Você está na página 1de 4

Clarividência Facial

Por Cecília Britto em Clarividência.

Através da clarividência pode-se ver a aura dos seres vivos, o duplo etérico das plantas,
os espíritos (inclusive os amparadores), o passado, o futuro e muito mais…

Orientações iniciais:
- Reservar pelo menos 30 minutos para realizar a prática;
- Desligar telefone e pedir para não ser incomodado;
- Realizar num local tranquilo;
- Você pode colocar uma música suave ou não (faça a experiência de ambas as formas);
- Preparar um espelho médio e luminosidade de velas de forma a não formar sombras
nem brilhos no espelho e nem em seu rosto (por exemplo uma vela de cada lado do
espelho).

Alongamento e respiração para relaxar e aquietar


a mente:
- Comece realizando alongamentos simples, e suaves rotações das suas articulações
(tornozelos, joelhos, quadril, punhos, cotovelos, ombros e pescoço) para propiciar uma
circulação melhor das suas energias;
- Vá respirando profundamente enquanto faz os movimentos;
- Procure se exercitar por cerca de 15 minutos.
Obs.: Essa é uma forma de relaxar a musculatura, abandonado tensões, parar os
pensamentos intrusos e começar a se concentrar em você, ficando no momento presente.

Exteriorização de energias:
Exteriorize energias no ambiente por 5 minutos, solicitando auxílio aos seus
Amparadores para a realização desta prática. Durante esses 5 minutos, pense em uma
bela paisagem, vivenciando-a, vivifique em você o sentimento de gratidão, de alegria,
de amor em âmbito Universal. Caso seus pensamentos vagueiem pelas dificuldades
passadas ou presentes, ou por preocupações em geral, retorne ao seu foco, quantas vezes
for preciso, indicando à sua mente qual é o seu objetivo.
Após esses 5 minutos, perceba se o padrão energético do ambiente se modificou. A
movimentação energética pode ser percebida pela mudança no nível de ruídos. Perceba
também como estão seus pensamentos, e se ainda estiver muito agitado, insista por mais
5 minutos na exteriorização de energias, buscando um padrão de calma e de
tranqüilidade.
Exercitando o chacra frontal:
Uma forma de estimular o seu chacra frontal é mentalizando um foco luminoso na testa,
entre as sobrancelhas. Você pode, inclusive, voltar seus olhos fechados para esse ponto,
por alguns minutos inicialmente, e com o passar dos dias, aumentar o tempo, até sentí-lo
pulsar.

Clarividência:
Coloque-se de frente para o espelho, sentado de maneira confortável, com a coluna ereta
e os ombros, a nuca e todo o corpo bem relaxados. Braços sobre as pernas ou no
respaldar da cadeira, bem relaxados.
Olhe para o espelho, não focalizando detalhes do seu rosto, mas procurando olhar como
que através dele. Fique assim por pelo menos 15 minutos.
Poderão acontecer, entre outras, mudanças na luminosidade do seu rosto, do ambiente,
percepção de movimentações, mudanças dos traços de seu rosto, percepção de
acoplagens de outras consciências, escurecimento da imagem ou do ambiente,
percepção de sons ou outras imagens.
Lacrimejamento é bastante comum no início, e também momentos de escuridão, onde o
rosto desaparece. Isso acontece porque há freqüências novas a desenvolver, que não têm
ainda como ser definidas pela sua mente, que entende o diferente como escuridão.
Insista, aos poucos será como entender qual a regulagem que precisa utilizar para
perceber melhor as imagens.
Fique atento a cada sensação, a cada sinal, a cada percepção que tiver. Não negue ou
desqualifique qualquer uma delas, pois só estando receptivo, poderá ir melhorando suas
percepções.
Anote o que percebeu ao final do exercício, mesmo se no início lhe parecer bobagem, e
compare as anotações depois de um período realizando a atividade.
Procure fazer do exercício uma rotina, com data e hora programada, para que fique
combinado com a espiritualidade sua intenção de desenvolver essa ferramenta.
[box type="info" style="rounded" icon="none"]
Dicas de CD:

CD 81 –
CD 31 – Conheça suas Vidas Passadas Através da Clarividência Facial
Clarividência
CD 97 – A Prática da Clarividência pela Mudança de Comportamento
[/box]

Estados Ampliados da Consciência e


Projeção da Consciência
Por Erica Fukuyama em Clarividência, Projeção Astral.

A percepção de nós mesmos e de tudo que está à nossa volta não se dá apenas por meio
de nossos sentidos físicos, como imaginamos. Através de nossos chacras e da projeção
da consciência (tanto a projeção astral como a mental) somos capazes de perceber muito
além do visível e do palpável!
Introdução
No estado usual de consciência, identificamo-nos com o nosso corpo físico e
percebemos o mundo externo a nós através dos nossos sentidos físicos. Vários autores
na literatura estudaram os estados alterados de consciência (EAC), dentre eles os
psicólogos Charles Tart, Stanley Krippner e Ralph Metzner, cada qual com seu conceito
a respeito destes estados. Segundo Charles Tart, autor de vários livros sobre
consciência, psicologia transpessoal, mente, meditação e percepção extrasensorial, o
EAC representa uma alteração qualitativa no padrão geral de funcionamento mental, na
qual a pessoa que a experimenta sente que sua consciência funciona de maneira
radicalmente distinta do seu modo comum de operação. Neste artigo será abordado um
tipo de EAC, que é o estado ampliado de consciência.

Mecanismos de Percepção
Em estado usual de vigília, estando a consciência no corpo físico, a percepção do
mundo externo se dá através dos cinco sentidos e as informações captadas serão levadas
ao cérebro físico, onde serão processadas e passadas à consciência. Porém, existem
informações que chegam ao conhecimento da consciência que independem do
funcionamento dos cinco sentidos físicos, como ter acesso a fatos passados ocorridos
num certo local no qual nunca se esteve anteriormente. Neste ponto, há de se considerar
a existência de outros mecanismos de percepção e processamento de dados, como a
presença de estações de energia chamadas de chacras.

Chacras e Veículos de Manifestação da


Consciência
Antes de continuar a explanação sobre chacras, faz-se necessário o conhecimento dos
vários veículos de manifestação da consciência: o próprio corpo físico, o corpo astral
(psicossoma) e o corpo mental, além de mais dois corpos que apenas fazem a ligação
entre os demais – o duplo etérico, que liga o corpo físico e o corpo astral, e o duplo
dourado, que liga o corpo astral e o corpo mental. Os chacras, presentes em todos os

corpos,
corpos; exceto no corpo
tal energia físico, realizam
corresponde o intercâ
às informações mbio energético
presentes entreàtodos
no ambiente, esses
vitalidade
global e às codificações de emoções, sentimentos e pensamentos.

Projeção da Consciência
Damos o nome de projeção da consciência ao fenômeno de utilização do c orpo astral
para a manifestação da consciência em estado de descoincidência com o corpo físico.
Essa projeção também pode ocorrer com a consciência se manifestando através do
corpo mental. A lucidez durante a projeção irá proporcionar um estado ampliado de
consciência.
A prática e o controle total sobre a projeção da consciência capacitam o projetor ao
deslocamento instantâneo entre localidades físicas e na dimensão astral, o que altera o
sentido do tempo e do espaço.
A plasticidade do corpo astral faz com que se possa modificar a imagem de
apresentação da consciência (qualquer forma, tamanho, etc.), podendo haver a perda da
imagem corporal física. O reconhecimento da consciência individual se dá através de
sua assinatura energética.
Percepção Ampliada
A percepção transcende o conhecimento comum desta palavra. Campos energéticos,
chamados de aura, poderão ser vistos envolvendo todo ser vivo. Pode-se ter acesso a o
composto emocional, mental e sentimental das pessoas, inclusive a história individual
ou coletiva pode ser conhecida, assim como os eventos futuros.
Ocorre uma mudança do significado da vida e de seu limite físico. O livre trânsito da
consciência através das várias dimensões e o encontro com consciências encarnadas e
desencarnadas acarretam uma transformação profunda na forma como a vida e a morte
são compreendidas pela maioria das pessoas.