Você está na página 1de 21

FÍSICA

cinemática
01. Um móvel, movendo-se em uma trajetória retilínea, tem sua Resolução:
velocidade registrada na tabela. Determine:
a) Há variações de velocidade iguais em intervalos de tempo iguais
V (m/s) t (s)
a) o tipo do movimento → o movimento é uniformemente variado.
2 0 ΔV 14 − 2
b) a aceleração do movimento 6 1 b) α = = ⇒ 4 m/s2
Δt 3 − 0
c) a função horária da velocidade 10 2
c) V = V0 + α . t ⇒ V = 2 + 4t (SI)
14 3

02. Utilizando os dados da tabela abaixo, determine: Resolução:


6 − (−2) V(m/s)
a) α = = 2m/s2 b)
a) a aceleração do móvel no intervalo de tempo dado 4−0 6
b) o gráfico V x t 4
2
c) o instante em que a velocidade se anula t(s)
d) se o movimento é progressivo ou retrógrado e acelerado 0 1 2 3 4
–2
ou retardado
V (m/s) t (s)
c) Observando a tabela ou o gráfico, verificamos que a velocidade se
–2 0
anula para t = 1 s.
0 1
d) O movimento é inicialmente retrógrado (V < 0) e retardado
2 2
4 3 (| V | diminui) até t = 1s; após este instante, passa a ser progressivo
6 4 (V > 0) e acelerado (| V | aumenta).

03. Um automóvel descreve um MUV com aceleração de Resolução: a (m/s 2)


– 3m/s2 em movimento retilíneo. Construa o diagrama
α x t e determine a variação de velocidade sofrida pelo
1234567
1234567
2 5
automóvel entre os instantes t 1 = 2s e t 2 = 5s. 1234567
0 1234567
1234567
t(s)
ΔV
1234567
– 3 1234567

N
ΔV área = (5 – 2) . (– 3 ) = – 9 m/s2

04. Partindo do repouso (V0 = 0), uma partícula atinge a Resolução:


velocidade de 10m/s em apenas 0,1s. Sabendo-se que seu
movimento é uniformemente variado, determine a aceleração ΔV 10
a= = = 100 m/s2
do movimento e a função horária da velocidade. Δt 0,1

V = V0 + at ⇒ V = 100t (SI)

CPV FISCOL-MED0205-R
1
2 FÍSICA

05. (FUVEST) Partindo do repouso, um avião percorre a pista Resolução:


com aceleração constante e atinge 360 km/h em 25 s. Qual 360 km/h = 100m/s
o valor da aceleração, em m/s2 ?
ΔV 100
a= = = 4 m/s2
a) 9,8 b) 7,2 c) 6,0 d) 4,0 e) 2,0 Δt 25
Alternativa D

06. Um corpo descreve um movimento uniformemente variado, Resolução:


a (m/s 2 )
com velocidade que obedece à seguinte função horária: a) V = V0 + at d)
V = − 20 + 5t (SI). Determine: ∴ V0 = – 20 m/s e a = 5 m/s2
b) V = – 20 + 5t
a) a velocidade inicial e a aceleração do movimento V = – 20 + 5 . 8 = 20 m/s 5
b) sua velocidade no instante t = 8s
c) o instante de tempo em que a velocidade se anula c) 0 = – 20 + 5t
t(s)
5t = 20 ⇒ t = 4s 0
d) o diagrama α x t para o movimento

07. Um automóvel move-se em uma estrada retilínea, com Resolução:


velocidade que obedece à seguinte função horária: V(m/s)
V = 2 + 5t (SI). Determine: a) V = 2 + 5t
V = 2 + 5 . 6 = 32 m/s
a) sua velocidade para t = 6s 32
b) M.R.U.V
b) o tipo de movimento
2
c) o diagrama V x t c) V t t(s)
0 6
2 0
32 6

08. Uma partícula move-se numa trajetória retilínea, sendo sua Resolução:
velocidade registrada e relacionada na tabela abaixo.
ΔV V − V0 9 − ( −6) 15
a) a = = = = = 3 m/s2
Δt t − t0 5−0 5
V (m/s) t (s)
a (m/s 2)
––66 0 b)
––33 1
3
0 2
3 3 t(s)
0 V(m/s)
6 4
9 5
c)
V t
–6 0 6
a) Determine a aceleração do movimento (suposto 0 2
uniformemente variado).
t(s)
b) Construa o diagrama α x t. 0 2 4
c) Construa o diagrama V x t. – 6
d) Determine o intervalo de tempo em que o movimento é d) entre 0 e 2 s, pois V < 0
retrógrado. e) a partir de 2 s, pois V > 0
e) Determine o intervalo de tempo em que o movimento é f) acelerado a partir de 2 s, pois a > 0 e V > 0
progressivo. retardado entre 0 e 2 s, pois a > 0 e V < 0
f) Classifique o movimento em acelerado ou retardado.

CPV FISCOL-MED0205-r
FÍSICA 3

09. Um automóvel move-se em linha reta, partindo do espaço Resolução:


S0 = 3 m com velocidade inicial de − 4 m/s. Sabendo-se que
4t 2
sua aceleração permanece constante e igual a 4 m/s2, a) S = 3 – 4 t +
2
determine:
S = 3 – 4 t + 2 t2 (SI)
a) a função horária dos espaços para o movimento
b) V = – 4 + 4 t (SI)
b) a função horária da velocidade
c) os gráficos S x t e V x t c)
sS (m) 3 1 3 9 20 33

t (s) 0 1 2 3 4 5

S(m) V(m/s)
33
4
20
9
3 1 2 3 4 t(s)
1
1 2 3 4 5 t(s) − 4

10. Um carro com velocidade 20 m/s é freado bruscamente à 12. O espaço de um móvel varia com o tempo de acordo com a
razão de −5 m/s2, até parar. Qual o seu deslocamento durante seguinte função: S = 2t2 – 8t + 10 (SI). Determine:
a freagem? a) o espaço inicial, a velocidade inicial e a aceleração
Resolução: b) o instante da inversão do sentido do movimento
c) a classificação do movimento
V0 = 20 m/s
a = –5 m/s2 Resolução:

V=0 at 2 b) V = V0 + at
S = S 0 + V0 t + 2
V2 = V02 + 2 a ΔS V = −8 + 4 t
0 = (20)2 + 2 (–5) ΔS S = 10 − 8t + 2t2 V = 0 → 0 = −8 + 4t ⇒ t = 2s
– 400 = –10 ΔS a) S0 = 10 m c) a > 0
ΔS = 40 m V0 = − 8 m/s Para t > 2s, V > 0
a = 4 m/s2 e para t < 2s, V < 0
11. A velocidade de um móvel varia com o tempo, obedecendo De 0 a 2 s → retardado
à função V = –30 + 5t (SI). Determine: De 2 s em diante → acelerado

a) a velocidade inicial e a aceleração


b) o instante de mudança de sentido do movimento
13. (FUVEST) Uma composição do metrô parte de uma estação
c) os intervalos de tempo em que o movimento é retardado
e percorre 100 m com aceleração constante, atingindo
e em que o movimento é acelerado
20 m/s. Determine a aceleração α e a duração t do processo.
Resolução:
Resolução:
V = V0 + at
V0 = 0
V = −30 + 5t
V2 = V02 + 2 . α . ΔS
a) V0 = −30m/s e a = 5m/s2
400 = 0 + 2 . α . 100
b) V = 0 → 0 = −30 + 5t ⇒ t = 6s α = 2 m/s2
c) a > 0 V = V0 + αt
em t = 6s, V = 0 e a partir daí, V > 0 ∴ 20 = 0 + 2t
Retardado de 0 a 6 segundos e acelerado de 6s em diante. t = 10 s

CPV FISCOL-MED0205-R
4 FÍSICA

14. Determine, no instante 5 s, a velocidade escalar de um móvel Resolução:


cujo movimento obedece à seguinte função horária: S = 10 + t − t2
V=1−2t
S = 10 + t – t2 (SI)
V = 1 − 2 . 5 = −9 m/s

15. (FM ABC) A função horária do movimento de uma partícula Resolução:


é expressa por S = t2 − 10t + 24 (SI). A posição do móvel, S = 24 − 10 t + t2
ao mudar de sentido, é: V = −10 + 2 t
a) 24 m No instante que o móvel troca de sentido ⇒ V = 0
b) –25 m
c) 25 m V = −10 + 2 t ⇒ 0 = −10 + 2 t ⇒ t=5s
d) 1 m S = 52 − 10 . 5 + 24 = −1 m
e) –1 m Alternativa E

16. (MACK) O recordista mundial dos 100m rasos cumpriu o Resolução:


percurso num intervalo de tempo próximo a 10s. Se o at 2
movimento do corredor fosse uniformemente acelerado a S = S 0 + V0 . t + V = V0 + a . t
2
partir do repouso e durante toda a corrida, sua velocidade
escalar no instante da chegada seria próxima de: a . 102
100 = 0 . 10 + V = 0 + 2 . 10
2
100 = 50a V = 20 m/s = 72 km/h
a) 72 km/h
b) 54 km/h a = 2 m/s2
c) 36 km/h
d) 18 km/h Alternativa A
e) 10 km/h

17. (UF-RJ) Um ponto material descreve uma trajetória retilínea Resolução:


em relação a um sistema de referência e sua função horária S = 3 + 5 t + t2
é dada por S = 3 + 5t + t2 (S em metros, t em segundos).
V=5+2t
Podemos afirmar que a velocidade inicial e a aceleração
escalar são respectivamente: V0 = 5 m/s

a) 3 m/s e 5 m/s2 b) 5 m/s e 2 m/s2 a = 2 m/s2


c) 5 m/s e 1 m/s2 d) 3 m/s e 10 m/s2 Alternativa B
e) 5 m/s e 0,5 m/s2

18. (UNISA) Um trem possui a velocidade de 108 km/h ao passar Resolução:


por um ponto A e, após percorrer 125 m, passa por um ponto
B com velocidade de 72 km/h. A distância percorrida pelo V0 = 108 km/h = 30 m/s Quando pára:
trem até parar, medida a partir do ponto B, é:
ΔS = 125 m V = 20 m/s
a) 50 m
b) l00 m VF = 72 km/h = 20 m/s a = −2 m/s2
c) 225 m
d) 301 m VF2 = V02 + 2 . a . ΔS V2 = V02 + 2 . a . ΔS
e) 426 m
400 = 900 + 250 . a 0 = 400 − 4 . ΔS

a = −2 m/s2 ΔS = 100 m ⇒ Alternativa B

CPV FISCOL-MED0205-r
FÍSICA 5

19. (FAAP) Um motorista de automóvel, viajando a 90 km/h, vê Resolução:


um obstáculo a 500 m.Verificar qual a aceleração que deve VF = 0
introduzir nos freios para que possa parar a tempo. ΔS = 500 m
V0 = 90 km/h = 25 m/s
VF2 = V02 + 2 . a . ΔS
0 = 252 + 2 . a . 500
−625 = 1000 a
a = −0,625 m/s2

20. (FUVEST) Um corpo se movimenta sobre o eixo x, de acordo Resolução:


com a equação horária: x = 2,0 + 2,0 t − 2,0 t2, onde t é dado a) Para t = 0, x = 2 m
em segundos e x, em metros. Para t = 2s, x = 2 + 4 − 2 . 4 = −2 m
a) Qual a velocidade escalar média entre os instantes ΔS −2 − 2
Vm = = = −2 m/s
t = 0 e t = 2,0 s ? Δt 2
b) Qual é a velocidade escalar no instante t = 2,0 s ? b) V = 2 − 4t
Para t = 2s, V = 2 − 4 . 2 = −6 m/s

21. (FUVEST) Um veículo parte do repouso em movimento 22. Um móvel em M.U.V. obedece à seguinte função horária:
retilíneo e aceleração 2 m/s2. Pode-se dizer que sua S = 24 + 12 t − 2 t2 (SI). Determinar:
velocidade e a distância percorrida, após 3 segundos,
a) S0 , V 0 e α
valem, respectivamente:
b) a função horária da velocidade
a) 6 m/s e 9m c) o instante da inversão do movimento
b) 6 m/s e l8 m d) os diagramas S x t e V x t
c) 3 m/s e 12 m e) a classificação do movimento
d) 12 m/s e 36 m Resolução:
e) 2 m/s e 12 m
a) S 0 = 24 m, V 0 = 12 m/s, α = − 4 m/s 2
b) V = V 0 + at ⇒ V = 12 − 4t (S.I.)
Resolução: c) Na inversão, V = 0
0 = 12 − 4t
4t = 12
a = 2 m/s2
t = 3s
d) S(m)
V0 = 0 m/s
42
V=?
24
Δt = 3s
3 6 t(s)
V = V0 + at
V(m/s)

V = 2 . 3 = 6 m/s 12

V2 = V02 + 2 . a . ΔS

36 = 2 . 2 . ΔS

ΔS = 9 m 3
t(s)
e) De 0 a 3 s → movimento retardado
Alternativa A De 3 s em diante → movimento acelerado

CPV FISCOL-MED0205-R
6 FÍSICA
23. Dois pontos materiais A e B passaram simultaneamente Resolução:
(no instante t = 0) pela origem dos espaços de uma mesma
trajetória retilínea. Suas velocidades escalares variam com a) para o móvel A (MUV) b) SA = SB
o tempo, segundo o gráfico abaixo. V0 = 2 m/s 2t + t2 = 8t
A a = 2 m/s2 t2 – 6t = 0
v(m/s)
at 2 t . (t – 6) = 0
S A = S0 + V0 . t + 2
t = 0 (origem)
8,0 B 2t 2 ou
SA = 0 + 2t +
2 t = 6s
SA = 2t + t2
2,0
0
para o móvel B (MU)
3,0 t(s)
SB = S0 + Vt
SB = 0 + 8t
a) Escreva as respectivas equações horárias dos espaços.
SB = 8t
b) Determine o instante em que A alcança B, após ambos
terem passado pela origem dos espaços.

24. Um ponto material movimenta-se sobre uma trajetória retilínea. S


O diagrama horário do movimento é o arco da parábola indicado no gráfico.
3
A lei horária do movimento, com S em metros e t em segundos, é:
2
a) S=t
b) S=t+2 1
c) S = t2
d) S = t2 – t 0 1 2 3 t(s)
e) S = t2 – 2t
Resolução:

S0 = 0 para t = 3 s ⇒ S = 3 m 2
at
2 S = S0 + V 0 . t +
2 at 2
at S = S0 + V 0 . t +
S = S 0 + V0 . t +
2 2 2
2 2.t
para t = 2s, S = 0 a .3 S = 0 + (–2)t +
3 = 0 + V0 . 3 + 2
a .2
2 2
0 = 0 + V0.2 + 3 = 3V0 + 4,5 a
2 S = – 2 t + t2
2 V0 = – 2 a 3 = – 3 a + 4,5 a
3 = 1,5 a
Alternativa E
V0 = – a a = 2 m/s2
V0 = –2 m/s

25. (MACK) Uma partícula inicialmente em repouso descreve um movimento retilíneo uniformemente variado e em 10s percorre
metade do espaço total previsto. A segunda metade deste espaço será percorrida em, aproximadamente:

a) 2,0s b) 4,1s c) 5,8s d) 10s e) 14s

Resolução:
2 2 t2 = tT – t1
at 100 a = 0 + 0 . tT +
a . tT
V0 = 0 S = S 0 + V0 . t +
2 2 t2 = 14,1 – 10
t1 = 10 s 2
2 200 a = a . tT
S S a .10 t2 = 4,1 s
S1 = = 0 + 0 . 10 + tT = 14,1 s
2 2 2
S = 100 a Alternativa B

CPV FISCOL-MED0205-r
FÍSICA 7

26. (PUC) Uma partícula movimenta-se sobre uma reta e a lei Resolução:
horária do espaço é dada por S = 2t2 – 5t – 2, com S em metros
e t em segundos. Da equação:
A aceleração escalar do movimento vale:
a = 4 m/s2
a) 2 m/s2 b) 4 m/s2 Alternativa B
c) – 4 m/s2 d) – 5 m/s2
e) – 7 m/s2

27. (ITA) Um móvel parte da origem do eixo x com velocidade Resolução:


constante igual a 3 m/s. No instante t = 6 s , o móvel sofre α t2 (t − 6)2
uma aceleração (α) = – 4 m/s2. A equação horária a partir do S = S0 + V0t + ⇒ S = 18 + 3(t – 6) – 4 ⇒
2 2
instante t = 6 s será:
⇒ S = 18 + 3t − 18 − 2 (t2 − 12t + 36) ⇒ S = −2t2 + 27t − 72
a) x = 3t – 2t2 b) x = 18 + 3t – 2t2
c) x = 18 – 2t2 d) x = –72 + 27t – 2t2 Alternativa D
e) x = 27t – 2t2

Esta explicação refere-se aos testes de 28 a 30:

Um ponto material move-se em trajetória retilínea, obedecendo à função horária: S = 6,0 – 2,0 t + 1,0 t2, onde S é o espaço em metros
e t é o tempo em segundos.

28. (UNISA) Podemos afirmar que: 29. (UNISA) Na questão anterior, a função da velocidade em
a) o movimento é sempre progressivo relação ao tempo é:
b) o movimento é sempre retrógrado a) V = – 2,0 t
c) o movimento é retrógrado até o instante t = 6,0 s b) V = t2 – t
e progressivo a partir desse instante c) V = 2,0 t – 2,0
d) o movimento é retrógrado até o instante t = 1,0 s e d) V = 2,0 t + 1,0 t
progressivo a partir desse instante e) nda
e) nda
Resolução:
Resolução:
S = 6 – 2t + 1t2
V = −2 + 2t
V = –2 + 2t
O móvel troca de sentido → V = 0
0 = −2 + 2t Alternativa C
t = 1s
Alternativa D

30. (UNISA) Quanto à aceleração do movimento, ela valerá: Resolução:

a) nula V = –2 + 2t
b) 1,0 m/s2 a = +2 m/s2
c) – 2,0 m/s2
Alternativa D
d) + 2,0 m/s2
e) 6,0 m/s2

CPV FISCOL-MED0205-R
8 FÍSICA

31. (FMU-FAAM) Um móvel é freado quando sua velocidade Resolução:


é 20 m/s e pára depois de percorrer 100 m em movimento
retilíneo uniformemente retardado. O tempo gasto para VF = 0 m/s a = −2 m/s2
percorrer os 100 m será: V0 = 20 m/s V = V0 + at
ΔS = 100 m 0 = 20 − 2t
a) 50 s
VF2 = V02 + 2 . a . ΔS t = 10 s
b) 20 s
0 = 400 + 2 . 100 . a Alternativa C
c) 10 s
d) 5s
e) 2,5 s

32. (PUC) Um carro, partindo do repouso, assume movimento Resolução:


com aceleração constante de 1 m/s2, durante 5 segundos.
Desliga-se então o motor e, devido ao atrito, o carro volta V = V0 + at
ao repouso com retardamento constante de 0,5 m/s2. A V = 0 + 5 . 1 = 5 m/s
duração total do movimento do corpo é de: velocidade final do 1o trecho = velocidade inicial do 2o trecho.
a) 5 segundos V = V0 + at
b) 10 segundos 0 = 5 − 0,5t
c) 15 segundos t = 10 s
d) 20 segundos Duração: 10s + 5s = 15s
e) 25 segundos Alternativa C

33. (PUC) A velocidade de um carro é, no instante em que o Resolução:


motorista nota que o sinal fechou, 72 km/h. O tempo de
V = 72 km/h = 20 m/s
reação do motorista é de 0,75 s (tempo de reação: tempo
decorrido entre o instante em que o motorista vê o sinal O carro percorre até o motorista frear:
fechar até aquele em que aplica os freios) e os freios aplicam S = V . t = 20 . 0,75 = 15 m
ao carro um retardamento uniforme de 5 m/s2. A distância
VF2 = V02 + 2 . a . ΔS
percorrida pelo carro desde o instante em que o motorista
nota que o sinal fechou até que o carro pare é de: 0 = 400 − 2 . 5 . ΔS
ΔS = 40 m
a) 55 m b) 20 m c) 14 m
ΔSTOTAL = 15 + 40 = 55 m
d) 10 m e) 44 m
Alternativa A

34. (FFU) Dois corpos 1 e 2 movem-se sobre uma reta segundo Resolução:
as equações horárias: a) No encontro:
S 1 = S2
S1 = − 10t + 5 t2 −10t + 5t2 = 30 + 5t − 10t2

RSS = 30 + 5t − 10t (SI)


2
2
15t2 − 15t − 30 = 0
t2 − t − 2 = 0

T
Sendo S e S medidas a partir de uma origem comum sobre
1 2
t' = −1s (não convém)
t" = 2s
b) a1 = 10 m/s2
a trajetória, pedem-se: a2 = −20 m/s2
V1 = −10 + 10t e V2 = 5 − 20t
a) o instante em que os dois corpos se encontram V1 = −10 + 20 = 10 m/s V2 = 5 − 40 = −35 m/s
b) as velocidades e acelerações de ambos nesse instante c) S1 = −10 . 2 + 5 . 22 = −20 + 20 = 0 ⇒ S = 0
c) a posição do ponto de encontro d) V1 = V2
d) o instante e a posição em que são iguais as velocidades −10 + 10t = 5 − 20t
de 1 e 2 t = 0,5 s
e) S1 = −10 . 0,5 + 5 . 0,52 = −3,75 m
e) a distância entre os dois móveis nas condições do
S2 = 30 + 5 . 0,5 − 10 . 0,52 = 30 m
item d
S2 − S1 = 33,75 m

CPV FISCOL-MED0205-r
FÍSICA 9

35. (PUC) Um motorista espera o sinal de trânsito abrir. Quando Resolução:


a luz verde acende, o carro é acelerado uniformemente at 2
durante 6 s, na razão de 2 m/s2, após o que ele passa a ter SA = = SA = 36 m → a partir daqui, movimento uniforme.
2
velocidade constante. No instante em que o carro começa VA = a . t = 2 . 6 = 12 m/s
a se mover, ele foi ultrapassado por um caminhão que vinha
no mesmo sentido, com velocidade uniforme de 10 m/s. SB = V . t = 10 . 6 = 60 m
Após quanto tempo e a que distância da posição de partida SA = S0A + VAt SA = 36 + 12t
do carro os dois veículos se encontrarão novamente? S A = SB
SB = S0B + VBt SB = 60 + 10t

12t + 36 = 60 + 10t
t = 12 s
Tempo total: 6s + 12s = 18s
SA = 36 + 12 . 12 = 180 m

36. (MACK) Um trem de 100 m de comprimento, com velocidade Resolução:


escalar de 30m/s, começa a frear com aceleração escalar
V2 = V02 + 2 . a . ΔS
constante de módulo 2,0 m/s2, no instante em que inicia a
ultrapassagem de um túnel. Esse trem pára no momento em 02 = 302 – 2 . 2 . ΔS
que seu último vagão está saindo do túnel. O comprimento
4ΔS = 900
do túnel é:
ΔS = 225 m
a) 25 m ΔS = ΔStrem + ΔStúnel
b) 50 m
c) 75 m 225 = 100 + ΔStúnel
d) 100 m ΔStúnel = 125 m
e) 125 m Alternativa E

37. (Eng.Taubaté) Um carro sofre uma aceleração constante de Resolução:


2 m/s2. Num percurso de A a B, de 4 m, ele sofre uma variação
de velocidade de 1,5 m/s. Em que instante de tempo o carro ΔV 1,5
a= ⇒ 2= ⇒ Δt = 0,75 s
Δt Δt
passa no ponto B?

38. (UF-RS) Um automóvel que anda com velocidade escalar Resolução:


de 72 km/h é freado de tal forma que 6,0 s após o início da
freada sua velocidade escalar é de 8,0 m/s. O tempo gasto V = V0 + a . t ⇒ 8 = 20 + a . 6 ⇒ – 12 = 6 a ⇒ a = – 2 m/s2
pelo móvel até parar e a distância percorrida até então valem,
V = V0 + a . t ⇒ 0 = 20 – 2 . t ⇒ t = 10 s
respectivamente:
a) 10 s e 100 m V2 = V02 + 2a . ΔS ⇒ 0 = 202 – 2 . 2 . ΔS ⇒ 4ΔS = 400 ⇒
b) 10 s e 200 m
c) 20 s e 100 m ⇒ ΔS = 100 m
d) 20 s e 200 m
Alternativa A
e) 5 s e 150 m

CPV FISCOL-MED0205-R
10 FÍSICA

39. (PUC) A figura ao lado representa o gráfico velocidade x tempo de um móvel que percorre uma reta V (m/s)
partindo da origem no instante t = 0:
O gráfico posição x tempo que melhor representa esse movimento é: 5

a) S (m) b) S (m) c) S (m)


15 0 2 4 t (s)
15 15
10 10
5 t (s) 5 5
t (s) t (s)
0 2 4 0 2 4 0 2 4

d) S (m) e) S (m) Resolução:


15 15
10 10 0 a 2s ⇒ ΔS1 = 5 m ( M.U.V. )
5
5 2 a 4s ⇒ ΔS2 = 10 m ( M.U. )
t (s) t (s)
0 2 4 0 2 4 Alternativa A

40. (ESPM/2002) Um carro passa ao lado de uma moto, que se Resolução:


encontra em repouso, num determinado local de uma rodovia. N
Neste instante a moto começa a perseguir o automóvel. O ΔS = Área
gráfico abaixo mostra a velocidade escalar de ambos:
ΔScarro = ΔSmoto
V (t − 0)
20 . (t – 0) = Vmoto
2
20
Vmoto
20 =
t 2
0 5 Vmoto = 40 m/s

Podemos concluir que Para a moto, então:


a) O carro sai na frente e permanece na dianteira até o
instante t = 5 s. 5s –— 20 m/s
b) A moto ultrapassa o carro no instante t = 5 s. Δt –— 40 m/s
c) A moto permanece durante 5 s na dianteira do carro
Δt = 10 s
quando é ultrapassada.
d) A moto alcança o carro no instante t = 10 s. Alternativa D
e) Os dois móveis movimentam-se com a mesma aceleração
escalar.

S (m)
41. (FEI/2002) O gráfico Resolução:
abaixo representa as
posições ocupadas por No instante tA o movimento é progressivo e retardado.
um móvel em função do
No instante tB a velocidade é nula (o móvel inverte o sentido do
tempo.
tA tB tC t (s) movimento).

Levando-se em conta os instantes anotados, podemos No instante tC o movimento é retrógrado acelerado.


afirmar que:
Alternativa B
a) no instante tA o movimento é acelerado.
b) no instante tB a velocidade é nula.
c) no instante tC o movimento é retardado.
d) no instante tA o movimento é regressivo.
e) no instante tC o movimento é progressivo.

CPV FISCOL-MED0205-r
FÍSICA 11

42. (ESPM/2002) O gráfico abaixo representa a variação da Resolução:


velocidade em função do tempo de uma partícula que parte
da origem de uma trajetória. V > 0 e a > 0 ou V < 0 e a < 0, temos movimento acelerado.

V (m/ Alternativa A

6
4

2
10 t (s)
2 4 6 8 12
–2

Analisando-o, podemos dizer que a alternativa correta é:


a) O movimento é acelerado de 0 s a 2 s e de 10 s a 12 s;
b) O movimento é retardado de 6 s a 12 s;
c) O movimento é sempre a favor da orientação da
trajetória;
d) O movimento não sofre inversão em nenhum instante;
e) O movimento sofre inversão no instante t = 6 s.

43. (UNICAMP) Um atleta moderno consegue correr 100 m em 44. (FEI/2001) Em qual dos gráficos abaixo temos: no intervalo
10 s. A figura mostra aproximadamente como varia a de 0 a t1 movimento uniformemente variado e no intervalo
velocidade deste atleta em função do tempo numa corrida de t1 a t2 movimento retardado com aceleração variada:
de 100 m rasos.
V V
V (m/s)
a) b)

vf

t1 t2 t t1 t2 t
t (s)
0 10
5 c) V d) V
a) Qual a velocidade média do atleta durante a corrida ?
b) A partir do gráfico, proponha um valor razoável para Vf
(velocidade do atleta no final da corrida).

Resolução:
t1 t2 t t1 t2 t
ΔS 100
a) V = = = 10 m/s e) V
Δt 10

b) V (m/s)

Vf
t
t1 t2

Resolução:
t (s)
5 10
Entre 0 e t1 a linha deve apresentar inclinação constante
(10 + 5) Vf
ΔS = = 100 (ΔV/Δt = constante). Entre t1 e t2 a inclinação deve ser variada
2 (ΔV/t = variado).
15 Vf = 200
Alternativa C
Vf ≅ 13 m/s

CPV FISCOL-MED0205-R
12 FÍSICA

45. (UNIFESP/2003) Uma ambulância desloca-se a 108 km/h Resolução:


num trecho plano de uma rodovia quando um carro, a
72 km/h, no mesmo sentido da ambulância, entra na sua Por movimento relativo: Vamb = 108 km/h = 30 m/s
frente a 100 m de distância, mantendo sua velocidade Vcarro = 72 km/h = 20 m/s
constante. A mínima aceleração, em m/s2, que a ambulância
Tomando como referência o carro: Vamb = 30 – 20 = 10 m/s
deve imprimir para não se chocar com o carro é, em módulo,
pouco maior que: Para não haver colisão, a velocidade relativa final entre os móveis deve
ser nula. Por Torricelli:
a) 0,5.
b) 1,0. V2 = V02 + 2a ΔS
c) 2,5.
0 = 102 + 2a 100
d) 4,5.
e) 6,0. a = –0,5 m/s2 Alternativa A

46. (FUVEST) Na figura, estão representadas as velocidades, Resolução:


em função do tempo, desenvolvidas por um atleta, em dois N
treinos A e B, para uma corrida de 100 m rasos. Com relação ΔS = Área
aos tempos gastos pelo atleta para percorrer 100 m, podemos
afirmar que, aproximadamente: [ t A + (t A – 4) ] . VA [ t B + (t B – 3) ] . VB
ΔSA = ΔSB =
2 2
V (m/s) A
12
[ 2 t A – 4] . 11 [ 2 t B – 3] . 10
10 100 = 100 =
2 2
8
B
tA = 11,1 s tB = 11,5 s
6

4
No treino A levou 0,4 s a menos que no treino B para percorrer os
2
100 m.
0
2 4 6 8 10 12 t (s) Alternativa B
a) no B levou 0,4 s a menos que no A.
b) no A levou 0,4 s a menos que no B.
c) no B levou 1,0 s a menos que no A.
d) no A levou 1,0 s a menos que no B.
e) no A e no B levou o mesmo tempo.

47. (FEI) O gráfico da velocidade de dois móveis, em função Resolução:


do tempo, está representado na figura. Sabendo-se que
ambos passam pelo mesmo ponto no mesmo instante, t = 0, S1 = S0 + V . t
determine o instante em que voltarão a se encontrar. S1 = 5 t
Os dois móveis seguem trajetórias coincidentes.
2 2
a .t 2,5.t
V(m/s) S2 = S0 + V0t + ⇒ S2 = 0 + 0 . t + ⇒ S2 = 1,25 t2
2 2
S1 = S2
5
5t = 1,25 t2
t=4s

0 2 t(s)

CPV FISCOL-MED0205-r
FÍSICA 13

48. (MACK) Uma partícula descreve uma trajetória retilínea a Resolução:


partir do repouso na posição – 5 m em relação à origem das
Área = ΔS
posições. Sua velocidade varia segundo o diagrama abaixo.
A posição assumida após 10 s do movimento é: b.h 10 . 6
= ΔS ⇒ ΔS = ⇒ ΔS = 30 m
2 2
a) 1,2 m V(m/s)
ΔS = S – S0
b) 13 m 6
30 = S – (–5)
c) 18 m
d) 25 m S = 25 m
e) 30 m
0 4 10 t(s) Alternativa D

49. (UFPel-RS) As velocidades de dois móveis A e B, que se Resolução:


movem sobre uma mesma reta e que partem de um mesmo
ponto, estão representadas no gráfico abaixo. A distância Distância = Área do triângulo
entre os móveis no instante em que o móvel B atinge a b.h V(m/s) B
A=
mesma velocidade de A é: 2
B 20 A
V(m/s)
10 . 10
a) 200 m A=D= 10
20 A 2
b) 150 m
c) 50 m 10 D = 50 m 0 10 t(s)
d) 350 m
e) 5m 0 10 t(s) Alternativa C

50. O diagrama horário S x t de um movimento é fornecido a Resolução:


seguir: S(m) a) movimento uniformemente variado, pois o gráfico S x t é uma
parábola.
8 b) S0 = 0
parábola c) Para t = 1s, S=2m

a.t 2
S = S 0 + V0 . t +
2
2
a.12
0 1 2 t(s) 2=0+0.t+
2
Em relação a esse diagrama, pergunta-se: 2 = 0,5 a
a = 4 m/s2
a) Que tipo de movimento está ocorrendo?
b) Qual o espaço inicial do movimento? a.t 2
S=
c) Qual é a equação horária dos espaços correspondente 2
a esse diagrama? E a equação horária das velocidades?
4.t 2
d) Como é o correspondente diagrama horário das S=
2
velocidades? E o diagrama da aceleração?
S = 2 t2
V=4t
d)
V a
4 4

1 t t

CPV FISCOL-MED0205-R
14 FÍSICA

51. A tabela a seguir é válida para o movimento de um objeto Resolução:


em trajetória retilínea: 2
at
a) 3 m/s2 c) S = S0 + V0t +
t (s) 2,0 3,0 4,0 5,0 6,0 2
V (m/s) 8,0 11 14 17 20 b) 2 m/s 3 . 32
S = 10 + 2 . 3 +
2
a) Qual é a aceleração do movimento desse objeto ?
S = 10 + 6 + 13,5
b) Qual é a velocidade inicial do movimento ?
c) Se a posição inicial do objeto era S0 = 10 m, qual será S = 29,5 m
sua posição no instante t = 3,0 s ?

52. Um jovem afoito parte com seu carro, do repouso, numa Resolução: 30 m/s → 0 m/s
avenida horizontal e retilínea, com uma aceleração constante a) V = V0 + at
de 3 m/s2. Mas, 10 segundos depois da partida, ele percebe V = 0 + 3 x 10 ΔS = ?
a presença da fiscalização logo adiante. Nesse instante ele V = 30 m/s V = V0 + at
freia, parando junto ao posto onde se encontram os V = 108 km/h → multa 0 = 30 + 5a ⇒ a = – 6 m/s2
guardas. V2 + V02 + 2 aΔS
a) Se a velocidade máxima permitida nessa avenida é b) V2 = V02 + 2 a ΔS 0 = (30)2 + 2 . (– 6) ΔS2
80 km/h, ele deve ser multado? Justifique. 900 = 02 + 2 . 3 ΔS1 12 ΔS2 = 900
b) Se a freagem durou 5 segundos com aceleração ΔS1 = 150 m ΔS2 = 75 m
constante, qual a distância total percorrida pelo jovem,
desde o ponto de partida ao ponto de fiscalização ? ΔSTotal = 150 + 75 = 225 m

53. (FEI/2000) Uma cervejaria possui um silo com capacidade Resolução:


para 1000 toneladas de malte. Um descarregador consegue Se existem 150 toneladas, devem ser descarregadas no solo 850 t.
sugar malte de um navio com velocidade de descarga
O volume descarregado é numericamente igual à área do gráfico:
variável, de acordo com o gráfico abaixo. Supondo que no
silo ainda existam 150 toneladas de malte antes de ser [t + (t − 1)] . 100
V=
carregado, quanto tempo levrá para que o silo fique 2
completamente cheio? [2t − 1] . 100
ton/h 850 =
2
a) 2 horas t = 9 horas Alternativa E
b) 4 horas 100
c) 8 horas
d) 10 horas
e) 9 horas 1 h

54. (MACK) Um corpo é acelerado uniformemente a partir do Resolução:


repouso e, num dado instante, adquire velocidade V0 = 0 t = 1 min = 60 s
constante. A velocidade escalar média do corpo na fase VM = 36 km/h = 10 m/s ΔS
acelerada foi de 36 km/h. O espaço percorrido na segunda V + V2 V=
Δt
fase, num intervalo de 1,0 minuto, foi: VM = 0
2 ΔS
a) 0,30 km b) 0,60 km c) 1,2 km 0 + V2 36 = 1 ⇒ ΔS = 0,6 km
10 =
d) 1,8 km e) 2,4 km 2 60
V2 = 20 m/s
Alternativa B

55. (MACK) Um trem de 120 m de comprimento se desloca Resolução:


com velocidade escalar de 20 m/s. Esse trem, ao iniciar a V2 = V02 + 2 . a . ΔS
V = V0 + a . t ΔS = ΔStrem + ΔSponte
travessia de uma ponte, freia uniformemente, saindo
10 = 20 + a . 10 102 = 202 + 2 . a . ΔS 150 = 120 = ΔSponte
completamente da mesma 10 s após com velocidade escalar
– 10 = 10 a 100 = 400 + 2 . (–1) . ΔS ΔSponte = 30 m
de 10 m/s. O comprimento da ponte é:
a = – 1 m/s2 – 300 = – 2 ΔS
a) 150 m b) 120 m c) 90 m Alternativa E
ΔS = 150 m
d) 60 m e) 30 m

CPV FISCOL-MED0205-r
FÍSICA 15

56. (UEL-PR) Uma partícula executa um movimento Resolução:


uniformemente variado, em trajetória retilínea, obedecendo
à função horária S = 16 – 40t + 2,5t2 , onde o espaço S é S = 16 – 40t + 2,5t2
medido em metros e o tempo t, em segundos. O movimento
V = – 40 + 5t
da partícula muda de sentido no instante t que, em
segundos, é igual a: muda de sentido ⇒ V = 0 ⇒ t = 8s
a) 4,0 b) 8,0 c) 10
d) 12 e) 16 Alternativa B

57. (UEL-PR) No exercício anterior, a velocidade escalar média Resolução:


da partícula entre os instantes t1 = 2,0 s e t2 = 6,0 s, em ΔS – 134 − ( − 54)
m/s, vale: t1 = 2s ⇒ S1 = – 54 m Vm = = =
Δt 6−2

t2 = 6s ⇒ S2 = – 134 m Vm= – 20 m/s
a) – 15 b) 15 c) – 20
d) 20 e) – 40 Alternativa C

58. (UEL-PR) Um trem deve partir de uma estação A e parar na Resolução: V (m/s)
estação B, distante 4 000 m de A. A aceleração e a
desaceleração podem ser, no máximo, de 5,0 m/s2 e a maior ΔS = 4000 m = Área
velocidade que o trem atinge é 20 m/s. O tempo mínimo
4000 =
bt + t − 8g 20 20
para o trem completar o percurso de A a B é, em segundos, 2
de: t = 204s
t (s)
a) 98 b) 100 c) 148 Alternativa E
d) 196 e) 204 4 t–4 t

59. (FEI) Uma partícula em movimento retilíneo passa por um Resolução:


ponto A com velocidade V1 = 20 m/s, mantendo-a constante
V (m/s)
durante 5 s. Ao final desse intervalo de tempo sua
20
velocidade cai instantaneamente para V2 = 10 m/s, que
permanece constante por 15 s. A seguir, fica parada durante
20 s e, finalmente, adquire aceleração constante a durante 10
10 s, alcançando um ponto B. Se a velocidade média, no A1 A2
A3
percurso total AB, é Vm = 11 m/s, a aceleração a no último t (s)
trecho vale: 0
5 20 40 50

a) 4 m/s2 ΔS ΔV
b) 10 m/s2 V= A1 + A2 + A3 = 500 a=
Δt Δt
c) 2 m/s2
d) 6 m/s2 ΔS 10 V 60
11 = 100 + 150 + = 550 a= = 6 m/s2
e) 4,8 m/s2 50 2 10
ΔS = 550 m V = 60 m/s
Alternativa D

60. (CESGRANRIO-RJ) Um automóvel, partindo do respouso, Resolução:


leva 5,0 s para percorrer 25 m em movimento uniformemente at 2
V0 = 0 S = S 0 + V0 t + 2 V = V0 + a . t
variado. A velocidade final do automóvel é de: t = 5s 2 V=0+2.5
ΔS = 25 m a.5
25 = 0 +
a) 5,0 m/s b) 10 m/s c) 15 m/s 2 V = 10 m/s
d) 20 m/s e) 25 m/s 50 = 25 a
a = 2 m/s2 Alternativa B

CPV FISCOL-MED0205-R
16 FÍSICA

61. (FUVEST) Um veículo parte do repouso em movimento Resolução:


retilíneo e acelera a 2 m/s 2. Pode-se dizer que sua
V0 = 0
velocidade e a distância percorrida, após 3 segundos, valem,
a = 2 m/s2
respectivamente: V = V0 + a . t
V=0+2.3
a) 6 m/s e 9 m V = 6 m/s
b) 6 m/s e 18 m
c) 3 m/s e 12 m a.t 2 2.32
S = S 0 + V0 t + ⇒ ΔS = 0 . t +
d) 12 m/s e 36 m 2 2
e) 2 m/s e 12 m ΔS = 9 m Alternativa A

62. (UEL-PR) Um móvel efetua um movimento retilíneo Resolução:


uniformemente variado obedecendo à equação horária S = 10 + 10 t – 5 t2
S = 10 + 10t – 5,0t2, em que o espaço S é medido em metros V = 10 – 10 t
e o instante t em segundos. A velocidade do móvel no
para t = 4 s
instante t = 4,0 s, em m/s, vale:
V = 10 – 10 . 4
a) 50 V = 10 – 40
b) 20 V = – 30 m/s
c) 0
Alternativa E
d) –20
e) –30

63. (UNIMEP) Uma partícula com velocidade escalar igual a Resolução:


10 m/s é acelerada na razão constante de 2 m/s2. Para atingir
uma velocidade escalar igual a 30 m/s, será necessário V2 = V02 + 2 . a . ΔS
percorrer: 302 = 102 + 2 . 2 . ΔS

a) 40 m 900 – 100 = 4 ΔS
b) 200 m 800 = 4 ΔS
c) 300 m ΔS = 200 m
d) 400 m
e) 500 m Alternativa B

64. (FESP) Um corpo tem movimento retilíneo uniformemente Resolução:


variado e é tal que, nos instantes 5,0 s e 15 s, ele tem V1 + V2 10 + 30
velocidade de 10 m/s e 30 m/s. Que velocidade ele terá no VM = ⇒ VM = ⇒ VM = 20 m/s
2 2
instante 20 s?
ΔS ΔS
VM = ⇒ 20 = ⇒ ΔS = 200 m
Δt 10
a) 30 m/s
b) 40 m/s V2 = V02 + 2 . a . ΔS ⇒ 302 = 102 + 2 . a . 200 ⇒ 900 = 100 + 400 a
c) 50 m/s 800 = 400 a ⇒ a = 2 m/s2
d) 60 m/s V = V0 + a . t ⇒ 10 = V0 + 2 . 5 ⇒ V0 = 0
e) 80 m/s
V = 0 + 2 . 20 ⇒ V = 40 m/s
Alternativa B

CPV FISCOL-MED0205-r
FÍSICA 17

65. Uma partícula movimenta-se obedecendo ao gráfico S x t Resolução:


fornecido abaixo: a) progressivo: t > 6s
S (m)
retrógrado: 0 ≤ t < 6s
b) V = 0 (inverte o sentido do movimento)
20 c) a partícula passa pela origem dos espaços
d) 3 m/s2
e) S = 20 – 18 t + 1,5 t2 (SI)
0 3 6 9 t (s) V = – 18 + 3 . t
–10 f) α (m/s 2 )
V (m/s)
3
a) Em que intervalo de tempo o movimento é progressivo
t (s)
e em qual é retrógrado ? 0
b) O que ocorre no instante 6s ? 0 2 4 6 8 10 t (s)
c) O que ocorre nos instantes 3s e 9s ? 0
d) Se a velocidade inicial da partícula vale – 10m/s, qual é –18 0 2 4 6 8 10
o valor da aceleração ?
e) Qual é a equação horária dos espaços? E das
velocidades ?
f) Construa os correspondentes gráficos V x t e α x t.

66. (CESEP-PE) Um carro parte do repouso e mantém uma Resolução:


V (m/s)
aceleração de 0,50 m/s2 durante 40s. A partir desse instante
ele viaja 60s com velocidade constante. Finalmente ele freia N
ΔS Área
uniformemente durante 30s até parar. A distância total em
metros percorrida pelo carro foi de: 20
(130 + 60) 20
a) 1 900 ΔS =
2
b) 2 600
c) 800 ΔS = 1900 m
t (s)
d) 1 200
e) 1 600 Alternativa A 40 100 130

67. (FGV) A equação da posição de um móvel, no SI, é dada Resolução:


por S = 20t – 5t2. Em que instantes, em segundos, a posição
desse móvel é S = 0 ? S = 20t – 5t2 t1 = 0s

0 = 20t – 5t2 ⇒ 5t2 – 20t = 0 t2 = 4s


a) 0 e 2 b) 0 e 4 c) 2 e 4
d) 3 e 6 e) 2 e 6 Alternativa B

68. (UF-PR) A posição inicial para o móvel que descreve o Resolução:


movimento retilíneo, cujo gráfico velocidade x tempo é o
representado abaixo, vale 5 metros. Qual é a equação horária Pelo gráfico ⇒ V = 10 + 5t
para o movimento considerado ?
V (m/s) at 2
S = S0 + V0t +
a) S = 5 + 10t + 2,5t2 2
b) S = 5 + 10t + 5t2 20
S = 5 + 10t + 2,5t2
c) S = 5 + 10t + 10t2
Alternativa A
d) S = 10t + 10t2 10

e) S = 10t + 5t2 0 2 t (s)

CPV FISCOL-MED0205-R
18 FÍSICA

69. (MACK) A velocidade escalar de uma partícula em 70. (UF-RN) Um trem corre a uma velocidade de 20m/s quando
movimento retilíneo varia com o tempo segundo o diagrama. o maquinista vê um obstáculo 50m à sua frente.
A desaceleração mínima que deve ser dada ao trem para
V = (m/s) que não haja choque é de:
6
a) 4 m/s2 Resolução:
b) 2 m/s2 V2 = V02 + 2 a ΔS
c) 1 m/s2
02 = (20)2 + 2 . a . 50
d) 0,5 m/s2
t (s) e) zero a = – 4 m/s2
0 2 4
Alternativa A

A alternativa que melhor representa o espaço percorrido


pela partícula em função do tempo é: 71. (FATEC) Um ponto material parte do repouso e percorre
em linha reta 120 m em 60 s, com aceleração constante.
A sua velocidade no instante 60 s vale:
a) S (m) b) S (m)

12 a) 1 m/s b) 2 m/s c) 3 m/s


12
d) 4 m/s e) 5 m/s

6 Resolução: V (m/s)
6
N
ΔS Área = 120 m V
0 2 4 t (s) 60 V
0 2 4 t (s) 120 = ⇒ V = 4 m/s
2 Área
0 60 t (s)
c) S (m) d) S (m)
Alternativa D
6 6

72. (FUVEST/2000) As velocidades de crescimento vertical de


duas plantas A e B, de espécies diferentes, variaram, em
função do tempo decorrido após o plantio de suas
sementes, como mostra o gráfico. É possível afirmar que:
0 2 4 t (s) 0 2 4 t (s)
(em /semana)

B
V

e) S (m)
A
6
t0 t1 t2 t (semana)

a) A atinge uma altura final maior do que B


b) B atinge uma altura final maior do que A
0 2 4 t (s) c) A e B atingem a mesma altura final
d) A e B atingem a mesma altura no instante t0
e) A e B mantêm altura constante entre os instantes t1 e t2

Resolução: Resolução:
2x6 O crescimento vertical é numericamente igual à área.
R| 0 a 2s ⇒ ΔS1 =
2
= 6 m (a > 0)
S| 2x6
Área B > Área A

T 2 a 4s ⇒ ΔS2 =
2
= 6 m (a < 0) Alternativa B Portanto, B atinge uma altura final maior do que A.
Alternativa B

CPV FISCOL-MED0205-r
FÍSICA 19

73. (ESPM/2002) Um estudante fez a leitura no velocímetro do 74. (ESPM/2000) Numa ciclovia retilínea, dois ciclistas x e y
carro de sua namorada durante um trecho de uma viagem e, andam ocupando as diversas posições em função do tempo,
com os dados obtidos, construiu o gráfico abaixo: indicado no gráfico a seguir.
S (m)
X Y
72 15

54
V (km/h)

10
36

18 5

0
0 t (min) 2
0 1 2 3 4 5 t (s)
Analisando-se o movimento dos ciclistas a partir do gráfico,
Com base no gráfico, o movimento é:
pode-se afimar que:
a) de velocidade escalar constante. a) o módulo da velocidade do ciclista X é constante em
b) de aceleração escalar constante. todo o seu percurso.
c) retilíneo e de velocidade escalar constante. b) os ciclistas X e Y percorrem a mesma distância em 4s.
d) retilíneo e de velocidade escalar crescente. c) o ciclista X ultrapassa o ciclista Y antes de transcorridos
e) retilíneo e de aceleração escalar constante. 4s.
d) o módulo da velocidade do ciclista Y é maior do que o
Resolução: módulo da velocidade do ciclista X no instante 3s.
e) o módulo da velocidade do ciclista Y é sempre maior do
Pelo gráfico sabemos que o módulo da aceleração é constante, mas que o módulo da velocidade do ciclista X ao longo do
não podemos afirmar nada em relação à direção e ao sentido do
percurso.
movimento.
Resolução:
Alternativa B
O ciclista x ultrapassa o ciclista y no ponto em que as linhas se
cruzam, ou seja, antes de transcorridos 4s.
Alternativa C

75. O gráfico indica, no decorrer do tempo, a variação da 76. (PUC/2001) Ao iniciar a travessia de um túnel retilíneo de
velocidade de um móvel que se movimenta por uma estrada 200 metros de comprimento, um automóvel de dimensões
plana e reta. A distância percorrida até o instante desprezíveis movimenta-se com velocidade de 25 m/s.
5 segundos foi Durante a travessia, desacelera uniformemente, saindo do
V (m/s) túnel com velocidade de 5 m/s. O módulo de sua aceleração
a) 50 m 30 escalar, nesse percurso, foi de
b) 100 m
c) 150 m
d) 200 m
10
e) 250 m
a) 0,5 m/s2 b) 1,0 m/s2 c) 1,5 m/s2
0 5 t (s)
Resolução: d) 2,0 m/s2 e) 2,5 m/s2
N Resolução:
ΔS = Área
V2 = V02 + 2a ΔS
(10 + 30) . 5 (5)2 = (25)2 + 2a . 200
ΔS =
2 25 = 625 + 400a
ΔS = 100 m a = –1,5 m/s2
Alternativa B
Alternativa C

CPV FISCOL-MED0205-R
20 FÍSICA

77. (FEI/2000) O gráfico abaixo representa a velocidade de Resolução: cm/ano


crescimento de uma pessoa. Suponha uma pessoa que 20 anos – 15 cm/ano
15
nasceu com 50 cm e que a sua curva de crescimento obedece 5 anos – x
exatamente ao gráfico abaixo. Determine com que altura x = 3,75 cm/ano
esta pessoa estará quando completar 15 anos. N
ΔS = Área 3,75
cm/ano ΔS = crescimento (cm)
a) 1,050 m 15 20 anos
(15 + 3,75) . 15
b) 1,150 m ΔS =
15 2
c) 1,550 m
ΔS = 140,6 cm
d) 1,906 m
e) 1,825 m Se a pessoa nasceu com 50 cm:
Altura = 50 + 140,6 = 190,6 cm
Altura = 1,906 m
20 anos Alternativa D

78. (MACK/2002) Tássia, estudando o movimento retilíneo Resolução:


uniformemente variado, deseja determinar a posição de um
⎧ a 2
móvel no instante em que ele muda o sentido de seu ⎪ x = x 0 + V0 t + 2 t ⎧ x = 30 m
⎪ ⎪⎪ 0
movimento. Sendo a função horária da posição do móvel ⇒
⎨ ⎨V0 = – 12 m / s
dada por x = 2t2 – 12t + 30, onde x é sua posição em metros ⎪ ⎪
2 2
e t o tempo de movimento em segundos, a posição desejada ⎪ x = 30 − 12 t + 2 t ⎪⎩a = 4 m / s

é:
Para a equação da velocidade: V = V0 + at
a) 12 m V = –12 + 4t
b) 18 m Na posição desejada V = 0: 0 = –12 + 4t
c) 20 m t = 3s
d) 26 m x = 2 . (3)2 – 12 (3) + 30
e) 30 m x = 12 m
Alternativa A

79. (MACK/2001) No instante em que o móvel P passa pela Resolução:


origem de uma trajetória retilínea com velocidade constante, • após 8s, VP = VQ:
outro móvel, Q, parte dessa origem, do repouso, com VQ − 0 VP
movimento uniformemente acelerado, de mesmo sentido para o móvel Q: aQ = =
Δt 8
do movimento do móvel P, deslocando-se nessa mesma móvel P: SP = V P . t
trajetória. Após 8s, a velocidade escalar desses móveis 1 1 V
são iguais e a distância entre eles é 48 m. A aceleração do móvel Q: SQ = aQ t2 = . P t2
2 2 8
móvel Q vale: • após 8s:
SP – SQ = 48
a) 1,0 m/s2
1 V
b) 1,5 m/s2 VP 8 – . P . 82 = 48
2 8
c) 2,0 m/s2 8 VP – 4 VP = 48 ⇒ VP = 12 m/s
d) 2,5 m/s2 V 12
e) 3,0 m/s2 aQ = P = = 1,5 m/s2 ⇒ aQ = 1,5 m/s2
8 8
Alternativa B

CPV FISCOL-MED0205-r
FÍSICA 21

80. (ESPM/2002) Analisando o gráfico abaixo (velocidade x Resolução:


tempo) podemos afirmar que sua velocidade média no No instante t = 10 s a velocidade é V = 8 m/s (gráfico).
intervalo de 0 a 10 s e no instante t = 10 s é, em m/s,
Para a velocidade média:
respectivamente de:
N ΔS
ΔS = Área VM =
V (m/s) Δt
(10 + 5) . 8 60
8 ΔS = VM =
2 10
ΔS = 60 m VM = 6 m/s
Alternativa E

5 10 t (s)

a) 0 e 8
b) 2 e 6
c) 4 e 8
d) 6 e 6
e) 6 e 8

81. (FUVEST) Um trem de metrô parte de uma estação com Resolução:


aceleração uniforme até atingir, após 10 s, a velocidade de
90 km/h, que é mantida durante 30 s. Então, desacelera a) v = 90 km/h = 25 m/s
uniformemente durante 10 s, até parar na estação seguinte. V

a) Represente graficamente a velocidade em função do 25


tempo.
b) Calcule a distância entre as duas estações.

0 10 40 50 t (s)

(50 + 30) 25
b) ΔS = Área ⇒
2
ΔS = 1000 m

CPV FISCOL-MED0205-R

Você também pode gostar