Você está na página 1de 22

Conheça o Programa YOUFIT

Dieta Low Carb Explicada

1
Conheça o Programa YOUFIT

Conteúdo
Por que a população está engordando? 3
O que é uma dieta baixa em carboidratos? 4
Os benefícios de uma dieta Low Carb 6
Dietas com baixo teor de carboidratos são seguras? 7
Um Plano de Refeição de Amostra Low Carb 9
Conselhos de compra para seguidores da dieta Low Carb 11
Comer fora em uma dieta Low Carb 12
Mantendo uma dieta Low Carb 14
Erros comuns em uma dieta Low Carb 15
Comece hoje mesmo uma dieta com baixo teor de carboidratos 17

2
Conheça o Programa YOUFIT

Por que a população está se tornando gorda?

Ganho de peso e obesidade tornaram-se causa de preocupações com a


saúde no mundo ocidental. A obesidade, em particular, é uma das principais
causas de morte evitável no mundo de hoje. Estudos têm sido realizados
para estabelecer as razões pelas quais a população mundial parece estar
ganhando peso. Pesquisas mostram, por exemplo, que o peso geral da
população hoje, é muito maior do que na década de 1960.
Quais são os fatores que contribuíram para essa reviravolta e quais são as
medidas que podem ser instituídas para controlá-los? Estudos mostraram
que, embora nossos filhos ainda pratiquem exercícios físicos, assim como
os filhos das gerações passadas, eles ainda ganham peso e em alguns casos
ficam obesos. Para os idosos, a falta de exercício, entre outras questões,
tem sido uma razão para ganho de peso.
Obesidade e ganho de peso foram atribuídos aos alimentos que comemos.
Pesquisas mostram que nós aumentamos nossa ingestão de alimentos, que
infelizmente contém uma porcentagem maior de açúcar do que o que a
população mundial costumava ingerir há cerca de cinquenta anos. Além
disso, a quantidade de gordura que nós comemos aumentou
consideravelmente. Isso, aliado à falta de exercícios, tem sido citado como
as principais causas de ganho de peso. É um fato conhecido que quando
recebemos grandes porções de gordura alimentos, sobremesas cremosas,
álcool e refrigerantes cheios de açúcar, a nossa ingestão de calorias
aumenta. Com uma maior ingestão de calorias, espera-se que façamos
muitos exercícios para queimar o excesso de calorias. E se isso não é feito,
há um monte de calorias que leva ao ganho de peso.
A solução para esses problemas está na capacidade de mudar nossos
hábitos alimentares. Uma maneira de controlar o ganho de peso
desnecessário é comer alimentos com baixo teor de carboidratos. Desta
forma, a quantidade de calorias na comida é rigorosamente controlada e
ajuda a tornar o indivíduo mais saudável.
As dietas de baixo carboidrato foram definidas de forma diferente,
dependendo se o ponto de discussão é centrado na quantidade de calorias
derivadas de carboidratos ou na porcentagem de carboidratos em uma

3
Conheça o Programa YOUFIT

dieta. Geralmente, porém, dietas de baixo carboidrato podem ser descritas


como aquelas dietas que ajudam o corpo a obter entre 5% a 45% das
calorias de carboidratos. A porcentagem normal de calorias que
supostamente derivam de carboidratos, de acordo com as orientações dos
Estados Unidos sobre saúde, é entre 50% a 65%. Portanto, uma dieta baixa
em carboidratos refere-se a um esforço consciente para tentar limitar a
ingestão de alimentos com altos níveis de carboidratos, especialmente os
que causam um aumento significativo de açúcar no sangue.
Embora o debate sobre as vantagens de uma dieta baixa em carboidratos
ainda esteja em curso, é verdade que a tolerância de carboidratos no
organismo varia de pessoa para pessoa. Este tipo de dieta, então, se
adequam ou beneficiam aqueles que são sensíveis ou cuja tolerância aos
carboidratos é baixa. A abordagem é incentivar a redução da ingestão de
carboidratos para níveis que o corpo pode tolerar. Esta abordagem tem
como alvo a redução ou eliminação de nossas dietas como batatas, arroz
branco, farinha branca e açúcar.
A redução da ingestão de carboidratos é conhecida por causar perda de
peso em pessoas. Para controlar isso, uma dieta baixa em carboidratos deve
ser monitorada de perto para que imediatamente sinais de perda de peso
são notados; a ingestão de carboidratos é aumentada lentamente até que
o corpo possa controlar o sangue glicose. Também é aconselhável abraçar
a dieta cetogênica, onde o corpo gera energia de gorduras do corpo, em vez
de glicose. Isso leva o corpo para o que é chamado de adaptação de gordura
ou ket adaptação. Esta adaptação estimula o metabolismo do corpo, o que
leva a uma melhora energia. A energia da gordura é duradoura ao contrário
da energia da glicose que diminui rapidamente.

4
Conheça o Programa YOUFIT

O que é uma dieta baixa em carboidratos?

Frequentemente ouvimos falar de dietas com baixo teor de carboidratos e


de quão bem sucedidas elas se mostram em perder peso, mas o que é uma
dieta pobre em carboidratos exatamente?
O termo "low-carb" significa baixo teor de carboidrato. Carboidratos são
geralmente encontrados em alimentos como massas, batatas, frutas, pão e
arroz. Uma dieta baixa em carboidratos não implica qualquer dieta
específica nem inclui etapas bem definidas para perder peso.
É um termo bastante vago que varia de acordo com a pessoa que o utiliza.
Algumas características comuns, no entanto, incluem o consumo de
alimentos com baixo teor de carboidratos e índice glicêmico. O consumo de
carboidratos leva o organismo a excretar insulina.
Como os carboidratos são digeridos, a glicose - o efeito da excreção de
insulina - é queimada pelo nosso corpo se precisarmos de energia imediata
ou se for armazenado como gordura. Mais seriamente, depois de consumir
uma refeição que consiste principalmente de carboidratos, o nível de
insulina no nosso corpo aumenta repentinamente e depois de um curto
período de tempo, de repente, ela baixa. Este efeito nos faz ficar com fome
logo depois de 2 ou 4 horas da nossa última refeição, levando-nos a um
círculo vicioso de fome, comendo e finalmente armazenando gordura.
As principais maneiras de definir uma dieta baixa em carboidratos, após a
pergunta inicial "O que é uma dieta low carb?", é esclarecer se você está
falando sobre o carboidrato real que um adulto consome diariamente ou
sobre a porcentagem das calorias na dieta de uma pessoa que vem de
carboidratos.
A quantidade habitual de calorias permitidas na dieta de um adulto é de
cerca de 50-60%. Então, qualquer porcentagem de calorias provenientes de
carboidratos que está abaixo disso, pode ser considerada baixa carboidrato.
O equívoco mais comum sobre as dietas com pouco carboidrato é que as
pessoas que seguem esse tipo de dieta estão realmente se esforçando para

5
Conheça o Programa YOUFIT

consumir uma quantidade zero de carboidratos. Isso não é apenas falso,


mas também é quase impossível, considerando que os carboidratos estão
escondidos na maioria dos alimentos que consumimos, especialmente
alimentos processados.
Uma dieta pobre em carboidratos, como o próprio nome demonstra, tenta
reduzir os carboidratos em um nível baixo, não eliminá-los completamente.
Outro mito comum é que uma dieta baixa em carboidratos proíbe você de
comer frutas e legumes. A verdade é que esta categoria de alimentos é rica
em carboidratos, mas isso não significa que se deva eliminá-los de sua dieta.
Frutas e vegetais são os carboidratos que se deve consumir em uma dieta
que é baixa, mas não carente de carboidratos.
Entre os benefícios que se pode obter ao seguir uma dieta baixa em
carboidratos, está em primeiro lugar a perda de peso e aumento de energia.
As pessoas se sentem menos sonolentas e têm melhor concentração e
alguns casos mostraram que as pessoas estão experenciando um melhor
humor.
Maus pensamentos e sentimentos parecem ser seriamente reduzidos ou
afastados. Mas não se pode exagerar os resultados benéficos de hábitos
alimentares baixos em carboidratos. As pessoas notaram melhorias em
suas metabolismo, um benefício que é considerado um pontapé inicial para
uma dieta focada na perda de peso, mesmo que a perda de peso seja
inicialmente insignificante. Uma mudança no metabolismo é indispensável
no caminho para um modo de vida saudável e processo de perda de peso.

6
Conheça o Programa YOUFIT

Os benefícios de uma dieta baixa em carboidratos.

Quando você escolhe uma dieta, você quer ter certeza de que há muitos
benefícios positivos além da perda de peso. Você quer ser mais saudável
em geral, comendo da maneira que a dieta o instrui a comer diariamente.
Você também quer ser capaz de seguir o plano para a vida em vez de apenas
alguns semanas ou meses. Os benefícios de uma dieta baixa em
carboidratos fornecerão o plano diário saudável que você pode
implementar para a vida.
Você pode não perceber que comer carboidratos pode aumentar a chance
de problemas de saúde. Ao reduzir o volume de carboidratos diariamente
que você come, algumas condições médicas que você experimenta com
frequência podem ocorrer com menos frequência. A frequência de dores
de cabeça, dor nas articulações e dificuldade de concentração diminuem
quando você reduz a ingestão de carboidratos. Isso pode ajudá-lo a reduzir
a quantidade de remédio para dor que você toma quando a dores de cabeça
e nas articulações desaparecerem. Então você vai se sentir mais saudável
e economizar dinheiro em remédios pelos benefícios de uma dieta baixa
em carboidratos.
Muitas vezes, quando você faz dieta, o humor pode tornar o processo difícil.
Os altos e baixos de humor e energia podem causar compulsão alimentar.
Outro benefício da dieta baixa em carboidratos é o equilíbrio de humor e
energia. Na verdade, o corpo recebe energia mais consistente da proteína
e outros nutrientes do que de carboidratos. Carboidratos trazem surtos de
energia de curto prazo que diminuem o nível de energia rapidamente uma
vez que os carboidratos são digeridos. Ao diminuir o volume de
carboidratos que você come, a seu energia virá de outros nutrientes que
são mais consistentes em energia reduzindo balanços de humor e de
energia.

7
Conheça o Programa YOUFIT

Se você gosta de exercícios e quer tonificar e construir tecido muscular que


ajuda a combater a gordura em seu corpo, uma dieta baixa em carboidratos
pode ajudar. Depois de um treino, os seus músculos estão muito sensíveis
à insulina e não precisa de muitos carboidratos como algumas pessoas
podem pensar. Ao comer uma dieta baixa em carboidratos, seus músculos
após um treino vai atrair mais aminoácidos da sua refeição. Os aminoácidos
vão ajudar os músculos a se curarem mais rápido e queimar mais gordura.
O impacto ou prevenção do diabetes pode ser ajudado por uma dieta baixa
em carboidratos. Se você tem diabetes, uma dieta baixa em carboidratos
pode ajudar a equilibrar seu nível de insulina melhor ao longo do dia. Se
você tem membros da família com diabetes que querem evitar a doença,
uma dieta baixa em carboidratos é uma boa maneira de equilibrar
naturalmente a sua insulina.
Então, como você pode ver, há muitos benefícios para uma dieta baixa em
carboidratos além de apenas perder peso. Você vai ver uma melhoria no
seu peso, mas você também terá mais energia e se sentirá mais saudável.
Esse é o objetivo de perder peso também: ser mais saudável.
Comer mais vegetais e proteínas, além de frutas e oleaginosas, pode ser um
bom começo para uma dieta pobre em carboidratos. dieta. Reduza
gradualmente a ingestão de pães, doces e alimentos feitos de farinha
branca e açúcar branco. Você pode encontrar muitas receitas de dieta baixa
em carboidratos gratuitamente em blogs, sites e programas culinários.

8
Conheça o Programa YOUFIT

Dietas com baixo teor de carboidratos são seguras?

A obesidade deve ser a questão mais amplamente difundida em todo o


mundo, independentemente de fatores demográficos ou diferenças
geográficas. Recentemente, ganhou tanta atenção que o conceito de perda
de peso abriu milhares de oportunidades de negócios lucrativos.
Ironicamente esta comercialização parece ter um impacto negativo na
perda de peso real.
Ingestão de calorias e queima de calorias, são as duas principais variáveis
da equação de perda de peso tão exageradas no mundo comercial que, em
alguns casos, alguns programas de perda de peso são uma ameaça à boa
saúde.
A dieta baixa em carboidratos veio como uma solução para manter a
ingestão de calorias em níveis precisos. Como isso ajuda você a perder peso
é uma lógica simples. Uma vez que a ingestão cai, o corpo começa a fazer
uso da gordura armazenada, o que leva à perda de peso. Claro que vai levar
à perda de peso, mas será um processo seguro?
A resposta não é um simples sim ou não. Embora os gurus da perda de peso
enfatizem a importância, os nutricionistas e a comunidade médica têm uma
opinião diferente. A opinião estabelecida é que não importa quão eficazes
sejam os resultados, a menos que os carboidratos são ingeridos em níveis
moderados os efeitos colaterais levarão a desordens nas funções do corpo.
Não apenas moderada, mas também deve ser escolhida de maneira
apropriada.
Por exemplo, se você reduzir a ingestão de gordura sem prestar atenção ao
tipo de gordura, isso pode até mesmo levar à níveis elevados de colesterol
no sangue. Você deve ter o conhecimento adequado para determinar o que
deve ser incluído e o que não deve ser. Aqui, de acordo com o exemplo, um

9
Conheça o Programa YOUFIT

plano de dieta adequadamente projetado teria incluído gorduras


poliinsaturadas e mono-insaturadas, gorduras consideradas seguras.
A mesma teoria se aplica a todos os nutrientes como as gorduras. Alguns
planos de dieta ainda aconselham a abster-se de frutas e legumes. Esses
planos fazem mais mal do que bem. Uma restrição a frutas como banana
ou melancia que têm um alto nível glicêmico pode pelo menos ter lógica.
Mas limitar todas as frutas e vegetais é um conselho infundado que irá
deteriorar sua saúde. A ingestão reduzida de alimentos ricos em cálcio,
como cereais integrais, pode até causar osteoporose. As mulheres com
deficiências de cálcio tendem a sofrer de problemas menstruais. Planos de
dieta muito baixos em carboidratos se concentram mais no consumo de
proteínas. Quantidades desnecessárias de proteína fazem os rins trabalham
mais para remover o excesso de resíduos produzidos pelas proteínas. E a
acumulação de resíduos nocivos pode causar pedras nos rins.
Mais importante ainda antes de escolher um plano de dieta, é entender
bem o seu corpo. Um paciente renal deve prestar atenção às proteínas,
enquanto um paciente cardíaco deve se concentrar mais nas gorduras. Da
mesma forma, existem vários fatores que devem ser levados em conta
antes de seguir uma dieta baixa em carboidratos.
Mudanças em seu estilo de vida também exigirão mudanças nos planos de
dieta. Se você começar a malhar, a demanda de energia do corpo é
diferente do que costumava ser. Ou se você engravidar, mudanças devem
vir imediatamente. Em casos como estes, consultar um profissional é
essencial.
Dietas extremamente "low carb" podem não ser seguras. Mas ingira os
carboidratos corretos e obtenha o corpo magro que você sempre sonhou
enquanto está com boa saúde.

10
Conheça o Programa YOUFIT

Um Plano de Refeição de Amostra Low Carb

Embora haja um suprimento infinito de diferentes variações para um plano


de dieta baixa em carboidratos, pode-se encontrar e aprender sobre on-
line, é necessário, pelo menos, começar a conhecer algumas idéias básicas
do plano de refeições para comecar seus esforços de dieta low carb. Assim,
enquanto as seguintes ideias de planos de refeição são suficientes para
começar, é importante notar que, como com qualquer coisa "variedade é o
tempero da vida" Então certifique-se de aprender e expandir suas variações
de refeições de low carb.

Café da manhã
Opção 1:
Omelete com 7 claras de ovo - permite apenas 2 gemas
1 xícara vegetais (por exemplo: cogumelos, pimentão)
2 biscoitos de arroz (como alternativa ao pão)

Opção 2:
1 xícara de aveia (cozida 2 xícaras) - (coloque ½ xícara de água na aveia e
cozinhe no microondas ou coma frio
1 colher de sopa de abacaxi ou 2 kiwis ou ½ xícara de frutas congeladas

Almoço
Opção 1:
3 ovos cozidos
Uma grande salada de folhas verdes à sua escolha

11
Conheça o Programa YOUFIT

2 colheres de sopa de molho pronto ou caseiro com baixo teor de


carboidratos

Opção 2:
200g de carne magra cozida: peito de frango, peixe de qualquer espécie,
alcatra, ovos (10 claras de ovos)
1 xícara cheia de verduras (salada de repolho, vegetais congelados é bom)
Colher de sopa de óleo leve (italiano, francês ou azeite de oliva)
1 xícara de arroz Basmati (1 xícara cru = 1,5 xícara cozida). Ou batata-doce
média (tamanho do punho)

Lanche da tarde
Opção 1:
30 gramas de queijo
Opção 2:
20 oleaginosas = castanhas, amêndoas ou nozes (dentro do tamanho da
palma da mão)

Jantar
Opção 1:
6 ovos com 6 fatias de salmão defumado com salada
Opção 2:
200g de Frango Grelhado
2 xícaras de vegetais verdes
2 colheres de sopa de queijo

12
Conheça o Programa YOUFIT

Sobremesa
Opção 1:
8-10 morangos, mergulhados em ¼ xícara de molho de chocolate sem
açúcar (ganache)
Opção 2:
½ xícara de gelatina de baixo teor de açúcar

Conselhos de compras para seguidores da dieta Low


Carb

Observar carboidratos para perder peso ou permanecer saudável não deve


custar uma fortuna. E é por isso que incluir alimentos caros em sua dieta
não é necessário, com certeza. Existem incontáveis alimentos menos caros,
mas delicioso, opções que são pobres em carboidratos. Então, vamos
começar a economizar dinheiro na maioria alimentos deliciosos com baixo
teor de carboidratos.
Primeiro, todos nós sabemos que alimentos industrializados são caros.
Troque por pratos caseiros feito de carne macia e legumes frescos. As
comidas pré-embaladas apenas roubam o dinheiro de sua carteira,
enquanto não faz bem a sua cintura, também.
Você, em seguida, pode querer considerar a compra de alimentos da
temporada. Claro, você não se vestiria pesadamente no inverno e
levemente no verão? Da mesma forma, você gostaria de pedir frutas e
verduras quando eles estão na estação - é quando são mais baratos. Caso
contrário, custa muito mais quando a produção é trazida de outros países.
Mas comprando vegetais na estação e até congelando eles, você pode ter
seus favoritos o ano todo, ainda mais barato.

13
Conheça o Programa YOUFIT

Também é possível gastar menos com carne. Enquanto o caro filé mignon
é um saboroso corte de carne, os cortes de chuck e lombo fazem um sabor
delicioso a um preço muito reduzido. Eles contém manchas de gordura em
toda a carne, uma coisa que as torna macias, suculentas e super deliciosas.
Eles são mais indicados para cozinhar lentamente - não é de admirar que
você pense em sopas, ensopados, assados e assados.
No mesmo sentido, a proteína com o preço certo ajuda a economizar seu
dinheiro também. Há mais ao controle de carboidratos do que carne - não
caia em uma queda no jantar. Quebre a monotonia do seu jantar, incluindo
alguns ovos. Além disso, você pode prepará-los da maneira que desejar:
escalfado, mexidos, omelete, quiche crocante, etc. Além disso, tofu e
outros alimentos de soja substitue as fontes usuais de proteína de frango e
peru, e ainda assim lhe proporciona uma variedade de nutrientes. Você
pode economizar em lanches também. Ingira lanches com baixo teor de
carboidratos, incluindo shakes e barras nutricionais, a preços baixos em
lojas especiais. Compre em grandes quantidades. Conheça sites que
oferecem itens que você considera como seu favoritos, e inscreva-se em
suas newsletters para obter informações sobre vendas.
Além disso, faça pratos que possam servir receitas duplas, para que você
possa jantar por uma ou duas outras noites. Da mesma forma, faça
refeições que possam servir em dobro, como almoçar no dia seguinte. Use
suas sobras para economizar dinheiro.
E talvez você tenha ouvido isso antes: planejamento. Mas, planejando suas
receitas e refeições para a semana, você ajuda a se preparar, sempre. Você
não terá que fazer uma viagem extra para a máquina de venda automática
ou pedir o seu jantar fora. Você não quer ter todo esse lixo em sua barriga.
Entre outras coisas, conheça algumas estratégias de compras inteligentes.
Em relação à carne de porco, por exemplo, obter cortes menos onerosos,
como costeletas de ombro e costelas, que devem ser mais saborosas
quando bem preparadas. Além disso, comprar frango inteiro deve fazer
você economizar algum dinheiro.
Espero que as dicas mencionadas o ajudem a economizar enquanto você
compra deliciosos alimentos com baixo teor de carboidratos. Como eu
disse, uma dieta baixa em carboidratos não deve custar uma fortuna. Boas
compras.

14
Conheça o Programa YOUFIT

Comer fora em uma dieta Low Carb

Dietas podem ser estressantes se você está constantemente preocupado


com os alimentos que você pode e não pode comer. Comer fora enquanto
está de dieta às vezes pode ser um pesadelo. No entanto, comer fora em
uma dieta baixa em carboidratos é exatamente o oposto. É muito fácil
adaptar a comida de quase qualquer cozinha em qualquer restaurante.
Basta lembrar que três coisas vão mantê-lo no caminho certo quando você
come fora:
1. Saiba o que você pode comer e o que evitar!
2. Planeje com antecedência!
3. Atenha-se às suas armas!
Comer poucos carboidratos significa que você realmente tem muita
flexibilidade com sua dieta. Sabendo quais alimentos evitar torna mais fácil
comer fora sem tentar adivinhar o que é aceitável. Ótimas opções para
procurar quando comer fora incluem carnes que não são empanadas ou
maltratadas, legumes, saladas e peixe que não é maltratado. Batatas estão
geralmente fora do menu, mas por que não tentar legumes extras no lugar
delas? Considere comer “fora da caixa”. Se você quer um hambúrguer
suculento, vá em frente e coma, sem o pão. Substitua as batatas fritas por
palitos de cenoura para completar a sua refeição. Oferta de saladas são
opções ilimitadas, como quase todas as carnes e vegetais podem ser
utilizados, e muitos restaurantes oferecem algum tipo de salada em seu
cardápio. Bife e vegetais misturados são sempre uma ótima opção, e
gostosos também!
Talvez a chave mais negligenciada para comer com sucesso em uma dieta
baixa em carboidratos é o planejamento adiante. Este simples passo pode
poupar muito estresse e preocupação. Você já sabe o que você pode comer,
então o próximo passo é descobrir o que está em oferta no lugar que você

15
Conheça o Programa YOUFIT

quer comer. Use a internet para visualizar menus com antecedência. Você
pode até ligar para o restaurante e fazer perguntas sobre a preparação da
comida e ingredientes. Desta forma, você estará armado com as
informações necessárias para fazer boas escolha. Este passo elimina o
estresse e a preocupação com o que você vai encomendar assim que chegar
então você será capaz de se concentrar em desfrutar da sua refeição!
A coisa mais importante que você pode fazer quando comer carboidratos
baixos é se manter na dieta. Muitos são tentados pela cesta de pão,
provocado pela bandeja de sobremesas, e ceder à pressão de ser "normal".
Talvez você não quer parecer exigente. Seja qual for o motivo, lembre-se,
você merece sentir saudável e ser feliz. Se isso ajudar, considere a sua dieta
baixa em carboidratos da mesma forma que qualquer pessoa que precise
de um dieta especial por uma condição médica. Haverá alguns alimentos
que você simplesmente não pode comer, mas não fique medo de pedir o
que você puder!
Com mais pessoas optando por consumir menos carboidratos, os
restaurantes estão ajustando muitos de seus itens de menu para acomodá-
los. Há muitas ótimas opções disponíveis se você quiser comer fora e curtir
alimentos low carb. Saber o que você pode comer, planejar com
antecedência e aderir a eles irá mantê-lo no caminho certo com sua dieta
baixa em carboidratos. Use estes passos simples para desfrutar de comer
fora em uma dieta baixa em carboidratos a qualquer momento!

16
Conheça o Programa YOUFIT

Mantendo uma dieta Low Carb

Uma grande vantagem de uma dieta baixa em carboidratos é o fato de você


não precisar se preocupar quantidade de calorias que você come. Além
disso, você não terá que manter a contagem e rastrear seu calorias.
Isso porque manter um estilo de vida com pouco carboidrato é sobre a
quantidade de carboidrato que você põe na sua comida. Com este tipo de
dieta, você precisa ter um plano que sugira a quantidade de carboidrato
você precisa em um dia.
Este plano também conterá outros nutrientes alimentares que você deve
comer para complementar sua dieta. O idéia é diminuir a ingestão de
carboidratos e reduzir os níveis de açúcar e a insulina. Seu corpo terá então
que queimar a gordura armazenada em seu corpo fazendo você perder
peso. Para criar a melhor dieta para ajudá-lo a manter um estilo de vida
com pouco carboidrato, você precisa estar ciente de cinco dicas simples e
fáceis de fazer.
Estas são sugestões para ajudá-lo a tirar o máximo proveito de sua dieta.
Desta forma, você pode ter certeza de obter resultados efetivos na perda
de peso.
Primeiro, você precisa ter sua saúde avaliada pelo seu médico. Este é o
primeiro passo que você precisa tomar antes de decidir realizar o seu plano
de dieta. Consultar seu médico é um bom caminho para estabelecer os
melhores tipos de alimentos para incluir na sua dieta. O médico irá ajudá-
lo a saber que comida abster-se e obter sugestões sobre como planejar seu
menu.
Em segundo lugar, você deve ter um objetivo para manter um estilo de vida
com baixo teor de carboidratos. O objetivo de qualquer dieta de baixo teor
de carboidrato é perder peso. Estabelecer seu principal objetivo irá ajudá-
lo a adequar sua dieta seu estilo de vida. Aqui, você saberá quais alimentos
nutricionais devem ser introduzidos em sua dieta que leva a atingir com
sucesso o seu objetivo de perda de peso a longo prazo.

17
Conheça o Programa YOUFIT

Em terceiro lugar, para o seu plano de dieta funcionar você precisa de


motivação para seguir com o seu plano quando confrontado com
tentações. Você precisa encontrar uma maneira de se lembrar do seu
objetivo. Pensando sobre como você vai se sentir ou estar quando você
estiver mais magro é um bom incentivo.
Além disso, você precisa ajustar sua atitude, ser positivo e acreditar que
pode alcançar seu objetivo de perda de peso. Além disso, monitore a
quantidade de comida que você comr e meça seu peso com frequência para
descobrir como você está indo. É melhor que você tenha um diário onde
possa registrar suas descobertas. Este diário irá ajudá-lo a descubrir se o
seu plano de dieta é bem sucedido ou não.
Por fim, depois de tudo ter sido dito e feito você terá que ser paciente e ser
consistente em sua dieta. Manter uma dieta baixa em carboidratos não é
muito fácil. No entanto, você será bem-sucedido se manter seu plano e
torná-lo um hábito. Com o tempo, ele se tornará um estilo de vida e parte
de você. Como qualquer dieta, você pode cair de vez em quando. No
entanto, você deve voltar e continuar com o seu plano. De vez em quando,
você pode ter que consultar seu médico para garantir que você não tem
complicações de saúde e para garantir que sua dieta está funcionando de
forma eficaz.

18
Conheça o Programa YOUFIT

Erros comuns em uma dieta Low Carb

Não é preciso assistir a uma aula para saber sobre os erros comuns em uma
dieta pobre em carboidratos. O carboidrato como é referido neste contexto
refere-se ao nutriente alimentar (carboidrato) presente em alimentos como
batatas, pão, bolos, etc. Os seguintes são os erros comuns sobre a dieta low
carb.
Obtendo a informação errada - Alguns indivíduos assumem que comer
dieta low carb simplesmente significa comer carne todos os dias. Isto está
errado; todo mundo requer conhecimento sobre como reduzir
carboidratos, os alimentos que têm carboidratos e como comer em uma
dieta baixa em carboidratos.
Entregar-se no meio do processo - Há uma variedade de abordagens para
dietas de baixo carboidrato e há problemas no começo. É importante
descobrir qual abordagem é boa para você evitar desistir no meio do
processo. Algumas das complicações que surgem, por exemplo, a queda de
carboidratos assusta muita gente, portanto, eles recuam no início.
Falta de gordura suficiente - Isso poderia ser confundido com uma dieta
baixa em carboidratos, como resultado de pensar que low carb significa
baixo teor de gordura. No início, as pessoas podem fazer dieta com baixo
teor de gordura, mas com o tempo isso vai levá-los a usar sua própria
gordura corporal, portanto, ficar com fome muito rápido. Por isso, é
importante para adicionar gordura ao seu corpo, enquanto na dieta baixa
em carboidratos.
Falta de verduras suficientes na dieta - Ao fazer dieta pobre em
carboidratos, algumas pessoas tendem a esqueça de incluir legumes e
frutas em sua dieta. Isso será desastroso no final porque legumes e frutas
devem ser consumidos em grandes quantidades por uma dieta com pouco
carboidrato, especialmente frutas que são pobres em açúcar.

19
Conheça o Programa YOUFIT

Comer demais - Não adianta contar a quantidade de calorias em uma dieta


baixa em carboidratos. Isso não significa que se deve continuar comendo e
comendo só porque se está comendo alimentos que são baixos em
carboidratos. Você é aconselhado a comer apenas quando está com fome
e parar quando estiver satisfeito.
Mau planejamento - Aderir a um novo programa de alimentação pode ser
um problema e pode se pegar fazendo o que costumava fazer antes.
Portanto, é aconselhável planejar de antemão para facilitar a livre adoção
do novo hábito alimentar, o que significa que você vai saber o que comer e
quando comer.
Uso de alimentos industrializados com baixo teor de carboidratos - Ao
comprar alimentos com baixo teor de carboidrato que são industrializados,
é de grande importância entender os ingredientes. A maioria contém
maltitol, que é um açúcar ruim não exigido por muitos corpos. Portanto,
esses alimentos industralizados com baixo teor de carboidratos precisam
passar por experimentos cuidadosos.
Falta de variedade - A maioria das pessoas podem achar que há variedade
limitada de alimentos que são baixos em carboidratos, mas ainda há
bastante, a única coisa a evitar na dieta low carb é açúcar e amido. Toda
cozinha do planeta tem uma variedade baixa de carboidratos; também a
maioria dos pratos pode ser adaptado.
Fibra insuficiente na dieta - Comer vegetais e frutas ajuda a garantir que se
coma quantidades suficientes de fibra. Mas pular ou esquecer de comer
legumes e frutas reduz o nível de ingestão de fibras no corpo e isso pode
ser desastroso a longo prazo.

20
Conheça o Programa YOUFIT

Comece uma dieta Low Carb hoje

Como aprendemos ao longo deste guia, uma dieta baixa em carboidratos


limita a ingestão de vegetais ricos em amido, frutas, grãos, pães e açúcar.
Enquanto uma quantidade saudável de carboidratos na dieta fornece o
corpo com a energia muito necessária. O problema, como sabemos, é que
uma ingestão excessiva de carboidratos podem causar o aumento dos
níveis de insulina e açúcar! Nós aprendemos o básico do que é uma dieta
baixa em carboidratos. Nós cobrimos os benefícios de uma dieta baixa em
carboidratos e também comum erros. Agora vamos terminar com dicas
para começar e começar uma dieta baixa em carboidratos hoje!
Dica 1
Quando você comprar mantimentos, escolha os alimentos que ativam a
resposta de baixa glicose. Alguns dos alimentos com um índice glicêmico
muito baixo são damascos, maçãs, brócolis, espargos, couve-flor, couve de
Bruxelas, cerejas, aipo, grapefruit, pepino, feijão verde, cogumelos, alface,
ameixas, cebolas, espinafre, pimentões, morangos, abobrinha e tomate.
Alimentos no categoria "índice glicêmico moderado" são laranjas, suco de
laranja, uvas, melão, ervilhas, pêssegos, inhame, abacaxi e melancia. Fique
longe dos alimentos com alto índice glicêmico, como passas, batatas, milho,
cenoura, beterraba e banana.
Dica 2
Lanche inteligente! Só porque você está em uma dieta baixa em
carboidratos, isso não significa que você tem que comer carne ou queijo
como lanches. Experimente uma variedade de lanches de baixo
carboidrato, como nozes, ovos cozidos, noz-pecã, legumes frescos com
molhos de baixa gordura e queijo ricota. Cuidado com a gordura saturada e
o número de calorias no lanche que você quer comer. Ir para as versões de
laticínios com baixo teor de gordura e manter as porções sob controle.

21
Conheça o Programa YOUFIT

Dica 3
Elimine todos os alimentos que são ricos em carboidratos. Dê uma olhada
dentro da sua geladeira/despensa e remova todos os alimentos inúteis,
como doces, refrigerantes e batatas fritas. Depois do lixo, é a vez de
alimentos fáceis! Remova todos os produtos de arroz, massa, pão e cereais.
Se você não consegue ficar sem pão, tente a variedade de grãos integrais
ou de trigo integral. Faça cada carboidrato contar!
Dica 4
Beba muita água. A água não é importante apenas para mantê-lo hidratado,
mas também mantém ânsias e constipação longe. Certifique-se de beber 8-
10 copos de água todo dia.
Dica 5
Leia os rótulos com cuidado! Ao prestar atenção aos rótulos, você pode
acompanhar a quantidade de carboidratos em gramas em todos os
alimentos que você consome. Esta é uma boa maneira de controlar o
tamanho da sua porção e contagem de carboidratos da sua dieta.
Dica 6
Se mantenha aos alimentos reais. Não vá para as "alternativas" de baixo
carboidrato, como pré-embalados, barras energéticas ou lanchonetes. E se
você estiver com vontade de comer alimentos doces, coma gordura. Por
exemplo, se você quiser comer ovos no café da manhã, cozinhe-os na
manteiga. Frite sua própria comida em vez de comprá-lo de um restaurante
de junk food.
Lembre-se, se você quer que sua dieta funcione, você deve planejá-la
adequadamente e também deve exercitar 5 dias por semana durante 45
minutos, pelo menos. E isso se aplica a qualquer dieta que você queira
seguir. Comece agora e solte a perca gordura com low carb.

22