Você está na página 1de 7

Você concluiu a avaliação para Aspectos Jurídicos da Atuação Policial VA

Confira o resultado:

Questões Corretas = 9,00


Questões Erradas = 1,00

GABARITO
Questão 1

Marque a alternativa CORRETA em uma situação de oposição à execução de ato


legal, mediante violência ou ameaça por parte de um indivíduo em face de uma
busca pessoal realizada por um policial:

Sua resposta: O delito de resistência se consuma quando uma pessoa se utilizar de violência ou
ameaça (não precisa ser grave) para impedir ou obstruir um procedimento legal, realizado pelo
profissional de segurança pública competente, como por exemplo, para evitar uma prisão ou uma
reintegração de posse. (em 6/3/2019 15:31:18)

Questão 2

Empregando os conhecimentos jurídicos sobre a abordagem policial em eventos


esportivos, intensificação de policiamento ou em instrução criminal, julgue os itens
abaixo:

I- A busca em mulher sempre será feita por outra mulher, sendo obrigatória a
presença de uma policial durante as operações. Caso não seja possível, a
operação deve ser cancelada, sob pena de se incorrer em abuso de
autoridade e constrangimento ilegal.

II - A busca domiciliar realizada durante o dia, com determinação judicial, exige o


cumprimento de determinados protocolos, previstos na legislação, como por
exemplo o de se ler o conteúdo do mandado, sob pena de nulidade dos atos.
Havendo resistência e quando a diligência importar risco aos agentes
policiais, o uso da força será empregado para que a medida judicial seja
cumprida. Nesses casos o policial apresentará e lerá o mandado, logo que for
possível.

III - O caminhão, ainda que seja empregado para o exercício da profissão do


motorista, não pode ser considerado extensão de sua residência, nem local
de seu trabalho, mas apenas instrumento deste.

IV - A busca pessoal pode ser realizada, independentemente da existência de


fundada suspeita de um crime, durante a realização de eventos esportivos,
sob o fundamento do inciso III do art. 13-A da Lei n° 10.671/2013 (Estatuto
de Defesa do Torcedor).

V- Independente da notícia concreta de que tenha havido uma infração penal, a


busca pessoal pode ser realizada durante a intensificação de policiamento
com a finalidade de se preservar a ordem pública e de se garantir à
população um ambiente livre de riscos e perigos e sob o fundamento do
dever-poder de polícia.

Estão INCORRETOS:
Sua resposta: Somente o item I. (em 6/3/2019 15:36:07)

Questão 3

Ao se recordar da ideia de que nenhuma ocorrência é igual a outra, ainda que


envolva a mesma pessoa, o mesmo lugar, o mesmo horário, dentre outros fatores,
considere os aspectos discricionários da atuação policial para julgar os itens
abaixo, marcando “C” para as afirmações “CORRETAS” e “E” para as afirmativas
“ERRADAS”:

 A previsão legal e regulamentar do dever-poder de polícia é abrangente,


permitindo ao profissional de segurança pública escolher as medidas
oportunas e convenientes para se atingir o fim público.

 Para legitimar as ações discricionárias, aqui é de se aplicar a ponderação de


valores, mediante emprego do princípio da proporcionalidade com seus
requisitos de adequação, necessidade e razoabilidade ou proporcionalidade
em sentido estrito.

 Discricionariedade não se confunde com arbitrariedade. Discricionariedade é


liberdade de agir dentro dos limites legais; arbitrariedade é ação fora ou
excedente da lei, com abuso ou desvio de poder.

 Caracteriza-se discricionariedade durante a atuação policial quando o


profissional de segurança pública tem uma margem de liberdade para adotar
uma decisão, optando por uma medida, dentre as várias soluções possíveis
(ex.: abordar, intervir, verbalizar, empregar dispositivo eletrônico de controle,
mobilizar, algemar, etc.).

 A faixa de opção do ato discricionário encontra limitações no cumprimento


do interesse coletivo, devendo se observar ainda os elementos do ato
administrativo: competência, finalidade, forma, motivo, objeto.

O resultado é:

Sua resposta: C – C – C – C – E (em 6/3/2019 15:42:25)

Resposta correta: C – C – C – C – C

Questão 4

No âmbito da atuação dos profissionais de segurança pública, a fim de assegurar a


regularidade administrativa, havendo notícia de transgressão da disciplina, a
autoridade deve exercer o dever-poder disciplinar, adotando providências para
apurar os fatos e eventualmente impor sanção disciplinar. Diante disso, marque “V”
para as alternativas “VERDADEIRAS” e “F” para as alternativas “FALSAS”:

 A Administração Pública não tem liberdade de escolha para apurar ou deixar de


apurar, punir ou deixar de punir. O exercício do dever-poder disciplinar é ato
vinculado, em benefício do bem comum. Assim, tomando conhecimento da falta
praticada, cumpre instaurar procedimento adequado para esclarecer os fatos e
eventualmente aplicar a sanção, após o devido processo legal, com resguardo
da ampla defesa e contraditório. Não observando essa determinação, o superior
hierárquico estará passível de responder por condescendência criminosa,
infração administrativa e civil.

 Uma só conduta pode ensejar a instauração de distintos processos ou


procedimentos (penal, civil, disciplinar), sem que configure o bis in idem, com
imposição de punição, respeitados o devido processo legal, ampla defesa e
contraditório. Com efeito, no exercício das atribuições, durante a realização de
uma abordagem policial, o profissional de segurança pública, que praticar
desvio de conduta, poderá se ver responsabilizado em diferentes esferas
(disciplinar, civil ou penal).

 A responsabilidade administrativa do servidor não será afastada no caso de


absolvição criminal que negue a existência do fato ou sua autoria.

 A independência entre as instâncias penal e administrativa, consagrada na


doutrina e na jurisprudência, permite à Administração impor punição disciplinar
ao servidor faltoso à revelia de anterior julgamento no âmbito criminal, mesmo
que a conduta imputada configure crime em tese.

 É possível que haja absolvição em uma esfera e condenação em outra, sem


comunicação entre elas. Entretanto, excepcionalmente, poderá ocorrer a
comunicação entre os processos, quando provada a inexistência do fato ou a
negativa de autoria no processo penal. Por exemplo, se ficar comprovado no
processo penal que o servidor não se beneficiou pecuniariamente, ou ainda, se
realmente o fato não existiu, de forma vinculada, as demais instâncias serão
atingidas.

O resultado é:

Sua resposta: V – V – F – V – V (em 6/3/2019 15:43:39)

Questão 5

Autoexecutoriedade é um atributo do dever-poder de polícia. Diante disso, julgue


os itens abaixo, marcando “C” para as afirmações “CORRETAS” e “E” para as
afirmativas “ERRADAS”:

 Na hipótese em que o policial se depare com uma ocorrência, e precise


intervir, seja para alertar, seja para abordar, prender ou adotar outra medida
prevista na legislação, com o intuito de preservar a ordem, proteger pessoas
e bens, ele o fará de imediato, sem a necessidade de se dirigir a um juiz
solicitando uma decisão que fundamente sua atuação.

 Para que a segurança seja alcançada de forma imediata e justamente por


ser respaldado nos atributos do ato administrativo, dentre eles o da
presunção de legalidade e de veracidade, o comportamento dos agentes
policiais, durante a preservação da ordem pública, em nenhum momento
será submetido ao controle judicial.
 Tendo em vista a proteção constitucional do direito à liberdade de
locomoção (art. 5°, caput, CF/88), mesmo diante de um flagrante delito, o
policial necessita de um mandado de busca pessoal para cumprir suas
atribuições.

 A previsão constitucional estabelece que “a casa é asilo inviolável do


indivíduo, ninguém nela podendo penetrar sem consentimento do morador”.
Por conta disso, o gestor de segurança pública, considerando os critérios de
análise criminal, deve provocar o poder judiciário a fim de obter mandado de
busca e apreensão, bem como mandado de prisão, para os casos em que
alguém seja encontrado com instrumentos, armas, objetos ou papéis que
façam presumir ser ele autor da infração (CPP, art. 301, IV).

 A Autoexecutoriedade, ao lado da discricionariedade e da coercibilidade,


constitui o fundamento do dever-poder de polícia, sem o qual não seria
possível os órgãos de segurança alcançar o bem comum na proteção de
pessoas e bens e na preservação da ordem pública.

O resultado é:

Sua resposta: C – E – E – E – C (em 6/3/2019 15:48:35)

Questão 6

Considerando a notícia de que uma equipe policial tenha praticado o crime de


tortura, julgue os itens a seguir, marcando “C” para as afirmações CORRETAS e “E”
para as alternativas “ERRADAS”:

· O crime de tortura se consuma com a provocação do sofrimento físico ou mental,


independentemente da finalidade visada pela equipe.

· Na tortura-castigo é importante que fique evidenciado o intenso sofrimento físico


ou mental causado na vítima. Assim, o investigador tem que apurar o grau da
intensidade. Caso contrário, fica configura o crime de maus tratos.

· Aquele que se omite em face da tortura, quando tinha o dever de evitá-las ou


apurá-las, responde penalmente pela omissão, na forma da Lei 9.455/1997.

· Doutrina e Jurisprudência majoritárias entendem que na Lei de Tortura a perda do


cargo é automática com a condenação, dispensada a fundamentação na sentença.
Contudo, a perda do cargo não é perpétua, podendo o agente, quando cumprir a
pena, com prazo de reabilitação, prestar novo concurso.
· Não se aplica a Lei de Tortura quando a conduta não tenha sido cometida em
território nacional, mesmo que a vítima seja brasileira ou encontrando-se o agente
em local sob jurisdição brasileira.

O resultado é:

Sua resposta: C – C – C – C – E (em 6/3/2019 15:51:20)

Questão 7

Seguindo os ensinamentos sobre os aspectos jurídicos da abordagem policial,


marque a alternativa CORRETA:

Sua resposta: O legislador conferiu aos policiais, independente de autorização judicial, a


possibilidade de se realizar abordagens em pessoas e domicílios, bastanto indício associado à
fundada suspeita de que a pessoa esteja portando um objeto que esteja vinculado a uma infração
penal. (em 6/3/2019 15:52:06)

Questão 8

Considerando que todo profissional da área de segurança pública corresponde a um


agente público e pratica atos administrativos, sendo responsável pelas suas
consequencias, associe os elementos contidos na 1ª coluna com as assertivas
contidas na 2ª:

1. Competência (Sujeito) ( ) Para que o ato seja aperfeiçoado exige-se a


exposição/demonstração dos fundamentos de fato
(acontecimentos do dia-a-dia) e de direito (conforme
previsto na ordem jurídica). Dentro da ideia de
transparência e controle no regime democrático, o
cidadão precisa saber das razões em que se basearam o
comportamento do agente público, a fim de aferir o
grau de cumprimento do interesse comum. Pode ser
vinculado (conforme determina a lei) ou discricionário
(disponibiliza uma conjunto de opções para se cumprir o
bem comum, de acordo a aportunidade e conveniência).

2. Forma ( ) Trata-se da capacidade do agente público de praticar


um ato, conforme definido em legislação. Não havendo
lei conferindo essa capacidade, o ato praticado é
passível de nulidade. Nesse sentido, destaca-se a tarefa
para realizar busca pessoal durante as ações de
segurança pública. Em outras palavras, a lei confere aos
agentes policiais essa atividade, não sendo admissível
outra agente do Estado exercê-la.

3. Motivo ( ) Trata-se do conteúdo do ato, ou seja, aquilo sobre o


que o comportamento dispõe (ex.: fiscalização, proteção
de pessoas e bens).

4. Objeto ( ) É o bem jurídico objetivado pelo comportamento do


agente público (ex.: proteção de um bem da vida).
5. Finalidade ( ) Cuida-se da exteriorização da manifestação de
vontade ou do comportamento. Em regra, é por escrito,
salvo quando a lei autorizar de outra forma (ex.: gestos
do agente de trânsito, gestos do policial durante uma
intervenção).

A sequência encontrada é:

Sua resposta: 3 – 1 – 4 – 5 – 2 (em 6/3/2019 15:53:20)

Questão 9

Tendo em vista os direitos e garantias fundamentais, normas constitucionais que


limitam o exercício do dever-poder de polícia, com o objetivo de evitar os desvios e
as arbitrariedades durante a atuação policial, marque “C” para os itens CERTOS e
“E” para os ERRADOS:

 O preso tem direito à identificação dos responsáveis por sua prisão ou por
seu interrogatório policial

 O Estado indenizará o condenado por erro judiciário, assim como o que ficar
preso além do tempo fixado na sentença.

 Nos casos de estupro e violência doméstica, é possível antecipar a culpa do


autor dos crimes antes do trânsito em julgado de sentença penal
condenatória.

 Ninguém será processado nem sentenciado senão pela autoridade


competente.

 O civilmente identificado não será submetido a identificação criminal, salvo


nas hipóteses previstas em lei.

O resultado é:

Sua resposta: C – C – E – C – C (em 6/3/2019 15:55:32)

Questão 10

As ações dos profissionais de segurança são construídas para garantir e resguardar


uma situação de paz social, um ambiente de normalidade almejada pela
coletividade, protegendo os bens mais caros para a sociedade, consoante às
normas jurídicas vigentes, estabelecendo um grau adequado de coexistência
pacífica entre as pessoas. Dentro desse contexto, destacam-se os direitos e
garantias fundamentais, normas constitucionais que limitam o exercício do dever-
poder de polícia, com o objetivo de evitar os desvios e as arbitrariedades durante a
atuação policial. Sobre o tema marque “C” para os itens CERTOS e “E” para os
ERRADOS:
 Para garantia da segurança pública e independente da existência de lei, todo
cidadão é obrigado a portar documento de identidade, sob pena de praticar
infração penal.

 Ninguém será privado da liberdade ou de seus bens sem o devido processo


legal.

 Excepcionalmente, para garantia da segurança da coletividade, considerando


ainda a relatividade dos direitos e garantias fundamentais, nos casos de
tráfico ilícito de entorpecentes e drogas afins, terrorismo e crimes hediondos,
permite-se obter informação, declaração ou confissão do autor dos crimes,
através do emprego de força física ou grave ameaça, causando-lhe
sofrimento físico ou mental.

 É autorizada a detenção de indivíduo que será conduzido imediatamente à


delegacia de polícia, com o objetivo de se verificar a existência de mandado
de prisão, mesmo que não tenha praticado flagrante delito.

 A prisão de qualquer pessoa e o local onde se encontre serão comunicados


imediatamente ao juiz competente e à família do preso ou à pessoa por ele
indicada.

O resultado é:

Sua resposta: E – C – E – E – C (em 6/3/2019 15:57:50)