Você está na página 1de 6

Biologia e Geologia 11º 2011/12

Ficha de Trabalho 4
Biologia

“Ciclos de vida”

1. Sabendo que a Clamidomonas é um dos

seres vivos que podem optar pela

reprodução sexuada ou pela assexuada,

responde às questões:

1.1. Enumera vantagens, para esta alga, do

recurso à reprodução:

a) assexuada

b) sexuada.

1.2. As clamidomonas adultas produzem gâmetas por e a fusão dos conteúdos

celulares dos gâmetas corresponde à fecundação, formando-se um zigoto___________ .

(A) meiose (…) diplóide (B) meiose (…) haplóide

(C) mitose (…) diplóide (D) mitose (…) hapóide

1.3. Após a fecundação, o zigoto, rodeado por uma parede espessa, fica em estado latente até

que as condições voltem a ser favoráveis. Nessa altura, ocorre uma no zigoto, que

acaba por originar .

(A) meiose (…) 4 clamidomonas diplóides (B) meiose (…) 4 clamidomonas haplóides

(C) mitose (…) 2 clamidomonas diplóides (D) mitose (…) 2 clamidomonas haplóides

1.4. Dado que a clamidomonas apresenta meiose quase todo o ciclo de vida acontece

na fase .

(A) pós-zigótica (…) diplóide (B) pós-zigótica (…) haplóide

(C) pré-gamética (…) diplóide (D) pré-gamética (…) haplóide

1.5. A clamidomonas é um ser unicelular , sendo que só .

Professora Sandra Nascimento Página | 1 de 6


Biologia e Geologia 11º 2011/12

(A) diplonte (…) o zigoto pertence à fase haplóide

(B) diplonte (…) os gâmetas pertence à fase haplóide

(C) haplonte (…) o zigoto pertence à fase diplóide

(D) haplonte (…) os gâmetas pertence à fase diplóide

1.6. Refere uma vantagem da ausência de fecundação entre gâmetas provenientes da mesma

célula vegetativa.

2. Estabelece a correspondência correta entre os elementos da chave e as afirmações que se

seguem.

CHAVE

A- Verdadeiro para todos os ciclos de vida.

B- Verdadeiro para alguns ciclos de vida.

C- Falso para todos os ciclos de vida.

AFIRMAÇÕES

I. O zigoto é haplóide.

II. Estão presentes gâmetas.

III. Estão presentes esporos.

IV. Os gâmetas resultam de meiose.

V. Ocorre alternância de gerações.

VI. Os gâmetas são morfologicamente distintos entre si.

VII. A fase haplóide inicia-se com o zigoto.

3. Selecciona a opção que apresenta a sucessão de estruturas num ciclo haplodiplonte.

(A) Gâmetas; zigoto; gametófito; esporos; esporófito.

(B) Zigoto; gâmetas; gametófito; esporos; esporófito.

(C) Zigoto; esporófito; gâmetas; gametófito; esporos.

(D) Gâmetas; zigoto; esporófito; esporos; gametófito.

Professora Sandra Nascimento Página | 2 de 6


Biologia e Geologia 11º 2011/12

4. As leveduras apresentam os dois tipos de reprodução:

sexuada e assexuada. A figura ao lado representa

esquematicamente o ciclo de vida da levedura

Saccharomyces cerevisae.

4.1. Classifique como verdadeira (V) ou falsa (F) cada uma

das seguintes afirmações, relativas à interpretação do

ciclo de vida esquematizado na figura.

A - Os esporos dão origem a leveduras haplóides.

B - A levedura assinalada com a letra X é diplonte.

C - A levedura assinalada com a letra Y pode dividir-se por mitose.

D - Os esporos representados resultaram de mitoses sucessivas.

E - A célula assinalada com a letra Y pode reproduzir-se por gemulação.

F - Os esporos de Saccharomyces cerevisae são diplóides.

G - A gemulação da levedura X é responsável pela alternância de fases nucleares.

H - As leveduras X e Y apresentam a mesma informação genética.

4.2. Explique em que medida a análise da figura permite afirmar que, nestas leveduras, a

ocorrência de reprodução assexuada é independente do facto de aquelas serem haplóides ou

diplóides.

5. Analisa atentamente os esquemas A e B da figura, que representam o ciclo de vida de dois

seres vivos, e responde às questões que se

seguem:

5.1. Legenda os esquemas A e B da figura.

5.2. Faz corresponder, com base na figura,

S (sim) ou N (não) a cada uma das letras

das afirmações seguintes:

A- O ciclo de vida A é diplonte e o ciclo de vida B é haplodiplonte.

B - O ciclo de vida A é haplonte e o ciclo de vida B é diplonte.

Professora Sandra Nascimento Página | 3 de 6


Biologia e Geologia 11º 2011/12

C- O ciclo de vida A é diplonte e o ciclo de vida B é haplonte.

D- A meiose é pré-gamética em A e pós-zigótica em B.

E- A meiose é pós-zigótica em A e pré-gamética em B.

F- A estrutura 1 é haplóide e a estrutura 4 é diplóide.

G- As estruturas 3 e 7 são haplóides.

H- A estrutura 8 pertence á geração esporófita.

I - O ciclo de vida A possui alternância de fases nucleares.

5.3. Se a estrutura 3 possuir 20 cromossomas, as células da estrutura 5 possuirão

cromossomas e a estrutura 1 possuirá cromossomas.

(A) 40 (…) 40

(B) 20 (…) 20

(C) 40 (…) 20

(D) 20 (…) 40

6. A figura que se segue representa o ciclo de vida da

Acetabulária. (transcreve a opção correcta)

(A) A Acetabulária apresenta meiose pré-gamética.

(B) A alga no estado adulto possui um núcleo

haplóide.

(C) Os esporos são haplóides.

(D) O zigoto é a única célula diplóide desta alga.

6.1. A figura seguinte esquematiza as diferentes fases representativas de uma divisão

meiótica.

Professora Sandra Nascimento Página | 4 de 6


Biologia e Geologia 11º 2011/12

Assumindo que o cariótipo da Acetabulária é 2n=2, pode afirmar-se que, por pólo, o número

de em seria .

(A) cromatídeos (…) 1 (…) dois

(B) cromatídeos (…) 2 (…) quatro

(C) cromossomas (…) 3 (…) quatro

(D) cromossomas (…) 4 (…) um

6.2. Discute a importância do fenómeno evidenciado no esquema 1 da figura anterior.

CORREÇÃO:

1.1.

a) Quando a clamidomonas recorre à reprodução assexuada, consegue, com maior rapidez e

menor gasto de energia obter uma população numerosa.

b) Quando a clamidomonas recorre à reprodução sexuada, consegue obter indivíduos com

características heterogéneas podendo alguns deles responder a determinadas alterações do

meio. Além disso, o fato do zigoto se

envolver numa espessa parede e formar uma estrutura resistente (zigósporo) permite-lhe

sobreviver num estado de latência enquanto as condições forem desfavoráveis.

1.2. (C)

1.3. (B)

Professora Sandra Nascimento Página | 5 de 6


Biologia e Geologia 11º 2011/12

1.4. (B)

1.5. (C)

1.6. O facto de a célula só poder ocorrer entre os gâmetas provenientes de células diferentes

garante que os indivíduos da nova geração apresentem variabilidade genética.

2. I – C; II – A; III – A; IV – B; V – B; VI – B; VIII – B; VIII – C

3. D

4.1. A – V; B – V; C – V; D – F; E – V; F – F; G – F; H - F

4.2. – As células X e Y têm ploidias diferentes

- tando a célula X como a célula Y se reproduzem por gemulação

- a gemulação é um processo de reprodução assexuada

5.1. 1 – células haplóides, 2 – gâmeta, 3 – gâmeta, 4 – zigoto, 5 – individuo adulto diplóide, 6

– gâmeta, 7 – gâmeta, 8 – zigoto, 9 – células haplóides, 10 – individuo adulto haplóide.

5.2. A – N; B – N; C – S; D – S; E – N; F – S; G – S; H – N; I – S

5.3. C

6. C

6.1. D

6.2. O fenómeno de crossing-over é a fonte de variabilidade genética e ocorre durante a

profase I, na primeira divisão da meiose. Corresponde à troca de material genético entre

cromossomas homólogos.

Professora Sandra Nascimento Página | 6 de 6