Você está na página 1de 3

Atividadade de texto Relato – 7º ano

O Auto-Retrato

No retrato que me faço


– traço a traço –
às vezes me pinto nuvem,
às vezes me pinto árvore…

às vezes me pinto coisas


de que nem há mais lembrança…
ou coisas que não existem
mas que um dia existirão…

e, desta lida, em que busco


– pouco a pouco –
minha eterna semelhança,

no final, que restará?


Um desenho de criança…
Terminado por um louco!

(Mario Quintana)

QUESTÃO 1

O texto acima é um poema, contudo, apresenta algumas características que o aproximam de um relato pessoal. Que
características são essas?

QUESTÃO 2

Em que pessoa e tempo estão conjugados os verbos do texto I? Em que tempo devem aparecer os verbos de um relato
pessoal?

QUESTÃO 3

Qual é a finalidade de um relato pessoal?

QUESTÃO 4

Marque a seguir a alternativa que apresente o tema de um relato pessoal.

a. ( ) Histórias fictícias, lamentos, memórias. b. ( ) Assuntos pessoais, lembranças, memórias.

c. ( ) Desejos de um povo, cultura, costumes. c. ( ) Histórias do mundo

TEXTO II:
Não Vou Me Adaptar (Nando Reis)

Eu não caibo mais nas roupas que eu cabia,


Eu não encho mais a casa de alegria.
Os anos se passaram enquanto eu dormia,
E quem eu queria bem me esquecia.

Será que eu falei o que ninguém ouvia?


Será que eu escutei o que ninguém dizia?
Eu não vou me adaptar,me adaptar

Eu não tenho mais a cara que eu tinha,


No espelho essa cara já não é minha.
Mas é que quando eu me toquei, achei tão estranho,
A minha barba estava desse tamanho.

Será que eu falei o que ninguém ouvia?


Será que eu escutei o que ninguém dizia?
Eu não vou me adaptar, me adaptar
Não vou me adaptar!
Me adaptar!

QUESTÃO 5

Com base na leitura e interpretação do texto II, julgue os itens a seguir.

1. ( ) O eu lírico demonstra que se adaptou à sua nova realidade.


2. ( ) De acordo com o texto II, a passagem do tempo foi não repentina, que o eu lírico não se deu
conta.
3. ( ) O texto revela que, com o passar do tempo, pessoas queridas deixaram de fazer parte da vida
do eu lírico
4. ( ) O texto deixa claro que o eu lírico não se reconhece mais.
5. ( ) Embora tenha levado um tempo para reconhecer sua nova realidade, ao fim, o eu lírico
entende a necessidade de adaptação e se esforça para que isso aconteça.
6. ( ) Na quarta estrofe do texto, é possível verificar certa confusão do eu lírico com relação aos
sentidos.
7. ( ) O fragmento “eu não encho mais a casa de alegria” revela resignação do eu lírico, que após
crescer, deixou de ser o centro das atenções da casa.
QUESTÃO 6

Ainda em relação ao texto II, os fatos relatados pelo eu lírico foram imaginados ou representam
as experiências vividas por ele? Explique.
QUESTÃO 7

Explique como deve ser a linguagem de um relato pessoal.

A descrição é comum nos relatos pessoais, já que o narrador utiliza-se desse recurso pra
caracterizar as pessoas, os lugares, os objetos etc, e fazer com que o relato seja mais
esclarecedor para o interlocutor. Volte ao texto I e transcreva as partes que correspondem à
caracterização.

texto II, após crescer, o eu lírico revela sua não-adaptação ao mundo. Você se identifica com a
situação descrita no texto? Explique.

______________________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________________

QUESTÃO 10

No texto I, o eu lírico relata uma época específica de sua vida: a infância. Redija um poema em
forma de relato pessoal, retratando uma fase importante de sua vida. Seja criativo. Não é
obrigatório utilizar rimas, mas a utilização deste recurso enrique o seu texto e contribui para
que ele seja mais criativo.

Você também pode gostar