envolvida no
cuidado ao paciente submetido a esse procedimento, conhecimento técnico para garantir, além da segurança ao paciente, a
continuidade de sua recuperação. Qual das complicações associa-se a uma disfunção de outro órgão importante regulador do
equilíbrio ácido-básico?

A) Arritmia. D) Sangramento excessivo.


B) Infecção. E) Tamponamento cardíaco.
C) Insuficiência renal.

90 A de te de trabalho é o e t ado o o “o q e o orre elo exer í o do trabalho a er o da e re a ro o a do le o


or oral o ert rba o f o al q e a e orte erda o red o da a a dade ara o trabalho er a e te o te orár a.”
(INSS, 1991.) De acordo com a classificação dos acidentes, marque V para as afirmativas verdadeiras e F para as falsas.

( ) Acidentes típicos – decorrentes da característica da atividade profissional desempenhada pelo acidentado.


( ) Acidentes de trajeto – quando ocorridos no trajeto entre a residência e o local de trabalho e vice-versa.
( ) Doenças adquiridas antes da entrada na empresa – de acordo com a Lei nº 8.213/91 são estabelecidas cotas para a contratação
de portadores de deficiência física.
( ) Doenças profissionais – desencadeadas pelo exercício do trabalho peculiar a determinada atividade.

A sequência está correta em


A) V, V, F, V. B) V, F, F, V. C) V, V, F, F. D) F, V, F, V. E) V, V, V, V.

91 Os sinais vitais são os sinais das funções orgânicas básicas, os clínicos de vida, que refletem o equilíbrio ou o desequilíbrio
resultante das interações entre os sistemas do organismo e uma determinada doença. Sobre os sinais vitais, marque a afirmativa
correta.
A) A bradisfigmia é considerada como pulso fino e taquicárdico.
B) A pressão arterial diastólica em adulto considerada normal é de 100 mmHg.
C) A frequência cardíaca identifica o ritmo cardíaco, como a bradicardia no adulto, que tem uma frequência maior que 120 bpm.
D) Em relação à aferição do pulso, as irregularidades rítmicas podem ser observadas em pacientes com extrassistolias, bi ou
trigeminadas.
E) Os locais para verificação do pulso são: temporal, carotídea, radial, apical, ulnar, braquial, femoral, poplítea e pediosa, sendo os
mais comuns: temporal e poplítea.

92 Infecções pós-operatórias acometem a ferida cirúrgica e/ou a cavidade e órgãos operados e se apresentam clinicamente como
processo inflamatório supurativo nestes locais. Os agentes etiológicos mais frequentes são E. aureus, Estafilococos coagulase-
negativa e Estreptococos. Os de menor incidência são E. coli, P. aeruginosa, Enterococos e anaeróbios. De acordo com a classificação
das feridas, analise.

I. Limpas: operações eletivas, primariamente fechadas, e sem drenos. São feridas não-traumáticas e não infectadas, onde nenhum
sinal inflamatório é encontrado.
II. Potencialmente contaminadas: operações em que há abordagem do trato digestivo, respiratório, geniturinário e orofaringe em
situações controladas e sem contaminação não usual.
III. Contaminadas: feridas traumáticas recentes, abertas, contaminação grosseira durante cirurgia de trato digestivo, manipulação de
via biliar ou geniturinária na presença de bile ou de urina infectadas, procedimentos em que ocorreram quebras maiores da técnica
e é achada a inflamação, mas não secreção purulenta.
IV. Infectadas: operações infectadas nas quais se encontra, durante a operação, secreção purulenta, tecidos desvitalizados, corpos
estranhos, contaminação fecal ou trauma com atraso de tratamento.

Está(ão) correta(s) a(s) afirmativa(s):


A) IV, apenas. B) I, II, III e IV. C) I e II, apenas. D) III e IV, apenas. E) I, II e III, apenas.

93 A vacina estimula o corpo a se defender contra os organismos (vírus e bactérias) que provocam doenças. Acerca do calendário de
vacinação para adultos entre 20 e 59 anos, é INCORRETO afirma que a

A) vacina contra a febre amarela é tomada a cada 10 anos.


B) vacina contra a febre amarela é constituída de vírus vivos atenuados.
C) vacina para sarampo, caxumba e rubéola (tríplice viral) é de dose única.
D) vacina dupla viral contra sarampo e rubéola não pode ser administrada em mulheres grávidas.
E) segunda dose da vacina dT é aplicada um mês após primeira e a terceira dose, seis meses após a primeira.

94 A lavagem intestinal, procedimento para aliviar distensão abdominal, flatulência e constipação, preparar o paciente para
cirurgias, tratamentos e exames radiológicos e endoscópios, deve ser feita com o preparo dos materiais e paciente. De acordo com o
posicionamento do paciente, marque a posição mais indicada para a realização da lavagem intestinal.

A) Sims. B) Fowler. C) Ventral. D) Ginecológica. E) Trendelemburg.

95 A transfusão sanguínea exige conhecimentos específicos dos profissionais de enfermagem, a fim de diminuir o risco de
contaminação para o paciente. É INCORRETO afirmar que:

A) o tempo máximo para administrar o hemocomponente é de 4 horas.


B) crioprecipitado e concentrado de plaquetas devem ser imediatamente transfundidos.
C) à qualquer suspeita de reação transfusional, deve-se suspender imediatamente a transfusão.
D) deve-se trocar o equipo a cada unidade de hemocomponente para diminuir o risco de infecção.
E) a bolsa de hemocomponente pode ser colocada debaixo da torneira para atingir a temperatura ambiente antes da transfusão em
pacientes, não deixando exceder 42°C.

96 A imunoglobulina Rhogan promove a suspensão da sensibilidade produzida pelo organismo da mãe, desenvolvida ao entrar em
contato com o sangue do feto. Sobre o recebimento da imunoglobulina Rhogan para evitar a eritroblastose fetal (doença hemolítica
por incompatibilidade Rh ou doença hemolítica do recém-nascido), que acontece quando o sangue de um feto sofre hemólise pelos
anticorpos do sangue da mãe, analise.

I. Mãe Rh positivo e recém-nascido Rh positivo.


II. Mãe Rh positivo e recém-nascido Rh negativo.
III. Mãe Rh negativo e recém-nascido Rh positivo.
IV. Mãe Rh negativo e recém-nascido Rh negativo.

Está(ão) correta(s) apenas a(s) alternativa(s)


A) I. B) IV. C) III. D) II e III. E) II e IV.
97 “O éd o ed atra re re e ara a r a a 500 O de 6/6h de deter ado a t b ót o oré o ho tal
encontram- e a e a dro de 70 l o 250 /5 l.” De a ordo o a for a e q a to l do a t biótico devem ser
administrados?

A) 5 ml.
B) 7,5 ml.
C) 10 ml.
D) 15 ml.
E) 20 ml.

98 A cateterização arterial, modo mais preciso de monitorização da pressão arterial, é conhecida como pressão arterial invasiva
(PAI), que consiste na introdução de um cateter em uma artéria por punção percutânea direta ou através de dissecção. Qual teste
deve ser realizado antes da cateterização da artéria radial?

A) NAT. B) Calórico. C) De Allen. D) De Romberg. E) Olhos de boneca.

99 A Resolução COFEN nº 272/2002 d e q e “a S te at za o da A t a de E fer a e (SAE at dade r at a do


enfermeiro, utiliza método e estratégia de trabalho científico para a identificação das situações de saúde/doença, subsidiando ações
de assistência de enfermagem que possam contribuir para a promoção, prevenção, recuperação e reabilitação da saúde do
d íd o fa íl a e o dade”. De a ordo o o ro e o de e fer a e ao e fermeiro incumbe, privativamente:

A) histórico de enfermagem; exame físico; diagnóstico de enfermagem; prescrição da assistência de enfermagem; e, evolução da
assistência de enfermagem.
B) anamnese; diagnóstico de enfermagem; prescrição da assistência de enfermagem; evolução da assistência de enfermagem; e,
relatório de enfermagem.
C) exame físico; histórico de enfermagem; prescrição da assistência de enfermagem; evolução da assistência de enfermagem; e,
relatório de enfermagem.
D) histórico de enfermagem; exame físico; diagnóstico de enfermagem; prescrição médica; evolução da assistência de enfermagem;
e, relatório de enfermagem.
E) histórico de enfermagem; exame físico; diagnóstico de enfermagem; prescrição da assistência de enfermagem; evolução da
assistência de enfermagem; e, relatório de enfermagem.
100 A teoria ambiental, descrita por Florence Nightingale (1820/1910), dispõe que a enfermagem deve trabalhar para modificar os
aspectos não saudáveis do ambiente, a fim de colocar o paciente na melhor condição para ação da natureza. O homem, nesta teoria,
é considerado como:

A) indivíduo que luta para reduzir a tensão gerada pelas necessidades.


B) indivíduo de necessidades humanas com significado e valor singular a cada pessoa.
C) indivíduo cujas defesas naturais são influenciadas por um ambiente saudável ou não.
D) ser social, mental, espiritual e físico, afetado por estímulos do ambiente interno e externo.
E) indivíduo que utiliza o autocuidado para manter a vida e a saúde, recupera-se da doença e consegue enfrentar seus defeitos.
# = nulo

14ª QUESTÃO – As principais complicações do suporte nutricional enteral (mecânicas e gastrointestinais) e parenteral (metabólicas,
não metabólicas e hidroeletrolíticas) são passíveis de prevenção. O treinamento da equipe multiprofissional responsável por essas
terapêuticas reduz significativamente a ocorrência de tais eventos. Com relação às complicações do suporte nutricional, marque a
alternativa CORRETA:

A. ( ) Cólicas e diarreia: dietas hiperosmolares administradas por infusão contínua em sondas posicionadas no estômago promovem
rápida transferência de líquidos e eletrólitos para a cavidade gástrica, podendo resultar em sintomas digestivos.
B. ( ) Hipercapnia: a utilização de soluções parenterais com altas concentrações de glicose promove maior produção de CO2, o que
pode ser danoso para pacientes com doenças pulmonares crônicas e em assistência ventilatória.
C. ( ) Obstrução da sonda: devido ao pequeno calibre das sondas nasoentéricas, deve-se optar por dietas com alto grau de
viscosidade, para evitar dificuldades na infusão e obstrução frequente.
D. ( ) Infecção: normalmente relacionada com as variáveis - assepsia na instalação do cateter, troca de curativos e manipulação das
vias de infusão - é caracterizada por ausência de febre ou febre baixa, com picos isolados, leucopenia e glicosúria negativa.

15ª QUESTÃO – Em relação ao atendimento pré-hospitalar das vítimas de trauma musculoesquelético, marque a alternativa
INCORRETA:

A.( ) As luxações são lesões em que os ligamentos são estirados ou parcialmente lacerados e caracterizam-se por dor extrema,
edema e possível hematoma local.
B. ( ) As fraturas cominutivas representam uma fonte importante de hemorragia interna.
C. ( ) Deve-se tentar manter o alinhamento anatômico do membro traumatizado com o objetivo de facilitar a imobilização, melhorar
a circulação, reduzir a dor e evitar maiores danos aos tecidos moles.
D. ( ) Nos casos de amputações traumáticas não se deve retardar o transporte do paciente na tentativa de localizar a parte
amputada.

16ª QUESTÃO – A embolia pulmonar é a obstrução da artéria pulmonar com um trombo que se desprendeu do seu sítio de origem e
migrou para a vasculatura pulmonar. Sobre esta doença, é INCORRETO afirmar que:
A. ( ) A fisiopatologia é caracterizada pela tríade de Virchow: estase venosa, hipercoagulabilidade e lesão da parede venosa.
B. ( ) Os alvéolos são perfundidos porém não são ventilados, produzindo áreas de desequilíbrio da ventilação e perfusão.
C. ( ) O filtro de veia cava inferior é recomendado para evitar a embolia pulmonar nos pacientes com contra-indicações à terapia
com heparina.
D. ( ) A dispnéia é o sintoma mais frequente nos pacientes com embolia pulmonar angiograficamente confirmada.
17ª QUESTÃO – A capnografia é o método de monitoração respiratória que quantifica diretamente a fração expirada de dióxido de
carbono (CO2) e, indiretamente, as pressões parciais arteriais de CO2 e fornece importantes informações para o manejo seguro de
pacientes sedados em ventilação mecânica. Considerando as informações obtidas através da capnografia, marque a alternativa
CORRETA:

A. ( ) Ventilação alveolar: quanto menor a ventilação pulmonar mais baixo será o valor do CO2 expirado.
B. ( ) Perfusão pulmonar: quanto menor o fluxo pulmonar mais alto será o valor do CO2 expirado.
C. ( ) Débito cardíaco: quanto menor o débito cardíaco mais baixo será o valor do CO2 expirado.
D. ( ) Diferença entre EtCO2 (monitoração de dióxido de carbono términorespiratório) e PaCO2 (pressão arterial de dióxido de
carbono): será menor quanto menor for o fluxo pulmonar.

18ª QUESTÃO – A insuficiência respiratória aguda pode ser definida como a incapacidade do sistema respiratório de manter a
ventilação e/ou a oxigenação do paciente. Sobre a etiologia, classificação, fisiopatologia, diagnóstico e tratamento da insuficiência
re ratór a a da arq e a a ert a aba xo “ ” ara a erdade ra e “ ” ara a fal a . E e da arq e a alter ativa que
contém a sequência de respostas CORRETA, na ordem de cima para baixo.
( ) A Síndrome do desconforto respiratório agudo (SDRA) e a broncopneumonia grave são exemplos da insuficiência respiratória TIPO
II.
( ) Uma PaO2 diminuída está presente em todos os casos de insuficiência respiratória.
( ) A tradução gasométrica da insuficiência respiratória aguda será representada por PaO2 < 60 mmHg e/ou PaCO2 > 50mmHg (com
pH > 7,35).
( ) Sonolência ou agitação de início recente podem ser manifestações de hipoxemia.
( ) A presença de acidose de origem respiratória (pH < 7,35) é fundamental para caracterizar uma insuficiência respiratória crônica
agudizada.
( ) Trauma cranioencefálico, trauma cervical, miastenia gravis, escoliose e trauma torácico são causas da insuficiência respiratória
TIPO I.

A. ( ) V, V, F, V, F, V.
B. ( ) V, F, V, V, V, V.
C. ( ) F, V, V, V, F, F.
D. ( ) F, V, F, V, V, F.

19ª QUESTÃO – Considerando o Calendário de Vacinação do Adulto (20 a 59 anos) e do Idoso (60 anos e mais), marque a alternativa
CORRETA:

A.( ) A vacina sarampo, caxumba e rubéola – SCR deverá ser administrada em dose única em mulheres de 20 (vinte) a 49 (quarenta e
nove) anos de idade e em homens de 20 (vinte) a 39 (trinta e nove) anos de idade, independente de apresentarem ou não
comprovação vacinal.

B. ( ) A vacina de febre amarela, indicada para viajantes com destino a estados e municípios considerados áreas de risco para a
doença, incluindo gestantes e mulheres que estejam amamentando, deverá ser administrada 10 (dez) dias antes da data da viagem.

C. ( ) A vacina adsorvida difteria e tétano (Dupla tipo adulto - dT) deverá ser aplicada em adultos e idosos não vacinados ou sem
comprovação de três doses, seguindo o esquema vacinal. Os vacinados anteriormente com três doses da vacina dT, poderão receber
reforço antecipado (intervalo mínimo de 5 anos), em caso de gravidez e ferimentos graves.

D. ( ) A vacina pneumocócica 23-valente (polissacarídica) deverá ser administrada em dose única durante Campanha Nacional de
Vacinação do Idoso, para indivíduos que vivem em instituições fechadas (casas geriátricas, asilos, etc.), com duas doses de reforço 5
(cinco) anos após a dose inicial.

20ª QUESTÃO – O traçado eletrocardiográfico é um registro gráfico da atividade elétrica do coração. Durante o ciclo cardíaco
formam-se ondas e intervalos que, quando registrados no ECG (Eletrocardiograma) de superfície, podem mostrar alterações e
auxiliar no diagnóstico precoce de arritmias e outras doenças cardíacas. Sobre as ondas e deflexões do ECG, marque a alternativa
CORRETA:

A. ( A o da “U” é a deflex o o t a eq e a e rara e te ob er ada de o da o da “T” e do t a e te ob er ada e


pacientes com hipercalemia.
B. ( O e e to “ST” ode e tar ele ado o de r do e d er a o d e . Q a do ele ado ode d ar q e a
miocárdica e estenose coronária do vaso que supre o local isquêmico.
C. ( O ter alo “QT” é ed do de de o í o do o lexo QRS até o tér o da o da “T”. N o ar a o a freq a ardía a e
seu valor de normalidade não excede 0,52 segundo para homens.
D. ( O ter alo “ R” re re e ta o te o tra orr do de de o í o da de olar za o atr al até o í o da de olar za o
ventricular. Um intervalo PR normal tem 0,2 a 0,4 segundo.

21ª QUESTÃO – No atendimento a vítimas gravemente enfermas, a manutenção da oferta de oxigênio para os tecidos é
fundamental, tonando-se essencial a determinação quantitativa da função hemodinâmica. Quanto à monitorização hemodinâmica,
condição imprescindível no ambiente de terapia intensiva, é INCORRETO afirmar que:

A. ( ) Valores elevados de pressão venosa central em pacientes sépticos podem estar associados à febre, leucocitose, taquicardia e
taquipnéia.
B. ( ) A redução do tônus venoso secundária ao uso de agentes anestésicos, ao choque do trauma raquimedular ou por uso de
fármacos vasoativos com propriedades venodilatadoras, tende a aumentar a capacitância venosa, reduzindo o retorno venoso e a
pressão venosa central.
C. ( ) O ponto de referência zero, conhecido como eixo flebostático, é estabelecido na interseção da linha ântero-posterior média e o
quarto espaço intercostal.
D. ( ) Para a monitorização da pressão intra-arterial, antes que um cateter seja inserido na artéria radial, é recomendado realizar o
teste de Allen para avaliar a presença da circulação colateral adequada para a mão através da artéria ulnar.

22ª QUESTÃO – Segundo o Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem, é direito do enfermeiro:

A. ( ) Posicionar-se contra falta cometida durante o exercício profissional seja por imperícia, imprudência ou negligência.
B. ( ) Responsabilizar-se por falta cometida em suas atividades profissionais, independente de ter sido praticada individualmente ou
em equipe.
C. ( ) Participar da prática profissional multi e interdisciplinar com responsabilidade, autonomia e liberdade
D. ( ) Prestar informações escritas e verbais, completas e fidedignas necessárias para assegurar a continuidade da assistência.

23ª QUESTÃO – O traumatismo cranioencefálico (TCE) é uma agressão ao cérebro causada por um trauma externo. Em relação ao
TCE, marque a alternativa INCORRETA:

A. ( ) A hiperventilação profilática nas vítimas de lesão cerebral traumática aumenta a oferta de oxigênio para o cérebro e reduz a
vasoconstrição cerebral.
B. ( ) A tríade de Cushing caracteriza-se por elevação da pressão arterial sistólica, bradicardia e padrão respiratório irregular
representando um sinal de herniação iminente.
C. ( ) Pupilas dilatadas e pouco reativas indicam compressão do nervo óculomotor (III par craniano) o qual controla a constrição
pupilar e propicia uma ferramenta importante na avaliação do paciente com suspeita de TCE.
D. ( ) A hiperventilação terapêutica pode ser utilizada quando houver sinais óbvios de herniação.

24ª QUESTÃO – Um paciente apresentou quadro súbito de perda de consciência e foi encaminhado a um hospital. Na admissão, o
paciente apresentava-se emudecido, sem resposta motora e ausência de abertura ocular aos estímulos. Considerando os
componentes estruturais dos diagnósticos de enfermagem, segundo a NANDA-I (2012), o diagnóstico de enfermagem CORRETO para
este paciente é:

A. ( ) Mobilidade no leito prejudicada relacionado a prejuízo cognitivo e neuromuscular evidenciado por glasgow 03.
B. ( ) Risco de integridade da pele prejudicada relacionado a imobilização no leito evidenciado por incapacidade de reposicionar-se
no leito.
C. ( ) Troca de gases prejudicada relacionado a ventilação espontânea prejudicada evidenciado por rebaixamento do sensório.
D. ( ) Comunicação verbal prejudicada evidenciado por emudecimento.

25ª QUESTÃO – A admissão da maioria dos pacientes intoxicados em uma unidade de cuidados críticos deve-se à superdosagem
suicida intencional ou suspeita. Com relação às drogas utilizadas durante o atendimento a estes pacientes, marque a alternativa
INCORRETA:

A. ( ) O Flumazenil é uma droga antagonista dos benzodiazepínicos, e reverte a depressão respiratória e do sistema nervoso central.
B. ( ) A Naloxona (Narcan), se administrada após um opióide, pode potencializar a ação deste.
C. ( ) O carvão ativado adsorve substâncias como aspirina, ácido valpróico e teofilina e, em doses múltiplas, podem levar à obstrução
intestinal.
D. ( ) Pacientes com intoxicação por agentes colinérgicos podem apresentar salivação excessiva, bradicardia e pupilas contraídas.

26ª QUESTÃO – Os procedimentos de medida da pressão arterial são simples e de fácil realização, contudo, nem sempre são
realizados de forma adequada. Condutas que podem evitar erros são, por exemplo, o preparo apropriado do paciente, uso de
técnica padronizada e equipamento calibrado. Sobre os procedimentos que devem ser seguidos para a medida correta da pressão
arterial, marque a alternativa CORRETA:

A. ( ) Certificar-se que o paciente não tenha praticado exercícios físicos há pelo menos 3 horas antes da mensuração da pressão
arterial.
B. ( ) Manter o paciente em repouso por pelo menos 30 minutos, em ambiente tranquilo, antes da mensuração da pressão arterial.
C. ( ) Certificar-se que o paciente não tenha fumado 30 minutos, ou bebido café, antes da mensuração da pressão arterial.
D. ( ) Inflar rapidamente o manguito até ultrapassar 10 a 20 mmHg o nível estimado da pressão sistólica, obtido pela palpação.

27ª QUESTÃO – As técnicas de avaliação do paciente durante o exame físico é um instrumento importante para o raciocínio
fisiopatológico de muitas enfermidades. Baseado nas técnicas semióticas é INCORRETO afirmar que:

A. ( ) Baixas temperaturas em pacientes com doença renal em estágio terminal estão associadas a imunodepressão.
B. ( ) O Sinal de Blumberg tem como característica a hipersensibilidade em rechaço devido à irritação peritoneal ou apêndice
inflamado/perfurado como possível causa.
C. ( ) O baqueteamento da unha é um sinal que está associado à hipoxemia crônica.
D. ( ) A cianose tem como etiologia o aumento na quantidade absoluta de hemoglobina saturada na rede capilar periférica.

28ª QUESTÃO – Levando-se em consideração as diretrizes da American Heart Association para reanimação cardiopulmonar (RCP),
analise as assertivas abaixo e marque a alternativa CORRETA.

I. A capnografia quantitativa em forma de onda é recomendada para a confirmação e a monitorização do posicionamento do tubo
endotraqueal e a qualidade da RCP.
II. A atropina é recomendada para uso de rotina no tratamento da AESP e assistolia.
III. O retorno da circulação espontânea é reconhecido pelo aumento abrupto dos valores da pressão parcial de dióxido de carbono
exalado, normalmente > 40mmHg.
IV. Ao presenciar uma parada cardiorrespiratória extra-hospitalar e, havendo um desfibrilador externo automático prontamente
disponível no local, o socorrista deverá priorizar o uso do DEA e, a seguir, iniciar as compressões torácicas.
V. A frequência ventilatória em pacientes com via aérea avançada devem ser de 8 a 10 ventilações por minuto (1 ventilação a cada 6
a 8 segundos) e sincronizadas com as compressões torácicas.

A. ( ) Somente as assertivas II, IV e V estão corretas.


B. ( ) Somente as assertivas I e IV estão corretas.
C. ( ) Somente as assertivas I e III estão corretas.
D. ( ) Somente as assertivas I, III e IV estão corretas.

29ª QUESTÃO – Um paciente aguardava atendimento no pronto socorro quando apresentou parada cardiorrespiratória. Após 45
minutos de reanimação, o paciente retomou o ritmo cardíaco sinusal e recebeu 250ml de solução de bicarbonato de sódio 8,4% via
endovenosa. Após análise gasométrica de amostra de sangue arterial, observou-se o seguinte resultado: pH 7,31; PaO2 70mmHg;
PaCO2 49mmHg; HCO3 31; BE -5. Marque a alternativa CORRETA que caracteriza a condição clínica deste paciente:

A. ( ) Acidose parcialmente compensada.


B. ( ) Acidose totalmente compensada.
C. ( ) Acidose mista.
D. ( ) Acidose metabólica.

30ª QUESTÃO – Marque a alternativa CORRETA. Paciente de 68 anos, do sexo feminino, cor branca, encontra-se acamada há 6
meses devido a um acidente vascular encefálico. Nesse período, em consequência da imobilidade, desenvolveu na região sacral uma
lesão cutânea com perda total de tecido, bordas com presença de esfacelo e todo leito da ferida coberto por tecido enegrecido, seco
e aderido. Baseado nestes dados, podemos afirmar que a paciente possui uma úlcera por pressão (UP) classificada como:

A. ( ) Suspeita de lesão nos tecidos profundos. B. ( ) Lesão inclassificável. C. ( ) UP estágio III. D. ( ) UP estágio IV.

31ª QUESTÃO – Marque a alternativa CORRETA. São complicações tardias das transfusões de sangue e componentes:
A. ( ) Edema pulmonar não cardiogênico e reações alérgicas.
B. ( ) Trombose e doenças transmissíveis.
C. ( ) Sobrecarga circulatória e reações hemolíticas.
D. ( ) Púrpura pós transfusão e aloimunização.

32ª QUESTÃO – Entre as opções abaixo, marque a alternativa que NÃO representa fatores de risco para a hipotensão pós-anestésica:

A. ( ) Taquicardia supraventricular e reação transfusional.


B.( ) Hipertermia e administração de naloxane.
C. ( ) Pneumotórax e acidose.
D. ( ) Embolia pulmonar e pressão intratorácica aumentada.

33ª QUESTÃO – As doenças cardiovasculares, principalmente o infarto agudo do miocárdio (IAM), representam a principal causa de
morte e incapacidade no Brasil e no mundo. De maneira geral, a abordagem terapêutica das síndromes coronarianas agudas tem por
objetivo prevenir e tratar as complicações resultantes da isquemia/necrose miocárdica. Em relação à terapêutica medicamentosa
utilizada no manejo do IAM, enumere a segunda coluna de acordo com a primeira e em seguida marque a alternativa que contém a
sequência de correlação CORRETA, na ordem de cima para baixo.

1. Morfina. ( ) Reduz a pressão arterial e o índice cardíaco reduzindo o consumo de oxigênio miocárdico por minuto
e por batimento. Possui efeitos favoráveis na oferta e demanda de oxigênio refletindo na
diminuição da produção de lactato miocárdico e diminuição da arritmia ventricular.

2. Oxigênio. ( ) Atua como limitador da lesão isquêmica imposta ao miocárdio reduzindo a intensidade de elevação do
segmento ST ao exame eletrocardiográfico. A administração em excesso pode levar à
vasoconstrição sistêmica com seus efeitos deletérios.
3. Nitrato. ( ) Consiste na dilatação abrupta das veias, o que reduz a pré-carga, o débito e o trabalho cardíaco, além de
promover vasodilatação coronariana e reduzir a ocorrência de espasmo. Dessa forma, o
balanço entre oferta e demanda é reestabelecido resultando em alívio da dor.

4. Betabloqueadores. ( ) Possui ação vasodilatadora (principalmente venodilatadora). Promove o alívio da dor, redução da
pressão arterial e da pré-carga, do consumo miocárdico de oxigênio e, consequentemente,
dos sintomas congestivos.

A. ( ) 4, 2, 1, 3. B. ( ) 3, 2, 1, 4. C. ( ) 4, 2, 3, 1. D. ( ) 2, 4, 1, 3.

34ª QUESTÃO – O tratamento do acidente vascular encefálico isquêmico (AVEi) na fase aguda tem por objetivo a recuperação
neurológica e funcional, atuando na possível reperfusão e proteção da área isquêmica. Em relação à terapêutica do paciente vítima
de AVEi na fase aguda, é CORRETO afirmar que:

A. ( ) A terapia trombolítica (t-PA) deve ser iniciada nas primeiras 24 horas do início dos sintomas.
B. ( ) Quanto menor o tempo entre o início dos sintomas e o tratamento, maiores as chances de recuperação da vítima.
C. ( ) O tratamento da hipertensão arterial deve ser instituído no pré-hospitalar para a normalização da pressão antes da chegada do
paciente ao hospital.
D. ( ) A oxigenoterapia deve ser oferecida para todo paciente enquanto houver sinais e sintomas do AVE.

35ª QUESTÃO – A insuficiência renal está associada a elevadas taxas de morbimortalidade, mesmo com os avanços tecnológicos
o orr do o últ o a o . Marq e a a ert a aba xo “ ” ara a erdade ra e “ ” ara a fal a . E e da arq e a
alternativa que contém a sequência de respostas CORRETA, na ordem de cima para baixo.
( ) Na insuficiência pré-renal, o rim hipoperfundido reabsorve o sódio e a água em uma tentativa de aumentar o volume circulatório.
( ) Uma dieta hiperproteica contribui para a lentificação da progressão da insuficiência renal.
( ) À medida que a taxa de filtração glomerular diminui, a capacidade dos rins de excretar potássio aumenta, provocando
hipocalemia.
( ) A anemia no paciente com insuficiência renal crônica pode ser justificada pela perda sanguínea decorrente de uma tendência
hemorrágica aumentada.
( ) Na insuficiência renal, os níveis de cálcio diminuem devido à incapacidade do rim insuficiente de converter a vitamina D em sua
forma ativa, interferindo na absorção intestinal de cálcio.

A. ( ) V, F, V, V, F. B. ( ) V, F, F, V, F. C. ( ) F, F, V, F, V. D. ( ) V, F, F, V, V.

36ª QUESTÃO – A obstrução intestinal acontece quando a eliminação do conteúdo intestinal pelo trajeto está comprometida. A
gravidade dos sintomas está relacionada com o sítio e o grau de obstrução. Sobre os aspectos clínicos do paciente com obstrução
intestinal, marque a alternativa INCORRETA:

A. ( ) Febre, rigidez e o estado clínico decrescente sugerem estrangulamento intestinal.


B. ( ) Na obstrução ileal, o vômito pode ser fecaloso, secundário ao crescimento bacteriano excessivo.
C. ( ) Quanto mais proximal for a obstrução intestinal, mais intensa é a dor.
D. ( ) Distensão abdominal, cólicas e diarreia são sinais e sintomas poucos observados nos pacientes com obstrução intestinal.

37ª QUESTÃO – As condições clínicas que resultam em hipoperfusão celular são frequentemente referidas como estado de choque.
Sobre os mecanismos compensatórios durante o estado de choque, é INCORRETO afirmar que:
A. ( ) A estimulação do córtex da supra-renal resulta em liberação de aldosterona a qual atua sobre o rim para conservar o sódio e a
água.
B. ( ) Os rins respondem à estimulação simpática e à hipoperfusão local ao ativar o sistema renina-angiotensina, o qual também
aumenta a vasoconstrição das arteríolas e veias.
C. ( ) A queda na pressão arterial resulta em estimulação aumentada dos barorreceptores e, mais adiante, em um aumento na
resposta simpática.
D. ( ) Uma queda na pressão arterial faz com que a hipófise libere hormônio antidiurético, o qual aumenta o tônus vascular.

38ª QUESTÃO – A cetoacidose diabética (CAD) caracteriza-se por uma deficiência de insulina, com acúmulo de corpos cetônicos e
acidose metabólica. Em relação à cetoacidose diabética (CAD), marque a alternativa INCORRETA:

A. ( ) Padrões respiratórios tipo Kussmaul indicam acidose metabólica, porém só ocorre quando o pH sistêmico está entre 7,0 e 7,2.
B. ( ) A correção da acidose com bicarbonato de sódio é utilizada nas seguintes situações: hiperpotassemia severa, hipotensão
refratária, disfunção de ventrículo direito, pH inferior a 7,0 e coma profundo.
C. ( ) Níveis elevados de amilase podem levar à suspeição de CAD e não necessariamente indicar pancreatite.
D. ( ) A CAD pode ser precipitada nos pacientes idosos com infarto agudo do miocárdio sem dor e nos casos de hiperemese gravídica.

39ª QUESTÃO – Em relação à Pressão Intracraniana (PIC) em pacientes vítimas de lesões cranianas traumáticas, é CORRETO afirmar
que:
A. ( ) Na evidência de sinais de aumento da PIC a opção de retirada do colar cervical deve ser considerada.
B. ( ) Um sinal que pode ser utilizado para determinar a morte encefálica nestes pacientes inclui valor de PIC que excede a pressão
arterial média por mais de 20 minutos.
C. ( ) Valores elevados de PEEP (pressão expiratória final positiva) > 12cmH2O podem produzir aumento da PIC.
D. ( ) Perda de 3 ou menos pontos na Escala de Coma de Glasgow é um sinal de alerta de possível aumento da PIC e herniação
cerebral.

40ª QUESTÃO – A fibrilação atrial (FA) é uma arritmia supraventricular caracterizada por desorganização elétrica dos átrios a ponto
de causar contrações atriais ineficientes. Sobre a FA, marque a alternativa CORRETA:

A. ( ) Apesar da cardioversão farmacológica ser menos eficie te q e a ard o er o elétr a a A’ rô a ela é a les e
dispensa o uso de sedação.
B. ( ) Na síndrome de Wolff-Parkison-White os complexos QRS estão alargados e bizarros, com a frequência ventricular
perigosamente lenta.
C. ( ) Entre as drogas utilizadas para o controle da FA, os digitálicos são indicados para o controle e redução da frequência atrial.
D. ( ) No tratamento da FA, o controle da frequência ventricular é considerando menos importante que a recuperação do ritmo
cardíaco sinusal.

QUESTÃO 11 Avalie se as seguintes definições são falsas (F) ou verdadeiras (V):

 Vigilância epidemiológica é um conjunto de ações que proporcionam o conhecimento, a detecção ou prevenção de


qualquer mudança nos fatores determinantes e condicionantes de saúde individual ou coletiva, com a finalidade de
recomendar e adotar as medidas de prevenção e controle das doenças ou agravos.
 Vigilância sanitária um conjunto de ações capaz de eliminar, diminuir ou prevenir riscos à saúde e de intervir nos problemas
sanitários decorrentes do meio ambiente, da produção e circulação de bens e da prestação de serviços de interesse da
saúde.
 Região de saúde é a descrição geográfica da distribuição de recursos humanos e de ações e serviços de saúde ofertados
pelo SUS e pela iniciativa privada, considerando-se a capacidade instalada existente, os investimentos e o desempenho
aferido a partir dos indicadores de saúde do sistema.

As afirmativas são respectivamente:


(A) V, V e V. (B) V, V e F. (C) F, F e F. (D) F, V e F. (E) V, F e F.

QUESTÃO 12 As ações e serviços públicos de saúde e os serviços privados contratados ou conveniados que integram o Sistema Único
de Saúde (SUS), são desenvolvidos de acordo com as diretrizes previstas no art. 198 da Constituição Federal. Avalie se tais ações e
serviços obedecem ainda, entre outros, aos seguintes princípios:

I - igualdade da assistência à saúde, sem preconceitos ou privilégios de qualquer espécie;


II - descentralização político-administrativa, com direção única em cada esfera de governo, ênfase na descentralização dos serviços
para os municípios e regionalização e hierarquização da rede de serviços de saúde.
III - integração em nível executivo das ações de saúde, meio ambiente e saneamento básico.
IV - conjugação dos recursos financeiros, tecnológicos, materiais e humanos da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos
Municípios na prestação de serviços de assistência à saúde da população.
Estão corretos:
(A) I e III, apenas. (B) II e IV, apenas. (C) I, II e IV, apenas. (D) II e III, apenas. (E) I, II, III e IV.

QUESTÃO 13 Em relação às Regiões de Saúde, avalie se as afirmativas a seguir estão corretas:

I - As Regiões de Saúde serão instituídas pelo Estado, em articulação com os Municípios, respeitadas as diretrizes gerais pactuadas
na Comissão Intergestores Tripartite - CIT.
II - Poderão ser instituídas Regiões de Saúde interestaduais, compostas por Municípios limítrofes, por ato conjunto dos respectivos
Estados em articulação com os Municípios.
III - Para ser instituída, a Região de Saúde deve conter, no mínimo, ações e serviços de atenção primária, urgência e emergência,
atenção psicossocial, atenção ambulatorial especializada e hospitalar e vigilância em saúde.
IV - As Regiões de Saúde não podem servir de referência para as transferências de recursos entre os entes federativos.
Estão corretas as afirmativas:
(A) I e IV, apenas. (B) II e III, apenas. (C) I, II e III, apenas. (D) II, III e IV, apenas. (E) I, II, III e IV.

QUESTÃO 14 Avalie se, de acordo com o decreto 7.508, as afirmativas a seguir, relativas à hierarquização, são falsas (F) ou
verdadeiras (V):
 O acesso universal, igualitário e ordenado às ações e serviços de saúde se inicia pelas Portas de Entrada do SUS e se
completa na rede regionalizada e hierarquizada, de acordo com a complexidade do serviço.
 São Portas de Entrada às ações e aos serviços de saúde nas Redes de Atenção à Saúde os serviços de atenção primária, de
atenção de urgência e emergência, de atenção psicossocial e especiais de acesso aberto.
 Os serviços de atenção hospitalar e os ambulatoriais especializados, entre outros de maior complexidade e densidade
tecnológica, serão referenciados pelas Portas de Entrada.
 O acesso universal e igualitário às ações e aos serviços de saúde será ordenado pela atenção primária e deve ser fundado na
avaliação da gravidade do risco individual e coletivo e no critério cronológico, observadas as especificidades previstas para
pessoas com proteção especial, conforme legislação vigente.
As afirmativas são respectivamente:
(A) V, V, V e V. (B) V, V, F e F. (C) F, F, V e V. (D) F, V, F e V. (E) V, F, F e F.

QUESTÃO 15 Compreende todas as ações e serviços que o SUS oferece ao usuário para atendimento da integralidade da assistência
à saúde:

(A) RENAME. (B) COSEMS. (C) CONASEMS. (D) RENASES. (E) COAP.

QUESTÃO 16 Em relação ao planejamento da saúde, de acordo com o Decreto 7.508, NÃO é correto afirmar que:

(A) O processo de planejamento da saúde será ascendente e integrado, do nível local até o federal, ouvidos os respectivos Conselhos
de Saúde, compatibilizando-se as necessidades das políticas de saúde com a disponibilidade de recursos financeiros.
(B) O planejamento da saúde é obrigatório para os entes públicos e será indutor de políticas para a iniciativa privada.
(C) O Conselho Nacional de Saúde estabelecerá as diretrizes a serem observadas na elaboração dos planos de saúde, de acordo com
as características epidemiológicas e da organização de serviços nos entes federativos e nas Regiões de Saúde.
(D) No planejamento devem ser considerados os serviços e as ações prestados pela iniciativa privada, de forma complementar ou
não ao SUS, os quais deverão compor os Mapas da Saúde regional, estadual e nacional.
(E) O Mapa da Saúde não será utilizado na identificação das necessidades de saúde.

QUESTÃO 17 Em relação à Atenção Básica, NÃO é correto afirmar que:

(A) caracteriza-se por um conjunto de ações de saúde, no âmbito individual e coletivo, que abrange a promoção e a proteção da
saúde, a prevenção de agravos, o diagnóstico, o tratamento, a reabilitação, redução de danos e a manutenção da saúde com o
objetivo de desenvolver uma atenção integral que impacte na situação de saúde e autonomia das pessoas e nos determinantes e
condicionantes de saúde das coletividades.
(B) é desenvolvida por meio do exercício de práticas de cuidado e gestão, democráticas e participativas, sob forma de trabalho em
equipe, dirigidas a populações de territórios definidos, pelas quais assume a responsabilidade sanitária, considerando a
dinamicidade existente no território em que vivem essas populações.
(C) utiliza tecnologias de cuidado complexas e variadas que devem auxiliar no manejo das demandas e necessidades de saúde de
menor frequência e relevância em seu território.
(D) é desenvolvida com o mais alto grau de descentralização e capilaridade, próxima da vida das pessoas. Deve ser o contato
preferencial dos usuários, a principal porta de entrada e centro de comunicação da Rede de Atenção à Saúde.
(E) orienta-se pelos princípios da universalidade, da acessibilidade, do vínculo, da continuidade do cuidado, da integralidade da
atenção, da responsabilização, da humanização, da equidade e da participação social.

QUESTÃO 18 A Política Nacional de Atenção Básica considera os termos Atenção Básica e Atenção Primária a Saúde, nas atuais
concepções, como termos:
(A) equivalentes. (B) complementares. (C) mutuamente excludentes. (D) associados. (E) antagônicos.

QUESTÃO 19 Le o le e tar 141 de 13/01/2012 e e Art. 7o e tabele e q e “O M í o e o D tr to ederal a l ar o


anualmente em ações e serviços públicos de saúde, no mínimo, ____ da arrecadação dos impostos a que se refere o art. 156 e dos
re r o de q e trata o art. 158 e a alí ea “b” do o do a t e o § 3º do art. 159 todo da Co t t o ederal.” A lacuna é
corretamente preenchida por:
(A) 12% (B) 15% (C) 18% (D) 20% (E) 25%

QUESTÃO 20 Avalie as afirmativas a seguir, em relação ao Pacto pela Vida:

I - O Pacto pela Vida é o compromisso entre os gestores do SUS em torno de prioridades que apresentam impacto sobre a situação
de saúde da população brasileira. A definição de prioridades deve ser estabelecida através de metas nacionais, estaduais, regionais
ou municipais. Prioridades estaduais ou regionais podem ser agregadas às prioridades nacionais, conforme pactuação local.
II - Os estados/regiões/municípios devem pactuar as ações necessárias para o alcance das metas e dos objetivos propostos.
III - São seis as prioridades pactuadas: Saúde do idoso; Controle do câncer de colo de útero e de mama; Redução da mortalidade
infantil e materna; Fortalecimento da capacidade de respostas às doenças emergentes e endemias, com ênfase na dengue,
hanseníase, tuberculose, malária e influenza; Promoção da Saúde; Fortalecimento da Atenção Básica.

Está correto o que se afirma em:


(A) I, apenas. (B) I e II, apenas. (C) II e III, apenas. (D) I, II e III. (E) I e III, apenas.

QUESTÃO 21 A partir da década de 1980 surgem mudanças no ambiente externo das organizações que exigem respostas rápidas e
soluções criativas para os problemas de gerenciamento no trabalho. O caráter relacional se evidencia e as abordagens gerenciais
precisam atender às demandas que ocorrem nos conflitos entre pessoas, grupos, organizações. Segundo Kurcgant e Ciampone
(2011), os conflitos possuem efeitos positivos e negativos. Sobre tais efeitos, analise as afirmativas a seguir:

I. Quando há sentimentos ambíguos e ocorre hostilidade entre as partes, a comunicação fica dificultada e este é um efeito negativo
do conflito.
II. O conflito gera dispêndio de energia, que é desviada para fora dos propósitos organizacionais, sendo este um efeito positivo do
conflito
III. O conflito gera oportunidade de se fazer diferentes análises do problema, sendo este um efeito positivo do conflito.
IV. O fluxo de comunicação sofre inferências e tende a ser direcionada aos aliados, sendo este um efeito positivo do conflito.
V. A quebra da confiança e a sobreposição dos valores individuais aos institucionais são efeitos negativos dos conflitos.
Estão corretas apenas as afirmativas:
(A) I, II, III e V. (B) II, III, IV e V. (C) I, III e V. (D) I, II, IV e V. (E) II e IV.

QUESTÃO 22 No que se refere ao gerenciamento de conflitos, o enfoque gerencial contemporâneo:


(A) parte do pressuposto que o conflito pode ser suprimido.
(B) admite que o conflito é inerente às organizações e que, portanto, não é patológico.
(C) objetiva o estabelecimento da harmonia.
(D) enfatiza a importância do desenvolvimento de projetos voltados para ampliar a motivação no trabalho.
(E) parte do pressuposto que o conflito surge em função de características individuais.

QUESTÃO 23 São habilidades básicas de um gerente/líder de equipe negociador, EXCETO:

(A) ser pró-ativo.


B) não aceitar as coisas como elas são, mas sim, perguntar por que não poderiam ser feitas melhor.
(C) quebrar resistências
(D) acreditar no aprendizado da negociação.
(E) diante do enfrentamento de situações desconhecidas, reconhecer as possibilidades de perda e ter medo do ataque.

QUESTÃO 24 Nas medidas de investigação e controle de bactérias multirresistentes, a ANVISA recomenda nos casos de contenção
de surtos por vírus sincicial respiratório, EXCETO:

(A) que a internação do paciente, quando possível, seja em quarto privativo.


(B) não havendo quarto privativo, que a internação seja em quarto com paciente que apresente infecção pelo mesmo
microrganismo (coorte).
(C) a Higienização das mãos deve ser feita com antisséptico como o álcool-gel ou soluções degermantes (clorexidina a 2% ou PVP-I
10%).
(D) todas as pessoas que tiverem contato com o paciente devem usar luvas estéreis, ao entrar no quarto durante o atendimento ao
paciente, e retirá-las antes de deixar o quarto, obedecendo à técnica.
(E) todas as pessoas que tiverem contato com o paciente devem usar luvas de procedimento limpas, não estéreis, ao entrar no
quarto durante o atendimento ao paciente e retirá-las antes de deixar o quarto.

QUESTÃO 25 A anamnese e o exame físico em pediatria são essenciais para o acompanhamento do crescimento e desenvolvimento,
levando-se em conta os diferentes padrões de normalidade de acordo com a faixa etária da criança, tendo em vista a promoção de
sua saúde e bem-estar. Avalie se são verdadeiras (V) ou falsas (F) as afirmativas a seguir:

I. A antropometria é um dos elementos fundamentais para a avaliação do processo de crescimento da criança.


II. No recém-nascido, a inspeção é a principal ferramenta propedêutica do exame físico do abdômen. Na consulta, a distensão
abdominal deve ser avaliada. Exemplo de distensão benigna ocorre na presença de hemoperitônio.
III. Na aferição dos sinais vitais, o pulso deve ser avaliado quanto à frequência, ritmo, amplitude e simetria.
IV. Pulsos finos generalizados estão associados com estados de baixo débito cardíaco.
V. Na ausculta cardíaca, a primeira bulha é produzida pelo fechamento das valvas mitral e tricúspide.

As afirmativas I, II, III, IV e V são respectivamente:


(A) V, F, V, V, V (B) V, V, V, V, F. (C) V, F, V, V, F. (D) F, F, V, V, F. (E) V, F, F, F, V

QUESTÃO 26 A avaliação física do paciente no atendimento de enfermagem cumpre várias funções, dentre elas a de coletar dados
de referência sobre a saúde do paciente, confirmar ou contestar dados do histórico e identificar/confirmar diagnósticos de
enfermagem. Sobre o exame físico do adulto, analise as afirmativas a seguir:

I. Ao auscultar sons respiratórios anormais, o enfermeiro pode utilizar a percussão para determinar a presença de líquidos
consolidados ou ar no espaço pleural do paciente.
II. Para examinar os órgãos genitais femininos a melhor posição é a de litotomia.
III. Na avaliação abdominal a percussão sempre precede a ausculta.
IV. A percussão permite que o enfermeiro identifique as bordas do fígado, ajudando-o na análise sobre a existência ou não de
aumento do órgão. V. A avaliação tegumentar inclui: pele, cabelos, couro cabeludo e unhas.

Estão corretas apenas as afirmativas:


(A) I, II e V. (B) I, II, IV e V. (C) II, III, IV e V. (D) II e V. (E) II e IV.

QUESTÃO 27 Os ferimentos com agulhas e material perfurocortante em geral são perigosos pelo potencial de transmissão de
inúmeros tipos de patógenos. Sobre os cuidados com a área exposta, após o acidente, é correto afirmar que:

(A) nos casos de exposição percutânea ou cutânea, a lavagem do local exposto deve ser feita somente com água.
(B) não há evidência de que o uso de antissépticos ou a expressão do local do ferimento reduzam o risco de transmissão, por isso, o
uso de antisséptico é contraindicado.
(C) nas exposições de mucosas, deve-se lavar exaustivamente com água ou solução salina fisiológica.
(D) quando o acidente for com material contaminado com HIV, a lavagem do local com água e hipoclorito de sódio está indicada.
(E) nada deve ser feito até que sejam tomadas as medidas de profilaxia aplicadas a cada caso, de acordo com o patógeno envolvido,
pois na dependência do patógeno é que se escolhe a solução a ser aplicada.

QUESTÃO 28 Analise as afirmativas a seguir, tendo como base a Lei No. 7.498/86, de 25 de junho de 1986.

I. Ao Enfermeiro cabe, privativamente, realizar a Consulta de Enfermagem.


II. Ao técnico de Enfermagem cabe realizar a Consulta de Enfermagem, quando na ausência do enfermeiro ou por sua delegação.
III. Ao Enfermeiro cabe, privativamente, cuidados diretos de enfermagem a pacientes graves com risco de vida.
IV. Como integrante da equipe de saúde, cabe ao enfermeiro a prevenção e controle sistemático de danos que possam ser causados
à clientela durante a assistência de enfermagem.

Assinale a alternativa correta:


(A) somente as afirmativas II, III e IV estão corretas.
(B) somente as afirmativas I, II e III estão corretas.
(C) somente as afirmativas II e IV estão corretas
(D) somente as afirmativas I, III e IV estão corretas.
(E) somente as afirmativas III e IV estão corretas.

QUESTÃO 29 A Resolução COFEN-311/2007 aprova a Reformulação do Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem. Neste
código, prevê-se que, EXCETO:

(A) como integrante da equipe de saúde, o profissional de enfermagem participa, entre outras, de ações que garantam a
universalidade de acesso aos serviços de saúde, hierarquização e descentralização político-administrativa dos serviços de saúde.
(B) no que se refere às relações profissionais, é direito do profissional de enfermagem obter desagravo público por ofensa que atinja
a profissão, por meio do Conselho Regional de Enfermagem.
(C) nos casos previstos em lei, o profissional deverá decidir, de acordo com a sua consciência, sobre a sua participação ou não no ato
abortivo.
(D) proíbe-se prescrever medicamentos e praticar ato cirúrgico, exceto nos casos previstos na legislação vigente e em situação de
emergência.
(E) no que se refere aos Princípios Fundamentais, o profissional de enfermagem atua na promoção, prevenção e recuperação da
saúde, com autonomia e em consonância com os preceitos éticos e legais. A reabilitação da saúde não compete ao enfermeiro, mas
sim, a outros integrantes da equipe de saúde.

QUESTÃO 30 A ausculta dos batimentos cardiofetais (BCF) visa detectar sua presença, ritmo, frequência e normalidade. Se, na
avaliação do BCF, o enfermeiro encontrar bradicardia e taquicardia:

(A) deve-se verificar erros de estimativa da idade gestacional.


(B) deve-se suspeitar de sofrimento fetal.
(C) deve-se verificar o IMC da mãe, pois em mulheres obesas estas alterações do BCF são esperadas e normais.
(D) deve-se remarcar a consulta de enfermagem para daqui a uma semana. Persistindo este achado, o médico da unidade de saúde
deve avaliar a gestante e o feto.
(E) deve-se avaliar se o útero está crescendo e se a pressão arterial da mãe está dentro dos padrões de normalidade. Se estes dados
estiverem com seus valores normais, significa que o BCF tende a se ajustar.

QUESTÃO 31 Na consulta pré-natal, a enfermeira deve realizar um cuidadoso exame físico na gestante para promover a saúde
materna e do feto, garantindo um parto livre de riscos. Avalie se são verdadeiras (V) ou falsas (F) as afirmativas a seguir:

I. A presença de edema ocorre em 80% das gestantes, sendo pouco sensível e específico para o diagnóstico de pré-eclâmpsia.
II. Se no exame físico o achado for edema apenas no tornozelo, sem hipertensão ou aumento súbito de peso, deve-se verificar se o
edema está relacionado à postura, ao fim do dia, ao aumento da temperatura ou ao tipo de calçado.
III. No caso de edema limitado aos membros inferiores, porém na presença de hipertensão ou ganho de peso, a gestante deve ser
avaliada e acompanhada pelo médico da unidade, de acordo com o calendário de rotina.

As afirmativas I, II e III são respectivamente:


(A) V, V, V. (B) V, V, F. (C) F, V, V. (D) V, F, F. (E) F, F, F.

QUESTÃO 32 O exame ginecológico é parte importante do atendimento na promoção da saúde da mulher. Além da inspeção vulvar,
faz-se o exame especular e o toque vaginal. Não está contraindicada a realização deste exame em mulheres grávidas, tendo em vista
a importância de rastreamento do câncer do colo do útero. Nas gestantes este exame pode ser feito:

(A) somente até o 7º mês. (B) somente após o 7º mês.


(C) em qualquer período da gestação, preferencialmente até o 7º mês.
(D) somente após o segundo trimestre da gestação.
(E) somente até o primeiro trimestre da gestação.

QUESTÃO 33 Na consulta de enfermagem no pré-natal, o aconselhamento das gestantes em relação à amamentação é uma das
funções do enfermeiro. Segundo o Caderno de Atenção Básica No . 23: Saúde da criança: Nutrição Infantil, Aleitamento Materno e
Alimentação Complementar, do Ministério da Saúde, é correto afirmar que:

(A) manobras para aumentar e fortalecer os mamilos durante a gravidez são fortemente recomendadas.
(B) esticar os mamilos com os dedos é um dos tipos de massagem que deve ser feito pelas gestantes que possuem mamilos planos.
(C) o uso de sutiãs com um orifício central para alongar os mamilos tem mostrado eficácia na preparação dos mamilos para a
amamentação.
(D) se ao longo da gravidez a mulher não notou aumento nas suas mamas, não há motivo para preocupação, pois o aumento
ocorrerá após o nascimento do bebê, com o estímulo da sucção.
(E) os mamilos costumam ganhar elasticidade durante a gravidez e o grau de inversão dos mamilos invertidos tende a diminuir em
gravidezes subsequentes.
QUESTÃO 34 De acordo com o Guia para Profissionais da saúde, volume 1: Atenção à Saúde do Recém-Nascido (2011), do Ministério
da Saúde, na assistência ao recém-nato que necessita de reanimação, os passos iniciais da assistência são, EXCETO:

(A) prover calor.


(B) posicionar a cabeça em leve flexão.
(C) aspirar vias aéreas, em caso de excesso de secreções.
(D) reposicionar a cabeça, se necessário.
(E) posicionar a cabeça em leve extensão.

QUESTÃO 35 De acordo com o critério cronológico, à luz do Art. 2º da Lei 8.069, de 13 de julho de 1990:

(A “ o dera-se criança, para os efeitos desta Lei, a pessoa até doze anos de idade completos, e adolescente aquela entre doze e
dezo to a o de dade”.
(B “ o dera-se criança, para os efeitos desta Lei, a pessoa até dez anos de idade incompletos, e adolescente aquela entre dez e
dezo to a o de dade”.
(C “ o dera-se criança, para os efeitos desta Lei, a pessoa até doze anos de idade incompletos, e adolescente aquela entre doze e
dezo to a o de dade o leto ”.
(D “ o dera-se criança, para os efeitos desta Lei, a pessoa até doze anos de idade incompletos, e adolescente aquela entre doze e
dezo to a o de dade”.
(E “ o dera-se criança, para os efeitos desta Lei, a pessoa até dez anos incompletos, pré-adolescente a pessoa entre dez e doze
anos de idade incompletos e adole e te aq ela e tre doze e dezo to a o de dade”.

QUESTÃO 36 O Diabetes Mellitus (DM) é um distúrbio crônico do metabolismo, em que ocorre deficiência parcial ou completa de
insulina. Sobre a criança e o adolescente com DM, analise as afirmativas a seguir:

I. De acordo com a idade de início, a DM tipo 1 ocorre em pessoas com menos de 20 anos.
II. Na DM tipo 2, o início é gradual.
III. No que se refere ao estado nutricional, na DM tipo 1 observa-se sobrepeso e na DM tipo 2, a característica é o subpeso.
IV. Especialmente em adolescentes, infecções dos tratos vaginal e urinário por Candida albicans, são frequentemente um sinal
precoce de DM tipo 2.
V. A nefropatia é uma complicação microvascular que se desenvolve durante os primeiros 30 anos de diabetes, começando nos
primeiros 10 a 15 anos após a puberdade.

Assinale a alternativa correta:


(A) somente a afirmativa I está correta.
(B) somente as afirmativas I, II, IV e V estão corretas.
(C) somente a afirmativa III está correta.
(D) somente as afirmativas II, III e IV estão corretas.
(E) somente as afirmativas I, IV e V estão corretas

QUESTÃO 37 Foram prescritos 15mg de um medicamento para ser aplicado por via parenteral no paciente, diluídos em 100 ml de
solução fisiológica a 0,9%, a ser administrado em 60 minutos. No Posto de Enfermagem tem-se disponível ampolas deste
medicamento com 4ml, sendo 5mg/ml. Há seringas de 1, 3 e 5 ml para aspiração. A quantidade de ml a ser aspirada para o
cumprimento desta prescrição e o gotejamento em microgotas deverá ser, respectivamente, de:
(A) 3ml e 100 microgotas.
(B) 4 ml e 103 microgotas.
(C) 1,5 ml e 100 microgotas.
(D) 4ml e 104 microgotas.
(E) 3ml e 103 microgotas.
QUESTÃO 38 Comumente, as pessoas com distúrbios renais apresentam desequilíbrios hidroeletrolíticos e necessitam de anamnese
e exame físico atentos por parte do enfermeiro. Sobre as manifestações clínicas e estratégias de tratamento de tais desequilíbrios,
analise se são verdadeiras (V) ou falsas (F) as afirmativas a seguir.

I. Déficit de volume de líquidos é um distúrbio comum nas doenças renais e a diminuição do turgor da pele é uma manifestação
deste distúrbio.
II. Déficit de sódio causa letargia e pode ser tratado com soro fisiológico normal.
III. Excesso de potássio causa náusea, cólicas e constipação intestinal e uma das estratégias de tratamento geral é a restrição
dietética.
IV. Excesso de magnésio causa rubor facial, sonolência e vômitos e o tratamento geral inclui ventilação mecânica e diálise.
V. Déficit de proteína causa músculos flácidos, moles e euforia e o tratamento deve ser feito com dieta, hiperalimentação e
albumina.

As alternativas I, II, III, IV e V são respectivamente:


(A) V, V, F, V, F. (B) V, F, F, V, F. (C) V, V, F, F, F. (D) F, V, F, V, F. (E) V, V, F, V, V.

QUESTÃO 39 Pessoas com traumas neurológicos exigem atendimento rápido, seguro e eficaz, tendo em vista as complicações que
podem ocorrer em decorrência destes traumas que, dependendo da lesão, podem comprometer a mobilidade e a locomoção. Ao
aplicar o processo de enfermagem no atendimento de um paciente com lesão aguda da medula espinhal, o enfermeiro deve
executar um histórico cuidadoso, com coleta de dados que permita fazer diagnósticos de enfermagem precisos. Os principais
diagnósticos de enfermagem incluem, EXCETO:

(A) padrão respiratório ineficaz relacionado com a fraqueza ou paralisia dos músculos abdominais e intercostais.
(B) eliminação traqueobrônquica ineficaz, relacionada com a fraqueza dos músculos intercostais.
(C) diarreia relacionada com a presença de intestino atônico como resultado da ruptura autônoma.
(D) eliminação urinária alterada relacionada com a incapacidade de urinar espontaneamente.
(E) sensopercepção alterada relacionada com comprometimento motor e sensorial.

QUESTÃO 40 A obstrução aguda da via respiratória superior é uma emergência que precisa de atendimento rápido, pois envolve
risco de vida. O atendimento envolve a realização de manobra que visa à elevação do diafragma, forçando o ar a partir dos pulmões
provocando a tosse e expulsando o corpo estranho obstrutor das vias aéreas. Essa manobra chama-se:
(A) Credé. (B) Heimlich. (C) Valsalva. (D) Leopold. (E) Bracht.

QUESTÃO 41 A Estratégia Saúde da Família (ESF) visa à reorganização da atenção básica no País, de acordo com os preceitos do
S te a Ú o de Saúde. “No Bra l a Ate o Bá a é de e ol da o o a alto ra de de e tral za o e a lar dade
o orre do o lo al a róx o da da da e oa ” ( NAB D 2012 . 9 . Sobre a atr b e e e íf as do enfermeiro,
previstas na Política Nacional de Atenção Básica (PNAB), analise se são verdadeiras (V) ou falsas (F), as alternativas a seguir:

I. Contribuir, participar e realizar atividades de educação permanente da equipe de enfermagem e outros membros da equipe.
II. Participar do gerenciamento dos insumos necessários para o adequado funcionamento da Unidade Básica de Saúde.
III. Planejar, gerenciar e avaliar as ações desenvolvidas pelos Agentes Comunitários de Saúde em conjunto com os outros membros
da equipe.
IV. Indicar, de forma compartilhada com outros pontos de atenção, a necessidade de internação hospitalar ou domiciliar, mantendo
a responsabilização pelo acompanhamento do usuário.
V. Realizar consulta de enfermagem, procedimentos, atividades em grupo e conforme protocolos ou outras normativas técnicas
estabelecidas pelo gestor federal, estadual, municipal ou do Distrito Federal, observadas as disposições legais da profissão, solicitar
exames complementares, prescrever medicações e encaminhar, quando necessário, usuários a outros serviços.

As alternativas I, II, III, IV e V são respectivamente:


(A) V, V, V, F, F. (B) V, F, V, F, F. (C) V, F, V, F, V. (D) F, V, V, F, F. (E) V, V, V, F, V

QUESTÃO 42 De acordo com a Política Nacional de Atenção Básica (PNAB) e as especificidades da Equipe de Saúde da Família, é
correto afirmar que:

(A) na composição da equipe multiprofissional, exige-se que o enfermeiro seja especialista em Saúde da Família.
(B) cada equipe de Saúde da Família deve ser responsável por, no máximo, 4.000 pessoas, sendo a média recomendada de 3.000,
respeitando critérios de equidade para essa definição. Recomenda-se que o número de pessoas por equipe considere o grau de
vulnerabilidade das famílias daquele território, sendo que, quanto maior o grau de vulnerabilidade, maior deverá ser a quantidade
de pessoas por equipe.
(C) todos os profissionais de saúde poderão se cadastrar em, no máximo, duas equipes de Saúde da Família e com carga horária total
de 40 horas semanais.
(D) o número de Agentes Comunitários de Saúde deve ser suficiente para cobrir 100% da população cadastrada.
(E) a carga horária de 40 horas semanais é exigida para todos os profissionais de saúde membros da equipe de Saúde da Família.

QUESTÃO 43 A Portaria Nº 963, de 27 de maio de 2013 redefine a Atenção Domiciliar no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS).
De acordo com esta Portaria, entende-se Serviço de Atenção Domiciliar (SAD) como:

(A) serviço substitutivo ou complementar à internação hospitalar ou ao atendimento ambulatorial, responsável pelo gerenciamento
e operacionalização das Equipes Multiprofissionais de Atenção Domiciliar (EMAD) e Equipes Multiprofissionais de Apoio (EMAP).
(B) nova modalidade de atenção à saúde, substitutiva ou complementar às já existentes, caracterizada por um conjunto de ações de
promoção à saúde, prevenção e tratamento de doenças e reabilitação prestadas em domicílio, com garantia de continuidade de
cuidados e integrada às redes de atenção à saúde.
(C) serviço prestado por pessoas com ou sem vínculo familiar com o usuário, capacitada para auxiliá-lo em suas necessidades e
atividades da vida cotidiana.
(D) principal serviço prestado no gerenciamento e operacionalização das Equipes Multiprofissionais de Atenção Domiciliar (EMAD) e
Equipes Multiprofissionais de Apoio (EMAP).
(E) serviço de escolha em localidades em que não haja instituições hospitalares para atender à demanda de casos existentes que
necessitam de internação.

QUESTÃO 44 Sobre o gerenciamento dos resíduos de serviços de saúde, a RDC Nº 306, de 7 de dezembro de 2004 dispõe que o
acondicionamento deve prever, EXCETO:

(A) resíduos sólidos devem ser acondicionados em saco constituído de material resistente a ruptura e vazamento, impermeável,
respeitados os limites de peso de cada saco, sendo proibido o seu esvaziamento ou reaproveitamento.
(B) os sacos devem estar contidos em recipientes de material lavável, resistente à punctura, ruptura e vazamento, com tampa
provida de sistema de abertura sem contato manual, com cantos arredondados e ser resistente ao tombamento.
(C) recipientes de acondicionamento existentes nas salas de cirurgia e nas salas de parto devem ser resistentes à punctura, ruptura e
vazamento e ter tampa para vedação.
(D) os resíduos líquidos devem ser acondicionados em recipientes com tampa rosqueada e vedante.
(E) a identificação dos sacos de armazenamento e dos recipientes de transporte poderá ser feita por adesivos, desde que seja
garantida a resistência destes aos processos normais de manuseio dos sacos e recipientes.

QUESTÃO 45 Na avaliação da saúde do trabalhador, quando o enfermeiro detecta que a pessoa apresenta um conjunto de sinais e
sintomas característicos de um distúrbio psíquico, depressivo, precedido de esgotamento físico e mental intenso, cuja causa está
intimamente ligada à vida profissional, deve encaminhar ao médico, pois se supõe que a pessoa esteja com síndrome de:

(A) Asperger. (B) Tourette. (C) Berdon. (D) Capgras. (E) Burnout.

QUESTÃO 46 No que se refere aos cuidados de enfermagem ao paciente hospitalizado sob hemodiálise, analise se são verdadeiras
(V) ou falsas (F) as afirmativas a seguir:

I. No paciente com acesso venoso para hemodiálise, o sopro ou frêmito sobre o local do acesso deve ser avaliado a cada 8 horas.
II. No paciente com acesso venoso para hemodiálise, a ausência de um frêmito palpável ou de um sopro audível pode indicar
bloqueio ou coagulação no acesso vascular.
III. Pode ocorrer coagulação no acesso venoso se o paciente tiver uma infecção em qualquer outra parte do corpo ou se houver
queda da Pressão Arterial.

As afirmativas I, II e III são respectivamente:


(A) F, V, V. (B) V, V, V. (C) F, F, V. (D) V, V, F. (E) F, F, F.
QUESTÃO 47 A assistência de enfermagem a pessoas com distúrbios gastrointestinais pode exigir que seja feita uma sondagem
nasogástrica. Sobre a avaliação do posicionamento deste tipo de sonda, é correto afirmar que:

(A) avaliar visualmente a cor do aspirado é útil para distinguir o posicionamento. Se o líquido estiver turvo e esverdeado,
acinzentado ou castanho, o posicionamento é intestinal.
(B) a visualização radiológica da extremidade da sonda é um método preciso e de baixo custo.
(C) o método tradicional de injetar ar através da sonda enquanto se faz a ausculta da área epigástrica com estetoscópio para
detectar insuflação de ar não é um indicador confiável do posicionamento gástrico.
(D) a medida do pH do aspirado é um método preciso e sem limitações.
(E) a medida do comprimento exposto da sonda é fácil de ser aplicada e indica sua localização.

QUESTÃO 48 As intervenções gerais de enfermagem pré-operatória incluem, EXCETO:

(A) não estimular a tosse, pois está contraindicado no pósoperatório, não fazendo mais parte das medidas de autocuidado
orientadas na fase pré-operatória.
(B) promoção do autocuidado com orientações sobre a promoção da expansão pulmonar e consequente oxigenação após a
anestesia.
(C) orientações sobre manutenção da maior mobilidade possível, apesar das restrições.
(D) avaliação da dor com diferenciação entre a dor aguda e crônica. (E) as orientações no pré-operatório incluem as explicações
sobre os procedimentos e sobre as sensações que o paciente irá experimentar.

QUESTÃO 49 Na aplicação do Processo de enfermagem a pessoas idosas, com vista ao planejamento da assistência a este grupo
humano, é importante considerar a avaliação multidimensional do idoso. Considerando os conhecimentos de gerontologia aplicada
à enfermagem, analise se são verdadeiras (V) ou falsas (F) as afirmativas a seguir:

I. Na avaliação cognitiva pode-se utilizar o Miniexame do Estado Mental (MEEM), cujas perguntas estão relacionadas à orientação
temporal e espacial, ao registro, à atenção, ao cálculo, à memória de evolução das palavras e linguagem.
II. A Escala de Depressão Geriátrica Abreviada (EDGA) compõe-se de 15 questões e é a única desenvolvida para esta fase da vida.
III. O Índice de Independência nas Atividades da Vida Diária (Escala de Katz) é um instrumento utilizado nas avaliações
multidimensionais de idosos.

As afirmativas são respectivamente:


(A) F, V, V. (B) V, F, V. (C) V, V, F. (D) V, V, V. (E) F, F, V.

QUESTÃO 50 A febre de Chikungunya (CHIK) é uma doença arboviral transmitida pela picada dos mosquitos Aedes infectados. A
Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Organização PanAmericana de Saúde (OPAS) alerta que no final de 2013, a primeira
transmissão local (autóctones) nas Américas foi documentada. Sobre a CHIK, analise as afirmativas a seguir:

I. A transmissão por sangue é possível, portanto, os doadores devem relatar qualquer doença que venham a apresentar após a
doação de sangue.
II. Depois de um período de incubação de 3-7 dias (faixa: 1-12 dias) da picada de mosquito, o vírus de CHIK causa uma enfermidade
febril, associada com artralgia/artrite, dor nas costas e cefaleia.
III. Sintomas potenciais da CHIK incluem: fotofobia, dor retroorbital, vômito e diarréia.

Assinale a alternativa correta:


(A) somente as afirmativas II e III estão corretas.
(B) somente as afirmativas I e II estão corretas.
(B) somente as afirmativas I e III estão corretas.
(C) somente a afirmativa II está correta.
(D) as afirmativas I, II e III estão corretas.
QUESTÃO 21 A enfermagem originou-se nas casas dos pacientes, sendo natural que envolvesse os membros da família e os serviços
centram nesta. Para o exercício da enfermagem junto à família deve-se:

(A) utilizar um instrumento específico que a família dispõe e que pode ser utilizado a qualquer momento.
(B) utilizar instrumentos específicos para avaliação da família, entre eles está o Modelo do autocuidado de Orem.
(C) observar se há indicações e contraindicações para uma família ser avaliada.
(D) considerar que família é um grupo de indivíduos que possuem laços consanguíneos.

QUESTÃO 22 A anamnese respiratória visa colher informações sobre as condições atuais do paciente e sobre seus problemas
respiratórios progressivos. O enfermeiro deve se orientar pelos seguintes fatores:

(A) o tecido pulmonar e a pleura parietal são insensíveis à dor


(B) a localização e a intensidade da dor são dados suficientes a serem pesquisados.
(C) dor de origem pulmonar manifesta-se por aperto intermitente retrosternal.
(D) a existência de outros sintomas, tais como febre, tosse e expectoração (que podem indicar pneumonia), fadiga e tosse
persistente (que podem indicar tuberculose ou neoplasia).

QUESTÃO 23 O processo de enfermagem é utilizado como método para sistematizar o cuidado, propiciando condições para
individualizar e administrar a assistência. O processo de enfermagem possibilita:

(A) a utilização dessa metodologia de trabalho que traz benefícios à avaliação restrita ao indivíduo, que pode ter suas necessidades
atendidas.
(B) a organização das ações de enfermagem, elaboração de um planejamento das ações terapêuticas, que têm suas bases no
método de resolução de problemas e nas etapas do método científico.
(C) a avaliação do processo de enfermagem, em sua forma atualmente mais conhecida, que consiste em seis fases sequenciais e
inter-relacionadas, baseadas em uma teoria de enfermagem.
(D) o planejamento das ações do enfermeiro e o desenvolvimento do processo de enfermagem, que constituem o alicerce no qual se
baseiam as etapas seguintes.

QUESTÃO 24 F.S.F tem 24 anos e está com duas horas de pós-operató- rio de cirurgia bariátrica, que foi realizada sob anestesia
geral. Apresenta fala confusa, agitação e diurese pela sonda vesical de demora apresenta-se concentrada. Os diagnósticos de
enfermagem mais prováveis, nesse caso, são:

(A) integridade tissular prejudicada e hipóxia.


(B) perfusão tissular ineficaz cardíaca e oligúria.
(C) risco de infecção e alteração na eliminação urinária.
(D) confusão aguda e perfusão tissular ineficaz renal.

QUESTÃO 25 O exame físico ou a avaliação física é parte integrante da coleta de dados. Para realização do exame físico do abdome,
é necessário dividir topograficamente o abdome para facilitar a descrição e localizar pontos de referência e órgãos. No andar
hipogástrico do abdome, localizam-se as seguintes regiões:

(A) hipocôndrio direito e esquerdo e epigastro.


(B) flancos direito e esquerdo e região umbilical.
(C) inguinais direita e esquerda e região suprapúbica.
(D) quadrantes superior direito e inferior direito
QUESTÃO 26 Entre as inúmeras orientações que devem ser prestadas aos indivíduos com diabetes mellitus destaca-se a realização
de exercícios físicos. A justificativa para esta orientação é:
(A) a redução importante da glicose e consequente redu- ção da secreção de insulina durante o exercício (efeito agudo).
(B) aumento da atividade de enzimas mitocondriais e da sensibilidade à insulina, em curto prazo.
(C) redução da glicemia maior que o indivíduo não diabético para os usuários de insulina.
(D) manutenção das taxas de morbimortalidade, melhorando a qualidade de vida dos diabéticos.

QUESTÃO 27 J.A.P., 66 anos, do sexo feminino, deu entrada no serviço de emergência do Hospital das Clínicas, apresentando T =
38,5 ºC, calafrios e dor intensa no flanco esquerdo. Uma manobra que o enfermeiro deve realizar para pesquisar possível alteração
renal é a seguinte:

(A) sinal de Rosving. (B) sinal de Giordano. (C) sinal de Murphy. (D) sinal de McBurney.

QUESTÃO 28 Considerando um indivíduo que se encontra acamado com úlcera por pressão estágio III, altamente exsudativa, com
esfacelo em aproximadamente 80% do leito da lesão e área perilesional com hiperemia intensa, quais diagnósticos e intervenções
são mais aplicáveis a este caso?

(A) Integridade da pele prejudicada. Risco de integridade da pele prejudicada. Mobilidade física prejudicada. Aplicar ácidos graxos
hiperoxigenados em área perilesional. Usar hidrocoloide com troca semanal. Realizar mudança de decúbito de 2 em 2 horas.
(B) Integridade tissular prejudicada. Integridade da pele prejudicada. Mobilidade física prejudicada. Usar alginato de cálcio e sódio
com troca a cada dois dias ou diária, conforme a saturação. Aplicar ácidos graxos hiperoxigenados em área perilesional. Utilizar
dispositivos de alívio de pressão e colchão de viscoelástico.
(C) Integridade tissular prejudicada. Risco de integridade da pele prejudicada. Mobilidade física prejudicada. Usar hidrocoloide com
troca semanal ou conforme a saturação. Aplicar ácidos graxos essenciais em área perilesional. Utilizar dispositivos de alívio de
pressão e colchão de viscoelástico.
(D) Integridade da pele prejudicada. Integridade tissular prejudicada. Mobilidade física prejudicada. Usar hidrocoloide com troca
semanal. Aplicar ácidos graxos essenciais em área perilesional. Realizar mudança de decúbito de 4 em 4 horas.

QUESTÃO 29 Considerando um indivíduo idoso emagrecido, a sequência para eleger o músculo para a administração de
medicamentos injetáveis de forma mais segura é:

(A) deltoide, ventroglúteo, dorso glúteo, vasto lateral da coxa.


(B) vasto lateral da coxa, dorso glúteo, deltoide, ventroglúteo.
(C) ventroglúteo, vasto lateral da coxa, dorso glúteo, deltoide.
(D) ventroglúteo, dorso glúteo, vasto lateral da coxa, deltoide.

QUESTÃO 30 Leia o texto a seguir.


O paciente fora de possibilidades terapêuticas de cura, não somente em sua fase terminal, mas durante todo o percurso da doença,
apresenta fragilidades e limitantes bastante específicas de naturezas física, psicológica, social e espiritual.
Considerando o exposto, conclui-se que cuidado paliativo define-se como:

(A) cuidado prestado a indivíduo com curso de doença terminal. O paciente pode escolher em que momento do percurso da doença
quer o cuidado paliativo; esta escolha traz apenas fragilidades e limitações bastante específicas de naturezas física, psicológica,
social e espiritual.
(B) cuidados de fim de vida, primordialmente, para atender aos pacientes portadores de câncer avançado, estendendo-se a todo
paciente portador de alguma doença que cause dor intensa, além de sintomas físicos, sofrimento emocional e espiritual.
(C) cuidados direcionados aos pacientes que ainda têm possibilidades de cura; a doença se encontra em um estágio progressivo,
irreversível e não responsivo à maioria dos tratamentos
(D) cuidado curativo, evitando preocupação excessiva com o controle e alívio da dor. Deve focar no indiví- duo, visto ser ele a
preocupação da enfermagem.

QUESTÃO 31 Durante a consulta de enfermagem para uma mulher com idade gestacional de 10 semanas (G3, PN1,A1), o enfermeiro
avalia o resultado dos exames laboratoriais: a hemoglobina da paciente é de 11,2 mg/dl. Nesse caso, qual deve ser a conduta do
enfermeiro, tendo como referência as diretrizes de suplementação de ferro e ácido fólico da Organização Mundial da Saúde (2013)?

(A) Prescrever 400 µg de ácido fólico diário para fechamento do tubo neural até a 13ª semana de idade gestacional.
(B) Prescrever 40 a 60 mg de ferro elementar e 400 µg de ácido fólico diário durante toda gestação.
(C) Tratar com 120 mg de ferro elementar diário por três meses.
(D) Tratar com 120 mg de ferro elementar diário por três meses e 400 µg de ácido fólico até a 13ª semana de idade gestacional.

QUESTÃO 32 A redução de mortalidade por câncer do colo do útero, ocorrida em países desenvolvidos, é resultado da realiza- ção
periódica do exame citopatológico. Entre as recomendações do Ministério da Saúde / Instituto Nacional do Câncer para o
rastreamento deste câncer (2011) está:

(A) o método de rastreamento do câncer do colo do útero e de suas lesões precursoras é o exame citopatológico. O intervalo entre
os exames deve ser de três anos, após dois exames negativos, com intervalo anual.
(B) o início da coleta deve ser aos 18 anos de idade para as mulheres que já tiveram atividade sexual.
(C) o rastreamento em gestantes está contraindicado devido aos riscos de abortamento, placenta prévia, descolamento prematuro
de placenta, parto prematuro. Recomenda-se o rastreio após três meses do parto.
(D) mulheres com mais de 64 anos e que nunca realizaram o exame citopatológico devem ser submetidas ao exame de rastreio
anualmente.

QUESTÃO 33 Na assistência ao parto, considerando as práticas demonstradamente úteis e que devem ser estimuladas, conforme
recomendação da Organização Mundial da Saúde (1996) e e Rede Cegonha no Brasil (2011), é correta a seguinte conduta:

(A) uso da ocitocina profilática na terceira fase do trabalho de parto em mulheres com risco de hemorragia pós-parto, ou que
correm perigo em consequência de uma pequena de sangue.
(B) uso de enema e tricotomia reduzem o tempo de trabalho de parto e o risco de infecção.
(C) restrição de ingesta de líquidos e alimentos durante o trabalho de parto como prevenção da aspiração do conteúdo gástrico,
caso o parto evolua para uma cesariana.
(D) monitoramento da parturiente por meio do partograma, um gráfico que deve ser aberto no início da fase latente do trabalho de
parto.

QUESTÃO 34 Leia o caso a seguir.


Uma paciente com idade gestacional de 25 semanas é atendida na 4ª consulta de pré-natal. Durante o exame físico, o enfermeiro
evidenciou uma pressão arterial de 144/96 mmHg e outra de 142/94 mmHg. Nas anotações das consultas anteriores, os valores
foram de: 120/80 mmHg; 130/88 mmHg e 130/86mmHg. Antes de engravidar, seus valores pressóricos eram em torno de 100/70
mmHg. Diante deste quadro e considerando o Manual Técnico de Gestação de Alto Risco do Ministério da Saúde (2012), conclui-se
que esta gestante apresenta

(A) eclâmpsia, pois foi observada hipertensão antes de 20 semanas de gestação e diagnosticada pela primeira vez durante a
gravidez.
(B) pré-eclampsia, pois apresentou aumento de 30mmHg na pressão sistólica e 15mmHg na diastólica, quando comparada à pressão
arterial prévia à gestação.
(C) hipertensão arterial gestacional, pois apresentou mé- dia de pelo menos duas medidas igual ou maior que 140/90mmHg na
gestação.
(D) hipertensão arterial crônica, pois apresentou valores alterados nas consultas anteriores de pré-natal.

QUESTÃO 35 Durante a consulta de enfermagem no domicílio de uma puérpera, no 8º dia de pós-parto normal, o enfermeiro
constatou na avaliação física que as duas mamas estavam avermelhadas, edemaciadas, distendidas, brilhantes e com mamilos
planos. A puérpera relatou desconforto. No plano de cuidados de enfermagem, nesse caso, o profissional deve

(A) estabelecer o horário das mamadas, em 3/3 horas, para efetivação do esvaziamento das mamas e orientar a técnica correta de
amamentação.
(B) encaminhar a puérpera ao profissional médico da equipe para tratamento da mastite com antibioticoterapia e orientar a técnica
correta de amamentação.
(C) realizar calor local com compressas quentes para alí- vio da dor e desbloqueio dos ductos lactíferos e orientar a técnica correta
de amamentação.
(D) ordenhar manualmente as aréolas e massagear as mamas, orientar mamadas frequentes por livre demanda e orientar a técnica
correta de amamentação.
QUESTÃO 36 Recém-nascido com 37 semanas de gestação nasceu de parto normal, cianótico, não chorou ou respirou, líquido
amniótico claro e fluido, tônus muscular presente. De acordo com as recomendações da Sociedade Brasileira de Pediatria (2013)
para reanimação em sala de parto, quais são os cuidados imediatos a serem prestados?

(A) Prover calor e iniciar ventilação com pressão positiva com oxigênio a 5L/min.
(B) Prover calor, estimular respiração e aspirar vias aé- reas.
(C) Prover calor, posicionar a cabeça em leve extensão, aspirar vias aéreas (se necessário), secar o paciente e reavaliar.
(D) Prover calor, secar, aspirar vias aéreas, realizar antropometria, aplicar injeção de vitamina K e vacina hepatite B.

QUESTÃO 37 Na d retr ze “Dez a o ara al e ta o a dá el ara r a a bra le ra e ore de 2 a o ” do M tér o da


Saúde, o Passo 1 pres re e “Dar o e te le te ater o até o 6 e e e ofere er á a há o q alq er o tro al e to.” E
uma consulta de enfermagem, criança está com 3 meses de idade, mãe queixa-se que tem pouco leite, mas a criança está com
ganho de peso diário adequado (25 g/dia), curva de crescimento ascendente, entre escore Z +2 e -2. A mãe passou a dar fórmula
infantil (80 ml) duas vezes ao dia há uma semana com a mamadeira. Nesse caso, qual é a conduta a ser adotada pelo enfermeiro?
(A) Fazer a adequação de volume e preparação da fórmula infantil, de acordo com a necessidade da crian- ça e agendar retorno
dentro de uma semana para avaliação do peso.
(B) Orientar a mãe para suspender a mamadeira de fórmula infantil e aumentar a frequência das mamadas em seio materno.
Retornar dentro de uma semana para que a criança seja pesada novamente, ou antes, se a mãe achar necessário.
(C) Encaminhar a criança para o pediatra avaliar e fazer a adequação do volume da fórmula infantil, de acordo com a necessidade da
criança.
(D) Orientar a mãe para ofertar a fórmula artificial pelo copinho. Agendar retorno dentro de uma semana e acompanhar peso da
criança.

QUESTÃO 38 No Brasil, a anemia por deficiência de ferro é um problema nutricional de grande magnitude. A anemia traz sérias
consequências, incluindo o aumento da mortalidade em mulheres e crianças, diminuição da capacidade de aprendizagem e
diminuição da produtividade em indivíduos em todos os ciclos vitais. A recomendação de complementa- ção de ferro para uma
criança de 12 meses com 10,5 kg, de acordo com o Programa Nacional de Suplementação de Ferro do Ministério da Saúde (2013), é
administrar diariamente:

(A) 1 gota de sulfato ferroso via oral.


(B) 25 gotas de sulfato ferroso via oral.
(C) 2 gotas de sulfato ferroso via oral.
(D) 10 gotas de sulfato ferroso via oral.

QUESTÃO 39 Leia o caso apresentado a seguir.


José nasceu de parto normal, a termo, sem necessidade de reanimação. Ficou internado em unidade neonatal por 7 dias devido a
icterícia por incompatibilidade sanguínea materna-neonatal. Hoje, está com 4 meses de idade e pesa 7 kg. Ao examiná-lo, verifica-se
que José sorri e emite sons (ex.: gugu, aaa, eee) quando estimulado, segura objetos com a mão por alguns segundos, porém não
sustenta a cabeça quando sentado com apoio. O seu perímetro cefálico encontra-se entre os escores -2 e +2 e não apresenta
alteração fenotípica.

O crescimento e o desenvolvimento infantil são importantes indicadores de vigilância da saúde infantil. De acordo com as
recomendações do Manual de Vigilância Infantil do Ministério da Saúde e Organização Panamericana de Saú- de (2005), e
considerando o caso apresentado, conclui-se que o paciente possui:

(A) possível atraso no desenvolvimento e, portanto, a mãe deve ser orientada sobre a estimulação do seu filho e observar sinais de
alerta, retornando para consulta em 30 dias.
(B) atraso no desenvolvimento e deve ser encaminhado para avaliação neuropsicomotora com pediatra ou especialista.
(C) desenvolvimento normal com fator de risco e, portanto, a mãe deve ser informada sobre sinais de alerta e retornar para consulta
em 30 dias.
(D) desenvolvimento normal e, portanto, a mãe deve ser orientada a continuar a estimular o seu filho e observar os sinais de alerta,
retornando para consulta em 30 dias.

QUESTÃO 40 O distúrbio do metabolismo da glicose é uma das intercorrências mais frequentes em neonatologia. Segundo o
Ministério da Saúde, a hipoglicemia pode ser definida como níveis de glicose plasmática inferiores a 45 mg/dL em recém-nascidos a
termo ou pré-termos. Leia o caso apresentado a seguir.
Recém-nascido a termo, com 10 horas de vida pós-natal, com peso = 3.010 g, em aleitamento materno exclusivo, sem sinais clínicos
de hipoglicemia. Sua mãe refere que o recémnascido é sonolento, tem dificuldade para mamar, sendo que sugou a mama apenas
uma vez desde que nasceu. Médico solicitou aferir glicose plasmática.

De acordo com o Manual de Atenção ao Recém-nascido (MINISTÉRIO DA SAÚDE, 2011), e o caso apresentado, qual é a conduta
adequada?

(A) Infundir solução de 2mL/kg de soro glicosado a 10% a uma velocidade de 1mL/min, por via endovenosa, se a glicose plasmática
estiver entre 25 e 45 mg/dL.
(B) Oferecer leite artificial complementar a cada 3 horas, se a glicose plasmática estiver acima de 45 mg/dL.
(C) Administrar hidrocortisona por via intravenosa na dose de 5 mg/kg/dose, a cada 12 horas, concomitantemente à oferta de
glicose, se a glicose plasmática estiver entre 25 e 45 mg/dL.
(D) Estimular, orientar e supervisionar o aleitamento materno e observar sinais de hipoglicemia, se a glicose plasmática estiver
acima de 45mg/dL.

QUESTÃO 41 A prática baseada em evidência científica teve sua origem no Canadá e Reino Unido com a finalidade de aumentar a
eficiência e a qualidade dos serviços de saúde e diminuir os custos operacionais. As etapas da enfermagem baseadas em evidência
são as seguintes:
(A) identificação das necessidades de aprendizado dos trabalhadores de saúde; compreensão e significação das necessidades
apresentadas e elaboração de um plano de ação; intervenção (implementação do plano de ação) e monitoramento dos resultados.
(B) formulação de questões originárias da prática profissional; investigação da literatura ou de outros recursos relevantes; avaliação
das evidências em relação à validade, generalização e transferência; uso da melhor evidência disponível, habilidade clínica e
preferências do cliente no planejamento e implantação do cuidado; avaliação do enfermeiro em relação à sua própria prática.
(C) autoavaliação das dimensões positivas e também problemáticas do seu trabalho; monitoramento dos indicadores
contratualizados; desenvolvimento de ações de educação permanente; desenvolvimento das ações de apoio institucional.
(D) reunião de evidências de pesquisa global (a partir de revisões sistemáticas) e de evidências locais para as deliberações sobre as
políticas e os programas de saúde.

QUESTÃO 42 No Calendário Nacional de Vacinação, as vacinas contra poliomielite VIP e VOP conjugam um esquema sequencial de
vacinação correspondendo a:

(A) duas doses da vacina VIP (aos 2 e 4 meses), uma dose da VOP (aos 6 meses), uma dose de reforço com a VOP aos 15 meses e
uma dose da VIP aos 4 anos de idade.

(B) duas doses da vacina VIP (aos 2 e 4 meses), uma dose da VOP (aos 6 meses), uma dose de reforço com a VIP aos 15 meses e uma
dose da VOP aos 4 anos de idade.

(C) duas doses da vacina VIP (aos 2 e 4 meses), uma dose da VOP (aos 6 meses), duas doses de reforço com a VOP aos 15 meses e
aos 4 anos de idade.

(D) duas doses da vacina VIP (aos 2 e 4 meses), uma dose da VOP (aos 6 meses), duas doses de reforço com a VIP aos 15 meses e aos
4 anos de idade.

QUESTÃO 43 Com exceção do Rio Grande do Sul, todos os estados brasileiros são total ou parcialmente receptivos para a malá- ria.
Em regiões não endêmicas, as áreas de risco são determinadas pelo potencial malarígeno, relacionado com a receptividade, que é
caracterizada pela:

(A) suscetibilidade do indivíduo à infecção por malária.


(B) imunidade parcial conferida aos indivíduos que tiveram vários episódios de malária.
(C) chegada de portadores de malária, oriundos da região amazônica e de outros países endêmicos.
(D) presença, densidade e longevidade do mosquito Anopheles.

QUESTÃO 44 Todas as pessoas com suspeita de dengue devem receber o primeiro atendimento na unidade de saúde que
procurarem. Após a avaliação, é preciso fazer o estadiamento da doença, classificando os suspeitos em grupos de A a D. Só assim o
enfermeiro poderá definir qual é a melhor conduta a ser tomada. Nessa perspectiva, os pacientes classificados no grupo A
apresentam, entre outros aspectos, prova do laço:
(A) positiva, com comorbidades. (B) negativa, sem comorbidades. (C) positiva, sem comorbidades. (D) negativa, com comorbidades.

QUESTÃO 45 As Redes de Atenção à Saúde (RAS) são definidas como estratégias para um cuidado integral e direcionado às
necessidades de saúde da população. A atenção básica, estruturada como primeiro ponto de atenção e principal porta de entrada ao
sistema, deve cumprir algumas funções para contribuir com o funcionamento das Redes de Atenção à Saúde, entre elas, ser base, o
que significa:

(A) representar a modalidade de atenção e de serviço de saúde com o mais elevado grau de descentralização e capilaridade, cuja
participação no cuidado se faz sempre necessária.
(B) identificar riscos, necessidades e demandas de saú- de, utilizando e articulando diferentes tecnologias de cuidado individual e
coletivo, por meio de uma clínica ampliada capaz de construir vínculos positivos e intervenções clínica e sanitariamente efetivas, na
perspectiva de ampliação dos graus de autonomia dos indivíduos e grupos sociais.
(C) elaborar, acompanhar e gerir projetos terapêuticos singulares, bem como acompanhar e organizar o fluxo dos usuários entre os
pontos de atenção das RAS.
(D) reconhecer as necessidades de saúde da população sob sua responsabilidade, organizando as necessidades desta população em
relação aos outros pontos de atenção à saúde, contribuindo para que a programação dos serviços de saúde se inicie das
necessidades de saúde dos usuários.

QUESTÃO 46 Segundo a Portaria n. 2.446, de 11 de novembro de 2014, que Redefine a Política Nacional de Promoção da Saúde
(PNPS), são considerados valores fundantes do processo de efetivação da política:

(A) formação e educação permanente, alimentação adequada e saudável, práticas corporais e atividades físicas, enfrentamento do
uso do tabaco e seus derivados, enfrentamento do uso abusivo de álcool e outras drogas, promoção da mobilidade segura,
promoção da cultura da paz e de direitos humanos e promoção do desenvolvimento sustentável.
(B) solidariedade, felicidade, ética, respeito às diversidades, humanização, corresponsabilidade, justiça social e inclusão social.
(C) equidade, participação social, autonomia, empoderamento, interssetorialidade, intrassetorialidade, sustentabilidade e
integralidade.
(D) fomento ao planejamento de ações territorializadas de promoção da saúde, incentivo à gestão democrática, ampliação da
governança, estimulo à pesquisa, apoio à formação e à educação permanente, incorporação das intervenções de promoção da
saúde ao modelo de atenção à saúde, organização dos processos de gestão e planejamento das variadas ações intersetoriais.

QUESTÃO 47 Em estudo realizado pelo Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo (2011), foram elencadas 11 competências
gerenciais em enfermagem, entre elas a negociação, entendida como:

(A) capacidade de alcançar os resultados desejados, utilizando como premissa o consenso e o conhecimento dos fatos, permeados
pelos preceitos éticos, legais e técnico-científicos.
(B) processo de escolha da melhor alternativa, utilizando os conhecimentos adquiridos em prol da solução adequada para cada
decisão, considerando limites e riscos.
(C) capacidade de agregar e de interagir com pessoas de fora cordial, empática e profissionalmente, proporcionando ambiente
favorável ao desenvolvimento das atividades.
(D) processo pelo qual ocorre a interação interpessoal, por meio do compartilhamento de informações, conhecimentos,
experiências, ideias e emoções, que se expressam de maneira verbal e não verbal.

QUESTÃO 48 A capacidade do enfermeiro em identificar oportunidades inovadoras, prevendo riscos e executando ações de forma
segura, caracteriza a seguinte competência gerencial:

(A) criatividade. (B) visão sistêmica. (C) empreendedorismo. (D) planejamento.

QUESTÃO 49 Na aplicação prática dos princípios éticos da bioética diante de um dilema, a observância da lealdade e do
compromisso com o paciente é característica da:
(A) beneficência. (B) autonomia. (C) justiça. (D) não maleficência.

QUESTÃO 50 O termo inglês turnover, utilizado na gestão em enfermagem, faz referência:


(A) à síndrome de esgotamento emocional, ceticismo, despersonalização e realização pessoal reduzida.
(B) ao movimento de entradas, saídas, admissões e desligamentos de profissionais empregados e a uma empresa em determinado
período.
(C) à ferramenta de autocorreção do comportamento e de aprendizado dentro da organização.
(D) ao sistema de promoção de cuidados integrais e sequenciais à pessoa doente.

QUESTÃO 51 A utilização do grupo no cuidado humano torna imprescindível o conhecimento desse instrumental para melhor
desempenho do profissional. Para isso, é necessário que o enfermeiro procure formação específica para ampliar seus
conhecimentos nessa área, o que lhe oferece base para a atuação mais assertiva e eficiente. Assim, o termo grupo designa:

(A) o conjunto de pessoas reunidas num mesmo lugar, que apresentam o mesmo comportamento e a mesma atitude e têm um
objetivo comum, o que condiciona a coesão de seus membros.
(B) uma reunião de pessoas para discutirem um assunto ou tema em comum.
(C) um encontro de duas ou mais pessoas com objetivos diferentes para tratarem de um mesmo assunto ou tema.
(D) a interação dos membros de um grupo, que têm finalidades diferentes.

QUESTÃO 52 O enfermeiro tem como desafio o compartilhamento, a gestão de conhecimentos e a coordenação de fazeres
específicos, visando atender às demandas e necessidades dos sujeitos assistidos. Coordenar grupos, de forma geral, pressupõe:

(A) ter características impositivas, para que o grupo não fuja do tema proposto.
(B) induzir os membros a seguirem o caminho preestabelecido pelo coordenador.
(C) possuir habilidades, competências, conhecimento teórico, sensibilidade e equilíbrio emocional, características que possibilitam
estimular os envolvidos a trabalharem operativamente.
(D) pensar pelo grupo, ao mesmo tempo em que colige e integra os elementos de cada membro do grupo.

QUESTÃO 53 Na perspectiva cognitivo-comportamental, o foco é auxiliar as pessoas a identificarem seus pensamentos, suas
atitudes, suas crenças e seus comportamentos pouco adaptativos a determinada situação. Assim, na assistência à pessoa em
situação de dor crônica, o enfermeiro deve:

(A) reconhecer fisiologicamente o impacto que a dor provoca no organismo da pessoa.


(B) buscar melhorar a autoestima, reforçar a autoconfian- ça e auxiliar a pessoa a refletir sobre si mesma e sobre suas concepções de
dor e tratamento.
(C) encorajar as pessoas a acreditar em novos medicamentos e estratégias cirúrgicas para lidar de forma eficaz com o quadro
doloroso.
(D) dar ênfase a tratamentos com uso de medicação mais moderna e cirurgias menos invasivas.

QUESTÃO 54 Durante o processo de adoecimento e hospitalização, a atenção da equipe de saúde dirige-se essencialmente para a
doença e não para o indivíduo doente. A enfermagem, como profissão da área de saúde que permanece mais tempo ao lado do
paciente, tem como objeto de trabalho para a transformação dessa realidade:
(A) promoção do encontro do paciente com a área médica.
(B) uso primordialmente das tecnologias duras, visando ao baixo índice de infecção e a cura da enfermidade.
(C) inclusão do cuidado emocional mais abrangente e personalizado, vislumbrando uma assistência de qualidade.
(D) silenciar os medos, as inseguranças, preocupações, angústias e incertezas dos pacientes.

QUESTÃO 55 Um dos instrumentos básicos do cuidar em enfermagem é o método científico, que abrange:
(A) atenção concentrada, conhecimento do observador (observar o quê, porquê, onde, quando e como), treinamento de
capacidades, desenvolvimento da percepção por meio de estímulos que envolvam os órgãos do sentido.
(B) levantamento de dados, estabelecimento de objetivos e seleção de recursos disponíveis, organização do plano, avaliação.
(C) desempenho de habilidades psicomotoras, das mais simples às mais complexas, necessárias à prática de enfermagem.
(D) compreensão do problema; delimitação e descrição do problema; formulação de hipótese; elaboração de um plano; execução de
um plano de testagem da hipótese; interpretação e avaliação dos resultados e avaliação das hipóteses.

QUESTÃO 56 A escala de Aldrete e Kloulik é um sistema de pontuação utilizado para a avaliação do paciente em pós-operatório
imediato. Por meio dela, cinco parâmetros são avaliados, são eles:

(A) atividade muscular, saturação de O2, circulação, nível de consciência e respiração


(B) atividade muscular, sensibilidade motora, sensibilidade dolorosa, nível de consciência e respiração.
(C) respiração, circulação, tosse eficaz, nível de consciência e temperatura.
(D) nível de consciência, circulação, dor, saturação de O2 e pressão arterial.
QUESTÃO 57 O período pré-operatório é um momento de ansiedade para o paciente. A visita de enfermagem pré-operatória
representa um valioso instrumento para a humanização da assistência de enfermagem perioperatória. O enfermeiro é responsável
pelo preparo físico e emocional. Na visita pré- operatória de um paciente a ser submetido à mamoplastia redutora, o enfermeiro
deve esclarecer sobre os seguintes cuidados:

(A) jejum; importância da verificação de sinais vitais; retirada de roupa íntima; banho pré-operatório; tricotomia pelo paciente, na
véspera.
(B) jejum; antecedentes alérgicos; retirada da prótese dentária; administração da medicação pré-anestésica; preparo
gastrointestinal; retirada de esmalte.
(C) jejum; importância da verificação de sinais vitais; retirada de roupa íntima; banho pré-operatório; coloca- ção da placa de bisturi
ao ir para o centro cirúrgico.
(D) jejum; verificação de antecedentes alérgicos; retirada da prótese dentária; retirada de roupa íntima; banho pré-operatório;
retirada de joias e adornos.

QUESTÃO 58 O conhecimento da anestesiologia pela enfermagem garante segurança ao paciente. Nesta perspectiva, o enfermeiro
deve estar ciente de que:

(A) a cefaleia pós-punção é uma possível complicação da anestesia geral.


(B) as complicações pós-operatórias relacionadas à anestesia são: vômito, afasia e hipotermia.
(C) o pico hipertensivo do paciente é contraindicação para a anestesia geral.
(D) anestesia peridural requer que o paciente, seja intubado, pois há uso de bloqueio neuromuscular sistêmico.

QUESTÃO 59 No preparo da pele do paciente na prevenção e controle de infecção de sítio cirúrgico, é fundamental:

(A) a paramentação dos profissionais de saúde envolvidos no cuidado direto e indireto.


(B) o banho pré-operatório na véspera e antes da cirurgia, pois diminui a carga microbiana da pele.
(C) o uso do agente antisséptico aquoso ou alcoólico, como clorexidina ou PVPI, para degermação da pele.
(D) a antissepsia cirúrgica pré-operatória de, no mínimo, 2 a 5 minutos, com agente antisséptico.

QUESTÃO 60 Atualmente, a segurança do paciente tem recebido aten- ção especial em âmbito global da Aliança Mundial para a
Segurança do Paciente da Organização Mundial de Saú- de, visando conscientizar os profissionais de saúde e incentivar políticas
públicas para melhoria da qualidade da assistência cirúrgica. Em 2007, o programa Cirurgias Seguras Salvam Vidas propôs a
execução de qual estratégia para prevenção de eventos adversos em sala operatória?

(A) Checklist Cirurgia Segura. (B) Conferência eletrônica de compressas.


(C) Prontuário eletrônico. (D) Pulseiras de identificação nos pacientes.
X = nulo

QUESTÃO 16 A Portaria nº 2616/1998 estabelece diretrizes e normas para a prevenção e o controle das infecções hospitalares. Leia
com atenção as sentenças a seguir e assinale com (V) as VERDADEIRAS e com (F) as FALSAS, de acordo com a referida Portaria:

( ) O presidente ou coordenador da CCIH deve ser indicado pela direção do hospital e deve ser profissional médico.
( ) O enfermeiro, membro executor da CCIH, deverá trabalhar com, no mínimo, mais um profissional de nível superior e cumprir
carga horária diária, mínima, de seis horas.
( ) A participação do Presidente da CCIH nos órgãos deliberativos e formuladores de política institucional deve ser garantida pela
Coordenação de Controle de Infecção do Ministério da Saúde.
( ) A classificação das cirurgias em limpas, potencialmente contaminadas, contaminadas e infectadas deve ser feita pelo cirurgião ao
final do ato cirúrgico.

Assinale a alternativa em que se apresenta a sequência de letras CORRETA.


A) F, V, F, V. B) V, V, V, V. C) F, F, V, F. D) F, V, F, F.

QUESTÃO 17 As infecções hospitalares, atualmente denominadas infecções relacionadas à assistência à saúde (IRAS), consistem em
eventos adversos que aumentam os custos da assistência nos serviços de saúde. A assistência de enfermagem prestada com
qualidade é primordial para prevenir e controlar as IRAS. Leia com atenção as sentenças a seguir e assinale a alternativa INCORRETA.

A) O uso de sistema fechado de aspiração de secreções das vias aéreas de pacientes ventilados mecanicamente é recomendado para
prevenir pneumonia
B) Artigos submetidos à desinfecção não devem ser armazenados, devendo-se utilizá-los imediatamente após o processamento.
C) Considerando-se que um dos fatores de risco de pneumonia é a aspiração do conteúdo gastrintestinal, orofaríngeo ou secreção
nasofaríngea, recomenda-se que pacientes em ventilação mecânica tenham seu decúbito elevado entre 30 e 45º.
D) Os artigos classificados como semicríticos devem ser submetidos ao processo de limpeza antes de serem desinfetados ou
esterilizados.

QUESTÃO 18 A infecção do trato urinário (ITU) é uma das mais prevalentes relacionadas à assistência à saúde e de grande potencial
preventivo, quando relacionada à cateterização vesical. Leia com atenção as sentenças a seguir e assinale a alternativa INCORRETA.

A) A fixação do cateter vesical consiste em medida de segurança, que previne a tração ou movimentação do cateter.
B) O crescimento bacteriano inicia-se após a instalação do cateter vesical, numa proporção de 5-10% ao dia, e estará presente em
todos os pacientes ao final de quatro semanas.
C) O cateterismo intermitente é preferível a cateteres urinários de demora em pacientes com disfunção de esvaziamento vesical.
D) A inserção do cateter urinário deve ser realizada por enfermeiros capacitados e treinados.

QUESTÃO 19 O Ministério da Saúde do Brasil instituiu o Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP) em 2013, considerando
a prioridade dada à segurança do paciente em serviços de saúde na agenda política dos Estados-membros da Organização Mundial
da Saúde (OMS) e na Resolução aprovada durante a 57ª Assembléia Mundial da Saúde, que recomenda aos países atenção ao tema
“Se ra a do a e te”. Le a o ate o a e te a a e r e a ale a alter at a NCORRETA.

A) Evento adverso é o incidente que atinge o paciente e resulta em dano ou lesão.


B) O serviço de Vigilância Sanitária deve fazer busca ativa de casos de eventos adversos ocorridos nos serviços de saúde
C) O objetivo do PNSP é contribuir para a qualificação do cuidado em saúde em estabelecimentos de saúde, públicos e privados, do
território nacional.
D) Os serviços de saúde devem implantar os protocolos de segurança do paciente e monitorizar seus indicadores.

QUESTÃO 20 As metas internacionais para a segurança do paciente foram definidas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e as
organizações de Acreditação de serviços de saúde as empregam para avaliar a qualidade dos serviços. Leia as sentenças a seguir e
assinale aquela que contém as metas de segurança do paciente definidas pelo Ministério da Saúde em abril de 2013 para todo o
território nacional.

A) Identificação correta dos pacientes, melhora na comunicação entre os profissionais, na segurança no uso e na administração de
medicamentos, segurança em cirurgias, higiene das mãos para prevenir infecções, redução de risco de quedas e úlceras por pressão.
B) Assistência segura pela promoção da higiene das mãos, identificação correta dos pacientes, prevenção de infecção do sítio
cirúrgico, prevenção de organismos multirresistentes, educação dos profissionais sobre EPI e isolamentos, prevenção de quedas e
úlceras por pressão.
C) Identificação correta do paciente, controle dos medicamentos de alto risco, segurança na administração de sangue e
hemoderivados, cirurgia segura, higiene das mãos para prevenir infecções, minimização de risco de quedas.
D) Prevenção das principais IRAS: sítio cirúrgico, pneumonia associada à ventilação mecânica, trato urinário associada a cateter
vesical, corrente sanguínea associada a cateter vascular.

QUESTÃO 21 O maior desafio dos profissionais que atuam com segurança do paciente consiste na compreensão dos gestores dos
serviços de saúde de que a causa dos eventos adversos é multifatorial e envolve processos complexos. Profissionais de enfermagem
prestam cuidados aos pacientes e apoio aos familiares, realizam grande parte dos atendimentos nos serviços de saúde e,
consequentemente, envolvem-se em falhas ocorridas na assistência aos pacientes que culminam em IRAS. Leia com atenção as
sentenças a seguir e assinale a medida preventiva de infecção INCORRETA.

A) O principal veículo de transmissão de infecções consiste nas mãos dos profissionais de saúde, por isso sua higienização deve ser
realizada, prioritariamente, com produto alcoólico.
B) O preparo da pele para inserção de cateter vascular periférico deve ser realizado com produto alcoólico: álcool 70%, clorexidina
0,5% ou PVP-I alcoólico 10%.
C) A troca de linhas de infusões intermitentes deve ser realizada a cada 24 horas.
D) Pacientes colonizados com Staphylococcus aureus devem tomar banho pré-operatório com clorexidina degermante, na véspera e
no dia da cirurgia.

Leia com atenção o caso e a seguir e responda as QUESTÕES de 22 a 25.

O Sr. José da Silva Lopes, 50 anos, vítima de atropelamento por ônibus, foi atendido pelos profissionais do SAMU e encaminhado ao
Hospital Risoleta Tolentino Neves. Apresentava-se com sinais vitais: PA 80 x 55 mmHg, FC 70 bpm, R 20 irpm; perna direita
imobilizada com tala e fratura exposta de tíbia e fíbula, com perda de tecidos e partes moles, com sangramento intenso. Acesso
venoso periférico em fossa cubital esquerda e mão direita, ambos com infusão de cristalóides. Foi avaliado pelo plantonista clínico e
ortopedista e encaminhado para o Centro Cirúrgico.

QUESTÃO 22 Considere as classificações do procedimento cirúrgico e assinale a alternativa CORRETA.


A) Emergência, porte III, infectada.
B) Emergência, porte médio, contaminada.
C) Urgência, porte médio, potencialmente contaminada.
D) Emergência, grande porte, contaminada.

QUESTÃO 23 A enfermeira do CC deve receber o Sr. José, conferir seu prontuário e encaminhá-lo para a sala de operações, proceder
a monitorização, deixando-o na posição decúbito dorsal horizontal. Com relação ao posicionamento durante o procedimento
cirúrgico, provavelmente será decúbito dorsal horizontal e a enfermeira deve preocupar-se com a proteção das áreas de potencial
risco de pressão. Assinale a alternativa que contém as regiões de maior risco de pressão para o Sr. José.

A) Occipital, escapular, genital, glúteos e calcâneo.


B) Occipital, escapular, genital e sacral.
C) Occipital, escapular, coccígea e tríceps sural.
D) Occipital, escapular, sacral e calcâneo.
QUESTÃO 24 Considerando-se que o cirurgião informou que utilizará o bisturi elétrico durante o procedimento cirúrgico, assinale a
alternativa em que mostra o local mais adequado para a colocação da placa neutra do bisturi elétrico do tipo adesiva e universal.
A) Tríceps sural. B) Vasto lateral. C) Trapézio. D) Bíceps braquial.

QUESTÃO 25 O ambiente cirúrgico é reconhecido pelo seu acesso limitado e controle rigoroso de assepsia. Leia com atenção as
sentenças a seguir e assinale a alternativa CORRETA.

A) Barreiras como roupas cirúrgicas, máscaras, gorro e pro-pés protegem totalmente o paciente contra microrganismos.
B) Os capotes utilizados pela equipe cirúrgica são considerados estéreis na parte frontal, desde o tórax até o nível do campo estéril,
assim como as mangas e a parte lateral do capote.
C) Os pêlos do paciente devem ser removidos, somente, se interferirem no procedimento cirúrgico, imediatamente antes do
procedimento.
D) As complicações intraoperatórias potenciais incluem náuseas e vômitos, anafilaxia, hipóxia, hipotermia, hipertermia maligna,
coagulopatia intravascular disseminada e dor aguda.

QUESTÃO 26 A LEI Nº 8.080, de 19 de setembro de 1990 preconiza que as ações e os serviços públicos de saúde e os serviços
privados contratados ou conveniados que integram o Sistema Único de Saúde (SUS), são desenvolvidos de acordo com os princípios
contidos em seu CAPÍTULO II - ART 7º. Nesse sentido, marque com ( V) as alternativas VERDADEIRAS e (F) as alternativas FALSAS.

( ) Capacidade de resolução dos serviços em todos os níveis de assistência e organização dos serviços públicos, de modo a evitar
duplicidade de meios para fins idênticos; conjugação dos recursos financeiros, tecnológicos, materiais e humanos da União, dos
Estados, do Distrito Federal e dos Municípios na prestação de serviços de assistência à saúde da população.

( ) Descentralização político-administrativa, com direção única em cada esfera de governo com ênfase na descentralização dos
serviços para os municípios e regionalização e hierarquização da rede de serviços de saúde; direito à informação às pessoas
assistidas sobre sua saúde; divulgação de informações quanto ao potencial dos serviços de saúde e a sua utilização pelo usuário.

( ) Integralidade de assistência, entendida como conjunto articulado e contínuo das ações e serviços preventivos e curativos,
individuais e coletivos, exigidos para cada caso em todos os níveis de complexidade do sistema; igualdade da assistência à saúde,
sem preconceitos ou privilégios de qualquer espécie; integração em nível executivo das ações de saúde, meio ambiente e
saneamento básico.

( ) Organização dos serviços públicos, de modo a evitar duplicidade de meios para fins idênticos; preservação da autonomia das
pessoas na defesa de sua integridade física e moral; participação da comunidade; universalidade de acesso aos serviços de saúde em
todos os níveis de assistência; utilização da epidemiologia para o estabelecimento de prioridades, alocação de recursos e orientação
programática.

Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA.


A) V, V, V, V. B) V, V, V, F. C) F, F, F, F. D) F, V, V, F.

QUESTÃO 27 Sobre a hepatite B, leia o trecho abaixo e, em seguida, assinale a alternativa que preenche corretamente as duas
lacunas . O vírus da hepatite B é transmitido por sangue e sêmen.Pessoas como profissionais de saúde e aquelas que se submetem a
tatuagens se expõem ao vírus através de soluções de continuidade da pele ou mucosa ou inoculação percutânea.Seu período de
incubação varia de ______a ______ dias
A) 05 a 15. B) 10 a 20. C) 190 a 240. D) 30 a 180

QUESTÃO 28 O enfermeiro deve contribuir com ações para melhorar a atenção pré-natal, considerando-a essencial para evitar a
morte materna. São causas causas diretas da morte materna, EXCETO:

A) Doença hipertensiva. B) Hemorragia. C) Deficiência de vitamina D. D) Sepse.

QUESTÃO 29 A RDC Nº 36, da ANVISA de 25 de julho de 2013 institui ações para a segurança do paciente em serviços de saúde do
Plano de Segurança do Paciente em Serviços de Saúde (PSP). Elaborado pelo Núcleo de Segurança do Paciente (NSP), deve
estabelecer estratégias e ações de gestão de risco. Entre as estratégias descritas marque a alternativa que NÃO condiz com as
estratégias preconizadas:
A) Identificação, análise, avaliação, monitoramento dos riscos no serviço de saúde, de forma aleatória.
B) Integrar os diferentes processos de gestão de risco desenvolvidos nos serviços de saúde.
C) Implementação de protocolos estabelecidos pelo Ministério da Saúde.
D) Manter registro adequado do uso de órteses e próteses, quando esses procedimento for realizado.

QUESTÃO 30 De acordo com o Programa Ampliado de Imunizações no Brasil, (MINISTÉRIO DA SAÚDE, 2001) a vacina tríplice
bacteriana (DPT) contra a difteria, o tétano e a coqueluche para menores de 5 anos deve ser administrada:

A) ao nascer, no primeiro e sexto mês de vida.


B) aos 9 e 15 meses de idade.
C) aos 2, 4, 6 e 15 meses de idade.
D) logo após o nascimento.

QUESTÃO 31 De acordo o a Re ol o CO EN 358/2009 o ro e o de e fer a e def e a de a eta a o o “o ro e o


de interpretação e agrupamento dos dados coletados na primeira etapa, que culmina com a tomada de decisão sobre os conceitos
diagnósticos de enfermagem que representam, com mais exatidão, as respostas da pessoa, família ou coletividade humana em um
dado momento do processo saúde e doença; e que constituem a base para a seleção das ações ou intervenções com as quais se
objetiva alcançar os resultados esperado ”. E a eta a de o a-se:

A) evolução de enfermagem. B) histórico de enfermagem. C) prescrição de enfermagem. D) diagnóstico de enfermagem.

QUESTÃO 32 O enfermeiro, diante de uma pessoa com manifestações clínicas de dispnéia, pulso fraco e rápido, expectoração
espumosa (frequentemente com sangue), agitação, cianose, ansiedade, angústia respiratória aguda, tosse, podendo apresentar-se
também confuso, deve comunicar ao médico responsável e coordenar ações de enfermagem imediatas para quadro clínico de:

A) angina pectoris. B) infarto agudo do miocárdio. C) edema agudo de pulmão. D) pneumotórax.

QUESTÃO 33 Doença transmissível de comprometimento neurológico, incapacitante quando não tratada, restrita ao ser humano e
cujas manifestações clínicas na pele apresentam: manchas ou placas hipocrômicas ou eritematosas, lesões pré-foveolares,
foveolares, tubérculos, acometimentos de troncos nervosos, acarretando hipo ou hiperestesia, refere-se a:

A) hanseníase. B) herpes genital. C) sarampo. D) sífilis.

QUESTÃO 34 A hepatite C tem como agente etiológico um vírus RNA. Em relação às formas de transmissão NÃO se inclui:

A) respiratória. B) parenteral. C) sanguínea e hemoderivados. D) sexual e vertical da mãe para o filho.

QUESTÃO 35 O enfermeiro, em seu plano de ação para pacientes hipertensos com fatores de risco para problemas cardiovasculares,
NÃO deve considerar:

A) diabete melito; dislipidemia; níveis elevados de triglicerídeos.


B) hipertensão; tabagismo; obesidade abdominal.
C) comprometimento da função renal; história familiar de doença cardiovascular; inatividade física.
D) índice de massa corporal(IMC) 60 ml/min.

Questão 36 É importante que o enfermeiro conheça as fases do processo operatório e atividades que o enfermeiro deve realizar.
Numere a COLUNA II de acordo com a COLUNA I.

COLUNA I
1. Perioperatório
2. Fase pré-operatória
3. Fase intraoperatória
4. Fase pós-operatória

COLUNA II
( ) Inicia-se com a admissão do paciente na área de recuperação e termina com a avaliação do seguimento no domicílio ou na
unidade ambulatorial.
( ) Inicia-se com a decisão pela intervenção cirúrgica e termina com a transferência do paciente para o centro cirúrgico.
( ) Nessa fase, o enfermeiro realiza o histórico de enfermagem, planeja e implementa os métodos de ensino apropriados para as
necessidades do paciente, verifica se os testes e exames estão completos.
( ) Começa quando o paciente é admitido no centro cirúrgico e termina quando ele é admitido no setor de recuperação.
( ) É um termo abrangente que incorpora as fases da experiência cirúrgica.

Assinale a alternativa que apresenta a sequência de números CORRETA.


A) 1, 2, 1, 4, 3. B) 4, 2, 1, 3, 3. C) 3, 2, 3, 4, 1. D) 4, 2, 2, 3, 1.

QUESTÃO 37 Em relação à indicação e classificação das cirurgias, marque a afirmativa INCORRETA.

A) A cirurgia de emergência é aquela em que o paciente requer atenção rápida e o procedimento deve ser realizado dentro de 24-30
horas.
B) São exemplos de cirurgia curativa a exerese de massa tumoral e remoção de apêndice inflamado.
C) Conforme o grau de urgência, as cirurgias são classificadas em emergência, urgência, eletiva, opcional.
D) A cirurgia pode ser realizada com objetivo diagnóstico, curativo, reparador, reconstrutor, paliativo.

QUESTÃO 38 Em relação ao distúrbio intestinal inflamatório agudo, marque a afirmativa INCORRETA.

A) A incidência de doença diverticular aumenta com a idade devido à degeneração e das mudanças estruturais nas camadas
musculares circulares do cólon.
B) O divertículo é como uma bolsa que extravasa da camada interna do intestino e, por um defeito, se estende na camada muscular.
Recebe o nome de diverticulose, quando estão presentes múltiplos divertículos sem inflamação ou sintomas; e diverticulite, quando
um divertículo apresenta infecção e inflamação.
C) O apêndice tem cerca de 10 centímetros de comprimento. Quando seu esvaziamento é incompleto, pode levar à obstrução,
inflamação e infecção, caracterizando a apendicite.
D) Apesar de ocorrer em qualquer idade, a apendicite é mais frequente nas pessoas idosas.

QUESTÃO 39 Em relação à descrição das doenças intestinais inflamatórias crônicas, relacione a COLUNA II com a COLUNA I.

COLUNA I
1. Doença de Crohn
2. Retocolite Ulcerativa Inespecífica

COLUNA II
( ) Ocorre geralmente em adolescentes ou adultos jovens. Compromete qualquer lugar do sistema gastrointestinal, sendo as áreas
mais comuns o íleo distal e cólon. As lesões são descontínuas e transmurais.
( ) Tem o pico de incidência entre 30 e 50 anos. Compromete somente reto e cólon e acomete a camada mucosa superficial. As
lesões são contínuas e ascendentes.
( ) O curso clínico da doença é geralmente de exacerbações e remissões, com diarreia que varia de 10 a 20 evacuações líquidas ao
dia, dor abdominal, tenesmo, sangramento que pode ser pequeno ou intenso, hipocalemia e anemia.
( ) O início dos sintomas geralmente é insidioso, com notável diarreia e dor abdominal que não são aliviados com a evacuação. As
dores ocorrem ou aumentam após as refeições, o que faz o paciente reduzir as quantidades e os tipos de alimentos ingeridos,
resultando em perda de peso e desnutrição. Também ocorre a formação de fístulas, fissuras e abcessos.

Assinale a alternativa que apresenta a sequência de números CORRETA.


A) 2, 1, 1, 2. B) 1, 2, 2, 1. C) 1, 1, 2, 2. D) 2, 2, 1, 1.

QUESTÃO 40 É importante que o enfermeiro conheça as fases do processo cicatrização da ferida cirúrgica. Numere a COLUNA II de
acordo com a COLUNA I.

COLUNA I
1. Fase inflamatória
2. Fase proliferativa
3. Fase de maturação

COLUNA II
( ) Os fibroblastos multiplicam-se e formam uma rede para as células migrantes. O colágeno é o principal componente do tecido
conjuntivo reconstituído.
( ) Aumenta a força de tensão. As fibras colágenas reorganizam-se em posição mais próximas.
( ) Há formação de coágulos. A ferida torna-se edemaciada. Ocorre o desbridamento de tecido lesado.

Assinale a alternativa que apresenta a sequência de números CORRETA.


A) 3, 2, 1. B) 2, 1, 3. C) 1, 2, 3. D) 2, 3, 1.

QUESTÃO 41 Em relação às complicações mais frequentes que ocorrem no pós-operatório e os cuidados de enfermagem para a
prevenção e para o manejo, identifique as afirmativas a seguir como VERDADEIRAS (V) ou FALSAS (F).

( ) O choque é uma das mais sérias complicações pós-operatória. Os sinais clássicos são palidez, pele fria e úmida, taquipneia,
cianose labial, taquisfigmia, redução dos níveis pressóricos.
( ) Em caso de choque, o enfermeiro deve manter o paciente aquecido e em posição supina, monitorizar frequentemente os sinais
vitais e volume urinário, assegurar o estado respiratório e repor sangue e volume de líquido.
( ) A trombose venosa profunda é uma complicação que pode causar a embolia pulmonar. Todos os pacientes têm o mesmo risco
para apresentar trombose venosa profunda.
( ) A prevenção de trombose venosa profunda inicia no pré-operatório quando o enfermeiro ensina o paciente a realização de
exercícios para as pernas. Outras medidas para evitar a formação de trombos é a deambulação precoce, administrar anticoagulantes
(heparina, warfarina) subcutâneos, conforme prescrição médica. Em alguns casos, a compressão pneumática e meias elásticas
devem ser usadas.

Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:


A) V, V, V, V. B) F, V, F, V. C) V, V, F, F. D) V, V, F, V.

QUESTÃO 42 No tratamento cirúrgico a cicatrização de feridas é descrita como em primeira, segunda e terceira intenção. Relacione
a COLUNA II com a COLUNA I.

COLUNA I

1. Primeira intenção
2. Segunda intenção
3. Terceira intenção

COLUNA II
( ) A ferida apresenta considerável perda de tecido. A cicatrização envolve intensa formação de tecido de granulação e epitelização.
( ) Duas superfícies de granulação opostas são reunidas por meio de sutura.
( ) A ferida é feita assepticamente. A formação de tecido de granulação não é visível e a cicatriz é mínima.

Assinale a alternativa que apresenta a sequência de números CORRETA.


A) 2, 3, 1. B) 3, 2, 1. C) 2, 1, 3. D) 1, 2, 3.

QUESTÃO 43 A úlcera por pressão é um evento adverso. O enfermeiro deve implementar cuidados para a sua prevenção. Leia os
cuidados recomendados e marque a afirmativa INCORRETA.

A) Aplicar hidratante, massageando as áreas de proeminências ósseas e/ou áreas hiperemiadas.


B) Proteger a pele da exposição à umidade excessiva por meio do uso de produtos de barreira, de forma a reduzir o risco de lesão
por pressão.
C) Avaliar regularmente a pele para identificação precoce de danos causados por pressão em pacientes sob risco de
desenvolvimento de úlcera por pressão.
D) Evitar elevar a cabeceira do leito acima de 30º.
QUESTÃO 44 Em relação a escolha de cobertura para o tratamento de ferida, identifique as afirmativas a seguir como VERDADEIRAS
(V) ou FALSAS (F).

( ) A cobertura deve promover microambiente úmido, ser estéril e livre de contaminantes, não deixar material remanescente na
ferida, fornecer isolamento térmico.
( ) A cobertura deve promover microambiente úmido, ser estéril e livre de contaminantes, não deixar material remanescente na
ferida, fornecer isolamento térmico. As coberturas são usadas no tratamento de feridas para possibilitar a cicatrização rápida e
cosmeticamente aceitável.
( ) As coberturas são usadas no tratamento de feridas para possibilitar a cicatrização rápida e cosmeticamente aceitável.
( ) O processo de seleção de cobertura para o tratamento de feridas é influenciado pelas características e localização da ferida;
necessidades e preferências do paciente; variedade e características de produtos disponíveis na instituição de saúde.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA.
A) V, V, F, V. B) F, V, F, V. C) V, V, F, F. D) V, V, V, V.

QUESTÃO 45 Em relação aos tipos de cobertura para o tratamento de feridas, relacione a COLUNA I com a COLUNA II.

COLUNA I
1. Alginato de cálcio
2. Espuma
3. Hidrocolóide
4. Hidrofibra

COLUNA II

( ) Veda a lesão, ao aderir à pele íntegra ao redor, requerendo cerca de 2,5 cm de pele. Impermeável, indica-se para feridas com
volume de exsudato de pouco a moderado, com ou sem tecido necrótico.
( ) Compõe-se de carboximetilcelulose, que forma gel em contato com o exsudato. Indica-se para feridas de moderado a intenso
exsudato. Tem capacidade de aprisionar microrganismos em suas fibras. Evita a maceração da pele devido a sua absorção vertical.
( ) Usa-se há mais de 50 anos no tratamento de feridas. É muito útil para feridas de moderado a intenso exsudato por ser altamente
absorvente. Não se deve usar em feridas secas.
( ) Compõe-se de uma camada interna hidrofílica, com propriedades absorventes e uma camada externa hidrofóbica que age como
material protetor. Absorve fluidos do tecido pelo contato da camada hidrofílica na ferida.

Assinale a alternativa que apresenta a sequência de números CORRETA.


A) 3, 4, 1, 2. B) 3, 1, 4, 2. C) 4, 3, 1, 2. D) 1, 2, 3, 4.

16A 17A 18 NULO 19B 20A 21D 22D 23D 24B 25C 26A 27D 28C 29A 30C 31D 32C 33A 34A 35D 36D 37A 38D 39B 40D
41D 42A 43A 44D 45A

1. (EBSERH Nacional/Instituto AOCP/2015) Cuidados diretos de Enfermagem a pacientes graves e com risco de vida, prescrição da
assistência de enfermagem e consulta de enfermagem são:

a) todas atribuições privativas do Enfermeiro.


b) atribuições que competem a toda a equipe de saúde.
c) atribuições que competem ao Enfermeiro e ao Técnico de Enfermagem.
d) atribuições que competem ao Médico e ao Enfermeiro.
e) em parte atribuições que competem ao Auxiliar de Enfermagem.

2. (EBSERH Nacional/Instituto AOCP/2015) Um Enfermeiro líder de uma Equipe explica a um Auxiliar de Enfermagem, sob sua
supervisão, quais são as atribuições que cabem especialmente ao Auxiliar de Enfermagem no exercício de sua profissão e cita como
exemplo:
a) executar parto sem distocia.
b) executar e avaliar os serviços de assistência de Enfermagem.
c) emitir o parecer sobre a matéria de Enfermagem.
d) observar, reconhecer e descrever sinais e sintomas.
e) realizar episiotomia e episiorrafia.

3. (EBSERH Nacional/Instituto AOCP/2015) Durante consulta de Enfermagem, um adolescente de 15 anos revela ao Enfermeiro um
fato e pede sigilo sobre ele. Observando que o menor tem capacidade de discernimento e que o fato não acarretará danos ou riscos
a esse adolescente, o Enfermeiro:

a) tem o dever de manter sigilo sobre o fato.


b) tem o dever de comunicar os pais ou responsáveis, pois se trata de menor de idade.
c) tem o direito de revelar aos que convivem com o adolescente o fato ocorrido.
d) tem o dever de revelar o fato somente se solicitado pelo Conselho Tutelar.
e) tem o direito de revelar o fato, se solicitado por alguma autoridade.

4. (EBSERH Nacional-Instituto AOCP-2015) Ao publicar uma foto prestando cuidados de Enfermagem a um recém-nascido em uma
rede social, que possa identificar a instituição na qual o Enfermeiro trabalha, sem o consentimento dos envolvidos, o Enfermeiro
estará:

a) infringindo a Lei do Exercício Profissional.


b) infringindo o Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem.
c) fazendo uma divulgação benéfica à instituição.
d) contribuindo para a divulgação do trabalho da equipe de Enfermagem.
e) reconhecendo a importância dos meios de comunicação no trabalho do Enfermeiro.

5. (EBSERH Nacional-Instituto AOCP-2015) As reformas sanitárias continuam sendo necessárias, mas uma nova agenda deverá
impor-se e terá como principais objetivos gerar valor para as pessoas usuárias dos sistemas de atenção à saúde e diminuir as
iniquidades. Para alcançar esses objetivos, faz-se necessário:

a) maior quantidade de unidades básicas de saúde para atendimento de pessoas com baixa renda.
b) implantação das redes de atenção em saúde. c) ampliação de serviços altamente especializados.
d) oferta de serviços de acordo com a necessidade política. e) centralização de serviços de atenção primária.

6. (EBSERH Nacional-Instituto AOCP-2015) As situações das condições de saúde revelam uma importância relativa crescente de qual
tipo de condições no quadro epidemiológico atual?
a) Crônicas. b) Agudas. c) Instáveis. d) Variáveis. e) Transmissíveis.

7. (EBSERH Nacional/Instituto AOCP/2015) Diagnosticar e tratar correta e prontamente os casos de Tuberculose Pulmonar são as
principais medidas para o controle da doença. A pesquisa bacteriológica é de importância fundamental em adultos, tanto para o
diagnóstico quanto para o controle de tratamento, sendo o método mais utilizado:
a) o raio X de tórax. b) a ressonância magnética. c) a prova tuberculínica.
d) a baciloscopia direta do escarro. e) a imunofluorescência.

8. (EBSERH Nacional/Instituto AOCP/2015) Após o início do tratamento correto para Tuberculose, quando o paciente não tem
história de tratamento anterior nem outros riscos conhecidos de resistência e havendo melhora clínica, pode-se considerar que após
quantos dias de tratamento o paciente pode ser considerado não infectante?
a) 04 dias. b) 06 dias. c) 07 dias. d) 12 dias. e) 15 dias.

9. (EBSERH Nacional/Instituto/AOCP2015) O M. leprae é um bacilo álcool-ácido resistente e gram-positivo, em forma de Bastonete,


causador da Hanseníase. É um parasita intracelular, sendo a única espécie de micobactéria que infecta ervos periféricos,
especificamente:
a) as células de Schwann. b) as células de Langerhans. c) as células de Purkinge. d) as células de Leydig. e) as células de Setoli.

10. (EBSERH Nacional/Instituto AOCP/2015) É um dos componentes da Rede de Atenção às Urgências e tem como objetivo chegar
precocemente à vítima, após ter ocorrido um agravo à sua saúde que possa levar a sofrimento, sequelas ou mesmo à morte, sendo
necessário, garantir atendimento e/ou transporte adequado para um serviço de saúde devidamente hierarquizado e integrado ao
SUS. O enunciado refere-se:
a) à sala de estabilização. b) à unidade de pronto atendimento.
c) ao serviço móvel de urgência. d) à atenção hospitalar.
e) à atenção em traumatologia.

11. (EBSERH Nacional/Instituto AOCP/2015) Sobre a profilaxia da Raiva Humana, são corretas as afirmativas a seguir, EXCETO:

a) a profilaxia contra a raiva deve ser iniciada o mais precocemente possível.


b) sempre que houver indicação, é necessário tratar o paciente em qualquer momento, independentemente do tempo transcorrido
entre a exposição e o acesso à unidade de saúde.
c) havendo abandono do esquema profilático, é necessário completar as doses da vacina prescritas anteriormente e não iniciar nova
série.
d) recomenda-se que o paciente evite esforços físicos excessivos e bebidas alcoólicas durante e logo após a profilaxia da raiva
humana.
e) a história vacinal do animal agressor constitui elemento fundamental para a dispensa ou indicação do esquema profilático da
raiva humana.

12. (EBSERH Nacional/Instituto AOCP/2015) O soro heterólogo para Raiva é uma solução concentrada e purificada de anticorpos,
preparada em equídeos imunizados contra o vírus da raiva. Após receber o soro, o paciente deverá ser observado pelo prazo de:

a) 10 minutos. b) 20 minutos. c) 30 minutos. d) 50 minutos. e) 02 horas.

13. (EBSERH Nacional/Instituto AOCP/2015) Dentre as neoplasias malignas, o câncer do colo do útero está entre as que mais
acometem as mulheres, sendo que grande parte das lesões precursoras ou malignas do colo do útero se originam:

a) no corpo do útero. b) na parede vaginal. c) na zona de transformação. d) em cistos de naboth. e) no endométrio.

14. (EBSERH Nacional/Instituto AOCP/2015) O câncer de mama, assim como outras neoplasias malignas, resulta de uma proliferação
incontrolável de células anormais, que surgem em função de alterações genéticas, sejam elas hereditárias ou adquiridas por
exposição a fatores ambientais ou fisiológicos. São fatores de risco para o câncer de mama os citados a seguir, EXCETO:
a) terapia de reposição hormonal, principalmente se prolongada por mais de 05 anos.
b) obesidade.
c) mulheres com histórico familiar de câncer de mama masculino.
d) primeira gravidez antes dos 25 anos.
e) idade da primeira menstruação menor que 12 anos.

15. (EBSERH Nacional/Instituto AOCP/2015) Considerando o conceito da distanásia (morte com sofrimento que poderia ser evitado),
os profissionais devem reconhecer os limites da medicina e evitar o excesso de tratamento ou tratamento não adequado, seguindo
os princípios citados a seguir, EXCETO:
a) respeito pela autonomia. b) a beneficência. c) a não maleficência. d) a justiça. e) a imprudência.

16. (EBSERH Nacional/Instituto AOCP/2015) A atuação da equipe de enfermagem frente à Síndrome Coronária Aguda deve estar
embasada no conhecimento terapêutico de urgência, com o objetivo de minimizar possíveis sequelas do sistema cardiovascular e
demais sistemas orgânicos. O infarto agudo do miocárdio possui como uma de suas principais características:

a) o acometimento principalmente de homens com menos de 45 anos.


b) a elevação rapidamente das enzimas hepáticas.
c) a dor leve e com menos de 10 minutos de duração.
d) o fato de a pressão diastólica sempre se elevar a níveis superiores a 180 mmHg.
e) a existência de oclusão de uma artéria ou ramo de coronária.

17. (EBSERH Nacional/Instituto AOCP/2015) É uma emergência endocrinológica decorrente da deficiência absoluta ou relativa de
insulina, potencialmente letal, com mortalidade em torno de 5%. Ocorre principalmente em pacientes com Diabetes Mellitus tipo 1,
sendo, diversas vezes, a primeira manifestação da doença. O enunciado refere-se à:
a) hipoglicemia.
b) hiperglicemia (glicemia capilar menor que 250 mg/dl).
c) cetoacidose.
d) síndrome hiperosmolar não cetótica.
e) dislipidemia.

18. (EBSERH Nacional/Instituto AOCP/2015) Reflete os níveis médios de glicemia, ocorridos nos últimos dois a três meses, e é
recomendado que seja utilizado como um exame de acompanhamento e de estratificação do controle metabólico de indivíduos
diabéticos. O enunciado refere-se à:
a) glicemia de jejum. b) glicemia calar. C) glicemiapi pós-prandial.
d) hemoglobina glicada. e) hemoaglutinação de glicose livre.

19. (EBSERH Nacional/Instituto AOCP/2015) No processo anestésico cirúrgico, a hipertermia maligna (HM) configura-se como uma
desordem farmacogenética potencialmente fatal, sendo comum nos primeiros sintomas o paciente apresentar:

a) diplopia. b) anorexia. c) hipotermia. d) perda de tônus muscular. e) taquicardia.

20. (EBSERH Nacional/Instituto AOCP2015) Embora as Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) sejam causadas por muitos
microorganismos diferentes, estes apenas determinam um número limitado de síndromes. Dentre as alternativas citadas a seguir,
assinale aquela que apresenta uma doença que causa Úlcera genital.

a) Sífilis. b) Tricomoníase. c) Vaginose bacteriana. d) Ureoplasma. e) Infecção por clamídia.

21. (EBSERH Nacional/Instituto AOCP/2015) Na AIDS, a duração do período entre a infecção pelo HIV até a primeira detecção de
anticorpos anti-HIV, a qual inclui a fase aguda e a fase eclipse (aguda + eclipse), é conhecida como:

a) período de incubação. b) janela de soroconversão. c) infecção crônica. d) imunoensaio. e) imunidade inata.

22. (EBSERH Nacional/InstitutoAOCP/2015) São fatores de risco para Hipertensão Arterial Sistêmica, os citados a seguir, EXCETO:
a) mulheres com idade menor que 40 anos.
b) ingestão excessiva de sódio.
c) excesso de peso corporal e obesidade.
d) sedentarismo.
e) ingestão de álcool por períodos prolongados.

23. (EBSERH Nacional/Instituto AOCP/2015) Destaca-se como estratégia tecnológica de cuidado importante e resolutiva, respaldada
por lei, privativa do enfermeiro, que oferece inúmeras vantagens na assistência prestada, facilitando a promoção da saúde, o
diagnóstico e o tratamento precoces, além da prevenção de situações evitáveis. O enunciado refere-se:
a) aos cuidados de enfermagem.
b) à triagem na enfermagem.
c) à classificação de risco.
d) à consulta de enfermagem.
e) à estratificação de risco

24. (EBSERH Nacional/Instituto AOCP/2015) As quedas estão entre os principais eventos adversos a serem prevenidos em
instituições de saúde. Entre os pacientes idosos hospitalizados ou em cuidados domiciliares, as quedas estão entre as causas mais
comuns de injúrias, provocando traumas teciduais, fraturas e até mesmo a morte. A respeito do assunto, assinale a alternativa
correta.

a) As quedas diminuem o tempo de hospitalização e os gastos nos serviços de saúde.


b) As condições do ambiente, como uso de piso antiderrapante e grades nos leitos, contribuem para a ocorrência de quedas.
c) Um adequado quadro de pessoal de enfermagem tem influência positiva para a redução das taxas de quedas entre pacientes
hospitalizados.
d) O índice de quedas de pacientes em um serviço de saúde não faz parte dos chamados indicadores de segurança do paciente.
e) A equipe de enfermagem não tem um papel importante na vigilância dos pacientes e na identificação de fatores de risco dos
pacientes e do ambiente que contribuem para a ocorrência de quedas.
25. (EBSERH Nacional/Instituto AOCP/2015) Ao presenciar uma Parada Cardiorrespiratória (PCR) extra-hospitalar e havendo um
Desfibrilador Externo Automático (DEA) prontamente disponível no local, recomenda-se que o socorrista:

a) inicie a manobra para abertura de vias aéreas, seguida pelo uso do DEA.
b) inicie com o procedimento ver, ouvir e sentir se há respiração e só utilizar o DEA com a chegada do Suporte Avançado de Vida.
c) inicie a reanimação cardiopulmonar com compressões torácicas e use o DEA o quanto antes.
d) inicie a reanimação cardiopulmonar com 02 ventilações de resgate, seguidas de 30 compressões torácicas e não utilize o DEA.
e) inicie utilizando a manobra de posicionamento com 05 ventilações e 15 compressões torácicas, aguardando 03 ciclos para o uso
do DEA.

Gabarito: 1. A 2. D 3. A 4. B 5. B 6. A 7. D 8. E 9. A 10. C 11. E 12. E 13. C 14. D 15. E 16. E 17. C 18. D 19. E 20. A 21. B 22. A 23. D 24. C
25 C

Prova AOCP 2014 – Prefeitura Fundão - ES

1. (HU-UFS/EBSERH/Instituto AOCP/2014) Sobre a Lei do Exercício Profissional, assinale a alternativa correta.

a) A Lei aponta que a Enfermagem é exercida privativamente pelo Enfermeiro e Técnico de Enfermagem, respeitados os respectivos
graus de habilitação.
b) Quando necessário e sob supervisão do Enfermeiro, o Técnico de Enfermagem poderá realizar Consulta de Enfermagem.
c) Cabe ao Auxiliar de Enfermagem prestar cuidados de enfermagem diretos a pacientes graves e com risco de vida.
d) A Lei 7.498/86 extingue, da categoria dos profissionais de enfermagem, a Parteira.
e) É privativo do Enfermeiro a consultoria, auditoria e emissão de parecer sobre matéria de Enfermagem.

2. (HULW-UFPB/EBSERH/Instituto AOCP/2014) De acordo com o Decreto-Lei n° 94.406/87, são enfermeiros, EXCETO:

a) o titular do diploma ou certificado de Obstetriz ou de Enfermeira Obstétrica, conferidos nos termos da lei.
b) o titular do diploma de Enfermeiro conferido por instituição de ensino, nos termos da lei.
c) o titular de certificado de Enfermeiro Prático ou Prático de Enfermagem, expedido até 1964 pelo Serviço Nacional de Fiscalização
da Medicina e Farmácia, do Ministério da Saúde, ou por órgão congênere da Secretaria de Saúde nas Unidades da Federação, nos
termos do Decreto-lei nº 23.774, de 22 de janeiro de 1934, do Decreto-lei nº 8.778, de 22 de janeiro de 1946, e da Lei nº 3.640, de
10 de outubro de 1959.
d) aqueles que, não abra do elo o a ter ore obt era tít lo de E fer e ra o for e o d o to a letra ““d”” do Art.
3º do Decreto-lei nº 50.387, de 28 de março de 1961.
e) o titular do diploma ou certificado de Enfermeira e a titular do diploma ou certificado de Enfermeira Obstétrica ou de Obstetriz,
ou equivalente, conferido por escola estrangeira segundo as respectivas leis, registrado em virtude de acordo de intercâmbio
cultural ou revalidado no Brasil como diploma de Enfermeiro, de Enfermeira Obstétrica ou de Obstetriz.

3. (Fundação Hospital Getúlio Vargas-FHGV/FUNDACTEC/2014) De acordo com a Lei nº 7498, de 25 de junho de 1986, as atividades
abaixo relacionadas são privativas do enfermeiro, EXCETO:

a) Planejamento, organização, coordenação, execução e avaliação dos serviços da assistência de enfermagem


b) Direção do órgão de enfermagem integrante da estrutura básica da instituição de saúde, pública e privada, e chefia de serviço e
de unidade de enfermagem
c) Prescrição da assistência de enfermagem
d) Execução do parto sem distocia
e) Consultoria, auditoria e emissão de parecer sobre matéria de enfermagem

4. (Instituto Federal do Rio Grande do Sul-IF-RS/2014) O Decreto nº 94.406, de 08/06/1987, regulamenta a Lei nº 7498, de
25/06/1986, mais conhecida o o “Le do Exer í o rof o al” a q al d e obre a Re la e ta o do Exer í o da
Enfermagem e dá outras providências. No artigo 8º do Decreto em questão, está definido que ao enfermeiro incumbe, como
integrante da equipe de saúde, as seguintes atribuições:
I. Participação no planejamento, execução e avaliação da programação de saúde.
II. Coordenação da elaboração, execução e avaliação dos planos assistenciais de saúde.
III. Prescrição de medicamentos previamente estabelecidos em programas de saúde pública e em rotina aprovada pela instituição de
saúde.
IV. Participação em projetos de construção ou reforma de unidades de internação.
V. Cuidados de enfermagem de maior complexidade técnica e que exijam conhecimentos científicos adequados e capacidade de
tomar decisões imediatas.
Estão corretas as afirmativas:
a) I, III, IV. b) I, II, III. c) I, III, V. d) III, IV, V. e) II, V.

5. (Conjunto Hospitalar Sorocaba-CHS/CETRO) De acordo com a Lei nº 7.498/1986, artigo 11, é correto afirmar que o Enfermeiro
exerce todas as atividades de enfermagem, cabendo-lhe, privativamente:

a) participação em projetos de construção ou reforma de unidades de internação.


b) prevenção e controle sistemático da infecção hospitalar e de doenças transmissíveis em geral.
c) assistência de enfermagem à gestante, parturiente e puérpera.
d) consultoria, auditoria e emissão de parecer sobre matéria de enfermagem.
e) execução do parto sem distocia.

6. (MEAC e HUWC UFC/EBSERH/Instituto AOCP/2014) Segundo a Lei n° 7.498/1986 ao enfermeiro incumbe como integrante da
equipe de saúde, EXCETO:

a) participação na elaboração de medidas de prevenção e controle sistemático de danos que possam ser causados aos pacientes
durante a assistência médica.
b) participação nos programas de higiene e segurança do trabalho e de prevenção de acidentes e de doenças profissionais e do
trabalho.
c) participação na elaboração e na operacionalização do sistema de referência e contra-referência do paciente nos diferentes níveis
de atenção à saúde.
d) participação no desenvolvimento de tecnologia apropriada à assistência de saúde.
e) participação em bancas examinadoras, em matérias específicas de Enfermagem, nos concursos para provimento de cargo ou
contratação de Enfermeiro ou pessoal Técnico e Auxiliar de Enfermagem.

7. (MEAC e HUWC UFC/EBSERH/Instituto AOCP/2014) Segundo a Lei n° 7.498/1986 ao enfermeiro incumbe, privativamente:

a) organização e direção dos serviços de higiene e de suas atividades técnicas e auxiliares nas empresas prestadoras desses serviços.
b) consultoria, auditoria e emissão de parecer sobre matéria bioquímica.
c) prescrição da assistência médica.
d) cuidados diretos de Enfermagem a pacientes graves com risco de vida com prescrição de medicações.
e) cuidados de Enfermagem de maior complexidade técnica e que exijam conhecimentos científicos adequados e capacidade de
tomar decisões imediatas.

8. (HUJM-UFMT/EBSERH/Instituto AOCP/2014) De acordo com a Lei nº. 7.498/1986, regulamentada pelo Decreto no. 94.406/1987, o
Auxiliar de Enfermagem executa as atividades auxiliares, de nível médio, atribuídas à equipe de Enfermagem, o que NÃO inclui:

a) emitir parecer sobre matéria de enfermagem.


b) aplicar oxigenioterapia, nebulização, enteroclisma, enema e calor ou frio.
c) executar tarefas referentes à conservação e aplicação de vacinas.
d) realizar testes e proceder a sua leitura, para subsídio de diagnóstico.
e) ministrar medicamentos por via oral e parenteral.

9. (HULW-UFPB/EBSERH/Instituto AOCP/2014) O Técnico de Enfermagem exerce as atividades auxiliares, de nível médio técnico,
atribuídas à equipe de Enfermagem, cabendo-lhe assistir ao enfermeiro:

a) na direção do órgão de Enfermagem integrante da estrutura básica da instituição de saúde, pública ou privada, e chefia de serviço
e de unidade de Enfermagem.
b) na consultoria, auditoria e emissão de parecer sobre matéria de Enfermagem. c) na consulta de Enfermagem.
d) na prescrição da assistência de Enfermagem.
e) na prestação de cuidados diretos de Enfermagem a pacientes em estado grave.

10. (HU-UFMS/EBSERH/Instituto AOCP/2014) Assinale a alternativa que descreve algumas das atividades do Enfermeiro contidas na
Regulamentação da Lei do Exercício Profissional (Lei 7.498/86), em seu artigo oitavo.

a) Participar da programação da assistência de enfermagem; participar da orientação e supervisão do trabalho de enfermeiro em


grau auxiliar; orientar os agentes comunitários de saúde.
b) Observar, reconhecer e descrever sinais e sintomas; executar ações de tratamento; prescrever medicamentos de uso contínuo.
c) Como integrante da equipe de saúde: participar no planejamento, execução e avaliação da programação de saúde; assistência de
enfermagem à gestante, parturiente e puérpera; execução de parto sem distócia.
d) Participar da programação da assistência de enfermagem; executar ações assistenciais de enfermagem, exceto as privativas do
enfermeiro, observado o disposto no parágrafo único do art. II, da Lei do exercício Profissional.
e) Observar, reconhecer e descrever sinais e sintomas; executar ações de tratamento simples; prestar cuidados de higiene e
conforto ao paciente e participar da equipe de saúde, realizar exames de imagem.

Gabarito 1. E 2. C 3. D 4. A 5. D 6. A 7. E 8. A 9. E 10. C

31) Nos termos da Lei n. 7.498 de 25 de junho de 1986, que dispõe sobre o exercício da Enfermagem, no Art. 11 - O Enfermeiro
exerce todas as atividades de enfermagem como integrante da equipe de saúde. Sobre tais atividades, analise as assertivas e
assinale a alternativa que aponta as corretas.

I. Participação no planejamento, execução e avaliação da programação de saúde.


II. Prescrição de medicamentos estabelecidos em programas de saúde pública e em rotina aprovada pela instituição de saúde.
III. Participação em projetos de construção ou reforma de unidades de internação.
IV. Prevenção e controle sistemático da infecção hospitalar e de doenças transmissíveis em geral.

(A) Apenas I, II e IV. (B) Apenas I, II e III. (C) Apenas I, III e IV. (D) Apenas II e III. (E) I, II, III e IV.

32) Do Dever do Sigilo no Artigo 85.º do Código de Ética de Deontologia de Enfermagem: O enfermeiro, obrigado a guardar segredo
profissional sobre o que toma conhecimento no exercício da sua profissão, assume o dever de:

(A) manter confidencial toda a informação acerca de quem recebe os cuidados e da família, qualquer que seja a fonte, ao menos que
o paciente seja inconsciente e não saiba que será identificado.
(B) partilhar a informação pertinente só com aqueles que estão implicados no plano terapêutico, usando como critérios
orientadores o bem-estar, a segurança física, emocional e social do indivíduo e família, assim como os seus direitos.
(C) divulgar informação confidencial acerca do indivíduo e família só nas situações previstas na lei, devendo, para tal efeito, recorrer
a aconselhamento deontológico e jurídico.
(D) manter o anonimato da pessoa mesmo que tenha sido usado em situações de ensino, investigação ou controle da qualidade de
cuidados.
(E) considerar pública toda a informação acerca do destinatário de cuidados e da família, qualquer que seja a fonte.

33) Considerando que as Chefias de Serviço/ Responsabilidades técnicas (RT) de Unidade de Enfermagem são ações privativas do
Enfermeiro(a), EXCETO:

(A) O Enfermeiro que deixar de responder pela Chefia do Serviço de Enfermagem deverá comunicar seu afastamento ao Coren-ES,
no prazo máximo de15 (quinze) dias.
(B) O Enfermeiro poderá manter, concomitantemente, até três Certidões de RT.
(C) A Certidão de RT terá a validade de 12 meses, devendo ser renovada após este período.
(D) A Certidão de RT deverá ser afixada em local visível ao público, dentro do estabelecimento prestador de assistência de
Enfermagem.
(E) Cada Enfermeiro poderá manter concomitantemente, no máximo, duas Certidões de RT, desde que sejam em horários não
coincidentes nas respectivas instituições a que esteja vinculado.
34)O Sistema Único de Saúde (SUS) é constituído pelo conjunto das ações e de serviços de saúde sob gestão pública. Sobre o
assunto, assinale a alternativa INCORRETA.

(A) A Constituição brasileira estabelece que a saúde é um dever do Estado.


(B) O SUS insere-se no contexto das políticas públicas de seguridade social, que abrangem, além da Saúde, a Previdência e a
Assistência Social.
(C) O SUS é uma estrutura isolada e independente, que atua na promoção dos direitos básicos de cidadania.
(D) A Lei n. 8.080/90 determina, em seu artigo 9º, que a direção do SUS deve ser única, exercida em cada esfera de governo.
(E) Deve-se entender Estado não apenas como o governo federal, mas como o Poder Público, abrangendo a União, os Estados, o
Distrito Federal e os municípios.

35 A Le . 8.142/90 t t d a “ tâ a ole ada ” ara a art a o da o dade a estão do SUS em cada esfera de
governo. Quais são elas?

(A) Conferência de Saúde e Conselho de Saúde.


(B) Conferência de Saúde e Educação em Saúde.
(C) Conselho de Saúde e Educação em Saúde.
(D) Normas Operacionais Básicas do Sistema Único de Saúde e Descentralização.
(E) Descentralização e Universalização.

36)Sobre os favorecimentos que a liderança oferece à enfermagem, assinale a alternativa INCORRETA.

(A) A liderança pode promover mudanças drásticas e benéficas para as organizações.


(B) Liderando individualmente, o enfermeiro pode conquistar melhores condições para a execução de todos os outros processos de
trabalho, além de obter poder e reconhecimento individual.
(C) A liderança favorece aptidões emocionais básicas como flexibilidade para lidar com as discordâncias existentes entre os
membros de uma equipe e harmonizar o ambiente de trabalho.
(D) A liderança proporciona determinação para conduzir o grupo em direção aos resultados esperados e favorece um diferencial
profissional valorizado pelo mercado.
(E) A liderança favorece a participação política e o consequente fortalecimento da identidade profissional.

37) A cateterização de veia central consiste nas ações a desenvolver durante a introdução de um cateter, (com um ou mais lúmenes)
em uma veia central. Sobre essa técnica, assinale a alternativa correta.

(A) Objetiva administrar pequenos volumes de fluidos.


(B Te o o f al dade ad trar b tâ a de ra de e o ole lar (ex. al e ta o are tér a total o “ orro a ” para
as veias periféricas.
(C) Visa avaliar a pressão sanguínea a nível da veia aorta como índice do volume sanguíneo ou eficiência da bomba cardíaca.
(D) Dispõe a administrar terapêutica por período de tempo curto sem a necessidade de verificar se a veia periférica é possível.
(E) Pode ser realizada tanto pelo enfermeiro quanto pelo técnico de enfermagem.

38)A entubação nasogástrica consiste na introdução de uma sonda no estômago através da narina. Sobre essa técnica, assinale a
alternativa correta.

(A) Trocar semanalmente o local de fixação da sonda à pele e executar cuidados às narinas (limpeza e lubrificação).
(B) Inserir a sonda com movimentos suaves. Se o cliente apresentar tosse, dificuldade respiratória, cianose, ou se se verificar a
presença de vapor de água no interior da sonda, continuar o procedimento suavemente.
(C) Posicionar o cliente em decúbito dorsal.
(D) Manter o cliente entubado apenas o tempo necessário para atingir o objetivo da entubação, evitando complicações de uma
entubação prolongada (úlcera da narina, sinusite, esofagite e úlcera gástrica).
(E) O enfermeiro deve imobilizar a sonda pressionando a narina.

39) O Processo de Enfermagem é organizado em cinco etapas inter-relacionadas, interdependentes e recorrentes. Sobre o assunto,
assinale a alternativa correta.
(A) O Diagnóstico de Enfermagem é um processo de interpretação e agrupamento dos dados coletados na primeira etapa, que
culmina com a tomada de decisão sobre os conceitos diagnósticos de enfermagem que representam, com mais exatidão, as
respostas da pessoa, família ou coletividade humana em um dado momento do processo saúde e doença; e que constituem a base
para a seleção das ações ou intervenções com as quais se objetiva alcançar os resultados esperados.
(B) Avaliação de Enfermagem é a determinação dos resultados que se espera alcançar; e das ações ou intervenções de enfermagem
que serão realizadas face às respostas da pessoa, família ou coletividade humana em um dado momento do processo saúde e
doença, identificadas na etapa de Diagnóstico de Enfermagem.
(C) Planejamento de Enfermagem é o processo deliberado, sistemático e contínuo de verificação de mudanças nas respostas da
pessoa, família ou coletividade humana em um dado momento do processo saúde e doença, para determinar se as ações ou
intervenções de enfermagem alcançaram o resultado esperado; e de verificação da necessidade de mudanças ou adaptações nas
etapas do Processo de Enfermagem.
(D) Implementação de Enfermagem é o processo deliberado, sistemático e contínuo, realizado com o auxílio de métodos e técnicas
variadas, que tem por finalidade a obtenção de informações sobre a pessoa, família ou coletividade humana e sobre suas respostas
em um dado momento do processo saúde e doença.
(E) Coleta de dados de Enfermagem (ou Histórico de Enfermagem) é a realização das ações ou intervenções determinadas na etapa
de Planejamento de Enfermagem.

40) Sobre as Redes de Atenção às urgências, assinale a alternativa INCORRETA.


(A) Amplia o acesso e acolhimento aos casos agudos demandados aos serviços de saúde em todos os pontos de atenção.
(B) Contempla a classificação de risco e intervenção adequada e necessária aos diferentes agravos.
(C) Garante a universalidade, equidade e integralidade no atendimento às urgências clínicas, cirúgicas, gineco-obstétricas,
psiquiátricas, pediátricas e às relacionadas a causas externas (traumatismos, violências e acidentes).
(D) Centraliza o atendimento com autonomia de acesso regulado aos serviços de saúde.
(E) Humaniza a atenção, garantindo efetivação de um modelo centrado no usuário e baseado nas suas necessidades de saúde.

41) De acordo com o boletim epidemiológico divulgado em Novembro de 2011, a Sesa recebeu um total de 50.684 notificações de
dengue no município de Fundão, sendo 3.301 suspeitas da forma grave da doença (dengue com complicação e dengue
hemorrágica), incluindo 25 óbitos confirmados e três em investigação, no período entre 02 de janeiro e 05 de novembro (G1.
GLOBO.COM). Já no ano de 2014, o Boletim Epidemiológico de Dengue nº. 2-2014 afirma que os casos diminuíram para 16. Assinale
a alternativa correta que é considerada caso suspeito de Dengue.

(A) Pessoa que tenha viajado, nos últimos 35 dias, para área onde esteja ocorrendo transmissão de dengue e que apresenta febre
entre 2 e 7 dias.
(B) Pessoa que viva ou tenha viajado nos últimos 14 dias para área onde esteja ocorrendo transmissão de dengue ou tenha a
presença de Aedes Aegypti, que apresenta febre, usualmente entre 2 e 7 dias, e apresente duas ou mais das seguintes
manifestações: náusea, vómitos; exantema; mialgias, artralgia; cefaleia, dor retroorbital; petéquias ou prova do laço positiva;
leucopenia.
(C) Pessoa que apresenta um ou mais dos seguintes resultados: choque, hematêmese, melena, metrorragia volumosa, sangramento
do sistema nervoso central.
(D) Pessoa que tenha viajado nos últimos 30 dias para área onde esteja ocorrendo transmissão de dengue e que apresenta febre,
usualmente entre 2 e 7 dias.
(E) Pessoa que apresenta um ou mais dos seguintes resultados: taquicardia, extremidades frias e tempo de enchimento capilar igual
ou maior a três segundos.

42) Sobre a vacina contra o HPV, é correto afirmar que:

(A) estudos demonstram que a eficácia da vacina para as lesões intraepiteliais cervicais de alto grau associadas ao HPV 6 é de 96% e
para as lesões associadas ao HPV 11, em meninas sem contato prévio com HPV, é de 90%.
(B) o Ministério da Saúde adquiriu a vacina quadrivalente papilomavírus humano (recombinante) composta pelos tipos HPV 6, 11, 16
e 18.
(C) nas meninas entre 14 a 18 anos, expostas aos tipos de HPV 6, 11, 16 e 18, a vacina é altamente eficaz, induzindo à produção de
anticorpos em quantidade dez vezes maior do que a encontrada em infecção naturalmente adquirida em um prazo de dois anos.
(D) o esquema completo de vacinação é composto de 2 doses. O esquema é 1ª dose e a 2ª dose após dois meses.
(E) as vacinas contra o HPV oferecidas pelo Ministério da saúde protegem contra os tipos 8, 12, 18 e 32.
43) Assinale a alternativa que apresenta os principais fatores determinantes da fecundidade de uma população.

(A) Fatores determinantes básicos de natureza socioeconômica: duração do período reprodutivo, uso adequado de métodos
contraceptivos, recurso ao aborto induzido e incidência do aborto espontâneo. Fatores determinantes imediatos: nível de educação
de informação da mulher, modernização da sociedade e urbanização da população.
(B) Fatores determinantes básicos de natureza socioeconômica: nível de educação de informação da mulher, modernização da
sociedade e urbanização da população. Fatores determinantes imediatos: duração do período reprodutivo, tais como a idade do
casamento ou de separação e a infertilidade do casal, o uso adequado de métodos contraceptivos, recurso ao aborto induzido e
incidência do aborto espontâneo.
(C) Fatores determinantes de nascimento: taxa de fecundidade, identificando-se o número de nascido vivos do mesmo sexo. Fatores
determinantes de mortalidade: número de óbitos em um mesmo período.
(D) Fatores determinantes de nascimento: taxa bruta de reprodução, leva-se em consideração o impacto da fecundidade. Fatores
determinantes de mortalidade: número de óbitos em um mesmo período.
(E) Fatores determinantes básicos de natureza socioeconômica: nível de mortalidade. Fatores determinantes imediatos: o uso
adequado de métodos contraceptivos, recurso ao aborto induzido e Incidência do aborto espontâneo.

44) Sobre o diagnóstico da Hipertensão Arterial Sistêmica, assinale a alternativa INCORRETA.

(A) O diagnóstico da HAS consiste na média aritmética da PA maior ou igual a 140/90mmHg, verificada em pelo menos três dias
diferentes com intervalo mínimo de uma semana entre as medidas.
(B) A constatação de um valor elevado em apenas um dia, mesmo que em mais do que uma medida, não é suficiente para
estabelecer o diagnóstico de hipertensão.
(C) Cabe salientar o cuidado de se fazer o diagnóstico correto da HAS, uma vez que se trata de uma condição crônica que
acompanhará o indivíduo por toda a vida.
(D) Deve-se evitar verificar a PA em situações de estresse físico (dor) e emocional (luto, ansiedade), pois um valor elevado, muitas
vezes, é consequência dessas condições.
(E) O diagnóstico da HAS consiste na PA maior ou igual a 150/100mmHg.

45) Sobre a Classificação da Diabetes Mellitus, assinale a alternativa INCORRETA.

(A) A apresentação do diabetes tipo 1 é em geral abrupta, acometendo principalmente crianças e adolescentes sem excesso de peso.
(B) O traço clínico que mais define o tipo 1 é a tendência à hiperglicemia grave e cetoacidose.
(C) Diabetes gestacional é um estado de hiperglicemia menos severo que o diabetes tipo 1 e 2, detectado pela primeira vez na
gravidez.
(D) O DM tipo 2 costuma ter início insidioso e sintomas mais brandos. Manifesta-se, em geral, em adultos com longa história de
excesso de peso e com história familiar de DM tipo 2.
(E O ter o “t o 2” é ado ara de ar a de tr o da él la beta to é há e tado de re t a à a o da l a,
associado à ausência na sua secreção, o qual é tão intenso quanto observado no diabetes tipo 1.

46) A vacinação durante a gestação objetiva a proteção da gestante contra o tétano acidental e a prevenção do tétano neonatal.
Sobre a vacina DT, durante a gravidez, assinale a alternativa correta.

(A) A última dose deve ser administrada no mínimo 2 dias antes da data provável do parto.
(B) Em gestante sem nenhuma dose registrada, deve-se fazer o reforço.
(C) Em gestante com esquema vacinal incompleto (1 ou 2 doses), em qualquer período gestacional, deve-se completar o esquema de
três doses o mais precocemente possível, com intervalo de 60 dias ou, no mínimo, 30 dias entre elas.
(D) Em gestante com esquema vacinal completo (3 doses ou mais), sendo a última dose há mais de 10 anos, não é necessário vaciná-
la.
(E) Em gestante com esquema vacinal completo (3 doses ou mais) e última dose há menos de cinco anos, devesse fazer o reforço.

47) Sobre a Ressucitação Cardiopulmonar (RCP), é correto afirmar que:

(A) o ciclo da RCP consiste em A, B, C, em que A é abertura das vias aéreas; B é boa ventilação e C circulação/compressões.
(B) o ciclo da RCPconsiste em:A, C,B, em queAé abertura das vias aéreas e C é circulação/compressões.
(C) o ciclo da RCP consiste em A, B, C, em que A é abertura das vias aéreas; B é boa comunicação e C contato.
(D) o ciclo da RCP consiste em C, A, B, em que C corresponde à circulação/compressões; A é abertura das vias aéreas e B é boa
ventilação.
(E) o ciclo da RCP consiste em B, A, C, em que B corresponde à boa ventilação; A é a abertura das vias aéreas e C
circulação/compressões.

48)Sr. J.P. chegou à unidade de saúde queixando-se de dor de cabeça de qualidade não pulsátil, em aperto ou pressão bilateral de
intensidade leve. Relatou que não há piora com atividade física rotineira e que faz aproximadamente 3 horas que sente essa dor. Ao
ser questionado, relatou que não apresentou náuseas vômitos e fobia. Diante do relato, assinale a alternativa que pode relacionarse
com o possível diagnóstico.
(A) Migrânea (enxaqueca). (B) Cefaleia tipo tensional. (C) Hipertensão Arterial Sistêmica. (D) Diarreia. (E) Dengue.

49) O autocuidado tem três grandes pilares a serem desenvolvidos ao longo do tempo com o usuário portador de uma condição
crônica. Esses pilares, na prática, são grupos de problemas/prioridades ou mudanças necessárias identificadas pela pessoa. Assinale
a alternativa que apresenta esses três grandes pilares.

(A) Manejo Clínico; Estilo de vida e Aspectos Emocionais.


(B) Estilo de Vida; Consciência Profissional e Aspectos Emocionais.
(C) Aspectos Emocionais; História Clínica e Exame Físico.
(D) Manejo Clínico; Estilo de vida e Exame Físico.
(E) Aspectos emocionais; Consciência Profissional e Anamnese.

50)Durante a consulta de enfermagem, todas as pessoas com diagnóstico recente ou em tratamento de doenças crônicas serão
submetidas aos procedimentos discriminados a seguir, EXCETO:
(A) exame físico.
(B) avaliação antropométrica para o diagnóstico do estado nutricional.
(C) atenção secundária.
(D) anamnese.
(E) educação em saúde.

IDECAN – 2014 – Enf. 40h - DUQUE DE CAXIAS/RJ

11 “A aúde é d re to de todo .” Tal a da e to o t t o al e tá rela o ado a q al do r ípios do Sistema Único de


Saúde?

A) Equidade. D) Participação social.


B) Integralidade . E) Distribuição de renda.
C) Descentralização.

12 “A Co t t o ederal o er te e te der q e o S te a Ú o de Saúde (SUS te e tabele do _____ princípios que


or e ta o te a.” A ale a alter at a q e o leta orretamente a afirmativa anterior.

A) 1 B) 2 C) 3 D) 4 E) 5

13 A diretriz do SUS que preconiza que sejam delimitados territórios com perfis semelhantes, para que haja melhora na logística de
atendimento, é definido pelo(a):

A) poder público. D) participação popular.


B) regionalização. E) pragmatização do sistema.
C) descentralização.

14 E tre o d adore de aúde a e r a ale o q e afere a “o orr a” de a o o o de a doe ça ou agravo em uma


comunidade.

A) Incidência. D) Mortalidade.
B) Letalidade. E) Mortalidade por causas específicas.
C) Prevalência.

15 A taxa de mortalidade infantil neonatal tardia é um importante indicador de saúde e está associada, geralmente, à insuficiente
assistência no pré-natal. É correto afirmar que esse indicador averigua óbitos de crianças:

A) natimortas. D) de 1 a 3 anos de idade.


B) de 7 a 27 dias. E) de 1 mês a 1 ano de idade.
C) de 28 dias a 1 ano.

16 Para os cálculos de mortalidade infantil e mortalidade materna, divide-se o número de óbitos específicos por:

A) natimortos. D) total de óbitos na região.


B) nascidos vivos. E) crianças menores de 5 anos.
C) população geral.

17 “A doe a X e o orre do te at a e te de tro da éd a e aba xo de do de o adr o (l ar e tabele do o o


o trole ao lo o do a o e a e a área eo ráf a.” Co ba e e a for a e é orreto af r ar que a doença X
comporta-se como:

A) endêmica. D) um tipo de surto.


B) epidêmica. E) uma epidemia progressiva.
C) pandêmica.

18 A leishmaniose é uma doença endêmica que tem tido aumento sistemático no número de casos no estado do Rio de Janeiro.
Quanto aos critérios epidemiológicos e de notificação dessa doença, é correto afirmar que trata-se de uma:

A) antroponose e somente são notificados casos viscerais.


B) doença de veiculação hídrica e são notificados tanto casos tegumentares quanto viscerais.
C) zoonose transmitida por vetores e são notificados tanto casos tegumentares quanto viscerais.
D) zoonose e notificam-se apenas em áreas onde haja concomitância entre casos em humanos e cães.
E) zoonose transmitida por vetores, mas não é de notificação compulsória no estado do Rio de Janeiro.

19 “E zoot a a ada or arbo ír e de e er ot f ada ao er o de lâ a q a do da a o orr a.” Trata-se do(a):


A) malária. D) febre amarela. B) dengue. E) dengue hemorrágica. C) sarampo.

20 “Hab l ta o do í o o o e tore e e tado a do a el o o e tor do te a e tad al de aúde.” Tal af r a o


é definida na:
A) Lei nº 8080/90.
B) Constituição Federal (artigo 195).
C) Lei de Aplicação Ministerial do SUS.
D) Norma Operacional Básica do SUS de 1988.
E) Norma Operacional Básica do SUS de 1993.

21 O sangramento vaginal no primeiro trimestre da gravidez é relativamente comum, ocorrendo em, aproximadamente, 25% das
gestantes. Em muitas pacientes, o sangramento é autolimitado e deve-se, provavelmente, à implantação ovular no endométrio
decidualizado. Se o sangramento não for autolimitado e for acompanhado de dores fortes, quais as causas que podem provocar a
hemorragia no primeiro trimestre de gravidez?
A) Placenta prévia e meningite. D) Abortamento e gravidez ectópica.
B) Abortamento e placenta prévia. E) Gravidez ectópica e placenta prévia.
C) Diabetes gestacional e infecção.

22 São vitórias do Sistema Único de Saúde (SUS): fim da transmissão do sarampo, desde março de 2000; fim da poliomielite, desde
1994; e, as coberturas alcançadas pela vacina contra a influenza, com 86% da população com mais de 60 anos. Em 1973, foi
formulado por determinação do Ministério da Saúde, com o objetivo de coordenar as ações de imunizações, o(a):

A) projeto de cobertura vacinal. D) programa de controle de imunização.


B) proposta de imunização na saúde. E) projeto de humanização na imunização.
C) programa nacional de imunização.

23 Qual a concentração de oxigênio ofertada para um paciente que se encontra com cateter nasal a 3l/min?
A) 12%. B) 33%. C) 40%. D) 60%. E) 80%.

24 O art. 11, inciso I, da Lei nº 7.498/86, dispõe que o enfermeiro exerce todas as atividades de enfermagem, cabendo-lhe
privativamente, EXCETO:

A) Consulta de enfermagem.
B) Prescrição da assistência de enfermagem.
C) Cuidados diretos de enfermagem a pacientes graves com risco de vida.
D) Cuidados de enfermagem de baixa e média complexidade técnica aos pacientes internados.
E) Planejamento, organização, coordenação, execução e avaliação dos serviços de assistência de enfermagem.

25 Mediante a prescrição de amoxilina comprimido de 875 mg, como ficará a apresentação em gramas?
A) 0,0875. B) 0,875. C) 8,75. D) 87,500. E) 875.

26 Foi prescrito 1000 ml de SF a 0,9% para correr a 16 gotas/min. Quantos ml serão administrados por hora?
A) 47 ml/h. B) 48 ml/h. C) 50 ml/h. D) 51 ml/h. E) 52 ml/h.

27 A cetoacidose diabética é definida como uma disfunção metabólica grave causada pela deficiência relativa ou absoluta de
insulina. Acerca da cetoacidose diabética, assinale a alternativa INCORRETA.
A) Respiração acidótica.
B) Alteração do sensório.
C) Caracteriza-se clinicamente por desidratação.
D) Deficiência relativa ou absoluta dos hormônios contrarreguladores.
E) Insulina presente em quantidade suficiente e utilizada apropriadamente.

28 Na reanimação neonatal, a frequência padronizada para ventilação com pressão positiva e a compressão cardíaca são,
respectivamente:

A) 30 ventilações e 90 compressões. D) 40 ventilações e 100 compressões.


B) 40 ventilações e 90 compressões. E) 40 ventilações e 120 compressões.
C) 30 ventilações e 120 compressões.

29 Na coleta de urina para exames, o recipiente deverá ser estéril quando o exame for

A) EAS. D) pesquisa de sangue oculto.


B) urocultura. E) avaliação da função renal (ureia e creatinina).
C) teste de gravidez.
30 A transmissão por aerossóis ocorre através da eliminação de minúsculas partículas por meio da tosse, respiração ou fala. Essas
permanecem em suspensão no ar, podendo contaminar diversos locais. Sobre as doenças que devem estar em isolamento por
aerossóis, analise.
I. Tuberculose pulmonar.
II. Herpes zoster.
III. Hepatite.
IV. Sarampo.
V. Varicela.
VI. Difteria.
Estão corretas as alternativas
A) III e IV, apenas. D) I, II, III, IV, V e VI.
B) IV e V, apenas. E) I, II, IV e V, apenas.
C) I, II e III, apenas.

IDECAN – 2014 – Enf. 20h - DUQUE DE CAXIAS/RJ

11 A alocação de recursos, a orientação programática e o estabelecimento de estratégia de emergências e prioridades em saúde


pública podem ser estabelecidos por dados:

A) cartoriais. D) estritamente hospitalares.


B) epidemiológicos. E) exclusivos da rede privada de saúde.
C) da sociedade civil.

12 “ r í o do S te a Ú o de Saúde (SUS q e o dera a aúde o o ‘d re to de todo e de er do E tado’ e dá o


d re to à aúde o o d re to f da e tal.” Trata-se do Princípio da

A) Equidade. D) Descentralização.
B) Popularização. E) Participação Social.
C) Universalidade.

13 Sabe-se que os conselhos de saúde seguem leis e são compostos especificadamente. De acordo com o controle social e suas
interfaces com o SUS, poderão fazer parte do conselho municipal:

I. apenas representantes governamentais.


II. usuários do SUS.
III. profissionais de saúde.
IV. prestadores de serviços.

Está(ão) INCORRETA(S) apenas a(s) alternativa(s):


A) I. B) II. C) IV. D) I e IV. E) III e IV.

Trecho para responder às questões de 14 a 16.


Em uma cidade de 100 mil habitantes, entre os meses de janeiro e março, foram notificados, junto ao serviço de vigilância
epidemiológica, 800 casos de dengue, sendo que desses, 8 casos evoluíram ao óbito. (Dados hipotéticos.)
14 De acordo com as informações apresentadas, alguns indicadores de saúde podem ser construídos. Sobre o(s) indicador(es)
epidemiológico(s) possível(is) de ser(em) elaborado(s) com tais dados, assinale a alternativa correta.

A) Risco relativo. D) Mortalidade e incidência.


B) Incidência e letalidade. E) Letalidade e taxa de ataque secundário.
C) Mortalidade e letalidade.

15 Utilizando como base de multiplicação de mil habitantes, o respectivo coeficiente associado ao número de casos entre janeiro e
março seria

A) 8/1000 habitantes. D) 800/1000 habitantes.


B) 80/1000 habitantes. E) 0,08/1000 habitantes.
C) 0,8/1000 habitantes.

16 Existem limitações para afirmar que se pode construir o indicador de saúde conhecido como coeficiente de mortalidade,
conforme as informações apresentadas. Entre as limitações da construção desse indicador, é correto afirmar que NÃO é informado
no texto:
A) a população. D) todos os óbitos por dengue em períodos anteriores.
B) a taxa de ataque. E) todas as causas de mortalidade na região e no período.
C) todos os casos de dengue em períodos anteriores.

17 “O arâ etro ara a l o de doe a e a ra o a l ta de ot f a o o l ór a de e obede er a al r té- rios,


como o aplicável a doenças de elevada frequência e que afetam grandes contingente o la o a .” Trata-se de:
A) magnitude. D) potencial de disseminação.
B) transcendência. E) compromissos internacionais.
C) vulnerabilidade.
18 São doenças que devem ser notificadas de acordo com os critérios epidemiológicos nacionais, EXCETO:

A) Malária. D) Sífilis congênita. B) Botulismo. E) Esquistossomose. C) Toxoplasmose.

19 Entre os critérios de notificação, a doença de Chagas deve seguir regras distintas. É correto afirmar que a sua notificação deve ser
feita:

A) apenas em caso de surtos. D) apenas quando diagnosticados os casos agudos.


B) apenas em áreas endêmicas. E) em casos que sejam diagnosticados casos crônicos.
C) em qualquer circunstância patológica.

20 As ações de vigilância sanitária, vigilância epidemiológica e vigilância em saúde do trabalhador são objetivos do Sistema Único de
Saúde. Essas ações estão descritas na Lei nº 8.080/90 e implicam-se:

A) aos objetivos. D) às competências. B) à organização. E) às diretrizes do SUS. C) aos subsistemas.

21 Quais são os hormônios que controlam o débito urinário e atuam na absorção de sódio e excreção do potássio?

A) Estrógeno e aldosterona. D) Aldosterona e hormônio antidiurético.


B) Melanotrófico e calcitonina. E) Somatotrófico e hormônio antidiurético.
C) Tireotrófico (TSH) e ocitocina.

22 As atividades motoras do corpo, como os reflexos e movimentos voluntários, e o tônus muscular são controlados por qual parte
do cérebro?

A) Cerebelo. D) Córtex cerebral. B) Diencéfalo. E) Tronco cerebral. C) Lobo parietal.

23 Nervos cranianos são os que fazem conexão com o encéfalo. A maioria deles liga-se ao tronco encefálico, excetuando-se apenas
os nervos olfatórios e ópticos que se ligam, respectivamente, ao telencéfalo e ao diencéfalo. Os nervos cranianos recebem uma
nomenclatura específica, sendo numerados em algarismos romanos, de acordo com a sua origem aparente, no sentido rostrocaudal.
Quantos são os pares de nervos cranianos?
A) 6. B) 8. C) 10. D) 12. E) 14.

24 Hematose pulmonar é a troca gasosa que ocorre entre o sangue e o ar existente nos pulmões. Este processo tem por finalidade a
manutenção do equilíbrio ácido básico no organismo. Com relação ao transporte dos gases no sistema sanguíneo, assinale a
alternativa correta.

A) Veia pulmonar: carreia sangue rico em CO2.


B) Artéria pulmonar: carreia sangue rico em O2.
C) Artéria pulmonar: carreia sangue rico em CO2.
D) Artéria aorta: responsável por conduzir sangue oxigenado ao átrio D.
E) Arteríola: possui o maior calibre e recebe o sangue com grande pressão diretamente do ventrículo esquerdo.

25 A h oter a tera t a ta bé ha ada de “ ro o ada” é t t ída, conscientemente, pela equipe médica, com objetivos
bem definidos, sendo classificada como: leve (temperatura entre 32° e 34°C), moderada (temperatura entre 28° e 32°C) e profunda
(temperatura inferior a 28°C). A hipotermia terapêutica tem a finalidade de:

A) coagulopatia. B) reduzir a dor. C) tratar arritmias.

D) melhorar a troca gasosa. E) proteção neurológica pós-ressuscitação cárdio-pulmonar.

26 O profissional que realiza um procedimento que não é de sua competência técnica, expondo o paciente ao risco, está cometendo
uma:

A) omissão. B) imperícia. C) indisciplina. D) negligência. E) imprudência.

27 A lavagem gástrica é um procedimento terapêutico, ao longo do qual se introduz uma sonda no interior do estômago, para irrigar
e aspirar o seu conteúdo. Está indicada nos seguintes casos, EXCETO:

A) Perioperatório. D) Algumas afecções gástricas.


B) Hemorragia gástrica. E) Após a ingestão de substâncias corrosivas.
C) Intoxicação exógena.

28 Os artigos destinados ao contato com a pele íntegra do paciente são chamados de artigos não críticos. Em relação à sua
desinfecção, assinale a alternativa correta.

A) Autoclavagem.
B) Imersão em glutaraldeído.
C) Esterilização por óxido de etileno.
D) Requer uma desinfecção de alto nível.
E) Requer limpeza ou desinfecção de baixo ou médio nível.

29 Acerca da assistência ao paciente portador de sofrimento psíquico, o papel do enfermeiro é, EXCETO:

A) Agir como agente socializador.


B) Atuar como agente psicoterapêutico através do relacionamento um a um.
C) Educar o paciente sobre os fatores que afetam a saúde mental, e auxiliar na aceitação do tratamento e regulamento da
instituição.
D) Não atuar nos processos decisórios dos projetos dos centros de atenção psicossocial, sendo tal responsabilidade do psiquiatra e
do psicólogo.
E) Criar e manter ambiente terapêutico – aproveitamento de todos os recursos humanos e materiais para oferecer aos pacientes um
bom acolhimento, compreensão, apoio, tratamento pessoal, atividades de reestruturação e inclusão na dinâmica global.

30 Respiração, também conhecida como respiração periódica ou cíclica, é o padrão respiratório que se caracteriza por um
movimento respiratório lento crescente e decrescente, que ocorre a cada 40 a 60 segundos. O mecanismo básico consiste em
momentos de hiperventilação intercalados com dispneia. O momento da respiração profunda é o causador do retardo da condução
do sangue para o centro respiratório cerebral, o qual sofre uma depressão excessiva denominada respiração:

A) normal. B) de Biot. C) de Kussmaul. D) taquipneica. E) de Cheyne-Stokes.

Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas – 2014 FGV

21 A Constituição Federal de 1988 foi um marco na redefinição das prioridades da política do Estado na área da Saúde Pública com a
criação do SUS. A esse respeito assinale V para a afirmativa verdadeira e F para a falsa.

( ) O texto constitucional demonstra claramente que a concepção do SUS estava baseada num modelo de saúde voltado para as
necessidades da população, procurando resgatar o compromisso do Estado para com o bem‐estar social.
( ) O texto constitucional permite que as instituições privadas participem de forma complementar do Sistema Único de Saúde,
tendo preferência absoluta as entidades filantrópicas.
( ) O texto constitucional estabelece que a saúde é um direito de todos os cidadãos, sendo dever do Estado garantir sua promoção,
proteção e recuperação.

As afirmativas são, respectivamente,


(A) F, V e F. (B) V, V e F. (C) V, F e V. (D) F, V e V. (E) F, F e V.

22 A transferência de recursos pelo Fundo Nacional de Saúde para os Municípios, os Estados e o Distrito Federal, de forma regular e
automática, corresponde à execução do princípio da:

(A) universalidade. (B) descentralização. (C) hierarquização. (D) integralidade. (E) regionalização.

23 A respeito das competências e atribuições da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, dispostas na Lei nº
8.080/90, analise as afirmativas a seguir.

I. São atribuições especificas da União e dos Estados definir as instâncias e os mecanismos de controle, de avaliação e de fiscalização
das ações e dos serviços de saúde.
II. Os Municípios são responsáveis por celebrar contratos e convênios com entidades prestadoras de serviços privados de saúde,
bem como controlar e avaliar sua execução.
III. Compete à direção estadual do SUS acompanhar, controlar e avaliar as redes hierarquizadas do Sistema Único de Saúde.

Assinale:
(A) se somente a afirmativa I estiver correta.
(B) se somente a afirmativa II estiver correta.
(C) se somente a afirmativa III estiver correta.
(D) se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.
(E) se somente as afirmativas II e III estiverem corretas.
24 Segundo os critérios estabelecidos na Lei Complementar nº 141/2012, não é considerada uma despesa com ações e serviços
públicos de saúde aquela referente:

(A) à capacitação do pessoal de saúde do Sistema Único de Saúde.


(B) à ação de vigilância em saúde, incluindo a epidemiológica e a sanitária.
(C) ao manejo ambiental vinculado diretamente ao controle de vetores de doenças.
(D) à assistência à saúde que não atenda ao princípio de acesso universal.
(E) ao saneamento básico dos distritos sanitários especiais indígenas.

25 Considerando o disposto na Lei nº 8.142/90 a respeito dos Conselhos e Conferências de Saúde, assinale V para a afirmativa
verdadeira e F para a falsa.

( ) O Conselho de Saúde se reúne a cada 4 anos para avaliar a situação de saúde e propor as diretrizes para a formulação da política
de saúde nos níveis correspondentes.
( ) A representação dos usuários nos Conselhos e Conferências de Saúde deve ser paritária em relação ao conjunto dos demais
segmentos.
( ) A Conferência de Saúde atua na formulação de estratégias e no controle da execução da política de saúde na instância
correspondente, inclusive nos aspectos econômicos e financeiros.
As afirmativas são, respectivamente,

(A) V, F e V. (B) F, F e V. (C) F, V e F. (D) V, V e F. (E) F, V e V.

26 O Contrato Organizativo da Ação Pública de Saúde – COAP deve conter as disposições essenciais relacionadas a seguir, à exceção
de uma. Assinale‐a.

(A) Identificação das necessidades de saúde locais e regionais.


(B) Estratégias para a melhoria das ações e serviços de saúde.
(C) Orientação e ordenação dos fluxos das ações e dos serviços de saúde.
(D) Investimentos na rede de serviços e nas respectivas responsabilidades.
(E) Critérios de avaliação dos resultados e forma de monitoramento permanente.

27 O Conselho Nacional de Saúde é responsável por estabelecer:

(A) as regras de monitoramento e de acesso às ações e aos serviços de saúde.


(B) as diretrizes a serem observadas na elaboração dos planos de saúde.
(C) os critérios para escolha dos indicadores e das metas para a saúde.
(D) os critérios para o diagnóstico da doença ou do agravo à saúde.
(E) as normas para instituição das redes e regiões de saúde.

28 A respeito da atuação das Comissões Intergestores, analise as afirmativas a seguir.

I. As Comissões Intergestores Bipartite e Tripartite são reconhecidas como foros de negociação e pactuação entre gestores quanto
aos aspectos operacionais do Sistema Único de Saúde (SUS).
II. As Comissões Intergestores Tripartite devem pactuar as diretrizes gerais sobre Regiões de Saúde, a integração de limites
geográficos e suas referências e contrarreferências.
III. A Comissão Intergestores Regional – CIR é vinculada à Secretaria Estadual de Saúde para efeitos administrativos e operacionais.

Assinale:
(A) se somente a afirmativa I estiver correta.
(B) se somente a afirmativa II estiver correta.
(C) se somente a afirmativa III estiver correta.
(D) se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.
(E) se todas as afirmativas estiverem corretas.

29 De a ordo o o De reto º 7.508/11 o “e a o eo ráf o o tí o o t t ído or a r a e to de M í o l ítrofes,


delimitado a partir de identidades culturais, econômicas e sociais, e de redes de comunicação e infraestrutura de transportes
compartilhados, com a finalidade de integrar a organização, o planejamento e a execução de ações e serviços de saúde”
corresponde à definição de:

(A) Rede de Atenção à Saúde. (B) Distrito Sanitário. (C) Região Adstrita. (D) Mapa da Saúde. (E) Região de Saúde.

30 Considerando as normas para a aplicação e repasse de recursos destinados às ações e aos serviços de saúde pelos entes públicos,
analise as afirmativas a seguir.

I. Os recursos da União serão repassados ao Fundo Nacional de Saúde e às demais unidades orçamentárias que compõem o órgão
Ministério da Saúde, para aplicação em ações e serviços públicos de saúde.
II. Os Estados e o Distrito Federal aplicarão, anualmente, em ações e serviços públicos de saúde, no mínimo, 12% (doze por cento) da
arrecadação dos impostos sobre propriedade predial e territorial urbana.
III. O Distrito Federal aplicará, anualmente, em ações e serviços públicos de saúde, no mínimo, 15% (quinze por cento) do produto
da arrecadação direta dos impostos que não possam ser segregados em base estadual e em base municipal.

Assinale:
(A) se somente a afirmativa I estiver correta.
(B) se somente a afirmativa II estiver correta.
(C) se somente a afirmativas III estiver correta.
(D) se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.
(E) se somente as afirmativas II e III estiverem corretas.

31 No exame físico é utilizado o método de percussão para delimitar órgãos, detectar coleções de líquido ou ar e perceber
formações fibrosas teciduais. Considerando que o som detectado reflete a densidade da superfície subjacente, partindo do som
menos denso para o mais denso, assinale a opção que indica a sequência correta.

(A) Ressonância, hiperressonância, timpanismo, submacicez e macicez.


(B) Submacicez, macicez, ressonância, hiperressonância e timpanismo.
(C) Timpanismo, hiperressonância, ressonância, macicez e submacicez.
(D) Hiperressonância, ressonância, macicez, submacicez e timpanismo.
(E) Macicez, submacicez, timpanismo, ressonância e hiperressonância.

32 Uma das principais preocupações relacionada à terapia com digitálicos é quanto ao risco de intoxicação. A esse respeito, assinale
V para a afirmativa verdadeira e F para a falsa.

( ) Os sintomas clínicos de intoxicação por digitálicos incluem anorexia, náuseas, vômito, fadiga e mal‐estar.
( ) A enfermagem deve monitorar o paciente para os fatores que aumentam o risco de intoxicação, como, por exemplo, a
hipercalemia.
( ) Pacientes em uso de digoxina devem ter a função renal monitorada, principalmente aqueles com 65 anos ou mais, uma vez que
esse medicamento é eliminado pelos rins.

As afirmativas são, respectivamente,


(A) V, F e V. (B) V, V e F. (C) F, F e V. (D) F, V e F. (E) V, F e F.

33 Considerando os parâmetros gerais do perímetro torácico e cefálico de uma criança, assinale V para a afirmativa verdadeira e F
para a falsa.
( ) No nascimento o perímetro cefálico varia de 32 a 38 cm.
( ) Aos seis meses o perímetro torácico é 2 cm menor que o perímetro cefálico.
( ) No primeiro ano de vida o perímetro cefálico aumenta cerca de 10 cm.

As afirmativas são, respectivamente,


(A) V, V e F. (B) F, F e V. (C) V, F e V. (D) F, V e F. (E) V, F e F.

34 Durante uma ausculta pulmonar foram detectados sons de estalido descontínuos ouvidos no final da inspiração. Assinale a opção
que indica a denominação desses sons.
(A) Atrito pleural (B) Sibilos musicais (C) Estertores rudes (D) Roncos (E) Estertores finos
35 Relacione as lesões cutâneas, classificadas de acordo com sua aparência e origem, com seus respectivos exemplos.

1. Lesão cutânea primária


2. Lesão cutânea secundária

( ) Úlcera
( ) Pústula
( ) Queloide
( ) Cisto

Assinale a opção que indica a sequência correta, de cima para baixo.


(A) 2 – 1 – 1 – 2 (B) 2 – 2 – 1 – 1 (C) 1 – 1 – 2 – 2 (D) 2 – 1 – 2 – 1 (E) 1 – 2 – 1 – 2

36 A respeito do controle da qualidade do processo de esterilização, analise as afirmativas a seguir.

I. O teste de Bowie & Dick é um indicador químico de Classe 2 para uso em ensaios específicos.
II. Um indicador multivariável deve ser projetado para reagir a duas ou mais variáveis críticas.
III. Os integradores químicos são indicadores externos que indicam que o material foi processado.
Assinale
(A) se somente a afirmativa I estiver correta.
(B) se somente a afirmativa II estiver correta.
(C) se somente a afirmativa III estiver correta.
(D) se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.
(E) se todas as afirmativas estiverem corretas.

37 Em relação ao exame preventivo do câncer do colo do útero, analise as afirmativas a seguir.


I. O exame não deve ser feito no período menstrual, pois a presença de sangue pode prejudicar o diagnóstico citológico.
II. A coleta na endocérvice é feita utilizando‐se uma espátula de madeira (tipo espátula de Ayre) do lado que apresenta reentrância,
raspando a mucosa em movimento rotativo de 360 em torno de todo o orifício cervical.
III. A amostra de fundo de saco vaginal não é recomendada, pois o material coletado é de baixa qualidade para o diagnóstico
oncótico.
Assinale:
(A) se somente a afirmativa I estiver correta.
(B) se somente a afirmativa II estiver correta.
(C) se somente a afirmativa III estiver correta.
(D) se somente as afirmativa I e II estiverem corretas.
(E) se somente as afirmativas I e III estiverem corretas.

38 Relacione os diagnósticos de enfermagem com suas respectivas características definidoras.


1. Perfusão tissular periférica ineficaz
2. Disreflexia autonômica
( ) Diaforese
( ) Sopro femoral
( ) Claudicação
( ) Reflexo pilomotor
Assinale a opção que indica a sequência correta, de cima para baixo.
(A) 2 – 1 – 2 – 1 (B) 1 – 1 – 2 – 2 (C) 2 – 1 – 1 – 2 (D) 1 – 2 – 1 – 2 (E) 2 – 2 – 1 – 1

39 Com relação à prestação de socorro a uma vítima de parada cardiorrespiratória, assinale a afirmativa correta.

(A) A frequência de compressão torácica, em pacientes adultos, deve ser, aproximadamente, de 100/minuto.
(B) O uso de pressão cricoide durante as ventilações, em geral, é recomendado, pois possibilita a colocação de uma via respiratória
permanente.
(C O ro ed e to “ er o r e e t r e há re ra o” o t a e do e e al a eq a de a al a o da re iração após a
abertura da via aérea.
(D) A RCP em crianças e bebês deve ser iniciada com as compressões torácicas, em vez de ventilações de resgate.
(E) O socorrista que atua sozinho deve iniciar a RCP com duas ventilações seguidas de trinta compressões, tendo em vista a
necessidade de aporte respiratório imediato.

40 Sobre as boas práticas para o processamento de produtos para a saúde, assinale a afirmativa correta.

(A) A área para recepção dos produtos para saúde do CME Classe II deve estar localizada dentro da sala de recepção e limpeza.
(B) Os produtos para saúde classificados como não críticos devem ser submetidos, no mínimo, ao processo de desinfecção de baixo
nível.
(C) O CME Classe I de uma unidade básica pode possuir apenas barreira técnica entre o setor sujo e os setores limpos, e sala de
preparo e esterilização.
(D) Os produtos para saúde classificados como críticos devem ser submetidos, no mínimo, ao processo de desinfecção de alto nível,
após a limpeza.
(E) As leitoras de indicadores biológicos e as seladoras térmicas devem ser calibradas pelo menos a cada seis meses.

41 De acordo com o protocolo do Ministério da Saúde, assinale a opção que indica o tratamento adequado para uma gestante que
apresenta dosagem de hemoglobina < 11g/dL e > 8g/dL.

(A) 100 mg de ferro elementar/dia. (B) 5 mg/dia de ácido fólico. (C) 120 a 240 mg de ferro elementar/dia.

(D) 60 mg/dia de ferro elementar. (E) 30 mg/dia de acido fólico

42 Segundo o Programa Nacional de Imunização, a primeira dose das vacinas tetravalente, meningocócica C e tríplice viral devem ser
administradas, respectivamente:

(A) no 1º mês, no 2º mês e no 9º mês de vida.


(B) no 3º mês, no 4º mês e no 6º mês de vida.
(C) no 4º mês, no 6º mês e no 15º mês de vida.
(D) no 1º mês, no 4º mês e no 5º mês de vida.
(E) no 2º mês, no 3º mês e no 12º mês de vida.

43 Em relação ao tratamento da tuberculose, analise as afirmativas a seguir.

I. A transmissibilidade está presente desde os primeiros sintomas respiratórios, caindo rapidamente após o início de tratamento
efetivo.
II. O esquema básico de tratamento é indicado para casos novos em adultos e adolescentes (> 10 anos), em todas as formas de
tuberculose pulmonar e extrapulmonar (exceto a forma meningoencefálica).
III. O tratamento das formas extrapulmonares (exceto a meningoencefálica) terá a duração de seis meses, assim como o tratamento
dos pacientes coinfectados com HIV.
Assinale:
(A) se somente a afirmativa I estiver correta.
(B) se somente a afirmativa II estiver correta.
(C) se somente a afirmativa III estiver correta.
(D) se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.
(E) se todas as alternativas estiverem corretas.

44 Considerando a assistência de enfermagem no pré‐natal, assinale V para a afirmativa verdadeira e F para a falsa.

( ) Na primeira consulta de pré‐natal, o enfermeiro deve solicitar, entre outros exames, a dosagem de hemoglobina e hematócrito,
o grupo sanguíneo e o fator Rh, e a sorologia para a sífilis.
( ) Uma forma de calcular a data provável do parto é somar sete dias ao primeiro dia da última menstruação e subtrair três meses
ao mês em que ocorreu a última menstruação.
( ) A gestante com três doses ou mais da vacina antitetânica, cuja última dose esteja dentro do prazo de 10 anos não precisa ser
vacinada.

As afirmativas são, respectivamente


(A) F, V e F. (B) V, V e F. (C) F, F e V. (D) V, F e V. (E) F, V e V.
45 Os reflexos primitivos característicos do RN devem ser avaliados, pois podem trazer informações importantes sobre seu estado
de saúde. O reflexo obtido por meio do estímulo contínuo na planta do pé, a partir do calcâneo, no sentido dos artelhos, é
denominado:
(A) Reflexo de Babkin. (B) Reflexo de Moro. (C) Reflexo tendinoso. (D) Reflexo cutâneo‐plantar. (E) Reflexo patelar.

46 Os Centros de Referência de Imunobiológicos Especiais (CRIEs) atendem ao público que necessita de produtos especiais e de alto
custo. Relacione as vacinas listadas a seguir às doenças ou condições correspondentes.
1. Vacina contra varicela
2. Vacina contra hepatite A (HA)
3. Vacina DPT acelular.
4. Vacina contra influenza.
( ) Discrasias sanguíneas
( ) Coagulopatias
( ) Antes de quimioterapia
( ) Recém‐nascidos prematuros
Assinale a opção que indica a sequência correta, de cima para baixo.
(A) 4 – 2 – 1 – 3 (B) 2 – 3 – 1 – 4 (C) 3 – 2 – 4 – 1 (D) 1 – 3 – 4 – 2 (E) 2 – 4 – 3 – 1

47 Relacione os métodos dialíticos contínuos e intermitentes com seus respectivos exemplos.


1. Método Contínuo
2. Método Intermitente
( ) Hemofiltração de Fluxo Lento
( ) Ultrafiltração
( ) Hemofiltração de Alto Volume
( ) Hemodiálise
Assinale a opção que indica a sequência correta, de cima para baixo.
(A) 1 – 2 – 1 – 2 (B) 2 – 2 – 1 – 1 (C) 2 – 1 – 1 – 2 (D) 1 – 2 – 2 – 1 (E) 1 – 1 – 2 – 2

48 No ano de 2013, um determinado município registrou 50 novos casos de hanseníase, além dos 200 casos com tratamento em
curso. Esses dados mostram que, em 2013, esse município apresentou:
(A) prevalência de 50 casos de hanseníase.
(B) incidência de 200 casos de hanseníase.
(C) prevalência de 250 casos de hanseníase.
(D) incidência de 150 casos de hanseníase.
(E) prevalência de 150 casos de hanseníase.

49 As opções a seguir apresentam doenças ou agravos da Lista de Notificação Compulsória em Unidades Sentinelas (LNCS), à
exceção de uma. Assinale‐a.
(A) Pneumonia (B) Influenza humana (C) Dermatoses ocupacionais (D) Acidente de trabalho fatal (E) Leishmaniose visceral

50 A al e o fra e to a e r. “Na ó ‐menopausa, o _____ poderá estar aumentado cerca de 10 a 15 vezes, enquanto que o
_____, de 3 a 5 vezes. O _____, por sua vez, diminuído em até 80%, vai sendo, nesta fase, substituído pela _____, que predomina na
pós‐ e o a a.” A ale a o o q e o leta orreta e te as lacunas do fragmento acima.
(A) Estradiol – estrona – LH –FSH
(B) FSH – LH – estradiol – estrona
(C) Estrona – FSH – estradiol – LH
(D) LH – FSH – estrona – estradiol
(E) FSH – estrona – estradiol – LH

51 Considerando a classificação dos resíduos de serviços de saúde, analise as afirmativas a seguir.


I. O Grupo A engloba os componentes com possível presença de agentes biológicos que, por suas características de maior virulência
ou concentração, podem apresentar risco de infecção.
II. Materiais perfuro‐cortantes ou escarificantes, tais como lâminas de barbear, agulhas, ampolas de vidro, pontas diamantadas e
lâminas de bisturi fazem parte do Grupo D.
III. O Grupo B é composto por substâncias químicas que podem apresentar risco à saúde pública ou ao meio ambiente, dependendo
de suas características de inflamabilidade, corrosividade, reatividade e toxicidade.
Assinale:
(A) se somente a afirmativa I estiver correta.
(B) se somente a afirmativa II estiver correta.
(C) se somente a afirmativa III estiver correta.
(D) se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.
(E) se somente as afirmativas I e III estiverem corretas.

52 A avaliação quanto à agnosia visual e tátil proporciona insight a respeito da capacidade de interpretação cortical do paciente.
Considerando o tipo de agnosia e a área cerebral afetada, assinale a opção correta.

(A) Agnosia tátil – área parietoccipital


(B) Agnosia auditiva – lobo parietal.
(C) Agnosia visual – lobo occiptal.
(D) Agnosia de partes do corpo e suas relações – lobo temporal.
(E) Agnosia expressiva da fala – área frontal posterior.

53 A Agência Nacional de Vigilância Sanitária, visando a prevenir a infecção da corrente sanguínea, recomenda que:

(A) o cateter de Swan‐Ganz seja mantido, a princípio, por até 7 dias.


(B) o sítio de inserção do cateter semi‐implantável continue coberto após a cicatrização do óstio.
(C) os cateteres arteriais periféricos sejam trocados, no máximo, a cada 15 dias.
(D) o equipo utilizado na infusão contínua seja trocado a cada 72‐96 horas.
(E) as dânulas do sistema endovenoso sejam trocadas diariamente.

54 Considerando os parâmetros para o dimensionamento do quadro de profissionais de enfermagem nas unidades assistenciais das
instituições de saúde, analise as afirmativas a seguir.

I. A criança menor de seis anos e o recém‐nascido devem ser classificados com necessidades de cuidados intermediários, caso
estejam sem acompanhante.
II. O quantitativo de profissionais estabelecido deverá ser acrescido de um Índice de Segurança Técnica (IST) não inferior a 15% do
total.
III. Para efeito de cálculo devem ser consideradas 5,6 horas de Enfermagem, por cliente, na assistência mínima ou autocuidado.
Assinale:
(A) se somente a afirmativa I estiver correta.
(B) se somente a afirmativa II estiver correta.
(C) se somente a afirmativa III estiver correta.
(D) se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.
(E) se todas as afirmativas estiverem corretas.

55 Com relação às infrações e às penalidades previstas no Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem, assinale a afirmativa
correta.

(A) A suspensão consiste na proibição do exercício profissional da enfermagem por um período não superior a 29 (vinte e nove) dias.
(B) A ação, omissão ou conivência que implique desobediência e/ou inobservância às disposições do Código de Ética dos
Profissionais de Enfermagem é considerada infração disciplinar.
(C) As ações que provoquem morte, deformidade permanente, perda ou inutilização de membro, sentido, função ou, ainda, dano
moral irremediável a qualquer pessoa são consideradas infrações graves.
(D) A inobservância das normas dos Conselhos Federal e Regional de Enfermagem é considerada infração ética.
(E) A multa consiste na obrigatoriedade de pagamento de 05 (cinco) a 20 (vinte) vezes o valor da anuidade em vigor, no ato do
pagamento, da categoria profissional à qual pertence o infrator.

56 A Escala de Coma de Glasgow é um instrumento para avaliar a resposta de um paciente a estímulos verbais e dolorosos, com
escores que vão de 3 a 15 pontos. Com base nos parâmetros desse instrumento, relacione as respostas apresentadas à pontuação
correspondente.
1. 3 pontos
2. 1 ponto
3. 2 pontos
4. 4 pontos

( ) Abertura dos olhos mediante estímulo doloroso


( ) Flexão anormal diante de estímulo motor
( ) Resposta verbal confusa.
( ) Ausência de resposta motora
Assinale a opção que indica a sequência correta, de cima para baixo.
(A) 1 – 4 – 3 – 2 (B) 2 – 3 – 4 – 1 (C) 3 – 2 – 1 – 4 (D) 4 – 1 – 2 – 3 (E) 3 – 1 – 4 – 2

57 Com base nas normativas do Ministério da Saúde a respeito das Unidades Móveis para Atendimento de Urgência, analise as
afirmativas a seguir.
I. A Unidade de Suporte Básico de Vida Terrestre deve ser tripulada por, no mínimo, dois profissionais, sendo um condutor de
veículo de urgência e um técnico ou auxiliar de enfermagem.
II. Uma Unidade de Suporte Avançado de Vida Terrestre deve ter, no mínimo, três profissionais, sendo um condutor de veículo de
urgência, um enfermeiro e um médico.
III. A equipe do transporte Aeromédico é composta por, no mínimo, um médico, um enfermeiro e dois técnicos de enfermagem.
Assinale:
(A) se somente a afirmativa I estiver correta.
(B) se somente a afirmativa II estiver correta.
(C) se somente a afirmativa III estiver correta.
(D) se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.
(E) se somente as afirmativas II e III estiverem corretas.

58 Em relação à oxigenoterapia, analise as afirmativas a seguir.

I. Um dos objetivos da oxigenoterapia é manter a PaO2 entre 80‐100 mm Hg e a Sat O2 de 90 a 100%.


II. A medição do cateter de aspiração nasofaríngeo é feita da ponta do nariz ao lóbulo da orelha para inserção em lactentes.
III. O sistema de oxigenação de alto fluxo fornece O2 em fluxos iguais ou superiores ao fluxo inspiratório máximo do paciente.

Assinale:
(A) se somente a afirmativa I estiver correta.
(B) se somente a afirmativa II estiver correta.
(C) se somente a afirmativa III estiver correta.
(D) se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.
(E) se todas as afirmativas estiverem corretas.

59 Considerando que o Processo de Enfermagem deva ser realizado, de modo deliberado e sistemático, em todos os ambientes
públicos ou privados em que ocorre o cuidado profissional de Enfermagem, assinale V para a afirmativa verdadeira e F para a falsa.

( ) O Histórico de Enfermagem tem por finalidade a obtenção de informações sobre a pessoa, família ou coletividade humana, e
sobre suas respostas em um dado momento do processo saúde – doença.
( ) A fase de interpretação e agrupamento dos dados coletados na primeira etapa e que constituem a base para a seleção das ações
ou intervenções com as quais se objetiva alcançar os resultados esperados é denominada Diagnóstico de Enfermagem.
( ) A etapa de implementação consiste na determinação dos resultados que se espera alcançar e das Ações ou Intervenções de
Enfermagem que serão realizadas face às respostas obtidas nas demais etapas.
As afirmativas são, respectivamente:
(A) V, F e F. (B) F, V e V. (C) V, V e F. (D) F, F e V. (E) V, F e V

60 As precauções e isolamentos são medidas que abrangem a prevenção da transmissão de doenças. Com base nisso, relacione o
tipo de precaução recomendado às doenças listadas a seguir.
1. Precaução de contato
2. Precaução de gotículas
3. Precaução de contato + aerossóis
4. Precaução de padrão
( ) Varicela
( ) Meningite viral
( ) Impetigo
( ) Rubéola
Assinale a opção que indica a sequência correta, de cima para baixo.
(A) 1 – 2 – 3 – 4 (B) 3 – 4 – 1 – 2 (C) 4 – 3 – 2 – 1 (D) 2 – 1 – 4 – 3 (E) 1 – 4 – 3 – 2

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso Concurso Público 2013 – FGV

41 Com relação às disposições legais a respeito do SUS, analise as afirmativas a seguir.

I. As Comissões Intersetoriais terão a finalidade de articular políticas e programas de interesse para a saúde, cuja execução envolva
áreas não compreendidas no âmbito do Sistema Único de Saúde.
II. Compete à direção nacional do SUS elaborar normas para regular as relações entre o Sistema Único de Saúde e os serviços
privados contratados de assistência à saúde.
III. A utilização da epidemiologia para o estabelecimento de prioridades, a alocação de recursos e a orientação programática é um
dos princípios previstos na Lei Orgânica da Saúde.
Assinale:
(A) se somente a afirmativa I estiver correta.
(B) se somente a afirmativa II estiver correta.
(C) se somente a afirmativa I e II estiverem correta.
(D) se somente as afirmativas II e III estiverem corretas.
(E) se todas as afirmativas estiverem corretas.

42 Os recursos federais destinados à execução das ações e serviços de saúde são transferidos aos Estados, Distrito Federal e
Municípios através dos blocos de financiamento. Considerando os componentes de cada bloco, relacione os itens a seguir.

1. Bloco da Atenção Básica


2. Bloco da Vigilância em Saúde
3. Bloco da Gestão do SU
4. Bloco da Atenção de Média e Alta Complexidade
( ) Componente da Vigilância Sanitária.
( ) Componente Fundo de Ações Estratégicas e Compensação.
( ) Componente Piso da Atenção Básica Variável.
( ) Componente para a Implantação de Ações e Serviços de Saúde
Assinale a alternativa que indica a sequência correta, de cima para baixo.
(A) 2 – 3 – 1 – 4. (B) 1 – 2 – 3 – 4. (C) 2 – 4 – 1 – 3. (D) 4 – 3 – 2 – 1. (E) 3 – 1 – 4 – 2.

43 O Calendário Nacional de Vacinação do Ministério da Saúde foi redefinido em 2013, no âmbito do Programa Nacional de
Imunizações (PNI), em todo o território nacional. De acordo com essas novas definições crianças de 5 meses de idade devem receber

(A) a 1ª dose da vacina pneumocócica 10‐valente (conjugada).


(B) a 2ª dose da vacina hepatite B (recombinante).
(C) a 1ª dose da vacina febre amarela (atenuada).
(D) a 2ª dose da vacina meningocócica C (conjugada).
(E) a dose inicial da vacina Haemophilus influenzae B (conjugada).

44 De acordo com a Lei n. 8.080/90, quando as disponibilidades do SUS não forem suficientes para garantir a cobertura assistencial
à população de uma determinada área, o sistema poderá recorrer aos serviços ofertados pela iniciativa privada. Considerando as
condições estabelecidas para essa participação complementar, analise as afirmativas a seguir.

I. Os serviços contratados deverão submeter‐se às normas técnicas e administrativas e aos princípios e diretrizes do Sistema Único
de Saúde.
II. Os proprietários, administradores e dirigentes de entidades ou serviços contratados não poderão exercer cargo de chefia ou
função de confiança no Sistema Único de Saúde.
III. Os critérios e valores para a remuneração de serviços e os parâmetros de cobertura assistencial serão estabelecidos pelo
Conselho Nacional de Saúde e aprovados na Comissão Intergestores Tripartite.
Assinale:
(A) se somente a afirmativa I estiver correta.
(B) se somente a afirmativa II estiver correta.
(C) se somente a afirmativa III estiver correta.
(D) se somente as afirmativas I e II estiverem corretas. (E) se somente as afirmativas I e III estiverem corretas.

45 No que se refere aos instrumentos de planejamento do SUS, assinale a afirmativa incorreta.

(A) O Plano de Saúde, elaborado para um período de 4 anos, é o instrumento que norteia todas as medidas e iniciativas em cada
esfera de gestão, as quais devem ser expressas nas respectivas Programações Anuais de Saúde.
(B) A Programação Anual de Saúde operacionaliza as intenções expressas no Plano de Saúde e tem como propósito determinar o
conjunto de ações voltadas à promoção, à proteção e à recuperação da saúde, bem como da gestão do SUS.
(C) O Relatório Anual de Gestão conterá a discriminação da receita e da despesa, a fim de evidenciar a política econômico‐financeira
e o programa de trabalho do governo, obedecidos os princípios de unidade, universalidade e anualidade.
(D) O Plano Diretor de Regionalização tem como objetivo definir as diretrizes para a organização regionalizada da assistência,
visando à conformação de sistemas de atenção funcionais e resolutivos nos diversos níveis.
(E) A Programação Pactuada Integrada é um processo instituído no âmbito do SUS que, em consonância com o planejamento, define
e quantifica as ações de saúde para a população residente em cada território.

46 O exame preventivo do câncer do colo de útero deve ser realizado por toda mulher que tem, ou já teve, vida sexual e que está
entre 25 e 64 anos. De acordo com as orientações do Ministério da Saúde, quando o resultado do exame acusar infecção pelo HPV, a
mulher deverá ser orientada a repeti‐lo
(A) após 6 meses. (B) após 1 ano. (C) imediatamente. (D) após 2 anos. (E) após 3 meses.

47 A implementação da Política Nacional de Humanização‐PNH pressupõe vários eixos de ação que objetivam a institucionalização,
difusão desta estratégia e, principalmente, a apropriação de seus resultados pela sociedade. Considerando o que propõe cada um
desses eixos, assinale a afirmativa correta.

(A) No eixo do financiamento, pretende‐se que a PNH faça parte do Plano Nacional, dos Planos Estaduais e Municipais dos vários
governos, sendo pactuada na agenda de saúde pelos gestores e pelo Conselho de Saúde correspondente.
(B) No eixo da atenção, propõe‐se uma política incentivadora do protagonismo dos sujeitos e da ampliação da atenção integral à
saúde, promovendo a intersetorialidade.
(C) No eixo da gestão da PNH, propõe‐se a integração de recursos vinculados a programas específicos de humanização e outros
recursos de subsídio à atenção, unificando‐os e repassando‐os fundo a fundo.
(D) No eixo das instituições do SUS, indica‐se o acompanhamento e avaliação sistemáticos das ações realizadas, estimulando a
pesquisa relacionada às necessidades do SUS na perspectiva da humanização.
(E) No eixo da informação/comunicação, indica‐se que a PNH componha o conteúdo profissionalizante na graduação, pós‐
graduação e extensão em saúde, vinculando‐a aos Pólos de Educação Permanentes e às instituições de formação.

48 A respeito do Decreto n. 7.508/11, que regulamenta a Lei Orgânica da Saúde, analise as afirmativas a seguir.
I. As Redes de Atenção à Saúde estarão compreendidas no âmbito de uma Região de Saúde, ou de várias delas, em consonância com
diretrizes pactuadas nas Comissões Intergestores.
II. O acordo de colaboração entre os entes federativos para a organização da rede interfederativa de atenção à saúde deve ser
firmado por meio de Contrato Organizativo da Ação Pública da Saúde.
III. Um dos requisitos mínimos para que seja instituída uma Região de Saúde é que esta tenha ações e serviços de atenção
ambulatorial especializada e hospitalar.
Assinale:
(A) se somente a afirmativa I estiver correta.
(B) se somente a afirmativa II estiver correta.
(C) se somente a afirmativa III estiver correta.
(D) se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.
(E) se todas as afirmativas estiverem corretas.

49 Os reflexos do recém‐nascido devem ser avaliados, pois podem trazer informações importantes sobre seu estado de saúde. Em
rela o ao reflexo do “ oro” assinale a afirmativa correta.

(A) É obtido fazendo‐se estímulo contínuo da planta do pé a partir do calcâneo no sentido dos artelhos. Os dedos adquirem postura
em extensão.
(B) A assimetria ou ausência desse reflexo pode indicar lesões nervosas, musculares ou ósseas, que devem ser avaliadas.
(C) É avaliado colocando‐se a criança em decúbito ventral no leito, com a face voltada para o colchão.
(D) Manifesta‐se quando é tocada a bo¬checha perto da boca, fazendo com que a criança desloque a face e a boca para o lado do
estímulo.
(E) Obtém‐se com leve pressão do dedo do examinador na palma das mãos da criança e abaixo dos dedos do pé.

50 As Conferências e Conselhos de Saúde são instâncias que consubstanciam a participação da sociedade organizada na
administração do SUS, propiciando e melhorando o controle social do Sistema. A respeito desses órgãos, assinale a afirmativa
correta.

(A) Os Conselhos Estaduais de Saúde devem ser compostos por 25% de usuários, 50% de trabalhadores de saúde e 25% de
prestadores de serviços de saúde (público e privado).
(B) As Conferências de Saúde reunir‐se‐ão a cada dois anos para avaliar a situação de saúde e propor as diretrizes para a formulação
da política de saúde nos níveis correspondentes.
(C) A representação dos prestadores de serviço nos Conselhos de Saúde e Conferências deve ser paritária em relação ao conjunto
dos demais segmentos.
(D) Uma das atribuições do Conselho Nacional de Saúde é deliberar sobre os critérios para definição de padrões e parâmetros de
controle assistencial.
(E) Somente o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) terá representação no Conselho Nacional de Saúde.

51 Considerando as novas diretrizes da American Heart Association (AHA) para Ressuscitação Cardipulmonar (RCP) e Atendimento
Cardiovascular de Emergência (ACE), assinale a afirmativa correta.

(A) O Suporte Básico de Vida (SBV) segue inalterado para adultos, crianças e bebês, permanecendo a sequência A‐B‐C (via aérea,
respiração e compressões torácicas).
(B A freq a de o re o torá a ara a RC de ad lto do de í o de 100/ to ara “a rox ada e te”
100/minuto.
(C) Recomenda‐se oxigênio para todos os pacientes com edema pulmonar aberto ou saturação de oxi‐hemoglobina arterial < 90%.
(D O ro ed e to “ er o r e e t r e há re ra o” fo re o do da eq a de a al a o da re ra o a ó a abert ra da
via aérea (adulto e pediatria).
(E) A profundidade das compressões torácicas devem ser o máximo de 2 polegadas (5 cm), em adultos, e de, no mínimo, meio terço
do diâmetro anteroposterior do tórax, em bebês e crianças.

52 O hemograma é um dos exames solicitados normalmente no 1º e no 3º trimestre de gestação. De acordo com o que preconiza
o Ministério da Saúde para o pré‐natal de baixo risco, diante de uma dosagem de hemoglobina > 11g/dL a conduta a ser adotada é
(A) suplementação de ferro a partir da 20ª semana.
(B) referir a gestante ao pré‐natal de alto risco.
(C) suplementação de ferro a partir da 30ª semana.
(D) tratar com 120 a 240mg de ferro elementar ao dia.
(E) repetir a dosagem de hemoglobina em 30 dias.

53 Ao receber um paciente adulto na internação o enfermeiro avaliou, entre outras coisas, o risco desse paciente desenvolver
úlcera de pressão, considerando a Escala de Braden. O score obtido foi de 11 pontos. Isso significa que o risco apresentado pelo
paciente para o desenvolvimento de úlcera de pressão foi classificado como
(A) fraco. (B) grave. (C) alto. (D) moderado. (E) inexistente.

54 As lesões de pele relacionadas à hanseníase podem estar localizadas em qualquer região do corpo, acompanhadas sempre pela
alteração da sensibilidade no local. Considerando as características dessas lesões, assinale a afirmativa correta.

(A) O nódulo é caracterizado pelo aumento da espessura e consistência da pele, com menor evidência de sulcos, limites imprecisos e
eritema discreto.
(B) A placa é a lesão que se estende em superfície por vários centímetros, podendo ser individual ou constituir aglomerado de
placas.
(C) As manchas discrômicas são lesões sólidas, circunscritas, elevadas ou não que podem variar de 1 a 3 cm de tamanho.
(D) A infiltração caracteriza‐se pela formação de pápula ou nódulo de tamanhos variados que evolui deixando cicatriz.
(E) Os tubérculos são caracterizados pela ausência, diminuição ou aumento de melanina ou depósito de outros pigmentos na pele.

55 No que se refere à Estratégia de Saúde da Família (ESF), analise as afirmativas a seguir.

I. A estratégia de Saúde da Família é considerada pelo Ministério da Saúde e pelos gestores estaduais e municipais como a estratégia
de expansão, qualificação e consolidação da Atenção Básica no país.
II. Cada profissional de saúde deve ser cadastrado em apenas 01 (uma) ESF, com exceção do profissional médico, que poderá atuar
em no máximo 02 (duas) ESF, com carga horária total de 40 (quarenta) horas semanais.
III. O número de ACS deve ser suficiente para cobrir 100% da população cadastrada, com um máximo de 650 pessoas por ACS e de
10 ACS por equipe de Saúde da Família, não ultrapassando o limite máximo recomendado de pessoas por equipe.
Assinale:
(A) se somente a afirmativa I estiver correta.
(B) se somente a afirmativa II estiver correta.
(C) se somente a afirmativa III estiver correta.
(D) se somente as afirmativa I e II estiverem corretas.
(E) se somente as afirmativas II e III estiverem corretas.

56 De acordo com a Taxonomia da NANDA um dos fatores relacionado ao d a ó t o de e fer a e “Padrão Respiratório
ef az” é:
(A) excursão torácica alterada. (B) síndrome da hipoventilação. (C) pressão expiratória diminuída.
(D) batimentos da asa do nariz. (E) fase de expiração prolongada.

57 De acordo com as normas de boas práticas da ANVISA para o processamento de produtos para a saúde, assinale a afirmativa
correta.

(A) O CME Classe II é aquele que realiza o processamento de produtos para a saúde não‐críticos, semicríticos e críticos de
conformação não complexa, passíveis de processamento.
(B) Os produtos para saúde classificados como críticos devem ser submetidos, no mínimo, ao processo de desinfecção de alto nível,
após a limpeza.
(C) As leitoras de indicadores biológicos e as seladoras térmicas devem ser calibradas, no mínimo, duas vezes ao ano.
(D) Os produtos para saúde utilizados na assistência ventilatória e inaloterapia, poderão ser submetidos à desinfecção com a
utilização de saneantes a base de aldeídos.
(E) Os produtos para saúde classificados como semicríticos são aqueles que entram em contato com pele não íntegra ou mucosas
íntegras colonizadas.

58 Relacione cada etapa do Processo de Enfermagem com suas respectivas ações.


1. Histórico de Enfermagem
2. Diagnóstico de Enfermagem
3. Planejamento de Enfermagem
4. Avaliação de Enfermagem
5. Implementação
( ) Realização das ações ou intervenções determinadas na etapa de Planejamento de Enfermagem.
( ) Processo deliberado, sistemático e contínuo, realizado com o auxílio de métodos e técnicas variadas, que tem por finalidade a
obtenção de informações a respeito do estado de saúde do paciente.
( ) Determinação dos resultados que se espera alcançar e das ações ou intervenções de enfermagem que serão realizadas e que
foram identificadas com base no Diagnóstico de Enfermagem.
( ) Processo deliberado, sistemático e contínuo que objetiva determinar se as ações ou intervenções de enfermagem alcançaram o
resultado esperado, bem como se há necessidade de mudanças ou adaptações nas etapas do Processo de Enfermagem.
( ) Processo de interpretação e agrupamento dos dados coletados na primeira etapa do processo que culmina com a tomada de
decisão sobre os conceitos diagnósticos de enfermagem que constituem a base para a seleção das ações ou intervenções que serão
executadas.
Assinale a alternativa que indica a sequência correta, de cima para baixo.
(A) 5 – 1 – 3 – 4 – 2. (B) 1 – 2 – 3 – 4 – 5. (C) 3 – 4 – 5 – 2 – 1. (D) 5 – 2 – 4 – 1 – 3. (E) 2 – 4 – 3 – 1 – 5.

59 A ausculta dos batimentos cardiofetais deve ser realizada a cada consulta de pré‐natal para se constatar sua presença, ritmo,
frequência e normalidade. É considerada normal a frequência cardíaca fetal entre:
(A) 90 a 120 batimentos por minuto. (B) 100 a 140 batimentos por minuto. (C) 110 a 150 batimentos por minuto.
(D) 120 a 160 batimentos por minuto. (E) 130 a 170 batimentos por minuto.

60 Em relação à atividade de controle de contatos dos pacientes com tuberculose (TB), analise as afirmativas a seguir.

I. Todos os contatos devem ser convidados a comparecer à unidade de saúde para serem avaliados. Essa avaliação consiste na
realização de criteriosa anamnese e exame físico.
II. Crianças assintomáticas devem realizar prova tuberculínica e radiografia de tórax na primeira consulta.
III. Contatos infectados pelo HIV deverão realizar tratamento para infecção latente da TB, independentemente do resultado da prova
tuberculínica.
Assinale:
A) se somente a afirmativa I estiver correta.
(B) se somente a afirmativa II estiver correta
(C) se somente a afirmativa III estiver correta.
(D) se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.
(E) se todas as afirmativas estiverem corretas.

61 Conforme protocolo do Ministério da Saúde, a Prova do Laço deve ser realizada na triagem, obrigatoriamente, em todo paciente
com suspeita de dengue e que não apresente sangramento espontâneo. Em pacientes adultos a prova deverá ser considerada
positiva se, após procedimento padrão, surgirem:

(A) 5 petéquias ou mais em um quadrado de 1,5 cm.


(B) 10 petéquias ou mais em um quadrado de 2,0 cm.
(C) 20 petéquias ou mais em um quadrado de 2,5 cm.
(D) 15 petéquias ou mais em um quadrado de 3,5 cm.
(E) 30 petéquias ou mais em um quadrado de 5 cm.

62 De acordo com os parâmetros estabelecidos para o dimensionamento do quadro de profissionais de enfermagem nas unidades
assistenciais das instituições de saúde e assemelhados, assinale a afirmativa correta.

(A) A distribuição percentual de profissionais de enfermagem para o cuidado semi‐intensivo deve ser na proporção de 33% a 37%
de enfermeiros e 67% a 63% de técnicos e/ou auxiliares de enfermagem.
(B) O quantitativo de profissionais estabelecido deverá ser acrescido de um índice de segurança técnica (IST) não inferior a 20% do
total.
(C) O responsável técnico de enfermagem deve dispor de 6% do quadro geral de profissionais de enfermagem para cobertura de
situações relacionadas à rotatividade de pessoal.
(D) O quadro de profissionais de enfermagem da unidade de internação composto por 60% ou mais de pessoas com idade superior a
50 anos, deve ser acrescido de 10% ao IST.
(E) Para efeito de cálculo, devem ser consideradas 9,4 horas de Enfermagem por leito, nas 24 horas, para a assistência intermediária.
63 D ra te a a lta do tórax de a e te o e fer e ro dete to “r ído ad e tí o o o t bre relat a e te ra e
presentes tanto na inspiração quanto na expiração e que sugerem secreções nas grandes vias respiratórias com obstrução dos
brô q o a al bro o ”.
Tal descrição corresponde aos sons de
(A) sibilos. (B) roncos. (C) estertores creptantes. (D) estertores bolhosos. (E) sopros pulmonares.

64 O preparo, manuseio e administração de Soluções Parenterais‐SP é uma das atribuições da enfermagem. Considerando as
normas de boas práticas estabelecidas para a utilização desse tipo de solução, assinale a afirmativa incorreta.

(A) Considera‐se Solução Parenteral de Pequeno Volume – SPPV aquela acondicionada em recipiente com a capacidade inferior a
200 mL.
(B) Todo profissional envolvido nas etapas da utilização das SP deve ser submetido a exames admissionais e a avaliações médicas
periódicas, atendendo à legislação do Ministério do Trabalho.
(C) A ocorrência de qualquer evento adverso envolvendo um paciente submetido à terapia com SP deve ser obrigatoriamente
relatada, descrita, investigada e notificada à autoridade sanitária.
(D) O enfermeiro é o responsável pela administração das SP e prescrição dos cuidados de enfermagem em âmbito hospitalar,
ambulatorial e domiciliar.
(E) É responsabilidade do enfermeiro estabelecer o acesso venoso periférico, incluindo o Cateter Central de Inserção Periférica
(PICC).

65 No que se refere às infrações e penalidades previstas no Código de Ética do Profissional de Enfermagem, assinale a afirmativa
correta.

(A) A censura consiste na perda do direito ao exercício da enfermagem e será divulgada nas publicações dos Conselhos Federal e
Regional de Enfermagem e em jornais de grande circulação.
(B) As penalidades referentes à advertência verbal, multa, censura e suspensão do exercício profissional, são da alçada do Conselho
Federal de Enfermagem.
(C) A suspensão consiste na proibição do exercício da Enfermagem por um período não superior a 29 dias
(D) A multa consiste na obrigatoriedade de pagamento de até 15 vezes o valor da anuidade da categoria profissional à qual
pertence o infrator, em vigor no ato do pagamento.
(E) São consideradas infrações graves as que provoquem morte, deformidade permanente, perda ou inutilização de membro,
sentido, função ou ainda, dano moral irremediável em qualquer pessoa.

66 A imunoglobulina humana anti‐hepatite tipo B (IGHAB), disponível nos Centros de Referência em Imunobiológicos Especiais
(CRIE), é indicada para pessoas não vacinadas após exposição ao vírus da hepatite B nas situações relacionadas a seguir, à exceção
de uma. Assinale‐a.

(A) Vítimas de abuso sexual.


(B) Comunicantes sexuais de caso agudo de hepatite B.
(C) Recém‐nascidos de mãe sabidamente portadora do HBV.
(D) Comunicantes domiciliares de portadores do vírus da hepatite B.
(E) Vítimas de exposição sanguínea, quando o caso fonte for portador do HBV ou de alto risco.

67 A sífilis é uma doença infecciosa de transmissão sexual ou materno‐fetal, de evolução crônica, sujeita a surtos de agudização e
períodos de latência clínica de menor ou maior tempo de duração. No que se refere à classificação dessa doença, assinale a
afirmativa correta.

(A) Sífilis secundária é a forma da sífilis adquirida na qual não se observam sinais e sintomas clínicos e, portanto, tem o seu
diagnóstico feito apenas por meio de testes sorológicos.
(B) Sífilis terciária caracteriza‐se pela presença de lesão erosada ou ulcerada, geralmente única, pouco dolorosa, com base
endurecida, fundo liso, brilhante e pouca secreção serosa.
(C) Sífilis latente é aquela na qual os sinais e sintomas geralmente aparecem de 3 a 12 anos ou mais após o início da infecção.
(D) Sífilis congênita precoce caracteriza‐se pelo surgimento dos sintomas tais como baixo peso, hepatomegalia e osteocondrite até o
segundo ano de vida.
(E) Sífilis primária geralmente caracteriza‐se pela presença de lesões cutâneo‐mucosas, de 6 a 8 semanas após o aparecimento do
cancro duro.
68 A triagem neonatal é uma ação preventiva que permite fazer o diagnóstico de diversas doenças congênitas ou infecciosas,
viabilizando a instituição do tratamento precoce específico. Assinale a alternativa que indica uma das doenças abrangidas pelo
Programa Nacional de Triagem Neonatal.

(A) Hipotireoidismo congênito. (B) Espectrometria de massa. (C) Herpes congênita. (D) Deficiência de biotinidase. (E) SIDA congênita.

69 Relacione os métodos dialíticos utilizados no tratamento das insuficiências renais, listados a seguir, com suas respectivas
características.

1. Ultrafiltração Lenta Contínua (SCUF)


2. Diálise de Alto Fluxo Contínua (CHFD)
3. Diálise Diária Estendida (EDD)
4. Hemofiltração Venovenosa Contínua (CVVH)

( ) utiliza cateter venoso com duplo‐lúmen e possui filtro com alta permeabilidade, sendo necessária a reposição de fluidos.
( ) processo contínuo de remoção de fluidos por meio de uma membrana semipermeável. Habitualmente executa‐se com graus de
ultrafiltração (UFR) menores que 8 mL/min. Não se usa líquido de substituição.
( ) utiliza máquinas de HD intermitente para realizar diálises mais extensas (6‐12 h), com menores fluxos de sangue (200 mL/min) e
de banho (100‐300 mL/min).
( ) a remoção de fluidos depende do tipo de membrana utilizada.Com as membranas de alto fluxo, os solutos são removidos por
convecção e difusão.
Assinale a alternativa que indica a sequência correta, de cima para baixo.
(A) 1 – 2 – 3 – 4. (B) 2 – 4 – 3 – 1. (C) 3 – 1 – 4 – 2. (D) 1 – 4 – 2 – 3. (E) 4 – 1 – 3 – 2.

70 De acordo com as medidas de prevenção de infecção da corrente sanguínea recomendada pela Agência Nacional de Vigilância
Sanitária, assinale a afirmativa correta.

(A) Os transdutores descartáveis para a monitorização da pressão arterial invasiva devem ser trocados a cada 96 horas, juntamente
com os seus acessórios e soluções para flush.
(B) Deve‐se utilizar antimicrobianos tópicos nos catéteres umbilicais como forma de evitar a seleção de resistência microbiana e de
colonização fúngica.
(C) A manutenção do cateter periférico além das 96 horas, independente de sua avaliação, deve ser feita somente nas situações em
que o acesso venoso periférico for limitado.
(D) O tempo de permanência máxima do Cateter Central de Inserção Periférica‐PICC deve ser de, no máximo, 20 dias.
(E) O cateter periférico (adulto) deve ser trocado em 96 horas quando confeccionado com teflon e em 48 horas quando
confeccionado com poliuretano.

COMPANHIA DOCAS DO RIO GRANDE DO NORTE – CODERN – consulplan – 2013.

26 De acordo com a NR-29 – Ministério do Trabalho e Emprego, são objetivos do Plano de Controle de Emergência (PCE) e do Plano
de Ajuda Mútua (PAM) as seguintes situações, EXCETO:

A) Incêndio ou explosão. D) Condições adversas de tempo.


B) Animais peçonhentos. E) Vazamento de produtos perigosos.
C) Queda de homem ao mar.
27 Todo porto organizado, instalação portuária de uso privativo e retroportuária deve dispor de um SESSTP – Serviço Especializado
em Segurança e Saúde do Trabalhador Portuário. De acordo com a NR-29 – Ministério do Trabalho e Emprego, o número de
Enfermeiros do Trabalho que devem compor o SESSTP em um serviço portuário que possui um número de trabalhadores
compreendido na faixa entre 2001 e 3500 pessoas é:
A) 1. B) 2. C) 3. D) 4. E) 5.

28 O mandato da Comissão de Prevenção de Acidentes no Trabalho Portuário (CPATP) deve ser de A) 2 anos, permitida uma
reeleição. D) 2 anos, não permitida reeleições. B) 4 anos, permitida uma reeleição. E) 4 anos, não permitida reeleições. C) 1 ano,
permitida duas reeleições.

29 O tempo de exposição máxima diária permitida aos trabalhadores adequadamente vestidos para exposição ao frio, durante a
jornada de trabalho em locais frigorificados, de acordo com a NR-29 – Ministério do Trabalho e Emprego, em temperaturas abaixo
de – 73°C, deve ser de:

A) 5 minutos, sendo o restante da jornada cumprida obrigatoriamente fora do ambiente frio.


B) zero minuto, pois não é permitida a exposição ao ambiente frio, seja qual for a vestimenta utilizada.
C) 4 horas, alternando-se 1 hora de trabalho com 1 hora para recuperação térmica fora do ambiente frio.
D) quatro períodos de 1 hora e 40 minutos alternados com 20 minutos de repouso e recuperação térmica fora do ambiente frio.
E) 1 hora, sendo dois períodos de 30 minutos com separação mínima de 4 horas para recuperação térmica fora do ambiente frio.

30 O enfermeiro identifica como indícios da síndrome de abstinência de álcool em um paciente os seguintes sinais e sintomas,
EXCETO:
A) Letargia. D) Tremores das mãos. B) Diaforese. E) Pressão sanguínea elevada. C) Náusea ou vômito.

31 Os opioides são fármacos/substâncias populares de abuso, pois dessensibilizam o usuário em relação às dores fisiológicas e
psicológicas e induzem uma sensação de euforia e bem-estar. São compostos opioides, EXCETO:
A) Cocaína. B) Heroína. C) Morfina. D) Codeína. E) Metadona.

32 O processo de interrupção segura do uso abusivo de uma substância denomina-se:


A) overdose. D) desintoxicação. B) intoxicação. E) síndrome de abstinência. C) dependência.

33 De acordo com o Decreto nº 3.048/99, a Previdência Social rege-se pelos seguintes princípios e objetivos, EXCETO:
A) Universalidade de participação nos planos previdenciários.
B) Seletividade e distributividade na prestação dos benefícios.
C) Cálculo dos benefícios, considerando-se os salários de contribuição corrigidos.
D) Redutibilidade do valor dos benefícios, de forma a preservar-lhe o poder aquisitivo.
E) Uniformidade e equivalência dos benefícios e serviços às populações urbanas e rurais.

34 O agravo ocorre em função das condições em que o trabalho é realizado, ou seja, o trabalho é um dos fatores de risco para a
ocorrência do agravo, sendo necessário estabelecer o nexo causal a partir de dados epidemiológicos. A retirada do fator de risco
reduzirá a incidência do agravo e/ou modificará a evolução da doença, sendo chamado na legislação previdenciária de:
A) doença profissional. D) risco de acidente de trabalho.
B) acidente de trabalho. E) doença relacionada ao trabalho.
C) acidente profissional.

35 São classificados como agentes que conferem risco físico ao trabalhador, EXCETO:
A) Poeiras. D) Radiação ionizante. B) Vibração. E) Pressões anormais. C) Umidade.

36 A NR-6 e tabele e q e todo Eq a e to de rote o d d al (E obr ator a e te e e ta ter o “CA” do M stério do


Trabalho e E re o. A la “CA” f a:
A) Certidão de Avaliação. D) Credenciamento de Aprovação.
B) Certificado de Avaliação. E) Certidão de Avaliação e Aprovação.
C) Certificado de Aprovação.

37 Todo exame médico do Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional deve resultar em um(a):
A) EPI. B) ASO. C) CAT. D) PPRA. E) SESMT.
38 A vacina conjugada do Programa Nacional de Imunização, disponível para adultos, que protege contra o tétano, imuniza também
o indivíduo contra a seguinte doença:
A) Raiva. B) Difteria. C) Hepatite B. D) Coqueluche. E) Tuberculose.

39 A síndrome caracterizada por um estado de tensão emocional e estresse crônicos provocada por condições de trabalho físicas e
emocionais desgastantes denomina-se:
A) bipolar. B) burnout. C) turnover. D) adaptativa. E) jaleco branco.

40 O somatório das horas necessárias para assistir os clientes com demanda de cuidados mínimos, intermediários, semi-intensivos e
intensivos é chamado, no dimensionamento de pessoal de enfermagem, de:
A) taxa de ocupação. D) jornada semanal de trabalho. B) período de trabalho. E) total de horas de enfermagem. C) índice de
segurança técnica.

Gabarito definitivo.

Consulplan - NATIVIDADE/RJ – 2014

11 O índice de envelhecimento se refere ao número de pessoas de 60 anos e mais de idade, para cada 100 pessoas menores de 15
anos, na população residente em determinado espaço geográfico, no ano considerado. Assinale a alternativa INCORRETA acerca do
índice de envelhecimento.

A) Contribui para a avaliação de tendências da dinâmica demográfica.


B) É a razão entre os componentes etários extremos da população, representados por idosos e jovens.
C) Valores elevados desse índice indicam que a transição demográfica encontra‐se em estágio precoce.
D) Subsidia a formulação, a gestão e a avaliação de políticas públicas nas áreas de saúde e de previdência social.

12 “J to o a ra o esse indicador é o principal determinante da dinâmica demográfica, não sendo afetado pela estrutura
etária da população. O decréscimo da taxa pode estar associado a vários fatores, como urbanização crescente, redução da
mortalidade infantil, melhoria do nível educacional, ampliação do uso de métodos contraceptivos, maior participação da mulher na
força de trabalho e instabilidade de e re o.” Trata‐se da taxa de:
A) natalidade. C) fecundidade total.
B) morbidade. D) crescimento populacional.

13 “É def do e aráter er a e te e del berat o o o ór o ole ado o o to or re re e ta te do o er o re tadores


de serviço, profissionais de saúde e usuários, que atua na formulação de estratégias e no controle da execução da política de saúde
na instância correspondente, inclusive nos aspectos econômicos e financeiros, cujas decisões serão homologadas pelo chefe do
poder legalmente constituído em cada esfera de o er o.” Trata‐se de:
A) Conselho de Saúde. C) Conselhos Municipais.
B) Secretaria de Saúde. D) Conferência em Saúde.

14 Gestores são as entidades encarregadas de fazer com que o Sistema Único de Saúde (SUS) seja implantado e funcione
adequadamente dentro das diretrizes doutrinárias, da lógica organizacional e operacionalizado dentro dos princípios anteriormente
esclarecidos. Assinale a alternativa INCORRETA acerca dos gestores.

A) Há gestores nas três esferas do governo, isto é, nos níveis municipal, estadual e federal.
B) Nos estados, os gestores são os secretários estaduais de saúde e no nível federal, o Ministério da Saúde.
C) O governo federal deve ser o primeiro e o maior responsável pelas ações de saúde para a população de um determinado
município.
D) A responsabilidade sobre as ações e serviços de saúde em cada esfera de governo é do titular da secretaria respectiva e do
Ministério da Saúde no nível federal.

15 A Constituição Federal definiu que, quando por insuficiência do setor público, for necessária a contratação de serviços privados,
devem ter preferência os serviços não lucrativos. Assinale a alternativa INCORRETA acerca da complemen‐ tariedade do setor
privado.
A) A instituição privada deverá estar de acordo com os princípios básicos e normas técnicas do SUS.
B) A celebração de contrato, conforme as normas de direito público, ou seja, interesse público, deve prevalecer sobre o particular.
C) Prevalecem os princípios da universalidade, equidade etc., como se o serviço privado fosse público, uma vez que, quando
contratado, atua em nome deste.
D) Cada gestor deverá planejar primeiro a rede assistencial com o setor privado, com os mesmos concertos de regionalização,
hierarquização e universalização e, na sequência, complementar a rede assistencial com o setor público.

16 Um marco importante da reforma sanitária foi a VIII Conferência Nacional de Saúde (CNS), debate realizado, em 1986, com a
participação de mais de 4 mil pessoas, entre profissionais do setor saúde, governo e usuários dos serviços. Sobre as propostas
firmadas na VIII CNS, analise.
I. Universalização e integralização das ações e da atenção.
II. Unificação do sistema.
III. Descentralização.
IV. Participação popular.
Estão corretas as alternativas:
A) I, II, III e IV. B) I e III, apenas. C) II e III, apenas. D) I, II e IV, apenas.

17 Em outubro de 1988, o Sistema Único de Saúde (SUS) foi instituído constitucionalmente. A consagração constitucional do SUS
trouxe a previsão da necessidade de novas leis para sua regulamentação. Isso ocorreu por meio das Leis nos 8.080 e 8.142, ambas
ed tada e 1990 q e o j ta e te for a a “Le Or â a da Saúde”. É NCORRETO af r ar q e a Le º 8.080/1990 trata
da(s):
A) política de recursos humanos. B) organização, direção e gestão do SUS.
C) participação da comunidade na gestão do SUS. D) competências e atribuições das três esferas de governo.

18 O Sistema Único de Saúde (SUS) é um projeto que assume e consagra os princípios da Universalidade, Equidade e Integralidade
da atenção à aúde da o la o bra le ra o q e l a o eber o o “ a e ‐objet o” de ro e o de refor a do te a
de aúde “herdado” do eríodo a ter or “ te a de aúde” a az de ara t r o a e o er al da o la o a be e er iços
que garantam a saúde e o bem‐estar, de forma equitativa e integral. É correto afirmar que o SUS é composto pelos:

A) serviços públicos de saúde de todas as esferas do governo, somente.


B) serviços públicos de saúde e, de forma complementar, pelos serviços filantrópicos.
C) serviços públicos de saúde e, de forma complementar, pelos planos e seguros de saúde.
D) serviços públicos de saúde e, de forma complementar, pelos serviços filantrópicos e privados contratados pelo SUS.

19 “Co j to de ara terísticas apresentadas por doenças e agravos, de acordo com sua apresentação clínica e epidemio‐ lógica, das
quais as mais importantes são: a severidade medida pelas taxas de letalidade, hospitalizações e sequelas; a relevância social que
subjetivamente significa o valor que a sociedade imputa à ocorrência do evento através da estigmatização dos doentes, medo,
indignação quando incide em determinadas classes sociais; e, as que podem afetar o desenvolvimento, o que as caracteriza como de
relevância econômica devido a restrições comerciais, perdas de vidas, absenteísmo ao trabalho, custo de diagnóstico e tratamento
et .” Trata‐se de :
A) magnitude. C) potencial de disseminação.
B) transcendência. D) compromissos internacionais.

20 “A __________________ é ara ter zada or a e de a o lar a d tr b o eo ráf a at do a de aí o


o t e te. U exe lo tí o de te e e to é a e de a de __________________ q e at e todo o o t e te .” A ale a
alternativa que completa correta e sequencialmente a afirmativa anterior.
A) endemia / AIDS C) pandemia / varíola
B) pandemia / AIDS D) endemia / febre amarela
21 O M tér o da Saúde d e q e “a Saúde da a íl a é e te d da o o a e traté a de reorientação do modelo assistencial,
o era o al zada ed a te a la ta o de eq e lt rof o a e dade bá a de aúde”. S o a e r at a
desenvolvidas pelo enfermeiro, enquanto integrante da equipe de multiprofissionais, EXCETO:
A) Realizar consulta de enfermagem. C) Elaborar planos assistenciais de saúde pública.
B) Prescrever a assistência de enfermagem. D) Organizar os serviços de assistência de enfermagem.

22 A desnutrição proteico‐energética em crianças pode ter como consequência extrema o Kwashiorkor. Sobre essa forma de
desnutrição, assinale a afirmativa INCORRETA.

A) A diarreia está comumente presente.


B) O edema mascara a atrofia muscular.
C) A deficiência de vitamina B comumente pode levar à cegueira.
D) O cabelo é fino, seco, quebradiço e opaco em crianças com este tipo de desnutrição.

23 Ao nascimento, uma meta essencial de cuidado com o recém‐nascido é a manutenção da temperatura corporal. Diante do
exposto, assinale a afirmativa correta.
A) O fígado é uma das principais fontes termogênicas.
B) No parto, a principal causa de perda de calor é a condução.
C) O calafrio é uma das fontes de produção de calor do recém‐nascido.
D) A gordura marrom superficial está localizada, principalmente, entre as escápulas, atrás do esterno e no abdômen.

24 Acerca da fase da puberdade, analise as afirmativas.

I. A fase da pré‐puberdade compreende o período de cerca de 2 anos imediatamente anterior à puberdade.


II. Os ovários, os testículos e os pelos pubianos são características sexuais primárias.
III. As glândulas sudoríparas apócrinas atingem a capacidade secretora na puberdade e não são funcionais na infância.
IV. O aumento do volume sanguíneo e da resistência do coração não sofrem alteração na puberdade.
Estão corretas as afirmativas
A) I, II, III e IV. B) I e II, apenas. C) I e III, apenas. D) III e IV, apenas.

25 São doenças exantemáticas, EXCETO:


A) Varicela. B) Rubéola. C) Sarampo. D) Febre amarela.

26 Sobre o atendimento na situação de parada cardiorrespiratória, analise as afirmativas.

I. Em suspeita de trauma cervical, a primeira manobra de abertura das vias aéreas que deve ser feita é a elevação do ângulo da
mandíbula.
II. Os momentos iniciais pós‐ressuscitação cardiopulmonar são essenciais na sobrevida do paciente que sofreu parada
cardiorrespiratória.
III. As compressões sobre o esterno devem ter profundidade de, no mínimo, 5 cm e permitir o retorno completo do tórax após cada
compressão.
IV. O profissional de saúde que realiza a massagem cardíaca deve estar com os braços semiestendidos e posicionados sobre a vítima
formando um ângulo de 90°.
Estão corretas as afirmativas:
A) I, II, III e IV. B) I e II, apenas. C) I e III, apenas. D) I, II e III, apenas

27 Acerca da etapa do planejamento na administração e do gerenciamento em saúde, é INCORRETO afirmar que a(o)s:

A) cronograma é um dos instrumentos do planejamento.


B) flexibilidade é um dos princípios básicos da etapa do planejamento.
C) planejamento é o ponto de partida da administração em enfermagem.
D) objetivos em médio prazo são aqueles que deverão ser alcançados em um período em torno de 6 meses a 1 ano.

28 A gestante, com mais de 20 semanas de gestação e diagnóstico de hipertensão arterial, proteinúria e convulsão sem causa
associada, apresenta quadro de:
A) eclâmpsia. C) hipertensão gestacional.
B) pré‐eclâmpsia. D) hipertensão arterial sistêmica crônica.

29 O Ministério da Saúde incorporou, a partir deste ano, a vacina contra a Hepatite A no calendário básico de imunização da criança.
A meta é imunizar 95% do público‐alvo, que abrange crianças na faixa etária de:
A) 1 ano até 1 ano, 11 meses e 29 dias. C) 6 meses até 1 ano, 5 meses e 29 dias.
B) 1 ano até 2 anos, 5 meses e 29 dias. D) 6 meses até 1 ano, 11 meses e 29 dias.

30 A hipertensão arterial sistêmica é um dos mais importantes problemas de saúde pública no Brasil. Segundo o Minis‐ tério da
Saúde, em 2012, a taxa de prevalência da doença foi de 24,3%. Sobre o tema, marque V para as afirmativas verdadeiras e F para as
falsas.
( ) A retinopatia é uma condição clínica associada à doença.
( ) Aumenta a velocidade com que a placa aterosclerótica se acumula dentro das paredes arteriais.
( ) A hipertensão arterial sistêmica é uma condição devido a fatores que alteram o débito cardíaco.
( ) O enfermeiro deve encorajar o paciente obeso e hipertenso a perder peso e a manter o IMC menor que 30 kg/m². A sequência
está correta em:
A) F, F, F, V. B) F, F, V, V. C) F, V, V, V. D) V, V, V, F.

2013 - AVAPE - Araçatuba/SP – CONSULPLAN

11 De acordo com a Lei 8080/90, marque V para as afirmativas verdadeiras e F para as falsas.

( ) Os municípios poderão constituir consórcios para desenvolver, em conjunto, as ações e os serviços de saúde que lhes
correspondam.
( ) As comissões intersetoriais terão a finalidade de articular políticas e programas de interesse para a saúde, cuja execução envolva
áreas não compreendidas no âmbito do Sistema Único de Saúde – SUS.
( ) A assistência à saúde é livre à iniciativa privada.
A sequência está correta em
A) V, V, F B) F, F, V C) V, F, V D) F, V, F E) V, V, V

12 À direção nacional do Sistema Único de Saúde compete, EXCETO:

A) Formular, avaliar e apoiar políticas de alimentação e nutrição.


B) Coordenar e participar na execução das ações de vigilância epidemiológica.
C) Controlar e fiscalizar procedimentos, produtos e substâncias de interesse para a saúde.
D) Prestar apoio técnico e financeiro aos municípios e executar supletivamente ações e serviços de saúde.
E) Promover a descentralização, para as Unidades Federadas e para os municípios, dos serviços e ações de saúde, respectivamente,
de abrangência estadual e municipal.

13 A saúde pública tem, na epidemiologia, o mais útil instrumento para o cumprimento de sua missão de proteger a saúde das
populações. São objetivos da epidemiologia

I. definir e determinar os fatores contribuintes aos agravos à saúde;


II. estabelecer medidas preventivas;
III. auxiliar o planejamento e o desenvolvimento de serviços de saúde.
Está(ão) correta(s) a(s) alternativa(s)
A) I, II e III. B) I, apenas. C) II, apenas. D) I e III, apenas. E) II e III, apenas.
14 “Mede a ro or o de e oa a dada opulação que apresentam uma específica doença ou atributo, em um determinado
o to o te o.” Trata-se de:
A) incidência. B) letalidade. C) frequência. D) morbidade. E) prevalência.

15 Sobre o processo epidêmico, marque V para as afirmativas verdadeiras e F para as falsas.

( ) As epidemias constituem fenômeno exclusivamente quantitativo.


( ) As epidemias podem ser consequência de exposição a agentes infecciosos, substâncias tóxicas e, em situações especiais, à
carência de determinado(s) nutriente(s).
( ) As formas de apresentação de uma epidemia numa comunidade variam de acordo com o tipo de agente, a característica e o
tamanho da população exposta e a presença ou ausência de prévia exposição da população a determinado agente.
A sequência está correta em
A) F, V, V B) F, V, F C) V, V, F D) F, F, V E) V, V, V

16 Os municípios e o Distrito Federal, como gestores dos sistemas locais de saúde, são responsáveis pelo cumprimento dos
princípios da Atenção Básica, pela organização e execução das ações em seu território. Compete às Secretarias Municipais de Saúde
e ao Distrito Federal:

I. organizar, executar e gerenciar os serviços e ações de Atenção Básica, de forma universal, dentro do seu território, incluindo as
unidades próprias e as cedidas pelo Estado e pela União;
II. garantir infraestrutura necessária ao funcionamento das Unidades Básicas de Saúde, dotando-as de recursos materiais,
equipamentos e insumos suficientes para o conjunto de ações propostas;
III. selecionar, contratar e remunerar os profissionais que compõem as equipes multiprofissionais de Atenção Básica, inclusive os da
Saúde da Família, em conformidade com a legislação vigente.

Está(ão) correta(s) a(s) alternativa(s):


A) I, II e III. B) I, apenas. C) II, apenas. D) I e II, apenas. E) I e III, apenas.

17 Todo o município é responsável pela integralidade da atenção à saúde da sua população, exercendo essa responsabilidade de
forma solidária com o Estado e a União. Todo o município deve,

A) participar do financiamento bipartite do Sistema Único de Saúde.


B) elaborar, pactuar e implantar a política de promoção da saúde, considerando as diretrizes estabelecidas no âmbito municipal.
C) garantir a estrutura física necessária para a realização das ações de atenção básica, não sendo necessário estar de acordo com as
normas técnicas vigentes.
D) assumir parcialmente a gerência de toda a rede pública de serviços de atenção básica, englobando as unidades próprias e as
transferidas pelo estado e pela União.
E) assumir a gestão e execução das ações de vigilância em saúde realizadas no âmbito local, compreendendo as ações de vigilância
epidemiológica, sanitária e ambiental, de acordo com as normas vigentes e pactuações estabelecidas.

18 São objetivos da Vigilância Ambiental Nacional em Saúde, EXCETO:

A) Identificar os riscos e divulgar as informações referentes aos fatores ambientais condicionantes e determinantes das doenças e
outros agravos à saúde.
B) Estabelecer os principais parâmetros, atribuições, procedimentos e ações relacionadas à vigilância ambiental em saúde nas
diversas instâncias de competência.
C) Intervir com ações indiretas de responsabilidade do setor ou demandando para outros setores, com vistas a eliminar os principais
fatores ambientais de riscos à saúde humana.
D) Conhecer e estimular a interação entre saúde, meio ambiente e desenvolvimento, visando ao fortalecimento da participação da
população na promoção da saúde e qualidade de vida.
E) Produzir, integrar, processar e interpretar informações, visando a disponibilizar ao SUS instrumento para o planejamento e
execução de ações relativas às atividades de promoção da saúde e de preservação e controle de doenças relacionadas ao meio
ambiente.

19 Segundo a Lei nº 8.080/90, estão incluídos no campo de atuação do Sistema Único de Saúde (SUS)
I. a vigilância nutricional e a orientação alimentar;
II. a participação na formulação da política e na execução de ações de saneamento básico;
III. a participação no controle e na fiscalização da produção, transporte, guarda e utilização de substâncias e produtos psicoativos,
tóxicos e radioativos;
IV. a formulação da política de medicamentos, equipamentos, imunobiológicos e outros insumos de interesse para a saúde e a
participação na sua produção.
Estão corretas as alternativas
A) I, II, III e IV. D) II e IV, apenas.
B) I e II, apenas. E) I, III e IV, apenas.
C) II e III, apenas.

20 De acordo com sua evolução no tempo e no espaço, relacione corretamente as classificações das epidemias.
1. Surto epidêmico. 2. Onda epidêmica. 3. Pandemia.
( ) quando se prolongam por vários anos.
( ) quando evoluem disseminando-se por amplas áreas geográficas, geralmente mais de um continente, atingindo elevada proporção
da população.
( ) situações que envolvam amplo número de pessoas e/ou áreas geográficas mais extensas.
A sequência está correta em:
A) 1, 2, 3 B) 2, 3, 1 C) 3, 2, 1 D) 3, 1, 2 E) 2, 1, 3

26 A priorização do atendimento em Serviços de Urgência é sistematizada através da Classificação de Risco. Considerando a


Classificação de Risco e a participação da equipe de enfermagem neste processo, marque a alternativa INCORRETA.
A) O Protocolo do Manchester é uma metodologia reconhecida internacionalmente para classificação de risco em serviços de
urgência.
B) O procedimento de classificação de risco e priorização da assistência deve ser executado no contexto do processo de
enfermagem.
C) Para executar a classificação de risco, o profissional de enfermagem deverá estar dotado de conhecimentos, competências e
habilidades específicas.
D) No âmbito da equipe de enfermagem, o COFEN determina que somente o Técnico de Enfermagem e o Enfermeiro façam a
classificação de risco.
E) O processo de acolhimento e classificação de risco faz parte do Sistema de Humanização do Atendimento – objeto de
padronização do Ministério da Saúde.

27 Para estabelecer uma comunicação terapêutica efetiva, muitas vezes o Enfermeiro deve empregar a sinonímia de doenças e
sintomas, para que o usuário do sistema de saúde compreenda melhor suas orientações. Com base nas alternativas a seguir,
assinale as doenças que caracterizam-se como sinonímia entre termos, de acordo com o Ministério da Saúde.
A) Escabiose e Piolho. D) Ancilostomíase e Amarelão.
B) Teníase e Solitária. E) Parotidite infecciosa e Caxumba.
C) Candidíase e Sapinho.

28 Sobre os princípios da imunidade e o uso dos imunobiológicos, marque a alternativa correta.


A) As vacinas conferem ao organismo imunidade passiva artificialmente adquirida.
B) Na imunidade ativa, o organismo produz anticorpos específicos contra determinado antígeno.
C) Os anticorpos obtidos pelo recém-nascido, por meio da mãe, é um exemplo de imunidade ativa.
D) As imunoglobulinas e os soros são produzidos a partir de antígenos ou pelo produto de antígenos.
E) A duração da proteção conferida pelos soros é relativamente mais duradoura do que pelas vacinas.

29 Dentro do processo de enfermagem, as Taxonomias NANDA, NIC e NOC, respectivamente, auxiliam na elaboração e classificação
dos(as)

A) diagnósticos, intervenções e resultados de enfermagem.


B) intervenções, diagnósticos e resultados de enfermagem.
C) resultados, intervenções e diagnósticos de enfermagem.
D) diagnósticos, resultados e intervenções de enfermagem.
E) intervenções, resultados e diagnósticos de enfermagem.
30 A alimentação tem papel fundamental na prevenção e controle da osteoporose. Assinale a alternativa que apresenta alimentos
e/ou substâncias que seu consumo excessivo está relacionado, de acordo com o Ministério da Saúde, a um maior risco de
osteoporose.
A) Cálcio e vitamina D.
D) Soja e derivados do leite.
B) Sódio e carnes vermelhas.
E) Magnésio e frutos do mar.
C) Ácidos graxos insaturados.

2014 - CEFET/RJ - CESGRANRIO

26 Aos trabalhadores segurados do Regime Geral da Previdência Social, a doença que exclui a exigência de carência para a
concessão de auxílio-doença ou de aposentadoria por invalidez é a
(A) asma (B) dermatose (C) hanseníase (D) estresse (E) síndrome de burnout

27 Numa instituição, o trabalhador que atua em laboratório de esterilização, exposto à radiação ultravioleta, está sujeito à doença
ocupacional denominada
(A) hipoacúsia (B) artrose (C) otite (D) hepatonefrite (E) catarata

28 Numa instituição de ensino, o trabalhador que atua em laboratório com aldeído fórmico, está sujeito à doença ocupacional
denominada
(A) asma brônquica (B) encefalopatia aguda (C) osteosclerose (D) polinevrite (E) nefropatia

29 Um trabalhador de uma indústria que apresenta a doen- ça ocupacional denominada anemia progressiva do tipo hipoplástico
provavelmente foi exposto ao seguinte fator de risco
(A) flúor (B) manganês (C) arsênio (D) xileno (E) cádmio

30 Em um hospital, as características dos postos de trabalho, do espaço físico laboral e as condições de posicionamento e
movimentação de segmentos corporais dos trabalhadores integram a análise
(A) postural (B) ergonômica (C) fisioterápica (D) biopsíquica (E) mecânica

31 Em ambientes hospitalares, em um sistema de gestão ambiental, a melhoria da segurança no trabalho implica benefícios de
(A) flexibilidade (B) competitividade (C) redução de custos (D) minimização de riscos (E) maximização dos lucros

32 Ao realizar a avaliação do risco em saúde do trabalhador, os fatores de risco ocupacionais associados ao aparecimento de DORT-
LER podem estar relacionados aos fatores
(A) biológicos (B) químicos (C) psicossociais (D) biomecânicos (E) epidemiológicos

33 No ambiente laboral, um trabalhador apresenta síndrome do túnel cárpico. O fator de risco no trabalho associado a essa
síndrome é a(o)
(A) temperatura (B) iluminação (C) radiação (D) ruído (E) ritmo

34 No exame periódico de saúde, o enfermeiro, ao avaliar o trabalhador que atua numa fábrica de vernizes, identificou, na
avaliação, hepatite tóxica. Esse quadro clínico sugere intoxicação por
(A) crómio (B) níquel (C) cloronaftaleno (D) aldeído fórmico (E) alcatrão da hulha

35 Nos exames periódicos de saúde, o enfermeiro, ao avaliar o peso do paciente, verifica, em consultas de enfermagem sucessivas,
os seguintes pesos: 100 kg, 110 kg, 115 kg e 120 kg. Essa escala aplicada é uma escala
(A) nominal (B) dicotômica (C) ordinal (D) contínua (E) de razão

36 Em um hospital, o enfermeiro, ao analisar a frequência de ocorrência de novos acidentes de trabalho em um ano, está
considerando uma medida epidemiológica de
(A) prevalência (B) incidência (C) razão (D) risco (E) padronização

37 Sobre as situações de exposição a riscos biológicos para a saúde do profissional de saúde, considere as afirmativas abaixo.
I – O trabalhador pode deixar o local de trabalho com equipamento de proteção individual usado, desde que se responsabilize pela
higienização do mesmo.
II – O empregador não tem responsabilidade sobre o fornecimento e a reposição de Equipamentos de Prote- ção Individuais não
descartáveis.
III – O empregador deve providenciar locais adequados para fornecimento de vestimentas limpas e para deposição das usadas.
Está correto APENAS o que se afirma em
(A) I (B) II (C) III (D) I e II (E) II e III

38 No exame físico de J.P, sexo feminino, 31 anos de idade, verificaram-se os seguintes sinais vitais: temperatura axilar de 36 o C;
respiração regular com 24 incursões por minuto; pulso radial de 68 batimentos por minuto; pressão sistólica de 115 mmHg e pressão
diastólica de 75 mmHg. Nesse caso, o enfermeiro identifica que a mulher apresenta
(A) pressão arterial limítrofe (B) padrão respiratório de Biot (C) bradicardia (D) taquipneia (E) hipotermia

39 Uma das etapas de um Programa de Prevenção de Riscos Ambientais abrange a antecipação e o reconhecimento dos agentes de
riscos, que podem ser exemplificados como:

(A) agentes psíquicos – constrangimento, assédio, violência, preconceito, negligência, difamação


(B) agentes físicos – ruídos, vibrações, cores, iluminação, peso, umidade
(C) agentes naturais – temperatura, pressão, radiação, vibrações, neblinas
(D) agentes químicos – poeiras, tintas, alimentos, fumos, névoas, gases
(E) agentes biológicos – bactérias, fungos, bacilos, parasitas, protozoários, vírus

40 Identifica-se como uma doença pulmonar ocupacional:


(A) Asbestose (B) Micose fungoide (C) Doença de Hodgkin (D) Linfoma de Burkitt (E) Carcinoma ductal infiltrante

41 A respeito da pesquisa técnico-científica, é um direito de o enfermeiro

(A) publicar trabalho com elementos que identifiquem o sujeito participante do estudo sem sua autorização, desde que autorizado
por instituição de ensino.
(B) ter conhecimento de qualquer pesquisa que represente perigo à vida e à integridade da pessoa e acompanhar suas etapas.
(C) ter conhecimento do ensino e da pesquisa a serem desenvolvidos com as pessoas sob sua responsabilidade profissional ou em
seu local de trabalho.
(D) eximir-se do encargo da defesa dos princípios legais da profissão quando se tratar da pesquisa realizada com licença de uma
instituição de ensino.
(E) eximir-se da responsabilidade por atividades executadas por alunos ou estagiários, na condição de docente, enfermeiro
responsável ou supervisor.

42 A higienização das mãos previne a propagação de doenças relacionadas à assistência à saúde. Relacione cada situação
profissional com o produto de higienização das mãos adequado.
I – Após contato com monitores cardíacos
II – Antes do preparo e manipulação de medicamentos
III – Antes do procedimento de pequenas suturas
P – Apenas água e sabão
Q – Preparação alcoólica
R – Detergentes com antissépticos
S – Hipoclorito de sódio
As associações corretas são:
(A) I – P , II – R , III – S (B) I – Q , II – P , III – R (C) I – Q , II – S , III – P (D) I – R , II – S , III – Q (E) I – S , II – Q , III – R

43 Após uma exposição percutânea ou cutânea a materiais biológicos, deve-se:


(A) lavar o local exposto com solução salina 0,9%.
(B) lavar a área exposta com água e sabão.
(C) lavar o local exposto com glutaraldeído.
(D) drenar a área exposta com injeções locais.
(E) drenar a área exposta com pequenos cortes.

44 A carência é a quantidade mínima de contribuições mensais para que se tenha o direito aos benefícios previdenciários. Tanto a
aposentadoria por idade, quanto por tempo de contribuição e especial têm a mesma carência, qual seja:
(A) 10 contribuições (B) 12 contribuições (C) 36 contribuições (D) 72 contribuições (E) 180 contribuições

45 Segundo a Norma Regulamentadora do Ministério do Trabalho e Emprego no 17 (Ergonomia), deve ser observado que
(A) mulheres designadas para o transporte manual de cargas deverão trabalhar com o mesmo peso daquele admitido para os
homens, para não configurar discriminação negativa de gênero.
(B) nas atividades de processamento eletrônico, na entrada de dados, deve haver, no mínimo, uma pausa de 30 minutos para cada
90 minutos trabalhados, deduzidos da jornada normal de trabalho.
(C) só é aberta a possibilidade de determinar a obrigatoriedade do uso temporário de vestimentas ou propagandas ou maquilagem
temática, independente do constrangimento, se o resultado do trabalho depender dessa atividade.
(D) todo trabalhador que transporta cargas pesadas manualmente deve ser selecionado para o emprego após teste de
conhecimento sobre os métodos de trabalho que deverá utilizar, com vistas a salvaguardar a empresa de eventuais processos de
responsabilidade sobre a sua saúde.
(E) quando os trabalhos são realizados em pé, devem ser colocados assentos para descanso em locais em que possam ser utilizados
por todos os trabalhadores durante as pausas.

46 A Norma Regulamentadora do Ministério do Trabalho e Emprego nº7 estabelece como obrigatória a realização de exames
médicos em todos os funcionários que estejam registrados de acordo com a Consolidação das Leis Trabalhistas. Dentre os diferentes
tipos de avaliação de saúde, encontra-se a avaliação:
(A) admissional, que é realizada antes que o trabalhador assuma suas atividades no novo emprego.
(B) periódica, que é realizada sistematicamente num intervalo anual, extensível ao intervalo de dois anos, de acordo com a atividade
laboral.
(C) de retorno ao trabalho, que é realizada até uma semana antes da volta ao trabalho, quando houver ausência por um período de
trinta dias, por qualquer problema de saúde.
(D) de mudança de função, que é realizada sempre que ocorre modificação na função do trabalhador.
(E) de risco no retorno, que é realizada no retorno do trabalhador de qualquer área de doenças endêmicas.

47 Relacione cada responsabilidade do enfermeiro do trabalho com seu respectivo objetivo, apresentados a seguir.

I – Estudar as condições de segurança e periculosidade da empresa, efetuando observações nos locais de trabalho e discutindo-as
em equipe.
II – Treinar trabalhadores, instruindo-os sobre o uso de roupas e material adequado ao tipo de trabalho.
III – Prestar primeiros socorros no local de trabalho, em caso de acidente ou doença, fazendo curativos ou imobilizações especiais,
administrando medicamentos e tratamentos e providenciando o posterior atendimento médico adequado.
P – Reduzir a incidência de acidentes.
Q – Atenuar consequências e proporcionar apoio e conforto ao paciente.
R – Identificar as necessidades no campo de segurança, higiene e melhoria do trabalho.
S – Propiciar a preservação do emprego do trabalhador, favorecendo a sua saúde.
As associações corretas são:
(A) I – Q , II – R , III – S (B) I – Q , II – S , III – P (C) I – R , II – P , III – Q (D) I – R , II – S , III – P (E) I – S , II – Q , III – R
48 Segundo a Norma Regulamentadora nº 32 do Ministério do Trabalho, os Programas de Prevenção de Riscos Ambientais devem
ser reavaliados uma vez ao ano e sempre que:
(A) mudem os procedimentos de trabalho que afetem o ritmo de produção e o resultado econômico final da empresa.
(B) se produza uma mudança nas condições de trabalho, que possa alterar a exposição aos agentes biológicos.
(C) ocorra uma intoxicação exógena por agentes biológicos, na qual esses riscos foram previamente reconhecidos.
(D) ocorra qualquer acidente envolvendo risco de qualquer tipo, com ou sem afastamento do trabalhador.
(E) ocorra uma solicitação formal do representante dos trabalhadores junto ao sindicato da categoria.

49 Uma Campanha voltada para o controle do tabagismo deve considerar que:


(A) o objetivo é disseminar entre os trabalhadores informações sobre os problemas que o tabagismo pode acarretar para a produção
e, consequentemente, para a manutenção dos seus empregos.
(B) a abordagem dos trabalhadores no ambiente profissional fica dificultada pela rotina laboral.
(C) os fumantes devem ser identificados para criar condições especiais de trabalho que permitam a continuidade do seu hábito, mas
protejam os outros trabalhadores.
(D) os problemas provocados pelo tabagismo no ambien