Você está na página 1de 3

Por volta de 1963 a Mercedes-Benz começou a usar uma bomba de injeção Bosch

seis pistões, com a sua injecção do tipo port-type.


Estes motores 230-SL e 300-SE de injetacção, esguicham um cilindro de cada vez,
acima dos seus respectivos cilindros.
Os injectores foram movidos do coletor de admissão e foram colocados na cabeça
do motor logo acima das válvulas de admissão. O resultado foi um aumento de
potência nos dois sistemas de pistons da bomba de injeção sem as
complexidades e perigos dos primeiros sistemas de injeção direta usados nos
Gullwings 300-SL e roadsters.
O avanço (timing) tornou-se novamente um pouco mais crítico. Os W113 com
seus seis pistons Bosch, de injecção de tipo port-type exige um ajuste (visual) do
curso da bomba durante a instalação. Esta bomba de injecção de combustível de
seis pistões esguicha para a admissão de cada cilindro. Este método grosseiro ou
visual de definir a bomba é, provavelmente, preciso entre 10 ou 12 graus.
Estas bombas de injeção permanecem normalmente dentro das especificações de
ajuste, a não ser que o avanço do motor seja perturbado por falha mecânica ou
ajuste inadequado.
O processo de acerto do avanço do motor não precisa ser tão exato como na
injeção direta, porém o ralenti e saída de energia, começam a degradar-se o
tempo de injeção desvia mais e mais das especificações de fábrica. Estes motores
podem funcionar em 180 graus fora das especificações, mas trabalham muito
mal. Um motor saudável bem afinado vai funcionar com um fornecimento de
combustível preciso e bem calibrado. Certifique-se de manter ou re-definir as
especificações de sincronismo da bomba durante a montagem.

Não é muito surpreendente que o sistema de injeção funciona mesmo se o seu


avanço é um pouco desajustado. Afinal de contas, como o aumento do RPM, não
há nenhuma maneira pulverização do injector estar perfeitamente cronometrado
a cada regime de rotações. Como no caso no timing das válvulas (talvez com a
excepção de que as novas versões variáveis), uma solução de compromisso é
aceitável. No entanto, o timing preciso do injetor deve ser considerado como
tendo um desempenho variável. As articulações devem ser corretas, então você
pode começar os ajustes a partir de um ponto de partida correto.

Operação

A rotação do motor faz accionar a bomba, e como o aumento das rotações do


motor, os fornecimentos de bomba de combustível para os injectores aumentam.
Os contrapesos centrífugos na bomba irão aumentar o "volume" do combustível
para os injectores como o aumento das rotações. Então as rotações do motor
aumentam a frequência de injeção de combustível, bem como o volume de
combustível injetado através dos contrapesos centrífugos.

O "rack" dentro da bomba de injeção é o membro que gira os êmbolos corte


helicentrical na bomba de injecção. Estes dispositivos alteram o "volume" do
combustível injetado. A maioria dos ajustes, e inputs externos à bomba de
injecção, movem o "rack" alterando o volume de combustível injetado.
O compensador barométrica move o rack, o "WRD" dispositivo do motor quente
movimenta o rack, os contrapesos centrífugos movem o rack, e o pressionar o
pedal do acelerador movimenta o rack através das ligações do motor. Lembre-se,
o rack muda o "volume" de combustível injectado. A frequência de injeção é
constantemente variando com as rotações do motor. Todos estes dispositivos
estão fazendo a sua coisa ao mesmo tempo!

O pequeno parafuso com porca de bloqueio ranhurado 10 milímetros no venturi


entrada não é um ajustamento, mas um stop de fábrica para parar a válvula de
tubo de Venturi. É frequentemente mal-ajustado. O parafuso de grande fenda no
colector de admissão é para o ajuste de ar ao ralenti.

O botão de ajuste ao ralenti da mistura na parte de trás da bomba de injecção de


combustível muda mistura a baixas rotações apenas. (Girando no sentido dos
ponteiros de relógio a mistura de combustível fica mais rica, como mencionado, o
motor deve estar desligado, preste atenção aos "cliques")
Afinação normal pode envolver o parafuso de ajuste de ar de admissão de
repouso e, eventualmente, um ajuste do botão de injecção de mistura bomba
inactiva. O venturi ingestão pequena fenda do parafuso com 10mm porca é,
infelizmente, muitas vezes usado como um ajuste ADLE pelo uniformizado. Este
é o lugar onde começa o ajuste incorrecto anos.

A "carga do motor" real varia independentemente de rpms. Em outras palavras,


as condições da estrada, (morros, descer ladeiras), resistência do ar, clima,
altitude, temperatura são apenas alguns dos fatores externos que alteram a
"carga" ou exigência de combustível no motor. Com os sistemas de injecção
muito precoces mecânicos, de vácuo do motor foi utilizado para determinar a
carga do motor. Um diafragma de couro na bomba de injecção alterava a posição
do rack.

Para aqueles que podem ler alemão aqui é uma boa descrição de uma bomba de
injeção e seus elementos funcionais, mas mesmo que não se podem entender as
palavras que ainda há uma grande quantidade de informações nas imagens
detalhadas: http://sterntwiete.mparschau.de/html / einspritzung_2.html

Na fase de aquecimento do motor é também fornecido adicionalmente ar


diretamente através de um controle deslizante do sensor de calor da bomba de
injeção; senta na sua abertura um filtro especial de limpeza.

O exame superficial sobre funcionamento do sensor de calor é facilmente


possível, porque, na fase de aquecimento, não há aqui um som de assobio, que
desaparece após alguns minutos, quando o registo de ar adicional fecha. Se este
não é o caso, muito provavelmente, um elemento de nova expansão é necessario,
e devemos, depois de longos anos de operação é sempre de esperar um fracasso.
A coisa infeliz é ser feita uma tentativa na oficina, para compensar a falta de
conhecimento sobre o funcionamento da função de sensor de calor indevida do
elemento de expansão do parafuso de CO. O pico do elemento de expansão
poderá não por acaso ", como que" são desenhados. Ar penetra no furo, o
elemento é imediatamente interrompido, e em seguida a guia de forma um
colchão de ar, a qual não pode escapar o ar durante a inserção do mandril. A
posição correcta da espiga e a função anteriormente correcta seria no passado
agora. O elemento de expansão é, portanto, fornecido com um pedido de peças de
reposição com um clipe de arame especial que impede a remoção acidental ou
cair fora.