Você está na página 1de 3

A IMPORTÂNCIA DO ALEITAMENTO MATERNO PARA O

DESENVOLVIMENTO COGNITIVO DAS CRIANÇAS: UMA


REVISÃO

CAVALCANTI, L.F. leticiafcavalcanti@hotmail.com (84) 99847-4655

MARTINS, A.C.S. nutricionistaanamartins@hotmail.com (83) 99802-4807

BARROS, N.O. natalliaoliveira11@gmail.com (83) 99673-7314

INTRODUÇÃO: O leite materno é considerado um alimento essencial para a saúde da


criança por apresentar várias propriedades nutricionais suprindo as necessidades
fisiológicas do lactente e auxiliando na redução da incidência de alergias e doenças
infeciosas, garantindo assim, uma nutrição adequada na infância. O aleitamento materno
além de assegurar inúmeros benefícios à saúde do bebê, favorece o fortalecimento do
vinculo entre a mãe e o lactente, promovendo em ambos o desenvolvimento da saúde
física, mental e psíquica. O LM possui nutrientes que favorecem o crescimento cerebral
e o desenvolvimento cognitivo da criança. OBJETIVO: Este trabalho objetivou realizar
uma revisão da literatura acerca do aleitamento materno e sua importância para o
desenvolvimento cognitivo dos lactentes. METODOLOGIA: Esta pesquisa é do tipo
exploratória, desenvolvida por revisão da literatura a partir da seleção de artigos sobre o
aleitamento materno publicados nas bases de dados Scielo, Google acadêmico e
PubMed no período de 2013 a 2016 e do caderno de atenção básica n° 23 do Ministério
da Saúde. Os descritores utilizados foram: “aleitamento materno”; “desenvolvimento
cognitivo” e “nutrição do lactente”. RESULTADOS: O desenvolvimento psicomotor é
um processo complexo que é afetado por fatores como os genéticos e ambientais, sendo
provável que o aleitamento materno cause influencia no desenvolvimento
neuropsicomotor da criança e que a amamentação até o sexto mês de vida promova um
aumento da capacidade intelectual do indivíduo. Nutrientes como o zinco, cobre e
selênio, presentes no LM, possuem ações específicas no cérebro auxiliando o seu
desenvolvimento e que seus níveis quando reduzidos contribuem para o retardamento
e/ou deficiência do sistema neurológico da criança. CONCLUSÃO: Conclui-se que o
leite materno contribui de forma significativa para o desenvolvimento saudável do
lactente por repercutir em seu estado nutricional e em sua capacidade intelectual,
favorecendo assim, o desenvolvimento de sua saúde física, mental e psíquica.

Palavras-chave: nutrição do lactente; amamentação; saúde mental.


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

BAVARESCO, L. O aleitamento materno e o desenvolvimento cognitivo.


Monografia – Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, 2014. Disponível
em:
https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/172936/Luciana%20Bavaresco
%20-%20Materno%20-%20TCC.pdf?sequence=1. Acesso em: 18/08/2017.

BRASIL. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Saúde da criança: nutrição infantil


aleitamento materno e alimentação complementar. Série A. Normas e Manuais
Técnicos Cadernos de Atenção Básica – nº 23, Brasília, 2009. Disponível em:
http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/saude_crianca_nutricao_aleitamento_aliment
acao.pdf. Acesso em: 10/08/2017.

DIAS, N. C. Desenvolvimento da linguagem em crianças que permanecem no


aleitamento materno aos 30 meses. Dissertação – Universidade Católica de Pelotas,
Pelotas, 2014. Disponível em:
http://tede.ucpel.edu.br:8080/jspui/bitstream/tede/472/2/natalia%20dias.pdf. Acesso em:
18/08/2017.

FONSECA, A. L. M; ALBERNAZ, E. P; KAUFMANN, C. C; et al. Impacto do


aleitamento materno no coeficiente de inteligência de crianças de oito anos de
idade. Revista de la Sociedad Boliviana de Pediatría: Pelotas, 54(1): 41-9, 2015.
Disponível em: http://www.scielo.org.bo/pdf/rbp/v54n1/v54n1_a09.pdf. Acesso em:
18/08/2017.

MONTEIRO, F. P. M; ARAUJO, T. L; XIMENES, L. B; VIEIRA, N. F. C. Ações de


promoção da saúde realizadas por enfermeiros na avaliação do crescimento e
desenvolvimento infantil. Revista Ciencia y enfermeria, 20(1): 97-110, 2014.
Disponível em:
http://repositorio.ufc.br/ri/bitstream/riufc/9199/1/2014_art_fpmmonteiro.pdf. Acesso
em: 18/08/2017.

SOUSA, F; CLARO, M. L; SOUSA, A. L; et al. Avanços e desafios do aleitamento


materno no Brasil: uma revisão integrative. Revista Brasileira de Promoção a Saúde:
Fortaleza, 28(3): 434-442, jul./set., 2015. Disponível em:
file:///C:/Users/Natallia/Downloads/3881-14729-1-PB.pdf. Acesso em: 10/08/2017.

Interesses relacionados