Você está na página 1de 108

DERMATOFUNCIONAL

EM CIRURGIA
PLÁSTICA
CIRURGIAS PLÁSTICAS
• Faciais

• Corporais
CIRURGIAS PLÁSTICAS ESTÉTICAS
FACIAIS
● Ritidoplastia (Lifting): Cirurgias para
rejuvenescimento da face. Visam minimizar as
alterações decorrentes do envelhecimento como as
rugas, ptoses, flacidez de pele e muscular.
RITIDOPLASTIA (LIFTING)
● Classificação por regiões:
• Blefaroplastia,

• Rinoplastia,

• Minilifting,

• Facelifting
BLEFAROPLASTIA

• Blefaroplastia superior e/ou inferior: corrige a flacidez


de pele e a ptose nas pálpebras através da retirada do
excesso de pele e retirada das bolsas de gordura.
BLEFAROPLASTIA
BLEFAROPLASTIA

Antes Depois
BLEFAROPLASTIA

• Duração: 2 horas
• Alta hospitalar: cerca de duas a três horas após o seu
término.
• Retirada dos pontos: 7º a 10º PO.
BLEFAROPLASTIA
Blefaroplastia superior
• A incisão inferior do fuso da pele deve recair
sobre o sulco palpebral
• Pálpebra contralateral → compasso

Blefaroplastia inferior
• Técnica transcutânea

• Acesso transconjuntival
BLEFAROPLASTIA

Incisão Incisão
Transconjuntival Transcutânea
BLEFAROPLASTIA
Complicações:
⦿ Hematomas
⦿ Necroses cutâneas
⦿ Lesões nervosas
⦿ Alopécias
⦿ Pruridos
⦿ Fístulas de parótida
⦿ Infecções
⦿ Cicatrizes hipertróficas e quelóides
RINOPLASTIA
o Cirurgia realizada para corrigir as deformidades estéticas e reparadoras do
nariz;
RINOPLASTIA
RINOPLASTIA

Rinoplastia fechada
RINOPLASTIA ABERTA
CIRURGIA
DE
MILÍMET
ROS
RINOPLASTIA
RINOPLASTIA

• Internação :2 horas antes da cirurgia, podendo


permanecer de 18 a 24 horas.
• Fossas nasais tamponadas com gase, para minimizar o
sangramento pós operatório, que é retirado na alta
hospitalar, quando não realizado septoplastia.
• Gesso instalado ao final da cirurgia permanece por 7
dias
RINOPLASTIA
RINOPLASTIA
RINOPLASTIA
RINOPLASTIA

oUso de imobilização
na narina com Gesso
nos quatro primeiros
dias;
oImobilização com
Micropore;
P.O.I
RINOPLASTIA

Pós operatório
- Equimose
- Edema
- Associada com o otorrino
- Tamponamento nasal
- Tipo do curativo (gessado, metálico ou material
plástico)
- Derrame nos olhos
RINOPLASTIA
Fisioterapia
• Sétimo dia

• DLM

• MENS → melhor absorção do hematoma.

• Fibrose de ponta de nariz → notificar ao cirurgião


responsável
LIFTING FACIAL
• Classificação quanto a região:
● Mini-Lifting,
● Lifting Total.
MINI LIFTING
LIFTING FACIAL TOTAL
RITIDOPLASTIA
• Plástica Facial completa
• Tracionamento da pele
• Reposicionamento da musculatura
SMAS-platisma
● Platisma,
● Zigomático Maior,
● Zigomático Menor,
● Risório.
RITIDOPLASTIA
LIPOASPIRAÇÃO MENTONIANA
LIPOASPIRAÇÃO MENTONIANA
FISIOTERAPIA NAS CIRURGIAS
FACIAIS
• Recursos Utilizados

● DLM;
● Ultra-som 3MHz;
● Crioterapia;
● Mobilizações
Cicatriciais
● Laser HeNe
● Orientações
CIRURGIAS
PLÁSTICAS
CORPORAIS
MASTOPLASTIAS
• Mastoplastia redutora
● Técnicas
• Peri-areolar

• Vertical

• Em “L”

• Em “T” invertido- Ariê-Pitanguy


ARIÊ-PITANGUY OU “T” INVERTIDO
MAMOPLASTIA
MAMOPLASTIA DE AUMENTO
● Prótese
• Silicone Gel

• Prótese inflável.
MAMOPLASTIA DE AUMENTO
MAMOPLASTIA DE AUMENTO
MASTOPLASTIAS DE AUMENTO
Formas das próteses Técnicas: subglandular e
submuscular
INCISÕES: INFRA-MAMÁRIA, AXILAR,
PERIAREOLAR
GINECOMASTIA
ABDOMINOPLASTIA
• Objetivo:
● Remoção de pele e gordura abdominal,
● Correção da diástase dos retos.
• Tipos:
● Mini-Abdomen,
● Abdômen completo,
● Abdômen em “T” invertido,
● Variações.
ABDOMINOPL
ASTIA TOTAL
ABDOMINOPLASTI
A TOTAL
ABDOMINOPLASTIA TOTAL
MINI-ABDOMEN
MINI-ABDOMINOPLASTIA
ABDOMINOPLASTIA EM “T”
INVERTIDO
LIPOASPIRAÇÃO

✕ Objetiva aspirar a gordura excedente.


✕ Equipamentos:
+ Lipoaspirador tradicional,
+ Vibrolipoaspirador,
+ Lipoaspirador ultra-sônico,
+ Lipoaspirador a laser.
✕ Técnicas:
+ Seca
+ Úmida
LIPOASPIRAÇÃO
LIPOASPIRAÇÃO- MARCAÇÃO
LIPOASPIRAÇÃO- INFILTRAÇÃO
LIPOASPIRAÇÃO
LIPOASPIRAÇÃO
LIPOASPIRAÇÃO
P.O.I
P.O.I.
LIPOASPIRAÇÃO
LIPOASPIRAÇÃO
LIPOASPIRAÇÃO
LIPOESCULTURA
• Enxerto da gordura lipoaspirada para melhora do
contorno corporal.

• Vantagens:
● Menor risco de rejeição
• Desvantagens
● Reabsorção de parte do enxerto
LIPOASPIRAÇÃO MASCULINA
LIFTING DE BRAÇO
LIFTING DE COXAS
PRÓTESE DE PANTURILHA
PRÓTESE GLÚTEA
PRÓTESE PEITORAL
MASCULINO
PÓS-OPERATÓRIO DAS CIRURGIAS
PLÁSTICAS CORPORAIS
• Primeiras 24hs: Edema + Equimose
● Edema:
• Processo inflamatório;
• Solução tumescente;
• Lise de tecido adiposo não aspirado;
● Equimose:
• Rutura vascular.
TRATAMENTO FISIOTERÁPICO
• Cinta compressiva no POI;
• Meia compressiva no POI até décimo DPO;
• Drenagem Linfática a partir do terceiro DPO;
● Manual;
● Ultra-som;
● Laser HeNe
MASTOPLASTIA REDUTORA OU
SUSPENSORA
• Cuidados pós-operatório
● Internação por 12 hs;
● Antiinflamatório;
● Analgésico quando necessário;
● Repouso;
● Evitar movimentos bruscos com os MMSS (até 90
graus);
● Dirigir só após 3 a 4 semanas;
● Uso de Soutien específico por 45 a 60 dias;
● Fisioterapia após 5 dia.
ATENÇÃO AS FASES DO PROCESSO
INFLAMATÓRIO
• Inflamatória (24/48hs)
● Caracateriza-se pela vasoconstrição seguida de
vasodilatação.
• Proliferativa (3/5 dias)
● Caracteriza-se pela proliferação de fibroblastos,
células endoteliais e pequenos vasos na área lesada,
formando o tecido de granulação. Angiogênese.
• Remodelação (meses/anos)
● Tecido vai sendo gradualmente substituído e
remodelado nos meses e anos subsequentes. As fibras
de colágeno inicialmente são frágeis com pouca força
tensil e vai sendo substituída por um mais resistente.
COLLINS, 2001
FISIOTERAPIA
NAS
COMPLICAÇÕES
CIRÚRGICAS
FISIOTERAPIA NAS COMPLICAÇÕES
NO PÓS-OPERATÓRIO
• Blefaroplastia
● Lagoftalmia (retirada excessiva de pele)
● Ectrópio (eversão)
● Necrose
● Dificuldade cicatricial

o Mobilizações teciduais;
o Alongamento das fácias;
oContato constante com o
cirurgião.
Ritidoplastia- Necrose
RETRAÇÃO CICATRICIAL
CICATRIZAÇÃO DEFICITÁRIA
SIMASTIA
ADERÊNCIA DA CÁPSULA
CICATRIZ HIPERTRÓFICA X
QUELÓIDE
FIBROSE
FIBROSE
FIBROSE
FIBROSE
IRREGULARIDADE
SEROMA PÓS-LIPOASPIRAÇÃO
SEROMA MINI-ABDOMEN

Punção
MARCAS DA COMPRESSÃO
DEISCÊNCIA CICATRICIAL
CICATRIZ ÍNTEGRA
OBJETIVOS DO TRATAMENTO
FISIOTERAPEUTICO
✕ Minimizar os efeitos do trauma cirúrgico
+ Reduzir a dor e o edema;
+ Relaxamento muscular;
✕ Acelerar o processo de cicatrização
+ Estimular a neovascularização;
+ Estimular a circulação artério-venosa e linfática;
+ Prevenir fibroses e aderências.
✕ Estimular a sensibilidade superficial;
✕ Facilitar um rápido retorno as AVD´s.
✕ Orientação: Postural, Vestimentas, Ingestão de
H2O.
DRENAGEM LINFÁTICA MANUAL
• Definição: é uma técnica de massagem manual
que visa aumentar a formação da linfa, ajudando
assim a reduzir o edema.
• Função:
-Drena os líquidos excedentes,
-Mantém o equilíbrio hídrico,
-Drena os dejetos do metabolismo,
-Reabsorção de hematomas e equimoses,
-Maior retorno a sensibilidade fina dos tecidos.
LEDUC
DRENAGEM LINFÁTICA MANUAL
FISIOTERAPIA NAS CIRURGIAS DE
MAMA
• Laser HeNe → Cicatrização não eficaz
• Orientações
MASSOTERAPIA
• Manobras em “S” ou em “Z”;
• Mobilização tecidual;
• LTF - liberação tecidual funcional
• Redução da fibrose;
ULTRA-SOM
Efeito não térmicos- P.O. Imediato
• Aumenta a permeabilidade das membranas;
• Aumento as permeabilidade vascular;
• Aumento da atividade fibroblástica;
• Aumento do fluxo sanguíneo;
• Redução do edema;
• Estimula a síntese de proteínas.
• Programação:
● Freq.: 3Mhz
● Modo Pulsátio
● Intensidade 0,8 a 3w/cm²
● Tempo: 1 á 2min.
ULTRA-SOM
Efeito térmico- Após 14° dia de P.O.
• Efeito Fibrinolítico

• Aumenta a extensibilidade das estruturas ricas em


colágeno.
• Diminuição de fibroses e aderências.

• Programação:
● Freq.: 3Mhz
● Modo contínuo
● Intensidade 0,8 a 3w/cm²
● Tempo: 1 á 2min.
ENDERMOLOGIA
• Melhora a maleabilidade dos tecidos;
• Redução de aderências cicatriciais;
• Melhorar da oxigenação e nutrição tecidual;
● Modos: contínuo ou pulsátil
RADIO-FREQÜÊNCIA
• Uso do calor para estimular o colágeno,
reorganizando as fibras.
● Monopolar e Bipolar
LASER HÉLIO NEÔNIO
• Acelera o processo de cicatrização;
• Estimula produção de fibroblastos e tecido de
granulação;
• Utilizado apenas em pacientes com dificuldades
de cicatrização;
• Facilitar a angiogênese;
• Programação: 4-6j/cm²
• Pontual ou Varredura.
IMPORTÂNCIA DO
FISIOTERAPEUTA NO PRÉ-
OPERATÓRIO
OBRIGADA!!!