Você está na página 1de 3

COLÉGIO ESTADUAL DR.

ARNALDO BUSATO - ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO


AV. 26 DE ABRIL, 1483 FONE ( 46 ) 3572-1165
CEP: 85598-000 – CRUZEIRO DO IGUAÇU-PR

O leão é um animal feroz, conhecido popularmente


Leia o texto e responda às questões 1, 2 e 3. como o rei da selva. É um bicho que gosta de se
exercitar, pode atingir até duzentos e cinquenta quilos
e passar dos dois metros de comprimento! Imagine
um bicho desse tamanho correndo pela casa e
subindo em móveis!
Revista Recreio. nº 384. 19 jul. 2019.

4. Segundo o texto, por que não podemos criar


leões em domicílio?
(A) Porque são indomáveis.
(B) Porque além de ferozes são muito agitados.
(C) Porque além de pesados são grandes demais.
(D) Porque só conseguem sobreviver na selva.

5. Marque as alternativas que apresentam as


condições para um enunciado ser considerado
frase.
a) Iniciar com letra maiúscula.
b) Terminar com algum tipo de pontuação.
c) Dizer coisas interessantes.
d) Ter sentido completo.

TEXTO

1. O humor da tirinha acima está no fato de FONTE: https://fbcdn-sphotos-g-a.akamaihd.net/hphotos-ak-ash3/549559_406504576122709_1852798662_n.jpg

6. O anúncio acima tem por objetivo:


a) Haroldo achar a piada de Calvin engraçada, já que
entendeu que animais podem falar em piadas. a) incentivar as pessoas a sempre serem diferentes
b) Haroldo não achar a piada de Calvin engraçada por nas pequenas coisas, como sorrir, se comunicar, ser
não conseguir entender como um cachorro atento e ouvir os outros.
conseguiria aprender a falar. b) incentivar as pessoas a serem diferentes nas
c) Haroldo entender a piada e mesmo assim não pequenas coisas só quando acharem necessário.
achar graça nela. c) incentivar as pessoas a fazerem o que quiserem,
d) Calvin ficar chateado com Haroldo por ele não quando quiserem, sem se importar com as
entender a piada que ele contou. consequências de seus atos.
e) Calvin não se importar por Haroldo não ter d) obrigar as pessoas a mudarem suas atitudes
entendido a piada que ele contou. constantemente, a fim de deixar o outro feliz,
independente da sua própria satisfação.
2. Em todas as opções abaixo, há um trecho e) obrigar as pessoas a mudarem suas atitudes
retirado da tirinha. Assinale a única alternativa na constantemente, a fim de deixá-las felizes,
qual a palavra em destaque é um pronome de independente da satisfação do próximo.
tratamento.
a) “Inventei uma piada.” 7. Em “faça a diferença”, o vocábulo “a” é um
b) “Com essa comida nem preciso fingir.” a) pronome, por indicar a pessoa do discurso.
c) “Qual é o problema?” b) artigo indefinido, já que está indefinindo um
d) “Você não entendeu?” substantivo.
e) “Como o cachorro aprendeu a falar?” c) artigo definido, já que está definindo um
substantivo.
3. A tirinha apresenta: d) numeral, pois indica uma quantidade.
a) linguagem verbal e) adjetivo, pois caracteriza um substantivo.
b) linguagem não verbal
c) linguagem verbal e linguagem não verbal Leia o texto a seguir e responda às questões 8 e 9:

Por que não podemos ter leões?


COLÉGIO ESTADUAL DR. ARNALDO BUSATO - ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO
AV. 26 DE ABRIL, 1483 FONE ( 46 ) 3572-1165
CEP: 85598-000 – CRUZEIRO DO IGUAÇU-PR

RELATO PESSOAL: O PRECONCEITO EXISTE a) Registro cotidiano e periódico das experiências e


dos sentimentos do autor. Possui, portanto, um caráter
“Em março deste ano eu estava em uma loja confidencial.
procurando um presente para minha mãe, e carregava b) Forma de comunicação escrita entre pessoas
um caderno que ela havia comprado lá mesmo noutro íntimas, normalmente amigos e familiares, separados
dia. Ai chegou uma segurança e foi logo me acusando por longas distâncias.
de roubo. Revistou minha bolsa e, como não tinha a c) Texto de suporte oral ou escrito, conta episódios
nota fiscal comigo, fui levada ao Juizado de Menores. importantes e marcantes da vida do autor e que
Só quando minha mãe apareceu com o comprovante tenham relevância para a comunidade.
é que fui liberada. d) Texto em que se escreve sobre a vida de uma
Eu fiquei muito nervosa, nuca tinha sido acusada de pessoa, contando a sua história e trajetória desde o
roubo, e nem sido xingada por ser negra. Foi a minha nascimento.
mãe quem fez me ver que isso era racismo. Ainda e) Texto em que o autor narra histórias fictícias e
bem que nem todo mundo é assim, racista. Eu tenho fantásticas em que os protagonistas são inspirados
orgulho de ser negra estou feliz com a cor que Deus em pessoas reais.
me deu.”
11.Na Carta Pessoal e no Relato Pessoal, observa-
Isabela Santos 14 anos, Salvador. se a predominância do uso:
a) Da primeira pessoa do singular, pois o narrador
Isabela e sua mãe moveram uma ação contra a conta a sua própria história a partir do seu próprio
empresa por racismo. A juíza Maria Santiago ponto de vista.
condenou a loja a pagar a Isabela um milhão de reais b) Da segunda pessoa do singular, pois há o diálogo
de indenização por danos morais. entre duas pessoas que trocam informações entre si.
c) Da terceira pessoa do singular, pois o narrador é
Fonte: http://relatodadiscriminacao.blogspot.com.br/ observador e conta histórias das quais ele não
8. O Relato Pessoal de Isabela Santos denuncia: participa.
a) A necessidade de sempre carregar a nota fiscal dos d) Da primeira pessoa do plural, pois há sempre o
produtos que você adquire, de modo que se possa registro de uma história que representa a vida e o
comprovar a compra. ponto de vista de um grupo.
b) O preconceito racial vivenciado pela menina, que foi e) Da terceira pessoa, pois há, nesses gêneros, a
acusada de roubo por causa da cor de sua pele. presença de um narrador observador que conta a
c) O roubo do caderno efetuado pela menina, que história de outros personagens.
aproveitou a ausência da mãe para se comportar de
maneira indevida. Leia o texto:
d) O perigo de andar desacompanhada dos pais, pois
envolvimentos com a polícia são sempre possibilidade Água
a ser considerada. Da nuvem até o chão, do chão até o bueiro
e) A importância das lojas sempre manterem uma Do bueiro até o cano, do cano até o rio
segurança rígida e revistarem os clientes, para evitar Do rio até a cachoeira
roubos. Da cachoeira até a represa, da represa até a caixa-
d’água
9. O depoimento de Isabela Santos se caracteriza Da caixa-d’água até a torneira, da torneira até o filtro
como Relato Pessoal, pois: Do filtro até o copo
a) Narra um acontecimento insignificante e que só Paulo Tatit e Arnaldo Antunes. Canções de brincar.
interessa à família e aos amigos de Isabela. Palavra Cantada produções musicais, 1996.
b) Narra um acontecimento engraçado, pois houve um
desentendimento causado pela simples falta de uma 12. Qual é a ideia principal do texto?
nota fiscal. a) Os sons que a água faz.
c) Narra um acontecimento significativo, pois mostra b) Os diferentes lugares onde encontramos a água.
que uma boa segurança pode proteger sua loja de c) O caminho que a água faz para chegar até nós.
ladrões. d) A poluição das águas por todas as pessoas.
d) Narra um acontecimento raro, pois há poucas
manifestações de preconceito racial no território
brasileiro.
e) Narra um acontecimento significativo que interessa
a todos que se preocupam em combater o preconceito
no Brasil.

10. Qual das opções abaixo caracteriza o gênero


Relato Pessoal?
COLÉGIO ESTADUAL DR. ARNALDO BUSATO - ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO
AV. 26 DE ABRIL, 1483 FONE ( 46 ) 3572-1165
CEP: 85598-000 – CRUZEIRO DO IGUAÇU-PR