Você está na página 1de 59

2

TM

MicroScanner
Cable Verifier

Manual do Usuário

January 2007 Rev. 1 7/07 (Portuguese)


©2007 Fluke Corporation. All rights reserved.
All product names are trademarks of their respective companies.
GARANTIA LIMITADA E LIMITAÇÃO DE RESPONSABILIDADE
Todos os produtos da Fluke Networks são garantidos contra defeitos de material e mão-de-obra, sob condições de uso e serviço normal.
O período de garantia da unidade base (mainframe) é de 1 (um) ano, a partir da data da compra. As peças, acessórios, consertos de
produtos e outros serviços são garantidos por 90 (noventa) dias, a menos que indicado de outra forma. Baterias Ni-Cad, Ni-MH e Lítio-
íon, cabos e outros periféricos são considerados peças ou acessórios. Esta garantia aplica-se apenas ao comprador original ou ao cliente
usuário final de um revendedor autorizado da Fluke Networks, e não cobre qualquer produto que, na opinião da Fluke Networks, tenha
sido usado de forma inadequada ou descuidada, ou tenha sido alterado, contaminado, ou danificado por acidente ou condições
anormais de operação ou manuseio. A Fluke Networks garante que o software funcionará de acordo com as suas especificações técnicas
pelo período de 90 dias, e que o mesmo foi gravado de forma adequada em meio físico sem defeitos. A Fluke Networks não garante
que o software não apresentará erros nem que funcionará ininterruptamente.
Os revendedores Fluke Networks autorizados deverão conceder esta garantia somente para produtos novos e não-usados, mas não
estão autorizados a ampliá-la ou modificá-la de qualquer forma em nome da Fluke Networks. A assistência técnica coberta pela
garantia está disponível apenas se o produto houver sido adquirido de uma loja autorizada da Fluke Networks, ou se o Comprador tiver
pago o preço internacional aplicável. A Fluke Networks reserva-se o direito de cobrar do Comprador taxas relativas ao custo de
importação das peças de reposição/reparos, quando o produto for comprado em um país e remetido a outro país para reparos.
A obrigação da Fluke Networks no que se refere a esta garantia é limitada, a critério da Fluke Networks, à devolução da importância
paga pela compra do produto, ao conserto gratuito do produto, ou à reposição do produto que apresente defeito e que seja remetido
a um centro de assistência técnica da Fluke Networks dentro do prazo de validade da garantia.
Para receber serviço de assistência técnica coberto pela garantia, entre em contato com o centro de assistência técnica autorizado Fluke
Networks mais próximo ou remeta o produto, com uma descrição do problema e com frete e seguro pagos (FOB no destino), ao centro
de assistência técnica mais próximo. A Fluke Networks não se responsabiliza por nenhum dano que possa ocorrer durante o transporte.
Após efetuado o conserto coberto pela garantia, o produto será remetido de volta ao Comprador, com frete pago (FOB no destino). Se
a Fluke Networks determinar que o problema foi causado por uso inadequado ou descuidado, alteração, acidente ou condições
anormais de operação ou manuseio, ou pelo desgaste normal dos componentes mecânicos, a Fluke Networks fará uma estimativa do
custo do reparo e obterá a autorização do Comprador antes de efetuá-lo. Após a realização do conserto, o produto será remetido de
volta ao Comprador com frete pago. O custo do conserto e da entrega do produto de volta ao Comprador será cobrado do mesmo (FOB
no local da remessa).
ESTA GARANTIA É O ÚNICO E EXCLUSIVO RECURSO JURÍDICO DO COMPRADOR, E SUBSTITUI TODAS AS OUTRAS GARANTIAS,
EXPRESSAS OU IMPLÍCITAS, INCLUINDO, MAS NÃO SE LIMITANDO A, QUALQUER GARANTIA IMPLÍCITA DE COMERCIABILIDADE OU
ADEQUAÇÃO PARA UM DETERMINADO FIM. A FLUKE NETWORKS NÃO SE RESPONSABILIZA POR NENHUM DANO OU PERDA, ESPECIAL,
INDIRETO, INCIDENTAL OU CONSEQÜENTE, INCLUSIVE PERDA DE DADOS, QUE POSSA OCORRER EM DECORRÊNCIA DE QUALQUER
CAUSA OU TEORIA JURÍDICA.
Como alguns estados ou países não permitem a exclusão ou limitação dos termos de garantias implícitas, nem de danos incidentais ou
conseqüentes, esta limitação de responsabilidade poderá não se aplicar ao seu caso. Se qualquer provisão desta garantia for
considerada inválida ou inexeqüível por algum tribunal ou outro órgão de jurisdição competente, tal decisão judicial não afetará a
validade ou exeqüibilidade de nenhuma outra provisão.

4/04
Fluke Networks
PO Box 777
Everett, WA 98206-0777
EUA
Índice

Título Página
Introdução ............................................................................................................................................................................. 1
Registro .................................................................................................................................................................................. 2
Como contatar a Fluke Networks ........................................................................................................................................ 2
Desembalagem do produto ................................................................................................................................................. 3
Kit Profissional MicroScanner2 (MS2-KIT) ..................................................................................................................... 3
MicroScanner2 Verificador de cabo (MS2-100) ............................................................................................................ 3
Informações de segurança .................................................................................................................................................... 4
Características do MicroScanner2 ......................................................................................................................................... 6
Características do visor ......................................................................................................................................................... 8
Desligamento automático .................................................................................................................................................... 9
Como mudar a unidade de comprimento ........................................................................................................................... 9
Como usar o adaptador Wiremap e os identificadores remotos ....................................................................................... 10
Testes de cabeamento de par trançado .............................................................................................................................. 11
Resultados de testes de par trançado ........................................................................................................................... 12
Abertura em cabeamento de par trançado .......................................................................................................... 12
Curto em cabeamento de par trançado ................................................................................................................ 13
Fios cruzados ........................................................................................................................................................... 13
Pares cruzados ........................................................................................................................................................ 14

i
MicroScanner2 Cable Verifier
Manual do Usuário

Par dividido ............................................................................................................................................................. 15


Detectada tensão telefônica .................................................................................................................................. 16
Detectada derivação em paralelo .......................................................................................................................... 17
Detectada porta Ethernet ...................................................................................................................................... 18
Como visualizar resultados individuais ......................................................................................................................... 20
Como usar vários identificadores remotos ................................................................................................................... 22
Conexão a redes telefônicas cabeadas com topologias em estrela ............................................................................ 24
Conexão a redes telefônicas cabeadas com topologias em barramento ................................................................... 26
Testes de cabos coaxiais ........................................................................................................................................................ 28
Resultados de teste coaxial ............................................................................................................................................ 29
Abertura em cabeamento coaxial .......................................................................................................................... 29
Curto em cabeamento coaxial ............................................................................................................................... 30
Terminação desconhecida em cabeamento coaxial .............................................................................................. 30
Detecção de alimentação por Ethernet (PoE – Power Over Ethernet) ............................................................................... 31
Como usar o gerador de tom ............................................................................................................................................... 32
Tons sonoros no modo IntelliTone (é necessária a sonda opcional IntelliTone) ........................................................ 32
Modo de gerador de tom analógico (é necessária a sonda opcional de tom) ........................................................... 35
Como usar a função SmartTone ................................................................................................................................... 36
Como usar a função de mapa de cabos IntelliTone (é necessária a sonda opcional IP200) ............................................. 36
Calibração das medições de comprimento .......................................................................................................................... 38
Definição do NVP como valor especificado .................................................................................................................. 38
Como determinar o NVP real de um cabo .................................................................................................................... 38
Manutenção ........................................................................................................................................................................... 39
Limpeza .......................................................................................................................................................................... 40
Duração, estado e substituição das pilhas .................................................................................................................... 40
Como saber qual é a versão e o número de série do testador .................................................................................... 41
Se parecer que há algo errado ............................................................................................................................................. 41
Opções e acessórios ............................................................................................................................................................... 42

ii
Índice

Especificações ........................................................................................................................................................................ 43
Especificações ambientais ............................................................................................................................................. 43
Especificações gerais ...................................................................................................................................................... 44
Modos de teste .............................................................................................................................................................. 44
Especificações de desempenho ..................................................................................................................................... 45
Informações sobre regulamentações ............................................................................................................................ 46
Apêndice A: Diagnóstico de falhas de wiremap ................................................................................................................. 47
Abrir ................................................................................................................................................................................ 47
Par dividido .................................................................................................................................................................... 47
Pares invertidos .............................................................................................................................................................. 47
Pares cruzados ................................................................................................................................................................ 48
Curto ............................................................................................................................................................................... 48

iii
MicroScanner2 Cable Verifier
Manual do Usuário

iv
Lista das figuras

Figura Título Página


1 Exemplo da tela de alta tensão ..................................................................................................................... 5
2 Características do MicroScanner2 .................................................................................................................. 6
3 Características do visor................................................................................................................................... 8
4 Conexão de identificador remoto em área confinada ou a um conector RJ11.......................................... 10
5 Conexão a cabeamento de rede de par trançado........................................................................................ 11
6 Abertura em cabeamento de par trançado.................................................................................................. 12
7 Curto em cabeamento de par trançado........................................................................................................ 13
8 Fios cruzados. ................................................................................................................................................. 13
9 Pares cruzados ................................................................................................................................................ 14
10 Par dividido..................................................................................................................................................... 15
11 Detectada tensão telefônica ......................................................................................................................... 16
12 Detectada derivação em paralelo ................................................................................................................. 17
13 Detectada porta Ethernet.............................................................................................................................. 19
14 Telas de resultados de pares de fios individuais........................................................................................... 21
15 Como usar vários identificadores remotos ................................................................................................... 23
16 Conexão a redes telefônicas cabeadas com topologia em estrela.............................................................. 25
17 Conexão a redes telefônicas cabeadas com topologia em barramento ..................................................... 27
18 Conexão com cabeamento coaxial................................................................................................................ 28

v
MicroScanner2 Cable Verifier
Manual do Usuário

19 Resultados de teste coaxial ............................................................................................................................ 29


20 Abertura em cabeamento coaxial ................................................................................................................. 29
21 Curto em cabeamento coaxial ....................................................................................................................... 30
22 Terminação desconhecida em cabeamento coaxial ..................................................................................... 30
23 Tela de PoE...................................................................................................................................................... 31
24 Tela do modo de gerador de tom IntelliTone .............................................................................................. 33
25 Como usar o gerador de tom no modo IntelliTone ..................................................................................... 34
26 Tela do modo de gerador de tom analógico................................................................................................ 35
27 Como usar o gerador de tom com a função de mapa de cabo IP200 IntelliTone ...................................... 37
28 Substituição das pilhas do testador............................................................................................................... 40

vi
MicroScanner2 Cable Verifier

Introdução • Detectar portas Ethernet em cabeamento de par


trançado, bem como velocidade de cada porta.
O verificador de cabos MicroScanner2 é um instrumento de
mão para testar conexões de cabos de par trançado e • Detectar PoE (Power over Ethernet) e tensão telefônica
coaxiais, identificar e solucionar problemas relacionados, e em cabeamento de par trançado.
detectar serviços de rede. • A função IntelliTone™ funciona em conjunto com a
sonda opcional IntelliTone da Fluke Networks para
O testador permite fazer o seguinte: localizar e isolar cabos que se encontram atrás de
paredes, em painéis de conexões (patch panels) ou
• Medir comprimento até 457 metros (1500 pés) e
feixes de cabos. O gerador de tom analógico funciona
detectar aberturas e curtos em cabeamento de par
com sondas analógicas comuns e oferece a função
trançado e coaxial.
SmartTone™ que possibilita a identificação positiva de
• Detectar pares divididos em cabeamento de cabos em feixes.
par trançado.
• Ver o diagrama da fiação, o comprimento do cabo, a
distância proporcional até as aberturas e o número de
ID remoto – tudo em uma mesma tela.

1
MicroScanner2 Cable Verifier
Manual do Usuário

Registro Como contatar a Fluke Networks


O registro do produto com a Fluke Networks dá ao www.flukenetworks.com/br
comprador acesso a importantes informações sobre
support@flukenetworks.com
atualização do produto, dicas para identificação e solução
de problemas, e outros serviços de suporte. Para registrar o +1-425-446-4519
produto, preencha o formulário de registro on-line no site
da Fluke Networks, em www.flukenetworks.com/ • Austrália: 61 (2) 8850-3333 ou 61 (3) 9329 0244
registration. • Beijing: 86 (10) 6512-3435
• Brasil: 11 3044 1277
• Canadá: 1-800-363-5853
• Europa: +44-(0)1923 281 300
• Hong Kong: 852 2721-3228
• Japão: 03-3434-0510
• Coréia: 82 2 539-6311
• Cingapura: +65-6799-5566
• Taiwan: (886) 2-227-83199
• EUA: 1-800-283-5853
Visite nosso site para ver a lista completa de números
de telefone.

2
Desembalagem do produto

Desembalagem do produto • Maleta

O testador vem com os acessórios relacionados abaixo. Se • Bolsa dobrável para acessórios
algum item estiver danificado ou faltando, entre • MicroScanner2 Guia de Introdução
imediatamente em contato com o local em que foi • Guia de Referência Rápida do IntelliTone
efetuada a compra.
• CD-ROM com os manuais do MicroScanner2
• CD-ROM com os manuais do IntelliTone
Kit Profissional MicroScanner2 (MS2-KIT)
• Testador MicroScanner2 com adaptador wiremap
destacável MicroScanner2 Verificador de cabo (MS2-100)
• 2 pilhas AA alcalinas • Testador MicroScanner2 com adaptador wiremap
destacável
• Sonda ITK200 IntelliTone
• 2 pilhas alcalinas AA
• 1 pilha alcalina de 9 V
• Bolsa
• 6 adaptadores de IDs remotos (número de ID de 2 a 7)
• MicroScanner2 Guia de Introdução
• 2 cabos de manobra blindados com plugue modular de
8 pinos para 8 pinos (RJ45-RJ45), 2 m • CD-ROM com os manuais do MicroScanner2

• 2 cabos de manobra, conectores modulares de 4 pinos


para 4 pinos (RJ11 -RJ11), 15 cm
• Cabo de manobra coaxial, conector F para conector F,
75 Ω, com adaptadores a pressão, 1,8 m
• Terminal de teste com plugue modular de 8 pinos
(RJ45) para 8 clipes-jacaré
• Tira de pulso

3
MicroScanner2 Cable Verifier
Manual do Usuário

Informações de segurança WCuidadoX


A Tabela 1 apresenta os símbolos elétricos internacionais Para evitar risco de incêndio, choque elétrico ou
usados no testador e neste manual. lesão física:

• Não abra a parte externa da unidade; nenhuma


Tabela 1. Símbolos elétricos internacionais peça interna deve ser consertada ou trocada
pelo usuário.
Cuidado ou Atenção: indica risco de dano ou
destruição do equipamento ou do software. • Não modifique o testador.
W Veja as explicações no manual.
• Não use o testador se este estiver danificado.
No visor do testador, este símbolo indica falha Examine o testador antes de usá-lo.
ou tensão no cabo.
• Se este equipamento for usado de outra forma
X Cuidado: Risco de choque elétrico. que não a especificada pelo fabricante, a
proteção fornecida pelo mesmo poderá
Não conectar este equipamento em redes ser prejudicada.
j públicas de telecomunicações, como sistemas
telefônicos ativos. • Este testador não foi projetado para ser
conectado a equipamentos, sistemas ou
Produtos que contêm placas de circuitos não
entradas telefônicas ativas, inclusive
~ devem ser jogados no lixo comum. O descarte
de placas de circuitos deve ser efetuado de
equipamentos ISDN. A exposição prolongada a
tensões aplicadas por essas interfaces pode
acordo com as regulamentações locais.
danificar o testador. O testador apresenta um
símbolo de advertência (W) e as polaridades de
tensão quando detecta alta tensão. As Figuras 1
e 11 mostram exemplos do visor.

4
Informações de segurança

• Antes de usar a sonda opcional IntelliTone, leia


as informações de segurança apresentadas no
material de referência da sonda, contido no CD
de manuais do IntelliTone.
Positivo
• Não use o testador se este não estiver
funcionando normalmente. A proteção nele
incorporada poderá ser afetada. Negativo

WAtenção
Para garantir a máxima exatidão nos resultados
dos testes, troque as pilhas assim que o
indicador de pilhas fracas aparecer no visor (veja
"Duração, estado e substituição das pilhas" na
página 40).

egk29.eps

Figura 1. Exemplo da tela de alta tensão

5
MicroScanner2 Cable Verifier
Manual do Usuário

Características do MicroScanner2

egk01.eps

Figura 2. Características do MicroScanner2

6
Características do MicroScanner2

A Tecla liga/desliga. E Display de cristal líquido (LCD) com retroiluminação.


B E, D: Para navegar nas telas e modificar as F Conector F para fazer conexão a cabo coaxial de 75 Ω.
configurações. No modo do gerador de tom, essas
teclas permitem passar ciclicamente pelas melodias do
G Jaque modular para conectar o telefone e o cabo de
par trançado de rede. Esse jaque aceita conectores
gerador de tom analógico e do IntelliTone.
modulares de 8 pinos (RJ45) e de 6 pinos (RJ11).
C Y: Para selecionar o conector RJ45 ou coaxial como
porta ativa.
H Adaptador wiremap com conector F e jaque modular
de 8 pinos. Veja a página 10
D M: Para passar ciclicamente pelos modos de teste de
cabo, gerador de tom e detecção de PoE.
I Identificador remoto opcional com conector F e jaque
modular de 8 pinos. Veja a página 10.
Para acessar modos adicionais, mantenha pressionadas as
teclas ao ligar o testador.

• Y + E: Permite calibrar as medições de


comprimento e selecionar metro ou pé como unidade
de medida.
• M + D: Ativa o modo de demonstração, no qual o
testador apresenta exemplos de telas de resultados
de testes.
Observação
A função de desligamento automático é desativada
no
modo de demonstração.

• E + D: Indica a versão e o número de série.

7
MicroScanner2 Cable Verifier
Manual do Usuário

Características do visor A Ícone do testador


B Indicador da tela de detalhes. Veja a página 20.
C Indica que porta está ativa: a porta RJ45 (U) ou a
coaxial (T).
D Indicador do modo de tom. Veja a página 32.
E Indicador do modo PoE (Power over Ethernet). Veja a
página 31.
F Visor numérico com indicador de pés/metros.
G Indicador de atividade de teste; animado quando o
teste está sendo executado.
H IntelliTone aparece quando o gerador de tom está no
O modo IntelliTone. Vejas as páginas 32 e 36.
I Indica curto no cabo. Vejas as páginas 13 e 30.
J Indica tensão de telefone Veja a página 16.
K Indica que um adaptador wiremap está conectado ao
extremo distal do cabo.
P
egk02.eps
L Indicador de pilhas fracas Veja a página 40.
Figura 3. Características do visor M Indica que um identificador está conectado à
extremidade distal do cabo e mostra o número
do identificador.

8
Desligamento automático

N Indicador de porta Ethernet. Veja a página 18. Como mudar a unidade de comprimento
O Diagrama da fiação (wiremap). No caso de aberturas, o 1 Mantenha pressionado Y e E ao ligar o testador.
número de segmentos acesos referente ao par de fios
indica a distância aproximada até a falha. Os 2 Pressione M to para passar de metros a pés e
segmentos na extrema direita representam o invólucro vice-versa.
protetor (blindagem). Vejas as páginas de12 a 15.
3 Desligue o testador e, em seguida, ligue-o para voltar ao
P Windica falha ou alta tensão no cabo. SPLIT aparece modo de teste.
quando a falha se deve a um par dividido. Veja a
página 15.

Desligamento automático
O testador se desliga após 10 minutos de inatividade, isto é,
sem pressionamento de nenhuma tecla e nenhuma
mudança ser efetuada nos conectores do instrumento.
Observação
A função de desligamento automático é desativada
no modo do gerador de tom e de demonstração.

9
MicroScanner2 Cable Verifier
Manual do Usuário

Como usar o adaptador Wiremap e os


identificadores remotos
A terminação do cabeamento de par trançado com
adaptador wiremap comum ou identificadores remotos Adaptador universal
(8 e 4 pinos)
opcionais permite que o testador detecte todos os tipos de
falhas de pinagem e fiação. Sem essa terminação, o
testador não tem condições de detectar fios ou pares
cruzados. Num par de fios com um dos fios abertos, é
necessária a terminação para poder detectar qual dos fios Identificador
está aberto. Sem a terminação, o testador mostra os dois remoto
fios como abertos. Cabo de
manobra
O uso de vários identificadores remotos ajuda a identificar modular com 8
as conexões nos painéis (patch panels). O testador mostra o ou 4 pinos
número do identificador conectado à extremidade distal do egk15.eps

cabeamento, conforme ilustrado na página 23. Figura 4. Conexão de identificador remoto em área
confinada ou a um conector RJ11
Para conectar um identificador remoto a um conector
modular (RJ) em uma área confinada, ou a um conector
modular de 4 pinos (RJ11), use o adaptador universal
opcional e um cabo de manobra, conforme mostrado na
Figura 4.

10
Testes de cabeamento de par trançado

Testes de cabeamento de par trançado


1 Ligue o testador.

Se o testador já estiver ligado e no modo de teste


coaxial (T), pressione Y para passar para o modo de
teste de par trançado (U). Painel de conexões

2 Conecte o testador e o adaptador wiremap ou


identificador ao cabeamento, conforme mostrado nas
Figuras 5 a 17.
Cabos de
O teste é executado continuamente até se passar para manobra RJ45
outro modo ou se desligar o testador.

Observaçãos Tomada
elétrica
Pode-se medir comprimento sem conectar um de parede
adaptador à extremidade distal, contudo, o
adaptador é necessário para realizar o teste
wiremap completo. Adaptador
wiremap
Se aparecer o indicador PoE veja a página 31.
egk03.eps

Figura 5. Conexão a cabeamento de rede


de par trançado

11
MicroScanner2 Cable Verifier
Manual do Usuário

Resultados de testes de par trançado


As figuras a seguir mostram os resultados típicos de testes
em cabeamentos de par trançado.

Abertura em cabeamento de par trançado


Figura 6 mostra uma abertura no fio 4.

Observaçãos
Se apenas um dos fios do par estiver aberto e não
houver adaptador wiremap ou identificador remoto
conectado, os dois fios são mostrados como abertos.

O ícone de advertência (W) não aparece se os dois


fios do par estiverem abertos, porque pares abertos
são normais em certas aplicações de cabeamento.
egk05.eps
Os três segmentos mostrados no comprimento do par de Figura 6. Abertura em cabeamento de par trançado
fios indicam que a abertura se encontra a
aproximadamente 3/4 da distância até o final do
cabeamento. O comprimento do cabo é 75,4 m.

Para ver a distância até a abertura, use E ou D para ver o


resultado individual do par de fios. Veja a página 20.

12
Testes de cabeamento de par trançado

Curto em cabeamento de par trançado Fios cruzados


Figura 7 mostra um curto entre os fios 5 e 6. Os fios em Figura 8 mostra que os fios 3 e 4 estão cruzados. Os
curto piscam indicando falha. O comprimento do cabo números dos pinos piscam indicando a falha. O
é 75,4 m. comprimento do cabo é 53,9 m. O cabo é blindado.

Observação Para detectar fios cruzados, é necessário um adaptador na


Quando há curto, o adaptador do extremo distal e o extremidade distal.
mapeamento dos fios sem curto não são mostrados.

Ícone de
"curto"

Indicador de
blindagem

egk08.eps

ekg06.eps Figura 8. Fios cruzados.


Figura 7. Curto em cabeamento de par trançado

13
MicroScanner2 Cable Verifier
Manual do Usuário

Pares cruzados
Figura 9 mostra que os pares 1,2 e 3,6 estão cruzados.
Os números dos pinos piscam indicando a falha.
Provavelmente isto é causado pela mistura de cabos 568A
e 568B.

Para detectar pares cruzados, é necessário adaptador na


extremidade remota.

egk09.eps

Figura 9. Pares cruzados

14
Testes de cabeamento de par trançado

Par dividido
Figura 10 mostra pares divididos: 3,6 e 4,5. O par dividido
pisca como indicação de falha. O comprimento do cabo é
75,4 m.

Num par dividido, a continuidade de uma extremidade até


a outra está correta, mas é feita por meio de fios de pares
diferentes. Os pares divididos causam excesso de diafonia
que interfere na operação da rede.

Observação
Cabos com pares não-trançados, como fios
telefônicos, normalmente apresentam pares
divididos, devido ao excesso de diafonia.

Ícone de par
O par
dividido
dividido pisca

Fiação com par dividido


egk10.eps

Figura 10. Par dividido

15
MicroScanner2 Cable Verifier
Manual do Usuário

Detectada tensão telefônica


Ícone de tensão
Figura 11 mostra que foi detectada tensão telefônica no telefônica
par 4,5.

O comprimento não é apresentado porque a tensão


interfere nas medições de comprimento.
Fio positivo
(A)
WCuidadoX
Este testador não foi projetado para ser Fio negativo
conectado a equipamentos, sistemas ou (fio B)
entradas telefônicas ativas, inclusive
equipamentos ISDN. A exposição prolongada a
tensões aplicadas por essas interfaces pode
danificar o testador.

egk11.eps

Figura 11. Detectada tensão telefônica

16
Testes de cabeamento de par trançado

Detectada derivação em paralelo


Figura 12 mostra que foi detectada uma derivação em
paralelo à distância de cerca de 53,2 m. Só é apresentada a
primeira derivação detectada. A distância até a derivação
em paralelo é aproximada porque as várias reflexões
da derivação em paralelo interferem nas medições
de comprimento.

Observação
Derivações em paralelo à distância de mais de
100 metros do testador ou de menos de 5 metros de
comprimento nem sempre são detectadas.

egk12.eps

Figura 12. Detectada derivação em paralelo

17
MicroScanner2 Cable Verifier
Manual do Usuário

Detectada porta Ethernet C Comprimento do cabo. Se o testador não conseguir


O testador tem capacidade de detectar portas Ethernet medir o comprimento, o visor apresentará traços. Isso
ativas e inativas, conforme mostrado na Figura 13. pode ocorrer se a porta não produzir nenhuma
reflexão.
A Ícone de porta Ethernet. O comprimento pode flutuar ou ser obviamente muito
B Velocidade de porta ativa 1000 megabits. As alto se a impedância da porta flutuar ou variar em
velocidades são: 10, 100 ou 1000 megabits por relação à impedância do cabo. Se tiver alguma dúvida,
segundo. O exemplo mostra 1000 megabits por desconecte o cabo da porta para obter uma medição
segundo. Se a porta aceitar diversas velocidades, o exata do comprimento.
número passa ciclicamente pelas velocidades.

18
Testes de cabeamento de par trançado

C C

A A

Porta Ethernet ativa Porta Ethernet inativa


egk13.eps

Figura 13. Detectada porta Ethernet

19
MicroScanner2 Cable Verifier
Manual do Usuário

Como visualizar resultados individuais A Curto no par 1,2 a 29,8 m.


Para ver resultados individuais de cada par de fios, use E Observaçãos
ou D para passar de uma tela para outra. Nas telas de resultados individuais, os curtos só são
mostrados quando são curtos entre os fios de um
Neste modo, o testador testa continuamente apenas o par
mesmo par.
de fios que está sendo visualizado.
Quando há curto, o adaptador do extremo distal e o
Figura 14 apresenta exemplos dessas telas.
mapeamento dos fios sem curto não são mostrados.

B O par 3,6 tem 67,7 m de comprimento e terminação


com adaptador wiremap.
C Abertura no par 4,5 a 48,1 m. A abertura pode ser em
um ou nos dois fios.

20
Testes de cabeamento de par trançado

egk14.eps

Figura 14. Telas de resultados de pares de fios individuais

21
MicroScanner2 Cable Verifier
Manual do Usuário

Como usar vários identificadores remotos WAtenção


O uso de vários identificadores remotos ajuda a identificar Não use mais de um adaptador de extremidade
as diversas conexões da rede no painel de conexões, remota com topologias em estrela ou
conforme mostrado na Figura 15. barramento. Isso pode produzir resultados
incorretos de wiremap.
Na Figura 15, o visor mostra que o testador está conectado
ao cabo terminado com o identificador remoto número 3.

22
Testes de cabeamento de par trançado

Painel de conexões

Identificador no 2
Identificador no 3

Identificadores
remotos conectados
a tomadas elétricas

Identificador no 4

Identificador no 5

egk04.eps

Figura 15. Como usar vários identificadores remotos

23
MicroScanner2 Cable Verifier
Manual do Usuário

Conexão a redes telefônicas cabeadas com O testador não mede comprimento para lá da derivação em
topologias em estrela paralelo porque as reflexões das conexões da derivação
interferem nas medições.
Cabos telefônicos ligados em topologia de estrela (Figura
16) interligam-se em uma derivação em paralelo no centro Se conectar o testador à derivação em paralelo, ele só
de distribuição. A derivação em paralelo conecta cada fio a medirá o comprimento até a derivação, o que corresponde
todos os outros fios do mesmo número. somente ao comprimento do cabo de manobra.
O testador detecta as derivações em paralelo e mede a
distância até as mesmas. Para medir o comprimento de cada
WAtenção
cabo conectado à derivação em paralelo, é necessário Não use mais de um adaptador de extremidade
conectar o adaptador wiremap ou identificador remoto à remota com topologias em estrela ou
derivação e o testador na tomada. barramento. Isso pode produzir resultados
incorretos de wiremap.

24
Testes de cabeamento de par trançado

Centro de
distribuição

Conexão comum com Cabo de


derivação em paralelo Tomadas
manobra RJ11 elétricas
Cabo de de parede
manobra RJ11

Adaptador
wiremap

Obs.: Para obter a leitura correta de comprimento,


conecte o testador e o adaptador wiremap da
forma mostrada. Veja mais detalhes em "Conexão
com topologias em estrela"
egk16.eps

Figura 16. Conexão a redes telefônicas cabeadas com topologia em estrela

25
MicroScanner2 Cable Verifier
Manual do Usuário

Conexão a redes telefônicas cabeadas com Se não tiver certeza de que tomada é a última do
topologias em barramento barramento, faça o seguinte:
Cabos telefônicos interligados em topologia de barramento 1 Conecte o adaptador wiremap ou identificador ao
(Figura 17) fazem a ligação das tomadas elétricas de parede começo do barramento, no centro de distribuição.
em série. Nesta topologia, é medido o comprimento a partir
da última tomada até o adaptador wiremap. 2 Conecte o testador a uma tomada e faça o teste de cabo
de par trançado.
Se for feita a conexão a uma tomada no meio da série, o
testador informará que existe uma derivação em paralelo. Se o testador indicar a existência de derivação em
O comprimento indicado corresponde ao comprimento até paralelo, passe para outra tomada. A última tomada
a tomada, que é o comprimento do cabo de manobra. O não indicará derivação em paralelo e mostrará o
testador não mede o comprimento além da tomada porque comprimento até o centro de distribuição.
as reflexões dos cabos dos dois lados interfere nas medições.
WAtenção
Não use mais de um adaptador de extremidade
remota com topologias em estrela ou
barramento. Isso pode produzir resultados
incorretos de wiremap.

26
Testes de cabeamento de par trançado

Centro de
distribuição

Conexão ao barramento

Tomadas
Cabo de elétricas
manobra RJ11 de parede
Cabo de
manobra RJ11
Adaptador
wiremap

Obs.: O lugar do testador e do adaptador


wiremap podem ser trocados.

egk17.eps

Figura 17. Conexão a redes telefônicas cabeadas com topologia em barramento

27
MicroScanner2 Cable Verifier
Manual do Usuário

Testes de cabos coaxiais


1 Ligue o testador e pressione Y para passar para o Conexão com serviço
modo de teste coaxial (T).

2 Conecte o testador e o adaptador wiremap ou


identificador ao cabeamento, conforme mostrado na
Figura 18.

Para cabeamento sem conector F na terminação, use um


adaptador ou cabo de manobra híbrido para fazer a Cabos de manobra coaxiais
conexão ao cabeamento.

O teste é executado continuamente até se passar para


outro modo ou se desligar o testador. Tomada
elétrica de
parede

Adaptador
wiremap
egk19.eps

Figura 18. Conexão com cabeamento coaxial

28
Testes de cabos coaxiais

Resultados de teste coaxial Abertura em cabeamento coaxial


Figura 19 mostra um cabo coaxial bom de 38,4 m de Figura 20 mostra uma abertura a 12,1 m do testador.
comprimento, terminado com identificador remoto
número 3.

egk21.eps

Figura 20. Abertura em cabeamento coaxial


egk20.eps

Figura 19. Resultados de teste coaxial

29
MicroScanner2 Cable Verifier
Manual do Usuário

Curto em cabeamento coaxial Terminação desconhecida em cabeamento coaxial


Figura 21 mostra um curto a 12,1 m do testador. Figura 22 mostra um cabo conectado a um dispositivo no
extremo remoto como, por exemplo, uma televisão, serviço
de CATV, VCR, DVD player, parabólica ou antena. Quando
aparecerem traços em vez do comprimento significa que o
testador não conseguiu medir o comprimento, porque o
dispositivo não produz reflexões.

egk22.eps

Figura 21. Curto em cabeamento coaxial

egk23.eps

Figura 22. Terminação desconhecida em


cabeamento coaxial

30
Detecção de alimentação por Ethernet (PoE – Power Over Ethernet)

Detecção de alimentação por Ethernet


(PoE – Power Over Ethernet)
O testador pode detectar tensão de PoE provenientes de
fontes 802.3af.

Para selecionar o modo PoE, pressione Maté PoE


aparecer no visor, conforme mostrado na Figura 23 (A).

No modo PoE, o testador solicita alimentação PoE nos pares


1,2-3,6 e 4,5-7,8. O testador pode ativar a fonte de PoE, e
não é danificado por esse tipo de alimentação.

Se for detectada alimentação de energia PoE,


Poeaparecerá acima dos pares alimentados (B). A
indicação Poepode piscar conforme a fonte PoE liga ou
desliga a energia.
egk30.eps
No modo de teste de par trançado, se o indicador PoE Figura 23. Tela de PoE
estiver piscando significa que alimentação PoE pode estar
disponível. Para verificar a presença de fonte PoE, passe o
testador para o modo PoE.

Observação
O testador não detectará esquemas PoE que não
estão em conformidade com o padrão IEEE 802.3af,
tais como Cisco® Inline Power (potência em linha).

31
MicroScanner2 Cable Verifier
Manual do Usuário

Como usar o gerador de tom Tons sonoros no modo IntelliTone (é necessária a


sonda opcional IntelliTone)
Pode-se usar o testador com uma sonda de tom opcional
para localizar cabos em feixes, painéis de conexão (patch Veja as Figuras 24 e 25.
panels) ou atrás de paredes.
1 Conecte o testador ao cabo.
Use as funções de IntelliTone do testador com uma sonda

de tom opcional IP100 ou IP200 da Fluke Networks. O sinal 2 Pressione Y para selecionar cabo de par trançado (U)
digital IntelliTone é detectado mais facilmente à distância ou coaxial (T).
do que os tons analógicos, e a sua freqüência e codificação
3 Pressione M até L, IntelliTone, e um padrão de
eliminam os problemas de identificação produzidos por
rolagem de 1s e 0s aparecer no visor (A, B e C na
sobrecarga do sinal e ruído ambiente ou irradiado.
Figura 24).
O modo de tom analógico do testador é compatível com a
4 Para passar de uma melodia a outra no IntelliTone
maioria das sondas de tom.
pressione E e, em seguida, D. O visor mostra o
O modo de tom analógico apresenta a função SmartTone™ número da melodia (D).
que permite identificar positivamente os cabos em feixes.
Se for pressionado D ou E repetidamente, o testador
passa ciclicamente pelos tons analógicos e do
IntelliTone.

5 Coloque o botão seletor na posição M (localizar).

6 Use a sonda para encontrar o local genérico do tom em


uma prateleira de cabos, painel de conexões ou atrás de
uma parede, conforme mostrado na Figura 25. O LED
SYNC acende a luz verde quando a sonda está
recebendo sinal do IntelliTone.

32
Como usar o gerador de tom

Os LEDs da sonda se acendem, de 1 a 8, à medida que a


intensidade do sinal aumenta. Quando mais alto o
número, mais intenso é o sinal.

Observaçãos
Se não conseguir localizar o sinal IntelliTone nos
cabos de 2 condutores, pode ser que haja curto no
cabo. Use o testador para verificar se há algum
curto. Vejas as páginas 11 e 13.

7 Coloque o botão seletor na posição N (isolar).

8 Use a sonda para isolar a fonte do tom sonoro no feixe


de cabos ou no painel de conexões. O LED SYNC acende
a luz verde quando a sonda está recebendo sinal
do IntelliTone.

Os LEDs da sonda se acendem, de 1 a 8, à medida que a


intensidade do sinal aumenta. Quando mais alto o
egk07.eps
número, mais intenso é o sinal.
Figura 24. Tela do modo de gerador de tom IntelliTone

33
MicroScanner2 Cable Verifier
Manual do Usuário

Localizar cabos
Isolar cabos

Tomada
elétrica

Controle
de volume

egk24.eps

Figura 25. Como usar o gerador de tom no modo IntelliTone

34
Como usar o gerador de tom

Modo de gerador de tom analógico (é


necessária a sonda opcional de tom)
C
Veja a Figura 26.

1 Conecte o testador ao cabo.

2 Pressione Y para selecionar cabo de par trançado ou


B
coaxial. A
3 Pressione M até L aparecer no visor (A); em
seguida, pressione D para entrar no modo de gerador
de tom analógico. No modo analógico (B), o visor
mostra uma onda senoidal rolante.

4 Para mudar de melodia, pressione D. O visor mostra o egk25.eps


número da melodia (C). O gerador de tom analógico Figura 26. Tela do modo de gerador de tom analógico
tem quatro melodias.

Se for pressionado D ou E repetidamente, o testador


passa ciclicamente pelos tons analógicos e do
IntelliTone.

5 Use a sonda para procurar o cabo.

35
MicroScanner2 Cable Verifier
Manual do Usuário

Como usar a função SmartTone 5 Coloque um par de fios de um cabo (par trançado)
momentaneamente em curto ou coloque o condutor e
Use a função SmartTone quando tiver dificuldade em

a blindagem em curto em um cabo (coaxial). Se a
localizar um cabo. Esta função muda a melodia do gerador
melodia mudar quando se soltar o curto, esse é o cabo
de tom quando se coloca um par de fios em curto no cabo
conectado ao testador.
conectado ao testador. SmartTone funciona com a sonda
IntelliTone e com sondas analógicas.

Observação
Como usar a função de mapa de cabos
IntelliTone (é necessária a sonda
Use a função SmartTone somente em pares secos de
fios que não têm terminação em nenhuma das
opcional IP200)
extremidades. Não use esta função em fios A função IntelliTone do testador funciona com a função de
energizados. mapa de cabo da sonda opcional IP200 para verificar a
fiação na extremidade distal do cabeamento. A função de
1 Pressione Y para selecionar cabeamento de par mapa de cabo da sonda identifica as falhas mais comuns de
trançado ou coaxial. fiação em cabeamento de par trançado: curtos, aberturas e
pares cruzados.
2 Pressione M até L aparecer no visor.
1 Pressione Y para selecionar cabeamento de par
3 Pressione D para selecionar o modo de gerador de trançado (U).
tom analógico (IntelliTone desaparece da tela).
2 Coloque o botão seletor na posição CABLE MAP.
4 Na extremidade distal do cabeamento, coloque a sonda
perto das extremidades dos cabos. 3 Conecte o testador e a sonda ao cabeamento, conforme
mostrado na Figura 27.

4 Pressione M até L aparecer no visor. O modo


IntelliTone é indicado por IntelliTone e pelo padrão
rolante de 1s e 0s na tela. Veja Figura 27.

36
Como usar a função de mapa de cabos IntelliTone (é necessária a sonda opcional IP200)

5 O indicador LED da sonda se acende consecutivamente,


mostrando a fiação do cabo. Veja mais detalhes no
material de referência da sonda.

Observação
Normalmente, o LED SYNC da sonda se acende
indicando a recepção do sinal IntelliTone. A função
do Led pode ser mudada para indicar a
continuidade da blindagem. Veja mais detalhes no
material de referência da sonda.

Os LEDs
mostram o
diagrama da
fiação. Veja
mais detalhes
no manual do
ITK200.
egk26.eps

Figura 27. Como usar o gerador de tom com a função de


mapa de cabo IP200 IntelliTone

37
MicroScanner2 Cable Verifier
Manual do Usuário

Calibração das medições de Definição do NVP como valor especificado


comprimento Para inserir o valor de NVP especificado pelo fabricante:
O testador usa um valor de NVP (velocidade nominal de 1 Ligue o testador e, ao mesmo tempo, mantenha
propagação) e o retardo do sinal ao longo do cabo para pressionadas as teclas Y e E.
calcular o comprimento. Os valores de NVP predefinidos do
testados geralmente são suficientemente precisos para 2 Para definir o NVP da porta coaxial (T), pressione Y.
verificar comprimento. Contudo, pode-se aumentar a
precisão das medições de comprimento ajustando o valor 3 Use E e D para definir o valor de NVP.
de NVP de acordo com um valor real ou especificado.
4 Para salvar a definição e sair do modo NVP, desligue o
Os valores predefinidos de NVP são: 70 % para cabo de par testador e ligue-o em seguida.
trançado e 82 % para cabo coaxial.

Observação Como determinar o NVP real de um cabo


Os valores de NVP variam conforme os tipos de O NVP real de um cabo pode ser determinado ajustando-se
cabos, os lotes e os fabricantes. Na maioria dos casos, o comprimento medido de modo que corresponda ao
essas diferenças são mínimas e podem ser ignoradas. comprimento conhecido de um cabo.

Para determinar o NVP de um cabo:

1 Ligue o testador e, ao mesmo tempo, mantenha


pressionadas as teclas Y e E.

2 Para definir o NVP da porta coaxial (T), pressione Y.

3 Conecte um determinado comprimento do cabo a


ser testado ao conector coaxial ou de par trançado
do testador.

38
Manutenção

Observaçãos Manutenção
O cabo precisa ter pelo menos 15 metros de
comprimento. Se o cabo for muito curto, “---” WCuidadoX
aparece em vez do comprimento. Para evitar risco de incêndio, choque elétrico,
Para máxima exatidão, use um cabo de 15 m a 30 m lesão física ou dano ao testador:
de comprimento. • Não abra a parte externa do aparelho. Nenhuma
peça interna deve ser consertada ou substituída
O cabo não pode estar conectado a nada. pelo usuário.
4 Para passar de pés a metros e vice-versa, pressione M. • A substituição de peças elétricas internas pelo
usuário anula a garantia do testador, além de
5 Use E e D para mudar o NVP até que o
poder prejudicar as funções de segurança
comprimento medido corresponda ao comprimento
incorporadas no aparelho.
real do cabo.
• Use apenas peças de reposição especificadas
6 Para salvar a definição e sair do modo NVP, desligue o
como itens que podem ser substituídos pelo
testador e ligue-o em seguida.
próprio usuário.

• Use apenas os centros de assistência técnica


autorizados da Fluke Networks.

39
MicroScanner2 Cable Verifier
Manual do Usuário

Limpeza Os seguintes tipos de pilhas de tamanho AA (IEC LR6)


podem ser usados no testador:
Limpe o display com limpador de vidro e um pano macio
sem fiapos. Limpe o estojo com um pano macio umedecido • Alcalina
com água ou água e sabão neutro.
• Lítio
WAtenção • NiMH (níquel-metal-hidreto) recarregável

• Para não danificar o display ou o estojo, não use • NiCD (níquel-cádmio) recarregável
solventes nem produtos de limpeza abrasivos.

Duração, estado e substituição das pilhas

WCuidadoX
• Para evitar risco de choque elétrico ou lesão
física pessoal:

• Desligue o testador e desconecte todos os


terminais de teste antes de substituir as pilhas.

• Use somente o tipo correto de pilhas, egk28.eps

corretamente instaladas no compartimento, para Figura 28. Substituição das pilhas do testador
alimentar o testador.

As pilhas devem durar cerca de 20 horas de uso normal.

Substitua as pilhas do testador quando o indicador de pilha


fraca ( B) aparecer. Veja Figura 28.

40
Se parecer que há algo errado

Como saber qual é a versão e o número de série Se parecer que há algo errado
do testador
Se parecer que há algo errado com o testador, consulte a
Ligue o testador e, ao mesmo tempo, mantenha Tabela 2.
pressionadas as teclas E e D.
Se a Tabela 2 não ajudar a resolver o problema, contate a
Use E e D para rolar pelas telas: Fluke Networks para obter assistência adicional. Se possível,
tenha à mão o número de série e versão do testador.
• S O F : Versão do software
• S N : Número de série Para ver informações relacionadas à garantia, consulte a
Garantia, no início deste manual. Se a Garantia tiver
• F A C : Data do teste de fábrica vencido, contate a Fluke Networks para informar-se sobre
Para sair deste modo, desligue o testador. preços de consertos e serviços.

Tabela 2. Identificação e solução de problemas do testador

Sintoma Ação

O teclado não responde. Pressione I até o testador se desligar; em seguida, ligue o testador
novamente.

O testador não está ligando. Substitua as pilhas e assegure-se de instalá-las corretamente. Veja Figura 28 na
página 40.

Medições de comprimento incorretas. Verifique o valor de NVP. Veja “Calibração das medições de comprimento” na
página 38.

41
MicroScanner2 Cable Verifier
Manual do Usuário

Opções e acessórios Para ver a lista mais atualizada de opções e acessórios, visite
o site da Fluke Networks em www.flukenetworks.com/br.
Para encomendar opções e acessórios (Tabela 3), entre em
contato com a Fluke Networks.

Tabela 3. Opções e acessórios

No de modelo da
Opção ou acessório
Fluke Networks
Kit de identificador remoto, números 2 a 7. MS2-IDK27
Adaptador wiremap MS2-WM
Terminal de teste com plugue modular de 8 pinos (RJ45) para 8 clipes-jacaré CLIP-SET
Kit adaptador coaxial (adaptador cilíndrico para conector F, adaptador BNC fêmea- CIQ-COAX
fêmea, adaptador RCA fêmea-fêmea)
Adaptador universal para jaque modular de 8 pinos para jaque modular de 4 pinos CIQ-RJA
2
Maleta para o Kit Profissional MicroScanner MS2-CPK
2
Bolsa para o testador MicroScanner MS2-POUCH

42
Especificações

Especificações
As especificações se aplicam a 23 oC (73 oF), a menos que
indicado de outra forma.

Especificações ambientais
Temperatura de operação 0 oC a 45 oC (32 °F a 113 °F)

Temperatura de armazenamento -20 oC a +60 oC (-4 °F a +140 °F)

Umidade relativa de operação 90%, de 10 oC a 35 oC (50 °F a 95 °F)


(% de umidade relativa sem 75%, de 35
condensação) oC a 45 oC (95 °F a 113 °F)

Impacto e vibração: Aleatória, 2 g, 5 Hz a 500 Hz (Classe 2)


Teste de queda de 1 metro, com e sem adaptador wiremap anexado

Segurança EN 61010-1 2a Edição

Altitude 4000 m; Armazenamento: 12.000 m

EMC (compatibilidade eletromagnética) EN 61326-1

Certificação e conformidade P Conformidade com as normas da União Européia.

; Conformidade com os padrões relevantes da Austrália.

43
MicroScanner2 Cable Verifier
Manual do Usuário

Especificações gerais

Conectores de teste Jaques modulares blindados, 8 pinos (RJ45) e plugues modulares de 4 pinos (RJ11).
Conector F para cabo coaxial

Energia Tipo de pilha: Baterias alcalinas, 2 AA (NEDA 15A, IEC LR6)


Duração das pilhas: 20 horas de uso normal
Outros tipos de pilhas compatíveis 2 pilhas fotográficas de lítio AA, NIMH, NICAD

Dimensões e peso
(com as pilhas instaladas e o 7,6 cm x 16,3 cm x 3,6 cm (3 pol. x 6,4 pol. x 1,4 pol.)
adaptador wiremap 0,36 kg (0,8 lb)
anexado)

Visor Cristal líquido (LCD) monocromático, com luz de fundo

Modos de teste

Teste de cabo Mede comprimento, verifica mapa da fiação (wiremap), identifica localizadores de ID
remotos, detecta portas Ethernet. Apresenta os resultados em uma única tela.

Tom Gera Intellitone™ e sinais de tom analógico normais

PoE Averigua e detecta a presença de dispositivos PoE (Power over Ethernet) compatíveis
com 802.3af

44
Especificações

Especificações de desempenho
Tipos de cabos testados Par trançado: UTP, FTP, SSTP
Coaxial: 75 Ω, 50 Ω, 93 Ω

Teste de comprimento Faixa: 460 m (1500 pés)

Resolução: 0,3 m (1 pé)

Exatidão típica: ± 4 % ou 0,6 m (2 pés) valendo o que for maior. Incerteza de NVP é
erro adicional.

Calibração: NVP pode ser definido pelo usuário, de acordo com cabeamento coaxial ou
de par trançado. O NVP real pode ser determinado com base em um comprimento de
cabo conhecido.

Teste de wiremap Detecta falhas de fio individual, curtos, ligações incorretas de fios, pares divididos, e até sete
IDs de adaptadores de extremidade distal. O wiremap é desenhado com comprimento
proporcional para dar indicação visual aproximada do local das falhas.

Detecção de portas Detecta a velocidade anunciada de portas Ethernet 802.3.

Gerador de tom Capacidade de geração de tom e mapeamento de cabos com a sonda digital IntelliTone™ da
Fluke Networks. Gera quatro tons compatíveis com sondas analógicas comuns.

A função SmartTone™ fornece identificação positiva de cabos em feixes quando se usa uma
sonda analógica ou IntelliTone.

45
MicroScanner2 Cable Verifier
Manual do Usuário

Informações sobre regulamentações


Este equipamento gera, usa e pode irradiar energia de
radiofreqüência e, se não for instalado e usado de acordo
com o manual, pode causar interferência em
radiocomunicações. O equipamento foi testado e
comprovado como estando dentro dos limites referentes a
dispositivos digitais de Classe A, conforme a Parte 15, Sub-
parte J das regras da FCC elaboradas para fornecer proteção
razoável contra esse tipo de interferência ao usar o
equipamento em ambiente comercial. O uso do
equipamento em área residencial provavelmente causa
interferência e, nesse caso, o usuário, a custo próprio, deve
tomar as medidas necessárias para corrigi-la.

46
Apêndice A: Diagnóstico de falhas
de wiremap

O Apêndice A apresenta uma lista das causas mais comuns Par dividido
de falhas de pinagem (wiremap).
Fios conectados a pinos errados em blocos de engate rápido
ou conectores.
Abrir
• Fios conectados a pinos errados em blocos de conexão Pares invertidos
e de engate rápido.
Fios conectados a pinos errados em blocos de engate rápido
• Conexões incorretas ou conectores.
• Conector danificado
• Cabo danificado
• Pares errados selecionados na configuração
• Aplicação inadequada para o cabo

47
MicroScanner2 Cable Verifier
Manual do Usuário

Pares cruzados
• Fios conectados a pinos errados em blocos de engate
rápido ou conectores.
• Mistura de padrões de fiação 568A e 568B (12 e
36 cruzados).
• Cabos cruzados usados sem necessidades (12 e
36 cruzados).

Curto
• Conector danificado
• Cabo danificado
• Material condutivo preso entre os pinos no conector.
• Terminação inadequada no conector.
• Aplicação inadequada para o cabo

48
Índice

Symbols problemas com o testador, 41


"?" na tela de coaxial, 30
–C–
–A– calibração do comprimento, 38
coaxial
abertura
abertura, 29, 30
coaxial, 29, 30
conexões, 28
par trançado, 12
curto, 30
acessórios
terminação desconhecida, 30
fornecidos, 3
conector RJ11, 10
opcionais, 42
conectores, 7
adaptador universal, 10
conexões
adaptador wiremap, 10
coaxial, 28
ajuda
par trançado, 11
como contatar a Fluke Networks, 2
consertos, 41
problemas com o testador, 41
curto
alta tensão, 4, 16
coaxial, 30
atendimento ao cliente
par trançado, 13
como contatar a Fluke Networks, 2

49
MicroScanner2 Cable Verifier
Manual do Usuário

–D– –I–
derivação em paralelo, 17 identificação e solução de problemas
desligamento automático, 9 com o testador, 41
detecção de tensão, 4, 16 falhas de cabeamento, 47
Detectada porta Ethernet, 18 identificador remoto, 10
identificadores remoto, 22
–E– informações de segurança, 4, 39
informações sobre a versão, 41
especificações, 43
ISDN, 16
ISDN (RDSI), 4
–F–
fio telefônico (par dividido), 15 –L–
fios cruzados, 13
Fluke Networks, 2 limpeza, 40
função de mapa de cabos, 36
função SmartTone, 35, 36 –M–
manutenção, 39
–G– Modo IntelliTone
função de mapa de cabos, 36
gerador de tom, 32
gerador de tom, 32
Função SmartTone, 35
função SmartTone, 36
modo analógico, 35 –N–
Modo IntelliTone, 32 número de série, 41
gerador de tom analógico, 35 NVP, 38

50
Índice

–O– –R–
opções, 42 registro, 2

–P– –T–
par dividido, 15 teclas, 7
par trançado tensão telefônica, 4, 16
abertura, 12 testes
conexões cabeamento coaxial, 28
cabeamento de rede, 11 cabos de par trançado, 11
topologia de barramento, 26 testes de cabos
topologia em estrela, 24, 27 cabeamento coaxial, 28
curto, 13 par trançado, 11
derivação em paralelo, 17 topologia de barramento, 26
Detecção de PoE, 18 topologia em estrela, 24, 27
fios cruzados, 13
par dividido, 15
pares cruzados, 14
resultados individuais, 20
tensão telefônica, 16
pares cruzados, 14
peças de reposição, 42
pilhas, 40
PoE (Power over Ethernet), 31
problemas (com o testador), 41

51