Você está na página 1de 44

Olá, seja bem vindo (a) a nossa apostila NAVIO ONLINE.

Nesse material iremos abordar diversos


assuntos referentes ao trabalho a bordo, processo seletivo e empresas contratantes.

O curso foi separado didaticamente em 5 módulos:

• Módulo 1 - Transformação do conceito de cruzeiros marítimos e trabalho a bordo


• Módulo 2 – Introdução ao mundo dos navios de cruzeiro
• Módulo 3 – Vida a bordo
• Módulo 4 – Processo seletivo
• Módulo 5 – Procedimentos de Embarque

Para que você possa usufruir ao máximo desse material é muito importante que siga
corretamente as instruções, faça uma boa leitura e o mais importante: tire suas dúvidas através dos
canais de dúvidas da Infinity Brazil informados no e-mail de resultado da sua entrevista.

Importante informar que alguns procedimentos, regras, valores, dentre outros, sejam de
embarque ou das companhias podem sofrer alteração sem aviso prévio. Obviamente estaremos atentos
e lhes informando dentro do possível.

Boa leitura!

Página 2
1° Módulo______________________________________________________________________04
Trabalho a bordo ______________________________________________________________ 05
Salários e custo de vida_____________________________________________________ 07
2° Módulo________________________________________________________________________09
Por dentro do navio___________________________________________________________________10
Documentação a bordo_______________________________________________________________15
3° Módulo ________________________________________________________________________________17
Vida de tripulante______________________________________________________________________18
Entrando no navio______________________________________________________________________22
4º Módulo_________________________________________________________________________________27
Processo seletivo _______________________________________________________________________28
Elaborando o currículo ________________________________________________________________29
Dia da entrevista ________________________________________________________________________31
5° Módulo __________________________________________________________________________________32
Procedimentos de Embarque_________________________________________________________33
Companhias_____________________________________________________________________35
Arrumando as malas___________________________________________________________43
Encerramento__________________________________________________________________44

Página 3
Página 4
O trabalho a bordo é muito procurado por jovens que desejam ter uma experiência internacional,
uma aventura ou ser pago para viajar o mundo. Todavia, cada vez mais desperta o interesse de pessoas
que buscam uma oportunidade profissional, uma carreira de trabalho. Para você que tem interesse
nesse ramo, gostaríamos de dedicar esse primeiro módulo que vai lhe introduzir neste fantástico mundo
profissional. Também observamos pontos relacionados à seleção e ao desenvolvimento do trabalho
durante o seu contrato.

Os brasileiros e as companhias marítimas:


Em 15 de agosto de 1995, quando foi publicada a Emenda Constitucional Número 7, que
autorizou a navegação de cabotagem (navegação junto à costa entre portos do mesmo país)
para navios de cruzeiros de bandeira estrangeira, o mercado marítimo voltou a crescer no Brasil.
Porém, apenas em 5 de setembro de 2006, foi publicada a Resolução Normativa n° 71, que, de
acordo com o Artigo n° 6, exige que toda embarcação que opere mais de noventa dias em costa
brasileira deve ter 25% de tripulantes brasileiros em funções técnicas. Considerando um prazo de
180 dias, ou 6 meses para o cumprimento da resolução, o Artigo n° 7 rege que transcorridos 180
dias, ou seja, em março de 2007 o período mínimo de permanência é de 31 dias para
contratação dos mesmos 25%.

O perfil do tripulante brasileiro:


O perfil do tripulante brasileiro é bem vindo a bordo de navios de cruzeiros por conta do carisma,
hospitalidade e forma bem humorada de enfrentar situações difíceis. Isso soma pontos a favor.
Os brasileiros têm também poucas restrições de vistos e o país é destino internacional de
viajantes, o que facilita a interlocução do passageiro com o tripulante. Atualmente muitas
famílias brasileiras fazem cruzeiros em rotas internacionais o que também dá um plus na
contratação de brasileiros. No entanto a falta de qualificação profissional além do hábito de não
seguir normas, regras rígidas e uma intensa jornada de trabalho, faz com que muitos desistam no
meio dos contratos, gerando grandes prejuízos à companhia contratante e ao contratado
também.

Brasileiros a bordo:
De maneira geral podemos afirmar que durante a temporada brasileira, isto é, a bordo dos
navios que permanecem mais de 30 dias em nossa costa, o número de brasileiros é muito
grande, já que temos o fator da obrigatoriedade de lei que faz com que 25% da tripulação sejam
de brasileiros. Em temporadas internacionais há uma mistura de nacionalidades, não havendo
predominância de uma específica. Mas nas duas temporadas haverá sempre muitos tripulantes
filipinos, indianos, indonesianos e de pessoas dos países do leste europeu.

A adaptação dos brasileiros:


Ainda hoje o maior índice de sign off (pedido de demissão) do mercado de navios de cruzeiros é
de brasileiros. Trabalhar todos os dias, sem dia de folga (apenas horas), poucas horas para
dormir, chefes estrangeiros, dispensa médica diferente ao aplicado no Brasil (não existe “ficar de
atestado”!), festas em horários pré-determinados, regras rígidas sem exceção e a falta de “um
jeitinho” são situações de difícil costume para nós brasileiros. Entretanto, o sucesso do seu

Página 5
contrato e da sua vida a bordo depende do FOCO que você tem e da sua MOTIVAÇÃO em
embarcar, pois ao mesmo tempo em que você passará por todas essas dificuldades, também
terá um crescimento profissional e pessoal indiscutível. Você pode imaginar viver com mais de
40 nacionalidades sem precisar viver no país de cada um? Você imagina ter a chance de
conhecer mais de 15 lugares/países aproximadamente sem ter planejado conhecer? Você tem
idéia do que é comer comida do mundo inteiro sem pagar nada por isso? Fazer amigos de
culturas muito diferentes da sua? Aprender idiomas que jamais imaginou aprender? É ISSO QUE
VOCÊ TERÁ TRABALHANDO EM UM NAVIO! Você poderá conquistar bens materiais e acumular
experiências que as pessoas que trabalham em terra muitas vezes levam uma vida inteira para
conseguir.

Divisão de Classes:
As áreas de atuação podem ser ligadas diretamente aos passageiros ou não. Os cargos dentro de
um navio são semelhantes aos de um resort. O organograma baseia-se em três divisões: oficiais
(tripulantes de carreira, engenheiros e chefes de departamentos), staff (recepção, lojas,
fotografia, entretenimento) e crew / tripulantes (hotelaria).

OFFICER – Normalmente não se encontra brasileiros, pois não temos um histórico (anos de casa)
nesse mercado embora hoje já podemos encontrar alguns brasileiros nessa categoria.

STAFF – São as posições mais atrativas para brasileiros, pois tem alto contato com o público o
que é muito importante para nossas características. Alguns têm a falsa ilusão de que se trabalha
menos e de que não é um trabalho com grande esforço físico e braçal. De fato, se trabalha
menos fisicamente do que em outras posições, mas o nível de exigência para o atendimento é
altíssimo. Para estes departamentos as vagas são mais concorridas, também porque competimos
com outras nacionalidades. Essas vagas ainda são em número menor, pois os departamentos são
menores, o que faz com que a concorrência seja ainda mais acirrada. Em números, para uma
recepção de navio com 08 membros, temos um departamento de restaurante com 180, em de
housekeeping para 160 pessoas. Assim, as companhias contratantes selecionam quem tem as
maiores qualificações e mais idiomas de fluência.

CREW - Imagine um hotel, menos o setor de recepção, concierge, reservas e administrativo. As


posições restantes são as de CREW. São os departamentos que possuem maior quantidade de
vagas e a rotatividade das mesmas é também maior. São posições que tem uma variedade
grande no salário indo desde os salários mais iniciais até salários extremamente atrativos
dependendo isso da função e companhia em um primeiro momento. Estes departamentos são
então a grande oportunidade para embarcar. Porém, existem 2 tipos de CREW: Front of the
house (tripulantes que trabalham para o passageiro) e Back of the house (tripulantes que
trabalham no mundo do tripulante ou que tem um contato mais limitado com o passageiro).
Para qual posição você tem o perfil? Tudo depende do seu nível de inglês, sua qualificação, sua
personalidade e concorrência no momento de processo.

Página 6
Os salários são pagos em dólar e é o grande atrativo dos jovens que procuram essa carreira. Hoje
em dia, a maior parte das companhias realiza o pagamento através de um cartão chamado “Paypal” ou
similar, que consiste em uma bandeira de um cartão que pode permite sacar valores em qualquer país,
respeitando a cotação da moeda. O pagamento é feito mensalmente ou quinzenalmente e não sofre
qualquer desconto, como estamos acostumados em terra. Os tripulantes têm direito a todas as
refeições diárias sem limite máximo, acomodação dupla na maioria dos navios ou quádrupla (com
banheiro privativo) e assistência médica em caso de doença, urgência ou emergência a bordo. Você já
pensou que durante um tempo, você irá abrir e fechar a porta da sua cabine e não chegará nenhuma
conta? Quanto tempo você gasta hoje no trânsito? Como são suas refeições? Já colocou na ponta do
lápis o quanto gasta com alimentação, transporte, lazer, viagens, ou seja, quanto é o seu custo de vida?
Se você mora com seus pais, de fato seu custo de vida gira em torno do seu consumo pessoal, mas se
vive sozinho (a) ou com amigos (as) é responsável por todas as suas despesas.

As vantagens da vida a bordo:

Você não terá que abastecer seu carro ou usar transporte público para chegar ao trabalho ou nos
seus locais de lazer;

Você viverá em um resort, uma cidade flutuante, 100% segura;

Você irá morar a alguns metros dos seus melhores amigos, do seu emprego e do lugar que você
se diverte;

Você irá fazer todas as refeições com padrão de qualidade e higiene impecáveis e sem pagar
nada;

Você pode dormir em um país e acordar em outro e, mais uma vez, sem gastar nada!

DICA:

Se ganhar o “salário mínimo”


US$600,00 e guardar o dinheiro,
conseguirá ao final de um contrato
trazer para casa em média
R$8.000,00. Já descontando o que se
gastará com pequenas compras
i

Página 7
Composição salarial:

Além do salário fixo pago pela companhia, o tripulante ainda conta com alguns adicionais.
Lembrando que cada posição conta com um tipo de adicional diferente. Você pode receber todos ou
algum deles, que são:

Gorjetas – Famosas a bordo, elas podem ser tip-in-hands ou pré-pagas. No modo tip-in-hands
normalmente a companhia dá uma sugestão de um valor por noite de cruzeiro por passageiro.
Na penúltima noite de cruzeiro, é dado um envelope onde o passageiro coloca o valor calculado
dentro do mesmo e o entrega ao tripulante do respectivo departamento. São valores diferentes
a depender da função. Esse é o modo mais atuante em cruzeiros que partem dos EUA por ser
uma nacionalidade mais familiarizada com o procedimento. No modo pré-pago, o passageiro
quando compra um cruzeiro, ele automaticamente paga uma parte do seu bilhete descrita como
“serviços” que na verdade são as gorjetas dos tripulantes. Ao final do mês, esses valores são
revertidos aos tripulantes. Em algumas companhias, é dado um envelope com os vouchers
respectivos a esses valores e cabe ao passageiro mediante o atendimento que ele receber de dar
esse voucher ou não ao passageiro. Gorjetas aleatórias podem ser dadas também em mãos aos
tripulantes e em algumas funções, um valor adicional de tip pode ser adicionado na fatura do
consumo imediato, que será depois revertido ao tripulante.

Comissões de vendas – porcentagem referente a venda de itens, principalmente nos setores de


Bar e Lojas. Em alguns navios a venda de vinhos é feita pelo pessoal do restaurante que acaba
sendo comissionado por isso. As porcentagens das comissões variam de um navio para outro.

Bonificações – valor extra pago pela avaliação do serviço oferecido. Ao final do cruzeiro, o
passageiro preenche um questionário, o comment card, que então é avaliado pela gerência do
departamento e a partir daí, fica estipulado um percentual da bonificação que pode chegar a
100% em caso de ótimas recomendações.

DICA: Time Keeping:


Pergunte à Infinity qual é o Controle seu tempo e seja
salário fixo da sua posição sem organizado. Chegue sempre 10
contar as gorjetas ou comissão de minutos antes do seu turno.
vendas. Questione sobre o Memorize seus horários, pois não
mínimo garantido pela haverá ninguém para lembrá-lo.
companhia contratante e a média Seja pontual.
salarial contando todos os
“extras” que pode receber.

Página 8
Página 9
Pode-se considerar que os navios de cruzeiro são divididos em duas partes: a área dos
passageiros e a dos tripulantes. Dependendo do departamento em que você trabalha, você terá acesso
a área de passageiros. Nesse módulo você saberá como será o lugar que irá viver.

Cabines
As cabines de tripulantes em um navio de cruzeiro são divididas por duas ou quatro pessoas do
mesmo sexo, geralmente do mesmo departamento. Elas possuem banheiro, TV (algumas com DVD),
micro guarda-roupas e um gaveteiro com escrivaninha. O padrão de cabine é diferente para Crew, Staff
e Officer.

A limpeza da cabine é de responsabilidade do tripulante, porém, as cabines do Staff são, em sua


maioria, limpas por camareiros que recebem salário fixo e gorjetas eventuais.

A troca de cabine durante o contrato somente será permitida se obtiver autorização do Crew
Office (pessoa responsável pelo dia a dia da tripulação do navio), porém ela acontece raramente.

Toda roupa de cama e banho será fornecida pelo navio e ela deverá ser trocada na laudry
(lavanderia do navio), quando necessário.

O Banheiro é bem pequeno e normalmente funciona como suíte ou dividido entre duas cabines.
Em alguns navios é localizado no corredor, sendo coletivo.

As cabines de todos os tripulantes serão fiscalizadas. Esse é o procedimento chamado Cabin


Inspection, onde serão fiscalizadas as condições de higiene e limpeza feita nas cabines. Essa inspeção é
realizada pelo departamento de segurança e housekeeping e o objetivo é verificar se tem comida
perecível, bebidas abertas, entre outros tipos de produtos que são proibidos. As inspeções também
ocorrem quando há denúncia de drogas na cabine. Esse procedimento pode ser previamente avisado ou
não.

Mala Comida perecível:


Leve uma mala média É proibido manter
e mole, pois ela ficará e consumir dentro
guardada embaixo da
da cabine.
cama. As malas com
rodinhas irão facilitar
seus deslocamentos

Página 10
Lavanderias
Lavanderia dos passageiros :

É o local em que é lavado o seu uniforme, sem nenhum custo, mas com dias específicos.
Lembrando que é sua responsabilidade buscá-lo quando estiver pronto. Não se esqueça de
sempre verificar a limpeza do seu uniforme. Caso queira solicitar para lavar suas roupas pessoais
nesta lavanderia você pagará por peça. Consulte a companhia sobre valores.

Lavanderia dos tripulantes:

É aonde você lavará suas roupas do dia-a-dia. Recomendamos que fique até o final da lavagem
para não ter problemas de sumir ou perder peças, já que é de uso coletivo.

DICA:

Leve um livro ou um tablet


para esperar o tempo passar
e a sua roupa ficar pronta.

Uniforme e Higiene Pessoal

Cada departamento tem seu tipo de uniforme e existem vários tipos, como por exemplo:
uniforme do dia, da noite, de gala, tropical night, datas comemorativas, entre outros. O seu
uniforme será checado diariamente e dentro do navio existe um alfaiate que pode fazer eventuais
ajustes para você. Abaixo temos algumas dicas para você:

Lembre-se sempre de usar o anti-transpirante mais adequado ao seu corpo por conta do ritmo
intenso do trabalho;
Suas unhas devem estar feitas e limpas;
Cabelos curtos ou presos para mulheres;
Pode haver restrições de tatuagem aparente (quando uniformizado), piercing ou qualquer tipo
de objeto utilizado no corpo;
É proibido cabelos com coloração diferenciada, barba, bigode ou cortes de cabelos
extravagantes. Exceções feitas apenas para algumas nacionalidades por conta de caráter
religioso.

Página 11
Refeitórios dos tripulantes

O Crew Mess é o restaurante da tripulação. Sistema self service com opções de saladas, frutas,
pães, carne, arroz, massa e verduras a variar ao longo das semanas. Durante a temporada brasileira há
inclusão no cardápio de feijão e até feijoada. Importante lembrar que a maioria dos cozinheiros é de
origem indiana ou do sudeste Asiático, sendo assim, haverá temperos como curry em grande parte dos
alimentos.

O Staff/Officer Mess é o refeitório onde somente os oficias e os tripulantes de categoria staff


podem fazer suas refeições, lá o serviço é diferenciado, o cardápio um pouco mais sortido podendo ser
oferecido o serviço a la carte (para oficiais). Em algumas companhias, há inclusive carta de vinhos.

Crew Office

É o escritório do navio para resolver qualquer tipo de problema da tripulação. Lá fica o crew
purser e é neste escritório que você poderá levar qualquer tipo de contratempo da parte operacional,
como problemas e troca de cabine, mau funcionamento de chave, perda do crew pass, problemas nos
utensílios da cabine, etc.

O escritório também cuida de várias particularidades dentro de um navio, tais como entrega do
contrato que o tripulante deverá assinar, entrega da documentação para o tripulante quando finaliza o
contrato, entrega da passagem para o tripulante retornar para sua residência, auxílio na imigração,
entre outros serviços de caráter administrativos. Este também é o departamento responsável pelo
pagamento do salário e seus adicionais respectivos como gorjetas, comissões, etc (se houver).

Todo departamento tem um escritório onde fica o chefe, e que estará disponível suas escala de:
trabalho, side jobs e drill. Você deverá passar diariamente para rever a sua escala, pois é comum haver
alterações.

DICA:

Tenha um ótimo
relacionamento com o Crew
Purser. Isso irá te ajudar em
diversas eventualidades!

Página 12
Lazer e Comunicação

Apesar de o tripulante ter muito trabalho, ele também tem o direito de relaxar. E, por isso, a
diversão acontece a bordo, com locais reservados para esses momentos. Abaixo seguem as informações
sobre eles:

Crew bar é o bar dos tripulantes, local de relaxar! Lá são vendidas bebidas a valores bem mais
baixos que para os passageiros. Geralmente é no crew bar que as festas para a tripulação são
realizadas. Há jogos disponíveis, como pebolim, Monópolio, xadrez entre outros. Os horários de
fechamento e abertura variam de acordo com a companhia, itinerário, etc. O consumo a bordo é
pago com o crew pass e descontado do salário.

Solarium geralmente fica na proa (parte da frente) do navio, abaixo da cabine de comando ou,
em alguns navios, na popa (parte de trás) do mesmo. Trata-se de um local de descanso,
privilegiado ao ar livre onde é permitido fumar, tomar sol, descansar e a exemplo do crew bar,
até mesmo organizar as famosas festas da tripulação, que em geral acontecem uma vez ao mês e
são muito animadas. Infelizmente nem todos os navios possuem piscina nesse espaço, que
podem ser eventualmente substituídos por banheiras de hidro massagem ou duchas. Em uma
grande parte dos navios, esse espaço é somente um “solarium”.

Academia A maioria dos navios possuem uma academia a bordo exclusiva para a tripulação. As
academias são pequenas, mas completas o suficiente para manter uma rotina de exercícios
físicos. Os aparelhos disponíveis são similares aos dos passageiros. Lembre-se de seguir com seu
programa de treinos ou até mesmo pedalar ou caminhar por alguns minutos diários. Isso irá
ajudá-lo (a) a controlar a ansiedade e a tensão da vida a bordo.

DICA:

Não passe dos limites. Apesar


de ser seu momento de lazer,
superiores e gerentes
também frequentam o crew
bar. Não exagere na bebida
alcooólica.

Página 13
Internet e telefone

Conexão de Internet: existe em todos os navios, porém, para os tripulantes ainda é muito cara.
Na maioria dos navios é possível comprar o cartão a bordo para usar a internet do navio,
normalmente usado em casos de emergências. O mais recomendável é que você use em terra,
fora do navio, pois o valor é bem mais em conta e todos os portos possuem uma lan house por
perto. Além disso, grande parte dos portos, nos terminais de passageiros, existe wi-fi grátis. No
caso da Companhia Costa Crociere, é disponibilizado um e-mail com acesso gratuito e ilimitado
para conversar com a família desde o 1° dia a bordo.

Telefone: O tripulante poderá fazer ligações do navio comprando um cartão que é vendido a
bordo, geralmente no Crew Office. Seu custo é alto e é indicado somente para as emergências. O
normal é quando o tripulante for se fixar em um itinerário, comprar o chip pré-pago do país onde
o navio fizer mais paradas.

DICA:

Lembre-se de informar o
telefone do navio para seus
familiares. Porém, deixe claro
que não é fácil encontrar o
tripulante para atender o
telefone e o custo da ligação
pode sair alto.

Página 14
Documentação a bordo
No seu primeiro dia você terá que entregar o seu passaporte com o visto (caso
necessário); certificados de STCW e SSA (CBSN e CFPN); exames médicos com a ficha da
companhia, além da carteira de febre amarela; carta de embarque e contrato; recibos de
reembolso (caso a sua companhia forneça para algum procedimento); paperwork extra caso
solicitado pela companhia.

Crew Pass: Esse será o seu RG a bordo e o cartão que você pagará os produtos que consumir a
bordo. Caso você esteja de port manning, o security saberá que não poderá sair do navio
naquele dia.
Caso ocorra perda deste cartão será cobrado do tripulante um valor pela segunda via, seguido de
um warning, que é uma advertência. Lembre-se que warnings podem resultar em demissão por
justa causa.

Passaporte: Esse é o único documento reconhecido. O seu passaporte será recolhido no primeiro
dia a bordo e será devolvido somente no término do seu contrato. Ele é substituído pelo seu
Crew Pass que passa a ser o seu documento de identificação também nos portos. Trata-se de um
procedimento internacional legal onde o crew pass (dentro da data de validade) vale como sua
identificação para atividades do dia-dia.

Seaman´s Book: Essa é uma carteira parecida com a carteira profissional. O processo de
obtenção do Seaman’s Book é feito pela companhia e poderá ser descontado do seu salário. Em
alguns países há a obrigatoriedade de brasileiros possuírem o Seaman’s Book, pois serve como
visto para entrada. O valor deste documento varia entre 50 e 100 dólares, mas não são todas as
companhias que fazem. Será avisado se for necessário a obtenção do mesmo, que só acontece a
bordo.

CREW PASS PASSAPORTE SEAMAN´S BOOK

Página 15
ONDE ESTOU?

Gangway - Porta de Entrada / Rampa de Acesso ao navio


Pursers Office - Recepção, escritório da parte de hotelaria e documentação do navio
Main Lobby - Praça onde se localiza a recepção
Bridge - Ponte de Comando
Shore Excursion Office - Escritório do Departamento de Excursões em terra
Gift Shop – Lojas do Navio
Dinning Room – Restaurante pincipal
Cashless System - Sistema de transações comerciais a bordo feitas com o crew-pass.
Final Statment / Invoice - Fatura final dos seus gastos a bordo
Deck - Andares
Aft - Parte de trás do navio
Midship - Parte do meio do navio
Forward - Parte dianteira do navio
Muster Station - Estação de Emergência
Embarkation Station - Estação de embarque "Abondono do navio"
Life Jacket - Colete Salva-vida
Life Boat - Bote Salva-Vida
Portside - O seu lado esquerdo, olhando para frente do navio
Starboard - O seu lado direito, olhando para frente do navio
Tender - Serviço de transporte até a terra através de lanchas do navio ou terceirizadas
Lounge - Salas, Salões

Página 16
Página 17
Carga horária
A contagem de horas de trabalho para qualquer posição a bordo é de 390 horas por mês.
Normalmente as companhias fazem as escalas de trabalho de aproximadamente 11 horas diárias onde
obrigatoriamente tem de haver 01 hora de descanso no meio da jornada. Também é observado um
descanso mínimo de 06 horas a cada 24 trabalhadas.

Dependendo do seu departamento a sua escala é fixa. Por exemplo: o turno do camareiro se
inicia as 06 horas e termina às 14, retornando às 18 horas e finalizando às 21 horas ou 22 horas. As
escalas normalmente funcionam em dois turnos ou mais sempre a depender do departamento.

Sua escala de trabalho sempre será publicada e informada no escritório (officer) do seu
departamento, aonde você sempre deverá ir para verificar se teve ou não alteração.

Todo dia é segunda feira, não existindo assim dias de folga e sim horas de folga para descansar,
se divertir ou passear pelos pontos turísticos da cidade em que o navio aportar.

Os contratos são, em sua maioria, de 06, 08 ou 09 meses dependendo da empresa, mas ela
poderá estender 1 mês ou diminuir 1 mês, fazendo com que o seu contrato seja de 05 ou 09 meses,
dependendo da necessidade. É cada vez mais rara essa extensão ou redução de contrato. Para algumas
companhias e posições existem contratos de 04 meses e os candidatos dessas posições são previamente
informados.

Side jobs ou extra duties tratam-se de responsabilidades obrigatórias que você deverá cumprir
dentro do seu departamento e não são considerados horas extras. Por exemplo: Você trabalha como
Assistant Waiter (restaurante) e consta em sua escala que irá fazer loading de mercadorias
(carregamento de mercadoria ou material) ou passar aspirador de pó após o jantar. Estas atividades são
dadas dentro do seu período de trabalho e são consideradas como extra duties ou side jobs.

Contrato
O contrato é assinado a bordo porém, antes de embarcar você receberá uma prévia ou uma
carta de embarque com informações básicas do seu embarque para fins de visto ou imigração. Seu
contrato é um contrato internacional de trabalho e têm as principais informações como salário fixo,
posição, regras da companhia entre outros detalhes. O tripulante normalmente recebe 3 avaliações
durante seu contrato a bordo (os 3 primeiros meses são bem analisados pois ainda estará em tempo
probatório) podendo haver demissão por parte da companhia sem justa causa.

Página 18
Sign Off

O pedido de demissão por parte do tripulante é chamado de sign off. Dependendo da


companhia, caso você não peça o sign off com alguma antecedência, pagará uma multa que deve
sempre ser observada antes de tomar essa decisão.

Muitas vezes pedimos demissão por estarmos pressionados, cansados e não adaptados com a
rotina. Mas em 80% dos casos existe um grande arrependimento por parte desses tripulantes quando
retornam ao Brasil. Você perceberá que nada mudou e a vida continua da mesma maneira de quando
saiu. Mas você não será o mesmo! Assim, antes de tomar esta decisão lembre-se que esta atitude
poderá fechar cada vez mais suas portas para um novo contrato.

Justa Causa
Existem situações que você poderá ser mandado embora por justa causa. São elas:

Drogas;

Bebida em excesso;

Envolvimento com passageiro;

Atrasos;

Qualquer quebra nas regras de conduta.

Atenção!

Warning é uma advertência.


Geralmente, são consideradas 03.
Na quarta, normalmente, o
tripulante é desligado da
companhia e terá de ir para casa
arcando com as despesas de
retorno desde onde estiver.

Página 19
Mudança de navio: A empresa contratante poderá mudar o tripulante durante o contrato para
qualquer navio da sua frota e o tripulante não poderá se negar, isso acontece com frequência
principalmente após uma temporada brasileira por exemplo. Lembre-se que você é um
contratado da empresa e não do navio.

Tripulantes promovidos: Não é comum haver promoção durante o 1°contrato, mas tendo boas
avaliações é bem provável que já no 2° embarque tenha uma promoção. Existem situações com
promoções no primeiro contrato mas são consideradas promoções.

Mudança de departamento: A mudança de departamento na mesma Companhia é quase


impossível, mas excepcionalmente pode acontecer. Normalmente a companhia solicita que
esteja 6 meses ou 1 ano em terra para refazer entrevista com o departamento de recursos
humanos da companhia responsável, ou se o tripulante tiver ótimas avaliações e fez trainee do
novo departamento a bordo poderá fazer essa solicitação à Infinity e ela fará o agendamento de
entrevista com RH da Cia.

Médico a bordo: Estará disponível para qualquer problema que você possa ter de saúde, mas
não para dar “atestado de afastamento”. Caso você sinta algum mal estar ou fique de fato
doente será atendido, medicado e se necessário irá ficar em repouso, na sua cabine, não poderá
jamais ficar circulando pelo navio. Caso faça uso de ou medicação natural, manipulada ou
controlada fale sobre isso na sua consulta médica, pois podem haver restrições. Anticonceptivos
poderão ser levados na quantidade suficiente para os meses de contrato mais 01 mês.
Recomendamos levar relaxante muscular, antigripal e gel para os pés.

Grupos: Como em toda empresa, haverá grupos de pessoas que por algum motivo se uniram,
seja pela nacionalidade, departamento ou tempo de navio. Quando um novato chega é comum
estranhar e não fazer parte de nenhum “grupo”, mas tão logo comece a trabalhar sério
encontrará seu espaço e terá também as facilidades de fazer parte de algum “grupo”. Não
reclame demais e por tudo, aceite as regras, respeite as pessoas e trabalhe! Você não vai mudar
a estrutura lá dentro.

Dias de navegação: Nestes dias é normal a carga horária ser mais intensa podendo as vezes
passar das 11 horas, pois o navio está com 100% dos seus passageiros à bordo utilizando todos
os seus serviços. As companhias recompensam em horas de folga nos dias posteriores.
Lembrando que, na maioria das vezes, durante o dia o navio ficará parado, salvo o itinerário
chamado “travessia” (trata-se de 5 a 7 dias navegando, por exemplo: Brasil- Europa) ou dias de
navegação. Os navios atracam normalmente nos portos entre as 6 horas e 8 horas, saindo entre
as 17 horas e 19 horas.

Rota do navio: Geralmente é sempre a mesma, ficando por um período de repetição de portos,
tendo sempre a possibilidade de conhecer os mesmos lugares, mas como o tempo é curto, a
cada dia você conhece um determinado local fazendo você conhecer o mundo à prestação.

Página 20
Reembarque
Quando o tripulante finaliza o contrato, seu retorno pode acontecer de algumas maneiras. Tudo
dependerá da companhia contratante. Ter finalizado o contrato, contudo, não significa que receberá
uma carta de retorno, se o desempenho a bordo foi ruim não será convidado a reembarcar.
Normalmente o tempo de férias não remunerado é de 2 a 4 meses, dependendo da companhia.

Hoje, a maioria das companhias já informa ao candidato (através de uma LOE - Letter Of
Employment) no ato do desembarque sobre a próxima data de embarque, navio e porto o qual o
tripulante embarcará.

Algumas empresas podem pedir que ao final do contrato entre em contato com a agência de
recrutamento responsável para solicitar o reembarque.

Atualmente, fazer carreira a bordo para nós brasileiros é bem comum, e já temos diversos
managers brasileiros a bordo.

Durante alguns meses, essa será a sua casa.

Página 21
Gangway – porta de entrada da tripulação
A vida a bordo é semelhante a um Reality Show. Os tripulantes vivem no mesmo ambiente,
confinados por meses e são vigiados o tempo todo por câmeras, seguranças e até por outros tripulantes.
Lembre-se que você está entrando no navio para trabalhar. Podemos dizer, inclusive, que o
tripulante trabalha em regime de “hotelaria militar”, um ambiente que tem grandes exigências como
normas e regras a serem seguidas, horários que devem ser cumpridos a risca, uniformes impecáveis,
entre outras regras já citadas nos módulos anteriores. Não tem o “jeitinho brasileiro a bordo”. O que
vale para um vale para todos. Se uma regra é quebrada, haverá conseqüências.

O primeiro dia a bordo

Sem dúvidas o primeiro dia a bordo será de muitas informações e ansiedade! Ao cruzar a
gangway (porta de entrada), você irá passar suas malas pelos raios-X. O seu primeiro contato será com
o segurança, que irá chamar seu chefe ou o crew purser (pessoa responsável a bordo pela tripulação, RH
do navio) pelo rádio, para ir buscá-lo. Lembre-se que você terá que entregar os seus documentos, como
explicado em tópico anterior. Porém não haverá ninguém para te apresentar o navio, fazer um tour,
apresentar aos colegas de trabalho. Isso dependerá apenas de você. Porém, daremos algumas dicas:

Aprenda a se localizar e acalme-se, pois todos já tiveram o seu 1° dia. Você terá ajuda de outros
tripulantes se precisar;
Todos os “novatos” trabalham no seu 1° dia a bordo;
Afaste o medo de tantas informações e lembre-se sempre do seu FOCO, seu OBJETIVO, seu
SONHO;
Assim que entrar no navio você receberá as regras sobre relacionamento interpessoal,
relacionados ao consumo de drogas, uso excessivo de bebidas alcoólicas, brigas, atrasos,
relacionamentos, diversidade cultural e desvio de conduta. Leia atentamente e, claro, siga as
regras.

Página 22
Segurança - Safety:

A prioridade número 1 do navio, é sem dúvida, a segurança de todos que estão a bordo. Para
isso, antes de embarcar, todos já devem ter concluído o STCW e o SSA cujas siglas em português são
CBSN e CFPN, curso básico de segurança em navios e o curso de familiarização e proteção a navios e
com isso estarão prontos para agir em situações de emergência. No entanto serão realizados
treinamentos constantes, em especial no seu primeiro mês, chamados Safety Meeting, que são
obrigatórios. Leve-os a sério! Os cursos acima são bem gerais e os cursos de segurança a bordo servem
para adequar os ensinamentos à embarcação onde o tripulante se encontra.

Como vou saber para onde devo ir numa situação de emergência?

Cada tripulante terá uma função em uma situação de emergência e irá receber as devidas instruções
durante Oe meetings de segurança quando embarcar e também durante os treinamentos seguintes.
Receberá também um Safety Card que é um cartão que é distribuído a todos os tripulantes que deve
conter:

Número de Segurança;
Departamento a que o tripulante pertence;
Nome do tripulante;
Grupo de Emergência que o Tripulante pertence;
Local de Reunião para o qual o Tripulante deve se dirigir quando ouvir o sinal que ativa o
seu Grupo de Emergência.

Página 23
Ilustrando os procedimentos de segurança

Life jacket – colete salva vidas que ficará


em sua cabine em local de fácil acesso.

Bote salva vidas passageiros

Bote salva vidas fechado – tripulação

Placa de identificação da Muster Station -


Estação de Emergência é o local onde os
passageiros devem ir ao encontro do seu
grupo em situações de emergências.

Página 24
Os tripulantes devem estar treinados para
prosseguir aos respectivos locais de
reunião caso se verifique uma situação de
emergência, para isso são realizados
treinamentos chamados de DRILL, são
obrigatórios a todos os passageiros e por
sistema de escala aos tripulantes...

Página 25
Higiene Geral - Cleaner

A limpeza e higiene a bordo são o segundo item mais importante para um tripulante. Eles
seguem o mais alto padrão de exigência. Tudo é construído e pensado para facilitar o processo de
limpeza e impedir contaminações.

Wash, rinse, sanitize serão das expressões mais ouvidas a bordo. Todo dia! Wash your hands!

Constantemente há um procedimento de limpeza chamado general cleaner, o popular faxinão.


Nesse dia você irá dedicar-se a uma limpeza mais detalhada. Irá limpar mais ainda o que já está limpo e
provavelmente irá utilizar outros produtos químicos além dos de uso diário.

Página 26
Página 27
Após esse e-mail de aprovação conosco, você receberá em breve um novo e-mail com os
procedimentos e/ou formulário e documentos solicitados pela companhia a qual foi aprovado.
Preencha-os no prazo informado e nos envie. Em alguns dias, receberá uma data de entrevista com a
companhia. Algumas companhias podem ter datas mais espaçadas e as mesmas serão informadas no
momento da sua entrevista.

1. Sendo aprovado pela companhia, daremos então inicio aos procedimentos como o STCW e SSA
(CBSN e CFPN), solicitar que tire o passaporte (quem não possui), visto para países se necessário,
exames médicos, carteira de vacinação entre outros. Importante informar que será enviado todo
o passo a passo sobre os procedimentos e que os mesmos divergem de companhia para
companhia. O que a Infinity faz é seguir esses procedimentos de acordo com a orientação das
mesmas.
2. Como não há uma previsão exata de data de embarque, poderá esperar de 1 a 6 meses (ou mais)
para começar a trabalhar no navio.

Separe um período do seu tempo para o preenchimento dos formulários, correção do currículo e
colhimento da documentação necessária. Você terá 01 momento frente ao entrevistador e um NÃO é
um NÃO, um SIM, um SIM. Faça sua lição de casa.

Investimentos
Haverá um investimento para embarcar, pois os custos de passaporte, visto, cursos da Marinha,
exames médicos e suas despesas pessoais de deslocamento, mala, itens que irá levar serão por sua
conta. É fundamental estar preparado (a) e se organizar para esse momento, não é possível mensurar
quanto irá gastar, mas é provável que no seu primeiro ou segundo salários o investimento seja
recuperado.

A Infinity Brazil não cobra taxa de agenciamento!

Por isso ressaltamos a importância de iniciar esse processo somente após a certeza da
contratação pela companhia contratante!

Página 28
O início do processo seletivo é o currículo. Se ele for bem feito vai maximizar suas chances de ser
aprovado na primeira etapa. Pense que seu currículo chegará antes que você, ele é seu cartão de visitas.
Faça com capricho e dedicação.

Um dos maiores erros dos jovens brasileiros é usar um currículo padrão com todas as
informações da vida dele independente da área que deseja atuar. Para um currículo ideal você deve
incluir apenas informações relevantes para a vaga que está pleiteando, não adianta incluir informações
acadêmicas da área de farmácia se estiver fazendo entrevista para ser garçom de navio. Isso não
significa que seu conhecimento, prêmios e títulos que conquistou em outra área não lhe serão úteis,
mas é que para o processo seletivo as informações devem estar FOCADAS para a vaga que almeja.

O currículo

Você sabe quais são os dados necessários para a montagem de um currículo em inglês
direcionado para sua futura área de atuação?

1° Passo - Informações pessoais e objetivo:

O seu currículo sempre deverá ser desenvolvido na língua inglesa. Cada pessoa poderá fazer um
modelo de currículo diferente, mas as principais informações que nunca podem faltar são:

Nome completo – pode estar em destaque, centralizado, e com uma fonte maior;

Foto – deve ser em traje social e de preferência sorrindo;

Data de nascimento;

Endereço com CEP;

Telefone com DDD;

E-mail;

Endereço de Skype;

Posição a qual está aplicando.

2° Passo – Informações sobre escolaridade e idiomas:

Escolaridade – formação educacional com datas, detalhes de graus, formação e


certificação que possui;

Idiomas – Colocar qual o idioma que fala e o nível (basic, intermediate, advanced, fluent);

Professional Qualifications - cursos profissionalizantes;

Página 29
Interesses – seu interesse, objetivo ou qualquer informação que você gostaria de passar
ao entrevistador;

Skills - descrever suas habilidades em informática.

4° Passo - Informações profissionais:

Este é o momento que você deverá colocar suas experiências profissionais na área que você deseja
atuar, se tiver experiências fora da área avalie se são de fato necessárias, sempre dê mais ênfase as que
de fato estão alinhadas com seu objetivo. Às vezes deixamos de colocar algumas experiências por não
termos o registro na nossa carteira de trabalho ou por ter sido um trabalho temporário, mas não nesse
caso. Coloque estas informações, pois elas serão o diferencial para conquistar a sua vaga. Faça
detalhadamente, pois se deixar falhar algo o entrevistador vai em cima dessa falha. Coloque as
experiências em ordem cronológica. Dá mais recente para a mais antiga.

Especifique:

Nome do estabelecimento;

Posição que exerceu;

Local, cidade ou pais;

Datas com mês e ano em que iniciou e terminou o contrato;

Motivo pelo qual saiu;

Rotina de trabalho: em três linhas faça um pequeno histórico o que você fazia neste
local, para deixar claro o ramo de atividade da empresa;

Quando estiver concorrendo a um cargo tem mais responsabilidade ou mais disputado,


capriche nesse histórico e inclua detalhes.

Exercício Importante: Daily Routine

É normal que durante o nervosismo de uma entrevista uma ou outra informação passe
despercebida. O exercício da Daily Routine lhe ajudará a lembrar de fatos e eventos que muito
provavelmente lhe escaparão durante a sua entrevista. O daily routine nada mais é do que uma redação
no dia a dia dos lugares que trabalhou e sobre o que você fazia. Investir em uma daily routine pode
evitar que ao final da sua entrevista você fique com aquele sentimento de que deixou de falar alguma
coisa. Essa redação é sua, não precisa entregar para ninguém. É apenas para você estudar. É um simples
exercício de recursos humanos. Esta redação deverá, por exemplo, conter informações como quantas
pessoas trabalhavam com você; qual era a rotina do momento que você chegava ao termino do seu
serviço; quais eram os melhores e piores momentos de trabalhar neste local; salário que recebia. Além
disso, essa redação fará também você lembrar o vocabulário em inglês que às vezes esquecemos. Assim,
você saberá responder mais de 50% das perguntas que o entrevistador venha te fazer. Bom, né?

Página 30
Chegou o dia da sua entrevista com a companhia! O seu currículo já está pronto, você já estudou
sobre a vida a bordo e sua posição. Agora é hora de preparar a aparência, corpo e mente para o
momento mais importante do processo seletivo. Preste atenção nos seguintes tópicos:

Aparência Pessoal – lembre-se que é uma entrevista de emprego, portanto estejam com
trajes sociais, cabelos arrumados, unhas feitas; padrão hotelaria 6 estrelas.
Conexão – se a sua entrevista for realizada via Skype, certifique-se que a conexão está
boa e que a câmera, microfone e caixas de som estão funcionando bem. Problemas de
conexão ou nos aparelhos necessários podem prejudicar sua entrevista.
Pontualidade – independentemente de a sua entrevista ser presencial ou por Skype, não
se atrase.
Currículo - esteja com seu currículo em mãos.

Dicas de entrevistas

Sabe quem a companhia quer contratar? Ela quer o MELHOR! Então, prepare-se para ser o
MELHOR e assim começar a sua vida a bordo.

Fique tranquilo (a). Se você chegou até aqui, tem total capacidade para ser aprovado.
Confie em você.
Mostre ao entrevistador que você está empenhado em conseguir essa vaga e seguir
carreira a bordo.
Prepare-se bem para a entrevista. Faça o Daily Routine, estude sobre a sua posição, tenha
personalidade, seja você mesmo. Estude idiomas, eles devem ser compatíveis com a
posição que você está aplicando. Lembre-se, quanto mais preparado você estiver, mais
chances você tem de conseguir a vaga.
Jamais masque chiclete ou balas durante a entrevista.
Espere sua vez para ser chamado. Seja paciente.

Página 31
Página 32
A seguir você terá acesso às informações básicas de procedimento de embarque das principais
companhias que contratam brasileiros. Importante lembrar que, devido à normativa chamada MLC
2006, em vigor desde Janeiro de 2014, podem ocorrer algumas mudanças no procedimento de
embarque. Porém, caso tenha alguma alteração, você será informado com antecedência.

Informamos que todos os seus procedimentos de embarque devem ser realizados somente
APÓS a aprovação com a companhia contratante. Não há necessidade de realizá-los antes. Neste
momento, dedique-se a sua entrevista. Após conseguirmos o êxito na mesma, iremos auxiliá-lo em seus
procedimentos.

O que é necessário para embarcar

Passaporte - Esse documento é imprescindível para o seu embarque, é um dos primeiros


documentos que você deverá providenciar após a aprovação com a companhia contratante.
Você poderá obtê-lo na Polícia Federal. Se o tiver, lembre-se que ele deve estar, por questões de
imigração, com validade mínima de 1 ano no momento do embarque.

Exames Médicos – É necessário realizar uma bateria de exames laboratoriais e consulta médica
para poder embarcar. Eles devem ser feitos obrigatoriamente na empresa que a companhia
determina e não podem ser feitos através de convênio médico. Geralmente os exames médicos
só podem ser feitos depois da data de embarque enviada pela companhia, junto com uma
liberação. A infinity Brazil entra em contato com o tripulante quando for o momento exato para
realizar os exames. Importante informar que as empresas médicas respeitam as informações
sigilosas entre o candidato, o laboratório e o departamento médico da companhia. Em algumas
situações a companhia solicita o nosso auxílio no sentido de orientar o candidato com relação a
algum exame alterado para fazer algum pequeno tratamento. Isso é uma solicitação da
companhia. Os valores dos exames médicos vão de R$ 440,00 à R$900,00.

Uniformes – São fornecidos pela companhia. É importante lembrar que é aconselhamos a levar
sapatos e cintos pretos, bem como suas respectivas meias e tênis brancos para situações formais
ou em áreas de lazer a trabalho. Para tripulantes em posição de staff é necessário levar um terno
(homens) e vestido de gala (mulheres), sempre abaixo de joelho e de manga curta. Ambos em
tons escuros. Esses trajes serão usados em ocasiões como a noite de gala ou jantar do
comandante, por exemplo. Abaixo você encontra o detalhamento se a companhia reembolsa ou
não o seu uniforme. O custo dos mesmos em caso de a companhia descontar o valor a bordo é
de US$ 450,00 em média.

STCW - É obrigatória a realização do curso de STCW e SSA (CBSN e CFPN). Esses cursos são de
segurança, obrigatórios e exigidos pela Marinha do Brasil e pela companhia contratante. Sem ele
o tripulante não pode embarcar. Este curso serve para atestar que o tripulante embarcará
devidamente treinado e orientado e estará qualificado nos fundamentos de segurança marítima

Página 33
pré-determinados pela IMO – International Maritime Organization, que é a responsável pela
codificação e padronização dos procedimentos relacionados à salvaguarda da vida humana no
mar. O custo médio pode variar entre R$ 1.000,00 a R$1.350,00, dependendo do local,
instituição e forma de pagamento. O curso tem validade de cinco anos e tem duração de 05 dias.

Visto C1D – O visto americano para se trabalhar a bordo é o C1D (o mesmo usado para
comissários de bordo). Na verdade consistem em 2 vistos, pois o C1 é um visto de trânsito, que
assegura ao tripulante de navio permanecer 72 horas em solo americano sem a necessidade de
visto de turismo e o visto D é o visto para múltiplas entradas do C1. O custo do visto é US$160,00
(sujeito a alteração no consulado) e todo o seu procedimento deve ser feito pelo candidato.
Somente é necessário para companhias americanas ou para as companhias cujos navios passem
pelos EUA como itinerário durante o período do seu contrato. Dependendo do itinerário do seu
navio, outros vistos podem ser solicitados e a Infinity lhe informará sobre os procedimentos, de
acordo com as informações passadas pela companhia.

Passagens Aéreas – Algumas companhias não pagam a passagem aérea de embarque e nesses
casos, o tripulante pode buscar a melhor alternativa para o seu voo para chegar até o embarque.
A Infinity realiza venda de passagens aéreas para tripulantes, que tem um preço relativamente
atrativo e também faz esse valor parcelado.

Página 34
Passaporte Ter passaporte com validade mínima de um ano
Exames Médicos São reembolsados pela companhia após o terceiro mês embarcado.
STCW e CFPN Obrigatório não reembolsado pela companhia
Visto Normalmente não necessário para essa companhia. Quando
necessário, será informado pela Infinity e o valor do visto (somente o
visto), será reembolsado pela companhia à bordo.
Uniforme Companhia fornece uniforme completo gratuitamente.

Passagem aérea – A companhia paga a passagem aérea de ida e volta a partir dos aeroportos
internacionais mais próximos de sua residência.

Treinamento Ready for Excellence: Curso chamado RFE (Ready For Excelence), esse curso é
oferecido pela companhia após a sua aprovação. Este curso tem objetivo de informar ao futuro
tripulante como será a vida a bordo, informando às responsabilidades dos tripulantes,
funcionamento do navio, regras, segurança, e a importância de exercer um bom trabalho,
seguindo os padrões da companhia. Esse curso é gratuito e obrigatório para futuros tripulantes
da companhia COSTA. A hospedagem, transporte e alimentação ficam por conta do tripulante. É
realizado em São Paulo, Curitiba, Rio de Janeiro e Recife com frequências diferentes. A Duração
do Curso é de 5 dias, normalmente os dias uteis da semana.

Miscelaneous: A Costa é a única companhia que paga um extra do seu salário fixo, sem as
bonificações (cerca de 30% a mais) para a previdência Italiana. Ao final de todo o ano fiscal, a
companhia envia à você um report com tudo o que foi pago. É importante guardar essa
documentação junto aos seus holerites para juntar com a sua previdência quando da sua
aposentadoria. Uma vez embarcado pode ter informações mais detalhadas sobre esse processo.

Comunicação: É oferecido a todo o tripulante Costa um endereço de e-mail da companhia que é


gratuito e tem envio ilimitado de e-mails.

Idiomas: Dentro dos navios da Costa, há o “Costa Campus”, uma sala de aulas onde durante os
períodos de folga o tripulante pode atender à aulas de inglês e/ou italiano de acordo com a
agenda em comum.

Tempo de contrato: 8 meses.

OBS.: As informações acima podem sofrer alterações no decorrer do processo, sem aviso prévio.

Página 35
Passaporte Ter passaporte com validade mínima de um ano
Exames Médicos São reembolsados somente para quem embarcar no Rhapsody of the
Seas (Royal Caribbean), próximo ao período de estadia do navio no
Brasil. Para outros navios da Royal, navios da Azamara e Celebrity
Cruises, o tripulante é responsável pelos exames médicos que devem
ser feitos na empresa Samplemed. Para maiores informações, acesse
samplemed.com.br
STCW e CFPN Obrigatório não reembolsado pela companhia
Visto Obrigatório para essas companhias. Será reembolsado somente o
valor do visto quando o tripulante estiver à bordo.
Uniforme Candidato compra seus uniformes à bordo.Valores de
aproximadamente US450,00 a depender da posição. Para o Rhapsody
of the Seas, será aplicado o mesmo procedimento dos exames
médicos. A companhia não faz o desconto do mesmo.

Passagem aérea: A companhia não paga a passagem do tripulante sendo que o mesmo é
responsável pela compra da sua passagem ao navio. Pode ocorrer que no período de 30 dias
antes do(s) navio(s) que irá fazer a temporada brasileira, a companhia se responsabilizar pelo
pagamento da passagem e nesse caso, todos os candidatos serão informados. A passagem de
retorno é de responsabilidade da companhia desde que terminado o contrato inteiramente. Os
aeroportos de destino são os abaixo.

Travel & package free: Haverá uma cobrança de US$ 60,00 que deverá ser pago à agencia de
recrutamento referentes ao que é um valor para cobrir as despesas de locomoção do aeroporto
até o hotel e do hotel até o navio, as refeições e a diária do hotel onde ficará hospedado por
uma noite antes do embarque. Esse valor deve ser pago à Infinity. Se o tripulante não optar por
esse serviço, não há necessidade do pagamento e o tripulante deve chegar ao navio por conta
própria, assim como refeições e hotel.

Aeroportos: Autorizados quando pagos pela companhia são: Rio de Janeiro (Galeão GIG), São
Paulo (GRU), Curitiba (CWB), Florianópolis (FLN), Belo Horizonte (Confins CNF), Rio Grande (RIG) e
Uruguaiana (URG). Eles devem estar preenchidos no formulário da companhia (Crew Data Form)
que irá receber, pois esses aeroportos são os que serão usados quando de seu retorno ao Brasil.

Informações ao tripulante: A Royal Caribbean e demais empresas do grupo trabalham com um


portal de informações ao tripulante rclcrewtravel.com . Lá você encontra diversas informações
como a reserva de hotéis (se solicitada pelo tripulante), vôo (se fornecido pela companhia assim
como informações gerais do porto e aeroporto. Eventuais assistências de emergência em viagens
estarão disponíveis no portal 24 horas por dia, 07 dias por semana. Quando de sua aprovação,
será instruído de como fazer o login.

Tempo de contrato: 6 meses para posições staff e tipped positions e 08 meses para posições de
salários fixos (que não recebem gorjetas como por exemplo Cleaner, Room Service, Cozinheiros,
Galley, Barboy, Pool Attendants, Mess Attendants e Café Attendants – CAFA).

Obs.: As informações acima podem sofrer alterações no decorrer do processo sem aviso prévio.

Página 36
Passaporte Ter passaporte com validade mínima de um ano
Exames Médicos São gratuitos para os navios que vem ao Brasil e todos devem ser
realizados na empresa Samplemed. Verifique o endereço mais próximo
de atendimento em samplemed.com.br
STCW e CFPN Obrigatório não reembolsado pela companhia
Visto Não há necessidade de visto para essa companhia.
Uniforme Companhia fornece uniforme completo.

Passagem aérea: A exemplo das outras companhias do grupo Royal, a Pullmantur não paga a
passagem do tripulante sendo que o mesmo é responsável pela compra da sua passagem ao
navio. No entanto, para os navios que forem realizar a temporada brasileira e a partir de
determinadas datas a companhia se responsabilizar pelo pagamento da passagem e nesse caso,
todos os candidatos serão informados. A passagem de retorno é de responsabilidade da
companhia desde que terminado o contrato inteiramente. Os aeroportos de destino são os
abaixo. A Infinity lhe informará sobre a disponibilidade das passagens.

Aeroportos: Galeão (RJ), GRU (São Paulo), Curitiba (CWB), Florianópolis (FLN) e Porto Alegre
(POA). Eles devem estar preenchidos no formulário da companhia (Crew Data Form) que irá
receber pois esses aeroportos são os que serão usados quando de seu retorno ao Brasil.

Tempo de contrato: 6 meses para posições staff e tipped positions e 08 meses para posições de
salários fixos (que não recebem gorjetas como por exemplo GPU, Bell Boy, Cozinheiros, Galley,
Bar Utilities e Mess Attendants).

OBS.: As informações acima podem sofrer alterações no decorrer do processo sem aviso prévio.

Página 37
Passaporte Ter passaporte com validade mínima de um ano
Exames Médicos São reembolsados US$ 150,00 para ajuda de custo
STCW e CFPN Obrigatório somente para os navios que tiverem o Brasil como
itinerário e não será reembolsado pela companhia
Visto Obrigatório para essa companhia. Serão informados quais vistos e o
valor dos mesmos (só o visto será reembolsado pela companhia).
Uniforme Companhia fornece, mas será descontado um pequeno valor

Passagem aérea: A companhia paga a passagem aérea de ida e volta (quando terminado o contrato) a
partir dos aeroportos internacionais mais próximos de sua residência.

Treinamento – O tripulante Crystal passará por um treinamento a bordo durante os 3 (três) primeiros
meses do contrato válido apenas para o primeiro embarque na companhia, chamado de “probation
period”. Nesse período, o salário será reduzido pela metade. Passados os três meses de treinamento, o
salário passa a ser o estipulado inicialmente.

Tempo de contrato: 6 meses.

OBS.: As informações acima podem sofrer alterações no decorrer do processo sem aviso prévio.

Página 38
Passaporte Ter passaporte com validade mínima de um ano
Exames Médicos Obrigatório e não reembolsado pela companhia. Devem ser
realizados na Samplemed
STCW e CFPN Obrigatório e não reembolsado pela companhia
Visto Obrigatório para essa companhia para os navios que forem
usar os Estados Unidos como itinerário. Serão informados
quais vistos e o valor dos mesmos (só o visto será
reembolsado pela companhia).
Uniforme É cobrado US400,00 descontados no primeiro salário do
tripulante. Será solicitado também algumas peças básicas de
uniforme que serão informados posteriormente. Qualquer
dúvida, nos contate.

Passagem aérea: A companhia fornece a ida para o primeiro embarque. A de volta é fornecida quando
terminado o contrato.

Treinamento: Antes do embarque, o tripulante passará por um treinamento de dois dias no


Brasil logo após a entrevista com a companhia. A Image paga auxílio para os candidatos com
ajuda de custo para alimentação e hospedagem durante o treinamento.

Câmera: A câmera obrigatória a bordo é a Nikon D90, D5300 ou D7100 (custo à bordo
aproximado US512.00 a US823.00). Caso ele tenha, poderá levá-las e não será descontado o
valor em seus primeiros salários.

Tempo de contrato: 8 meses.

OBS.: As informações acima podem sofrer alterações no decorrer do processo sem aviso prévio.

Página 39
Passaporte Ter passaporte com validade mínima de um ano
Exames Médicos Obrigatório e deve ser realizado em clinica
autorizada pela Starboard. Não reembolsado pela
companhia.
STCW e CFPN Obrigatório e não reembolsado pela companhia
Visto Obrigatório se embarcar nas companhias americanas
Uniforme Companhia fornece, mas poderá ser descontado do
primeiro salário aproximadamente US250,00

Passagem aérea – A companhia paga a passagem aérea de ida e volta (quando terminado o
contrato) a partir dos aeroportos internacionais do Rio de Janeiro e São Paulo. O visto americano
é reembolsado pela companhia para os candidatos que necessitem obtê-lo. A Infinity informará
quais os candidatos necessitarão ou não no momento oportuno.

Particularidade: A passagem aérea é fornecida pela companhia apenas para candidatos


brasileiros.

Tempo de contrato: 6 meses.

OBS.: As informações acima podem sofrer alterações no decorrer do processo sem aviso prévio.

Página 40
Passaporte Ter passaporte com validade mínima de um ano
Exames Médicos Obrigatório e deve ser realizado na PremedicalCare.
STCW e CFPN Obrigatório e não reembolsado pela companhia
Visto Obrigatório e será reembolsado somente o valor do
visto pela companhia a bordo.
Uniforme Será descontado dos primeiros salários do tripulante
um valor pelo uniforme.
Tempo de contrato 6 meses

Passagem área – Passagem de ida e demais despesas até a chegada ao navio, por
conta do candidato. A de retorno paga pela companhia ao término do mesmo. Os
exames médicos tambe´m não são reembolsados pela companhia.

Seamen´s book- É um documento feito a bordo pela companhia, uma carteira


marítima. É obrigatória, serão descontados US60.00 que emissão da mesma
que é da bandeira do navio – Marshall Islands.

BYSS (Before You Set Sail) - A Infinity lhe enviará uma livreto de boas vindas da
companhia que deverá ser lido com atenção pois haverá uma página que deverá
ser preenchida (pg.42), assinada e retornada à Infinity.

OBS.: As informações acima podem sofrer alterações no decorrer do processo sem aviso prévio.

Página 41
Passaporte Ter passaporte com validade mínima de um ano
Exames Médicos Obrigatório e tem US$ 150,00 para ajuda de custo.
STCW e CFPN A companhia fornece o mesmo à bordo para quem não
possui portanto não é obrigatório fazê-lo.
Visto Obrigatório para os navios que tem os EUA como
itinerário e será reembolsado somente o valor do
Uniforme Companhia fornece ao tripulante gratuitamente.
Tempo de contrato 6 para posições staff ou 9 meses para hotelaria

Passagem aérea – A companhia paga a passagem aérea de ida e volta (quando terminado
o contrato) a partir dos aeroportos internacionais do Rio de Janeiro e São Paulo.

Curso de CPR e 1st AID infantil: Necessário para a posição de entretenimento infantil (Youth
Counselors) e deverá ser custeado pelo tripulante. Terá reembolso de US$50,00 a bordo. O
valor deste curso é de aproximadamente R$ 200,00 e será informado posteriormente onde
realizá-lo. Não é um procedimento complicado. A Cruz Vermelha de diversas cidades emite
este certificado.

Tempo de contrato: 9 meses.

OBS.: As informações acima podem sofrer alterações no decorrer do processo sem aviso prévio.

Página 42
O QUE LEVAR
Listamos alguns itens básicos que você não pode esquecer de levar:

Higiene pessoal e cuidados:

1 escova de dentes;
2 sabonetes;
Shampoo e condicionador;
1 pente para cabelo;
Lâmina de barbear/depilador (levar os refis);
1 secador de cabelos pequeno;
2 esmaltes e lixas, removedor, algodão para unhas;
1 perfume;
1 desodorante.

Roupas:

1 calça jeans;
1 calça do seu gosto;
1 camisa branca e outra colorida ao seu gosto de manga comprida;
5 camisetas;
2 Shorts;
2 bermudas;
1 Roupa de banho;
10 peças de Roupas íntimas;
Meias (compre a mais confortável);
1 tênis (o que você irá usando);
1 chinelo;
1 sapato extra aberto (sandália, rasteirinha, papetes, etc) – Procure qualidade mesmo que tenha
que pagar mais. Seus pés agradecerão;
1 sapato extra fechado (botas, sapatilhas, sneakers, etc) – Procure qualidade mesmo que tenha
que pagar mais. Seus pés agradecerão.
1 tênis branco (podem ter listas, etc)
1 palmilha ortopédica (pra pessoas que têm muita necessidade, sentem muitas dores).

* Travesseiros, lençóis e toalhas, serão fornecidos a bordo*

Quando estiver fazendo a mala leve em conta que menos é mais! Pense que você irá comprar algumas
coisas durante seu contrato e será difícil acomodá-las e pode até pagar excesso de bagagem na volta pra
casa. Lembre-se que tudo isso deve caber em uma mala pequena dobrável, que será guardada na sua
cabine durante todo o tempo de contrato. O modelo indicado é tipo sacola com rodinhas, é fácil de
levar, cabe tudo e é possível dobrá-la. É muito importante informar-se sobre a rota do navio, a política
da sua empresa e qual será seu uniforme de trabalho durante o dia e à noite. Embora todo navio siga o
sol, ele pode sair ou ter como porto de partida um lugar frio.

Página 43
Pense na sua motivação para embarcar. Depois, faça uma pesquisa sobre a companhia marítima
e sobre a função que pretende exercer, depois faça avaliação prática, colocando “no papel” os prós e
contras. Pergunte-se: o que estou disposto a fazer para alcançar esse objetivo? O que vou “ganhar” com
essa experiência? O que farei depois que terminar o contrato? Ao final pergunte-se: o que vou “ganhar”
compensa o que irei abrir mão? Se a resposta for positiva vá em frente e bom trabalho!

Nós da Infinity Brazil, desejamos profundamente sucesso em sua entrevista e em todo seu
processo. Não há motivos para lhe desejar algo diferente disso. Tudo o que fazemos, desde a elaboração
do nosso site, nossa entrevista, nossas convocações por e-mail, atendimento, e-mails com resultados e
essa apostila foi feito de forma a primeiro, facilitar o seu processo e segundo otimizá-lo.

Usamos nossa experiência única de quase 10 anos de trabalho em diversas das maiores
corporações e aproximadamente 9.000 candidatos embarcados em seu favor. Nosso processo é fruto de
um trabalho de evolução onde simplicidade e objetividade são as principais características.

Não é pouca coisa.

A Infinity é uma empresa limitada e que recebe comissões por parte das companhias SOMENTE
um período após o candidato ter embarcado. Por razões diferentes, mas objetivas, não temos interesse
nenhum em mantê-lo fora do navio ou não aprová-lo em sua entrevista. Saiba também que você
também tem a sua responsabilidade no processo. Ler os e-mails, fazer os diversos preenchimentos com
atenção e respeitando prazos é uma colaboração a si mesmo e ao seu processo.

Mas muito mais importante do que isso é saber que esse embarque em sua absoluta maioria
dará a chance de fazer você se conhecer melhor, lhe mostrar uma nova oportunidade, ter uma nova
chance, descobrir e conhecer lugares. É disso que se trata.

Muitos de nossa equipe ou que já estiveram conosco já passaram por isso.

Escute VOCÊ. Sucesso!

Infinity Brazil

Página 44