Você está na página 1de 2

Carta de Ottawa

Com a publicação em 1974 da proposta de Lalonde, que visa tentar


reduzir os riscos para a saúde mental e física e tornar mais acessível os bons
cuidados de saúde da população, surge o movimento da promoção da saúde
no Canadá.
Tendo em conta a necessidade de uma resposta às crescentes
expectativas da saúde e bem-estar surge a Conferência Internacional de
Saúde.
A Carta de Ottawa resulta dessa Conferência, realizada em Ottawa,
Canadá, 21 de Novembro de 1986.
As discussões centram-se nas necessidades dos países
industrializados, não desfazendo todas as outras regiões.
Esta carta foi baseada Declaração de Alma-Ata, Metas “Saúde para
todos” (OMS), Debate na Assembleia Mundial de Saúde.

Promoção da Saúde:
A promoção da saúde é um processo que visa aumentar a capacidade de
todos de controlarem a sua saúde, no sentido de melhorá-la, com o objetivo de
atingir um estado completo de bem-estar físico, mental e social.
A saúde é um recurso para a vida e não uma finalidade de vida. É o maior
recurso para o desenvolvimento social, económico e pessoal, e é uma
importante dimensão de qualidade de vida.
É vista como um direito de todos, logo é necessário os países serem capazes
de promover e prevenir a saúde e curar a doença.
Fatores políticos, económicos, sociais, culturais, ambientais, comportamentais
e biológicos, podem tanto favorecer como prejudicar a saúde.

Pré-requisitos para a Saúde:


As condições e recursos fundamentais para a saúde são:
 Paz
 Abrigo
 Educação
 Alimentação
 Recursos económicos
 Ecossistema estável
 Recursos sustentáveis
 Justiça social
 Equidade.

As ações de promoção da saúde objetivam, através da defesa da saúde,


fazer com que as condições descritas sejam cada vez mais favoráveis.

Advogar
Advocacia consiste em tornar fatores favoráveis à saúde. Tem como
determinante o desenvolvimento social, económico, pessoal, cultural,
etc.
Capacitar
Capacitar as pessoas para a completa realização do seu potencial de
saúde para o controlo dos fatores determinantes. Isso inclui uma base
sólida: ambientes favoráveis, aceso à informação, experiências e
habilidades na vida, bem como oportunidades que permitam fazer
escolhas em prol de uma vida melhor.

Mediar
Mediar ações coordenadas entre setores articulação de esforços.

Intervir
Construir políticas saudáveis. Envolvem decisores de todos os setores.
Apoia-se em legislação, medidas fiscais, mudanças organizacionais,
etc.

Criar ambientes favoráveis

Reforçar a Ação Comunitária

Desenvolver Competências Pessoais

Reorientar os Serviços de Saúde