Você está na página 1de 35

2

advogada, contadora tributarista


e palestrante. MBA em Gestão
Estratégica de Finanças.
Especialista em contencioso
tributário judicial e administrativo,
tributos federais, com ênfase em
IRPJ, CSLL e nas contribuições
para o PIS/PASEP e a COFINS.

2
A Escrituração Fiscal Digital de Retenções e Outras Infor-
mações Fiscais, popularmente conhecida como EFD-Reinf, é
um dos módulos do Sistema Público de Escrituração Digital
(SPED). Ela será utilizada pelas pessoas jurídicas e físicas
para complementar o Sistema de Escrituração Digital das
Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas, mais
conhecido como eSocial.

Nela, são informados os rendimentos pagos e retenções de


Imposto de Renda, Contribuição Social (retirando as contri-
buições relacionadas ao trabalho) e informações sobre a
receita bruta para a apuração das contribuições previden-
ciárias substituídas. Em resumo: a EFD-Reinf vai substituir o
módulo EFD-Contribuições, que hoje apura a Contribuição
Previdenciária sobre a Receita Bruta (CPRB).

Junto ao eSocial, algumas informações solicitadas em outras


obrigações acessórias podem ser substituídas. A GFIP, DIRF,
RAIS e o CAGED são algumas das obrigações que podem ser
afetadas.

Esta escrituração está modularizada por eventos de informa-


ções, sendo que é possível realizar várias transmissões em
períodos distintos, de acordo com a obrigatoriedade legal.

3
Sumário
Sumário

Autora 2
Introdução 3
Sumário 4
Principais informações prestadas à Reinf 6
Legislação que regulamenta a EFD-Reinf 7
Quem deve entregar a obrigação? 7
Quando enviar os eventos periódicos? 8
Cronograma de início da EFD-Reinf 9
Explicando os eventos da obrigação 9
Eventos de Tabela 10
Evento não periódico 11
Eventos periódicos 11
Validações - Descrição simplificada do modelo Operacional 12
Envio de Eventos 13
Situação “Sem Movimento” 14
Relação dos Eventos e requisitos 15
Blocos da EFD-Reinf 16
Transmissão dos arquivos – sequência lógica 16

4
Comprovante de entrega 17
R-1000 – Informações do Contribuinte 17
R-1070 - Tabela de Processos Administrativos/Judiciais 19
R-2010 – Retenção Contribuição Previdenciária - Serviços Tomados 19
R-2020 - Retenção Contribuição Previdenciária – Serviços Prestados 20
R-2030 - Recursos Recebidos por Associação Desportiva 20
R-2040 - Retenções – Recursos Repassados para Associação Desportiva 21
R-2050 - Comercialização da Produção por Produtor Rural PJ/Agroindústria 22
R-2060 - Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta – CPRB 24
R-2098 - Reabertura dos Eventos Periódicos 25
R-2099 - Fechamento dos Eventos Periódicos 26
R-3010 - Receita de Espetáculos Desportivos 26
R-9000 – Exclusão de Evento 28
Bônus 29
Notas Orientativas já publicadas pela Receita 29
Nota Orientativa 01/2018 - Arredondamentos de retenções na EFD-Reinf 29
Nota Orientativa 02/2018 - Produtores Rurais Pessoa Jurídica 30
Nota Orientativa 03/2018 - Evento de fechamento R-2099 31
Nota Orientativa 04/2018 - Fechamento com erro "3395587205" 32
Nota Orientativa 05/2018 - CPRB 32
Como lidar com saldos existentes de contribuições 33
previdenciárias retidas antes da EFD-Reinf?
Uma alternativa para a transmissão da EFD-Reinf 33
Referências Bibliográficas 35

5
Principais informações serviços tomados/prestados mediante cessão
de mão de obra ou empreitada;

prestadas à das retenções na fonte (IR, CSLL, COFINS,


PIS/PASEP) que são retirados sobre os paga-
mentos feitos para pessoas físicas e jurídicas;
A EFD-Reinf está repleta de novidades e deta-
lhes, que podem causar confusão aos contado- os recursos recebidos ou repassados para
res. Na introdução deste ebook, te explicamos o associação desportiva que tenha um time de
que é a obrigação. Agora, é hora de conhecer futebol profissional;
as principais informações prestadas. da comercialização da produção e da apura-
ção da contribuição previdenciária substituída
pelas agroindústrias e demais produtores
rurais pessoa jurídica;
das empresas que se sujeitam à Contribuição
Previdenciária sobre a Receita Bruta (de
acordo com a Lei 12.546/2011);
eventos realizados por promotoras de eventos
que envolvam associação desportiva com time
de futebol profissional.

6
Legislação que Quem deve entregar
a
a São vários os tipos de pessoas e órgãos obri-
gados a prestar informações através da EFD-
A EFD-Reinf foi determinada -Reinf. Vamos listá-las abaixo!
através da Instrução Normativa
RFB nº 1.701, publicada no dia a) empresas que prestam e/ou que contratam
14 de março de 2017, atualizada serviços realizados mediante cessão de mão de
pela Instrução Normativa RFB obra;
nº 1.767, publicada no dia 14 de
dezembro de 2017 e pela Instru-
ção Normativa 1.842, publicada
b) empresas responsáveis pela retenção da
Contribuição para o PIS/Pasep, da Contribuição
no dia de 29 de outubro de 2018.
para o Financiamento da Seguridade Social
(Cofins) e da Contribuição Social sobre o Lucro
Líquido (CSLL);

c) empresas optantes pelo recolhimento da CPRB;

d) produtor rural pessoa jurídica e agroindústria


quando sujeitos a contribuição previdenciária
substitutiva sobre a receita bruta proveniente da
comercialização da produção rural;

7
e) associações desportivas que mantenham equipe
de futebol profissional que tenham recebido valores
de patrocínio, licenciamento de uso de marcas e
símbolos, publicidade, propaganda e transmissão
de espetáculos desportivos;

f) empresa ou entidade patrocinadora que tenha


destinado recursos à associação desportiva que
mantenha equipe de futebol profissional para
patrocínio, licenciamento de uso de marcas e
símbolos, publicidade, propaganda e transmissão
de espetáculos desportivos;

g) entidades promotoras de eventos desportivos


Quando enviar os
realizados no Brasil, em qualquer modalidade
desportiva, dos quais participe ao menos uma
associação desportiva que tenha equipe de futebol
profissional; e eventos periódicos?
Até o dia 15 do mês seguinte. Por exemplo:
h) empresas e pessoas que pagaram ou creditaram no caso das informações referentes ao
rendimentos que tiveram retenção do Imposto sobre mês de abril de 2019, você deve entregar
a Renda Retido na Fonte (IRRF), por conta própria até o dia 15 de maio de 2019. Mas aten-
ou como representantes de terceiros. ção! Caso a data seja feriado ou final de
semana, a entrega será sempre feita no
dia útil anterior.

8
Cronograma de início
da
A EFD-Reinf foi dividida em quatro grupos,
com datas de entregas distintas entre si.
Explicando os
1º grupo: empresas com faturamento
superior a R$ 78 milhões em 2016. Estas
empresas começaram a entregar a obrigação Os dados exigidos pela EFD-Reinf são
no dia 1º de maio de 2018; repassados através de eventos, sendo eles
os eventos de tabelas, eventos periódicos e
2º grupo: demais entidades empresariais.
os não periódicos (eventos que possibilitam
A data de início da EFD-Reinf para estas foi
múltiplas transmissões em períodos distin-
definida para dia 10 de janeiro de 2019;
tos, de acordo com a legislação). É importan-
3º grupo: empregadores pessoa física, te redobrar a atenção: cada um desses
empresas optantes pelo Simples Nacional, eventos tem um leiaute específico.
produtores rurais pessoa física e entidades
sem fins lucrativos. Estas começam a entregar Esses leiautes fazem referência às regras de
a obrigação no dia 10 de julho de 2019; validação, que determinam como deve ser o
4º grupo: órgãos públicos e organizações preenchimento dos eventos. Ela deve ser
internacionais. A data de início ainda será consultada sempre que ocorrer inconsistên-
definida pela Receita Federal. cias ou rejeições no processamento de even-
tos pela EFD-Reinf.

9
Eventos de
Os eventos de tabela são eventos que identifi-
cam o contribuinte, contendo dados básicos de sua
classificação fiscal e estrutura. Os eventos de
dados cadastrais da empresa e tabelas de proces-
sos judiciais/administrativos serão transmitidos
O evento R-1000 – Informações do Contribuinte
sempre que forem alterados pela empresa ou
é o primeiro evento a ser transmitido à
tiverem o status do processo alterados durante
EFD-Reinf, uma vez que identifica o contribuinte,
o seu andamento.
contendo os dados básicos de sua classificação
fiscal. Ele é enviado no primeiro envio da Reinf e
As tabelas otimizam e validam a escrituração das
não precisará ser enviado novamente se não
informações do contribuinte que podem influen-
influen
houver alteração.
ciar no cálculo dos tributos e contribuições. O
grupo de tabelas, que inclui os eventos R-1000 –
O evento R-1070 - Tabela de Processos
Informações do Contribuinte e R-1070 – Tabela de
Administrativos/Judiciais é responsável pela
Processos Administrativos/Judiciais, possuem um
informação de processos administrativos ou
atributo de vigência ou “Período de validade das
judiciais que suspendem a exigibilidade de
informações” representado pelos campos: início de
crédito tributário.
validade {iniValid} e fim de validade {fimValid}.
Se houver alteração no status de um processo,
é necessário informar a data do fim de
validade da informação anterior e enviar novo
evento com a data de início de validade da
nova informação.

10
Trata-se do evento R-3010 – Receita de Espetá-
Evento
periódico
culo Desportivo, que é considerado não periódi-
co. A sua ocorrência não tem frequência pré-de-
finida, devendo ser informado até dois dias úteis
após a realização do evento desportivo.

Eventos
Estes eventos são aqueles que aconte- c) aos recursos recebidos ou repassados para
cem com uma frequência previamente associação desportiva que tenha um time de futebol
definida. Eles estão relacionados: profissional (R-2030 e R-2040);

a) aos serviços tomados/prestados d) à comercialização da produção e à apuração da


mediante cessão de mão de obra ou contribuição previdenciária substitutiva pelas
empreitada (R-2010 e R-2020); agroindústrias e demais produtores rurais pessoa
jurídica (R-2050); e
b) às retenções na fonte (IR, CSLL, Cofins,
PIS/PASEP) que são retidos sobre os e) às empresas que se sujeitam à Contribuição
pagamentos feitos para pessoas físicas e Previdenciária sobre a Receita Bruta - CPRB de
jurídicas (R-2070); acordo com Lei 12.546/2011 (R-2060).

11
Descrição simplificada do
modelo Operacional
O contribuinte gera um arquivo eletrônico em formato XML contendo as
informações previstas nos leiautes, o assina digitalmente através de
um Certificado Digital e, assim, transforma o arquivo em um documento
eletrônico com autoria assegurada.

Este arquivo eletrônico deve ser gerado pelo sistema do próprio


contribuinte e, após assinado digitalmente, transmitido via webservice,
onde será validado e armazenado em ambiente nacional.
A obrigação não funciona
A validação não confere os dados, mas sim a entrega e integridade do por meio de um Programa
arquivo. Esse processo se dá em dois momentos consecutivos: o offline Gerador de
primeiro, logo após a transmissão, é concluído com a emissão de um Declaração (PGD)
protocolo de entrega (comprovante). O segundo, que atesta a ou Validador e Assinador
(PVA). A Receita não
integridade formal dos dados que integram o “movimento”, é finalizado
disponibilizou um
pela emissão do protocolo de recebimento ao contribuinte ou aplicativo para download
mensagem de erro. no seu ambiente que
importe o arquivo e faça
Algumas empresas, como a Mastermaq, desenvolveram um software as validações antes de
de transmissão para auxiliar seus clientes para o envio das informações. transmitir a Reinf.
Por isso, procure uma empresa que possa te ajudar no processo.

12
Envio de Eventos
Todas as informações prestadas relativas a tributos e
contribuições em um determinado período de apuração
são consideradas como um “movimento”, que, portanto,
pode conter um ou mais eventos.

Para o encerramento da transmissão dos eventos


periódicos de determinado movimento, em certo período
de apuração, deve ser enviado o evento R-2099 –
Fechamento dos Eventos Periódicos. A aceitação do
evento de fechamento, após processadas as devidas
validações, conclui a totalização das bases de cálculo
contempladas naquele movimento, possibilita a
constituição do crédito tributário e a geração do DARF
para o recolhimento dos tributos e contribuições devidos.

Caso seja necessário o envio de retificações ou novos


eventos referentes a um movimento já encerrado, este
deve ser reaberto com o envio do evento R-2098 -
Reabertura dos Eventos Periódicos. Com a reabertura, é
necessário o envio de um novo evento de fechamento.

13
Situação
A situação “Sem Movimento” para o contribuinte só vai
acontecer quando não houver informação a ser enviada
para o grupo de eventos periódicos R-2010 a R-2070.

Neste caso, deve ser enviado o evento “R-2099 –


Fechamento dos Eventos Periódicos”, com as
informações de fechamento, declarando a não
ocorrência de fatos geradores na primeira competência
do ano em que esta situação ocorrer.

Caso a situação sem movimento persista nos anos


seguintes, você deve repetir este procedimento na
competência janeiro de cada ano.

No caso da necessidade de informar a ausência de


movimento de forma extemporânea, o contribuinte deve
enviar o evento “R-2099 – Fechamento dos Eventos
Periódicos”, declarando no campo competência sem
movimento {compSemMovto} a primeira competência a
partir da qual não houve movimento até a competência
atual que a situação se mantém.

14
Quadro de Requisitos
Evento Requisito
Obrigatoriedade Obrigatoriedade
Código Descrição Evento
do Evento do Requisito

Relação Evento Inicial e de Tabela

dos
R-1000 Informações de Contribuinte O Não possui N/A

R-1070 Tabela de Processos Administrativos/Judiciais OC R-1000 O

e
Eventos Periódicos

R-2010 Retenção Contribuição Previdenciária OC R-1000 O


- Serviços Tomados

Os eventos de tabelas, não


Retenção Contribuição Previdenciária
R-2020 OC R-1000 O
- Serviços Prestados

periódicos e periódicos necessi- R-2030 Retenção Recebidos por Associação Desportiva OC R-1000 O

tam ser transmitidos por meio R-2040 Retenção Repassados por Associação Desportiva OC R-1000 O

de arquivos preparados de R-2050


Comercialização da Produção
por Produtor Rural PJ/Agroindústria
OC R-1000 O

acordo com os leiautes estabe- Contribuição Previdenciária


R-2060 OC R-1000 O
lecidos para cada um. O quadro sobre Receita Bruta - CPRB

abaixo relaciona os eventos, R-2070 Retenções na Fonte - IR, CSLL, Cofins, OC R-1000 O
PIS/PASEP- Pagamentos diversos
sua obrigatoriedade e os requi- R-2098 Reabertura dos Eventos Periódicos OC R-2099 O

sitos necessários ao seu envio. R-1000


R-2010
R-2020
R-2099 Fechamento dosEventos Periódicos O R-2030 OC
R-2040
R-2050
R-2060
R-2070

Eventos Não PeriódicosO


R-3010 Receita de Espetáculo Desportivo OC R-1000 O

Informações das bases e dos tributo Envio


R-5001 OC OC
consolidados por contribuinte dos eventos

Envio
R-9000 Exclusão de Eventos OC O
a excluir

Legenda: a ser aplicada nas colunas [Obrigatoriedade do Evento] e [Obrigatoriedade do Requisito]


“O” = obrigatório;
“N” = não obrigatório;
“OC” = obrigatório se existir informação para o evento; e

15
“N/A”= não se aplica.
Blocos
Transmissão dos arquivos
O contribuinte, ao transmitir suas informações à EFD-Reinf, deve observar a sequência lógica de envio dos eventos,
conforme a figura abaixo, pois as informações constantes dos eventos “R-1000 – Informações do Contribuinte” e
“R-1070 – Tabelas de Processos Administrativos/Judiciais” (quando for o caso), são necessárias ao processamento
das informações dos eventos periódicos e do evento não periódico “R-3010 – Receitas de Espetáculo Desportivo”.

R-2010

R-2020

R-2030
EVENTO
PERIÓDICO R-2040 R-2099 R-2098 R-2099
(Fechamento) (Reabertura- (Fechamento)
caso
R-1000 R-1070 R-2050 necessário)

R-5001
EVENTO R-2060 (Informações
NÃO das bases e
dos tributos)
PERIÓDICO R-2070

R-3010

OBS: “R-9000 - exclusão de evento” – pode ser usado a qualquer momento.


16
Comprovante
Cada evento transmitido e validado pela EFD-Reinf R-1000
retornará um Recibo de Entrega que atesta o Informações do Contribuinte
registro oficial do evento e precisará ser informado
no caso de solicitação de cópia, retificação ou Evento em que são fornecidas pelo contribuinte
exclusão do evento. informações cadastrais necessárias ao preenchimento e
validação dos demais eventos da EFD-Reinf, inclusive
Caso um evento transmitido não seja validado, o para apuração das retenções e contribuições devidas.
sistema não retornará um Recibo de Entrega, mas Este é o primeiro evento que deve ser transmitido pelo
sim, uma mensagem de erro, comunicando a contribuinte.
necessidade de revisão e retransmissão do evento.
Quem está obrigado: o contribuinte obrigado a adotar a
Os Recibos de Entrega serão mantidos no EFD-Reinf, quando iniciar a utilização do sistema e toda
webservice da Receita por tempo indeterminado, vez que ocorra alguma alteração nas informações
sendo acessados pelo protocolo. Porém, é relacionadas aos campos envolvidos nesse evento.
importante que você os guarde para eventual
comprovação de entrega e de cumprimento da Prazo de envio: a informação prestada neste evento
obrigação tributária acessória perante terceiros. deve ser enviada no início da utilização da EFD-Reinf e
pode ser alterada no decorrer do tempo, desde que não
Vale ressaltar que o protocolo de envio é uma ultrapasse o dia vinte do mês subsequente aos fatos
informação transitória, atestando que o evento foi geradores a que se refere.
transmitido e que serão processadas as respectivas
validações, o que não comprova o cumprimento da Pré-requisitos: este é o primeiro evento a ser transmitido
obrigação acessória. pelo contribuinte.

17
Descrição
01 Empresa enquadrada no regime de tributação Simples Nacional
comtributação previdenciária substituída

02 Emrepsa enquadrada no regime de tributação Simples Nacional


tributação previdenciária não substituída
Informações adicionais:
03 Empresa enquadrada no regime de tributação Simples Nacional
1) Neste evento serão discriminadas com tributação previdenciária substituída e não substituída

as informações que influenciam na 04 MEI - Microempreendedor Individual


apuração correta das contribuições
06 Agroindústria
sociais e eventuais acréscimos
legais, como a classificação 07 Produtor Rural Pessoa Jurídica

tributária do contribuinte, acordos 08 Consórcio Simplificado de Produtos Rurais


internacionais para isenção de
09 Órgão Gestor de Mão de Obra
multa, situação da empresa (normal,

Indicativo
extinção, fusão, cisão ou 10 Entidade Sindical a que se refere à Lei nº 12.023, de 2009

incorporação), dentre outras. 11 Asossicação Desportiva que mantém Clube de Futebol Profissional

13 Banco, caixa econômica, sociedade de crédito, finaciamento e investimento


2) Os códigos da classificação e demais empresas relacionadas no parágrafo 1º do art. 22 da Lei nº 8.212,
de 1991
tributária, que permitem saber quais
espécies de contribuições sociais 14 Sindicatos em geral, exceto aquele classificado no código [10]

previdenciárias são devidas para 21 Pessoa Física, exceto Segurado Especial


cada tipo de contribuinte e que
22 Segurado Especial
possibilita registrar as retenções
efetuadas por pessoas jurídicas e 60 Missão Diplomática ou Repartição Consular de carreira estrangeira

físicas, são os seguintes: 70 Empresa de que trata o Decreto nº 5.434/2005

80 Entidade Imune ou Insenta

85 Ente Federativo, Órgãos da União, Autarquias e Fundações Públicas

99 Pessoas Jurídicas em Geral

18
R-1070 R-2010
Tabela de Processos
Retenção Contribuição Previdenciária
Administrativos/Judiciais
Serviços Tomados
Evento utilizado para inclusão, alteração e
exclusão dos processos judiciais e administrati- Evento que comporta as informações relativas aos serviços
vos que influenciam no cumprimento das contratados, com as correspondentes informações sobre as
obrigações tributárias principais e acessórias. retenções previdenciárias, e realizados mediante cessão de
As informações consolidadas desta tabela são mão de obra ou empreitada, nos termos do art. 31 da Lei nº
utilizadas para validação de outros eventos da 8.212, de 1991, inclusive quando a empresa prestadora se
EFD-Reinf e influenciam na forma e no cálculo sujeitar ao regime da contribuição previdenciária sobre a
dos tributos devidos. receita bruta – CPRB, consoante preconiza o art. 7º, §6º da
Lei nº 12.546, de 2011.
Quem está obrigado: o mesmo contribuinte
obrigado ao evento R-1000, quando houver Quem está obrigado: pessoas jurídicas tomadoras de
decisão em processo administrativo/judicial, que serviços executados mediante cessão de mão de obra ou
tenha influência na apuração dos tributos empreitada, constantes na Tabela 06 do Anexo I do leiaute
abrangidos pela EFD-Reinf e quando houver da EFD-Reinf, disponibilizado no site do SPED, inclusive em
alteração da decisão durante o andamento do regime de trabalho temporário.
processo. Este evento deve ser informado
quando a decisão do processo administrativo ou Prazo de envio: este evento deve ser enviado até o dia 15
judicial for favorável ao contribuinte. do mês seguinte à emissão da nota fiscal ou fatura ou antes
do envio do evento R-2099 - Fechamento dos Eventos
Prazo de envio: deve ser transmitido até o dia Periódicos, o que ocorrer primeiro. Antecipa-se o envio
15 do mês subsequente ao do mês de referência deste evento para o dia útil imediatamente anterior quando
informado no evento ou antes do envio de qual- não houver expediente bancário.
quer evento no qual o processo seja informado.

19
R-2020
Retenção Contribuição Previdenciária
Serviços Prestados R-2030
Esse evento deve ser enviado pelo prestador de serviços Recursos Recebido
executados mediante cessão de mão de obra, empreitada e por Associação Desportiva
subempreitada, contendo as informações relativas aos
tomadores dos serviços, com as correspondentes informa- Evento em que são prestadas informações
ções sobre as retenções previdenciárias destacadas no relativas aos recursos recebidos a título de
documento fiscal. patrocínio, licenciamento de uso de marcas
e símbolos, publicidade, propaganda e
Quem está obrigado: contribuintes que prestam serviços transmissão de espetáculos desportivos
constantes na Tabela 06, do Anexo I do leiaute da EFD-Reinf, por associação desportiva que mantém
disponibilizado no site do SPED, sujeitos à retenção dos 11% equipe de futebol profissional.
(ou 3,5%), conforme legislação.
Quem está obrigado: associação despor
despor-
Prazo de envio: este evento deve ser enviado até o dia 15 do tiva que mantém equipe de futebol profis-
mês seguinte à emissão da nota fiscal ou fatura, ou antes do sional, quando receber recursos a título de
envio do fechamento do evento R-2099 – Fechamento de patrocínio, licenciamento de uso de marcas
Eventos Periódicos, o que ocorrer primeiro, antecipando-se o e símbolos, publicidade, propaganda e
envio deste evento para o dia útil imediatamente anterior, transmissão de espetáculos desportivos.
quando não houver expediente bancário.

20
R-2040
Retenções – Recursos
Repassados para Associação Desportiva
Evento em que são prestadas as informações
relativas aos recursos repassados a título de patro-
cínio, licenciamento de uso de marcas e símbolos,
publicidade, propaganda e transmissão de espetá-
culos desportivos, inclusive no caso do concurso de
prognóstico de que trata a Lei nº 11.345/2006, para
associação desportiva que mantém equipe de
futebol profissional.

Quem está obrigado: empresa que repassou


recursos para associação desportiva que mantém
equipe de futebol profissional.

Prazo de envio: este evento deve ser enviado até o


dia 15 do mês seguinte, ou antes, do envio do
evento “R-2099 - Fechamento de Eventos Periódi-
cos”, o que ocorrer primeiro. Antecipa-se o envio
deste evento para o dia útil imediatamente anterior
quando não houver expediente bancário.

21
R-2050
Comercialização da Produção
por Produtor Rural PJ/Agroindústria
Evento em que são prestadas as informações relativas à comerciali-
zação da produção rural ou agroindustrial, quando o produtor rural
pessoa jurídica e a agroindústria estão sujeitos à contribuição previ-
denciária substitutiva sobre a receita bruta, proveniente da comer-
cialização da produção rural nos termos do art. 25 da Lei nº 8.870, de
15 de abril de 1994, na redação dada pela Lei nº 10.256, de 9 de julho
de 2001 e do art. 22A da Lei nº 8.212, de 24 de julho de 1991, inseri-
do pela Lei nº 10.256, de 9 de julho de 2001, respectivamente.

Quem está obrigado: produtor rural pessoa jurídica e a


agroindústria que vender ou consignar produção rural ou Considera-se atividade econômica
agroindustrial, quando a responsabilidade pelo recolhimen- autônoma aquela que não constitui
to das contribuições previdenciárias sobre a receita da parte de atividade econômica mais
abrangente ou fase de processo
comercialização da produção for atribuída ao próprio
produtivo mais complexo e que seja
produtor rural pessoa jurídica ou a agroindústria, nos casos exercida mediante estrutura
abaixo em que se aplica o regime substitutivo: operacional definida, em um ou mais
estabelecimentos.
a) Pelos produtores rurais pessoas jurídicas (classificação A substituição abrange também a
tributária 07, conforme Tabela 8, do Anexo I, do leiaute da folha de pagamento dos segurados
EFD-Reinf, disponibilizado no site do SPED), que não empregados a serviço em escritório
desenvolvam outra atividade econômica autônoma, quer mantido pelo produtor rural,
exclusivamente para a administração
seja comercial, industrial ou de serviços, no mesmo ou em
da atividade rural.
estabelecimento distinto, independentemente de qual seja
a atividade preponderante.

22
b) Pelas agroindústrias (classificação tributária 06,
conforme Tabela 8, do Anexo I, do leiaute da
EFD-Reinf, disponibilizado no site do SPED),
submetidas ao regime substitutivo do pagamento
das contribuições sobre a comercialização da O evento deve ser informado ainda:
produção rural, e deve informar no registro o valor
da receita bruta proveniente da comercialização da a) Na dação em pagamento, na permuta, no
produção rural própria ou da produção própria e ressarcimento, na indenização ou na compensação
adquirida de terceiros, industrializada ou não. feita com produtos rurais pelo produtor rural.

c) Nas aquisições de produtos agropecuários pela b) No arremate de produção rural em leilões e


Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB) praças, exceto se os produtos não integrarem a
do produtor rural pessoa jurídica, destinados ao base de cálculo das contribuições como, por
Programa de Aquisição de Alimentos – PAA exemplo, arrematação de produtos rurais de origem
instituído pelo art. 19 da Lei nº 10.696/2003, cuja mineral.
responsabilidade pelo recolhimento da contribuição,
à conta do PAA, fica sub-rogada a adquirente. c) Na comercialização da produção rural de
pessoa jurídica com adquirente domiciliado no
exterior (exportação).

Prazo de envio: este evento deve ser enviado até o


dia 15 do mês seguinte ou antes do envio do evento
“R-2099 Fechamento de Eventos Periódicos”, o que
ocorrer primeiro. Antecipa-se o envio deste evento
para o dia útil imediatamente anterior quando não
houver expediente bancário.

23
R-2060
Contribuição Previdenciária
sobre a Receita Bruta – CPRB
Evento em que são prestadas as informações pelas
empresas sujeitas ao pagamento da CPRB, instituí-
da pela Medida Provisória nº 540, de 2011, poste-
riormente convertida na Lei nº 12.546, de 2011 e
alterações. A CPRB incide sobre o valor da receita
bruta, em substituição à contribuição previdenciária
patronal incidente sobre a folha de pagamento dos
segurados empregados e contribuintes individuais.

Quem está obrigado: o contribuinte que desenvolva


as atividades relacionadas no art. 7º ou que fabrique
os produtos listados no art. 8º da Lei nº 12.546, de
2011 e alterações. Os contribuintes considerados
órgãos públicos não deverão enviar esse evento.

Prazo de envio: este evento deve ser enviado até o


dia 15 do mês seguinte ou antes do envio do evento
“R-2099 Fechamento de Eventos Periódicos”, o que
ocorrer primeiro. Antecipa-se o envio deste evento
para o dia útil imediatamente anterior quando não
houver expediente bancário.

24
R-2098
Reabertura dos
Eventos Periódicos
Este evento é utilizado para reabrir movi-
mento de um período já encerrado, possibili- Informações adicionais:
tando o envio de retificações ou novos even-
tos periódicos. 1) O envio deste evento torna necessário um
novo fechamento (mediante o envio do evento
Quem está obrigado: todos os contribuintes “R-2099 - Fechamento dos Eventos
que, após o envio do evento “R-2099 - Periódicos”), após as modificações que
Fechamento dos Eventos Periódicos”, para o motivaram a reabertura.
período de apuração em questão, necessi-
tem retificar informações enviadas pelos
eventos periódicos R-2010 a R-2070.
2) Este evento não pode ser retificado, nem
excluído. Caso existam informações incorretas,
a empresa deve fechar o movimento e enviar
Prazo de envio: e reabertura poderá ser
outro evento de reabertura.
realizada a qualquer tempo.

Pré-requisitos: envio anterior do evento


“R-2099 Fechamento dos Eventos Periódi-
cos”. O evento somente pode ser enviado em
relação a um período de apuração que já
esteja encerrado.

25
R-2099
Fechamento dos R-3010
Eventos Periódicos
Receita de
Este evento se destina a informar o encerra-
mento da transmissão dos eventos periódicos Espetáculos Desportivos
na EFD-Reinf, no período de apuração. Neste Evento em que são prestadas as informações
momento são consolidadas todas as informa- relativas às receitas provenientes dos espetáculos
ções prestadas nos eventos R-2010 a R-2070. desportivos, realizados no território nacional,
quando pelo menos um dos participantes do espe-
A aceitação deste evento pela EFD-Reinf após táculo esteja vinculado à uma associação desporti-
processadas as devidas validações, conclui a va que mantém equipe de futebol profissional.
totalização das bases de cálculo e possibilita a
integração com a respectiva Declaração de As informações prestadas neste evento referem-se
Débitos e Créditos Tributários Federais – DCTF. à contribuição social previdenciária patronal, a
cargo das associações desportivas, calculada
Quem está obrigado: todos os contribuintes sobre a receita decorrente dos espetáculos despor-
que transmitirem eventos R-2010 a R-2070, tivos em que participem, em substituição às contri-
no mês de referência. buições incidentes sobre a remuneração dos seus
segurados empregados, destinadas à Previdência
Prazo de envio: deve ser transmitido até o dia Social e ao financiamento do benefício previsto nos
15 do mês subsequente ao do mês de referên- arts. 57 e 58 da Lei nº 8.213, de 24 de julho de
cia informado no evento. Antecipa-se o venci- 1991, e daqueles concedidos em razão do grau de
mento para o dia útil imediatamente anterior incidência de incapacidade laborativa decorrente
quando não houver expediente bancário. dos riscos ambientais do trabalho - GILRAT.

26
Quem está obrigado: a entidade promotora do espetáculo
desportivo, como a federação, a confederação ou a liga
desportiva responsável pela organização do evento. Após o evento de fechamento R-2099 será
retornado o número do protocolo e será neces-
Prazo de envio: o prazo máximo para o envio das informa- sário fazer uma consulta posteriormente infor-
ções e respectivo pagamento da contribuição previdenciária mando este número (o protocolo). No caso de
sobre a receita bruta dos espetáculos desportivos é de até 2 processamento do fechamento com sucesso, a
dias úteis após a realização do evento. consulta retornará os totalizadores (R-5011).

R-5001 – Informações de bases e tributos por evento: O R-5011 não será retornado automatica
automatica-
este evento não está detalhado no MOR disponível, retira- mente. Após o envio do evento de fechamento
mos do Perguntas e Respostas as seguintes informações: R-2099, o contribuinte deve utilizar o número
de protocolo recebido como retorno (no
O sistema retorna para cada evento periódico enviado o R-5001) para fazer a consulta de totalizado-
XML do evento R-5001 como retorno. O retorno é simultâ- res, que retornará o R-5011.
neo, ou seja, acontecerá na mesma conexão. Por exemplo, o
declarante encaminha um lote com 100 eventos R-2010; o Sempre que o evento R-2099 for recepcionado
retorno conterá 100 eventos R-5001. com sucesso pelo ambiente nacional da Reinf,
será retornado o número do protocolo de
R-5011 – Informações de bases e tributos consolidados transmissão (na tag nrProtEntr) e a informa-
por período de apuração: este evento não está detalhado ção de que o evento está “Em Processamento”.
no MOR disponível, retiramos as informações no Manual do Após a consulta do evento R-2099, se ele foi
Desenvolvedor e Perguntas e Respostas da Receita Federal: processado com sucesso pelo ambiente nacio-
nal do Reinf, será retornado o seu recibo (na
Os eventos R-5001 e R-5011 são gerados pela EFD-Reinf e tag nrRecArqBase) e o totalizador R-5011.
enviados para o contribuinte, como retorno do envio de um
evento qualquer, ou como retorno da consulta de totalizado-
res, respectivamente.

27
R-9000
Exclusão de Evento
Utilizado para tornar sem efeito os eventos, quando
enviados indevidamente, seja como evento não
periódico (R-3010), seja como um dos eventos perió-
dicos (R-2010 a R-2070).

Quem está obrigado: o contribuinte quando neces-


sitar tornar sem efeito um determinado evento.

Prazo de envio: sempre que necessária a exclusão


de algum evento enviado indevidamente.

Pré-requisitos: envio anterior do evento a ser excluí-


excluí
do e, no caso dos eventos periódicos, o período de
apuração que ainda não tenha sido encerrado, ou
seja, não tenha havido o envio do evento “R-2099-
Fechamento dos Eventos Periódicos”.

28
Bônus
Bônus
Notas Orientativas
já publicadas Por exemplo: uma determinada nota
pela Receita fiscal de prestação de serviços, sujeita
à retenção de 11% sobre cessão de
Nota Orientativa 01/2018 mão de obra, tem como base de
cálculo o valor de R$918,18. Assim, ao
Arredondamentos de retenções realizar o cálculo, percebemos que
na EFD-Reinf 11% de R$918,18 vale R$100,9998.
Para apurar o valor da retenção, o
contribuinte deverá truncar na
A EFD-Reinf utiliza como regra de cálculo para segunda casa decimal sem
operações de multiplicação envolvendo deci- arredondamento. Dessa forma, o valor
correto da retenção é de R$100,99.
mais a função de limitar a duas casas decimais.
Dessa forma, para efeito de apuração dos valo-
res tributados, são consideradas duas casas
decimais sem arredondamentos.

29
Entretanto, como o destaque do valor da retenção é feito
pela empresa prestadora de serviços, para diminuir a
possibilidade de erros na recepção dos arquivos e também
para diminuir necessidades de ajustes em softwares pelas
empresas, é aceito arredondar para mais.

Os campos de retenção dos eventos relacionados abaixo


devem permitir o arredondamento para maior, no limite de
1 centavo, e deverá ser considerado o valor maior entre o Nota Orientativa 02/2018
calculado pelo sistema e o informado pelo contribuinte. Produtores Rurais Pessoa Jurídica
Segue a relação dos eventos e campos que aos quais se
Os Produtores Rurais Pessoa Jurídica que se
aplica a referida regra:
enquadram na isenção disciplinada no art
15°, § 6º da Lei 13.606/2018 e que estão
R-2010: vlrRetencao, vlrAdicional, vlrNRetPrinc
obrigados a escriturar a comercialização da
e vlrNRetAdic.
produção rural na EFD-Reinf nos termos da
R-2020: vlrRetencao, vlrAdicional e vlrNRetAdic
Instrução Normativa 1.701 de 2017, modifi-
R-2030: vlrRetApur
cada pela Instrução Normativa 1.767 de
R-2040: vlrRetApur
2018, ao preparar o evento do evento
R-3010: vlrCP
R-2050, devem usar o Indicativo de Comer-
cialização (campo indCom) n° 9 - Comercia-
O evento totalizador "R-5001 - Informações de bases e
lização direta da Produção no Mercado
tributos por evento" vai refletir o procedimento adotado
Externo, para informar o valor da comerciali
comerciali-
nos eventos acima.
zação isenta, até que entre em produção a
versão 1.4 da EFD-Reinf que terá o indicativo
específico dessa isenção.

30
Em resumo, é importante
seguir os passos:
1) O contribuinte envia o evento de fechamento 2099;
Nota Orientativa 03/2018 2) O sistema retorna um resultado, com um
Evento de fechamento R-2099 número de protocolo na
tag<nrProtEntr>XXXXXXXXXXXXXX</nrProtEntr>
Na EFD-Reinf, o retorno da maioria dos even-
e com a expressão "Em Processamento";
tos é simultâneo, com exceção do evento de
fechamento R-2099. Para este, será retorna-
3) O processamento do fechamento é realizado
do o número do protocolo (no R-5001), e será
posteriormente pelo sistema;
necessário fazer uma consulta posterior
informando este protocolo para saber se o
4) Para verificar se o evento foi processado com sucesso,
fechamento foi processado com sucesso ou
o seu sistema deve chamar o WebService de consulta do
não. Em caso de processamento do fecha-
Fechamento, passando como um dos parâmetros, o
mento com sucesso, a consulta retornará os
número do protocolo recebido no passo 2;
totalizadores (R-5011).

5) Somente após a consulta deste resultado retornar


Nesses termos, os créditos tributários apura-
sucesso é que ele deve verificar se a informação
dos na EFD-Reinf só serão migrados para a
está na DCTF.
DCTFweb após o processamento com suces-
so do evento R-2099. Para tal, é necessário
As informações e procedimentos acima encontram-se
consultar o fechamento para receber o recibo
descritos no manual do desenvolvedor da EFD-Reinf
no evento totalizador R-5011.
disponível no portal do SPED.

31
Nota Orientativa 04/2018
Fechamento com erro "3395587205"

Os contribuintes que tiveram problema no


processamento do evento de fechamento da
EFD-Reinf na competência de agosto 2018,
ficando no status de em processamento por Nota Orientativa 05/2018 - CPRB
grande período de tempo, e receberam de Decisão judicial favorável
retorno o erro "3395587205", devem enviar para continuar no regime especial
um novo evento R-2099 (ID diferente do de tributação (desoneração da folha).
evento rejeitado).
Os contribuintes que possuíam atividades sujeitas a
Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta e
que foram retiradas do rol de atividades desonera-
das a partir de 1º de setembro 2018, nos termos da
lei 13.670/2018 e da Instrução Normativa da Recei-
ta Federal 1.812/2018, mas obtiveram decisão
judicial favorável para continuar no regime especial
de tributação, devem utilizar os códigos genéricos
da tabela 09 (99990010, 99990015,99990020,
99990025, 99990030e 99990045) com as respec-
tivas alíquotas das atividades extintas, para poder
escriturar a apuração da CPRB no evento R-2060.

32
Como lidar com saldos existentes
de contribuições previdenciárias
retidas antes da EFD-Reinf?

Assim como ocorre com os valores de salário


família e de salário maternidade não deduzidos
no mês em que forem pagos, os créditos existen-
tes de contribuições previdenciárias retidas não
poderão ser utilizados para compensar débitos de
períodos subsequentes. Uma alternativa para
a transmissão da EFD-Reinf
Dessa forma, eventuais saldos de retenções
No conteúdo que você acabou de ler, você pode
previdenciárias que não forem aproveitados na
perceber que não existe software disponibiliza-
mesma competência da retenção, deverão ser
do pela Receita para a transmissão da EFD-
tratadas em pedido de restituição ou compensa-
-Reinf. Você precisa contar com soluções de
ção - PERDCOMP.
terceiros que possam te auxiliar para o cumpri-
mento da nova obrigação.

No blog da Mastermaq, te explicamos como um


software pode te auxiliar nesse processo e quais
as vantagens de contar com uma solução online
neste momento. Quer saber qual a melhor opção
para seu escritório? É só clicar aqui e conferir.

33
Mastermaq
Sobre a

Com mais de 25 anos de história, a Master-


maq Software tem um propósito: transfor-
mar a contabilidade em fator de sucesso
para o empreendedor brasileiro. Com apro-
ximadamente 600 funcionários, a Master-
maq se dedica a criar soluções para a

Ycone Gestão Tributária


contabilidade do futuro, que vão desde os Sobre a
sistemas para a gestão e operação do
escritório, até um robusto ERP, tudo isso
através de uma completa plataforma de
e da Ycone Treinamentos
comunicação entre contadores e empresas.
Atuando em todo o Brasil, os softwares são A Ycone Cursos, especializada em treinamentos geren-
totalmente aderentes às mais diversas ciais, oferece cursos nas áreas contábil, fiscal, jurídico-tri-
legislações e tributações de todo o país. butárias e afins. Com uma equipe multidisciplinar, os
profissionais são altamente qualificados e prontos para
oferecer palestras, seminários, workshops e cursos de
curta, média e longa duração. A empresa é, essencialmen-
te, multiplicadora de conhecimento, trazendo no portfólio
temas atuais e relevantes, alinhando conhecimento teórico
e aplicação prática visando o seu crescimento.

® Todos os direitos reservados.

34
Referências Bibliográficas
Receita Federal do Brasil. IN 1.701, de 14/03/2017

Receita Federal do Brasil. IN 1.767, de 14/12/2017

Receita Federal do Brasil. IN 1.842, de 29/10/2018

Receita Federal do Brasil. Manual de Orientação ao Contribuinte - Versão 1.3

Receita Federal do Brasil. Manual de Orientação ao Desenvolvedor


da EFD-Reinf - Versão 1.4

Receita Federal do Brasil. Notas Orientativas, disponíveis


em http://sped.rfb.gov.br/pasta/show/2696, acesso 27 dez. 2018.