Você está na página 1de 3

QUESTÕES – EDUARDO

1. O fígado é a maior glândula e o segundo maior órgão do corpo humano. Funciona tanto como glândula
exócrina, liberando secreções num sistema de canais que se abrem numa superfície externa, como
glândula endócrina, uma vez que também libera substâncias no sangue ou nos vasos linfáticos. A partir
disso, julgue as afirmações abaixo como verdadeiras (V) ou falsas (F), corrigindo o erro presente nas
afirmações falsas.
1. ( ) A maior parte das drogas é metabolizada pelo fígado através da ação de uma família de
enzimas presentes no citocromo P450 das células hepáticas. Entre outros efeitos, essas enzimas
geralmente aumentam a hidrofilicidade das drogas e, portanto, sua capacidade de ser excretada
em meios líquidos.
2. ( ) O etanol é oxidado no fígado, principalmente pela álcool desidrogenase, para formar
acetaldeído, que é, por sua vez, oxidado pela aldeído desidrogenase (ALDH) em acetato. Outras
duas vias para a oxidação do etanol, mas quantitativamente menos importantes, seriam a
oxidação pelo complexo enzimático da piruvato desidrogenase, no citosol, e a redução por NADH,
nas mitocôndrias.
3. ( ) O fígado exerce um papel central no metabolismo da glicose, especificamente na manutenção
da concentração de glicose circulante. Esta função depende da sua capacidade em armazenar um
suprimento de glicose na forma polimerizada como glicogênio, e em sintetizar glicose de fontes
que não são carboidratos no processo de gliconeogênese.
4. ( ) A AST, também chamada de TGO, é uma enzima presente quase que somente nos hepatócitos
(células do fígado). Quando há lesão celular, a AST atinge a corrente sanguínea e seus níveis séricos
podem, portanto, ser mensurados. A AST aumenta drasticamente em lesões hepáticas agudas,
como na hepatite viral ou overdose de paracetamol, sendo, portanto, muito mais específica para
doenças do fígado que a ALT ou TGP.
5. ( ) Tóxica, a ureia forma-se principalmente no fígado, ganhando acesso à circulação sistêmica
por difusão, onde é filtrada pelos rins e excretada na urina. Outra parte da ureia que ganhou acesso
à circulação se difunde para o intestino, onde é clivada em dióxido de carbono e amônia pela
urease bacteriana. Essa amônia é parcialmente perdida nas fezes e parcialmente reabsorvida para
o sangue.

a) V-V-F-V-F
b) V-F-V-F-V
c) F-V-V-F-V
d) F-F-F-V-V
e) V-V-V-F-V
2. Segundo os estudos sobre integração do metabolismo, marque a afirmação correta.
a) No fígado, contribuindo para que algumas enzimas estejam no estado desfosforilado, a insulina
promove a glicogênese, a gliconeogênese e a lipogênese.
b) No tecido adiposo, a insulina inibe a entrada de glicose, promovendo a mobilização de GLUT4 para
a membrana citoplasmática.
c) A secreção de insulina é estimulada pela hiperglicemia, estando aumentada durante o período em
que se dá a absorção dos alimentos.
d) No tecido muscular, a insulina inibe a entrada de glicose promovendo a mobilização de GLUT4
para a membrana sarcoplasmática e estimula a fosforólise do glicogênio.
e) As catecolaminas (adrenalina e noradrenalina), no tecido adiposo, têm como principal ação inibir
a lípase hormônio-sensível.
3. Com base no gráfico e no seu entendimento sobre os processos de integração metabólica, assinale
verdadeiro ou falso para as afirmações abaixo:

1. ( ) Mesmo após uma semana ou mais de jejum, o consumo de glicose não se anula porque há
órgãos e células que continuam a consumir glicose (como o cérebro e os eritrócitos).
2. ( ) A origem da glicose consumida no organismo após 24 horas de jejum advém da
gliconeogênese.
3. ( ) Após 4 horas de jejum, é possível observar um aumento na ação do hormônio glucacon,
responsável por aumentar o nível de glicose no sangue através de glicogenólise. Além disso, a ação
da insulina encontra-se inibida.
4. ( ) Após 24 horas de jejum, ácidos graxos e corpos cetônicos são exemplos de substratos
consumidos preferencialmente pelo organismo.
5. ( ) 16 horas após uma refeição, o fígado deixa de ser um órgão que capta glicose do sangue e
passa a funcionar com um órgão que converte glicose.

a) V-V-F-F-F
b) F-V-V-F-F
c) V-V-F-V-F
d) F-V-V-F-V
e) V-V-F-F-V