Você está na página 1de 14

07/03/2019

Manutenção
Elétrica Predial e
Industrial

Elementos da Manutenção Eletrica


• A manutenção surgiu quando houve as
primeiras necessidades de reparos a partir da
mecanização da indústria.

1
07/03/2019

Elementos da Manutenção Elétrica


• Inicialmente, os reparos eram executados pelos
próprios operadores. Depois, os gestores das indústrias
visualizaram que era preciso uma alternativa para
manter o crescimento da produção, tendo sempre
equipamentos disponíveis para executar o trabalho.
• Foi neste momento que surgiu o setor de manutenção.
• Desde o surgimento do setor dedicado apenas à
manutenção até os dias atuais, a indústria vem
passando por diversas mudanças influenciadas
diretamente pelo avanço da tecnologia.

Elementos da Manutenção Elétrica


• A manutenção acompanha esta evolução tecnológica e
conquista cada vez mais importância motivada pela
necessidade das indústrias em melhorar a qualidade
dos produtos, diminuir custos, aumentar a
disponibilidade e confiabilidade dos equipamentos.

2
07/03/2019

Elementos da Manutenção Elétrica


• A figura a seguir ilustra o setor de planejamento e
controle da manutenção moderna, o PCM.

Elementos da Manutenção Elétrica


• Nesse sentido, diante da importância da manutenção e com a utilização
crescente de energia elétrica para funcionamento dos equipamentos,
houve a necessidade das indústrias em organizar o setor de manutenção
elétrica e ter profissionais qualificados para realizar atividades específicas,
para manter os equipamentos funcionando adequadamente e com
segurança.
• No cenário atual da manutenção, é importante que o profissional tenha,
além do conhecimento técnico, noções organizacionais do setor.

3
07/03/2019

PLANEJAMENTO, PROGRAMAÇÃO E CONTROLE DA


MANUTENÇÃO

• O setor de manutenção tem uma área específica para planejamento,


programação e controle da manutenção conhecido como PCM
(Planejamento e Controle da Manutenção).
• O PCM gerencia as atividades da manutenção determinando as
prioridades, recursos, procedimentos, custos e indicadores dos serviços
com o propósito de garantir a confiabilidade e disponibilidade dos
equipamentos.
• A demanda de serviços da manutenção é proveniente de solicitações de
serviço de manutenção (SSM), planos de manutenção, inspeções e
emergências que surgem na operação.

PLANEJAMENTO, PROGRAMAÇÃO E CONTROLE DA


MANUTENÇÃO

• O PCM atua resumidamente conforme o fluxograma a seguir para


execução dos serviços:

4
07/03/2019

PLANEJAMENTO, PROGRAMAÇÃO E CONTROLE DA


MANUTENÇÃO

• As demandas iniciais do setor de PCM são as solicitações de manutenção


da operação e os planos de manutenção da engenharia. Desta forma, o
PCM inicia suas atividades realizando a programação dos serviços de
acordo com a criticidade e, em seguida, realiza a programação conforme
disponibilidade dos recursos necessários.
• Durante a execução dos serviços, é feito o gerenciamento e, ao término, o
setor faz o controle do serviço realizado.
• A atuação do PCM é fundamental para o bom desempenho e organização
da manutenção, tendo cada etapa a sua devida importância.

PLANEJAMENTO DA MANUTENÇÃO

• O planejamento da manutenção das instalações elétricas é um processo


administrativo executado pelo PCM com o objetivo de analisar a
viabilidade técnica e econômica, a criticidade e a prioridade dos serviços.
• Desta maneira, é possível organizar as ações, entender as necessidades e
criar uma estratégia eficiente para minimizar os custos com a manutenção
e aumentar a disponibilidade dos equipamentos.

5
07/03/2019

PLANEJAMENTO DA MANUTENÇÃO

• O fluxograma a seguir exemplifica as etapas para o planejamento de um


serviço que surgiu a partir de uma solicitação de serviço de manutenção
por um operador:

PLANEJAMENTO DA MANUTENÇÃO

• O planejamento da manutenção inicia a partir de uma solicitação de


serviço de manutenção (SSM) que é enviada ao setor relatando algum
problema nas instalações.
• A manutenção avalia a SSM e caso seja procedente inicia uma ordem de
serviço (O.S.) para investigar, organizar as atividades e, por fim, avaliar se
há urgência na execução do serviço.
• Caso haja urgência, a manutenção pode ser iniciada. Caso contrário, o
PCM classifica e programa a execução das atividades de acordo com a
criticidade do serviço.

6
07/03/2019

PLANEJAMENTO DA MANUTENÇÃO

• O planejamento dos serviços que serão executados pela manutenção é


fundamental para garantir a execução das atividades de forma organizada
e priorizando os serviços mais críticos, objetivando maior disponibilidade
dos equipamentos e segurança dos técnicos durante a realização da
manutenção.

PROGRAMAÇÃO DA MANUTENÇÃO

• A programação da manutenção das instalações elétricas refere-se à


análise da disponibilidade dos re- cursos, como: mão de obra,
ferramentas, máquinas e materiais necessários para execução da
manutenção.
• O fluxograma a seguir ilustra as etapas que compreendem a programação
da manutenção:

7
07/03/2019

PROGRAMAÇÃO DA MANUTENÇÃO

• Após a fase de planejamento, o PCM inicia a programação dos serviços


analisando a disponibilidade dos recursos.
• Caso haja recursos, a manutenção é iniciada, caso contrário, o PCM deve
acompanhar os procedimentos de compra de materiais, disponibilidade
de equipamentos, ferramentas e/ou recursos humanos para programar e
iniciar o serviço.
• Durante a execução dos serviços, o PCM gerencia as atividades e dá
suporte aos executantes, antecipando possíveis demandas que surjam
durante o processo, garantindo a execução do serviço no prazo e com os
recursos previstos.

CONTROLE DA MANUTENÇÃO

• O PCM realiza o controle da manutenção das instalações elétricas através


da análise crítica do serviço executado, ou seja, o setor avalia se o serviço
foi realizado conforme planejado e programado, identificando possíveis
desvios que ocorreram durante a sua execução.
• Desta forma, são obtidos indicadores confiáveis que possibilitem a gestão
das práticas de manutenção e uma melhoria contínua dos processos de
trabalho.
• O fluxograma a seguir ilustra as etapas de controle da manutenção das
instalações elétricas.

8
07/03/2019

CONTROLE DA MANUTENÇÃO

• Mesmo após a execução da manutenção, o PCM continua analisando o


serviço que foi executado com a intenção de levantar informações para
avaliar o desempenho da manutenção e poder intervir nos
procedimentos, caso necessário, para melhorar os principais indicadores
e, consequentemente, aumentar a produtividade.
• Por exemplo, nesta etapa, o setor verifica se o serviço foi executado no
tempo planejado, se cumpriu a programação, o tempo médio para realizar
o reparo, se houve retrabalho, qual foi o tempo médio entre a falha
anterior deste mesmo equipamento e outros.
• A atuação do PCM é fundamental para garantir a eficiência da
manutenção através do planejamento, programação e controle dos
serviços utilizando profissionais capacitados, padrões e procedimentos de
trabalho.

CONTROLE DA MANUTENÇÃO

• Em instalações elétricas de baixa tensão, o PCM tem que seguir os


critérios mínimos estabelecidos pela norma ABNT NBR 5410 para as
atividades de manutenção, como: qualificação das pessoas, periodicidade
e rotinas de manutenção.

9
07/03/2019

APLICAÇÃO CONFORME NORMA DA ABNT DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS


EM BAIXA TENSÃO (ABNT NBR 5410)

• As instalações elétricas, por utilizar diversos equipamentos e elementos


que são necessários para garantir o fornecimento de energia, são muito
complexas.
• Por isso, existem normas que estabelecem uma série de critérios e
condições que as instalações devem satisfazer e a NBR 5410 é uma delas.
• A NBR 5410 é a norma da Associação Brasileira de Normas Técnicas
(ABNT), que estabelece as condições que devem seguir as instalações
elétricas de baixa tensão. Conforme definido na referida norma,
caracteriza-se como baixa tensão os circuitos elétricos alimentados sob
tensão nominal igual ou inferior a 1000 Volts em corrente alternada, com
frequências inferiores a 400 Hz, ou a 1500 Volts em corrente contínua.

APLICAÇÃO CONFORME NORMA DA ABNT DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS


EM BAIXA TENSÃO (ABNT NBR 5410)

• Com relação à manutenção, a norma da ABNT NBR 5410 estabelece os


seguintes itens:
• a) Periodicidade: a periodicidade da manutenção é específica a cada tipo
de instalação. Neste caso, o intervalo entre as manutenções deverá levar
em consideração a importância do equipamento para a instalação, a
severidade das influências externas a que é submetido e as
recomendações do fabricante. Por exemplo, em equipamentos de
subestações devem ser realizadas inspeções termográficas a cada 6 meses
no máximo;

10
07/03/2019

APLICAÇÃO CONFORME NORMA DA ABNT DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS


EM BAIXA TENSÃO (ABNT NBR 5410)

• Com relação à manutenção, a norma da ABNT NBR 5410 estabelece os


seguintes itens:
b) Qualificação do pessoal: as instalações elétricas deverão ser
inspecionadas e sofrer intervenções apenas por pessoas advertidas (BA4)
ou qualificadas (BA5)1, conforme o quadro a seguir:

APLICAÇÃO CONFORME NORMA DA ABNT DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS


EM BAIXA TENSÃO (ABNT NBR 5410)

• Com relação à manutenção, a norma da ABNT NBR 5410 estabelece os


seguintes itens:
b) Qualificação do pessoal: as instalações elétricas deverão ser
inspecionadas e sofrer intervenções apenas por pessoas advertidas (BA4)
ou qualificadas (BA5)1, conforme o quadro a seguir:

11
07/03/2019

APLICAÇÃO CONFORME NORMA DA ABNT DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS


EM BAIXA TENSÃO (ABNT NBR 5410)

• Verificação de rotina: faz parte da manutenção preventiva a verificação


das instalações elétricas através de inspeções visuais, conforme a figura
seguinte, para identificar se os equipamentos e componentes apresentam
danos aparentes que comprometam o funcionamento adequado e a
segurança. As verificações de rotina são feitas em dois momentos. No
primeiro momento será inspecionado visualmente os seguintes itens:

APLICAÇÃO CONFORME NORMA DA ABNT DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS


EM BAIXA TENSÃO (ABNT NBR 5410)

• Condutores: deve ser verificada a isolação dos condutores para identificar sinais
de aquecimento excessivo, rachaduras e ressecamento; e seus elementos de
conexão, fixação e suporte para verificar folga nas conexões gerando mau contato,
o estado de conservação e limpeza;
• Quadros de distribuição e painéis: deve ser verificada a integridade da estrutura
mecânica dos quadros de distribuição e painéis observando se há algum dano
físico, corrosão e se seus elementos estão em perfeito funcionamento.
Internamente, todos os elementos devem ser inspecionados avaliando o estado
dos contatos, ajustes, calibrações, fixação e limpeza. É importante verificar se há
sinais de aquecimento excessivo em algum componente;
• Equipamentos móveis: deve ser inspecionado verificando o estado geral, limpeza
e se há sinais de aquecimento excessivo. Deverá verificar, principalmente, o estado
dos condutores que alimentam o equipamento móvel.

12
07/03/2019

APLICAÇÃO CONFORME NORMA DA ABNT DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS


EM BAIXA TENSÃO (ABNT NBR 5410)

• A inspeção visual é uma atividade simples, mas extremamente importante para


identificar falhas ou quaisquer anomalias visíveis nas instalações elétricas e devem
ser feitas com muita atenção para evitar que estas falhas se transformem em
defeitos ou danos mais graves.

APLICAÇÃO CONFORME NORMA DA ABNT DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS


EM BAIXA TENSÃO (ABNT NBR 5410)

• Após a inspeção visual, deverão ser realizados, no segundo momento, os


ensaios nas instalações elétricas. Os ensaios são testes feitos,
normalmente, com auxílio de instrumentos de medição para verificar se as
instalações estão aptas a funcionar.

13
07/03/2019

APLICAÇÃO CONFORME NORMA DA ABNT DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS


EM BAIXA TENSÃO (ABNT NBR 5410)

• Deverão ser realizados, no mínimo, os seguintes ensaios:


– Continuidade dos condutores de proteção e das equipotencializações principal
e suplementares;
– Resistência de isolamento da instalação elétrica;
– Resistência de isolamento das partes da instalação objeto de SELV, PELV ou
separação elétrica;
– Ensaios de funcionamento.

OBS: SELV -> Sistema de extra baixa tensão que é eletricamente separado da terra, de
outros sistemas e de tal modo que a ocorrência de uma única falta não resulta em risco de
choque elétrico.
PELV -> sistema de extra baixa tensão que não é eletricamente separado da terra, mas que
preenche, de modo equivalente, todos os requisitos de um SELV.
Separação Elétrica -> é uma proteção supletiva contra choques elétricos quando massas ou
partes condutivas acessíveis tornam- se acidentalmente vivas.

APLICAÇÃO CONFORME NORMA DA ABNT DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS


EM BAIXA TENSÃO (ABNT NBR 5410)

• As inspeções e ensaios em instalações elétricas são importantíssimos para


evitar possíveis falhas ou irregularidades que ocorram no sistema elétrico
durante a sua vida útil, prevenindo que equipamentos elétricos operem
fora dos seus parâmetros nominais ou que possíveis falhas ocorram
provocando danos físicos às instalações ou acidentes com pessoas.
• A aplicação da norma ABNT NBR 5410 na manutenção elétrica predial e
industrial é generalista, devendo ser utilizada apenas como uma
referência do mínimo que deve ser feito nas instalações elétricas.
• É importante destacar que o técnico deve observar as particularidades de
cada componente da instalação elétrica e seguir as orientações do
fabricante no que diz respeito à manutenção. Contudo, as recomendações
da referida norma garantem um funcionamento adequado e com
segurança das instalações elétricas de baixa tensão.

14