Você está na página 1de 5

Aula 02 O QUE É EDUCAÇÃO FÍSICA – UNIDADE I

Aluno:

Data: / /
CE ARLINDO FERREIRA DE LUCENA
Prof. Esp. Leonardo Delgado

Aula 02: O QUE É EDUCAÇÃO FÍSICA atividade prática, sempre manteve a preocupação
Habilidades com o ato de movimentar-se. Assim, a Educação
- Apropriar-se de noções básicas sobre a Educação Física foi garantindo tempo e espaço na instituição
Física como componente curricular e reconhecer as escolar, variando a intencionalidade do movimento
manifestações corporais de movimento como em cada período, mas de forma muito incipiente,
originárias de necessidades cotidianas de um grupo enquanto atividade curricular.
social A Educação Física é um dos
componentes curriculares que compõem a área de
Introdução linguagens na BNCC e trata da cultura corporal de
Educação física é uma área do movimento destacando os contextos histórico,
conhecimento humano ligada às práticas corporais social e regional, bem como respeitando as
historicamente produzidas pela humanidade. A individualidades.
educação física é o processo pedagógico que visa à
formação do homem capaz de se conduzir
plenamente em suas atividades. Trabalha num
sentido amplo, visando à prevenção de
determinadas doenças.

Figura 9: BNCC

Neste Referencial os Objetos de

Figura 8: Educação Física


Conhecimento, da Educação Física - entendidos
como conteúdos, conceitos e processos –, estão 5
organizados em seis Unidades Temáticas
A Educação Física é, portanto, a (Brincadeiras e Jogos, Esportes, Ginásticas, Danças,
sistematização da produção e reprodução cultural Lutas e Práticas Corporais de Aventura), que serão
dessa prática (o movimentar-se) e também uma abordadas durante os anos do Ensino Fundamental
ciência, haja vista os incontáveis trabalhos e Médio.
realizados nesse campo de estudo, o que a Na área da Educação Física, de
qualifica como área de conhecimento científico- acordo com Brasil (2018) a base aponta oito
cultural. No que tange à sua implantação e Dimensões de Conhecimento que aceitam a
percurso histórico como componente curricular, tematização dessas práticas como saberes
Sousa Filho (2010, p. 1) afirma: escolares:
A condição da Educação Física como - Experimentação: vivência das práticas corporais.
componente curricular na história da - Uso e apropriação: realização da prática corporal
educação brasileira, sempre esteve ligada às
tentativas históricas de consolidação de um de forma autônoma.
modelo de política educacional ideal para o - Fruição: apreciação estética das experiências
país. Essas tentativas, sempre encontraram sensíveis geradas pelas práticas corporais
barreiras estruturais e impasses culturais - Reflexão sobre a ação: conhecimento gerado na
decorrentes da conjuntura política e do
momento histórico que atravessava a nação e observação das próprias vivências corporais e dos
nesse contexto, a Educação Física recebia no outros
tratamento das diretrizes da legislação as - Construção de valores: a partir das vivências e
orientações para a sua natureza curricular, das discussões coletivas em torno delas
sendo esta por sua vez, adequado a ideologia
dominante. - Análise: entender as características e o
funcionamento das práticas corporais (saber
Nesse sentido, por mais que a sobre).
Educação Física tenha sido compreendida de várias - Compreensão: esclarecimento do processo de
formas, ao longo de seu tempo de construção inserção das práticas no contexto sociocultural
(inacabado), objetivando diferentes metas - ora - Protagonismo comunitário: as atitudes e ações
como ginástica, com fortes influências das voltadas à democratização do acesso às práticas
instituições médicas e militares, ora como método corporais
desportivo generalizado -, nunca se desvinculou da
Leonardo de A. Delgado. CREF. 001764-G/MA
A Base Legal da Educação Física profissional, fruto de muitas discussões de base e
A Constituição Federal, carta magma segmentos interessados.
do Brasil, promulgada em cinco de outubro de Com todos os avanços, é relevante
1988, prevê o direito a educação a todo brasileiro pontuar como marco histórico o surgimento do
(SANTOS, 2003). A educação constitui um dos Exame Nacional para o Ensino Médio (ENEM). Foi
direitos sociais, ao lado da saúde, a alimentação, o criado pelo Ministério da Educação e do Desporto
trabalho, a moradia, o lazer, a segurança, a (MEC) no ano de 1998 e tem por objetivo avaliar os
previdência social, a proteção à maternidade e à estudantes de escolas públicas e particulares do
infância e a assistência aos desamparados. Dispõe Ensino Médio. O foco principal da avaliação é
também que à União deve legislar sobre as verificar as competências e habilidades que o
diretrizes e bases da educação nacional, deixando aluno domina. Portanto, o exame está dentro de
claras as competências e responsabilidade da uma realidade de vida e de mercado. Com isso a
União, dos Estados e Distrito Federal e dos Educação Física, por ser um componente curricular
Municípios, assim como qualidade de ensino e na Educação Básica, passa a fazer parte do Exame
aplicação de recursos. em 2009, através da Matriz de Referência de
Com a publicação em 1996, da Lei de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias.
Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB - lei E por fim a Base Nacional Comum
n.º 9394/96), no artigo 26.º, parágrafo 3°, mudou Curricular – BNCC, aprovada em 20 de dezembro
os rumos que a Educação Física, tornando-a de 2017, contemplando a Educação Infantil e o
Componente Curricular Obrigatório da Educação Ensino Fundamental. Segundo a BNCC, a Educação
Básica é parte integrante e obrigatória da Física é o componente curricular que aborda o
proposta pedagógica da escola, atuando de forma estudo da cultura corporal, nas diversificadas
integrada com outras disciplinas da Educação representações e formas sociais, compreendida
Básica. Sendo sua de prática facultativa para o como manifestação das possibilidades expressivas
estudante que: cumprir jornada de trabalho igual do homem.
ou superior a seis horas; for maior de trinta anos A sua finalidade é proporcionar aos
de idade; estiver prestando serviço militar inicial educandos práticas corporais diferentes que
ou que, em situação similar, estiver obrigado à permitam uma vasta expressividade na área de
prática da educação física; amparado pelo Decreto-
Lei nº 1.044, de 21 de outubro de 1969; tiver prole
Linguagens, conduzindo-os a vivenciar o universo
digital, cognitivo, artístico, simbólico, corporal,
6
(Art. 26, §3º). linguístico, motor, visual, sonoro e tátil no atual
É oportuno ressaltar que essa lei vem cenário contemporâneo, no qual se encontram
dar à Educação Física, como componente inseridos, desenvolvendo experiências e vivências
curricular, a legalidade de que ela precisava para em toda a Educação Básica.
atuar na Educação Básica, conforme seu objeto de Todavia, a partir desses
estudo, ampliando ainda mais sua possibilidade de ordenamentos legais expostos, evidencia-se que a
contribuir com o conhecimento no que respeita ao Educação Física é marcada por diversas
ensino-aprendizagem pautado em todas as concepções, entre elas a que se ajuste numa
manifestações em que o estudante está inserido perspectiva de formação integral do indivíduo.
em seu contexto e na sociedade. Para tal, é oportuno afirmar que essa visão ampla
Nessa mesma década (1997) surgem se deve ao avanço do ensino da Educação Física ao
os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs), que longo da história.
objetivam a formação dos alunos com uma No território maranhense, acredita-
criticidade histórica, política, social e cultural. se que essa perspectiva de formação holística é a
A partir disso, a cultura corporal de mais oportuna devido vislumbrar a diversidade
movimento ganhou força e foi disseminada como sociocultural que norteia a construção histórica do
conjunto de práticas corporais produzidas e estado. Ao apontar esta perspectiva cabe ressaltar
transformadas com o desenvolvimento da aspectos singulares do Maranhão, sem negar seu
humanidade. Essas práticas, jogos, brincadeiras, aspecto regional e nacional.
esportes, danças, lutas e ginásticas assumiram A Educação Física como componente
como função primária a integração dos alunos curricular pertencente à área de Linguagens se
nessas manifestações culturais e sociais, justifica por explorar a linguagem corporal,
instrumentalizando-os para usufruir desses saberes garantindo a interação do educando consigo, com
de maneira contextualizada e autônoma (BRASIL, o outro e com o meio ambiente por meio de
1997). movimentos próprios como os gestos e seus
Com a regulamentação da profissão significados; suas técnicas e táticas; os cuidados
da Educação Física, através da Lei no 9.696/98, em com a prevenção, promoção e manutenção da
1º de setembro, houve um grande avanço social e saúde; o repertório motor; qualidades físicas; a
consciência corporal; o lazer, entre outros. Dessa
Leonardo de A. Delgado. CREF. 001764-G/MA
forma, a Educação Física estimula a percepção, simbologia que neles comunica o ser humano com
intervenção e a transformação do indivíduo no o seu mundo, considerando a dimensão histórico-
mundo que o cerca. social ou cultural do corpo e do movimento,
vinculada a uma orientação pedagógico-política
Educação Física e Currículo (PICH, 2014).
A Educação Física como componente Embora ‘Cultura Corporal’, ‘Cultura
curricular pertencente à área de Linguagens se de Movimento’ e ‘Cultura Corporal de
justifica por explorar a linguagem corporal, Movimento’ sejam termos que se diferenciam pela
garantindo a interação do educando consigo, com fundamentação teórica, todos apresentam em
o outro e com o meio ambiente por meio de comum a questão cultural atrelada a Educação
movimentos próprios como os gestos e seus Física. Essa constatação possibilita entender que a
significados; suas técnicas e táticas; os cuidados Educação Física na escola não se restringe a
com a prevenção, promoção e manutenção da práticas de atividade física descontextualizadas.
saúde; o repertório motor; qualidades físicas; a Nessa perspectiva, a Educação Física
consciência corporal; o lazer, entre outros. Dessa enquanto componente curricular da educação
forma, a Educação Física estimula a percepção, básica trata das práticas corporais em suas
intervenção e a transformação do indivíduo no diversas formas de codificação e significação social,
mundo que o cerca. entendendo-as como manifestações das
Para Neira e Souza Júnior (2016:19), possibilidades expressivas dos sujeitos e do
entender a Educação Física enquanto componente patrimônio cultural da humanidade, com base nas
curricular da área de Linguagens significa manifestações da cultura corporal de movimento:
promover atividades que auxiliem os alunos a ler e jogos e brincadeiras, esportes, exercícios físicos,
produzir as manifestações culturais corporais ginásticas, lutas, práticas corporais alternativas,
concebidas como textos e contextos da linguagem práticas corporais de aventura e práticas corporais
corporal. rítmicas, propiciando a experimentação e
A Educação Física escolar tem como apreciação dessas práticas.
objetivo promover nos educandos o interesse em Para tanto é necessário explicitar e
se envolver com as manifestações da cultura organizar os conhecimentos, assim como, elaborar
corporal do movimento, pois são essas que
possibilitarão o desenvolvimento das
estratégias de ensino e avaliação para os
conteúdos, coerentes aos propósitos do
7
competências e habilidades motoras, afetivas e componente na área das linguagens (BRASIL,
sociais, favorecendo a convivência harmoniosa e 2015).
construtiva entre os educandos, proporcionando Nesse contexto, a Educação Física na
desafios que possibilitem tomadas de decisões que escola deve assumir a responsabilidade de formar
gerem autonomia, e que essas auxiliem um cidadão capaz de posicionar-se criticamente
futuramente no mercado de trabalho. Esse diante das novas formas da cultura corporal de
objetivo só será alcançado mediante o trabalho movimento, e enquanto componente curricular da
desenvolvido no “chão da escola” e com o Educação Básica ela deve assumir o papel de
envolvimento de toda a comunidade escolar. introduzir e integrar o aluno na cultura corporal de
A Educação Física é relevante na movimento, formando o cidadão que vai produzi-
formação do educando, uma vez que contempla o la, reproduzi-la e transformá-la (BETTI, 1994).
indivíduo de maneira holística, ampliando de
forma gradativa a complexidade de fatores Saberes da Educação Física
desafiadores, como os emocionais, físicos, A Educação Física escolar, diferente
fisiológicos, cognitivos, motores, entre outros, que dos outros componentes curriculares, apresenta
convergem no sentido dessa formação, uma especificidade que proporciona um tipo de
considerando as relações interpessoais entre os conhecimento, no qual é necessária uma ação
pares por constituírem produção cultural prática experimentada corporalmente e
carregada de valores, sentidos e significados compreendida conceitual e criticamente, pelos
inerentes aos sujeitos que as produzem, por meio alunos.
da imersão na cultura corporal do movimento. Este conhecimento deve ser
desenvolvido, de modo que não pode ser
Educação Física e a Cultura Corporal de desvinculado da vivência concreta, ou da
Movimento experimentação do movimento, e este atrelado a
Cultura Corporal de Movimento é o um saber corporal (BETTI, 1992, 1994; BRACHT,
termo que buscou estabelecer uma ponte entre os 1999).
conceitos de cultura corporal e cultura de Assim, os saberes específicos na
movimento, numa tentativa de reincorporar ou Educação Física podem ser chamados de “saberes
reconciliar o corpo e o movimento com a corporais” que reúnem os conhecimentos que se
Leonardo de A. Delgado. CREF. 001764-G/MA
produzem, constroem, e se manifestam com base videogames, rádio e televisão difundem idéias
na experiência ou ação corporal. Nesse sentido, o sobre a cultura corporal do movimento.
saber corporal pode ser desenvolvido sob duas BETTI, M.; ZULIANI, L. R. Educação Física Escolar:
perspectivas, as quais são classificadas como uma proposta de diretrizes pedagógicas. Revista
“saber para conhecer” e “saber para praticar” Mackenzie de Educação Física e Esporte. São Paulo,
(GONZÁLEZ; BRACHT, 2012). 2002.
O saber para conhecer refere-se a Essa difusão possibilitou o acesso a uma
uma experimentação prática reduzida, diversidade de atividades físicas e esportes
principalmente em função do tempo e do coletivos praticados ao redor do mundo, que:
aprofundamento do conteúdo, que nesse aspecto a) promoveu um aumento, no Brasil, da prática de
é somente para conhecer. Já o saber para praticar esportes como a ginástica e uma diminuição da
refere-se a uma experimentação mais prática do voleibol e basquetebol.
aprofundada, demandando maior tempo a fim de b) permitiu uma maior compreensão de esportes
desenvolver um conhecimento corporal que praticados em alguns países e/ou comunidades, de
empodere o aluno de uma prática de jogo, que vai acordo com as suas características sociais e
além do conhecer, mas que também não visa o regionais.
desempenho do treinamento esportivo c) diminuiu a prática de esportes desse tipo em
(GONZÁLEZ; BRACHT, 2012). algumas regiões do Brasil, pois são considerados
excessivamente agressivos e necessitam de muitos
QUESTÕES jogadores.
1. ENEM (2009) A cultura corporal de movimento d) aumentou o número de pessoas ao redor do
está expressa em jogos, esporte, danças, artes mundo que praticam esportes desse tipo e
marciais, lutas, ginástica e outros movimentos que diminuiu a prática das artes marciais como o
ainda são emergentes. Certos movimentos são karatê.
significativos para determinada região do país, mas
não para outras. Você, por exemplo, que nasceu e 3. A proposta para a Educação Física da Base
cresceu em determinada cidade pertencente a Nacional Comum Curricular (BNCC) parte da
uma região do nosso país, aprendeu e praticou compreensão de que se trata de um componente
alguns jogos, esportes e dançou um tipo de música
porque tais manifestações são parte integrante da
curricular que tematiza as práticas corporais em
suas diversas formas e significados, entendidas
8
sua comunidade. como manifestações expressivas dos sujeitos e
DARIDO, S. C.e SOUZA JUNIOR, O. Para ensinar patrimônio cultural da humanidade. Assim, para a
educação física. São Paulo: Papirus Editora, 2007 BNCC, o movimento humano está sempre inserido
(adaptado). no âmbito da cultura, entendido como textos
O Brasil tem características culturais embasadas na passíveis de leitura e produção. Para sistematizar
miscigenação de raças e etnias que influenciam as os conteúdos das práticas corporais, a BNCC
manifestações de movimento, como, por exemplo, estabelece os grupos ou as unidades temáticas a
a) a capoeira, genuinamente brasileira e criada serem ensinadas nas aulas de Educação Física:
pelos escravos africanos trazidos para o país como esportes, brincadeiras e jogos, lutas, danças,
forma de expressão de liberdade e comunicação. ginásticas e práticas corporais de aventura.
b) o judô, um tipo de ginástica nascida nos Estados Assinale a alternativa que NÃO apresenta
Unidos da América e, de lá, difundida para países corretamente as características dessas unidades
como o Japão, Coréia e China. temáticas.
c) o futebol, esporte de maior significado cultural a) Ginásticas: tendo em vista a grande variedade
no Brasil e desenvolvido aqui como forma de de organização e significados, foi necessário adotar
utilização e aprimoramento de habilidades dos uma classificação composta por: ginástica geral;
membros inferiores (pernas e pés), porque ginásticas de condicionamento físico; ginásticas de
atividades de trabalho físico pouco valorizavam conscientização corporal.
essas partes do corpo. d) o bumba meu boi, uma b) Lutas: focaliza as disputas corporais, nas quais se
das expressões da cultura do movimento muito empregam técnicas, táticas e estratégias
comum em grandes cidades como, por exemplo, específicas para imobilizar, desequilibrar, atingir ou
São Paulo e Porto Alegre. excluir o oponente de um determinado espaço,
combinando ações de ataque e defesa.
2. ENEM (2011) O esporte, as ginásticas, a dança, c) Práticas corporais de aventura: exploram-se
as artes marciais, as práticas de aptidão física expressões e formas de experimentação corporal
tornam-se, cada vez mais, produtos de consumo centradas nas perícias e proezas provocadas pelas
(mesmo que apenas como imagens) e objetos de situações de imprevisibilidade na interação com
conhecimento e informação amplamente um ambiente desafiador.
divulgados ao grande público. Jornais, revistas,
Leonardo de A. Delgado. CREF. 001764-G/MA
d) Brincadeiras e jogos: explora atividades d) jogos, esportes, ginásticas, danças e lutas.
voluntárias exercidas dentro de determinados
limites de tempo e espaço, caracterizadas pela 7. A Educação Física para os alunos do Ensino
criação e alteração de regras, pela obediência ao Médio deve ser ministrada buscando
que foi combinado coletivamente. a) o desenvolvimento de forma ampla,
e) Danças: explora o conjunto de passos e possibilitando o autoconhecimento.
coreografias mais apresentadas nos veículos de b) o desenvolvimento de futuras equipes de
mídia. Trata-se de uma prática que busca competição.
aumentar a participação das alunas nas aulas, uma c) a homogeneidade quanto ao desempenho físico
vez que se relaciona ao universo feminino. e cognitivo
d) o desenvolvimento das habilidades físicas e
4. (ENEM 2016) A educação física ensinada a esportivas.
jovens do ensino médio deve garantir o acúmulo
cultural no que tange à oportunização de vivência 8. A Educação Física é uma disciplina que trata,
das práticas corporais; a compreensão do papel do pedagogicamente, na escola, do conhecimento de
corpo no mundo da produção, no que tange ao uma área denominada:
controle sobre o próprio esforço, e do direito ao a) Formação corporal.
repouso e ao lazer; a iniciativa pessoal nas b) Cultura corporal do movimento.
articulações coletivas relativas às práticas corporais c) Relaxamento corporal.
comunitárias; a iniciativa pessoal para criar, d) Desenvolvimento psicomotor.
planejar ou buscar orientação para suas próprias
práticas corporais; a intervenção política sobre as 9. A Lei 9.394/96, Lei de Diretrizes e Bases da
iniciativas públicas de esporte e de lazer. Educação Nacional (LDB), em seu artigo 26
Disponível em: www.portal.mec.gov.br. Acesso preconiza: “os currículos da educação infantil, do
em: 19 ago. 2012. ensino fundamental e do ensino médio devem ter
Segundo o texto, a educação física visa propiciar ao base nacional comum, a ser complementada, em
indivíduo oportunidades de aprender a conhecer e cada sistema de ensino e em cada estabelecimento
a perceber, de forma permanente e contínua, o escolar, por uma parte diversificada, exigida pelas
seu próprio corpo, concebendo as práticas
corporais como meios para:
características regionais e locais da sociedade, da
cultura, da economia e dos educandos”. Assinale a
9
a) ampliar a interação social. alternativa correta em relação à Educação Física.
b) atingir padrões de beleza. a) A Educação Física, integrada à proposta
c) obter resultados de alta performance. pedagógica da escola, é componente curricular
d) reproduzir movimentos predeterminados. obrigatório da Educação Básica.
b) A Educação Física, integrada à proposta
5. A Base Nacional Comum Curricular, que está pedagógica da escola é componente curricular
sendo discutida pela sociedade na atualidade, faz optativo no ensino médio.
referência c) A Educação Física facultativa nos cursos
a) a um conjunto de normas disciplinares que noturnos é atividade curricular obrigatória da
devem guiar as escolas municipais. Educação Básica.
b) às diretrizes relativas ao que deve ser ensinado d) A Educação Física, integrada à proposta
aos professores nos programas de formação pedagógica da escola, é componente curricular da
continuada. Educação Básica.
c) ao conjunto de conhecimentos essenciais a que
todo estudante brasileiro deve ter acesso. 10. O Conselho Federal de Educação Física
d) ao comportamento que deve ser assumido pelos instituído pela Lei nº 9696, de 01/09/98 tem como
professores nas escolas brasileiras. objetivo principal. Assinale a alternativa correta:
a) Impedir que os leigos atuem como profissional
6. A Educação Física tem passado por de Educação Física.
transformações significativas no que se refere ao b) Colocar os professores de Educação Física nos
seu planejamento pedagógico. Dentre as quadros das redes federal, estadual e municipal,
concepções adotadas, o professor que optar pela para trabalhar sem concurso.
cultura corporal de movimento, deve contemplar c) disciplinar e reservar eticamente o mercado dos
elementos da cultura plural ancorados em: profissionais de Educação Física.
a) jogos, folclore, lutas, ginásticas e atividades d) Atuar no âmbito educacional e nas grandes
lúdicas. empresas esportivas.
b) jogos, treinamento, ginásticas, atividades da GABARITO
vida diária e lutas. 1)a 2)b 3)e 4)a 5)c 6)d 7)a 8)b 9)a 10)c
c) futsal, basquete, vôlei, handebol e atletismo.
Leonardo de A. Delgado. CREF. 001764-G/MA