Você está na página 1de 2

História e Antropologia Jurídicas. Semestre 2018.2 - I Unidade (tópicos do texto)

Jurídicas. Semestre 2018.2 - I Unidade (tópicos do texto) 1. A Ordem do Discurso: Referência: FOUCAULT,

1. A Ordem do Discurso:

Referência: FOUCAULT, Michel. A ordem do discurso [trad. Laura F. de A. Sampaio]. 14 ed. São Paulo: Loyola, 2006 (Coleção Leituras Filosóficas).

Roteiro:

1ª parte: apresentação e noções introdutórias [p. 5-8]; apresentação do Problema [p. 8];

2ª parte: cartografia das formas institucionais de controle da produção, da enunciação e da circulação dos discursos [p. 8-51];

3ª parte: exposição dos métodos que pretenderá usar nos Cursos ministrados [p. 51-70];

4ª parte: encerramento [p. 70-79].

Tópicos:

2ª PARTE:

Identificação dos modos institucionais de controle da produção, enunciação e circulação dos discursos

1. Procedimentos externos (exclusão do discurso):

a) Interdição (objeto, circunstância e enunciador) [p. 9-10]

b) Separação e rejeição dicotomização entre Razão e Loucura [p. 10-13]

c) Vontade de verdade [p. 13-18]

2. Procedimentos internos (controle na produção):

a) Princípio do comentário [p. 21-26]

b) Princípio do autor [p. 26-29]

c) Princípio da disciplina [p. 29-36]

3. Controle do funcionamento (circulação):

a) Ritual da palavra [p. 38-39]

b) Sociedades de discurso [p. 39-41]

c) Doutrina [p. 41-43]

d) Apropriação social dos discursos [p. 43-44]

Preocupações tradicionais da filosofia: [p. 45-46]

verdade ideal como lei do discurso;

racionalidade imanente como princípio do seu desenvolvimento;

ética do conhecimento

Temas surgidos dessas preocupações:

Tema do sujeito fundante; [p. 46-47]

Tema da experiência originária; [p. 47-48]

Tema da mediação universal. [p. 48-49]

Tais procedimentos levariam a uma aproximação do conhecimento? Seriam eles, junto a tais preocupações, demonstrativos claros de que a nossa sociedade venera o discurso como vetor de acesso à Verdade? Não! Há, na verdade, temor ao discurso (logofobia), e não veneração (logofilia)!

História e Antropologia Jurídicas. Semestre 2018.2 - I Unidade (tópicos do texto)

Jurídicas. Semestre 2018.2 - I Unidade (tópicos do texto) 3ª PARTE: Apresentação das questões de método

3ª PARTE:

Apresentação das questões de método propostas.

Princípios:

a) da inversão [p. 51-52];

b) da descontinuidade [p. 52-53];

c) da especificidade [p. 53];

d) da exterioridade [p. 53].

Noções reguladoras: [p. 54]

a) acontecimento, em vez de criação;

b) série, em vez de unidade;

c) regularidade, em vez de originalidade;

d) condições de possibilidade, em vez de sentido/significação oculta.

Necessidade de introduzir na história do pensamento noções como a de acaso, descontinuidadee materialidade.

Proposta metodológica: pensar a materialidade do acontecimento em sua regularidade nas séries discursivas, descontínuas entre si Teoria das sistematicidades descontínuas [p. 58-59]

Exemplos de aplicabilidades:

a) conjunto crítico [p. 60-65]

b) conjunto genealógico [p. 65-70].