Você está na página 1de 5

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO

INSTITUTO DE BIOLOGIA
DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA MARINHA
BIOLOGIA MARINHA BÁSICA 2012/1

MÓDULO BIÓTICO

I. GRADIENTES /PRODUÇÃO

1. “Oceanos são grandes desertos azuis.”


Essa afirmação é baseada no fato de que a produção em alto mar é baixa
se comparada às regiões costeiras.

Província Produção pesqueira (Ton em peso


úmido)
Oceânica 0.16 x 107
Costeira 12 x 107
Ressurgência 12 x 107
Fonte: Ryther, 1969.

a) Levando em consideração características como luz, profundidade e


disponibilidade de nutrientes, explique essa diferença na produtividade
entre zonas oceânicas e costeiras.

b) Na tabela acima nota-se que as regiões de ressurgência apresentam


produção pesqueira semelhante àquela observada em regiões costeiras.
Explique o porquê desta situação particular.

II. PLÂNCTON/PRODUTIVIDADE PRIMÁRIA

1. Analise o gráfico abaixo e responda:

a) Por que há um aumento na produção primária em maio?

b) O que é profundidade crítica e porque ela varia ao longo do ano?


2. As

comunidades planctônicas podem sofrer variações sazonais que variam tanto


na escala temporal quanto espacial. O gráfico a seguir mostra o exemplo mais
clássico de variação de meses que ocorre nas populações de zoo e
fitoplâncton em áreas temperadas do Atlântico Norte. Com base na figura
responda:

a) Por que há dois picos de fitoplâncton, correspondendo as estações da


primavera e outono?

b) Por que o pico da primavera é maior quando comparado ao outono?


c) Por que os picos de zoo e fitoplâncton não são coincidentes?

3. O fitoplâncton de zonas epipelágicas oceânicas dos mares tropicais é


dominado pelo nanoplâncton (plâncton “pequeno”). Este, entretanto, parece
ser menos dominante na região nerítica e áreas de ressurgência onde o
fitoplâncton de rede desempenha um papel proporcionalmente mais
importante.

a) O que se entende por “fitoplâncton de rede”?

b) Qual a causa das diferentes dominâncias em relação ao tipo de


plâncton nas regiões citadas?

c) Qual o método de coleta do nanoplâncton?

4. Descreva pelo menos três vantagens que a migração vertical pode


proporcionar aos organismos zooplanctônicos.

III. BENTHOS

1. Em um estudo realizado em uma praia arenosa foram observadas diferenças


na granulometria de amostras obtidas em diferentes regiões. Em uma das
extremidades da praia as amostras continham maior porcentagem de areia
media e menor conteúdo de matéria orgânica do que as amostras obtidas no
extremo oposto, mais ricas em sedimentos finos. Que possível fator pode estar
determinando as diferenças granulométricas entre os dois pontos? Discuta as
possíveis relações entre a granulometria e a estratégia de alimentação da
macrofauna.

2. Faça uma comparação entre a utilização dos substratos consolidados e não


consolidados pelos organismos bentônicos da região entremarés levando-se
em consideração os fatores como hidrodinamismo, temperatura e dessecação.

IV. NECTON

1. A Garoupa é um peixe de costão e de toca, enquanto que o Bonito é um


peixe pelágico e veloz.

a) O que deveríamos encontrar nestes peixes com relação à bexiga natatória?


Justifique.

b) E quanto à camuflagem? Justifique.


2. Apesar de ocuparem o domínio pelágico as adaptações apresentadas pelo
Plâncton diferem muito das apresentadas pelo Necton. Por quê? Justifique
citando exemplos.

3. A luz tem penetração limitada na coluna d’água, justificando as diferentes


estratégias, além da visão, utilizadas para encontrar alimento, detectar
predadores, encontrar parceiro e se localizar geograficamente. Cite e explique
o funcionamento de no mínimo três dessas estratégias encontradas no Necton
explicitando em que grupo taxonômico elas são encontradas.

V. POLUIÇÃO MARINHA

1. Segundo a Eletrobrás a maior vantagem ambiental da geração de energia


através de usinas nucleares é a não utilização de combustíveis fósseis, evitando
o lançamento na atmosfera dos gases responsáveis pelo aumento do
aquecimento global e outros produtos tóxicos. A usina nuclear localizada em
Angra dos Reis utiliza a água do mar em uma parte de seu processo de geração
de energia para o resfriamento do circuito secundário da usina. A água passa
por um circuito independente em que a única modificação que sofre é o aumento
de temperatura. Pode-se dizer que existe poluição nesse processo? Explique.

VI. RECURSOS DO MAR

1. Correlacione conhecimentos científicos, processos tecnológicos, geração de


produtos e benefícios sociais e econômicos no uso apropriado dos recursos do
mar.

VII. MICROBIOLOGIA MARINHA

1. Os vibrios são bactérias e a maioria de suas espécies são patogênicas ,


porém elas possuem um importante papel ecológico no ambiente marinho.
Qual seria os benefícios que os vibrios poderiam gerar ao ambiente em que
vivem?

2. A diversidade de microrganismos marinhos é assustadoramente grande e


ainda muito desconhecida, por ser uma área de pesquisas recentes e pela
dificuldade de estudo.
a) Quais são os problemas encontrados no estudo dos
microorganismos marinhos e como esses problemas podem ser
atenuados?

b) Porque esses organismos são tão diversos?