Você está na página 1de 1

A modernidade

O sistema mundo moderno o qual estamos inseridos é


uma invenção recente, mesmo que trabalhe com a
naturalização de suas normas de conduta o que gera a sensação
(em alguns casos a certeza) de que o mundo sempre foi assim e
que não há como mudar por ser inerente a natureza.
O mito da modernidade é complexo e em certa medida
antagônico, ao mesmo tempo que ele tem um conceito
emancipador racional ele justifica violências das mais diversas.
A modernidade ‘nasce’ em 1492 1, quando os europeus se auto
intitularam como descobridores, conquistadores, colonizadores
os detentores de todo o conhecimento, de todo o saber. Com
isso eles começam a confrontar o ‘Outro’ para controla-lo,
vencê-lo e violenta-lo. Esse mito é um mito de violência
sacrificial muito particular, ao mesmo tempo que em seu
nascimento inicia um processo de encobrimento de todos os
não-europeus.

1
Sabemos que essa data pode ser contestada, mas a escolha dela
ocorreu pelos eventos ocorridos neste ano, eventos estes que
discorreremos no presente título.