Você está na página 1de 20

22/02/2019 https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir/?

resolver=3876377&chave=fb7d9fd326c0a3cb2c3785a38c238431&box=sim

TOP REVIEW 26/09/2018


Questão 1 (Unifeso) Questão 3 (UNIFESP)
Assinale a palavra sublinhada que é um pronome indefinido e não
um advérbio.
a “O sorriso custa menos que a eletricidade e dá mais luz.”
b “Muitas vezes ficamos olhando tanto tempo para uma porta
fechada, que não notamos que outra porta se abriu para nós.”
c “O coração do covarde bate mais rápido que o do herói, mas
dura mais tempo.”
d “Herói é uma das profissões mais curtas que existem.”
e “Realidade é uma ilusão, ainda que muito persistente.”

Questão 2 (UFTM)
Leia as frases do texto:

I. ... Gabriel Heliodoro aproximou-se duma delas, tentou pegar-lhe


o bico...
II. ... e ficou depois a dizer-lhe coisas...
III. Sem dar-lhe atenção...

O pronome lhe assume valor possessivo em


a I, apenas.
b II, apenas.
c I e III, apenas.
d II e III, apenas.
e I, II e III.

Assinale a alternativa que preenche, correta e respectivamente, as


lacunas da tira.
a Por que – à – a – porquê
b Porquê – a – a – por que
c Por que – à – à – porque
d Por quê – à – à – porque
e Por quê – a – a – porque

https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir/?resolver=3876377&chave=fb7d9fd326c0a3cb2c3785a38c238431&box=sim 1/20
22/02/2019 https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir/?resolver=3876377&chave=fb7d9fd326c0a3cb2c3785a38c238431&box=sim

Questão 4 (UFTM) Questão 7 (Univag)


Leia a charge. Considere os trechos destacados.

• “Decoradores modernos têm feito de tudo para quebrar esse


clima, e suavizam os apartamentos, disfarçam metais, tubos” (3o
parágrafo)
• “é sangue, quando já se está cansado de agulhas; é
ressonância magnética, e bebe-se antes aquele caldo” (4o
parágrafo)

Assinale a alternativa em que os trechos reescritos expressam,


respectivamente, as ideias de causa e concessão.
a à medida que suavizam os apartamentos / mesmo que já se
esteja cansado de agulhas
b quando suavizam os apartamentos / pois já se está cansado
de agulhas
c conforme suavizam os apartamentos / porque já se está
cansado de agulhas
d uma vez que suavizam os apartamentos / ainda que já se
esteja cansado de agulhas
e portanto suavizam os apartamentos / caso já se esteja
Assinale a alternativa cujos termos completam, correta e cansado de agulhas
respectivamente, as lacunas.
Questão 8 (Unifeso)
a aonde ... de ... algum
Assinale a opção cujos termos não mostram nenhuma relação de
b aonde ... a ... alguns
concordância nominal ou verbal.
c aonde ... na ... algum
a Fim público
d onde ... à ... algum
b Pessoas responsáveis
e onde ... da ... alguns
c Próprio interesse
Questão 5 (UFTM) d Família ou amigo
Analise as frases. e Determinada empresa

I. Ontem, fui até a escola para visitar velhos amigos.


Ontem, fui até à escola para visitar velhos amigos.
II. Ontem, passei a noite na casa da minha prima.
Ontem, passei à noite na casa da minha prima.
III. Ontem, entreguei o relatório a minha supervisora.
Ontem, entreguei o relatório à minha supervisora.

Dentre os pares de frases apresentados, a estrutura frasal em que


se verifica alteração de sentido da segunda frase em relação à
primeira está contida em
a I, apenas.
b II, apenas.
c I e III, apenas.
d II e III, apenas.
e I, II e III.

Questão 6 (Unifeso)
A alternativa em que a substituição do infinitivo pelo substantivo
cognato não é feita de forma adequada é:
a “as estratégias utilizadas pelos animais para sobreviver” / as
estratégias utilizadas pelos animais para a sobrevivência.
b “desenvolveu a capacidade de explorar a aptidão humana” /
desenvolveu a capacidade de exploração da aptidão humana.
c “a aptidão humana para dar e receber afeto”/ a aptidão
humana para a doação e recepção de afeto.
d “sua capacidade de parasitar nossa mente” / sua capacidade
de parasita de nossa mente.
e “conseguiu garantir a sobrevivência de sua espécie” /
conseguiu a garantia de sobrevivência de sua espécie.

https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir/?resolver=3876377&chave=fb7d9fd326c0a3cb2c3785a38c238431&box=sim 2/20
22/02/2019 https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir/?resolver=3876377&chave=fb7d9fd326c0a3cb2c3785a38c238431&box=sim

Questão 9 (Univag) Questão 11 (Unifeso)


Examine a tira do cartunista Caio Gomez. Texto 1
Última página de “Os Sertões” Canudos não se rendeu
Fechemos este livro.

Canudos não se rendeu. Exemplo único em toda a história,


resistiu até ao esgotamento completo. Expugnado palmo a
palmo, na precisão integral do termo, caiu no dia 5, ao
entardecer, quando caíram os seus últimos defensores, que
[5] todos morreram. Eram quatro apenas: um velho, dois homens
feitos e uma criança, na frente dos quais rugiam raivosamente
5 mil soldados.
Forremo-nos à tarefa de descrever os seus últimos
momentos. Nem poderíamos fazê-lo. Esta página, imaginamola
[10] sempre profundamente emocionante e trágica; mas
cerramo-la vacilante e sem brilhos.
Vimos como quem vinga uma montanha altíssima. No alto,
a par de uma perspectiva maior, a vertigem...
Ademais, não desafiaria a incredulidade do futuro a
[15] narrativa de pormenores em que se amostrassem mulheres
precipitando-se nas fogueiras dos próprios lares, abraçadas aos
filhos pequeninos...
E de que modo comentaríamos, com a só fragilidade da
palavra humana, o fato singular de não aparecerem mais,
Observando os elementos presentes nessa tira, com destaque [20] desde a manhã de 3, os prisioneiros válidos colhidos na
para o emprego dos pronomes pessoais “eu” e “nós”, é correto véspera, e entre eles aquele Antônio Beatinho, que se nos
concluir que entregara, confiante — e a quem devemos preciosos
a políticos vindos de classes menos favorecidas tendem, como esclarecimentos sobre esta fase obscura da nossa História?
se comprova historicamente, a exercer mandatos pautados Caiu o arraial a 5. No dia 6 acabaram de o destruir,
pela democracia. [25] desmanchando-lhe as casas, 5.200, cuidadosamente
b as atuais campanhas políticas têm usado diferentes meios de contadas.
comunicação para persuadir o maior número de eleitores.
Texto 2
c muitos candidatos, ao assumirem o poder, subvertem o
Os sertões
discurso das campanhas e se tornam defensores de interesses
exclusivamente pessoais.
Marcado pela própria natureza
d candidatos que participam de debates com a população O Nordeste do meu Brasil
enfrentam inevitavelmente grupos dissidentes, cujo objetivo é Oh! solitário sertão
desmoralizá-los. De sofrimento e solidão
e alguns políticos dispõem de altas verbas e de eficiente aparato [5] A terra é seca
publicitário, por isso já iniciam suas campanhas atingindo a Mal se pode cultivar
grande maioria da população. Morrem as plantas e foge o ar
A vida é triste nesse lugar
Questão 10 (UNESP) Sertanejo é forte
Examine a tira Hagar, o Horrível do cartunista americano Dik [10] Supera miséria sem fim
Browne (1917-1989). Sertanejo homem forte
Dizia o Poeta assim
Foi no século passado
No interior da Bahia
[15] O Homem revoltado com a sorte
do mundo em que vivia
Ocultou-se no sertão
espalhando a rebeldia
Se revoltando contra a lei
[20] Que a sociedade oferecia
Os Jagunços lutaram
Até o final
Defendendo canudos
Naquela guerra fatal
(Escola de samba em Cima da Hora)
Euclides da Cunha, o autor de “Os Sertões”, pertencia ao Exército,
que venceu a batalha contra os jagunços e habitantes de
Canudos.
O ensinamento ministrado por Hagar a seu filho poderia ser O primeiro parágrafo do texto 1 mostra a vontade do autor de
expresso do seguinte modo:
a dignificar a vitória das Forças Armadas contra os revoltosos.
a “A fome é a companheira do homem ocioso.”
b valorizar a atitude dos derrotados, mostrando sua coragem e
b “O estômago que raramente está vazio despreza alimentos determinação.
vulgares.'' c ridicularizar o feito do Exército, devido à disparidade de forças.
c “Nada é mais útil ao homem do que uma sábia desconfiança.” d denunciar a miséria dos habitantes de Canudos.
d “Muitos homens querem uma coisa, mas não suas e provocar uma visão sentimental da guerra.
consequências.”
e “É impossível para um homem ser enganado por outra pessoa
que não seja ele mesmo.”
https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir/?resolver=3876377&chave=fb7d9fd326c0a3cb2c3785a38c238431&box=sim 3/20
22/02/2019 https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir/?resolver=3876377&chave=fb7d9fd326c0a3cb2c3785a38c238431&box=sim

Questão 12 (UNESP) TEXTO BASE 1


De fato, este romance constitui um dos poucos romances Leia o excerto do “Sermão do bom ladrão”, de Antônio Vieira
cômicos do romantismo nacional, afastando-se dos traços (1608-1697),
idealizantes que caracterizam boa parte das obras “sérias” dos
autores de então. O modo pelo qual este romance pinta a Navegava Alexandre [Magno] em uma poderosa armada pelo
sociedade, representado-a a partir de um ângulo abertamente Mar Eritreu a conquistar a Índia; e como fosse trazido à sua
cômico e satírico, também era relativamente novo nas letras presença um pirata, que por ali andava roubando os pescadores,
brasileiras do século XIX. repreendeu-o muito Alexandre de andar em tão mau ofício; porém
(Mamede Mustafa Jarouche. “Galhofa sem melancolia”, 2003. Adaptado.) ele, que não era medroso nem lerdo, respondeu assim: “Basta,
O comentário refere-se ao romance Senhor, que eu, porque roubo em uma barca, sou ladrão, e vós,
a O cortiço, de Aluísio Azevedo. porque roubais em uma armada, sois imperador?”. Assim é. O
roubar pouco é culpa, o roubar muito é grandeza: o roubar com
b Memórias póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis.
pouco poder faz os piratas, o roubar com muito, os Alexandres.
c Memórias de um sargento de milícias, de Manuel Antônio de Mas Sêneca, que sabia bem distinguir as qualidades, e interpretar
Almeida. as significações, a uns e outros, definiu com o mesmo nome: [...]
d Iracema, de José de Alencar Se o rei de Macedônia, ou qualquer outro, fizer o que faz o ladrão
e Macunaíma, de Mário de Andrade. e o pirata; o ladrão, o pirata e o rei, todos têm o mesmo lugar, e
merecem o mesmo nome.
Questão 13 (UNESP) Quando li isto em Sêneca, não me admirei tanto de que um
A poesia dos antigos era a da posse, a dos novos é a da saudade filósofo estoico se atrevesse a escrever uma tal sentença em
(e anseio); aquela se ergue, firme, no chão do presente; esta Roma, reinando nela Nero; o que mais me admirou, e quase
oscila entre recordação e pressentimento. O ideal grego era a envergonhou, foi que os nossos oradores evangélicos em tempo
concórdia e o equilíbrio perfeitos de todas as forças; a harmonia de príncipes católicos, ou para a emenda, ou para a cautela, não
natural. Os novos, porém, adquiriram a consciência da preguem a mesma doutrina. Saibam estes eloquentes mudos que
fragmentação interna que torna impossível este ideal; por isso, a mais ofendem os reis com o que calam que com o que disserem;
sua poesia aspira a reconciliar os dois mundos em que se sentem porque a confiança com que isto se diz é sinal que lhes não toca, e
divididos, o espiritual e o sensível, fundindo-os de um modo que se não podem ofender; e a cautela com que se cala é
indissolúvel. Os antigos solucionam a sua tarefa, chegando à argumento de que se ofenderão, porque lhes pode tocar. [...]
perfeição; os novos só pela aproximação podem satisfazer o seu Suponho, finalmente, que os ladrões de que falo não são aqueles
anseio do infinito. miseráveis, a quem a pobreza e vileza de sua fortuna condenou a
(August Schlegel apud Anatol Rosenfeld. Texto/Contexto I, 1996. Adaptado.) este gênero de vida, porque a mesma sua miséria ou escusa ou
Os “novos” a que se refere o escritor alemão August Schlegel são alivia o seu pecado [...]. O ladrão que furta para comer não vai
os poetas nem leva ao Inferno: os que não só vão, mas levam, de que eu
a românticos. trato, são os ladrões de maior calibre e de mais alta esfera [...].
Não são só ladrões, diz o santo [São Basílio Magno], os que
b modernistas. cortam bolsas, ou espreitam os que se vão banhar, para lhes
c árcades. colher a roupa; os ladrões que mais própria e dignamente
d clássicos. merecem este título são aqueles a quem os reis encomendam os
e naturalistas. exércitos e legiões, ou o governo das províncias, ou a
administração das cidades, os quais já com manha, já com força,
roubam e despojam os povos. Os outros ladrões roubam um
homem, estes roubam cidades e reinos: os outros furtam debaixo
do seu risco, estes sem temor, nem perigo: os outros, se furtam,
são enforcados: estes furtam e enforcam.
(Essencial, 2011.)
Questão 14 (UNESP)
PARA RESPONDER A QUESTÃO, LEIA O TEXTO BASE 1
“Se o rei de Macedônia, ou qualquer outro, fizer o que faz o
ladrão e o pirata; o ladrão, o pirata e o rei, todos têm o mesmo
lugar, e merecem o mesmo nome.” (1o parágrafo)
Em relação ao trecho que o sucede, o trecho destacado tem
sentido de
a condição.
b proporção.
c finalidade.
d causa.
e consequência.

https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir/?resolver=3876377&chave=fb7d9fd326c0a3cb2c3785a38c238431&box=sim 4/20
22/02/2019 https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir/?resolver=3876377&chave=fb7d9fd326c0a3cb2c3785a38c238431&box=sim

Questão 15 (UNIFESP) TEXTO BASE 2


Leia um trecho do “Manifesto do Futurismo” publicado por Filippo Se queres sentir a felicidade de amar, esquece
Tommaso Marinetti (1876-1944) no ano de 1909. [a tua alma.
A alma é que estraga o amor.
Nós cantaremos as grandes multidões movimentadas pelo Só em Deus ela pode encontrar satisfação.
trabalho, pelo prazer ou pela revolta; as marés multicoloridas e Não noutra alma.
polifônicas das revoluções nas capitais modernas; a vibração Só em Deus – ou fora do mundo.
noturna dos arsenais e dos estaleiros sob suas luas elétricas; as
estações glutonas comedoras de serpentes que fumam; as usinas As almas são incomunicáveis.
suspensas nas nuvens pelos barbantes de suas fumaças; os
navios aventureiros farejando o horizonte; as locomotivas de Deixa teu corpo entender-se com outro corpo.
grande peito, que escoucinham os trilhos, como enormes cavalos
de aço freados por longos tubos, e o voo deslizante dos Porque os corpos se entendem, mas as almas não.
aeroplanos, cuja hélice tem os estalos da bandeira e os aplausos (Estrela da vida inteira, 1988.)
da multidão entusiasta.
(Apud Gilberto Mendonça Teles. Vanguarda europeia e modernismo brasileiro, Questão 16 (Univag)
1992. Adaptado.) PARA RESPONDER A QUESTÃO, LEIA O TEXTO BASE 2
Um traço estilístico de Manuel Bandeira, observável nesse poema,
Em consonância com este preceito do Futurismo estão os é:
seguintes versos, extraídos da produção poética de a a simplicidade como marca de composição, pois a singeleza é
Fernando Pessoa (1888-1935): conquistada por meio do trabalho artístico.
a Nas cidades a vida é mais pequena b a sintaxe rebuscada, que se afasta do academicismo e do
Que aqui na minha casa no cimo deste outeiro. beletrismo dos parnasianos.
Na cidade as grandes casas fecham a vista à chave, c a despreocupação com o rigor artístico da composição, já que
Escondem o horizonte, empurram o nosso olhar para os versos são livres, de tamanhos variados e sem rimas.
[longe de todo o céu,
d o preciosismo vocabular, que torna obscura a mensagem
Tornam-nos pequenos porque nos tiram o que os nossos
veiculada.
[olhos nos podem dar,
E tornam-nos pobres porque a nossa única riqueza é ver. e a simplicidade da composição, que revela a ausência de uma
b Ontem à tarde um homem das cidades preocupação estética por parte do poeta.
Falava à porta da estalagem.
Falava comigo também.
Falava da justiça e da luta para haver justiça
E dos operários que sofrem,
E do trabalho constante, e dos que têm fome,
E dos ricos, que só têm costas para isso.
E, olhando para mim, viu-me lágrimas nos olhos
E sorriu com agrado, julgando que eu sentia
O ódio que ele sentia, e a compaixão
Que ele dizia que sentia.
c Amemo-nos tranquilamente, pensando que podíamos,
Se quiséssemos, trocar beijos e abraços e carícias,
Mas que mais vale estarmos sentados ao pé um do outro
Ouvindo correr o rio e vendo-o.
Colhamos flores, pega tu nelas e deixa-as
No colo, e que o seu perfume suavize o momento –
Este momento em que sossegadamente não cremos em
[nada,
Pagãos inocentes da decadência.
d Levando a bordo El-Rei dom Sebastião,
E erguendo, como um nome, alto o pendão
Do Império,
Foi-se a última nau, ao sol aziago
Erma, e entre choros de ânsia e de pressago
Mistério.
Não voltou mais. A que ilha indescoberta
Aportou? Voltará da sorte incerta
Que teve?
e Amo-vos a todos, a tudo, como uma fera.
Amo-vos carnivoramente,
Pervertidamente e enroscando a minha vista
Em vós, ó coisas grandes, banais, úteis, inúteis,
Ó coisas todas modernas,
Ó minhas contemporâneas, forma atual e próxima
Do sistema imediato do Universo!
Nova Revelação metálica e dinâmica de Deus!

https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir/?resolver=3876377&chave=fb7d9fd326c0a3cb2c3785a38c238431&box=sim 5/20
22/02/2019 https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir/?resolver=3876377&chave=fb7d9fd326c0a3cb2c3785a38c238431&box=sim

Questão 17 (Univag) Questão 18 (FAMERP)

Considerando a disponibilidade de água no território brasileiro,


pode-se concluir que o mapa apresenta um quadro sobre
A partir da análise dos gráficos e de conhecimentos sobre a a a escassez hídrica, que é menor onde a oferta de água é
distribuição de renda no Brasil, é correto afirmar que realizada por rios intermitentes.
a o índice de Gini diminuiu, caracterizando uma diminuição da b a segurança hídrica, que é maior nas bacias onde a
desigualdade no país. perenidade dos rios é constante.
b o índice de desenvolvimento humano aumentou, c o potencial hídrico, que é maior na área meridional sob
caracterizando uma diminuição da desigualdade no país. influência da evapotranspiração.
c o índice de Gini diminuiu, caracterizando um aumento da d o estresse hídrico, que é maior nas regiões onde a densidade
desigualdade no país. demográfica é alta.
d o índice de desenvolvimento humano diminuiu, caracterizando e a crise hídrica, que é menor na parcela oriental, onde a oferta
um aumento da desigualdade no país. de água é abundante.
e o índice de Gini aumentou, caracterizando uma diminuição da
Questão 19 (FAMERP)
desigualdade no país.
Na década de 1950, com a construção de Brasília, consolida-se
uma estrutura de planejamento estatal que tem na intervenção do
território a linha mestra de atuação. A capacidade geográfica do
Estado, como produtor de espaço, mostrou- se em sua plena
potência nessa obra e no adensamento da malha rodoviária
realizado no governo de Juscelino Kubitschek. Teorias de ponta da
“melhor geografia internacional” estavam na base do planejamento
estatal da época, prática bem ilustrada na criação das
Superintendências de Desenvolvimento.
(Antonio C. R. Moraes. Território e história do Brasil, 2005. Adaptado.)
O planejamento estatal apontado no excerto tinha como objetivo
a aumentar a transferência de capitais para estados pobres, por
meio do incentivo às migrações interestaduais.
b aumentar a qualidade de vida regional, a partir de
investimentos financeiros internacionais em setores sociais.
c diminuir a inflação pela implantação de diferentes taxas de
subsídios fiscais para a exportação, de acordo com o
desenvolvimento do estado.
d diminuir as desigualdades regionais, a partir de mecanismos
que promovessem o crescimento de áreas econômica e
socialmente estagnadas.
e aumentar a concorrência entre os estados da federação, pela
determinação de diferenças nas taxas de impostos.
https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir/?resolver=3876377&chave=fb7d9fd326c0a3cb2c3785a38c238431&box=sim 6/20
22/02/2019 https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir/?resolver=3876377&chave=fb7d9fd326c0a3cb2c3785a38c238431&box=sim

Questão 20 (FAMERP) Questão 22 (FAMERP)


Observe a capa da revista Exame. Analise os gráficos.

A matéria de capa alude a um fato contemporâneo


a estratégico para a autonomia do Brasil, pois países capitalistas
projetam incorporar o último espaço demograficamente vazio
do planeta.
b específico de países como o Brasil, considerando a
preservação histórica do equilíbrio ecológico nos países
industrializados.
c desprovido de significado econômico, uma vez que a defesa da
ecologia impede o desenvolvimento de países como o Brasil.
d agravado recentemente no Brasil, devido à sincronia entre a
crise político-econômica e o avanço de processos ilegais de
extração de riquezas naturais.
e irrelevante para o Brasil, tendo em vista a eficácia das
decisões estatais preservacionistas em curso. Considerando o fenômeno da urbanização, os gráficos
correspondem a um país
Questão 21 (UNESP)
a do Primeiro Mundo, onde a revolução técnico-científica
Chancelado na cidade de mesmo nome no Canadá em 1987, o proporcionou a absorção da mão de obra urbana no processo
Protocolo de Montreal completa 30 anos em 2017. Esse tratado é de terceirização.
considerado um dos mais bem sucedidos da história,
prescrevendo obrigações os 197 países signatários em b de industrialização precoce, onde a revolução técnica ocorreu
conformidade com o princípio das responsabilidades comuns, pela existência de matérias-primas próximas aos locais de
porém diferenciadas à luz das diversas circunstâncias nacionais. produção.
(https://nacoesunidas.org. Adaptado.) c do Terceiro Mundo, onde as desigualdades socioespaciais
O protocolo evidenciado no excerto estabelece metas para promoveram o incremento do setor terciário ligado à produção
a eliminação das substâncias prejudiciais à camada de ozônio, a agrícola.
qual funciona como um filtro ao redor do planeta, que protege d de industrialização recente, onde houve uma rápida
os seres vivos dos raios ultravioleta. modernização do setor secundário, com a ampliação do papel
b contenção dos fatores que contribuem para o processo de do Estado na indústria de base.
desertificação, o qual é derivado do manejo inadequado dos e de industrialização tardia, onde houve a modernização das
recursos naturais nos espaços subtropicais úmidos. atividades agrícolas, que expulsaram trabalhadores rurais para
c proteção no campo da transferência, da manipulação e do uso as cidades.
seguros dos organismos vivos modificados, resultantes da
biotecnologia moderna.
d redução das emissões de gases de efeito estufa mediante o
incentivo de atividades do 2o setor que promovam a
degradação florestal
e erradicação do conhecimento das comunidades locais e
populações indígenas sobre a utilização sustentável da
diversidade biológica

https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir/?resolver=3876377&chave=fb7d9fd326c0a3cb2c3785a38c238431&box=sim 7/20
22/02/2019 https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir/?resolver=3876377&chave=fb7d9fd326c0a3cb2c3785a38c238431&box=sim

Questão 23 (FAMERP) Questão 25 (Univag)


Campos achava grande prazer na viagem que íamos fazendo em Por mais que sejam os escravos [índios] que se fazem, muitos
trem de ferro. Eu confessava-lhe que tivera maior gosto quando ali mais são sempre os que morrem, como mostra a experiência de
ia em caleças tiradas a burros, porque ia vendo, ao longe, cá cada dia neste Estado, e o mostrou no do Brasil, onde os
embaixo, aparecer a pouco e pouco o mar e a cidade. O trem leva moradores nunca tiveram remédio senão depois que se serviram
a gente de corrida, de afogadilho, desesperado, até à própria com escravos de Angola, por serem os índios da terra menos
estação de Petrópolis. Campos continuou a dizer todo o bem que capazes do trabalho e de menos resistências contra as doenças, e
achava no trem de ferro. Só o tempo que a gente poupa! Falei do que, por estarem perto das suas terras, mais facilmente ou fogem
progresso, ele também, e chegamos satisfeitos à cidade da serra. ou os matam as saudades delas.
(Machado de Assis. Memorial de Aires, 1988. Adaptado.) (Padre Antônio Vieira, superior das missões no Estado do Grão-Pará e
A trama do romance, publicado em primeira edição em 1908, Maranhão, 1661. Apud Luiz Felipe de Alencastro. O trato dos viventes:
transcorre na sociedade carioca do ano de 1888. O excerto formação do Brasil no Atlântico Sul, 2000.)
reproduz o diálogo de dois amigos, referindo-se à
a tendência do governo imperial de evitar os relacionamentos da No excerto, Padre Vieira alude
sociedade brasileira com as novidades europeias. a às bandeiras de apresamento indígena e aos argumentos
b incompatibilidade das tecnologias importadas com uma favoráveis à escravidão africana.
sociedade sustentada pelo trabalho escravo. b às vantagens na escravização dos nativos da América e aos
c questão das mudanças de costumes sociais provocadas por lucros do tráfico negreiro.
processos de modernização histórica. c aos conhecimentos da medicina colonial e à ação dos jesuítas
d consciência do atraso histórico do Império no quadro das na América Portuguesa.
repúblicas democráticas da América. d às dificuldades no uso do trabalho indígena e às vantagens
e imitação pela sociedade da Corte dos comportamentos dos negros como escravos.
antieconômicos das elites europeias. e aos motivos da mortalidade dos escravos e à singularidade da
colonização do Maranhão.
Questão 24 (UNESP)
Em meados da década de 1970, as condições externas que Questão 26 (UNESP)
haviam sustentado o sucesso econômico do regime militar
sofreram alterações profundas.
(Tania Regina de Luca. Indústria e trabalho na história do Brasil, 2001.)
As condições externas que embasaram o sucesso econômico do
regime militar e as alterações que sofreram em meados da década
de 1970 podem ser exemplificadas, respectivamente,
a pelos investimentos oriundos dos países do Leste europeu e
pelo aumento gradual dos preços em dólar das mercadorias
importadas.
b pela ampla disponibilidade de capitais para empréstimos a
juros baixos e pelo aumento súbito do custo de importação do
petróleo
c pelos esforços norte-americanos de ampliar sua intervenção
econômica na América Latina e pela redução acelerada da
dívida externa brasileira.
d pela ampliação da capacidade industrial dos demais países
latino-americanos e pelo crescimento das taxas internacionais
de juros
O mapa do Império Romano na época de Augusto (27 a.C. – 14
e pela exportação de tecnologia brasileira de informática e pela
d.C.) demonstra
recessão econômica enfrentada pelas principais potências do
Ocidente. a a dificuldade das tropas romanas de avançar sobre territórios
da África e a concentração dos domínios imperiais no
continente europeu.
b a resistência do Egito e de Cartago, que conseguiram impedir
o avanço romano sobre seus territórios.
c a conformação do maior império da Antiguidade e a imposição
do poder romano sobre os chineses e indianos.
d a iminência de conflitos religiosos, resultantes da tensão
provocada pela conquista de Jerusalém pelos cristãos.
e a importância do Mar Mediterrâneo para a expansão imperial e
para a circulação entre as áreas de hegemonia romana.

https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir/?resolver=3876377&chave=fb7d9fd326c0a3cb2c3785a38c238431&box=sim 8/20
22/02/2019 https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir/?resolver=3876377&chave=fb7d9fd326c0a3cb2c3785a38c238431&box=sim

Questão 27 (UNESP) Questão 30 (UNESP)


A participação norte-americana na Guerra do Vietnã, entre 1961 e Nas células ocorrem reações químicas para a síntese de
1973, pode ser interpretada como moléculas orgânicas necessárias à própria célula e ao organismo.
a uma ação relacionada à defesa da liberdade, num contexto de A figura mostra a reação química de formação de uma estrutura
expansão do anarquismo nos continentes asiático e africano. molecular maior a partir da união de três outras moléculas
b um recuo na política de boa vizinhança que caracterizou a menores.
ação diplomática e comercial dos Estados Unidos após a
Segunda Guerra
c a busca de recursos naturais e fontes de energia que
ampliariam a capacidade de produção de armamentos nos
Estados Unidos.
d o esforço de contenção da influência soviética sobre a China, o
Japão e os países do Sul e Sudeste asiático
e um movimento dentro da lógica da Guerra Fria, voltado ao
fortalecimento da posição geoestratégica dos Estados Unidos.
Questão 28 (UNESP)
Posto que as qualidades que impressionam nossos sentidos
estão nas próprias coisas, é claro que as ideias produzidas na
mente entram pelos sentidos. O entendimento não tem o poder de
inventar ou formar uma única ideia simples na mente que não
tenha sido recebida pelos sentidos. Gostaria que alguém tentasse
imaginar um gosto que jamais impressionou seu paladar, ou
tentasse formar a ideia de um aroma que nunca cheirou. Quando
puder fazer isso, concluirei também que um cego tem ideias das
cores, e um surdo, noções reais dos diversos sons.
(John Locke. Ensaio acerca do entendimento humano, 1991. Adaptado.)
De acordo com o filósofo, todo conhecimento origina-se
a da reminiscência de ideias originalmente transcendentes.
b da combinação de ideias metafísicas e empíricas.
c de categorias a priori existentes na mente humana
d da experiência com os objetos reais e empíricos.
e de uma relação dialética do espírito humano com o mundo.

Questão 29 (Univag)
A jararaca-ilhoa (Bothrops insularis) é uma espécie endê- mica da
ilha da Queimada Grande, em São Paulo. No continente, a espécie
mais aparentada à jararaca-ilhoa é a jararaca comum (Bothrops Esta reação química ocorre no interior da célula durante a
jararaca), sendo ambas facilmente distinguidas pelo padrão de a formação dos nucleotídeos.
coloração.
b tradução do RNA mensageiro.
Há fortes evidências de que oscilações ocorridas no nível do mar, c formação dos triglicerídeos.
no período Quaternário, tenham criado, em vários momentos, d transcrição do DNA.
passagens secas entre a ilha e o continente. Com a elevação do e síntese dos polissacarídeos.
nível do mar, uma população teria ficado isolada na ilha,
diferenciando-se na jararaca ilhoa, e a população restante teria
originado a espécie do continente.
(Ciência Hoje, vol 31, setembro de 2002. Adaptado.)

O surgimento da jararaca-ilhoa na ilha da Queimada Grande é um


exemplo típico de especiação por
a isolamento sazonal.
b alopatria.
c deriva gênica.
d seleção artificial.
e simpatria.

https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir/?resolver=3876377&chave=fb7d9fd326c0a3cb2c3785a38c238431&box=sim 9/20
22/02/2019 https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir/?resolver=3876377&chave=fb7d9fd326c0a3cb2c3785a38c238431&box=sim

Questão 31 (FAMERP) Questão 34 (UNESP)


A figura representa uma célula em uma das fases de certa divisão O quadro apresenta alguns dos sinais clínicos que ajudam a
celular. distinguir os casos de dengue, de zika e de chikungunya.

Supondo que essa divisão celular se concretize, gerando células-


filhas, pode-se afirmar que
a serão originadas quatro células-filhas geneticamente idênticas.
b cada célula-filha terá quatro cromossomos diferentes.
c cada célula-filha terá dois cromossomos diferentes.
d serão originadas duas células-filhas geneticamente idênticas.
e a divisão ocorreu em uma célula somática, originando duas
células-filhas idênticas.
Questão 32 (UNESP)
Uma professora explicava a seus alunos que a transpiração
contribui para o controle da temperatura corporal e que os
desodorantes antitranspirantes apresentam em sua composição
sal de alumínio, o qual obstrui os ductos sudoríparos, impedindo a
saída do suor.

Um dos alunos perguntou à professora o que aconteceria se uma


generosa dose de desodorante antitranspirante fosse borrifada no
corpo de uma barata e no corpo de uma lagartixa.

A professora desaconselhou o experimento em razão dos maus


tratos aos animais e explicou que, caso fosse realizado,
considerando os sistemas respiratórios desses animais,
provavelmente

a a lagartixa e a barata morreriam por aumento da temperatura


corporal.
b a lagartixa e a barata morreriam por falta de oxigênio em suas
células.
c a barata sobreviveria e a lagartixa morreria por aumento da As diferenças no quadro clínico de cada uma dessas doenças
temperatura corporal. devem-se
d a lagartixa sobreviveria e a barata morreria por falta de a às características dos diferentes vetores dos agentes
oxigênio em suas células. causadores da dengue, da zika e da chikungunya.
e a barata e a lagartixa sobreviveriam b às características e estratégias infecciosas dos diferentes
agentes causadores da dengue, da zika e da chikungunya.
Questão 33 (Univag) c às características climáticas das diferentes regiões geográficas
O mergulho em apneia é uma prática esportiva que consiste em onde ocorrem a dengue, a zika e a chikungunya.
realizar uma série de ventilações respiratórias seguidas da d aos diferentes modos de transmissão dos agentes causadores
retenção de ar nos pulmões para a submersão. Suponha que um da dengue, da zika e da chikungunya.
mergulhador emerja após manter-se em apneia por três minutos.
e às diferenças na resposta imunológica dos infectados em
Em relação à ventilação pulmonar em repouso, a ventilação
resposta ao mesmo agente causador da dengue, da zika e da
pulmonar após a emersão
chikungunya.
a aumenta, devido à acidose gerada pelo excesso de gás
carbônico.
b reduz, devido à alcalose gerada pelo excesso de gás
carbônico.
c reduz, devido à alcalose gerada pelo excesso de gás
nitrogênio.
d aumenta, devido à acidose gerada pelo excesso de gás
nitrogênio.
e fica constante, devido à manutenção do pH dos fluidos
corporais.
https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir/?resolver=3876377&chave=fb7d9fd326c0a3cb2c3785a38c238431&box=sim 10/20
22/02/2019 https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir/?resolver=3876377&chave=fb7d9fd326c0a3cb2c3785a38c238431&box=sim

Questão 35 (UNESP) Questão 36 (UNESP)


De acordo com o Relatório Anual de 2016 da Qualidade da Água, PARA RESPONDER A QUESTÃO, LEIA O TEXTO BASE 3
publicado pela Sabesp, a concentração de cloro na água potável Considere o seguinte espectro da luz visível.
da rede de distribuição deve estar entre 0,2 mg/L, limite mínimo, e
5,0 mg/L, limite máximo. Considerandoque a densidade da água
potável seja igual à da água pura, calcula-se que o valor médio
desses limites, expresso em partes por milhão, seja
a 5,2 ppm.
b 18 ppm.
c 2,6 ppm.
d 26 ppm.
Com base nas informações apresentadas no texto e considerando
e 1,8 ppm.
a velocidade da luz igual a 300.000 km · s–1, é correto afirmar que
TEXTO BASE 3 uma das funções orgânicas e a fórmula molecular da forma
A bioluminescência é o fenômeno de emissão de luz visível por aniônica da oxiluciferina do vagalume responsável pela emissão
certos organismos vivos, resultante de uma reação química entre de luz com frequência igual a 4,8 × 1014 Hz são, respectivamente.
uma substância sintetizada pelo próprio organismo (luciferina) e a éster e C10H5O2N2S2.
oxigênio molecular, na presença de uma enzima (luciferase).
Como resultado dessa reação bioquímica é gerado um produto em b álcool e C10O2N2S2.
um estado eletronicamente excitado (oxiluciferina*). Este produto, c amina e C10O2N2S2.
por sua vez, desativa-se por meio da emissão de luz visível,
d amina e C10H5O2N2S2.
formando o produto no estado normal ou fundamental
(oxiluciferina). Ao final, a concentração de luciferase permanece e éter e C10H4O2N2S2.
constante.
Questão 37 (FAMERP)
A mistura conhecida como soro fisiológico é um exemplo de
______, na qual o______é a água e o______é o______de sódio.

O esquema ilustra o mecanismo geral da reação de As lacunas do texto são, correta e respectivamente, preenchidas
bioluminescência de vagalumes, no qual são formados dois por:
produtos diferentes em estados eletronicamente excitados, a solução – solvente – soluto – cloreto.
responsáveis pela emissão de luz na cor verde ou na cor
b solução – solvente – soluto – bicarbonato.
vermelha.
c solução – soluto – solvente – cloreto.
d suspensão – solvente – soluto – bicarbonato.
e suspensão – soluto – solvente – cloreto.

Questão 38 (Univag)
A pilha eletroquímica representada por

Zn (s) / Zn2+ (aq) || 2Ag+ (aq) / 2Ag (s)

tem como ânodo o eletrodo de ———————& mdash; e


apresenta, nas condições-padrão, tensão elétrica igual
a ——————

As lacunas do texto são preenchidas por


a zinco e +1,56 V.
b prata e –0,04 V.
c prata e +1,56 V.
d zinco e +0,04 V.
e prata e –1,56 V.

https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir/?resolver=3876377&chave=fb7d9fd326c0a3cb2c3785a38c238431&box=sim 11/20
22/02/2019 https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir/?resolver=3876377&chave=fb7d9fd326c0a3cb2c3785a38c238431&box=sim

Questão 39 (UNESP) Questão 41 (Univag)


PARA RESPONDER A QUESTÃO, LEIA O TEXTO BASE 3 Em uma estrada plana e horizontal, um automóvel trafega a 30 m/s
no mesmo sentido que um caminhão que trafega a 25 m/s, ambos
com velocidade constante.

Em determinado momento, o motorista do caminhão olha para o


espelho plano retrovisor e vê a imagem do automóvel, que
se —————— com velocidade de ———— m/s, e de uma
árvore, que se —————— com velocidade de ———— m/s.

As lacunas do texto devem ser preenchidas, respectivamente, por


a aproxima – 30 – afasta – 25.
b afasta – 5,0 – aproxima – 25.
c aproxima – 5,0 – afasta – 25.
d afasta – 5,0 – afasta – 25.
e aproxima – 10 – aproxima – 50.

Questão 42 (FAMERP)
A partir das informações contidas no texto, é correto afirmar que a Do alto de uma ponte, um garoto deixa cair um tijolo maciço e
enzima luciferase impermeável nas águas paradas de um lago. Ao chocar-se contra
a aumenta a energia de ativação da reação global de formação a superfície da água, o tijolo não se parte e afunda verticalmente,
da oxiluciferina. até parar no fundo do lago.
b é um dos produtos da reação. À medida que afunda, a densidade do tijolo e o módulo do empuxo
c é responsável pela emissão de luz. exercido pela água sobre ele são, respectivamente,
d é o intermediário da reação, a partir do qual se originam os
produtos. a constante e constante.
e atua como catalisador, pois interfere na reação sem ser b crescente e constante.
consumida no processo. c constante e decrescente.
d decrescente e constante.
Questão 40 (UNESP)
e constante e crescente.
Analise os três diagramas de entalpia.
Questão 43 (Univag)
A temperatura da água contida em um filtro de barro, como o
ilustrado na imagem, geralmente é mais baixa do que a da água
contida em um recipiente de vidro ou de plástico colocado ao lado
desse filtro. Isso ocorre porque o barro é ——————, o que
permite a —————— da água, que é um processo ——————

O ΔH da combustão completa de 1 mol de acetileno, C2H2 (g),


produzindo CO2 (g) e H2O (ℓ) é
a + 1 140 kJ.
b + 820 kJ.
c – 1 299 kJ.
d – 510 kJ.
e – 635 kJ.
As lacunas desse texto são respectivamente preenchidas por:
a permeável – vaporização – exotérmico
b permeável – fusão – endotérmico
c permeável – vaporização – endotérmico
d impermeável – vaporização – endotérmico
e impermeável – fusão – exotérmico

https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir/?resolver=3876377&chave=fb7d9fd326c0a3cb2c3785a38c238431&box=sim 12/20
22/02/2019 https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir/?resolver=3876377&chave=fb7d9fd326c0a3cb2c3785a38c238431&box=sim

Questão 44 (FAMERP) Questão 46 (FAMERP)


Um objeto luminoso encontra-se a 40 cm de uma parede e a 20 Um satélite de massa m foi colocado em órbita ao redor da Terra a
cm de um espelho côncavo, que projeta na parede uma imagem uma altitude h em relação à superfície do planeta, com velocidade
nítida do objeto, como mostra a figura. angular ω.

Para que um satélite de massa 2·m possa ser colocado em órbita


ao redor da Terra, na mesma altitude h, sua velocidade angular
deve ser
a
Considerando que o espelho obedece às condições de nitidez de
Gauss, a sua distância focal é b ω
a 15 cm. c 2×ω
b 20 cm. d
c 30 cm.
d 25 cm.
e
e 35 cm.

Questão 45 (UNESP)
Questão 47 (UNESP)
Um experimento foi feito com a finalidade de determinar a
frequência de vibração de um diapasão. Um tubo cilíndrico aberto A figura indica o empilhamento de três cadeiras idênticas e
em suas duas extremidades foi parcialmente imerso em um perfeitamente encaixadas umas nas outras, sendo h a altura da
recipiente com água e o diapasão vibrando foi colocado próximo pilha em relação ao chão.
ao topo desse tubo, conforme a figura 1. O comprimento L da
coluna de ar dentro do tubo foi ajustado movendo-o verticalmente.
Verificou-se que o menor valor de L, para o qual as ondas sonoras
geradas pelo diapasão são reforçadas por ressonância dentro do
tubo, foi de 10 cm, conforme a figura 2.

A altura, em relação ao chão, de uma pilha de n cadeiras


Considerando a velocidade de propagação do som no ar igual a perfeitamente encaixadas umas nas outras, será igual a 1,4 m se n
340 m/s, é correto afirmar que a frequência de vibração do for igual a
diapasão, em Hz, é igual a a 14.
a 425. b 17.
b 850. c 13.
c 1 360. d 15.
d 3 400. e 18.
e 1 700.

https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir/?resolver=3876377&chave=fb7d9fd326c0a3cb2c3785a38c238431&box=sim 13/20
22/02/2019 https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir/?resolver=3876377&chave=fb7d9fd326c0a3cb2c3785a38c238431&box=sim

Questão 48 (UNESP) Questão 50 (FAMERP)


O Ministério da Saúde e os estados brasileiros investigaram 3 670 Lucas possui 6 livros diferentes e Milton possui 8 revistas
casos suspeitos de microcefalia em todo o país. O boletim de 02 diferentes. Os dois pretendem fazer uma troca de 3 livros por 3
de fevereiro aponta que, desse total, 404 tiveram confirmação de revistas. O total de possibilidades distintas para que essa troca
microcefalia ou de outras alterações do sistema central, e outros possa ser feita é igual a
709 casos foram descartados. Anteriormente, no boletim de 23 de a 1 040.
janeiro, havia 732 casos investigados e classificados como
b 684.
confirmados ou como descartados.
(https://agencia.fiocruz.br. Adaptado.)
c 980.
d 1 120.
De acordo com os dados do texto, do boletim de 23 de janeiro para e 364.
o de 02 de fevereiro, o aumento no número de casos classificados,
como confirmados ou como descartados, foi de, aproximadamente, Questão 51 (UNESP)
a 52%. A figura indica um trapézio ABCD no plano cartesiano.
b 30%.
c 66%.
d 48%.
e 28%.

Questão 49 (Univag)
Um tanque semielíptico é constituído de um cilindro reto acoplado
a duas calotas esféricas idênticas, conforme mostra a figura.

A área desse trapézio, na unidade quadrada definida pelos eixos


coordenados, é igual a
a 160
b 175
c 180
d 170
e 155
Questão 52 (Univag)
Um grupo de ambientalistas alocou, no início de 1990, uma
pequena população de 270 indivíduos de uma espécie animal em
extinção em uma área de proteção ambiental. Devido ao ambiente
d: diâmetro interno do tanque = 2 metros; propício para o desenvolvimento e procriação da espécie, os
h: comprimento interno do tanque semielíptico = 8 metros; ambientalistas projetaram que o número N(t) de indivíduos dessa
a: semieixo menor das calotas = 0,5 metro. população cresceria exponencialmente ao longo dos primeiros 30

Sendo o volume de uma calota esférica dado por


anos, segundo a função , sendo t o
número de anos transcorridos após 1990.
, no qual r é a metade do diâmetro
interno do tanque, é correto afirmar que o volume interno desse Se após 20 anos o número de indivíduos dessa população passou
tanque, em litros, está entre a ser 480, confirmando a projeção feita pelos ambientalistas, então
a 26 000 e 28 000. no início do ano 2020, quando serão completados os primeiros 30
b 20 000 e 22 000. anos, é esperado que o número de indivíduos dessa população
seja igual a
c 18 000 e 20 000.
a 640.
d 22 000 e 24 000.
b 690.
e 24 000 e 26 000.
c 725.
d 585.
e 860.

https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir/?resolver=3876377&chave=fb7d9fd326c0a3cb2c3785a38c238431&box=sim 14/20
22/02/2019 https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir/?resolver=3876377&chave=fb7d9fd326c0a3cb2c3785a38c238431&box=sim

Questão 53 (UNESP) Questão 55 (FAMERP)


Uma imobiliária exige dos novos locatários de imóveis o Can plants hear?
pagamento, ao final do primeiro mês no imóvel, de uma taxa, junto Flora may be able to detect the sounds of flowing water or
com a primeira mensalidade de aluguel. Rafael alugou um imóvel munching insects
nessa imobiliária e pagou R$ 900,00 ao final do primeiro mês. No
período de um ano de ocupação do imóvel, ele contabilizou gastos Pseudoscientific claims that music helps plants grow have been
totais de R$ 6.950,00 com a locação do imóvel. Na situação made for decades, despite evidence that is shaky at best. Yet new
descrita, a taxa paga foi de research suggests some flora may be capable of sensing sounds,
a R$ 450,00. such as the gurgle of water through a pipe or the buzzing of
insects.
b R$ 250,00.
In a recent study, Monica Gagliano, an evolutionary biologist at
c R$ 300,00. the University of Western Australia, and her colleagues placed pea
d R$ 350,00. seedlings in pots shaped like an upside-down Y. One arm of each
e R$ 550,00. pot was placed in either a tray of water or a coiled plastic tube
through which water flowed; the other arm had dry soil. The roots
Questão 54 (UNESP) grew toward the arm of the pipe with the fluid, regardless of
A figura indica os gráficos das funções I, II e III. Os pontos A(72º, whether it was easily accessible or hidden inside the tubing. “They
0,309), B(xB, – 0,309) e C(xC, 0,309) são alguns dos pontos de just knew the water was there, even if the only thing to detect was
the sound of it flowing inside the pipe,” Gagliano says. Yet when
intersecção dos gráficos.
the seedlings were given a choice between the water tube and
some moistened soil, their roots favored the latter. She
hypothesizes that these plants use sound waves to detect water at
a distance but follow moisture gradients to home in on their target
when it is closer.
The research, reported earlier this year in Oecologia, is not the
first to suggest flora can detect and interpret sounds. A 2014 study
showed the rock cress Arabidopsis can distinguish between
caterpillar chewing sounds and wind vibrations – the plant
produced more chemical toxins after “hearing” a recording of
feeding insects. “We tend to underestimate plants because their
Nas condições dadas, xB + xC é igual a responses are usually less visible to us. But leaves turn out to be
extremely sensitive vibration detectors,” says lead study author
a 538º Heidi M. Appel, an environmental scientist now at the University of
b 488º Toledo.
c 540º (Marta Zaraska. www.scientificamerican.com, 17.05.2017.)

d 432º O trecho do terceiro parágrafo “But leaves turn out to be extremely


sensitive vibrations detectors” indica que as folhas
e 460º
a crescem de acordo com os sons detectados.
b são capazes de detectar vibrações sonoras.
c são capazes de vibrar conforme a necessidade.
d podem ser impedidas de detectar vibrações sonoras.
e são capazes de se transformar conforme a vibração.

https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir/?resolver=3876377&chave=fb7d9fd326c0a3cb2c3785a38c238431&box=sim 15/20
22/02/2019 https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir/?resolver=3876377&chave=fb7d9fd326c0a3cb2c3785a38c238431&box=sim

Questão 56 (FAMERP) Questão 57 (UNESP)


Can plants hear? Na Europa, os artistas continuam a explorar caminhos traçados
Flora may be able to detect the sounds of flowing water or pelos primeiros pintores abstratos. Mas a abstração desses
munching insects artistas não é geométrica: sua pintura não representa nenhuma
realidade, tampouco procura reproduzir formas precisas. Cada
Pseudoscientific claims that music helps plants grow have been artista inventa sua própria linguagem. Cores, formas e luz são
made for decades, despite evidence that is shaky at best. Yet new exploradas, desenvolvidas e invadem as telas. Traços vivos e
research suggests some flora may be capable of sensing sounds, dinâmicos... Para cada um, uma abstração, um lirismo.
such as the gurgle of water through a pipe or the buzzing of (Christian Demilly. Arte em movimentos e outras correntes do século XX, 2016.
insects. Adaptado.)
In a recent study, Monica Gagliano, an evolutionary biologist at O comentário do historiador Christian Demilly aplica-se à obra
the University of Western Australia, and her colleagues placed pea reproduzida em:
seedlings in pots shaped like an upside-down Y. One arm of each
pot was placed in either a tray of water or a coiled plastic tube
through which water flowed; the other arm had dry soil. The roots
grew toward the arm of the pipe with the fluid, regardless of
whether it was easily accessible or hidden inside the tubing. “They
just knew the water was there, even if the only thing to detect was
the sound of it flowing inside the pipe,” Gagliano says. Yet when
the seedlings were given a choice between the water tube and
some moistened soil, their roots favored the latter. She
hypothesizes that these plants use sound waves to detect water at
a distance but follow moisture gradients to home in on their target
when it is closer.
The research, reported earlier this year in Oecologia, is not the
first to suggest flora can detect and interpret sounds. A 2014 study
showed the rock cress Arabidopsis can distinguish between
caterpillar chewing sounds and wind vibrations – the plant
produced more chemical toxins after “hearing” a recording of
feeding insects. “We tend to underestimate plants because their
responses are usually less visible to us. But leaves turn out to be
extremely sensitive vibration detectors,” says lead study author
Heidi M. Appel, an environmental scientist now at the University of
Toledo.
(Marta Zaraska. www.scientificamerican.com, 17.05.2017.)
No trecho do terceiro parágrafo “the rock cress Arabidopsis can
distinguish”, o termo em destaque tem sentido semelhante, em
português, a
a decodificar.
b desencadear.
c deduzir.
d diferenciar.
e dividir.

https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir/?resolver=3876377&chave=fb7d9fd326c0a3cb2c3785a38c238431&box=sim 16/20
22/02/2019 https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir/?resolver=3876377&chave=fb7d9fd326c0a3cb2c3785a38c238431&box=sim
a e

https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir/?resolver=3876377&chave=fb7d9fd326c0a3cb2c3785a38c238431&box=sim 17/20
22/02/2019 https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir/?resolver=3876377&chave=fb7d9fd326c0a3cb2c3785a38c238431&box=sim

Questão 58 (UNESP) a
O quadro não se presta a uma leitura convencional, no sentido de
esmiuçar os detalhes da composição em busca de nuances
visuais. Na tela, há apenas formas brutas, essenciais, as quais
remetem ao estado natural, primitivo. Os contornos inchados das
plantas, os pés agigantados das figuras, o seio que atende ao
inexorável apelo da gravidade: tudo é raiz. O embasamento que
vem do fundo, do passado, daquilo que vegeta no substrato do ser.
As cabecinhas, sem faces, servem apenas de contraponto. Estes
não são seres pensantes, produtos da cultura e do refinamento.
Tampouco são construídos; antes nascem, brotam como plantas,
sorvendo a energia vital do sol de limão. À palheta nacionalista de
verde planta, amarelo sol e azul e branco céu, a pintora acrescenta
o ocre avermelhado de uma pele que mais parece argila. A
mensagem é clara: essa é nossa essência brasileira – sol, terra,
vegetação. É isto que somos, em cores vivas e sem a intervenção
erudita das fórmulas pictóricas tradicionais.
(Rafael Cardoso. A arte brasileira em 25 quadros, 2008.
Adaptado.) b

Tal comentário aplica-se à seguinte obra de Tarsila do Amaral


(1886-1973):

https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir/?resolver=3876377&chave=fb7d9fd326c0a3cb2c3785a38c238431&box=sim 18/20
22/02/2019 https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir/?resolver=3876377&chave=fb7d9fd326c0a3cb2c3785a38c238431&box=sim
d TEXTO BASE 4
Mobile milestones: how your phone
became an essential part of your life

Has any device changed our lives as much, and as quickly, as


e the mobile phone? There are people today for whom the world of
address books, street atlases and phone boxes seems very far
away, lost in the mists of time. Following, there are just some of the
big milestones from the past 30 years that have made almost
everything we do easier, more public and very, very fast.
• The first phones arrive – and become status symbols
Few people got the chance to use the very early mobile phones.
The first call was made in New York in 1973, but handsets with a
network to use were not available until 1983 in the US, and 1985 in
the UK. That first British mobile phone was essentially a heavy
briefcase with a receiver attached by a wire. It cost £2,000 (£5,000
in today’s prices), and gave you half an hour’s chat on an overnight
charge. Making a call was not something you could do subtly, but
that wasn’t the point; the first handsets were there to be seen. They
sent a message that you were bold and confident with new
technology, that you were busy and important enough to need a
mobile phone, and were rich enough to buy one.
• Text messages spawn a whole new language
The first mobiles worked with analogue signals and could only
make phone calls, but the digital ones that followed in the early
1990s could send SMS messages as well. After the first message
was sent on 3 December 1992, texting took off like a rocket, even
though it was still a pretty cumbersome procedure. Handsets with
predictive text would make things easier, but in the 1990s you
could save a lot of time by removing all excess letters from a
message, often the vowels, and so txtspk ws brn. Today the
average mobile phone sends more than 100 texts per month.
• Phones turn us all into photographers...
There seemed to be no good reason for the first camera phones,
which began to appear in 2002, with resolutions of about 0.3
megapixels. They took grainy, blurry pictures on postage stamp-
sized screens, and even these filled the phone’s memory in no
time. Gradually, though, as the quality improved, the uses followed.
As well as the usual photos of friends and family, they were handy
for “saving” pieces of paper, and in pubs you could take a picture of
the specials board and take it back to your table. Modern camera
phones have changed beyond recognition in the past 20 years. The
new mobile phones boast the highest resolution dual camera on a
smartphone: a 16-megapixel camera and a 20-megapixel camera
side-by-side. The dual camera allows users to focus on their
subjects, while blurring out the background, producing
professional-looking portraits.
• …and we turn ourselves into celebrities
Twenty years ago people would have thought you a little strange
if you took flattering photos of yourself and your lifestyle and then
distributed them to your friends – let alone to members of the
public. If you used printed photographs rather than a smartphone
app, they would still think so today. Yet sharing our lives on social
media is now the norm, not the exception – and it was the camera
phone that made it all possible. Now, some phones come with an
enormous 64GB of memory, so you can capture, share and store
an almost countless number of videos and pictures – well, certainly
enough to keep up with the Kardashians.
(www.theguardian.com, 07.07.2017. Adaptado.)

https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir/?resolver=3876377&chave=fb7d9fd326c0a3cb2c3785a38c238431&box=sim 19/20
22/02/2019 https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir/?resolver=3876377&chave=fb7d9fd326c0a3cb2c3785a38c238431&box=sim

Questão 59 (UNIFESP) Questão 60 (UNIFESP)


PARA RESPONDER A QUESTÃO, LEIA O TEXTO BASE 4 PARA RESPONDER A QUESTÃO, LEIA O TEXTO BASE 4
According to the third paragraph, people started to shorten words No trecho do terceiro parágrafo “by removing all excess letters
when writing messages by mobile phone because from a message, often the vowels, and so txtspk ws brn”, o termo
a SMS became increasingly popular. em destaque indica ideia de
b each person usually sends an average of 100 messages. a concordância.
c texting was a clumsy and slow process. b exemplificação.
d analogue signals made the writing process too slow. c condição.
e predictive text was fast as a rocket. d decorrência.
e resumo.

https://cpbprova.com.br/empresas_provas_imprimir/?resolver=3876377&chave=fb7d9fd326c0a3cb2c3785a38c238431&box=sim 20/20