Você está na página 1de 4

RESISTÊNCIA DOS MATERIAIS

Engenharias

LISTA DE EXERCÍCIOS

1. Determine a tensão normal média na seção transversal da barra maciça de com diâmetro
Ø=25 mm sujeita à tração P=2500 N conforme é mostrado na figura.

𝑃 2 500
𝜎= = = 5,09 𝑀𝑃𝑎
𝐴 𝜋 12,52

Resposta: σ=5,09 MPa

2. Determine a tensão normal média na seção transversal da barra tubular com diâmetro externo
Øext=30 mm e diâmetro interno Øint=20 mm sujeita à tração P=3,5 kN conforme é mostrado na
figura.
A peça é tubular, por isso a área é calculada subtraindo a área
interna da área externa.

𝐴𝑒𝑥𝑡 = 𝜋𝑅𝑒𝑥𝑡 2 = 𝜋 ∙ 152 = 706,86 𝑚𝑚²

𝐴𝑖𝑛𝑡 = 𝜋𝑅𝑖𝑛𝑡 2 = 𝜋 ∙ 102 = 314,16 𝑚𝑚²

𝐴 = 𝐴𝑒𝑥𝑡 − 𝐴𝑖𝑛𝑡 = 706,86 − 314,16 = 392,7 𝑚𝑚²


Também é possível calcular a área de um tubo diretamente pela fórmula:

𝐴 = 𝜋(𝑅𝑒𝑥𝑡 2 − 𝑅𝑖𝑛𝑡 2 ) = 𝜋(152 − 102 ) = 392,7 𝑚𝑚²


𝑃 3 500 Resposta: σ=8,91 MPa
Agora podemos calcular a tensão: 𝜎 = = = 8,91 𝑀𝑃𝑎
𝐴 392,7

3. A barra de alumínio mostrada na figura possui uma mudança em sua área seção transversal ao
longo de seu comprimento. Calcule os valores da tensão normal média na maior seção e na menor
seção da peça.

Resposta: Tensão na seção maior: σ=100 MPa


Tensão na seção menor: σ=333,33 MPa
A peça possui a mesma espessura em todo o comprimento, porém, a altura inicial é de 15 mm e no
centro a altura é de 50 mm, por isso há duas áreas de secção transversal e por consequência duas
tensões distintas.
𝑃 30 000 30 000
𝜎=𝐴 𝜎1 = 15×6
= 333,33 𝑀𝑃𝑎 𝜎2 = 50×6
= 100 𝑀𝑃𝑎
4. A tensão limite de ruptura do material que compõe o tirante mostrado na figura é de 170 MPa.
Calcule o menor diâmetro que o tirante deve possuir de maneira que suporte uma carga
P = 100 kg com fator de segurança 1,8. Use a = 9,81 m/s².

Primeiro é necessário calcular a força provocada pela ação da


gravidade sobre a massa suspensa:
𝑃 = 𝑚 ∙ 𝑔 = 100 ∙ 9,81 = 981 𝑁
O fator de segurança é usado para estabelecer um limite de tensão que
fique abaixo da tensão de ruptura do material. Este limite de tensão é
chamado de “Tensão Admissível”
𝜎𝑟𝑢𝑝 𝜎𝑟𝑢𝑝 170
𝐹𝑆 = ⇒ 𝜎𝑎𝑑𝑚 = = = 94,44 𝑀𝑃𝑎
𝜎𝑎𝑑𝑚 𝐹𝑆 1,8
Com a tensão admissível definida, podemos calcular qual é a área
mínima necessária para suportar a carga aplicada.
𝑃 𝑃 981
𝜎= ⇒𝐴= = = 10,39 𝑚𝑚²
𝐴 𝜎 94,44
Com o valor da área definida, podemos calcular o raio e em seguida o Resposta: Ø=3,64 mm
diâmetro do tirante.

𝐴 10,39
𝐴 = 𝜋𝑅 2 ⇒ 𝑹 = √ = √ = √3,306 = 1,82𝑚𝑚
𝜋 𝜋

∅ = 2𝑅 = 2 ∙ 1,82 = 3,64 𝑚𝑚

5. Uma corda de violão precisa ser afinada e para isso o músico deve “esticar” a corda até que ela
atinja uma tensão σ = 9 860 MPa. A espessura desta corda é de 0,010 polegadas, ou seja,
Ø = 0,254 mm. Determine a força P de tração na corda necessária para que esta tensão seja
atingida.

Resposta: P=500 N

Temos o valor da tensão e o diâmetro da corda, com estes dados, basta calcular o valor da força de
tração da corda.
𝑃
𝜎 =𝐴 ⇒𝑃 =𝐴∙𝜎 𝐴 = 𝜋𝑅 2

𝑃 = 𝜋 ∙ 0,1272 ∙ 9 860 = 499,61 𝑁


6. O lustre mostrado na figura pesa 45 kg deve ser sustentado por uma haste redonda de aço cujo
σrup = 270 MPa. Usando um fator de segurança FS = 5, determine o diâmetro mínimo que esta
haste deve ter. Use a = 9,81 m/s².

Primeiro é necessário calcular a força provocada pela ação da


gravidade sobre a massa do lustre:
𝑃 = 𝑚 ∙ 𝑔 = 45 ∙ 9,81 = 441,45 𝑁
O fator de segurança é usado para estabelecer um limite de tensão
que fique abaixo da tensão de ruptura do material. Este limite de
tensão é chamado de “Tensão Admissível”
𝜎𝑟𝑢𝑝 𝜎𝑟𝑢𝑝 270
𝐹𝑆 = ⇒ 𝜎𝑎𝑑𝑚 = = = 54 𝑀𝑃𝑎
𝜎𝑎𝑑𝑚 𝐹𝑆 5

Com a tensão admissível definida, podemos calcular qual é a área


mínima necessária para suportar a carga aplicada. Resposta: Ø=3,23 mm
𝑃 𝑃 441,45
𝜎=𝐴⇒𝐴=𝜎= 54
= 8,175 𝑚𝑚²

Com o valor da área definida, podemos calcular o raio e em seguida o diâmetro do tirante.

𝐴 8,175
𝐴 = 𝜋𝑅 2 ⇒ 𝑹 = √𝜋 = √ 𝜋
= √2,602 = 1,61𝑚𝑚

∅ = 2𝑅 = 2 ∙ 1,61 = 3,23 𝑚𝑚

7. O balanço infantil é sustentado por duas cordas Ø=12 mm e cujo material tem σrup = 14 MPa.
Usando um fator de segurança 8, determine a capacidade de carga deste balanço em
quilogramas. Use a = 9,81 m/s². Se um adulto de 90 kg sentar no balanço, qual será o fator de
segurança?
O fator de segurança é usado para calcular a Tensão Admissível
𝜎𝑟𝑢𝑝 𝜎𝑟𝑢𝑝 14
𝐹𝑆 =
𝜎𝑎𝑑𝑚
⇒ 𝜎𝑎𝑑𝑚 =
𝐹𝑆
=
8
= 1,75 𝑀𝑃𝑎 P
Agora podemos calcular o valor da carga que cada corda suporta
a partir da tensão admissível
𝑃
𝜎𝑎𝑑𝑚 = 𝐴 ⇒ 𝑃 = 𝜎𝑎𝑑𝑚 ∙ 𝐴 = 1,75 ∙ 𝜋 62 = 197,92 𝑁
𝑃 197,92
𝑃 =𝑚∙𝑔 ⇒𝑚 =𝑔 = 9,81
= 20,175 𝑘𝑔

Como temos duas cordas, a capacidade máxima do balanço para este fator de segurança é de
2 × 20,175 𝑘𝑔 = 40,35 𝑘𝑔.
Se um adulto de 90 kg utilizar o balanço, cada corda irá suportar a massa de 45 kg. Assim, vamos
calcular a força peso provocada por esta massa:
𝑃 = 𝑚 ∙ 𝑔 = 45 ∙ 9,81 = 441,45 𝑁
A tensão em cada corda será: Respostas: P=40,35 kg
FS(90 kg)=3,59
𝑃 441,45
𝜎= = = 3,90 𝑀𝑃𝑎
𝐴 𝜋62
𝜎𝑟𝑢𝑝 14
𝐹𝑆 = = = 3,59
𝜎𝑎𝑑𝑚 3,90
8. Faça as seguintes conversões de unidades:

a) 1,52 MPa para Pa: 1 520 000 Pa


b) 52 N/m² para MPa: 52 N/m² = 52 Pa = 5,2 ·10-5 MPa = 0,000 052 MPa
c) 200 GPa para MPa: 200 000 MPa
d) 800 kPa para MPa: 0,8 MPa
e) 34 000 N/mm² para N/m²: 34 000 N/mm² = 34 000 MPa = 34 000 ·106 Pa = 34 000 · 106 N/m²
f) 5,54 m² para mm²: 5,54 · 106 mm²
g) 4 542 000 mm² para m²: 4 542 000 ÷ 106 = 4,542 m²

Você também pode gostar