Você está na página 1de 1

Não sei oque vai se suceder.

Sei nem se vão investigar mas pra mim é bastante evidente que
forças de mal estão interessadas na eleição do Bolsolixo. Como você mesmo sabe e defende
um estado menor Ray, deve ter ciência que o desmonte do estado, interessa também ao
capital. Uma única petroleira que seja privatizada, vai deixar de gerar $ pro país e vai gerar $
pra o capital estrangeiro que a adquiriu. Sendo que a justificativa pra petroleira ser vendida é
que ela está sucateada, tomada pela corrupção etc. Precarizar alguns serviços públicos para
depois privatizar também faz parte dessa lógica neoliberal.

Ardesson, o desmonte do Estado já ocorreu por meio do próprio Estado. E isso já ficou muito
claro, dada a maior crise da história do nosso país, os mais de 14 milhões de desempregados,
as mais de 63 mil mortes por ano, o índice de analfabetismo aumentando (curiosamente com a
criação de várias universidades, mas sem investimento devido no ensino básico) etc. Portanto,
foi precisamente concedendo mais poder ao Estado que o Estado não somente faliu, como
também nos colocou diante da atual situação. Sem falar que o governo do PT foi o que mais
favoreceu aos grandes bancos e grandes empresas nos últimos tempos (não se engane, não
foram os pobres que mais se beneficiaram do Estado, foram os mais ricos!). Além disso, essas
empresas que você menciona como sendo do Estado – quem se beneficia do dinheiro que elas
produzem? Bem, vimos que não são os pobres... Quem, então? O governo. As estatais, além
disso, são as causadoras dos grandes impostos, da impossibilidade de haver livre concorrência
e das burocracias para que isso não venha a ocorrer. São nas estatais também onde ocorre o
maior número de corrupção, o nepotismo, etc. E isso sobra pra quem? Pra nós, meu caro. Eu
não defendo economia “neoliberal”, como colocaste aí. Eu defendo, sim, uma economia
liberal, no sentido clássico do termo. Privatização não é tão simples assim. Eu não defendo que
haja privatizações nesse sentido genérico, eu defendo que as privatizações ocorram à medida
da diminuição da pobreza, dos índices de violência, da evolução do processo educativo – aí sim
estaremos preparados para algo desse tipo (algo que, como tu deves saber, deu certo em
muitos países, mas, claro, a um médio, longo prazo, porque se trata de um processo). Quanto
maior é o poder do Estado (e é isso que pregam os candidatos à esquerda), mais difícil se torna
o controle da violência, da pobreza, da corrupção generalizada e do nepotismo. Basta
pensarmos o seguinte: quão difícil é você cobrar do Estado que ele corrija tudo isso? É quase
impossível. Agora vamos nos perguntar o seguinte: quão fácil é para nós processarmos uma
empresa privada, se esta incorreu em erros drásticos? Muito mais fácil é resolvermos
problemas no âmbito do privado do que no âmbito público. Por estas e outras várias razões,
eu sou a favor da diminuição do poder do Estado, mas em um sentido progressivo, como eu
disse, e não de uma só vez, como se fôssemos resolver todos os problemas assim.

Ficou bem evidente que empresas grandes estão apoiando/financiando o Bolsolixo quando o
dono da Havan forçou os funcionários a votarem nele. Mas pq será? Bolso bosta responde: o
trabalhador vai ter que escolher ou mais direito e nenhum emprego, ou mais emprego e
menos direitos

Bem, não ficou tão claro assim pra mim... Trata-se de um caso isolado. Quais são as várias
outras? Na verdade, pela lógica que eu expus do aumento da livre concorrência, várias
empresas

Você também pode gostar