Você está na página 1de 86

Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)

Teoria e exercícios comentados


Prof Marcos Piñon Aula 06
Agora, vamos calcular a probabilidade para as duas pessoas pertencerem à área
cinza do diagrama:

casos favoráveis 35 1
P(1ª pessoa na área cinza) = = =
casos possíveis 210 6

Como queremos a probabilidade para duas pessoas, o número de casos possíveis


para a segunda pessoa é igual a 210 – 1 = 209 e o número de casos favoráveis é
35 – 1 = 34. Assim:

casos favoráveis 34
P(2ª pessoa na área cinza) = =
casos possíveis 209

Assim, a probabilidade total para duas pessoas na área azul é:

1 34 17
P(cinza) =  =
6 209 627

Por fim, aplicando o princípio aditivo, a probabilidade total é:

23 17 17 69  17  17 103
Pt = + + = =
209 627 627 627 627

1 104,5 103 1
Como = , podemos concluir que < . Assim, como a probabilidade
6 627 627 6
1
total é inferior a , o item está errado.
6

315 - (DETRAN/ES - 2010 / CESPE) Entre as 210 pessoas da amostra, para se


selecionar, ao acaso, ao menos duas que tenham procurado a unidade do
DETRAN para solucionar pendências relacionadas à documentação de
veículos ou ao menos duas que a tenham procurado para resolver
problemas relacionados a multas, o menor número de pessoas que devem
ser selecionadas será igual a 73.

Solução:

Sabemos que:

- 70 pessoas foram resolver problemas não relacionados à documentação ou a


multas

- 140 pessoas foram resolver problemas relacionados à documentação ou a


multas

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 4 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06

x + 1,8.x = 1

2,8.x = 1

1 5
x= =
2,8 14

5
P(sólida) =
14

5 9
P(metálica) = 1,8. =
14 14

Agora, podemos ter a cor dos dois carros da seguinte forma:

- 1º carro cor sólida e 2º carro cor metálica

- 1º carro cor metálica e 2º carro cor sólida

- os 2 carros cor sólida

- os 2 carros cor metálica

Dessas opções, a única que não nos interessa é os dois carros sendo cor
metálica. Assim, a probabilidade de que ao menos um dos dois carros comprados
seja de cor sólida é:

P(final) = 1 – P(2 carros na cor metálica)

9 9
P(final) = 1 – .
14 14

81
P(final) = 1 –
196

196  81 115 460


P(final) = = =
196 196 784

Item correto.

322 - (PREVIC - 2010 / CESPE) A probabilidade de que os dois carros


comprados sejam de cor metálica é 3,24 vezes maior que a probabilidade de
que eles sejam de cor sólida.

Solução:

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 12 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06
população total de, aproximadamente, 10.747.000 habitantes, e que na região
Centro-Oeste, no mesmo ano, havia 840.433 analfabetos com 15 anos de
idade ou mais, em uma população total de, aproximadamente, 10.505.415
habitantes. A partir dessas informações, julgue o item subsequente.

324 - (PREVIC - 2010 / CESPE) A probabilidade de uma pessoa com 15 anos


de idade ou mais escolhida ao acaso em 2009, na região Norte ou na região
Centro-Oeste, ser analfabeta é inferior a 20%.

Solução:

Nessa questão, temos:

Casos favoráveis: 1.074.700 + 840.433 = 1.915.133


Casos possíveis: 10.747.000 + 10.505.415 = 21.252.415

Assim, a probabilidade é:

1.915.133
P= = 0,0911 = 9,11%
21.252.415

Item correto.

(Texto para a questão 325) Estudo divulgado pelo Instituto de Pesquisas


Econômicas Aplicadas (IPEA) revela que, no Brasil, a desigualdade social
está entre as maiores causas da violência entre jovens.

Um dos fatores que evidenciam a desigualdade social e expõem a população


jovem à violência é a condição de extrema pobreza, que atinge 12,2% dos 34
milhões de jovens brasileiros, membros de famílias com renda per capita de
até um quarto do salário mínimo, afirma a pesquisa.

Como a violência afeta mais os pobres, é usual fazer um raciocínio simplista


de que a pobreza é a principal causadora da violência entre os jovens, mas
isso não é verdade. O fato de ser pobre não significa que a pessoa será
violenta. Existem inúmeros exemplos de atos violentos praticados por
jovens de classe média.
Internet: <http://amaivos.uol.com.br> (com adaptações).

Tendo como referência o texto acima, julgue o item seguinte.

325 - (Polícia Civil/CE - 2012 / CESPE) Selecionando-se ao acaso dois jovens


brasileiros, a probabilidade de ambos serem atingidos pela condição de
extrema pobreza será inferior a 1,5%.

Solução:

O texto informa que a condição de extrema pobreza atinge 12,2% dos 34 milhões
de jovens brasileiros. Assim, para a escolha do 1º jovem temos:

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 14 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06

Casos Possíveis: 34.000.000


Casos Favoráveis: 12,2% de 34.000.000 = 4.148.000

Casos Favoráveis 4.148.000


P(1º jovem) = = = 12,2%
Casos Possíveis 34.000 .000

Para o segundo jovem, temos:

Casos Possíveis: 34.000.000 – 1 = 33.999.999


Casos Favoráveis: 4.148.000 – 1 = 4.147.999

Casos Favoráveis 4.147.999


P(2º jovem) = = = 12,1999974%  12,2%
Casos Possíveis 33.999 .999

Como o espaço amostral é muito grande, retirando-se um jovem, a probabilidade


de escolhermos o segundo jovem é praticamente a mesma da escolha do primeiro
jovem. Assim, temos:

P(2 jovens) = P(1º jovem)  P(2º jovem) = 12,2%  12,2% = 1,4884%

Item correto.

(Texto para as questões 326 e 327) Dos 420 detentos de um presídio,


verificou-se que 210 foram condenados por roubo, 140, por homicídio e 140,
por outros crimes. Verificou-se, também, que alguns estavam presos por
roubo e homicídio. Acerca dessa situação, julgue os itens seguintes.

326 - (Polícia Civil/CE - 2012 / CESPE) A quantidade de maneiras distintas de


se selecionarem dois detentos entre os condenados por outros crimes, que
não roubo ou homicídio, para participarem de um programa destinado à
ressocialização de detentos é inferior a 10.000.

Solução:

Primeiramente, vamos representar a distribuição dos presos, sabendo que alguns


estavam presos por roubo e homicídio:

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 15 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06
Sabemos ainda que:

O presídio continha 420 detentos

A + B + C + D = 420 (equação 1)

140 foram condenados por outros crimes

D = 140 (equação 2)

210 foram condenados por roubo

A + B = 210 (equação 3)

140 foram condenados por homicídio

B + C = 140 (equação 4)

Substituindo os valores de D e de A + B das equações 2 e 3 na equação 1, temos:

A + B + C + D = 420
210 + C + 140 = 420
C = 420 – 210 – 140
C = 70

Substituindo o valor de C na equação 4, temos:

B + C = 140
B + 70 = 140
B = 140 – 70
B = 70

Substituindo o valor de B na equação 3, temos:

A + B = 210
A + 70 = 210
A = 210 – 70
A = 140

Assim, temos:

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 16 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06
Agora, para selecionar dois detentos entre os condenados por outros crimes,
podemos entender que formaremos um grupo de 2 pessoas entre os 140
disponíveis, onde a ordem da escolha não importa. Com isso, utilizaremos a
combinação dos 140 detentos, dois a dois:

140! 140.139.138! 140 .139


C(140, 2) = = = = 70.139 = 9730
2!.(140  2)! 2.(138 )! 2

Item correto.

327 - (Polícia Civil/CE - 2012 / CESPE) Selecionando-se ao acaso dois


detentos desse presídio, a probabilidade de que ambos tenham sido
1
condenados por roubo ou ambos por homicídio será superior a .
6

Solução:

Utilizando o diagrama já construído anteriormente:

Mais uma questão onde devemos utilizar o entendimento demonstrado pelo Cespe
na prova da Polícia Federal de 2014. Assim, os dois detentos devem ter sido
condenados apenas por roubo, ou os dois detentos devem ter sido condenados
apenas por homicídio, ou então os dois detentos devem ter sido condenados por
roubo e por homicídio ao mesmo tempo.

Para os dois detentos condenados apenas por roubo:

Casos Favoráveis 140 2


P(1º apenas roubo) = = =
Casos Possíveis 420 6

Casos Favoráveis 140  1 139


P(2º apenas roubo) = = =
Casos Possíveis 420  1 419

2 139 1 278
Pt(apenas roubo) = P(1º)  P(2º) =  = 
6 419 6 419

Para os dois detentos condenados apenas por homicídio:

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 17 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06
Casos Favoráveis 70 1
P(1º apenas homicídio) = = =
Casos Possíveis 420 6

Casos Favoráveis 70  1 69
P(2º apenas homicídio) = = =
Casos Possíveis 420  1 419

1 69
Pt(apenas homicídio) = P(1º)  P(2º) = 
6 419

Para os dois detentos condenados por roubo e homicídio ao mesmo tempo:

Casos Favoráveis 70 1
P(1º roubo e homicídio) = = =
Casos Possíveis 420 6

Casos Favoráveis 70  1 69
P(2º roubo e homicídio) = = =
Casos Possíveis 420  1 419

1 69
Pt(roubo e homicídio) = P(1º)  P(2º) = 
6 419

Pfinal = Pt(apenas roubo) + Pt(apenas homicídio) + Pt(roubo e homicídio)

1 278 1 69 1 69
Pfinal =  +  + 
6 419 6 419 6 419

1 278 69 69
Pfinal = ( + + )
6 419 419 419

1 416
Pfinal = ( )
6 419

416 1
Como é menor do que 1, podemos concluir que Pfinal é menor do que .
419 6

Item errado.

(Texto para a questão 328) Em um conjunto E de empresas, indica-se por Ex


o subconjunto de E formado pelas empresas que já participaram de pelo
menos x procedimentos licitatórios, em que x = 0, 1, 2, ..., e por Nx a
quantidade de elementos do conjunto Ex. Julgue o item seguinte, a respeito
desses conjuntos.

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 18 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06
328 - (TCDF - 2012 / CESPE) A probabilidade de uma empresa selecionada ao
acaso no conjunto E já ter participado de exatamente 10 procedimentos
N N11
licitatórios é igual a 10 .
N0

Solução:

Esse tipo de questão costuma assustar logo na primeira leitura, mas com vocês
isso não irá mais acontecer!

Vamos entender quem são N10, N11 e N0:

N0: Número total de empresas, inclusive contando com as que nunca participaram
de qualquer licitação.

N10: Número de empresas que participaram de pelo menos 10 licitações

N11: Número de empresas que participaram de pelo menos 11 licitações

Sabemos que a probabilidade de algo acontecer é igual à razão entre o número de


casos favoráveis e o número de casos possíveis. Assim, o N 0 representa
corretamente o total de casos possíveis, pois equivale ao número total de
empresas. Agora, percebam o seguinte:

Conjunto E10: Formado pelas empresas que participaram de 10, 11, 12, 13, ...
licitações

Conjunto E11: Formado pelas empresas que participaram de 11, 12, 13, ...
licitações

Assim, a diferença da quantidade de elementos de E 10 e E11 é justamente o total


de empresas que participaram de exatamente 10 licitações, pois esses elementos
estarão presentes apenas em E10.

Com isso, podemos concluir que N10 – N11 representa corretamente o número total
de empresas que participaram de exatamente 10 licitações, e pode ser
considerado como o total de casos favoráveis. Item correto.

(Texto para a questão 329) Dez policiais federais — dois delegados, dois
peritos, dois escrivães e quatro agentes — foram designados para cumprir
mandado de busca e apreensão em duas localidades próximas à
superintendência regional. O grupo será dividido em duas equipes. Para
tanto, exige-se que cada uma seja composta, necessariamente, por um
delegado, um perito, um escrivão e dois agentes.

Considerando essa situação hipotética, julgue o item que se segue.

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 19 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06
2
P que não estão no conjunto X, e supondo que, dos processos de P, são
3
3
de A e são de B, julgue os itens a seguir.
5

330 - (MPU - 2013 / CESPE) Selecionando-se ao acaso um processo em


trâmite na unidade em questão, a probabilidade de que ele não envolva
autoridade influente será superior a 30%.

Solução:

Essa questão é bastante simples. O que pode nos atrapalhar é simplesmente o


entendimento das informações. Queremos saber a probabilidade de, escolhendo-
se ao acaso um processo em trâmite na unidade em questão, qual a chance de
este processo não se referir a autoridade influente, ou seja, queremos encontrar o
2
valor de P( A ) que já sabemos que é igual a 1  P(A). Sabemos que de todos
3
2
os processos são de A, ou seja, a probabilidade P(A) é igual a .
3

Casos Possíveis = P

2 2.P
Casos Favoráveis para A = de P =
3 3

2.P
Casos Favoráveis 2
P(A) = = 3 =
Casos Possíveis P 3

Assim, podemos encontrar a probabilidade de um processo não ser de A:

2 1
P( A ) = 1  P(A) = 1  = = 0,333... = 33,3%
3 3

Portanto, item correto.

(Texto para as questões 331 a 334) Estudos revelam que 95% dos erros de
digitação de uma sequência numérica — como, por exemplo, um código de
barras ou uma senha — são a substituição de um algarismo por outro ou a
troca entre dois algarismos da mesma sequência; esse último tipo de erro
corresponde a 80% dos casos. Considerando esses fatos e que a senha de
acesso de um usuário a seu provedor de email seja formada por 8
algarismos, escolhidos entre os algarismos de 0 a 9, julgue os itens
seguintes.

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 21 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06
331 - (SERPRO - 2013 / CESPE) Infere-se das informações que a
probabilidade de ocorrer um erro de troca entre dois algarismos da própria
sequência no momento da digitação de uma sequência numérica é de 80%.

Solução:

Nessa questão, o erro é afirmar que a probabilidade de ocorrer um erro de troca


entre dois algarismos da própria sequencia é de 80% no momento da digitação.
Veja que foi dito no texto que quando ocorre um erro, 80% são de troca entre
dois algarismos, o que é diferente de dizer que a chance de ocorrer um erro de
troca entre dois algarismos é de 80% no momento da digitação. Perceberam? Os
80% se referem ao total de erros já detectados e não ao total de códigos digitados.
Item errado.

332 - (SERPRO - 2013 / CESPE) Infere-se das informações que a


probabilidade de um erro ocorrido na digitação de uma sequência numérica
ser do tipo substituição de um algarismo por outro é de 15%.

Solução:

Essa questão afirma que dos erros de digitação, 95% se referem a substituição de
um algarismo por outro ou a troca entre dois algarismos. Como foi dito que a troca
entre dois algarismos representa 80%, podemos inferir que 95%  80% = 15%
referem-se a substituição de um algarismo por outro. Item correto.

333 - (SERPRO - 2013 / CESPE) Se, ao digitar a senha, o usuário cometer um


erro, a probabilidade de o erro dever-se à troca entre dois algarismos
adjacentes da sequência será igual a 20%.

Solução:

Nessa questão, eu demorei um pouco para entender e já estava imaginando que a


questão estava errada, pensando que ela queria a probabilidade complementar.
Porém, depois percebi a palavra "adjacente" que foi a pegadinha. Nesse caso,
devemos calcular a quantidade de maneiras de se cometer esse erro, que é dado
pela combinação de 8 dígitos 2 a 2:

8! 8.7.6! 8 .7
C(8, 2) = = = = 28 possibilidades
2!.(8  2)! 2.( 6 )! 2

Esses seriam os casos possíveis de erros de digitação em que se trocam dois


algarismos. Porém, só queremos os algarismos adjacentes, o que reduz o número
de possibilidades para 7:

1º e 2º dígitos

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 22 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06
2º e 3º dígitos
3º e 4º dígitos
4º e 5º dígitos
5º e 6º dígitos
6º e 7º dígitos
7º e 8º dígitos

Portanto, se 28 possiblidades correspondem a 80% de chance de ocorrer,


podemos dizer que 7 possiblidades correspondem a 20% de chances de ocorrer:

28 ------ 80%
7 -------- x

7  80%
x= = 20%
28

Essa foi, em minha humilde opinião, a questão mais bem bolada que vi o Cespe
elaborar nos últimos anos. Item correto.

334 - (SERPRO - 2013 / CESPE) Se, ao digitar a sua senha, o usuário cometer
um erro do tipo substituição de um algarismo por outro, então a
probabilidade de que tal substituição ocorra no primeiro algarismo da senha
será igual a 0,1.

Solução:

Nessa questão, já temos que ocorreu o erro de substituição de um algarismo por


outro. O que devemos encontrar é a probabilidade de esse erro ter acontecido no
primeiro algarismo. Assim, temos:

Casos Possíveis = 8 (cada um dos 8 algarismos da senha)

Casos Favoráveis = 1 (apenas o primeiro algarismo da senha)

Casos Favoráveis 1
P= = = 0,125
Casos Possíveis 8

Portanto, item errado.

(Texto para as questões 335 e 336) Os alunos de uma turma cursam 4


disciplinas que são ministradas por 4 professores diferentes. As avaliações
finais dessas disciplinas serão realizadas em uma mesma semana, de
segunda a sexta-feira, podendo ou não ocorrerem em um mesmo dia.

A respeito dessas avaliações, julgue os itens seguintes.

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 23 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06
335 - (TRT 17 - 2013 / CESPE) Se cada professor escolher o dia em que
aplicará a avaliação final de sua disciplina de modo independente dos
demais, a probabilidade de que todos escolham aplicar as avaliações em um
mesmo dia será inferior a 1%.

Solução:

A primeira coisa que devemos saber nessa questão, é a probabilidade de que a


avaliação de uma disciplina ocorra na segunda feira:

Casos favoráveis: segunda-feira (1 único caso favorável)

Casos possíveis: segunda, terça, quarta, quinta e sexta-feira (5 casos possíveis)

Assim, a probabilidade de que essa avaliação ocorra na segunda-feira será:

Casos Favoráveis 1
P= =
Casos Possíveis 5

Para qualquer uma das quatro disciplinas a probabilidade de sua avaliação ocorrer
1
na segunda-feira será de . Essa também é a mesma probabilidade de a
5
avaliação ocorrer na terça-feira, ou na quarta-feira, ou então na quinta-feira, ou
ainda na sexta-feira.

Bom, a questão pede que calculemos a probabilidade de as avaliações das 4


disciplinas ocorrerem no mesmo dia da semana, ou seja, devemos entender que
as 4 avaliações podem ocorrer na segunda-feira, ou na terça-feira, ou na quarta-
feira, ou na quinta feira, ou na sexta-feira. Assim, temos:

Para as 4 avaliações ocorrendo na segunda-feira:

1 1 1 1 1
Pseg = x x x =
5 5 5 5 625

Essa é a mesma probabilidade de as 4 avaliações ocorrerem na terça, que é a


mesma probabilidade de ocorrerem na quarta, que é a mesma da quinta e a
mesma da sexta-feira. Assim, como queremos a probabilidade de as 4 avaliações
ocorrerem no mesmo dia, podendo este dia ser qualquer um entre segunda e
sexta-feira, temos:

Ptotal = Pseg + Pter + Pqua + Pqui + Psex

1 1 1 1 1
Ptotal = + + + +
625 625 625 625 625

1
Ptotal = 5 
625

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 24 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06

1
Ptotal = = 0,008 = 0,8%
125

Portanto, como esta probabilidade é inferior a 1% podemos concluir que o item


está correto.

336 - (TRT 17 - 2013 / CESPE) Se cada professor escolher o dia em que


aplicará a avaliação final de sua disciplina de modo independente dos
demais, a probabilidade de que haja mais de uma avaliação em determinado
dia será superior a 80%.

Solução:

Uma forma de resolver esta questão é calcular todas as possibilidades de escala


das avaliações e subtrair das possibilidades em que as 4 disciplinas ocorrem em
dias separados. Assim, temos:

Disciplina 1: 5 opções de data (segunda, terça, quarta, quinta ou sexta feira)


Disciplina 2: 5 opções de data (segunda, terça, quarta, quinta ou sexta feira)
Disciplina 3: 5 opções de data (segunda, terça, quarta, quinta ou sexta feira)
Disciplina 4: 5 opções de data (segunda, terça, quarta, quinta ou sexta feira)

Total de possibilidades para o calendário: 5  5  5  5 = 625 possibilidades

Agora, vamos calcular o total de possibilidades em que as 4 disciplinas ocorrem


em dias separados:

Disciplina 1: 5 opções de data (segunda, terça, quarta, quinta ou sexta feira)


Disciplina 2: 4 opções de data (pois não pode ser a mesma da disciplina 1)
Disciplina 3: 3 opções de data (pois não pode ser a mesma das disciplina 1 e 2)
Disciplina 4: 2 opções de data (pois não pode ser a mesma das disciplina 1, 2 e 3)

Total de possibilidades em que as 4 disciplinas ocorrem em datas diferentes:


5  4  3  2 = 120 possibilidades

Assim, o total de possibilidades em que haverá mais de uma avaliação no mesmo


dia será:

Total com mais de uma avaliação no mesmo dia = 625  120 = 505 possibilidades

Por fim, podemos calcular a probabilidade de mais de uma avaliação ocorrerem no


mesmo dia:

Casos Favoráveis = 505


Casos Possíveis = 625

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 25 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06
Casos Favoráveis 505
P= = = 0,808 = 80,8%
Casos Possíveis 625

Portanto, como esta probabilidade é superior a 80%, podemos concluir que o item
está correto.

(Texto para as questões 337 e 338) Considerando que, em uma pesquisa de


rua, cada entrevistado responda sim ou não a cada uma de dez perguntas
feitas pelos entrevistadores, julgue o item seguinte.

337 - (TCE/RO - 2013 / CESPE) Se um entrevistado responder à pesquisa


aleatoriamente, a probabilidade de ele responder sim a pelo menos uma
pergunta será superior a 99%.

Solução:

Nessa questão, temos um total de 10 perguntas a serem respondidas, e cada


pergunta possui duas possíveis respostas: "sim" ou "não". Com isso, o total de
formas de se responder às 10 perguntas é dado por:

Casos Possíveis = 2  2  2  2  2  2  2  2  2  2 = 210 = 1024 possibilidades

Deseja-se saber a probabilidade de o entrevistado responder "sim" em pelo menos


uma pergunta, ou seja, a única opção de resposta que não atende a esta
especificação é se o entrevistado responder "não" a todas as perguntas. Com isso,
o total de casos favoráveis é dado por:

Casos Favoráveis = 1024  1 = 1023 possibilidades

Assim, podemos encontrar a probabilidade de o entrevistado responder "sim" em


pelo menos uma pergunta:

Casos Favoráveis 1023


P= = = 0,999 = 99,9%
Casos Possíveis 1024

Portanto, item correto.

338 - (TCE/RO - 2013 / CESPE) Será necessário entrevistar mais de mil


pessoas para se garantir que duas pessoas respondam igualmente a todas
as perguntas.

Solução:

Vimos na questão anterior que existem 1024 possibilidades para se responder à


pesquisa. Para que se tenha certeza de que duas pessoas responderam
igualmente todas as perguntas, utilizamos o princípio da casa dos pombos, ou

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 26 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06
seja, é necessário que 1024 + 1 = 1025 pessoas respondam à pesquisa. Portanto,
item correto.

(Texto para a questão 339) Considere que, em um conjunto S de 100


servidores públicos admitidos por concurso público, para cada x = 1, 2, 3, ...,
Sx, seja o subconjunto de S formado pelos servidores que prestaram
exatamente x concursos até que no concurso de número x foram aprovados
pela primeira vez; considere, ainda, que Nx seja a quantidade de elementos
de Sx. A respeito desses conjuntos, julgue o item a seguir.

339 - (Polícia Federal - 2014 / CESPE) Considere que Sx para x = 1, 2, 3 e 4


represente conjuntos não vazios. Nessa situação, a probabilidade de um
servidor público selecionado ao acaso no conjunto S ter prestado no
N
máximo 4 concursos até ser aprovado pela primeira vez é igual 4 .
100

Solução:

Nessa questão, devemos primeiro entender quem são S 1, S2, S3, ...etc. e N1, N2,
N3, ... etc.. Temos que S1 é formado por todos os servidores que passaram no
primeiro concurso que fizeram. S2 é formado por todos os servidores que
passaram no segundo concurso que fizeram, após perderem o primeiro concurso.
S3 é formado por todos os servidores que passaram no terceiro concurso que
fizeram, após perderem o primeiro e o segundo concursos, e assim
sucessivamente para S4, S5, .... Dessa informação, devemos perceber que S1, S2,
S3, S4, ..., não possuem nenhum elemento em comum, ou seja, são todos
disjuntos.

Além disso, devemos entender que N1 representa a quantidade de elementos do


conjunto S1, que N2 representa a quantidade de elementos do conjunto S 2, que N3
representa a quantidade de elementos do conjunto S3, e assim sucessivamente.

Assim, para saber a probabilidade de um servidor público selecionado entre os


100 integrantes do conjunto S ter sido aprovado até no máximo o quarto concurso
prestado, este servidor deverá integrar com certeza o conjunto S1 (se tiver sido
aprovado no primeiro concurso prestado), ou o conjunto S 2 (se tiver sido aprovado
no segundo concurso prestado), ou o conjunto S 3 (se tiver sido aprovado no
terceiro concurso prestado), ou o conjunto S4 (se tiver sido aprovado no quarto
concurso prestado). Como esses quatro conjuntos são todos disjuntos, o total de
casos favoráveis a esta escolha será N1 + N2 + N3 + N4, pois esta soma representa
o total de elementos dos conjuntos S1, S2, S3 e S4. Como casos possíveis, temos
os 100 servidores que integram o conjunto S. Com isso, temos:

Casos Possíveis = 100


Casos Favoráveis = N1 + N2 + N3 + N4

Casos Favoráveis N  N 2  N3  N 4
Probabilidade = = 1
Casos Possíveis 100

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 27 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06
B. Aqui devemos entender que os dois candidatos serão apenas de A, ou apenas
de B, ou então de A e de B simultaneamente:

Começando com a probabilidade para os dois candidatos sendo apenas para o


cargo A:

Para o 1º Candidato apenas de A:

Casos Favoráveis = 400


Casos Possíveis = 1200

Casos Favoráveis 400 1


P(1º apenas de A) = = =
Casos Possíveis 1200 3

Para o 2º Candidato apenas de A:

Casos Favoráveis = 400  1 = 399


Casos Possíveis = 1200  1 = 1199

Casos Favoráveis 399


P(2º apenas de A) = =
Casos Possíveis 1199

Probabilidade total para ambos apenas de A:

1 399
Pt(ambos apenas de A) = 
3 1199

Agora, vamos calcular a probabilidade para os dois candidatos sendo apenas para
o cargo B:

Para o 1º Candidato apenas de B:

Casos Favoráveis = 200


Casos Possíveis = 1200

Casos Favoráveis 200 1


P(1º apenas de B) = = =
Casos Possíveis 1200 6

Para o 2º Candidato apenas de B:

Casos Favoráveis = 200  1 = 199


Casos Possíveis = 1200  1 = 1199

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 30 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06
Casos Favoráveis 199
P(2º apenas de B) = =
Casos Possíveis 1199

Probabilidade total para ambos apenas de B:

1 199
Pt(ambos apenas de B) = 
6 1199

Agora, vamos calcular a probabilidade para os dois candidatos sendo para o cargo
A e para o cargo B simultaneamente:

Para o 1º Candidato para os dois cargos A e B:

Casos Favoráveis = 200


Casos Possíveis = 1200

Casos Favoráveis 200 1


P(1º para os dois cargos A e B) = = =
Casos Possíveis 1200 6

Para o 2º Candidato para os dois cargos A e B:

Casos Favoráveis = 200  1 = 199


Casos Possíveis = 1200  1 = 1199

Casos Favoráveis 199


P(2º para os dois cargos A e B) = =
Casos Possíveis 1199

Probabilidade total para os dois cargos A e B:

1 199
Pt(ambos para os dois cargos A e B) = 
6 1199

Por fim, calculamos a probabilidade final:

1 399 1 199 1 199


Pfinal =  +  + 
3 1199 6 1199 6 1199

2 399 1 199 1 199


Pfinal =  +  + 
6 1199 6 1199 6 1199

1 2  399 1 199 1 199


Pfinal =  +  + 
6 1199 6 1199 6 1199

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 31 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06

342 - (INPI - 2014 / CESPE) A probabilidade de se selecionar aleatoriamente


uma ficha de um entrevistado do sexo masculino que não pretende votar no
partido PB é inferior a 0,4.

Solução:

Nessa questão temos o seguinte:

Casos Possíveis = 240


Casos Favoráveis = 45 + 35 + 13 = 93

Casos Favoráveis 93
Probabilidade = = = 0,3875
Casos Possíveis 240

Item correto.

343 - (INPI - 2014 / CESPE) A probabilidade de se selecionar aleatoriamente


uma ficha de um entrevistado do sexo masculino que pretende votar no
partido PD ou de um entrevistado do sexo feminino que pretende votar no
partido PA é superior a 0,41.

Solução:

Nessa questão temos o seguinte:

Casos Possíveis = 240


Casos Favoráveis = 13 + 60 = 73

Casos Favoráveis 73
Probabilidade = = = 0,3041666...
Casos Possíveis 240

Item errado.

344 - (INPI - 2014 / CESPE) A probabilidade de se selecionar aleatoriamente


uma ficha de alguém que pretende votar no partido PD é superior a 0,1.

Solução:

Nessa questão temos o seguinte:

Casos Possíveis = 240


Casos Favoráveis = 13 + 10 = 23

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 33 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06
Por fim, podemos encontrar a probabilidade:

Casos Favoráveis 94
Probabilidade = = = 0,495
Casos Possíveis 190

Item errado.

346 - (Polícia Federal - 2014 / CESPE) Considerando que, após concurso


público, sejam admitidos novos policiais no batalhão, de modo que a
quantidade dos novos policiais do sexo masculino admitidos seja igual ao
triplo da quantidade de novos policiais do sexo feminino, e que, devido a
essas admissões, 0,7 passe a ser a probabilidade de se escolher, ao acaso,
um policial do sexo masculino desse batalhão, então, no batalhão haverá
mais de 15 policiais do sexo feminino.

Solução:

Essa questão envolve, além do conhecimento de probabilidade, o conhecimento


de problemas aritméticos que é o assunto da aula de hoje. De qualquer forma,
vamos à resolução.

Nessa questão, vamos chamar de M o total de novas policiais mulheres e de H o


total de novos policiais homens. Assim, temos:

Total de policiais após o concurso = 20 + M + H

Além disso, sabendo que a quantidade dos novos policiais do sexo masculino
admitidos foi igual ao triplo da quantidade de novos policiais do sexo feminino,
temos:

H = 3.M

Assim, podemos substituir o valor de H na equação do total de policiais após o


concurso:

Total de policiais após o concurso = 20 + M + H

Total de policiais após o concurso = 20 + M + 3.M

Total de policiais após o concurso = 20 + 4.M

Sabemos também que o total de homens após o concurso passou a ser de 12 + H,


ou, escrevendo de outra forma, 12 + 3.M. Com isso, sabendo que a probabilidade
de se escolher, ao acaso, um policial do sexo masculino desse batalhão após o
concurso passou a ser de 0,7, temos:

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 35 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06
Casos Favoráveis
Probabilidade =
Casos Possíveis

12  3.M
0,7 =
20  4.M

0,7.(20 + 4.M) = 12 + 3.M

14 + 2,8.M = 12 + 3.M

14 – 12 = 3.M – 2,8.M

2 = 0,2.M

2
M=
0,2

M = 10 policiais

Por fim, sabendo que o total de mulheres após o concurso era de 8 + M, podemos
concluir que esse total era 8 + 10 = 18 policiais do sexo feminino.

Item correto.

(Texto para as questões 347 a 348) O rito processual de análise de


determinado tipo de processo segue as três seguintes fases:

• instrução: após a apresentação da representação e das provas, o juiz


decide pela admissibilidade ou não do caso;

• julgamento: admitido o caso, o juiz analisa o mérito para decidir pela culpa
ou não do representado;

• apenação: ao culpado o juiz atribui uma pena, que pode ser ou o


pagamento de multa, ou a prestação de serviços à comunidade.

A partir das informações acima, considerando que a probabilidade de que


ocorra erro de decisão na primeira fase seja de 10%, na segunda, de 5% e, na
terceira, de 3%, e que a ocorrência de erro em uma fase não influencie a
ocorrência de erro em outras fases, julgue os próximos itens.

347 - (TJ/SE - 2014 / CESPE) A probabilidade de que ocorram erros de


decisão em todas as fases do processo é inferior a 0,1%.

Solução:

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 36 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06
Nessa questão, para que se considere que houve erro nas três fases, devemos
considerar as probabilidades cumulativamente. Assim, temos:

Probabilidade total = P1  P2  P3

Probabilidade total = 0,1  0,05  0,03

Probabilidade total = 0,00015 = 0,015%

Item correto.

348 - (TJ/SE - 2014 / CESPE) A probabilidade de que haja erro de decisão na


análise de um processo em que se inocente o representado é inferior a 14%.

Solução:

Essa questão quer saber a probabilidade de um culpado ser declarado inocente.


Teremos aqui 2 situações:

1ª Situação: O processo não é admitido (10% de probabilidade de erro)

P1 = 10% do total de processos

2ª Situação: O processo sendo admitido (90% de chance de acerto), o juiz declara


o culpado como inocente (5% dos 90% admitidos)

P2 = 5% de 90%

P2 = 0,05  0,9

P2 = 0,045 = 4,5% do total de processos

Assim, a probabilidade total é igual a

PTotal = P1 + P2

PTotal = 10% + 4,5%

PTotal = 14,5%.

Item errado.

(Texto para a questão 349) As prestações de contas das campanhas dos 3


candidatos a governador de determinado estado foram analisadas por 3
servidores do TRE desse estado. Considerando que um servidor pode

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 37 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06
analisar nenhuma, uma ou mais de uma prestação de contas e que, por
coincidência, cada um dos 3 candidatos é parente de um dos 3 servidores,
julgue os itens que se seguem.

349 - (TRE/GO - 2015 / CESPE) Se as prestações de contas forem distribuídas


para análise de forma aleatória e independente, então a probabilidade de que
cada servidor analise as contas de seu parente é inferior a 1/30.

Solução:

Nessa questão, devemos considerar que cada prestação de contas possui 3


possibilidades de ser analisada. Assim, as 3 prestações de contas terão as
seguintes possibilidades de análise, que serão os casos possíveis:

Casos Possíveis = 3  3  3 = 27 possibilidades

Agora, para os casos favoráveis, temos apenas uma possibilidade, que é cada
servidor analisar a prestação de contas de seu parente:

Casos Favoráveis = 1 possibilidade

Assim, podemos calcular a probabilidade:

Casos Favoráveis 1
Probabilidade = =
Casos Possíveis 27

Como 1/27 é maior que 1/30, concluímos que este item está errado.

(Texto para as questões 350 a 352) Para fiscalizar determinada entidade, um


órgão de controle escolherá 12 de seus servidores: 5 da secretaria de
controle interno, 3 da secretaria de prevenção da corrupção, 3 da
corregedoria e 1 da ouvidoria. Os 12 servidores serão distribuídos, por
sorteio, nas equipes A, B e C; e cada equipe será composta por 4 servidores.
A equipe A será a primeira a ser formada, depois a equipe B e, por último, a
C. A respeito dessa situação, julgue os itens subsequentes.

350 - (TCE/RN - 2015 / CESPE) A probabilidade de um servidor que não for


sorteado para integrar a equipe A ser sorteado para integrar a equipe B é
igual a 0,5.

Solução:

Nessa questão, devemos entender que se o servidor não foi escolhido para a
equipe A, sobraram 12 – 4 = 8 servidores para serem escolhidos para a equipe B.
Assim, a quantidade de casos possíveis é igual a 8.

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 38 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06
Como cada equipe é formada por 4 integrantes, temos 4 casos favoráveis para a
escolha do servidor. Com isso, temos:

Casos Favoráveis 4
Probabilidade = = = 0,5
Casos Possíveis 8

Item correto.

351 - (TCE/RN - 2015 / CESPE) A probabilidade de a equipe A ser composta


por quatro servidores da secretaria de controle interno é inferior a 0,01.

Solução:

Nessa questão, temos o seguinte:

1º servidor

Casos Possíveis = 12
Casos Favoráveis = 5

Casos Favoráveis 5
P1 = =
Casos Possíveis 12

2º servidor

Casos Possíveis = 12 – 1 = 11
Casos Favoráveis = 5 – 1 = 4

Casos Favoráveis 4
P2 = =
Casos Possíveis 11

3º servidor

Casos Possíveis = 12 – 2 = 10
Casos Favoráveis = 5 – 2 = 3

Casos Favoráveis 3
P3 = =
Casos Possíveis 10

4º servidor

Casos Possíveis = 12 – 3 = 9
Casos Favoráveis = 5 – 3 = 2

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 39 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06
Casos Favoráveis 2
P4 = =
Casos Possíveis 9

Assim, a probabilidade total fica:

PTotal = P1  P2  P3  P4

5 4 3 2
PTotal =   
12 11 10 9

1
PTotal =
99

1 1 1
Como 0,01 = , e é maior do que , concluímos que esse item está
100 99 100
errado.

Outra forma de resolver essa questão é considerarmos como casos favoráveis, a


combinação dos 5 servidores da secretaria de controle interno, quatro a quatro, e
como casos possíveis, a combinação dos 12 servidores, também quatro a quatro.
Com isso, teríamos o seguinte:

Casos Favoráveis = C(5, 4)

5!
Casos Favoráveis =
4!.(5  4)!

5.4!
Casos Favoráveis =
4!.(1)!

5
Casos Favoráveis =
1

Casos Favoráveis = 5

Casos Possíveis = C(12, 4)

12!
Casos Possíveis =
4!.(12  4)!

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 40 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06

Agora, podemos perceber que essa ordem de escolha pode variar e que essa
quantidade de possibilidades para a ordem de escolha é dada pela permutação
simples dos 4 servidores. Assim, temos:

Possibilidades para a ordem de escolha (Pe) = 4! = 4  3  2  1 = 24

Por fim, aplicamos o princípio multiplicativo:

Probabilidade total = P1  P2  P3  P4  Pe

5 3 3 1
Probabilidade total =     24
12 11 10 9

1
Probabilidade total =
11

1 1 1
Como 10% = , e é menor do que , concluímos que esse item está
10 11 10
errado.

(Texto para a questão 353) Em uma empresa, as férias de cada um dos 50


empregados podem ser marcadas na forma de trinta dias ininterruptos, ou
os trinta dias podem ser fracionados em dois períodos de quinze dias
ininterruptos ou, ainda, em três períodos de dez dias ininterruptos. Em 2013,
depois de marcadas as férias de todos os 50 empregados, constatou-se que
23, 20 e 28 deles marcaram os trinta dias de férias ou parte deles para os
meses de janeiro, fevereiro e junho, respectivamente. Constatou-se, também,
que, nesse ano, nenhum empregado marcou férias para algum mês diferente
dos mencionados.

Tendo como referência as informações acima, julgue o item que se segue.

353 - (TC/DF - 2014 / CESPE) Considere que, em 2013, nenhum empregado


que trabalha na empresa há mais de 10 anos tenha marcado férias para o
mês de junho, e que, no mês de maio, a empresa tenha escolhido,
aleatoriamente, 2 de seus empregados para participar de um curso de
formação. Nesse caso, a probabilidade de esses 2 empregados escolhidos
trabalharem na empresa há mais de 10 anos é inferior a 0,2.

Solução:

Bom, nessa questão, deveríamos concluir que no máximo 22 empregados


possuem mais de 10 anos na empresa, pois nenhum deles tirou férias em junho, e

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 42 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06
Para essa aula de hoje, resolvi trazer alguns assuntos que podem ajudar na
resolução dos problemas aritméticos.

2 - MDC, MMC e Fatoração

Esse assunto vocês já viram há muito tempo atrás, mas não custa nada relembrar
(até porque ele ajuda na resolução de algumas questões). Primeiro, vamos
lembrar o que significam essas siglas:

MDC: Máximo Divisor Comum


MMC: Mínimo Múltiplo Comum

Bom, de forma simplificada, dados dois ou mais números naturais diferentes de


zero, o MDC indica qual o maior número inteiro que estes dois ou mais números
são divisíveis ao mesmo tempo (lembrando que um número é considerado
divisível por outro quando o resto da divisão entre eles é igual a zero). Já o MMC
indica qual o menor número diferente de zero que é múltiplo, ao mesmo tempo,
destes dois ou mais números. Vamos ver alguns exemplos:

Ex1: Encontrar o MDC e o MMC entre 4 e 6:

Divisores de 4: 1, 2 e 4
Divisores de 6: 1, 2, 3 e 6

MDC entre 4 e 6 = 2 (o maior dos divisores em comum)

Múltiplos de 4: 0, 4, 8, 12, 16, 20, 24, ...


Múltiplos de 6: 0, 6, 12, 18, 24, 30, ...

MMC entre 4 e 6 = 12 (o menor múltiplo em comum diferente de zero)

Ex2: Encontrar o MDC e o MMC entre 15 e 20:

Divisores de 15: 1, 3, 5 e 15
Divisores de 20: 1, 2, 4, 5, 10 e 20

MDC entre 15 e 20 = 5 (o maior dos divisores em comum)

Múltiplos de 15: 0, 15, 30, 45, 60, 75, 90, ...


Múltiplos de 20: 0, 20, 40, 60, 80, 100, ...

MMC entre 15 e 20 = 60 (o menor múltiplo em comum diferente de zero)

Cálculo do MDC e do MMC

Bom, numa prova, listar todos os divisores e todos os múltiplos de um número


pode não ser interessante, devido ao tempo que pode ser necessário para isso

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 46 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06
(imaginem descobrir o MDC entre 1.200 e 1.800 dessa forma). Assim, existem
algumas técnicas para o cálculo do MDC e do MMC que facilitam bastante o
trabalho.

- Fatoração

A primeira coisa a se lembrar é da fatoração. Lembram o que é fatoração? E como


fatorar um número? A fatoração, que nos interessa nesse momento, é um termo
que indica a decomposição de um número em um produto de números primos
(fatores).

Fatorar o número 36

36 2
18 2
9 3
3 3
1

36 = 2  2  3  3 = 22  32

Fatorar o número 56

56 2
28 2
14 2
7 7
1

56 = 2  2  2  7 = 23  7

Agora, podemos definir o MDC e o MMC, a partir da fatoração dos números:

MDC: O MDC entre dois ou mais números é igual ao produto dos seus fatores
primos comuns de menor expoente.

MMC: O MMC entre dois ou mais números é igual ao produto dos seus fatores
primos comuns de maior expoente e de seus fatores primos não comuns com seus
respectivos expoentes.

Ex: Encontrar o MDC e o MMC entre 36 e 56.

MDC: 36 = 22  32 e 56 = 23  7 (percebam que tanto 36 quanto 56 possuem o 2


como fator comum, assim, o MDC entre eles será o 2 com o menor expoente, ou
seja, 22). MDC entre 36 e 56 = 22 = 4

MMC: 36 = 22  32 e 56 = 23  7 (percebam que tanto 36 quanto 56 possuem o 2


como fator comum e 3 e 7 como fatores não comuns, assim, o MMC entre eles

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 47 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06
será o produto do 2 com o maior expoente, com 3 2 e 7, ou seja, 23  32  7). MMC
entre 36 e 56 = 23  32  7 = 504

Outra técnica para encontrar o MDC entre dois números é dividir o maior pelo
menor. Em seguida, dividimos o divisor da primeira divisão pelo resto dessa
divisão. E assim sucessivamente, até o resto ser igual a zero. O MDC será igual
ao divisor que resultou no resto zero. Vamos ver como seria com o exemplo
anterior:

MDC entre 36 e 56

56
= 1 (resto = 20)
36

36
= 1 (resto = 16)
20

20
= 1 (resto = 4)
16

16
= 4 (resto = 0)
4

Portanto, o MDC entre 36 e 56 é igual a 4.

3 - Equações de 1º grau

Podemos definir uma equação do primeiro grau como toda equação na forma

a.x + b = 0, (com a  0)

Exemplo 1:

2.x + 4 = 0 (a = 2 e b = 4)

Exemplo 2:

8.x = 24

Organizando:

8.x – 24 = 0 (a = 8 e b = –24)

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 48 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06
Exemplo 3:

x + 6 = 3.x

Organizando:

3.x – x – 6 = 0

2.x – 6 = 0 (a = 2 e b = –6)

Exemplo 4:

5.x = 0

Organizando:

5.x + 0 = 0 (a = 5 e b = 0)

Chamamos de raiz da equação a qualquer valor de x que satisfaça a equação.


Assim, podemos definir que resolver uma equação é o mesmo que encontrar suas
raízes.

As equações de 1º grau só possuem uma raiz real (por isso mesmo são ditas de
1º grau), e a melhor forma de encontrar essa raiz é isolando a variável.

Vamos encontrar as raízes das equações dos exemplos anteriores:

Exemplo 1:

2.x + 4 = 0

2.x = –4

4
x=
2

x = –2

logo, a raiz desta equação é igual a –2

Exemplo 2:

8.x = 24

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 49 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06
24
x=
8

x=3

logo, a raiz desta equação é igual a 3

Exemplo 3:

x + 6 = 3.x

3.x – x = 6

2.x = 6

6
x=
2

x=3

logo, a raiz desta equação é igual a 3

Exemplo 4:

5.x = 0

0
x=
5

x=0

logo, a raiz desta equação é igual a 0

Sistemas de equações do 1º grau com 2 variáveis

Um sistema de equações do 1º grau com duas variáveis x e y, é um conjunto de


equações do tipo:

a.x + b.y + c = 0 (com a, b e c sendo números reais)

Para que possamos chamar de sistema, é necessário que existam pelo menos
duas equações.

Exemplo:

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 50 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06

x–y+1=0

2.x + 3.y – 8 = 0

Resolver esse sistema significa encontrar todos os pares (x, y) que satisfazem as
equações simultaneamente. Vamos resolver o sistema do nosso exemplo:

x–y+1=0

2.x + 3.y – 8 = 0

Nesse sistema, o único par (x, y) que satisfaz às duas equações ao mesmo tempo
é o par (1, 2), ou seja, x = 1 e y = 2. Mas como fazemos para encontrar a solução?
Existem alguns métodos para isso. Vejamos:

Método da substituição

1º Passo – Isolar uma das variáveis em uma das equações.

2º Passo – A variável isolada é substituída na outra equação, que resolvemos pois


só fica uma variável.

3º Passo – Após encontrar o valor de uma das variáveis, substituímos esse valor
em qualquer uma das equações do sistema e a resolvemos.

4º passo – Encontramos a solução

Vamos testar esse método com o nosso exemplo:

x–y+1=0

2.x + 3.y – 8 = 0

Começamos isolando o x na primeira equação (poderia ser o y, tanto faz):

x=y–1

2.x + 3.y – 8 = 0

Agora, substituímos o valor do x na segunda equação:

2.x + 3.y – 8 = 0

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 51 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06
2.(y – 1) + 3.y – 8 = 0

2.y – 2 + 3.y – 8 = 0

5.y – 10 = 0

5.y = 10

10
y=
5

y=2

Agora, substituímos o valor de y que acabamos de encontrar na primeira equação:

x=y–1

x=2–1

x=1

Pronto, chegamos à solução do sistema (1, 2), ou seja, x = 1 e y = 2.

Método da adição

1º Passo – multiplicamos todos os valores de uma das equações por um número


escolhido de forma que os coeficientes de uma das variáveis fiquem opostos nas
duas equações.

2º Passo – Somamos os membros das duas equações e resolvemos a equação


restante, que terá apenas uma variável.

3º Passo – Após encontrar o valor de uma das variáveis, substituímos esse valor
em qualquer uma das equações do sistema e a resolvemos.

4º passo – Encontramos a solução

Vamos testar esse método no nosso exemplo:

x–y+1=0

2.x + 3.y – 8 = 0

Começamos multiplicando uma das equações por um número escolhido de forma


que os coeficientes de uma das variáveis fiquem opostos nas duas equações.
Para o nosso exemplo, vamos multiplicar a primeira equação por 3, pois assim o y
ficará com coeficiente –3, que é oposto ao seu coeficiente na segunda equação:

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 52 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06
sala 2; e assim sucessivamente, de modo que todos os 400 candidatos a
esse cargo fizessem as provas em 20 salas, numeradas de 1 a 20.

Com base nessas informações, julgue os itens seguintes acerca da


distribuição desses 400 candidatos.

356 - (SESA/ES - 2011 / CESPE) Suponha que os números de dois candidatos


fossem p e q, com p < q, e que um deles fizesse as provas na sala 11, e o
outro, na sala 14. Então na lista, entre as posições p e q existiriam, no
máximo, 78 candidatos.

Solução:

Nessa questão, para o número de candidatos entre “p” e “q” seja o maior possível,
é preciso que “p” seja o primeiro de sua turma e que “q” seja o último de sua
turma. Assim:

Sala 11: candidato p + 19 alunos


Sala 12: 20 alunos
Sala 13: 20 alunos
Sala 14: 19 alunos + candidato q

Portanto, o total de candidatos entre p e q é dado por:

Total = 19 + 20 + 20 + 19 = 78 candidatos.

Item correto.

357 - (SESA/ES - 2011 / CESPE) Se o número do candidato Lúcio Vieira fosse


252, então ele faria a prova na sala 13.

Solução:

Nessa questão, para encontrar a sala em que o candidato vai fazer prova, basta
dividir seu número por 20 e arredondar para cima, caso a divisão não seja exata.

252
= 12,6 (arredondando para cima: sala 13)
20

Portanto, ele faria prova na sala 13. Item correto.

358 - (SESA/ES - 2011 / CESPE) Os candidatos de números 319 e 321 fariam a


prova na mesma sala.

Solução:

Da mesma forma que fizemos na questão anterior:

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 64 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06

319
= 15,95 (arredondando para cima: sala 16)
20

321
= 16,05 (arredondando para cima: sala 17)
20

Portanto, eles não fariam prova na mesma sala. Item errado.

(Texto para as questões de 359 e 360) Carlos comprou o carro de Joaquim e


combinou com ele de se encontrarem pontualmente às 10 horas do dia
seguinte em um posto de atendimento do DETRAN para proceder à
transferência da documentação do veículo. Carlos acreditava que seu relógio
estava adiantado 5 minutos, mas na realidade o relógio estava atrasado 10
minutos. Já o relógio de Joaquim estava de fato adiantado 5 minutos,
embora ele acreditasse que o relógio estivesse sincronizado com o horário
oficial. Supondo que ambos cumpriram o compromisso de chegar
pontualmente, cada um de acordo com seu próprio relógio, julgue os
próximos itens.

359 - (DETRAN/ES - 2010 / CESPE) O tempo decorrido entre a chegada do


primeiro e a do segundo ao compromisso foi de 20 minutos.

Solução:

Nessa questão, devemos entender que os dois chegaram pontualmente, de


acordo com o que eles acreditavam, ou seja, Carlos chegou quando seu relógio
marcava 10:05 e Joaquim chegou quando seu relógio marcava 10:00. Assim:

Carlos: Chegou às 10:15, no horário oficial (10:05 + 10 minutos).


Joaquim: Chegou às 9:55, no horário oficial (10:00 – 5 minutos).

Portanto, o tempo decorrido entre a chegada do primeiro e a do segundo ao


compromisso foi de 10:15 – 9:55 = 20 minutos. Item correto.

360 - (DETRAN/ES - 2010 / CESPE) Com relação ao horário oficial, é correto


afirmar que Carlos chegou ao posto de atendimento do DETRAN antes que
Joaquim.

Solução:

Conforme vimos na questão anterior, Joaquim chegou às 9:55 e Carlos às 10:15.


Portanto, Joaquim chegou antes de Carlos. Item errado.

(Texto para as questões de 361 e 362) Os servidores de uma unidade de


atendimento do DETRAN participaram de um treinamento que foi realizado

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 65 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06
em duas salas, A e B. Quando da entrada nas salas, 57 servidores entraram
na sala A e apenas 31, na B. Considerando essa situação hipotética, julgue
os itens a seguir.

361 - (DETRAN/ES - 2010 / CESPE) Supondo-se que o instrutor da sala B


tenha planejado 237 atividades para distribuir entre os 31 servidores que
entraram naquela sala, é correto afirmar que o número mínimo de atividades
a mais que o instrutor precisará elaborar para que todos os servidores
recebam a mesma quantidade de tarefas, sem sobrar nenhuma, é igual a 25.

Solução:

Nessa questão, para que todos os servidores recebam a mesma quantidade de


tarefas, essa quantidade deve ser divisível por 31. Assim, para saber quantas
tarefas o instrutor precisará elaborar para que todos os servidores recebam a
mesma quantidade, iremos dividir 237 por 31, e verificar qual o resto dessa
divisão. Esse resto corresponde ao número de tarefas que sobram ao dividir as
237 tarefas pelos 31 alunos:

237
= 7 (com resto 20)
31

Assim, é preciso que o instrutor elabore 31 – 20 = 11 tarefas para que todos os


servidores recebam a mesma quantidade de tarefas (nesse caso 8 tarefas para
cada um), sem sobrar nenhuma. Item errado.

362 - (DETRAN/ES - 2010 / CESPE) O número de servidores que deveriam


passar da sala A para a sala B para que a mesma quantidade de servidores
assistisse ao treinamento nas duas salas é igual a 13.

Solução:

Nessa questão temos:

Sala A: 57 servidores
Sala B: 31 servidores

Vamos chamar de x a quantidade de servidores que deveriam sair da sala A para


a sala B. Assim:

31 + x = 57 – x

x + x = 57 – 31

2.x = 26

26
x= = 13
2

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 66 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06

Portanto, 13 servidores deveriam passar da sala A para a sala B para que a


mesma quantidade de servidores assistisse ao treinamento nas duas salas. Item
correto.

(Texto para as questões de 363 a 366) Carlos desafiou Pedro a acertar


quantos gols marcou cada um de seus três amigos em um torneio de futebol.
Sabe-se que o produto desses três números é igual a 40 e que a soma é igual
à idade, em anos, do único filho de Pedro. Pedro sabe a idade de seu filho,
mas tem dúvida acerca das quantidades de gols marcados pelos amigos.

A respeito dessa situação hipotética, julgue os itens a seguir.

363 - (TJ/ES - 2010 / CESPE) Para Pedro o desafio consiste em acertar uma
opção entre três.

Solução:

Nessa questão, vamos chamar de x, y e z a quantidade de gols marcados por


cada amigo de Carlos. Assim:

x.y.z = 40
x + y + z = K (onde K é a idade do filho de Pedro)

Primeiro, vamos verificar quais os possíveis valores para x, y e z. Para isso,


vamos fatorar o 40 e ver as possíveis combinações que multiplicadas resultam em
40:

40 2
20 2
10 2
5 5
1

Portanto, 40 = 2  2  2  5

Assim, podemos ter:

1  1  40
1  2  20
1  4  10
158
2  2  10
245

Temos, então, 6 possibilidades para x, y e z. Agora, devemos entender que Pedro


sabe qual é a soma de x, y e z, mas mesmo assim não conseguiu saber quais são

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 67 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06
os seus valores. Isso nos leva a concluir que, entre as seis possibilidades,
algumas devem resultar no mesmo valor para a soma de x, y e z. Vejamos:

1 + 1 + 40 = 42
1 + 2 + 20 = 23
1 + 4 + 10 = 15
1 + 5 + 8 = 14
2 + 2 + 10 = 14
2 + 4 + 5 = 11

Portanto, Pedro ficou em dúvida porque a soma de x, y e z é igual a 14. Assim,


Pedro ficou em dúvida entre duas opções. Item errado.

364 - (TJ/ES - 2010 / CESPE) O filho de Pedro tem mais de 16 anos.

Solução:

Vimos na questão anterior que a soma de x, y e z é igual a 14, que é a idade do


filho de Pedro. Item errado.

365 - (TJ/ES - 2010 / CESPE) Um dos amigos fez mais gols que cada um dos
outros dois.

Solução:

Essa afirmação é verdadeira, pois, conforme vimos anteriormente, qualquer uma


das duas opções, para a quantidade de gols do amigo de Carlos, apresenta um
dos amigos com mais gols que cada um dos outros dois. Item correto.

366 - (TJ/ES - 2010 / CESPE) Se Pedro souber que um dos amigos fez menos
gols que cada um dos outros dois, então ele acertará o desafio.

Solução:

Essa afirmação também é verdadeira, pois, conforme vimos, caso um dos amigos
tenha feito menos gols que cada um dos outros dois, a quantidade de gols foi 1, 5
e 8 (eliminamos a opções 2, 2, e 10). Item correto.

(Texto para as questões de 367 e 368) Se o produto das idades, em anos, de


3 irmãos é igual a 22, e se o irmão mais novo se chama Fernando, então

367 - (TJ/ES - 2010 / CESPE) o irmão mais velho tem mais de 12 anos de
idade.

Solução:

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 68 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06

Vamos chamar as idades dos irmãos de x, y e z. Assim:

x.y.z = 22

Vamos, agora, verificar quais os possíveis valores para x, y e z:

22 2
11 11
1

22 = 2  11

Portanto, x, y e z podem ser:

1  1  22
1  2  11

Bom, como sabemos que o irmão mais novo se chama Fernando, devemos
eliminar a primeira opção para as idades, pois nesse caso, não haveria um irmão
mais novo, mas 2 irmãos mais novos.

Com isso, concluímos que as idades dos irmãos são: 1 ano, 2 anos e 11 anos.

Item errado.

368 - (TJ/ES - 2010 / CESPE) a soma das idades dos 3 irmãos é inferior a 20
anos.

Solução:

Utilizando as informações da questão anterior, temos:

Soma das idades = 1 + 2 + 11 = 14

Portanto, item correto.

(Texto para as questões de 369 e 370) Na divisão de R$ 19.000,00 entre


André, Beatriz e Celso, a quantia que coube a Beatriz corresponde a 2/5 do
que sobrou depois de ser retirada a parte de Celso e antes de ser retirada a
parte de André; a quantia que Celso recebeu corresponde a 3/5 do que
sobrou depois ser retirada a parte de Beatriz e antes de ser retirada a parte
de André. Nessa situação, julgue os itens seguintes.

369 - (TJ/ES - 2010 / CESPE) Celso recebeu menos de R$ 8.500,00.

Solução:

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 69 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06

Nessa questão, o valor inicial é de R$ 19.000,00. Vamos chamar de “A” a parte de


André, de “B” a parte de Beatriz e de “C” a parte de Celso. Assim, temos:

A quantia que coube a Beatriz corresponde a 2/5 do que sobrou depois de


ser retirada a parte de Celso e antes de ser retirada a parte de André.

2
B= .(19000 – C) (equação 1)
5

A quantia que Celso recebeu corresponde a 3/5 do que sobrou depois ser
retirada a parte de Beatriz e antes de ser retirada a parte de André

3
C= .(19000 – B)
5

5.C = 3.(19000 – B)

5.C = 57000 – 3.B

Substituindo B pelo valor da equação 1, temos:

2
5.C = 57000 – 3.[ .(19000 – C)]
5

6
5.C = 57000 – .(19000 – C)
5

6
5.C = 57000 – 22800 + .C
5

6
5.C – .C = 57000 – 22800
5

19
.C = 34200
5

5
C= .34200 = R$ 9.000,00
19

Portanto, item errado.

370 - (TJ/ES - 2010 / CESPE) André recebeu mais que Beatriz.

Solução:

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 70 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06
Vimos na questão anterior que:

C = 9000
2
B = .(19000 – C) (equação 1)
5

Assim,

2
B= .(19000 – 9000)
5

2
B= .(10000) = R$ 4.000,00
5

Por fim, como o total do valor é R$ 19.000,00, temos:

A + B + C = 19000

A + 4000 + 9000 = 19000

A = 19000 – 4000 – 9000 = R$ 6.000,00

Realmente, André recebeu mais que Beatriz (R$ 6.000,00 > R$ 4.000,00). Item
correto.

(Texto para a questão 371) A figura abaixo ilustra uma quadra de basquete
correspondente a um retângulo com 28 m de comprimento e 15 m de largura.
O círculo central tem diâmetro de 3,6 m, e o ponto O, seu centro, coincide
com o centro do retângulo. O ponto A está sobre o círculo central, no ponto
de interseção deste com a reta que une o centro da quadra com o vértice B,
conforme apresentado na figura. Durante a partida, um jogador marca
pontos para sua equipe se, depois de arremessar a bola, acertá-la no cesto
que fica no campo adversário. Dependendo da distância do arremesso e da
circunstância da partida, um acerto da bola no cesto pode valer 1, 2 ou 3
pontos.

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 71 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06
x = 22 – 16 = 6

Portanto, o item está correto.

372 - (CBM/ES – 2008 / CESPE) Considere que, em uma PA, a soma do


primeiro termo com o último termo corresponda a 2% da soma de todos os
termos dessa progressão. Nesse caso, a progressão tem mais de 120
termos.

Solução:

Vimos que a soma dos n termos de uma PA é dado por:

a1  a n
Sn = ( ).n
2

Assim, podemos montar a seguinte igualdade:

a1  a n
a1 + an = 2% de ( ).n
2

a1  a n
a1 + an = 0,02.( ).n
2

0,02.n
a1 + an = .(a1 + an)
2

0,02.n
1=
2

0,02.n = 2

2
n=
0,02

n = 100

Portanto, o item está errado.

373 - (CBM/ES – 2008 / CESPE) Considere que, em uma PA, o 5º termo é igual
a 12 e o último termo, o vigésimo, é igual a 32. Nessa situação, a soma dos
termos dessa PA é superior a 380.

Solução:

Nessa questão, devemos primeiro encontrar qual a razão desta PA:

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 73 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06

an = ak + (n – k).r

a20 = a5 + (20 – 5).r

32 = 12 + (15).r

32 – 12 = (15).r

20 = (15).r

20 4
r= =
15 3

Agora, devemos encontrar o primeiro termo da PA, para depois encontrarmos o


valor da soma de todos os termos. Assim:

an = ak + (n – k).r

4
a1 = a5 + (1 – 5).
3

4
a1 = 12 + (–4).
3

16
a1 = 12 –
3

36  16
a1 =
3

20
a1 =
3

Por fim, nos resta calcular o valor da soma dos termos da PA:

a1  a n
Sn = ( ).n
2

20
 32
Sn = ( 3 ).20
2

20  96
Sn = ( 3 ).20
2

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 74 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06
a1 = –2
a2 = –2 + 3 = 1
a3 = 1 + 3 = 4

Com isso, podemos calcular o produto dos três elementos da PA:

Produto = a1  a2  a3

Produto = (–2)  (1)  (4)

Produto = –8

Portanto, o item está errado, pois o produto é um número real negativo.

375 - (MPS – 2010 / CESPE) a soma dos termos dessa progressão é superior
a 4 e inferior a 8.

Solução

Vimos que os termos da PA são –2, 1 e 4. Assim, podemos encontrar a soma


desses termos:

Soma = –2 + 1 + 4

Soma = 3

Portanto, como a soma é inferior a 4, concluímos que o item está errado.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Bom, por hoje é só, mas não deixem de resolver as questões propostas que
responderei na próxima aula.

Bons estudos!

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 76 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06
6 - Questões comentadas nesta aula

(Texto para as questões de 356 a 358) Em determinado concurso público, os 400


candidatos inscritos para um dos cargos foram listados em ordem alfabética.
Seguindo-se essa ordem, tais candidatos foram numerados de 1 a 400 e divididos
em grupos de 20 candidatos cada um, da seguinte forma: os candidatos
numerados de 1 a 20 fariam as provas na sala 1; os de 21 a 40, na sala 2; e assim
sucessivamente, de modo que todos os 400 candidatos a esse cargo fizessem as
provas em 20 salas, numeradas de 1 a 20.

Com base nessas informações, julgue os itens seguintes acerca da distribuição


desses 400 candidatos.

356 - (SESA/ES - 2011 / CESPE) Suponha que os números de dois candidatos


fossem p e q, com p < q, e que um deles fizesse as provas na sala 11, e o outro,
na sala 14. Então na lista, entre as posições p e q existiriam, no máximo, 78
candidatos.

357 - (SESA/ES - 2011 / CESPE) Se o número do candidato Lúcio Vieira fosse


252, então ele faria a prova na sala 13.

358 - (SESA/ES - 2011 / CESPE) Os candidatos de números 319 e 321 fariam a


prova na mesma sala.

(Texto para as questões de 359 e 360) Carlos comprou o carro de Joaquim e


combinou com ele de se encontrarem pontualmente às 10 horas do dia seguinte
em um posto de atendimento do DETRAN para proceder à transferência da
documentação do veículo. Carlos acreditava que seu relógio estava adiantado 5
minutos, mas na realidade o relógio estava atrasado 10 minutos. Já o relógio de
Joaquim estava de fato adiantado 5 minutos, embora ele acreditasse que o relógio
estivesse sincronizado com o horário oficial. Supondo que ambos cumpriram o
compromisso de chegar pontualmente, cada um de acordo com seu próprio
relógio, julgue os próximos itens.

359 - (DETRAN/ES - 2010 / CESPE) O tempo decorrido entre a chegada do


primeiro e a do segundo ao compromisso foi de 20 minutos.

360 - (DETRAN/ES - 2010 / CESPE) Com relação ao horário oficial, é correto


afirmar que Carlos chegou ao posto de atendimento do DETRAN antes que
Joaquim.

(Texto para as questões de 361 e 362) Os servidores de uma unidade de


atendimento do DETRAN participaram de um treinamento que foi realizado em

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 77 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06
duas salas, A e B. Quando da entrada nas salas, 57 servidores entraram na sala A
e apenas 31, na B. Considerando essa situação hipotética, julgue os itens a
seguir.

361 - (DETRAN/ES - 2010 / CESPE) Supondo-se que o instrutor da sala B tenha


planejado 237 atividades para distribuir entre os 31 servidores que entraram
naquela sala, é correto afirmar que o número mínimo de atividades a mais que o
instrutor precisará elaborar para que todos os servidores recebam a mesma
quantidade de tarefas, sem sobrar nenhuma, é igual a 25.

362 - (DETRAN/ES - 2010 / CESPE) O número de servidores que deveriam


passar da sala A para a sala B para que a mesma quantidade de servidores
assistisse ao treinamento nas duas salas é igual a 13.

(Texto para as questões de 363 a 366) Carlos desafiou Pedro a acertar quantos
gols marcou cada um de seus três amigos em um torneio de futebol. Sabe-se que
o produto desses três números é igual a 40 e que a soma é igual à idade, em
anos, do único filho de Pedro. Pedro sabe a idade de seu filho, mas tem dúvida
acerca das quantidades de gols marcados pelos amigos.

A respeito dessa situação hipotética, julgue os itens a seguir.

363 - (TJ/ES - 2010 / CESPE) Para Pedro o desafio consiste em acertar uma
opção entre três.

364 - (TJ/ES - 2010 / CESPE) O filho de Pedro tem mais de 16 anos.

365 - (TJ/ES - 2010 / CESPE) Um dos amigos fez mais gols que cada um dos
outros dois.

366 - (TJ/ES - 2010 / CESPE) Se Pedro souber que um dos amigos fez menos
gols que cada um dos outros dois, então ele acertará o desafio.

(Texto para as questões de 367 e 368) Se o produto das idades, em anos, de 3


irmãos é igual a 22, e se o irmão mais novo se chama Fernando, então

367 - (TJ/ES - 2010 / CESPE) o irmão mais velho tem mais de 12 anos de idade.

368 - (TJ/ES - 2010 / CESPE) a soma das idades dos 3 irmãos é inferior a 20
anos.

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 78 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06
373 - (CBM/ES – 2008 / CESPE) Considere que, em uma PA, o 5º termo é igual a
12 e o último termo, o vigésimo, é igual a 32. Nessa situação, a soma dos termos
dessa PA é superior a 380.

(Texto para as questões 374 e 375) Três números reais estão em progressão
aritmética de razão 3 e dois termos dessa progressão são as raízes da equação
x2 – 2x – 8 = 0. Nesse caso, é correto afirmar que

374 - (MPS – 2010 / CESPE) o produto dos termos dessa progressão é um


número real positivo.

375 - (MPS – 2010 / CESPE) a soma dos termos dessa progressão é superior a 4
e inferior a 8.

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 80 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06
7 - Questões para praticar! A solução será apresentada na próxima aula

376 - (TRE/ES - 2010 / CESPE) Em determinado município, há, cadastrados,


58.528 eleitores, dos quais 29.221 declararam ser do sexo feminino e 93 não
informaram o sexo. Se, entre os eleitores que não informaram o sexo, o número
de eleitores do sexo masculino for o dobro do número de eleitores do sexo
feminino, então, nesse município, os eleitores do sexo masculino são maioria.

377 - (TRE/ES - 2010 / CESPE) Se em um município que tem 2.500 eleitores, a


votação dura 10 horas, cada seção eleitoral possui apenas uma urna, todos os
eleitores votam e cada eleitor leva 1 minuto e meio para votar, então, nesse
município serão necessárias, no mínimo, 7 seções eleitorais.

378 - (TRE/ES - 2010 / CESPE) Se, em um município, as seções eleitorais X, Y e


Z têm, juntas, 1.500 eleitores; os tempos médios de votação nessas seções são 1
minuto e 30 segundos, 2 minutos e 1 minuto por eleitor, respectivamente; o tempo
médio de votação nas três seções é de 2.175 minutos; e o número de eleitores da
seção Y é igual à metade da soma do número de eleitores das seções X e Z,
então, nesse caso, a seção eleitoral que tem o maior número de eleitores é a X.

(Texto para as questões 379 e 380) Um cliente contratou os serviços de cartão


pré-pago de uma financeira e, em seguida, viajou. Esse cliente gastou metade do
1 1
limite do cartão com hospedagem, com combustível e com alimentação.
3 9
Nesse caso,

379 - (Assembleia Legislativa/CE - 2011 / CESPE) o cliente gastou todo o limite do


cartão contratado com hospedagem, combustível e alimentação.

380 - (Assembleia Legislativa/CE - 2011 / CESPE) se o gasto do cliente com


hospedagem utilizando o cartão pré-pago atingiu o montante de R$ 1.500,00,
então, nesse cartão, o seu gasto com combustível foi de R$ 1.000,00.

(Texto para as questões 381 a 384) A figura acima ilustra um brinquedo virtual, em
que duas bolas — I e II — se movimentam em uma haste a partir do momento que
o brinquedo é ligado, ambas com a mesma velocidade e de maneira contínua,
indo de uma extremidade à outra. A bola I se movimenta de A para B e de B para

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 81 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06
A; a bola II, de A para C e de C para A. Antes de o brinquedo ser ligado, devem
ser indicados valores nos mostradores TI e TII. Indicar TI = M significa que a bola I
levará M segundos para ir de A até B; TII = N significa que a bola II levará N
segundos para ir de A até C. O mostrador Tempo indica há quantos segundos o
brinquedo está ligado. No momento que o brinquedo é ligado, os movimentos se
iniciam sempre a partir do ponto A.

Com relação às funcionalidades do brinquedo descrito acima, julgue os itens a


seguir.

381 - (AFT - 2013 / CESPE) Se TI = 3 e TII = 9, então, toda vez que o mostrador
Tempo indicar um múltiplo de 6, as bolas I e II se encontrarão no ponto A.

382 - (AFT - 2013 / CESPE) Se TI = 5 e TII = 8, então, depois que o brinquedo foi
ligado, as bolas nunca mais se encontrarão simultaneamente no ponto A.

383 - (AFT - 2013 / CESPE) Se TI = 3, então, quando o mostrador Tempo indicar


15 segundos, a bola I estará no ponto B.

384 - (AFT - 2013 / CESPE) Se TII = 5, então, quando o mostrador Tempo indicar
64 segundos, a bola II estará mais próxima de C do que de A.

385 - (Prefeitura de Vila Velha – 2008 / CESPE) Se o primeiro e o quinto termos


de uma progressão aritmética são –3 e 17, respectivamente, então o décimo termo
é superior a 45.

(Texto para as questões 386 a 389) Considerando que 5 indivíduos tenham


idades, em anos, correspondentes aos números inteiros positivos a 1, a2, a3, a4 e
a5, que os números a1, a2 e a5 estejam, nessa ordem, em progressão geométrica
com soma igual a 26 e que os números a1, a3 e a4 estejam, nessa ordem, em
progressão aritmética de razão 6 e soma igual a 24, julgue os itens a seguir.

386 - (PM/ES – 2010 / CESPE) A soma a2 + a3 + a4 é igual a 28.

387 - (PM/ES – 2010 / CESPE) A razão da progressão formada pelos números a 1,


a2 e a5 é um número fracionário não inteiro.

388 - (PM/ES – 2010 / CESPE) O indivíduo mais novo tem menos de 3 anos de
idade.

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 82 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06
389 - (PM/ES – 2010 / CESPE) A idade do indivíduo mais velho é superior a 20
anos.

(Texto para a questão 390) Se os salários, em reais, de João e Pedro forem


números diretamente proporcionais a 7 e 13 e o salário de João for igual a R$
3.500,00, então

390 - (PM/DF – 2010 / CESPE) a sequência de números formada pelo salário de


João, pelo salário de Pedro e pela soma desses dois valores formará uma
progressão aritmética.

(Texto para a questão 391) Onze secretarias integram a administração pública de


determinada cidade, entre as quais, a Secretaria de Agronegócios (SEAGR) e a
Secretaria de Controle e Transparência (SCT). Em 2009, a SCT instituiu um
programa de acompanhamento sistemático das secretarias de forma que, a cada
ano, 3 secretarias seriam escolhidas aleatoriamente para que seus trabalhos
fossem acompanhados ao longo do ano seguinte. Com esse programa,
considerado um sucesso, observou-se uma redução anual de 10% no montante
de recursos desperdiçados dos cofres municipais desde 2010. De acordo com os
dados obtidos em 100 auditorias realizadas pela SCT, os motivos desses
desperdícios incluíam:

• amadorismo nas tomadas de decisão (o gestor não era formado na área de


atuação) – 28 auditorias;
• incompetência nas tomadas de decisão (o gestor não possui conhecimento
técnico no assunto) – 35 auditorias;
• má-fé nas tomadas de decisão (o gestor decide em detrimento do interesse
coletivo) – 40 auditorias.

Ao se defender da acusação de que teria causado desperdício de recursos


municipais em razão de má-fé nas tomadas de decisão, o gestor da SEAGR
apresentou o seguinte argumento, composto das premissas P1 e P2 e da
conclusão C.

P1: Se tivesse havido má-fé em minhas decisões, teria havido desperdício de


recursos municipais em minha gestão e eu teria sido beneficiado com isso.

P2: Se eu tivesse sido beneficiado com isso, teria ficado mais rico.

C: Não houve má-fé em minhas decisões.

391 - (TJ/CE – 2014 / CESPE) Considere que o percentual de redução anual no


montante de recursos desperdiçados dos cofres municipais se mantenha
constante ao longo dos anos e que em 2010 tenham sido desperdiçados R$ 10
milhões.

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 83 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06
Nesse caso, considerando 0,2 como valor aproximado para 0,915, é correto afirmar
que de 2010 a 2024 — 15 anos — foram desperdiçados

A) menos de R$ 20 milhões.
B) mais de R$ 20 milhões e menos de R$ 40 milhões.
C) mais de R$ 40 milhões e menos de R$ 70 milhões.
D) mais de R$ 70 milhões e menos de R$ 100 milhões.
E) mais de R$ 100 milhões.

(Texto para as questões 392 e 393) Em determinado colégio, todos os 215 alunos
estiveram presentes no primeiro dia de aula; no segundo dia letivo, 2 alunos
faltaram; no terceiro dia, 4 alunos faltaram; no quarto dia, 6 alunos faltaram, e
assim sucessivamente.

Com base nessas informações, julgue os próximos itens, sabendo que o número
de alunos presentes às aulas não pode ser negativo.

392 - (Câmara dos Deputados – 2014 / CESPE) Se houver um número de aulas


suficientes e se a regra que define o número de faltosos for mantida, então haverá
um dia letivo em que todos os alunos faltarão.

393 - (Câmara dos Deputados – 2014 / CESPE) No vigésimo quinto dia de aula,
faltaram 50 alunos.

394 - (ANVISA – 2016 / CESPE) Situação hipotética: A ANVISA recomenda que


o consumo do medicamento X seja limitado a 4 caixas por mês e determina que o
preço máximo dessa quantidade de caixas não ultrapasse 30% do valor do salário
mínimo, que, atualmente, é de R$ 880,00. Assertiva: Nessa situação, o preço de
cada caixa do medicamento X não poderá ultrapassar R$ 66,00.

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 84 de 85


Raciocínio Lógico p/ Escrivão da PF (2017)
Teoria e exercícios comentados
Prof Marcos Piñon Aula 06
8 - Gabarito

356 - C
357 - C
358 - E
359 - C
360 - E
361 - E
362 - C
363 - E
364 - E
365 - C
366 - C
367 - E
368 - C
369 - E
370 - C
371 - C
372 - E
373 - C
374 - E
375 - E
376 - C
377 - C
378 - E
379 - E
380 - C
381 - E
382 - E
383 - C
384 - C
385 - E
386 - C
387 - E
388 - C
389 - E
390 - E
391 - D
392 - E
393 - E
394 - C

Prof. Marcos Piñon www.estrategiaconcursos.com.br 85 de 85