Você está na página 1de 24

Fontes de

Luz
Estrelas Fonte Primária
Fonte de luz Lâmpada acesa

Lua
Fonte Secundária
Lâmpada apagada

Classificação de fontes de luz

Quanto a emissão Quanto ao tamanho

a) Fonte Primária (luminoso): a) Puntiforme: pequena em relação


produz a luz que emite. ao observador. Ex. Estrela para nós.

b) Fonte Secundária (iluminado): b) Extensa: grande em relação


remite a luz recebida. ao observador. Ex. Sol para nós.
RAIOS DE LUZ

São segmentos de reta orientados que representam o


sentido de propagação da luz e auxiliam na
construção de imagens em diversos sistemas ópticos.
Raio de luz : Representação geométrica do trajeto
seguido pela luz.

Feixe de luz : Conjunto de raios luminosos

Feixe divergente Feixe convergente Feixe paralelo


Meios Transparentes  Permitem que a luz se
propague neles também que as imagens ou objetos
possam ser vistos nitidamente.

Meios Translúcidos Permitem que a luz se


propague neles mas as imagens não podem ser
vistos com nitidez.

 Meios Opacos Não permitem a propagação da luz.


 Reflexão  É o fenômeno no qual o feixe de luz atinge a
superfície de separação entre 2 meios e retorna ao meio
onde já se encontrava propagando. Pode ser de 2 tipos:

 Reflexão Regular: Normalmente ocorre em


superfícies lisas e polidas.

Reflexão Regular ou especular Reflexão difusa


 Refração  É o fenômeno no qual um feixe de luz
propagando em um meio atinge uma superfície de separação
entre dois meios e passa a se propagar em outro meio.
 Absorção  Neste fenômeno parte da energia do feixe de luz
é absorvida pela superfície de separação.
Disperção da luz
A luz do sol, por exemplo, é policromática e possui uma
infinidade de cores em sua composição, as quais podem ser
divididas em 7 cores principais.
As cores de todos os objetos que podemos visualizar
são o resultado da reflexão de uma parte da luz
policromática que neles incide.
A cor dos objetos

F:fonte
de luz
branca
PROPAGAÇÃO DA LUZ
Raio  é o raio incidente
Raio  é o raio refletido
Raio  é o raio refratado
no meio translúcido
Raio  é o raio
internamente refletido
Raio  é o raio refratado
quando sai do meio
translúcido
PRINCÍPIOS DA ÓPTICA
GEOMÉTRICA
Princípio da Propagação Retilínea da Luz.
 Nos meios homogêneos, isotrópicos e transparentes, a luz se
propaga em linha reta.
Princípio da Reversibilidade dos Raios Luminosos.
 A forma da trajetória de um raio de luz não depende do sentido
de sua propagação.
Princípio da Independência dos Raios Luminosos.
 Quando 2 ou mais feixes luminosos se interceptam em sua
trajetória eles não modificam suas características após a
interferência.
CONSEQUÊNCIAS DOS PRINCÍPIOS
DA ÓPTICA GEOMÉTRICA
Sombra e Penumbra.
 Fontes puntiformes ou pontuais podem
produzir apenas sombra.
 Fontes extensas produzem sombra e
penumbra.
Eclipses
Eclipses
A figura abaixo mostra o sistema Sol-Terra-Lua como seria visto por um observador
externo olhando diretamente para o pólo sul da Terra. O círculo externo mostra a Lua
em diferentes posições relativas em relação à linha Sol-Terra, assumidas à medida
que ela orbita a Terra de oeste para leste (sentido horário para um observador
olhando para o pólo sul). O círculo interno mostra as formas aparentes da Lua, em
cada situação, para um observador no hemisfério sul da Terra.
SOMBRA E PENUMBRA

Fonte de Luz Puntiforme Fonte de Luz Extensa

h
H
H h
 b
B b

P P
B Sombra
CÂMARA ESCURA
A câmara escura pode ser considerada a origem da máquina fotográfica atual.

H h
H h 
B b
B b