Você está na página 1de 88

CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA

CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

SEJA BEM VINDO!

Caro aluno,

É com grande satisfação que o Centro de Ensino Literatus estruturou um curso para que
você possa alcançar novos projetos e o sucesso profissional. Estamos empenhados em
oferecer oportunidades para que você alcance seus objetivos, desta vez, por meio do curso
de: TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO na disciplina: ÉTICA E
COMPORTAMENTO NO TRABALHO.

Para o Centro de Ensino Literatus a tecnologia pode ser usada não só para flexibilizar a
organização do processo de ensino-aprendizagem, mas, principalmente, como base para
um modelo educativo desenhado a partir das mais reconhecidas práticas de ensino,
acrescentando inovações e conteúdos específicos para mídias variadas.

O centro de ensino Literatus é uma Instituição de ensino profissionalizante, que condensa


uma vasta experiência no contexto educacional do Estado do Amazonas primando sempre
pela qualidade e excelência. Com base nisso e pautando-nos em princípios norteadores das
ações pedagógicas queremos nos colocar sempre ao seu lado, acompanhando o seu
desenvolvimento e ofertando as ferramentas necessárias para que sua trajetória de
aprendizagem seja sempre bem-sucedida.

Na metodologia do Centro de Ensino Literatus os materiais possuem características


metodológicas que desenvolve em seus alunos princípios da aprendizagem significativa,
por meio da disciplina e organização para os estudos. Pois, o aluno torna-se disposto
aprender e buscar novos horizontes profissionais.
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

Portanto, desejamos que você aproveite o material para seus estudos e considere esse
momento como fundamental para o seu desenvolvimento. Estamos juntos nessa
caminhada e você pode contar com toda equipe do Centro de Ensino Literatus.

Muito obrigado!

Boa Leitura e conte conosco!


CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

INDICAÇÃO DE ÍCONES

Os ícones são elementos gráficos utilizados para ampliar as formas de linguagem e


facilitar a organização e a leitura hipertextual.

Dados sociais que retratam alguma situação ou


conceito de algo ou assunto importante.

Explicação dos pontos de maior relevância no texto.

Acessar link específico do assunto estudado para


maiores explicações.

Acessar vídeo do assunto estudado para


esclarecimento e pesquisa.

Oferece novas informações que enriquecem o assunto


ou “curiosidades” e notícias recentes relacionadas ao
tema estudado.

Fique de olho, um dica ou informações relevantes.


CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

SUMÁRIO

1. UNIDADE 1 .......................................................................................................... 9

1.1. Evolução da ética .............................................................................................. 9

1.1.1. A Ética na Antiguidade. ............................................................................ 10

1.1.2. A Ética Medieval ...................................................................................... 11

1.1.3. A Ética na Idade Moderna. ....................................................................... 13

1.1.4. A Ética Contemporânea. ........................................................................... 14

1.2. Ética profissional............................................................................................. 14

1.2.1. Fazer e o Agir............................................................................................ 16

1.2.2. Atitude Solidariedade e Cooperação ........................................................ 17

1.2.3. Conhecimento ........................................................................................... 17

1.2.4. Competência Técnica ................................................................................ 18

1.3. Ética na organização ....................................................................................... 18

1.3.1. Código de Ética Profissional..................................................................... 20

1.3.2. Objetivo dos Códigos de Ética.................................................................. 20

1.3.3. Os Códigos de Ética variam de Organização para Organização .............. 20

1.3.4. Princípios Comuns a Todos os Códigos de Ética Profissionais ............... 21

1.4. Comportamento ético nas organizações.......................................................... 21

1.4.1. A Liderança ............................................................................................... 22

1.4.2. A Liderança Ética ..................................................................................... 23

1.4.3. Determinantes do Comportamento Ético do Líder ................................... 24

1.4.4. A Influência do Comportamento Antiético do Líder................................ 25


CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

2. UNIDADE 2 .......................................................................................................... 26

2.1. Ética empresarial e seus valores...................................................................... 26

2.1.1. Valores nas empresas ................................................................................ 26

2.1.2. Respeito e proteção ao meio Ambiente .................................................... 27

2.1.3. Valores- Dilemas Éticos ........................................................................... 28

2.1.4. Choque de Valores .................................................................................... 29

2.2. Deveres e proibições ....................................................................................... 30

2.2.1. Trabalhar com Responsabilidade .............................................................. 31

2.2.2. Manter Critério Livre e Imparcial ............................................................. 32

2.2.3. Guardar o Segredo Profissional ................................................................ 32

2.2.4. Evitar Tarefas que não Atendam a Moral ................................................. 33

2.3. Importância do relacionamento no trabalho ................................................... 34

2.3.1. Qualidade de Vida no Trabalho ................................................................ 34

2.3.2. A Cultura e o Clima Organizacional ........................................................ 35

2.3.3. Inteligência Emocional ............................................................................. 37

2.3.4. Motivação ................................................................................................. 38

2.4. Código de ética ................................................................................................ 39

2.4.1. Ética Religiosa .......................................................................................... 40

2.4.2. Ética do Dever........................................................................................... 40

2.4.3. Ética Finalista (Finalismo) ........................................................................ 40

2.4.4. Utilitarismo ............................................................................................... 40

3. UNIDADE 3 .......................................................................................................... 41

3.1. Ética e responsabilidade social ....................................................................... 41


CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

3.1.1. Responsabilidade Social ........................................................................... 41

3.1.2. Introdução a Responsabilidade Social ...................................................... 42

3.1.3. Responsabilidade Social e as Organizações ............................................. 43

3.1.4. Diretrizes para Implementação da Responsabilidade Social nas Empresas


....................................................................................................................................... 44

3.2. Motivação ........................................................................................................ 44

3.2.1. Teoria de Herzberg – Fatores Motivacionais............................................ 45

3.2.2. Teoria de Maslow ..................................................................................... 46

3.2.3. Recursos Motivadores............................................................................... 47

3.2.4. Auto- Motivação ....................................................................................... 48

3.3. Filosofias ligadas a ética ................................................................................. 50

3.3.1. Utilitarismo ............................................................................................... 50

3.3.2. Justiça ........................................................................................................ 50

3.3.3. Teoria dos Direitos .................................................................................... 50

3.3.4. Egoísmo Esclarecido ................................................................................. 51

3.4. Ética no trabalho ............................................................................................. 51

3.4.1. Utilização do Telefone .............................................................................. 52

3.4.2. Utilização do E-mail ................................................................................. 53

3.4.3. Comportamento em Reuniões ................................................................... 54

3.4.4. Fofocas de Corredor.................................................................................. 55

4. UNIDADE 4 .......................................................................................................... 57

4.1. Atitudes éticas e antiéticas na humanidade ..................................................... 57

4.1.1. Pesquisas Científicas ................................................................................. 58


CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

4.1.2. Internet com Ética ..................................................................................... 59

4.1.3. A Ética e a Sociedade Atual “A Ética e Sociedade do Espetáculo” ......... 60

4.1.4. O “Jeitinho” é um traço Cultural Brasileiro? ............................................ 62

4.2. Gestão da reputação do profissional ............................................................... 63

4.2.1. A Ética, a Reputação e a Imagem do Profissional .................................... 63

4.2.2. Direito de Uso de Imagem ........................................................................ 64

4.2.3. A Influência do Contexto Cultural no Comportamento Ético Profissional


....................................................................................................................................... 65

4.2.4. O que a Responsabilidade tem a Haver com a Segurança no Trabalho? . 66

4.3. Ética na administração e gestão ...................................................................... 66

4.3.1. Habilidades para a Administração ............................................................ 66

4.3.2. Liderança e Assédio Moral ....................................................................... 67

4.3.3. Resiliência: Suportando Pressões num Ambiente de Adversidade .......... 68

4.3.4. Necessidade do Desenvolvimento de Novas Habilidades de Gestão ....... 69

4.4. Éticas nas negociações .................................................................................... 70

4.4.1. O “Sim” Nem Sempre é o Suficiente ....................................................... 71

4.4.2. Natureza do Conflito ................................................................................. 72

4.4.3. Conflitos Devem ser Evitados .................................................................. 72

4.4.4. Ética Pessoal Pública e Privada ................................................................ 73

EXERCÍCIOS ........................................................................................................... 74

REFEREÊNCIAS...................................................................................................... 84

REFERÊNCIAS DAS FIGURAS ............................................................................. 87


CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

1. UNIDADE 1

Olá! Nesta aula serão abordadas éticas e sua evolução. Ao final desta
aula você será capaz de conhecer as diferenças e evolução da ética e
compreender as noções gerais sobre sua evolução.

Bons estudos!

1.1. Evolução da ética

Desde a antiguidade, a ética percorreu um longo caminho, distinguindo-se da moral e se


segmentando, adquirindo contemporaneamente um sentido amplo e outro mais estreito.

No contexto filosófico, ética e moral possuem diferentes significados. A


ética está associada ao estudo fundamentado dos valores morais que orientam o
comportamento humano em sociedade, enquanto a moral são os costumes,
regras, tabus e convenções estabelecidas por cada sociedade, conforme afirma
os autores abaixo:

A origem da palavra “ética”, conforme Sóror (2011) está no “caráter distintivo, os


costumes, hábitos e valores de determinada coletividade ou pessoa”. Daí surge à confusão
entre ética e moral, pois a palavra “costume” foi traduzida em latim por nos ou mores no
plural, derivando a palavra moral, no português.

9
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

No entanto moral, para Rios (2011) é “um conjunto de normas e regras destinadas a
regular as relações dos indivíduos em uma comunidade social dada”. Estas normas e
regras, para Rios (2011) “se sustentam nos valores criados pelos sujeitos em suas relações
entre si e com a natureza”.
Atualmente, existe uma ética da humanidade que estuda os comportamentos pensando em
pressupostos maiores; e outra que padroniza ações no interior de um grupo especifico
como organizações. Para entender o que e como se configurou a chamada ética
profissional, apenas um dos ramos da ética normativa, é necessário percorrer o
desenvolvimento conceitual da ética ao longo da história.

1.1.1. A Ética na Antiguidade.

A ética nasceu na Grécia, praticamente junto com a filosofia, embora seus preceitos
fossem praticados entre outros povos desde os primórdios da humanidade, mesclados ao
contexto mítico e religioso, tentando pautar regras de comportamento para permitir o
convívio entre indivíduos agrupados no conjunto da sociedade. A rigor, os gregos foram
os primeiros a racionalizar as relações entre as pessoas, repensando posturas e
sistematizando ações, momento em que surgiram discussões que até hoje fomentam
reflexões éticas. Apesar dos pré-socráticos se inserirem neste contexto, a maioria dos
autores atribuem a tradição socrática um olhar mais atento sobre problemáticas em torno
da ética.
Figura 1.1.1 – Sócrates “O poder se torna
mais forte
quando ninguém
pensa”. Sócrates.

10
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

Para Sócrates, o verdadeiro objeto do conhecimento seria a alma humana, onde reside a
verdade e a possibilidade de alcançar a felicidade. O grande problema é que o individuo
não está preparado para encontrar a verdade dentro de seu espírito.

1.1.2. A Ética Medieval

A Idade Média foi dominada pelo catolicismo na Europa Ocidental, pautando uma ética
vinculada com a religião e dogmas cristãos, dominando o panorama conceitual entre o
século XI e XIX; a despeito de mudanças significativas com o renascimento e, depois, a
entrada na modernidade e o iluminismo.
Dentre as concepções filosóficas que influenciaram fortemente o conceito de ética
medieval, cabe destacar as ideias de Santo Agostinho, Santo Anselmo e São Tomás de
Aquino. Para Santo Agostinho a verdade é uma questão de fé, é revelada por Deus,
superando a razão; subordinando o Estado e a política à autoridade da Igreja.
O catolicismo alterou profundamente a ética, introduzindo a ideia de que a bondade, uma
vida virtuosa, só podia ser alcançada pela vontade de Deus, desvinculando a felicidade da
racionalização do mundo.
Embora a máxima cristã - fazer ao outro o que queres para ti - seja perfeitamente
condizente com a concepção original de ética; o ascetismo e o martírio modificaram o
conceito, operando uma releitura das ideias filosóficas de Platão e Aristóteles.
O ascetismo cristão - do grego ascese = exercitar - consistia na renúncia ao prazer e
mesmo a satisfação de qualquer espécie, aplicada a tudo que é terreno e material,
fomentando práticas como mutilação genital, celibato e jejum.
Um grande problema para fundamentação ética, visto que a mesma se caracteriza pela
busca do prazer, representado pela felicidade, configurando um hedonismo relativo e
satisfação consigo mesmo e o próprio papel no coletivo. Uma concepção considerada

11
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

pecado da vaidade pelo cristianismo, razão que tornava a moral mais importante que a
ética na idade Média.

Mais na verdade o que é ética?


Segundo Cortella (2009, p. 102), a ética é o que marca a fronteira da
nossa convivência. [...] é aquela perspectiva para olharmos os nossos
princípios e os nossos valores para existirmos juntos [...] é o conjunto de seus
princípios e valores que orientam a minha conduta.

O martírio implicava em valorizar a dor em nome da fédo grego martes testemunha


implicando em agir de acordo com a vontade de Deus, mesmo quando contrário à razão,
guiando-se pelos dogmas estabelecidos pela igreja, independente do que é determinado
pela ética.
Mais um fator de fortalecimento da moral, aumentando a ignorância da maior parte da
população européia quanto ao discernimento conceitual da ética.
Neste contexto, o mundo sensível e inteligível platônico foram reinterpretados,
identificados com a vida mundana em oposição ao paraíso nos céus, com a verdade só
podendo ser contemplada através da fé em Deus e a felicidade alcançada somente após a
morte.

Você sabia?
Foi durante a Idade Média que as primeiras universidades foram fundadas,
a partir do século 12 principalmente na Itália e na França. Entre os séculos 13 e
15 foram fundadas mais de 50 universidades na Europa, muitas delas
patrocinadas pelo Papa.
http://brasilescola.uol.com.br/historia/universidades-na-idade-media.htm
12
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

1.1.3. A Ética na Idade Moderna.

Entre os séculos XVI e XVIII, as discussões éticas estiveram centralizadas no embate


entre racionalismo e empirismo.
A Idade Moderna foi à época da formação e consolidação dos Estados Nacionais europeus,
precedendo a Revolução Francesa e Industrial, quando a separação entre Estado e igreja
tornou-se definitiva, com a preponderância do antropocentrismo e a aceleração do avanço
da Ciência. Foi também um período de transição para a Idade Contemporânea, registrando
contradições de cunho ainda medieval e forte influência da religião na vida das pessoas.

Saiba mais, acesse e saiba mais sobre a idade moderna.


http://www.infoescola.com/historia/historia-moderna/

Qualquer que seja a tendência teórica, a ética passou a ser vista novamente enquanto
voltada para a busca da felicidade coletiva, retomando seu sentido original grego,
vinculado com a política, compondo orientações para a realização plena do cidadão.
Diante de múltiplos caminhos ética foi pensada como garantia de condições para que o
sujeito se aprimore por meios legítimos. Onde entraria o Estado como fomentador e
garantidor de condições de condições transformadoras, providenciando educação, direitos
individuais, justiça e subsistência.
Neste sentido, os preceitos religiosos começaram a perder força, em uma tentativa da ética
se sobrepor a moral, universalizando e discutindo princípios de convivência em sociedade.
O que tornou atributo da ética realizar uma reflexão sobre a construção dos valores que
balizam a moral, instituindo uma crítica sobre práticas e ações humanas no âmbito da
axiologia e da teoria dos valores. Portanto, a ética moderna, a despeito de ainda vinculada

13
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

com a religião, começou a tentar sobrepujar a moral, resgatando discussões presentes na


antiguidade, avançando alguns passos rumo à vinculação com a liberdade. Entretanto, foi
pensada como instrumento de sustentação do poder do Estado perante a vida coletiva e
individual.

1.1.4. A Ética Contemporânea.

Ao separar o conhecimento da religião, no século XVIII, o iluminismo inaugurou uma


releitura da ética, estabelecendo críticas que voltaram a centralizar o foco na razão,
apostando na autonomia humana e na crença otimista no progresso. Foi estabelecida uma
visão ética por um viés mais amplo, não só circunscrito ao grupo, mas sim ao contexto do
conjunto da humanidade. É por isto que a Revolução Francesa pregou o ideal de liberdade,
igualdade e fraternidade; tendo como centro a questão da tolerância para com as diferenças
e o estabelecimento de um pacto social. O que deveria ser garantido pelo Estado para
permitir uma igualdade efetivada pela restrição parcial da liberdade.
Neste período, pela primeira vez, iniciou-se um diálogo em torno dos direitos humanos,
culminando com a “Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão” em 1789. Hoje a
ética sendo estudadas em escolas, empresas e universidades, em busca de conhecimento e
observando o comportamento do homem nas organizações.

1.2. Ética profissional

Nesta aula vamos refletir sobre o valor moral do exercício da profissão. Veremos que o
valor social da profissão leva o indivíduo a se tornar uma referência, portanto, tem uma
responsabilidade única. Inicialmente, veremos a origem deste termo: profissões depois vão
refletir sobre a relação entre este termo e a ética, a reputação, o respeito ao código de ética
e as penalidades impostas pelo seu descumprimento. Vamos relacionar também as

14
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

habilidades necessárias a um administrador e a prática ética de sua profissão, voltada para


a gestão organizacional.

Figura 1.2 - Ética

Seja ÉTICO, faça a


sua parte
Seja ÉTICO, Sempre
com amor e
dignidade
Seja ÉTICO, no
trabalho, na vida até
a eternidade.

André de Araújo
Podemos dizer que a ética profissional é um conjunto de normas de conduta que deverão
ser postas em prática no exercício de uma profissão. No exercício profissional, a ética
pode ser vista como instância “reguladora”, fazendo com que o profissional respeite
determinadas regras no exercício de sua atividade profissional, resguardando sua
integridade, dos demais profissionais com quem trabalha e dos usuários de seus serviços.
Sendo a ética inerente à vida humana, sua importância é bastante evidenciada na vida
profissional porque cada profissional tem obrigações individuais e obrigações sociais que
deverão ser cumpridas com responsabilidade e bom senso.
De modo geral, a ética profissional seria responsável por estudar e regulamentar as
relações do profissional com sua clientela, com outros profissionais e com a instituição
empregadora, visando a preservação da dignidade humana e a construção do bem-estar no
contexto sociocultural onde são exercidas as atividades Profissionais de cada um. Ela deve
alcançar todas as profissões, independente de formação ou colocação hierárquica, e,
quando falamos de ética profissional, estamos nos referindo ao caráter normativo e até
mesmo ao jurídico, o qual regulamenta determinada profissão a partir dos pressupostos

15
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

estabelecidos em estatutos e códigos específicos. Assim, a ética profissional está


relacionada à reflexão, sobre a conduta das relações e atividades profissionais.

1.2.1. Fazer e o Agir

A ética é ainda indispensável ao profissional, porque na ação humana “o fazer” e “o agir”


estão interligados.
O fazer diz respeito à competência, à eficiência que todo profissional deve possuir para
exercer bem a sua profissão. O agir se refere à conduta do profissional, ao conjunto de
atitudes que deve assumir no desempenho de sua profissão. A ética será o elo entre o ato
de imaginar e executar algo (MOTTA, 1984).

Qual conceito de ética profissional?


A ética profissional implica em assumir responsabilidades sociais perante aqueles
com quem trabalhamos e que dependem de nosso conhecimento e prática
profissional. Começa com a reflexão e deve ser iniciada antes da prática
profissional. O professor é elemento-chave para que os princípios de igualdade de
oportunidades, tolerância, justiça, liberdade e confiança na comunidade escolar
inclusiva passem da reflexão à ação (CONTRERAS, 2002).

Vamos pesquisar? Saber mais sobre ética no trabalho.


http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/livro082.pdf

16
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

1.2.2. Atitude Solidariedade e Cooperação

É fundamental ter sempre em mente que há uma série de atitudes que não estão descritas
nos códigos de todas as profissões, mas que são comuns a todas as atividades que uma
pessoa possa exercer.
Devem-se ter atitudes de solidariedade e cooperação no trabalho em equipe, mesmo
quando a atividade é exercida solitariamente em uma sala, pois faz parte de um conjunto
maior de atividades que dependem do bom desempenho daquela. É uma postura pró-ativa,
ou seja, não ficar restrito apenas às tarefas que foram dadas a você, mas contribuir para o
engrandecimento do trabalho, mesmo que ele seja temporário.

1.2.3. Conhecimento

Para ter uma prática profissional correta, é imprescindível estar sempre bem informado,
acompanhando não apenas as mudanças nos conhecimentos técnicos da sua área
profissional, mas também nos aspectos legais e normativos. Vá e busque o conhecimento.
Muitos processos ético-disciplinares nos conselhos profissionais acontecem por
desconhecimento ou negligência.

Saiba mais, acesse e saiba mais sobre a ética profissional.


https://www.youtube.com/watch?v=1SzKsL79yRo

17
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

1.2.4. Competência Técnica

Competência técnica, aprimoramento, respeito, confidencialidade, privacidade, tolerância,


flexibilidade, fidelidade, envolvimento, afetividade, correção de conduta, boas maneiras,
relações genuínas com as pessoas, responsabilidade são qualidades que correspondem à
confiança que é depositada em você.

1.3. Ética na organização

Você já sabe que a fase atual da economia capitalista criou um clima favorável ao
surgimento de inúmeras interpretações – tanto otimistas como pessimistas – quanto ao
futuro da sociedade do trabalho.

Figura 1.3 – Ética na Organização

É bom Saber, também, que o conhecimento é uma condição indispensável ao exercício da


liberdade e, portanto, da cidadania. Por isso não podemos desconhecer que a possibilidade
de estendê-lo à grande massa dos trabalhadores (durante tanto tempo excluídos de seu

18
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

acesso) cria perspectivas de que se venha a resgatar o valor do trabalho. E isso permite
instituir uma nova ética nas empresas e na sociedade como um todo.
É hoje uma tendência cada vez mais constante na organização das fábricas a tomada de
consciência sobre a importância de que o trabalho seja estruturado a partir de tarefas
globais. Elas seriam executadas por equipes de profissionais suficientemente qualificados
para dar conta de um máximo de atividades e para assumir responsabilidade com
autonomia e criatividade.
Essa forma de estruturação do trabalho não só representa o rompimento com o taylorismo,
como também anuncia uma nova orientação relativa a políticas de recursos humanos. Tal
política visa à autodeterminação e ao crescimento de todos os envolvidos no processo de
trabalho nas organizações
Nessas circunstâncias, uma reflexão sobre a dimensão ética nas empresas deverá passar
necessariamente pelo resgate da qualificação profissional, mais incluirá outros aspectos
organizacionais, fundamentais ao resgate da dimensão da ética e, consequentemente, ao
resgate da ética nas empresas.

Você pode me explicar o que ética na organização?


De acordo com Passos (2012), ética nas organizações é o estudo da forma, pela qual
normas morais pessoas se aplicam às atividades e aos objetivos de uma empresa
comercial. A ética nas organizações se caracteriza como valores abstratos nem
alheios aos que vigoram na sociedade; ao contrário, as pessoas que as constituem,
sendo sujeitos históricos e sociais, levam para elas as mesmas crenças e princípios
que aprenderam enquanto membros da sociedade.

19
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

1.3.1. Código de Ética Profissional

Relação de práticas de comportamentos que se espera sejam observados no exercício de


uma profissão. Estas práticas são normas que visam o bem-estar da sociedade, de forma a
assegurar a lisura de procedimentos de seus profissionais dentro e fora das instituições.
Conforme ARRUDA (2006) ensina que se trata de um documento cujo objetivo é “nortear
condutas, mas procedimentos específicos devem constar de normas, manuais ou políticas
definidas concretamente para cada setor ou atividade”.

1.3.2. Objetivo dos Códigos de Ética

Formação da consciência profissional sobre padrões de conduta esperados pela sociedade,


constituindo um guia de comportamento profissional.

Vamos saber mais !acesse o link :


http://portal.blbbrasilescoladenegocios.com.br/conduta-etica-no-ambiente-de-
trabalho/

1.3.3. Os Códigos de Ética variam de Organização para Organização

Diferenciando-se quanto ao conteúdo, extensão e formato, ainda que possam ter conteúdos
assemelhados, eis que todos têm como fundamento regras de ontológicas, sendo estas
adaptadas às mais variadas classes profissionais (advogados, médicos, contabilistas,
servidores públicos, etc.).

20
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

Saiba mais, acesse e saiba mais sobre a ética profissional.


https://www.youtube.com/watch?v=6OB-ygj1HYI&t=4s

1.3.4. Princípios Comuns a Todos os Códigos de Ética Profissionais


 Responsabilidade perante a sociedade
 Lealdade à instituição ou organização,
 Responsabilidade em relação aos deveres profissionais,
 Preservação da imagem profissional.

1.4. Comportamento ético nas organizações

A manifestação recorrente de escândalos organizacionais envolve falhas que ocorrem por


negligência, falta de compromisso e não adequação dos comportamentos às normas e
procedimentos pré-estabelecidos, essencialmente por parte dos líderes. As contrariedades
ao que é esperado para o sucesso organizacional surgem pela falha no compromisso do
individuo aos padrões prévios de comportamento estabelecidos e cada vez mais são
evidentes escândalos nas organizações que envolvem comportamentos que revelam uma
conduta inadequada com forte impacto na economia e na sociedade. Assim, a conduta
ética surge com elevada importância, pois pode definir o sucesso de uma organização.
Para promover a harmonia do convívio entre as pessoas, a conduta ética deve respeitar
normas implícitas ou explícitas em manuais, códigos ou na lei, por exemplo.

21
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

Figura 1.4 – Ética na organização

O bom desempenho do líder, e seus colaboradores, traduzem-se no sucesso do


desempenho organizacional e para isso é necessário que a sua atitude seja adequada, não
só às normas da organização, mas também à sua conduta pessoal. O comportamento ético
individual tem origem na interação das dimensões pessoal, profissional e social.

1.4.1. A Liderança

A liderança envolve todo o conjunto de interações entre o líder e os seus subordinados. No


contexto de trabalho, os gerentes, supervisores e executivos representam os líderes, no
sentido formal, embora possam estar aquém da liderança que é esperada, isto é esperado
que o indivíduo que lidera exerça uma melhor liderança e influencia perante os outros com
o objetivo de melhorar algo no meio onde se enquadram.
Sendo a liderança um processo de influência, torna-se pertinente conhecer os aspetos que
promovem a articulação entre líder e subordinados. A reputação moral do líder toma
importância no processo da liderança bem como o seu interesse pelo bem-estar geral.

22
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

Qual conceito de liderança?


A habilidade de um líder para inspirar alto desempenho dos empregados e valores
éticos em toda uma organização com sinergia, segundo Nash (2001, p. 40),

Assim, um líder promove a ética através da sua liderança, primeiramente comportando-se


moralmente e, em segundo lugar, promovendo um ambiente no qual os seus subordinados
sintam a importância de seguirem os mesmos comportamentos morais (Howeet al., 2014).
O líder é um modelo importante de orientação para os seus subordinados (Brown,
Treviño& Harrison, 2005) e uma liderança ética está positivamente relacionada com a
forma como os subordinados percepcionam a eficácia da atuação do líder, a satisfação com
o emprego, a dedicação ao trabalho e a disposição para relatar problemas a equipa de
chefias (Howe ET al., 2014).

1.4.2. A Liderança Ética

Como foi referido anteriormente, a liderança é um processo de influência e promove a


articulação entre líder e subordinados. Uma melhor liderança está relacionada com um
conjunto de características pessoais do líder como a honestidade e a confiabilidade
(Treviñoet al. 2003), a consideração, honestidade e integridade (Treviño& Brown, 2006),
o que são características de um indivíduo que faz da ética uma importante parte da sua
liderança.

23
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

Vamos saber mais !acesse o link :


http://www.rh.com.br/Portal/Lideranca/Artigo/3282/tica-nas-liderancas-a-
busca-da-postura-assertiva.html

A liderança ética pode ser definida como “a demonstração de uma conduta


normativamente adequada por meio de ações pessoais e relações interpessoais, bem como
a promoção da mesma conduta aos seus subordinados através da comunicação, reforço e
da tomada de decisão” (Brown ET al., 2005, p. 120).
A concepção de liderança ética proposto por Brown e colegas (2005) associa duas
características: a percepção de eficácia do líder e a previsão de resultados relacionados
com o trabalho, porque incorpora tanto características comportamentais do líder como de
interação com o subordinado (Howeet al., 2014). A ideia geral é que os líderes
influenciam a conduta ética, definindo explicitamente padrões éticos e tornando os seus
subordinados responsáveis por esses padrões através do uso de recompensas e disciplina.

1.4.3. Determinantes do Comportamento Ético do Líder

O comportamento ético individual resulta quer de características individuais específicas,


quer do conjunto de influências e pressões exercidas pelo contexto. Por um lado, a
personalidade (do líder) pode ser traduzida no conjunto de comportamentos mais
constantes e característicos (Neves, 2011) visíveis no trabalho enquanto reflexo dos seus
traços de personalidade mais salientes, por outro, a liderança nem é sempre exercida de
forma igual. Os líderes reagem de acordo com as mudanças situacionais no seu ambiente
de trabalho (Rajbhandari&Rajbhandari, 2015) as quais, em conjunto com os traços de
personalidade determinam a medida em que o indivíduo é capaz de envolver um grupo e
estimular a mudança de forma coerente e constante (Bennis, 2003). A personalidade de um
24
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

indivíduo não permanece sempre igual, evolui conforme a influência de variáveis


situacionais (Neves, 2011).
A organização deve preocupar-se com a propagação e desenvolvimento de
comportamentos éticos e, sendo o líder a figura de poder junto dos subordinados, é
importante considerar quais são os seus princípios e valores para que sejam adequados ao
que é esperado pela importância que as suas decisões e considerações éticas devem ter
para os subordinados e para a organização.
A eficácia organizacional depende, em parte, da gestão da liderança, que deve estimular
promover e melhorar o espaço social através da boa comunicação e com vista a beneficiar
os subordinados e a organização em geral.

1.4.4. A Influência do Comportamento Antiético do Líder

Os líderes, devido à natureza das suas funções, relações de poder e prestígio da posição
que ocupam na estrutura da organização, são considerados exemplos a seguir e o seu
comportamento tende a ser reproduzido pelos subordinados. Por esta razão, cada vez mais,
as organizações consideram o tipo de liderança das suas chefias, no sentido de mobilizar
os colaboradores e a comprometê-los com os objetivos organizacionais, preparando-os
para novos desafios. O alcance de objetivos em grupo, para o sucesso da organização,
depende da capacidade de influência que o líder tem sobre os seus subordinados.
É possível definir a liderança antiética como os “comportamentos realizados e decisões
tomadas pelos líderes organizacionais que são ilegais e/ou violam as normas morais” e que
“impõem processos e estruturas que promovem a conduta antiética dos subordinados”
(Brown & Mitchell, 2010, p. 588). A literatura sobre a liderança antiética é ainda reduzida.
No entanto é possível afirmar que se trata de uma liderança destrutiva e que se sobrepõe
no domínio da liderança ética uma vez que retrata a forma como o comportamento do líder
prejudica os seus subordinados.

25
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

Saiba mais, acesse e saiba mais sobre a ética e liderança nas


instituições. https://www.youtube.com/watch?v=1RKCsT6FKMI

2. UNIDADE 2

2.1. Ética empresarial e seus valores

Dentre tantas áreas de especialização que surgiram neste início de milênio, está o
vastíssimo campo da ética empresarial. Fica lançado o desafio para aqueles que desejam
trabalhar na área de consultoria ética empresarial.

Figura 2.1 – Ética na organização

2.1.1. Valores nas empresas

Os valores são os pilares internos das organizações, são ações que se apresentam em
condutas que definem "o caráter da Empresa".

26
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

Por Exemplo, comprometimento no atendimento ao cliente, respeitando-o, resolvendo e


solucionando seu problema ou, ouvindo sua sugestão pode ser definido pelo grupo de
executivos como um valor corporativo na empresa, e que deve ser multiplicado no dia-a-
dia pelos funcionários no seu relacionamento com o cliente quer seja interno ou externo,
quando ele fornece uma resposta, quando é contatado ou presta alguma orientação. Este
valor pode ser transportado para outras condutas internas, que deverão refletir no
comportamento do funcionário. Comprometimento nas tarefas que desenvolve, nas
responsabilidades que assume no atendimento de um problema interno, com a imagem da
Empresa, salvaguardando-a de qualquer conduta que venha a denegri-la.

O que são valores na organização?


Pires (2004) salienta que toda organização conta com um conjunto claro e
expresso de valores compartilhados sobre os quais se erguem as práticas de
gestão. Esse conjunto de valores que cada uma das organizações possui compõe
uma cultura que as diferencia umas das outras.

2.1.2. Respeito e proteção ao meio Ambiente

As empresas trabalham visando o lucro e esquecem-se da flora e fauna, trabalha poluindo


os rios realizam planejamento para aumentar a produção, mais não realizam planejamento
para o meio ambiente temos que nos preocupar, pois a risco externo para sociedade e
interno para organização.
Outras condições de trabalho também apresentam fatores importantes de risco ambiental:
os trabalhadores de saúde, pelo uso de produtos radiológicos e material biológico
potencialmente infestante; os trabalhadores da indústria petrolífera e da indústria química,

27
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

pelos riscos de contaminação pelos insumos ou pelo processo de trabalho; além dos
trabalhadores da construção civil, recordistas de acidentes de trabalho no país. Estas
categorias profissionais, entre tantas outras, constituem-se em vítimas de relações de
trabalho que se encontram ainda num estágio bastante primitivo, que precisam ser
aperfeiçoadas em nome da dignidade, da ética e, porque não dizer, também da própria
produtividade econômica.
Lembre-se: a postura ética constrói ou destrói a reputação de uma empresa. A adoção de
um comportamento ético consagra valor à imagem da empresa.

Você sabe qual o nível de competitividade de uma empresa que se


preocupa com meio ambiente?
Segundo Dias (2006, p.52), o nível de competitividade de uma empresa depende de
um conjunto de variáveis complexas, que se inter-relacionam e são mutuamente
dependentes, tais como: custos, controle e qualidade dos produtos e serviços,
capital humano, tecnologia e capacidade de inovação. Essas variáveis deixam a
organização mais competitiva.

2.1.3. Valores- Dilemas Éticos

Valores são princípios, fundações sobre as quais erguemos o edifício de nossas vidas –
eles orientam as nossas ações. A maioria dos nossos valores são mitos, tabus que
aceitamos como importante verdadeiro porque herdamos de nossos pais, demais
familiares, depois com professores, colegas etc., enfim, surge das nossas relações com
outras pessoas.

28
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

Exemplos de valores considerados importantes no COTIDIANO: honestidade,


responsabilidade, respeito, compaixão, justiça, liberdade, coragem moral, tolerância,
lealdade, paz, honra, humildade, generosidade, obediência...
Os valores devem se apresentar de forma hierárquica subordinando-se uns aos outros
segundo o grau de importância que cada um manifesta para nós. Cada indivíduo nas mais
diversas circunstâncias orienta-se por uma escala de valores que o leva a realizar
determinado ato em vez de outro. Cada sociedade e cultura estabelecem igualmente uma
hierarquia de valores e esses valores exercem influências nas nossas preferências podendo
causar impactos na conduta individual.

Vamos saber mais sobre valores! Acesse olink :


http://old.angrad.org.br/_resources/_circuits/article/article_1117.pdf

2.1.4. Choque de Valores

Pelo que foi apresentado até o momento já percebemos que cada pessoa apresenta suas
próprias crenças e seus valores, buscando alcançar os seus interesses particulares. Vimos
ainda que a sociedade como um todo também cultua valores e exige que esses valores
sejam respeitados. Em determinados momentos as pessoas precisam decidir qual interesse
atender em primeiro plano. A decisão adotada pode trazer prejuízos de seu próprio
interesse, do outro, ou para toda a sociedade.
Em relação à área da Administração de Empresas existe o risco do choque de valores. Os
valores de um indivíduo podem vir a chocar-se com o sistema de valores da empresa e
com isso desencadeia-se o conflito. Se as crenças e valores corporativos definidos pela
Alta Administração forem muito diferentes dos valores individuais, a convivência dos

29
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

empregados no ambiente de trabalho será muito mais difícil, prejudicando o


desenvolvimento da organização. Por outro lado, quanto mais próximos forem os valores
de um indivíduo daqueles preconizados pela organização maior será a produtividade para a
mesma, além da promoção de estado mais elevado de realização das pessoas. Em um
enfoque mais cruel, temos o conflito de ‘valores empresariais’ com ‘valores pessoais’
quando certas exigências feitas pelas empresas são antiéticas ou imorais. As empresas
devem analisar seriamente suas crenças e valores, já que cada vez mais, as pessoas querem
trabalhar com cultura ética e moral, onde encontrem significado para as suas vidas e
possam fazer diferença com seu trabalho.

Saiba mais, sobre objetivos organizacionais e individuais,


acessando o link:
https://www.youtube.com/watch?v=uDkRh1l1Ffg&t=11s

2.2. Deveres e proibições

Em toda organização existe diretrizes e regras, por tanto é obrigação profissional a


preparação técnica e a atualização do conhecimento, pelos quais o indivíduo deve orientar
seu procedimento na profissão que exerce saber o que está fazendo e respeitando o que
certo ou errado.

30
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

Figura 2.2 – Ética na Organização

Garantindo dessa forma a qualidade do serviço prestado e a segurança depositada no


profissional. Isso é garantido por meio da formação básica, de preferência nos cursos
universitários, e pela participação em cursos, seminários, conferências e grupos de estudo
organizados pelas entidades de profissão e pelas Universidades.

2.2.1. Trabalhar com Responsabilidade

A sociedade tem o direito de esperar que o profissional tenha respeito e responsabilidade,


e seja tecnicamente competente, perante o público que é indispensável para qualquer
sucesso da organização. O público compõe- se de clientes, fornecedores de crédito,
governo, empregados, investidores, a comunidade financeira e de negócios além de outros.
Existindo a profissão presente o relacionamento desta com a Sociedade, cumpre examinar
as relações do profissional com as pessoas que a interagem, as quais, antes de econômicas,
serão humanas por excelência, recaindo- se, pois, no terreno da ética. Relações que
suscitarão questões várias, desde as de natureza geral, Legislação e Ética Profissional.

31
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

Isto quer dizer que o profissional tem que avaliar o compromisso a ser assumido antes de
assumi- ló, garantindo a organização a melhor opção que eventualmente existam e a
consecução eficaz de seu compromisso com a organização.

2.2.2. Manter Critério Livre e Imparcial

A imparcialidade técnica é o alicerce da responsabilidade profissional e em alguns casos,


ela não pode ser exercida se não existir independência psicológica, devendo o profissional
evitar de aceitar um compromisso em que sua independência e objetividade possam estar
em risco e, da mesma forma, evitar de manter qualquer tipo de relacionamento com seu
cliente que possa colocar em risco esse preceito;

2.2.3. Guardar o Segredo Profissional

Este princípio tem relação com a lealdade profissional, mas baseia- se, também, no tipo de
relacionamento que o profissional deve manter com seus clientes ou patrocinadores. O
administrador precisa ter acesso a diversos dados e informações desse cliente para o
adequado exercício de sua atividade. No entanto, seu cliente espera que esses dados e
informações não sejam tratados pelo administrador de maneira leviana e descuidada, com
risco de vazamento de informações sigilosas.

32
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

Figura 2.2.3 - Segredo Profissional

2.2.4. Evitar Tarefas que não Atendam a Moral

É dever fundamental de todo ser humano e não apenas do contabilista, rechaçar a mentira
e ter a firme convicção para viver a verdade. Dessa forma, esperasse que o profissional
não participe de atos ilícitos e não se envolva em processos de sonegação, corrupção,
fraudes e roubos.
Esse compromisso com a verdade deve nos levar a evitar suborno e a preferir o certo ante
o errado.
Com exceção daqueles que possuam conceitos morais diferentes dos da sociedade,
ninguém argumentaria contra os princípios aqui elencados. O problema está nas eventuais
condutas " egoístas " e nas pressões que o ambiente de alta concorrência impõe aos
profissionais, criando algumas situações de conflitos éticos que precisam ser enfrentados.

33
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

2.3. Importância do relacionamento no trabalho

Reconhecer a importância das relações interpessoais no exercício da sua futura profissão e


como elas podem influenciar o seu desempenho.

Figura 2.3– Imagem relacionamento no trabalho plano de carreira

2.3.1. Qualidade de Vida no Trabalho

Conforme Moretti (2003), a qualidade de vida no trabalho hoje pode ser definida como
uma forma de pensamento envolvendo pessoas, trabalho e organizações, da qual se
destacam dois aspectos importantes: a preocupação com o bem-estar do trabalhador e com
a eficácia organizacional, e a participação dos trabalhadores nas decisões e problemas do
trabalho.
Walton (1973) propõe um modelo de oito variáveis a serem avaliadas pelas ações de
qualidade de vida no trabalho.
 Compensação adequada e justa (conceito relativo a salário x experiência e
responsabilidade, e a média de mercado);

34
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

 Condições de segurança e saúde no trabalho (horários condições físicas, redução dos


riscos);
 Oportunidade imediata para a utilização e o desenvolvimento da capacidade humana
(autonomia, informação, tarefas completas e planejamento);
 Oportunidade futura para crescimento contínuo e segurança (carreira estabilidade);
 Integração social na organização do trabalho (ausência de preconceitos e de
estratificação, senso geral de franqueza interpessoal);
 Constitucionalismo na organização do trabalho (normas que estabelecem os direitos
e deveres dos trabalhadores: direito à privacidade, ao diálogo livre, ao tratamento justo em
todos os assuntos);
 O trabalho e o espaço total da vida (equilíbrio necessário entre o trabalho e os outros
níveis da vida do empregado como família e lazer);
 Relevância social da vida no trabalho (valorização do próprio trabalho e aumento da
auto-estima).

Acesse e saiba mais sobre qualidade de vida no trabalho.


https://www.youtube.com/watch?v=qoxW13XryFM

2.3.2. A Cultura e o Clima Organizacional

Um ambiente de trabalho agradável com condições econômicas, higiênicas e psicológicas


adequadas pode favorecer tanto a motivação das pessoas, como pode proporcionar uma
maior eficiência e eficácia do trabalho.
Segundo Chiavenato (2010) toda organização possui Clima Organizacional que é
constituído pelo meio interno, ou seja, uma atmosfera psicológica própria de cada uma

35
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

delas. Esse Clima Organizacional está relacionado com o moral e a satisfação daquilo que
os membros têm por necessidades, podendo ser: saudável ou doentio, quente ou frio,
negativo ou positivo, satisfatório ou insatisfatório. Está sujeito ao estado em que cada
membro se sente em relação à empresa.
Para Judge, Robbins e Sobral (2010) o Clima Organizacional faz menção das percepções
que os colaboradores de uma organização têm sobre ela e seu ambiente de trabalho.
Para se atingir esses objetivos é preciso avaliar o ambiente externo, e as variáveis de
entrada, que devem influenciar as variáveis internas como nível de satisfação dos
funcionários, motivação e produtividade.
Assim, devemos minimizar os efeitos negativos das variáveis externas através de
programas que visem melhorar o clima organizacional.
As condições econômicas, por exemplo, podem influenciar a moral e satisfação dos
colaboradores, deteriorando, portanto, o clima e a eficácia dos processos.
Quando, por exemplo, ocorre um aumento da inflação na economia, o poder de compra
das pessoas diminui. Nesse caso, os colaboradores só têm duas alternativas: diminuir os
gastos pessoais ou buscar aumentos salariais. Ambas as alternativas podem provocar
deterioração no clima organizacional.
O estilo de liderança também influencia sobremaneira o ambiente de trabalho. Muitas
vezes, as pessoas preferem trabalhar com chefes com estilo de liderança motivador e
democrático, mesmo ganhando menos, a trabalhar com lideres autoritários e injustos, para
ganhar um pouco a mais. Na realidade, os planos de remuneração são importantes, mas
não suficientes para melhorar o clima organizacional.

Saiba mais, sobre Cultura e clima organizacional, acessando o


link:
https://www.youtube.com/watch?v=FqJJ2bA5Ghk

36
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

2.3.3. Inteligência Emocional

Durante muito tempo, os estudiosos do comportamento humano e da educação


acreditavam que a capacidade de inteligência das pessoas não só podia ser medida, como
também determinava o futuro de sucesso ou fracasso profissional. Os psicólogos e
educadores, então, desenvolveram testes para medir o potencial de inteligência,
acreditando com isso que podiam identificar aqueles com maior potencial intelectual,
portanto mais aptos para determinadas ocupações.
O teste de coeficiente de inteligência (QI), apesar de ainda ser usado, perdeu a importância
no que se refere à validade das suas conclusões.
Ao longo dos últimos anos, foi detectado através de estudos que, muitas vezes, pessoas
com alto grau de QI não conseguiam sucesso profissional, ou mesmo pessoal. Também
foram verificados muitos casos de pessoas com baixo QI que atingiam o sucesso
profissional.
Procurando entender o fenômeno, estudiosos no assunto foram levantar os fatores que
estavam influenciando esses resultados. Para surpresa de muitos, eles identificaram que os
profissionais mais bem sucedidos, independente da área de atuação, possuíam
características de comportamento comuns, principalmente no que se refere ao controle das
emoções e às habilidades de lidar com as pessoas.
Um dos principais pesquisadores nesta área é o psicólogo Daniel Goleman, PhD, que
desenvolveu o conceito de inteligência emocional. Segundo ele o maior responsável pelo
sucesso ou fracasso das pessoas é o seu nível de inteligência emocional.
Goldman (1996) indica cinco áreas como fundamentais para se atingir o sucesso:
 Autoconhecimento Emocional
 Controle Emocional
 Automotivação
 Reconhecimento de Emoções em outras Pessoas

37
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

 Habilidade em Relacionamentos Interpessoais

Saiba mais, sobre Cultura e clima organizacional, acessando o


link:
https://www.youtube.com/watch?v=JGQVFKKv13M

2.3.4. Motivação

A motivação é uma condição fundamental e indispensável para o alcance dos objetivos


pessoais, do trabalho, das organizações e dos países. Porém, a motivação dos funcionários
das empresas começou a se tornar um problema sério nos países desenvolvidos do
Ocidente somente a partir da década de setenta e, portanto, não se trata de um problema
tão antigo.
A motivação tem sido um dos maiores desafios na gestão organizacional para muitos
psicólogos, gerentes e executivos. Muitas pesquisas têm sido elaboradas e diversas teorias
têm tentado explicar o funcionamento desta “força misteriosa”, ou ainda desconhecida,
que leva as pessoas a agirem em direção do alcance de seus objetivos.
Quando uma pessoa se coloca ou se direciona a um caminho ou um objetivo, ela não
necessariamente está motivada a atingir este objetivo. Os fatores que a levam a caminhar
naquela direção podem-lhe ser intrínsecos (internos) ou extrínsecos (externos). Quando
são intrínsecos, há motivação; quando são extrínsecos, há apenas movimento ou apenas
satisfação (BERGAMINI, 1997).
Muitas vezes, uma pessoa tem o desejo a realizar algo para evitar uma punição, ou para
conquistar uma recompensa. Nestes casos, a iniciativa para a realização da tarefa não
partiu da própria pessoa, mas de um terceiro (fator extrínseco), que a estimulou de alguma

38
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

forma para que ela se movimentasse em direção ao objetivo pretendido. A pessoa não teria
caminhado em direção ao objetivo caso não houvesse a punição ou a recompensa.
As pessoas podem ainda, agir levadas por um impulso interno (fator intrínseco), por uma
necessidade interior. Neste caso, existe vontade própria para alcançar o objetivo, existe
motivação.
Figura 2.3.4- Imagem Motivação no Trabalho

2.4. Código de ética

As sociedades são regidas por leis e costumes que asseguram a ordem na convivência
entre cidadãos. De acordo com Alen Castro (2011)

Figura 2.4 – Imagem Ética Organizacional

39
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

2.4.1. Ética Religiosa

É delimitada por princípios e regras religiosos, de maneira que os mandamentos têm


caráter imperativo. Nesta concepção, o ato de matar, por exemplo, não se justificaria, pois
seria contrário aos mandamentos bíblicos universais (não matarás) que deve ser obedecido.

2.4.2. Ética do Dever

Centrado na razão humana (Kant, importante filósofo alemão), o dever nasce do


reconhecimento por parte do ser humano da necessidade obrigatória de obedecer à lei. A
primeira delas é a de respeitar todos os seres racionais, de qualidade dos fins em si
mesmos, de maneira que se trate o próximo e todos os seres humanos – em caráter
universal – como um fim e não como um meio, ou seja, um ato bom é aquele que é
praticado por todos indistintamente

2.4.3. Ética Finalista (Finalismo)

Não parte de regras, mas de objetivos. Para se determinar o rumo a ser seguido, deve-se
escolher um rumo apropriado e depois decidir sobre o meio apropriado para alcançá-lo. A
bondade dos fins justificam as ações a serem implementadas de acordo com Brown (1993,
pp. 65-66 apud ALENCASTRO, 2011, p. 42). Lembra a doutrina ética de Maquiavel, no
seu famoso livro “O príncipe”, no qual, em política, “os fins justificam os meios”

2.4.4. Utilitarismo

O utilitarismo vê o bom como aquilo que é útil à maioria das pessoas, admitindo o
sacrifício individual em favor da coletividade. As consequências podem ser positivas ou

40
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

negativas, e a escolha moral sempre será por aquela que cause maior bem e prejudique
menos os envolvidos. Por exemplo, no ato de matar, o utilitarista faria parte de um
conjunto de normas derivadas da necessária e útil cooperação dos indivíduos em prol da
segurança (bem-estar) da comunidade, garantindo bem-estar a cada um de seus membros.

3. UNIDADE 3

3.1. Ética e responsabilidade social

Você certamente já ouviu falar em responsabilidade social e sabe que este conceito se
relaciona com o respeito às pessoas e ao meio ambiente. Também fazem parte deste
conceito a ética e a transparência presentes no relaciona- mento entre as organizações e os
públicos com os quais se relaciona.

Figura 3.1 – imagem Ética e Responsabilidade Social

3.1.1. Responsabilidade Social

Responsabilidade Social é uma terminologia que está sendo muito utilizada, não que seja
um procedimento novo, mas um conceito que a cada dia que passa está sendo mais
utilizado nas organizações. Entendemos por Responsabilidade Social como uma forma de

41
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

se programar soluções para os problemas sociais, cultivando um conjunto de valores e


formando uma cultura interna e externa e tem como alicerce para sustentação a ética e a
Cidadania.
Pensar em responsabilidade social é pensar em ética. Como já tivemos uma base da ética
na competência anterior, acredito que possamos dar mais esse passo na construção do
nosso conhecimento.

3.1.2. Introdução a Responsabilidade Social

As empresas de “organismos vivos” que ao longo do tempo acabam incorporando


mudanças e procedimentos para se adaptarem às novas realidades e garantirem a
sobrevivência. De alguns anos para cá, tem-se notado, em ritmo promissor, uma crescente
consciência de que a empresa pode e deve assumir dentro da sociedade um papel mais
amplo, que vai além da sua vocação básica de geradora de riquezas, ou seja, a empresa na
busca tremenda da lucratividade. Segundo Ponchirolli (2013), essa crescente demanda da
sociedade oferecem várias respostas e vários entendimentos, pois este novo papel pode
estar associado não só a motivos de obrigação social, mas também, a sugestões de natureza
estratégica ou ainda, a uma postura verdadeiramente ética e cidadão da empresa.
O exercício da cidadania empresarial pressupõe uma atuação eficaz da empresa com todos
aqueles que são afetados por sua atividade, sejam diretos, sejam indiretos, possuindo um
alto grau de comprometimento com seus colaboradores internos e externos. No Brasil, o
movimento da Responsabilidade Social ganha força a partir dos anos 1990. Junto com ele,
o mercado também vem evoluindo, com a exigência de ética e transparência nos negócios.
A maneira como as empresas realizam seus negócios define sua maior ou menor
Responsabilidade Social. O conceito da Responsabilidade Social está relacionado com a
ética e a transparência na gestão dos negócios, como dito anteriormente, e deve refletir-se

42
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

nas decisões cotidianas que podem causar impactos na sociedade, no meio ambiente e no
futuro dos próprios negócios.

3.1.3. Responsabilidade Social e as Organizações

A responsabilidade Social tornou-se um fator de competitividade para os negócios. Hoje,


as empresas devem investir no permanente aperfeiçoamento de suas relações com todos os
públicos dos quais dependem e com os quais se relacionam: clientes, fornecedores,
empregados, parceiros e colaboradores. Isso inclui também a comunidade na qual atua o
governo, sem perder de vista a sociedade em geral, que construímos a cada dia. Fabricar
produtos ou prestar serviços que não degradem o meio ambiente, promover a inclusão
social e participar do desenvolvimento da comunidade de que fazem parte, entre outras
iniciativas, são diferenciais cada vez mais importantes para as empresas na conquista de
novos consumidores ou clientes. O negócio baseado em princípios socialmente
responsáveis não só cumpre suas obrigações legais como vai além. Tem por premissa
relações éticas transparentes, e assim, ganha condições de manter o melhor relacionamento
com parceiros e fornecedores, clientes e funcionários, governo e sociedade. Ou seja, quem
posta em responsabilidade e diálogo vem conquistando mais clientes e o respeito da
sociedade.
É verdade que muitas das micro e pequenas empresas já contribuem para a melhoria das
comunidades nas quais estão presentes. Mas esta deve ser uma postura sistemática, para
enraizar valores como a solidariedade em nosso meio social.

Legal! Acesse e saiba As 100 empresas mais sustentáveis do


mundo em 2016. http://exame.abril.com.br/negocios/as-100-
empresas-mais-sustentaveis-do-mundo-em-2016/#

43
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

3.1.4. Diretrizes para Implementação da Responsabilidade Social nas Empresas

A responsabilidade social é muito mais do que um conceito. É um valor pessoal e


institucional que se reflete nas atitudes das empresas, dos empresários e de todos os seus
funcionários.
Para muitas empresas exercer responsabilidade social é simplesmente fazer doações e
desempenhar ações de filantropia. Tais empresas apenas praticam ações de
responsabilidade social e, em muitos anos, de forma esporádica e casual. Segundo o
Instituto Ethos (2003), existem sete diretrizes para a implantação da Responsabilidade
Social nas organizações:
o Adotar valores e trabalhar com transparência.
o Valorizar empregados e colaboradores.
o Fazer sempre mais pelo meio ambiente.
o Envolver parceiros e fornecedores.
o Proteger clientes e consumidores.
o Promover sua comunidade.
o Comprometer-se com o bem comum

3.2. Motivação

A motivação é um processo individual e fruto de nosso crescimento pessoal, e a natureza


do ser humano é muito complexa. Dessa forma, é difícil conseguir valorizar o indivíduo e
oferecer condições motivadoras para toda a equipe. Como cabe aos líderes criar condições
para que as pessoas se motivem, é necessário entender as necessidades gerais do ser
humano, a fim de atender essas condições. Alguns estudos nos orientam em relação ao
atendimento dessas necessidades humanas.

44
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

Figura 3.2 – Imagem Motivação

3.2.1. Teoria de Herzberg – Fatores Motivacionais

Frederick Herzberg foi o autor da "Teoria dos Dois Fatores" que aborda a situação de
motivação e satisfação das pessoas. Nesta teoria Herzberg verificou e evidenciou através
de muitos estudos práticos a presença de que dois fatores distintos devem ser considerados
na satisfação do cargo; são eles: os Fatores Higiênicos e os Motivacionais.
Fatores higiênicos: referem-se às condições que rodeiam o empregado enquanto trabalha,
englobado as condições físicas e ambientais de trabalho. A expressão “higiene” reflete seu
caráter preventivo, profilático e necessário. De acordo com as pesquisas de Herzberg,
quando os fatores higiênicos são ótimos, eles apenas evitam insatisfação. E quando
precários eles provocam a insatisfação dos empregados.
Fatores motivadores: referem-se ao conteúdo do cargo, às tarefas e aos deveres
relacionados com o cargo em si. São os fatores motivacionais que produzem efeito
duradouro à satisfação e aumento de produtividade em níveis de excelência. Para
Herzberg, o termo motivação envolve sentimento de realização, de crescimento e de
reconhecimento profissional manifestado por meio do exercício das tarefas e atividades
que oferecem suficiente desafio e significado ao trabalhador.
45
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

Figura 3.2.1 – Teoria de Herzberg

3.2.2. Teoria de Maslow

Teoria de Maslow,
Segundo Chiavenato (2006), A Hierarquia de necessidades de Maslow, também
conhecida como pirâmide de Maslow, é uma divisão hierárquica proposta por
Abraham Maslow, em que as necessidades de nível mais baixo devem ser
satisfeitas antes das necessidades de nível mais alto. Cada um tem de "escalar" uma
hierarquia de necessidades para atingir a sua auto realização.

1. Necessidades fisiológicas: Estas são as necessidades mais básicas, mais físicas (água,
comida, ar, sexo, etc.). Quando não temos estas necessidades satisfeitas ficamos mal, com
desconforto, irritação, medo, doentes.

46
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

2. Necessidades de segurança: No mundo conturbado em que vivemos procuramos fugir


dos perigos, buscamos por abrigo, estabilidade e continuidade.
3. Necessidades sociais: O ser humano precisa amar e pertencer. Nós queremos nos sentir
necessários a outras pessoas ou grupos de pessoas.
4. Necessidades de "status" ou de estima: O ser humano busca ser competente, alcançar
objetivos, obter aprovação e ganhar reconhecimento
5. Necessidade de auto realização: O ser humano busca a sua realização como pessoa, a
demonstração prática da realização permitida e alavancada pelo seu potencial único.

Figura 3.2.2 – Teoria de Maslow

3.2.3. Recursos Motivadores

Os recursos para a verdadeira e total motivação indicam que os líderes devem assegurar os
seguintes pontos, oferecendo condições para que as pessoas:
• Sintam-se participantes, conectadas e orgulhosas quanto aos propósitos de suas
áreas, unidades de negócio e empresa.
• Tenham o treinamento e a capacitação para as tarefas que executam.

47
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

• Tenham as informações, equipamentos, ferramentas e materiais para o desempenho


de seu trabalho.
• Tenham o reconhecimento emocional (reforço positivo) por resultados destacados
que atingiram.
• Tenham a recompensa material proporcional à contribuição que trouxeram salários,
benefícios, bônus, prêmios, participações, etc.
• Tenham a possibilidade de auto realização, de crescer e de se desenvolver tanto
como pessoas, tanto como profissionais.
• Tenham a possibilidade de criar, influenciar e melhorar processos, relações e
ambiente de trabalho.
• Sintam-se integrantes e participantes das equipes.

3.2.4. Auto- Motivação

Quer queiramos ou não, sempre existirão momentos de desilusões na nossa vida pessoal
ou profissional, principalmente nestas situações de grandes modificações. Pode ser que
sejam acontecimentos grandes, como uma demissão ou até fechamento da empresa que
trabalhamos.
Pode ser também que seja acontecimentos menores, mas que de qualquer forma nos
atingirá, aquelas coisas do dia a dia, como um olhar atravessado, um bom dia que não foi
retribuído, um desprezo pela sua opinião, um projeto que não foi aprovado, um aumento
que foi negado, etc. De repente podemos ver nossos sonhos, nossas perspectivas
desabarem. Nossos sonhos, como carreira e sucesso, indo ladeira abaixo.
Para que possamos buscar motivação e enfrentarmos esta situação e não desanimar diante
destes acontecimentos é primordial que aprendamos a conviver com estas desilusões e usar
os aprendizados que elas nos dão para podermos sair por cima desta situação.

48
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

Segundo alguns psicólogos, psiquiatras e consultores devemos seguir alguns passos para
não desanimarmos e buscarmos forças dentro do evento para nos superarmos. São eles:
• Jamais se considere uma pessoa derrotada. Avalie o que aconteceu e aprenda com o
fracasso;
• Faça a diferença no seu trabalho, dê algo a mais do que esperam de você, dê aquele
plus que só você sabe qual, faça mais;
• Mantenha os pés no chão.
• Avalie bem a situação da empresa e a sua e não alimente expectativas que não
possam se cumprir;
• Estabeleça metas e objetivos que possam ser cumpridos;
• Alimente sua autoestima, não fique tão dependente da opinião dos outros e dos
acontecimentos.
• Confie mais em você e nas suas capacidades independentemente do que está
acontecendo ao seu redor. Acredite.
• Cultive as outras coisas que são importantes para você, seus amigos, filhos, família.
• Seja bom para com os outros, faça o bem, doe-se sem pensar em benefícios, conviva
mais com aqueles que lhe prestigiam, que gostam de você. Escolha as pessoas ao seu
redor, conviva mais com pessoas positivas que lhe fazem bem.
• Lembre-se sempre que a motivação para enfrentarmos os acontecimentos externos
vem das decisões internas e como vamos nos posicionar. Busque os recursos que precisa
para enfrentar esta situação dentro de você, pois é lá que estão todos os aprendizados e
experiências para enfrentarmos qualquer contratempo.

Saiba mais, sobre auto- motivação, acessando o link:


https://www.youtube.com/watch?v=iBspP0WUyR4

49
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

3.3. Filosofias ligadas a ética

São várias as Filosofias ligadas à ética: o utilitarismo, a justiça, a teoria dos direitos, o
egoísmo esclarecido, o modelo do universalismo, a regra de ouro.

3.3.1. Utilitarismo

O utilitarismo é a doutrina segundo a qual ações certas ou erradas são determinadas por
suas consequências boas ou más. O modelo utilitário exige que o indivíduo aja de forma a
maximizar a felicidade e minimizar a dor para o maior número possível de pessoas
envolvidas.

3.3.2. Justiça

Já o termo justiça é às vezes empregado no sentido de lei ou legalidade. Mas justiça


significa mais do que isso. Uma definição simples é “equidade”. A responsabilidade da
justiça é preservar a ordem numa comunidade. Aristóteles foi o primeiro a definir a justiça
como um tratamento igual para pessoas iguais e desigual para pessoas desiguais, mas na
proporção de sua diferença. Assim, no contexto da justiça, a ética de uma ação é
determinada pela noção de que pessoas iguais devem ser tratadas de maneira igual, e
pessoas desiguais devem ser tratadas de maneira desigual, dando- se ênfase à equidade.

3.3.3. Teoria dos Direitos

A teoria dos direitos, por sua vez, reza que cada pessoa tem direitos básicos num universo
moral. Eles incluem o direito de consentir livremente, o direito à privacidade, o direito de
liberdade de consciência, o direito de liberdade de palavra e o direito a um processo legal.

50
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

Direitos básicos e universais são compartilhados por todos os empregados. São garantidos
a todas as pessoas racionais pela Constituição da maior parte dos países, bem como pela
Declaração Universal do Direitos Humanos.

3.3.4. Egoísmo Esclarecido

O “egoísmo esclarecido”. – Leva em conta prejuízos, benefícios e direitos. Assim, uma


ação será moralmente correta se aumentar os benefícios para o indivíduo de forma a não
prejudicar intencionalmente outras pessoas, e se esses benefícios puderem contrabalançar
qualquer prejuízo não-intencional resultante. Uma ação é considerada ética com base no
fato de ela produzir mais resultados bons do que maus para o indivíduo, a longo prazo.

3.4. Ética no trabalho

Para que seja ético no trabalho é preciso antes de tudo ser honesto em qualquer situação,
nunca fazer algo que não possa assumir em público, ser humilde, tolerante e flexível. Ser
ético significa, muitas vezes, abrir mão de algumas coisas e perder algo.
É preciso ouvir mais as ideias de seus colegas, pois muitas aparentemente absurdas podem
ser a solução para um problema. Para descobrir isso, é preciso trabalhar em equipe, ouvir
as pessoas e avaliar a situação sem julgamentos precipitados ou baseados em suposições, e
principalmente dar crédito a quem realmente é merecedor. Muitas vezes recebemos
elogios pelo trabalho realizado por outras pessoas, sem sequer repassar os mesmos ou citar
o nome dos colegas que contribuíram para tal, e isso é ser antiético, pois está-se aceitando
um elogio pelo trabalho de outra pessoa e, cedo ou tarde, o mesmo será reconhecido e
você ficará com fama de mau-caráter.
Outra coisa muito importante é a pontualidade, pois se você sempre se atrasar, será
considerado indigno de confiança e pode perder boas oportunidades de carreira.

51
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

Infelizmente em muitas empresas julga-se o caráter e a competência de um funcionário


pelo cumprimento de horário e não pela sua produtividade ou habilidades
técnicas/gerenciais.
Tente também nunca criticar seus colegas de trabalho ou culpá-los pelas costas, e quando
tiver de corrigir ou repreender alguém, faça-o em particular, não o humilhe perante outros,
respeite sua privacidade e se for o caso ofereça apoio, pois ele poderá estar passando por
dificuldades sem você saber.
Existem outras ponderações que devemos fazer, tais como: maneiras de utilização de
telefones, e-mails, assim como comportamentos em reuniões/palestras e em situações de
fofocas de corredor
“Aja de acordo com seus princípios e assuma suas decisões, mesmo que isso implique
ficar contra a maioria”.

Muito interessante o vídeo sobre Ética no trabalho, acesse o link:


https://www.youtube.com/watch?v=WJXQZTaNNVA

3.4.1. Utilização do Telefone

Ao se utilizar o telefone na empresa devemos tomar alguns cuidados, tais como:


 Dar toda a atenção à pessoa que ligou sem ficar distraído com outras atividades em
paralelo
 Evitar intimidades com a pessoa que está do outro lado da linha, pois isso poderá
causar constrangimentos com os colegas que estão ao seu redor;

52
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

 Ao falar ao telefone, você é julgado pela dicção, capacidade de articular


pensamentos e por tratar os outros com cortesia ou não. A voz deve ser alegre, clara,
calorosa e em bom-tom, nem alta nem baixa demais;
 Ao atender telefonemas alheios, anote o recado escrevendo o nome da pessoa que
ligou o número do telefone, o assunto e à hora;
 Não faça ligações pessoais demoradas;
 Não entre em discussões por telefone;
 Retorne as ligações, mesmo que você não conheça quem deixou recado;
 Se estiver ocupado, não tenha medo de interromper a conversa, diga que não pode
falar e que ligará em seguida e não esqueça de retornar a ligação;
 Todos estamos sujeitos a ter de atender a um telefonema com alguém ao lado.
Quando for inevitável, procure fazer com discrição, nada de gestos, caretas ou comentários
tapando o bocal do telefone;
 Jamais deixe alguém esperando na linha, melhor dizer que está ocupado e que
retornará a ligação depois;
 Se a linha cair não se preocupe, pois a responsabilidade de ligar novamente é de
quem telefonou.

3.4.2. Utilização do E-mail

A utilização do e-mail é algo extremamente polêmico e atualmente se discute muito sobre


o direito das empresas monitorarem os e-mails de seus funcionários, violando assim sua
privacidade. Então, é importante que se tenha alguns cuidados ao se utilizar o e-mail
fornecido pela empresa:
 Nunca escreva algo que possa constrangê-lo depois, evite intimidades e escreva
aquilo que você falaria pessoalmente para a pessoa;

53
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

 Verifique sempre a gramática e a ortografia do texto antes de enviá-lo, pois não


existe nada pior do que um texto cheio de erros que, em muitos casos, pode ofender
pessoas que prezam muito uma boa grafia;
 Seja claro e objetivo, pois hoje em dia ninguém tem tempo para ler textos extensos
demais ou ficar pensando em palavras fora de contexto;
 Um e-mail, apesar de também ser um documento, não deve ser tão formal quanto
uma carta;
 Jogue fora todos aqueles e-mails que não servem para nada, como malas diretas,
correntes e piadinhas infames e só responda àqueles que realmente mereçam sua atenção;
 Não mande correntes, piadas - obscenas ou não - e pegadinhas por e-mail para quem
não conhece.
Figura 3.4.2 – E-mail e Redes Sociais

3.4.3. Comportamento em Reuniões

É neste momento que seu profissionalismo é posto à prova e onde sua postura profissional
estará sendo julgada, então tome alguns cuidados ao participar de reuniões de trabalho.

54
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

 Não chegue atrasado. Além de irritar quem chegou na hora, sua imagem ficará
péssima, pois sua pontualidade foi ineficaz;
 Nunca sente à cabeceira da mesa, pois esse lugar normalmente é reservado à pessoa
que conduzirá a reunião. Assim você dará a entender que conhece seu lugar, demonstrará
apoio e deixará claro que não ameaça a pessoa que está conduzindo a reunião;
 Leia e pesquise sobre o assunto que será colocado em pauta. Dessa maneira você
estará preparado e poderá participar da discussão, sem passar pelo constrangimento de dar
um fora;
 Quando participar de uma reunião não entre mudo e saia calado, torne sua
participação ativa;
 Exponha todas suas ideias independentemente de boas ou ruins, e quando achar que
deve discordar discorde, mesmo que seja com quem está conduzindo a reunião. Dessa
maneira você tornará a reunião mais produtiva e não apenas um encontro de amigos;
 Olhe para os outros quando estiverem falando para mostrar interesse. Não baixe os
olhos para a mesa;
 Apresente suas ideias como recomendação e não como ordens. Senão você poderá
comprometer a autoridade diante dos demais participantes;
 É importante manter a postura durante uma reunião. Evite ficar gesticulando,
rabiscando, mexendo no celular e principalmente entrar em uma reunião com o celular
ligado.

3.4.4. Fofocas de Corredor

Algo inevitável nas empresas são as fofocas de corredor, por isso evite ao máximo fazê-
las.

55
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

 Afaste-se das fofocas e maledicências. Só o fato de prestar atenção nelas pode lhe
dar a fama de fofoqueiro, e aquele que lhe conta a última novidade pode levar também um
comentário péssimo sobre você e aumentar o conflito interpessoal;
 Evite fazer profecias. As previsões podem não se realizar e as palavras se voltarão
contra você;
 Não seja inconveniente, aparecendo em outros setores da empresa sem ligar antes só
para fazer uma fofoca rápida;
 Mantenha a voz baixa, especialmente quando precisar falar de assuntos de caráter
confidencial;
 Quando se referir a um colega numa conversa, use o nome completo dele para evitar
mal-entendidos;
 Evite falar de sua vida pessoal com quem você não conhece o caráter;
 Caso trabalhe com alguém de quem não gosta, troque cumprimentos, mantenha
distância e não comente a antipatia que sente. Isso minimiza os atritos e evita que os
outros reparem a incompatibilidade e façam fofocas.

Figura 3.4.4 – Fofoca no Trabalho

56
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

4. UNIDADE 4

Nesta aula, vamos rever alguns temas polêmicos ao longo


da história da Humanidade que nos levam a refletir sobre as
razões para sermos éticos.

4.1. Atitudes éticas e antiéticas na humanidade

A história da humanidade revela situações baseadas em decisões antiéticas que ao longo


do tempo foram corrigidas. Ao declarar que a Terra se move em torno do Sol e não o
inverso, Galileu desafiou a Igreja Católica que o convocou para julgamento diante do
Santo Ofício, em Roma. Condenado a se retratar publicamente, diz-se que ele teria
sussurrado Eppur si muove, ou seja, “mas ela se move” referindo-se ao movimento da
Terra em torno do Sol. Imagine que somente no Século XX, a Igreja Católica por meio do
Papa João Paulo II se retratou publicamente, assumindo o erro por esta condenação.
Figura 4.1 - Galileu Galilei

Físico, matemático e astrônomo, o italiano


Galileu Galilei nasceu em Pisa em1564 e faleceu em
Florença em 1642, na Itália. Suas pesquisas revolucionaram
a ciência com o enunciado do princípio da inércia e os
estudos sobre o movimento uniformemente acelerado e
sobre o movimento do pêndulo. Descobertas sobre manchas
solares, satélites de Júpiter, anéis de Saturno e estrelas da
Via Láctea complementaram a defesa que fez do
heliocentrismo.

Figura 6 Galileu Galilei.


Fonte:DomínioPúblico

57
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

4.1.1. Pesquisas Científicas

Em 1996, pesquisadores escoceses surpreenderam o mundo com o resultado da primeira


experiência de clonagem de animais: nascia a ovelha batizada como “Dolly” a partir de
uma célula da glândula mamária de uma ovelha adulta. Na sequência, foram também
clonados bois, cavalos, ratos e porcos.
Produzir artificialmente um ser vivo tornou-se objeto de polêmicas entre religiosos,
políticos e movimentos sociais em diversos países. A discussão retomou sua força quando
Dolly precisou ser sacrificada, em 2003, devido a uma doença pulmonar progressiva.
Pesquisas com células tronco nos levam a crer na esperança de cura para doenças como
diabetes, esclerose, Alzheimer, distrofia muscular e Parkinson. As células embrionárias
usadas nestas pesquisas são as únicas com capacidade de diferenciação nos 216 tecidos
que formam o corpo humano. Por outro lado, despertam discussões calorosas sobre o
acesso do homem a células embrionárias. A discussão gira em torno da vida de um
indivíduo que deixa de se formar para curar outro ser humano.
Também os resultados de pesquisas são objeto de preocupação dos órgãos públicos. No
Brasil, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
divulgou diretrizes que promovem a ética na divulgação dos resultados das pesquisas que
são realizadas em nosso país. Esta iniciativa se deu devido a fraudes ocorridas na
comunicação de resultados obtidos por pesquisadores brasileiros.
Figura 4.1.1- A Ovelha Dolly

58
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

Não se podem realizar procedimentos médicos sem a anuência do paciente. A ética se faz
presente na condução de situações como esta já que há grupos de pessoas incapazes de
decisão como crianças e pacientes de hospitais psiquiátricos cuja concordância com
pesquisas científicas deve se dar por seus representantes legais. Entram em cena a
consciência ética do ser humano e do profissional fundamentada nos valores do indivíduo
que toma a decisão e nos deveres profissionais éticos esclarecidos no código da categoria.

4.1.2. Internet com Ética

Você faz parte de redes sociais como Orkut, Facebook ou Link? Se a resposta for
afirmativa, você sabe quantas mudanças ocorreram nestes espaços virtuais buscando
oferecer alguma privacidade aos seus participantes. Então você também sabe o quanto esta
privacidade é cada vez mais difícil de se obter. Os usuários da internet consomem a
informação quando quiserem e a utilizam da maneira que desejarem. Quantos processos já
foram movidos por pessoas que se sentiram prejudicadas pelo uso indevido de seus nomes,
comprometendo a imagem pessoal e profissional! Ainda que seja possível descobrir a
fonte de observações equivocadas feitas na internet, somente com o apoio da Justiça pode-
se consultar os provedores e então fazer movimentos para tentar restabelecer a imagem de
quem se sentiu prejudicado.
O fato é que não é possível haver um controle 100% efetivo sobre o que acontece no
ambiente virtual. Dependemos da consciência ética das pessoas que nele navegam para
que seu uso seja feito para o bem comum. É isso que você vê no seu dia a dia? A pirataria
na internet ocorre quando se obtém cópias não autorizadas de bens para uso pessoal
(Srour, 2011), da mesma maneira que estas cópias são vendidas no mercado, nas ruas ou
nas casas, sem autorização legal. A moral do oportunismo se instala e a conduta antiética é
justificada pela necessidade do suprimento de necessidades básicas do ser humano. Esta
conduta se justifica? Srour (2011, p. 38), indica que “racionalização antiética” está na base

59
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

desta conduta orientando práticas racionais fundamentadas no que Sá (2010, p. 263),


chama de “ética da mentira”. As pessoas estabelecem um conjunto articulado de
justificativas para seus atos imorais e ilícitos, condenados pela sociedade.

Observamos que ao longo da história da


Humanidade foram tomadas decisões antiéticas que se basearam nos
princípios vigentes naquele momento e que norteavam a conduta da
sociedade. Vimos também que polêmicas são levantadas a partir de
pesquisas científicas realizadas na busca pela cura de doenças. A ética
na internet é um tema contemporâneo que precisa ser considerado
orientando o comportamento dos indivíduos no sentido de promover
um convívio harmônico de todos.
“Como querem que eu faça tudo direito se a justiça é morosa, os
impostos são um absurdo, todo dia vemos escândalos com os políticos
em quem votamos o mundo cheio de gente esperta, por que eu tenho
que ser ético?” Querido aluno, estas e outras situações não podem
servir como parâmetros para nossa conduta e vida social.
4.1.3. A Ética e a Sociedade Atual “A Ética e Sociedade do Espetáculo”

Os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro cabe uma reflexão sobre o que vimos e vivemos. O
Rio de Janeiro deu uma belíssima evidência de sua vocação de cidade de eventos, de
cidade palco. Apesar dos receios, das críticas, do pessimismo, muito frequentes em nossa
sociedade e que expressam uma certa sensação de insegurança diante da ameaça do
fracasso, pode-se dizer, sem nenhum exagero, que os Jogos Olímpicos foram um grande

60
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

sucesso, para além das expectativas iniciais, apesar de alguns percalços antes da Abertura.
A cidade tem uma paisagem deslumbrante, o carioca é em geral alegre e acolhedor e não
houve grandes incidentes.
Hoje voltamos a nossa dura realidade. Desemprego em alta, inflação em alta, falta de
educação, saúde, segurança. Corrupção, crise de legitimidade política, escândalos que se
multiplicam e atingem os três poderes da República. É curioso e chama a atenção que a
competência e a criatividade demonstradas na organização dos jogos, sobretudo nas
festividades de Abertura e Encerramento, não se repitam em nossa sociedade em campos
em que somos extremamente carentes, com indicadores próximos a países do Caribe e da
África em saúde, educação e segurança, países estes que nunca sediaram e não sediarão no
futuro próximo grandes eventos como os Jogos Olímpicos. Falta de investimento, falta de
vontade política, inversão de prioridades, manipulação política são as causas que nos vêm
à mente de imediato.
Conforme o sociólogo francês Guy Debord (1967/1994), o conceito do espetáculo unifica
e explica uma grande diversidade de fenômenos aparentes. As suas diversidades e
contrastes são as aparências organizadas socialmente que devem elas próprias serem
reconhecidas na sua verdade geral. A sociedade do espetáculo retrata e faz uma análise
devastadora da manipulação política da sociedade através dos espetáculos, expõe a criação
de fetiches, mostra o papel da mídia nesse processo e de como tudo isso serve a interesses
do poder político e econômico. Debord chama a atenção para a necessidade de vermos
além das aparências, do imediatismo, do caráter efêmero de qualquer espetáculo.
Espetáculos, por definição, não são permanentes, a luta no dia a dia da sociedade, esta é.
Mas, há uma lição de ética na sociedade de espetáculo, há uma lição de ética e de política
desmontado o palco, revela-se a dura realidade dos bastidores. Mas a sociedade do
espetáculo pode começar a se transformar na medida em que os espectadores se
transformem em protagonistas.

61
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

Confira e Acesse o link:


https://www.publico.pt/2017/09/05/desporto/noticia/brasil-abre-inquerito-por-
corrupcao-nos-jogos-olimpicos-2016-1784428

4.1.4. O “Jeitinho” é um traço Cultural Brasileiro?

O antropólogo Roberto da Matta (2009), ao discutir o tema: “O jeitinho brasileiro é uma


forma de corrupção?” Ensina que esta forma de resolver situações difíceis contando com a
benevolência dos outros poderia ser mundial, não fosse em países como a Alemanha ou
Suíça onde impera a rigidez no cumprimento das normas. Para este autor, o mesmo
“jeitinho” que facilita a vida no cotidiano também coloca o brasileiro acima da lei: “o
jeitinho se confunde com corrupção porque desiguala o que deveria ser tratado com
igualdade”.
Para da Matta, há uma questão sociológica envolvida no “jeitinho” que estabelece uma
relação ruim com a norma estabelecida para todos. O cidadão exige o cumprimento da lei
pelo político que ocupa um cargo público, mas por outro lado, pede a um parente que faça
“vista grossa” sobre um tributo não recolhido. Como lidar com a ética nesta situação?
Como dizer que o representante do povo foi antiético e precisa ter seus direitos políticos
cassados se o próprio cidadão transgride a lei.

Vídeo Jeitinho Brasileiro, acesse o link:


https://www.youtube.com/watch?v=W56dP8canyA

62
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

4.2. Gestão da reputação do profissional

Nesta aula, vamos discutir os impactos causados pela conduta


sobre a reputação de um profissional. Abordaremos o quanto a exposição
dos profissionais nas redes sociais pode causar impactos positivos e
negativos sobre a reputação de um profissional

4.2.1. A Ética, a Reputação e a Imagem do Profissional

O patrimônio de um profissional é constituído também da percepção que se tem dele, de


suas decisões na vida pessoal e de sua conduta na organização com os colegas e na sua
relação com o trabalho. Em sua obra, Sá (2010) reforça o valor do código de ética da
profissão no sentido de preservar o nome profissional que causa impactos em toda
categoria.
Ao tratar as condutas antiéticas do ser humano, Sá (2010, p. 153) reforça a importância de
se preservar a imagem pessoal e profissional que faz por merecer a confiança da sociedade
e das organizações. “O que se faz durante toda uma vida, em poucos dias pode
desmoronar, diante dos efeitos malévolos da ação dos caluniadores, traidores,
difamadores, chantagistas e intrigantes” diz Sá (2010, p. 153). Energia e inteligência são
necessárias para que possamos nos contrapor aos resultados das ações que buscam destruir
uma imagem positiva, seja ela pessoal ou profissional.

63
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

4.2.2. Direito de Uso de Imagem

Pessoas que constroem ao longo de suas vidas uma imagem tão positiva que acabam se
tornando uma celebridade precisam cuidar para que dela não se faça uso indevido ou sem
autorização. Campanhas de comunicação frequentemente utilizam a imagem de atletas,
atores, entre outros para endossar produtos ou serviços de organizações de diferentes
segmentos.
A imagem de um profissional é um assunto tão sério que a normatização de seu uso é feita
pela legislação. A lei 9.610 de 19/02/1998 cuja íntegra está disponível no link:

Vamos saber mais! Acesse o link:


http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9610.htm, acesso em: 05 fev. 2012,
dispõe sobre direitos autorais.

Vale aqui ressaltar que também fazem parte desta discussão o direito ao desenvolvimento
de um produto, serviço, autoria de textos ou produções culturais, entre outros. O INPI –
Instituto Nacional da Propriedade Industrial é o órgão que regula os registros de patentes
neste campo. Quando patentes são registradas e seus produtos tornados públicos qualquer
utilização sem autorização prévia ou fazendo a devida referência é punida pela lei.
Da mesma maneira, textos acadêmicos devem fazer referência aos seus autores originais,
como fontes de referência. Veja o exemplo deste livro. Inúmeros autores são citados, suas
referências estão no texto e ao final desta obra. Assim, quando fazemos trabalhos
acadêmicos, devemos seguir as normas da ABNT – Associação Brasileira de Normas
Técnicas que oferecem as diretrizes para as instituições de ensino, como a nossa, e seus
alunos.

64
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

Para Refletir!
Reputação on-line: como cuidar da sua imagem na internet, que
você lê a seguir um tema muito atual voltado para o acesso ilimitado
que todos têm sobre todas as pessoas, apenas digitando seus nomes
num site de pesquisa, na internet. Você já teve sua privacidade
invadida pela internet? Até que ponto considera benéfica a
participação em redes sociais como Facebook e outros sites de
relacionamento, e de que maneira esta exposição pode prejudicar um
profissional? Que atitudes você adota para se prevenir de situações
indesejáveis que possam afetar sua imagem como profissional?
4.2.3. A Influência do Contexto Cultural no Comportamento Ético Profissional

Organizações que possuem filiais ou unidades industriais no exterior internacionalizam


também as normas de segurança no trabalho. Evidentemente, quando se trata de
implementar estas normas no Brasil, os obstáculos enfrentados são diferentes daqueles
provenientes de diferentes culturas, a começar pelo idioma, como vimos em aulas
anteriores.
Montana e Charnov (2010, p. 455) alertam para o perigo de se tentar implantar normas em
organizações instaladas em outros países da mesma maneira que se faz no Brasil. Os
autores sugerem que “a empresa também deve procurar opiniões e conselhos locais sobre a
prática dos negócios. Insistir que todos os negócios devem ser feitos segundo o modelo do
país sede leva ao fracasso inevitável.”.

65
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

4.2.4. O que a Responsabilidade tem a Haver com a Segurança no Trabalho?


São conhecidas as medidas que as organizações devem adotar para preservar a integridade
física das pessoas que trabalham em suas instalações físicas. Trata-se da relação ética e
transparente garantida pela legislação que deve ser cumprida. Observe que cada vez mais
os profissionais estão escolhendo as empresas onde trabalhar e os consumidores preferindo
este ou aquele fornecedor diante da imagem socialmente responsável da marca.
Organizações que não tomam as medidas necessárias, mesmo que seja apenas para
cumprimento da lei e não pela consciência ética de seus gestores, têm sido cada vez mais
descartadas da lista de empregadores e fornecedores pelos talentos que atuam no mercado
e pelos consumidores dos quais dependem os negócios.

4.3. Ética na administração e gestão

Nesta aula, discutiremos a tomada de decisão dos


gestores de uma organização com base em suas habilidades e
ética organizacional.

4.3.1. Habilidades para a Administração

Uma organização tem três níveis para sua gestão: estratégico, ocupado pela presidência e
diretoria; tático, ocupado pela gerência; e operacional, ocupado por todos aqueles que não
estão nos dois primeiros níveis. Vale aqui lembrar que quando falamos em nível
operacional, não estamos nos referindo apenas às pessoas que trabalham na indústria,
operando máquinas, mas também aos supervisores, coordenadores, analistas, estagiários,
etc.

66
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

Em todos estes níveis, é necessário que o profissional domine habilidades que estão
demonstradas na Figura 19:

Figura 4.3.1 – Habilidades Necessárias

Observe que as habilidades técnicas são mais específicas do nível operacional, o que não
significa dizer que os demais níveis não precisem ter domínio sobre questões técnicas
envolvidas nos processo. Eles precisam, mas numa intensidade menor. Chiavenato
(2003) denomina de “intermediário” ou “ta- tipo” o nível em que estão os gerentes
cuja visão do negócio (habilidades conceituais) deve ser mais intensa do que o
domínio de habilidades técnicas. Quanto ao nível estratégico, observa-se pela figura
10.1 que as habilidades conceituação ainda mais requisitadas (CHIAVENATO, 2003;
RIBEIRO, 2009).

4.3.2. Liderança e Assédio Moral

Em uma organização, as lideranças são cobradas para alcançar e superar metas. Você pode
já ter presenciado uma situação em que o estresse tomou conta de um líder que se viu
pressionado para o alcance de resultados. A superação destas situações faz parte do papel
da liderança, assim como a capacidade de resistência às pressões deve ser atributo de um

67
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

líder. Por outro lado, ser firme na cobrança do alcance e superação de resultados é muito
diferente de pressionar o time de trabalho! É inaceitável que líderes com o poder de
decisão extrapolem os limites impostos pela ética, assim sendo, a legislação cuida muito
bem de lhes impor a adequada punição!

Figura 4.3.2 – Assédio Moral no Trabalho

4.3.3. Resiliência: Suportando Pressões num Ambiente de Adversidade

Inicialmente, vamos compreender o que significa o termo “resiliente”. Este é um termo


utilizado na Física para designar a propriedade que alguns materiais têm de suportar
pressão interna ou externa. Alguns materiais retornam ao seu estado inicial sem qualquer
deformação após sofrer algum tipo de pressão enquanto outros modificam-se
completamente. É o caso, por exemplo, de uma barra de gelo e uma barra de aço. Se você
bater no gelo, ele se quebra, podendo dissolver-se completamente, ou seja, apresenta
baixíssimo nível de resiliência porque ao se exercer uma pressão sobre ele, verifica-se uma
deformação até irreversível. O mesmo não ocorre com o aço que ao ser pressionado com
outro material apresenta pouca ou nenhuma deformação, o que demonstra seu alto nível de

68
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

resiliência. O termo foi incorporado pelas organizações para indicar um profissional que
consegue suportar mais ou menos a pressão do cotidiano por resultados. Observe que não
se trata de aceitar todas as situações, popularmente conhecido como “engolir sapo” o
tempo todo, mas de ser capaz de lidar com situações difíceis, buscando uma saída para os
problemas ao mesmo tempo em que se envolve com as pessoas da equipe de trabalho.
Piovan (2010, p.25), ensina que a pessoa resiliente segue alguns princípios:
 Ter consciência de que é preciso conviver com as dificuldades, pois elas existem
queiramos ou não;
 A Espiritualidade é a compreensão da natureza humana são desejáveis;
 É preciso persistir;
 Decisões difíceis e necessárias ocorrem em nossa vida. É preciso nos dedicarmos a
elas com a energia necessária;
 Sair de nossa zona de conforto, ou seja, mudar comportamentos ou ações que
estamos acostumados é condição fundamental para o crescimento;
 São as dificuldades da vida nos permitem crescer;

Vamos saber mais!Acesse o link:


https://www.youtube.com/watch?v=MjlJg2m3kR4

4.3.4. Necessidade do Desenvolvimento de Novas Habilidades de Gestão

Montana e Charnov (2010, p. 468) chamam nossa atenção para as mudanças ocorridas na
natureza do trabalho, ao longo do tempo. Conforme indicam estes autores, em 1979, o
maior número de trabalhadores ocupava a função de balconista, posição anteriormente
ocupada pelo operário e, antes deste, pelo agricultor. A mudança estrutural do mundo dos

69
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

negócios da fabricação para o processamento de informações. Neste contexto, Montana e


Charnov (2010, p. 468) indicam que funções no campo da informação tiveram um notável
crescimento de 1980 a 1995, passando de uma porcentagem de 17% para 65% da força de
trabalho e aumentando significativa- mente com o acesso à internet.
O perfil do trabalhador tem mudado exigindo dos profissionais o desenvolvimento de
novos conhecimentos, habilidades e atitudes. Trabalhadores idosos têm sido cada vez mais
percebidos no mercado de trabalho da mesma maneira que as mudanças de valores sociais
abriram espaço para a entrada das mulheres na força de trabalho. Pessoas com deficiência
também compõem uma força de trabalho cuja atuação é regulada pela legislação.

4.4. Éticas nas negociações

Conforme afirma ACUFF (1993, p.21): “a


negociação é o processo de comunicação com o propósito de
atingir um acordo agradável sobre diferentes ideias e
necessidade”.

A negociação faz parte de nosso cotidiano. As trocas que fazemos com as pessoas com
quem conviveram e com o meio ambiente que nos cerca requer análises constantes. As
necessidades e desejos das partes envolvidas são analisadas as perdas e ganhos são
consideradas e, muitas vezes, as emoções entram em jogo conduzindo as negociações para
o sucesso ou fracasso.

70
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

4.4.1. O “Sim” Nem Sempre é o Suficiente

Há situações em que os negociadores não aceitam uma determinada pessoa no processo


por saberem de sua conduta antiética, buscando sempre o fechamento da negociação a
qualquer preço, sem respeitar as outras partes. Outra situação frequente é a busca pelo
fechamento da negociação rapidamente para não dar à outra parte o tempo de que precisa
para refletir. Situações em que se está disposto a ganhar não importando se a outra parte
vai perder, reflete a falta de ética nas negociações.
Quantas vezes precisamos ceder para que a negociação chegue a bom termo, sendo boa
para ambas as partes. A continuidade do relacionamento entre aqueles que negociam
facilita a aproximação e a condução de novas rodadas de discussões sobre interesses
muitas vezes divergentes.
A estratégia de atuação durante a negociação assim como a busca por informações sobre a
outra parte fazem parte do processo. Condutas antiéticas, no entanto, conduzem à
desconfiança, prejudicam a negociação e sua continuidade assim como a implementação
do que foi decidido.
Figura 4.4.1 – Negociação

71
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

4.4.2. Natureza do Conflito

Quando o sistema de valores de uma pessoa é confrontado com o de outra ou então com os
valores da organização, instala-se o conflito. Para alguns, “vale tudo no amor, na guerra e
nos negócios” enquanto para outros, deve-se preservar a conduta ética em todas as
situações. Com relação aos trabalhadores de uma organização, Montana e Charnov (2010,
p. 348) ensinam que “quando seu senso de ética é radicalmente diferente dos valores
ancorados na cultura organizacional, experimentam conflitos internos que podem assumir
dimensões de risco de vida.” Quantas pessoas você conhece que têm úlcera, pressão alta,
insônia, problemas conjugais como extensão dos problemas encontrados no ambiente de
trabalho? E o que dizer dos acidentes de trabalho ocorridos por desatenção devido à
pressão cotidiana, ao cansaço por excessivas horas de trabalho e conflitos pessoais no
trabalho?

4.4.3. Conflitos Devem ser Evitados

Somos levados a acreditar que conflitos são destrutivos e devem ser evitados a qualquer
preço. De fato, situações conflitantes consomem energia dos envolvidos além do seu
tempo e, muitas vezes recursos financeiros. Por outro lado, conforme indicam Montana e
Charnov (2010, p. 349) os conflitos podem “estimular a inovação na solução de problemas
e, consequentemente, pode ser benéfico para a organização.” Vale ressaltar, contudo, que
neste caso é importante a atuação de uma liderança firme que conduza o processo
conflituoso para o caminho dos resultados positivos para todos, sobretudo sem
ressentimentos das partes envolvidas.

72
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

4.4.4. Ética Pessoal Pública e Privada

Conforme afirma Srour (2011, p. 31), tem uma frase que nos faz acreditar na conduta ética
das pessoas individualmente ou no âmbito empresarial: “as pernas da esperteza encurtam
cada vez mais, a repressão aos negócios ilícitos se intensifica e os clientes medem os
riscos de fazer transações com comerciantes que se encontram na mira da justiça”.
Acredito nesta frase porque acredito que o homem busca a harmonia no convívio. Se
existem exceções e se elas merecem mais crédito na mídia do que aquelas ações positivas,
então vamos analisá-las e tê-las como exemplos de caminhos que não devemos seguir.
Costumo dizer que nunca estamos sozinhos, estamos a sós com nossa consciência. Quero
acreditar que tudo sobre o que discutimos neste livro fará diferença quando você, nosso
aluno precisar tomar uma decisão seja no âmbito pessoal, seja profissionalmente.
Observe que as organizações já estão utilizando como critério descontratação ações como
a prática do voluntariado além de avaliar as habilidades técnicas e conceituais. Isto se dá
porque uma pessoa que se dedica ao voluntariado é um profissional que sabe trabalhar em
equipe, sabe ceder, sabe negociar. A busca pelo resultado positivo para a organização tem
sido fundamentada em valores que ao serem percebidos pela sociedade se refletem
positivamente na imagem da marca.
A gestão ética e transparente faz parte do processo de relacionamento entre as
organizações e os usuários de seus produtos e/ou serviços. As organizações somente
poderão ser vistas como éticas se as pessoas que nelas trabalham.

73
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

EXERCÍCIOS

UNIDADE I

1- Para entender o desenvolvimento conceitual da ética, foi necessário percorrer alguns


períodos históricos, quais períodos representam essa afirmação?
A) Ética na Antiguidade, medieval, contemporânea e filosófica;
B) Ética medieval, Social, contemporânea e filosófica;
C) Ética na Antiguidade, Social, contemporânea e filosófica;
D) Ética na Antiguidade, medieval, idade moderna e contemporânea;
E) Ética na antiguidade, Social, Moderna e filosófica;

2- Referente aos conceitos de ética e moral, é possível afirmar:


A) Apresentam o mesmo conceito.
____________________________________________________________________________________________
B) A moral é somente regulada pela lei.
____________________________________________________________________________________________
C) Cada sociedade tem sua própria ética.
____________________________________________________________________________________________
D) O estudo da ética nada tem a ver com amoral.
____________________________________________________________________________________________
E) Ética e a moral são as mesmas para todas as sociedades.
____________________________________________________________________________________________

3-Conforme o conceito de ética profissional é correto afirmar:


A) Implica em assumir responsabilidades sociais perante aqueles com quem
trabalhamos e que dependem de nosso conhecimento e prática profissional.
B) Direcionada as Responsabilidades sociais no cotidiano e na pratica profissional.
C) É a pratica social aplicada no ambiente profissional.
74
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

D) É o estudo do comportamento do indivíduo no seu ambiente profissional.


E) Habilidades e práticas no desenvolvimento da profissional.

4- Quando falamos em conduta ética, afirmamos que:


A) A conduta das pessoas no que diz respeito à vestimenta é a mesma independente da
cultura.
B) Cerimonial protocolo e etiqueta nada têm a ver com a ética e bons costumes do
comportamento em comunidade.
C) A normatização não se aplica à conduta dos indivíduos que devem seguir os costumes
desenvolvidos em família.
D) Conduta ética não se aplica a questões organizacionais já que estas são voltadas
exclusivamente para o lucro.
E) Para promover a harmonia do convívio entre as pessoas, a conduta ética deve respeitar
normas implícitas ou explícitas em manuais, códigos ou na lei, por exemplo.

5- No contexto de Ética profissional, o fazer e o agir significam que:


A) O fazer diz respeito à competência, à eficiência que todo profissional deve possuir para
exercer bem a sua profissão. O agir se refere à conduta do profissional, ao conjunto de
atitudes que deve assumir no desempenho de sua profissão.
B) O fazer diz respeito à sinceridade, à agilidade que todo profissional deve ter em sua
profissão. O agir se refere à conduta do profissional, aos objetivos e metas para serem
alcançados.
C) O fazer diz respeito à competência, à eficiência que todo profissional deve possuir para
exercer bem a sua profissão. O agir se refere à conduta do profissional, aos objetivos e
metas para serem alcançados.

75
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

D) O fazer e o agir se refere à conduta do profissional, ao conjunto de atitudes que deve


assumir no desempenho de sua profissão.
E) O fazer diz respeito à sinceridade, à agilidade que todo profissional deve ter em sua
profissão. O agir se refere à conduta do profissional, ao conjunto de atitudes que deve
assumir no desempenho de sua profissão.

UNIDADE 2

6- Complete as lacunas da frase a seguir:


Os _____________devem se apresentar de forma____________ subordinando-se uns aos
outros segundo o grau de importância que cada um manifesta para nós. Cada indivíduo nas
mais diversas circunstâncias orienta-se por uma escala de ____________ que o leva a
realizar determinado ato em vez de outro. Cada____________ e cultura estabelecem
igualmente uma hierarquia de valores e esses valores exercem influências nas nossas
preferências podendo causar impactos na _______________individual.
Escolha a alternativa que completa as lacunas corretamente:
A) Valores- Externa – Resultados – empresa – conduta
B) Resultados – Hierárquica – valores - conduta – valores
C) Valores – Hierárquica – valores – sociedade – conduta
D) Valores – externa – resultados – conduta – empresa
E) Resultados – externa – empresa - conduta – valores

7 – Assinale V (Verdadeiro ) e F ( Falso) - Em toda organização existe diretrizes e regras,


por tanto é:
(V) Obrigação profissional a preparação técnica e a atualização do conhecimento, pelos
quais o indivíduo deve orientar seu procedimento na profissão que exerce saber o que está
fazendo e respeitando o que é certo ou errado.

76
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

(F) Errado a preparação técnica e a atualização do conhecimento, pelos quais o indivíduo


deve orientar seu colega de trabalho na profissão que exerce saber o roteiro de trabalho.
(F) Dever do profissional a preparação técnica e a atualização, do procedimento das
atividades que o colaborador irá exercer.
(V) Obrigação profissional a preparação técnica e a atualização do conhecimento, pelos
quais o indivíduo deve orientar seu procedimento na profissão que exerce saber o que está
fazendo e respeitando o que é certo ou errado. Garantindo dessa forma a qualidade do
serviço prestado e a segurança depositada no profissional
(V) Deve orientar seu procedimento na profissão que exerce saber o que está fazendo e
respeitando o que é certo ou errado. Garantindo dessa forma a qualidade do serviço
prestado e a segurança depositada no profissional

8 - O psicólogo Daniel Goldman, PhD, que desenvolveu o conceito de inteligência


emocional, indica cinco áreas fundamentais para se atingir o sucesso, quais são:
A) Autoconhecimento Emocional; Controle Emocional; Automotivação; Reconhecimento
de emoções em outras pessoas; Habilidade em relacionamentos interpessoais.
B) Autoconhecimento Intelectual; Controle Emocional; Automotivação; Reconhecimento
de emoções em outras pessoas; Habilidade em relacionamentos interpessoais.
C) Autoconhecimento Emocional; Controle dos funcionários; Automotivação;
Reconhecimento de emoções em outras pessoas; Habilidade em relacionamentos
interpessoais.
D) Autoconhecimento Emocional; Controle Emocional; Automotivação; Reconhecimento
de emoções em outras pessoas; Habilidades e técnicas no trabalho.
E) Autoconhecimento Intelectual; Controle Emocional; Automotivação; Reconhecimento
de emoções em outras pessoas; Habilidades e técnicas no trabalho.

77
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

9 - A qualidade de vida no trabalho hoje pode ser definida como uma forma de
pensamento envolvendo ________,________ e __________, da qual se destacam dois
aspectos importantes: a preocupação com o bem-estar do trabalhador e com a eficácia
organizacional, e a participação dos trabalhadores nas decisões e problemas do trabalho,
assinale a afirmativa correta:
A) Pessoas, trabalho e organizações;
B) Saúde, trabalho e organizações;
C) Pessoas, trabalho e Plano de saúde;
D Saúde, trabalho e bem estar;
E) Pessoas, bem estar, organizações;

10-Conforme o assunto Valores organizacionais, preencha a alternativa que completa o


conceito:
Os valores são os __________das organizações, são ______ que se apresentam em ______
que definem "o caráter da Empresa".
A) Objetivos; Ações; Condutas;
B) Pilares internos; Ações; Condutas;
C) Pilares externos; objetivos; Condutas;
D) Pilares internos; Ações ; objetivos;
E) Objetivos ; Pilares internos ; Condutas

UNIDADE 3
11 - Responsabilidade social é um conceito relacionado a:

A) Doações.
B) Filantropia.
C) Benemerência.

78
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

D) Ética e transparência.
E) Preservação do patrimônio.

12 - Com relação ao ambiente de trabalho e à produção, Herzberg constatou a existência


de dois fatores que atuam de forma particular sobre a motivação do ser humano nas
empresas.
A esse respeito, analise as afirmativas a seguir.
I. Os fatores higiênicos são capazes de desmotivar o trabalhador.
II. Os fatores higiênicos, uma vez resolvidos, promovem a motivação do trabalhador.
III. Os fatores satisfacientes permitem remover a insatisfação do trabalhador.

Assinale:

A) se somente a afirmativa I estiver correta.


B) se somente a afirmativa II estiver correta.
C) se somente a afirmativa III estiver correta.
D) se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.
E) se todas as afirmativas estiverem corretas.

13 - Segundo a teoria de Maslow, o comportamento do ser humano pode ser explicado


pelas suas necessidades e pelos seus desejos, tornando-se assim fontes de motivação.
Quanto a Pirâmide de Maslow, assinale a alternativa incorreta.

A) Necessidades humanas podem ser dispostas em níveis, numa hierarquia de importância


e de influência, formando uma pirâmide onde a base são as necessidades fisiológicas.
B) O nível básico da pirâmide é o atendimento das necessidades básicas.

79
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

C) À medida que necessidades de níveis menores vão sendo satisfeitas, outras de nível
mais elevados guiam o comportamento do indivíduo.
D) Mesmo que uma necessidade seja atendida, ela continua sendo motivadora do
comportamento.
E) O nível mais elevado da pirâmide é a auto realização, o sucesso pessoal.

14 – Assinale (V) Verdadeiro (F) falso, Para que seja ético no trabalho:
( ) É preciso antes de tudo ser honesto em qualquer situação, nunca fazer algo que não
possa assumir em público, ser humilde, tolerante e flexível. Ser ético significa, muitas
vezes, abrir mão de algumas coisas e perder algo.
( ) É preciso antes de tudo manter a tranquilidade em qualquer situação, nunca fazer algo
que não possa assumir em público, ser autoritário, tolerante e flexível. Ser ético significa,
muitas vezes, abrir mão de algumas coisas e para ganhar algo melhor.
( ) É preciso ser autoritário em qualquer situação, fazer algo que não possa assumir em
público, ser tranquilo, tolerante e flexível. Ser ético significa, muitas vezes, abrir mão de
algumas coisas e para ganhar algo melhor.
( ) É preciso antes de tudo ser honesto em qualquer situação, nunca fazer algo que não
possa assumir em público, ser humilde, tolerante e flexível. Ser ético significa, muitas
vezes, abrir mão de algumas coisas e ganhar algo melhor.
( )É preciso ser autoritário em qualquer situação, fazer algo que não possa assumir em
público, ser tranquilo , tolerante e flexível. Ser ético significa, muitas vezes, abrir mão de
algumas coisas e perder algo.

15 - Dentro do contexto de Ética no trabalho existem algumas ponderações que devemos


ter cuidado e ficar atentos quais são elas:

80
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

A) Uso das redes sociais; e-mails; comportamentos em reuniões /palestras e evitar


discussões no ambiente de trabalho.
B) Utilização de telefones diariamente; redes sociais; comportamentos em reuniões
/palestras; fofocas no escritório.
C) Maneiras de utilização de telefones; games online; comportamentos em
reuniões/palestras e evitar situações de fofocas de corredor.
D) Uso de facebook; games online; comportamentos em reuniões/palestras e evitar
situações de atritos.
E) Maneiras de utilização de telefones; e-mails; comportamentos em reuniões/palestras e
evitar situações de fofocas de corredor.

UNIDADE 4
16 - Discussões éticas acompanham a história da Humanidade. Assinale a alternativa que
exemplifica esta afirmação:
A) Pesquisas com célula tronco foram proibidas porque têm alto custo.
B) Discussões éticas sempre ficaram no campo político, nunca religioso.
C) A ovelha Dolly nascida de um processo de clonagem causou polêmica.
D) Órgãos públicos não interferem na veracidade de resultados de pesquisas.
E) Pesquisas médicas podem ser realizadas com pacientes mesmo sem sua anuência.

17- As redes sociais são objeto de análise do comportamento ético e causam impacto na
imagem das pessoas e organizações. Sobre este tema, assinale a alternativa CORRETA:
A) Não se pode falar em “moral do oportunismo” quando se trata do uso indevido do
espaço virtual.
B) Os espaços virtuais não proporcionam oportunidades para impacto negativo na imagem
das pessoas que deles participam.

81
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

C) O controle 100% efetivo do que acontece no ambiente virtual garante a privacidade de


quem se utiliza do espaço virtual.
D) Os usuários da internet consomem a informação quando quiserem e a utilizam da
maneira que desejarem.
E) Não se tem notícia de processos movidos por pessoas que se sentiram prejudicadas pelo
uso indevido de seus nomes, comprometendo sua a imagem pessoal e profissional.

18-Sobre a reputação profissional, é CORRETO afirmar:


A) Somente a conduta na organização com os colegas e a relação com o trabalho
constroem a reputação profissional de um indivíduo.
B) O respeito ao código de ética da profissão não influi na construção da reputação
profissional nem causa impactos em toda categoria.
C) A imagem pessoal e profissional que faz por merecer a confiança da sociedade e das
organizações se baseia unicamente em domínio das técnicas.
D) O patrimônio de um profissional é constituído também da percepção que se tem de suas
decisões na vida pessoal além de sua relação com o trabalho.
E) Energia nem sempre é necessária para que se possa contrapor aos resultados das ações
que buscam destruir uma imagem positiva, seja ela pessoal ou profissional.

19- Referente à resiliência no ambiente de trabalho, pode-se afirmar:


A) Nada tem a ver com o ambiente de trabalho.
B) Diz respeito à competência de liderança do indivíduo.
C) Está relacionado com a conduta ética do profissional.
D) Trata-se da capacidade que um profissional tem de realizar suas tarefas.
E) Relaciona-se com a capacidade que o indivíduo tem de suportar pressões.

82
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

20 - Negociações fazem parte do nosso cotidiano pessoal e profissional. Sobre este tema,
pode-se afirmar:
A) A conduta ética leva a buscar o fechamento da negociação a qualquer preço.
B) No caso de divergências, deve-se sempre “virar a mesa” e abandonar a negociação.
C) Condutas antiéticas numa negociação nunca prejudicam o relacionamento das partes.
D) Muitas vezes é preciso ceder e nem sempre um “sim” é o suficiente numa negociação.
E) Independente do relacionamento e da perda da outra parte, deve-se fechar uma
negociação.

83
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

REFEREÊNCIAS
ACUFF, F. L. How to negotiate anything with anyone anywhere around the world.
New York: American Management Association, 1993.
ALENCASTRO, Mario Sergio Cunha. Ética empresarial na prática: liderança, gestão e
responsabilidade corporativa. Curitiba: Ibpex, 2011.
ARRUDA, M. C. C. Código de Ética: Um instrumento que adiciona valor. São Paulo:
Negócio, 2002. P. 05-26.
BENNIS, W. A formação do líder. São Paulo: Atlas, 2003.
BERGAMINI, C. W. Motivação nas organizações. 4.ed. São Paulo: Atlas, 1997.
BROWN, M., Treviño, L. &HARRISON, D. (2005). Ethical leadership: A social
learning perspective for construct development and testing. Organizational Behavior and
Human Decision Processes, 97, 117-134. doi:10.1016/j.obhdp.2005.03.002.
BROWN, M. E., &MITCHELL, M. S. (2010). Ethical and Unethical Leadership:
Exploring New Avenues for Euture Research. Business Ethics Quarterly, 20(4), 583-616.
Doi: 10.5840/beq201020439.
CORTELLA, M. S. Qual é a tua obra? Inquietações, propositivas sobre gestão,
liderança e ética. Petrópolis: Vozes, 2009.
CONTRERAS, J. A autonomia de professores. Tradução: Sandra Trabucco Venezuela.
São Paulo: Cortez, 2002.
CHIAVENATO, I. Administração de recursos humanos: fundamentos básicos. 5. Ed.
São Paulo: Atlas, 2003.
_____. Introdução à Teoria Geral da Administração: uma visão abrangente da
moderna administração das organizações. 7 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2006.
CHIAVENATO, I. Gestão de Pessoas: o novo papel dos recursos humanos nas
organizações. 3ª. Ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010;
DAMATTA, Roberto. O que faz o Brasil, Brasil?RJ: Rocco, 2009.
DIAS, Ronaldo. Gestão Ambiental; Responsabilidade Social e Sustentabilidade. São
Paulo: Atlas, 2006.
84
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

ECO, Umberto. Quando o outro entra em cena, nasce a ética. Reflexão: diálogo sobre a
ética. São Paulo: INSTITUTO ETHOS, ano 3, n. 6, p. 8-13, fev. 2003. Disponível em.
Acesso em: 12 set. 2017.
GOLEMAN, D. (1996). Inteligência emocional (M. Santarrita, Trad.). Rio de Janeiro, RJ:
Objetiva.
MONTANA, P. J.; CHARNOV, B. H. Administração. 3. Ed. São Paulo: Saraiva 2010.
MORETTI, S.; TREICHEL, A. Qualidade de vida no trabalho x autorealização
humana. Revista Leonardo pós-Órgão de Divulgação Científica e Cultural do ICPG,
Blumenau, 1,3, 2003, 73-80p.
MOTTA, Nair de Souza. Ética e vida profissional. Rio de Janeiro: Âmbito Cultural,
1984.
NASH, Laura. Ética nas Empresas: guia prático para soluções de problemas éticos
nas empresas. São Paulo: Makron Books, 2001.
NEVES, João César das. Introdução à ética empresarial. Portugal: Principia Editora,
2008
RAJBHANDARI, M. &RAJBHANDARI S. (2015). Leadership maintenance: Filling
the gap for leadership competences.Academic Journals, 10 (21), 2777-2788. Doi:
10.5897/ERR2015.2336.
RIBEIRO, F.H. Qualidade de Vida e Segurança no Trabalho: RH. São Paulo: Pearson
Pretince Hall, 2009.
ROBBINS, S. P.; JUDGE; T. A.; SOBRAL, F. Comportamento Organizacional. 14ª.
Ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2010;
PONCHIROLLI, Osmar. LIMA, José Edmilson de Souza. Ética Empresarial. Coleção
Gestão Empresarial. Disponível em: Acessado em setembro de 2017.
PASSOS, Elizete. Ética nas organizações. São Paulo: Atlas, 2012.
PIRES, J. C. (2004). Relações entre Valores Individuais, Valores Organizacionais e
Programa Qualidade de Vida no Trabalho. Acesso em 16/19/2017. Disponível em:

85
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

http//www.ucg.br/ucg/katiamacedo/dissertações/pdf/Calixto_RelaçoesValoresIndividuais
QVT.pdf.
PIOVAN, R.. Resiliência: como superar pressões e adversidades no trabalho. São Paulo:
Reino editorial, 2010.
REVISTA DE HISTÓRIA.COM. BR. Fórum sobre Corrupção. Entrevista com Roberto
Da Matta realizada em 05/03/2009 e disponível em. Acesso em: 12 de set. 2017. RIOS, T.
A.. Questões da nossa época; 7 20. Ed. São Paulo: Cortez, 2011.
SÁ, A. L. de. Ética profissional. 9. Ed. São Paulo: Atlas, 2010.
SROUR, R. H. Ética empresarial: a gestão da reputação. Rio de Janeiro: Elsevier,
2003.
TREVIÑO, L. K., HARTMAN, L. P., & Brown, M. (2000). Moral Person and Moral
Manager: How executives develop a reputation for ethical leadership. California
Management Review, 42(4), 128-142. doi: 10.2307/41166057.
WALTON, R. E. Quality of working life: what is it?.Sloan Management Review, v. 15, n.
1, p.11-21, 1973.
GUY DEBORD ( 1967/1994), versão para book brasil.com,maio2003.

86
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

REFERÊNCIAS DAS FIGURAS

Figura 1.1.1 - Sócrates


Fonte: http://www.pensador.com/autor/socrates/
Figura 1.2 - Ética
Fonte: www.oabdeprimeira.com.br/noticias/o-novo-codigo-de-etica-e-o-sigilo-profissional
Figura 1.3 – Ética na Organização
Fonte: ruirocha.com/negocios/beneficios-do-codigo-de-etica-e-conduta-para-o-dia-a-dia-
profissional/
Figura 1.4 – Ética na Organização
Fonte:www.infomoney.com.br/carreira/emprego/noticia/2712230/voce-sabecomportar
trabalho-veja-dicas-para-destacar-empresa
Figura 2.1 – Ética na Organização
Fonte: http://domtotal.com/noticia/1059395/2016/08/etica-da-empresa/
Figura 2.2 – Ética na Organização
Fonte:www.significados.com.br/etica-e-moral/
Figura 2.2.3 - Segredo profissional
Fonte:www.brasilescola.gov.br
Figura 2.3– Imagem Relacionamento no Trabalho Plano de Carreira
Fonte: www.brasilescola.com.br
Figura 2.3.4- Imagem Motivação no Trabalho
Fonte: www.administradores.com.br
Figura 2.4 – Imagem Ética Organizacional
Fonte:www.sbpot.org.br
Figura 3.1 – Imagem Ética e Responsabilidade Social
Fonte:www.administradores.com.br
Figura 3.2 – Imagem Motivação
Fonte:grhprofissional.com.br
87
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL LTDA
CENTRO LITERATUS
Rua Rio Içá, nº. 165 – Conj. Residencial Isaias Vieiralves
CEP. 69053-100 – Bairro: Nossa Senhora das Graças – Manaus - AM
CNPJ: 11.301.060/0001-60/ Fone: (92) 3584-1925/ 3305-2229/ 3305-2230

Figura 3.2.1 – Teoria de Herberg


Fonte: www.pt.slideshare.net
Figura 3.2.2 – Teoria de Maslow
Fonte: www.wikipedia.org
Figura 3.4.2 – E-mail e Redes Sociais
Fonte: www.insengard.com.br
Figura 3.4.4 – Fofoca no trabalho
Fonte:www.falandodegestão.com.br
Figura 4.1 – Galileu Galilei
Fonte: www.wikipedia.org
Figura 4.1.1- A Ovelha Dolly
Fonte: www.wikipedia.org
Figura 4.3.1 – Habilidades Necessárias
Fonte: Chiavenato (2003).
Figura 4.3.2 – Assédio Moral no Trabalho
Fonte: https://rmonjardim.jusbrasil.com.br/artigos/191622868
Figura 4.4.1 – Negociação
Fonte : www.universoadministrativo.com.br

88

Você também pode gostar