Você está na página 1de 48

AGENDA

2016
LECTORIUM ROSICRUCIANUM
Escola Espiritual da Rosacruz Áurea

nome:

endereço:

cidade:

CEP: tel:

e-mail:
Sumário

O chamado para as núpcias 11

O sonho de C.R.C. – as sete


cordas da salvação 13

Seguir a voz da alma 15

O pão da natureza e o pão da vida 17

Os sete pesos 19

O critério astral 21

A iniciação de Mercúrio 23

A morte que leva à vida 25

A força transformadora do Amor 27

O compêndio da senda inteira 29

A ressurreição do Novo Homem 31

A criação realizadora 33

4
5
Calendário 2016
janeiro fevereiro março
S 4 11 18 25 S 1 8 15 22 29 S 7 14 21 28
T 5 12 19 26 T 2 9 16 23 T 1 8 15 22 29
Q 6 13 20 27 Q 3 10 17 24 Q 2 9 16 23 30
Q 7 14 21 28 Q 4 11 18 25 Q 3 10 17 24 31
S 1 8 15 22 29 S 5 12 19 26 S 4 11 18 25
S 2 9 16 23 30 S 6 13 20 27 S 5 12 19 26
D 3 10 17 24 31 D 7 14 21 28 D 6 13 20 27
abril maio junho
S 4 11 18 25 S 2 9 16 23 30 S 6 13 20 27
T 5 12 19 26 T 3 10 17 24 31 T 7 14 21 28
Q 6 13 20 27 Q 4 11 18 25 Q 1 8 15 22 29
Q 7 14 21 28 Q 5 12 19 26 Q 2 9 16 23 30
S 1 8 15 22 29 S 6 13 20 27 S 3 10 17 24
S 2 9 16 23 30 S 7 14 21 28 S 4 11 18 25
D 3 10 17 24 D 1 8 15 22 29 D 5 12 19 26
julho agosto setembro
S 4 11 18 25 S 1 8 15 22 29 S 5 12 19 26
T 5 12 19 26 T 2 9 16 23 30 T 6 13 20 27
Q 6 13 20 27 Q 3 10 17 24 31 Q 7 14 21 28
Q 7 14 21 28 Q 4 11 18 25 Q 1 8 15 22 29
S 1 8 15 22 29 S 5 12 19 26 S 2 9 16 23 30
S 2 9 16 23 30 S 6 13 20 27 S 3 10 17 24
D 3 10 17 24 31 D 7 14 21 28 D 4 11 18 25
outubro novembro dezembro
S 3 10 17 24 31 S 7 14 21 28 S 5 12 19 26
T 4 11 18 25 T 1 8 15 22 29 T 6 13 20 27
Q 5 12 19 26 Q 2 9 16 23 30 Q 7 14 21 28
Q 6 13 20 27 Q 3 10 17 24 Q 1 8 15 22 29
S 7 14 21 28 S 4 11 18 25 S 2 9 16 23 30
S 1 8 15 22 29 S 5 12 19 26 S 3 10 17 24 31
D 2 9 16 23 30 D 6 13 20 27 D 4 11 18 25

Feriados Nacionais Mar 25 Sexta-feira Santa


Abr 21 Tiradentes
Set 7 Independência do Brasil
Out 12 N. S. da Aparecida
Mai 1 Dia do Trabalho Nov 2 Finados
Jan 1 Confraternização Universal 26 Corpus Christi 15 Procl. da República
Fev 9 Carnaval Dez 25 Natal

6
Conferências do Lectorium Rosicrucianum 2016


semestre Jan Fev Mar Abr Mai Jun
Jarinu SR1 - JA TJ C 5-6
Pedra Angular
19-24 13-14 25-27 30-1/5 28-29 11-12
PÁSCOA EKK

Brasília SR2 - BR 13-14 12-13 9-10 7-8 11-12


TJ D
Fortaleza SR3 - FO 18-23 20-21 19-20 16-17 14-15 18-19
Rio de Janeiro SR4 - RJ 20-21 19-20 16-17 21-22 25-26
Lagoa Santa SR5 - LS
TM A
19-23 13-14 5-6 9-10
SILÊNCIO 21-22 11-12
Marília SR6 - MA 27-28 19-20 23-24 21-22 25-26
Patos de Minas SR7 - PM 19-23
TM B
6-9
CARNAVAL 19-20 16-17 14-15 18-19
Lorena SR8 - LO 20-21 12-13 9-10 14-15 18-19
Núcleo de Porto Alegre SR1 - PA 27-28 4-5
Núcleo de Belém SR2 - BL 27-28 4-5
Núcleo de Manaus SR2 - MN 5-6 4-5
Núcleo de Cuiabá SR2 - CUI 27-28 4-5
Núcleo de Vitória SR4 - VI 12-13 14-15


semestre Jul Ago Set Out Nov Dez
Jarinu SR1 - JA 6-7
Pedra Angular 20-21 CA 3-4 1-2 5-6 3-4
Brasília SR2 - BR 6-7 10-11 8-9 12-13 10-11
GJR 16-22
Fortaleza SR3 - FO DEI e
Presidium 23-24 13-14 17-18 15-16 12-13 10-11
Rio de Janeiro SR4 - RJ 27-28 24-25 15-16 19-20 17-18
Lagoa Santa SR5 - LS 6-7 10-11 8-9
SILÊNCIO 5-6 26-27/11
Marília SR6 - MA 27-28 24-25 29-30 26-27 17-18
Patos de Minas SR7 - PM 13-14 17-18 15-16 19-20 17-18
Lorena SR8 - LO 27-28 17-18 8-9 19-20 10-11
Núcleo de Porto Alegre SR1 - PA 27-28 29-30
Núcleo de Belém SR2 - BL 27-28 29-30
Núcleo de Manaus SR2 - MN 27-28 5-6
Núcleo de Cuiabá SR2 - CUI 27-28 29-30
Núcleo de Vitória SR4 - VI 17-18 26-27
Conferências
nacionais

7
Outras Conferências 2016
Conferências Anuais do Trabalho da Mocidade
Janeiro Grupo A Grupo B Grupo C Grupo D
Jarinu 19-24
Lagoa Santa 19-23
Fortaleza 18-23
Patos de Minas 19-23

Semana de Trabalho do Grupo de Jovens Rosa-Cruzes


Fortaleza 16 a 22 de julho

Conferência Anual do Grupo de Jovens Rosa-Cruzes


Pedra Angular - Jarinu 12 a 13 de novembro

8
AGENDA

2016
janeiro 2016
1 S
2 S
3 D
4 S
5 T
6 Q
7 Q
8 S
9 S
10 D
11 S
12 T
13 Q
14 Q
15 S
16 S
17 D
18 S D FO (18 a 23)
19 T A LS (19 a 23) B PM (19 a 23) C JA (19 a 24)
20 Q
21 Q
22 S
23 S
24 D
25 S
26 T
27 Q
28 Q
29 S
30 S
31 D
O chamado para as núpcias

Hoje, hoje, hoje,


é o dia das núpcias do rei.
Se para nelas tomar parte hás nascido
e por Deus para a alegria eleito foste,
podes vir até a montanha
em que os três templos se encontram
e lá o milagre contemplar.
Sê vigilante! Examina-te prudentemente!
Se te não purificares,
as núpcias podem causar-te dano.
Quem dos pecados não se lavar,
demasiado leve achado será!
[...] A narração começa numa noite da véspera de Páscoa, [quando
C.R.C. recebe o convite para as núpcias]. Como sabeis, a Páscoa é a
festa da ressurreição. [...] C.R.C. está voltado para a ressurreição no
novo campo de vida, voltado para a vida original [...]
Quando um homem tem esse anseio, então cada dia é “a noite da
véspera de Páscoa”. Se tem semelhante anseio, ele sabe que esse dia
há de vir. [...] Pela persistência nos esforços, chega... uma resposta a
essa busca... desencadeia-se terrível vento [...] Trata-se aqui de uma
tempestade magnética... [por] estarmos entrando em ligação com
outro campo magnético e submetendo-nos a sua influência [...]
O insólito novo toque magnético deixa sinais. Depois dele o can-
didato já não é o homem de antes. Quem foi chamado leva... um
sinal, uma marca... no santuário do coração. Quem está assim assi-
nalado [...] abriu-se à Gnosis: o botão-de-rosa desabrochou.
Por isso, Christian Rosenkreuz encontra na carta um selo, em que
está gravada uma cruz, com a inscrição: “Por este sinal vencerás”.
Quem está selado com esse sinal da Fraternidade pode estar
sossegado, pois este é o sinal da Ordem, o sinal que não pode ser
negado. É o sinal no sangue e no corpo que permite a cada um
reconhecer os outros e ser por eles reconhecido.
As Núpcias Alquímicas, Tomo I, Primeiro Dia, p. 13-24
11
fevereiro 2016
1 S
2 T
3 Q
4 Q
5 S
6 S PM (6-9)
7 D
8 S
9 T
10 Q
11 Q
12 S
13 S JA - LS - BR (13-14)
14 D
15 S
16 T
17 Q
18 Q
19 S
20 S FO - RJ - PM (20-21)
21 D
22 S
23 T
24 Q
25 Q
26 S
27 S MA - PA - BL - CUI (27-28)
28 D
29 S
O sonho de C.R.C. - as sete
cordas da salvação

C.R.C., o homem em quem o sinal da Ordem está gravado no


coração, é chamado ... para o trabalho de recriação, para a trans-
figuração [...] Para isso ele considera-se, porém, completamente
indigno... não sabendo, pois, o que fazer [...] Exausto, ele ador-
mece. Durante o sono tem um sonho em que sua situação lhe
é esclarecida.
Parece-lhe como se ele, juntamente com uma multidão de pes-
soas, estivesse aprisionado no calabouço de um escuro poço [...]
Cada um procurava subir por cima dos outros [...] Ninguém en-
xergava nada, tudo era escuro como breu. [...] Destarte descreve
C.R.C. a realidade da ordem mundial dialética: um caos de indiví-
duos egocêntricos.
[...] Em seguida lemos que ... é levantada a cobertura da torre, o que
faz penetrar um pouco de luz no interior. A sensibilidade aumenta à
medida que o esgotamento aumenta. Desenvolve-se sensibilidade
à nova luz, que se expressa no sangue como nostalgia ou amargura.
A essa luz comprende-se... o estado em que nos encontramos.
[...] A atividade da Fraternidade Universal consiste em fazer baixar
uma corda. Este fato repete-se por sete vezes. Em todo o período
de esgotamento da humanidade desenvolve-se semelhante ativi-
dade sétupla da Fraternidade salvadora que, entre outras coisas,
expressa-se mediante o estabelecimento de uma escola espiritual.
[...] O sinal [da Ordem] é uma prova da admissão não com base no
mérito, e sim com base na graça. Embora não seja prova alguma de
elevação,... [ele é] a prova de... uma separação da natureza dialética.
Sobre a base da isenção pode o aluno iniciar a grande obra.
As Núpcias Alquímicas, Tomo I, Primeiro Dia, p. 37-41

13
março 2016
1 T
2 Q
3 Q
4 S
5 S JA - LS - MN (5-6)
6 D
7 S
8 T
9 Q
10 Q
11 S
12 S BR - LO - VI (12-13)
13 D
14 S
15 T
16 Q
17 Q
18 S
19 S FO - RJ - MA - PM (19-20)
20 D
21 S
22 T
23 Q
24 Q
25 S JA (25-27) PÁSCOA
26 S
27 D
28 S
29 T
30 Q
31 Q
Seguir a voz da alma
[Quatro caminhos levam às núpcias. Indeciso, C.R.C. fica com fome
e partilha seu pão com uma pomba branca. Esta é atacada por um
corvo, e, para protegê-la, C.R.C. acaba tomando espontaneamente
um dos caminhos.]
Quando um candidato [está] a caminho ... das núpcias alquímicas,
nele sempre falam as vozes das duas naturezas. A nova natureza
da alma nascente fala em nome da Gnosis; a velha natureza fala
em nome do eu dialético. Ambas ... estão sempre em conflito [...] É
extremamente cansativo e ... desconcertante... ouvir as duas vozes.
Quem tenta fazê-lo e busca um compromisso, ... sempre toma o
caminho errado. Em determinado momento ei-lo de mãos vazias
e, muitas vezes, em situação pior do que essa.
Quem isso descobriu e experimentou, geralmente com muita
amargura, decide nunca mais dar ouvidos à velha voz. Tal homem
sempre rejeitará o corvo negro – o eu autoconservador – e tomará
sempre em sua proteção a pomba branca – o novo estado de alma.
A voz da Gnosis ... nunca entra em conflito [...] Ela limita-se a um
tranquilo irradiar. Todavia, a voz da natureza sempre procura eclip-
sar a influência da outra e assumir a direção em nós. Isso desperta
uma tensão interior, principalmente em momentos em que uma
decisão definitiva tem de ser tomada. Quando, em tal situação, o
aluno dedica-se espontaneamente... à voz da alma, quando enxota
“o corvo negro” ... ele sempre toma incontinenti o bom caminho [...]
Este é um axioma da senda que leva à vida: quem segue a voz da
alma sempre terá bom êxito e será abençoado, pois o desenvol-
vimento da alma nunca é dirigido pelo eu e relaciona-se com um
processo que conduz ao objetivo estabelecido por Deus.

As Núpcias Alquímicas, Tomo I, Segundo Dia, p. 82-3

15
abril 2016
1 S
2 S
3 D
4 S
5 T
6 Q
7 Q
8 S
9 S BR - LS (Silêncio) - LO (9-10)
10 D
11 S
12 T
13 Q
14 Q
15 S
16 S FO - PM - RJ (16-17)
17 D
18 S
19 T
20 Q
21 Q
22 S
23 S MA (23-24)
24 D
25 S
26 T
27 Q
28 Q
29 S
30 S JA (30/4 a 1/5)
O pão da natureza e o pão da vida
Concluímos do relato que C.R.C. [tomou sua decisão espontanea-
mente, sem considerações racionais]. Ele protege espontaneamen-
te em si a pomba branca [com a qual compartilha o pão] e segue,
portanto, o bom caminho. Assim, ... a nova consciência faz com que
ele tome um caminho, em que não lhe é permitido retornar um
passo sequer. Essa também é uma característica da vida da alma: as
coisas feitas com relação a esse aspecto são irrevogáveis.
Por fim, vê-se que C.R.C. deixa junto à árvore sua sacola com pão
e já não pode ir apanhá-la. Um vento tão forte levanta-se, logo
que ele tenta retornar, que lhe é impossível recuar. Ter consigo
uma sacola de pão aponta para um conhecido hábito dialético.
Deseja-se ter uma provisão daquilo que muito se necessita e pro-
teger-se ... de eventualidades. Nenhum de nós desconhece que
na natureza da morte isso é necessário. Precisa-se sempre contar
com um possível perigo, por exemplo, o de que ... já não se tenha
nenhum alimento.
Utilizar tal atitude de vida, porém, no estado de alma vivente, é
uma atitude completamente falsa, pois quem vive da alma haure
de uma fonte de força vivente, que flui permanente: jamais está
na condição de já não ter nenhum pão da vida. A sacola de pão,
nessas circunstâncias, é completamente supérflua.
Além disso, um homem-alma tem o dever de irradiar e de repartir
imediatamente tudo o que nele se libera em força-alma vivente.
Por isso, o homem-alma é o homem que jamais deixa para ama-
nhã o que pode fazer hoje. A força-alma flui da eterna fonte da
divindade, da grande comunidade dos filhos de Deus.

As Núpcias Alquímicas, Tomo I, Segundo Dia, p. 84-6

17
maio 2016
1 D
2 S
3 T
4 Q
5 Q
6 S
7 S BR (7-8)
8 D
9 S
10 T
11 Q
12 Q
13 S
14 S FO - PM - LO - VI (14-15)
15 D
16 S
17 T
18 Q
19 Q
20 S
21 S RJ - LS - MA (21-22)
22 D
23 S
24 T
25 Q
26 Q
27 S
28 S JA (28-29) EKK
29 D
30 S
31 T
Os sete pesos
No Templo do Julgamento cada candidato é provado segundo
seu valor e julgado pelo Espírito Sétuplo e pelas correspondentes
sete Fraternidades do Santo Graal, que estão ativas no mundo em
nome da Corrente Universal.
[...] Ouvistes falar dos sete pesos, dos três grandes e dos quatro
pequenos [...] As primeiras três iniciações nos pequenos mistérios,
que devem ser vivenciadas primeiro, referem-se:
ao verdadeiro conhecimento de Deus;
ao verdadeiro conhecimento do Amor Universal;
ao verdadeiro conhecimento da Sabedoria.
Esses são os três primeiros pesos que, embora de formas, valores
e aspectos diferentes, não podem ser considerados ... [separada-
mente]. [...] Eles são como os três lados de um triângulo equilá-
tero. [...] Eles são ... os três primeiros raios do Espírito Sétuplo, aos
quais o candidato deve reagir em vivência positiva.
[...] [Segue-se, então, o quadrado da construção, a prática dos
outros quatro pesos]. É evidente que o candidato aos pequenos
mistérios tem de:
1. ser inabalável em sua dedicação;
2. difundir a harmonia ... ;
3. realizar em seu trabalho um desenvolvimento bem entrosado
e lógico;
4. ser, em todos os aspectos de sua prestabilidade, um homem
verdadeiramente sacerdotal.
O aluno valoroso, com a positiva demonstração interior de seu
estado de ser, venceu plenamente a prova da balança. Ele foi pe-
sado com os sete pesos do número perfeito e não foi achado
demasiado leve.
As provas não estão registradas abstratamente em algum lugar,
porém ele as mostra mediante posse absoluta: [...] ser verdadeiro
servidor de Deus e dos homens, e isso no sentido pleno da palavra.
As Núpcias Alquímicas, Tomo I, Terceiro Dia, p. 159-85
19
junho 2016
1 Q
2 Q
3 S
4 S PA - BL - MN - CUI (4-5)
5 D
6 S
7 T
8 Q
9 Q
10 S
11 S JA - BR - LS (11-12)
12 D
13 S
14 T
15 Q
16 Q
17 S
18 S FO - PM - LO (18-19)
19 D
20 S
21 T
22 Q
23 Q
24 S
25 S MA - RJ (25-26)
26 D
27 S
28 T
29 Q
30 Q
O critério astral
Já vos falamos acerca dos dois campos astrais, entre os quais se
estende como domínio intermediário o Templo do Julgamento,
o Templo de Iniciação.
O primeiro campo astral é o campo da natureza da morte, ... [ajusta-
do] perfeitamente ao ser nascido da natureza ... comum. É o campo da
esfera refletora, que está plena de impiedade e de desnaturalidades.
O segundo campo astral é o da terra santa, o campo de serenida-
de e de pureza superiores. Ele diferencia-se do primeiro, antes de
tudo, por uma vibração muito mais elevada. [...]
O que é, pois, um campo astral? O que é ... a substância astral? A
substância astral compõe-se de átomos astrais. Ela é a substância
original, o substrato cósmico que se encontra por toda a parte
no Universo [...] Um campo astral é uma concentração de seme-
lhantes átomos astrais [...] Semelhante campo forma-se mediante
uma força, [...] uma ideia repentina já provoca uma condensação,
uma concentração de átomos de substância astral. Uma série de
pensamentos exerce, portanto, força enorme.
[...] O homem atrai para si, portanto, um campo astral correspon-
dente a seu estado mental. Todos nós possuímos determinada
mentalidade ... e nosso campo astral particular, ... que se harmoni-
za com ela. [...] A natureza vibratória de nosso corpo astral deter-
mina o tipo de forças atraídas ou repelidas. O fator vibratório é
sempre o elemento de proteção e defesa de nosso campo astral.
[...] Quanto mais sutil for vossa vida mental, quanto mais puros e
elevados forem vossos pensamentos, mais altas serão as vibra-
ções de vosso campo astral.
Se neste momento, vossos pensamentos se elevarem bem alto
e se juntarem aos nossos, nas correntes espirituais das núpcias
alquímicas, e a elas vos sentirdes ligados, vosso corpo astral atin-
girá, no mesmo instante, uma vibração mais elevada, experimen-
tareis incontinenti sua serenidade [...] [e vos abrireis] às radiações
da Fraternidade.
As Núpcias Alquímicas, Tomo I, Terceiro Dia, p. 266-9
21
julho 2016
1 S
2 S
3 D
4 S
5 T
6 Q
7 Q
8 S
9 S
10 D
11 S
12 T
13 Q
14 Q
15 S
16 S FO - Semana de Trabalho GJR (16 a 22)
17 D
18 S
19 T
20 Q
21 Q
22 S
23 S FO - DEI e Presidium (23-24)
24 D
25 S
26 T
27 Q
28 Q
29 S
30 S
31 D
A iniciação de Mercúrio
Logo a seguir, [...] abriu-se outra porta, que eu nunca vira aberta
antes, e dava acesso à escada real em espiral. A virgem nos condu-
ziu acima ... pelos trezentos e sessenta e cinco degraus da escada.
[...] A porta para essa escada sempre se abre quando as condições
prévias para o candidato ... estão presentes. Na cifra trezentos e
sessenta e cinco reconhecemos o número mercurial [...] Mercú-
rio, denominado com razão o mensageiro dos deuses, vivifica a
necessidade de purificar as irradiações manifestadas do Espírito,
ligá-las com a alma e, assim, manifestá-las no corpo.
Quando a força da alma é ligada à força do Espírito, algo se abre
no ser do homem. Isto, porém, somente quando essa abertura se
realiza no sentido do verdadeiro discipulado gnóstico [...]
É um caminho pela matéria, qual via crucis, em perfeita autorren-
dição. A via crucis da ausência do eu, o caminho de João: “Não eu,
porém o Outro. Ele deve crescer, e eu, diminuir”.
Quem trilha esse caminho ganha a alma e, com ela, o Espírito. [...]
As sete fontes da consciência na cabeça são tocadas pela água
viva. E ... o homem que trilhou o caminho também tem de beber
esta água, portanto, deve agir e viver dela. E incontinenti se inicia
a transfiguração.
A fase mercurial começa, fase que tem três aspectos: [...] alma, Es-
pírito e corpo, pois nesse processo a alma vem em primeiro lugar.
Ela é a noiva, que espera o noivo. Quando, pois, alma, Espírito e
corpo se aproximaram um do outro e o candidato forma o sím-
bolo vivente de Mercúrio, então também se abre a entrada para
a escada real em espiral, que forma uma ligação direta e exclusiva
entre cabeça e coração, em que, em dado momento, o chakra do
coração constitui a porta aberta.

As Núpcias Alquímicas, Tomo II, Quarto Dia, p. 23-6

23
agosto 2016
1 S
2 T
3 Q
4 Q
5 S
6 S JA - BR - LS (6-7)
7 D
8 S
9 T
10 Q
11 Q
12 S
13 S FO - PM (13-14)
14 D
15 S
16 T
17 Q
18 Q
19 S
20 S
21 D
22 S
23 T
24 Q
25 Q
26 S
27 S MA - LO - PA - BL - MN - CUI - RJ (27-28)
28 D
29 S
30 T
31 Q
A morte que leva à vida
Quem quiser realizar as núpcias alquímicas de C.R.C. tem de saber
primeiro o que faz e por que o faz: o primeiro dia.
Seus motivos têm de ser puros, seu anseio tem de estar em con-
cordância com eles, e ele tem de sair-se vitorioso, por essa razão,
em sete provas: o segundo dia.
Tudo o que é ímpio tem de ser consumido pelo fogo, tudo o que
é falso e inverossímil assim como todo o egoísmo tem de ser
expulsos: o terceiro dia.
Em seguida, todo o estado de consciência do candidato nascido
na Natureza, elevado na luz dupla da Gnosis, tem de morrer a
morte voluntária da endura: o quarto dia.
No final desse dia, com base nesse fundamento, o Espírito Sétu-
plo pode ser vertido. Esse Espírito Sétuplo acolhe os aspectos
que morreram enduristicamente para transfigurá-los completa-
mente e conduzi-los à ressurreição. Para isso, um dos sete raios
permanece no candidato a fim de realizar o trabalho inicial [...]
Ele é o primeiro raio, que é denominado “O Senhor da Vida e da
Morte”. E seus seis irmãos se retiram até que o trabalho de base, o
trabalho de restauração, esteja realizado.
Após C.R.C. ter sondado tudo isso conscientemente, ele cai em
sono profundo [...] O quarto dia terminou. Apoiado e ilumina-
do pela Gnosis, o candidato, que declinou na endura mediante
o sacrifício de toda a sua entidade nascida da Natureza, ingressa
agora no quinto dia, completamente conduzido, sustentado e
renascido pelo próprio Espírito Santo. Todas as coisas são nesse
Espírito e por esse Espírito. Assim, dessa hora em diante, o candi-
dato se torna um homem sumo sacerdotal, pois a nova vontade
é inflamada no primeiro raio do Espírito Sétuplo.
As Núpcias Alquímicas, Tomo II, Quarto Dia, p. 124-5
25
setembro 2016
1 Q
2 S
3 S JA (3-4)
4 D
5 S
6 T
7 Q
8 Q
9 S
10 S BR - LS (10-11)
11 D
12 S
13 T
14 Q
15 Q
16 S
17 S FO - PM - LO - VI (17-18)
18 D
19 S
20 T
21 Q
22 Q
23 S
24 S MA - RJ (24-25)
25 D
26 S
27 T
28 Q
29 Q
30 S
A força transformadora do Amor
Abençoado é o homem que, compreendendo sua pobreza, an-
seia pelo Espírito e, em consequência disso, acha a senda de li-
bertação. Nessa senda, quem vivencia a alvorada do quinto dia
achará e verá com os próprios olhos ... o tesouro real, isto é, a
Vênus dos mistérios em realidade revelada, perfeita e indescriti-
velmente bela [...]
Despertar esse mistério é a meta do quinto dia. Liberar o amor de
Deus é a tarefa para a nova vontade sacerdotal [...] Falamos minu-
ciosamente sobre o tesouro real, que jaz enterrado no santuário
do coração de todo homem, ou seja, a centelha divina, a rosa,
Vênus, o Amor universal.
[...] A força primordial do Amor ... provoca um processo de ...
transformação [...] no sangue, no éter nervoso e na secreção in-
terna. Quem anda o caminho de Christian Rosenkreuz libera em
si três forças positivas, novas, puras. Elas constituem, literalmente,
os frutos do Amor de Deus e do homem nascido da Natureza que
se entregou a esse Amor.
Verdadeiramente: esse Amor dá a todos os que o aceitam a força
para tomar-se novamente filhos de Deus! [...] Por isso, com esse
elixir dourado tríplice também é recebida a realeza, e com ele o
rei e a rainha são despertados para a vida [...]
[...] Quem adentra o processo de transformação e conscientiza-
ção gnósticas entra também, literal e corporalmente, em um pro-
cesso de transmutação alquímica, em um processo, no crescente
incêndio do Amor, em que os metais inferiores são transmutados
nos superiores até que finalmente surja o puro ouro.
As Núpcias Alquímicas, Tomo II, Quinto Dia, p. 138-46

27
outubro 2016
1 S JA (1-2)
2 D
3 S
4 T
5 Q
6 Q
7 S
8 S BR - LS (Silêncio) - LO (8-9)
9 D
10 S
11 T
12 Q
13 Q
14 S
15 S FO - RJ - PM (15-16)
16 D
17 S
18 T
19 Q
20 Q
21 S
22 S
23 D
24 S
25 T
26 Q
27 Q
28 S
29 S MA - PA - BL - CUI (29-30)
30 D
31 S
O compêndio da senda inteira
... Colocamo-vos agora perante a poderosa palavra da Fama Fraternitatis:
Inflamado pelo Espírito de Deus,
Morto em Jesus, o Senhor,
Renascido pelo Espírito Santo.
Este mantra é o compêndio da senda inteira. O candidato aos Mistérios
da Rosa-Cruz..., mediante orientação de vida dirigida ao novo estado de
alma, deve primeiro ser animado e inflamado pelo Espírito Sétuplo. A
consequência disso deve ser e será impreterivelmente completo declínio
sétuplo da natureza em Jesus, o Senhor, isto é, o ser-eu e o ânimo nascido
da Natureza, em seus diversos aspectos, têm de morrer enduristicamente.
Mesmo assim, a personalidade nascida da Natureza é um instrumentário
que é animado por forças vitais naturais. Se essas forças não estivessem
presentes, a personalidade não existiria e se desfaria. Nosso eu nascido da
Natureza é o mantenedor do corpo e nada mais.
Este sustentador do corpo... tem de receber o Espírito e o novo estado de
alma como os verdadeiros rei e rainha, como as únicas forças condutoras
do sistema inteiro. Por isso, o administrador temporário do corpo tem de
desempenhar papel completamente servidor e não egocêntrico através
de um processo que denominamos endura, a fim de que o Espírito e a
alma reinem e possam conduzir o sistema todo ao bem superior, à liberta-
ção completa. Denominamos a totalidade dessa gênese ... renascimento
ou ressurreição [...]
O renascimento deve ser seguido invariavelmente por uma transfigura-
ção, uma mudança no sistema inteiro, a qual tem como objetivo ade-
quá-lo e torná-lo apto a uma vida onipresente em todos os domínios da
matéria e do Espírito. Para tornar possível essa transfiguração ou trans-
formação é necessária, portanto, a posse da alma-espírito imanente. Eis
por que os rosa-cruzes falam de núpcias alquímicas, isto é, de uma des-
cida e de uma conscientização da alma-espírito no corpo para tornar a
transfiguração possível.

As Núpcias Alquímicas, Tomo II, Quinto Dia, p. 159-60


29
novembro 2016
1 T
2 Q
3 Q
4 S
5 S JA - LS - MN (5-6)
6 D
7 S
8 T
9 Q
10 Q
11 S
12 S BR - FO (12-13)
13 D
14 S
15 T
16 Q
17 Q
18 S
19 S RJ - PM - LO (19-20)
20 D
21 S
22 T
23 Q
24 Q
25 S
26 S MA - VI - LS (26-27)
27 D
28 S
29 T
30 Q
A ressureição do Novo Homem

“Ó meus amados, continuai a trabalhar!


Se o quiserdes, pedi o ouro do Espírito,
pois vossa cura apoia-se na força da lança do Santo Graal.
É a vontade do Logos que assim aconteça.
O grupo fiel dos verdadeiros alquimistas
reuniu nessa caldeira o que fogo, terra, ar e água
não conseguiram extrair das cinzas santas de nossos reis e rainhas.
Quando o processo for consumado, daí ressurgirá,
mediante a unidade reestabelecida do Espírito, da alma e do
corpo:
o Três Vezes Grande,
o Sublime, o Salvador, o Portador do Remédio Universal.
Ele, que é o Primeiro e o Último,
O Alfa e o ômega,
O Princípio e o Fim”.
Estas palavras mágicas, ditas ... aos candidatos ... no quarto pavi-
mento da Torre do Olimpo, também são válidas de fato para vós,
leitor interessado. [Se ansiais pela] pela libertação, se também ...
[desejais] seguir Christian Rosenkreuz na senda das núpcias alquí-
micas, então também a vós é dito:
“Começai, caminhai, orai e trabalhai!” Trabalhai com perseverança
e, mediante nova atitude de vida, abri-vos ao ouro do Espírito,
às forças purificadoras, auxiliadoras e impulsionadoras da Gnosis
[...] [Se prosseguirdes] nesse caminho, através de todas as fases...
das Núpcias Químicas de Christianus Rosencreutz, [...] certamente
tereis êxito!
[...] Porque esse caminho é a realização da vontade do Logos [...]
Porque, se retornardes à obediência à Lei universal do Todo, nada
poderá impedir-vos de alcançar a libertação e a manifestação da
“Pérola de Grande Valor”, o botão-de-rosa, que jaz em vosso san-
tuário do coração qual tesouro incomparável.
As Núpcias Alquímicas, Tomo II, Sexto Dia, p. 242-4

31
dezembro 2016
1 Q
2 S
3 S JA (3-4)
4 D
5 S
6 T
7 Q
8 Q
9 S
10 S BR - FO - LO (10-11)
11 D
12 S
13 T
14 Q
15 Q
16 S
17 S RJ - MA - PM (17-18)
18 D
19 S
20 T
21 Q
22 Q
23 S
24 S
25 D
26 S
27 T
28 Q
29 Q
30 S
31 S
A criação realizadora

O trabalho de Deus com nossa humanidade, que na linguagem


do Gênesis progrediu até o sexto dia, ainda não chegou ao fim.
[...] E o sétimo dia da criação, o dia da realização, o grande dia de
Deus apenas começa quando um ser humano inicia sua constru-
ção-alma. Eis aqui do que se trata!
[...] Quem constrói a alma constrói a eternidade. [...] A bem-aven-
turança ... da renovação é a força, a hora matutina, que apareceu
no horizonte da vida. E todo o trabalho grandioso da Fraternidade
da Rosa-Cruz prossegue nessa certeza. Ela surgiu nos últimos dias,
pode-se dizer assim, para auxiliar e servir aos que o desejam. [...]
[Por] isso ela pode nomear-se ... a fraternidade vivente de Cristo,
a qual eternizou de modo sétuplo as sete rosas como um átomo
primordial sétuplo imarcescível, de maneira que o fogo serpenti-
no ... possa ser despertado de seu sono de morte!
Podeis pensar em algo mais magnífico do que poder entrar [...]
no Jardim das Rosas da Eternidade, onde a própria vida, a vida de
Deus manifesta-se como contínuo nascimento de magnificência
em magnificência?
Assim a morte terá um fim. A própria vida se tornará luz, nascida
no roseiral do Espírito Santo. A sepultura desta existência mate-
rial tem de ser fechada para todos nós!
[...] Já estais além da fronteira do novo início? Se não, então apres-
sai-vos, pois o novo início é o sétimo dia, o dia do Senhor, vosso
Deus! E importa que esse dia possa festejar sua hora matutina em
toda a vossa vida. Que todos vós possais tornar-vos testemunhas
radiantes disso.
As Núpcias Alquímicas, Tomo II, Sétimo Dia, p. 256-60

33
Calendário 2017
janeiro fevereiro março
S 2 9 16 23 30 S 6 13 20 27 S 6 13 20 27
T 3 10 17 24 31 T 7 14 21 28 T 7 14 21 28
Q 4 11 18 25 Q 1 8 15 22 Q 1 8 15 22 29
Q 5 12 19 26 Q 2 9 16 23 Q 2 9 16 23 30
S 6 13 20 27 S 3 10 17 24 S 3 10 17 24 31
S 7 14 21 28 S 4 11 18 25 S 4 11 18 25
D 1 8 15 22 29 D 5 12 19 26 D 5 12 19 26
abril maio junho
S 3 10 17 24 S 1 8 15 22 29 S 5 12 19 26
T 4 11 18 25 T 2 9 16 23 30 T 6 13 20 27
Q 5 12 19 26 Q 3 10 17 24 31 Q 7 14 21 28
Q 6 13 20 27 Q 4 11 18 25 Q 1 8 15 22 29
S 7 14 21 28 S 5 12 19 26 S 2 9 16 23 30
S 1 8 15 22 29 S 6 13 20 27 S 3 10 17 24
D 2 9 16 23 30 D 7 14 21 28 D 4 11 18 25
julho agosto setembro
S 3 10 17 24 31 S 7 14 21 28 S 4 11 18 25
T 4 11 18 25 T 1 8 15 22 29 T 5 12 19 26
Q 5 12 19 26 Q 2 9 16 23 30 Q 6 13 20 27
Q 6 13 20 27 Q 3 10 17 24 31 Q 7 14 21 28
S 7 14 21 28 S 4 11 18 25 S 1 8 15 22 29
S 1 8 15 22 29 S 5 12 19 26 S 2 9 16 23 30
D 2 9 16 23 30 D 6 13 20 27 D 3 10 17 25
outubro novembro dezembro
S 2 9 16 23 30 S 6 13 20 27 S 4 11 18 25
T 3 10 17 24 31 T 7 14 21 28 T 5 12 19 26
Q 4 11 18 25 Q 1 8 15 22 29 Q 6 13 20 27
Q 5 12 19 26 Q 2 9 16 23 30 Q 7 14 21 28
S 6 13 20 27 S 3 10 17 24 S 1 8 15 22 29
S 7 14 21 28 S 4 11 18 25 S 2 9 16 23 30
D 1 8 15 22 29 D 5 12 19 26 D 3 10 17 25 31

Feriados Abr 14 Sexta-feira Santa Set 7 Independência do Brasil


Nacionais de 2017 21 Tiradentes Out 12 N. S. da Aparecida
Mai 1 Dia do Trabalho Nov 2 Finados
Jan 1 Confraternização Universal Jun 15 Corpus Christi 15 Procl. da República
Fev 2 8 Carnaval Dez 25 Natal

34
Endereços
Sede Central no Brasil
endereço Rua Sebastião Carneiro, 215 – Aclimação
CEP/cidade 01543-020 – São Paulo – SP
telefone e fax (11) 3208-8682
e-mail saopaulo@lectoriumrosicrucianum.org.br

Centro de Conferências Pedra Angular


endereço Av. Vereador João Pedro Ferraz, 605 - Bom Retiro
end. correspondência Caixa Postal 39
CEP/cidade corresp. 13.240-970 – Jarinu – SP
telefone/fax (11) 4016-4234 fax (11) 4016-3405
e-mail jarinu@lectoriumrosicrucianum.org.br

Pentagrama Publicações
endereço Av. Vereador João Pedro Ferraz, 605 - Bom Retiro
end. correspondência Caixa Postal 39
CEP/cidade corresp. 13240-970 – Jarinu – SP
telefone/fax (11) 4016-1817 fax (11) 4016-3405
e-mail livros@pentagrama.org.br
assinatura@pentagrama.org.br

Bauru – SP
Núcleo de Bauru
Endereço Rua Monsenhor Claro, 13 - 17 - Vila Mesquita
CEP 17014-360
telefone (14) 3236-4217
e-mail bauru@lectoriumrosicrucianum.org.br

Belém – PA
Núcleo de Belém
endereço Tv. Dr. Moraes, 115 – Bairro Nazaré
entre Av. Nazaré e Brás de Aguiar
CEP/cidade corresp. 66033-080 – Belém – PA
telefone (91) 8136-7654, ou 8043-7002
e-mail belem@lectoriumrosicrucianum.org.br

Brasília – DF
Núcleo e Centro de Conferências Água Viva
endereço SHIN EQL 6/8 Lote C – Lago Norte
CEP/cidade 71520-150 – Brasília – DF
telefone (61) 3577-4361
e-mail brasilia@lectoriumrosicrucianum.org.br

Cuiabá - MT
Núcleo de Cuiabá
endereço Rua Coronel Neto, 904 - Bairro Goiabeiras
CEP/cidade 78032-110 – Cuiabá – MT
telefone (65) 3624-1061, 9288-5775 ou 8113-5115
35
Endereços
Campinas – SP
Núcleo de Campinas
endereço Rua José Ademar Etter, 80 – Vila Marieta
CEP/cidade 13042-110 – Campinas – SP
end. correspondência Caixa Postal 949 - CEP 13042-110
telefone (19) 3233-7601 - 99794-5011 ou 99666-4884
e-mail campinas@lectoriumrosicrucianum.org.br
Fortaleza – CE
Núcleo e Centro de Conferências Nova luz
endereço Rua dos Maias, 90 - Eng. Luciano Cavalcante
CEP/cidade 60813-805 – Fortaleza - CE
telefone (85) 3278-1076 fax (85) 3239-1618
e-mail fortaleza@lectoriumrosicrucianum.org.br
Itapetininga – SP
Núcleo de Itapetininga
endereço Rua Horácio Steidle, 185 – Retiro Santana
CEP/cidade corresp. 18206-630 – Itapetininga – SP
telefone / fax (15) 3271-8137
e-mail itapetininga@lectoriumrosicrucianum.org.br
Jarinu – SP
Núcleo de Jarinu
endereço Av. Vereador João Pedro Ferraz, 605 - Bom Retiro
CEP/cidade 13.240-000 - Jarinu, SP
telefone/fax (11) 4887-1733, 97605-3322 e 98204-1814
e-mail nucleojarinu@lr.org.br
Lagoa Santa – MG
Núcleo e Centro de Conferências Fênix
endereço Rua Oricuris, 515 – Bairro Recanto do Poeta
CEP/cidade corresp. 33400-000 – Lagoa Santa – MG
telefones (31) 3687-0891
e-mail lagoasanta@lectoriumrosicrucianum.org.br
Lorena – SP
Núcleo e Centro de Conferências de Lorena
endereço Estrada Municipal do Rio Taboão, km 3,8
Bairro Figueiredo
end. correspondência Caixa Postal 31
CEP/cidade corresp. 12600-970 – Lorena – SP
telefone / fax (12) 99126-0536 ou 99776-2064
e-mail lorena@lectoriumrosicrucianum.org.br
Manaus – AM
Núcleo de Manaus
endereço Rua 10 de Julho, 21 – Centro
CEP/cidade 69010-060 – Manaus – AM
end. correspondência Caixa Postal 392 - CEP: 69010-060
telefone / fax (92) 3234-4431, 9172-0514, 8823-4322 ou 8132-1906
e-mail manaus@lectoriumrosicrucianum.org.br
36
Endereços
Marília – SP
Núcleo e Centro de Conferências Aurora
endereço Al. Rosacruz Áurea, 96 – Jardim Europa
CEP/cidade 17514-411 – Marília – SP
telefone / fax (14) 3422-2881
e-mail marilia@lectoriumrosicrucianum.org.br

Patos de Minas – MG
Núcleo e Centro de Conferências Graal
endereço Rodovia BR 365 – Km 409 - Distrito Industrial
end. correspondência Rua Abílio Braz de Queiroz, 36 – Jardim América
CEP/cidade corresp. 38701-076 – Patos de Minas – MG
telefone (34) 3814-2807 (nos finais de semana)
e-mail patosdeminas@lectoriumrosicrucianum.org.br

Porto Alegre – RS
Núcleo de Porto Alegre
endereço R. Dona Zulmira, 396 salas 201 e 202- Cavalhada
CEP/cidade CEP: 90830-240 - Porto Alegre - RS
telefone (51) 9971-8855 ou (51) 9245-1602
e-mail portoalegre@lectoriumrosicrucianum.org.br

Ribeirão Preto – SP
Núcleo de Ribeirão Preto
Endereço Rua Vicente de Carvalho, 426 - Vila Seixas
CEP 14020-040
telefone (16) 3624-8669, ou 3629-7308
e-mail ribeiraopreto@lectoriumrosicrucianum.org.br
Rio de Janeiro – RJ
Núcleo e Centro de Conferências Novo Sol
endereço Rua Marianópolis, 600 – Grajaú
CEP/cidade 20561-170 – Rio de Janeiro – RJ
telefone (21) 2572-9898 fax (21) 2238-6161
e-mail riodejaneiro@lectoriumrosicrucianum.org.br
São Paulo – SP
Núcleo e Templo de Aquarius
endereço Rua Sebastião Carneiro, 215 – Aclimação
CEP/cidade 01543-020 – São Paulo – SP
telefone (11) 3208-8682
e-mail saopaulo@lectoriumrosicrucianum.org.br

Vitória – ES
Núcleo de Vitória
endereço Rua Dr. José Francisco Monjardim,156 - Jucutuquara
CEP/cidade 29043-221 – Vitória – ES
telefone (27) 3235-7737
e-mail vitoria@lectoriumrosicrucianum.org.br
37
Endereços - Atividades Públicas
Endereços e programações sujeitas Curitiba - PR
a alterações. Confirme em nosso site: (47) 9947-5228 - curitiba@rosacruzaurea.org.br
www.rosacruzaurea.org.br Palestras públicas bimestrais, sábados, às 16h
(informações pelo telefone ou e-mail)
Bauru - SP
Rua Monsenhor Claro, 13-17 - Vila Mesquita Fortaleza - CE
(14) 3236-4217 ou 9772-4030 Rua dos Maias, 90 - Engenheiro Luciano
bauru@rosacruzaurea.org.br Cavalcante – Fortaleza - CE - (85) 3278-1076
Reuniões informativas semanais às 4as feiras, 20h fortaleza@rosacruzaurea.org.br
Reuniões Informativas aos sábados, conforme crono-
Belém - PA grama, 17h (informações pelo telefone, e-mail ou site)
Travessa Dr. Moraes, 115 - Nazaré (entre as Avs.
Nazaré e Comte Brás de Aguiar) (91) 8136-7654 Garuva - SC
ou 8043-7002 - belem@rosacruzaurea.org.br Av. Celso Ramos, 2032 - Centro (Próximo a
Reuniões Informativas nas 1ª e 3ª quartas-feiras Associação Cultural e Industrial de Garuva -
do mês, 20h ACIG) - (47) 3445-3951 ou (47) 9947-5228
garuva@rosacruzaurea.org.br
Belo Horizonte - MG Verifique calendário de atividades no site:
Rua dos Guajajaras, 410, sala 510- Centro www.rosacruzaurea.org.br/atividades/garuva
(Ed. Rotary) - (31) 3491-9825 ou 99137-0933
belohorizonte@rosacruzaurea.org.br Goiânia - GO
Reuniões informativas semanais às 4as feiras, 20h Novo endereço a ser confirmado
(consulte o site)
Botucatu - SP
Informações pelo telefone (14) 99675-0810 Itapetininga - SP
e pelo e-mail bauru@rosacruzaurea.org.br Auditório da Associação Comercial de
Reuniões informativas mensais, às 20h Itapetininga - R. José  Bonifácio, 608 - Centro
(15) 97426156, 97651393, 97027813, 32178601 ou
Brasília - DF 32718914 - itapetininga@rosacruzaurea.org.br
Quadra SHIN EQL 6/8, lote C - Lago Norte Palestras Públicas mensais às 4as feiras, 20h
(61) 3577-4361 - brasilia@rosacruzaurea.org.br (informações pelo telefone)
Reuniões Informativas na 1ª e 3ª quartas-feiras
0do mês, 20h Jarinu - SP
Av. Vereador João Pedro Ferraz, 605
Campinas - SP (antiga Av. Artibaia) - Bom Retiro
Rua José Ademar Etter, 80, Vila Marieta (11) 4887-1333, 97605-3322 e 98204-1814
Informações: (19) 3233-7601, 9794-5011 jarinu@rosacruzaurea.org.br
ou 9191-6781 - campinas@rosacruzaurea.org.br Reuniões informativas semanais às 4as feiras, 20h
Reuniões informativas semanais às 4as feiras, 20h30

Caxambu – MG Joinville – PR
Rua do Museu (R. José Carlos de Melo), s/nº (47) 3445-3951 ou 99475228
(Rotary Clube) - Centro – (12) 99126-0536 joinville@rosacruzaurea.org.br
lorena@rosacruzaurea.org.br Palestras públicas biimestralmente, aos sábados,
Palestras públicas trimestralmente às 19h às16h (informações pelo telefone)

Cuiabá - MT Juazeiro do Norte - CE


Rua Coronel Neto, 904 - Bairro Goiabeiras (85) 9662-9069
(65) 3624-1061, 9288-5775 ou 8113-5115 fortaleza@rosacruzaurea.org.br
cuiaba@rosacruzaurea.org.br Palestras públicas bimestralmente, aos sábados
Reuniões informativas semanais aos sábados, 17h (informações pelo telefone)
38
Endereços - Atividades Públicas
Lorena - SP
Av. Cap. Messias Ribeiro, 381 - Sala 2 Centro Ponta Grossa - PR
(12) 99126-0536 - lorena@rosacruzaurea.org.br R. Sete de Setembro, 800, s.704 - Centro
Reuniões informativas semanais às 4as feiras, 19h30 (Edifício Executivo Center) - (42) 3027-7427
Reuniões informativa/contemplativa quinzenais pontagrossa@rosacruzaurea.org.br
aos domingos, 16h Reuniões informativas semanais às 4as feiras, 20h

Macaé - RJ
(22) 98832-7089 e 99969-5015 Porto Alegre - RS
riodejaneiro@rosacruzaurea.org.br Rua Dona Zulmira, 396, salas 201 e 202
Reunião informativa mensal, aos sábados Cavalhada (Zona Sul) -(51) 9971-8855 ou
(informações pelo telefone ou e-mail) 9245-1602 - portoalegre@rosacruzaurea.org.br
Reuniões informativas semanais às 4as feiras, 20h
Manaus - AM
R. 10 de Julho, 21 - Centro (92) 3234-4431, Presidente Prudente - SP
9172-0514, 8823-4322, ou 8132-1906 (14) 3306-2213 e 3413-9065
manaus@rosacruzaurea.org.br marilia@rosacruzaurea.org.br
Reuniões informativas semanais às 4as feiras, 19h30 (informações pelo telefone ou e-mail)
Biblioteca aberta às 5as feiras,das 19h às 20h

Marília - SP Ribeirão Preto - SP


R. Vicente de Carvalho, 426 - Vila Seixas
Alameda Rosacruz Áurea, 96 – Jardim Europa (16) 3442-8617, 3629-7308, 3421-8917 ou 98175-5379
(14) 3306-2213 e 3413-9065 ribeiraopreto@rosacruzaurea.org.br
marilia@rosacruzaurea.org.br Reuniões informativas semanais às 4as feiras, 20h
Reuniões Informativas todas às quartas-feiras,
20 h (informações pelo telefone ou e-mail)
Rio de Janeiro - RJ
Natal - RN Rua Marianópolis, 600 - Grajaú - (21) 2572-9898
(85) 9171-9661 e 8729-3038 - riodejaneiro@rosacruzaurea.org.br
fortaleza@rosacruzaurea.org.br Reuniões informativas semanais aos domingos, 16h30
Palestras públicas trimestralmente, aos sábados
(informações pelo telefone ou e-mail)
Salvador - BA
Nova Friburgo - RJ Rua Politeama de Cima, 62 - Politeama - Centro
Novo endereço a ser confirmado salvador@rosacruzaurea.org.br
(consulte o site) Reuniões Informativas na 1ª e 3ª quartas-feiras
do mês, 20h
Patos de Minas - MG
Rua Abílio Braz de Queiroz, 36 - Jardim América Santos - SP
patosdeminas@rosacruzaurea.org.br Av. Conselheiro Nébias, 368-A, s/ 211 (próximo
(informações pelo e-mail ou site) à Assistência à Infância de Santos Gota de Leite)
(13) 3284-1154 - saopaulo @rosacruzaurea.org.br
Reuniões informativas semanais às 3as feiras, 20h

Patrocínio - MG
(34) 99122-9778 São José do Rio Preto - SP
patosdeminas@rosacruzaurea.org.br Informações pelo telefone (17) 98112-7114
Palestras públicas trimestralmente, aos sábados e pelo e-mail marilia@rosacruzaurea.org.br
(informações pelo telefone ou e-mail) Reuniões informativas mensais
39
Endereços
São José dos Campos - SP Teresina - PI
Av. 9 de Julho, 343 - 1º andar - Vila Adyana (85) 8732-1258 - fortaleza@rosacruzaurea.org.br
(12) 99126-0536 Palestras públicas trimestralmente, aos sábados
saojosedoscampos@rosacruzaurea.org.br (informações pelo telefone, e-mail ou site)
Palestras Públicas: um sábado por mês, às 17 h
Reuniões Informativas: uma 3a feira por mês, às 20h Tupã - SP
(informações pelo telefone, e-mail ou site) (14) 3306-2213 e 3413-9065
marilia@rosacruzaurea.org.br
São Lourenço - MG Reuniões informativas mensais
Rua Olavo Gomes Pinto, 421 - Sala 5 Centro – (informações pelo telefone, e-mail ou site)
(12) 99126-0536
saolourenco@rosacruzaurea.org.br Uberlândia - MG
Palestras Públicas: um sábado por mês, às 16h. (34) 99958-8808
Reuniões Informativas: uma 6a feira por mês, às 19h. patosdeminas@rosacruzaurea.org.br
(informações pelo telefone) Palestras públicas trimestralmente, aos sábados
(informações pelo telefone, e-mail ou site)
São Paulo - SP - Aclimação
Sede central no Brasil Vitória - ES
Rua Sebastião Carneiro, 215 - Aclimação Rua Aleixo Neto, 454 - Sala 703 - Edifício
(11) 3208-8682 - saopaulo@rosacruzaurea.org.br Quartier Center - Praia do Canto - (27) 3235-7737
ver datas das atividades no site vitoria@rosacruzaurea.org.br
Reuniões informativas semanais às 4as feiras, 20h
São Paulo - SP - Vila Madalena
R. Harmonia, 1031 - Sumarezinho Volta Redonda – RJ
(próx. à estação de metrô Vila Madalena) Rua 24, nº 279 (ABO) - Tangerinal
(11) 3095-8461 (com Débora) (12) 99126-0536
saopaulo@rosacruzaurea.org.br lorena@rosacruzaurea.org.br
Reuniões informativas semanais às4as feiras, 20h Palestra pública mensalmente à 3ª feira, às 19h30

São Pedro da Aldeia - RJ


Rua Dona Matilde, 62, Loteamento Arbués
Boqueirão (na altura da Estrada do Boqueirão, 3336)
(22) 9899-5796 ou 9815-7018
arbues62@gmail.com
Reuniões informativas semanais às 4as feiras, 19h.

Sorocaba - SP
R. Salvador de Oliveira Santos, 35 - Jardim Pagliato
(15) 9723-3302, ou 9742-6156,
sorocaba@rosacruzaurea.org.br
Reuniões informativas quinzenais - ver datas no site

Tatuí - SP
Rua Nilzo Vani, 136 - Nova Tatuí
hmssartini@gmail.com
Reuniões informativas quinzenais (informações
pelo e-mail)
40
Contas bancárias
Fundo Nacional Brasileiro
Favorecido: Lectorium Rosicrucianum - CNPJ 62.287.636/0001-13
Banco Itaú – Ag.:0190 - CC: 93.228-5 – São Paulo – SP

Fundo Nacional do Trabalho Público


Favorecido: Lectorium Rosicrucianum - CNPJ 62.287.636/0001-13
Banco Itaú – Ag.: 0190 - CC: 93.238-4 – São Paulo – SP

Centro de Conferências Pedra Angular


Favorecido: Lectorium Rosicrucianum - CNPJ 62.287.636/0012-76
Operacional e taxas de conferências: Banco Bradesco – Ag.: 2532-1 CC: 2.251-9
Obras e manutenções de grande porte: Banco Itaú – Ag.: 6915 CC: 04.701-0

Pentagrama Publicações
Favorecido: Lectorium Rosicrucianum - CNPJ 62.287.636/0012-76
Banco Itaú – Ag.: 6915 CC: 04.432-2

Sub-Região 1
Favorecido: Lectorium Rosicrucianum - CNPJ 62.287.636/0001-13
Banco Itaú – Ag.: 0190 CC: 93.213-7 – São Paulo – SP

Sub-Região 2
Favorecido: Lectorium Rosicrucianum - CNPJ 62.287.636/0007-09
Banco de Brasília (070) - Ag.: 061 - CC:013.924-0 - Brasília - DF

Sub-Região 3
Favorecido: Lectorium Rosicrucianum - CNPJ 62.287.636/0006-28
Banco Bradesco – Ag.: 564-9 – Aldeota - CC: 97.747-0 – Fortaleza - CE

Sub-Região 4
Favorecido: Lectorium Rosicrucianum - CNPJ 62.287.636/0002-02
Banco Itaú – Ag.: 0488 – CC: 33.394-9 – Rio de Janeiro - RJ

Sub-Região 5
Favorecido: Lectorium Rosicrucianum - CNPJ 62.287.636/0011-95
Banco Itaú – Ag.: 3193 – CC: 72.000-4 – Lagoa Santa - MG

Sub-Região 6
Favorecido: Lectorium Rosicrucianum - CNPJ 62.287.636/0005-47
Banco Bradesco – Ag.: 0002-7 – CC: 40.748-8 – Marília - SP

Sub-Região 7
Favorecido: Lectorium Rosicrucianum - CNPJ 62.287.636/0004-66
Banco Itaú – Ag.: 0863 – CC: 51.521-9 – Patos de Minas - MG

Sub-Região 8
Favorecido: Lectorium Rosicrucianum - CNPJ 62.287.636/0010-04
Banco Itaú – Ag.: 0247 – CC: 32.776-0 – Lorena - SP

41
A-B

C-D

42
E-F

G-H

43
I-J-K

L-M

44
N-O

P-Q

45
R

S-T

46
U-V-W

X-Y-Z

47
LECTORIUM ROSICRUCIANUM
Escola Espiritual da Rosacruz Áurea

Sede no Brasil
Rua Sebastião Carneiro, 215
São Paulo - 01543-020 - SP
(11) 3208.8682
saopaulo@lectoriumrosicrucianum.org.br