Você está na página 1de 2

I.

Plano de Aula: Data:

II. Dados de Identificação:


Escola: Vestibular Cidadão
Professor (a): Rebecca Ribeiro
Disciplina: História do Brasil República

III. Tema:
- Estado Novo (1937-1945)

IV. Objetivos:
Objetivo geral: analisar o contexto histórico da ditadura varguista.
Objetivos específicos:
1. Analisar os mecanismos de solidificação do Estado Novo;
2. Identificar a atuação do Brasil durante a Segunda Guerra Mundial;
3. Contexualizar os pontos que levaram à renúncia de Vargas.
V. Conteúdo:
1. A Constituição de 1937;
2. A era do rádio e o cinema no Estado Novo;
3. O DIP e a censura do regime de Vargas;
4. EUA e a política de boa vizinhança;
5. 2ª G.M. e o financiamento da indústria;
6. Críticas ao Estado Novo;
7. Criação dos pluripartidarismo e Assembleia Constituinte;
8. Renúncia de Vargas e eleições de 1945.

VI. Desenvolvimento do tema: Getúlio Vargas mantém-se no poder, após um golpe de Estado
em 1937. Seguindo-se ao golpe, ele promulga a nova Constituição (Polaca), em 1937 e expande
os poderes centralizados do Executivo. Com o crescimento do rádio e do cinema, Vargas investe
na propaganda de seu governo, com programas de rádio e filmes que valorização a imagem
nacional. Paralelamente, cria o Departamento de Imprensa e Propaganda, responsável pela
censura dos meios de comunicação. Com o começo da Segunda Guerra Mundial, Vargas
posiciona-se ao lado dos Aliados, declarando guerra ao Eixo. Isso resulta em um apoio em
diversas frentes do governo americano – como a criação de indústrias, a aproximação ideológica e
a influência cultural. Após o fim da Guerra, o governo vê-se em uma situação delicada – um
Estado ditatorial, defendendo as democracias liberais na Europa. O conflito interno se acirra e os
opositores de Vargas tomam força. Em 1945, mesmo com a convocação de novas eleições e de
uma Constituinte, Vargas é forçado a denunciar.

VII. Recursos didáticos: quadro e fontes histórico-escolares (charges do período).

VIII. Avaliação:
- atividades: respostas às perguntas-problema; ficha de revisão de conteúdo.
- critérios adotados para correção das atividades: formulação de relações passado-presente
com base na aula; aplicação dos conteúdos de sala.

XIX. Bibliografia:
ALVARENGA, Maria [et. al.]. Pré-vestibular social: história. 7. ed. rev. Rio de Janeiro: Fundação
Cecierj, 2015.
AZEVEDO, Gislane. História em movimento. 2. ed. São Paulo: Ática, 2013.
EDIÇÕES SM. Ser protagonista: história. 1. ed. — São Paulo: Edições SM, 2014.
FREITAS NETO, José Alves de. História geral e do Brasil. São Paulo: Harbra, 2006.
VICENTINO, Cláudio. História geral e do Brasil. 2. ed. São Paulo: Scipione, 2013.

Interesses relacionados