Você está na página 1de 13

Libertar-se do passado, Busque mudanças, Impulsione a visão,

Sacrifique formas por funcionalidade

Redefina sua missão

Warren advoga que ...


1. definamos nossos propósitos
2. comuniquemos nossos propósitos
3. nos organizemos em torno de nossos propósitos
4. apliquemos nossos propósitos

Visão modificada continuamente e plano único para a igreja

1.DEUS: Ame o Senhor com todo o seu coração Não, Limitam a


Deus

2.JESUS: Amor a Cristo

3.MISSÕES: Amor pelos perdidos, Paixão pelos perdidos,


Objetivos missionários concretos e específicos, Ganhar pessoas
para Cristo, Estabelecer uma comunidade cristã,Focalizar o
ganhar o mundo para Cristo, Penetração na sociedade, Não
Excluem-se da sociedade, Focalizar o exterior, Interação no corpo
de Cristo, Testemunho, evangelização frutífera e missões

Doze características de uma igreja missionária


1. Proclama o evangelho
2. Todos os membros estão envolvidos em discipulado
3. A Bíblia é normativa
4. A igreja compreende a si mesma como diferente do
mundo, por causa de sua união com Cristo
5. Procura discernir a vocação missionária de Deus
para toda a comunidade e para todos os seus
membros
6. Os seus membros se comportam uns para com os
outros como cristãos
7. Pratica a reconciliação
8.As pessoas se consideram responsáveis umas pelas
outras, em amor
9. Pratica a hospitalidade
10.O culto é central
11.Testemunho público vital
12.Reconhecimento de que a igreja é uma expressão
incompleta do reino de Deus

4.Entendimento bíblico das boas novas

5.Entendimento bíblico da conversão

6.EVANGELIZAÇÃO: Entendimento bíblico da evangelização,


Ame seu próximo com a si mesmo, Faça realmente
evangelização, Não Humilham os visitantes, Não Separam-se dos
que são diferentes, Não Evangelizam apática e insensivelmente,
Determinar os valores que têm em comum com as pessoas que
desejam alcançar, Ser sensível e receptivo aos interessados,
"Encantar" estes interessados por meio de uma expressão mais
madura e explícita do discipulado cristão, na adoração, na
membresia e no alcançar outros, Remodelar os valores e estilo de
vida dos novos membros e incluí-los na obra de alcançar outros,
Definir intencionalmente formas para alcançar a comunidade que
serão enfatizadas pela igreja, Obter uma perspectiva objetiva da
pessoa de fora, Receptividade, Testemunho eficiente,
Evangelização participativa, Evangelização para propagação,
Evangelização dirigida às necessidades das pessoas, Focalizar o
exterior, Interação no corpo de Cristo, A igreja procura
ativamente ajudar os incrédulos a virem a Cristo, Membros que
enfatizam com vigor a edificação de relacionamentos positivos
com as pessoas de fora da igreja, Membros que sentem que seus
vizinhos... são semelhantes a eles mesmos, comprometer-se com
entusiasmo na evangelização, fazendo isso como missão
primordial, Evangelização frutífera, Norteada por visão e missão

7.LIDERANÇA: Entendimento bíblico da liderança na igreja,


Desenvolva o treinamento de líderes íntegros, Visitação pastoral e
leiga à comunidade, Recursos fortes de liderança, Líderes
piedosos, Não Alicerçam a diretoria da igreja em precedentes,
Governo bíblico na igreja, Líderes que são servos, Transforme a
liderança existente, Liderança estimulante, Líderes dotados de
poder, Desenvolvimentos de líderes-servos, Administração e
responsabilidade sábias, Treinar e implementar continuamente a
liderança de pastores, desenvolver líderes que se focalizam em
Cristo e lideram por meio do exemplo, Liderança pastoral eficaz,
Promovam liderança baseada em equipes, Liderança
estimuladora, Liderança servil e estruturas funcionais de
administração

8.PASTOR: Um novo pastor precisa ser contratado para conduzir


uma revolução, Amor pastoral às pessoas; o pastor estabelece um
vínculo de confiança com a congregação; o pastor ama
radicalmente seu povo, O pastor tem de ser um líder forte, O
pastor tem de trabalhar arduamente, Um pastorado de longo
prazo, O pastor como um profeta compreensível, O pastor como
um confrontador criativo, O pastor como um profeta restaurador e
confortador, Mordomia e generosidade, Treinar e implementar
continuamente a liderança de pastores

9.LIDERANÇA COMPARTILHADA: Membros de igreja


ativos, Não Alicerçam a diretoria da igreja em precedentes,
Administração e responsabilidade sábias, Ter um mecanismo para
utilizar a iniciativa de membros talentosos nas responsabilidades
do presbítero, Desenvolvimento de liderança

10.LEIGOS E MINISTÉRIO: Ter um mecanismo para utilizar a


iniciativa de membros talentosos nas responsabilidades do
presbítero

11.PREGAÇÃO EXPOSITIVA: Os sermões da igreja devem


ser duas vezes melhor do que a congregação recebia no passado,
Ensino e pregação bíblica, Doutrina bíblica (ou pregação correta
da Palavra), Proclamação evangelística, Manter um compromisso
inflexível com as Escrituras Sagradas, proclamar a Palavra de
Deus como a verdade e aplicá-la à vida das pessoas, Centralidade
da Palavra de Deus, Pregação eficiente, Preguem mensagens
expositivas e narrativas

12.TEOLOGIA BÍBLICA:

13.ENSINO: Interesse em promover o discipulado e crescimento


cristão, Treinar e implementar continuamente a liderança de
pastores, Crescimento que visa à maturidade, Crescimento que
visa à incorporação, Crescimento sistemático, Crescimento
numérico

14.O CREDO: Doutrina clara

15.DISCIPULADO: Interesse em promover o discipulado e


crescimento cristão, Ensinando-os a obedecer, Vá e faça
discípulos, Elevar o nível de conhecimento bíblico, Equipar o
corpo de Cristo, Lutar pela moral cristã, Renovar o
comportamento cristão, Viver uma filosofia de vida conformada à
doutrina cristã, Restaurar a auto-estima do povo de Deus,
Disposição para mudança, Remodelar os valores e estilo de vida
dos novos membros e incluí-los na obra de alcançar outros,
Maturidade dos crentes, Educação investigativa, Educação
interpretativa, Educação aplicada, Os membros individuais
crescem em maturidade espiritual, Manter um compromisso
inflexível com as Escrituras Sagradas, Fazer discípulos
intencionalmente

16.DISCIPLINA: Entendimento bíblico da disciplina


eclesiástica, Não Evitam confrontação, Uso correto da disciplina
na igreja, Manter um compromisso inflexível com as Escrituras
Sagradas
17.COMUNHÃO: Crie comunhão, Interesse uns pelos outros,
Dedicação à família, Comunhão eficiente, Relacionamentos entre
as famílias do reino, Relacionamentos afetuosos,
Relacionamentos amáveis, Aprendendo e crescendo na
comunidade, Compromisso de relacionamentos afetuosos,
Interação no corpo de Cristo, A ausência de grandes divisões,
manter um espírito de harmonia, praticar continuamente o amor
ágape uns pelos outros, Relacionamentos amorosos, Vivam a
comunidade, Relacionamentos amáveis

18.ADORAÇÃO: Adoração corporativa e dinâmica, Adoração a


Deus, Adoração genuína, adorar a Deus em espírito e em verdade,
toda semana, Adoração que causa impacto, Adorem
experimentalmente, Experimentem adoração visual

19.ORAÇÃO: Oração profunda e abrangente, Oração eficaz,


Oração conectada com Deus, Buscar em oração a graça de Deus
para criar e manter um compromisso com a saúde bíblica

20.FÉ: Fé forte, Sacrifício, Sinais e maravilhas; poder espiritual


evidente, Poder espiritual no ministério, Poder sobrenatural,
Espiritualidade passional, estar disposto a avançar com uma fé
ousada e a correr os riscos

21.CULTO: Culto que exalta a Cristo, Culto alegre, Inovação no


culto, Culto informal, Culto de adoração inspirador, Cultos
alegres, Presença poderosa de Deus, Culto que exalta a Deus,
Interação no corpo de Cristo, Engajar-se em culto vibrante a
Deus, Cultos de adoração que exaltam a Deus, são inspira dores e
causam grande impacto

22.SANTIFICAÇÃO: Santidade pessoal na vida dos membros


da igreja, Manter um compromisso inflexível com as Escrituras
Sagradas
23.ESPIRITUALIDADE: Espiritualidade fervorosa, Disciplinas
espirituais, Os membros individuais crescem em maturidade
espiritual, Espiritualidade fervorosa, Sejam espiritualmente
destemidos, Espiritualidade fervorosa

24.PEQUENOS GRUPOS: Grupos de relacionamento


significativos, Pequenos grupos holísticos, Interação no corpo de
Cristo, Pequenos grupos dinâmicos, Multiplicação de pequenos
grupos, fazer discípulos intencionalmente, crescer em
comunidade

25.LIDERANÇA COMPARTILHADA: Tomada de decisões


consistente e participativa, Estes ministérios têm de ser vistos
como passos espirituais significativos para a "vida comum" da
igreja, Ter um mecanismo para utilizar a iniciativa de membros
talentosos nas responsabilidades do presbítero

26.MINISTERIOS: Ministério compartilhado, Equipar os leigos


para um ministério eficaz e direcionado a grupos específicos, Ter
pessoas de talento na equipe administrativa da igreja, Ter um
grupo zeloso que dá apoio na congregação, Cuidado dos pobres,
Ministério norteado por dons, Visão modificada continuamente e
plano único para a igreja, fazer o melhor em todas as áreas de
serviço, esperar que a igreja participe de todos os ministérios, Uso
de estruturas de prestação de contas e de tomada de decisões,
Promovam um ministério de incorporação, Engajem-se em servir,
Ministério e culto orientados pelos dons, Liderança servil e
estruturas funcionais de administração

27.PROGRAMAS: Estrutura flexível e funcional, Planejar e


estabelecer alvos, Vários programas e atividades competentes,
Objetivos e alvos práticos, Não Perdem tempo em coisas inúteis,
Preparar programas atraentes que sirvam às pessoas que se quer
alcançar, Estruturas funcionais, Interação no corpo de Cristo,
Visão modificada continuamente e plano único para a igreja,
Liderança servil e estruturas funcionais de administração
28.Franca acessibilidade

29.Usem a tecnologia

30.Elevada visibilidade, Melhorar a imagem da igreja local

31.LOCALIZAÇÃO: terrenos e estacionamento adequados

32.ACOMODAÇÕES: Acomodação e espaço adequados

33.FINANCAS & MORDOMIA: Recursos financeiros


consistentes, Administração e responsabilidade sábias, Mordomia
e generosidade, contribuir generosamente com os recursos de
Deus, como igreja e como indivíduos, Uso de estruturas de
prestação de contas e de tomada de decisões, Mordomia
financeira

34.IGREJA: Entendimento bíblico da membresia na igreja,


Implantação de igrejas
C. Peter Wagner, A Igreja Saudável: evitando e curando as
nove
enfermidades que podem afligir uma igreja (São Paulo:
Quadrangular, 1999)

1. A comunidade ao redor da igreja muda


2. A comunidade da igreja deteriora-se
3. Não entende as barreiras culturais entre nós e aqueles que
desejamos alcançar
4. Substituir a evangelização multirracial pela evangelização
da igreja local
5.Ser igrejas espiritualmente absorvidas e focalizadas em si
mesmas
6. Acomodações inadequadas
7. Nenhum crescimento espiritual
8. Nominalismo e formalismo
9. A ausência do poder do Espírito Santo

C. Ieff Woods, Congregational megatrends (Washington, D.e.:


Albans Institute, 1996)

Sete megatendências que ocorrem nas igrejas são mudanças ...


1.Da evangelização de massas para a evangelização por
relacionamentos
2.Da educação étnica para a educação de imigrantes
3.Das missões delegadas para as missões pessoais
4.Da espiritualidade intelectual p~spiritualidade mística
5.Da liderança de oficiais para liderança de pessoas que têm
dons
6.De programação segmentada para programação
integralizada

De planejamento em segundo plano para planejamento em


primeiro plano
Darrell W Robinson, Vida Total da Igreja (Rio de Janeiro:
JUERP, 2001)

Doze componentes da estratégia Vida Integral da Igreja


1. Visão
2. Compromisso
3. Liderança
4. Unidade
5. Envolvimento dos membros
6. Adoração e louvor com celebração e júbilo
7. Oração
8. Comunhão
9. Organização
10.Equipar
11.Ministério e cuidado pastoral
12.Evangelização

Mark Shawn, Lições de mestre; 10 insights para a edificação


da igreja local (São Paulo: Mundo Cristão, 2004).

1. Verdade (Lutero)
2. Espiritualidade (Calvino)
3. Unidade (Burroughs)
4. Segurança (Perkins)
5. Adoração (Baxter)
6. Renovação (Edwards)
7. Crescimento (Wesley)
8. Amor aos perdidos (Carey)
9. Justiça (Wilberforce
Comunhão (Bonhoeffer)

James E. White, Rethinking the church (Grand Rapids:


Baker, 1997. [2nded. 2003])

1. Repensando a evangelização
2. Repensando o discipulado
3. Repensando o ministério
4. Repensando a adoração
5. Repensando a estrutura
6. Repensando a comunidade

George Barna, The habits of highly eifective churches


(Ventura, Calif.: Regal, 1998)

Igrejas altamente eficazes...


1. Confiam em liderança estratégica
2. São organizadas de modo a facilitar um ministério
altamente eficaz
3. Enfatizam o desenvolvimento de relacionamentos
significativos entre os membros da igreja.
4. Investem em adoração genuína.
5. Engajam-se em evangelização estratégica
6. Envolvem seus membros em crescimento na teologia
sistemática
7. Utilizam práticas de administração holística
8. Atendem às pessoas necessitadas de sua comunidade
9. Equipam as famílias para abençoarem a si mesmas

Brian D. MacLaren, Reinventing your church (Grand Rapids,


Mich.: Zondervan, 1998)

Treze estratégias
1. Maximize a descontinuidade
2. Redefina sua missão
3. Pratique o pensamento sistêmico
4. Troque o tradicionalismo irrelevante pela tradição
5. Ressuscite a teologia como arte e ciência
6. Idealize uma nova apologética
7. Aprenda uma nova retórica
8. Abandone estruturas excessivamente pequenas
9. Poupe os líderes
10.Incorpore missões em missão
11.Olhe adiante, muito adiante
12.Entre no mundo pós-moderno - entenda-o e engaje-se nele
13.Aumente esta lista

Leith Anderson, "Seven Ways to Rate Your Church",


Leadership (winter 1999)
o que as pessoas estão procurando
1. Sentir a presença de Deus
2. Pessoas centralizadas nos outros
3. Terminologia compreensível
4. Pessoas que gostam de mim
5. Lidar com os problemas de modo saudável
6. Acessibilidade
7. Senso de expectativa
John Bisagno, "Five characteristics of successful churches"
(obra não publicada, sermão de 1999)

1. São todas caracterizadas por forte liderança pastoral


2. Todas as igrejas bem-sucedidas são igrejas bíblicas que
pregam a inerrância e a inspiração
3. Todas as igrejas bem-sucedidas são "igrejas de bons cultos",
enfatizam a felicidade e a celebração
4. São todas igrejas cuja unidade não pode ser esfacelada
5. Todas as igrejas bem-sucedidas têm um indomável senso de
inquietude, uma sede insaciável por fazer mais no ministério

Dale E. Galloway, Making church relevant (Kansas City, Mo.:


Beacon Hill, 1999)

Onze características de uma igreja saudável


1. Visão bem nítida
2. Paixão pelos perdidos
3. Ministério compartilhado
4. Líderes dotados de poder
5. Espiritualidade fervorosa
6. Estrutura flexível e funcional
7. Cultos alegres
8. Grupos pequenos
9. Evangelização agradável aos interessados
10.Relacionamentos amáveis
11.Avaliação
Nove tendências surpreendentes que podem beneficiar sua igreja
1. O grande movimento de oração
2. A redescoberta da teologia bíblica
3. A renovação da Escola Dominical
4. O novo entendimento da cultura
5. O novo leigo da igreja tradicional
6. O novo pastor da igreja tradicional
7. Renovação evangelística da igreja tradicional
8.A explosão da implantação de igrejas
9.A aceitação de estilos diversos de culto